SlideShare uma empresa Scribd logo
18 DE MAIO:
Dia Nacional de
COMBATE ao Abuso e à
Exploração Sexual
Infantil
 Um órgão público municipal, autônomo, cuja função é zelar pelos
direitos da infância e juventude.
Atribuições:
 Atender crianças e adolescentes que tiverem com seus direitos
ameaçados
 Receber a comunicação de casos de suspeita de maus tratos, evasão
escolar ou reiteradas faltas escolares
 Aconselhar pais ou responsáveis, podendo encaminhá-los a cursos,
programas ou tratamentos especializados
Casos mais comuns:
 Falta de vagas em creches e escolas
 Adolescentes viciados
 Espancamento
Abuso de crianças e pais alcoólatras ou drogados
O QueÉ o ConselhoTutelar?
QualopapeldaFamília?
Segundo a Constituição de 1988,
temos alguns exemplos de
obrigações familiares:
• A responsabilidade de dar
educação religiosa à criança.
• É dever da família assegurar as
necessidades básicas da criança:
asseio, alimentação, vestuário, lar,
segurança e apoio emocional
adequados.
• REALIZAR A EDUCAÇÃO SEXUAL
DOS FILHOS conforme suas próprias
crenças (direito inalienável).
O que éSexualidadePervertida?
O Termo técnico para sexualidade pervertida
ou perversão sexual é “PARAFILIA”.
As parafilias, antigamente chamadas de
perversões sexuais, são atitudes sexuais
diferentes daquelas permitidas pela
sociedade, sendo que as pessoas que as
praticam não têm atividade sexual normal, ou
seja, a sua preferência sexual "desviada" se
torna exclusiva.
TIPOSDE PARAFILIA
EXIBICIONISMO
FETICHISMO
FROTTEURISMO
PEDOFILIA
VOYEURISMO
SADOMASOQUISMO
NECROFILIA
PSICOPATOLOGIA SEXUAL
Internete Sexualidade
Pesquisa executada pela Symantec indica
que os internautas brasileiros são os que
mais acessam pornografia na internet(...).
Os resultados fazem parte de uma
pesquisa feita pela Symantec abrangendo
mais de 7 mil internautas em oito países:
Estados Unidos, Grã-Bretanha, Austrália,
Alemanha, França, Brasil, China e Japão;
contendo informações sobre
comportamento online dos internautas.
Segundo a pesquisa os brasileiros são os
que mais acessam pornografia, com
55% dos internautas, enquanto que os
alemães e britânicos são os que menos
acessam, com 35% dos internautas.
Fonte:
http://www.meionorte.com/noticias/geral/brasileiros-
sao-os-que-mais-acessam-sites-pornograficos-
39356.html
AINTERNET E OS DESVIOSDE
COMPORTAMENTO
- 100.000 sites oferecem ilegalmente
pornografia infantil.
- Mensalmente 72 milhões de usuários
visitam sites pornográficos.
- 20% dos homens admitem que
acessam pornografia no trabalho.
- 40 milhões de americanos visitam
regularmente sites pornográficos.
- 47% dos homens cristãos admitem
que a pornografia é um grande
problema na família.
- 10% dos adultos admitem estar
viciados em pornografia na internet.
- Dos usuários de sites
pornográficos, 72% são homens e
28% mulheres.
- 70% das mulheres mantêm em
segredo suas atividades na internet.
- 9,4 milhões de mulheres acessam
sites pornográficos mensalmente.
- 13% das mulheres admitem que
acessam pornografia no trabalho.
Traduzido de: http://internet-filter-
review.toptenreviews.com/internet- pornography-
statistics.html
- Há mais de 420 milhões de páginas
pornográficas na internet
- Diariamente 68 milhões de buscas de
termos pornográficos são feitas nos
mecanismos de busca (25% do total).
- Diariamente são enviados 2,5 bilhão de e-
mails com conteúdos pornográficos (8% do
total de e-mails).
- 42,7% dos usuários de internet visualizam
pornografia.
- 34% dos usuários são expostos a conteúdos
pornográficos mesmo sem intenção
(exposição não desejada).
- Mensalmente são feitos 1,5 bilhão de
downloads de material pornográfico (35%
do total de downloads).
AINTERNET E OS DESVIOSDE
COMPORTAMENTO
A divulgação de fotos, vídeos e outros
materiais com teor sexual sem o
consentimento do dono pode ser
interpretada pela Justiça como crime, de
acordo com várias leis. O ato pode ser
classificado como difamação (imputar fato
ofensivo à reputação) ou injúria (ofender a
dignidade ou decoro), segundo os artigos
139 e 140 do Código Penal.
O artigo 241 do Estatuto da Criança e do
Adolescente (ECA) qualifica como crime
grave a divulgação de fotos, gravações ou
imagens de crianças ou adolescentes em
situação de sexo explícito ou pornográfica.
Prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão e multa
para quem publicar materiais que
contenham essas cenas com menores de 18
anos.
A Lei 12.737, em vigor desde abril, também
criminaliza a invasão de dispositivo informático
alheio para obter, adulterar ou destruir dados ou
informações sem autorização do titular. Quem
tiver essa conduta pode pagar multa e ser preso
por 3 meses a 1 ano. A lei foi apelidada
de "Carolina Dieckmann" após a atriz ter seu
computador hackeado e suas fotos íntimas,
