SlideShare uma empresa Scribd logo
RESUMÃO DO 3ÃO
Prof. Msc. Daniel Alves Bronstrup
http:// facebook.com/daniel.alvesbronstrup
http:// profhistdaniel.blogspot.com
@danielbronstrup
ALTA IDADE MÉDIA.
FEUDALISMO
 INVASÕES BÁRBARAS
 GERMANICOS
 HUNOS
 REINOS
 REINO VISIGODO
 REINO FRANCO
 FUNDADO POR CLÓVIS (481-511)
 DINASTIAS
 MEROVÍNGIA
 REIS INDOLENTES
 PREFEITOS DO PALÁCIO
 CAROLÍONGIA
 INICIADA POR PEPINO, O
BREVE (751)
 CARLOS MAGNO (768-814).
 FRAGMENTAÇÃO POLÍTICA
 CRUZADAS.
ECONOMIA
 SUBSISTÊNCIA
 AGRICULTURA
 PECUÁRIA
 ARTESANATO
 POUCO FLUXO DE
MOEDAS - CÂMBIO
 PEQUENAS FEIRAS /
MERCADOS
SOCIEDADE
– IMOBILIDADE
– CLERICAL
– HIERARQUIZADA
– ESTAMENTAL /
ORDENS
SOCIEDADE
 CLERO
 REGULAR
 SECULAR
 NOBREZA
 SENHORES FEUDAIS
 CAVALEIROS
 A VASSALAGEM
 SUSERANO DOA O FEUDO
 VASSALO RECEBE O FEUDO
 OCORRE LAÇOS DE OBRIGAÇÕES
MÚTUAS
 SERVOS
 SERVO DA TERRA
 PAGAMENTO de TAXAS / IMPOSTOS
 CORVÉIA
 TALHA
 BANALIDADE
 CAPITAÇÃO
 TOSTÃO DE PEDRO
 MÃO MORTA
 PRESOS À TERRA
 SERVO VILÃO: TRABALHADORES LIVRES
IMPÉRIO BIZANTINO
 Inicialmente, foi parte do Império Romano do
Oriente.
 CAPITAL: Constantinopla.
 RELIGIÃO: cristã ortodoxa.
 Patriarca:
 cargo mais alto da Igreja local.
 Era escolhido pelo imperador.
 Movimento Iconoclasta:
 proibição, por parte do imperador, de exibir e/ou
adorar ícones. As imagens foram quebradas;
 1) Igreja Católica Apostólica Romana:
 Sede: Roma.
 Chefe: Papa.
 Língua da missa: latim.
 celibato era para todos os membros do clero.
2) Igreja Cristã Ortodoxa:
Sede: Constantinopla.
Chefe: Patriarca.
Língua da missa: grego.
celibato era apena para os bispo.
Não acreditavam no purgatório
 ARTE: tinha grande influência da religião.
 Ex: mosaicos, pinturas, arquitetura.
Cisma do Oriente (1054):
separação da Igreja Cristã em duas:
POLÍTICA:
 Justiniano (527-565): principal imperador. Tinha como
objetivo restaurar o antigo território do Império Romano.
 Cesaropapismo.
 Criou o Corpo Juris Civilis:
 Código: reunião de todas as leis romanas;
 Digesto: reunião dos pareceres dos magistrados
romanos;
 Institutas: princípios do direito para os estudantes.
 Novelas: novas leis de Justiniano.

Revolta de Nika (532): populares fizeram manifestação
contra o governo de Justiniano. Como represália foram
massacrados no hipódromo.
DECLÍNIO E QUEDA DO IMPÉRIO
BIZANTINO.
 Causas:
 Enormes gastos militares para defendera as fronteiras;
 As violentas disputas pelo poder entre civis e militares;
 Perseguição a quem não seguia a religião do Império.

