SlideShare uma empresa Scribd logo
Universidade do Estado do Rio de Janeiro
                         Projeto Educativo 2012

            Bullying:
  somos todos iguais nas próprias
           diferenças
                           Tema: Bullying


Organização:
Profª Giselle Dias
Profª Mariana Bastos
Profª Mariana Elena
Profª Rafaela Barros
Profª Viviane Teixeira
Introdução
 A relevância do tema de estudo para a sociedade atual;


 Brincadeiras X Agressão verbal, física e moral;


 A celeuma entre teoria e prática;


 O respeito às diferenças;


 A elaboração do Projeto Educativo “Bullying: somos todos iguais
  nas próprias diferenças”.
Problemática: Bullying
 Trata-se de uma forma de violência de caráter verbal, físico e/ou psicológico;
 As principais características do Bullying são hostilidade, crueldade, difamação,
  invenção de apelidos depreciativos e exclusão;
 As consequências para a vítima;
 Este tipo de violência pode se fazer presente em diversos âmbitos sociais: local
  de trabalho, vizinhança, família e, principalmente, na escola;
 Pode, inclusive, ocorrer no meio virtual – Cyberbullying;
 Atualmente é um tema recorrente e amplamente discutido;
Questões de Estudo
Tendo em vista a urgência em se tratar a
temática do bullying, algumas questões e reflexões são norteadoras
  nesta perspectiva:

 Como lidar com o bullying em sala de aula?


 Como orientar alunos e alunas a respeito da violência e da
  agressão no ambiente escolar?

 De que forma a família pode contribuir a esse favor?
Justificativa
A relevância do Projeto se dá a partir da análise do modo
  como as crianças percebem e entendem o Bullying e a
  necessidade de orientação e atenção a respeito do problema;

É importante, também, o estímulo à pesquisa, ao diálogo e à
  troca de ideias, a fim de desenvolver a capacidade de
  reflexão.
Objetivos do Projeto
 Promover o esclarecimento sobre o Bullying e os danos físicos
  e/ou morais que pode causar às vítimas dessa prática;
 Estimular debates quanto à prática do Bullying, sobretudo as
  pessoas que fazem parte de grupos minoritários;
 Apresentar a diferença entre tolerância e aceitação;
 Promover reflexões sobre diversidade cultural;
 Gerar nos alunos o reconhecimento de que vivem em uma
  sociedade plural constituída de indivíduos singulares.
Objetivos de Aprendizagem
 Conceituar o Bullying e suas diversas modalidades;
 Levar a conscientização da prática do Bullying e suas
  consequências;
 Promover no aluno a tolerância acerca de todos os grupos que
  compõem a sociedade.
 Propiciar ao aluno a participação em debates, geradores de
  reflexões, visando à autonomia de pensamento;
 Tornar propício o entendimento que a sociedade é composta por
  múltiplas identidades.
Metodologia
O Projeto privilegiará a realização de atividades interdisciplinares,
nas quais o educador irá mediar o processo de ensino-aprendizagem,
fornecendo aos alunos ferramentas e orientações por meio dos
seguintes métodos:

Roda de discussões;
Exposição Oral;
Entrevista;
Dinâmica de grupo;
Seminário;
Recursos Didáticos
Site de buscas Google;
Redes sociais mais utilizadas atualmente;
Datashow/ TV equipada com DVD;
Revistas;
Mapas;
Gráficos;
Mural didático.
Conteúdos Didáticos
             Geografia
   Gráficos – Leitura e construção de
                gráficos
                                                Português
                                         Oralidade – Capacidade de
                                        comunicação, argumentação e
           Matemática                           senso crítico
 Porcentagem – Mudança de números
      ordinais para porcentagem

                                                     Ética
                                           Respeito à Diversidade –
          Música                        Discutir e respeitar as diferenças
Utilizar a música como forma de             existentes na sociedade
      combate ao Bullying
Atividades:
  1° Atividade: “Roda de ideias e fatos”


        Formaremos uma roda com os alunos e os docentes, para a discussão do
   tema, suas características, seus casos, a seriedade do mesmo, e as possíveis
   soluções para diminuir, ou melhor, acabar com a prática do bullying.
2° Atividade: Pesquisa e coleta de dados


  Os alunos farão uma pesquisa na sala, onde os mesmo responderão e anotarão os
  resultados das seguintes questões:

 Você já sofreu bullying?
 Você já praticou bullying?


  Diante das respostas os alunos transformarão os números obtidos em porcentagem.



Ex: Nossa turma tem 20 alunos, os resultados da pesquisa
divulgaram que 2 já sofreram bullying, e 4 já praticaram. Os
alunos transformarão esses números em porcentagem, ou seja,
10% da turma já sofreu com bullying e 20% já praticou.
3° Atividade: Construção de gráficos


    Diante do resultado da pesquisa anterior, dividiremos a turma em grupos para
que cada grupo faça um gráfico, ilustrando a porcentagem de colegas que sofreram
ou/e praticaram o bullying.