divulgadas.
O Marco Civil da Internet prevê em seu artigo
21, que aguarda aprovação do Senado para virar
lei, que a vítima pode pedir ao provedor a
retirada de conteúdo de nudez da própria
pessoa, sem a necessidade de advogado ou de
recorrer ao judiciário.
Fonte:
http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2014/04/vitimas-
de-nude-selfie-e-sexting-na-internet-dobram-no-brasil-
diz-ong.html
LEGISLAÇÃO
O número de vítimas de "nude selfie" e "sexting" – o compartilhamento de fotos íntimas em sites
e aplicativos de smartphone como WhatsApp – mais que dobrou nos últimos dois anos no país.
Os dados são de um levantamento inédito feito pela ONG Safernet Brasil, entidade que monitora
crimes e violações dos direitos humanos na internet em parceria com a Polícia Federal (PF) e o
Ministério Público (MP).
A tendência para 2014 é de aumento no
número de consultas psicológicas on-line
sobre o compartilhamento indevido de
fotos íntimas, estima a ONG. Nos dois
primeiros meses deste ano, foram mais 21
atendimentos. Para efeito comparativo,
no mesmo período do ano passado foram
três casos. De 2012 a 2014, os pedidos de
ajuda tiveram origem em 166 cidades
brasileiras.
Outra pesquisa feita pela Safernet em
2013, juntamente com a GVT, mostrou
que 20% de 2.834 jovens brasileiros
entrevistados afirmaram ter recebido
conteúdos de "nude selfie" e "sexting". E
que 6% deles reenviaram essas imagens a
outras pessoas.
SEXTINGe NUDESELFIE
Vítimas
A pesquisa de atendimentos
feita pela Safernet revela que
garotas de 13 a 15 anos
representam a maioria das
vítimas de "nude selfie" e
"sexting" que buscam ajuda
psicológica.
Em novembro de 2013, Júlia
Rebeca, de 17 anos, se
suicidou em Parnaíba (PI)
depois que um vídeo seu
fazendo sexo começou a
circular nas redes sociais.
TIPOS DE ABUSO
SEXUAL
Incesto
Exibicionismo
Exposição ou participação em pornografia
Prostitucão
Sexo oral
Sodomia
Penetração genital ou anal com um objeto
INDICADORESDE ABUSO
SEXUAL
Roupa interior estragada, manchada ou
com sangue.
Urticária, inchação ou dor, lesões ou
sangramentos em áreas genitais ou anais.
Infecções urinárias frequentes ou dor ao
urinar.
Secreção genital.
Enurese, encoprese.
Enfermidades venéreas.
Gravidez.
Enfermidades psicossomáticas.
Troca repentina e brusca de conduta.
Baja en rendimiento escolar.
Relacionamentos deficientes com outras
crianças.
Não gosta de trocar de roupas nem fazer
atividades em grupo.
Conduta e conhecimento sexual
inadequado para sua idade.
Regressão a uma etapa de
desenvolvimento anterior.
Fugas crônicas.
Infrações a lei.
Relatos diretos ou indiretos de haver
sido vítima de abuso sexual.
Excessivo interesse em temas sexuais.
Promiscuidade.
Masturbação excessiva.
Tendência a abusar de outras pessoas
menores.
Medo de alguma pessoa em especial.
Temores noturnos e pesadelos.
Medo de voltar para casa depois da
escola.
COMO DENUNCIAR OABUSO?
Conselhos Tutelares – Os Conselhos Tutelares foram
criados para zelar pelo cumprimento dos direitos das
crianças e adolescentes. A eles cabe receber a notificação e
analisar a procedência de cada caso, visitando as famílias.
Se for confirmado o fato, o Conselho deve levar a situação
ao conhecimento do Ministério Público.
Varas da Infância e da Juventude – Em município onde
não há Conselhos Tutelares, as Varas da Infância e da
Juventude podem receber as denúncias.
Outros órgãos que também estão preparados para ajudar
são as Delegacias de Proteção à Criança e ao
Adolescente e as Delegacias da Mulher.
DENUNCIE!
Como denunciar um caso de violência sexual contra criança ou adolescente?O
Disque Denúncia Nacional (Disque 100) é um serviço público de proteção de crianças e
adolescentes, que recebe e encaminha denúncias via telefone, e-mail e internet. Tem
abrangência nacional e funciona diariamente das 8h às 22h.
As denúncias recebidas são analisadas e encaminhadas aos órgãos de proteção, defesa e
responsabilização, de acordo com suas competências e atribuições específicas, no prazo
de 24 horas. No encaminhamento, o Conselho Tutelar é priorizado, conforme determina
a legislação.
O Disque 100 pode ser acionado por meio dos seguintes canais:
•Discagem, direta e gratuita, do número 100 (no Brasil);
•Discagem do número telefônico pago 55 61 3212 8400 (ligação de fora do Brasil);
•Envio de mensagem para o e-mail disquedenuncia@sedh.gov.br; e
•Denúncia de pornografia envolvendo crianças e adolescentes na internet pela página
www.disque100.gov.br.
Além do Disque Denúncia nacional, existem serviços similares em vários estados e
municípios. Em Ibipitanga temos o 9107-1073.
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuMariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Paulo Sérgio
 
