SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Promovendo a Saúde do
Professor
Organização Escola
A escola como instituição
social tem uma série de
características organizacionais,
que influenciam e modelam as
interações dos indivíduos que
atuam em seu interior e também
nas relações com a comunidade.
Ninguém esta habilitado a propor
mudanças, melhorias e
aprimoramentos, sem considerar e
conhecer adequadamente a
perspectiva organizacional.
Profissão Docente
O lugar central que os docentes ocupam na sociedade
pode ser aceito pela maioria dos segmentos sociais. Mas
esse reconhecimento não tem resultado em valorização
social e mesmo em qualidade de vida no trabalho. O nível
de satisfação e bem-estar docente tem sido objeto de vários
estudos e, lamentavelmente, as conclusões são pessimistas.
Profissão Docente
Os dados e as conclusões dos estudos interessados
em descrever o perfil do adoecimento dos professores são
convergentes, independente da população estudada. Os
professores têm mais risco de sofrimento psíquico e a
prevalência de transtornos psíquicos menores, é maior entre
eles, quando comparado a outros grupos.
Profissão Docente
Na atualidade, o papel do
professor extrapolou a mediação
do processo de conhecimento do
aluno. Ampliou-se a missão do
profissional para além da sala de
aula, o fim de garantir uma
articulação entre a escola e a
comunidade. O professor além de
ensinar, deve participar da gestão e
do planejamento escolares, o que
significa uma dedicação mais
ampla, a qual se estende à família e
à comunidade.
Profissão Docente
A mudança de
habilidades e competências que
os professores têm que
apresentar para o exercício da
profissão, somado ao estilo de
gestão da escola, localização
geográfica, a relação com a
família e a comunidade, entre
outros fatores, têm contribuído
para a permanente erosão na
saúde docente.
O Stress Docente
O Stress Docente
 Embora exista muita preocupação social com o stress o
mesmo não ocorre com as organizações e instituições, tendo
historicamente atribuído ao profissional a responsabilidade pela
sua saúde;
 O stress apresenta características de epidemia, acometendo
diversas categorias profissionais;
 O stress é conceituado como uma tensão que causa uma
ruptura no equilíbrio do organismo;
O Stress Docente
Para diagnosticar a presença de stress, é necessário
reconhecer sua sintomatologia. Os principais sintomas são:
 Mãos frias;
 Alteração de memória;
 Boca seca, pesadelos;
 Nó no estômago;
 Diarréia passageira;
 Vontade de fugir de tudo (fuga);
 Insônia inicial ou terminal;
 Má digestão, gases;
 Tontura;
 Tédio;
 Hipertensão arterial;
 Apatia ou raiva prolongada;
 Perda do humor e
 Esquiva social.
O Stress Docente
 O curso do stress passa por fases: Alarme; Resistência e
Exaustão;
 Os primeiros sintomas são alarmes para avisar que algo não
vai bem ou que é ameaçador;
 Na fase de resistência encontram-se os seguintes sintomas:
medo, nervosismo, isolamento social, roer unhas, queda de
cabelo, impotência sexual temporária.
 Caso os eventos estressantes não sejam removidos, a pessoa
chega a fase de exaustão: instala-se uma patologia que pode
acometer o sistema límbico (depressão), o sistema endócrino
(diabetes) e o sistema imune (câncer, especialmente leucemia)
que pode evoluir para a fatalidade.
Fontes do Stress
 Pessoais:
 Idealismo no exercício da profissão;
 Expectativa na carreira;
 Lutos;
 Fofocas;
 Problemas familiares;
 Sentimentos de incapacidade de fazer frente às
demandas que se apresentam no cotidiano.
Fontes do Stress
 Institucionais:
 Conflitos interpessoais;
 Sobrecarga de trabalho;
 Dinâmica das atividades profissionais;
Condutas que previnem o Stress
 Analisar a maneira de ver a vida;
 Avaliar os objetivos;
 Fazer planejamentos;
 Ter uma visão otimista, porém, não
perder os pés da realidade, isto é,
otimista, mas realista.
O Stress do Professor
 Falta de formação científica;
 Punição e injustiça;
 Cultura organizacional baseada na ameaça;
 Falta de comunicação;
 Restrição ao desenvolvimento pessoa;
 Condições de trabalho (regiões carentes e/ou violenta);
 Contingências familiares estressantes (doentes, dependentes
químicos, portadores de necessidades especiais, desemprego,
alcoolismo);
 Clima no ambiente de trabalho, etc
Síndrome de
Burnout
Síndrome de Burnout
Burnout é o nome da dor de um profissional
encalacrado entre o que pode fazer e o que efetivamente
consegue fazer, entre o que deve fazer e o que efetivamente
pode, entre o céu de possibilidades e o inferno dos limites
estruturais, entre a vitória e a frustração;
Síndrome de Burnout
Burnout é um termo que
vem do inglês, e na sua origem,
significa queimar para fora. É
como se a energia que move e
que dá vida ao ser humano fosse
“jogada para fora”, fosse perdida
e, nesse perder energia, o sujeito
chegaria ao seu extremo,
praticamente sem possibilidades
físicas ou mentais de seguir no
seu fazer diário. É um profundo
sentimento de frustração e
exaustão em relação ao trabalho.
Síndrome de Burnout
Entusiasmo e dedicação cedem
lugar à frustração e raiva como resposta a
estressores pessoais, ocupacionais e sociais
que, por sua vez, levam à desilusão quanto
às atividades de trabalho. Depois há uma
vulnerabilidade pessoal cada vez maior com
múltiplos sintomas físicos (dores de cabeça,
hipertensão arterial, etc.), sintomas
cognitivos (“a culpa é dos alunos” e “eu
preciso cuidar de mim” ) e emocionais
(irritabilidade, tristeza) os quais, se não
forem, tratados aumentam, até alcançar uma
sensação de esvaziamento e de “não ligar
mais”
Síndrome de Burnout
Entre os fatores externos que podem levar ao Burnout
destacam-se:
 O papel do diretor;
 Conflitos;
 Ambiguidade e excesso de papéis;
 Jornada de trabalho;
 Alunos indisciplinados;
 Falta de interação social no trabalho;
 Falta de reconhecimento;
 Valores conflitantes entre instituição e o professor;
 Baixo status social da profissão.
Síndrome de Burnout
As variáveis relativas à
personalidade são as que têm
demonstrado forte interferência no
desencadeamento do Burnout. As
características de personalidade
interagem de modo complexo com
os agentes estressores tanto no
sentido de incrementá-los, como,
ao contrário, inibi-los ou eliminá-
los. Diferenças de personalidade
fazem com que os sintomas se
apresentem de diferentes formas e
grau de intensidade.
Resiliência
 Entre as variáveis de personalidade, os estudos têm
destacado a resiliência como fator preponderante na
promoção e manutenção da saúde dos trabalhadores;
 Pode ser definida como um processo dinâmico que tem
como resultado a adaptação positiva em contextos de
grande adversidade.
Resiliência
 Para compreender o fenômeno da Resiliência, deve-se
responder a 4 questões:
 EU TENHO pessoas em torno em quem confio?
 EU SOU uma pessoa pela qual os outros sentem
apreço e carinho?
 EU ESTOU certo de que tudo sairá bem?
 EU POSSO falar sobre coisas que me assustam ou
inquietam?
Promovendo a Saúde do Professor

