SlideShare uma empresa Scribd logo
Valor dos módulos FV para além do preço

INNOTECH SOLAR
OUTUBRO 2013
ITS – UM FABRICANTE DE MÓDULOS ESCANDINAVO
•

Fabricante de módulos fotovoltaicos de alta qualidade

•

Conceito inovador de optimização de células

•

Optimização de células na Alemanha Capacidade actual 160 MW)

•

Produção de módulos na Suécia: SweModule (Capacidade de 100 MW):
•

Uma das mais modernas instalações de produção na Europa

•

Ex-fábrica da REC Solar

•

Especializada em tecnologia de controlo de processos, linhas de produção totalmente automatizadas

•

Experiência na produção de módulos desde 2003

•

Delegações vendas na Alemanha, EUA e China

•

Sede

Produção módulos

120 empregados

Optimização células
Administração
Logistica
Compras
Vendas

Vendas
Vendas

2

16 October 2013

Logistica
OPTIMIZAÇÃO CÉLULAS
•

•

A Innotech Solar é a única empresa que produz duas imagens térmicas de cada célula e assim evita
o risco de hot spots no módulo

•

3

A Innotech Solar compra células de baixa eficiência dos principais fabricantes do mercado, que são
em seguida classificadas com base em critérios ópticos e eléctricos, cuidadosamente testadas e
optimizadas

A inovadora tecnologia a laser garante a maior precisão no processo de optimização e de não
contacto na transformação.

16 October 2013
OPTIMIZAÇÃO DE CÉLULAS

Dedo

Isolamento a laser

Fonte: Photon 06/2010

4

16 October 2013
ITS – FABRICANTE DE MÓDULOS ESCANDINAVO
OPTIMIZAÇÃO CÉLULAS NA ALEMANHA
•

Abertura da fábrica em Halle (Saale) no verão de 2011

•

Localizada no então chamado vale solar, a fábrica de células fica nas imediações de muitas
empresas industriais activas na indústria fotovoltaica

•

Capacidade de 160 MW

•

Equipamento estado de arte

•

Especializada na optimização de células, ensaios e pesquisas de desenvolvimento

•

Testes mais rigorosos

•

Certificação de acordo com DIN EN ISO 9001, 14001 e OHSAS 18001

As células oprimizadas da ITS em Halle são enviadas para a Suécia para a produção de módulos

5

16 October 2013
ITS – FABRICANTE DE MÓDULOS ESCANDINAVO
PRODUÇÃO DE MÓDULOS NA SUÉCIA
•

A produção de módulos da ITS nas instalações altamente automatizadas da SweModule AB em
Glava, Suécia (Innotech Solar detém 75% desta fábrica)

•

Experiência na produção de módulos desde 2003

•

Capacidade de 100 MW

•

Uma das fábricas de módulos mais moderna no mundo

•

Ex fábrica da REC Solar

•

Última tecnologia de controlo de processos

•

Linhas de produção completamente automatizadas

•

Certificação de acordo com DIN EN ISO 9001 e 14001
bem como OHSAS 18001

A fábrica SweModule produz módulos fotovoltaicos eficientes
graças ao uso de materiais de qualidade e monitorização muito
apertada de processos

6

16 October 2013
LIDER DE CUSTO ENTRE FABRICANTES DE MÓDULOS EUROPEUS
•

Produção Europeia

•

Vidro anti-reflexo: até 3% maior produtividade

•

Principal classe de potência: 250 Wp

•

Tipo de módulos: módulos de 60 células

•

Garantia de produto :12 anos

•

Garantia de performance: garantia linear de performance 25 anos

•

Módulos:
➡ EcoPlus (moldura preta, backsheet branco)
➡ DesignBlack (moldura preta, backsheet preto)

7

16 October 2013
VANTAGENS DOS MÓDULOS ECOPLUS

Rácio - preço performance

Destaques
•
•

Maior produção graças ao vidro anti-reflexo

•

Até mais 10W de performance dos módulos
graças à selecção positiva

•

16 October 2013

Produção de módulos Europeia

•

8

Duráveis graças ao processo preventivo de
hotspots

•

Durabilidade

Vantagens de custo graças à optimização de
células

Menos pegada de carbono graças à redução
de até 90% da energia utilizada na produção

Sustentabilidade
RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE– ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO
PRODUÇÃO MARCA A DIFERENÇA
•

Os módulos ITS modules alcançam excelentes resultados em projectos de referência
e testes independentes ex. Medição de produção da Photon
➡ Medição produção em condições reais (localização instalação: Aachen,
Germany)

Rácio-preçoperformance

Durabilidade

Sustentabili
dade

➡ Detecção de produção de cada módulo segundo a segundo
➡ Medição da produção dos módulos é independente de outros sistemas

•
•

9

Em medidas de produção, os módulos ITS ficam sempre numa posição de topo
Os resultados dos testes mensais são publicados na Photon, Photon Profi e Photon Internacional

16 October 2013
RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO
Rácio-preçoperformance

MAIS PRODUÇÃO COM OS MÓDULOS ITS
•

Cálculo simples com dados actuais dos testes da Photon em 2012.
Comparados sãos os módulos ITS EcoPlus ITS220ECU5 e os módulos Europeus
da Sharp NU-185E1:

Durabilidade

Sustentabili
dade

Diferença produção em 1ano (por kW):
Innotech Solar
(EcoPlus ITS220ECU5)
1.116 kWh/kWp

Valor monetário:
um preço assumido de 0,163€ /
kWh
FiT:
20 anos são assumidos
Juros alternativos:
5% são assumidos

= mais produção de

167 kWh
em1 ano por kW instalado

= maior receita de

27,22 €
em 1 ano por kW instalado

= maior receita de

544,42 €
em 20 anos por kW instalado
= maior valor do investimento em

339,22 €
após 20 anos por kW instalado

Podes gastar mais 0,34 €/Wp nos módulos ITS em comparação
com os Sharp, para ter a mesma produção / receita

10

16 October 2013

Sharp (NU-185E1)
949 kWh/kWp

Uma instalação de 1 MW
gera um benefício suplementar de

544.420 €
após 20 anos por MW instalado
RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO
Rácio-Preçoperformance

COMPAÇÃO ENTRE MAÇÃS E LARANJAS

Durabilidade

=
ITS EcoPlus*

250 Wp

Solarworld,
Aleo Solar
≈

255 Wp

=
*Mesmo tipo de módulos PF ver página anterior

11

16 October 2013

?

Solarwatt,
Bisol
≈

=

260 Wp

Sustentabili
dade

Kyocera

≈

=

265 Wp

Isofoton

≈

=

275 Wp

Sharp

≈

=

295 Wp

!
RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO
COEFICIENTE TEMPERATURA – ELEVADA PERFORMANCE EM TEMPERATURAS ELEVADAS
•

Comparação do coeficiente de temperatura com os valores médios em
Sevilha, Espanha: receita superior em 2%

Rácio-preçoperformance

Durabilidade

Sustentabili
dade

176000

19000
18000

175000
17000
16000

174000

15000
173000
14000
13000

172000

12000
171000
11000
10000

170000

Produced energy with an ITS temperature coefficient
Total ITS Tc

12

Produced energy with an usual temperature coefficient
Total usual Tc

16 October 2013
RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO
QUALIDADE ELEVADA –CONDIÇÕES ATRACTIVAS

Rácio-preçoperformance

•

As vantagens dos custos são partilhadas com consumidores

•

Selecção positiva em classes de 10 Wp-para módulos 250 e 260 Wp

•

Vidro anti-reflexo : até mais 3% receita

•

Selecção debaixo de critérios rigorosos ao nível das células para evitar más combinações nos
módulos

•

Custos de transacção reduzidos graças a contratos com empresas Europeias

•

Serviço orientado para o cliente

Excelente rácio preço-performance
Módulos ITS melhoram o lucro dos projectos FV

13

16 October 2013

Durabilidade

Sustentabili
dade
RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO
VIDRO ANTI-REFLEXO – TELHADOS ESTE-OESTE AINDA MAIS RENTÁVEIS
•
•

Um processo especial melhora a transmitância de luz do vidro, melhorando a
produção do módulo, especialmente em casos de angulos de baixa radiação,
como o nascer e pôr do Sol

•

14

Vidro anti-reflexo: até mais 3% de produção

Telhados este-oeste tornam-se mais rentáveis

16 October 2013

Rácio-preçoperformance

Durabilidade

Sustentabili
dade
DURABILIDADE – FOCUS NA QUALIDADE
Rácio-preçoperformance

TESTADOS ATÉ AO ÚLTIMO DETALHE
•

Controlo de qualidade certificado de acordo com ISO 9001

•

Durabilida
de

Garantia de qualidade contínua: longo-prazo-, no-campo-, testes laboratório

Sustentabili
dade

➡ Testes essenciais, como o teste de câmara de clima, são executados 2 vezes no IEC-cycle
➡ Através de duas imagens termográficas de cada célula, verificamos onde os critérios elétricos
podem ser optimizados de acordo com os standards ITS (mais rigorosos do que os standards
industriais)
➡ Confirmação da qualidade excecional do Instituto Fotovoltaico de Berlim (Instituto independente)
•

