SlideShare uma empresa Scribd logo
O ENSINO DA FILOSOFIA NA EDUCAÇÃO
BÁSICA: DESENVOLVER O PENSAR REFLEXIVO
Linha de pesquisa: Ensino de Filosofia
Jocilaine Moreira Batista do Vale
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ-UFC
CENTRO DE FILOSOFIA E CIENCIAS HUMANAS
MESTRADO PROFISSIONAL EM FILOSOFIA
INTRODUÇÃO
 
    Esse projeto procura focalizar um público
específico em formação: crianças e
adolescentes. Procura mostrar uma forma
alternativa de discutir Filosofia com jovens,
enfatizando a importância da disciplina de
Filosofia na Educação Básica Fundamental
com o objetivo principal de estimular o
pleno desenvolvimento social, afetivo e
cognitivo dos alunos.
DELIMITAÇÃO DO OBJETO E
PROBLEMATIZAÇÃO
Como desenvolver um cidadão crítico, autocritico,
criativo e autônomo a partir do pensar bem ou
pensar reflexivo?
Para que a Filosofia contribua com a formação
ética e política na vida dos alunos enquanto
cidadãos, faz-se necessário que haja um
planejamento bem elaborado de propostas
concretas para serem desenvolvidas no seu
ensino, que sejam propostas construtivas em seus
conteúdos teóricos e criativos na sua práxis;
pensando, ensinando e praticando com o
envolvimento dos próprios alunos.
JUSTIFICATIVA
A proposta pedagógica da Filosofia visa à realização
do valor da autonomia na análise, reflexão e crítica
dos diferentes objetos que a cultura nos traz, a
implantação da disciplina de filosofia no Ensino
Fundamental encontra um lugar privilegiado, pois o
espaço pedagógico, nesta etapa de ensino, apresenta-
se como uma estrutura da formação cultural do
indivíduo tanto no sentido de seu fortalecimento físico
e equilíbrio emocional, consciência das suas
capacidades e habilidades corporais, quanto no
sentido de seu despertar para o exercício do intelecto,
consciência de suas possibilidades no domínio do
pensamento e no manuseio da linguagem verbal.
OBJETIVO GERAL
  Oportunizar condições para que os
estudantes, nesse momento da
aprendizagem, possam se sentir seguros
para construir suas hipóteses e inferências
sobre o mundo que os cerca, buscando que
eles pensam, reflitam e tenham ações
individuais e coletivas dentro da esfera da
aprendizagem investigativa, construída em
todos os momentos dedicados a aprender e
a ensinar o que foi apreendido.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Estimular no aluno a observação atenta do mundo
e a efetivação de ações de entendimento e
modificação dessa realidade, e o despertar para o
pensamento reflexivo sobre si mesmo e o
universo que lhe rodeia.

Oportunizar diálogos filosóficos que tenham
significados para a realidade e interesse dos
alunos, estimulando-os para o entendimento das
próprias ideias, das ideias dos outros e o
conhecimento de aspectos filosóficos sobre a
Teoria do Conhecimento, Lógica, Ética, Política e
Estética.
OBJETIVOS ESPECIFICOS

Desenvolver a capacidade de raciocínio,
criatividade, compreensão, investigação e
comunicação, introduzindo os alunos no
universo da problemática filosófica,
fazendo-os ver que esse é o universo das
possibilidades.
CITAÇÃO
“A Filosofia na escola desde os anos iniciais
desperta a admiração, capta a nossa
atenção e interroga-nos insistentemente,
exigindo uma explicação sobre todos os
temas estudados, seja em qual disciplina
for.” (LIPMAN, 1995, p.120)
REFERENCIAL TEÓRICO
O ensino da disciplina de Filosofia exige o pensar
reflexivo sobre “o que” e “como” ensinar. Com
base neste questionamento, o pensador norte-
americano Matthew Lipman propõe o ensino da
Filosofia desde o ensino Básico Fundamental
porque acredita que ela oferece um espaço onde
os valores podem ser submetidos à crítica. Para
ele, tal ensino propicia o desenvolvimento do
“pensar bem”. Pensar reflexivamente de forma
abrangente ou contextualizada ensinando ao
aluno à investigação dialética.
MATERIAL TEÓRICO
O Prof. Dr. Matthew Lipman, filósofo e educador norte-
americano, criou o Programa Filosofia para Crianças no
final da década de 60. Pioneiro em pensar a contribuição
da Filosofia para a formação integral das crianças, sua
intuição foi aos poucos se constituindo em um novo
paradigma de educação: uma prática reflexiva e
investigativa em comunidade. Lipman se baseia em J.
Dewey e L.Vygotsky que enfatizam a necessidade de
aprender a pensar e não apenas memorizar conteúdos.
Incorpora contribuições de diversos psicólogos e filósofos
na estruturação de um projeto de ensino da filosofia.
Podemos acrescentar nesta lista nomes como George H.
Mead, C. S. Peirce, Jean Piaget, Justus Buchler, Gilbert
Ryle, Ludwig Wittgenstein, Martin Buber, Kant, dentre
outros.
METODOLOGIA

