SlideShare uma empresa Scribd logo
Internet e Redes Sociais Digitais
   como Instrumento para os
      Movimentos Sociais.

              Data: 10-Jan-2013
                         CESEP
André Luís Bordignon
                                        albordignon@gmail.com
                                 www.twiter.com/andrebordignon
                                  ●
                                    Facebook: Andre Bordignon

         albordignon@gmail.com
            @andrebordignon
Poder
                         ●   “O poder real não é o poder da polícia ou do
Manuel Castells é um         exército: estes só são utilizados em último caso,
sociólogo espanhol.
Entre 1967 e 1979
                             quando as coisas estão muito mal para o
lecionou na
Universidade de Paris,
                             interesse dos poderosos. O mais importante, se
primeiro no campus de        você quiser ter poder sobre mim, é conseguir que
Nanterre e, em 1970,
na "École des Hautes         eu pense de uma forma que favoreça o que você
Études en Sciences
Sociales"                    quer, ou que se resigne. Aí está o poder!
                             Portanto, o essencial é o poder que está na
                             mente, e a mente se organiza em função de
                             redes de comunicação, redes neurológicas no
                             nosso cérebro, que estão em contato com as
                             redes de comunicação em nosso entorno. Quem
                             controla a comunicação controla o cérebro e
                             dessa forma controla o poder.”
O que é a Internet




      albordignon@gmail.com   4
         @andrebordignon
INTERNET




                                    Linguagem é o
                                         TCP
                                     (Aberta, livre,
                                       pública)
           albordignon@gmail.com    Transmission5
              @andrebordignon      Control Protocol
“...a Internet nasceu da improvável
interseção da big science, da
pesquisa militar e da cultura
libertária.” Manuel Castells.


“Os sistemas tecnológicos são
socialmente produzidos. A produção
social é estruturada culturalmente. A
cultura dos produtores da Internet
moldou o meio.” Manuel Castells



                     albordignon@gmail.com   6
                        @andrebordignon
Internet é
●   Democracia                                      ●   Denúncia
    ●   Qualquer pessoa pode adicionar
        informações na rede e disponibilizar para
                                                        ●   Posso denunciar injustiças,
        bilhões de pessoas.                                 irregularidades, abusos de
●   Colaboração                                             poder. E o melhor, posso fazer
                                                            isso anonimamente.
    ●   Posso aprender, posso ensinar na rede.
●   Interação                                       ●   Radicalizar a democracia
    ●   Amigos, conversas, tristezas, alegrias          ●   Poderíamos ter através da
        compartilhadas através das redes sociais.           Internet uma democracia muito
●   Cidadania                                               mais participativa do que a
    ●   Eu tenho o mesmo direito que os outros              representativa
        milhões de brasileiros e brasileiras que
        acessam.
●   Acompanhamento
    ●   Posso acompanhar o trabalho daqueles
        que comandam o país de maneira muito
        mais fácil e simples.


                                       albordignon@gmail.com
                                          @andrebordignon
Veículo mais
                 Democrático
          Invetado pelo Ser Humano
albordignon@gmail.com
   @andrebordignon
Benkler nos diz
                 ●   A economia de informação em rede melhora a
Yochai Benkler       capacidade prática de indivíduos em três
é um professor
da escola de         dimensões:
direito na
Universidade             1. ela melhora a capacidade dos indivíduos
de Harvard,                  fazer mais para e por eles próprios;
que escreve
sobre a                  2. ela aumenta a sua capacidade de fazer
Internet e o
surgimento da                mais coletivamente, sem ser limitado a
economia da                  organizar a sua relação por um sistema
sociedade em
rede, bem                    de preços ou por sistemas tradicionais
como sobre a                 hierárquicos tradicionais de
organização
da infra-                    organizações sociais e econômicas;
estrutura, por
exemplo, a               3. ela melhora a capacidade de indivíduos
comunicação                  fazerem mais em organizações formais
sem fios.
                             que operam fora da esfera do mercado.
Fazer mais para e por
        nós mesmos
Organizações
formais que operam
   fora da esfera do
           mercado.
Fazer mais pelo bem
       bem comum
Trecho do Filme
                  Turning Information
                           into Action
●   2:30 à 8:30
O poder da Internet




