Prof. Msc. Daniel Alves Bronstrup 
Pré-Vestibular 
Bizantinos e Francos = 3A-06, 
O mundo muçulmano e as cruzadas = 4A-07,...
FEUDALISMO 
 INVASÕES BÁRBARAS 
 GERMANICOS 
 HUNOS 
 REINOS 
 REINO VISIGODO 
 REINO FRANCO 
 FUNDADO POR CLÓVIS (...
ECONOMIA 
 SUBSISTÊNCIA 
 AGRICULTURA 
 PECUÁRIA 
 ARTESANATO 
 POUCO FLUXO DE 
MOEDAS - CÂMBIO 
 PEQUENAS FEIRAS / ...
SOCIEDADE 
 CLERO 
 REGULAR 
 SECULAR 
 NOBREZA 
 SENHORES FEUDAIS 
 CAVALEIROS 
 A VASSALAGEM 
 SUSERANO DOA O FE...
IMPÉRIO BIZANTINO 
 Inicialmente, foi parte do Império Romano do 
Oriente. 
 CAPITAL: Constantinopla. 
 RELIGIÃO: crist...
Cisma do Oriente (1054): 
separação da Igreja Cristã em duas: 
 1) Igreja Católica Apostólica Romana: 
 Sede: Roma. 
 C...
POLÍTICA: 
 Justiniano (527-565): principal imperador. Tinha como 
objetivo restaurar o antigo território do Império Roma...
DECLÍNIO E QUEDA DO IMPÉRIO 
BIZANTINO. 
 Causas: 
 Enormes gastos militares para defendera as fronteiras; 
 As violent...
EXPANSÃO ISLÂMICA. 
 Os árabes pré-islâmicos eram politeístas e idólatras. 
 Maomé: 
 Trabalhava nas caravanas que perc...
EXPANSÃO ISLÂMICA. 
 Preceitos do Islã: 
 Culto ao único Deus (Alá); 
 Jejum no mês do Ramadã; 
 Oração cinco vezes ao...
EXPANSÃO ISLÂMICA. 
 A primeira dinastia do Islão correspondia a família Haxemita, de 
Maomé 
 A religião islâmica não é...
CULTURA 
Pintura: 
Concentrou-se na representação humanizada de santos e divindades. 
Destacam-se os italianos Giotto e Ci...
ESTILOS ARQUITETÔNICOS: 
ROMÂNICO 
• Floresceu entre os séculos XI e XIII. 
•Caracteriza-se por traços simples e austeros:...
GÓTICO 
• Desenvolveu-se entre os séculos XII e XVI e predominou em 
países como França, Inglaterra e Alemanha. 
•Leveza, ...
CRUZADAS: séc. XI ao XIII 
CRISTÃOS X MUÇULMANOS 
 OBJETIVO ESPIRUTUAL: 
 Guerras para libertar Jerusalém dos 
Muçulmano...
EFEITO DAS CRUZADAS... 
 Os exércitos cristãos não conseguiram derrotar 
os muçulmanos. 
 Possibilitou intercâmbio: Cult...
RENASCIMENTO 
COMERCIAL E URBANO 
 PROGRESSO AGRÍCOLA 
 Inovações tecnológicas: 
 Excedente produtivo 
 Renascimento C...
GUERRA DOS CEM ANOS 
 Entre ingleses e franceses de 1337 a 1453. 
 Interesse Inglês pela região de Flanders. 
 Aumento ...
QUESTÕES DOS 
VESTIBULARES UFSC E 
UDESC.
01) (UFSC-) Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) nas 
suas referências às características do sistema feudal. 
01.A soc...
02) (Udesc) Pormuito tempo a Idade Média europeia foi sinônimo de Idade das 
Trevas, marcada pela paralisação das atividad...
03) (UFSC) SÃO FRANCISCO: 
“Lá vai São Francisco / Pelo caminho / De pé descalço / Tão pobrezinho / 
Dormindo à noite / Ju...
04) (Udesc) O Mundo Muçulmano sempre foi pouco conhecido pelos países 
ocidentais. A imagem construída sobre ele foi, em m...
05) (UFSC) Os relatossobre o período histórico conhecido como Idade Média 
revelam a ocorrência de conflitos bélicos, pest...
06) (Udesc) Na Idade Média européia, a Igreja era a instituição 
mais poderosa e grande proprietária de terras. 
a) A orga...
