SlideShare uma empresa Scribd logo
ROMA
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
1. Períodos:
o Monarquia: 753 a.C. a 509 a.C.
o República: 509 a.C. a 27 a.C.
o Império: 27 a.C. a 476 d.C.
2. Heranças:
o Direito.
o Latim.
o República.
o Senado.
o Família.
3. Geografia:
o Europa Ocidental.
o Península Itálica.
o Norte: Europa e Alpes.
o Sul: Mediterrâneo e Jônico.
o Leste: Adriático.
o Oeste: Tirreno.
4. Povoamento:
o Norte: Gauleses.
o Centro: Italiotas e Etruscos.
o Sul: Gregos.
Italiotas: latinos, sabinos, úmbrios.
Etruscos: comércio marítimo,
pirataria, pecuária e artesanato.
5. Origens:
A – Histórica:
o Lácio: 1.000 a.C.
o Pastores fundaram um centro de defesa contra
etruscos às margens do Rio Tibre.
B – Lendária:
o Gêmeos Rômulo e Remo na Eneida de Virgílio.
Roma 2020
“Enéas, príncipe troiano, casou – se com a filha de um rei Latino.
Seus descendentes fundaram Alba Longa, cujo rei era Númitor.
Amúlio, seu irmão, tomou –lhe o trono, matou – lhe os filhos, exceto
Réia Sílvia, e reinava sozinho, quando Réia Sílvia, agora uma vestal,
engravidou do Deus Marte, dando à luz aos gêmeos Rômulo e Remo.
Para que não morressem, a mãe lançou ambos (num cesto) no Rio
Tibre ; foram resgatados por uma loba e por pastores.
Mais tarde retomaram o trono e fundaram Roma.
A discórdia entre ambos levou Rômulo a assassinar Remo.”
6. Monarquia:
Economia e política:
o Economia baseada na agricultura e no pastoreio.
o Governada por 7 reis, cujo poder era limitado por
um Conselho de Anciãos (Senado).
o A Assembleia Curiata, composta por cidadãos
aristocratas, votava leis e aprovava as guerras.
Patrícios
Proprietários
Cidadãos
Clientes
Livres e pobres
Protegidos por patrícios
Plebeus
Estrangeiros, pequenos
proprietários, artesãos,
comerciantes
Escravos
Guerras, Dívidas
Sociedade:
A crise da Monarquia:
o Roma viveu um intenso crescimento.
o Grande influência etrusca na arquitetura.
o Tarquínio, o Soberbo, aproximou – se da plebe
para anular a força do Senado.
o Os patrícios depuseram – no e implantaram a
República (res publica = governo do povo).
7. República Oligárquica:
o Os patrícios assumiram o controle político.
Senado:
o Patrícios no poder, com cargos vitalícios.
o Condução da política externa.
o Administrar as províncias.
o Cuidar da religião.
o Supervisionar o tesouro (erário) público.
Magistraturas:
o Magistrados, eleitos pela Assembleia Centuriata,
administravam o poder Executivo.
o Cônsul: dois cônsules (potestas: poder civil e
imperium: poder militar),comandavam o exército,
convocavam o Senado, presidiam cultos públicos.
o Ditador: Assumia diante de grave crise, com poderes
absolutos e ilimitados, por seis meses.
Outros cargos de magistratura:
o Pretor: Abaixo do Cônsul, administrava a justiça.
o Questor: Cuidava das finanças e do tesouro.
o Censor: Fazia o censo, era responsável pela moral
dos cidadãos e indicava os senadores.
o Edil: Administrava a cidade, responsável pela
segurança e pelos mercados (abastecimento).
Poder Legislativo:
o Exercido pelas Assembleias populares.
o Assembleia Curiata: Cuidava apenas da religião.
o Assembleia Centuriata: agrupamento militar,
composto por patrícios e plebeus, com o objetivo de
votar e decidir sobre eleição de magistrados,
aprovar leis e declarar guerra e paz.
o Os patrícios monopolizavam as decisões.
Revoltas plebeias (lutas sociais):
o Contra o monopólio político dos patrícios.
o Contra o endividamento e a escravidão.
o Os plebeus reivindicavam igualdade jurídica.
o Com a Revolta do Monte Sagrado, os patrícios
foram forçados a fazer concessões aos plebeus.
o Os plebeus conseguiram equiparação política e
jurídica em relação aos patrícios.
Conquistas plebeias:
o Tribunos da Plebe (494 a.C.): A Plebe teria seus
representantes no Senado.
o Lei das 12 Tábuas (450 a.C.): As leis orais
passariam a ser escritas, base do direito romano.
o Lei Canuleia (445 a.C.): Permitia o casamento
entre patrícios e plebeus, a ocupação de cargos de
magistratura e de ditador.
o Lei Licínia (366 a.C.): Fim da escravidão por dívidas
que tanto prejudicava os plebeus.
o Comitium Plebis (287 a.C.): Decisões tomadas pela
Assembleia da Plebe teriam força de lei. Origem do
plebiscito (consulta popular).
Importante: Apesar da equiparação política e
jurídica entre Patrícios e Plebeus, as transformações
econômicas geraram uma nova ordem social,
enfraquecendo as conquistas plebeias.
República – expansão e crise:
Conquista da Península Itálica:
o Vitória dos latinos sobre seus vizinhos.
o Anexação de territórios: Etrúria, Gália, Planície
da Campânia e Tarento.
o Bons exércitos e estradas pavimentadas.
o Facilidade no deslocamento de tropas, correios
e suprimentos.
Guerras Púnicas (264 a.C. a 146 a.C.):
o Contra os Púnicos ou Cartagineses, disputando a
Sicília, Cartago e o controle do Mar Mediterrâneo.
1ª Guerra Púnica (264 a.C. a 241 a.C.):
o Roma conquistou: Sicília, Córsega e Sardenha.
2ª Guerra Púnica (218 a.C. a 202 a.C.):
o Roma conquistou: Norte da África, Sul da Espanha,
exceto Numídia e Cartago.
Roma 2020
Roma 2020
3ª Guerra Púnica (150 a.C. a 146 a.C.):
o Roma tomou e destruiu Cartago.
Importante:
o Mediterrâneo: “Mare Nostrum” dos romanos.
o Roma ainda venceu Filipe V da Macedônia,
tomando – lhes territórios: Macedônia, Grécia,
Síria, Ásia Menor, Gália, Israel, Bitínia, Egito.
o Inicia – se o embrião do Império Romano.
Roma 2020
Consequências da expansão romana:
o Com a conquista do Mediterrâneo e sua orla, o
comércio foi intensificado, com grande fluxo de
mercadorias, riquezas e escravos.
o A escravidão tornou – se base da mão – de – obra.
o A agricultura tradicional desapareceu, os campos
ficaram estéreis, forçando os plebeus a irem para a
guerra ou para a cidade (êxodo rural).
Homens novos ou cavaleiros:
o A nova classe, constituída de comerciantes,
banqueiros, arrendatários, publicanos.
Conflito entre classes:
o Patrícios empobrecidos, dependiam do Estado
para manter seu nível social.
o Clientes marginalizados dependiam dos homens
novos, tornando – se agregados.
Crise da República Romana:
Guerras Civis:
o Homens novos almejavam o poder.
o Patrícios não queriam perder o poder.
o Clientes foram usados como instrumentos de luta.
o Plebeus foram novamente explorados.
o O Exército tornou – se uma força profissional.
Irmãos Graco – tribunos em defesa da plebe:
Tibério Graco (133 a.C.):
o Propôs reforma agrária com as terras do Estado.
