SlideShare uma empresa Scribd logo
IBIS – Instituto Brasileiro de Inclusão Social
Prof(a): Jocilaine Moreira
http://jocimoreira.blogspot.com/
2
Neste módulo, falaremos do ser humano
    em três dimensões: física, mental e
     espiritual. Veremos o quanto o ser
integral, aquele que é capaz de equilibrar
 essas três dimensões e trabalhá-las em
      prol da sua realização, torna-se
  verdadeiramente abençoado: um ser de
 luz, capaz de aprender, viver e inspirar
       nos outros a arte de ser feliz.

                     3
Como desenvolver a SABEDORIA
               INTERIOR?

De acordo com o dicionário Aurélio sabedoria
significa    grande     conhecimento,   erudição,
prudência, moderação, temperança, sensatez,
reflexão...
Sabedoria,      portanto,   corresponde   a   um
somatório e a uma complementariedade de
atitudes que favorecem a capacidade de pensar,
ver e viver a vida com dignidade, mantendo
equilíbrio físico, mental e espiritual.
                        4
5
A sabedoria, do qual trataremos neste
                   módulo,
é um grande tesouro que está à disposição
    de toda humanidade; não depende de
                classe social,
 cor, raça, cultura ou qualquer outro fator
                   externo,
      mas começa a mostrar seu brilho
    e seu valor na proporção da vontade
  de cada um de tornar-se um ser melhor.

                      6
7
Como posso me relacionar com o outro
de maneira equilibrada, compreendendo
    e respeitando as diferenças que
     existem em cada ser humano?
    Quando a autoconsciência é uma
      condição presente em nossas
  vidas, podemos desenvolver relações
saudáveis de crescimento e doação com
    o outro sem corremos o risco de
   perder a nossa própria identidade.
                  8
9
Saber desenvolver a sabedoria interior ao longo de
                 nossa existência
 Ajuda-nos a enxergar a própria vida e tudo o que
            ela oferece de uma forma
diferente: mais prudente, consciente, autêntica e
            positiva: no entanto, para
alcançarmos este estágio de plenitude, precisamos
             abraçar alguns desafios.


                         10
11
1. Fazer de cada dia um momento especial.
Tornar seu hoje um dia significativo requer
prioritariamente que você tenha a clareza do que
quer fazer e onde quer chegar. Implica saber
valorizar cada segundo do dia, utilizar o tempo e
os acontecimentos a seu favor, de tal maneira
que, no final do dia, você possa conferir se os
frutos colhidos corresponderam às sementes
lançadas por suas próprias mãos.



                        12
13
SOMENTE POR HOJE

Só por hoje serei feliz. Parece ser verdade o que disse Abraham Lincoln: "A maioria das pessoas é tão feliz quanto
tenha decidido ser.

Só por hoje me ajustarei à realidade, e não tentarei ajustar tudo à minha própria vontade. Aceitarei o que o destino
me reservar, e me adaptarei a ele.

Só por hoje tentarei fortalecer minha mente. Estudarei e aprenderei alguma coisa útil. Não serei um ocioso mental.
Lerei alguma coisa que requeira esforço, raciocínio e concentração.

Só por hoje exercitarei minha alma de três maneiras: praticarei uma boa ação para alguma pessoa, sem que ela fique
sabendo;
se alguém ficar sabendo, não será válido. Não demonstrarei a ninguém que meus sentimentos estão feridos; mas hoje
não o demonstrarei.

Só por hoje serei agradável. Terei a melhor aparência possível, me vestirei bem, manterei minha voz baixa, serei
cortês, não criticarei ninguém.
Não encontrarei defeitos em nada, nem tentarei melhorar ou controlar ninguém, a não ser eu mesmo.

Só por hoje terei um programa. Talvez não o siga exatamente, mas o terei. Evitarei dois aborrecimentos: a pressa e a
indecisão.