07) (UFSC Leia o texto: 
A razão (de ser) dos carneiros é fornecer leite e lã; a dos bois é lavrar a terra; e a dos cães é...
Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.
Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.
Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.

1.128 visualizações

Publicada em

Colégio Murialdo Araranguá - Profº Daniel Bronstrup

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.128
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pré vestibular Murialdo - aula Europa medieval.

  1. 1. Prof. Msc. Daniel Alves Bronstrup Pré-Vestibular Bizantinos e Francos = 3A-06, O mundo muçulmano e as cruzadas = 4A-07, A Igreja e a Cultura na Idade Média = 4A-08 Baixa Idade Média: Crise do século XIV = 5A - 09 http:// facebook.com/daniel.alvesbronstrup http:// profhistdaniel.blogspot.com @danielbronstrup
  2. 2. FEUDALISMO  INVASÕES BÁRBARAS  GERMANICOS  HUNOS  REINOS  REINO VISIGODO  REINO FRANCO  FUNDADO POR CLÓVIS (481-511)  DINASTIAS  MEROVÍNGIA  REIS INDOLENTES - >reis que assumiram o trono não conseguiram assegurar a unidade dos territórios.  PREFEITOS DO PALÁCIO -> grupo de funcionários públicos conhecidos com poderes políticos.  CAROLÍONGIA  INICIADA POR PEPINO, O BREVE (751)  CARLOS MAGNO (768-814).  FRAGMENTAÇÃO POLÍTICA  CRUZADAS (sec. XI ao XIII).
  3. 3. ECONOMIA  SUBSISTÊNCIA  AGRICULTURA  PECUÁRIA  ARTESANATO  POUCO FLUXO DE MOEDAS - CÂMBIO  PEQUENAS FEIRAS / MERCADOS SOCIEDADE – IMOBILIDADE – CLERICAL – HIERARQUIZADA – ESTAMENTAL / ORDENS
  4. 4. SOCIEDADE  CLERO  REGULAR  SECULAR  NOBREZA  SENHORES FEUDAIS  CAVALEIROS  A VASSALAGEM  SUSERANO DOA O FEUDO  VASSALO RECEBE O FEUDO  OCORRE LAÇOS DE OBRIGAÇÕES MÚTUAS  SERVOS  SERVO DA TERRA  PAGAMENTO de TAXAS / IMPOSTOS  CORVÉIA = serviços prestados nas terras  TALHA = metade de tudo que produzia  BANALIDADE = pagamento pela utilização das instalações  CAPITAÇÃO  TOSTÃO DE PEDRO = DÍZIMO  MÃO MORTA  PRESOS À TERRA  SERVO VILÃO: TRABALHADORES LIVRES
  5. 5. IMPÉRIO BIZANTINO  Inicialmente, foi parte do Império Romano do Oriente.  CAPITAL: Constantinopla.  RELIGIÃO: cristã ortodoxa.  Patriarca:  cargo mais alto da Igreja local.  Era escolhido pelo imperador.  Movimento Iconoclasta:  proibição, por parte do imperador, de exibir e/ou adorar ícones. As imagens foram quebradas;
  6. 6. Cisma do Oriente (1054): separação da Igreja Cristã em duas:  1) Igreja Católica Apostólica Romana:  Sede: Roma.  Chefe: Papa.  Língua da missa: latim.  celibato era para todos os membros do clero. 2) Igreja Cristã Ortodoxa: Sede: Constantinopla. Chefe: Patriarca. Língua da missa: grego. celibato era apena para os bispo. Não acreditavam no purgatório  ARTE: tinha grande influência da religião.  Ex: mosaicos, pinturas, arquitetura.
  7. 7. POLÍTICA:  Justiniano (527-565): principal imperador. Tinha como objetivo restaurar o antigo território do Império Romano.  Cesaropapismo.  Criou o Corpo Juris Civilis:  Código: reunião de todas as leis romanas;  Digesto: reunião dos pareceres dos magistrados romanos;  Institutas: princípios do direito para os estudantes.  Novelas: novas leis de Justiniano.  Revolta de Nika (532): populares fizeram manifestação contra o governo de Justiniano. Como represália foram massacrados no hipódromo.
  8. 8. DECLÍNIO E QUEDA DO IMPÉRIO BIZANTINO.  Causas:  Enormes gastos militares para defendera as fronteiras;  As violentas disputas pelo poder entre civis e militares;  Perseguição a quem não seguia a religião do Império.   ✔Com o enfraquecimento do poder no Império Bizantino, a cidade de Constantinopla foi tomada pelos Turcos-Otomanos em 1453.
