SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
01 - A receita na Administração Pública representa todo e qualquer recolhimento aos cofres
públicos em dinheiro ou outro bem representativo de valor que o governo tem direito de arrecadar
em virtude de leis contratos e convênios. Identifique a opção que não é pertinente em relação às
receitas correntes. (0,5)

   a)   Receitas imobiliárias
   b)   Receitas de contribuições sociais
   c)   Contribuição de melhoria
   d)   Receita de Serviços
   e)   Alienação de bens móveis e imóveis

02 – A lei que deverá compreender as metas e prioridades, assim como as normas relativas ao
controle de custo é: (0,5)

   a)   Plano Plurianual
   b)   Lei de Diretrizes Orçamentárias
   c)   Lei Orçamentária Anual
   d)   Lei 4.320/64
   e)   Lei Complementar 101/2000

03 – Em relação a orçamentos públicos, o art. 165 da CF/88 estabelece que competirá ao Poder
Executivo promulgar leis para o(a): (0,5)

   a)   Orçamento fiscal, de investimentos e da seguridade social;
   b)   Emissão de moedas e títulos da divida pública;
   c)   Elaborar as leis previstas na LRF;
   d)   Plano Plurianual, as diretrizes orçamentárias e os orçamentos anuais
   e)   Fiscalização das instituições financeiras

04 – O orçamento elaborado no Brasil é do tipo: (0,5)

   a)   Misto
   b)   Executivo
   c)   Legislativo
   d)   Judiciário
   e)   Parlamentar

05 – Na codificação da receita orçamentária, o(s) dígito(s) que correspondem à categoria
econômica (Receita Corrente ou Receita de Capital): (0,5)

   a)   o primeiro
   b)   o primeiro e segundo
   c)   o segundo
   d)   o segundo e o terceiro
   e)   o terceiro
06 - No que diz respeito à receita pública, indique a o opção falsa: (0,5)

   a) a receita pública é classificada em orçamentária e extra-orçamentária, sendo que esta
      apresenta valores que não constam do orçamento;
   b) a receita orçamentária na categoria econômica, divide-se em dois grupos: corrente e
      capital;
   c) as receitas extra-orçamentárias não fazem parte do orçamento e não constituem renda para
      o Estado;
   d) a receita corrente compreende:as receitas tributária, de contribuições, patrimoniais,
      agropecuárias, industriais, de serviços, alienação de bens, de transferências correntes e
      outras receitas correntes.
   e) As receitas tributárias são provenientes de impostos, taxas e contribuições de melhorias.


07 – Em relação a Gestão da Administração Indireta, assinale a opção correta: (0,5)

   1 – Autarquias                       (1) Serviço autônomo, criado por lei, com personalidade de
   2 – Empresa Pública                  direito público, patrimônio inicial oriundo da entidade
   3 - Sociedade de Economia Mista      estatal a que se vincula. Ex.: INSS
   4 – Fundação Pública                 (2) Entidade dotada de personalidade jurídica de direito
                                        privado, com patrimônio próprio, capital exclusivamente
                                        governamental, criação autorizada por lei, para atividades
                                        econômicas ou industriais. Ex.: Casa da Moeda
                                        (3) Entidade dotada de personalidade jurídica de direito
                                        privado, com patrimônio próprio, Ex.: Banco do Brasil
                                        (4) Instituídas pelo Poder Público dotadas de personalidade
                                        jurídica de direito público para prestar serviços de utilidade
                                        pública, em educação, saúde, cultura, meio ambiente e
                                        assistência social. Ex.: FNS


08 – Complete a lacuna, em relação aos tipos de Serviço Público: (0,75)

   a) O serviço privativo do Estado é aquele em que a administração pública presta diretamente a
      sociedade e não cabe delegação.

   b) Prestação de serviço mista é o serviço prestado pela Administração Pública por seu dever do
      Estado e pode ser prestada, sem delegação, pela iniciativa privada.