Só por hoje passarei meia hora tranquilo, completamente só, relaxando. Durante essa meia hora, em algum momento,
tentarei ter uma melhor perspectiva da minha vida.

Só por hoje não terei medo. Principalmente não terei medo de desfrutar do que é belo, e de acreditar que na mesma
medida que dou para a vida,
 a vida dará a mim.” “Se quisermos desenvolver uma atitude mental que nos traga paz e felicidade, eis o princípio:
Pense e aja alegremente, e você se sentirá alegre

Dale Carnegie (Sibyl F. Partridge)
                                                            14
2. Reconhecer que na vida somos
todos aprendizes...

Acreditar que “ninguém é tão bom ou ruim que não possa
melhorar” e viver de forma congruente com esta crença, ou
seja, receptivo a aprender sempre, é uma escolha que
funciona como uma espécie de ímã, atraindo a sabedoria para
nossa vida.
A sabedoria interior alimenta-se das experiências e
aprendizagens que vivenciamos. Se adotamos posturas de
auto-suficiência, de “sabichões” e donos da verdade,
acabamos por afastar os princípios nutrientes da sabedoria:
a humildade, o bom senso, a prudência e a sede de conhecer.
16
3. Aprender que na relação com o outro reside uma
grande escola da vida.
No convívio com outras pessoas, percebemos que a vida é
um processo de troca: que muito ganhamos, quando muito
doamos. No contato com o outro passamos a conhecer bem
mais sobre nós mesmos, sobre o quanto somos capazes de
acolher, de aceitar e a identificar nossas próprias
limitações.
E se permitimos, a vida ensina mesmo, à medida que nos
abrimos para receber suas lições. Vejamos um preceito
básico que, uma vez compreendido e internalizado, nos
ajuda a desenvolver posturas e atitudes sábias diante da
vida:

                            17
18
O que podemos fazer para melhoramos nossas
relações interpessoais?
 Procure identificar nas outras pessoas talentos. Cada um tem
  qualidades próprias que, em algum momento, complementam-
  se.
 Permita-se interagir, relacionar-se com pessoas que tenham
  opiniões e talentos diferentes dos seus, como um exercício de
  autodesenvolvimento. Se você é uma pessoa tímida, procure
  conviver com alguém de temperamento mais expansivo.
 Pergunte-se o que pode aprender com o comportamento do
  outro. No que suas atitudes lhe complementa?
 Lembre-se o que não existe verdade absoluta. Cada um tem
  sua história: motivos que inspiram o seu comportamento. Não
  exclua pessoas de sua convivência por não corresponderem aos
  seus padrões.
                               19
20
Referências Bibliográficas

DYER, Wayne W. Seus pontos fracos. 2ªedição. Rio de Janeiro:
Record. Nova Era, 2000.
LAMA, Dalai, CUTLER, Howard. A Arte da Felicidade.São
Paulo: Martins Fontes, 2001.
ROBBINS, Anthony. Poder sem limites. São Paulo: UNAFISCO,
1987.
SCHULTZ, Ron. Sabedoria e intuição. SãoPaulo:
Cultrix/Amana-Key, 1998.




                              21

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
O programa de educação em valores humanos
O programa de educação em valores humanosO programa de educação em valores humanos
O programa de educação em valores humanos
Dalila Melo
 
QUAL SEU PROPOSITO DE VIDA?
QUAL SEU PROPOSITO DE VIDA?QUAL SEU PROPOSITO DE VIDA?
QUAL SEU PROPOSITO DE VIDA?
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Liviamandelli
 
UM PROPÓSITO DE VIDA
UM PROPÓSITO DE VIDAUM PROPÓSITO DE VIDA
UM PROPÓSITO DE VIDA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
CONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMOCONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMO
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
iwannabeahug
 
Os 7 passos do Autoconhecimento
Os 7 passos do AutoconhecimentoOs 7 passos do Autoconhecimento
Os 7 passos do Autoconhecimento
Daniel Santos
 
