SlideShare uma empresa Scribd logo
A escola e a violência à
criança e ao adolescente
"Concepções da professora
       acerca do abuso sexual infantil"

 Foi uma pesquisa elaborada em Julho/2003
                     por
 Rachel de Faria Brino, e Lúcia Cavalcanti de
                Albuquerque.

  Os resultados de tal pesquisa indicam que a
 maioria das educadoras possuía informações
insuficientes acerca do tema e afirmava adotar
procedimentos inadequados diante de casos de
    crianças que sofreram abusos sexuais.
"O abuso sexual é a situação
    em que uma criança ou
   adolescente é usada para
 gratificação de um adulto ou
  mesmo de um adolescente
 mais velho, baseado em uma
  relação de poder, incluindo
    desde a manipulação da
   genitália, mama ou ânus,
       exploração sexual,
   voyeurismo, pornografia,
exibicionismo, até o ato sexual
 com ou sem penetração, com
       ou sem violência."

              (ABRAPIA, 1992)
Existem quatro categorias distintas de
              abuso sexual:

• Pedofilia

• Prostituição infantil

• Exploração sexual infantil

• Turismo sexual
As consequências do abuso

  São de ordem psíquica, sendo um
   relevante fator a história da vida
emocional de homens e mulheres com
 problemas conjugais, psicossociais e
       transtornos psiquiátricos.
O comportamento das crianças abusadas sexualmente podem incluir:


• O sentimento de culpa e vergonha;

• Sentimento de ser má, por se sentir suja e de pouco valor;

• Perda de confiança em outras pessoas;

• Medo constante de sofrer novo abuso;

• Depressão;

• Na vida adulta: dificuldades de relacionamento social e de conquistas
  profissionais;

• Impotência sexual;

• Suicídio;
Quais os dados atuais de casos revelados?
                ABUSO SEXUAL
                        
              RIO DE JANEIRO
 2ª cidade com maior número de denúncias
                        
           São Paulo em 1º lugar:
       1.620 registros no ano passado
                        
                     Rio:
       1.322 registros no ano passado
                        
                   vítimas:
                 79% meninas
                 21% meninos
ABUSO SEXUAL
           2011
     ESTADO DO RIO
           373
denúncias de abuso sexual
              
   1º lugar, na Capital:
       211 registros
              
As áreas mais críticas são:
         CENTRO
       20 registros
              
      COPACABANA
       13 registros
              
CAMPO GRANDE
                                   (zona oeste)
                                     9 registros 
                                                                                  fonte:
                                                          Disque-Denúncia/ Rj
Quem é o agressor sexual?
A escola e a violência à criança e ao adolescente
O abuso ocorre em todas as classes
  sociais, raças e níveis educacionais
 Em todas as categorias, existe necessidade
de tratamento tanto dos abusadores, quanto
das vítimas. Não é raro ocorrer que a vítima
torne-se uma abusador no futuro.
A identificação de possíveis casos:
 Uma falsa crença é esperar que a criança
  abusada avise sempre sobre o que está
acontecendo. Entretanto, a grande maioria
    das vezes, as vítimas de abuso são
  convencidas pelo abusador de que não
      devem dizer nada a ninguém. A
  primeira intenção da criança é, de fato,
avisar a alguém sobre seu drama mas, em
geral, nem sempre ela consegue fazer isso
com facilidade, apresentando um discurso
           confuso e incompleto.
O papel da escola acerca do assunto
A violência por abuso sexual é mais difícil de
    ser identificada por não apresentar, na
  maioria dos casos, marcas físicas. Se aos
profissionais envolvidos com a criança fosse
       possibilitado acesso à capacitação
     continuada, a identificação de vítimas
     possivelmente tornar-se-ia mais fácil.
  Considerando que a escola deve ter como
objetivo garantir a qualidade de vida de sua
 clientela, bem como promover a cidadania,
urge capacitar professores para enfrentarem
  a difícil questão do abuso sexual infantil.
Legislação