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@sSaúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@sProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Palestra Motivacional Ensino Médio
Palestra Motivacional Ensino MédioPalestra Motivacional Ensino Médio
Palestra Motivacional Ensino Médioangelavbecker
 
O papel do professor frente à inclusão de crianças com autismo
O papel do professor frente à inclusão de crianças com autismoO papel do professor frente à inclusão de crianças com autismo
O papel do professor frente à inclusão de crianças com autismoAmanda Barbosa
 
Palestra sobre Estresse e Qualidade de Vida no Trabalho
Palestra sobre Estresse e Qualidade de Vida no TrabalhoPalestra sobre Estresse e Qualidade de Vida no Trabalho
Palestra sobre Estresse e Qualidade de Vida no TrabalhoPatrícia Sena
 
Palestra - A importância do trabalho em equipe
Palestra - A importância do trabalho em equipePalestra - A importância do trabalho em equipe
Palestra - A importância do trabalho em equipeJoelson Matoso
 
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outroEmpatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outroVera Lessa
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
AutoconhecimentoDalila Melo
 
Palestra Depressão e Ansiedade
Palestra Depressão e AnsiedadePalestra Depressão e Ansiedade
Palestra Depressão e AnsiedadeRenata Pimentel
 

Mais procurados (20)

Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@sSaúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
 
Sindrome de burnout
Sindrome de burnoutSindrome de burnout
Sindrome de burnout
 
Autismo aula power point
Autismo aula power pointAutismo aula power point
Autismo aula power point
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
Inteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalhoInteligencia emocional no trabalho
Inteligencia emocional no trabalho
 
Como cuidar da minha saúde mental?
Como cuidar da minha saúde mental?Como cuidar da minha saúde mental?
Como cuidar da minha saúde mental?
 