09 - Disserte de forma detalhada 03 (três) princípios gerais e 01 principio especifico do orçamento
público: (4 pontos).

GERAIS: (três princípios)
Anualidade – art. 2º. L4320/64 – o orçamento deverá ser elaborado e autorizado para um exercício
financeiro
Unidade - art. 2º. L4320/64 – constitui-se de uma única peça para cada Ente
Universalidade - art. 2º. L4320/64 – devem ser previstas todas as receitas e despesas pelos seus
valores brutos
Equilíbrio – doutrina – o montante da despesa não poderá ser superior ao total de receitas
Exclusividade – art. 165§8º.CF – não deve conter matéria estranha a fixação da despesa e a
estimativa da receita
não se incluindo na proibição a autorização para abertura de créditos suplementares e contratação
de operações
de crédito
Especificação - art. 5º. L4320/64 – as despesas e receitas deverão aparecer no orçamento de forma
detalhada
Publicidade – art. 37 CF+doutrina – além do diário oficial o orçamento deverá ter ampla divulgação
Clareza – doutrina – o orçamento deve ser claro e compreensível para todos
Uniformidade – doutrina – deverá conservar estrutura uniforme por meio dos distintos exercícios
Precedência – doutrina – necessidade de autorização legislativa prévia.

ESPECÍFICOS (1 princípio)
Não afetação da receita - é o recolhimento de todas as receitas em caixa única, vedando a
vinculação de impostos, salvo previstas no art. 167,IV CF
Legalidade da tributação –CNT – diz respeito as limitações que o ente possui quanto o seu poder de
tributar, tais como instituir ou aumentar tributo sem lei, instituir tratamento desigual entre contribuintes
que se encontrem em situação equivalente
10 - Explique os princípios da Administração Pública previstos no art. 37 CF/88.
Legalidade – estabelece que o Estado deve se submeter ao império da lei sob pena de práticar ato
inválido ou expor-se a responsabilidade disciplinar e criminal.
Impessoalidade – estabelece a proibição da prática do ato administrativo para satisfazer interesse
privado ou para favorecer determinada pessoa ou situação.
Moralidade – é o dever de cumprir a lei procurando o melhor resultado para administração.
Publicidade – obrigação de divulgar em diário oficial todos os atos oficiais.
Eficiência – estabelece o exercicio de suas competências de forma imparcial, neutra, transparente,
participativa, eficaz, sem burocracia sempre buscando a qualidade.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Manual de Nutrição para Pessoas com Diabetes
Manual de Nutrição para Pessoas com DiabetesManual de Nutrição para Pessoas com Diabetes
Manual de Nutrição para Pessoas com DiabetesSérgio Amaral
 
Os limites entre a estética e a saúde
Os limites entre a estética e a saúdeOs limites entre a estética e a saúde
Os limites entre a estética e a saúdeAna Oliveira
 
Higiene na industria_de_alimentos
Higiene na industria_de_alimentosHigiene na industria_de_alimentos
Higiene na industria_de_alimentosDANIELLE BORGES
 
Comer Bem Para Viver Melhor
Comer Bem Para Viver MelhorComer Bem Para Viver Melhor
Comer Bem Para Viver MelhorProfessor Robson
 
1 curso introdutório agente de saude
1 curso introdutório agente de saude1 curso introdutório agente de saude
1 curso introdutório agente de saudeRoseli Soares
 
Projeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúdeProjeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúdeprof_roseli_barbosa
 
Slide do trabalho de introdução a nutrição
Slide do trabalho de introdução a nutriçãoSlide do trabalho de introdução a nutrição
Slide do trabalho de introdução a nutriçãoNatiele Carvalho
 