  9. 9. EXPANSÃO ISLÂMICA.  Os árabes pré-islâmicos eram politeístas e idólatras.  Maomé:  Trabalhava nas caravanas que percorriam o Oriente Médio  Conheceu as doutrinas monoteístas do Cristianismo e do Judaísmo  Hégira (FUGA) (622 d.C).  A Hégira marca o início do calendário muçulmano.  Em 630, com o apoio dos árabes do deserto, Maomé destruiu os ídolos.  A Pedra Negra foi mantida e, em solenidade, dedicada a Alá.  Surgiu, então, o Islão e, consequentemente, o monoteísmo.  Organizou-se, então, o Estado Teocrárico.
  10. 10. EXPANSÃO ISLÂMICA.  Preceitos do Islã:  Culto ao único Deus (Alá);  Jejum no mês do Ramadã;  Oração cinco vezes ao dia;  Peregrinações à Meca;  Doação de esmolas;  Não ingestão de carne de porco e de bebidas alcoólicas;  Promoção da guerra santa (Jihad).  Livro sagrado: Alcorão.
  11. 11. EXPANSÃO ISLÂMICA.  A primeira dinastia do Islão correspondia a família Haxemita, de Maomé  A religião islâmica não é original, trata-se de um sincretismo religioso que tem por base o Cristianismo e o Judaísmo  As principais razões econômicas e políticas que motivaram a expansão árabe pelo mediterrâneo são:  - a atração pelo saque (botim)  - a unificação política que Maomé conseguiu  A expansão do Império Árabe isolou a Europa Ocidental com o fechamento do Mediterrâneo,  acentuando uma tendência à ruralização econômica que culminou na formação do sistema feudal europeu.
  12. 12. CULTURA Pintura: Concentrou-se na representação humanizada de santos e divindades. Destacam-se os italianos Giotto e Cimabue. Música: Música Sacra: com o canto gregoriano (melodia simples e suave cantada em uníssono por várias vozes. Música Popular: Trovadores e Menestréis Literatura: Poesia épica exaltando a ação dos cavaleiros em prol da cristandade Poesia lírica exaltando o amor cortês dos cavaleiros em relação ás suas damas Ciência e Filosofia: Roger Bacon introduziu a observação da natureza e a experimentação como método básico do conhecimento científico. Santo Agostinho e São Tomás de Aquino tinham como interesse harmonizar a fé cristã com a razão.
  13. 13. ESTILOS ARQUITETÔNICOS: ROMÂNICO • Floresceu entre os séculos XI e XIII. •Caracteriza-se por traços simples e austeros: grossos pilares, tetos e arcos em abóbada, janelas estreitas e muros reforçados.
  14. 14. GÓTICO • Desenvolveu-se entre os séculos XII e XVI e predominou em países como França, Inglaterra e Alemanha. •Leveza, elegância e traços verticais. Janelas ornamentadas com vitrais coloridos, permitiam boa iluminação interior, as paredes tornaram-se mais finas e as altas e angulosas abóbadas eram apoiadas em longos pilares.
  15. 15. CRUZADAS: séc. XI ao XIII CRISTÃOS X MUÇULMANOS  OBJETIVO ESPIRUTUAL:  Guerras para libertar Jerusalém dos Muçulmanos;  OBJETIVO MATERIAL:  Conquistar terras para expandir o feudalismo e alocar a população excedente.  Dominar cidades estratégicas do Oriente.  Pequenos comerciantes interessados na expansão do comércio.
  16. 16. EFEITO DAS CRUZADAS...  Os exércitos cristãos não conseguiram derrotar os muçulmanos.  Possibilitou intercâmbio: Cultural e Comercial.  A Europa passou a manter contato com outras civilizações: Bizantina e Islâmica.  Passaram a conhecer o requinte e o luxo.  Ex: especiarias, tapetes, jóias, tecidos finos, marfim...  O Mar Mediterrâneo passou as ser controlado pelos comerciantes italianos.