 ✔Com o enfraquecimento do poder no Império
Bizantino, a cidade de Constantinopla foi tomada pelos
Turcos-Otomanos em 1453.
EXPANSÃO ISLÂMICA.
 Os árabes pré-islâmicos eram politeístas e idólatras.
 Maomé:
 Trabalhava nas caravanas que percorriam o Oriente Médio
 Conheceu as doutrinas monoteístas do Cristianismo e do
Judaísmo
 Hégira (FUGA) (622 d.C).
 A Hégira marca o início do calendário muçulmano.
 Em 630, com o apoio dos árabes do deserto, Maomé destruiu
os ídolos.
 A Pedra Negra foi mantida e, em solenidade, dedicada a Alá.
 Surgiu, então, o Islão e, consequentemente, o monoteísmo.
 Organizou-se, então, o Estado Teocrárico.
 Preceitos do Islã:
 Culto ao único Deus (Alá);
 Jejum no mês do Ramadã;
 Oração cinco vezes ao dia;
 Peregrinações à Meca;
 Doação de esmolas;
 Não ingestão de carne de porco e de bebidas
alcoólicas;
 Promoção da guerra santa (Jihad).
 Livro sagrado: Alcorão.
EXPANSÃO ISLÂMICA.
 A primeira dinastia do Islã correspondia a família Haxemita, de
Maomé
 A religião islâmica não é original, trata-se de um sincretismo
religioso que tem por base o Cristianismo e o Judaísmo
 As principais razões econômicas e políticas que motivaram a
expansão árabe pelo mediterrâneo são:
 - a atração pelo saque (botim)
 - a unificação política que Maomé conseguiu
 A expansão do Império Árabe isolou a Europa Ocidental com o
fechamento do Mediterrâneo,
 acentuando uma tendência à ruralização econômica que culminou na
formação do sistema feudal europeu.
EXPANSÃO ISLÂMICA.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.
Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.
Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.
Daniel Alves Bronstrup
 
Idade Média
Idade MédiaIdade Média
Idade Média
CEF Arapoanga
 
O feudalismo 2015
O feudalismo 2015O feudalismo 2015
O feudalismo 2015
Denis Gasco
 
Alta idade média
Alta idade médiaAlta idade média
Alta idade média
Thiago Bro
 
Feudalismo - baixa idade média
Feudalismo - baixa idade médiaFeudalismo - baixa idade média
Feudalismo - baixa idade média
Charlies Ponciano
 
O feudalismo
O feudalismoO feudalismo
O feudalismo
Denis Gasco
 
A sociedade feudal - 7-ano
A sociedade feudal - 7-anoA sociedade feudal - 7-ano
A sociedade feudal - 7-ano
Lucas Degiovani
 
A alta idade média
A alta idade médiaA alta idade média
A alta idade média
Dione Pereira
 
Idade media - Bizantinos e Islã
Idade media - Bizantinos e IslãIdade media - Bizantinos e Islã
Idade media - Bizantinos e Islã
Denis Gasco
 
Antiguidade oriental 2016
Antiguidade oriental 2016Antiguidade oriental 2016
Antiguidade oriental 2016
Denis Gasco
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
Thiago Bro
 
3ão - aula 1- 1 A - primeiras civilizações
3ão -  aula 1- 1 A - primeiras civilizações3ão -  aula 1- 1 A - primeiras civilizações
3ão - aula 1- 1 A - primeiras civilizações
Daniel Alves Bronstrup
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
Eduard Henry
 
Renascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbanoRenascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbano
Denis Gasco
 
Feudalismo 1
Feudalismo 1Feudalismo 1
Feudalismo 1
Jorge Basílio
 
ALTA IDADE MÉDIA
ALTA IDADE MÉDIAALTA IDADE MÉDIA
3 feudalismo
3 feudalismo3 feudalismo
3 feudalismo
profrogerio1
 
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e UrbanoIdade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
aluizioalves
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
Daniel Alves Bronstrup
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
Laah Almeida
 

Mais procurados (20)

Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.
Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.
Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.
 