Projeto e Ações de Sustentabilidade em Unidade de Alimentação e Nutrição Hosp...
Projeto e Ações de Sustentabilidade em Unidade de Alimentação e Nutrição Hosp...Projeto e Ações de Sustentabilidade em Unidade de Alimentação e Nutrição Hosp...
Projeto e Ações de Sustentabilidade em Unidade de Alimentação e Nutrição Hosp...Adélia Chaves
 
Manual de boas práticas de manipulação dos alimentos
Manual de boas práticas de manipulação dos alimentosManual de boas práticas de manipulação dos alimentos
Manual de boas práticas de manipulação dos alimentosKetlenBatista
 
Nutrição do paciente oncológico.pptx
Nutrição do paciente oncológico.pptxNutrição do paciente oncológico.pptx
Nutrição do paciente oncológico.pptxLarissaCampos96
 
SUS e Controle social de gestão em saúde
SUS e Controle social de gestão em saúde SUS e Controle social de gestão em saúde
SUS e Controle social de gestão em saúde Franco Allan
 

Mais procurados (20)

Manual de Nutrição para Pessoas com Diabetes
Manual de Nutrição para Pessoas com DiabetesManual de Nutrição para Pessoas com Diabetes
Manual de Nutrição para Pessoas com Diabetes
 
Perguntas e respostas sobre o pgrss!
Perguntas e respostas sobre o pgrss!Perguntas e respostas sobre o pgrss!
Perguntas e respostas sobre o pgrss!
 
Os limites entre a estética e a saúde
Os limites entre a estética e a saúdeOs limites entre a estética e a saúde
Os limites entre a estética e a saúde
 
Higiene na industria_de_alimentos
Higiene na industria_de_alimentosHigiene na industria_de_alimentos
Higiene na industria_de_alimentos
 
Comer Bem Para Viver Melhor
Comer Bem Para Viver MelhorComer Bem Para Viver Melhor
Comer Bem Para Viver Melhor
 
1 curso introdutório agente de saude
1 curso introdutório agente de saude1 curso introdutório agente de saude
1 curso introdutório agente de saude
 
Projeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúdeProjeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúde
 
Dieta branda
Dieta brandaDieta branda
Dieta branda
 
Saúde: um direito humano ameaçado
Saúde: um direito humano ameaçadoSaúde: um direito humano ameaçado
Saúde: um direito humano ameaçado
 
Estado nutricional
Estado nutricionalEstado nutricional
Estado nutricional
 
Carências Nutricionais: Vitamina D e Cálcio
Carências Nutricionais: Vitamina D e CálcioCarências Nutricionais: Vitamina D e Cálcio
Carências Nutricionais: Vitamina D e Cálcio
 
Slide do trabalho de introdução a nutrição
Slide do trabalho de introdução a nutriçãoSlide do trabalho de introdução a nutrição
Slide do trabalho de introdução a nutrição
 
Projeto e Ações de Sustentabilidade em Unidade de Alimentação e Nutrição Hosp...
Projeto e Ações de Sustentabilidade em Unidade de Alimentação e Nutrição Hosp...Projeto e Ações de Sustentabilidade em Unidade de Alimentação e Nutrição Hosp...
Projeto e Ações de Sustentabilidade em Unidade de Alimentação e Nutrição Hosp...
 
Manual de boas práticas de manipulação dos alimentos
Manual de boas práticas de manipulação dos alimentosManual de boas práticas de manipulação dos alimentos
Manual de boas práticas de manipulação dos alimentos
 
Aula 01 ética
Aula 01 éticaAula 01 ética
Aula 01 ética
 
Ppt0000136
Ppt0000136Ppt0000136
Ppt0000136
 
Nutrição do paciente oncológico.pptx
Nutrição do paciente oncológico.pptxNutrição do paciente oncológico.pptx
Nutrição do paciente oncológico.pptx
 
Embalagem para alimentos
Embalagem para alimentosEmbalagem para alimentos
Embalagem para alimentos
 
Declaração monitoria
Declaração monitoriaDeclaração monitoria
Declaração monitoria
 
