SlideShare uma empresa Scribd logo
REFLEXÃO FINAL


                  LÍNGUA PORTUGUESA E TIC




         ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE SETÚBAL

         LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO BÁSICA 3º ANO TURMA A

                    UC: LÍNGUA PORTUGUESA E TIC

          DOCENTES: HELENA CAMACHO E ROSÁRIO RODRIGUES

          DISCENTE: ILDA MARIA FERNANDES BATISTA PEREIRA


                       ANO LECTIVO 2009/ 2010

REFLEXÃO FLINAL


                                                           1
“Mudam-se os tempos”… e as sociedades também mudam.

Felizmente, para nós, portugueses, também a nossa sociedade acompanhou, desde há
umas décadas para cá, os tempos de mudança, no que respeita à evolução verificada a
nível sócio/educativo. Contrariamente aos meus tempos de criança estudante, a nossa
sociedade tornou-se, actualmente, numa sociedade do conhecimento e da aprendizagem,
constituída, essencialmente, num processo que conduz à melhoria da qualidade da
educação básica, assente numa lógica de criação de uma cultura de iniciativa, de
responsabilidade e de cidadania activa.

A par de outros recursos, as tecnologias de informação e comunicação (TIC) ocupam, na
sociedade actual, um papel importante no desenvolvimento e sustentação da qualidade de
vida das pessoas. Neste contexto, surge, assim, uma emergência de conhecimento
científico – tecnológico que se tem generalizado ao longo dos tempos e, desta forma,
cresce o apelo a que se criem novas possibilidades de integração (diria obrigatória) das
TIC em contextos educativos – onde se devem alicerçar os primeiros contactos/
aprendizagens no mundo da informática –, proporcionando, igualmente, novas formas de
ensinar e de aprender nas várias áreas curriculares.

Foi baseada no quadro acima descrito que eu criei as minhas expectativas – e também
algumas dúvidas – em relação aos contributos que a Unidade Curricular, Língua
Portuguesa e TIC, iria ter na minha formação pessoal, académica e profissional.

Sempre gostei do estudo da Língua Portuguesa e interessei-me por toda a matéria de
índole linguística que me proporcione consolidar, alargar e aprofundar os meus
conhecimentos de literacia e de competências comunicativas oral e escrita. Pela
Informática, tenho mantido uma relação de “aproximação por necessidade”, não deixando,
por isso, de me preocupar em actualizar – me sempre que me surge a oportunidade. Na
minha vida pessoal e profissional, lido frequentemente com estas matérias, mas posso
dizer que com diferentes “afinidades” Criar uma estreita relação entre elas, em função de
uma prática pedagógica presente – enquanto aprendente –, e futura – enquanto
profissional da educação –, para mim, apresentou-se como um novo desafio. E várias
foram as questões que se me levantaram:

Que tipo de conteúdos científico – pedagógicos eu iria encontrar nesta UC com duas
vertentes, por um lado tão distintas, e por outro lado tão convergentes? Que tipo de



                                                                                       2
correlação eu iria aprender em termos práticos/ teóricos visando um propósito educativo?
Que novas visões me iriam ser oferecidas em relação ao estudo da Língua Portuguesa?
Quais as competências tecnológicas que eu iria adquirir?

Como futuras profissionais da educação, penso que a forma algo persistente com que se
tem debatido as questões relacionadas com a televisão enquanto instrumento pedagógico
a vários níveis, nomeadamente, a literacia televisiva e o ensino – aprendizagem da Língua
Portuguesa, têm sido bastante importantes para nos capacitarem para uma melhor
compreensão/ interpretação na construção das suas significações. É evidente a
importância desta tomada de consciência na descodificação da televisão, pois só assim
poderemos agir crítica e conscientemente e tornarmo-nos mais selectivas nas produções
que pensarmos, futuramente, oferecer às nossas crianças como “material” educativo. Tal
como li nos textos da docente Fernanda Botelho, a televisão pode tornar – se um recurso,
potencialmente, de valor, mas, para que isso aconteça, cabe ao educador/ professor
desempenhar o papel de mediador entre as mensagens e as crianças, apoiando-as na sua
interpretação e reflexão; sendo essencial que faça, igualmente, uso das potencialidades
das novas tecnologias de forma a maximizar o estudo e a prática da Língua.

Após a leitura/ reflexão individual e colectiva dos vários textos/ projecções que foram
analisados em sala de aula, penso que foi bastante elucidativo o papel que as novas
tecnologias desempenham, actualmente, na sociedade, em geral, e no contexto educativo,
em particular. Todas ficámos, decerto, mais conscientes da dimensão deste “fenómeno
social”, de como todos, inevitavelmente orbitamos em seu redor, e como devemos lidar
com este desafio de forma responsável e construtiva.