Certificações:
➡ IEC 61215 (qualificação design e aprovação tipo)
➡ IEC 61730 (segurança eléctrica e mecânica)
➡ IEC 61701 (resistência salina
➡ MCS (Standard Britânico)
➡ DLG Fokus Test (Resistência amônia)
➡ PID (potencial degradação induzida)

15

16 October 2013
DURABILIDADE – FOCUS NA QUALIDADE
Rácio-preçoperformance

TESTADOS ATÉ AO ÚLTIMO DETALHE
•

•
•

•

16

“Potencial Degradação Induzida (PID) é uma propriedade indesejável de alguns
módulos. Os factores que provocam PID (voltagem, calor e humidade) existe em
todos os sistemas FV.” (Fonte: Advanced Energy)

Factores: 1.) Ambiente2.) Sistema 3.) Células 4.) Módulo
Confirmação do instituto de testes Fraunhofer Center for Silicon Photovoltaics
(CSP), que os módulos ITS não apresentam nenhum sinal de potencial
degradação induzida (PID).
De acordo com a Photon International, muitas empresas conhecidas não
passaram os testes do Fraunhofer CSP, que exposeram os módulos a condições
mais severas que outros institutos (Photon International, 11-2012, p.135)
16 October 2013

Durabilida
de
Sustentabili
dade
DURABILIDADE – FOCUS NA QUALIDADE
Rácio-preçoperformance

HOT-SPOT PREVENÇÃO ACTIVA

Durabilida
de

•
•

Com duas imagens térmicas de cada célula (uma antes e outra após a optimização da célula)
somos a única empresa que activamente previne a formação de hot-spots

•

17

Os Hot spots podem ter sérias consequências

Além disso aplicamos testes de electroluminescência por forma a poder excluir ambos: micro
fissuras e hot-spots ao nível do módulo

16 October 2013

Sustentabili
dade
HOT-SPOTS – Consequências
•

Começando em temperaturas de aproximadamente
150°C o módulo fica permanentemente danificado.
•
•
•

Delaminação
Derrete o backsheet
Vidro estilhaça
risco: perda de isolamento

Fonte(3) : PI Berlin

18

16 October 2013
HOT-SPOTS – Fundamentos
•

As células solares estão normalmente no
módulo em várias strings, o que significa que as
células trabalham com a mesma corrente.

•

Com sombreamento pacial, as células
sombreadas geram menos corrente e
bloqueiam a elevada corrente das células não
sombreadas.

•

Se um módulo trabalha numa string de módulos
com uma elevada corrente as células
sombreadas passam de modo produção para
modo consumo.

•

Uma corrente é „pressionada“ através da célula
e uma densidade elevada de corrente resulta
dependendo da homogeneidade das células.

•

Source: PI Berlin

Estas áreas podem aquecem dependendo da
intensidade de corrente e podem danificar os
módulos (hot-spot).
Temperaturverteilung bei Strombelastung

19

16 October 2013
HOT-SPOTS – detecção e testes
Câmara termográfica

•

Na célula solar é aplicada uma tensão negativa
por alguns ms.

•

Através da corrente resultante o ponto fraco da
célula aquece.

•

Baseado numa imagem termográfica a
localização, tamanho e temperatura do hot spot
são localizados

I
U

Imagem Termográfica

20

16 October 2013
HOT-SPOTS – prevenção activa
Teste hot-spot:
•

•

Localizações que mostram temperaturas
elevadas no teste de hot-spots são isoladas
com laser
À volta do hot-spot é cortada uma vala, para
que esta parte seja separada do emissor

21

A área do hot-spot area é electricamente
dissociada e assim não existe mais a
possibilidade de que a corrente aqueça esta
área perigosamente

16 October 2013

-

emitter
app. 0,5 µm

+

Processo laser :
Vala laser

•

hot spot

Da Θárea isolada de contacto

+
HOT-SPOTS – prevenção activa

•

Caixa de produção para
produção totalmente
automatizada

•

3 díodos, 30A, 45V

•

Conexões Soldadas

•

caixa, cabo e conector (KSK4)
de uma fonte

Fonte: Kostal

compatibilidade MC4, todos
os certificados disponíveis

22

16 October 2013
DURABILIDADE – FOCUS NA QUALIDADE
Rácio-preçoperformance

FAZEMOS A DIFERENÇA
•

Ao contrário da maioria dos fabricantes de módulos que economizam nos
componentes para lutar contra a pressão dos preços, usamos apenas produtos
de renome
Standard industrial
Redução de custos
através de componentes
de baixa qualidade

Componentes de marca:
• Células: Apenas células ITS (produzidas de
acordo com elevados standards globais na
Alemanha)
• Caixa de conexão: Kostal (Alemanha)
• AR-Glass (Sunarc Technology) (Dinamarca)
• Backsheet: Coveme (Itália) / Isovoltaic (Áustria)
• Moldura: Sapa (Suécia)
• Conectores: MC4 (Suiça) / Kostal (Alemanha)
• EVA : Mitsui (Japão)

Produção manual de
módulos

Produção de módulos completamente automatizada

C Simples- moldura de
perfil

23

Innotech Solar

Secção da moldura muito robusta: 43 mm

16 October 2013

Durabilida
de
Sustentabili
dade
SUSTENTABILIDADE – OS MÓDULOS DA ITS SÃO “VERDES"
Rácio-preçoperformance

FILOSOFIA: MAIS VERDE DO QUE O VERDE

Durabilidad
e

Sustentabil
idade

•

Total uso dos recursos devido à reintegração das células que dificilmente seriam
usadas de outra maneira na cadeia FV

•

Poupança de energia de até 90% comparada com os módulos cristalinos convencionais

•

Optimização da cadeia de valor na indústria FV

•

Pegada de Carbono dos módulos ITS é de aproximadamente 8g CO2/kWh*

•

100% energia verde: Produção Norueguesa baseada em energia hidroeléctrica, produção Alemã
baseada na sua própria instalação FV e energia hidroeléctrica

•

Embalagem ambientalmente amigável

•

Membros da associação de reciclagem CERES e ERP Itália

Especialmente atractiva investidores / consumidores ambientalmente
conscientes

*explicação detalhada em seguida
24

16 October 2013
SUSTENTABILIDADE – OS MÓDULOS DA ITS SÃO “VERDES"
Rácio-preçoperformance

PEGADA DE CARBONO DO EXEMPLO - ECOPLUS
emissões de
CO2
Componentes

EcoPlus
[kg]

Módulo
Convencional
[kg]

Pressuposto:
50 Wp módulo,
instalado na Alemanha
•

Durabilidad
e

Vida útil: 30 anos
Produção energia: 290 kWh/ano

Poli silicio

26,4

•

Wafer

21,2

⇒ Produção energia no final da vida

Células

3,4

Optimização células

0,4

Módulos

2,9

Vidro

5,4

EVA

7,1

PET

1,4

Backsheet

0,7

TOTAL Emissões CO2
a 250 Wp

68,9

*Fonte: Wild – Scholten, von der Meulen, Carbon- and
Environmental Footprinting of Photovoltaic Modules

25

16 October 2013

= 8722 kWh
Pegada de um módulo FV convencional
= 28 g CO2/kWh
Pegada - Innotech Solar CO2
= 8 g CO2/kWh
218 *

Sustentab
ilidade
SUSTENTABILIDADE – O MODELO DE NEGÓCIO DA ITS
Rácio-preçoperformance

UM CONCEITO INTELIGENTE

Durabilidad
e

•

Compra de células de fornecedores premium e optimização de células

•

Teste de qualidade rigorosa da optimização das células

•

Controlos de qualidade adicionais (teste de câmara de clima, controlos entrada, controlos
de quebra de células, testes EL, testes de vazamento de humidade, medição de
performance..)

