SlideShare uma empresa Scribd logo
Tema: Revolução Russa e o Stalinismo 
CZAR = Imperador em Russo 
Característica do Czarismo : Centralização do poder econômico, político e militar, sistema capitalista e feudalismo, com 
grandes concentrações de terras nas mãos de poucas pessoas, favorecimento dos grandes proprietários de terra, do clero e da 
cúpula do exército. 
Características da Rússia: era a maior nação em território e população ( 150 milhões de pessoas), estava atrasada em relação 
as outras potencias industrializadas Europa. sua população era formada por diversos povos e culturas. 
O povo não tinha a terra e a educação, como o êxodo rural, o alto desemprego nas cidades e os baixos salários, a fome, a doença 
e a mortalidade que tomavam conta do país, o que gerou diversos movimentos que contestavam o regime czarista. 
Domingo Sangrento : Em janeiro de 1905, uma grande multidão reuniu-se ás portas do palácio imperial para pedir audiência 
ao czar. O exército abriu fogo contra eles matando muitos dos manifestantes. O que gerou uma série de revoltas no país inteiro. 
Uma poderosa unidade da frota do mar Negro, o encouraçado Potemkin, se juntou aos rebeldes. 
Derrotas Humilhantes: Em 1905 a Rússia foi derrotada pelo Japão em uma guerra pelo território na região chinesa da 
Mandchúria. Mais tarde a participação da Rússia na primeira guerra representou um número elevado de mortes, devido ao 
despreparo dos soldados russos e a falta de armamento. 
Partido Operario da Social-D emocracia Russa : Fundado no final do século XIX o POSDR, participaram ativamente do 
movimento contra a guerra e o regime. Devido a uma série de divergências internas, o partido acabou por se dividir 
em duas facções. 
Bolcheviques: Os bolcheviques (palavra que significa "maioria"), dirigidos por Lenin; Defendiam a revolução imediata 
conduzida pelos operários e camponeses, liquidando de vez com o capitalismo liberal. 
Mencheviques: Os mencheviques, a "minoria", liderados por Alexander Kerenski Achava que não deveria acabar com o 
capitalismo e sim reforma-lo. Após, então, viria a revolução conduzida pelos burgueses com o apoio de camponeses e 
operários. 
A Revolução de 1917 
Em março de 1917, eclodiu um movimento revolucionário na cidade de Petrogrado (atualmente São Petersburgo). As tropas do 
exército aderiram à revolução. Nessa ocasião, reorganizaram-se os sovietes, conselhos de operários e soldados, surgidos no 
movimento de 1905. 
Todos pressionavam o governo provocando manifestações de rua e greves generalizadas. A polícia não conseguia deter o 
movimento e o exército se recusava a marchar contra a população. O Czar Nicolau II abdicou do trono e os revolucionários 
formaram um governo provisório composto por tendências políticas variadas, dirigido por Alexandre Kerenski um lider 
menchevique. Neste novo governo existiam dois poderes paralelos: 
A Duma ( parlamento) e os Sovietes ( conselho de operários) . Enquanto isso, a guerra contra a Alemanha continuava. A crise 
criada pela guerra e a variada composição do governo revolucionário não permitiram que os grandes problemas econômicos 
que afetavam a população russa fossem solucionados. 
Sovietes: Um conselho popular de estrutura livre que defendia uma forma de governo socialista radical e atuava como um 
governo paralelo foi organizado por Trotsky em 1905. Era composto por analfabetos, operários, soldados e camponeses, seus 
membros eram escolhidos por aclamação popular. Tinham como objetivo a criação de uma ordem exclusivamente socialista na 
Rússia e o enfraquecimento de todas as forças políticas não socialistas, chamados por eles de "burgueses" ou "capitalistas". 
Duma: Assembléia Nacional Parlamentar com a finalidade de exercer um poder de caráter legislativo. Seria eleita com base 