Em criança – quando as tecnologias ainda eram primárias e pouco acessíveis – recordo-
me de ter raras oportunidades de contactar com a máquina de escrever. Mas era algo que
me fascinava, teclar e ver aparecer escrito no papel as letras uma a uma, numa construção
“mágica” de palavras, como uma sinfonia letrada. Adorava a experiência!

Os tempos realmente mudaram … e as sociedades também.

Actualmente, esta disponibilidade tecnológica, felizmente, banalizou-se... apesar de
continuar a existir grupos com diferentes oportunidades de acesso e utilização, o que
constitui um sinónimo de desigualdade social, por vezes, até de exclusão.




                                                                                        3
Fui responsável pelo jornal da Instituição para onde trabalho, há uns anos. A sua edição
era realizada numa sala com vários recursos informáticos, onde eu dinamizava actividades
jornalísticas com as crianças – nível de 1º Ciclo do Ensino Básico – e lembro-me de vê-las
desinibida e entusiasticamente a pesquisar na Net, a redigirem textos no computador, a
discutirem a organização do espaço (página do jornal) … enfim, um envolvimento pleno! É
neste sentido que o profissional da educação deve apostar, contamos com uma vantagem
acrescida: as crianças estão intrinsecamente motivadas para trabalhar com tecnologias;
não podemos pretender que vivam isolados deste “novo mundo”, temos o dever e a
obrigação de os preparar para o enfrentar de forma crítica e responsável.

Das aprendizagens que realizei nas aulas de TIC, gostei de todas as novas ferramentas
que nos foram dadas a conhecer pela Professora Rosário: o JClic, o PhotoStory e outras
mas gostei, particularmente, de aprender a criar um Blog, apesar de ter representado para
mim um processo algo difícil, e em certos momentos até desesperante – mas compensador
–, uma vez que foi tudo descoberto a partir do patamar zero. Penso que esta é uma
estratégia pedagógica muito interessante para motivar um grupo de crianças a um trabalho
colectivo e partilhado. A sua criação e dinamização representa um excelente recurso que
permite muitas explorações pedagógicas, diferentes das “tradicionais,” conducentes ao
desenvolvimento de múltiplas competências, quer ao nível do domínio das TIC, quer ao
nível do domínio de outras áreas curriculares, nomeadamente, a Língua Portuguesa.

O JClic apresenta-se como sendo um fabuloso instrumento pedagógico pelas suas
potencialidades que são muito diversificadas. O conjunto de aplicações informáticas que o
integram podem constituir um excelente recurso nas práticas educativas das várias áreas
curriculares, seja com crianças do Pré ou com crianças em idade escolar; a adequabilidade
do seu uso ficará à responsabilidade do professor/educador.

Quanto ao PhotoStory, se o aplicarmos ao estudo da Língua Portuguesa, poderemos
considerar esta ferramenta como um excelente artefacto para criar histórias com recurso a
imagens retiradas da Internet e como apoio à leitura de obras literárias infantis com a
digitalização das suas imagens e a posterior projecção.

No conjunto, considero estas umas excelentes estratégias que certamente irão encantar as
nossas crianças no acto educativo, e o que realmente queremos é re-encantar a educação!




                                                                                        4
Penso que seriam necessárias mais algumas horas de aulas de TIC para que as alunas
se sentissem mais aptas a dominar estas “novas” ferramentas digitais, principalmente
aquelas que as contactam pela primeira vez – caso do Blog. As suas potencialidades
são inúmeras e tenho a certeza que muitas delas ficaram por conhecer, o que é
atribuível à falta de tempo. É lamentável que esta sensação de “contra – relógio” esteja
subjacente a várias UCs deste Curso, onde não se consegue atribuir culpas nem
apontar culpados, mas, unicamente, encontrar lesados.




                                                                                      5

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ExperiêNcia Pessoal Pesquisa AçãO
ExperiêNcia Pessoal   Pesquisa AçãOExperiêNcia Pessoal   Pesquisa AçãO
ExperiêNcia Pessoal Pesquisa AçãO
marlidf
 
ReflexãO Individual Lptic---Ines
ReflexãO Individual Lptic---InesReflexãO Individual Lptic---Ines
ReflexãO Individual Lptic---Ines
anainesbg
 
ReflexãO Individual Lptic- ines
ReflexãO Individual Lptic- inesReflexãO Individual Lptic- ines
ReflexãO Individual Lptic- ines
anainesbg
 