SUS e Controle social de gestão em saúde
SUS e Controle social de gestão em saúde SUS e Controle social de gestão em saúde
SUS e Controle social de gestão em saúde
 

Semelhante a Prova gabarito

Material aula contabilidade e planj triburtario 2014_2
Material aula contabilidade e planj triburtario 2014_2Material aula contabilidade e planj triburtario 2014_2
Material aula contabilidade e planj triburtario 2014_2Rafhael Sena
 
Slide 2 - Competência tributária.pptx
Slide 2 - Competência tributária.pptxSlide 2 - Competência tributária.pptx
Slide 2 - Competência tributária.pptxTiagoCardoso174602
 
Aula fgv gv law - 03.10 - espécies de contribuições
Aula fgv   gv law - 03.10 - espécies de contribuiçõesAula fgv   gv law - 03.10 - espécies de contribuições
Aula fgv gv law - 03.10 - espécies de contribuiçõesJulia De Menezes Nogueira
 
Aspectos tributários oscips
Aspectos tributários oscipsAspectos tributários oscips
Aspectos tributários oscipsABRASCIP
 
AULA 05-direta-e-indireta-parte-3.pdf
AULA 05-direta-e-indireta-parte-3.pdfAULA 05-direta-e-indireta-parte-3.pdf
AULA 05-direta-e-indireta-parte-3.pdflegrafic
 
3 - Limita-se ao Poder de Tributar
3 - Limita-se ao Poder de Tributar3 - Limita-se ao Poder de Tributar
3 - Limita-se ao Poder de TributarJessica Namba
 
Ebook - Tributação - Entidade sem fin lucrativos.pdf
Ebook - Tributação - Entidade sem fin lucrativos.pdfEbook - Tributação - Entidade sem fin lucrativos.pdf
Ebook - Tributação - Entidade sem fin lucrativos.pdfNelsonSilva433255
 
Retenesnafonte 111209061018-phpapp01
Retenesnafonte 111209061018-phpapp01Retenesnafonte 111209061018-phpapp01
Retenesnafonte 111209061018-phpapp01Rodrigo Oliveira
 
Contabilidade publica 2
Contabilidade publica 2Contabilidade publica 2
Contabilidade publica 2Leo Coff
 
Direito Tributario
Direito TributarioDireito Tributario
Direito Tributariootony1ccn1
 

Semelhante a Prova gabarito (20)

DireitoTributário – Imunidades e Isenções – 3º setor - Cebas
DireitoTributário – Imunidades e Isenções – 3º setor - CebasDireitoTributário – Imunidades e Isenções – 3º setor - Cebas
DireitoTributário – Imunidades e Isenções – 3º setor - Cebas
 
Material aula contabilidade e planj triburtario 2014_2
Material aula contabilidade e planj triburtario 2014_2Material aula contabilidade e planj triburtario 2014_2
Material aula contabilidade e planj triburtario 2014_2
 
Aula tf 5 contribuições
Aula tf 5   contribuiçõesAula tf 5   contribuições
Aula tf 5 contribuições
 
Apostila de direito tributario
Apostila de direito tributarioApostila de direito tributario
Apostila de direito tributario
 
Direito tributario 22
Direito tributario 22Direito tributario 22
Direito tributario 22
 
Slide 2 - Competência tributária.pptx
Slide 2 - Competência tributária.pptxSlide 2 - Competência tributária.pptx
Slide 2 - Competência tributária.pptx
 
Aula fgv gv law - 03.10 - espécies de contribuições
Aula fgv   gv law - 03.10 - espécies de contribuiçõesAula fgv   gv law - 03.10 - espécies de contribuições
Aula fgv gv law - 03.10 - espécies de contribuições
 
Aspectos tributários oscips
Aspectos tributários oscipsAspectos tributários oscips
Aspectos tributários oscips
 
