SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Educação Patrimonial  Palestrante: Francisco de Jesus F. Lima Júnior  - pedagogo pela URCA;  Objetivo:  Sensibilizar a sociedade para uma mudança de atitude: de espectadores da proteção do patrimônio cultural para atores desse processo.
Educação Patrimonial  Definição: Chamamos de Educação Patrimonial o processo permanente e sistemático de trabalho educativo, que tem como ponto de partida e centro o Patrimônio Cultural com todas as suas manifestações.  Definição 2 – Educação Patrimonial é um processo permanente e sistemático centrado no patrimônio cultural, como instrumento de afirmação da cidadania. Objetiva envolver a comunidade na gestão do Patrimônio, pelo qual ela também é responsável, levando-a a apropriar-se e a usufruir dos bens e valores que o constituem.
Igreja Matriz (antiga)
Educação Patrimonial  Mas o que é Patrimônio? – Patrimônio (do latim patrimoniu) significa: herança paterna, bens de família. Ampliando o conceito, entende-se atualmente que são patrimônios: a vida, o corpo, a linguagem, as coisas (arquitetura, artesanato, música, literatura...). os sonhos, as histórias...  Patrimônio, para fins didáticos, é subdividido em: Patrimônio Ambiental Urbano e Patrimônio Cultural
Igreja de São Francisco das Chagas (Povoado Angical)
Educação Patrimonial Patrimônio Ambiental Urbano: Compreende lugares, bens imóveis, monumentos e vivências. A memória social está diretamente ligada ao patrimônio ambiental urbano, do qual se projetam as representações da cidade.  Patrimônio Cultural: São todas as manifestações e expressões que a sociedade e os homens criam e que, ao longo dos anos, vão se acumulando com as das gerações anteriores. Cada geração as recebe, usufrui delas e as modifica de acordo com sua própria história e necessidades.
Processo de fabricação da Farinha (Farinhada)
Educação Patrimonial  O que diz a Constituição Federal?  Art. 216 – Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, nos quais se incluem:  I – as formas de expressão;  II – os modos de fazer, criar e viver;  III – as criações científicas, artísticas e tecnológicas;  IV – as obras, objetos, documentos, edificações e demais espaços destinados às manifestações artístico-culturais;  V – os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico.
Artesão fabricando uma peneira
Preservação/Proteção do Patrimônio Cultural  Qual a importância do Patrimônio Cultural?  - A cultura e a memória de um povo são os principais fatores de sua coesão e identidade;  O patrimônio histórico e artístico materializa e torna visível esse sentimento evocado pela cultura e pela memória, permitindo a construção das identidades coletivas, fortalecendo os elos das origens comuns;  A noção de patrimônio cultural diz respeito à herança coletiva que deve ser transmitida às futuras gerações, de forma a relacionar o passado e o presente, permitindo a visão de futuro dentro do conceito de desenvolvimento sustentável.
Rezadeira do povoado Angical
Por que preservar o Patrimônio Cultural?  A principal razão para se preservar o Patrimônio Cultural é a melhoria da qualidade de vida da comunidade, que implica em seu bem estar material, espiritual e na garantia do exercício da memória e da cidadania;  A preservação de marcos e elementos imateriais dessa herança do passado fortalece o senso de pertencimento. Ser parte de algo maior, com raízes profundas, une os homens em defesa do bem comum: a continuidade de sua comunidade.
O que preservar?  1 – variadas e diversificadas formas de criação humana e de potencialidades naturais, no sentido de evitar a “discriminação monumental”;  2 – Aquilo que foi considerado sem nenhuma importância num determinado período, pode vir a ser valioso e estimado por gerações posteriores ou vice-versa;  3 – Preservar bens culturais impregnados de valores históricos, arquitetônicos, arqueológicos, paisagísticos, artísticos, etnográficos e bibliográficos que contribuem para a identidade cultural da comunidade, proporcionando ao ser humano conhecimento de si mesmo e do ambiente que o cerca.
Amplitude da Expressão Quando se usa a expressão patrimônio cultural brasileiro, há um sentido UNIVERSAL nela. Isto significa que ela une:  Tradições;  Experiências históricas;  Expressões criativas dos homens;  Bens de valor histórico e artístico;  Aspectos paisagísticos;  Aspectos turísticos;
Como preservar o Patrimônio Cultural?  A comunidade é a verdadeira responsável e guardiã de seus valores culturais;  Para preservar o patrimônio cultural é necessário, inicialmente, conhecê-lo por meio de inventários e pesquisas realizados pelos órgãos de preservação, em conjunto com as comunidades. Em seguida, se faz presente a utilização dos meios de comunicação e do ensino formal e informal, para desenvolver o sentimento de valorização dos bens culturais e a reflexão sobre as dificuldades de sua preservação na própria comunidade.
Educação Patrimonial  “Quem conhece, cuida! A comunidade é a melhor guardiã de seu patrimônio”.  Objetivos:  Sensibilizar a sociedade para uma mudança de atitude: de espectadores da proteção do patrimônio cultural para atores desse processo. Pela educação a comunidade adquire a compreensão e esta propiciará a apreciação, e conseqüentemente, a proteção.
Envolvimento da comunidade durante o Mapeamento das Expressões Culturais
Objetivos específicos da Educação Patrimonial Aprender a conhecer a diversidade cultural;  Aprender a fazer, participar, vivenciar;  Aprender a viver em sociedade e respeitar as diversidades culturais;  Aprender a ser, desenvolvendo capacidade crítica, emocional e criativa.
Quebradeiras de côco e pescadores
Vamos conferir Farinhadas : Acontecem no período de julho a outubro e a comunidade trabalha no sistema de mutirão, onde todos se ajudam. O processo de fabricação da farinha obedece a uma lógica rigorosa. A puba é retirada da mandioa amolecida em tanques ou riachos. A transformação da mandioca em puba dura, em média, 5 dias. Da puba pronta, faz-se farinha, mingaus, bejus para a fabricação de tiquira, etc.
Metodologia  A metodologia segue etapas:  Etapa 1 – Observação;  Etapa 2 – Registro;  Etapa 3 – Pesquisa;  Etapa 4 – Apropriação.
Resultado esperado Com a educação patrimonial pretende-se alcançar a preservação de nosso patrimônio cultural pela sociedade como um todo – poder público, iniciativa privada e comunidade.  A educação patrimonial deve ser uma atividade permanente e a comunidade deve participar de todas atividades relacionadas à preservação, inventário, tombamento, manutenção, fiscalização, restauração e reabilitação.  Os princípios norteadores das ações de educação patrimonial são a descoberta e a construção em conjunto, motivadas pela observação, apreensão, exploração e apropriação criativa do conhecimento.
.  Muito Obrigado!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Nancihorta
 