       Essas duas atividades tem como objetivo ilustrar, a ocorrência da prática de
bullying na sala, para impactar os alunos, e fazer com que os mesmos queiram mudar
o resultado obtido. E a pesquisa será refeita de dois em dois meses, para ver se
diminui essa violência.
4° Atividade: “As diferenças do mundo”


    Em cada semana cada grupo trará algo de diferente para mostrar para turma, podendo ser:
uma religião com crenças diferentes, culturas diferentes, etnias diferentes, animais diferentes, e
outras coisas que surgirem e que evidenciem algo que não estamos acostumados a ver na nossa
sociedade. Podendo ser mostrado em foto, artigos, vídeos e outras formas de exibição. O
grupo terá que explicar o que trouxe, e porque trouxe.
    Com essa atividade queremos clarificar no aluno, que o padrão que seguimos (estético,
cultural e etc) é um fator histórico, construído (por nós) durante os anos, e que mesmo que
tenham coisas fora desse padrão devemos conhecê-las e respeita-las, e não julgá-las e excluí-
las.
5° Atividade: “Na trilha do combate ao Bullying”


Nessa atividade os alunos terão que parodiar alguma música, transformando a letra
em um “hino” ao combate ao Bullying. Fazendo com que fique mais divertido e
prazeroso lembrar o que fazer para acabar com essa agressão que é o Bullying. Além
disso, os alunos terão que escolher uma música por grupo, fazendo com que os
gostos musicais se misturem, e com isso que eles tenham que entrar em um
consenso musical.
6° Atividade: “Somos diferentes”




     A proposta aqui é solicitar que os alunos realizem uma pesquisa em revistas, e
tragam para sala de aula pedaços de corpos de pessoas (cabeça, tronco, pernas).
Eles farão esse levantamento em dois dias. Após o material ser colhido faremos a
junção das partes, com figuras diversas, adquirindo assim diversos corpos com
feições e estruturas físicas diferentes. O objetivo é que eles possam perceber que as
pessoas são diferentes umas das outras e temos que conviver e respeitar essas
diferenças.
7ª Atividade: Teatro

 Será apresentado o tema para os alunos e em seguida discutiremos afim de reconhecer seus conhecimentos
    prévios sobre o assunto.
   A partir daí, classificaremos os tipos de bullying e suas respectivas consequências.
   Será ensaiado uma encenação onde os alunos apresentarão um esquete teatral exibindo os diferentes tipos
    de bullying presente na nossa sociedade.
   Os textos, o modo de atuação, o cenário, o figurino, entre outros, serão de inteira responsabilidade dos
    alunos sendo mediados pelo professor. A direção do teatro será de total responsabilidade dos alunos.
   Objetivando alertar os alunos e comunidade escolar sobre a problemática esse esquete teatral terá a
    finalidade de desenvolver nos alunos uma reflexão sobre o tema, além de desenvolver e estimular a
    produção teatral, exercitar a expressão oral, corporal e escrita e o comprometimento com a construção
    do projeto. O local utilizado para os ensaios será a sala de aula sendo improvisada para atender suas
    necessidades e a apresentação acontecerá no pátio da escola.
   A atividade se desenvolverá em um período de dois meses, preferencialmente os dois últimos meses de
    aula.
8ª Atividade: Informática

 Na aula de informática os alunos deverão construir um fórum de debates onde será
  colocado uma imagem, um depoimento, uma frase ou um texto que agirá como
  elemento norteador da discussão. O professor deve agir como mediador em todo o
  desenvolvimento do fórum.
 Os alunos deverão pesquisar os elementos que embasarão a discussão. Cada alunos
  postará um elemento e comentará o elemento do outro colega.
 O professor analisará a criação do fórum, a habilidade na procura do elemento e a troca
  de interações com os outros colegas via fórum.
 O período de duração dessa atividade será de uma aula.
 
9ª Atividade: Produção textual
 
 Na aula de português a turma construirá um livro cujo título poderá ser Causos
   e casos de bullying na escola. Esse livro trará histórias vividas ou presenciadas pelas
   crianças no contexto escolar.
 Cada aluno ficará responsável por entrevistar colegas da escola em busca de
   uma história interessante para que o mesmo possa reproduzir elaborando um
   texto que comporá o livro Causos e casos do bullying na escola.
 A entrevista é de responsabilidade do aluno, portanto caberá a ele traçar a
   estratégia de como alcançar seu objetivo.
 Em sala de aula com ajuda do professor o aluno produzirá um texto dissertando
   o caso de um entrevistado. Todos os alunos deverão escrever um caso. Além da
   produção escrita, o aluno deverá ilustrar o caso escolhido.
 A atividade terá duração de três aulas.
Produtos finais:

 “Espaço Vamos mudar”: Será um determinado espaço da escola, onde iremos deixar
 exibidos o que colhemos com as atividades de porcentagens, os gráficos, os corpos
 humanos, e as pesquisas das diferenças do mundo.
 Livro
 Paródias
 Fórum
 Peça de Teatro
Avaliação
  A avaliação será continuada, tendo como critérios avaliativos:

 A participação e interesse do aluno com as atividades propostas;
 A evolução de comportamento apresentada pelo aluno no decorrer do
  processo;
 A elaboração das ideias para a construção da argumentação - sejam estas escritas
  ou orais;
 Sua contribuição para o desenvolvimento do tema – onde o aluno manifesta
  espontaneamente o desejo de pesquisa, trazendo materiais que agreguem ao
  tema;
 Sua postura perante o próximo.