Palestra Inteligência Emocional
Palestra Inteligência EmocionalPalestra Inteligência Emocional
Palestra Inteligência Emocional
 
Autoestima
AutoestimaAutoestima
Autoestima
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
Relacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20hRelacionamento Interpessoal 20h
Relacionamento Interpessoal 20h
 
Palestra Motivacional Ensino Médio
Palestra Motivacional Ensino MédioPalestra Motivacional Ensino Médio
Palestra Motivacional Ensino Médio
 
Slaide afetividade
Slaide   afetividadeSlaide   afetividade
Slaide afetividade
 
O papel do professor frente à inclusão de crianças com autismo
O papel do professor frente à inclusão de crianças com autismoO papel do professor frente à inclusão de crianças com autismo
O papel do professor frente à inclusão de crianças com autismo
 
Palestra sobre Estresse e Qualidade de Vida no Trabalho
Palestra sobre Estresse e Qualidade de Vida no TrabalhoPalestra sobre Estresse e Qualidade de Vida no Trabalho
Palestra sobre Estresse e Qualidade de Vida no Trabalho
 
Palestra - A importância do trabalho em equipe
Palestra - A importância do trabalho em equipePalestra - A importância do trabalho em equipe
Palestra - A importância do trabalho em equipe
 
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
 
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outroEmpatia - A arte de se colocar no lugar do outro
Empatia - A arte de se colocar no lugar do outro
 
Síndrome de burnout
Síndrome de burnoutSíndrome de burnout
Síndrome de burnout
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
 
Palestra Depressão e Ansiedade
Palestra Depressão e AnsiedadePalestra Depressão e Ansiedade
Palestra Depressão e Ansiedade
 

Destaque

Riscos da saude dos professores
 Riscos da saude dos professores Riscos da saude dos professores
Riscos da saude dos professoresInacio Tembe
 
Saúde do professor
Saúde do professorSaúde do professor
Saúde do professorluguvi
 
Doenças ocupacionais dos professores
Doenças ocupacionais dos professoresDoenças ocupacionais dos professores
Doenças ocupacionais dos professoresPedro Daniel
 
A Escolha de uma Profissão
A Escolha de uma ProfissãoA Escolha de uma Profissão
A Escolha de uma ProfissãoCassia Dias
 
O bem-estar dos professores - Álvaro Marchesi
O bem-estar dos professores - Álvaro MarchesiO bem-estar dos professores - Álvaro Marchesi
O bem-estar dos professores - Álvaro MarchesiMariana Correia
 
Guia de como escolher a profissão.
Guia de como escolher a profissão.Guia de como escolher a profissão.
Guia de como escolher a profissão.Gessica Sanchez
 
EquilíBrio Emocional Slides Palestra Gratuita
EquilíBrio Emocional   Slides   Palestra GratuitaEquilíBrio Emocional   Slides   Palestra Gratuita
EquilíBrio Emocional Slides Palestra GratuitaVibroglobal
 
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...bio_fecli
 
Trabalho de ergonomia
Trabalho de ergonomiaTrabalho de ergonomia
Trabalho de ergonomiajonastim
 
Riscos ocupacionais no processo de soldagem solda eletrica
Riscos ocupacionais no processo de soldagem   solda eletricaRiscos ocupacionais no processo de soldagem   solda eletrica
Riscos ocupacionais no processo de soldagem solda eletricaAndré de Vasconcelos
 
Escolha profissional / Mercado de Trabalho
Escolha profissional / Mercado de TrabalhoEscolha profissional / Mercado de Trabalho
Escolha profissional / Mercado de TrabalhoAyala Carvalho
 
LEI DE PROTEÇÃO AO PROFESSOR‏
LEI DE PROTEÇÃO AO PROFESSOR‏LEI DE PROTEÇÃO AO PROFESSOR‏
LEI DE PROTEÇÃO AO PROFESSOR‏Italo Malta
 