Linha do Tempo - História
Linha do Tempo - HistóriaLinha do Tempo - História
Linha do Tempo - História
Carson Souza
 
Patrimônio cultural
Patrimônio culturalPatrimônio cultural
Patrimônio cultural
Paulo Gomes
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
Valeria Santos
 
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah MoemaEducação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
coordenacaodiversidade
 
Ctsa ciencia uma actividd humana 7ºano
Ctsa   ciencia uma actividd humana 7ºanoCtsa   ciencia uma actividd humana 7ºano
Ctsa ciencia uma actividd humana 7ºano
Bárbara Pereira
 

Mais procurados (20)

Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Educação patrimonial
Educação patrimonialEducação patrimonial
Educação patrimonial
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
 
Linha do Tempo - História
Linha do Tempo - HistóriaLinha do Tempo - História
Linha do Tempo - História
 
Identidade cultural
Identidade culturalIdentidade cultural
Identidade cultural
 
Patrimônio cultural
Patrimônio culturalPatrimônio cultural
Patrimônio cultural
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
 
Raça e etnia
Raça e etniaRaça e etnia
Raça e etnia
 
Colonialidade do poder, eurocentrismo e américa latina
Colonialidade do poder, eurocentrismo e américa latinaColonialidade do poder, eurocentrismo e américa latina
Colonialidade do poder, eurocentrismo e américa latina
 
Etnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismoEtnocentrismo e relativismo
Etnocentrismo e relativismo
 