  Os professores de cada disciplina serão responsáveis pela análise de cada aluno.
Considerações Finais
         Em um momento marcado pelo avanço das tecnologias da informação e
comunicação e a relação cada vez maior da sociedade com as mídias eletrônicas, o
bullying é visto como um mal aparentemente invisível que em geral só é
identificado quando se está atento aos seus sinais. Trata-se de um tema crescente,
no entanto ainda pouco explorado.
           Este projeto foi pensado para uma abordagem atrativa, motivadora e
interdisciplinar da temática, visa vincular o currículo escolar com os interesses dos
alunos e suas realidades sociais, por meio de um processo que valoriza a
participação de todos da comunidade escolar. Busca também envolver a
comunidade escolar e as famílias, visto que é inegável a relação de
interdependência. Por isso é indispensável estabelecer constantemente o diálogo a
fim de discutir a importância e responsabilidade de cada instituição nas situações em
classe e extraclasse.
Referências
 FANTE, Cléo. Fenômeno bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz. 2. ed. Campinas,
   SP: Verus, 2005.

 LOPES NETO, Aramis A. Bullying: comportamento agressivo entre estudantes. Jornal de Pediatria, Porto
   Alegre, v. 81, n. 5, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jped/v81n5s0/v81n5Sa06.pdf.
   Acesso em: 05 out. 2012.

 MATSUMOTO, Claudio Hideo. Roda de Leitura é sucesso entre os alunos do Falcão. Tudo sobre leitura.
   2010. Disponível em: http://tudosobreleitura.blogspot.com.br/2010/06/roda-de-leitura-e-sucesso-
   entre-os.html. Acesso em: 06 out. 2012

 NOGUEIRA, R. M. C. P. de A. Violências nas escolas e juventude: um estudo sobre o bullying escolar. 2007.
   Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo,
   São Paulo, 2007. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cp034154.pdf.
   Acesso em: 05 out. 2010.

 ROCHA, Telma Brito. Bullying: conceito e contextos da violência. Revista Ateliê. Colégio Módulo. Salvador,
   BA: 2011. Disponível em: http://telmabr.blogspot.com.br/. Acesso em: 06 out. 2012.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de pais
Rosangela Moreira
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Prefeitura de Cianorte
 
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
SimoneHelenDrumond
 
Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observação
Arte Tecnologia
 
Relatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilRelatórios Educação Infantil
Relatórios Educação Infantil
Melissa Oliveira
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
GERALDOGOMESDEBARROS
 
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdfDINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
KarinaReimberg2
 
Roteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classeRoteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classe
Elisângela Chaves
 
Planejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodoPlanejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodo
SimoneHelenDrumond
 
Modelos relatorios
Modelos relatoriosModelos relatorios
Modelos relatorios
Edilania Batalha Batalha
 
Modelos de relatórios dscritivos simone helen drumond
Modelos de relatórios dscritivos simone helen drumondModelos de relatórios dscritivos simone helen drumond
Modelos de relatórios dscritivos simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Atribuições dos líderes de sala
Atribuições dos líderes de salaAtribuições dos líderes de sala
Atribuições dos líderes de sala
eebirmawienfrida
 
Relatório de atividades projeto alimentação saudável na escola
Relatório de atividades projeto alimentação saudável na escolaRelatório de atividades projeto alimentação saudável na escola
Relatório de atividades projeto alimentação saudável na escola
Decilene
 
Sequência Didática ÁGUA
Sequência Didática   ÁGUASequência Didática   ÁGUA
Sequência Didática ÁGUA
CristhianeGuimaraes
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Belister Paulino
 
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em ComunidadeProjeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
Vania Brasileiro
 
Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.
Debora Silva
 
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe AssunçãoDISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
SimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (20)

Reunião de pais
Reunião de paisReunião de pais
Reunião de pais
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
 
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
Aluna com dificuldade e baixo rendimento escolar1
 
Relatório de observação
Relatório de observaçãoRelatório de observação
Relatório de observação
 
Relatórios Educação Infantil
Relatórios Educação InfantilRelatórios Educação Infantil
Relatórios Educação Infantil
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
 
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdfDINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
 
Roteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classeRoteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classe
 
Planejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodoPlanejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodo
 