Ensino religioso vinculo amizade, familia escola
Ensino religioso vinculo amizade, familia escolaEnsino religioso vinculo amizade, familia escola
Ensino religioso vinculo amizade, familia escola
Atividades Diversas Cláudia
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
Dalila Melo
 
Desmascarando a VAIDADE
Desmascarando a VAIDADEDesmascarando a VAIDADE
Desmascarando a VAIDADE
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMACOMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
Dr. Walter Cury
 
Apontamentos cristianismo e cultura
Apontamentos cristianismo e culturaApontamentos cristianismo e cultura
Apontamentos cristianismo e cultura
Zé Santos
 
# Amália silveira - o egoísmo - [ espiritismo]
#   Amália silveira - o egoísmo - [ espiritismo]#   Amália silveira - o egoísmo - [ espiritismo]
# Amália silveira - o egoísmo - [ espiritismo]
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaiiModulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Jocilaine Moreira
 
Força de vontade
Força de vontadeForça de vontade
Força de vontade
Dr. Walter Cury
 
A INTOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITA
A INTOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITAA INTOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITA
A INTOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Escravo das Emoções
Escravo das EmoçõesEscravo das Emoções
Escravo das Emoções
arigomesgomes
 
Autoconhecimento e realização pessoal
Autoconhecimento e realização pessoalAutoconhecimento e realização pessoal
Autoconhecimento e realização pessoal
Bruno Carrasco
 

Mais procurados (19)

SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
SERÁ QUE NOS CONHECEMOS?
 
O programa de educação em valores humanos
O programa de educação em valores humanosO programa de educação em valores humanos
O programa de educação em valores humanos
 
QUAL SEU PROPOSITO DE VIDA?
QUAL SEU PROPOSITO DE VIDA?QUAL SEU PROPOSITO DE VIDA?
QUAL SEU PROPOSITO DE VIDA?
 
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
 
UM PROPÓSITO DE VIDA
UM PROPÓSITO DE VIDAUM PROPÓSITO DE VIDA
UM PROPÓSITO DE VIDA
 
CONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMOCONHECE-TE A TI MESMO
CONHECE-TE A TI MESMO
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
 
Os 7 passos do Autoconhecimento
Os 7 passos do AutoconhecimentoOs 7 passos do Autoconhecimento
Os 7 passos do Autoconhecimento
 
Ensino religioso vinculo amizade, familia escola
Ensino religioso vinculo amizade, familia escolaEnsino religioso vinculo amizade, familia escola
Ensino religioso vinculo amizade, familia escola
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
 
Desmascarando a VAIDADE
Desmascarando a VAIDADEDesmascarando a VAIDADE
Desmascarando a VAIDADE
 
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMACOMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
COMO FAZER A REFORMA ÍNTIMA
 
Apontamentos cristianismo e cultura
Apontamentos cristianismo e culturaApontamentos cristianismo e cultura
Apontamentos cristianismo e cultura
 
# Amália silveira - o egoísmo - [ espiritismo]
#   Amália silveira - o egoísmo - [ espiritismo]#   Amália silveira - o egoísmo - [ espiritismo]
# Amália silveira - o egoísmo - [ espiritismo]
 
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaiiModulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
 
Força de vontade
Força de vontadeForça de vontade
Força de vontade
 
A INTOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITA
A INTOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITAA INTOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITA
A INTOLERÂNCIA NA VISÃO ESPÍRITA
 
Escravo das Emoções
Escravo das EmoçõesEscravo das Emoções
Escravo das Emoções
 
Autoconhecimento e realização pessoal
Autoconhecimento e realização pessoalAutoconhecimento e realização pessoal
Autoconhecimento e realização pessoal
 

Semelhante a Módulo: Como ouvir a voz da sabedoria interior

Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Liviamandelli
 
Documento de ma (4)
Documento de ma (4)Documento de ma (4)
Documento de ma (4)
Renata Duarte
 