O primeiro eixo tratará das questões éticas, política e
culturais das fases correspondentes ao estudo da
formação filosófica dos pensadores da sua época e país,
seus princípios, valores e compromisso com a sociedade
em que estão inseridas.

O segundo eixo fará considerações, questionamentos,
debates e pontos de vista acerca da motivação de cada
denominação ou seguimento filosófico.

O terceiro e último eixo da pesquisa abordará elementos
teóricos para a compreensão do processo sócio cultural
que resgatará a valorização do “pensar reflexivo” ou
pensar criticamente
ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO
Desenvolvimento de Comunidades de Investigação: aulas de
filosofia, onde são introduzidos, mediante a práxis, conceitos
fundamentais da filosofia para crianças ainda no início da sua
formação. O objetivo desta proposta é aproveitar as
disposições naturais das crianças - curiosidade, admiração,
criatividade - para desenvolver com elas conceitos de
filosofia, sobretudo de lógica, e assim desenvolver suas
habilidades cognitivas, promovendo uma sensível melhora no
desempenho geral, dentro e fora da escola, mediante o
exercício do pensamento sistematizado e autônomo.
"Devemos, portanto, aceitar e trabalhar o desejo da criança de
participar, cooperar e investigar. Isto significa a
transformação da sala de aula tradicional em um seminário
em que as crianças serão envolvidas em investigação de
valores de uma maneira participatória e cooperativa."
(LIPMAN, 2002)
CONCLUSÃO
A Filosofia, portanto, inserida nos currículos
escolares, não enquanto mais uma disciplina
a povoar as mentes dos alunos com
informações não produtivas, mas como uma
importante ferramenta para a otimização das
potencialidades por meio da prática
investigativa, possui todos os atributos para
revolucionar produtivamente a educação
brasileira, contribuindo, deste modo, para a
capacitação de crianças, jovens e até mesmo
adultos, para o pleno exercício da cidadania
crítica e autônoma.
REFERÊNCIAS

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. (Dizionário di Filosofia).
Trad. Alfredo Bosi; Ivone Castilho Benedetti. 3 ed. São Paulo: Martins
Fontes, 1999. 

CAMPANER, Sônia. Filosofia: ensinar e aprender/ Sônia Campaner.
São Paulo: Saraiva. 2012.

CUNHA, J. A. Filosofia na educação infantil: fundamentos, métodos e
propostas. Campinas, SP: Editora Alínea, 2005.

LIPMAN, M. A Filosofia vai à escola. São Paulo: Summus, 1990.

_____. Natasha: diálogos Vygotskianos. Porto Alegre: Artes médicas,
2002.

_____. O Pensar na Educação. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1995.

_____. Luíza. Centro Brasileiro de Filosofia para Crianças. São Paulo:
1999. (Coleção Filosofia para Crianças).

MALACARNE, V. Formação dos professores e o Espaço da Filosofia. São
Paulo, 2005. Texto de Qualificação. Faculdade de Educação, Universidade
de São Paulo. Mimeo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Libâneo, josé carlos
Libâneo, josé carlosLibâneo, josé carlos
Libâneo, josé carlos
Soares Junior
 
Escola, cultura e sociedade
Escola, cultura e sociedadeEscola, cultura e sociedade
Escola, cultura e sociedade
Universidade Federal do Ceará
 