Francisco Rodrigues (Tuca) - Gestão Financeira
Francisco Rodrigues (Tuca) - Gestão FinanceiraFrancisco Rodrigues (Tuca) - Gestão Financeira
Francisco Rodrigues (Tuca) - Gestão Financeira
 
AULA 05-direta-e-indireta-parte-3.pdf
AULA 05-direta-e-indireta-parte-3.pdfAULA 05-direta-e-indireta-parte-3.pdf
AULA 05-direta-e-indireta-parte-3.pdf
 
3 - Limita-se ao Poder de Tributar
3 - Limita-se ao Poder de Tributar3 - Limita-se ao Poder de Tributar
3 - Limita-se ao Poder de Tributar
 
Curso tributário -_oi
Curso tributário -_oiCurso tributário -_oi
Curso tributário -_oi
 
Ebook - Tributação - Entidade sem fin lucrativos.pdf
Ebook - Tributação - Entidade sem fin lucrativos.pdfEbook - Tributação - Entidade sem fin lucrativos.pdf
Ebook - Tributação - Entidade sem fin lucrativos.pdf
 
Resumo tributario
Resumo tributarioResumo tributario
Resumo tributario
 
Contribuições especiais
Contribuições especiaisContribuições especiais
Contribuições especiais
 
Retenesnafonte 111209061018-phpapp01
Retenesnafonte 111209061018-phpapp01Retenesnafonte 111209061018-phpapp01
Retenesnafonte 111209061018-phpapp01
 
Contribuições sociais
Contribuições sociaisContribuições sociais
Contribuições sociais
 
Contabilidade publica 2
Contabilidade publica 2Contabilidade publica 2
Contabilidade publica 2
 
Direito Tributario
Direito TributarioDireito Tributario
Direito Tributario
 
tributos
tributostributos
tributos
 

Último

425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 

Último (20)