•

Este modelo de negócio permite uma qualidade única em excelentes condições.
Adicionalmente, o conceito é extremamente amigo do ambiente

•

Devido ao conceito único, a ITS recebeu o prestigiado prémio Europeu Red Herring Top
100. Inovação tecnológica, capacidade de gestão, dimensão do mercado, registos
investimento, compras de clientes e saúde financeira foram os factores decisivos

•

Suportada por 3 investidores estratégicos: North Zone Ventures, STF, e Investinor

Aproximação sustentável em termos económicos e ambientais

26

16 October 2013

Sustentabil
idade
SUSTENTABILIDADE – O MODELO DE NEGÓCIO DA ITS
SENTIMO-NOS RESPONSÁVEIS

Rácio-preçoperformance

Durabilidad
e

•
•

27

Responsabilidade ecológica: menor pegada de carbono, rigorosa protecção ambiental,
sistema de gestão (certificado de acordo com ISO 14001)
Responsabilidade Social : rigorosos critérios de saúde ocupacional e segurança
(de acordo com OHSAS 18001), Scandinavian / German standard

16 October 2013

Sustentabil
idade
INNOTECH SOLAR – UM MODELO DE NEGÓCIO SUSTENTÁVEL
O NEGÓCIO DA ITS NA IMPRENSA
•
•

“Eliminating defects”, PHOTON International, 12/2011, p. 186-187

•

“Restore the capacity”, photovoltaic production, 09/2011, p. 22-23

•

“Innotech presents »green« module range“, PHOTON International, 08/2011, p. 160

•

“New Life for Solar Cells”, INTERPV, 11/2010, p. 78-81

•

“The Cell-Doctor“, pv magazine, 02/2010, p. 74-76

•

“Solarzelle reloaded”, Sonne Wind & Wärme 06/2013, p. 34-35

•

“Erträge in der Nische”, Sonne Wind & Wärme 08/2012, p. 204-205

•

“Reparieren statt Recyceln”, Erneuerbare Energien 09/2012, p. 109

•

“Stern für Schatzkammer”, Mitteldeutsche Zeitung, 05/2012, p. 7

•

“Anreize für besonders umweltfreundliche PV“, Solarthemen, 11/2012, p. 5

•

“EcoPlus ITS220ECU5”, Photon Profi Testlabor, 12/2012, p. 76

•

“Müll zu Gold”, PHOTON 06/2010, p. 102-106

•

“Der Zellendoktor“, Photovoltaik, 02/2010, p. 72-74

•

“Innotech presenta moduli «verdi» “, PHOTON IT, 09/2011, p. 82

•

“Trasformare gli scarti... in oro”, PHOTON IT 08/2010, p. 64-67

•

“LASER per corregere i defetti delle cellule“, PVTECHNOLOGY, 3/2010, p. 40-42

•

„Innotech Solar A/S / Modules de recyclage norvégiens“ PHOTON F, 09/2011, p. 72

•

“Terapia de celda solar”, Futura 04/2012, p.19-23

•

28

“Solar cell therapy”, photovoltaic production, 09/2012, p. 42-43

“Convertir basura en oro”, PHOTON ES 07/2010, p.74-76

16 October 2013
HISTÓRIA DA EMPRESA
2008
•

Estabelecimento da Innotech Solar em 2008 por ex membros executivos da REC Solar em Narvik

•

Primeiros desenvolvimentos tecnológicos: Optimização de todo o tipo de células solares

2009
•

Construção da primeira linha de produção em massa de células optimizadas em Narvik

•

Abertura da sede de administração em Oslo, com um grande departamento de investigação e
desenvolvimento

•

Estabelecimento do escritório central de vendas em Munique e o ínicio da venda de módulos –
primeiros clientes: Green City Energy, M+W Group, e Soleg

•

Construção de um novo armazém de distribuição em Shanghai em Setembro e estabelecimento da
divisão de projecto ITS Power AG em Zurich, Suiça

2010
•
•

29

Início da construção de uma nova fábrica de optimização
de células em Halle, Alemanha
Primeiras vendas internacionais de módulos em Itália,
Grécia e França

16 October 2013
HISTÓRIA DA EMPRESA
2011
•

Inauguração de mais uma linha de processamento de células
em Narvik

•

Inauguração da fábrica em Halle

•

Aquisição da fábrica de módulos da REC em Glava, Suécia,
com uma capacidade aproximada de 100 MW

•

Focus na produção interna de módulos na Suécia devido à
sua elevada procura

•

Estabelecimento de novos polos de distribuição para América
do Norte e América Lanita, Califórnia

2012
•

•

Entrega Europa Leste e Escandinávia como novos mercados

•

Instalação do módulo EcoPlus nas medições de produção d aPhoton. Os resultados de
testes independentes representam um grande sucesso para a ITS

•

30

Outsourcing da ITS Power AG relativamnete à Innotech Solar
Group e mudança da gestão corporativa para fortalecer a
posição de mercado

O instituto SmartGreenScans-atesta os módulos ITS pela impressionante baixa pegada de
carbono
16 October 2013
OS MÓDULOS ITS CONVENCEM NA PRÁCTICA –REFERÊNCIAS ESCOLHIDAS

• Solarpark Ingolstadt (apoiado pela AUDI AG) (2009)
• Lozalização : fábrica da Audi, Ingolstadt, Alemanha
• Potência : 390 kWp

• Edifício Agricola (2009)
• Lozalização : Crailsheim, Alemanha
• Size: 60 kWp

• Instalação de Campo (2012)
• Lozalização : Nauen, Alemanha
• Potência : 3,1 MWp

• Instalação de Campo (2010)
• Lozalização : Blue Anchor, New Jersey, EUA
• Potência : 75 kWp

31

• Estufas, Granada (2012)
• Lozalização: Atarfe / Moclin, Espanha
• Potência : 4,3 MW

• Lagar de azeite (2011)
• Lozalização : Venticano, Campania, Itália
• Potência : 100 kWp

16 October 2013
OS MÓDULOS ITS CONVENCEM NA PRÁCTICA –REFERÊNCIAS ESCOLHIDAS

• Instalação de Campo(2010)
• Lozalização : Grécia
• Potência : 500 kWp

• Quinta de leite orgânico(2010)
• Lozalização : Tangstedt, Alemanha
• Potência : 634 kWp

Demand Electric Inc.

• Edifício Pandora (2010)
• Lozalização : Manchester, New Hampshire, EUA
• Potência : 75 kWp

• Solarpark Mamming (2010)
• Lozalização : Can factory, Mamming, Alemanha
• Potência : 1,6 MW

32

• Parque Industrial (2010)
• Lozalização : Albatera, Espanha
• Potência : 461 kWp

• Prisão (2010)
• Lozalização : JVA Düppel, Berlin, Alemanha
• Potência: 69 kWp

16 October 2013
OS MÓDULOS ITS CONVENCEM NA PRÁCTICA –REFERÊNCIAS ESCOLHIDAS
O QUE OS CLIENTES DIZEM SOBRE OS NOSSOS MÓDULOS
Dr. Dipl.-Phys. Paul Grunow, ConsultOR Sénior e presidente do conselho de administração do Photovoltaik-Institut Berlin:
„A Innotech Solar testa a qualidade das suas células solares exaustivamente. No que diz respeito ao risco de hotspot ,
a ITS é um dos poucos fabricantes que conhecemos, que realizam este teste ao nível das célulasl.“

Thomas Prudlo, CEO da Green City Energy AG:
„ Um bom e sólido retorno não é o único factor importante para os nossos cerca de 2,800 investidores, eles também querem
fazer uma contribuição activa para a protecção climática com os seus investimentos. Por esta razão os módulos da Innotech
Solar se enquadram no nosso conceito “
Kerry Burns MSc, director geral da Solarsense:
„A Solarsense realizou testes paralelos aos módulos da ITS versus 3 outras grandes marcas através de testes próprios em
Helios House. Dos 4x 12.5kWp que instalamos, a ITS destingue-se na sua performance perante as outras marcas em pelo
menos 8%. É bom ver um dos módulos mais verdes do mercado também dentro das maiores produções.“

Hans-Helmut Kutzeer, director geral do mdp group:
„Um consultor independente recomendou-nos a Innotech Solar, pelo facto de poderem oferecer módulos Europeus a preços
competitivos graças ao seu processo de produção especial.“

Christoph Deutschle, Gestor de projecto da produção na Energie Wasser Bern:
„Decidimos pelos módulos da Innotech Solar, pois a sustentabilidade é um importante factor para a realização da nossa
estratégia empresarial. Em substituição do nosso dono, a cidade de Bern, temos que recuar na energia atómica e é nossa
preocupação que as novas tecnologias possam ser aplicadas de forma consistentemente lucrativa e de acordo com
standards ecológicos e sociais. O modelo de negócio da ITS está perfeitamente em linha com a nossa estrtaégia e dá-nos
uma alternativa atractiva no sector fotovoltaicor.“

33

15 OUTUBRO 2013
INFORMAÇÃO DE CONTACTO
ITS Innotech Solar Module GMBH
Sales & Marketing
Sandstr. 26
D-80335 Munich
Telephone: +49(0)89-200 08 50-58
Fax: +49 (0)89-978 93 59 40
sales@innotechsolar.com

Source: Nagy / Presseamt München

www.innotechsolar.com

34

16 October 2013
APÊNDICE
QUALIDADE ELEVADA EM CONDIÇÕES RAZOÁVEIS
•

35

Módulos ITS (vermelho) em comparação: instalação de referência da Green City Energy, avaliação
06/2012

16 October 2013

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Mergers, acquisitions and joint ventures
Mergers, acquisitions and joint venturesMergers, acquisitions and joint ventures
Mergers, acquisitions and joint ventures
Abhishek Yadav
 
Merger,Acquisition&Takeovers
Merger,Acquisition&TakeoversMerger,Acquisition&Takeovers
Merger,Acquisition&Takeovers
amansingh09
 