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese) Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Sandra Cristina Santiago Freitas
 
Currículo
CurrículoCurrículo
Pratica docente es
Pratica docente esPratica docente es
Pratica docente es
Liliane Barros
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Interdisciplinaridade
InterdisciplinaridadeInterdisciplinaridade
Interdisciplinaridade
Profissão Professor
 
Fundamentos da História da Educação
Fundamentos da História da EducaçãoFundamentos da História da Educação
Fundamentos da História da Educação
Herbert Santana
 
O pedagogo e a educação não-formal
O pedagogo e a educação não-formalO pedagogo e a educação não-formal
O pedagogo e a educação não-formal
profamiriamnavarro
 
História da educação no Brasil
História da educação no BrasilHistória da educação no Brasil
História da educação no Brasil
Gisele Finatti Baraglio
 
Slide história da pedagogia
Slide   história da pedagogiaSlide   história da pedagogia
Slide história da pedagogia
Prof. Antônio Martins de Almeida Filho
 
Power point da filosofia da educaçao
Power point da filosofia da educaçaoPower point da filosofia da educaçao
Power point da filosofia da educaçao
Gisele Boucherville
 
A formação do educador
A formação do educadorA formação do educador
A formação do educador
Márcia Catunda
 
Marx engels e a educação
Marx engels e a educaçãoMarx engels e a educação
Marx engels e a educação
MACEIÓ - James Washington
 
Teorias e praticas_pedagogicas
Teorias e praticas_pedagogicasTeorias e praticas_pedagogicas
Teorias e praticas_pedagogicas
jorge luiz dos santos de souza
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
guestba32bfa
 
Histórico da EJA
Histórico da EJAHistórico da EJA
Histórico da EJA
Camila Silva
 
Metodologia da pesquisa em educação
Metodologia da pesquisa em educaçãoMetodologia da pesquisa em educação
Metodologia da pesquisa em educação
Magno Oliveira
 
Fundamentos da filosofia da educação
Fundamentos da filosofia da educação  Fundamentos da filosofia da educação
Fundamentos da filosofia da educação
Keila Cuzzuol Pimentel
 
Concepção renovada não diretiva
Concepção renovada não diretivaConcepção renovada não diretiva
Concepção renovada não diretiva
Joemille Leal
 

Mais procurados (20)

Libâneo, josé carlos
Libâneo, josé carlosLibâneo, josé carlos
Libâneo, josé carlos
 
Escola, cultura e sociedade
Escola, cultura e sociedadeEscola, cultura e sociedade
Escola, cultura e sociedade
 
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese) Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
 
Currículo
CurrículoCurrículo
Currículo
 
Pratica docente es
Pratica docente esPratica docente es
Pratica docente es
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
Interdisciplinaridade
InterdisciplinaridadeInterdisciplinaridade
Interdisciplinaridade
 
Fundamentos da História da Educação
Fundamentos da História da EducaçãoFundamentos da História da Educação
Fundamentos da História da Educação
 
O pedagogo e a educação não-formal
O pedagogo e a educação não-formalO pedagogo e a educação não-formal
O pedagogo e a educação não-formal
 
História da educação no Brasil
História da educação no BrasilHistória da educação no Brasil
História da educação no Brasil
 
Slide história da pedagogia
Slide   história da pedagogiaSlide   história da pedagogia
Slide história da pedagogia
 
Power point da filosofia da educaçao
Power point da filosofia da educaçaoPower point da filosofia da educaçao
Power point da filosofia da educaçao
 
A formação do educador
A formação do educadorA formação do educador
A formação do educador
 
Marx engels e a educação
Marx engels e a educaçãoMarx engels e a educação
Marx engels e a educação
 
Teorias e praticas_pedagogicas
Teorias e praticas_pedagogicasTeorias e praticas_pedagogicas
Teorias e praticas_pedagogicas
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Histórico da EJA
Histórico da EJAHistórico da EJA
Histórico da EJA
 
Metodologia da pesquisa em educação
Metodologia da pesquisa em educaçãoMetodologia da pesquisa em educação
Metodologia da pesquisa em educação
 
