SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 77
Reanimação Cardiorrespiratoria e Cerebral Pablo B Gusman, MD, MSc, PhD Time de Resposta Rápida Hospital Meridional SA
Historico ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Historico ,[object Object],[object Object],American Heart Association, 1966 A dvanced  C ardiology  L ife  S uport
Epidemiologia ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],FIBRILAÇÃO VENTRICULAR
Parada cardiaca! Pensar em: FIBRILAÇÃO VENTRICULAR
Fibrilação Ventricular
Taquicardia Ventricular
Conceito “  Cessação subita e inesperada da atividade mecanica ventricular util e suficiente em individuo sem molestia incuravel, debilitante, irreversivel e cronica.”   Milstein,1970
Do not ressuscitate! Quando não ressucitar!!!
Prolongar a vida! Qualidade de vida!
Causas ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Parada Cardíaca
 
Tratamento ,[object Object],[object Object],[object Object]
Elo de Ressuscitação
Diagnostico ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
ISOCÓRICAS Normais - simétricas e  fotorreagentes. MIOSE MIDRÍASE ANISOCÓRICAS Avaliar pupilas
MIDRÍASE   – Ambiente com pouca luz,  anóxia ou hipóxia severa, fármaco, cocaína, maconha, haxixe, LSD, cola, etc. Avaliar pupilas
MIOSE   – Ambiente com muita luz,  fármacos, intoxicações exógenas, heroína, morfina, fentanil... Avaliar pupilas
Avaliar pupilas ANISOCÓRICAS   – AVC, TCE
Controle Básico da Vida
O  que  fazer? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Suportes Básicos  e Avançados de Vida A  B  C  D
Suporte Básico de Vida ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A irway: abrir vias aéreas A  B  C  D
PARADA RESPIRATÓRIA POR CORPO ESTRANHO
Corpo Estranho ,[object Object],[object Object]
Manobra de Heimlich
Manobra de Heimlich
Manobra de Ruben: Elevação do mento e hiperextensão do pescoço
B reathing: ventilação com pressão positiva A  B  C  D
Ventilação e Oxigenação PROCEDIMENTO  DISPOSITIVO FLUXO de O 2 L / min CONCENTRAÇÃO DE OXIGENIO Sem ou Com oxigênio suplementar Boca a boca N/A 16% AMBU sem reservatório, mas com O2 8-10 40-60% AMBU com Reservatório e com O2 10-15 90-100%
 
