SlideShare uma empresa Scribd logo
João Carlos de Souza Meirelles
Secretário
Eficiência Energética como
elemento do
desenvolvimento econômico
Com a retomada do crescimento
econômico o Brasil necessitará de energia
7.5
3.9
1.9
3
0.1
-3.9
-3.2
2.3 2.3 2.3 2.5
-6
-4
-2
0
2
4
6
8
10
2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020
Observado Proj ago
Fonte: IBGE, BCB e RLT
Retomada do crescimento
Eficiência Energética
instrumento para o desenvolvimento
Potência de Geração de Energia Elétrica
Comparativo entre São Paulo e o Brasil
Tipos de Geração
Capacidade Instalada (GW) Participação %
São Paulo Brasil SP / BR
Hidrelétrica 14,87 92,16 16,1%
Termoelétrica
(Biomassa)
5,713 13,34 42,8%
Termoelétrica
(Fóssil)
2,279 26,18 8,7%
Fotovoltaica 0,001 0,023 4,8%
Eólica 0 8,49 0,0%
Nuclear 0 1,99 0,0%
Total 22,863 142,179 16,1%
Fonte: BIG - Banco de Informações da Geração Aneel de 28/03/2016
Matriz Energética paulista
0%
20%
40%
60%
80%
100%
1980 1990 2000 2014
5%
7%
18%
31%
38%
Petróleo e Derivados
Derivados da cana
Hidráulica e Eletricidade
Gás Natural
Outros9%
14%
14%
63%
Uso de fontes alternativas
Gás Natural
fonte de transição para
as energias renováveis
Gás Natural em São Paulo
Produção e Consumo
0
10
20
30
40
50
60
70
80
0
5
10
15
20
ReservasProvadas(bilhõesm³)
ProduçãoeConsumodeGásNatural
(milhõesm³/d)
São Paulo - Evolução da Produção, Consumo e
Reservas Provadas de Gás Natural - Período 2000 a 2016
Reservas GA Reservas GNA (eixo direita)
Consumo (eixo esquerda) Produção (eixo esquerda)
Estabilização das energias sazonais
Gás natural
associado ao
biometano
nas usinas
66 usinas até 20 km
da rede de dutos
CPTM
Segurança energética do
sistema de transporte público
Gás Natural e Solar Fotovoltaica
Solar nas hidrelétricas
Aproveitamento
• Subestações
• Linhas de transmissão
• Área terrestre
• Lâmina d’água dos reservatórios
GD no Complexo do HC
• Central de Cogeração
• Usina solar fotovoltaica
• Sistema de
armazenamento de
energia
• Modernização do sistema
de ar condicionado,
iluminação e outros
equipamentos
GD no Instituto Butantan
Geração Distribuída
- Implantação de
sistema de cogeração
a gás natural
- Geração de energia
elétrica e vapor/ar
condicionado
- Fotovoltaica
Novas termelétricas a gás na base do sistema
- Simens/Gasen
- AES Tietê
- R$ 6 bilhões
- 1.500 MW
- Consumo de
6 milhões de
m³/dia de gás
Obrigado
www.energia.sp.gov.br
João Carlos de S. Meirelles
Secretário
Tel: (11) 3124-2110
gabinete@energia.sp.gov.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

energia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzer
energia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzerenergia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzer
energia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzer
ExpoGestão
 
Alexandre 14 30
Alexandre 14 30Alexandre 14 30
Alexandre 14 30
forumsustentar
 
A comin
A cominA comin
Alexandre Fernandes - ADENE
Alexandre Fernandes - ADENEAlexandre Fernandes - ADENE
Alexandre Fernandes - ADENE
ken.nunes
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson FerreiraDesafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento AmbientalDesafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
slides-mci
 
Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 - A ótica do mercado (ENASE 2017)
Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 - A ótica do mercado (ENASE 2017)Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 - A ótica do mercado (ENASE 2017)
Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 - A ótica do mercado (ENASE 2017)
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Energias Do Futuro – Desafio do Presente
Energias Do Futuro – Desafio do PresenteEnergias Do Futuro – Desafio do Presente
Energias Do Futuro – Desafio do Presente
guestbe8e9
 