o Com forte oposição dos patrícios, foi assassinado.
Caio Graco (123 a.C.):
o Propôs reformas sociais ainda mais profundas.
o Lei Frumentária: barateava o trigo para os pobres.
o Perseguido, pediu que um escravo o matasse.
Governo dos generais:
Caio Mário:
o Conquistas, prestígio, cônsul por seis mandatos.
Sila:
o Ditador com poderes ilimitados.
o Reprimiu os Homens Novos e o povo, assassinou
inimigos e restituiu o poder aos Patrícios.
Caio Mário Cornélius Sila
Roma 2020
Primeiro triunvirato romano:
Pompeu, Crasso, Júlio César:
o Crasso morreu na Síria em 53 a.C.
o Pompeu foi nomeado Cônsul único e defensor
da República, destituindo Júlio César.
o César chegou no Egito, conheceu Cleópatra,
colocou – a no trono e, juntos, tomaram Roma.
o Pompeu fugiu e foi assassinado no Egito.
Roma 2020
Roma 2020
Júlio César – Ditador Perpétuo de Roma:
o Expansão territorial (Espanha, Norte da África).
o Obras públicas e geração de empregos.
o Saneamento financeiro do Estado.
o Concessão de cidadania nos domínios romanos.
o A aristocracia foi obrigada a empregar pelo menos
1/3 dos homens livres em suas terras.
o Júlio César só crescia em popularidade.
Roma 2020
O assassinato de Júlio César (44 a.C.):
o Ao retornar do Egito com Cleópatra, César ainda
trouxe um filho (Cesárium).
o A influência política de Cleópatra era visível.
o A oposição suspeitava que César desejasse o título
de Imperator, com direito à hereditariedade.
o Brutus e Cassius arquitetaram o assassinato de
Júlio César nos idos de Março de 44 a.C.
Roma 2020
Segundo triunvirato romano:
Marco Antônio, Caio Otávio e Lépido:
o Os assassinos de César foram todos mortos.
o Territórios divididos: Otávio ficou com o Ocidente,
Marco Antônio com o Oriente e Lépido com a África.
o Rivalidades levaram Caio Otávio a afastar Lépido e
vencer a batalha do Áctium (31 a.C.) contra Marco
Antônio e Cleópatra.
8. Alto Império:
Caio Otávio (27 a.C. a 14):
o Títulos: Sumus Pontífices, Princips Senatus,
Imperator, Augustus.
Bases de poder:
o Imperium: poder sobre o Exército.
o Proconsular: indicava governadores de províncias.
o Tribunício: representante da plebe no Senado.
Roma 2020
Principado (República aparente):
o Províncias: imperiais (militares) e senatoriais (civis).
o Indicava e controlava os governadores.
o Criou o sistema estatal de impostos.
o Criou o sistema censitário e reestruturou o
sistema político: ordem senatorial (púrpura, com
mais privilégios) e ordem equestre (azul, com
menos privilégios).
Roma 2020
O século de Augusto (Pax Romana):
o A obra de Augusto foi imensa, na paz e na guerra,
marcando uma das épocas mais brilhantes.
o Pacificou as províncias.
o Realizou uma brilhante administração.
o Cercou – se de artistas, escritores, intelectuais.
o Conteve as influências do helenismo (hedonismo).
o Tentou resgatar as tradições morais de Roma.
A política do Pão e Circo (panem et circenses)
o Os líderes romanos envolviam a população em geral e, para
mantê-la fiel à ordem estabelecida e conquistar o seu apoio
davam comida e diversão, acalmando e cooptando a plebe.
o Além da distribuição de cereais, havia a promoção de vários
eventos para entreter e distrair o povo.
o Acalmava – se o povo com sangrentos espetáculos em arenas,
envolvendo gladiadores, animais ferozes, corridas de bigas,
acrobacias, bandas, espetáculos com palhaços, artistas de
teatro e corridas de cavalo.
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
9. Baixo Império
o Quatro dinastias, 22 imperadores governaram Roma:
Júlio – Claudiana, Flávios, Antoninos e Severos.
o Sem herdeiros, Otávio indicou como sucessor,
Tibério, seu filho adotivo.
o Posteriormente as indicações seriam feitas pelos
militares da guarda pretoriana.
Ruralização econômica e as crises do séc. III
Crise escravista:
o O fim das guerras de conquistas provocou o fim da
entrada de escravos nos limites do Império.
Crise econômica:
o Houve queda na produção, desabastecimento,
inflação, retração nos mercados.
o Com a queda na receita, o Estado elevou os
impostos.
Roma 2020
Crise social e êxodo urbano:
o Fome, miséria, a população fugiu para o campo.
o As Villas (autossuficientes) mantinham economia
agrária de subsistência e ofereciam a meação.
Crise religiosa:
o O Cristianismo se expandia com uma mensagem
de tolerância, igualdade e amor ao próximo.
o Tais princípios chocavam – se com as estruturas de
poder romanas.
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Razões das perseguições:
o Os cristãos recusavam – se a cultuar os deuses
romanos e o Imperador (Augusto).
o A igualdade cristã chocava – se com a sociedade
de classes e escravista romana.
o Todas as catástrofes: epidemias, desgraças,
enchentes, incêndios seriam culpa dos cristãos.
o Nero iniciou as perseguições aos cristãos.
Efeito contrário:
o As perseguições, martírios e resignação
sensibilizaram e converteram muitos romanos.
Edito de Milão (313) – Constantino:
o Proibiu as perseguições e concedeu liberdade de
culto aos cristãos.
Edito de Tessalônica (391) – Teodósio:
o Cristianismo: religião oficial do Império Romano.
Tetrarquia:
o O Império governado por 02 Augustos (Diocleciano
e Maximiano) e 02 Césares (Constâncio e Galério).
o As relações entre os quatro imperadores eram
pautadas pelo equilíbrio e pelo respeito.
o Diocleciano, mantinha a supremacia, instalou-se
em Nicomédia, no Oriente, e Maximiano em Milão,
o que provocou a perda de superioridade de Roma.
Roma 2020
Roma 2020
Fim do Império Romano Ocidental – 476:
Invasões bárbaras germânicas:
o As crises enfraqueceram o Império Romano.
o Atraídos pelas riquezas romanas os bárbaros
germânicos infiltraram – se no Império.
o Roma foi saqueada por Visigodos, Vândalos,
Francos, Anglos e Saxões.
o 476 – Odoacro (rei dos Hérulos) depôs Rômulo
Augústulo e assumiu como rei da Itália.
10 – Religião:
o Imitação da religião grega.
o Deuses possuíam virtudes e defeitos.
o A religião servia os homens e era considerada
pagã pelos cristãos.
o Uma das razões dos atritos entre Imperadores
romanos e cristãos que foram perseguidos.
Deuses Romanos e Gregos
Romano Grego Função
JÚPITER ZEUS MAIOR
JUNO HERA ESPOSA
MARTE ARES GUERRA
VÊNUS AFRODITE AMOR
MINERVA ATENA SABEDORIA
NETUNO POSEIDON MAR
APOLO APOLO SOL, ARTES, LUZ
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Fórum romano
Senado romano
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020
Roma 2020