 De acordo com dados da ABRAPIA (1997),
   no Brasil, tanto a Constituição Federal
   quanto o Código Penal e o Estatuto da
  Criança e do Adolescente (ECA) dispõem
sobre a proteção da criança e do adolescente
  contra qualquer forma de abuso sexual e
  determinam as penalidades para os que
 praticam a agressão e para aqueles que se
           omitem a denunciá-los.
JÚRI SIMULADO
A menininha tem seis aninhos de idade. É linda (como
toda criança), com seus cachinhos castanhos e as
covinhas no rosto angelical. Mas aparenta timidez e
tristeza, incompatíveis com sua habitual alegria, sempre
demonstrada pelo risinho cristalino. Questionada pela
professora, a menininha se cala. Diante da insistência,
acaba por falar:
– o tio disse que eu não posso contar a ninguém...
– contar o quê?
– nada...
Com muito carinho e, às vezes somente com ajuda
profissional, a menininha finalmente revela que o “tio”
(geralmente alguém próximo da família) dela abusou
sexualmente. A criança se sente amedrontada e até
pensa que tudo é culpa dela. Na verdade foi mais uma
vítima de um sujeito frio de coração negro.
Disque-denúncia: 2253-1177

Ministério Público: 127
UFRRJ / IM
2º período de Pedagogia
 Psicologia e Demandas
      Educacionais

      Carina Paiva
    Daiane Andrade
       Ilka Lima
     Luciana Paiva

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Alinebrauna Brauna
 
faça bonito 18 de maio - Copia.pptx
faça bonito 18 de maio - Copia.pptxfaça bonito 18 de maio - Copia.pptx
faça bonito 18 de maio - Copia.pptx
FernandoPimenta19
 
Cartilha informativa sobre abuso sexual contra a criança e o adolescente.
Cartilha informativa sobre abuso  sexual contra a criança e o adolescente. Cartilha informativa sobre abuso  sexual contra a criança e o adolescente.
Cartilha informativa sobre abuso sexual contra a criança e o adolescente.
Aline Kelly
 
Aula sobre violência contra crianças
Aula sobre violência contra criançasAula sobre violência contra crianças
Aula sobre violência contra crianças
Diego Alvarez
 
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Luisa Sena
 
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual InfantilCombate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
AntiSaint
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
Alinebrauna Brauna
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
Ivanílson Santos
 
Violência infantil
Violência infantilViolência infantil
Violência infantil
Beatriz Miranda
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-laViolência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Thiago de Almeida
 
Palestra sobre abuso sexual na Infância
Palestra sobre abuso sexual na InfânciaPalestra sobre abuso sexual na Infância
Palestra sobre abuso sexual na Infância
Psicólogo - Vilson da Mata
 
Violência Na Escola
Violência Na EscolaViolência Na Escola
Violência Na Escola
bethbal
 
Questão Social - Causas da Violência na Escola
Questão Social - Causas da Violência na EscolaQuestão Social - Causas da Violência na Escola
Questão Social - Causas da Violência na Escola
Carol Alves
 
Bullying no ambiente escolar
Bullying no ambiente escolarBullying no ambiente escolar
Bullying no ambiente escolar
Instituto Hartmann Regueira
 
Violência doméstica seminário lei maria da penha
Violência doméstica seminário lei maria da penhaViolência doméstica seminário lei maria da penha
Violência doméstica seminário lei maria da penha
Nayara Mayla Brito Damasceno
 
ABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUALABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUAL
socioeducador
 
Violencia contra criança e adolescente
Violencia contra criança e adolescenteViolencia contra criança e adolescente
Violencia contra criança e adolescente
tlvp
 
18 de Maio
18 de Maio 18 de Maio
18 de Maio
Patrícia Brasil
 
Violência na escola
Violência na escolaViolência na escola
Violência na escola
Fábio Yamano
 

Mais procurados (20)

Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
 
faça bonito 18 de maio - Copia.pptx
faça bonito 18 de maio - Copia.pptxfaça bonito 18 de maio - Copia.pptx
faça bonito 18 de maio - Copia.pptx
 
Cartilha informativa sobre abuso sexual contra a criança e o adolescente.
Cartilha informativa sobre abuso  sexual contra a criança e o adolescente. Cartilha informativa sobre abuso  sexual contra a criança e o adolescente.
Cartilha informativa sobre abuso sexual contra a criança e o adolescente.
 