Avaliação trabalho do professor na educação infantil - Zilma de Oliveira (org)v1
Avaliação trabalho do professor na educação infantil - Zilma de Oliveira (org)v1Avaliação trabalho do professor na educação infantil - Zilma de Oliveira (org)v1
Avaliação trabalho do professor na educação infantil - Zilma de Oliveira (org)v1vivianelima
 
Slide didática a identidade feminina
Slide didática a identidade femininaSlide didática a identidade feminina
Slide didática a identidade femininavaniaboys
 
Palestra de ergonomia Nr -17
Palestra de ergonomia Nr -17Palestra de ergonomia Nr -17
Palestra de ergonomia Nr -17Josiel Leite
 

Destaque (20)

Saude dos professores
Saude dos professoresSaude dos professores
Saude dos professores
 
Riscos da saude dos professores
 Riscos da saude dos professores Riscos da saude dos professores
Riscos da saude dos professores
 
Saúde do professor
Saúde do professorSaúde do professor
Saúde do professor
 
Doenças ocupacionais dos professores
Doenças ocupacionais dos professoresDoenças ocupacionais dos professores
Doenças ocupacionais dos professores
 
A Escolha de uma Profissão
A Escolha de uma ProfissãoA Escolha de uma Profissão
A Escolha de uma Profissão
 
Aula 04 Ergonomia
Aula 04    ErgonomiaAula 04    Ergonomia
Aula 04 Ergonomia
 
O bem-estar dos professores - Álvaro Marchesi
O bem-estar dos professores - Álvaro MarchesiO bem-estar dos professores - Álvaro Marchesi
O bem-estar dos professores - Álvaro Marchesi
 
Guia de como escolher a profissão.
Guia de como escolher a profissão.Guia de como escolher a profissão.
Guia de como escolher a profissão.
 
Slideaula samia
Slideaula samiaSlideaula samia
Slideaula samia
 
EquilíBrio Emocional Slides Palestra Gratuita
EquilíBrio Emocional   Slides   Palestra GratuitaEquilíBrio Emocional   Slides   Palestra Gratuita
EquilíBrio Emocional Slides Palestra Gratuita
 
INSTRUMENTOS PARA APRIMORAMENTO DO TRABALHO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL
INSTRUMENTOS PARA APRIMORAMENTO DO TRABALHO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTILINSTRUMENTOS PARA APRIMORAMENTO DO TRABALHO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL
INSTRUMENTOS PARA APRIMORAMENTO DO TRABALHO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL
 
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
O papel da escola como promotora de saúde percepção de professores e alunos d...
 
Trabalho de ergonomia
Trabalho de ergonomiaTrabalho de ergonomia
Trabalho de ergonomia
 
Trabalho Individual - PROJETO FUTURO PROFISSIONAL
Trabalho Individual - PROJETO FUTURO PROFISSIONALTrabalho Individual - PROJETO FUTURO PROFISSIONAL
Trabalho Individual - PROJETO FUTURO PROFISSIONAL
 
Riscos ocupacionais no processo de soldagem solda eletrica
Riscos ocupacionais no processo de soldagem   solda eletricaRiscos ocupacionais no processo de soldagem   solda eletrica
Riscos ocupacionais no processo de soldagem solda eletrica
 
Escolha profissional / Mercado de Trabalho
Escolha profissional / Mercado de TrabalhoEscolha profissional / Mercado de Trabalho
Escolha profissional / Mercado de Trabalho
 
LEI DE PROTEÇÃO AO PROFESSOR‏
LEI DE PROTEÇÃO AO PROFESSOR‏LEI DE PROTEÇÃO AO PROFESSOR‏
LEI DE PROTEÇÃO AO PROFESSOR‏
 
Avaliação trabalho do professor na educação infantil - Zilma de Oliveira (org)v1
Avaliação trabalho do professor na educação infantil - Zilma de Oliveira (org)v1Avaliação trabalho do professor na educação infantil - Zilma de Oliveira (org)v1
Avaliação trabalho do professor na educação infantil - Zilma de Oliveira (org)v1
 
Slide didática a identidade feminina
Slide didática a identidade femininaSlide didática a identidade feminina
Slide didática a identidade feminina
 
Palestra de ergonomia Nr -17
Palestra de ergonomia Nr -17Palestra de ergonomia Nr -17
Palestra de ergonomia Nr -17
 

Semelhante a Promovendo a Saúde do Professor

Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...Rui Grilo
 
Conseqüências no organismo
Conseqüências no organismoConseqüências no organismo
Conseqüências no organismoCarlos Nunes
 
