SlideShare uma empresa Scribd logo
INTRODUÇÃO À HISTÓRIA
O que é História?
Para que serve a História?
O que é História?
É uma ciência que estuda as ações dos
seres humanos e da natureza, no tempo e
no espaço. Esse estudo envolve as
realizações humanas, as transformações
naturais, as transformações sociais, assim
como as permanências (aquilo que pouco
mudou ao longo do tempo).
Para que serve a História?
A História contribui para a
compreensão das sociedades: suas
transformações, mudanças,
simultaneidades e permanências, as
relações entre os seres humanos que
as constituem, as semelhanças e as
diferenças que existem entre elas.
Para que serve a História?
A História nos auxilia a conhecer
o passado e, assim,
compreender melhor o presente.
Desse modo, nos tornamos mais
capazes de agir para
transformar a sociedade.
O QUE É SOCIEDADE?
Sociedade é o conjunto de pessoas que
convivem em um espaço, compartilhando
as mesmas regras, costumes, língua, etc. A
sociedade é composta por grupos sociais,
como a família, a escola, o trabalho. Por
meio dos grupos sociais, as pessoas se
integram a sociedade, estabelecendo
relações entre si.
EXEMPLOS DE GRUPOS SOCIAIS
Grupo de skatistas
EXEMPLOS DE GRUPOS SOCIAIS
A família
EXEMPLOS DE GRUPOS SOCIAIS
Grupo de jovens da Igreja
EXEMPLOS DE GRUPOS SOCIAIS
Grupo de fãs de Animes
AS DIFERENTES
INTERPRETAÇÕES
Cada pessoa pode interpretar os
acontecimentos do dia a dia de
uma maneira diferente. E isso é
bom. Já imaginou se todos
pensássemos da mesma forma?
AS DIFERENTES
INTERPRETAÇÕES
AS DIFERENTES
INTERPRETAÇÕES
Os historiadores, quando estudam determinada
sociedade, também podem interpretá-la de
maneira diferente.
Dependendo do método de pesquisa e das
fontes que tem, o historiador pode dar destaque,
por exemplo, aos aspectos políticos, econômicos
ou culturais. Esse destaque é que possibilita ao
historiador construir sua própria interpretação
histórica.
FONTES HISTÓRICAS
Fonte histórica é tudo aquilo que traz
informações sobre o passado, e que
serve para a construção do
conhecimento histórico.
FONTES HISTÓRICAS
Existem vários tipos de fontes históricas:
Documentos Escritos – Certidões, cartas, testamentos, livros,
jornais, revistas, entre outros.
Relatos Orais – Entrevistas, lendas, etc.
Fontes materiais – Pedras, cerâmicas, objetos, entre outros.
Fontes audiovisuais e sonoras – Cinema, televisão, dvd’s,
cd’s, etc.
Fontes visuais – Imagens, pinturas, fotografias, anúncios de
publicidade, entre outros.
TIPOS DE FONTES HISTÓRICAS.
• ORAL: transmitida de geração a geração
através de costumes, contos e lendas.
FONTES ESCRITAS
É a mais utilizada
pelos historiadores,
pois facilita
compreensão do
pensamento da
época, a organização
das sociedades,
hábitos, etc.
Existem diversos tipos
de fontes escritas.
FONTES ESCRITAS
Na antiguidade algumas
civilizações
desenvolveram suas
escritas. A escrita
cuneiforme, em placas
de argila, inventada
pelos sumérios na
antiga mesopotâmia, há
aproximadamente 6000.
Foi o primeiro tipo de
documento escrito.
FONTES ESCRITAS
Os antigos egípcios
também
desenvolveram a
escrita hieroglífica.
Importante para
entendermos o
passado da primeira
civilização
desenvolvida na
África, há mais de
6.000 anos.
Inventaram o
precursor do papel,
chamado papiro.
 Jornais
 Livros
FONTES ESCRITAS
FONTES VISUAIS
 Mapas  Anúncios de publicidade
 Quadros
FONTES VISUAIS
 Fotografias
FONTES SONORAS
FONTES ARQUITETÔNICAS
Muitas vezes um mesmo fato histórico, uma
mesma fonte histórica, tem interpretações
diferentes de acordo com o ponto de vista
de cada pesquisador.
A crítica às fontes históricas se dá a partir
da lógica e da interpretação do historiador.
A CONSTRUÇÃO DO
CONHECIMENTO HISTÓRICO
Por muito tempo, foram considerados sujeitos
históricos somente pessoas ditas “importantes”,
como reis, generais e políticos. Acreditava-se
que somente esses personagens de destaque
determinavam os rumos da história.
Nas últimas décadas, porém, os historiadores
mudaram essa ideia e passaram a considerar
sujeito histórico toda pessoa que,
individualmente ou em grupo, participa do
processo histórico.
OS SUJEITOS HISTÓRICOS
A linha do tempo é um instrumento importante
que permite a localização dos fatos históricos no
tempo.
O eixo cronológico indica o sentido linear da
passagem do tempo. É a linha propriamente
dita.
A descrição dos períodos representados
acontece por meio de pequenos textos.
LINHA DO TEMPO
LINHA DO TEMPO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
Daniel Alves Bronstrup
 