C irculation: compressões torácicas Massagem cardíaca externa: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A  B  C  D
A força deve ser exercida no punho, não nas mãos.  Massagem cardíaca externa: A  B  C  D C irculation: compressões torácicas
Massagem cardíaca externa: C irculation: compressões torácicas A  B  C  D
C irculation: compressões torácicas Massagem cardíaca externa: A  B  C  D
C irculation: compressões torácicas Massagem cardíaca externa na criança: A  B  C  D
C irculation: compressões torácicas A massagem cardíaca adequada: ,[object Object],[object Object],[object Object],A  B  C  D
Monitorizar: ,[object Object],[object Object],[object Object],C irculation: compressões torácicas A  B  C  D
15 : 2 15 : 2 Massagem cardíaca externa: C irculation: compressões torácicas A  B  C  D
Massagem cardíaca externa: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],C irculation: compressões torácicas A  B  C  D
Massagem cardíaca interna ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],C irculation: compressões torácicas A  B  C  D
D efibrilation: desfibrilação Uso terapêutico da corrente elétrica, em grande intensidade, por períodos extremamente breves. A  B  C  D
D efibrilation: desfibrilação Objetivo:   Despolarização em conjunto, levando a uma pausa em um ritmo desordenado, para que o nó sinusal tenha a possibilidade de retomar a condução do rimo cardíaco.  A  B  C  D
Desfibrilação Externa A  B  C  D
D efibrilation: desfibrilação ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],A  B  C  D
Sucesso na ressuscitação vs  tempo de desfibrilação.
Tempo é vida Quando o coração pára,   lesão cerebral  em < 5 min  Iniciar reanimação básica rapidamente
Objetivo primordial do atendimento a PCR : PRESERVAR O  CÉREBRO Tempo é cérebro  !!!!! RCP - REANIMAÇÃO CARDIO-PULMONAR RCPC - REANIMAÇÃO CARDIO-PULMONAR CEREBRAL
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
INTUBAÇÃO TRAQUEAL Material adequado
INTUBAÇÃO TRAQUEAL
Assegurar boa respiração-  Ventilação com AMBU Lembre-se sempre de fixar o TOT!!!
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],[object Object]
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],[object Object],V assopressina  E pinefrina   L idocaína A tropina
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],[object Object],[object Object],Taqui / Fibrilação ventricular   Atividade elétrica sem pulso Assistolia
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],Desfibrilar 200 - 300 - 360 J Epinefrina Desfibrilar 360 J
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],Taqui / Fibrilação ventricular   CHOCA   CHECA   DROGA
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],Atividade elétrica sem pulso H ipovolemia H ipóxia H ipotermia H ipercalemia H +  = acidose T amponamento Pneumo T órax T romboembolismo In T oxicação T rombose coronária
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],Atividade elétrica sem pulso Se bradicardia    60 bpm,  Atropina 1 mg EV  a cada 3 a 5 min até 3 mg Epinefrina 1 mg EV em bolus a cada 3 a 5 minutos ou Vasopressina 40U EV 1ª  ou 2ª  doses
Assistolia
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],Assistolia Hipóxia Hipercalemia Hipocalemia Acidose Intoxicação Hipotermia
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],Assistolia Marcapasso transcutâneo
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],Epinefrina 1 mg EV em bolus a cada 3 a 5 minutos  Atropina 1 mg EV  a cada 3 a 5 min até 3 mg
Suporte Avançado de Vida ,[object Object],Epinefrina 1 mg EV em bolus a cada 3 a 5 minutos ou Vasopressina 40U EV 1ª  ou 2ª  doses Atropina 1 mg EV  a cada 3 a 5 min até 3 mg Assistolia
Anestesistas Cirurgiões Equipe de Enfermagem Parada Cardio - Respiratória
Equipe de Enfermagem Grupo 2: Drogas Grupo 1: Auxílio nas vias aéreas Parada Cardio - Respiratória
Equipe de Enfermagem Grupo 1: Médico ,[object Object],[object Object],Parada Cardio - Respiratória
Equipe de  Enfermagem Grupo 2: Drogas ,[object Object],[object Object],Parada Cardio - Respiratória
Checagem diária de todos os equipamentos, drogas e acessórios de emergência!!!   Parada Cardio - Respiratória
 
Paciente estável...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Parada cardiorrespiratória acls
Parada cardiorrespiratória aclsParada cardiorrespiratória acls
Parada cardiorrespiratória aclsdapab
 
ebook avaliação primária XABCDE
ebook avaliação primária XABCDEebook avaliação primária XABCDE
ebook avaliação primária XABCDEItrianBorges
 
Parada Cardiorrespiratória - Suporte Básico
Parada  Cardiorrespiratória - Suporte BásicoParada  Cardiorrespiratória - Suporte Básico
Parada Cardiorrespiratória - Suporte Básiconuiashrl
 
Parada Cardiorrespiratória
Parada CardiorrespiratóriaParada Cardiorrespiratória
Parada CardiorrespiratóriaMarkus Fiuza
 
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)Prof Silvio Rosa
 
Primeiros socorros SBV
Primeiros socorros SBVPrimeiros socorros SBV
Primeiros socorros SBVZeca Ribeiro
 
Abordagem inicial ao paciente grave
Abordagem inicial ao paciente graveAbordagem inicial ao paciente grave
Abordagem inicial ao paciente graveLAEC UNIVAG
 