Cultura negra
Cultura negraCultura negra
Cultura negra
 
Natureza e Cultura
Natureza e CulturaNatureza e Cultura
Natureza e Cultura
 
História, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidadeHistória, memória, patrimônio e identidade
História, memória, patrimônio e identidade
 
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAISRELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
 
Aula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoriaAula 1 patrimonio e memoria
Aula 1 patrimonio e memoria
 
Cartografia Social
Cartografia SocialCartografia Social
Cartografia Social
 
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah MoemaEducação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
 
Estética
EstéticaEstética
Estética
 
Antropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOSAntropologia CONCEITOS BÁSICOS
Antropologia CONCEITOS BÁSICOS
 
Ctsa ciencia uma actividd humana 7ºano
Ctsa   ciencia uma actividd humana 7ºanoCtsa   ciencia uma actividd humana 7ºano
Ctsa ciencia uma actividd humana 7ºano
 

Destaque

Minicurso educação e patrimônio cultural 2012
Minicurso educação e patrimônio cultural 2012Minicurso educação e patrimônio cultural 2012
Minicurso educação e patrimônio cultural 2012
Lilian Oliveira Rosa
 
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológicoProjeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Muriel Pinto
 
Relatório de Atividades de Educação Patrimonial
Relatório de Atividades de Educação PatrimonialRelatório de Atividades de Educação Patrimonial
Relatório de Atividades de Educação Patrimonial
limagov
 
Gestão do Orçamento Familiar
Gestão do Orçamento FamiliarGestão do Orçamento Familiar
Gestão do Orçamento Familiar
EFA NS BALTAR
 
Modelo banner 90 x 120
Modelo banner 90 x 120Modelo banner 90 x 120
Modelo banner 90 x 120
PotenzaWD
 
1 educação ambiental
1 educação ambiental1 educação ambiental
1 educação ambiental
Pelo Siro
 
Aula sobre educação ambiental
Aula sobre educação ambientalAula sobre educação ambiental
Aula sobre educação ambiental
Sonho Decriança
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
Renofio
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
blogjl
 

Destaque (20)

Projecto Educação Patrimonial
Projecto Educação PatrimonialProjecto Educação Patrimonial
Projecto Educação Patrimonial
 
Educação patrimonial conquista apropriação_gestão participativa
Educação patrimonial conquista apropriação_gestão participativaEducação patrimonial conquista apropriação_gestão participativa
Educação patrimonial conquista apropriação_gestão participativa
 
Educação patrimonial
Educação patrimonialEducação patrimonial
Educação patrimonial
 
Minicurso educação e patrimônio cultural 2012
Minicurso educação e patrimônio cultural 2012Minicurso educação e patrimônio cultural 2012
Minicurso educação e patrimônio cultural 2012
 
Orçamento familiar
Orçamento familiarOrçamento familiar
Orçamento familiar
 
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológicoProjeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
 
Plano Municipal de Educação Patrimonial de Olinda (PMEP) - Julho de 2013
Plano Municipal de Educação Patrimonial de Olinda (PMEP) - Julho de 2013Plano Municipal de Educação Patrimonial de Olinda (PMEP) - Julho de 2013
Plano Municipal de Educação Patrimonial de Olinda (PMEP) - Julho de 2013
 
Relatório de Atividades de Educação Patrimonial
Relatório de Atividades de Educação PatrimonialRelatório de Atividades de Educação Patrimonial
Relatório de Atividades de Educação Patrimonial
 
Orçamento familiar
Orçamento familiarOrçamento familiar
Orçamento familiar
 
A ImportâNcia Do Orçamento Familiar
A ImportâNcia Do Orçamento FamiliarA ImportâNcia Do Orçamento Familiar
A ImportâNcia Do Orçamento Familiar
 
Orçamento doméstico
Orçamento domésticoOrçamento doméstico
Orçamento doméstico
 
Gestão do Orçamento Familiar
Gestão do Orçamento FamiliarGestão do Orçamento Familiar
Gestão do Orçamento Familiar
 
Orçamento Familiar
Orçamento FamiliarOrçamento Familiar
Orçamento Familiar
 
Modelo banner 90 x 120
Modelo banner 90 x 120Modelo banner 90 x 120
Modelo banner 90 x 120
 