Fundamentos da filosofia da educação
Fundamentos da filosofia da educação  Fundamentos da filosofia da educação
Fundamentos da filosofia da educação
 
Concepção renovada não diretiva
Concepção renovada não diretivaConcepção renovada não diretiva
Concepção renovada não diretiva
 

Destaque

Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
mkbariotto
 
A importância do uso das tic na educação
A importância do uso das tic na educaçãoA importância do uso das tic na educação
A importância do uso das tic na educação
FÁTIMA VASCONCELOS
 
Filosofia e educação
Filosofia e educaçãoFilosofia e educação
Filosofia e educação
Anderson رودريغز
 
O cotidiano escolar
O cotidiano escolarO cotidiano escolar
O cotidiano escolar
mariavalezin
 
Aula O nascimento da filosofia 2015
Aula  O nascimento da filosofia 2015Aula  O nascimento da filosofia 2015
Aula O nascimento da filosofia 2015
Andreia Regina Moura Mendes
 
Aula Para que serve a filosofia?
Aula  Para que serve a filosofia?Aula  Para que serve a filosofia?
Aula Para que serve a filosofia?
Andreia Regina Moura Mendes
 
O Ensino Por Competencias E Habilidades
O Ensino Por Competencias E HabilidadesO Ensino Por Competencias E Habilidades
O Ensino Por Competencias E Habilidades
guestc339ed
 
Habilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasHabilidades e Competências
Habilidades e Competências
Alexandre Lopes
 

Destaque (8)

Sociologia
SociologiaSociologia
Sociologia
 
A importância do uso das tic na educação
A importância do uso das tic na educaçãoA importância do uso das tic na educação
A importância do uso das tic na educação
 
Filosofia e educação
Filosofia e educaçãoFilosofia e educação
Filosofia e educação
 
O cotidiano escolar
O cotidiano escolarO cotidiano escolar
O cotidiano escolar
 
Aula O nascimento da filosofia 2015
Aula  O nascimento da filosofia 2015Aula  O nascimento da filosofia 2015
Aula O nascimento da filosofia 2015
 
Aula Para que serve a filosofia?
Aula  Para que serve a filosofia?Aula  Para que serve a filosofia?
Aula Para que serve a filosofia?
 
O Ensino Por Competencias E Habilidades
O Ensino Por Competencias E HabilidadesO Ensino Por Competencias E Habilidades
O Ensino Por Competencias E Habilidades
 
Habilidades e Competências
Habilidades e CompetênciasHabilidades e Competências
Habilidades e Competências
 

Semelhante a Projeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.doc

Indicações de leitura
Indicações de leituraIndicações de leitura
Indicações de leitura
FDernandes
 
Ppc filosofia
Ppc filosofiaPpc filosofia
Ppc filosofia
Benjamim Truolluzch
 
Práticas performáticas nas relações educativas
Práticas performáticas nas relações educativasPráticas performáticas nas relações educativas
Práticas performáticas nas relações educativas
eduviecorr
 
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃOA MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
Aparecida Barbosa
 
Socialização do fórum dialogo teórico
Socialização do fórum  dialogo teóricoSocialização do fórum  dialogo teórico
Socialização do fórum dialogo teórico
Andréia Medeiros
 
Filosoficando educasv55
Filosoficando educasv55Filosoficando educasv55
Filosoficando educasv55
ChristianBlima
 
Artigo-Filosofia-da-Educação-Uma-Abordagem-sobre-fundamentos-da-Educação-Prog...
Artigo-Filosofia-da-Educação-Uma-Abordagem-sobre-fundamentos-da-Educação-Prog...Artigo-Filosofia-da-Educação-Uma-Abordagem-sobre-fundamentos-da-Educação-Prog...
Artigo-Filosofia-da-Educação-Uma-Abordagem-sobre-fundamentos-da-Educação-Prog...
lbgsouza
 
Filosofia da educação uma abordagem sobre fundamentos da educação no brasil
Filosofia da educação   uma abordagem sobre fundamentos da educação no brasilFilosofia da educação   uma abordagem sobre fundamentos da educação no brasil
Filosofia da educação uma abordagem sobre fundamentos da educação no brasil
sammyfreitas
 