Arcelaor & Mittal, Legal aspects of merger
Arcelaor & Mittal, Legal aspects of mergerArcelaor & Mittal, Legal aspects of merger
Arcelaor & Mittal, Legal aspects of merger
Ankur Jindal
 
Mergers & acquisitions
Mergers & acquisitionsMergers & acquisitions
Mergers & acquisitionsjaspreet singh
 
Mergers and acquisitions
Mergers and acquisitionsMergers and acquisitions
Mergers and acquisitions
Anurag Savarnya
 
HANDOVER Proyecto Integrador
HANDOVER Proyecto IntegradorHANDOVER Proyecto Integrador
HANDOVER Proyecto IntegradorJavier P
 
Uni fiee scm sesion 04 gestión de recursos radio
Uni fiee scm sesion 04 gestión de recursos radioUni fiee scm sesion 04 gestión de recursos radio
Uni fiee scm sesion 04 gestión de recursos radioc09271
 
Tp9 g1-2010 v08
Tp9 g1-2010 v08Tp9 g1-2010 v08
Tp9 g1-2010 v08
ademiti
 
Respuesta 1 de chile
Respuesta 1 de chileRespuesta 1 de chile
Respuesta 1 de chile
Luis Fernando Cantoral Benavides
 
Tesis: Requerimientos De Parámetros Para Transporte De Redes LTE
Tesis: Requerimientos De Parámetros Para  Transporte De Redes LTETesis: Requerimientos De Parámetros Para  Transporte De Redes LTE
Tesis: Requerimientos De Parámetros Para Transporte De Redes LTE
Gerson Chavarria Vera
 

Destaque (10)

Mergers, acquisitions and joint ventures
Mergers, acquisitions and joint venturesMergers, acquisitions and joint ventures
Mergers, acquisitions and joint ventures
 
Merger,Acquisition&Takeovers
Merger,Acquisition&TakeoversMerger,Acquisition&Takeovers
Merger,Acquisition&Takeovers
 
Arcelaor & Mittal, Legal aspects of merger
Arcelaor & Mittal, Legal aspects of mergerArcelaor & Mittal, Legal aspects of merger
Arcelaor & Mittal, Legal aspects of merger
 
Mergers & acquisitions
Mergers & acquisitionsMergers & acquisitions
Mergers & acquisitions
 
Mergers and acquisitions
Mergers and acquisitionsMergers and acquisitions
Mergers and acquisitions
 
HANDOVER Proyecto Integrador
HANDOVER Proyecto IntegradorHANDOVER Proyecto Integrador
HANDOVER Proyecto Integrador
 
Uni fiee scm sesion 04 gestión de recursos radio
Uni fiee scm sesion 04 gestión de recursos radioUni fiee scm sesion 04 gestión de recursos radio
Uni fiee scm sesion 04 gestión de recursos radio
 
Tp9 g1-2010 v08
Tp9 g1-2010 v08Tp9 g1-2010 v08
Tp9 g1-2010 v08
 
Respuesta 1 de chile
Respuesta 1 de chileRespuesta 1 de chile
Respuesta 1 de chile
 
Tesis: Requerimientos De Parámetros Para Transporte De Redes LTE
Tesis: Requerimientos De Parámetros Para  Transporte De Redes LTETesis: Requerimientos De Parámetros Para  Transporte De Redes LTE
Tesis: Requerimientos De Parámetros Para Transporte De Redes LTE
 

Semelhante a Valor dos módulos FV Innotech para além do preço

Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores
Sistemas Iluminação Eficiente de InterioresSistemas Iluminação Eficiente de Interiores
Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores
slides-mci
 
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BRApresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BRLester Izaac
 
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação PúblicaEficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
slides-mci
 
m2cE apresentação 12março2014
m2cE apresentação 12março2014m2cE apresentação 12março2014
m2cE apresentação 12março2014claudiaasousa
 
Apresentacao Safety Control
Apresentacao Safety ControlApresentacao Safety Control
Apresentacao Safety Control
safetycontrol
 
Apresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada pptApresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada pptMurillo Rezende
 
Não pague mais conta de energia elétrica!
Não pague mais conta de energia elétrica!Não pague mais conta de energia elétrica!
Não pague mais conta de energia elétrica!
claudioguerhardt
 
Como selecionar o controle para sua aplicação e repotencialização de equipame...
Como selecionar o controle para sua aplicação e repotencialização de equipame...Como selecionar o controle para sua aplicação e repotencialização de equipame...
Como selecionar o controle para sua aplicação e repotencialização de equipame...
CAREL Industries S.p.A
 
Aeca group corporativa extendida (pt)
Aeca group corporativa extendida (pt)Aeca group corporativa extendida (pt)
Aeca group corporativa extendida (pt)
Aeca group
 
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpaitgfiles
 
Apresentação Safety Control - Pagina Dupla
Apresentação Safety Control - Pagina DuplaApresentação Safety Control - Pagina Dupla
Apresentação Safety Control - Pagina Dupla
safetycontrol
 
Hugo Delgado - LG
Hugo Delgado - LGHugo Delgado - LG
Hugo Delgado - LG
Construção Sustentável
 
Webinar - Enviando sua placa para o Espaço
Webinar - Enviando sua placa para o EspaçoWebinar - Enviando sua placa para o Espaço
Webinar - Enviando sua placa para o Espaço
Embarcados
 
Apresentação corporativa Incoteq
Apresentação corporativa IncoteqApresentação corporativa Incoteq
Apresentação corporativa Incoteq
Eduardo Penteado
 
Nte 8.443 v03-28-09-2018
Nte 8.443 v03-28-09-2018Nte 8.443 v03-28-09-2018
Nte 8.443 v03-28-09-2018
DanDiesel
 
Webinar Remotas IP6567_SIMATIC ET200.pdf
Webinar Remotas IP6567_SIMATIC ET200.pdfWebinar Remotas IP6567_SIMATIC ET200.pdf
Webinar Remotas IP6567_SIMATIC ET200.pdf
pviengenharia
 
Joaquim Pescada - SONNENKRAFT
Joaquim Pescada - SONNENKRAFTJoaquim Pescada - SONNENKRAFT
Joaquim Pescada - SONNENKRAFT
Construção Sustentável
 
Portfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceirosPortfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceiros
Empresa Verde Consultoria em Sustentabilidade Empresarial
 

Semelhante a Valor dos módulos FV Innotech para além do preço (20)

Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores
Sistemas Iluminação Eficiente de InterioresSistemas Iluminação Eficiente de Interiores
Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores
 
Treinamento apc 2013
Treinamento apc 2013Treinamento apc 2013
Treinamento apc 2013
 
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BRApresentacao Possibilidades SLX_BR
Apresentacao Possibilidades SLX_BR
 
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação PúblicaEficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
Eficiência Energética em Sistemas de Iluminação Pública
 
m2cE apresentação 12março2014
m2cE apresentação 12março2014m2cE apresentação 12março2014
m2cE apresentação 12março2014
 
Apresentacao Safety Control
Apresentacao Safety ControlApresentacao Safety Control
Apresentacao Safety Control
 
Apresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada pptApresentação lumilight atualizada ppt
Apresentação lumilight atualizada ppt
 
Não pague mais conta de energia elétrica!
Não pague mais conta de energia elétrica!Não pague mais conta de energia elétrica!
Não pague mais conta de energia elétrica!
 
Como selecionar o controle para sua aplicação e repotencialização de equipame...
Como selecionar o controle para sua aplicação e repotencialização de equipame...Como selecionar o controle para sua aplicação e repotencialização de equipame...
Como selecionar o controle para sua aplicação e repotencialização de equipame...
 