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdfRELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
KellyCristianyRodrig
 
A educação espiritualizada e suas implicações no fazer pedagógico
A educação espiritualizada e suas implicações no fazer pedagógicoA educação espiritualizada e suas implicações no fazer pedagógico
A educação espiritualizada e suas implicações no fazer pedagógico
educacaofederal
 
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptxPPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
MatildePaulo1
 
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Mocidade Bezzerra de Menezes
 
Auto estima
Auto estimaAuto estima
Auto estima
NaNe77
 
7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento
Celia Niza
 
Auto estima
Auto estimaAuto estima
Auto estima
Paulo Sérgio
 
Ser feliz relações interpessoais psoitivas
Ser feliz relações interpessoais psoitivasSer feliz relações interpessoais psoitivas
Ser feliz relações interpessoais psoitivas
SER_2011
 
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptxREFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Jiddu Krishnamurti -Sobre a Aprendizagem e o Conhecimento.pdf
Jiddu Krishnamurti -Sobre a Aprendizagem e o Conhecimento.pdfJiddu Krishnamurti -Sobre a Aprendizagem e o Conhecimento.pdf
Jiddu Krishnamurti -Sobre a Aprendizagem e o Conhecimento.pdf
HubertoRohden2
 
Maturidadeemocional
MaturidadeemocionalMaturidadeemocional
Maturidadeemocional
Manoel Gamas
 
Desenvindividual
DesenvindividualDesenvindividual
Desenvindividual
Jean Bartoli
 
1. Autoinstrucional - Educação Socioemocional, Autoconhecimento e Autorregula...
1. Autoinstrucional - Educação Socioemocional, Autoconhecimento e Autorregula...1. Autoinstrucional - Educação Socioemocional, Autoconhecimento e Autorregula...
1. Autoinstrucional - Educação Socioemocional, Autoconhecimento e Autorregula...
ErlissonPinheiro
 
Roteiro lição 31
Roteiro lição 31Roteiro lição 31
Roteiro lição 31
Candice Gunther
 
Inteligencia espiritual
Inteligencia espiritualInteligencia espiritual
Inteligencia espiritual
Escola da Vida
 
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vidaAs 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
Joseni Carvalho Ramos
 
Psicologia das idades catequese
Psicologia das idades   catequesePsicologia das idades   catequese
Psicologia das idades catequese
Maria José Gonçalves
 
Primeira Parte Introdução Orientação
Primeira Parte   Introdução   OrientaçãoPrimeira Parte   Introdução   Orientação
Primeira Parte Introdução Orientação
jmeirelles
 

Semelhante a Módulo: Como ouvir a voz da sabedoria interior (20)

Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
Palestra Valores Humanosna EducaçãO[1]
 
Documento de ma (4)
Documento de ma (4)Documento de ma (4)
Documento de ma (4)
 
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdfRELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
 
A educação espiritualizada e suas implicações no fazer pedagógico
A educação espiritualizada e suas implicações no fazer pedagógicoA educação espiritualizada e suas implicações no fazer pedagógico
A educação espiritualizada e suas implicações no fazer pedagógico
 
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptxPPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
 
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
Aula responsabilidade e disciplina 3ciclo 2010
 
Auto estima
Auto estimaAuto estima
Auto estima
 
7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento
 
Auto estima
Auto estimaAuto estima
Auto estima
 
Ser feliz relações interpessoais psoitivas
Ser feliz relações interpessoais psoitivasSer feliz relações interpessoais psoitivas
Ser feliz relações interpessoais psoitivas
 
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptxREFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
 
Jiddu Krishnamurti -Sobre a Aprendizagem e o Conhecimento.pdf
Jiddu Krishnamurti -Sobre a Aprendizagem e o Conhecimento.pdfJiddu Krishnamurti -Sobre a Aprendizagem e o Conhecimento.pdf
Jiddu Krishnamurti -Sobre a Aprendizagem e o Conhecimento.pdf
 