Modelos relatorios
Modelos relatoriosModelos relatorios
Modelos relatorios
 
Modelos de relatórios dscritivos simone helen drumond
Modelos de relatórios dscritivos simone helen drumondModelos de relatórios dscritivos simone helen drumond
Modelos de relatórios dscritivos simone helen drumond
 
Atribuições dos líderes de sala
Atribuições dos líderes de salaAtribuições dos líderes de sala
Atribuições dos líderes de sala
 
Relatório de atividades projeto alimentação saudável na escola
Relatório de atividades projeto alimentação saudável na escolaRelatório de atividades projeto alimentação saudável na escola
Relatório de atividades projeto alimentação saudável na escola
 
Sequência Didática ÁGUA
Sequência Didática   ÁGUASequência Didática   ÁGUA
Sequência Didática ÁGUA
 
Plano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão EscolarPlano de trabalho para Gestão Escolar
Plano de trabalho para Gestão Escolar
 
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em ComunidadeProjeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
Projeto Direitos Humanos: da Sala de Aula à Convivência em Comunidade
 
Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.Mensagem para pais reunião.
Mensagem para pais reunião.
 
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe AssunçãoDISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
DISCURSO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - Prof. Noe Assunção
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
 

Destaque

Projeto "Com o Bullying Não Se Brinca"
Projeto "Com o Bullying Não Se Brinca"Projeto "Com o Bullying Não Se Brinca"
Projeto "Com o Bullying Não Se Brinca"
Jana Caetano
 
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slidesProjeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
prof_roseli_barbosa
 
Slides bullying
Slides bullyingSlides bullying
Slides bullying
Joao Ribeiro
 
Trabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullyingTrabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullying
jackzeus
 
Bullying 5ºano
Bullying 5ºanoBullying 5ºano
Bullying 5ºano
Walkiria Zanuncio
 
Projeto bullying
Projeto bullyingProjeto bullying
Projeto bullying
mbl2012
 
Atividade interdisciplinar de geografia e história p4
Atividade interdisciplinar de geografia e história p4Atividade interdisciplinar de geografia e história p4
Atividade interdisciplinar de geografia e história p4
Stella Santana
 
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
Anderson Hipolito Albuquerque Sousa
 
Prova 4 bim port
Prova  4 bim portProva  4 bim port
Prova 4 bim port
Janaína Alves de Andrade
 
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças.""Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
Viviane De Carvalho Teixeira
 
Projeto bullying na escola
Projeto bullying na escolaProjeto bullying na escola
Projeto bullying na escola
miguelkallemback1
 
Projeto bullyng
Projeto bullyngProjeto bullyng
Projeto bullyng
Escola
 
Webquest bullyng uma brincadeira que não é brincadeira
Webquest   bullyng uma brincadeira que não é brincadeiraWebquest   bullyng uma brincadeira que não é brincadeira
Webquest bullyng uma brincadeira que não é brincadeira
Catia Goulart Goulart
 
Metodologia do grupo de aprendizagem cooperativa no projeto chega de bullying
Metodologia do grupo de aprendizagem cooperativa no projeto chega de bullyingMetodologia do grupo de aprendizagem cooperativa no projeto chega de bullying
Metodologia do grupo de aprendizagem cooperativa no projeto chega de bullying
SimoneHelenDrumond
 
Sugestão de atividades língua portuguesa
Sugestão de atividades   língua portuguesaSugestão de atividades   língua portuguesa
Sugestão de atividades língua portuguesa
josivaldopassos
 
Microsoft Power Point Bullying
Microsoft Power Point   BullyingMicrosoft Power Point   Bullying
Microsoft Power Point Bullying
Tito Romeu Gomes de Sousa Maia Mendes
 
Apresentação bullying
Apresentação bullyingApresentação bullying
Apresentação bullying
Parceiros Voluntários
 
Atividade os meninos morenos[1]
Atividade   os meninos morenos[1]Atividade   os meninos morenos[1]
Atividade os meninos morenos[1]
Luanareverti123
 
Meninas Negras
Meninas NegrasMeninas Negras
Meninas Negras
Ridelc Ahcor Arierep
 

Destaque (20)

Projeto "Com o Bullying Não Se Brinca"
Projeto "Com o Bullying Não Se Brinca"Projeto "Com o Bullying Não Se Brinca"
Projeto "Com o Bullying Não Se Brinca"
 
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slidesProjeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
Projeto prevenção e combate ao bullying escolar slides
 
Slides bullying
Slides bullyingSlides bullying
Slides bullying
 
Trabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullyingTrabalho sobre bullying
Trabalho sobre bullying
 
Bullying 5ºano
Bullying 5ºanoBullying 5ºano
Bullying 5ºano
 
Projeto bullying
Projeto bullyingProjeto bullying
Projeto bullying
 
Atividade interdisciplinar de geografia e história p4
Atividade interdisciplinar de geografia e história p4Atividade interdisciplinar de geografia e história p4
Atividade interdisciplinar de geografia e história p4
 
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
ApresentaçãO Do Bullying Palestra 2007
 
Prova 4 bim port
Prova  4 bim portProva  4 bim port
Prova 4 bim port
 
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças.""Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
"Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças."
 