ARTIGO- FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO UMA ABORDAGEM SOBRE OS CONCEITOS DA EDUCAÇÃO PR...
ARTIGO- FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO UMA ABORDAGEM SOBRE OS CONCEITOS DA EDUCAÇÃO PR...ARTIGO- FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO UMA ABORDAGEM SOBRE OS CONCEITOS DA EDUCAÇÃO PR...
ARTIGO- FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO UMA ABORDAGEM SOBRE OS CONCEITOS DA EDUCAÇÃO PR...
Sebbajr Junior
 
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativaA autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
Andréa Kochhann
 
Cinema nas escolas filosofia
Cinema nas escolas   filosofiaCinema nas escolas   filosofia
Cinema nas escolas filosofia
Andréa Kochhann
 
OT Filosofia
OT FilosofiaOT Filosofia
29039 tendências pedagógicas
29039 tendências pedagógicas29039 tendências pedagógicas
29039 tendências pedagógicas
Mimos Artesanais
 
Tendências pedagógicas texto
Tendências pedagógicas   textoTendências pedagógicas   texto
Tendências pedagógicas texto
diegocn
 
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
Arlindo Nascimento Rocha - "Oficina Acadêmica"
 
Otm filosofia
Otm filosofiaOtm filosofia
Otm filosofia
Flávia Maria
 
Otm filosofia
Otm   filosofiaOtm   filosofia
Otm filosofia
elannialins
 
ABORDAGENS TEÓRICAS E METODOLÓGICAS: Tendencias educacionais
 ABORDAGENS  TEÓRICAS E METODOLÓGICAS: Tendencias educacionais ABORDAGENS  TEÓRICAS E METODOLÓGICAS: Tendencias educacionais
ABORDAGENS TEÓRICAS E METODOLÓGICAS: Tendencias educacionais
Elicio Lima
 
Atv.ling. metafora (1)
Atv.ling. metafora (1)Atv.ling. metafora (1)
Atv.ling. metafora (1)
UyaraPortugal
 
Pedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadoraPedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadora
Thales Rocha
 

Semelhante a Projeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.doc (20)

Indicações de leitura
Indicações de leituraIndicações de leitura
Indicações de leitura
 
Ppc filosofia
Ppc filosofiaPpc filosofia
Ppc filosofia
 
Práticas performáticas nas relações educativas
Práticas performáticas nas relações educativasPráticas performáticas nas relações educativas
Práticas performáticas nas relações educativas
 
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃOA MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
 
Socialização do fórum dialogo teórico
Socialização do fórum  dialogo teóricoSocialização do fórum  dialogo teórico
Socialização do fórum dialogo teórico
 
Filosoficando educasv55
Filosoficando educasv55Filosoficando educasv55
Filosoficando educasv55
 
Artigo-Filosofia-da-Educação-Uma-Abordagem-sobre-fundamentos-da-Educação-Prog...
Artigo-Filosofia-da-Educação-Uma-Abordagem-sobre-fundamentos-da-Educação-Prog...Artigo-Filosofia-da-Educação-Uma-Abordagem-sobre-fundamentos-da-Educação-Prog...
Artigo-Filosofia-da-Educação-Uma-Abordagem-sobre-fundamentos-da-Educação-Prog...
 
Filosofia da educação uma abordagem sobre fundamentos da educação no brasil
Filosofia da educação   uma abordagem sobre fundamentos da educação no brasilFilosofia da educação   uma abordagem sobre fundamentos da educação no brasil
Filosofia da educação uma abordagem sobre fundamentos da educação no brasil
 
ARTIGO- FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO UMA ABORDAGEM SOBRE OS CONCEITOS DA EDUCAÇÃO PR...
ARTIGO- FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO UMA ABORDAGEM SOBRE OS CONCEITOS DA EDUCAÇÃO PR...ARTIGO- FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO UMA ABORDAGEM SOBRE OS CONCEITOS DA EDUCAÇÃO PR...
ARTIGO- FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO UMA ABORDAGEM SOBRE OS CONCEITOS DA EDUCAÇÃO PR...
 