1° ano - E.M. - Introdução à história
1° ano - E.M. - Introdução à história1° ano - E.M. - Introdução à história
1° ano - E.M. - Introdução à história
Daniel Alves Bronstrup
 
Introdução aos estudos históricos
Introdução aos estudos históricosIntrodução aos estudos históricos
Introdução aos estudos históricos
Paulo Alexandre
 
O QUE É HISTÓRIA
O QUE É HISTÓRIAO QUE É HISTÓRIA
O QUE É HISTÓRIA
Nila Michele Bastos Santos
 
A origem dos seres humanos
A origem dos seres humanosA origem dos seres humanos
A origem dos seres humanos
Marcela Marangon Ribeiro
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
A evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º anoA evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º ano
Fábio Paiva
 
1 tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio
1   tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio1   tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio
1 tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio
Marilia Pimentel
 
O Tempo e a História - 6o ano
O Tempo e a História - 6o anoO Tempo e a História - 6o ano
O Tempo e a História - 6o ano
Lucas Degiovani
 
Índios brasileiros
Índios brasileirosÍndios brasileiros
Índios brasileiros
Paulo Alexandre
 
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇOO TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
Ana Selma Sena Santos
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
Fabiana Tonsis
 
Antigas civilizações
Antigas civilizações Antigas civilizações
Antigas civilizações
Adail Silva
 
Astecas maias e incas
Astecas maias e incasAstecas maias e incas
Astecas maias e incas
Fabiana Tonsis
 
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
Daniel Alves Bronstrup
 
Para que estudar História
Para que estudar HistóriaPara que estudar História
Para que estudar História
Liz Prates
 
1° ano - Grécia Antiga
1° ano -  Grécia Antiga1° ano -  Grécia Antiga
1° ano - Grécia Antiga
Daniel Alves Bronstrup
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america
Paulo Alexandre
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
Daniel Alves Bronstrup
 

Mais procurados (20)

1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
 
1° ano - E.M. - Introdução à história
1° ano - E.M. - Introdução à história1° ano - E.M. - Introdução à história
1° ano - E.M. - Introdução à história
 
Introdução aos estudos históricos
Introdução aos estudos históricosIntrodução aos estudos históricos
Introdução aos estudos históricos
 
O QUE É HISTÓRIA
O QUE É HISTÓRIAO QUE É HISTÓRIA
O QUE É HISTÓRIA
 
A origem dos seres humanos
A origem dos seres humanosA origem dos seres humanos
A origem dos seres humanos
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
Tempo e história
 
A evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º anoA evolução do ser humano - História 6º ano
A evolução do ser humano - História 6º ano
 