Projeto bullying na escola
Projeto bullying na escolaProjeto bullying na escola
Projeto bullying na escola
 
Projeto bullyng
Projeto bullyngProjeto bullyng
Projeto bullyng
 
Webquest bullyng uma brincadeira que não é brincadeira
Webquest   bullyng uma brincadeira que não é brincadeiraWebquest   bullyng uma brincadeira que não é brincadeira
Webquest bullyng uma brincadeira que não é brincadeira
 
Metodologia do grupo de aprendizagem cooperativa no projeto chega de bullying
Metodologia do grupo de aprendizagem cooperativa no projeto chega de bullyingMetodologia do grupo de aprendizagem cooperativa no projeto chega de bullying
Metodologia do grupo de aprendizagem cooperativa no projeto chega de bullying
 
Sugestão de atividades língua portuguesa
Sugestão de atividades   língua portuguesaSugestão de atividades   língua portuguesa
Sugestão de atividades língua portuguesa
 
Microsoft Power Point Bullying
Microsoft Power Point   BullyingMicrosoft Power Point   Bullying
Microsoft Power Point Bullying
 
Apresentação bullying
Apresentação bullyingApresentação bullying
Apresentação bullying
 
Atividade os meninos morenos[1]
Atividade   os meninos morenos[1]Atividade   os meninos morenos[1]
Atividade os meninos morenos[1]
 
Meninas Negras
Meninas NegrasMeninas Negras
Meninas Negras
 
Cultura negra3
Cultura negra3Cultura negra3
Cultura negra3
 

Semelhante a Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"

slidesdidticafinal-121011065601-phpapp02.ppt
slidesdidticafinal-121011065601-phpapp02.pptslidesdidticafinal-121011065601-phpapp02.ppt
slidesdidticafinal-121011065601-phpapp02.ppt
NatanaelOliveira56
 
Campanha educativa bullying
Campanha educativa bullyingCampanha educativa bullying
Campanha educativa bullying
Liliane Machado
 
Campanha educativa bullying
Campanha educativa bullyingCampanha educativa bullying
Campanha educativa bullying
liviamariamonteiro
 
Projeto bullyng
Projeto bullyngProjeto bullyng
Projeto bullyng
Francineteproinfo
 
Projeto bullyng
Projeto bullyngProjeto bullyng
Projeto bullyng
Francineteproinfo
 
Valores edjane 2
Valores edjane 2Valores edjane 2
Valores edjane 2
Auta Patricia
 
Projetoarturramos
ProjetoarturramosProjetoarturramos
Projetoarturramos
ataidepassos
 
Trabalho final de didática
Trabalho final de didáticaTrabalho final de didática
Trabalho final de didática
Miresvilches
 
Trabalho final de Didática
Trabalho final de DidáticaTrabalho final de Didática
Trabalho final de Didática
Miresvilches
 
Projeto de Fundamentos da Educação Infantil
Projeto de Fundamentos da Educação InfantilProjeto de Fundamentos da Educação Infantil
Projeto de Fundamentos da Educação Infantil
Júlia Gama
 
1 violência reflexo da sociedade
1 violência   reflexo da sociedade1 violência   reflexo da sociedade
1 violência reflexo da sociedade
Glace augusta Motta Silva
 
Didatica projeto final
Didatica  projeto finalDidatica  projeto final
Didatica projeto final
monnavasconcelos
 
Projetoarturramos
ProjetoarturramosProjetoarturramos
Projetoarturramos
fatima66souza
 
3. Como será feita a apresentação do conteúdo destas abordagens? Serão debate...
3. Como será feita a apresentação do conteúdo destas abordagens? Serão debate...3. Como será feita a apresentação do conteúdo destas abordagens? Serão debate...
3. Como será feita a apresentação do conteúdo destas abordagens? Serão debate...
azulassessoriaacadem3
 
Projeto "Com o bullying não se brinca"
Projeto "Com o bullying não se brinca"Projeto "Com o bullying não se brinca"
Projeto "Com o bullying não se brinca"
Jana Caetano
 
Bullying: a brincadeira que não tem graça
Bullying: a brincadeira que não tem graçaBullying: a brincadeira que não tem graça
Bullying: a brincadeira que não tem graça
JC Costa
 
Projeto da escola derly
Projeto da escola derlyProjeto da escola derly
Projeto da escola derly
Tatiana Schiavon
 
Aula com material digital
Aula com material digitalAula com material digital
Aula com material digital
francisleide
 
Apresentação do proinfo
Apresentação do proinfoApresentação do proinfo
Apresentação do proinfo
30062013
 
10 competencias
10 competencias10 competencias

Semelhante a Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças" (20)

slidesdidticafinal-121011065601-phpapp02.ppt
slidesdidticafinal-121011065601-phpapp02.pptslidesdidticafinal-121011065601-phpapp02.ppt
slidesdidticafinal-121011065601-phpapp02.ppt
 