Fonte:
http://www.alexa.com/topsites
Perda da
Hegemonia
Variação do IBOPE

                                 Audiência TV Aberta


           19

           17

           15

           13
                                                                        2011
                                                                        2012
           11

            9

            7

            5

            3

            1
                Globo   Record      SBT                Band   Cultura




Globo tem o pior desempenho da história
E para onde estão indo
      esses pontos de
           audiência?
O que precisamos
                            fazer?
●   Precisamos aumentar o número de
    emissores de notícias e análises.
●   Precisamos nos informar através de
    maior diversificação de emissores.
Redes Sociais

  O que estão
 fazendo com
        elas?
Vídeo do 15M
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
David Ugarte, em seu texto: O Poder da Redes, considera que as
 tentativas de controle são ineficazes uma vez que em uma rede
 distribuída, "por definição, ninguém depende exclusivamente de
   ninguém para poder levar a qualquer outro sua mensagem.
                 Não há filtros únicos" (2008: 26).
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
@samadeu




"todo ator individual decide sobre si mesmo,
     mas carece da capacidade e da
 oportunidade para decidir sobre qualquer
             dos demais atores".

    (Alexander Bard e Jan Söderqvist)
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
Em 2010 a ONU declarou
que o acesso a Internet é
     um direito humano.
                    Acesso a Internet como um
                               Direito Humano
Internet sob Ataque
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
Algumas Ferramentas
●   Paper.li – crie seu próprio jornal
    baseado nos seus contatos do
    Facebook e Twitter.
●   Google Reader – adicione os seus
    blogs em um único local para fazer sua
    leitura diária.
●   Google Alert
O Poder das Redes Sociais
●   Reclame Aqui - http://www.reclameaqui.com.br/
●   Adote um Vereador -
    http://vereadores.wikia.com/wiki/P%C3%A1gina_principal
●   Google Alert - http://www.google.com/alerts
●   Bibliotecas - http://www.bvce.org/LivrosBrasileiros.asp
●   Donos da Mídia - http://donosdamidia.com.br/inicial
●   Músicas Livres e Gratuitas - http://www.jamendo.com/br/
●   Global Voices - http://pt.globalvoicesonline.org/
●   Coleta de lixo eletrônico e pilhas - http://www.e-lixo.org/
●   Blog Dados e Fatos - http://fatosedados.blogspetrobras.com.br/




                              albordignon@gmail.com
                                 @andrebordignon
Obrigado !!!
   André Luís Bordignon
albordignon@gmail.com
      @andrebordignon
      Andre.l.bordignon
Referências
1. Castells quer tecer alternativas:
http://www.outraspalavras.net/2012/08/03/castells-quer-tecer-alternativas/
2.Conjunto de slides apresentados na 1ª Semana de Cultura Digital de
Campinas por Sérgio Amadeu.
3. Livro A Galáxia da Internet de Manuel Castells.
4. Site Alexa.
E como nós em Campinas
     fazemos isso?
nossa missão
Promover a inclusão social
utilizando as tecnologias
de informação e comunicação
como um instrumento
para a construção e o exercício
da cidadania.
                         nossos valores
                         solidariedade - o que nos move
                         cooperação - como trabalhamos

                         organização - para ser eficiente
                         transparente - para ter
                         credibilidade
                         não assistencialista - para
                         transformar vidas
                         não partidário - para influir em
                         políticas públicas
                         sem vínculos religiosos - para
                         engajar a todos
Qualidade de acesso

Segundo Manuel Castells:

“Na sociedade da Internet, o complicado não é saber navegar, mas saber onde
  ir, onde buscar o que se quer encontrar e o que fazer com o que se
  encontra. Isso requer educação. Na realidade, a Internet amplifica a velha
  exclusão social da história, que é o nível de educação. O mais importante
  segue sendo o acesso ao trabalho e à carreira profissional e, ainda
  anteriormente, ao nível educativo, porque sem educação, a tecnologia não
  serve para nada.“



                                                                               63
Falha de São Paulo




    albordignon@gmail.com
       @andrebordignon

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Internet das Coisas - Conceitos, tecnologias e aplicações
Internet das Coisas - Conceitos, tecnologias e aplicaçõesInternet das Coisas - Conceitos, tecnologias e aplicações
Internet das Coisas - Conceitos, tecnologias e aplicações
Fabio Souza
 
Indústria Cultural
Indústria CulturalIndústria Cultural
Indústria Cultural
Munis Pedro
 
Inclusão Digital no Brasil
Inclusão Digital no BrasilInclusão Digital no Brasil
Inclusão Digital no Brasil
Daniel Caixeta Queiroz Garcia
 
Alfabetização digital
Alfabetização digitalAlfabetização digital
Alfabetização digital
Edkallenn Lima
 
Mídias digitais - Apresentação da Aula 01 (04/08/12)
Mídias digitais - Apresentação da Aula 01 (04/08/12)Mídias digitais - Apresentação da Aula 01 (04/08/12)
Mídias digitais - Apresentação da Aula 01 (04/08/12)
Talita Moretto
 
As transformações na era digital
As transformações na era digitalAs transformações na era digital
As transformações na era digital
Ricardo Henrique Roson
 
Aula 2 - Design de Produto 2
Aula 2 - Design de Produto 2Aula 2 - Design de Produto 2
Aula 2 - Design de Produto 2
Tiago Cruz
 
Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
André Pase
 
Cibercultura - Pierre LÉvy - Decupando e comentando o livro
Cibercultura -   Pierre LÉvy - Decupando e comentando o livroCibercultura -   Pierre LÉvy - Decupando e comentando o livro
Cibercultura - Pierre LÉvy - Decupando e comentando o livro
Carlos Nepomuceno (Nepô)
 
ÉTica e cidadania Profº Gilberto de Jesus
ÉTica e cidadania Profº Gilberto de JesusÉTica e cidadania Profº Gilberto de Jesus
ÉTica e cidadania Profº Gilberto de Jesus
Gilberto de Jesus
 
Sociologia em movimento - Volume único.pdf
Sociologia em movimento - Volume único.pdfSociologia em movimento - Volume único.pdf
Sociologia em movimento - Volume único.pdf
VIVIANENASCIMENTOSIL2
 
Interfaces do Conhecimento Senso Comum, Mito, Religião, Filosofia e Ciência.pptx
Interfaces do Conhecimento Senso Comum, Mito, Religião, Filosofia e Ciência.pptxInterfaces do Conhecimento Senso Comum, Mito, Religião, Filosofia e Ciência.pptx
Interfaces do Conhecimento Senso Comum, Mito, Religião, Filosofia e Ciência.pptx
Antonio Gilberto De Aquino e Silva
 
teoria Crítica e Escola de Frankfurt
teoria Crítica e Escola de Frankfurtteoria Crítica e Escola de Frankfurt
teoria Crítica e Escola de Frankfurt
Lucio Braga
 
Internet das Coisas - Conectando você e tudo ao seu redor
Internet das Coisas - Conectando você e tudo ao seu redorInternet das Coisas - Conectando você e tudo ao seu redor
Internet das Coisas - Conectando você e tudo ao seu redor
André Curvello
 
14-04-01_Folkcomunicação
14-04-01_Folkcomunicação14-04-01_Folkcomunicação
14-04-01_Folkcomunicação
Agnes Arruda
 