  17. 17. RENASCIMENTO COMERCIAL E URBANO  PROGRESSO AGRÍCOLA  Inovações tecnológicas:  Excedente produtivo  Renascimento Comercial  Corporações de ofício ou Guildas: artesões  Hansas ou Ligas Hanseáticas: mercadores.  Renascimento Urbano  CRISE: FOME + PESTE + GUERRA
  18. 18. GUERRA DOS CEM ANOS  Entre ingleses e franceses de 1337 a 1453.  Interesse Inglês pela região de Flanders.  Aumento político da França sobre a Europa Continental.  A longa duração desse conflito explica-se pelo grande poderio dos ingleses de um lado e a obstinada resistência francesa do outro.  Alegando ter sido designada por Deus para dar fim ao controle inglês, a camponesa Joana D'Arc mobilizou as tropas e populações locais.  Nesse instante, temendo o fortalecimento de uma liderança popular, os nobres franceses arquitetam a entrega de Joana D'Arc para os britânicos.
  19. 19. QUESTÕES DOS VESTIBULARES UFSC E UDESC.
  20. 20. 01) (UFSC-) Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) nas suas referências às características do sistema feudal. 01.A sociedade feudal era agrária, sendo a terra a principal fonte de riqueza. 02.Na Alta Idade Média, a produção econômica do feudo, além de atender à subsistência, destinava-se ao mercado externo, principalmente o asiático. 04.Os camponeses, além de produzirem o seu próprio sustento, eram obrigados a executar tarefas suplementares para o senhor e a entregar-lhe parte da produção. 08.Na maior parte da sua existência na Europa Ocidental, o feudalismo ligou-se a formas de governo caracterizadas pela descentralização política. 16.Na sociedade feudal, a realeza, a nobreza e a burguesia constituíam-se nas classes superiores. Os clérigos, os servos de gleba e os vilões constituíam as camadas mais baixas. Era grande a mobilidade social.
  21. 21. 02) (Udesc) Pormuito tempo a Idade Média europeia foi sinônimo de Idade das Trevas, marcada pela paralisação das atividades culturais. Essa imagem distorcida foi modificada atualmente pelos historiadores que a destacam como um período de grande atividade cultural. Acerca desse tema, todas as alternativas estão corretas, exceto a: A- A Idade Média revelou o homem como o centro do universo, princípio filosófico do antropocentrismo. B- O surgimento de várias universidades medievais, a partir do século Xlll, está relacionado, de modo geral, ao desenvolvimento do comércio e das cidades. C- As Cruzadas ocorridas durante a Idade Média promoveram um maior contato entre o Ocidente e o Oriente, estimulando o comércio e promovendo trocas culturais. D- Embora a maior parte da população europeia fosse analfabeta, os mosteiros medievais concentravam o saber em suas imensas bibliotecas repletas de manuscritos sobre todas as ciências. E- Um dos legados medievais mais importantes foram as catedrais em estilo gótico com novas técnicas de construção, muitas delas até hoje aproveitadas na arquitetura moderna.
  22. 22. 03) (UFSC) SÃO FRANCISCO: “Lá vai São Francisco / Pelo caminho / De pé descalço / Tão pobrezinho / Dormindo à noite / Junto ao moinho / Bebendo a água / Do ribeirinho.” MORAES, Vinicius de. Nova antologia poética. São Paulo: Cia de Bolso, 2005, p. 227. Sobre a Baixa Idade Média, período no qual São Francisco viveu, é CORRETO afirmar que: 01. foi um período no qual a produção e difusão intelectual se estagnou: daí a expressão “Idade das Trevas” que caracteriza a Idade Média. 02. foi o período no qual a expansão comercial provocou um maior contato entre diferentes povos, principalmente do Oriente, diversificando os valores europeus. 04. foi o período das Cruzadas, expedições organizadas pela Igreja que tinham como único objetivo difundir o cristianismo entre os povos do Oriente. 08. foi o período de surgimento de várias ordens religiosas, algumas delas formadas por monges-cavaleiros, como foi o caso dos Templários. 16. foi o período no qual se desenvolveu uma literatura épica que exaltava os atos heróicos dos cavaleiros, como os romances inspirados no rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda. 32. foi o período de emergência de pensadores católicos como Santo Agostinho e São Tomás de Aquino, que criticavam a ideia da existência de um Deus único.