Campanha educativa bullying
Campanha educativa bullyingCampanha educativa bullying
Campanha educativa bullying
 
Campanha educativa bullying
Campanha educativa bullyingCampanha educativa bullying
Campanha educativa bullying
 
Projeto bullyng
Projeto bullyngProjeto bullyng
Projeto bullyng
 
Projeto bullyng
Projeto bullyngProjeto bullyng
Projeto bullyng
 
Valores edjane 2
Valores edjane 2Valores edjane 2
Valores edjane 2
 
Projetoarturramos
ProjetoarturramosProjetoarturramos
Projetoarturramos
 
Trabalho final de didática
Trabalho final de didáticaTrabalho final de didática
Trabalho final de didática
 
Trabalho final de Didática
Trabalho final de DidáticaTrabalho final de Didática
Trabalho final de Didática
 
Projeto de Fundamentos da Educação Infantil
Projeto de Fundamentos da Educação InfantilProjeto de Fundamentos da Educação Infantil
Projeto de Fundamentos da Educação Infantil
 
1 violência reflexo da sociedade
1 violência   reflexo da sociedade1 violência   reflexo da sociedade
1 violência reflexo da sociedade
 
Didatica projeto final
Didatica  projeto finalDidatica  projeto final
Didatica projeto final
 
Projetoarturramos
ProjetoarturramosProjetoarturramos
Projetoarturramos
 
3. Como será feita a apresentação do conteúdo destas abordagens? Serão debate...
3. Como será feita a apresentação do conteúdo destas abordagens? Serão debate...3. Como será feita a apresentação do conteúdo destas abordagens? Serão debate...
3. Como será feita a apresentação do conteúdo destas abordagens? Serão debate...
 
Projeto "Com o bullying não se brinca"
Projeto "Com o bullying não se brinca"Projeto "Com o bullying não se brinca"
Projeto "Com o bullying não se brinca"
 
Bullying: a brincadeira que não tem graça
Bullying: a brincadeira que não tem graçaBullying: a brincadeira que não tem graça
Bullying: a brincadeira que não tem graça
 
Projeto da escola derly
Projeto da escola derlyProjeto da escola derly
Projeto da escola derly
 
Aula com material digital
Aula com material digitalAula com material digital
Aula com material digital
 
Apresentação do proinfo
Apresentação do proinfoApresentação do proinfo
Apresentação do proinfo
 
10 competencias
10 competencias10 competencias
10 competencias
 

Último

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 

Último (20)

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 

Projeto "Bullying: Somos todos iguais nas próprias diferenças"