na afiliação político partidária e estendida a todos os partidos, incluindo os revolucionários mais radicais. 
A Revolução de Outubro de 1917 
O governo provisório tornava-se cada vez mais impopular e propiciou o avanço dos bolcheviques. Lênin líder bolchevista prega 
a saída da Rússia da guerra, o fortalecimento dos sovietes e o confisco das grandes propriedades rurais, com a distribuição de 
terra aos camponeses afirmando que seu governo traria "pão, paz e terra" ao povo. Ele acreditava que através da adoção da 
ditadura do proletariado para realizar a revolução socialista na Rússia é que seria possível alcançar a paz. 
Cada vez mais isolado no governo, Kerenski não consegue se manter. Os bolcheviques ingressam em massa nos sovietes. Lênin 
convence o comando bolchevique a encampar a idéia de revolução. A resistência de Kerenski é debelada e no dia 25 de
outubro, enfim os bolcheviques triunfam. Parte da guarnição militar e dos marinheiros da frota do Báltico se juntou aos guardas 
vermelhos 
Após, a segunda revolução, Instalou-se uma sangrenta Guerra Civil na Rússia. Aproveitando a instabilidade o Czar Nicolau II, 
financiado pelas potências Européias, tentou voltar ao poder, mais o seu exercito Branco (nobres), foi derrotado pelo exercito 
Vermelha, uma milícia popular, que foi criada nas fábricas para ser o braço armado dos bolcheviques. Kerenski foge da Rússia. 
Os bolcheviques, largamente majoritários no Congresso dos Sovietes, tomam o poder em 7 de novembro de 1917. 
A Revolução Russa é vitoriosa e instala o primeiro Estado socialista do mundo. O czar Nicolau II e sua família são executados 
pelos bolcheviques e a ameaça da contra-revolução afastada. 
Reformas do governo revolucionário 
O novo governo, presidido por Lênin, procurou criar uma nova sociedade, baseada no socialismo. 
* Distribuição das terras que eram de propriedade da nobreza e da igreja e cede aos camponeses. Fim da propriedade privada. 
* O controle das fábricas é transferido aos operários, estatização das industrias e os bancos nacionalizados. 
*Moscou passa a ser a capital do país. 
*Em março de 1918 , finalmente, sai da guerra assinado um acordo de a Paz com a Alemanha. Aceitando perder a Polônia, a 
Ucrânia, a Finlândia e os países bálticos. 
* Em 1921, Lênin, instituísse a NEP (Nova Política Econômica), que reunia medidas socialistas com capitalistas. como solução 
para vencer o impasse econômico. E diz a famosa frase: 'É preciso dar dois passos para trás para depois voltar a avançar'. 
* Em 1924 é criada a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) com a adoção de nova Constituição. 
A Ascensão de Stalin 
Lênin, o fundador do primeiro Estado socialista, morre em 1924 e sua morte deu a uma violenta luta pelo poder entre Trotsky e 
Stalin. Os dois tinham concepções diferentes de política e revolução. 
Para Trotsky, o sucesso do socialismo na URSS depende da vitória de revoluções operárias nos países vizinhos. Defendia, 
portanto, a revolução mundial permanente. 
Stálin, ao contrário, defendia a construção do socialismo apenas na URSS, deixando de lado a tese da revolução mundial até 
conseguir a industrialização do país, com a União Soviética em pé de igualdade com as nações capitalistas. 
Trótsky é um intelectual de formação sofisticada, revolucionário que liderou o exercito vermelho, Stálin é um burocrata, que 
soube construir uma máquina política dentro do partido. É duro e brutal, 
Stálin derrota Trótsky, que é destituído de suas funções, expulso do partido em 1927 é deportado da União Soviética em 1929. 
Tempos depois, em 1940 é assassinado no México a mando de Stálin.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
7 de Setembro
 