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Grecia antiga
Grecia antigaGrecia antiga
Grecia antiga
Isabel Aguiar
 
Antiguidade oriental pdf
Antiguidade oriental pdfAntiguidade oriental pdf
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Portal do Vestibulando
 
História grecia-roma
História   grecia-romaHistória   grecia-roma
História grecia-roma
Murilo Cisalpino
 
Sociedade Medieval
Sociedade MedievalSociedade Medieval
Sociedade Medieval
Carlos Vieira
 
ROMA ANTIGA
ROMA ANTIGAROMA ANTIGA
ROMA ANTIGA
Norberto Correa
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Janaína Tavares
 
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
vaniareginahistoria1
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Carlos Zaranza
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Valeria Kosicki
 
Mesopotâmia 2020
Mesopotâmia 2020Mesopotâmia 2020
Antiguidade clássica grécia
Antiguidade clássica   gréciaAntiguidade clássica   grécia
Antiguidade clássica grécia
Auxiliadora
 
Imperio Romano Blog
Imperio Romano BlogImperio Romano Blog
Imperio Romano Blog
vaniareginahistoria1
 
Aula 03 roma
Aula 03   romaAula 03   roma
02 historia a_revisoes_modulo_2
02 historia a_revisoes_modulo_202 historia a_revisoes_modulo_2
02 historia a_revisoes_modulo_2
Vítor Santos
 
Koneski Aula império Romano
 Koneski Aula império Romano Koneski Aula império Romano
Koneski Aula império Romano
Tavinho Koneski Westphal
 

Mais procurados (17)