Bioeletricidade e o Mercado Livre de Energia - Ethanol Summit 2017
Bioeletricidade e o Mercado Livre de Energia - Ethanol Summit 2017Bioeletricidade e o Mercado Livre de Energia - Ethanol Summit 2017
Bioeletricidade e o Mercado Livre de Energia - Ethanol Summit 2017
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
ken.nunes
 
Panorama Geral do Setor Elétrico
Panorama Geral do Setor ElétricoPanorama Geral do Setor Elétrico
Panorama Geral do Setor Elétrico
ascommme
 
20150514 hospital
20150514 hospital20150514 hospital
20150514 hospital
Gilberto De Martino Jannuzzi
 
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência EnergéticaOs Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
slides-mci
 
Os próximos passos da geração distribuída
Os próximos passos da geração distribuídaOs próximos passos da geração distribuída
Os próximos passos da geração distribuída
Gabriel Konzen
 
Prioridades do MME
Prioridades do MME Prioridades do MME
Prioridades do MME
ascommme
 
A Eficiência Energética e as Alterações Comportamentais
A Eficiência Energética e as Alterações ComportamentaisA Eficiência Energética e as Alterações Comportamentais
A Eficiência Energética e as Alterações Comportamentais
mbenquerenca
 
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil? Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Instituto Escolhas
 
Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores
Sistemas Iluminação Eficiente de InterioresSistemas Iluminação Eficiente de Interiores
Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores
slides-mci
 
PAINEL SOLAR | ENERGIA EÓLICA
PAINEL SOLAR |  ENERGIA EÓLICAPAINEL SOLAR |  ENERGIA EÓLICA
PAINEL SOLAR | ENERGIA EÓLICA
Diego Silvério, MBA, Eng.
 

Mais procurados (20)

energia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzer
energia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzerenergia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzer
energia - Os desafios para o crescimento econômico - Harry Schmelzer
 
Alexandre 14 30
Alexandre 14 30Alexandre 14 30
Alexandre 14 30
 
A comin
A cominA comin
A comin
 
Alexandre Fernandes - ADENE
Alexandre Fernandes - ADENEAlexandre Fernandes - ADENE
Alexandre Fernandes - ADENE
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson FerreiraDesafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Wilson Ferreira
 
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento AmbientalDesafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
Desafios da Eficiência Energética no Setor de Saneamento Ambiental
 
Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 - A ótica do mercado (ENASE 2017)
Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 - A ótica do mercado (ENASE 2017)Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 - A ótica do mercado (ENASE 2017)
Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 - A ótica do mercado (ENASE 2017)
 
Energias Do Futuro – Desafio do Presente
Energias Do Futuro – Desafio do PresenteEnergias Do Futuro – Desafio do Presente
Energias Do Futuro – Desafio do Presente
 
Bioeletricidade e o Mercado Livre de Energia - Ethanol Summit 2017
Bioeletricidade e o Mercado Livre de Energia - Ethanol Summit 2017Bioeletricidade e o Mercado Livre de Energia - Ethanol Summit 2017
Bioeletricidade e o Mercado Livre de Energia - Ethanol Summit 2017
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
 
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
03 APA ICS Alexandre Fernandes ADENE 17 02 09.ppt
 
Panorama Geral do Setor Elétrico
Panorama Geral do Setor ElétricoPanorama Geral do Setor Elétrico
Panorama Geral do Setor Elétrico
 
20150514 hospital
20150514 hospital20150514 hospital
20150514 hospital
 
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência EnergéticaOs Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
Os Impactos da Lei 13.280/2016 no Programa de Eficiência Energética
 
Os próximos passos da geração distribuída
Os próximos passos da geração distribuídaOs próximos passos da geração distribuída
Os próximos passos da geração distribuída
 
Prioridades do MME
Prioridades do MME Prioridades do MME
Prioridades do MME
 
A Eficiência Energética e as Alterações Comportamentais
A Eficiência Energética e as Alterações ComportamentaisA Eficiência Energética e as Alterações Comportamentais
A Eficiência Energética e as Alterações Comportamentais
 
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil? Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
Quais os reais custos e benefícios das fontes de geração elétrica no Brasil?
 
Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores
Sistemas Iluminação Eficiente de InterioresSistemas Iluminação Eficiente de Interiores
Sistemas Iluminação Eficiente de Interiores
 
PAINEL SOLAR | ENERGIA EÓLICA
PAINEL SOLAR |  ENERGIA EÓLICAPAINEL SOLAR |  ENERGIA EÓLICA
PAINEL SOLAR | ENERGIA EÓLICA
 

Destaque

Eficiência Energética de Ponta a Ponta
Eficiência Energética de Ponta a PontaEficiência Energética de Ponta a Ponta
Eficiência Energética de Ponta a Ponta
slides-mci
 
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVACChillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
slides-mci
 
Soluções de Energia em Eficiência Energética para Shoppings e Indústrias
Soluções de Energia em Eficiência Energética para Shoppings e IndústriasSoluções de Energia em Eficiência Energética para Shoppings e Indústrias
Soluções de Energia em Eficiência Energética para Shoppings e Indústrias
slides-mci
 
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e ComércioPanorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
slides-mci
 
Eficiência Energética em Plantas Industriais
Eficiência Energética em Plantas IndustriaisEficiência Energética em Plantas Industriais
Eficiência Energética em Plantas Industriais
slides-mci
 
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
slides-mci
 
Eficiência Energética em Transporte Vertical
Eficiência Energética em Transporte Vertical	Eficiência Energética em Transporte Vertical
Eficiência Energética em Transporte Vertical
slides-mci
 
O Impacto do Custo de Energia de Transporte sobre Trilhos
O Impacto do Custo de Energia de Transporte sobre TrilhosO Impacto do Custo de Energia de Transporte sobre Trilhos
O Impacto do Custo de Energia de Transporte sobre Trilhos
slides-mci
 
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no MundoLEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
slides-mci
 
Linhas de Crédito para Saneamento
Linhas de Crédito para SaneamentoLinhas de Crédito para Saneamento
Linhas de Crédito para Saneamento
slides-mci
 
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
slides-mci
 
Solenidade de Abertura do 13º COBEE
Solenidade de Abertura do 13º COBEESolenidade de Abertura do 13º COBEE
Solenidade de Abertura do 13º COBEE
slides-mci
 
PIMVP no Contexto da Gestão Energética
PIMVP no Contexto da Gestão EnergéticaPIMVP no Contexto da Gestão Energética
PIMVP no Contexto da Gestão Energética
slides-mci
 
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple ERumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
slides-mci
 
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento NacionaisFinanciamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
slides-mci
 
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de EnergiaContribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
slides-mci
 
A visão do MME para Eficiência Energética
A visão do MME para Eficiência EnergéticaA visão do MME para Eficiência Energética
A visão do MME para Eficiência Energética
slides-mci
 
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e PrivadosMecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
slides-mci
 
Agências de Fomento Internacionais
Agências de Fomento InternacionaisAgências de Fomento Internacionais
Agências de Fomento Internacionais
slides-mci
 
Programa de Redução de Perdas e Eficiência Energética na SABESP
Programa de Redução de Perdas e Eficiência Energética na SABESPPrograma de Redução de Perdas e Eficiência Energética na SABESP
Programa de Redução de Perdas e Eficiência Energética na SABESP
slides-mci
 

Destaque (20)

Eficiência Energética de Ponta a Ponta
Eficiência Energética de Ponta a PontaEficiência Energética de Ponta a Ponta
Eficiência Energética de Ponta a Ponta
 
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVACChillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
Chillers e Sistemas de Água Gelada - Ainda a Solução mais efeiciente para HVAC
 
Soluções de Energia em Eficiência Energética para Shoppings e Indústrias
Soluções de Energia em Eficiência Energética para Shoppings e IndústriasSoluções de Energia em Eficiência Energética para Shoppings e Indústrias
Soluções de Energia em Eficiência Energética para Shoppings e Indústrias
 
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e ComércioPanorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
Panorama da Eficiência Energética na Indústria e Comércio
 
Eficiência Energética em Plantas Industriais
Eficiência Energética em Plantas IndustriaisEficiência Energética em Plantas Industriais
Eficiência Energética em Plantas Industriais
 
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
Eficiência Energética e Renováveis - Linhas de Financiamento do grupo BID par...
 