15 de Junho - Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa
15 de Junho - Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa15 de Junho - Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa
15 de Junho - Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa
Governo de Santa Catarina
 
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentesPalestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Michelle Moraes Santos
 
Abuso sexual
Abuso sexualAbuso sexual
Abuso sexual
Ricardo Goulart
 
Violência infantil
Violência infantilViolência infantil
Violência infantil
Beatriz Miranda
 
faça bonito 18 de maio - Copia.pptx
faça bonito 18 de maio - Copia.pptxfaça bonito 18 de maio - Copia.pptx
faça bonito 18 de maio - Copia.pptx
FernandoPimenta19
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
Emanuel Oliveira
 
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Luisa Sena
 
Violência domestica
Violência domesticaViolência domestica
Violência domestica
Romane Cristine Rodrigues
 
Projeto ViolêNcia Contra CriançA E Adolescente
Projeto ViolêNcia Contra CriançA E AdolescenteProjeto ViolêNcia Contra CriançA E Adolescente
Projeto ViolêNcia Contra CriançA E Adolescente
guest11c19
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
ABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUALABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUAL
socioeducador
 
Slide Maio Laranja educação e social mai
Slide Maio Laranja educação e social maiSlide Maio Laranja educação e social mai
Slide Maio Laranja educação e social mai
katia243547
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
Alinebrauna Brauna
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
Ivanílson Santos
 
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infânciaCartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Ana Filadelfi
 
Primeira Infância - Olhares e Desafios
Primeira Infância - Olhares e DesafiosPrimeira Infância - Olhares e Desafios
Primeira Infância - Olhares e Desafios
ACTEBA
 
Violência doméstica seminário lei maria da penha
Violência doméstica seminário lei maria da penhaViolência doméstica seminário lei maria da penha
Violência doméstica seminário lei maria da penha
Nayara Mayla Brito Damasceno
 
Trabalho: Família e violência doméstica
Trabalho: Família e violência domésticaTrabalho: Família e violência doméstica
Trabalho: Família e violência doméstica
mluisavalente
 