Aeca group corporativa extendida (pt)
Aeca group corporativa extendida (pt)Aeca group corporativa extendida (pt)
Aeca group corporativa extendida (pt)
 
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
17.ago ouro i 16.00_424_aeselpa
 
Apresentação Safety Control - Pagina Dupla
Apresentação Safety Control - Pagina DuplaApresentação Safety Control - Pagina Dupla
Apresentação Safety Control - Pagina Dupla
 
Apresentação Tese MS v2
Apresentação Tese MS v2Apresentação Tese MS v2
Apresentação Tese MS v2
 
Hugo Delgado - LG
Hugo Delgado - LGHugo Delgado - LG
Hugo Delgado - LG
 
Webinar - Enviando sua placa para o Espaço
Webinar - Enviando sua placa para o EspaçoWebinar - Enviando sua placa para o Espaço
Webinar - Enviando sua placa para o Espaço
 
Apresentação corporativa Incoteq
Apresentação corporativa IncoteqApresentação corporativa Incoteq
Apresentação corporativa Incoteq
 
Nte 8.443 v03-28-09-2018
Nte 8.443 v03-28-09-2018Nte 8.443 v03-28-09-2018
Nte 8.443 v03-28-09-2018
 
Webinar Remotas IP6567_SIMATIC ET200.pdf
Webinar Remotas IP6567_SIMATIC ET200.pdfWebinar Remotas IP6567_SIMATIC ET200.pdf
Webinar Remotas IP6567_SIMATIC ET200.pdf
 
Joaquim Pescada - SONNENKRAFT
Joaquim Pescada - SONNENKRAFTJoaquim Pescada - SONNENKRAFT
Joaquim Pescada - SONNENKRAFT
 
Portfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceirosPortfólio empresa verde e parceiros
Portfólio empresa verde e parceiros
 

Mais de Krannich Solar Portugal

Resumo dos sistemas de monitorizaçao e injecçao zero
Resumo dos sistemas de monitorizaçao e injecçao zeroResumo dos sistemas de monitorizaçao e injecçao zero
Resumo dos sistemas de monitorizaçao e injecçao zero
Krannich Solar Portugal
 
Novidades SMA autoconsumo com acumulação
Novidades SMA autoconsumo com acumulaçãoNovidades SMA autoconsumo com acumulação
Novidades SMA autoconsumo com acumulação
Krannich Solar Portugal
 
Fotovoltaica e diesel, poupança e abastecimento continuo
Fotovoltaica e diesel, poupança e abastecimento continuoFotovoltaica e diesel, poupança e abastecimento continuo
Fotovoltaica e diesel, poupança e abastecimento continuo
Krannich Solar Portugal
 
Novidades SMA autoconsumo sem acumulaçao
Novidades SMA autoconsumo sem acumulaçaoNovidades SMA autoconsumo sem acumulaçao
Novidades SMA autoconsumo sem acumulaçao
Krannich Solar Portugal
 
Quatro aplicações para o autoconsumo eficiente
Quatro aplicações para o autoconsumo eficienteQuatro aplicações para o autoconsumo eficiente
Quatro aplicações para o autoconsumo eficiente
Krannich Solar Portugal
 
Os produtos para o autoconsumo FV en portugal
Os produtos para o autoconsumo FV en portugalOs produtos para o autoconsumo FV en portugal
Os produtos para o autoconsumo FV en portugal
Krannich Solar Portugal
 
Recolha de datos e desenho rápido de uma instalação fotovoltaica
Recolha de datos e desenho rápido de uma instalação fotovoltaicaRecolha de datos e desenho rápido de uma instalação fotovoltaica
Recolha de datos e desenho rápido de uma instalação fotovoltaica
Krannich Solar Portugal
 
Produtos fotovoltaicos para o mercado português
Produtos fotovoltaicos para o mercado portuguêsProdutos fotovoltaicos para o mercado português
Produtos fotovoltaicos para o mercado português
Krannich Solar Portugal
 
Victron Energy: a empresa de inversores solares
Victron Energy: a empresa de inversores solaresVictron Energy: a empresa de inversores solares
Victron Energy: a empresa de inversores solares
Krannich Solar Portugal
 
Produtos e conselhos para sacar o máximo rendimento da tua instalação fotovol...
Produtos e conselhos para sacar o máximo rendimento da tua instalação fotovol...Produtos e conselhos para sacar o máximo rendimento da tua instalação fotovol...
Produtos e conselhos para sacar o máximo rendimento da tua instalação fotovol...
Krannich Solar Portugal
 
Amortização de baterias solares
Amortização de baterias solaresAmortização de baterias solares
Amortização de baterias solares
Krannich Solar Portugal
 
4 opções para reduzir a fatura elétrica
4 opções para reduzir a fatura elétrica4 opções para reduzir a fatura elétrica
4 opções para reduzir a fatura elétrica
Krannich Solar Portugal
 
Instalações fotovoltaicas isoladas
Instalações fotovoltaicas isoladasInstalações fotovoltaicas isoladas
Instalações fotovoltaicas isoladas
Krannich Solar Portugal
 
A nova geração de Solar-Log e o seu arranque
A nova geração de Solar-Log e o seu arranqueA nova geração de Solar-Log e o seu arranque
A nova geração de Solar-Log e o seu arranque
Krannich Solar Portugal
 
Instalações isoladas: como configurar um inversor cargador
Instalações isoladas: como configurar um inversor cargadorInstalações isoladas: como configurar um inversor cargador
Instalações isoladas: como configurar um inversor cargador
Krannich Solar Portugal
 
Instalação fotovoltaica de autoconsumo: exemplo prático para Portugal
Instalação fotovoltaica de autoconsumo: exemplo prático para PortugalInstalação fotovoltaica de autoconsumo: exemplo prático para Portugal
Instalação fotovoltaica de autoconsumo: exemplo prático para Portugal
Krannich Solar Portugal
 
Smart solutions SMA
Smart solutions SMASmart solutions SMA
Smart solutions SMA
Krannich Solar Portugal
 
Como projectar uma miniprodução de 20kW
Como projectar uma miniprodução de 20kWComo projectar uma miniprodução de 20kW
Como projectar uma miniprodução de 20kW
Krannich Solar Portugal
 
Chave 2: Power-One: Vista geral
Chave 2: Power-One: Vista geralChave 2: Power-One: Vista geral
Chave 2: Power-One: Vista geral
Krannich Solar Portugal
 
Chave 1: Sistema de controlo e monitorização de instalações fotovoltaicas: So...
Chave 1: Sistema de controlo e monitorização de instalações fotovoltaicas: So...Chave 1: Sistema de controlo e monitorização de instalações fotovoltaicas: So...
Chave 1: Sistema de controlo e monitorização de instalações fotovoltaicas: So...
Krannich Solar Portugal
 

Mais de Krannich Solar Portugal (20)

Resumo dos sistemas de monitorizaçao e injecçao zero
Resumo dos sistemas de monitorizaçao e injecçao zeroResumo dos sistemas de monitorizaçao e injecçao zero
Resumo dos sistemas de monitorizaçao e injecçao zero
 
Novidades SMA autoconsumo com acumulação
Novidades SMA autoconsumo com acumulaçãoNovidades SMA autoconsumo com acumulação
Novidades SMA autoconsumo com acumulação
 
Fotovoltaica e diesel, poupança e abastecimento continuo
Fotovoltaica e diesel, poupança e abastecimento continuoFotovoltaica e diesel, poupança e abastecimento continuo
Fotovoltaica e diesel, poupança e abastecimento continuo
 
Novidades SMA autoconsumo sem acumulaçao
Novidades SMA autoconsumo sem acumulaçaoNovidades SMA autoconsumo sem acumulaçao
Novidades SMA autoconsumo sem acumulaçao
 
Quatro aplicações para o autoconsumo eficiente
Quatro aplicações para o autoconsumo eficienteQuatro aplicações para o autoconsumo eficiente
Quatro aplicações para o autoconsumo eficiente
 
Os produtos para o autoconsumo FV en portugal
Os produtos para o autoconsumo FV en portugalOs produtos para o autoconsumo FV en portugal
Os produtos para o autoconsumo FV en portugal
 
Recolha de datos e desenho rápido de uma instalação fotovoltaica
Recolha de datos e desenho rápido de uma instalação fotovoltaicaRecolha de datos e desenho rápido de uma instalação fotovoltaica
Recolha de datos e desenho rápido de uma instalação fotovoltaica
 
Produtos fotovoltaicos para o mercado português
Produtos fotovoltaicos para o mercado portuguêsProdutos fotovoltaicos para o mercado português
Produtos fotovoltaicos para o mercado português
 
Victron Energy: a empresa de inversores solares
Victron Energy: a empresa de inversores solaresVictron Energy: a empresa de inversores solares
Victron Energy: a empresa de inversores solares
 
Produtos e conselhos para sacar o máximo rendimento da tua instalação fotovol...
Produtos e conselhos para sacar o máximo rendimento da tua instalação fotovol...Produtos e conselhos para sacar o máximo rendimento da tua instalação fotovol...
Produtos e conselhos para sacar o máximo rendimento da tua instalação fotovol...
 
Amortização de baterias solares
Amortização de baterias solaresAmortização de baterias solares
Amortização de baterias solares
 
4 opções para reduzir a fatura elétrica
4 opções para reduzir a fatura elétrica4 opções para reduzir a fatura elétrica
4 opções para reduzir a fatura elétrica
 
Instalações fotovoltaicas isoladas
Instalações fotovoltaicas isoladasInstalações fotovoltaicas isoladas
Instalações fotovoltaicas isoladas
 
A nova geração de Solar-Log e o seu arranque
A nova geração de Solar-Log e o seu arranqueA nova geração de Solar-Log e o seu arranque
A nova geração de Solar-Log e o seu arranque
 
Instalações isoladas: como configurar um inversor cargador
Instalações isoladas: como configurar um inversor cargadorInstalações isoladas: como configurar um inversor cargador
Instalações isoladas: como configurar um inversor cargador
 
Instalação fotovoltaica de autoconsumo: exemplo prático para Portugal
Instalação fotovoltaica de autoconsumo: exemplo prático para PortugalInstalação fotovoltaica de autoconsumo: exemplo prático para Portugal
Instalação fotovoltaica de autoconsumo: exemplo prático para Portugal
 
Smart solutions SMA
Smart solutions SMASmart solutions SMA
Smart solutions SMA
 
Como projectar uma miniprodução de 20kW
Como projectar uma miniprodução de 20kWComo projectar uma miniprodução de 20kW
Como projectar uma miniprodução de 20kW
 
Chave 2: Power-One: Vista geral
Chave 2: Power-One: Vista geralChave 2: Power-One: Vista geral
Chave 2: Power-One: Vista geral
 
Chave 1: Sistema de controlo e monitorização de instalações fotovoltaicas: So...
Chave 1: Sistema de controlo e monitorização de instalações fotovoltaicas: So...Chave 1: Sistema de controlo e monitorização de instalações fotovoltaicas: So...
Chave 1: Sistema de controlo e monitorização de instalações fotovoltaicas: So...
 