Pesquisa ação
Pesquisa açãoPesquisa ação
Pesquisa ação
Gládis L. Santos
 
ReflexãO Individual Ana Ortet
ReflexãO Individual Ana OrtetReflexãO Individual Ana Ortet
ReflexãO Individual Ana Ortet
AnaSAnaO
 
Trabalho leitura
Trabalho leituraTrabalho leitura
Trabalho leitura
Eliane Pellizzaro
 
Comunicação mediada pela tecnologia
Comunicação mediada pela tecnologiaComunicação mediada pela tecnologia
Comunicação mediada pela tecnologia
Vanessa Bartoski
 
Professor, posso usar o facebook em sala de aula
Professor, posso usar o facebook em sala de aulaProfessor, posso usar o facebook em sala de aula
Professor, posso usar o facebook em sala de aula
Graded - The American School of São Paulo
 
Mídias na educação tv e video 04
Mídias na educação tv e video 04Mídias na educação tv e video 04
Mídias na educação tv e video 04
elaniasf
 
R E C E N SÃ O
R E C E N SÃ OR E C E N SÃ O
R E C E N SÃ O
ascotas
 
TelevisãO E EducacãO
TelevisãO E EducacãOTelevisãO E EducacãO
TelevisãO E EducacãO
Carlos Henrique
 
As novas tecnologias no ensino de línguas
As novas tecnologias no ensino de línguasAs novas tecnologias no ensino de línguas
As novas tecnologias no ensino de línguas
Katia Tavares
 
Reflexao individual cláudia
Reflexao individual   cláudiaReflexao individual   cláudia
Reflexao individual cláudia
Ines Bá
 
Exercicio 2
Exercicio 2Exercicio 2
Exercicio 2
sara46390
 
Informática na educação - 1
Informática na educação - 1Informática na educação - 1
Informática na educação - 1
rafael_neves
 
Tripé da educação tecnologia, civilidade e diálogo
Tripé da educação   tecnologia, civilidade e diálogoTripé da educação   tecnologia, civilidade e diálogo
Tripé da educação tecnologia, civilidade e diálogo
David Crabbe Teixeira
 
Restinga Sêca - Guiomar Cezar Cabral
Restinga Sêca - Guiomar Cezar CabralRestinga Sêca - Guiomar Cezar Cabral
Restinga Sêca - Guiomar Cezar Cabral
CursoTICs
 

Mais procurados (17)

ExperiêNcia Pessoal Pesquisa AçãO
ExperiêNcia Pessoal   Pesquisa AçãOExperiêNcia Pessoal   Pesquisa AçãO
ExperiêNcia Pessoal Pesquisa AçãO
 
ReflexãO Individual Lptic---Ines
ReflexãO Individual Lptic---InesReflexãO Individual Lptic---Ines
ReflexãO Individual Lptic---Ines
 
ReflexãO Individual Lptic- ines
ReflexãO Individual Lptic- inesReflexãO Individual Lptic- ines
ReflexãO Individual Lptic- ines
 
Pesquisa ação
Pesquisa açãoPesquisa ação
Pesquisa ação
 
ReflexãO Individual Ana Ortet
ReflexãO Individual Ana OrtetReflexãO Individual Ana Ortet
ReflexãO Individual Ana Ortet
 
Trabalho leitura
Trabalho leituraTrabalho leitura
Trabalho leitura
 
Comunicação mediada pela tecnologia
Comunicação mediada pela tecnologiaComunicação mediada pela tecnologia
Comunicação mediada pela tecnologia
 
Professor, posso usar o facebook em sala de aula
Professor, posso usar o facebook em sala de aulaProfessor, posso usar o facebook em sala de aula
Professor, posso usar o facebook em sala de aula
 
Mídias na educação tv e video 04
Mídias na educação tv e video 04Mídias na educação tv e video 04
Mídias na educação tv e video 04
 
R E C E N SÃ O
R E C E N SÃ OR E C E N SÃ O
R E C E N SÃ O
 
TelevisãO E EducacãO
TelevisãO E EducacãOTelevisãO E EducacãO
TelevisãO E EducacãO
 
As novas tecnologias no ensino de línguas
As novas tecnologias no ensino de línguasAs novas tecnologias no ensino de línguas
As novas tecnologias no ensino de línguas
 
Reflexao individual cláudia
Reflexao individual   cláudiaReflexao individual   cláudia
Reflexao individual cláudia
 
Exercicio 2
Exercicio 2Exercicio 2
Exercicio 2
 
Informática na educação - 1
Informática na educação - 1Informática na educação - 1
Informática na educação - 1
 
Tripé da educação tecnologia, civilidade e diálogo
Tripé da educação   tecnologia, civilidade e diálogoTripé da educação   tecnologia, civilidade e diálogo
Tripé da educação tecnologia, civilidade e diálogo
 