Aula sobre violência contra crianças
Aula sobre violência contra criançasAula sobre violência contra crianças
Aula sobre violência contra crianças
 
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
 
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual InfantilCombate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
 
Violência infantil
Violência infantilViolência infantil
Violência infantil
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
 
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-laViolência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes: o que é e como combatê-la
 
Palestra sobre abuso sexual na Infância
Palestra sobre abuso sexual na InfânciaPalestra sobre abuso sexual na Infância
Palestra sobre abuso sexual na Infância
 
Violência Na Escola
Violência Na EscolaViolência Na Escola
Violência Na Escola
 
Questão Social - Causas da Violência na Escola
Questão Social - Causas da Violência na EscolaQuestão Social - Causas da Violência na Escola
Questão Social - Causas da Violência na Escola
 
Bullying no ambiente escolar
Bullying no ambiente escolarBullying no ambiente escolar
Bullying no ambiente escolar
 
Violência doméstica seminário lei maria da penha
Violência doméstica seminário lei maria da penhaViolência doméstica seminário lei maria da penha
Violência doméstica seminário lei maria da penha
 
ABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUALABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUAL
 
Violencia contra criança e adolescente
Violencia contra criança e adolescenteViolencia contra criança e adolescente
Violencia contra criança e adolescente
 
18 de Maio
18 de Maio 18 de Maio
18 de Maio
 
Violência na escola
Violência na escolaViolência na escola
Violência na escola
 

Destaque

Exploração e Abuso Sexual
Exploração e Abuso SexualExploração e Abuso Sexual
Exploração e Abuso Sexual
Michele Pó
 
Abuso Sexual
Abuso SexualAbuso Sexual
Abuso Sexual
Fábio Simões
 
Juventude e assédio sexual
Juventude e assédio sexualJuventude e assédio sexual
Juventude e assédio sexual
Ana Paula Ribeiro de Oliveira
 
Exploração sexual infantil: causas, consequências e políticas de enfrentamento
Exploração sexual infantil: causas, consequências e políticas de enfrentamentoExploração sexual infantil: causas, consequências e políticas de enfrentamento
Exploração sexual infantil: causas, consequências e políticas de enfrentamento
Breados Online
 
Quando o inesperado acontece
Quando o inesperado aconteceQuando o inesperado acontece
Quando o inesperado acontece
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
abuso sexual infantil
abuso sexual infantilabuso sexual infantil
abuso sexual infantil
ANDRES FELIPE VARGAS LOPEZ
 
Abuso sexual
Abuso sexualAbuso sexual
Abuso sexual
Ricardo Goulart
 
Jogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para AutistaJogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para Autista
Pri Domingos
 

Destaque (8)

Exploração e Abuso Sexual
Exploração e Abuso SexualExploração e Abuso Sexual
Exploração e Abuso Sexual
 
Abuso Sexual
Abuso SexualAbuso Sexual
Abuso Sexual
 
Juventude e assédio sexual
Juventude e assédio sexualJuventude e assédio sexual
Juventude e assédio sexual
 
Exploração sexual infantil: causas, consequências e políticas de enfrentamento
Exploração sexual infantil: causas, consequências e políticas de enfrentamentoExploração sexual infantil: causas, consequências e políticas de enfrentamento
Exploração sexual infantil: causas, consequências e políticas de enfrentamento
 
Quando o inesperado acontece
Quando o inesperado aconteceQuando o inesperado acontece
Quando o inesperado acontece
 
abuso sexual infantil
abuso sexual infantilabuso sexual infantil
abuso sexual infantil
 
Abuso sexual
Abuso sexualAbuso sexual
Abuso sexual
 
Jogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para AutistaJogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para Autista
 

Semelhante a A escola e a violência à criança e ao adolescente

-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
WilnaMargelaOliveira1
 
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkabuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
crasPREFNOVARESENDE
 
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuEloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Paulo Sérgio
 
Prostituição ou Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Prostituição ou Exploração Sexual de Crianças e AdolescentesProstituição ou Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Prostituição ou Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
SousaLeitee
 
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofiliaTrabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
Ohanny Menezes
 
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Maria Antonia
 
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Maria Antonia
 
26 DIREITO E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTEPEDOFILIA O LOBO MAU DA IN...
26 DIREITO E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTEPEDOFILIA O LOBO MAU DA IN...26 DIREITO E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTEPEDOFILIA O LOBO MAU DA IN...
26 DIREITO E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTEPEDOFILIA O LOBO MAU DA IN...
SimoneHelenDrumond
 
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentesViolência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Gleisi Hoffmann
 
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_webCartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
Rosemary Batista
 
Cartilha-abuso.pdf
Cartilha-abuso.pdfCartilha-abuso.pdf
Cartilha-abuso.pdf
GabrieleMachado16
 
Violencia domestica infantil
Violencia domestica infantilViolencia domestica infantil
Violencia domestica infantil
Leonardo Faria
 