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas". Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Paula Meyer Piagentini
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
Fabiana Tonsis
 
3º ano era vargas
3º ano   era vargas3º ano   era vargas
3º ano era vargas
Daniel Alves Bronstrup
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Douglas Barraqui
 
Exercicio revolução russa
Exercicio revolução russaExercicio revolução russa
Exercicio revolução russa
Atividades Diversas Cláudia
 
Colonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaColonização da América Espanhola
Colonização da América Espanhola
Edenilson Morais
 
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
Daniel Alves Bronstrup
 
Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)
Edenilson Morais
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slide
Isabel Aguiar
 
Revoltas na República Velha
Revoltas na República VelhaRevoltas na República Velha
Revoltas na República Velha
Edenilson Morais
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
Bruce Portes
 
República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)
Edenilson Morais
 
Conjuração Mineira
Conjuração MineiraConjuração Mineira
Conjuração Mineira
Gisele Finatti Baraglio
 
13 colônias inglesas
13 colônias inglesas13 colônias inglesas
13 colônias inglesas
harlissoncarvalho
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO I
Isabel Aguiar
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
Ramiro Bicca
 
Atividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antigaAtividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antiga
PAULO APARECIDO DOS SANTOS
 
3º ano primeira guerra mundial
3º ano   primeira guerra mundial3º ano   primeira guerra mundial
3º ano primeira guerra mundial
Daniel Alves Bronstrup
 
Ditaduras na america latina
Ditaduras na america latinaDitaduras na america latina
Ditaduras na america latina
Isabel Aguiar
 

Mais procurados (20)

Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
 
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas". Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
 
3º ano era vargas
3º ano   era vargas3º ano   era vargas
3º ano era vargas
 
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda GuerraPeríodo Entre Guerras e Segunda Guerra
Período Entre Guerras e Segunda Guerra
 
Exercicio revolução russa
Exercicio revolução russaExercicio revolução russa
Exercicio revolução russa
 
Colonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaColonização da América Espanhola
Colonização da América Espanhola
 
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)3º ano   Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
3º ano Segunda Guerra Mundial (1939 – 1945)
 
Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slide
 
Revoltas na República Velha
Revoltas na República VelhaRevoltas na República Velha
Revoltas na República Velha
 
Neocolonialismo
NeocolonialismoNeocolonialismo
Neocolonialismo
 
República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)
 
Conjuração Mineira
Conjuração MineiraConjuração Mineira
Conjuração Mineira
 
13 colônias inglesas
13 colônias inglesas13 colônias inglesas
13 colônias inglesas
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO I
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
Atividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antigaAtividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antiga
 
3º ano primeira guerra mundial
3º ano   primeira guerra mundial3º ano   primeira guerra mundial
3º ano primeira guerra mundial
 
Ditaduras na america latina
Ditaduras na america latinaDitaduras na america latina
Ditaduras na america latina
 

Semelhante a Revolução russa 9 ano

Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
dmflores21
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
Janayna Lira
 
Quem foi lênin vladimir illitch-ulianov
Quem foi lênin vladimir illitch-ulianovQuem foi lênin vladimir illitch-ulianov
Quem foi lênin vladimir illitch-ulianov
marcosfm32
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
Janayna Lira
 
Revolução russa 9º anos e 3º anos
Revolução russa 9º anos e 3º anosRevolução russa 9º anos e 3º anos
Revolução russa 9º anos e 3º anos
Íris Ferreira
 
A revolução proletária e a crise do sistema capitalista internacional
A revolução proletária e a crise do sistema capitalista internacionalA revolução proletária e a crise do sistema capitalista internacional
A revolução proletária e a crise do sistema capitalista internacional
Evonaldo Gonçalves Vanny
 
Revoluções Socialistas
  Revoluções Socialistas   Revoluções Socialistas
Revoluções Socialistas
Fabio Salvari
 
Revolução Russa
Revolução Russa Revolução Russa
Revolução Russa
Rose Vital
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
Alan
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Revolução russa de 1917
Revolução russa de 1917Revolução russa de 1917
Revolução russa de 1917
carneiro62
 
A revolução soviética
A revolução soviética A revolução soviética
A revolução soviética
Sofia Caetano
 
Caderno diário marxismo leninismo
Caderno diário marxismo leninismoCaderno diário marxismo leninismo
Caderno diário marxismo leninismo
Laboratório de História
 
Caderno diário marxismo leninismo
Caderno diário marxismo leninismoCaderno diário marxismo leninismo
Caderno diário marxismo leninismo
Laboratório de História
 
Revolução russa 2
Revolução russa 2Revolução russa 2
Revolução russa 2
Gabriel Rocha
 
Revolução Russa - Prof. Fernando Falcão - III ANO elisa
Revolução Russa - Prof. Fernando Falcão - III ANO elisaRevolução Russa - Prof. Fernando Falcão - III ANO elisa
Revolução Russa - Prof. Fernando Falcão - III ANO elisa
Paulo Josué
 
Revolução Russa slide.pptx
Revolução Russa slide.pptxRevolução Russa slide.pptx
Revolução Russa slide.pptx
MayconNogueira2
 
Aula 2 E 3
Aula 2 E 3Aula 2 E 3
Aula 2 E 3
josepedrosilva
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
Joao Victor Soares Gusmão
 