1 tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio
1   tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio1   tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio
1 tempo e historia - 1ºano do Ensino Médio
 
O Tempo e a História - 6o ano
O Tempo e a História - 6o anoO Tempo e a História - 6o ano
O Tempo e a História - 6o ano
 
Índios brasileiros
Índios brasileirosÍndios brasileiros
Índios brasileiros
 
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇOO TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
 
Antigas civilizações
Antigas civilizações Antigas civilizações
Antigas civilizações
 
Astecas maias e incas
Astecas maias e incasAstecas maias e incas
Astecas maias e incas
 
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
 
Para que estudar História
Para que estudar HistóriaPara que estudar História
Para que estudar História
 
1° ano - Grécia Antiga
1° ano -  Grécia Antiga1° ano -  Grécia Antiga
1° ano - Grécia Antiga
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
 
1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america1 os primeiros povos da america
1 os primeiros povos da america
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
 

Semelhante a Introdução ao Estudo da História

África: o berço da humanidade
África: o berço da humanidadeÁfrica: o berço da humanidade
África: o berço da humanidade
Tyrone Mello
 
História, breve introdução ao estudo. Da pré História ao surgimento da escrita
História, breve introdução ao estudo. Da pré História ao surgimento da escritaHistória, breve introdução ao estudo. Da pré História ao surgimento da escrita
História, breve introdução ao estudo. Da pré História ao surgimento da escrita
Sheila Soarte
 
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptxINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
Frederico Marques Sodré
 
Pra que história
Pra que históriaPra que história
Pra que história
paola2803
 
Historia fontes historicas
Historia fontes historicasHistoria fontes historicas
Historia fontes historicas
Loredana Ruffo
 
Introdução a historia
Introdução a historiaIntrodução a historia
Introdução a historia
Marcio Cicchelli
 
Prevupe - Pré-História Geral
Prevupe - Pré-História GeralPrevupe - Pré-História Geral
Prevupe - Pré-História Geral
Rodrigo Ferreira
 
Introdução aos Estudos Históricos
Introdução aos Estudos HistóricosIntrodução aos Estudos Históricos
Introdução aos Estudos Históricos
EM Pedra Branca
 
1 história, cultura, patrimônio e tempo
1   história, cultura, patrimônio e tempo1   história, cultura, patrimônio e tempo
1 história, cultura, patrimônio e tempo
Marilia Pimentel
 
CAP. 1 - Introdução aos Estudos da História.pptx
CAP. 1 - Introdução aos Estudos da História.pptxCAP. 1 - Introdução aos Estudos da História.pptx
CAP. 1 - Introdução aos Estudos da História.pptx
OLembradorProfDawdso
 
A importancia da História.ppt
A importancia da História.pptA importancia da História.ppt
A importancia da História.ppt
Sergio Cardoso
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
Eloy Souza
 
O que é história 6 ano
O que é história  6 anoO que é história  6 ano
O que é história 6 ano
Camile Lessa
 
Fundamentos interdisciplinares de arqueologia
Fundamentos interdisciplinares de arqueologia Fundamentos interdisciplinares de arqueologia
Fundamentos interdisciplinares de arqueologia
Dirceu Mauricio van Lonkhuijzen
 
Prevupe - Introdução aos estudos históricos
Prevupe - Introdução aos estudos históricosPrevupe - Introdução aos estudos históricos
Prevupe - Introdução aos estudos históricos
Rodrigo Ferreira
 
A importância de se estudar
A importância de se estudarA importância de se estudar
A importância de se estudar
Íris Ferreira
 
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.pptApresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
RafaelXavierChaves
 
Aulas história 6_ano
Aulas história 6_anoAulas história 6_ano
Aulas história 6_ano
tyromello
 
1 capítulos 1, 2, 3 e 4
1 capítulos 1, 2, 3 e 41 capítulos 1, 2, 3 e 4
1 capítulos 1, 2, 3 e 4
Welda Fonseca
 