Restinga Sêca - Guiomar Cezar Cabral
Restinga Sêca - Guiomar Cezar CabralRestinga Sêca - Guiomar Cezar Cabral
Restinga Sêca - Guiomar Cezar Cabral
 

Destaque

Preparando o Acompanhamento do Digicl@sse
Preparando o Acompanhamento do Digicl@sse Preparando o Acompanhamento do Digicl@sse
Preparando o Acompanhamento do Digicl@sse
Fernanda Ledesma
 
Atividades da Sala de Informática
Atividades da Sala de InformáticaAtividades da Sala de Informática
Atividades da Sala de Informática
RitaToledo
 
Processador de Texto BrOffice Writer
Processador de Texto BrOffice WriterProcessador de Texto BrOffice Writer
Processador de Texto BrOffice Writer
Lucilene
 
Programação em Kodu como instrumento de aprendizagem
Programação em Kodu como instrumento de aprendizagemProgramação em Kodu como instrumento de aprendizagem
Programação em Kodu como instrumento de aprendizagem
Fernanda Ledesma
 
Um ano após as Metas Curriculares da disciplina de TIC - Rio Maior
Um ano após as Metas Curriculares da disciplina de TIC - Rio MaiorUm ano após as Metas Curriculares da disciplina de TIC - Rio Maior
Um ano após as Metas Curriculares da disciplina de TIC - Rio Maior
Fernanda Ledesma
 
Educar e transformar com arduino
Educar e transformar com arduinoEducar e transformar com arduino
Educar e transformar com arduino
Fernanda Ledesma
 
Mobile Learning & Educational Apps
Mobile Learning & Educational AppsMobile Learning & Educational Apps
Mobile Learning & Educational Apps
Fernanda Ledesma
 
Alfabeto ilustrado de animais
Alfabeto ilustrado de animaisAlfabeto ilustrado de animais
Alfabeto ilustrado de animais
Neemias
 
Ficha word 4 - tabelas, smart'art e graficos
Ficha word 4  - tabelas, smart'art e graficosFicha word 4  - tabelas, smart'art e graficos
Ficha word 4 - tabelas, smart'art e graficos
filipereira
 
Anfibios e peixes 2010
Anfibios e peixes 2010Anfibios e peixes 2010
Anfibios e peixes 2010
Ana Paula Costa Souza
 
Contos de fadas 2010
Contos de fadas 2010Contos de fadas 2010
Contos de fadas 2010
Ana Paula Costa Souza
 
Atividades para o 1º ano do Ensino Fundamental
Atividades para o 1º ano do Ensino FundamentalAtividades para o 1º ano do Ensino Fundamental
Atividades para o 1º ano do Ensino Fundamental
Aline Christian
 
Atividades para 1º ano - alfabetização
Atividades para 1º ano - alfabetizaçãoAtividades para 1º ano - alfabetização
Atividades para 1º ano - alfabetização
Eliete Soares E Soares
 
Br office calc
Br office calc Br office calc
Br office calc
Lucilene
 
Fichas de Trabalho Carochinha 1º ano
Fichas de Trabalho Carochinha 1º anoFichas de Trabalho Carochinha 1º ano
Fichas de Trabalho Carochinha 1º ano
Ana Picão
 

Destaque (15)

Preparando o Acompanhamento do Digicl@sse
Preparando o Acompanhamento do Digicl@sse Preparando o Acompanhamento do Digicl@sse
Preparando o Acompanhamento do Digicl@sse
 
Atividades da Sala de Informática
Atividades da Sala de InformáticaAtividades da Sala de Informática
Atividades da Sala de Informática
 
Processador de Texto BrOffice Writer
Processador de Texto BrOffice WriterProcessador de Texto BrOffice Writer
Processador de Texto BrOffice Writer
 
Programação em Kodu como instrumento de aprendizagem
Programação em Kodu como instrumento de aprendizagemProgramação em Kodu como instrumento de aprendizagem
Programação em Kodu como instrumento de aprendizagem
 
Um ano após as Metas Curriculares da disciplina de TIC - Rio Maior
Um ano após as Metas Curriculares da disciplina de TIC - Rio MaiorUm ano após as Metas Curriculares da disciplina de TIC - Rio Maior
Um ano após as Metas Curriculares da disciplina de TIC - Rio Maior
 
Educar e transformar com arduino
Educar e transformar com arduinoEducar e transformar com arduino
Educar e transformar com arduino
 
Mobile Learning & Educational Apps
Mobile Learning & Educational AppsMobile Learning & Educational Apps
Mobile Learning & Educational Apps
 