2º Revolução Soviética: As Duas Revoluções
2º Revolução Soviética: As Duas Revoluções2º Revolução Soviética: As Duas Revoluções
2º Revolução Soviética: As Duas Revoluções
Básicas ou Secundárias
 

Semelhante a Revolução russa 9 ano (20)

Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
Quem foi lênin vladimir illitch-ulianov
Quem foi lênin vladimir illitch-ulianovQuem foi lênin vladimir illitch-ulianov
Quem foi lênin vladimir illitch-ulianov
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
Revolução russa 9º anos e 3º anos
Revolução russa 9º anos e 3º anosRevolução russa 9º anos e 3º anos
Revolução russa 9º anos e 3º anos
 
A revolução proletária e a crise do sistema capitalista internacional
A revolução proletária e a crise do sistema capitalista internacionalA revolução proletária e a crise do sistema capitalista internacional
A revolução proletária e a crise do sistema capitalista internacional
 
Revoluções Socialistas
  Revoluções Socialistas   Revoluções Socialistas
Revoluções Socialistas
 
Revolução Russa
Revolução Russa Revolução Russa
Revolução Russa
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe AssunçãoESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
ESTUDO DIRIGIDO REVOLUÇÃO RUSSA - Prof. Ms. Noe Assunção
 
Revolução russa de 1917
Revolução russa de 1917Revolução russa de 1917
Revolução russa de 1917
 
A revolução soviética
A revolução soviética A revolução soviética
A revolução soviética
 
Caderno diário marxismo leninismo
Caderno diário marxismo leninismoCaderno diário marxismo leninismo
Caderno diário marxismo leninismo
 
Caderno diário marxismo leninismo
Caderno diário marxismo leninismoCaderno diário marxismo leninismo
Caderno diário marxismo leninismo
 
Revolução russa 2
Revolução russa 2Revolução russa 2
Revolução russa 2
 
Revolução Russa - Prof. Fernando Falcão - III ANO elisa
Revolução Russa - Prof. Fernando Falcão - III ANO elisaRevolução Russa - Prof. Fernando Falcão - III ANO elisa
Revolução Russa - Prof. Fernando Falcão - III ANO elisa
 
Revolução Russa slide.pptx
Revolução Russa slide.pptxRevolução Russa slide.pptx
Revolução Russa slide.pptx
 
Aula 2 E 3
Aula 2 E 3Aula 2 E 3
Aula 2 E 3
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
2º Revolução Soviética: As Duas Revoluções
2º Revolução Soviética: As Duas Revoluções2º Revolução Soviética: As Duas Revoluções
2º Revolução Soviética: As Duas Revoluções
 

Mais de Frederico Marques Sodré

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptxINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
Frederico Marques Sodré
 
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptxBIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
Frederico Marques Sodré
 
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptxESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
Frederico Marques Sodré
 
Slide Santa Rita do Novo Destino
Slide Santa Rita do Novo DestinoSlide Santa Rita do Novo Destino
Slide Santa Rita do Novo Destino
Frederico Marques Sodré
 
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Frederico Marques Sodré
 
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Frederico Marques Sodré
 
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Frederico Marques Sodré
 
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Frederico Marques Sodré
 
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º AnoCaderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Frederico Marques Sodré
 
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º AnoCaderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Frederico Marques Sodré
 
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais  Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Frederico Marques Sodré
 
Mapa Conceitual República Velha
Mapa Conceitual República VelhaMapa Conceitual República Velha
Mapa Conceitual República Velha
Frederico Marques Sodré
 
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIIIMapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Frederico Marques Sodré
 
Mapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Mapa conceitual Absolutismo e MercantilismoMapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Mapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Frederico Marques Sodré
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Absolutismo e mercantilismo
Absolutismo e mercantilismoAbsolutismo e mercantilismo
Absolutismo e mercantilismo
Frederico Marques Sodré
 
A origem da filosofia
A origem da filosofiaA origem da filosofia
A origem da filosofia
Frederico Marques Sodré
 
Reforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e ContrarreformaReforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e Contrarreforma
Frederico Marques Sodré
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Populismo no Brasil
O Populismo no BrasilO Populismo no Brasil
O Populismo no Brasil
Frederico Marques Sodré
 

Mais de Frederico Marques Sodré (20)

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptxINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
 
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptxBIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
BIODIVERSIDADE - 2ª SÉRIE - BIOLOGIA.pptx
 