Introdução aos Estudos Históricos - Módulo 1
Introdução aos Estudos Históricos - Módulo 1Introdução aos Estudos Históricos - Módulo 1
Introdução aos Estudos Históricos - Módulo 1
Bruno Younes
 

Semelhante a Introdução ao Estudo da História (20)

África: o berço da humanidade
África: o berço da humanidadeÁfrica: o berço da humanidade
África: o berço da humanidade
 
História, breve introdução ao estudo. Da pré História ao surgimento da escrita
História, breve introdução ao estudo. Da pré História ao surgimento da escritaHistória, breve introdução ao estudo. Da pré História ao surgimento da escrita
História, breve introdução ao estudo. Da pré História ao surgimento da escrita
 
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptxINTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA HISTÓRIA.pptx
 
Pra que história
Pra que históriaPra que história
Pra que história
 
Historia fontes historicas
Historia fontes historicasHistoria fontes historicas
Historia fontes historicas
 
Introdução a historia
Introdução a historiaIntrodução a historia
Introdução a historia
 
Prevupe - Pré-História Geral
Prevupe - Pré-História GeralPrevupe - Pré-História Geral
Prevupe - Pré-História Geral
 
Introdução aos Estudos Históricos
Introdução aos Estudos HistóricosIntrodução aos Estudos Históricos
Introdução aos Estudos Históricos
 
1 história, cultura, patrimônio e tempo
1   história, cultura, patrimônio e tempo1   história, cultura, patrimônio e tempo
1 história, cultura, patrimônio e tempo
 
CAP. 1 - Introdução aos Estudos da História.pptx
CAP. 1 - Introdução aos Estudos da História.pptxCAP. 1 - Introdução aos Estudos da História.pptx
CAP. 1 - Introdução aos Estudos da História.pptx
 
A importancia da História.ppt
A importancia da História.pptA importancia da História.ppt
A importancia da História.ppt
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
 
O que é história 6 ano
O que é história  6 anoO que é história  6 ano
O que é história 6 ano
 
Fundamentos interdisciplinares de arqueologia
Fundamentos interdisciplinares de arqueologia Fundamentos interdisciplinares de arqueologia
Fundamentos interdisciplinares de arqueologia
 
Prevupe - Introdução aos estudos históricos
Prevupe - Introdução aos estudos históricosPrevupe - Introdução aos estudos históricos
Prevupe - Introdução aos estudos históricos
 
A importância de se estudar
A importância de se estudarA importância de se estudar
A importância de se estudar
 
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.pptApresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
Apresentação em Aula 1 Antropologia versão 97-2003.ppt
 
Aulas história 6_ano
Aulas história 6_anoAulas história 6_ano
Aulas história 6_ano
 
1 capítulos 1, 2, 3 e 4
1 capítulos 1, 2, 3 e 41 capítulos 1, 2, 3 e 4
1 capítulos 1, 2, 3 e 4
 
Introdução aos Estudos Históricos - Módulo 1
Introdução aos Estudos Históricos - Módulo 1Introdução aos Estudos Históricos - Módulo 1
Introdução aos Estudos Históricos - Módulo 1
 

Último

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 

Último (20)

