SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE HISTÓRIAS NA EMERGÊNCIA DA LITERACIA
                                                                                         Sugestões para uma maior
Através da leitura de histórias nos primeiros anos de vida a criança aprende como
prestar atenção e dar significado aos livros, como falar sobre os acontecimentos                participação
do livro, como dar seguimento ao assunto ou ao tema estabelecido pela história
do livro e como interpretar as representações simbólicas transmitidas pelas
imagens e pelo texto. Ela apercebe-se assim que há uma imagem, e que há um texto
                                                                                                 da criança
escrito. Esse texto, que pode ser lido, corresponde àquilo que é visto na imagem. Para
alem de tudo isso a criança apercebe-se de que a leitura do texto é feita da mesma       na leitura de uma história
maneira, quer seja lido pela mãe ou pelo pai, hoje, amanha ou depois, ou seja que há
um conjunto de símbolos gráficos que podem ser descodificados, contendo o mesmo
significado, independentemente de quem os lê e do momento em que são lidos.

Mas o contar de uma história não pode de maneira nenhuma resumir-se simplesmente
a ler alto para um grupo de espectadores passivos que apenas escutam. Acima de
tudo, o momento de contar uma história deve ser totalmente participado pelas
crianças e compartilhado tanto por elas como pelo adulto, numa interacção adequada
e equilibrada.

                                 (excerto de texto do Plano Nacional de Leitura)




                                                                                           Escola Superior de Educação de Setúbal
                                  SETÚBAL
                                                                                           Licenciatura em Educação Básica 2º Ano Turma A
                               JANEIRO 2009
                                                                                                         Ano Lectivo 2008/09
O primeiro passo para a leitura é motivar para a mesma.
                                                                   Durante a leitura do livro:
 FRASES CÉLEBRES                                                   Estimule a criança a ter um papel activo durante a leitura de histórias, virando as
                                                                       folhas do livro, fazendo perguntas e fazendo comentários sobre a história.
 “A leitura engrandece a alma”                                     Responda positivamente aos comentários e às perguntas da criança.
 (Voltaire)                                                        Relacione as imagens ou os acontecimentos do livro, com experiências próprias da
                                                                       criança, fazendo perguntas ou comentários.
 “A leitura, como a comida, não alimenta senão digerida.”          Faça perguntas à criança sobre as imagens ou os acontecimentos da história.
 (Marquês de Maricá)                                               Espere que a criança use o seu mapa de comunicação, não só para responder, mas
                                                                       para fazer perguntas, adivinhar o que irá acontecer na história, etc.
                                                                   Certifique-se de que a criança consegue ver bem o texto enquanto você está a ler.
 "Descobri que a leitura é uma forma servil de sonhar. Se tenho    Estimule a criança a "ler" consigo (ex: pare de ler e espere que a criança complete
 de sonhar, porque não sonhar os meus próprios sonhos?"                ou acabe uma das frase repetitivas).
 (Fernando Pessoa)                                                 Adapte o texto ao nível de desenvolvimento da criança (ex: substituindo algumas
                                                                       palavras desconhecidas para a criança por palavras que lhe sejam familiares, ou
                                                                       simplifique o texto quando este è muito complicado).
 "São necessários anos de leitura atenta e inteligente para se     Jogue com diferentes sons e vozes conforme os diferentes personagens, enquanto
 apreciar a prosa e a poesia que fizeram a glória das nossas           está a ler a história.
 civilizações. A cultura não se improvisa. "                       Dê importância a algumas palavras novas e explique melhor uma ou duas dessas
 (Julien Green)                                                        palavras.
                                                                   Aponte para as imagens do livro, ou então chame a atenção da criança para as
 "Quem não lê não pensa, e quem não pensa será para sempre             imagens.
 um servo."                                                        Aponte para as palavras do texto enquanto está a lê-las.
 (Paulo Francis)                                                   Use livros de histórias com símbolos ou faça livros usando os símbolos do sistema
                                                                       que a criança utiliza.
 "O importante é motivar a criança para leitura, para a aventura   Para terminar:
 de ler."                                                          Diga à criança que a história terminou
 (Ziraldo )                                                        Faça uma breve revisão da história.
                                                                   Pergunte a opinião da criança acerca da história (ex: o que é que os personagens
                                                                       principais fizeram, etc.)
                                                                   Responda com entusiasmo se a criança apontar ou mostrar interesse no texto.
                                                                   Dê oportunidade à criança de seguidamente rabiscar, desenhar ou escrever sobre a
DOCENTE:                                                               história, quer seja ajudada por uma pessoa ou melhor ainda através do
                                                                       computador.
   PROFª FERNANDA BOTELHO                                         Estimule a criança a “ler" um livro sozinha (ex: usando um virador de paginas
                                                                       automático, uma história em slides, em gravador ou em CD ROM)
DISCENTE:                                                          Leia a mesma história repetidas vezes.
                                                                     As leituras repetidas, para além de facilitarem o acesso à compreensão,
   ILDA PEREIRA
                                                                   proporcionam um sentimento de familiaridade e apropriação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atps história e geografia
Atps história e geografiaAtps história e geografia
Atps história e geografia
Paulo Wanderson
 