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativaA autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
 
Cinema nas escolas filosofia
Cinema nas escolas   filosofiaCinema nas escolas   filosofia
Cinema nas escolas filosofia
 
OT Filosofia
OT FilosofiaOT Filosofia
OT Filosofia
 
29039 tendências pedagógicas
29039 tendências pedagógicas29039 tendências pedagógicas
29039 tendências pedagógicas
 
Tendências pedagógicas texto
Tendências pedagógicas   textoTendências pedagógicas   texto
Tendências pedagógicas texto
 
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
 
Otm filosofia
Otm filosofiaOtm filosofia
Otm filosofia
 
Otm filosofia
Otm   filosofiaOtm   filosofia
Otm filosofia
 
ABORDAGENS TEÓRICAS E METODOLÓGICAS: Tendencias educacionais
 ABORDAGENS  TEÓRICAS E METODOLÓGICAS: Tendencias educacionais ABORDAGENS  TEÓRICAS E METODOLÓGICAS: Tendencias educacionais
ABORDAGENS TEÓRICAS E METODOLÓGICAS: Tendencias educacionais
 
Atv.ling. metafora (1)
Atv.ling. metafora (1)Atv.ling. metafora (1)
Atv.ling. metafora (1)
 
Pedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadoraPedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadora
 

Mais de Jocilaine Moreira

Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Pensando com o Guido: quando o belo se define no amorPensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Jocilaine Moreira
 
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de AlbuquerqueRetrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Jocilaine Moreira
 
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Jocilaine Moreira
 
Integrada 2 de maio
Integrada 2 de maioIntegrada 2 de maio
Integrada 2 de maio
Jocilaine Moreira
 
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOSÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
Jocilaine Moreira
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
Jocilaine Moreira
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
Jocilaine Moreira
 
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICAPANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
Jocilaine Moreira
 
Dia dos professores
Dia dos professoresDia dos professores
Dia dos professores
Jocilaine Moreira
 
Valorize sua especialidade
Valorize sua especialidadeValorize sua especialidade
Valorize sua especialidade
Jocilaine Moreira
 
Estrela Natureza
Estrela NaturezaEstrela Natureza
Estrela Natureza
Jocilaine Moreira
 
Pela Paz
Pela PazPela Paz
Carta 2070
Carta  2070Carta  2070
Carta 2070
Jocilaine Moreira
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
Jocilaine Moreira
 
Mito da Caverna
Mito da CavernaMito da Caverna
Mito da Caverna
Jocilaine Moreira
 
Trabalhando imagens com o gimp
Trabalhando imagens com o gimpTrabalhando imagens com o gimp
Trabalhando imagens com o gimp
Jocilaine Moreira
 
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativaProposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Jocilaine Moreira
 
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativaProposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Jocilaine Moreira
 
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaiiModulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Jocilaine Moreira
 

Mais de Jocilaine Moreira (20)

Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Pensando com o Guido: quando o belo se define no amorPensando com o Guido: quando o belo se define no amor
Pensando com o Guido: quando o belo se define no amor
 
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de AlbuquerqueRetrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
Retrospectiva 2016 Escola Crispiana de Albuquerque
 
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
Funesdocuidadoremercadodetrabalho 130820160047-phpapp02
 
Integrada 2 de maio
Integrada 2 de maioIntegrada 2 de maio
Integrada 2 de maio
 
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOSÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
ÉTICA PARA O CUIDADOR DE IDOSOS
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
 
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
GESTÃO DEMOCRÁTICA: RESGATANDO OS VALORES HUMANOS DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESC...
 
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICAPANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
PANORAMA HISTÓRICO DA TRAJETÓRIA DE JESUS NA TERRA: O AUTOR DE UMA NOVA ÉTICA
 
Dia dos professores
Dia dos professoresDia dos professores
Dia dos professores
 
Valorize sua especialidade
Valorize sua especialidadeValorize sua especialidade
Valorize sua especialidade
 
Estrela Natureza
Estrela NaturezaEstrela Natureza
Estrela Natureza
 
Pela Paz
Pela PazPela Paz
Pela Paz
 
Carta 2070
Carta  2070Carta  2070
Carta 2070
 
Eca em HQ
Eca em HQEca em HQ
Eca em HQ
 
Diversidade Cultural
Diversidade CulturalDiversidade Cultural
Diversidade Cultural
 