Abuso Sexual
Abuso SexualAbuso Sexual
Abuso Sexual
Fábio Simões
 

Mais procurados (20)

Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuMariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
 
15 de Junho - Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa
15 de Junho - Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa15 de Junho - Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa
15 de Junho - Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa
 
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentesPalestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
 
Abuso sexual
Abuso sexualAbuso sexual
Abuso sexual
 
Violência infantil
Violência infantilViolência infantil
Violência infantil
 
faça bonito 18 de maio - Copia.pptx
faça bonito 18 de maio - Copia.pptxfaça bonito 18 de maio - Copia.pptx
faça bonito 18 de maio - Copia.pptx
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
 
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
 
Violência domestica
Violência domesticaViolência domestica
Violência domestica
 
Projeto ViolêNcia Contra CriançA E Adolescente
Projeto ViolêNcia Contra CriançA E AdolescenteProjeto ViolêNcia Contra CriançA E Adolescente
Projeto ViolêNcia Contra CriançA E Adolescente
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
 
ABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUALABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUAL
 
Slide Maio Laranja educação e social mai
Slide Maio Laranja educação e social maiSlide Maio Laranja educação e social mai
Slide Maio Laranja educação e social mai
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
 
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infânciaCartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
 
Primeira Infância - Olhares e Desafios
Primeira Infância - Olhares e DesafiosPrimeira Infância - Olhares e Desafios
Primeira Infância - Olhares e Desafios
 
Violência doméstica seminário lei maria da penha
Violência doméstica seminário lei maria da penhaViolência doméstica seminário lei maria da penha
Violência doméstica seminário lei maria da penha
 
Trabalho: Família e violência doméstica
Trabalho: Família e violência domésticaTrabalho: Família e violência doméstica
Trabalho: Família e violência doméstica
 
Abuso Sexual
Abuso SexualAbuso Sexual
Abuso Sexual
 

Semelhante a Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil

18demaio-160519120350.pptx
18demaio-160519120350.pptx18demaio-160519120350.pptx
18demaio-160519120350.pptx
CrasUrucuia
 
A defesa de crianças e adolescentes vítimas deviolências sexuais
A defesa de crianças e adolescentes vítimas deviolências sexuaisA defesa de crianças e adolescentes vítimas deviolências sexuais
A defesa de crianças e adolescentes vítimas deviolências sexuais
Nilson Dias Castelano
 
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
WilnaMargelaOliveira1
 
Artigo - Proteção aos direitos das crianças e adolescentes: obrigação social
Artigo - Proteção aos direitos das crianças e adolescentes: obrigação socialArtigo - Proteção aos direitos das crianças e adolescentes: obrigação social
Artigo - Proteção aos direitos das crianças e adolescentes: obrigação social
Gleisi Hoffmann
 
Informativo Movimento contra a exploração sexual de crianças e adolescentes
Informativo Movimento contra a exploração sexual de crianças e adolescentesInformativo Movimento contra a exploração sexual de crianças e adolescentes
Informativo Movimento contra a exploração sexual de crianças e adolescentes
Wilson Barbieri
 
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentesViolência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Gleisi Hoffmann
 
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkabuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
crasPREFNOVARESENDE
 
18 demaio2014
18 demaio201418 demaio2014
18 demaio2014
Robson Lacerda Ferrari
 
Aula legv para acadepol
Aula legv para acadepolAula legv para acadepol
Aula legv para acadepol
Jose Antonio Chaves
 
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdfESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
Laurindo6
 
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdfESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
José Laurindo
 
ESTUDANDO AGORA SOBRE O ECA NA OAB SP VAMOS LA
ESTUDANDO AGORA SOBRE O ECA NA OAB SP VAMOS LAESTUDANDO AGORA SOBRE O ECA NA OAB SP VAMOS LA
ESTUDANDO AGORA SOBRE O ECA NA OAB SP VAMOS LA
AlexandraGomes99
 
Cartilha de combate ao abuso infantil
Cartilha de combate ao abuso infantilCartilha de combate ao abuso infantil
Cartilha de combate ao abuso infantil
Atlantic Energias Renováveis
 