Risco psicossocial (stress)
Risco psicossocial (stress)Risco psicossocial (stress)
Risco psicossocial (stress)Patrícia Morais
 
Síndrome de burnout
Síndrome de burnoutSíndrome de burnout
Síndrome de burnoutCREVELARO
 
Síndrome de burnout
Síndrome de burnoutSíndrome de burnout
Síndrome de burnoutvitorbebe
 
gestao_stress_profissional.pptx
gestao_stress_profissional.pptxgestao_stress_profissional.pptx
gestao_stress_profissional.pptxCarlos Dias
 
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho   Resumo Da ApresentaçãOLidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho   Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãOThiago de Almeida
 
O stress é social
O stress é socialO stress é social
O stress é socialcatandrade
 
Stresse e Síndrome de Burnout.pptx
Stresse e Síndrome de Burnout.pptxStresse e Síndrome de Burnout.pptx
Stresse e Síndrome de Burnout.pptxFabrciaSilveira
 
Tcc orientandos 2010 2 tania - sindrome de burnout
Tcc orientandos 2010 2  tania - sindrome de burnoutTcc orientandos 2010 2  tania - sindrome de burnout
Tcc orientandos 2010 2 tania - sindrome de burnoutAntonio Silva
 
Texto 5 enfrentamento do estresse
Texto 5 enfrentamento do estresseTexto 5 enfrentamento do estresse
Texto 5 enfrentamento do estressePsicologia_2015
 
DISTÚRBIOS MENTAIS E SUAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO, VISÃO HOLÍSTICA DO SER HUMANO...
DISTÚRBIOS MENTAIS E SUAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO, VISÃO HOLÍSTICA DO SER HUMANO...DISTÚRBIOS MENTAIS E SUAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO, VISÃO HOLÍSTICA DO SER HUMANO...
DISTÚRBIOS MENTAIS E SUAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO, VISÃO HOLÍSTICA DO SER HUMANO...JoiceLima69
 
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O  Estresse No Ambiente De  Trabalho   Resumo Da ApresentaçãOLidando Com O  Estresse No Ambiente De  Trabalho   Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãOThiago de Almeida
 

Semelhante a Promovendo a Saúde do Professor (20)

Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
Mau estar na educação… notas reflexivas sobre a docência (educadores e profes...
 
Conseqüências no organismo
Conseqüências no organismoConseqüências no organismo
Conseqüências no organismo
 
Sídrome de burnout
Sídrome de burnoutSídrome de burnout
Sídrome de burnout
 
Sídrome de burnout
Sídrome de burnoutSídrome de burnout
Sídrome de burnout
 
Risco psicossocial (stress)
Risco psicossocial (stress)Risco psicossocial (stress)
Risco psicossocial (stress)
 
O stress no_ambiente_de_trabalho
O stress no_ambiente_de_trabalhoO stress no_ambiente_de_trabalho
O stress no_ambiente_de_trabalho
 
Síndrome de burnout
Síndrome de burnoutSíndrome de burnout
Síndrome de burnout
 
Síndrome de burnout
Síndrome de burnoutSíndrome de burnout
Síndrome de burnout
 
gestao_stress_profissional.pptx
gestao_stress_profissional.pptxgestao_stress_profissional.pptx
gestao_stress_profissional.pptx
 
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho   Resumo Da ApresentaçãOLidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho   Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
 
O stress é social
O stress é socialO stress é social
O stress é social
 
Stresse e Síndrome de Burnout.pptx
Stresse e Síndrome de Burnout.pptxStresse e Síndrome de Burnout.pptx
Stresse e Síndrome de Burnout.pptx
 
Tcc orientandos 2010 2 tania - sindrome de burnout
Tcc orientandos 2010 2  tania - sindrome de burnoutTcc orientandos 2010 2  tania - sindrome de burnout
Tcc orientandos 2010 2 tania - sindrome de burnout
 
Texto 5 enfrentamento do estresse
Texto 5 enfrentamento do estresseTexto 5 enfrentamento do estresse
Texto 5 enfrentamento do estresse
 
Estresse: excesso de presente
Estresse: excesso de presenteEstresse: excesso de presente
Estresse: excesso de presente
 
DISTÚRBIOS MENTAIS E SUAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO, VISÃO HOLÍSTICA DO SER HUMANO...
DISTÚRBIOS MENTAIS E SUAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO, VISÃO HOLÍSTICA DO SER HUMANO...DISTÚRBIOS MENTAIS E SUAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO, VISÃO HOLÍSTICA DO SER HUMANO...
DISTÚRBIOS MENTAIS E SUAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO, VISÃO HOLÍSTICA DO SER HUMANO...
 