Eficiência Energética em Transporte Vertical
Eficiência Energética em Transporte Vertical	Eficiência Energética em Transporte Vertical
Eficiência Energética em Transporte Vertical
 
O Impacto do Custo de Energia de Transporte sobre Trilhos
O Impacto do Custo de Energia de Transporte sobre TrilhosO Impacto do Custo de Energia de Transporte sobre Trilhos
O Impacto do Custo de Energia de Transporte sobre Trilhos
 
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no MundoLEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
LEED e seus impactos em reduções de emissões no Brasil e no Mundo
 
Linhas de Crédito para Saneamento
Linhas de Crédito para SaneamentoLinhas de Crédito para Saneamento
Linhas de Crédito para Saneamento
 
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
Benchmarking de Consumo Energético: Ferramenta para gestão energética e monit...
 
Solenidade de Abertura do 13º COBEE
Solenidade de Abertura do 13º COBEESolenidade de Abertura do 13º COBEE
Solenidade de Abertura do 13º COBEE
 
PIMVP no Contexto da Gestão Energética
PIMVP no Contexto da Gestão EnergéticaPIMVP no Contexto da Gestão Energética
PIMVP no Contexto da Gestão Energética
 
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple ERumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
Rumo à Excelência em Eficiência Energética , Caso Triple E
 
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento NacionaisFinanciamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
Financiamento para Eficiência Energética nas Agências de Fomento Nacionais
 
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de EnergiaContribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
Contribuição da Eficiência Energética na Expansão da Oferta de Energia
 
A visão do MME para Eficiência Energética
A visão do MME para Eficiência EnergéticaA visão do MME para Eficiência Energética
A visão do MME para Eficiência Energética
 
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e PrivadosMecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
Mecanismos de Financiamento: Bancos Públicos e Privados
 
Agências de Fomento Internacionais
Agências de Fomento InternacionaisAgências de Fomento Internacionais
Agências de Fomento Internacionais
 
Programa de Redução de Perdas e Eficiência Energética na SABESP
Programa de Redução de Perdas e Eficiência Energética na SABESPPrograma de Redução de Perdas e Eficiência Energética na SABESP
Programa de Redução de Perdas e Eficiência Energética na SABESP
 

Semelhante a O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo

antonio-celso_unesp-producao-energia-solar-04072017-r1.pptx
antonio-celso_unesp-producao-energia-solar-04072017-r1.pptxantonio-celso_unesp-producao-energia-solar-04072017-r1.pptx
antonio-celso_unesp-producao-energia-solar-04072017-r1.pptx
lucasgarciaaa
 
Energia Eólica e Novas Tecnologias no Contexto da Transição Energética
Energia Eólica e Novas Tecnologias no Contexto da Transição EnergéticaEnergia Eólica e Novas Tecnologias no Contexto da Transição Energética
Energia Eólica e Novas Tecnologias no Contexto da Transição Energética
lolxtecnologiadainfo
 
Subsídio à Política Anticíclica
Subsídio à Política AnticíclicaSubsídio à Política Anticíclica
Subsídio à Política Anticíclica
ProjetoBr
 
Apresentação Webcast CPFL Energia_2T14
Apresentação Webcast CPFL Energia_2T14Apresentação Webcast CPFL Energia_2T14
Apresentação Webcast CPFL Energia_2T14
CPFL RI
 
Pch latam
Pch latamPch latam
Pch latam
Rafael Maioli
 
Subsídios à Política Anticíclia
Subsídios à Política AnticícliaSubsídios à Política Anticíclia
Subsídios à Política Anticíclia
ProjetoBr
 