Maturidadeemocional
MaturidadeemocionalMaturidadeemocional
Maturidadeemocional
 
Desenvindividual
DesenvindividualDesenvindividual
Desenvindividual
 
1. Autoinstrucional - Educação Socioemocional, Autoconhecimento e Autorregula...
1. Autoinstrucional - Educação Socioemocional, Autoconhecimento e Autorregula...1. Autoinstrucional - Educação Socioemocional, Autoconhecimento e Autorregula...
1. Autoinstrucional - Educação Socioemocional, Autoconhecimento e Autorregula...
 
Roteiro lição 31
Roteiro lição 31Roteiro lição 31
Roteiro lição 31
 
Inteligencia espiritual
Inteligencia espiritualInteligencia espiritual
Inteligencia espiritual
 
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vidaAs 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
As 7-armadilhas-que-travam-a-sua-vida
 
Psicologia das idades catequese
Psicologia das idades   catequesePsicologia das idades   catequese
Psicologia das idades catequese
 
Primeira Parte Introdução Orientação
Primeira Parte   Introdução   OrientaçãoPrimeira Parte   Introdução   Orientação
Primeira Parte Introdução Orientação
 

Mais de Jocilaine Moreira

Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Pensando com o Guido: quando o belo se define no amorPensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Jocilaine Moreira
 
Projeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.doc
Projeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.docProjeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.doc
Projeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.doc
Jocilaine Moreira
 
Projeto de Dissertação de Mestrado em Filosofia
Projeto de Dissertação de Mestrado em Filosofia Projeto de Dissertação de Mestrado em Filosofia
Projeto de Dissertação de Mestrado em Filosofia
Jocilaine Moreira
 
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de AlbuquerqueRetrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Jocilaine Moreira
 
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Jocilaine Moreira
 
Integrada 2 de maio
Integrada 2 de maioIntegrada 2 de maio
Integrada 2 de maio
Jocilaine Moreira
 
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOSÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
Jocilaine Moreira
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
Jocilaine Moreira
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
Jocilaine Moreira
 
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICAPANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
Jocilaine Moreira
 
Dia dos professores
Dia dos professoresDia dos professores
Dia dos professores
Jocilaine Moreira
 
Valorize sua especialidade
Valorize sua especialidadeValorize sua especialidade
Valorize sua especialidade
Jocilaine Moreira
 
Estrela Natureza
Estrela NaturezaEstrela Natureza
Estrela Natureza
Jocilaine Moreira
 
Pela Paz
Pela PazPela Paz
Carta 2070
Carta  2070Carta  2070
Carta 2070
Jocilaine Moreira
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
Jocilaine Moreira
 
Mito da Caverna
Mito da CavernaMito da Caverna
Mito da Caverna
Jocilaine Moreira
 
Trabalhando imagens com o gimp
Trabalhando imagens com o gimpTrabalhando imagens com o gimp
Trabalhando imagens com o gimp
Jocilaine Moreira
 
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativaProposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Jocilaine Moreira
 

Mais de Jocilaine Moreira (20)

Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Pensando com o Guido: quando o belo se define no amorPensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor
 
Projeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.doc
Projeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.docProjeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.doc
Projeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.doc
 
Projeto de Dissertação de Mestrado em Filosofia
Projeto de Dissertação de Mestrado em Filosofia Projeto de Dissertação de Mestrado em Filosofia
Projeto de Dissertação de Mestrado em Filosofia
 
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de AlbuquerqueRetrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
 
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
 
Integrada 2 de maio
Integrada 2 de maioIntegrada 2 de maio
Integrada 2 de maio
 
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOSÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
 
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICAPANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
 
Dia dos professores
Dia dos professoresDia dos professores
Dia dos professores
 
Valorize sua especialidade
Valorize sua especialidadeValorize sua especialidade
Valorize sua especialidade
 