1 educação ambiental
1 educação ambiental1 educação ambiental
1 educação ambiental
 
Planejamento Familiar
Planejamento FamiliarPlanejamento Familiar
Planejamento Familiar
 
Aula sobre educação ambiental
Aula sobre educação ambientalAula sobre educação ambiental
Aula sobre educação ambiental
 
Projeto educação ambiental
Projeto educação ambientalProjeto educação ambiental
Projeto educação ambiental
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Aula Educação ambiental 1
Aula Educação ambiental 1Aula Educação ambiental 1
Aula Educação ambiental 1
 

Semelhante a Palestra sobre educação patrimonial

Cultura e manifestações artísticas
Cultura e manifestações artísticasCultura e manifestações artísticas
Cultura e manifestações artísticas
Bia Mattar
 
[NITRO] FAQ - DIRH08F01 - Direito e Humanidades.pdf
[NITRO] FAQ -  DIRH08F01 - Direito e Humanidades.pdf[NITRO] FAQ -  DIRH08F01 - Direito e Humanidades.pdf
[NITRO] FAQ - DIRH08F01 - Direito e Humanidades.pdf
BrunoCosta364836
 
Património cultural imaterial da humanidade - o Cante Alentejano - Artur Fili...
Património cultural imaterial da humanidade - o Cante Alentejano - Artur Fili...Património cultural imaterial da humanidade - o Cante Alentejano - Artur Fili...
Património cultural imaterial da humanidade - o Cante Alentejano - Artur Fili...
Universidade Sénior Contemporânea do Porto
 
Educação e Diversidade Cultural
Educação e Diversidade CulturalEducação e Diversidade Cultural
Educação e Diversidade Cultural
Carminha
 

Semelhante a Palestra sobre educação patrimonial (20)

Projetos e Práticas educacionais II
Projetos e Práticas educacionais IIProjetos e Práticas educacionais II
Projetos e Práticas educacionais II
 
Anais 20o. ANPAP. 2012
Anais 20o. ANPAP. 2012Anais 20o. ANPAP. 2012
Anais 20o. ANPAP. 2012
 
Bacia do Rio Pardo- Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Pardo-  Aula 2 - Versão ProfessorBacia do Rio Pardo-  Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Pardo- Aula 2 - Versão Professor
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão ProfessorBacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
 
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão ProfessorBacia do Rio Grande Aula 2 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão Professor
 
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural -  Projeto AripuanãPatrimônio cultural -  Projeto Aripuanã
Patrimônio cultural - Projeto Aripuanã
 
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão Aluno
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão AlunoBacia do Rio Grande Aula 2 Versão Aluno
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão Aluno
 
Bacia do Rio Pardo- Aula 2 - Versão Aluno
Bacia do Rio Pardo-  Aula 2 - Versão AlunoBacia do Rio Pardo-  Aula 2 - Versão Aluno
Bacia do Rio Pardo- Aula 2 - Versão Aluno
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão AlunoBacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão Aluno
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Aluno
 
Apresentacao da curadoria_digital_-_projetos_e_praticas_ii
Apresentacao da curadoria_digital_-_projetos_e_praticas_iiApresentacao da curadoria_digital_-_projetos_e_praticas_ii
Apresentacao da curadoria_digital_-_projetos_e_praticas_ii
 
03 Ebook - Patrimônio Cultural
03 Ebook - Patrimônio Cultural03 Ebook - Patrimônio Cultural
03 Ebook - Patrimônio Cultural
 
Cultura e patrimônio cultural
Cultura e patrimônio culturalCultura e patrimônio cultural
Cultura e patrimônio cultural
 
Conferênia Nacional de Cultura: Eixo 2
Conferênia Nacional de Cultura: Eixo 2Conferênia Nacional de Cultura: Eixo 2
Conferênia Nacional de Cultura: Eixo 2
 
2-2020 Art Cult pop Ed patrimonial.pdf
2-2020 Art Cult pop Ed patrimonial.pdf2-2020 Art Cult pop Ed patrimonial.pdf
2-2020 Art Cult pop Ed patrimonial.pdf
 