Mito da Caverna
Mito da CavernaMito da Caverna
Mito da Caverna
 
Trabalhando imagens com o gimp
Trabalhando imagens com o gimpTrabalhando imagens com o gimp
Trabalhando imagens com o gimp
 
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativaProposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
Proposta pedagógica para o laboratório de informática educativa
 
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativaProposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
Proposta Pedagógica para o Laboratório de informática educativa
 
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaiiModulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
Modulo c omo ouvir a voz da sabedoriaii
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 

Projeto de dissertação de mestrado em filosofia jocilaine.doc

  • 1. O ENSINO DA FILOSOFIA NA EDUCAÇÃO BÁSICA: DESENVOLVER O PENSAR REFLEXIVO Linha de pesquisa: Ensino de Filosofia Jocilaine Moreira Batista do Vale UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ-UFC CENTRO DE FILOSOFIA E CIENCIAS HUMANAS MESTRADO PROFISSIONAL EM FILOSOFIA
  • 2. INTRODUÇÃO       Esse projeto procura focalizar um público específico em formação: crianças e adolescentes. Procura mostrar uma forma alternativa de discutir Filosofia com jovens, enfatizando a importância da disciplina de Filosofia na Educação Básica Fundamental com o objetivo principal de estimular o pleno desenvolvimento social, afetivo e cognitivo dos alunos.
  • 3. DELIMITAÇÃO DO OBJETO E PROBLEMATIZAÇÃO Como desenvolver um cidadão crítico, autocritico, criativo e autônomo a partir do pensar bem ou pensar reflexivo? Para que a Filosofia contribua com a formação ética e política na vida dos alunos enquanto cidadãos, faz-se necessário que haja um planejamento bem elaborado de propostas concretas para serem desenvolvidas no seu ensino, que sejam propostas construtivas em seus conteúdos teóricos e criativos na sua práxis; pensando, ensinando e praticando com o envolvimento dos próprios alunos.
  • 4. JUSTIFICATIVA A proposta pedagógica da Filosofia visa à realização do valor da autonomia na análise, reflexão e crítica dos diferentes objetos que a cultura nos traz, a implantação da disciplina de filosofia no Ensino Fundamental encontra um lugar privilegiado, pois o espaço pedagógico, nesta etapa de ensino, apresenta- se como uma estrutura da formação cultural do indivíduo tanto no sentido de seu fortalecimento físico e equilíbrio emocional, consciência das suas capacidades e habilidades corporais, quanto no sentido de seu despertar para o exercício do intelecto, consciência de suas possibilidades no domínio do pensamento e no manuseio da linguagem verbal.
  • 5. OBJETIVO GERAL   Oportunizar condições para que os estudantes, nesse momento da aprendizagem, possam se sentir seguros para construir suas hipóteses e inferências sobre o mundo que os cerca, buscando que eles pensam, reflitam e tenham ações individuais e coletivas dentro da esfera da aprendizagem investigativa, construída em todos os momentos dedicados a aprender e a ensinar o que foi apreendido.
  • 6. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Estimular no aluno a observação atenta do mundo e a efetivação de ações de entendimento e modificação dessa realidade, e o despertar para o pensamento reflexivo sobre si mesmo e o universo que lhe rodeia.  Oportunizar diálogos filosóficos que tenham significados para a realidade e interesse dos alunos, estimulando-os para o entendimento das próprias ideias, das ideias dos outros e o conhecimento de aspectos filosóficos sobre a Teoria do Conhecimento, Lógica, Ética, Política e Estética.
  • 7. OBJETIVOS ESPECIFICOS  Desenvolver a capacidade de raciocínio, criatividade, compreensão, investigação e comunicação, introduzindo os alunos no universo da problemática filosófica, fazendo-os ver que esse é o universo das possibilidades.
  • 8. CITAÇÃO “A Filosofia na escola desde os anos iniciais desperta a admiração, capta a nossa atenção e interroga-nos insistentemente, exigindo uma explicação sobre todos os temas estudados, seja em qual disciplina for.” (LIPMAN, 1995, p.120)