Grecia antiga
Grecia antigaGrecia antiga
Grecia antiga
 
Antiguidade oriental pdf
Antiguidade oriental pdfAntiguidade oriental pdf
Antiguidade oriental pdf
 
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino FrancoIdade Média - Feudalismo - Reino Franco
Idade Média - Feudalismo - Reino Franco
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
História grecia-roma
História   grecia-romaHistória   grecia-roma
História grecia-roma
 
Sociedade Medieval
Sociedade MedievalSociedade Medieval
Sociedade Medieval
 
ROMA ANTIGA
ROMA ANTIGAROMA ANTIGA
ROMA ANTIGA
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
Mesopotâmia 2020
Mesopotâmia 2020Mesopotâmia 2020
Mesopotâmia 2020
 
Antiguidade clássica grécia
Antiguidade clássica   gréciaAntiguidade clássica   grécia
Antiguidade clássica grécia
 
Imperio Romano Blog
Imperio Romano BlogImperio Romano Blog
Imperio Romano Blog
 
Aula 03 roma
Aula 03   romaAula 03   roma
Aula 03 roma
 
02 historia a_revisoes_modulo_2
02 historia a_revisoes_modulo_202 historia a_revisoes_modulo_2
02 historia a_revisoes_modulo_2
 
Koneski Aula império Romano
 Koneski Aula império Romano Koneski Aula império Romano
Koneski Aula império Romano
 

Semelhante a Roma 2020

ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
vaniareginahistoria1
 
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
vaniareginahistoria1
 
Aula i imperio_romano
Aula i imperio_romanoAula i imperio_romano
Aula i imperio_romano
Professor Duda - História
 
C:\fakepath\aula i imperio_romano
C:\fakepath\aula i imperio_romanoC:\fakepath\aula i imperio_romano
C:\fakepath\aula i imperio_romano
Professor Duda - História
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Carlos Zaranza
 
ROMA ANTIGA.pdf
ROMA ANTIGA.pdfROMA ANTIGA.pdf
ROMA ANTIGA.pdf
GEILSONJOSEDASILVA
 
Aula I Imperio Romano
Aula I Imperio RomanoAula I Imperio Romano
Aula I Imperio Romano
guest12728e
 
Roma: Monarquia/ República/ Império
Roma: Monarquia/ República/ ImpérioRoma: Monarquia/ República/ Império
Roma: Monarquia/ República/ Império
Professora Natália de Oliveira
 
Roma antiga 2
Roma antiga 2Roma antiga 2
Roma antiga 2
Karoline Sena
 
Roma prof. andre teixeira
Roma prof. andre teixeiraRoma prof. andre teixeira
Roma prof. andre teixeira
Tâmara Almeida
 
Roma
RomaRoma
Império Romano - Resumo.
Império Romano - Resumo.Império Romano - Resumo.
Império Romano - Resumo.
Élen Vanessa Silva
 
Apresentaçãohistdir11
Apresentaçãohistdir11Apresentaçãohistdir11
Apresentaçãohistdir12
Apresentaçãohistdir12Apresentaçãohistdir12
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Juliana_hst
 
A república romana
A república romanaA república romana
A república romana
historiando
 
Capítulo 9 - Roma Antiga
Capítulo 9 - Roma AntigaCapítulo 9 - Roma Antiga
Capítulo 9 - Roma Antiga
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
A república romana
A república romanaA república romana
A república romana
historiando
 
Roma
RomaRoma
Aula 02 roma
Aula 02   romaAula 02   roma
Aula 02 roma
Jonatas Carlos
 

Semelhante a Roma 2020 (20)

ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
 
ImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano BlogImpéRio Romano Blog
ImpéRio Romano Blog
 
Aula i imperio_romano
Aula i imperio_romanoAula i imperio_romano
Aula i imperio_romano
 
C:\fakepath\aula i imperio_romano
C:\fakepath\aula i imperio_romanoC:\fakepath\aula i imperio_romano
C:\fakepath\aula i imperio_romano
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
ROMA ANTIGA.pdf
ROMA ANTIGA.pdfROMA ANTIGA.pdf
ROMA ANTIGA.pdf
 
Aula I Imperio Romano
Aula I Imperio RomanoAula I Imperio Romano
Aula I Imperio Romano
 
Roma: Monarquia/ República/ Império
Roma: Monarquia/ República/ ImpérioRoma: Monarquia/ República/ Império
Roma: Monarquia/ República/ Império
 
Roma antiga 2
Roma antiga 2Roma antiga 2
Roma antiga 2
 
Roma prof. andre teixeira
Roma prof. andre teixeiraRoma prof. andre teixeira
Roma prof. andre teixeira
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Império Romano - Resumo.
Império Romano - Resumo.Império Romano - Resumo.
Império Romano - Resumo.
 