Aula De Literatura Infantil
Aula De Literatura InfantilAula De Literatura Infantil
Aula De Literatura Infantil
roessencia
 
Power point, leitura é...
Power point, leitura é...Power point, leitura é...
Power point, leitura é...
Fan Santos
 
Literatura Infanto Juvenil - LITERATUA INFANTIL NA ESCOLA
Literatura Infanto Juvenil - LITERATUA INFANTIL NA ESCOLALiteratura Infanto Juvenil - LITERATUA INFANTIL NA ESCOLA
Literatura Infanto Juvenil - LITERATUA INFANTIL NA ESCOLA
Magno Oliveira
 
Quem conta um conto aumenta um ponto
Quem conta um conto aumenta um pontoQuem conta um conto aumenta um ponto
Quem conta um conto aumenta um ponto
raimundapequeno
 
Apresentação do slide do projeto literatura infantil
Apresentação do slide do projeto literatura infantilApresentação do slide do projeto literatura infantil
Apresentação do slide do projeto literatura infantil
Rosimeire Rodrigues
 

Mais procurados (16)

Projeto (Re)Contando Historias
Projeto (Re)Contando HistoriasProjeto (Re)Contando Historias
Projeto (Re)Contando Historias
 
Curso 7 classica
Curso 7 classicaCurso 7 classica
Curso 7 classica
 
Atps história e geografia
Atps história e geografiaAtps história e geografia
Atps história e geografia
 
Roda de leitura era uma vez uma bruxa
Roda de leitura era uma vez uma bruxaRoda de leitura era uma vez uma bruxa
Roda de leitura era uma vez uma bruxa
 
Literatura infantil
Literatura infantilLiteratura infantil
Literatura infantil
 
Aula De Literatura Infantil
Aula De Literatura InfantilAula De Literatura Infantil
Aula De Literatura Infantil
 
Power point, leitura é...
Power point, leitura é...Power point, leitura é...
Power point, leitura é...
 
Leitura no Pré-Escolar
Leitura no Pré-EscolarLeitura no Pré-Escolar
Leitura no Pré-Escolar
 
Literatura na educação infantil
Literatura na educação infantilLiteratura na educação infantil
Literatura na educação infantil
 
Literatura Infanto Juvenil - LITERATUA INFANTIL NA ESCOLA
Literatura Infanto Juvenil - LITERATUA INFANTIL NA ESCOLALiteratura Infanto Juvenil - LITERATUA INFANTIL NA ESCOLA
Literatura Infanto Juvenil - LITERATUA INFANTIL NA ESCOLA
 
O mundo do jacarezinho de parede: a lagartixa!
O mundo do jacarezinho de parede: a lagartixa!O mundo do jacarezinho de parede: a lagartixa!
O mundo do jacarezinho de parede: a lagartixa!
 
Quem conta um conto aumenta um ponto
Quem conta um conto aumenta um pontoQuem conta um conto aumenta um ponto
Quem conta um conto aumenta um ponto
 
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitorEra uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
Era uma vez: a contribuição dos contos de fadas para a formação do leitor
 
Apresentação do slide do projeto literatura infantil
Apresentação do slide do projeto literatura infantilApresentação do slide do projeto literatura infantil
Apresentação do slide do projeto literatura infantil
 
Literatura Infantil Slides
Literatura Infantil   SlidesLiteratura Infantil   Slides
Literatura Infantil Slides
 
Porquê Ler ao meu Bebé?
Porquê Ler ao meu Bebé?Porquê Ler ao meu Bebé?
Porquê Ler ao meu Bebé?
 

Semelhante a Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia

Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdfApostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
LilianPiola
 
Livros e Infância
Livros e InfânciaLivros e Infância
Livros e Infância
educadores
 
Folheto leitura em vai e vem
Folheto leitura em vai e vemFolheto leitura em vai e vem
Folheto leitura em vai e vem
Pedro de Freitas
 
Passaportte brincardeler
Passaportte brincardelerPassaportte brincardeler
Passaportte brincardeler
ecoleitura
 

Semelhante a Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia (20)

Porque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenas
Porque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenasPorque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenas
Porque sim não é resposta: 7 bons motivos para ler para crianças pequenas
 
Especial creche bebeteca
Especial creche bebetecaEspecial creche bebeteca
Especial creche bebeteca
 
Ler família3ºano
Ler família3ºanoLer família3ºano
Ler família3ºano
 
Livro vai e vem jan2011
Livro vai e vem jan2011Livro vai e vem jan2011
Livro vai e vem jan2011
 