Último

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Jonathas Muniz
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 

Último (7)

PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
Guardioes Digitais em ação: Como criar senhas seguras!
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 

Valor dos módulos FV Innotech para além do preço

  • 1. Valor dos módulos FV para além do preço INNOTECH SOLAR OUTUBRO 2013
  • 2. ITS – UM FABRICANTE DE MÓDULOS ESCANDINAVO • Fabricante de módulos fotovoltaicos de alta qualidade • Conceito inovador de optimização de células • Optimização de células na Alemanha Capacidade actual 160 MW) • Produção de módulos na Suécia: SweModule (Capacidade de 100 MW): • Uma das mais modernas instalações de produção na Europa • Ex-fábrica da REC Solar • Especializada em tecnologia de controlo de processos, linhas de produção totalmente automatizadas • Experiência na produção de módulos desde 2003 • Delegações vendas na Alemanha, EUA e China • Sede Produção módulos 120 empregados Optimização células Administração Logistica Compras Vendas Vendas Vendas 2 16 October 2013 Logistica
  • 3. OPTIMIZAÇÃO CÉLULAS • • A Innotech Solar é a única empresa que produz duas imagens térmicas de cada célula e assim evita o risco de hot spots no módulo • 3 A Innotech Solar compra células de baixa eficiência dos principais fabricantes do mercado, que são em seguida classificadas com base em critérios ópticos e eléctricos, cuidadosamente testadas e optimizadas A inovadora tecnologia a laser garante a maior precisão no processo de optimização e de não contacto na transformação. 16 October 2013
  • 4. OPTIMIZAÇÃO DE CÉLULAS Dedo Isolamento a laser Fonte: Photon 06/2010 4 16 October 2013
  • 5. ITS – FABRICANTE DE MÓDULOS ESCANDINAVO OPTIMIZAÇÃO CÉLULAS NA ALEMANHA • Abertura da fábrica em Halle (Saale) no verão de 2011 • Localizada no então chamado vale solar, a fábrica de células fica nas imediações de muitas empresas industriais activas na indústria fotovoltaica • Capacidade de 160 MW • Equipamento estado de arte • Especializada na optimização de células, ensaios e pesquisas de desenvolvimento • Testes mais rigorosos • Certificação de acordo com DIN EN ISO 9001, 14001 e OHSAS 18001 As células oprimizadas da ITS em Halle são enviadas para a Suécia para a produção de módulos 5 16 October 2013
  • 6. ITS – FABRICANTE DE MÓDULOS ESCANDINAVO PRODUÇÃO DE MÓDULOS NA SUÉCIA • A produção de módulos da ITS nas instalações altamente automatizadas da SweModule AB em Glava, Suécia (Innotech Solar detém 75% desta fábrica) • Experiência na produção de módulos desde 2003 • Capacidade de 100 MW • Uma das fábricas de módulos mais moderna no mundo • Ex fábrica da REC Solar • Última tecnologia de controlo de processos • Linhas de produção completamente automatizadas • Certificação de acordo com DIN EN ISO 9001 e 14001 bem como OHSAS 18001 A fábrica SweModule produz módulos fotovoltaicos eficientes graças ao uso de materiais de qualidade e monitorização muito apertada de processos 6 16 October 2013
  • 7. LIDER DE CUSTO ENTRE FABRICANTES DE MÓDULOS EUROPEUS • Produção Europeia • Vidro anti-reflexo: até 3% maior produtividade • Principal classe de potência: 250 Wp • Tipo de módulos: módulos de 60 células • Garantia de produto :12 anos • Garantia de performance: garantia linear de performance 25 anos • Módulos: ➡ EcoPlus (moldura preta, backsheet branco) ➡ DesignBlack (moldura preta, backsheet preto) 7 16 October 2013
  • 8. VANTAGENS DOS MÓDULOS ECOPLUS Rácio - preço performance Destaques • • Maior produção graças ao vidro anti-reflexo • Até mais 10W de performance dos módulos graças à selecção positiva • 16 October 2013 Produção de módulos Europeia • 8 Duráveis graças ao processo preventivo de hotspots • Durabilidade Vantagens de custo graças à optimização de células Menos pegada de carbono graças à redução de até 90% da energia utilizada na produção Sustentabilidade
  • 9. RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE– ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO PRODUÇÃO MARCA A DIFERENÇA • Os módulos ITS modules alcançam excelentes resultados em projectos de referência e testes independentes ex. Medição de produção da Photon ➡ Medição produção em condições reais (localização instalação: Aachen, Germany) Rácio-preçoperformance Durabilidade Sustentabili dade ➡ Detecção de produção de cada módulo segundo a segundo ➡ Medição da produção dos módulos é independente de outros sistemas • • 9 Em medidas de produção, os módulos ITS ficam sempre numa posição de topo Os resultados dos testes mensais são publicados na Photon, Photon Profi e Photon Internacional 16 October 2013
  • 10. RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO Rácio-preçoperformance MAIS PRODUÇÃO COM OS MÓDULOS ITS • Cálculo simples com dados actuais dos testes da Photon em 2012. Comparados sãos os módulos ITS EcoPlus ITS220ECU5 e os módulos Europeus da Sharp NU-185E1: Durabilidade Sustentabili dade Diferença produção em 1ano (por kW): Innotech Solar (EcoPlus ITS220ECU5) 1.116 kWh/kWp Valor monetário: um preço assumido de 0,163€ / kWh FiT: 20 anos são assumidos Juros alternativos: 5% são assumidos = mais produção de 167 kWh em1 ano por kW instalado = maior receita de 27,22 € em 1 ano por kW instalado = maior receita de 544,42 € em 20 anos por kW instalado = maior valor do investimento em 339,22 € após 20 anos por kW instalado Podes gastar mais 0,34 €/Wp nos módulos ITS em comparação com os Sharp, para ter a mesma produção / receita 10 16 October 2013 Sharp (NU-185E1) 949 kWh/kWp Uma instalação de 1 MW gera um benefício suplementar de 544.420 € após 20 anos por MW instalado
  • 11. RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO Rácio-Preçoperformance COMPAÇÃO ENTRE MAÇÃS E LARANJAS Durabilidade = ITS EcoPlus* 250 Wp Solarworld, Aleo Solar ≈ 255 Wp = *Mesmo tipo de módulos PF ver página anterior 11 16 October 2013 ? Solarwatt, Bisol ≈ = 260 Wp Sustentabili dade Kyocera ≈ = 265 Wp Isofoton ≈ = 275 Wp Sharp ≈ = 295 Wp !
  • 12. RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO COEFICIENTE TEMPERATURA – ELEVADA PERFORMANCE EM TEMPERATURAS ELEVADAS • Comparação do coeficiente de temperatura com os valores médios em Sevilha, Espanha: receita superior em 2% Rácio-preçoperformance Durabilidade Sustentabili dade 176000 19000 18000 175000 17000 16000 174000 15000 173000 14000 13000 172000 12000 171000 11000 10000 170000 Produced energy with an ITS temperature coefficient Total ITS Tc 12 Produced energy with an usual temperature coefficient Total usual Tc 16 October 2013
  • 13. RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO QUALIDADE ELEVADA –CONDIÇÕES ATRACTIVAS Rácio-preçoperformance • As vantagens dos custos são partilhadas com consumidores • Selecção positiva em classes de 10 Wp-para módulos 250 e 260 Wp • Vidro anti-reflexo : até mais 3% receita • Selecção debaixo de critérios rigorosos ao nível das células para evitar más combinações nos módulos • Custos de transacção reduzidos graças a contratos com empresas Europeias • Serviço orientado para o cliente Excelente rácio preço-performance Módulos ITS melhoram o lucro dos projectos FV 13 16 October 2013 Durabilidade Sustentabili dade
  • 14. RÁCIO-PREÇO-PERFORMANCE – ALTO RENDIMENTO PARA POUCO DINHEIRO VIDRO ANTI-REFLEXO – TELHADOS ESTE-OESTE AINDA MAIS RENTÁVEIS • • Um processo especial melhora a transmitância de luz do vidro, melhorando a produção do módulo, especialmente em casos de angulos de baixa radiação, como o nascer e pôr do Sol • 14 Vidro anti-reflexo: até mais 3% de produção Telhados este-oeste tornam-se mais rentáveis 16 October 2013 Rácio-preçoperformance Durabilidade Sustentabili dade