Apresentaçãohistdir11
Apresentaçãohistdir11Apresentaçãohistdir11
Apresentaçãohistdir11
 
Apresentaçãohistdir12
Apresentaçãohistdir12Apresentaçãohistdir12
Apresentaçãohistdir12
 
Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
A república romana
A república romanaA república romana
A república romana
 
Capítulo 9 - Roma Antiga
Capítulo 9 - Roma AntigaCapítulo 9 - Roma Antiga
Capítulo 9 - Roma Antiga
 
A república romana
A república romanaA república romana
A república romana
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Aula 02 roma
Aula 02   romaAula 02   roma
Aula 02 roma
 

Mais de Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia

Iluminismo 2021
Iluminismo 2021Iluminismo 2021
GUERRA FRIA I, BASES, BIPOLARIDADE, MURO DE BERLIM, CORRIDAS ESPACIAL E ARMAM...
GUERRA FRIA I, BASES, BIPOLARIDADE, MURO DE BERLIM, CORRIDAS ESPACIAL E ARMAM...GUERRA FRIA I, BASES, BIPOLARIDADE, MURO DE BERLIM, CORRIDAS ESPACIAL E ARMAM...
GUERRA FRIA I, BASES, BIPOLARIDADE, MURO DE BERLIM, CORRIDAS ESPACIAL E ARMAM...
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Brasil era vargas (1930 - 1945) 2021
Brasil era vargas (1930 - 1945) 2021Brasil era vargas (1930 - 1945) 2021
Brasil era vargas (1930 - 1945) 2021
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Expansão marítima e comercial 2021
Expansão marítima e comercial 2021Expansão marítima e comercial 2021
Expansão marítima e comercial 2021
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Brasil república velha (crise e queda do império república da espada) 2021
Brasil república velha (crise e queda do império república da espada) 2021Brasil república velha (crise e queda do império república da espada) 2021
Brasil república velha (crise e queda do império república da espada) 2021
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Brasil: República Oligárquica (estruturas e questões sociais e políticas)
Brasil: República Oligárquica   (estruturas e questões sociais e políticas)Brasil: República Oligárquica   (estruturas e questões sociais e políticas)
Brasil: República Oligárquica (estruturas e questões sociais e políticas)
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Cidadania e direitos humanos 2021
Cidadania e direitos humanos 2021Cidadania e direitos humanos 2021
Cidadania e direitos humanos 2021
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Totalitarismo fascismo e nazismo 2021
Totalitarismo fascismo e nazismo 2021Totalitarismo fascismo e nazismo 2021
Totalitarismo fascismo e nazismo 2021
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Brasil: crise do sistema colonial e movimentos emancipacipacionistas
Brasil: crise do sistema colonial e movimentos emancipacipacionistasBrasil: crise do sistema colonial e movimentos emancipacipacionistas
Brasil: crise do sistema colonial e movimentos emancipacipacionistas
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917Revolução Russa de 1917
Crise de1929: Entreguerras (1918-1939)
Crise de1929: Entreguerras (1918-1939)Crise de1929: Entreguerras (1918-1939)
Crise de1929: Entreguerras (1918-1939)
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Islamismo 2021
Islamismo 2021Islamismo 2021
1ª Guerra Mundial (1914-1918)
1ª Guerra Mundial (1914-1918)1ª Guerra Mundial (1914-1918)
1ª Guerra Mundial (1914-1918)
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Brasil Mineração (século XVIII)
Brasil  Mineração (século XVIII)Brasil  Mineração (século XVIII)
Brasil Mineração (século XVIII)
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Neocolonialismo ou Imperialismo
Neocolonialismo ou ImperialismoNeocolonialismo ou Imperialismo
Neocolonialismo ou Imperialismo
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Civilizações do extremo Oriente: Índia, China, Japão.
Civilizações do extremo Oriente: Índia, China, Japão.Civilizações do extremo Oriente: Índia, China, Japão.
Civilizações do extremo Oriente: Índia, China, Japão.
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Expansão Marítima e Comercial-2021
Expansão Marítima e Comercial-2021Expansão Marítima e Comercial-2021
Expansão Marítima e Comercial-2021
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Estrutura social: conceitos básicos.
Estrutura social: conceitos básicos.Estrutura social: conceitos básicos.
Estrutura social: conceitos básicos.
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Ideologias do século XIX
Ideologias do século XIXIdeologias do século XIX

Mais de Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia (20)

Iluminismo 2021
Iluminismo 2021Iluminismo 2021
Iluminismo 2021
 
GUERRA FRIA I, BASES, BIPOLARIDADE, MURO DE BERLIM, CORRIDAS ESPACIAL E ARMAM...
GUERRA FRIA I, BASES, BIPOLARIDADE, MURO DE BERLIM, CORRIDAS ESPACIAL E ARMAM...GUERRA FRIA I, BASES, BIPOLARIDADE, MURO DE BERLIM, CORRIDAS ESPACIAL E ARMAM...
GUERRA FRIA I, BASES, BIPOLARIDADE, MURO DE BERLIM, CORRIDAS ESPACIAL E ARMAM...
 
Brasil era vargas (1930 - 1945) 2021
Brasil era vargas (1930 - 1945) 2021Brasil era vargas (1930 - 1945) 2021
Brasil era vargas (1930 - 1945) 2021
 
Expansão marítima e comercial 2021
Expansão marítima e comercial 2021Expansão marítima e comercial 2021
Expansão marítima e comercial 2021
 
Brasil república velha (crise e queda do império república da espada) 2021
Brasil república velha (crise e queda do império república da espada) 2021Brasil república velha (crise e queda do império república da espada) 2021
Brasil república velha (crise e queda do império república da espada) 2021
 
Brasil: República Oligárquica (estruturas e questões sociais e políticas)
Brasil: República Oligárquica   (estruturas e questões sociais e políticas)Brasil: República Oligárquica   (estruturas e questões sociais e políticas)
Brasil: República Oligárquica (estruturas e questões sociais e políticas)
 
Cidadania e direitos humanos 2021
Cidadania e direitos humanos 2021Cidadania e direitos humanos 2021
Cidadania e direitos humanos 2021
 