Alfabeto ilustrado de animais
Alfabeto ilustrado de animaisAlfabeto ilustrado de animais
Alfabeto ilustrado de animais
 
Ficha word 4 - tabelas, smart'art e graficos
Ficha word 4  - tabelas, smart'art e graficosFicha word 4  - tabelas, smart'art e graficos
Ficha word 4 - tabelas, smart'art e graficos
 
Anfibios e peixes 2010
Anfibios e peixes 2010Anfibios e peixes 2010
Anfibios e peixes 2010
 
Contos de fadas 2010
Contos de fadas 2010Contos de fadas 2010
Contos de fadas 2010
 
Atividades para o 1º ano do Ensino Fundamental
Atividades para o 1º ano do Ensino FundamentalAtividades para o 1º ano do Ensino Fundamental
Atividades para o 1º ano do Ensino Fundamental
 
Atividades para 1º ano - alfabetização
Atividades para 1º ano - alfabetizaçãoAtividades para 1º ano - alfabetização
Atividades para 1º ano - alfabetização
 
Br office calc
Br office calc Br office calc
Br office calc
 
Fichas de Trabalho Carochinha 1º ano
Fichas de Trabalho Carochinha 1º anoFichas de Trabalho Carochinha 1º ano
Fichas de Trabalho Carochinha 1º ano
 

Semelhante a ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic

Reflexão Final da Unidade Curricular – Ana Carvalho
Reflexão Final da Unidade Curricular – Ana CarvalhoReflexão Final da Unidade Curricular – Ana Carvalho
Reflexão Final da Unidade Curricular – Ana Carvalho
AnaAndreia
 
ReflexãO Individual Ana Santos
ReflexãO Individual   Ana SantosReflexãO Individual   Ana Santos
ReflexãO Individual Ana Santos
AnaSAnaO
 
Reflexão critica lptic
Reflexão critica   lpticReflexão critica   lptic
Reflexão critica lptic
InesLourenco
 
Reflexão final
Reflexão finalReflexão final
Reflexão final
InesLourenco
 
1ª aula de mídia
1ª aula de mídia1ª aula de mídia
1ª aula de mídia
Nazira Marques
 
Reflexão Final - Inês
Reflexão Final - InêsReflexão Final - Inês
Reflexão Final - Inês
'Ines Tavares
 
R E C E N SÃ O
R E C E N SÃ OR E C E N SÃ O
R E C E N SÃ O
ascotas
 
Santana do Livramento - Ana Gládis Fernandes Romeiro
Santana do Livramento - Ana Gládis Fernandes RomeiroSantana do Livramento - Ana Gládis Fernandes Romeiro
Santana do Livramento - Ana Gládis Fernandes Romeiro
CursoTICs
 
Texto exemplo
Texto exemploTexto exemplo
Texto exemplo
231511
 
A importância do computador na educação
A importância do computador na educaçãoA importância do computador na educação
A importância do computador na educação
Adanildo Fio
 
Suelen dias bernardo tecnófila
Suelen dias bernardo   tecnófilaSuelen dias bernardo   tecnófila
Suelen dias bernardo tecnófila
Suelen Dias
 
Artigo tic carmem 3 janeiro 2013
Artigo tic carmem 3 janeiro 2013Artigo tic carmem 3 janeiro 2013
Artigo tic carmem 3 janeiro 2013
equipetics
 
Reflexão Final - Cátia
Reflexão Final - CátiaReflexão Final - Cátia
Reflexão Final - Cátia
'Ines Tavares
 
Comentário
ComentárioComentário
Comentário
Teresa Gonçalves
 
Tercnologias educativas
Tercnologias educativasTercnologias educativas
Tercnologias educativas
joana45649
 
Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...
Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...
Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...
Henrique Santos
 
Atividade 11 tecnófilo
Atividade 11 tecnófiloAtividade 11 tecnófilo
Atividade 11 tecnófilo
janinerrocha
 
Construindo apresentaçãoironi
Construindo apresentaçãoironiConstruindo apresentaçãoironi
Construindo apresentaçãoironi
ironiferriwesendonck
 
Midias educacionais
Midias educacionaisMidias educacionais
Midias educacionais
sintiarodrigues11
 
Restinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
Restinga Sêca - Mônica Rosello LarrondoRestinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
Restinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
CursoTICs
 

Semelhante a ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic (20)

Reflexão Final da Unidade Curricular – Ana Carvalho
Reflexão Final da Unidade Curricular – Ana CarvalhoReflexão Final da Unidade Curricular – Ana Carvalho
Reflexão Final da Unidade Curricular – Ana Carvalho
 