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptxESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
 
Slide Santa Rita do Novo Destino
Slide Santa Rita do Novo DestinoSlide Santa Rita do Novo Destino
Slide Santa Rita do Novo Destino
 
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O menino e o foguete - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
 
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
O cabelo da menina - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
 
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
Azizi, o menino viajante - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
 
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
A menina das estrelas - Coleção Leia para Uma Criança - Itaú
 
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º AnoCaderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 7º Ano
 
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º AnoCaderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
Caderno do Futuro Língua Portuguesa 6º Ano
 
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais  Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
 
Mapa Conceitual República Velha
Mapa Conceitual República VelhaMapa Conceitual República Velha
Mapa Conceitual República Velha
 
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIIIMapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
Mapa Conceitual Sociedade Francesa XVIII
 
Mapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Mapa conceitual Absolutismo e MercantilismoMapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
Mapa conceitual Absolutismo e Mercantilismo
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Absolutismo e mercantilismo
Absolutismo e mercantilismoAbsolutismo e mercantilismo
Absolutismo e mercantilismo
 
A origem da filosofia
A origem da filosofiaA origem da filosofia
A origem da filosofia
 
Reforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e ContrarreformaReforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e Contrarreforma
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
O Populismo no Brasil
O Populismo no BrasilO Populismo no Brasil
O Populismo no Brasil
 