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
 
Totalitarismo fascismo e nazismo 2021
Totalitarismo fascismo e nazismo 2021Totalitarismo fascismo e nazismo 2021
Totalitarismo fascismo e nazismo 2021
 
Brasil: crise do sistema colonial e movimentos emancipacipacionistas
Brasil: crise do sistema colonial e movimentos emancipacipacionistasBrasil: crise do sistema colonial e movimentos emancipacipacionistas
Brasil: crise do sistema colonial e movimentos emancipacipacionistas
 
Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917
 
Crise de1929: Entreguerras (1918-1939)
Crise de1929: Entreguerras (1918-1939)Crise de1929: Entreguerras (1918-1939)
Crise de1929: Entreguerras (1918-1939)
 
Islamismo 2021
Islamismo 2021Islamismo 2021
Islamismo 2021
 
1ª Guerra Mundial (1914-1918)
1ª Guerra Mundial (1914-1918)1ª Guerra Mundial (1914-1918)
1ª Guerra Mundial (1914-1918)
 
Brasil Mineração (século XVIII)
Brasil  Mineração (século XVIII)Brasil  Mineração (século XVIII)
Brasil Mineração (século XVIII)
 
Neocolonialismo ou Imperialismo
Neocolonialismo ou ImperialismoNeocolonialismo ou Imperialismo
Neocolonialismo ou Imperialismo
 
Civilizações do extremo Oriente: Índia, China, Japão.
Civilizações do extremo Oriente: Índia, China, Japão.Civilizações do extremo Oriente: Índia, China, Japão.
Civilizações do extremo Oriente: Índia, China, Japão.
 
Expansão Marítima e Comercial-2021
Expansão Marítima e Comercial-2021Expansão Marítima e Comercial-2021
Expansão Marítima e Comercial-2021
 
Estrutura social: conceitos básicos.
Estrutura social: conceitos básicos.Estrutura social: conceitos básicos.
Estrutura social: conceitos básicos.
 
Ideologias do século XIX
Ideologias do século XIXIdeologias do século XIX
Ideologias do século XIX
 

Último

STALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolaresSTALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolares
Daniel273024
 
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
Faga1939
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

STALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolaresSTALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolares
 