ReflexãO Individual Ana Santos
ReflexãO Individual   Ana SantosReflexãO Individual   Ana Santos
ReflexãO Individual Ana Santos
 
Reflexão critica lptic
Reflexão critica   lpticReflexão critica   lptic
Reflexão critica lptic
 
Reflexão final
Reflexão finalReflexão final
Reflexão final
 
1ª aula de mídia
1ª aula de mídia1ª aula de mídia
1ª aula de mídia
 
Reflexão Final - Inês
Reflexão Final - InêsReflexão Final - Inês
Reflexão Final - Inês
 
R E C E N SÃ O
R E C E N SÃ OR E C E N SÃ O
R E C E N SÃ O
 
Santana do Livramento - Ana Gládis Fernandes Romeiro
Santana do Livramento - Ana Gládis Fernandes RomeiroSantana do Livramento - Ana Gládis Fernandes Romeiro
Santana do Livramento - Ana Gládis Fernandes Romeiro
 
Texto exemplo
Texto exemploTexto exemplo
Texto exemplo
 
A importância do computador na educação
A importância do computador na educaçãoA importância do computador na educação
A importância do computador na educação
 
Suelen dias bernardo tecnófila
Suelen dias bernardo   tecnófilaSuelen dias bernardo   tecnófila
Suelen dias bernardo tecnófila
 
Artigo tic carmem 3 janeiro 2013
Artigo tic carmem 3 janeiro 2013Artigo tic carmem 3 janeiro 2013
Artigo tic carmem 3 janeiro 2013
 
Reflexão Final - Cátia
Reflexão Final - CátiaReflexão Final - Cátia
Reflexão Final - Cátia
 
Comentário
ComentárioComentário
Comentário
 
Tercnologias educativas
Tercnologias educativasTercnologias educativas
Tercnologias educativas
 
Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...
Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...
Aplicações de Tecnologia em Ambiente Pré-Escolar - Algumas perguntas para nen...
 
Atividade 11 tecnófilo
Atividade 11 tecnófiloAtividade 11 tecnófilo
Atividade 11 tecnófilo
 
Construindo apresentaçãoironi
Construindo apresentaçãoironiConstruindo apresentaçãoironi
Construindo apresentaçãoironi
 
Midias educacionais
Midias educacionaisMidias educacionais
Midias educacionais
 
Restinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
Restinga Sêca - Mônica Rosello LarrondoRestinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
Restinga Sêca - Mônica Rosello Larrondo
 

Mais de ascotas

Planificação consciência fonológica
Planificação  consciência fonológicaPlanificação  consciência fonológica
Planificação consciência fonológica
ascotas
 
Planificação consciência fonológica na criança
Planificação  consciência fonológica na criançaPlanificação  consciência fonológica na criança
Planificação consciência fonológica na criança
ascotas
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
ascotas
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
ascotas
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
ascotas
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
ascotas
 
Introdução à didáctica do português
Introdução à didáctica do portuguêsIntrodução à didáctica do português
Introdução à didáctica do português
ascotas
 
Introdução à didáctica do português
Introdução à didáctica do portuguêsIntrodução à didáctica do português
Introdução à didáctica do português
ascotas
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
ascotas
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
ascotas
 
Actividades compreensão e expressão da oralidade
Actividades compreensão e expressão da oralidadeActividades compreensão e expressão da oralidade
Actividades compreensão e expressão da oralidade
ascotas
 
Actividades de ortografia
Actividades de ortografiaActividades de ortografia
Actividades de ortografia
ascotas
 
Introdução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensãoIntrodução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensão
ascotas
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
ascotas
 
Planificação completa sobre consciência fonológica
Planificação completa sobre consciência fonológicaPlanificação completa sobre consciência fonológica
Planificação completa sobre consciência fonológica
ascotas
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
ascotas
 
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ildaReflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
ascotas
 
Resumo descobrir o princípio alfabético natalina
Resumo descobrir o princípio alfabético natalinaResumo descobrir o princípio alfabético natalina
Resumo descobrir o princípio alfabético natalina
ascotas
 
Actividade Blogue Final
Actividade Blogue FinalActividade Blogue Final
Actividade Blogue Final
ascotas
 
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp TicReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ascotas
 

Mais de ascotas (20)

Planificação consciência fonológica
Planificação  consciência fonológicaPlanificação  consciência fonológica
Planificação consciência fonológica
 
Planificação consciência fonológica na criança
Planificação  consciência fonológica na criançaPlanificação  consciência fonológica na criança
Planificação consciência fonológica na criança
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
 
Introdução à didáctica do português
Introdução à didáctica do portuguêsIntrodução à didáctica do português
Introdução à didáctica do português
 