Último

AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 

Revolução russa 9 ano

  • 1. Tema: Revolução Russa e o Stalinismo CZAR = Imperador em Russo Característica do Czarismo : Centralização do poder econômico, político e militar, sistema capitalista e feudalismo, com grandes concentrações de terras nas mãos de poucas pessoas, favorecimento dos grandes proprietários de terra, do clero e da cúpula do exército. Características da Rússia: era a maior nação em território e população ( 150 milhões de pessoas), estava atrasada em relação as outras potencias industrializadas Europa. sua população era formada por diversos povos e culturas. O povo não tinha a terra e a educação, como o êxodo rural, o alto desemprego nas cidades e os baixos salários, a fome, a doença e a mortalidade que tomavam conta do país, o que gerou diversos movimentos que contestavam o regime czarista. Domingo Sangrento : Em janeiro de 1905, uma grande multidão reuniu-se ás portas do palácio imperial para pedir audiência ao czar. O exército abriu fogo contra eles matando muitos dos manifestantes. O que gerou uma série de revoltas no país inteiro. Uma poderosa unidade da frota do mar Negro, o encouraçado Potemkin, se juntou aos rebeldes. Derrotas Humilhantes: Em 1905 a Rússia foi derrotada pelo Japão em uma guerra pelo território na região chinesa da Mandchúria. Mais tarde a participação da Rússia na primeira guerra representou um número elevado de mortes, devido ao despreparo dos soldados russos e a falta de armamento. Partido Operario da Social-D emocracia Russa : Fundado no final do século XIX o POSDR, participaram ativamente do movimento contra a guerra e o regime. Devido a uma série de divergências internas, o partido acabou por se dividir em duas facções. Bolcheviques: Os bolcheviques (palavra que significa "maioria"), dirigidos por Lenin; Defendiam a revolução imediata conduzida pelos operários e camponeses, liquidando de vez com o capitalismo liberal. Mencheviques: Os mencheviques, a "minoria", liderados por Alexander Kerenski Achava que não deveria acabar com o capitalismo e sim reforma-lo. Após, então, viria a revolução conduzida pelos burgueses com o apoio de camponeses e operários. A Revolução de 1917 Em março de 1917, eclodiu um movimento revolucionário na cidade de Petrogrado (atualmente São Petersburgo). As tropas do exército aderiram à revolução. Nessa ocasião, reorganizaram-se os sovietes, conselhos de operários e soldados, surgidos no movimento de 1905. Todos pressionavam o governo provocando manifestações de rua e greves generalizadas. A polícia não conseguia deter o movimento e o exército se recusava a marchar contra a população. O Czar Nicolau II abdicou do trono e os revolucionários formaram um governo provisório composto por tendências políticas variadas, dirigido por Alexandre Kerenski um lider menchevique. Neste novo governo existiam dois poderes paralelos: A Duma ( parlamento) e os Sovietes ( conselho de operários) . Enquanto isso, a guerra contra a Alemanha continuava. A crise criada pela guerra e a variada composição do governo revolucionário não permitiram que os grandes problemas econômicos que afetavam a população russa fossem solucionados. Sovietes: Um conselho popular de estrutura livre que defendia uma forma de governo socialista radical e atuava como um governo paralelo foi organizado por Trotsky em 1905. Era composto por analfabetos, operários, soldados e camponeses, seus membros eram escolhidos por aclamação popular. Tinham como objetivo a criação de uma ordem exclusivamente socialista na Rússia e o enfraquecimento de todas as forças políticas não socialistas, chamados por eles de "burgueses" ou "capitalistas". Duma: Assembléia Nacional Parlamentar com a finalidade de exercer um poder de caráter legislativo. Seria eleita com base na afiliação político partidária e estendida a todos os partidos, incluindo os revolucionários mais radicais. A Revolução de Outubro de 1917 O governo provisório tornava-se cada vez mais impopular e propiciou o avanço dos bolcheviques. Lênin líder bolchevista prega a saída da Rússia da guerra, o fortalecimento dos sovietes e o confisco das grandes propriedades rurais, com a distribuição de terra aos camponeses afirmando que seu governo traria "pão, paz e terra" ao povo. Ele acreditava que através da adoção da ditadura do proletariado para realizar a revolução socialista na Rússia é que seria possível alcançar a paz. Cada vez mais isolado no governo, Kerenski não consegue se manter. Os bolcheviques ingressam em massa nos sovietes. Lênin convence o comando bolchevique a encampar a idéia de revolução. A resistência de Kerenski é debelada e no dia 25 de
  • 2. outubro, enfim os bolcheviques triunfam. Parte da guarnição militar e dos marinheiros da frota do Báltico se juntou aos guardas vermelhos Após, a segunda revolução, Instalou-se uma sangrenta Guerra Civil na Rússia. Aproveitando a instabilidade o Czar Nicolau II, financiado pelas potências Européias, tentou voltar ao poder, mais o seu exercito Branco (nobres), foi derrotado pelo exercito Vermelha, uma milícia popular, que foi criada nas fábricas para ser o braço armado dos bolcheviques. Kerenski foge da Rússia. Os bolcheviques, largamente majoritários no Congresso dos Sovietes, tomam o poder em 7 de novembro de 1917. A Revolução Russa é vitoriosa e instala o primeiro Estado socialista do mundo. O czar Nicolau II e sua família são executados pelos bolcheviques e a ameaça da contra-revolução afastada. Reformas do governo revolucionário O novo governo, presidido por Lênin, procurou criar uma nova sociedade, baseada no socialismo. * Distribuição das terras que eram de propriedade da nobreza e da igreja e cede aos camponeses. Fim da propriedade privada. * O controle das fábricas é transferido aos operários, estatização das industrias e os bancos nacionalizados. *Moscou passa a ser a capital do país. *Em março de 1918 , finalmente, sai da guerra assinado um acordo de a Paz com a Alemanha. Aceitando perder a Polônia, a Ucrânia, a Finlândia e os países bálticos. * Em 1921, Lênin, instituísse a NEP (Nova Política Econômica), que reunia medidas socialistas com capitalistas. como solução para vencer o impasse econômico. E diz a famosa frase: 'É preciso dar dois passos para trás para depois voltar a avançar'. * Em 1924 é criada a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) com a adoção de nova Constituição. A Ascensão de Stalin Lênin, o fundador do primeiro Estado socialista, morre em 1924 e sua morte deu a uma violenta luta pelo poder entre Trotsky e Stalin. Os dois tinham concepções diferentes de política e revolução. Para Trotsky, o sucesso do socialismo na URSS depende da vitória de revoluções operárias nos países vizinhos. Defendia, portanto, a revolução mundial permanente. Stálin, ao contrário, defendia a construção do socialismo apenas na URSS, deixando de lado a tese da revolução mundial até conseguir a industrialização do país, com a União Soviética em pé de igualdade com as nações capitalistas. Trótsky é um intelectual de formação sofisticada, revolucionário que liderou o exercito vermelho, Stálin é um burocrata, que soube construir uma máquina política dentro do partido. É duro e brutal, Stálin derrota Trótsky, que é destituído de suas funções, expulso do partido em 1927 é deportado da União Soviética em 1929. Tempos depois, em 1940 é assassinado no México a mando de Stálin.