Idade Média
Idade MédiaIdade Média
Idade Média
 
O feudalismo 2015
O feudalismo 2015O feudalismo 2015
O feudalismo 2015
 
Alta idade média
Alta idade médiaAlta idade média
Alta idade média
 
Feudalismo - baixa idade média
Feudalismo - baixa idade médiaFeudalismo - baixa idade média
Feudalismo - baixa idade média
 
O feudalismo
O feudalismoO feudalismo
O feudalismo
 
A sociedade feudal - 7-ano
A sociedade feudal - 7-anoA sociedade feudal - 7-ano
A sociedade feudal - 7-ano
 
A alta idade média
A alta idade médiaA alta idade média
A alta idade média
 
Idade media - Bizantinos e Islã
Idade media - Bizantinos e IslãIdade media - Bizantinos e Islã
Idade media - Bizantinos e Islã
 
Antiguidade oriental 2016
Antiguidade oriental 2016Antiguidade oriental 2016
Antiguidade oriental 2016
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
 
3ão - aula 1- 1 A - primeiras civilizações
3ão -  aula 1- 1 A - primeiras civilizações3ão -  aula 1- 1 A - primeiras civilizações
3ão - aula 1- 1 A - primeiras civilizações
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 
Renascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbanoRenascimento comercial e urbano
Renascimento comercial e urbano
 
Feudalismo 1
Feudalismo 1Feudalismo 1
Feudalismo 1
 
ALTA IDADE MÉDIA
ALTA IDADE MÉDIAALTA IDADE MÉDIA
ALTA IDADE MÉDIA
 
3 feudalismo
3 feudalismo3 feudalismo
3 feudalismo
 
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e UrbanoIdade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 

Semelhante a Resumão do 3ão - Alta Idade Média

Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
eiprofessor
 
Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013
Fabio Salvari
 
Idade média anglo - rafa noronha
Idade média   anglo - rafa noronhaIdade média   anglo - rafa noronha
Idade média anglo - rafa noronha
Rafael Noronha
 
Invasões bárbaras e formação da europa moderna
Invasões bárbaras e formação da europa modernaInvasões bárbaras e formação da europa moderna
Invasões bárbaras e formação da europa moderna
Fatima Freitas
 
Idade média objetivo- rafa noronha
Idade média   objetivo- rafa noronhaIdade média   objetivo- rafa noronha
Idade média objetivo- rafa noronha
Rafael Noronha
 
5
55
Império Bizantino e Carolingeo
Império Bizantino e CarolingeoImpério Bizantino e Carolingeo
Império Bizantino e Carolingeo
Lú Carvalho
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
nilmarfgalvao
 
Idade Média-Feudalismo (Completo - Muito Bom).ppt
Idade Média-Feudalismo (Completo - Muito Bom).pptIdade Média-Feudalismo (Completo - Muito Bom).ppt
Idade Média-Feudalismo (Completo - Muito Bom).ppt
DailsonDbMachado
 
Feudalimo 3
Feudalimo 3Feudalimo 3
Feudalimo 3
Jorge Basílio
 
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Fatima Freitas
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
vithor
 
Islamismo
IslamismoIslamismo
Islamismo
Privada
 
SA_HIS_HIG_V01_U00_C00_03_APR.pptx
SA_HIS_HIG_V01_U00_C00_03_APR.pptxSA_HIS_HIG_V01_U00_C00_03_APR.pptx
SA_HIS_HIG_V01_U00_C00_03_APR.pptx
Valval58
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Resumo História 4ºteste.docx
Resumo História 4ºteste.docxResumo História 4ºteste.docx
Resumo História 4ºteste.docx
natercia vinhas
 
civilizaçoes pre colombianas e os astecas incas e maias
civilizaçoes pre  colombianas e os astecas incas e maiascivilizaçoes pre  colombianas e os astecas incas e maias
civilizaçoes pre colombianas e os astecas incas e maias
Alanjones119642
 
Bizantinos e carolíngios
Bizantinos e carolíngiosBizantinos e carolíngios
Bizantinos e carolíngios
Lú Carvalho
 