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O  Estresse No Ambiente De  Trabalho   Resumo Da ApresentaçãOLidando Com O  Estresse No Ambiente De  Trabalho   Resumo Da ApresentaçãO
Lidando Com O Estresse No Ambiente De Trabalho Resumo Da ApresentaçãO
 
Sindrome de burnout
Sindrome de burnoutSindrome de burnout
Sindrome de burnout
 
Sindrome de burnout
Sindrome de burnoutSindrome de burnout
Sindrome de burnout
 
Atualizacao burnout
Atualizacao burnoutAtualizacao burnout
Atualizacao burnout
 

Mais de Cassia Dias

Principios e Práticas da Psi Experimental
Principios e Práticas da Psi ExperimentalPrincipios e Práticas da Psi Experimental
Principios e Práticas da Psi ExperimentalCassia Dias
 
Dislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~DisortografiaDislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~DisortografiaCassia Dias
 
Transtorno de Conduta
Transtorno de CondutaTranstorno de Conduta
Transtorno de CondutaCassia Dias
 
Distúrbios da Fala
Distúrbios da FalaDistúrbios da Fala
Distúrbios da FalaCassia Dias
 
Produtos da Aprendizagem
Produtos da AprendizagemProdutos da Aprendizagem
Produtos da AprendizagemCassia Dias
 
Tiques e Síndrome de Tourette
Tiques e Síndrome de TouretteTiques e Síndrome de Tourette
Tiques e Síndrome de TouretteCassia Dias
 
PSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLARPSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLARCassia Dias
 
Transtorno Desafiador Opositivo - TDO
Transtorno Desafiador Opositivo - TDOTranstorno Desafiador Opositivo - TDO
Transtorno Desafiador Opositivo - TDOCassia Dias
 
MENTIRAS NA INFÂNCIA
MENTIRAS NA INFÂNCIAMENTIRAS NA INFÂNCIA
MENTIRAS NA INFÂNCIACassia Dias
 
Psicólogos Especialistas
Psicólogos EspecialistasPsicólogos Especialistas
Psicólogos EspecialistasCassia Dias
 
Documentos Técnicos~ Psicologia
Documentos Técnicos~ PsicologiaDocumentos Técnicos~ Psicologia
Documentos Técnicos~ PsicologiaCassia Dias
 
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~Cassia Dias
 
Condições Psicológicas da Aprendizagem~Motivação
Condições Psicológicas da Aprendizagem~MotivaçãoCondições Psicológicas da Aprendizagem~Motivação
Condições Psicológicas da Aprendizagem~MotivaçãoCassia Dias
 
Deficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/MentalDeficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/MentalCassia Dias
 
Deficiencia Visual
Deficiencia VisualDeficiencia Visual
Deficiencia VisualCassia Dias
 
Psicologia da Aprendizagem
Psicologia da AprendizagemPsicologia da Aprendizagem
Psicologia da AprendizagemCassia Dias
 
Comunicação apresentação
Comunicação apresentaçãoComunicação apresentação
Comunicação apresentaçãoCassia Dias
 

Mais de Cassia Dias (20)

Principios e Práticas da Psi Experimental
Principios e Práticas da Psi ExperimentalPrincipios e Práticas da Psi Experimental
Principios e Práticas da Psi Experimental
 
Dislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~DisortografiaDislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~Disortografia
 
Transtorno de Conduta
Transtorno de CondutaTranstorno de Conduta
Transtorno de Conduta
 
Distúrbios da Fala
Distúrbios da FalaDistúrbios da Fala
Distúrbios da Fala
 
Produtos da Aprendizagem
Produtos da AprendizagemProdutos da Aprendizagem
Produtos da Aprendizagem
 
Tiques e Síndrome de Tourette
Tiques e Síndrome de TouretteTiques e Síndrome de Tourette
Tiques e Síndrome de Tourette
 
PSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLARPSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLAR
 
Transtorno Desafiador Opositivo - TDO
Transtorno Desafiador Opositivo - TDOTranstorno Desafiador Opositivo - TDO
Transtorno Desafiador Opositivo - TDO
 