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 

Roma 2020

  • 6. 1. Períodos: o Monarquia: 753 a.C. a 509 a.C. o República: 509 a.C. a 27 a.C. o Império: 27 a.C. a 476 d.C.
  • 7. 2. Heranças: o Direito. o Latim. o República. o Senado. o Família.
  • 8. 3. Geografia: o Europa Ocidental. o Península Itálica. o Norte: Europa e Alpes. o Sul: Mediterrâneo e Jônico. o Leste: Adriático. o Oeste: Tirreno.
  • 9. 4. Povoamento: o Norte: Gauleses. o Centro: Italiotas e Etruscos. o Sul: Gregos. Italiotas: latinos, sabinos, úmbrios. Etruscos: comércio marítimo, pirataria, pecuária e artesanato.
  • 10. 5. Origens: A – Histórica: o Lácio: 1.000 a.C. o Pastores fundaram um centro de defesa contra etruscos às margens do Rio Tibre. B – Lendária: o Gêmeos Rômulo e Remo na Eneida de Virgílio.
  • 12. “Enéas, príncipe troiano, casou – se com a filha de um rei Latino. Seus descendentes fundaram Alba Longa, cujo rei era Númitor. Amúlio, seu irmão, tomou –lhe o trono, matou – lhe os filhos, exceto Réia Sílvia, e reinava sozinho, quando Réia Sílvia, agora uma vestal, engravidou do Deus Marte, dando à luz aos gêmeos Rômulo e Remo. Para que não morressem, a mãe lançou ambos (num cesto) no Rio Tibre ; foram resgatados por uma loba e por pastores. Mais tarde retomaram o trono e fundaram Roma. A discórdia entre ambos levou Rômulo a assassinar Remo.”
  • 13. 6. Monarquia: Economia e política: o Economia baseada na agricultura e no pastoreio. o Governada por 7 reis, cujo poder era limitado por um Conselho de Anciãos (Senado). o A Assembleia Curiata, composta por cidadãos aristocratas, votava leis e aprovava as guerras.
  • 14. Patrícios Proprietários Cidadãos Clientes Livres e pobres Protegidos por patrícios Plebeus Estrangeiros, pequenos proprietários, artesãos, comerciantes Escravos Guerras, Dívidas Sociedade:
  • 15. A crise da Monarquia: o Roma viveu um intenso crescimento. o Grande influência etrusca na arquitetura. o Tarquínio, o Soberbo, aproximou – se da plebe para anular a força do Senado. o Os patrícios depuseram – no e implantaram a República (res publica = governo do povo).
  • 16. 7. República Oligárquica: o Os patrícios assumiram o controle político. Senado: o Patrícios no poder, com cargos vitalícios. o Condução da política externa. o Administrar as províncias. o Cuidar da religião. o Supervisionar o tesouro (erário) público.
  • 17. Magistraturas: o Magistrados, eleitos pela Assembleia Centuriata, administravam o poder Executivo. o Cônsul: dois cônsules (potestas: poder civil e imperium: poder militar),comandavam o exército, convocavam o Senado, presidiam cultos públicos. o Ditador: Assumia diante de grave crise, com poderes absolutos e ilimitados, por seis meses.
  • 18. Outros cargos de magistratura: o Pretor: Abaixo do Cônsul, administrava a justiça. o Questor: Cuidava das finanças e do tesouro. o Censor: Fazia o censo, era responsável pela moral dos cidadãos e indicava os senadores. o Edil: Administrava a cidade, responsável pela segurança e pelos mercados (abastecimento).
  • 19. Poder Legislativo: o Exercido pelas Assembleias populares. o Assembleia Curiata: Cuidava apenas da religião. o Assembleia Centuriata: agrupamento militar, composto por patrícios e plebeus, com o objetivo de votar e decidir sobre eleição de magistrados, aprovar leis e declarar guerra e paz. o Os patrícios monopolizavam as decisões.
  • 20. Revoltas plebeias (lutas sociais): o Contra o monopólio político dos patrícios. o Contra o endividamento e a escravidão. o Os plebeus reivindicavam igualdade jurídica. o Com a Revolta do Monte Sagrado, os patrícios foram forçados a fazer concessões aos plebeus. o Os plebeus conseguiram equiparação política e jurídica em relação aos patrícios.
  • 21. Conquistas plebeias: o Tribunos da Plebe (494 a.C.): A Plebe teria seus representantes no Senado. o Lei das 12 Tábuas (450 a.C.): As leis orais passariam a ser escritas, base do direito romano. o Lei Canuleia (445 a.C.): Permitia o casamento entre patrícios e plebeus, a ocupação de cargos de magistratura e de ditador.
  • 22. o Lei Licínia (366 a.C.): Fim da escravidão por dívidas que tanto prejudicava os plebeus. o Comitium Plebis (287 a.C.): Decisões tomadas pela Assembleia da Plebe teriam força de lei. Origem do plebiscito (consulta popular). Importante: Apesar da equiparação política e jurídica entre Patrícios e Plebeus, as transformações econômicas geraram uma nova ordem social, enfraquecendo as conquistas plebeias.
  • 23. República – expansão e crise: Conquista da Península Itálica: o Vitória dos latinos sobre seus vizinhos. o Anexação de territórios: Etrúria, Gália, Planície da Campânia e Tarento. o Bons exércitos e estradas pavimentadas. o Facilidade no deslocamento de tropas, correios e suprimentos.
  • 24. Guerras Púnicas (264 a.C. a 146 a.C.): o Contra os Púnicos ou Cartagineses, disputando a Sicília, Cartago e o controle do Mar Mediterrâneo. 1ª Guerra Púnica (264 a.C. a 241 a.C.): o Roma conquistou: Sicília, Córsega e Sardenha. 2ª Guerra Púnica (218 a.C. a 202 a.C.): o Roma conquistou: Norte da África, Sul da Espanha, exceto Numídia e Cartago.
  • 27. 3ª Guerra Púnica (150 a.C. a 146 a.C.): o Roma tomou e destruiu Cartago. Importante: o Mediterrâneo: “Mare Nostrum” dos romanos. o Roma ainda venceu Filipe V da Macedônia, tomando – lhes territórios: Macedônia, Grécia, Síria, Ásia Menor, Gália, Israel, Bitínia, Egito. o Inicia – se o embrião do Império Romano.
  • 29. Consequências da expansão romana: o Com a conquista do Mediterrâneo e sua orla, o comércio foi intensificado, com grande fluxo de mercadorias, riquezas e escravos. o A escravidão tornou – se base da mão – de – obra. o A agricultura tradicional desapareceu, os campos ficaram estéreis, forçando os plebeus a irem para a guerra ou para a cidade (êxodo rural).
  • 30. Homens novos ou cavaleiros: o A nova classe, constituída de comerciantes, banqueiros, arrendatários, publicanos. Conflito entre classes: o Patrícios empobrecidos, dependiam do Estado para manter seu nível social. o Clientes marginalizados dependiam dos homens novos, tornando – se agregados.
  • 31. Crise da República Romana: Guerras Civis: o Homens novos almejavam o poder. o Patrícios não queriam perder o poder. o Clientes foram usados como instrumentos de luta. o Plebeus foram novamente explorados. o O Exército tornou – se uma força profissional.