Cultura e manifestações artísticas
Cultura e manifestações artísticasCultura e manifestações artísticas
Cultura e manifestações artísticas
 
Apres preservação Osório 2014
Apres preservação Osório 2014Apres preservação Osório 2014
Apres preservação Osório 2014
 
[NITRO] FAQ - DIRH08F01 - Direito e Humanidades.pdf
[NITRO] FAQ -  DIRH08F01 - Direito e Humanidades.pdf[NITRO] FAQ -  DIRH08F01 - Direito e Humanidades.pdf
[NITRO] FAQ - DIRH08F01 - Direito e Humanidades.pdf
 
Património cultural imaterial da humanidade - o Cante Alentejano - Artur Fili...
Património cultural imaterial da humanidade - o Cante Alentejano - Artur Fili...Património cultural imaterial da humanidade - o Cante Alentejano - Artur Fili...
Património cultural imaterial da humanidade - o Cante Alentejano - Artur Fili...
 
slides.ppe2
slides.ppe2slides.ppe2
slides.ppe2
 
Educação e Diversidade Cultural
Educação e Diversidade CulturalEducação e Diversidade Cultural
Educação e Diversidade Cultural
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 

Palestra sobre educação patrimonial

  • 1. Educação Patrimonial Palestrante: Francisco de Jesus F. Lima Júnior - pedagogo pela URCA; Objetivo: Sensibilizar a sociedade para uma mudança de atitude: de espectadores da proteção do patrimônio cultural para atores desse processo.
  • 2. Educação Patrimonial Definição: Chamamos de Educação Patrimonial o processo permanente e sistemático de trabalho educativo, que tem como ponto de partida e centro o Patrimônio Cultural com todas as suas manifestações. Definição 2 – Educação Patrimonial é um processo permanente e sistemático centrado no patrimônio cultural, como instrumento de afirmação da cidadania. Objetiva envolver a comunidade na gestão do Patrimônio, pelo qual ela também é responsável, levando-a a apropriar-se e a usufruir dos bens e valores que o constituem.
  • 4. Educação Patrimonial Mas o que é Patrimônio? – Patrimônio (do latim patrimoniu) significa: herança paterna, bens de família. Ampliando o conceito, entende-se atualmente que são patrimônios: a vida, o corpo, a linguagem, as coisas (arquitetura, artesanato, música, literatura...). os sonhos, as histórias... Patrimônio, para fins didáticos, é subdividido em: Patrimônio Ambiental Urbano e Patrimônio Cultural
  • 5. Igreja de São Francisco das Chagas (Povoado Angical)
  • 6. Educação Patrimonial Patrimônio Ambiental Urbano: Compreende lugares, bens imóveis, monumentos e vivências. A memória social está diretamente ligada ao patrimônio ambiental urbano, do qual se projetam as representações da cidade. Patrimônio Cultural: São todas as manifestações e expressões que a sociedade e os homens criam e que, ao longo dos anos, vão se acumulando com as das gerações anteriores. Cada geração as recebe, usufrui delas e as modifica de acordo com sua própria história e necessidades.
  • 7. Processo de fabricação da Farinha (Farinhada)
  • 8. Educação Patrimonial O que diz a Constituição Federal? Art. 216 – Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens de natureza material e imaterial, tomados individualmente ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à ação, à memória dos diferentes grupos formadores da sociedade brasileira, nos quais se incluem: I – as formas de expressão; II – os modos de fazer, criar e viver; III – as criações científicas, artísticas e tecnológicas; IV – as obras, objetos, documentos, edificações e demais espaços destinados às manifestações artístico-culturais; V – os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico.
  • 10. Preservação/Proteção do Patrimônio Cultural Qual a importância do Patrimônio Cultural? - A cultura e a memória de um povo são os principais fatores de sua coesão e identidade; O patrimônio histórico e artístico materializa e torna visível esse sentimento evocado pela cultura e pela memória, permitindo a construção das identidades coletivas, fortalecendo os elos das origens comuns; A noção de patrimônio cultural diz respeito à herança coletiva que deve ser transmitida às futuras gerações, de forma a relacionar o passado e o presente, permitindo a visão de futuro dentro do conceito de desenvolvimento sustentável.