3ª aula atendimento inicial no trauma
3ª aula   atendimento inicial no trauma3ª aula   atendimento inicial no trauma
3ª aula atendimento inicial no traumaProf Silvio Rosa
 
Acidente Vascular Encefálico
Acidente Vascular EncefálicoAcidente Vascular Encefálico
Acidente Vascular EncefálicoBrenda Lahlou
 
Atendimento na parada cardiorrespiratória em adultos pela equipe multidiscipl...
Atendimento na parada cardiorrespiratória em adultos pela equipe multidiscipl...Atendimento na parada cardiorrespiratória em adultos pela equipe multidiscipl...
Atendimento na parada cardiorrespiratória em adultos pela equipe multidiscipl...Aroldo Gavioli
 
Ventilação Mecânica: Princípios Básicos e Intervenções de Enfermagem
Ventilação Mecânica:  Princípios Básicos e  Intervenções de EnfermagemVentilação Mecânica:  Princípios Básicos e  Intervenções de Enfermagem
Ventilação Mecânica: Princípios Básicos e Intervenções de Enfermagempryloock
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoSylvania Paiva
 
Infarto agudo do miocárdio (IAM)
Infarto agudo do miocárdio (IAM)Infarto agudo do miocárdio (IAM)
Infarto agudo do miocárdio (IAM)Renan Malaquias
 
Urgencia e emergencia - aula 1 (1).pptx
Urgencia e emergencia - aula 1 (1).pptxUrgencia e emergencia - aula 1 (1).pptx
Urgencia e emergencia - aula 1 (1).pptxEnfermeiraLuciana1
 

Mais procurados (20)

Parada cardiorrespiratória acls
Parada cardiorrespiratória aclsParada cardiorrespiratória acls
Parada cardiorrespiratória acls
 
Ppt rcp 2014 (1)
Ppt rcp 2014 (1)Ppt rcp 2014 (1)
Ppt rcp 2014 (1)
 
ebook avaliação primária XABCDE
ebook avaliação primária XABCDEebook avaliação primária XABCDE
ebook avaliação primária XABCDE
 
Pcr
PcrPcr
Pcr
 
Parada Cardiorrespiratória - Suporte Básico
Parada  Cardiorrespiratória - Suporte BásicoParada  Cardiorrespiratória - Suporte Básico
Parada Cardiorrespiratória - Suporte Básico
 
Parada Cardiorrespiratória
Parada CardiorrespiratóriaParada Cardiorrespiratória
Parada Cardiorrespiratória
 
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)Aph   conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
Aph conceitos, modalidades, histórico (aula 1)
 
Politrauma
PolitraumaPolitrauma
Politrauma
 
Primeiros socorros SBV
Primeiros socorros SBVPrimeiros socorros SBV
Primeiros socorros SBV
 
RCP
RCPRCP
RCP
 
Urgência e emergência
Urgência e emergênciaUrgência e emergência
Urgência e emergência
 
Abordagem inicial ao paciente grave
Abordagem inicial ao paciente graveAbordagem inicial ao paciente grave
Abordagem inicial ao paciente grave
 
3ª aula atendimento inicial no trauma
3ª aula   atendimento inicial no trauma3ª aula   atendimento inicial no trauma
3ª aula atendimento inicial no trauma
 
Acidente Vascular Encefálico
Acidente Vascular EncefálicoAcidente Vascular Encefálico
Acidente Vascular Encefálico
 
Atendimento na parada cardiorrespiratória em adultos pela equipe multidiscipl...
Atendimento na parada cardiorrespiratória em adultos pela equipe multidiscipl...Atendimento na parada cardiorrespiratória em adultos pela equipe multidiscipl...
Atendimento na parada cardiorrespiratória em adultos pela equipe multidiscipl...
 