  • 32. Irmãos Graco – tribunos em defesa da plebe: Tibério Graco (133 a.C.): o Propôs reforma agrária com as terras do Estado. o Com forte oposição dos patrícios, foi assassinado. Caio Graco (123 a.C.): o Propôs reformas sociais ainda mais profundas. o Lei Frumentária: barateava o trigo para os pobres. o Perseguido, pediu que um escravo o matasse.
  • 33. Governo dos generais: Caio Mário: o Conquistas, prestígio, cônsul por seis mandatos. Sila: o Ditador com poderes ilimitados. o Reprimiu os Homens Novos e o povo, assassinou inimigos e restituiu o poder aos Patrícios.
  • 36. Primeiro triunvirato romano: Pompeu, Crasso, Júlio César: o Crasso morreu na Síria em 53 a.C. o Pompeu foi nomeado Cônsul único e defensor da República, destituindo Júlio César. o César chegou no Egito, conheceu Cleópatra, colocou – a no trono e, juntos, tomaram Roma. o Pompeu fugiu e foi assassinado no Egito.
  • 39. Júlio César – Ditador Perpétuo de Roma: o Expansão territorial (Espanha, Norte da África). o Obras públicas e geração de empregos. o Saneamento financeiro do Estado. o Concessão de cidadania nos domínios romanos. o A aristocracia foi obrigada a empregar pelo menos 1/3 dos homens livres em suas terras. o Júlio César só crescia em popularidade.
  • 41. O assassinato de Júlio César (44 a.C.): o Ao retornar do Egito com Cleópatra, César ainda trouxe um filho (Cesárium). o A influência política de Cleópatra era visível. o A oposição suspeitava que César desejasse o título de Imperator, com direito à hereditariedade. o Brutus e Cassius arquitetaram o assassinato de Júlio César nos idos de Março de 44 a.C.
  • 43. Segundo triunvirato romano: Marco Antônio, Caio Otávio e Lépido: o Os assassinos de César foram todos mortos. o Territórios divididos: Otávio ficou com o Ocidente, Marco Antônio com o Oriente e Lépido com a África. o Rivalidades levaram Caio Otávio a afastar Lépido e vencer a batalha do Áctium (31 a.C.) contra Marco Antônio e Cleópatra.
  • 44. 8. Alto Império: Caio Otávio (27 a.C. a 14): o Títulos: Sumus Pontífices, Princips Senatus, Imperator, Augustus. Bases de poder: o Imperium: poder sobre o Exército. o Proconsular: indicava governadores de províncias. o Tribunício: representante da plebe no Senado.
  • 46. Principado (República aparente): o Províncias: imperiais (militares) e senatoriais (civis). o Indicava e controlava os governadores. o Criou o sistema estatal de impostos. o Criou o sistema censitário e reestruturou o sistema político: ordem senatorial (púrpura, com mais privilégios) e ordem equestre (azul, com menos privilégios).
  • 48. O século de Augusto (Pax Romana): o A obra de Augusto foi imensa, na paz e na guerra, marcando uma das épocas mais brilhantes. o Pacificou as províncias. o Realizou uma brilhante administração. o Cercou – se de artistas, escritores, intelectuais. o Conteve as influências do helenismo (hedonismo). o Tentou resgatar as tradições morais de Roma.
  • 49. A política do Pão e Circo (panem et circenses) o Os líderes romanos envolviam a população em geral e, para mantê-la fiel à ordem estabelecida e conquistar o seu apoio davam comida e diversão, acalmando e cooptando a plebe. o Além da distribuição de cereais, havia a promoção de vários eventos para entreter e distrair o povo. o Acalmava – se o povo com sangrentos espetáculos em arenas, envolvendo gladiadores, animais ferozes, corridas de bigas, acrobacias, bandas, espetáculos com palhaços, artistas de teatro e corridas de cavalo.
  • 53. 9. Baixo Império o Quatro dinastias, 22 imperadores governaram Roma: Júlio – Claudiana, Flávios, Antoninos e Severos. o Sem herdeiros, Otávio indicou como sucessor, Tibério, seu filho adotivo. o Posteriormente as indicações seriam feitas pelos militares da guarda pretoriana.
  • 54. Ruralização econômica e as crises do séc. III Crise escravista: o O fim das guerras de conquistas provocou o fim da entrada de escravos nos limites do Império. Crise econômica: o Houve queda na produção, desabastecimento, inflação, retração nos mercados. o Com a queda na receita, o Estado elevou os impostos.
  • 56. Crise social e êxodo urbano: o Fome, miséria, a população fugiu para o campo. o As Villas (autossuficientes) mantinham economia agrária de subsistência e ofereciam a meação. Crise religiosa: o O Cristianismo se expandia com uma mensagem de tolerância, igualdade e amor ao próximo. o Tais princípios chocavam – se com as estruturas de poder romanas.
  • 64. Razões das perseguições: o Os cristãos recusavam – se a cultuar os deuses romanos e o Imperador (Augusto). o A igualdade cristã chocava – se com a sociedade de classes e escravista romana. o Todas as catástrofes: epidemias, desgraças, enchentes, incêndios seriam culpa dos cristãos. o Nero iniciou as perseguições aos cristãos.
  • 65. Efeito contrário: o As perseguições, martírios e resignação sensibilizaram e converteram muitos romanos. Edito de Milão (313) – Constantino: o Proibiu as perseguições e concedeu liberdade de culto aos cristãos. Edito de Tessalônica (391) – Teodósio: o Cristianismo: religião oficial do Império Romano.
  • 66. Tetrarquia: o O Império governado por 02 Augustos (Diocleciano e Maximiano) e 02 Césares (Constâncio e Galério). o As relações entre os quatro imperadores eram pautadas pelo equilíbrio e pelo respeito. o Diocleciano, mantinha a supremacia, instalou-se em Nicomédia, no Oriente, e Maximiano em Milão, o que provocou a perda de superioridade de Roma.
  • 69. Fim do Império Romano Ocidental – 476: Invasões bárbaras germânicas: o As crises enfraqueceram o Império Romano. o Atraídos pelas riquezas romanas os bárbaros germânicos infiltraram – se no Império. o Roma foi saqueada por Visigodos, Vândalos, Francos, Anglos e Saxões. o 476 – Odoacro (rei dos Hérulos) depôs Rômulo Augústulo e assumiu como rei da Itália.
  • 70. 10 – Religião: o Imitação da religião grega. o Deuses possuíam virtudes e defeitos. o A religião servia os homens e era considerada pagã pelos cristãos. o Uma das razões dos atritos entre Imperadores romanos e cristãos que foram perseguidos.
  • 71. Deuses Romanos e Gregos Romano Grego Função JÚPITER ZEUS MAIOR JUNO HERA ESPOSA MARTE ARES GUERRA VÊNUS AFRODITE AMOR MINERVA ATENA SABEDORIA NETUNO POSEIDON MAR APOLO APOLO SOL, ARTES, LUZ