Introdução à didáctica do português
Introdução à didáctica do portuguêsIntrodução à didáctica do português
Introdução à didáctica do português
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
 
Actividades compreensão e expressão da oralidade
Actividades compreensão e expressão da oralidadeActividades compreensão e expressão da oralidade
Actividades compreensão e expressão da oralidade
 
Actividades de ortografia
Actividades de ortografiaActividades de ortografia
Actividades de ortografia
 
Introdução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensãoIntrodução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensão
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
 
Planificação completa sobre consciência fonológica
Planificação completa sobre consciência fonológicaPlanificação completa sobre consciência fonológica
Planificação completa sobre consciência fonológica
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
 
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ildaReflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
 
Resumo descobrir o princípio alfabético natalina
Resumo descobrir o princípio alfabético natalinaResumo descobrir o princípio alfabético natalina
Resumo descobrir o princípio alfabético natalina
 
Actividade Blogue Final
Actividade Blogue FinalActividade Blogue Final
Actividade Blogue Final
 
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp TicReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
 

Último

Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Renan Batista Bitcoin
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 

Último (8)

Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 

ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic

  • 1. REFLEXÃO FINAL LÍNGUA PORTUGUESA E TIC ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE SETÚBAL LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO BÁSICA 3º ANO TURMA A UC: LÍNGUA PORTUGUESA E TIC DOCENTES: HELENA CAMACHO E ROSÁRIO RODRIGUES DISCENTE: ILDA MARIA FERNANDES BATISTA PEREIRA ANO LECTIVO 2009/ 2010 REFLEXÃO FLINAL 1
  • 2. “Mudam-se os tempos”… e as sociedades também mudam. Felizmente, para nós, portugueses, também a nossa sociedade acompanhou, desde há umas décadas para cá, os tempos de mudança, no que respeita à evolução verificada a nível sócio/educativo. Contrariamente aos meus tempos de criança estudante, a nossa sociedade tornou-se, actualmente, numa sociedade do conhecimento e da aprendizagem, constituída, essencialmente, num processo que conduz à melhoria da qualidade da educação básica, assente numa lógica de criação de uma cultura de iniciativa, de responsabilidade e de cidadania activa. A par de outros recursos, as tecnologias de informação e comunicação (TIC) ocupam, na sociedade actual, um papel importante no desenvolvimento e sustentação da qualidade de vida das pessoas. Neste contexto, surge, assim, uma emergência de conhecimento científico – tecnológico que se tem generalizado ao longo dos tempos e, desta forma, cresce o apelo a que se criem novas possibilidades de integração (diria obrigatória) das TIC em contextos educativos – onde se devem alicerçar os primeiros contactos/ aprendizagens no mundo da informática –, proporcionando, igualmente, novas formas de ensinar e de aprender nas várias áreas curriculares. Foi baseada no quadro acima descrito que eu criei as minhas expectativas – e também algumas dúvidas – em relação aos contributos que a Unidade Curricular, Língua Portuguesa e TIC, iria ter na minha formação pessoal, académica e profissional. Sempre gostei do estudo da Língua Portuguesa e interessei-me por toda a matéria de índole linguística que me proporcione consolidar, alargar e aprofundar os meus conhecimentos de literacia e de competências comunicativas oral e escrita. Pela Informática, tenho mantido uma relação de “aproximação por necessidade”, não deixando, por isso, de me preocupar em actualizar – me sempre que me surge a oportunidade. Na minha vida pessoal e profissional, lido frequentemente com estas matérias, mas posso dizer que com diferentes “afinidades” Criar uma estreita relação entre elas, em função de uma prática pedagógica presente – enquanto aprendente –, e futura – enquanto profissional da educação –, para mim, apresentou-se como um novo desafio. E várias foram as questões que se me levantaram: Que tipo de conteúdos científico – pedagógicos eu iria encontrar nesta UC com duas vertentes, por um lado tão distintas, e por outro lado tão convergentes? Que tipo de 2