  • 15. DURABILIDADE – FOCUS NA QUALIDADE Rácio-preçoperformance TESTADOS ATÉ AO ÚLTIMO DETALHE • Controlo de qualidade certificado de acordo com ISO 9001 • Durabilida de Garantia de qualidade contínua: longo-prazo-, no-campo-, testes laboratório Sustentabili dade ➡ Testes essenciais, como o teste de câmara de clima, são executados 2 vezes no IEC-cycle ➡ Através de duas imagens termográficas de cada célula, verificamos onde os critérios elétricos podem ser optimizados de acordo com os standards ITS (mais rigorosos do que os standards industriais) ➡ Confirmação da qualidade excecional do Instituto Fotovoltaico de Berlim (Instituto independente) • Certificações: ➡ IEC 61215 (qualificação design e aprovação tipo) ➡ IEC 61730 (segurança eléctrica e mecânica) ➡ IEC 61701 (resistência salina ➡ MCS (Standard Britânico) ➡ DLG Fokus Test (Resistência amônia) ➡ PID (potencial degradação induzida) 15 16 October 2013
  • 16. DURABILIDADE – FOCUS NA QUALIDADE Rácio-preçoperformance TESTADOS ATÉ AO ÚLTIMO DETALHE • • • • 16 “Potencial Degradação Induzida (PID) é uma propriedade indesejável de alguns módulos. Os factores que provocam PID (voltagem, calor e humidade) existe em todos os sistemas FV.” (Fonte: Advanced Energy) Factores: 1.) Ambiente2.) Sistema 3.) Células 4.) Módulo Confirmação do instituto de testes Fraunhofer Center for Silicon Photovoltaics (CSP), que os módulos ITS não apresentam nenhum sinal de potencial degradação induzida (PID). De acordo com a Photon International, muitas empresas conhecidas não passaram os testes do Fraunhofer CSP, que exposeram os módulos a condições mais severas que outros institutos (Photon International, 11-2012, p.135) 16 October 2013 Durabilida de Sustentabili dade
  • 17. DURABILIDADE – FOCUS NA QUALIDADE Rácio-preçoperformance HOT-SPOT PREVENÇÃO ACTIVA Durabilida de • • Com duas imagens térmicas de cada célula (uma antes e outra após a optimização da célula) somos a única empresa que activamente previne a formação de hot-spots • 17 Os Hot spots podem ter sérias consequências Além disso aplicamos testes de electroluminescência por forma a poder excluir ambos: micro fissuras e hot-spots ao nível do módulo 16 October 2013 Sustentabili dade
  • 18. HOT-SPOTS – Consequências • Começando em temperaturas de aproximadamente 150°C o módulo fica permanentemente danificado. • • • Delaminação Derrete o backsheet Vidro estilhaça risco: perda de isolamento Fonte(3) : PI Berlin 18 16 October 2013
  • 19. HOT-SPOTS – Fundamentos • As células solares estão normalmente no módulo em várias strings, o que significa que as células trabalham com a mesma corrente. • Com sombreamento pacial, as células sombreadas geram menos corrente e bloqueiam a elevada corrente das células não sombreadas. • Se um módulo trabalha numa string de módulos com uma elevada corrente as células sombreadas passam de modo produção para modo consumo. • Uma corrente é „pressionada“ através da célula e uma densidade elevada de corrente resulta dependendo da homogeneidade das células. • Source: PI Berlin Estas áreas podem aquecem dependendo da intensidade de corrente e podem danificar os módulos (hot-spot). Temperaturverteilung bei Strombelastung 19 16 October 2013
  • 20. HOT-SPOTS – detecção e testes Câmara termográfica • Na célula solar é aplicada uma tensão negativa por alguns ms. • Através da corrente resultante o ponto fraco da célula aquece. • Baseado numa imagem termográfica a localização, tamanho e temperatura do hot spot são localizados I U Imagem Termográfica 20 16 October 2013
  • 21. HOT-SPOTS – prevenção activa Teste hot-spot: • • Localizações que mostram temperaturas elevadas no teste de hot-spots são isoladas com laser À volta do hot-spot é cortada uma vala, para que esta parte seja separada do emissor 21 A área do hot-spot area é electricamente dissociada e assim não existe mais a possibilidade de que a corrente aqueça esta área perigosamente 16 October 2013 - emitter app. 0,5 µm + Processo laser : Vala laser • hot spot Da Θárea isolada de contacto +
  • 22. HOT-SPOTS – prevenção activa • Caixa de produção para produção totalmente automatizada • 3 díodos, 30A, 45V • Conexões Soldadas • caixa, cabo e conector (KSK4) de uma fonte Fonte: Kostal compatibilidade MC4, todos os certificados disponíveis 22 16 October 2013
  • 23. DURABILIDADE – FOCUS NA QUALIDADE Rácio-preçoperformance FAZEMOS A DIFERENÇA • Ao contrário da maioria dos fabricantes de módulos que economizam nos componentes para lutar contra a pressão dos preços, usamos apenas produtos de renome Standard industrial Redução de custos através de componentes de baixa qualidade Componentes de marca: • Células: Apenas células ITS (produzidas de acordo com elevados standards globais na Alemanha) • Caixa de conexão: Kostal (Alemanha) • AR-Glass (Sunarc Technology) (Dinamarca) • Backsheet: Coveme (Itália) / Isovoltaic (Áustria) • Moldura: Sapa (Suécia) • Conectores: MC4 (Suiça) / Kostal (Alemanha) • EVA : Mitsui (Japão) Produção manual de módulos Produção de módulos completamente automatizada C Simples- moldura de perfil 23 Innotech Solar Secção da moldura muito robusta: 43 mm 16 October 2013 Durabilida de Sustentabili dade
  • 24. SUSTENTABILIDADE – OS MÓDULOS DA ITS SÃO “VERDES" Rácio-preçoperformance FILOSOFIA: MAIS VERDE DO QUE O VERDE Durabilidad e Sustentabil idade • Total uso dos recursos devido à reintegração das células que dificilmente seriam usadas de outra maneira na cadeia FV • Poupança de energia de até 90% comparada com os módulos cristalinos convencionais • Optimização da cadeia de valor na indústria FV • Pegada de Carbono dos módulos ITS é de aproximadamente 8g CO2/kWh* • 100% energia verde: Produção Norueguesa baseada em energia hidroeléctrica, produção Alemã baseada na sua própria instalação FV e energia hidroeléctrica • Embalagem ambientalmente amigável • Membros da associação de reciclagem CERES e ERP Itália Especialmente atractiva investidores / consumidores ambientalmente conscientes *explicação detalhada em seguida 24 16 October 2013
  • 25. SUSTENTABILIDADE – OS MÓDULOS DA ITS SÃO “VERDES" Rácio-preçoperformance PEGADA DE CARBONO DO EXEMPLO - ECOPLUS emissões de CO2 Componentes EcoPlus [kg] Módulo Convencional [kg] Pressuposto: 50 Wp módulo, instalado na Alemanha • Durabilidad e Vida útil: 30 anos Produção energia: 290 kWh/ano Poli silicio 26,4 • Wafer 21,2 ⇒ Produção energia no final da vida Células 3,4 Optimização células 0,4 Módulos 2,9 Vidro 5,4 EVA 7,1 PET 1,4 Backsheet 0,7 TOTAL Emissões CO2 a 250 Wp 68,9 *Fonte: Wild – Scholten, von der Meulen, Carbon- and Environmental Footprinting of Photovoltaic Modules 25 16 October 2013 = 8722 kWh Pegada de um módulo FV convencional = 28 g CO2/kWh Pegada - Innotech Solar CO2 = 8 g CO2/kWh 218 * Sustentab ilidade
  • 26. SUSTENTABILIDADE – O MODELO DE NEGÓCIO DA ITS Rácio-preçoperformance UM CONCEITO INTELIGENTE Durabilidad e • Compra de células de fornecedores premium e optimização de células • Teste de qualidade rigorosa da optimização das células • Controlos de qualidade adicionais (teste de câmara de clima, controlos entrada, controlos de quebra de células, testes EL, testes de vazamento de humidade, medição de performance..) • Este modelo de negócio permite uma qualidade única em excelentes condições. Adicionalmente, o conceito é extremamente amigo do ambiente • Devido ao conceito único, a ITS recebeu o prestigiado prémio Europeu Red Herring Top 100. Inovação tecnológica, capacidade de gestão, dimensão do mercado, registos investimento, compras de clientes e saúde financeira foram os factores decisivos • Suportada por 3 investidores estratégicos: North Zone Ventures, STF, e Investinor Aproximação sustentável em termos económicos e ambientais 26 16 October 2013 Sustentabil idade