  • 12. Por que preservar o Patrimônio Cultural? A principal razão para se preservar o Patrimônio Cultural é a melhoria da qualidade de vida da comunidade, que implica em seu bem estar material, espiritual e na garantia do exercício da memória e da cidadania; A preservação de marcos e elementos imateriais dessa herança do passado fortalece o senso de pertencimento. Ser parte de algo maior, com raízes profundas, une os homens em defesa do bem comum: a continuidade de sua comunidade.
  • 13. O que preservar? 1 – variadas e diversificadas formas de criação humana e de potencialidades naturais, no sentido de evitar a “discriminação monumental”; 2 – Aquilo que foi considerado sem nenhuma importância num determinado período, pode vir a ser valioso e estimado por gerações posteriores ou vice-versa; 3 – Preservar bens culturais impregnados de valores históricos, arquitetônicos, arqueológicos, paisagísticos, artísticos, etnográficos e bibliográficos que contribuem para a identidade cultural da comunidade, proporcionando ao ser humano conhecimento de si mesmo e do ambiente que o cerca.
  • 14. Amplitude da Expressão Quando se usa a expressão patrimônio cultural brasileiro, há um sentido UNIVERSAL nela. Isto significa que ela une: Tradições; Experiências históricas; Expressões criativas dos homens; Bens de valor histórico e artístico; Aspectos paisagísticos; Aspectos turísticos;
  • 15.
  • 16. Como preservar o Patrimônio Cultural? A comunidade é a verdadeira responsável e guardiã de seus valores culturais; Para preservar o patrimônio cultural é necessário, inicialmente, conhecê-lo por meio de inventários e pesquisas realizados pelos órgãos de preservação, em conjunto com as comunidades. Em seguida, se faz presente a utilização dos meios de comunicação e do ensino formal e informal, para desenvolver o sentimento de valorização dos bens culturais e a reflexão sobre as dificuldades de sua preservação na própria comunidade.
  • 17. Educação Patrimonial “Quem conhece, cuida! A comunidade é a melhor guardiã de seu patrimônio”. Objetivos: Sensibilizar a sociedade para uma mudança de atitude: de espectadores da proteção do patrimônio cultural para atores desse processo. Pela educação a comunidade adquire a compreensão e esta propiciará a apreciação, e conseqüentemente, a proteção.
  • 18. Envolvimento da comunidade durante o Mapeamento das Expressões Culturais
  • 19. Objetivos específicos da Educação Patrimonial Aprender a conhecer a diversidade cultural; Aprender a fazer, participar, vivenciar; Aprender a viver em sociedade e respeitar as diversidades culturais; Aprender a ser, desenvolvendo capacidade crítica, emocional e criativa.
  • 20. Quebradeiras de côco e pescadores
  • 21. Vamos conferir Farinhadas : Acontecem no período de julho a outubro e a comunidade trabalha no sistema de mutirão, onde todos se ajudam. O processo de fabricação da farinha obedece a uma lógica rigorosa. A puba é retirada da mandioa amolecida em tanques ou riachos. A transformação da mandioca em puba dura, em média, 5 dias. Da puba pronta, faz-se farinha, mingaus, bejus para a fabricação de tiquira, etc.
  • 22. Metodologia A metodologia segue etapas: Etapa 1 – Observação; Etapa 2 – Registro; Etapa 3 – Pesquisa; Etapa 4 – Apropriação.
  • 23. Resultado esperado Com a educação patrimonial pretende-se alcançar a preservação de nosso patrimônio cultural pela sociedade como um todo – poder público, iniciativa privada e comunidade. A educação patrimonial deve ser uma atividade permanente e a comunidade deve participar de todas atividades relacionadas à preservação, inventário, tombamento, manutenção, fiscalização, restauração e reabilitação. Os princípios norteadores das ações de educação patrimonial são a descoberta e a construção em conjunto, motivadas pela observação, apreensão, exploração e apropriação criativa do conhecimento.
  • 24.
  • 25. . Muito Obrigado!!