Estrela Natureza
Estrela NaturezaEstrela Natureza
Estrela Natureza
 
Pela Paz
Pela PazPela Paz
Pela Paz
 
Carta 2070
Carta  2070Carta  2070
Carta 2070
 
Eca em HQ
Eca em HQEca em HQ
Eca em HQ
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
 
Mito da Caverna
Mito da CavernaMito da Caverna
Mito da Caverna
 
Trabalhando imagens com o gimp
Trabalhando imagens com o gimpTrabalhando imagens com o gimp
Trabalhando imagens com o gimp
 
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativaProposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
 

Último

A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
Faga1939
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redaçãoRedação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
GrazielaTorrezan
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 

Último (20)

A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
A EDUCAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E AS DEFICIÊNCIAS DE SUA APLICAÇÃO N...
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redaçãoRedação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
Redação e Leitura - Entenda o texto expositivo na redação
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 

Módulo: Como ouvir a voz da sabedoria interior

  • 1. IBIS – Instituto Brasileiro de Inclusão Social Prof(a): Jocilaine Moreira http://jocimoreira.blogspot.com/
  • 2. 2
  • 3. Neste módulo, falaremos do ser humano em três dimensões: física, mental e espiritual. Veremos o quanto o ser integral, aquele que é capaz de equilibrar essas três dimensões e trabalhá-las em prol da sua realização, torna-se verdadeiramente abençoado: um ser de luz, capaz de aprender, viver e inspirar nos outros a arte de ser feliz. 3
  • 4. Como desenvolver a SABEDORIA INTERIOR? De acordo com o dicionário Aurélio sabedoria significa grande conhecimento, erudição, prudência, moderação, temperança, sensatez, reflexão... Sabedoria, portanto, corresponde a um somatório e a uma complementariedade de atitudes que favorecem a capacidade de pensar, ver e viver a vida com dignidade, mantendo equilíbrio físico, mental e espiritual. 4
  • 5. 5
  • 6. A sabedoria, do qual trataremos neste módulo, é um grande tesouro que está à disposição de toda humanidade; não depende de classe social, cor, raça, cultura ou qualquer outro fator externo, mas começa a mostrar seu brilho e seu valor na proporção da vontade de cada um de tornar-se um ser melhor. 6
  • 7. 7
  • 8. Como posso me relacionar com o outro de maneira equilibrada, compreendendo e respeitando as diferenças que existem em cada ser humano? Quando a autoconsciência é uma condição presente em nossas vidas, podemos desenvolver relações saudáveis de crescimento e doação com o outro sem corremos o risco de perder a nossa própria identidade. 8
  • 9. 9
  • 10. Saber desenvolver a sabedoria interior ao longo de nossa existência Ajuda-nos a enxergar a própria vida e tudo o que ela oferece de uma forma diferente: mais prudente, consciente, autêntica e positiva: no entanto, para alcançarmos este estágio de plenitude, precisamos abraçar alguns desafios. 10
  • 11. 11
  • 12. 1. Fazer de cada dia um momento especial. Tornar seu hoje um dia significativo requer prioritariamente que você tenha a clareza do que quer fazer e onde quer chegar. Implica saber valorizar cada segundo do dia, utilizar o tempo e os acontecimentos a seu favor, de tal maneira que, no final do dia, você possa conferir se os frutos colhidos corresponderam às sementes lançadas por suas próprias mãos. 12
  • 13. 13