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdfApostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
Apostila_sugestoes_para a _aula_letramento_literario.pdf
 
Asas leitura
Asas leituraAsas leitura
Asas leitura
 
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveProjeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
 
10. Que venham os livros
10. Que venham os livros10. Que venham os livros
10. Que venham os livros
 
Slides idalice
Slides   idaliceSlides   idalice
Slides idalice
 
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
 
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docxPROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
PROJETO Ed Inf 2023 Ler é Bom Expreimente.docx
 
Ler família4ºano
Ler família4ºanoLer família4ºano
Ler família4ºano
 
Adriana franciellen erika
Adriana  franciellen erikaAdriana  franciellen erika
Adriana franciellen erika
 
Projeto mary
Projeto maryProjeto mary
Projeto mary
 
Livros e Infância
Livros e InfânciaLivros e Infância
Livros e Infância
 
Folheto leitura em vai e vem
Folheto leitura em vai e vemFolheto leitura em vai e vem
Folheto leitura em vai e vem
 
Folheto já sei ler
Folheto já sei lerFolheto já sei ler
Folheto já sei ler
 
Mochilas vai e vem1
Mochilas vai e vem1Mochilas vai e vem1
Mochilas vai e vem1
 
Passaportte brincardeler
Passaportte brincardelerPassaportte brincardeler
Passaportte brincardeler
 
Ler em família
Ler em famíliaLer em família
Ler em família
 

Mais de ascotas

Planificação consciência fonológica
Planificação  consciência fonológicaPlanificação  consciência fonológica
Planificação consciência fonológica
ascotas
 
Planificação consciência fonológica na criança
Planificação  consciência fonológica na criançaPlanificação  consciência fonológica na criança
Planificação consciência fonológica na criança
ascotas
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
ascotas
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
ascotas
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
ascotas
 
Introdução à didáctica do português
Introdução à didáctica do portuguêsIntrodução à didáctica do português
Introdução à didáctica do português
ascotas
 
Introdução à didáctica do português
Introdução à didáctica do portuguêsIntrodução à didáctica do português
Introdução à didáctica do português
ascotas
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
ascotas
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
ascotas
 
Actividades compreensão e expressão da oralidade
Actividades compreensão e expressão da oralidadeActividades compreensão e expressão da oralidade
Actividades compreensão e expressão da oralidade
ascotas
 
Actividades de ortografia
Actividades de ortografiaActividades de ortografia
Actividades de ortografia
ascotas
 
Introdução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensãoIntrodução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensão
ascotas
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
ascotas
 
Planificação completa sobre consciência fonológica
Planificação completa sobre consciência fonológicaPlanificação completa sobre consciência fonológica
Planificação completa sobre consciência fonológica
ascotas
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
ascotas
 
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ildaReflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
ascotas
 
Resumo descobrir o princípio alfabético natalina
Resumo descobrir o princípio alfabético natalinaResumo descobrir o princípio alfabético natalina
Resumo descobrir o princípio alfabético natalina
ascotas
 
Actividade Blogue Final
Actividade Blogue FinalActividade Blogue Final
Actividade Blogue Final
ascotas
 
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp TicReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ascotas
 
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp TicReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ascotas
 

Mais de ascotas (20)

Planificação consciência fonológica
Planificação  consciência fonológicaPlanificação  consciência fonológica
Planificação consciência fonológica
 
Planificação consciência fonológica na criança
Planificação  consciência fonológica na criançaPlanificação  consciência fonológica na criança
Planificação consciência fonológica na criança
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
 
Introdução à didáctica do português
Introdução à didáctica do portuguêsIntrodução à didáctica do português
Introdução à didáctica do português
 
Introdução à didáctica do português
Introdução à didáctica do portuguêsIntrodução à didáctica do português
Introdução à didáctica do português
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
 
Actividades compreensão e expressão da oralidade
Actividades compreensão e expressão da oralidadeActividades compreensão e expressão da oralidade
Actividades compreensão e expressão da oralidade
 
Actividades de ortografia
Actividades de ortografiaActividades de ortografia
Actividades de ortografia
 
Introdução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensãoIntrodução à didáctica do português recensão
Introdução à didáctica do português recensão
 
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literaciaPanfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia
 
Planificação completa sobre consciência fonológica
Planificação completa sobre consciência fonológicaPlanificação completa sobre consciência fonológica
Planificação completa sobre consciência fonológica
 
Ppt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavrasPpt dos sons às palavras
Ppt dos sons às palavras
 
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ildaReflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
Reflexão individual descobrir o princípio alfabético ilda
 
Resumo descobrir o princípio alfabético natalina
Resumo descobrir o princípio alfabético natalinaResumo descobrir o princípio alfabético natalina
Resumo descobrir o princípio alfabético natalina
 