MENTIRAS NA INFÂNCIA
MENTIRAS NA INFÂNCIAMENTIRAS NA INFÂNCIA
MENTIRAS NA INFÂNCIA
 
TDAH
TDAHTDAH
TDAH
 
Psicólogos Especialistas
Psicólogos EspecialistasPsicólogos Especialistas
Psicólogos Especialistas
 
Documentos Técnicos~ Psicologia
Documentos Técnicos~ PsicologiaDocumentos Técnicos~ Psicologia
Documentos Técnicos~ Psicologia
 
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
Legislação e recomendações para o exercício profissional do(a) psicólogo(a)~
 
Condições Psicológicas da Aprendizagem~Motivação
Condições Psicológicas da Aprendizagem~MotivaçãoCondições Psicológicas da Aprendizagem~Motivação
Condições Psicológicas da Aprendizagem~Motivação
 
Deficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/MentalDeficiência Intelectual/Mental
Deficiência Intelectual/Mental
 
A escola
A escolaA escola
A escola
 
Deficiencia Visual
Deficiencia VisualDeficiencia Visual
Deficiencia Visual
 
Psicologia da Aprendizagem
Psicologia da AprendizagemPsicologia da Aprendizagem
Psicologia da Aprendizagem
 
Surdez
SurdezSurdez
Surdez
 
Comunicação apresentação
Comunicação apresentaçãoComunicação apresentação
Comunicação apresentação
 

Último

Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 

Último (20)

Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 

Promovendo a Saúde do Professor

  • 1. Promovendo a Saúde do Professor
  • 2.
  • 3. Organização Escola A escola como instituição social tem uma série de características organizacionais, que influenciam e modelam as interações dos indivíduos que atuam em seu interior e também nas relações com a comunidade. Ninguém esta habilitado a propor mudanças, melhorias e aprimoramentos, sem considerar e conhecer adequadamente a perspectiva organizacional.
  • 4. Profissão Docente O lugar central que os docentes ocupam na sociedade pode ser aceito pela maioria dos segmentos sociais. Mas esse reconhecimento não tem resultado em valorização social e mesmo em qualidade de vida no trabalho. O nível de satisfação e bem-estar docente tem sido objeto de vários estudos e, lamentavelmente, as conclusões são pessimistas.
  • 5. Profissão Docente Os dados e as conclusões dos estudos interessados em descrever o perfil do adoecimento dos professores são convergentes, independente da população estudada. Os professores têm mais risco de sofrimento psíquico e a prevalência de transtornos psíquicos menores, é maior entre eles, quando comparado a outros grupos.
  • 6. Profissão Docente Na atualidade, o papel do professor extrapolou a mediação do processo de conhecimento do aluno. Ampliou-se a missão do profissional para além da sala de aula, o fim de garantir uma articulação entre a escola e a comunidade. O professor além de ensinar, deve participar da gestão e do planejamento escolares, o que significa uma dedicação mais ampla, a qual se estende à família e à comunidade.
  • 7. Profissão Docente A mudança de habilidades e competências que os professores têm que apresentar para o exercício da profissão, somado ao estilo de gestão da escola, localização geográfica, a relação com a família e a comunidade, entre outros fatores, têm contribuído para a permanente erosão na saúde docente.
  • 8.
  • 10. O Stress Docente  Embora exista muita preocupação social com o stress o mesmo não ocorre com as organizações e instituições, tendo historicamente atribuído ao profissional a responsabilidade pela sua saúde;  O stress apresenta características de epidemia, acometendo diversas categorias profissionais;  O stress é conceituado como uma tensão que causa uma ruptura no equilíbrio do organismo;
  • 11. O Stress Docente Para diagnosticar a presença de stress, é necessário reconhecer sua sintomatologia. Os principais sintomas são:  Mãos frias;  Alteração de memória;  Boca seca, pesadelos;  Nó no estômago;  Diarréia passageira;  Vontade de fugir de tudo (fuga);  Insônia inicial ou terminal;  Má digestão, gases;  Tontura;  Tédio;  Hipertensão arterial;  Apatia ou raiva prolongada;  Perda do humor e  Esquiva social.
  • 12. O Stress Docente  O curso do stress passa por fases: Alarme; Resistência e Exaustão;  Os primeiros sintomas são alarmes para avisar que algo não vai bem ou que é ameaçador;  Na fase de resistência encontram-se os seguintes sintomas: medo, nervosismo, isolamento social, roer unhas, queda de cabelo, impotência sexual temporária.  Caso os eventos estressantes não sejam removidos, a pessoa chega a fase de exaustão: instala-se uma patologia que pode acometer o sistema límbico (depressão), o sistema endócrino (diabetes) e o sistema imune (câncer, especialmente leucemia) que pode evoluir para a fatalidade.
  • 13.
  • 14. Fontes do Stress  Pessoais:  Idealismo no exercício da profissão;  Expectativa na carreira;  Lutos;  Fofocas;  Problemas familiares;  Sentimentos de incapacidade de fazer frente às demandas que se apresentam no cotidiano.
  • 15. Fontes do Stress  Institucionais:  Conflitos interpessoais;  Sobrecarga de trabalho;  Dinâmica das atividades profissionais;
  • 16. Condutas que previnem o Stress  Analisar a maneira de ver a vida;  Avaliar os objetivos;  Fazer planejamentos;  Ter uma visão otimista, porém, não perder os pés da realidade, isto é, otimista, mas realista.
  • 17. O Stress do Professor  Falta de formação científica;  Punição e injustiça;  Cultura organizacional baseada na ameaça;  Falta de comunicação;  Restrição ao desenvolvimento pessoa;  Condições de trabalho (regiões carentes e/ou violenta);  Contingências familiares estressantes (doentes, dependentes químicos, portadores de necessidades especiais, desemprego, alcoolismo);  Clima no ambiente de trabalho, etc
  • 19.
  • 20. Síndrome de Burnout Burnout é o nome da dor de um profissional encalacrado entre o que pode fazer e o que efetivamente consegue fazer, entre o que deve fazer e o que efetivamente pode, entre o céu de possibilidades e o inferno dos limites estruturais, entre a vitória e a frustração;
  • 21. Síndrome de Burnout Burnout é um termo que vem do inglês, e na sua origem, significa queimar para fora. É como se a energia que move e que dá vida ao ser humano fosse “jogada para fora”, fosse perdida e, nesse perder energia, o sujeito chegaria ao seu extremo, praticamente sem possibilidades físicas ou mentais de seguir no seu fazer diário. É um profundo sentimento de frustração e exaustão em relação ao trabalho.
  • 22. Síndrome de Burnout Entusiasmo e dedicação cedem lugar à frustração e raiva como resposta a estressores pessoais, ocupacionais e sociais que, por sua vez, levam à desilusão quanto às atividades de trabalho. Depois há uma vulnerabilidade pessoal cada vez maior com múltiplos sintomas físicos (dores de cabeça, hipertensão arterial, etc.), sintomas cognitivos (“a culpa é dos alunos” e “eu preciso cuidar de mim” ) e emocionais (irritabilidade, tristeza) os quais, se não forem, tratados aumentam, até alcançar uma sensação de esvaziamento e de “não ligar mais”
  • 23. Síndrome de Burnout Entre os fatores externos que podem levar ao Burnout destacam-se:  O papel do diretor;  Conflitos;  Ambiguidade e excesso de papéis;  Jornada de trabalho;  Alunos indisciplinados;  Falta de interação social no trabalho;  Falta de reconhecimento;  Valores conflitantes entre instituição e o professor;  Baixo status social da profissão.
  • 24. Síndrome de Burnout As variáveis relativas à personalidade são as que têm demonstrado forte interferência no desencadeamento do Burnout. As características de personalidade interagem de modo complexo com os agentes estressores tanto no sentido de incrementá-los, como, ao contrário, inibi-los ou eliminá- los. Diferenças de personalidade fazem com que os sintomas se apresentem de diferentes formas e grau de intensidade.
  • 25.
  • 26.
  • 27. Resiliência  Entre as variáveis de personalidade, os estudos têm destacado a resiliência como fator preponderante na promoção e manutenção da saúde dos trabalhadores;  Pode ser definida como um processo dinâmico que tem como resultado a adaptação positiva em contextos de grande adversidade.
  • 28. Resiliência  Para compreender o fenômeno da Resiliência, deve-se responder a 4 questões:  EU TENHO pessoas em torno em quem confio?  EU SOU uma pessoa pela qual os outros sentem apreço e carinho?  EU ESTOU certo de que tudo sairá bem?  EU POSSO falar sobre coisas que me assustam ou inquietam?