14. idade média no ocidente.
14. idade média no ocidente.14. idade média no ocidente.
14. idade média no ocidente.
Jose Ribamar Santos
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
Over Lane
 

Semelhante a Resumão do 3ão - Alta Idade Média (20)

Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
 
Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013Imperio bizantino e islã 2013
Imperio bizantino e islã 2013
 
Idade média anglo - rafa noronha
Idade média   anglo - rafa noronhaIdade média   anglo - rafa noronha
Idade média anglo - rafa noronha
 
Invasões bárbaras e formação da europa moderna
Invasões bárbaras e formação da europa modernaInvasões bárbaras e formação da europa moderna
Invasões bárbaras e formação da europa moderna
 
Idade média objetivo- rafa noronha
Idade média   objetivo- rafa noronhaIdade média   objetivo- rafa noronha
Idade média objetivo- rafa noronha
 
5
55
5
 
Império Bizantino e Carolingeo
Império Bizantino e CarolingeoImpério Bizantino e Carolingeo
Império Bizantino e Carolingeo
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
 
Idade Média-Feudalismo (Completo - Muito Bom).ppt
Idade Média-Feudalismo (Completo - Muito Bom).pptIdade Média-Feudalismo (Completo - Muito Bom).ppt
Idade Média-Feudalismo (Completo - Muito Bom).ppt
 
Feudalimo 3
Feudalimo 3Feudalimo 3
Feudalimo 3
 
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
Invasesbrbaraseformaodaeuropamoderna 111101132734-phpapp02
 
Idade media2
Idade media2Idade media2
Idade media2
 
Islamismo
IslamismoIslamismo
Islamismo
 
SA_HIS_HIG_V01_U00_C00_03_APR.pptx
SA_HIS_HIG_V01_U00_C00_03_APR.pptxSA_HIS_HIG_V01_U00_C00_03_APR.pptx
SA_HIS_HIG_V01_U00_C00_03_APR.pptx
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
 
Resumo História 4ºteste.docx
Resumo História 4ºteste.docxResumo História 4ºteste.docx
Resumo História 4ºteste.docx
 
civilizaçoes pre colombianas e os astecas incas e maias
civilizaçoes pre  colombianas e os astecas incas e maiascivilizaçoes pre  colombianas e os astecas incas e maias
civilizaçoes pre colombianas e os astecas incas e maias
 
Bizantinos e carolíngios
Bizantinos e carolíngiosBizantinos e carolíngios
Bizantinos e carolíngios
 
14. idade média no ocidente.
14. idade média no ocidente.14. idade média no ocidente.
14. idade média no ocidente.
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
 

Mais de Daniel Alves Bronstrup

Idade media - Feudalismo.pptx
Idade media - Feudalismo.pptxIdade media - Feudalismo.pptx
Idade media - Feudalismo.pptx
Daniel Alves Bronstrup
 
2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado
Daniel Alves Bronstrup
 
3ºano ditadura e democracia no brasil
3ºano ditadura e democracia no brasil3ºano ditadura e democracia no brasil
3ºano ditadura e democracia no brasil
Daniel Alves Bronstrup
 
2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinado2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinado
Daniel Alves Bronstrup
 
2º ano - Período Regencial e Revoltas
2º ano - Período Regencial e Revoltas2º ano - Período Regencial e Revoltas
2º ano - Período Regencial e Revoltas
Daniel Alves Bronstrup
 
2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa
Daniel Alves Bronstrup
 
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.
Daniel Alves Bronstrup
 
2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira
Daniel Alves Bronstrup
 
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Daniel Alves Bronstrup
 
2º ano - iluminismo
2º ano -  iluminismo2º ano -  iluminismo
2º ano - iluminismo
Daniel Alves Bronstrup
 
1º ano E.M. - Mesopotâmia
1º ano E.M. - Mesopotâmia1º ano E.M. - Mesopotâmia
1º ano E.M. - Mesopotâmia
Daniel Alves Bronstrup
 
3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado
Daniel Alves Bronstrup
 
3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
Daniel Alves Bronstrup
 
3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.
3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.
3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.
Daniel Alves Bronstrup
 