  • 3. correlação eu iria aprender em termos práticos/ teóricos visando um propósito educativo? Que novas visões me iriam ser oferecidas em relação ao estudo da Língua Portuguesa? Quais as competências tecnológicas que eu iria adquirir? Como futuras profissionais da educação, penso que a forma algo persistente com que se tem debatido as questões relacionadas com a televisão enquanto instrumento pedagógico a vários níveis, nomeadamente, a literacia televisiva e o ensino – aprendizagem da Língua Portuguesa, têm sido bastante importantes para nos capacitarem para uma melhor compreensão/ interpretação na construção das suas significações. É evidente a importância desta tomada de consciência na descodificação da televisão, pois só assim poderemos agir crítica e conscientemente e tornarmo-nos mais selectivas nas produções que pensarmos, futuramente, oferecer às nossas crianças como “material” educativo. Tal como li nos textos da docente Fernanda Botelho, a televisão pode tornar – se um recurso, potencialmente, de valor, mas, para que isso aconteça, cabe ao educador/ professor desempenhar o papel de mediador entre as mensagens e as crianças, apoiando-as na sua interpretação e reflexão; sendo essencial que faça, igualmente, uso das potencialidades das novas tecnologias de forma a maximizar o estudo e a prática da Língua. Após a leitura/ reflexão individual e colectiva dos vários textos/ projecções que foram analisados em sala de aula, penso que foi bastante elucidativo o papel que as novas tecnologias desempenham, actualmente, na sociedade, em geral, e no contexto educativo, em particular. Todas ficámos, decerto, mais conscientes da dimensão deste “fenómeno social”, de como todos, inevitavelmente orbitamos em seu redor, e como devemos lidar com este desafio de forma responsável e construtiva. Em criança – quando as tecnologias ainda eram primárias e pouco acessíveis – recordo- me de ter raras oportunidades de contactar com a máquina de escrever. Mas era algo que me fascinava, teclar e ver aparecer escrito no papel as letras uma a uma, numa construção “mágica” de palavras, como uma sinfonia letrada. Adorava a experiência! Os tempos realmente mudaram … e as sociedades também. Actualmente, esta disponibilidade tecnológica, felizmente, banalizou-se... apesar de continuar a existir grupos com diferentes oportunidades de acesso e utilização, o que constitui um sinónimo de desigualdade social, por vezes, até de exclusão. 3
  • 4. Fui responsável pelo jornal da Instituição para onde trabalho, há uns anos. A sua edição era realizada numa sala com vários recursos informáticos, onde eu dinamizava actividades jornalísticas com as crianças – nível de 1º Ciclo do Ensino Básico – e lembro-me de vê-las desinibida e entusiasticamente a pesquisar na Net, a redigirem textos no computador, a discutirem a organização do espaço (página do jornal) … enfim, um envolvimento pleno! É neste sentido que o profissional da educação deve apostar, contamos com uma vantagem acrescida: as crianças estão intrinsecamente motivadas para trabalhar com tecnologias; não podemos pretender que vivam isolados deste “novo mundo”, temos o dever e a obrigação de os preparar para o enfrentar de forma crítica e responsável. Das aprendizagens que realizei nas aulas de TIC, gostei de todas as novas ferramentas que nos foram dadas a conhecer pela Professora Rosário: o JClic, o PhotoStory e outras mas gostei, particularmente, de aprender a criar um Blog, apesar de ter representado para mim um processo algo difícil, e em certos momentos até desesperante – mas compensador –, uma vez que foi tudo descoberto a partir do patamar zero. Penso que esta é uma estratégia pedagógica muito interessante para motivar um grupo de crianças a um trabalho colectivo e partilhado. A sua criação e dinamização representa um excelente recurso que permite muitas explorações pedagógicas, diferentes das “tradicionais,” conducentes ao desenvolvimento de múltiplas competências, quer ao nível do domínio das TIC, quer ao nível do domínio de outras áreas curriculares, nomeadamente, a Língua Portuguesa. O JClic apresenta-se como sendo um fabuloso instrumento pedagógico pelas suas potencialidades que são muito diversificadas. O conjunto de aplicações informáticas que o integram podem constituir um excelente recurso nas práticas educativas das várias áreas curriculares, seja com crianças do Pré ou com crianças em idade escolar; a adequabilidade do seu uso ficará à responsabilidade do professor/educador. Quanto ao PhotoStory, se o aplicarmos ao estudo da Língua Portuguesa, poderemos considerar esta ferramenta como um excelente artefacto para criar histórias com recurso a imagens retiradas da Internet e como apoio à leitura de obras literárias infantis com a digitalização das suas imagens e a posterior projecção. No conjunto, considero estas umas excelentes estratégias que certamente irão encantar as nossas crianças no acto educativo, e o que realmente queremos é re-encantar a educação! 4
  • 5. Penso que seriam necessárias mais algumas horas de aulas de TIC para que as alunas se sentissem mais aptas a dominar estas “novas” ferramentas digitais, principalmente aquelas que as contactam pela primeira vez – caso do Blog. As suas potencialidades são inúmeras e tenho a certeza que muitas delas ficaram por conhecer, o que é atribuível à falta de tempo. É lamentável que esta sensação de “contra – relógio” esteja subjacente a várias UCs deste Curso, onde não se consegue atribuir culpas nem apontar culpados, mas, unicamente, encontrar lesados. 5