  • 1. Universidade do Estado do Rio de Janeiro Projeto Educativo 2012 Bullying: somos todos iguais nas próprias diferenças Tema: Bullying Organização: Profª Giselle Dias Profª Mariana Bastos Profª Mariana Elena Profª Rafaela Barros Profª Viviane Teixeira
  • 2. Introdução  A relevância do tema de estudo para a sociedade atual;  Brincadeiras X Agressão verbal, física e moral;  A celeuma entre teoria e prática;  O respeito às diferenças;  A elaboração do Projeto Educativo “Bullying: somos todos iguais nas próprias diferenças”.
  • 3. Problemática: Bullying  Trata-se de uma forma de violência de caráter verbal, físico e/ou psicológico;  As principais características do Bullying são hostilidade, crueldade, difamação, invenção de apelidos depreciativos e exclusão;  As consequências para a vítima;  Este tipo de violência pode se fazer presente em diversos âmbitos sociais: local de trabalho, vizinhança, família e, principalmente, na escola;  Pode, inclusive, ocorrer no meio virtual – Cyberbullying;  Atualmente é um tema recorrente e amplamente discutido;
  • 4. Questões de Estudo Tendo em vista a urgência em se tratar a temática do bullying, algumas questões e reflexões são norteadoras nesta perspectiva:  Como lidar com o bullying em sala de aula?  Como orientar alunos e alunas a respeito da violência e da agressão no ambiente escolar?  De que forma a família pode contribuir a esse favor?
  • 5. Justificativa A relevância do Projeto se dá a partir da análise do modo como as crianças percebem e entendem o Bullying e a necessidade de orientação e atenção a respeito do problema; É importante, também, o estímulo à pesquisa, ao diálogo e à troca de ideias, a fim de desenvolver a capacidade de reflexão.
  • 6. Objetivos do Projeto  Promover o esclarecimento sobre o Bullying e os danos físicos e/ou morais que pode causar às vítimas dessa prática;  Estimular debates quanto à prática do Bullying, sobretudo as pessoas que fazem parte de grupos minoritários;  Apresentar a diferença entre tolerância e aceitação;  Promover reflexões sobre diversidade cultural;  Gerar nos alunos o reconhecimento de que vivem em uma sociedade plural constituída de indivíduos singulares.
  • 7. Objetivos de Aprendizagem  Conceituar o Bullying e suas diversas modalidades;  Levar a conscientização da prática do Bullying e suas consequências;  Promover no aluno a tolerância acerca de todos os grupos que compõem a sociedade.  Propiciar ao aluno a participação em debates, geradores de reflexões, visando à autonomia de pensamento;  Tornar propício o entendimento que a sociedade é composta por múltiplas identidades.
  • 8. Metodologia O Projeto privilegiará a realização de atividades interdisciplinares, nas quais o educador irá mediar o processo de ensino-aprendizagem, fornecendo aos alunos ferramentas e orientações por meio dos seguintes métodos: Roda de discussões; Exposição Oral; Entrevista; Dinâmica de grupo; Seminário;
  • 9. Recursos Didáticos Site de buscas Google; Redes sociais mais utilizadas atualmente; Datashow/ TV equipada com DVD; Revistas; Mapas; Gráficos; Mural didático.
  • 10. Conteúdos Didáticos Geografia Gráficos – Leitura e construção de gráficos Português Oralidade – Capacidade de comunicação, argumentação e Matemática senso crítico Porcentagem – Mudança de números ordinais para porcentagem Ética Respeito à Diversidade – Música Discutir e respeitar as diferenças Utilizar a música como forma de existentes na sociedade combate ao Bullying
  • 11. Atividades:  1° Atividade: “Roda de ideias e fatos” Formaremos uma roda com os alunos e os docentes, para a discussão do tema, suas características, seus casos, a seriedade do mesmo, e as possíveis soluções para diminuir, ou melhor, acabar com a prática do bullying.
  • 12. 2° Atividade: Pesquisa e coleta de dados Os alunos farão uma pesquisa na sala, onde os mesmo responderão e anotarão os resultados das seguintes questões:  Você já sofreu bullying?  Você já praticou bullying? Diante das respostas os alunos transformarão os números obtidos em porcentagem. Ex: Nossa turma tem 20 alunos, os resultados da pesquisa divulgaram que 2 já sofreram bullying, e 4 já praticaram. Os alunos transformarão esses números em porcentagem, ou seja, 10% da turma já sofreu com bullying e 20% já praticou.
  • 13. 3° Atividade: Construção de gráficos Diante do resultado da pesquisa anterior, dividiremos a turma em grupos para que cada grupo faça um gráfico, ilustrando a porcentagem de colegas que sofreram ou/e praticaram o bullying. Essas duas atividades tem como objetivo ilustrar, a ocorrência da prática de bullying na sala, para impactar os alunos, e fazer com que os mesmos queiram mudar o resultado obtido. E a pesquisa será refeita de dois em dois meses, para ver se diminui essa violência.
  • 14. 4° Atividade: “As diferenças do mundo” Em cada semana cada grupo trará algo de diferente para mostrar para turma, podendo ser: uma religião com crenças diferentes, culturas diferentes, etnias diferentes, animais diferentes, e outras coisas que surgirem e que evidenciem algo que não estamos acostumados a ver na nossa sociedade. Podendo ser mostrado em foto, artigos, vídeos e outras formas de exibição. O grupo terá que explicar o que trouxe, e porque trouxe. Com essa atividade queremos clarificar no aluno, que o padrão que seguimos (estético, cultural e etc) é um fator histórico, construído (por nós) durante os anos, e que mesmo que tenham coisas fora desse padrão devemos conhecê-las e respeita-las, e não julgá-las e excluí- las.
  • 15. 5° Atividade: “Na trilha do combate ao Bullying” Nessa atividade os alunos terão que parodiar alguma música, transformando a letra em um “hino” ao combate ao Bullying. Fazendo com que fique mais divertido e prazeroso lembrar o que fazer para acabar com essa agressão que é o Bullying. Além disso, os alunos terão que escolher uma música por grupo, fazendo com que os gostos musicais se misturem, e com isso que eles tenham que entrar em um consenso musical.