Estupro
Estupro Estupro
Estupro
Karina Cunha
 
Prostituição infantil
Prostituição infantilProstituição infantil
Prostituição infantil
nany1523
 
Cartilha 2
Cartilha 2Cartilha 2
Cartilha 2
LLidiana
 
Juventude e cidadania
Juventude e cidadaniaJuventude e cidadania
Juventude e cidadania
Jonas Araújo
 
ESS - " Namoro sem violência"
ESS - " Namoro sem violência"ESS - " Namoro sem violência"
ESS - " Namoro sem violência"
Ilda Bicacro
 
AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...
AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...
AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...
SulenDeArajoNeves
 
Cultura do estupro
Cultura do estuproCultura do estupro
Cultura do estupro
Colégio Nova Geração COC
 
20170091-APRESENTACAO-EM-POWER-POINT-DA-CAMPANHA-18-DE-MAIO.pptx
20170091-APRESENTACAO-EM-POWER-POINT-DA-CAMPANHA-18-DE-MAIO.pptx20170091-APRESENTACAO-EM-POWER-POINT-DA-CAMPANHA-18-DE-MAIO.pptx
20170091-APRESENTACAO-EM-POWER-POINT-DA-CAMPANHA-18-DE-MAIO.pptx
Fernando636024
 

Semelhante a A escola e a violência à criança e ao adolescente (20)

-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
 
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkabuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuEloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
 
Prostituição ou Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Prostituição ou Exploração Sexual de Crianças e AdolescentesProstituição ou Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Prostituição ou Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
 
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofiliaTrabalho do curso de direito sobre pedofilia
Trabalho do curso de direito sobre pedofilia
 
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
 
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
Cartilha da campanha_contra_o_abuso_sexual_e_pedofilia (1)
 
26 DIREITO E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTEPEDOFILIA O LOBO MAU DA IN...
26 DIREITO E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTEPEDOFILIA O LOBO MAU DA IN...26 DIREITO E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTEPEDOFILIA O LOBO MAU DA IN...
26 DIREITO E O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTEPEDOFILIA O LOBO MAU DA IN...
 
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentesViolência e exploração sexual de crianças e adolescentes
Violência e exploração sexual de crianças e adolescentes
 
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_webCartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
Cartilha violencia contra_criancas_adolescentes_web
 
Cartilha-abuso.pdf
Cartilha-abuso.pdfCartilha-abuso.pdf
Cartilha-abuso.pdf
 
Violencia domestica infantil
Violencia domestica infantilViolencia domestica infantil
Violencia domestica infantil
 
Estupro
Estupro Estupro
Estupro
 
Prostituição infantil
Prostituição infantilProstituição infantil
Prostituição infantil
 
Cartilha 2
Cartilha 2Cartilha 2
Cartilha 2
 
Juventude e cidadania
Juventude e cidadaniaJuventude e cidadania
Juventude e cidadania
 
ESS - " Namoro sem violência"
ESS - " Namoro sem violência"ESS - " Namoro sem violência"
ESS - " Namoro sem violência"
 
AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...
AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...
AJUSTADO Violência contra crianças e adolescentes - como perceber os sinais e...
 
Cultura do estupro
Cultura do estuproCultura do estupro
Cultura do estupro
 
20170091-APRESENTACAO-EM-POWER-POINT-DA-CAMPANHA-18-DE-MAIO.pptx
20170091-APRESENTACAO-EM-POWER-POINT-DA-CAMPANHA-18-DE-MAIO.pptx20170091-APRESENTACAO-EM-POWER-POINT-DA-CAMPANHA-18-DE-MAIO.pptx
20170091-APRESENTACAO-EM-POWER-POINT-DA-CAMPANHA-18-DE-MAIO.pptx
 