Relatório Carlos Cogo - 20 de julho
Relatório Carlos Cogo - 20 de julhoRelatório Carlos Cogo - 20 de julho
Relatório Carlos Cogo - 20 de julho
José Florentino
 
Nova Regulamentação do FPE
Nova Regulamentação do FPENova Regulamentação do FPE
Nova Regulamentação do FPE
Alexandre A. Rocha
 
Agrener 08 01
Agrener 08 01Agrener 08 01
Agrener 08 01
Jim Naturesa
 
A importância do biogás na política energética do brasil
A importância do biogás na política energética do brasilA importância do biogás na política energética do brasil
A importância do biogás na política energética do brasil
Embaixada da República Federal da Alemanha no Brasil
 
O futuro da energia no Brasil é renovável - Opinião - Estadão
O futuro da energia no Brasil é renovável - Opinião - EstadãoO futuro da energia no Brasil é renovável - Opinião - Estadão
O futuro da energia no Brasil é renovável - Opinião - Estadão
Camila Ramos
 
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Fiesp projecoes 2015_dez_14
Fiesp projecoes 2015_dez_14Fiesp projecoes 2015_dez_14
Fiesp projecoes 2015_dez_14
Marco Antonio Zanirato Cabral
 
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - DenorAtuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
BNDES
 
BEN_Síntese_2022_PT.pdf
BEN_Síntese_2022_PT.pdfBEN_Síntese_2022_PT.pdf
BEN_Síntese_2022_PT.pdf
OsneiCecchinCecchin
 
Novo Regime Fiscal: um balanço
Novo Regime Fiscal: um balançoNovo Regime Fiscal: um balanço
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016 - Manoel Pires (FGV IBRE)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016 - Manoel Pires (FGV IBRE)Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016 - Manoel Pires (FGV IBRE)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016 - Manoel Pires (FGV IBRE)
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
2 2010 energia_fotovoltaica_2
2 2010 energia_fotovoltaica_22 2010 energia_fotovoltaica_2
2 2010 energia_fotovoltaica_2
Wilson Tadeu Alves De Assis
 

Semelhante a O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo (18)

antonio-celso_unesp-producao-energia-solar-04072017-r1.pptx
antonio-celso_unesp-producao-energia-solar-04072017-r1.pptxantonio-celso_unesp-producao-energia-solar-04072017-r1.pptx
antonio-celso_unesp-producao-energia-solar-04072017-r1.pptx
 
Energia Eólica e Novas Tecnologias no Contexto da Transição Energética
Energia Eólica e Novas Tecnologias no Contexto da Transição EnergéticaEnergia Eólica e Novas Tecnologias no Contexto da Transição Energética
Energia Eólica e Novas Tecnologias no Contexto da Transição Energética
 
Subsídio à Política Anticíclica
Subsídio à Política AnticíclicaSubsídio à Política Anticíclica
Subsídio à Política Anticíclica
 
Apresentação Webcast CPFL Energia_2T14
Apresentação Webcast CPFL Energia_2T14Apresentação Webcast CPFL Energia_2T14
Apresentação Webcast CPFL Energia_2T14
 
Pch latam
Pch latamPch latam
Pch latam
 
Subsídios à Política Anticíclia
Subsídios à Política AnticícliaSubsídios à Política Anticíclia
Subsídios à Política Anticíclia
 
Relatório Carlos Cogo - 20 de julho
Relatório Carlos Cogo - 20 de julhoRelatório Carlos Cogo - 20 de julho
Relatório Carlos Cogo - 20 de julho
 
Nova Regulamentação do FPE
Nova Regulamentação do FPENova Regulamentação do FPE
Nova Regulamentação do FPE
 
Agrener 08 01
Agrener 08 01Agrener 08 01
Agrener 08 01
 
A importância do biogás na política energética do brasil
A importância do biogás na política energética do brasilA importância do biogás na política energética do brasil
A importância do biogás na política energética do brasil
 