3º ano Período Regencial
3º ano Período Regencial3º ano Período Regencial
3º ano Período Regencial
Daniel Alves Bronstrup
 
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
Daniel Alves Bronstrup
 
3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa
3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa
3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa
Daniel Alves Bronstrup
 
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
Daniel Alves Bronstrup
 
3º ano - Civilização Romana
3º ano - Civilização Romana 3º ano - Civilização Romana
3º ano - Civilização Romana
Daniel Alves Bronstrup
 
3ão - aulas 2 e 3 - 1A - Civilização Grega
3ão - aulas 2 e 3 - 1A - Civilização Grega3ão - aulas 2 e 3 - 1A - Civilização Grega
3ão - aulas 2 e 3 - 1A - Civilização Grega
Daniel Alves Bronstrup
 

Mais de Daniel Alves Bronstrup (20)

Idade media - Feudalismo.pptx
Idade media - Feudalismo.pptxIdade media - Feudalismo.pptx
Idade media - Feudalismo.pptx
 
2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado
 
3ºano ditadura e democracia no brasil
3ºano ditadura e democracia no brasil3ºano ditadura e democracia no brasil
3ºano ditadura e democracia no brasil
 
2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinado2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinado
 
2º ano - Período Regencial e Revoltas
2º ano - Período Regencial e Revoltas2º ano - Período Regencial e Revoltas
2º ano - Período Regencial e Revoltas
 
2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa
 
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.
 
2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira
 
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
 
2º ano - iluminismo
2º ano -  iluminismo2º ano -  iluminismo
2º ano - iluminismo
 
1º ano E.M. - Mesopotâmia
1º ano E.M. - Mesopotâmia1º ano E.M. - Mesopotâmia
1º ano E.M. - Mesopotâmia
 
3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado
 
3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
 
3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.
3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.
3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.
 
3º ano Período Regencial
3º ano Período Regencial3º ano Período Regencial
3º ano Período Regencial
 
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
 
3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa
3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa
3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa
 
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
 
3º ano - Civilização Romana
3º ano - Civilização Romana 3º ano - Civilização Romana
3º ano - Civilização Romana
 
3ão - aulas 2 e 3 - 1A - Civilização Grega
3ão - aulas 2 e 3 - 1A - Civilização Grega3ão - aulas 2 e 3 - 1A - Civilização Grega
3ão - aulas 2 e 3 - 1A - Civilização Grega
 