Ventilação Mecânica: Princípios Básicos e Intervenções de Enfermagem
Ventilação Mecânica:  Princípios Básicos e  Intervenções de EnfermagemVentilação Mecânica:  Princípios Básicos e  Intervenções de Enfermagem
Ventilação Mecânica: Princípios Básicos e Intervenções de Enfermagem
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizado
 
Infarto agudo do miocárdio (IAM)
Infarto agudo do miocárdio (IAM)Infarto agudo do miocárdio (IAM)
Infarto agudo do miocárdio (IAM)
 
Urgencia e emergencia - aula 1 (1).pptx
Urgencia e emergencia - aula 1 (1).pptxUrgencia e emergencia - aula 1 (1).pptx
Urgencia e emergencia - aula 1 (1).pptx
 
Atendimento pré hospitalar aula 01 iesm
Atendimento pré hospitalar aula 01 iesmAtendimento pré hospitalar aula 01 iesm
Atendimento pré hospitalar aula 01 iesm
 

Destaque

Parada Cardiorrespiratória
Parada CardiorrespiratóriaParada Cardiorrespiratória
Parada CardiorrespiratóriaPaula Oliveira
 
Parada Cardio RespiratóRia
Parada Cardio RespiratóRiaParada Cardio RespiratóRia
Parada Cardio RespiratóRiaSantos de Castro
 
Reanimação cardiopulmonar avançada 2015
Reanimação cardiopulmonar avançada 2015Reanimação cardiopulmonar avançada 2015
Reanimação cardiopulmonar avançada 2015Antonio Souto
 
RCP ( Reanimação Cardio Pulmonar ) .
RCP ( Reanimação Cardio Pulmonar ) .RCP ( Reanimação Cardio Pulmonar ) .
RCP ( Reanimação Cardio Pulmonar ) .Wesla Campos
 
Textpad and Regular Expressions
Textpad and Regular ExpressionsTextpad and Regular Expressions
Textpad and Regular ExpressionsOCSI
 
Olivares ppgctiaufrrj
Olivares ppgctiaufrrjOlivares ppgctiaufrrj
Olivares ppgctiaufrrjRicardo Gomes
 
Gabarito 2014-2015
Gabarito 2014-2015Gabarito 2014-2015
Gabarito 2014-2015casdinho
 
Resultados copa antioquia u de a (1)
Resultados copa antioquia u de a (1)Resultados copa antioquia u de a (1)
Resultados copa antioquia u de a (1)C Lub Trimar
 
What if Blackberry Won?
What if Blackberry Won?What if Blackberry Won?
What if Blackberry Won?Group 8A
 
ひろ子 in Objective-C
ひろ子 in Objective-Cひろ子 in Objective-C
ひろ子 in Objective-CTaketo Sano
 

Destaque (20)

Parada cardíaca
Parada cardíacaParada cardíaca
Parada cardíaca
 
Parada Cardiorrespiratória
Parada CardiorrespiratóriaParada Cardiorrespiratória
Parada Cardiorrespiratória
 
Parada Cardio RespiratóRia
Parada Cardio RespiratóRiaParada Cardio RespiratóRia
Parada Cardio RespiratóRia
 
Reanimação cardiopulmonar avançada 2015
Reanimação cardiopulmonar avançada 2015Reanimação cardiopulmonar avançada 2015
Reanimação cardiopulmonar avançada 2015
 
RCP - Suporte Básico de Vida (2014)
RCP - Suporte Básico de Vida (2014)RCP - Suporte Básico de Vida (2014)
RCP - Suporte Básico de Vida (2014)
 
RCP ( Reanimação Cardio Pulmonar ) .
RCP ( Reanimação Cardio Pulmonar ) .RCP ( Reanimação Cardio Pulmonar ) .
RCP ( Reanimação Cardio Pulmonar ) .
 