O futuro da energia no Brasil é renovável - Opinião - Estadão
O futuro da energia no Brasil é renovável - Opinião - EstadãoO futuro da energia no Brasil é renovável - Opinião - Estadão
O futuro da energia no Brasil é renovável - Opinião - Estadão
 
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016. - Rogério Nagamine (IPEA)
 
Fiesp projecoes 2015_dez_14
Fiesp projecoes 2015_dez_14Fiesp projecoes 2015_dez_14
Fiesp projecoes 2015_dez_14
 
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - DenorAtuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
 
BEN_Síntese_2022_PT.pdf
BEN_Síntese_2022_PT.pdfBEN_Síntese_2022_PT.pdf
BEN_Síntese_2022_PT.pdf
 
Novo Regime Fiscal: um balanço
Novo Regime Fiscal: um balançoNovo Regime Fiscal: um balanço
Novo Regime Fiscal: um balanço
 
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016 - Manoel Pires (FGV IBRE)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016 - Manoel Pires (FGV IBRE)Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016 - Manoel Pires (FGV IBRE)
Reforma da Previdência: análise da PEC 287/2016 - Manoel Pires (FGV IBRE)
 
2 2010 energia_fotovoltaica_2
2 2010 energia_fotovoltaica_22 2010 energia_fotovoltaica_2
2 2010 energia_fotovoltaica_2
 

Mais de slides-mci

11h00 alex bastos 24 08 pao de acucar
11h00 alex bastos  24 08 pao de acucar11h00 alex bastos  24 08 pao de acucar
11h00 alex bastos 24 08 pao de acucar
slides-mci
 
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
slides-mci
 
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea 09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
slides-mci
 
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
slides-mci
 
09h10 1 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
09h10 1  marcelo sperle 24-08 pao de acucar09h10 1  marcelo sperle 24-08 pao de acucar
09h10 1 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
slides-mci
 
14h40 2 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
14h40 2   marcelo sperle 24-08 pao de acucar14h40 2   marcelo sperle 24-08 pao de acucar
14h40 2 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
slides-mci
 
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
slides-mci
 
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
slides-mci
 
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
slides-mci
 
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
slides-mci
 
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
slides-mci
 
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
slides-mci
 
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 0817h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
slides-mci
 
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
slides-mci
 
14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme 14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme
slides-mci
 
14h00 rosangela botelho 22 08 barra
14h00 rosangela botelho 22 08 barra14h00 rosangela botelho 22 08 barra
14h00 rosangela botelho 22 08 barra
slides-mci
 
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
slides-mci
 
11h00 aline rocha 24 08 barra
11h00 aline rocha 24 08 barra11h00 aline rocha 24 08 barra
11h00 aline rocha 24 08 barra
slides-mci
 
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
slides-mci
 
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
slides-mci
 

Mais de slides-mci (20)

11h00 alex bastos 24 08 pao de acucar
11h00 alex bastos  24 08 pao de acucar11h00 alex bastos  24 08 pao de acucar
11h00 alex bastos 24 08 pao de acucar
 
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
17h10 2 marco braga politica ufrj 21-08 pao de acucar
 
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea 09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
09h10 1 fernanda delgado 23 08 pedra da gavea
 
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
17h10 ricardo gotelib 21 08 pao de acucar
 
09h10 1 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
09h10 1  marcelo sperle 24-08 pao de acucar09h10 1  marcelo sperle 24-08 pao de acucar
09h10 1 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
 
14h40 2 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
14h40 2   marcelo sperle 24-08 pao de acucar14h40 2   marcelo sperle 24-08 pao de acucar
14h40 2 marcelo sperle 24-08 pao de acucar
 
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
11h00 st11 elton dantas 22 8 urca
 
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
09h10 victor ramos 23 08 - corcovado
 
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
09h10 ricardo hirata 22 09 pontal
 
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
17h10 mesa redonda ildeu moreira 23 08 - corcovado
 
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
17h10 marcus marques 21 08 pao de acucar
 
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
17h10 1 marco braga acidentes 21 08 pao de acucar
 