425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 

Prova gabarito

  • 1. 01 - A receita na Administração Pública representa todo e qualquer recolhimento aos cofres públicos em dinheiro ou outro bem representativo de valor que o governo tem direito de arrecadar em virtude de leis contratos e convênios. Identifique a opção que não é pertinente em relação às receitas correntes. (0,5) a) Receitas imobiliárias b) Receitas de contribuições sociais c) Contribuição de melhoria d) Receita de Serviços e) Alienação de bens móveis e imóveis 02 – A lei que deverá compreender as metas e prioridades, assim como as normas relativas ao controle de custo é: (0,5) a) Plano Plurianual b) Lei de Diretrizes Orçamentárias c) Lei Orçamentária Anual d) Lei 4.320/64 e) Lei Complementar 101/2000 03 – Em relação a orçamentos públicos, o art. 165 da CF/88 estabelece que competirá ao Poder Executivo promulgar leis para o(a): (0,5) a) Orçamento fiscal, de investimentos e da seguridade social; b) Emissão de moedas e títulos da divida pública; c) Elaborar as leis previstas na LRF; d) Plano Plurianual, as diretrizes orçamentárias e os orçamentos anuais e) Fiscalização das instituições financeiras 04 – O orçamento elaborado no Brasil é do tipo: (0,5) a) Misto b) Executivo c) Legislativo d) Judiciário e) Parlamentar 05 – Na codificação da receita orçamentária, o(s) dígito(s) que correspondem à categoria econômica (Receita Corrente ou Receita de Capital): (0,5) a) o primeiro b) o primeiro e segundo c) o segundo d) o segundo e o terceiro e) o terceiro
  • 2. 06 - No que diz respeito à receita pública, indique a o opção falsa: (0,5) a) a receita pública é classificada em orçamentária e extra-orçamentária, sendo que esta apresenta valores que não constam do orçamento; b) a receita orçamentária na categoria econômica, divide-se em dois grupos: corrente e capital; c) as receitas extra-orçamentárias não fazem parte do orçamento e não constituem renda para o Estado; d) a receita corrente compreende:as receitas tributária, de contribuições, patrimoniais, agropecuárias, industriais, de serviços, alienação de bens, de transferências correntes e outras receitas correntes. e) As receitas tributárias são provenientes de impostos, taxas e contribuições de melhorias. 07 – Em relação a Gestão da Administração Indireta, assinale a opção correta: (0,5) 1 – Autarquias (1) Serviço autônomo, criado por lei, com personalidade de 2 – Empresa Pública direito público, patrimônio inicial oriundo da entidade 3 - Sociedade de Economia Mista estatal a que se vincula. Ex.: INSS 4 – Fundação Pública (2) Entidade dotada de personalidade jurídica de direito privado, com patrimônio próprio, capital exclusivamente governamental, criação autorizada por lei, para atividades econômicas ou industriais. Ex.: Casa da Moeda (3) Entidade dotada de personalidade jurídica de direito privado, com patrimônio próprio, Ex.: Banco do Brasil (4) Instituídas pelo Poder Público dotadas de personalidade jurídica de direito público para prestar serviços de utilidade pública, em educação, saúde, cultura, meio ambiente e assistência social. Ex.: FNS 08 – Complete a lacuna, em relação aos tipos de Serviço Público: (0,75) a) O serviço privativo do Estado é aquele em que a administração pública presta diretamente a sociedade e não cabe delegação. b) Prestação de serviço mista é o serviço prestado pela Administração Pública por seu dever do Estado e pode ser prestada, sem delegação, pela iniciativa privada. 09 - Disserte de forma detalhada 03 (três) princípios gerais e 01 principio especifico do orçamento público: (4 pontos). GERAIS: (três princípios) Anualidade – art. 2º. L4320/64 – o orçamento deverá ser elaborado e autorizado para um exercício financeiro Unidade - art. 2º. L4320/64 – constitui-se de uma única peça para cada Ente Universalidade - art. 2º. L4320/64 – devem ser previstas todas as receitas e despesas pelos seus valores brutos Equilíbrio – doutrina – o montante da despesa não poderá ser superior ao total de receitas Exclusividade – art. 165§8º.CF – não deve conter matéria estranha a fixação da despesa e a estimativa da receita não se incluindo na proibição a autorização para abertura de créditos suplementares e contratação de operações
  • 3. de crédito Especificação - art. 5º. L4320/64 – as despesas e receitas deverão aparecer no orçamento de forma detalhada Publicidade – art. 37 CF+doutrina – além do diário oficial o orçamento deverá ter ampla divulgação Clareza – doutrina – o orçamento deve ser claro e compreensível para todos Uniformidade – doutrina – deverá conservar estrutura uniforme por meio dos distintos exercícios Precedência – doutrina – necessidade de autorização legislativa prévia. ESPECÍFICOS (1 princípio) Não afetação da receita - é o recolhimento de todas as receitas em caixa única, vedando a vinculação de impostos, salvo previstas no art. 167,IV CF Legalidade da tributação –CNT – diz respeito as limitações que o ente possui quanto o seu poder de tributar, tais como instituir ou aumentar tributo sem lei, instituir tratamento desigual entre contribuintes que se encontrem em situação equivalente 10 - Explique os princípios da Administração Pública previstos no art. 37 CF/88. Legalidade – estabelece que o Estado deve se submeter ao império da lei sob pena de práticar ato inválido ou expor-se a responsabilidade disciplinar e criminal. Impessoalidade – estabelece a proibição da prática do ato administrativo para satisfazer interesse privado ou para favorecer determinada pessoa ou situação. Moralidade – é o dever de cumprir a lei procurando o melhor resultado para administração. Publicidade – obrigação de divulgar em diário oficial todos os atos oficiais. Eficiência – estabelece o exercicio de suas competências de forma imparcial, neutra, transparente, participativa, eficaz, sem burocracia sempre buscando a qualidade.