  • 16. 6° Atividade: “Somos diferentes” A proposta aqui é solicitar que os alunos realizem uma pesquisa em revistas, e tragam para sala de aula pedaços de corpos de pessoas (cabeça, tronco, pernas). Eles farão esse levantamento em dois dias. Após o material ser colhido faremos a junção das partes, com figuras diversas, adquirindo assim diversos corpos com feições e estruturas físicas diferentes. O objetivo é que eles possam perceber que as pessoas são diferentes umas das outras e temos que conviver e respeitar essas diferenças.
  • 17. 7ª Atividade: Teatro  Será apresentado o tema para os alunos e em seguida discutiremos afim de reconhecer seus conhecimentos prévios sobre o assunto.  A partir daí, classificaremos os tipos de bullying e suas respectivas consequências.  Será ensaiado uma encenação onde os alunos apresentarão um esquete teatral exibindo os diferentes tipos de bullying presente na nossa sociedade.  Os textos, o modo de atuação, o cenário, o figurino, entre outros, serão de inteira responsabilidade dos alunos sendo mediados pelo professor. A direção do teatro será de total responsabilidade dos alunos.  Objetivando alertar os alunos e comunidade escolar sobre a problemática esse esquete teatral terá a finalidade de desenvolver nos alunos uma reflexão sobre o tema, além de desenvolver e estimular a produção teatral, exercitar a expressão oral, corporal e escrita e o comprometimento com a construção do projeto. O local utilizado para os ensaios será a sala de aula sendo improvisada para atender suas necessidades e a apresentação acontecerá no pátio da escola.  A atividade se desenvolverá em um período de dois meses, preferencialmente os dois últimos meses de aula.
  • 18. 8ª Atividade: Informática  Na aula de informática os alunos deverão construir um fórum de debates onde será colocado uma imagem, um depoimento, uma frase ou um texto que agirá como elemento norteador da discussão. O professor deve agir como mediador em todo o desenvolvimento do fórum.  Os alunos deverão pesquisar os elementos que embasarão a discussão. Cada alunos postará um elemento e comentará o elemento do outro colega.  O professor analisará a criação do fórum, a habilidade na procura do elemento e a troca de interações com os outros colegas via fórum.  O período de duração dessa atividade será de uma aula.  
  • 19. 9ª Atividade: Produção textual    Na aula de português a turma construirá um livro cujo título poderá ser Causos e casos de bullying na escola. Esse livro trará histórias vividas ou presenciadas pelas crianças no contexto escolar.  Cada aluno ficará responsável por entrevistar colegas da escola em busca de uma história interessante para que o mesmo possa reproduzir elaborando um texto que comporá o livro Causos e casos do bullying na escola.  A entrevista é de responsabilidade do aluno, portanto caberá a ele traçar a estratégia de como alcançar seu objetivo.  Em sala de aula com ajuda do professor o aluno produzirá um texto dissertando o caso de um entrevistado. Todos os alunos deverão escrever um caso. Além da produção escrita, o aluno deverá ilustrar o caso escolhido.  A atividade terá duração de três aulas.
  • 20. Produtos finais:  “Espaço Vamos mudar”: Será um determinado espaço da escola, onde iremos deixar exibidos o que colhemos com as atividades de porcentagens, os gráficos, os corpos humanos, e as pesquisas das diferenças do mundo.  Livro  Paródias  Fórum  Peça de Teatro
  • 21. Avaliação A avaliação será continuada, tendo como critérios avaliativos:  A participação e interesse do aluno com as atividades propostas;  A evolução de comportamento apresentada pelo aluno no decorrer do processo;  A elaboração das ideias para a construção da argumentação - sejam estas escritas ou orais;  Sua contribuição para o desenvolvimento do tema – onde o aluno manifesta espontaneamente o desejo de pesquisa, trazendo materiais que agreguem ao tema;  Sua postura perante o próximo. Os professores de cada disciplina serão responsáveis pela análise de cada aluno.
  • 22. Considerações Finais Em um momento marcado pelo avanço das tecnologias da informação e comunicação e a relação cada vez maior da sociedade com as mídias eletrônicas, o bullying é visto como um mal aparentemente invisível que em geral só é identificado quando se está atento aos seus sinais. Trata-se de um tema crescente, no entanto ainda pouco explorado. Este projeto foi pensado para uma abordagem atrativa, motivadora e interdisciplinar da temática, visa vincular o currículo escolar com os interesses dos alunos e suas realidades sociais, por meio de um processo que valoriza a participação de todos da comunidade escolar. Busca também envolver a comunidade escolar e as famílias, visto que é inegável a relação de interdependência. Por isso é indispensável estabelecer constantemente o diálogo a fim de discutir a importância e responsabilidade de cada instituição nas situações em classe e extraclasse.
  • 23. Referências  FANTE, Cléo. Fenômeno bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz. 2. ed. Campinas, SP: Verus, 2005.  LOPES NETO, Aramis A. Bullying: comportamento agressivo entre estudantes. Jornal de Pediatria, Porto Alegre, v. 81, n. 5, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jped/v81n5s0/v81n5Sa06.pdf. Acesso em: 05 out. 2012.  MATSUMOTO, Claudio Hideo. Roda de Leitura é sucesso entre os alunos do Falcão. Tudo sobre leitura. 2010. Disponível em: http://tudosobreleitura.blogspot.com.br/2010/06/roda-de-leitura-e-sucesso- entre-os.html. Acesso em: 06 out. 2012  NOGUEIRA, R. M. C. P. de A. Violências nas escolas e juventude: um estudo sobre o bullying escolar. 2007. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cp034154.pdf. Acesso em: 05 out. 2010.  ROCHA, Telma Brito. Bullying: conceito e contextos da violência. Revista Ateliê. Colégio Módulo. Salvador, BA: 2011. Disponível em: http://telmabr.blogspot.com.br/. Acesso em: 06 out. 2012.