  23. 23. 04) (Udesc) O Mundo Muçulmano sempre foi pouco conhecido pelos países ocidentais. A imagem construída sobre ele foi, em muitos casos, negativa. Sobre o passado e as imagens negativas da atualidade dessa cultura, todas as alternativas estão corretas, exceto a: A- A presença muçulmana na Europa deixou uma herança cultural muito ampla. A Espanha, que permaneceu sob domínio muçulmano por boa parte da Idade Média, é o melhor exemplo disso. B -Apesar de identificada com a etnia árabe, da qual se origina, a cultura muçulmana está presente em muitos outros povos, como turcos, habitantes da África e mesmo asiáticos, da Indonésia. C- Para grande parte do mundo ocidental, os muçulmanos são identificados como defensores de uma religião fundamentalista, fanática e intolerante. D- A cultura muçulmana distingue-se da cultura islâmica pelo fato de que no primeiro caso há a utilização apenas do Corão, livro sagrado dos muçulmanos e no segundo, aceita-se o Velho Testamento, base da cultura hebraico-islâmica. E- Apesar da riqueza do petróleo, que atinge apenas alguns dos países muçulmanos, as condições de vida da maioria dos países é bastante difícil, com indicadores sociais muito baixos.
  24. 24. 05) (UFSC) Os relatossobre o período histórico conhecido como Idade Média revelam a ocorrência de conflitos bélicos, pestes e fome. Sabe-se, porém, queno mesmo período houve desenvolvimento econômico e cultural. Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) nas suas referências à cultura medieval. 01. O caráter religioso predominou nas artes medievais, pois um dos seus objetivos era a glorificação de Deus. 02. Na literatura, além de Dante Alighieri, destacaram-se os trovadores, responsáveis pela divulgação da poesia popular e das canções de gesta. 04. O crescimento urbano e o comércio foram responsáveis pela decadência intelectual verificada na Idade Média, por dificultarem a criação de novas universidades. 08. Entre os pensadores medievais, destacou-se Santo Tomás de Aquino que, com a Suma Teológica, tentou resolver a controvérsia entre fé e razão. 16. Na arquitetura medieval predominaram dois estilos: o românico e o gótico. 32. Durante a Idade Média, as línguas nacionais foram denominadas “vulgares”. O latim foi a língua falada pelos eruditos.
  25. 25. 06) (Udesc) Na Idade Média européia, a Igreja era a instituição mais poderosa e grande proprietária de terras. a) A organização centralizada e hierarquizada permitiu que a Igreja ocupasse papel político preponderante na Idade Média da Europa. b) O combate a crenças divergentes, através de instrumentos com a Inquisição, manteve a Igreja como portadora exclusiva da autoridade sobre a fé e a cultura. c) As cruzadas foram movimentos de expansão do cristianismo e da cultura européia e eram movidas pela tolerância religiosa em relação aos muçulmanos. d) No final da Idade Média, as monarquias européias começaram um processo de centralização, ocasionando várias crises em suas relações com a Igreja. e) A estrutura eclesiástica apresentava dois setores básicos; eram formados pelo clero secular e pelo clero regular.
  26. 26. 07) (UFSC Leia o texto: A razão (de ser) dos carneiros é fornecer leite e lã; a dos bois é lavrar a terra; e a dos cães é defender os carneiros e os bois dos ataques dos lobos. Se cada uma destas espécies de animais cumprir a sua missão, Deus protegê-la-á. Deste modo, fez ordens, que instituiu em vista das diversas missões a realizar neste mundo. Instituiu uns os clérigos e os monges para que rezassem pelos outros [...]. Instituiu os camponeses para que eles, como fazem os bois com o seu trabalho, assegurassem a sua própria subsistência e a dos outros. A outros, por fim, os guerreiros, instituiu-os para que [...] defendessem dos inimigos, semelhantes a lobos, os que oram e os que cultivam a terra.CANTERBURY Bispo Eadmer de. Transcrito por FARIA, Ricardo. História para o Ensino Médio. Belo Horizonte: Editora Lê Com base no texto, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S): 01. O texto faz referência às relações sociais características do capitalismo, à divisão da sociedade em classes e à relação de trabalho assalariado. 02. No texto, justifica-se o poder do monarca e a participação do povo (os que trabalhavam) no governo, uma vez que a sociedade em questão teria sido organizada por Deus. 04. No texto, justifica-se a existência de uma sociedade dividida em três ordens: a dos que oram, a dos que combatem e a dos que trabalham. 08. Aos camponeses cabia a produção, o trabalho na terra, cujo excedente possibilitava que o clero rezasse e os guerreiros lutassem. 16. As relações sociais descritas eram típicas da chamada sociedade Feudal, em alguns dos países da Europa Ocidental.

×