Actividade Blogue Final
Actividade Blogue FinalActividade Blogue Final
Actividade Blogue Final
 
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp TicReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
 
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp TicReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
ReflexãO Final Ilda Para Lp Tic
 

Último

atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 

Panfleto a importância da leitura de histórias na emergência da literacia

  • 1. A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE HISTÓRIAS NA EMERGÊNCIA DA LITERACIA Sugestões para uma maior Através da leitura de histórias nos primeiros anos de vida a criança aprende como prestar atenção e dar significado aos livros, como falar sobre os acontecimentos participação do livro, como dar seguimento ao assunto ou ao tema estabelecido pela história do livro e como interpretar as representações simbólicas transmitidas pelas imagens e pelo texto. Ela apercebe-se assim que há uma imagem, e que há um texto da criança escrito. Esse texto, que pode ser lido, corresponde àquilo que é visto na imagem. Para alem de tudo isso a criança apercebe-se de que a leitura do texto é feita da mesma na leitura de uma história maneira, quer seja lido pela mãe ou pelo pai, hoje, amanha ou depois, ou seja que há um conjunto de símbolos gráficos que podem ser descodificados, contendo o mesmo significado, independentemente de quem os lê e do momento em que são lidos. Mas o contar de uma história não pode de maneira nenhuma resumir-se simplesmente a ler alto para um grupo de espectadores passivos que apenas escutam. Acima de tudo, o momento de contar uma história deve ser totalmente participado pelas crianças e compartilhado tanto por elas como pelo adulto, numa interacção adequada e equilibrada. (excerto de texto do Plano Nacional de Leitura) Escola Superior de Educação de Setúbal SETÚBAL Licenciatura em Educação Básica 2º Ano Turma A JANEIRO 2009 Ano Lectivo 2008/09
  • 2. O primeiro passo para a leitura é motivar para a mesma. Durante a leitura do livro: FRASES CÉLEBRES Estimule a criança a ter um papel activo durante a leitura de histórias, virando as folhas do livro, fazendo perguntas e fazendo comentários sobre a história. “A leitura engrandece a alma” Responda positivamente aos comentários e às perguntas da criança. (Voltaire) Relacione as imagens ou os acontecimentos do livro, com experiências próprias da criança, fazendo perguntas ou comentários. “A leitura, como a comida, não alimenta senão digerida.” Faça perguntas à criança sobre as imagens ou os acontecimentos da história. (Marquês de Maricá) Espere que a criança use o seu mapa de comunicação, não só para responder, mas para fazer perguntas, adivinhar o que irá acontecer na história, etc. Certifique-se de que a criança consegue ver bem o texto enquanto você está a ler. "Descobri que a leitura é uma forma servil de sonhar. Se tenho Estimule a criança a "ler" consigo (ex: pare de ler e espere que a criança complete de sonhar, porque não sonhar os meus próprios sonhos?" ou acabe uma das frase repetitivas). (Fernando Pessoa) Adapte o texto ao nível de desenvolvimento da criança (ex: substituindo algumas palavras desconhecidas para a criança por palavras que lhe sejam familiares, ou simplifique o texto quando este è muito complicado). "São necessários anos de leitura atenta e inteligente para se Jogue com diferentes sons e vozes conforme os diferentes personagens, enquanto apreciar a prosa e a poesia que fizeram a glória das nossas está a ler a história. civilizações. A cultura não se improvisa. " Dê importância a algumas palavras novas e explique melhor uma ou duas dessas (Julien Green) palavras. Aponte para as imagens do livro, ou então chame a atenção da criança para as "Quem não lê não pensa, e quem não pensa será para sempre imagens. um servo." Aponte para as palavras do texto enquanto está a lê-las. (Paulo Francis) Use livros de histórias com símbolos ou faça livros usando os símbolos do sistema que a criança utiliza. "O importante é motivar a criança para leitura, para a aventura Para terminar: de ler." Diga à criança que a história terminou (Ziraldo ) Faça uma breve revisão da história. Pergunte a opinião da criança acerca da história (ex: o que é que os personagens principais fizeram, etc.) Responda com entusiasmo se a criança apontar ou mostrar interesse no texto. Dê oportunidade à criança de seguidamente rabiscar, desenhar ou escrever sobre a DOCENTE: história, quer seja ajudada por uma pessoa ou melhor ainda através do computador.  PROFª FERNANDA BOTELHO Estimule a criança a “ler" um livro sozinha (ex: usando um virador de paginas automático, uma história em slides, em gravador ou em CD ROM) DISCENTE: Leia a mesma história repetidas vezes. As leituras repetidas, para além de facilitarem o acesso à compreensão,  ILDA PEREIRA proporcionam um sentimento de familiaridade e apropriação.