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 

Introdução ao Estudo da História

  • 1. INTRODUÇÃO À HISTÓRIA O que é História? Para que serve a História?
  • 2. O que é História? É uma ciência que estuda as ações dos seres humanos e da natureza, no tempo e no espaço. Esse estudo envolve as realizações humanas, as transformações naturais, as transformações sociais, assim como as permanências (aquilo que pouco mudou ao longo do tempo).
  • 3. Para que serve a História? A História contribui para a compreensão das sociedades: suas transformações, mudanças, simultaneidades e permanências, as relações entre os seres humanos que as constituem, as semelhanças e as diferenças que existem entre elas.
  • 4. Para que serve a História? A História nos auxilia a conhecer o passado e, assim, compreender melhor o presente. Desse modo, nos tornamos mais capazes de agir para transformar a sociedade.
  • 5. O QUE É SOCIEDADE? Sociedade é o conjunto de pessoas que convivem em um espaço, compartilhando as mesmas regras, costumes, língua, etc. A sociedade é composta por grupos sociais, como a família, a escola, o trabalho. Por meio dos grupos sociais, as pessoas se integram a sociedade, estabelecendo relações entre si.
  • 6. EXEMPLOS DE GRUPOS SOCIAIS Grupo de skatistas
  • 7. EXEMPLOS DE GRUPOS SOCIAIS A família
  • 8. EXEMPLOS DE GRUPOS SOCIAIS Grupo de jovens da Igreja
  • 9. EXEMPLOS DE GRUPOS SOCIAIS Grupo de fãs de Animes
  • 10. AS DIFERENTES INTERPRETAÇÕES Cada pessoa pode interpretar os acontecimentos do dia a dia de uma maneira diferente. E isso é bom. Já imaginou se todos pensássemos da mesma forma?
  • 12. AS DIFERENTES INTERPRETAÇÕES Os historiadores, quando estudam determinada sociedade, também podem interpretá-la de maneira diferente. Dependendo do método de pesquisa e das fontes que tem, o historiador pode dar destaque, por exemplo, aos aspectos políticos, econômicos ou culturais. Esse destaque é que possibilita ao historiador construir sua própria interpretação histórica.
  • 13. FONTES HISTÓRICAS Fonte histórica é tudo aquilo que traz informações sobre o passado, e que serve para a construção do conhecimento histórico.
  • 14. FONTES HISTÓRICAS Existem vários tipos de fontes históricas: Documentos Escritos – Certidões, cartas, testamentos, livros, jornais, revistas, entre outros. Relatos Orais – Entrevistas, lendas, etc. Fontes materiais – Pedras, cerâmicas, objetos, entre outros. Fontes audiovisuais e sonoras – Cinema, televisão, dvd’s, cd’s, etc. Fontes visuais – Imagens, pinturas, fotografias, anúncios de publicidade, entre outros.
  • 15. TIPOS DE FONTES HISTÓRICAS. • ORAL: transmitida de geração a geração através de costumes, contos e lendas.
  • 16. FONTES ESCRITAS É a mais utilizada pelos historiadores, pois facilita compreensão do pensamento da época, a organização das sociedades, hábitos, etc. Existem diversos tipos de fontes escritas.
  • 17. FONTES ESCRITAS Na antiguidade algumas civilizações desenvolveram suas escritas. A escrita cuneiforme, em placas de argila, inventada pelos sumérios na antiga mesopotâmia, há aproximadamente 6000. Foi o primeiro tipo de documento escrito.
  • 18. FONTES ESCRITAS Os antigos egípcios também desenvolveram a escrita hieroglífica. Importante para entendermos o passado da primeira civilização desenvolvida na África, há mais de 6.000 anos. Inventaram o precursor do papel, chamado papiro.
  • 20. FONTES VISUAIS  Mapas  Anúncios de publicidade  Quadros
  • 24. Muitas vezes um mesmo fato histórico, uma mesma fonte histórica, tem interpretações diferentes de acordo com o ponto de vista de cada pesquisador. A crítica às fontes históricas se dá a partir da lógica e da interpretação do historiador. A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO HISTÓRICO
  • 25. Por muito tempo, foram considerados sujeitos históricos somente pessoas ditas “importantes”, como reis, generais e políticos. Acreditava-se que somente esses personagens de destaque determinavam os rumos da história. Nas últimas décadas, porém, os historiadores mudaram essa ideia e passaram a considerar sujeito histórico toda pessoa que, individualmente ou em grupo, participa do processo histórico. OS SUJEITOS HISTÓRICOS
  • 26. A linha do tempo é um instrumento importante que permite a localização dos fatos históricos no tempo. O eixo cronológico indica o sentido linear da passagem do tempo. É a linha propriamente dita. A descrição dos períodos representados acontece por meio de pequenos textos. LINHA DO TEMPO