Cartilha enfretamento violenciasexual_web
Cartilha enfretamento violenciasexual_webCartilha enfretamento violenciasexual_web
Cartilha enfretamento violenciasexual_web
ACECTALCT
 
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofiliaTrabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
Ohanny Menezes
 
Família e o mundo virtual
Família e o mundo virtualFamília e o mundo virtual
Família e o mundo virtual
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
FelipeVaz38
 
Nota do MPF
Nota do MPFNota do MPF
Nota do MPF
Luiz Carlos Azenha
 
Família desperte para a realidade virtual
Família desperte para a realidade virtualFamília desperte para a realidade virtual
Família desperte para a realidade virtual
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Congresso Crimes Eletrônicos, 08/03/2009 - Apresentação Coriolano Aurélio Sa...
Congresso Crimes Eletrônicos, 08/03/2009 -  Apresentação Coriolano Aurélio Sa...Congresso Crimes Eletrônicos, 08/03/2009 -  Apresentação Coriolano Aurélio Sa...
Congresso Crimes Eletrônicos, 08/03/2009 - Apresentação Coriolano Aurélio Sa...
FecomercioSP
 

Semelhante a Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil (20)

18demaio-160519120350.pptx
18demaio-160519120350.pptx18demaio-160519120350.pptx
18demaio-160519120350.pptx
 
A defesa de crianças e adolescentes vítimas deviolências sexuais
A defesa de crianças e adolescentes vítimas deviolências sexuaisA defesa de crianças e adolescentes vítimas deviolências sexuais
A defesa de crianças e adolescentes vítimas deviolências sexuais
 
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
 
Artigo - Proteção aos direitos das crianças e adolescentes: obrigação social
Artigo - Proteção aos direitos das crianças e adolescentes: obrigação socialArtigo - Proteção aos direitos das crianças e adolescentes: obrigação social
Artigo - Proteção aos direitos das crianças e adolescentes: obrigação social
 
Informativo Movimento contra a exploração sexual de crianças e adolescentes
Informativo Movimento contra a exploração sexual de crianças e adolescentesInformativo Movimento contra a exploração sexual de crianças e adolescentes
Informativo Movimento contra a exploração sexual de crianças e adolescentes
 
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentesViolência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentes
 
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkabuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
18 demaio2014
18 demaio201418 demaio2014
18 demaio2014
 
Aula legv para acadepol
Aula legv para acadepolAula legv para acadepol
Aula legv para acadepol
 
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdfESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
 
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdfESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.pdf
 
ESTUDANDO AGORA SOBRE O ECA NA OAB SP VAMOS LA
ESTUDANDO AGORA SOBRE O ECA NA OAB SP VAMOS LAESTUDANDO AGORA SOBRE O ECA NA OAB SP VAMOS LA
ESTUDANDO AGORA SOBRE O ECA NA OAB SP VAMOS LA
 
Cartilha de combate ao abuso infantil
Cartilha de combate ao abuso infantilCartilha de combate ao abuso infantil
Cartilha de combate ao abuso infantil
 
Cartilha enfretamento violenciasexual_web
Cartilha enfretamento violenciasexual_webCartilha enfretamento violenciasexual_web
Cartilha enfretamento violenciasexual_web
 
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofiliaTrabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
 
Família e o mundo virtual
Família e o mundo virtualFamília e o mundo virtual
Família e o mundo virtual
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
 
Nota do MPF
Nota do MPFNota do MPF
Nota do MPF
 
Família desperte para a realidade virtual
Família desperte para a realidade virtualFamília desperte para a realidade virtual
Família desperte para a realidade virtual
 
Congresso Crimes Eletrônicos, 08/03/2009 - Apresentação Coriolano Aurélio Sa...
Congresso Crimes Eletrônicos, 08/03/2009 -  Apresentação Coriolano Aurélio Sa...Congresso Crimes Eletrônicos, 08/03/2009 -  Apresentação Coriolano Aurélio Sa...
Congresso Crimes Eletrônicos, 08/03/2009 - Apresentação Coriolano Aurélio Sa...
 