PCR- Parada Cardiorrespiratória
PCR- Parada CardiorrespiratóriaPCR- Parada Cardiorrespiratória
PCR- Parada Cardiorrespiratória
 
Textpad and Regular Expressions
Textpad and Regular ExpressionsTextpad and Regular Expressions
Textpad and Regular Expressions
 
Olivares ppgctiaufrrj
Olivares ppgctiaufrrjOlivares ppgctiaufrrj
Olivares ppgctiaufrrj
 
Cap09 parte1
Cap09 parte1Cap09 parte1
Cap09 parte1
 
Gabarito 2014-2015
Gabarito 2014-2015Gabarito 2014-2015
Gabarito 2014-2015
 
Catálogo de peças roçadeiras Baldan
Catálogo de peças roçadeiras BaldanCatálogo de peças roçadeiras Baldan
Catálogo de peças roçadeiras Baldan
 
Resultados copa antioquia u de a (1)
Resultados copa antioquia u de a (1)Resultados copa antioquia u de a (1)
Resultados copa antioquia u de a (1)
 
Curso de Java #09 - Estruturas Condicionais (Parte 1)
Curso de Java #09 - Estruturas Condicionais (Parte 1)Curso de Java #09 - Estruturas Condicionais (Parte 1)
Curso de Java #09 - Estruturas Condicionais (Parte 1)
 
Química Geral Aula 09
Química Geral Aula 09Química Geral Aula 09
Química Geral Aula 09
 
04 Termodinâmica
04 Termodinâmica04 Termodinâmica
04 Termodinâmica
 
Aula 01 - Extensivo Positivo
Aula 01 - Extensivo PositivoAula 01 - Extensivo Positivo
Aula 01 - Extensivo Positivo
 
03 Termodinâmica
03 Termodinâmica03 Termodinâmica
03 Termodinâmica
 
What if Blackberry Won?
What if Blackberry Won?What if Blackberry Won?
What if Blackberry Won?
 
ひろ子 in Objective-C
ひろ子 in Objective-Cひろ子 in Objective-C
ひろ子 in Objective-C
 

Semelhante a Reanimação Cardiorrespiratória

Semelhante a Reanimação Cardiorrespiratória (20)

E Nf. 03
E Nf. 03E Nf. 03
E Nf. 03
 
Mercredi pcr
Mercredi pcrMercredi pcr
Mercredi pcr
 
suporte-bc3a1sico-de-vida-bls-1.pptx
suporte-bc3a1sico-de-vida-bls-1.pptxsuporte-bc3a1sico-de-vida-bls-1.pptx
suporte-bc3a1sico-de-vida-bls-1.pptx
 
Reanimação Cardiopulmonar LEUC-UFAC
Reanimação Cardiopulmonar LEUC-UFACReanimação Cardiopulmonar LEUC-UFAC
Reanimação Cardiopulmonar LEUC-UFAC
 
Mercredi pcr
Mercredi pcrMercredi pcr
Mercredi pcr
 
Aula do DEA Silvio
Aula do DEA SilvioAula do DEA Silvio
Aula do DEA Silvio
 
Suporte básico de vida
Suporte básico de vidaSuporte básico de vida
Suporte básico de vida
 
Aula PCR.pptx
Aula PCR.pptxAula PCR.pptx
Aula PCR.pptx
 
Aph (parte2)
Aph (parte2)Aph (parte2)
Aph (parte2)
 
Sbv rcp e de
Sbv   rcp  e deSbv   rcp  e de
Sbv rcp e de
 
Protocolo de emergência pediátrica
Protocolo de emergência pediátricaProtocolo de emergência pediátrica
Protocolo de emergência pediátrica
 
Novas diretrizes de Reanimação Cardiopulmonar em Adultos
Novas diretrizes de Reanimação Cardiopulmonar em AdultosNovas diretrizes de Reanimação Cardiopulmonar em Adultos
Novas diretrizes de Reanimação Cardiopulmonar em Adultos
 
SINAIS VITAIS unip.pptx
SINAIS VITAIS unip.pptxSINAIS VITAIS unip.pptx
SINAIS VITAIS unip.pptx
 
Curso HC Emergencias Pre-hospitalar
Curso HC Emergencias Pre-hospitalarCurso HC Emergencias Pre-hospitalar
Curso HC Emergencias Pre-hospitalar
 