Último

Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 

Resumão do 3ão - Alta Idade Média

  • 1. RESUMÃO DO 3ÃO Prof. Msc. Daniel Alves Bronstrup http:// facebook.com/daniel.alvesbronstrup http:// profhistdaniel.blogspot.com @danielbronstrup ALTA IDADE MÉDIA.
  • 2.
  • 3. FEUDALISMO  INVASÕES BÁRBARAS  GERMANICOS  HUNOS  REINOS  REINO VISIGODO  REINO FRANCO  FUNDADO POR CLÓVIS (481-511)  DINASTIAS  MEROVÍNGIA  REIS INDOLENTES  PREFEITOS DO PALÁCIO  CAROLÍONGIA  INICIADA POR PEPINO, O BREVE (751)  CARLOS MAGNO (768-814).  FRAGMENTAÇÃO POLÍTICA  CRUZADAS.
  • 4. ECONOMIA  SUBSISTÊNCIA  AGRICULTURA  PECUÁRIA  ARTESANATO  POUCO FLUXO DE MOEDAS - CÂMBIO  PEQUENAS FEIRAS / MERCADOS SOCIEDADE – IMOBILIDADE – CLERICAL – HIERARQUIZADA – ESTAMENTAL / ORDENS
  • 5. SOCIEDADE  CLERO  REGULAR  SECULAR  NOBREZA  SENHORES FEUDAIS  CAVALEIROS  A VASSALAGEM  SUSERANO DOA O FEUDO  VASSALO RECEBE O FEUDO  OCORRE LAÇOS DE OBRIGAÇÕES MÚTUAS  SERVOS  SERVO DA TERRA  PAGAMENTO de TAXAS / IMPOSTOS  CORVÉIA  TALHA  BANALIDADE  CAPITAÇÃO  TOSTÃO DE PEDRO  MÃO MORTA  PRESOS À TERRA  SERVO VILÃO: TRABALHADORES LIVRES
  • 6.
  • 7. IMPÉRIO BIZANTINO  Inicialmente, foi parte do Império Romano do Oriente.  CAPITAL: Constantinopla.  RELIGIÃO: cristã ortodoxa.  Patriarca:  cargo mais alto da Igreja local.  Era escolhido pelo imperador.  Movimento Iconoclasta:  proibição, por parte do imperador, de exibir e/ou adorar ícones. As imagens foram quebradas;
  • 8.  1) Igreja Católica Apostólica Romana:  Sede: Roma.  Chefe: Papa.  Língua da missa: latim.  celibato era para todos os membros do clero. 2) Igreja Cristã Ortodoxa: Sede: Constantinopla. Chefe: Patriarca. Língua da missa: grego. celibato era apena para os bispo. Não acreditavam no purgatório  ARTE: tinha grande influência da religião.  Ex: mosaicos, pinturas, arquitetura. Cisma do Oriente (1054): separação da Igreja Cristã em duas:
  • 9. POLÍTICA:  Justiniano (527-565): principal imperador. Tinha como objetivo restaurar o antigo território do Império Romano.  Cesaropapismo.  Criou o Corpo Juris Civilis:  Código: reunião de todas as leis romanas;  Digesto: reunião dos pareceres dos magistrados romanos;  Institutas: princípios do direito para os estudantes.  Novelas: novas leis de Justiniano.  Revolta de Nika (532): populares fizeram manifestação contra o governo de Justiniano. Como represália foram massacrados no hipódromo.
  • 10. DECLÍNIO E QUEDA DO IMPÉRIO BIZANTINO.  Causas:  Enormes gastos militares para defendera as fronteiras;  As violentas disputas pelo poder entre civis e militares;  Perseguição a quem não seguia a religião do Império.   ✔Com o enfraquecimento do poder no Império Bizantino, a cidade de Constantinopla foi tomada pelos Turcos-Otomanos em 1453.
  • 11. EXPANSÃO ISLÂMICA.  Os árabes pré-islâmicos eram politeístas e idólatras.  Maomé:  Trabalhava nas caravanas que percorriam o Oriente Médio  Conheceu as doutrinas monoteístas do Cristianismo e do Judaísmo  Hégira (FUGA) (622 d.C).  A Hégira marca o início do calendário muçulmano.  Em 630, com o apoio dos árabes do deserto, Maomé destruiu os ídolos.  A Pedra Negra foi mantida e, em solenidade, dedicada a Alá.  Surgiu, então, o Islão e, consequentemente, o monoteísmo.  Organizou-se, então, o Estado Teocrárico.
  • 12.  Preceitos do Islã:  Culto ao único Deus (Alá);  Jejum no mês do Ramadã;  Oração cinco vezes ao dia;  Peregrinações à Meca;  Doação de esmolas;  Não ingestão de carne de porco e de bebidas alcoólicas;  Promoção da guerra santa (Jihad).  Livro sagrado: Alcorão. EXPANSÃO ISLÂMICA.
  • 13.  A primeira dinastia do Islã correspondia a família Haxemita, de Maomé  A religião islâmica não é original, trata-se de um sincretismo religioso que tem por base o Cristianismo e o Judaísmo  As principais razões econômicas e políticas que motivaram a expansão árabe pelo mediterrâneo são:  - a atração pelo saque (botim)  - a unificação política que Maomé conseguiu  A expansão do Império Árabe isolou a Europa Ocidental com o fechamento do Mediterrâneo,  acentuando uma tendência à ruralização econômica que culminou na formação do sistema feudal europeu. EXPANSÃO ISLÂMICA.