A escola e a violência à criança e ao adolescente

  • 1. A escola e a violência à criança e ao adolescente
  • 2. "Concepções da professora acerca do abuso sexual infantil" Foi uma pesquisa elaborada em Julho/2003 por Rachel de Faria Brino, e Lúcia Cavalcanti de Albuquerque. Os resultados de tal pesquisa indicam que a maioria das educadoras possuía informações insuficientes acerca do tema e afirmava adotar procedimentos inadequados diante de casos de crianças que sofreram abusos sexuais.
  • 3. "O abuso sexual é a situação em que uma criança ou adolescente é usada para gratificação de um adulto ou mesmo de um adolescente mais velho, baseado em uma relação de poder, incluindo desde a manipulação da genitália, mama ou ânus, exploração sexual, voyeurismo, pornografia, exibicionismo, até o ato sexual com ou sem penetração, com ou sem violência." (ABRAPIA, 1992)
  • 4. Existem quatro categorias distintas de abuso sexual: • Pedofilia • Prostituição infantil • Exploração sexual infantil • Turismo sexual
  • 5. As consequências do abuso São de ordem psíquica, sendo um relevante fator a história da vida emocional de homens e mulheres com problemas conjugais, psicossociais e transtornos psiquiátricos.
  • 6. O comportamento das crianças abusadas sexualmente podem incluir: • O sentimento de culpa e vergonha; • Sentimento de ser má, por se sentir suja e de pouco valor; • Perda de confiança em outras pessoas; • Medo constante de sofrer novo abuso; • Depressão; • Na vida adulta: dificuldades de relacionamento social e de conquistas profissionais; • Impotência sexual; • Suicídio;
  • 7. Quais os dados atuais de casos revelados?  ABUSO SEXUAL   RIO DE JANEIRO  2ª cidade com maior número de denúncias   São Paulo em 1º lugar: 1.620 registros no ano passado   Rio: 1.322 registros no ano passado   vítimas: 79% meninas 21% meninos
  • 8. ABUSO SEXUAL 2011 ESTADO DO RIO 373 denúncias de abuso sexual   1º lugar, na Capital: 211 registros   As áreas mais críticas são: CENTRO 20 registros   COPACABANA 13 registros  
  • 9. CAMPO GRANDE (zona oeste) 9 registros                                                                                  fonte:                                                           Disque-Denúncia/ Rj
  • 10. Quem é o agressor sexual?
  • 12. O abuso ocorre em todas as classes sociais, raças e níveis educacionais Em todas as categorias, existe necessidade de tratamento tanto dos abusadores, quanto das vítimas. Não é raro ocorrer que a vítima torne-se uma abusador no futuro.
  • 13. A identificação de possíveis casos: Uma falsa crença é esperar que a criança abusada avise sempre sobre o que está acontecendo. Entretanto, a grande maioria das vezes, as vítimas de abuso são convencidas pelo abusador de que não devem dizer nada a ninguém. A primeira intenção da criança é, de fato, avisar a alguém sobre seu drama mas, em geral, nem sempre ela consegue fazer isso com facilidade, apresentando um discurso confuso e incompleto.
  • 14. O papel da escola acerca do assunto A violência por abuso sexual é mais difícil de ser identificada por não apresentar, na maioria dos casos, marcas físicas. Se aos profissionais envolvidos com a criança fosse possibilitado acesso à capacitação continuada, a identificação de vítimas possivelmente tornar-se-ia mais fácil. Considerando que a escola deve ter como objetivo garantir a qualidade de vida de sua clientela, bem como promover a cidadania, urge capacitar professores para enfrentarem a difícil questão do abuso sexual infantil.
  • 15. Legislação De acordo com dados da ABRAPIA (1997), no Brasil, tanto a Constituição Federal quanto o Código Penal e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) dispõem sobre a proteção da criança e do adolescente contra qualquer forma de abuso sexual e determinam as penalidades para os que praticam a agressão e para aqueles que se omitem a denunciá-los.
  • 17. A menininha tem seis aninhos de idade. É linda (como toda criança), com seus cachinhos castanhos e as covinhas no rosto angelical. Mas aparenta timidez e tristeza, incompatíveis com sua habitual alegria, sempre demonstrada pelo risinho cristalino. Questionada pela professora, a menininha se cala. Diante da insistência, acaba por falar: – o tio disse que eu não posso contar a ninguém... – contar o quê? – nada... Com muito carinho e, às vezes somente com ajuda profissional, a menininha finalmente revela que o “tio” (geralmente alguém próximo da família) dela abusou sexualmente. A criança se sente amedrontada e até pensa que tudo é culpa dela. Na verdade foi mais uma vítima de um sujeito frio de coração negro.
  • 19. UFRRJ / IM 2º período de Pedagogia Psicologia e Demandas Educacionais Carina Paiva Daiane Andrade Ilka Lima Luciana Paiva

Notas do Editor

  1. Lu fará em casa
  2. Tenho 33 figuras relacionadas ao tema...isso é o de menos para o trabalho rsrs
  3. Gente essa é a última página tá?! Mas o que eu vi no outro seminário me pareceu interessante...o fundo seria a foto dos componentes do grupo. O que vocês acham? Eu vi e achei legal... (Daiane)