Pcr
PcrPcr
Pcr
 
aula suporte basico 16 - ADULTO.ppt
aula suporte basico 16 - ADULTO.pptaula suporte basico 16 - ADULTO.ppt
aula suporte basico 16 - ADULTO.ppt
 
SUPORTE BASICO DE VIDA - RCP
SUPORTE BASICO DE VIDA - RCPSUPORTE BASICO DE VIDA - RCP
SUPORTE BASICO DE VIDA - RCP
 
aula jornada.pptx
aula jornada.pptxaula jornada.pptx
aula jornada.pptx
 
BLV 1.pptx
BLV 1.pptxBLV 1.pptx
BLV 1.pptx
 
PCR - PARADDA CARDIORESPIRATORIA / universidade
PCR - PARADDA CARDIORESPIRATORIA / universidade PCR - PARADDA CARDIORESPIRATORIA / universidade
PCR - PARADDA CARDIORESPIRATORIA / universidade
 

Mais de Anestesiador

Anestesia robótica para graduação
Anestesia robótica para graduaçãoAnestesia robótica para graduação
Anestesia robótica para graduaçãoAnestesiador
 
Manejo da via aérea
Manejo da via aéreaManejo da via aérea
Manejo da via aéreaAnestesiador
 
Desafios na Anestesia Cardíaca
Desafios na Anestesia CardíacaDesafios na Anestesia Cardíaca
Desafios na Anestesia CardíacaAnestesiador
 
Fatores de Risco para Complicações Perioperatórias em Cirurgias Endoscópicas ...
Fatores de Risco para Complicações Perioperatórias em Cirurgias Endoscópicas ...Fatores de Risco para Complicações Perioperatórias em Cirurgias Endoscópicas ...
Fatores de Risco para Complicações Perioperatórias em Cirurgias Endoscópicas ...Anestesiador
 
Analgesia para cirurgia torácica
Analgesia para cirurgia torácicaAnalgesia para cirurgia torácica
Analgesia para cirurgia torácicaAnestesiador
 
Náuseas e vômitos pós-operatórios: neostigmina x sugamadex
Náuseas e vômitos pós-operatórios: neostigmina x sugamadexNáuseas e vômitos pós-operatórios: neostigmina x sugamadex
Náuseas e vômitos pós-operatórios: neostigmina x sugamadexAnestesiador
 
MANUSEIO DA HEMORRAGIA OBSTÉTRICA
MANUSEIO DA HEMORRAGIA OBSTÉTRICAMANUSEIO DA HEMORRAGIA OBSTÉTRICA
MANUSEIO DA HEMORRAGIA OBSTÉTRICAAnestesiador
 
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...Anestesiador
 
Importância da Comunicação Entre os Membros da Equipe Cirúrgica Para o Melhor...
Importância da Comunicação Entre os Membros da Equipe Cirúrgica Para o Melhor...Importância da Comunicação Entre os Membros da Equipe Cirúrgica Para o Melhor...
Importância da Comunicação Entre os Membros da Equipe Cirúrgica Para o Melhor...Anestesiador
 
Webanest 2: Simuladores em Anestesia
Webanest 2: Simuladores em AnestesiaWebanest 2: Simuladores em Anestesia
Webanest 2: Simuladores em AnestesiaAnestesiador
 
Anestesia e gestante dependente de crack
Anestesia e gestante dependente de crackAnestesia e gestante dependente de crack
Anestesia e gestante dependente de crackAnestesiador
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificilAnestesiador
 
Mídias sociais: Difusão do Conhecimento no meio virtual
Mídias sociais: Difusão do Conhecimento no meio virtual Mídias sociais: Difusão do Conhecimento no meio virtual
Mídias sociais: Difusão do Conhecimento no meio virtual Anestesiador
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificilAnestesiador
 
Monitorização da função pulmonar
Monitorização da função pulmonarMonitorização da função pulmonar
Monitorização da função pulmonarAnestesiador
 