  • 14. SOMENTE POR HOJE Só por hoje serei feliz. Parece ser verdade o que disse Abraham Lincoln: "A maioria das pessoas é tão feliz quanto tenha decidido ser. Só por hoje me ajustarei à realidade, e não tentarei ajustar tudo à minha própria vontade. Aceitarei o que o destino me reservar, e me adaptarei a ele. Só por hoje tentarei fortalecer minha mente. Estudarei e aprenderei alguma coisa útil. Não serei um ocioso mental. Lerei alguma coisa que requeira esforço, raciocínio e concentração. Só por hoje exercitarei minha alma de três maneiras: praticarei uma boa ação para alguma pessoa, sem que ela fique sabendo; se alguém ficar sabendo, não será válido. Não demonstrarei a ninguém que meus sentimentos estão feridos; mas hoje não o demonstrarei. Só por hoje serei agradável. Terei a melhor aparência possível, me vestirei bem, manterei minha voz baixa, serei cortês, não criticarei ninguém. Não encontrarei defeitos em nada, nem tentarei melhorar ou controlar ninguém, a não ser eu mesmo. Só por hoje terei um programa. Talvez não o siga exatamente, mas o terei. Evitarei dois aborrecimentos: a pressa e a indecisão. Só por hoje passarei meia hora tranquilo, completamente só, relaxando. Durante essa meia hora, em algum momento, tentarei ter uma melhor perspectiva da minha vida. Só por hoje não terei medo. Principalmente não terei medo de desfrutar do que é belo, e de acreditar que na mesma medida que dou para a vida, a vida dará a mim.” “Se quisermos desenvolver uma atitude mental que nos traga paz e felicidade, eis o princípio: Pense e aja alegremente, e você se sentirá alegre Dale Carnegie (Sibyl F. Partridge) 14
  • 15. 2. Reconhecer que na vida somos todos aprendizes... Acreditar que “ninguém é tão bom ou ruim que não possa melhorar” e viver de forma congruente com esta crença, ou seja, receptivo a aprender sempre, é uma escolha que funciona como uma espécie de ímã, atraindo a sabedoria para nossa vida. A sabedoria interior alimenta-se das experiências e aprendizagens que vivenciamos. Se adotamos posturas de auto-suficiência, de “sabichões” e donos da verdade, acabamos por afastar os princípios nutrientes da sabedoria: a humildade, o bom senso, a prudência e a sede de conhecer.
  • 16. 16
  • 17. 3. Aprender que na relação com o outro reside uma grande escola da vida. No convívio com outras pessoas, percebemos que a vida é um processo de troca: que muito ganhamos, quando muito doamos. No contato com o outro passamos a conhecer bem mais sobre nós mesmos, sobre o quanto somos capazes de acolher, de aceitar e a identificar nossas próprias limitações. E se permitimos, a vida ensina mesmo, à medida que nos abrimos para receber suas lições. Vejamos um preceito básico que, uma vez compreendido e internalizado, nos ajuda a desenvolver posturas e atitudes sábias diante da vida: 17
  • 18. 18
  • 19. O que podemos fazer para melhoramos nossas relações interpessoais?  Procure identificar nas outras pessoas talentos. Cada um tem qualidades próprias que, em algum momento, complementam- se.  Permita-se interagir, relacionar-se com pessoas que tenham opiniões e talentos diferentes dos seus, como um exercício de autodesenvolvimento. Se você é uma pessoa tímida, procure conviver com alguém de temperamento mais expansivo.  Pergunte-se o que pode aprender com o comportamento do outro. No que suas atitudes lhe complementa?  Lembre-se o que não existe verdade absoluta. Cada um tem sua história: motivos que inspiram o seu comportamento. Não exclua pessoas de sua convivência por não corresponderem aos seus padrões. 19
  • 20. 20
  • 21. Referências Bibliográficas DYER, Wayne W. Seus pontos fracos. 2ªedição. Rio de Janeiro: Record. Nova Era, 2000. LAMA, Dalai, CUTLER, Howard. A Arte da Felicidade.São Paulo: Martins Fontes, 2001. ROBBINS, Anthony. Poder sem limites. São Paulo: UNAFISCO, 1987. SCHULTZ, Ron. Sabedoria e intuição. SãoPaulo: Cultrix/Amana-Key, 1998. 21