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 0817h00 decio oddone pao de acucar 22 08
17h00 decio oddone pao de acucar 22 08
 
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
15h20 marcelo sperle 24 08 pao de acucar
 
14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme 14h40 marcio remedio 23 08 leme
14h40 marcio remedio 23 08 leme
 
14h00 rosangela botelho 22 08 barra
14h00 rosangela botelho 22 08 barra14h00 rosangela botelho 22 08 barra
14h00 rosangela botelho 22 08 barra
 
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
11h00 carlos roberto 21 08 botafogo
 
11h00 aline rocha 24 08 barra
11h00 aline rocha 24 08 barra11h00 aline rocha 24 08 barra
11h00 aline rocha 24 08 barra
 
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
10h10 carlos roberto 21 08 botafogo
 
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
09h50 mr marcia gaspar 24 08 pontal
 

O Programa de Eficiência Energética no Estado de São Paulo

  • 1. João Carlos de Souza Meirelles Secretário Eficiência Energética como elemento do desenvolvimento econômico
  • 2. Com a retomada do crescimento econômico o Brasil necessitará de energia 7.5 3.9 1.9 3 0.1 -3.9 -3.2 2.3 2.3 2.3 2.5 -6 -4 -2 0 2 4 6 8 10 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020 Observado Proj ago Fonte: IBGE, BCB e RLT
  • 3. Retomada do crescimento Eficiência Energética instrumento para o desenvolvimento
  • 4. Potência de Geração de Energia Elétrica Comparativo entre São Paulo e o Brasil Tipos de Geração Capacidade Instalada (GW) Participação % São Paulo Brasil SP / BR Hidrelétrica 14,87 92,16 16,1% Termoelétrica (Biomassa) 5,713 13,34 42,8% Termoelétrica (Fóssil) 2,279 26,18 8,7% Fotovoltaica 0,001 0,023 4,8% Eólica 0 8,49 0,0% Nuclear 0 1,99 0,0% Total 22,863 142,179 16,1% Fonte: BIG - Banco de Informações da Geração Aneel de 28/03/2016
  • 5. Matriz Energética paulista 0% 20% 40% 60% 80% 100% 1980 1990 2000 2014 5% 7% 18% 31% 38% Petróleo e Derivados Derivados da cana Hidráulica e Eletricidade Gás Natural Outros9% 14% 14% 63%
  • 6. Uso de fontes alternativas Gás Natural fonte de transição para as energias renováveis
  • 7. Gás Natural em São Paulo Produção e Consumo 0 10 20 30 40 50 60 70 80 0 5 10 15 20 ReservasProvadas(bilhõesm³) ProduçãoeConsumodeGásNatural (milhõesm³/d) São Paulo - Evolução da Produção, Consumo e Reservas Provadas de Gás Natural - Período 2000 a 2016 Reservas GA Reservas GNA (eixo direita) Consumo (eixo esquerda) Produção (eixo esquerda)
  • 8. Estabilização das energias sazonais Gás natural associado ao biometano nas usinas 66 usinas até 20 km da rede de dutos
  • 9. CPTM Segurança energética do sistema de transporte público Gás Natural e Solar Fotovoltaica
  • 10. Solar nas hidrelétricas Aproveitamento • Subestações • Linhas de transmissão • Área terrestre • Lâmina d’água dos reservatórios
  • 11. GD no Complexo do HC • Central de Cogeração • Usina solar fotovoltaica • Sistema de armazenamento de energia • Modernização do sistema de ar condicionado, iluminação e outros equipamentos
  • 12. GD no Instituto Butantan Geração Distribuída - Implantação de sistema de cogeração a gás natural - Geração de energia elétrica e vapor/ar condicionado - Fotovoltaica
  • 13. Novas termelétricas a gás na base do sistema - Simens/Gasen - AES Tietê - R$ 6 bilhões - 1.500 MW - Consumo de 6 milhões de m³/dia de gás
  • 14. Obrigado www.energia.sp.gov.br João Carlos de S. Meirelles Secretário Tel: (11) 3124-2110 gabinete@energia.sp.gov.br