Mais de AntiSaint

SANTOS, Eli Rozendo dos (1980) Aprenda A Conversar.pdf
SANTOS, Eli Rozendo dos (1980) Aprenda A Conversar.pdfSANTOS, Eli Rozendo dos (1980) Aprenda A Conversar.pdf
SANTOS, Eli Rozendo dos (1980) Aprenda A Conversar.pdf
AntiSaint
 
2 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
2 Superman O Último Filho Da Terra.pdf2 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
2 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
AntiSaint
 
1 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
1 Superman O Último Filho Da Terra.pdf1 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
1 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
AntiSaint
 
Surfista Prateado - Os Escravistas.pdf
Surfista Prateado - Os Escravistas.pdfSurfista Prateado - Os Escravistas.pdf
Surfista Prateado - Os Escravistas.pdf
AntiSaint
 
Bullying na Escola.ppt
Bullying na Escola.pptBullying na Escola.ppt
Bullying na Escola.ppt
AntiSaint
 
Entendendo A Igreja de Nossos Dias
Entendendo A Igreja de Nossos DiasEntendendo A Igreja de Nossos Dias
Entendendo A Igreja de Nossos Dias
AntiSaint
 
Internet e Redes Sociais: Fatos, Riscos e Cuidados na Web
Internet e Redes Sociais: Fatos, Riscos e Cuidados na WebInternet e Redes Sociais: Fatos, Riscos e Cuidados na Web
Internet e Redes Sociais: Fatos, Riscos e Cuidados na Web
AntiSaint
 
Nascido gay... ou não? (palestra)
Nascido gay... ou não? (palestra)Nascido gay... ou não? (palestra)
Nascido gay... ou não? (palestra)
AntiSaint
 

Mais de AntiSaint (8)

SANTOS, Eli Rozendo dos (1980) Aprenda A Conversar.pdf
SANTOS, Eli Rozendo dos (1980) Aprenda A Conversar.pdfSANTOS, Eli Rozendo dos (1980) Aprenda A Conversar.pdf
SANTOS, Eli Rozendo dos (1980) Aprenda A Conversar.pdf
 
2 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
2 Superman O Último Filho Da Terra.pdf2 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
2 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
 
1 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
1 Superman O Último Filho Da Terra.pdf1 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
1 Superman O Último Filho Da Terra.pdf
 
Surfista Prateado - Os Escravistas.pdf
Surfista Prateado - Os Escravistas.pdfSurfista Prateado - Os Escravistas.pdf
Surfista Prateado - Os Escravistas.pdf
 
Bullying na Escola.ppt
Bullying na Escola.pptBullying na Escola.ppt
Bullying na Escola.ppt
 
Entendendo A Igreja de Nossos Dias
Entendendo A Igreja de Nossos DiasEntendendo A Igreja de Nossos Dias
Entendendo A Igreja de Nossos Dias
 
Internet e Redes Sociais: Fatos, Riscos e Cuidados na Web
Internet e Redes Sociais: Fatos, Riscos e Cuidados na WebInternet e Redes Sociais: Fatos, Riscos e Cuidados na Web
Internet e Redes Sociais: Fatos, Riscos e Cuidados na Web
 
Nascido gay... ou não? (palestra)
Nascido gay... ou não? (palestra)Nascido gay... ou não? (palestra)
Nascido gay... ou não? (palestra)
 

Último

Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 

Último (20)

Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 

Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil

  • 1. 18 DE MAIO: Dia Nacional de COMBATE ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
  • 2.  Um órgão público municipal, autônomo, cuja função é zelar pelos direitos da infância e juventude. Atribuições:  Atender crianças e adolescentes que tiverem com seus direitos ameaçados  Receber a comunicação de casos de suspeita de maus tratos, evasão escolar ou reiteradas faltas escolares  Aconselhar pais ou responsáveis, podendo encaminhá-los a cursos, programas ou tratamentos especializados Casos mais comuns:  Falta de vagas em creches e escolas  Adolescentes viciados  Espancamento Abuso de crianças e pais alcoólatras ou drogados O QueÉ o ConselhoTutelar?
  • 3. QualopapeldaFamília? Segundo a Constituição de 1988, temos alguns exemplos de obrigações familiares: • A responsabilidade de dar educação religiosa à criança. • É dever da família assegurar as necessidades básicas da criança: asseio, alimentação, vestuário, lar, segurança e apoio emocional adequados. • REALIZAR A EDUCAÇÃO SEXUAL DOS FILHOS conforme suas próprias crenças (direito inalienável).
  • 4. O que éSexualidadePervertida? O Termo técnico para sexualidade pervertida ou perversão sexual é “PARAFILIA”. As parafilias, antigamente chamadas de perversões sexuais, são atitudes sexuais diferentes daquelas permitidas pela sociedade, sendo que as pessoas que as praticam não têm atividade sexual normal, ou seja, a sua preferência sexual "desviada" se torna exclusiva.
  • 6. Internete Sexualidade Pesquisa executada pela Symantec indica que os internautas brasileiros são os que mais acessam pornografia na internet(...). Os resultados fazem parte de uma pesquisa feita pela Symantec abrangendo mais de 7 mil internautas em oito países: Estados Unidos, Grã-Bretanha, Austrália, Alemanha, França, Brasil, China e Japão; contendo informações sobre comportamento online dos internautas. Segundo a pesquisa os brasileiros são os que mais acessam pornografia, com 55% dos internautas, enquanto que os alemães e britânicos são os que menos acessam, com 35% dos internautas. Fonte: http://www.meionorte.com/noticias/geral/brasileiros- sao-os-que-mais-acessam-sites-pornograficos- 39356.html
  • 7. AINTERNET E OS DESVIOSDE COMPORTAMENTO - 100.000 sites oferecem ilegalmente pornografia infantil. - Mensalmente 72 milhões de usuários visitam sites pornográficos. - 20% dos homens admitem que acessam pornografia no trabalho. - 40 milhões de americanos visitam regularmente sites pornográficos. - 47% dos homens cristãos admitem que a pornografia é um grande problema na família. - 10% dos adultos admitem estar viciados em pornografia na internet. - Dos usuários de sites pornográficos, 72% são homens e 28% mulheres. - 70% das mulheres mantêm em segredo suas atividades na internet. - 9,4 milhões de mulheres acessam sites pornográficos mensalmente. - 13% das mulheres admitem que acessam pornografia no trabalho. Traduzido de: http://internet-filter- review.toptenreviews.com/internet- pornography- statistics.html
  • 8. - Há mais de 420 milhões de páginas pornográficas na internet - Diariamente 68 milhões de buscas de termos pornográficos são feitas nos mecanismos de busca (25% do total). - Diariamente são enviados 2,5 bilhão de e- mails com conteúdos pornográficos (8% do total de e-mails). - 42,7% dos usuários de internet visualizam pornografia. - 34% dos usuários são expostos a conteúdos pornográficos mesmo sem intenção (exposição não desejada). - Mensalmente são feitos 1,5 bilhão de downloads de material pornográfico (35% do total de downloads). AINTERNET E OS DESVIOSDE COMPORTAMENTO
  • 9. A divulgação de fotos, vídeos e outros materiais com teor sexual sem o consentimento do dono pode ser interpretada pela Justiça como crime, de acordo com várias leis. O ato pode ser classificado como difamação (imputar fato ofensivo à reputação) ou injúria (ofender a dignidade ou decoro), segundo os artigos 139 e 140 do Código Penal. O artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) qualifica como crime grave a divulgação de fotos, gravações ou imagens de crianças ou adolescentes em situação de sexo explícito ou pornográfica. Prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão e multa para quem publicar materiais que contenham essas cenas com menores de 18 anos. A Lei 12.737, em vigor desde abril, também criminaliza a invasão de dispositivo informático alheio para obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização do titular. Quem tiver essa conduta pode pagar multa e ser preso por 3 meses a 1 ano. A lei foi apelidada de "Carolina Dieckmann" após a atriz ter seu computador hackeado e suas fotos íntimas, divulgadas. O Marco Civil da Internet prevê em seu artigo 21, que aguarda aprovação do Senado para virar lei, que a vítima pode pedir ao provedor a retirada de conteúdo de nudez da própria pessoa, sem a necessidade de advogado ou de recorrer ao judiciário. Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2014/04/vitimas- de-nude-selfie-e-sexting-na-internet-dobram-no-brasil- diz-ong.html LEGISLAÇÃO