  • 9. REFERENCIAL TEÓRICO O ensino da disciplina de Filosofia exige o pensar reflexivo sobre “o que” e “como” ensinar. Com base neste questionamento, o pensador norte- americano Matthew Lipman propõe o ensino da Filosofia desde o ensino Básico Fundamental porque acredita que ela oferece um espaço onde os valores podem ser submetidos à crítica. Para ele, tal ensino propicia o desenvolvimento do “pensar bem”. Pensar reflexivamente de forma abrangente ou contextualizada ensinando ao aluno à investigação dialética.
  • 10. MATERIAL TEÓRICO O Prof. Dr. Matthew Lipman, filósofo e educador norte- americano, criou o Programa Filosofia para Crianças no final da década de 60. Pioneiro em pensar a contribuição da Filosofia para a formação integral das crianças, sua intuição foi aos poucos se constituindo em um novo paradigma de educação: uma prática reflexiva e investigativa em comunidade. Lipman se baseia em J. Dewey e L.Vygotsky que enfatizam a necessidade de aprender a pensar e não apenas memorizar conteúdos. Incorpora contribuições de diversos psicólogos e filósofos na estruturação de um projeto de ensino da filosofia. Podemos acrescentar nesta lista nomes como George H. Mead, C. S. Peirce, Jean Piaget, Justus Buchler, Gilbert Ryle, Ludwig Wittgenstein, Martin Buber, Kant, dentre outros.
  • 11. METODOLOGIA  O primeiro eixo tratará das questões éticas, política e culturais das fases correspondentes ao estudo da formação filosófica dos pensadores da sua época e país, seus princípios, valores e compromisso com a sociedade em que estão inseridas.  O segundo eixo fará considerações, questionamentos, debates e pontos de vista acerca da motivação de cada denominação ou seguimento filosófico.  O terceiro e último eixo da pesquisa abordará elementos teóricos para a compreensão do processo sócio cultural que resgatará a valorização do “pensar reflexivo” ou pensar criticamente
  • 12. ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO Desenvolvimento de Comunidades de Investigação: aulas de filosofia, onde são introduzidos, mediante a práxis, conceitos fundamentais da filosofia para crianças ainda no início da sua formação. O objetivo desta proposta é aproveitar as disposições naturais das crianças - curiosidade, admiração, criatividade - para desenvolver com elas conceitos de filosofia, sobretudo de lógica, e assim desenvolver suas habilidades cognitivas, promovendo uma sensível melhora no desempenho geral, dentro e fora da escola, mediante o exercício do pensamento sistematizado e autônomo. "Devemos, portanto, aceitar e trabalhar o desejo da criança de participar, cooperar e investigar. Isto significa a transformação da sala de aula tradicional em um seminário em que as crianças serão envolvidas em investigação de valores de uma maneira participatória e cooperativa." (LIPMAN, 2002)
  • 13. CONCLUSÃO A Filosofia, portanto, inserida nos currículos escolares, não enquanto mais uma disciplina a povoar as mentes dos alunos com informações não produtivas, mas como uma importante ferramenta para a otimização das potencialidades por meio da prática investigativa, possui todos os atributos para revolucionar produtivamente a educação brasileira, contribuindo, deste modo, para a capacitação de crianças, jovens e até mesmo adultos, para o pleno exercício da cidadania crítica e autônoma.
  • 14. REFERÊNCIAS  ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. (Dizionário di Filosofia). Trad. Alfredo Bosi; Ivone Castilho Benedetti. 3 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.   CAMPANER, Sônia. Filosofia: ensinar e aprender/ Sônia Campaner. São Paulo: Saraiva. 2012.  CUNHA, J. A. Filosofia na educação infantil: fundamentos, métodos e propostas. Campinas, SP: Editora Alínea, 2005.  LIPMAN, M. A Filosofia vai à escola. São Paulo: Summus, 1990.  _____. Natasha: diálogos Vygotskianos. Porto Alegre: Artes médicas, 2002.  _____. O Pensar na Educação. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1995.  _____. Luíza. Centro Brasileiro de Filosofia para Crianças. São Paulo: 1999. (Coleção Filosofia para Crianças).  MALACARNE, V. Formação dos professores e o Espaço da Filosofia. São Paulo, 2005. Texto de Qualificação. Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo. Mimeo