  • 27. SUSTENTABILIDADE – O MODELO DE NEGÓCIO DA ITS SENTIMO-NOS RESPONSÁVEIS Rácio-preçoperformance Durabilidad e • • 27 Responsabilidade ecológica: menor pegada de carbono, rigorosa protecção ambiental, sistema de gestão (certificado de acordo com ISO 14001) Responsabilidade Social : rigorosos critérios de saúde ocupacional e segurança (de acordo com OHSAS 18001), Scandinavian / German standard 16 October 2013 Sustentabil idade
  • 28. INNOTECH SOLAR – UM MODELO DE NEGÓCIO SUSTENTÁVEL O NEGÓCIO DA ITS NA IMPRENSA • • “Eliminating defects”, PHOTON International, 12/2011, p. 186-187 • “Restore the capacity”, photovoltaic production, 09/2011, p. 22-23 • “Innotech presents »green« module range“, PHOTON International, 08/2011, p. 160 • “New Life for Solar Cells”, INTERPV, 11/2010, p. 78-81 • “The Cell-Doctor“, pv magazine, 02/2010, p. 74-76 • “Solarzelle reloaded”, Sonne Wind & Wärme 06/2013, p. 34-35 • “Erträge in der Nische”, Sonne Wind & Wärme 08/2012, p. 204-205 • “Reparieren statt Recyceln”, Erneuerbare Energien 09/2012, p. 109 • “Stern für Schatzkammer”, Mitteldeutsche Zeitung, 05/2012, p. 7 • “Anreize für besonders umweltfreundliche PV“, Solarthemen, 11/2012, p. 5 • “EcoPlus ITS220ECU5”, Photon Profi Testlabor, 12/2012, p. 76 • “Müll zu Gold”, PHOTON 06/2010, p. 102-106 • “Der Zellendoktor“, Photovoltaik, 02/2010, p. 72-74 • “Innotech presenta moduli «verdi» “, PHOTON IT, 09/2011, p. 82 • “Trasformare gli scarti... in oro”, PHOTON IT 08/2010, p. 64-67 • “LASER per corregere i defetti delle cellule“, PVTECHNOLOGY, 3/2010, p. 40-42 • „Innotech Solar A/S / Modules de recyclage norvégiens“ PHOTON F, 09/2011, p. 72 • “Terapia de celda solar”, Futura 04/2012, p.19-23 • 28 “Solar cell therapy”, photovoltaic production, 09/2012, p. 42-43 “Convertir basura en oro”, PHOTON ES 07/2010, p.74-76 16 October 2013
  • 29. HISTÓRIA DA EMPRESA 2008 • Estabelecimento da Innotech Solar em 2008 por ex membros executivos da REC Solar em Narvik • Primeiros desenvolvimentos tecnológicos: Optimização de todo o tipo de células solares 2009 • Construção da primeira linha de produção em massa de células optimizadas em Narvik • Abertura da sede de administração em Oslo, com um grande departamento de investigação e desenvolvimento • Estabelecimento do escritório central de vendas em Munique e o ínicio da venda de módulos – primeiros clientes: Green City Energy, M+W Group, e Soleg • Construção de um novo armazém de distribuição em Shanghai em Setembro e estabelecimento da divisão de projecto ITS Power AG em Zurich, Suiça 2010 • • 29 Início da construção de uma nova fábrica de optimização de células em Halle, Alemanha Primeiras vendas internacionais de módulos em Itália, Grécia e França 16 October 2013
  • 30. HISTÓRIA DA EMPRESA 2011 • Inauguração de mais uma linha de processamento de células em Narvik • Inauguração da fábrica em Halle • Aquisição da fábrica de módulos da REC em Glava, Suécia, com uma capacidade aproximada de 100 MW • Focus na produção interna de módulos na Suécia devido à sua elevada procura • Estabelecimento de novos polos de distribuição para América do Norte e América Lanita, Califórnia 2012 • • Entrega Europa Leste e Escandinávia como novos mercados • Instalação do módulo EcoPlus nas medições de produção d aPhoton. Os resultados de testes independentes representam um grande sucesso para a ITS • 30 Outsourcing da ITS Power AG relativamnete à Innotech Solar Group e mudança da gestão corporativa para fortalecer a posição de mercado O instituto SmartGreenScans-atesta os módulos ITS pela impressionante baixa pegada de carbono 16 October 2013
  • 31. OS MÓDULOS ITS CONVENCEM NA PRÁCTICA –REFERÊNCIAS ESCOLHIDAS • Solarpark Ingolstadt (apoiado pela AUDI AG) (2009) • Lozalização : fábrica da Audi, Ingolstadt, Alemanha • Potência : 390 kWp • Edifício Agricola (2009) • Lozalização : Crailsheim, Alemanha • Size: 60 kWp • Instalação de Campo (2012) • Lozalização : Nauen, Alemanha • Potência : 3,1 MWp • Instalação de Campo (2010) • Lozalização : Blue Anchor, New Jersey, EUA • Potência : 75 kWp 31 • Estufas, Granada (2012) • Lozalização: Atarfe / Moclin, Espanha • Potência : 4,3 MW • Lagar de azeite (2011) • Lozalização : Venticano, Campania, Itália • Potência : 100 kWp 16 October 2013
  • 32. OS MÓDULOS ITS CONVENCEM NA PRÁCTICA –REFERÊNCIAS ESCOLHIDAS • Instalação de Campo(2010) • Lozalização : Grécia • Potência : 500 kWp • Quinta de leite orgânico(2010) • Lozalização : Tangstedt, Alemanha • Potência : 634 kWp Demand Electric Inc. • Edifício Pandora (2010) • Lozalização : Manchester, New Hampshire, EUA • Potência : 75 kWp • Solarpark Mamming (2010) • Lozalização : Can factory, Mamming, Alemanha • Potência : 1,6 MW 32 • Parque Industrial (2010) • Lozalização : Albatera, Espanha • Potência : 461 kWp • Prisão (2010) • Lozalização : JVA Düppel, Berlin, Alemanha • Potência: 69 kWp 16 October 2013
  • 33. OS MÓDULOS ITS CONVENCEM NA PRÁCTICA –REFERÊNCIAS ESCOLHIDAS O QUE OS CLIENTES DIZEM SOBRE OS NOSSOS MÓDULOS Dr. Dipl.-Phys. Paul Grunow, ConsultOR Sénior e presidente do conselho de administração do Photovoltaik-Institut Berlin: „A Innotech Solar testa a qualidade das suas células solares exaustivamente. No que diz respeito ao risco de hotspot , a ITS é um dos poucos fabricantes que conhecemos, que realizam este teste ao nível das célulasl.“ Thomas Prudlo, CEO da Green City Energy AG: „ Um bom e sólido retorno não é o único factor importante para os nossos cerca de 2,800 investidores, eles também querem fazer uma contribuição activa para a protecção climática com os seus investimentos. Por esta razão os módulos da Innotech Solar se enquadram no nosso conceito “ Kerry Burns MSc, director geral da Solarsense: „A Solarsense realizou testes paralelos aos módulos da ITS versus 3 outras grandes marcas através de testes próprios em Helios House. Dos 4x 12.5kWp que instalamos, a ITS destingue-se na sua performance perante as outras marcas em pelo menos 8%. É bom ver um dos módulos mais verdes do mercado também dentro das maiores produções.“ Hans-Helmut Kutzeer, director geral do mdp group: „Um consultor independente recomendou-nos a Innotech Solar, pelo facto de poderem oferecer módulos Europeus a preços competitivos graças ao seu processo de produção especial.“ Christoph Deutschle, Gestor de projecto da produção na Energie Wasser Bern: „Decidimos pelos módulos da Innotech Solar, pois a sustentabilidade é um importante factor para a realização da nossa estratégia empresarial. Em substituição do nosso dono, a cidade de Bern, temos que recuar na energia atómica e é nossa preocupação que as novas tecnologias possam ser aplicadas de forma consistentemente lucrativa e de acordo com standards ecológicos e sociais. O modelo de negócio da ITS está perfeitamente em linha com a nossa estrtaégia e dá-nos uma alternativa atractiva no sector fotovoltaicor.“ 33 15 OUTUBRO 2013
  • 34. INFORMAÇÃO DE CONTACTO ITS Innotech Solar Module GMBH Sales & Marketing Sandstr. 26 D-80335 Munich Telephone: +49(0)89-200 08 50-58 Fax: +49 (0)89-978 93 59 40 sales@innotechsolar.com Source: Nagy / Presseamt München www.innotechsolar.com 34 16 October 2013
  • 35. APÊNDICE QUALIDADE ELEVADA EM CONDIÇÕES RAZOÁVEIS • 35 Módulos ITS (vermelho) em comparação: instalação de referência da Green City Energy, avaliação 06/2012 16 October 2013