  • 10. O número de vítimas de "nude selfie" e "sexting" – o compartilhamento de fotos íntimas em sites e aplicativos de smartphone como WhatsApp – mais que dobrou nos últimos dois anos no país. Os dados são de um levantamento inédito feito pela ONG Safernet Brasil, entidade que monitora crimes e violações dos direitos humanos na internet em parceria com a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público (MP). A tendência para 2014 é de aumento no número de consultas psicológicas on-line sobre o compartilhamento indevido de fotos íntimas, estima a ONG. Nos dois primeiros meses deste ano, foram mais 21 atendimentos. Para efeito comparativo, no mesmo período do ano passado foram três casos. De 2012 a 2014, os pedidos de ajuda tiveram origem em 166 cidades brasileiras. Outra pesquisa feita pela Safernet em 2013, juntamente com a GVT, mostrou que 20% de 2.834 jovens brasileiros entrevistados afirmaram ter recebido conteúdos de "nude selfie" e "sexting". E que 6% deles reenviaram essas imagens a outras pessoas. SEXTINGe NUDESELFIE
  • 11. Vítimas A pesquisa de atendimentos feita pela Safernet revela que garotas de 13 a 15 anos representam a maioria das vítimas de "nude selfie" e "sexting" que buscam ajuda psicológica. Em novembro de 2013, Júlia Rebeca, de 17 anos, se suicidou em Parnaíba (PI) depois que um vídeo seu fazendo sexo começou a circular nas redes sociais.
  • 12. TIPOS DE ABUSO SEXUAL Incesto Exibicionismo Exposição ou participação em pornografia Prostitucão Sexo oral Sodomia Penetração genital ou anal com um objeto
  • 13. INDICADORESDE ABUSO SEXUAL Roupa interior estragada, manchada ou com sangue. Urticária, inchação ou dor, lesões ou sangramentos em áreas genitais ou anais. Infecções urinárias frequentes ou dor ao urinar. Secreção genital. Enurese, encoprese. Enfermidades venéreas. Gravidez. Enfermidades psicossomáticas. Troca repentina e brusca de conduta. Baja en rendimiento escolar. Relacionamentos deficientes com outras crianças. Não gosta de trocar de roupas nem fazer atividades em grupo. Conduta e conhecimento sexual inadequado para sua idade. Regressão a uma etapa de desenvolvimento anterior. Fugas crônicas. Infrações a lei. Relatos diretos ou indiretos de haver sido vítima de abuso sexual. Excessivo interesse em temas sexuais. Promiscuidade. Masturbação excessiva. Tendência a abusar de outras pessoas menores. Medo de alguma pessoa em especial. Temores noturnos e pesadelos. Medo de voltar para casa depois da escola.
  • 14. COMO DENUNCIAR OABUSO? Conselhos Tutelares – Os Conselhos Tutelares foram criados para zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes. A eles cabe receber a notificação e analisar a procedência de cada caso, visitando as famílias. Se for confirmado o fato, o Conselho deve levar a situação ao conhecimento do Ministério Público. Varas da Infância e da Juventude – Em município onde não há Conselhos Tutelares, as Varas da Infância e da Juventude podem receber as denúncias. Outros órgãos que também estão preparados para ajudar são as Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente e as Delegacias da Mulher.
  • 15. DENUNCIE! Como denunciar um caso de violência sexual contra criança ou adolescente?O Disque Denúncia Nacional (Disque 100) é um serviço público de proteção de crianças e adolescentes, que recebe e encaminha denúncias via telefone, e-mail e internet. Tem abrangência nacional e funciona diariamente das 8h às 22h. As denúncias recebidas são analisadas e encaminhadas aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização, de acordo com suas competências e atribuições específicas, no prazo de 24 horas. No encaminhamento, o Conselho Tutelar é priorizado, conforme determina a legislação. O Disque 100 pode ser acionado por meio dos seguintes canais: •Discagem, direta e gratuita, do número 100 (no Brasil); •Discagem do número telefônico pago 55 61 3212 8400 (ligação de fora do Brasil); •Envio de mensagem para o e-mail disquedenuncia@sedh.gov.br; e •Denúncia de pornografia envolvendo crianças e adolescentes na internet pela página www.disque100.gov.br. Além do Disque Denúncia nacional, existem serviços similares em vários estados e municípios. Em Ibipitanga temos o 9107-1073.