Fisiopatologia ventilacao perfusão
Fisiopatologia ventilacao perfusãoFisiopatologia ventilacao perfusão
Fisiopatologia ventilacao perfusãoAnestesiador
 
Raquianestesia alta para cirurgia plástica
Raquianestesia alta para cirurgia plásticaRaquianestesia alta para cirurgia plástica
Raquianestesia alta para cirurgia plásticaAnestesiador
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidadeAnestesiador
 

Mais de Anestesiador (20)

Anestesia robótica para graduação
Anestesia robótica para graduaçãoAnestesia robótica para graduação
Anestesia robótica para graduação
 
Manejo da via aérea
Manejo da via aéreaManejo da via aérea
Manejo da via aérea
 
Desafios na Anestesia Cardíaca
Desafios na Anestesia CardíacaDesafios na Anestesia Cardíaca
Desafios na Anestesia Cardíaca
 
Fatores de Risco para Complicações Perioperatórias em Cirurgias Endoscópicas ...
Fatores de Risco para Complicações Perioperatórias em Cirurgias Endoscópicas ...Fatores de Risco para Complicações Perioperatórias em Cirurgias Endoscópicas ...
Fatores de Risco para Complicações Perioperatórias em Cirurgias Endoscópicas ...
 
Analgesia para cirurgia torácica
Analgesia para cirurgia torácicaAnalgesia para cirurgia torácica
Analgesia para cirurgia torácica
 
Profilaxia de TEV
Profilaxia de TEVProfilaxia de TEV
Profilaxia de TEV
 
Náuseas e vômitos pós-operatórios: neostigmina x sugamadex
Náuseas e vômitos pós-operatórios: neostigmina x sugamadexNáuseas e vômitos pós-operatórios: neostigmina x sugamadex
Náuseas e vômitos pós-operatórios: neostigmina x sugamadex
 
MANUSEIO DA HEMORRAGIA OBSTÉTRICA
MANUSEIO DA HEMORRAGIA OBSTÉTRICAMANUSEIO DA HEMORRAGIA OBSTÉTRICA
MANUSEIO DA HEMORRAGIA OBSTÉTRICA
 
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
Relação Interpessoal no Centro Cirúrgico: Qual a Importância Para o Bem-Estar...
 
Importância da Comunicação Entre os Membros da Equipe Cirúrgica Para o Melhor...
Importância da Comunicação Entre os Membros da Equipe Cirúrgica Para o Melhor...Importância da Comunicação Entre os Membros da Equipe Cirúrgica Para o Melhor...
Importância da Comunicação Entre os Membros da Equipe Cirúrgica Para o Melhor...
 
Webanest 2: Simuladores em Anestesia
Webanest 2: Simuladores em AnestesiaWebanest 2: Simuladores em Anestesia
Webanest 2: Simuladores em Anestesia
 
Webinar2
Webinar2Webinar2
Webinar2
 
Anestesia e gestante dependente de crack
Anestesia e gestante dependente de crackAnestesia e gestante dependente de crack
Anestesia e gestante dependente de crack
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificil
 
Mídias sociais: Difusão do Conhecimento no meio virtual
Mídias sociais: Difusão do Conhecimento no meio virtual Mídias sociais: Difusão do Conhecimento no meio virtual
Mídias sociais: Difusão do Conhecimento no meio virtual
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificil
 
Monitorização da função pulmonar
Monitorização da função pulmonarMonitorização da função pulmonar
Monitorização da função pulmonar
 
Fisiopatologia ventilacao perfusão
Fisiopatologia ventilacao perfusãoFisiopatologia ventilacao perfusão
Fisiopatologia ventilacao perfusão
 
Raquianestesia alta para cirurgia plástica
Raquianestesia alta para cirurgia plásticaRaquianestesia alta para cirurgia plástica
Raquianestesia alta para cirurgia plástica
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 

Último

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptAlberto205764
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoMarianaAnglicaMirand
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaCristianodaRosa5
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfNelmo Pinto
 

Último (9)

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
 
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
 

Reanimação Cardiorrespiratória