.INTELIGÊNCIA ARTIFICIAEVIDÊNCIAS DO MUNDO REAL - UFPI DEZ, 2022.ppt
.INTELIGÊNCIA ARTIFICIAEVIDÊNCIAS DO MUNDO REAL - UFPI DEZ, 2022.ppt.INTELIGÊNCIA ARTIFICIAEVIDÊNCIAS DO MUNDO REAL - UFPI DEZ, 2022.ppt
.INTELIGÊNCIA ARTIFICIAEVIDÊNCIAS DO MUNDO REAL - UFPI DEZ, 2022.ppt
Prof. Lobo
 
Cap.16: Sociologia da Comunicação
Cap.16: Sociologia da ComunicaçãoCap.16: Sociologia da Comunicação
Cap.16: Sociologia da Comunicação
roberto mosca junior
 
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao finalAula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Gilberto Campos
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
Moacyr Anício
 
Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
Amábile Piacentine
 

Mais procurados (20)

Internet das Coisas - Conceitos, tecnologias e aplicações
Internet das Coisas - Conceitos, tecnologias e aplicaçõesInternet das Coisas - Conceitos, tecnologias e aplicações
Internet das Coisas - Conceitos, tecnologias e aplicações
 
Indústria Cultural
Indústria CulturalIndústria Cultural
Indústria Cultural
 
Inclusão Digital no Brasil
Inclusão Digital no BrasilInclusão Digital no Brasil
Inclusão Digital no Brasil
 
Alfabetização digital
Alfabetização digitalAlfabetização digital
Alfabetização digital
 
Mídias digitais - Apresentação da Aula 01 (04/08/12)
Mídias digitais - Apresentação da Aula 01 (04/08/12)Mídias digitais - Apresentação da Aula 01 (04/08/12)
Mídias digitais - Apresentação da Aula 01 (04/08/12)
 
As transformações na era digital
As transformações na era digitalAs transformações na era digital
As transformações na era digital
 
Aula 2 - Design de Produto 2
Aula 2 - Design de Produto 2Aula 2 - Design de Produto 2
Aula 2 - Design de Produto 2
 
Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
 
Cibercultura - Pierre LÉvy - Decupando e comentando o livro
Cibercultura -   Pierre LÉvy - Decupando e comentando o livroCibercultura -   Pierre LÉvy - Decupando e comentando o livro
Cibercultura - Pierre LÉvy - Decupando e comentando o livro
 
ÉTica e cidadania Profº Gilberto de Jesus
ÉTica e cidadania Profº Gilberto de JesusÉTica e cidadania Profº Gilberto de Jesus
ÉTica e cidadania Profº Gilberto de Jesus
 
Sociologia em movimento - Volume único.pdf
Sociologia em movimento - Volume único.pdfSociologia em movimento - Volume único.pdf
Sociologia em movimento - Volume único.pdf
 
Interfaces do Conhecimento Senso Comum, Mito, Religião, Filosofia e Ciência.pptx
Interfaces do Conhecimento Senso Comum, Mito, Religião, Filosofia e Ciência.pptxInterfaces do Conhecimento Senso Comum, Mito, Religião, Filosofia e Ciência.pptx
Interfaces do Conhecimento Senso Comum, Mito, Religião, Filosofia e Ciência.pptx
 
teoria Crítica e Escola de Frankfurt
teoria Crítica e Escola de Frankfurtteoria Crítica e Escola de Frankfurt
teoria Crítica e Escola de Frankfurt
 
Internet das Coisas - Conectando você e tudo ao seu redor
Internet das Coisas - Conectando você e tudo ao seu redorInternet das Coisas - Conectando você e tudo ao seu redor
Internet das Coisas - Conectando você e tudo ao seu redor
 
14-04-01_Folkcomunicação
14-04-01_Folkcomunicação14-04-01_Folkcomunicação
14-04-01_Folkcomunicação
 
.INTELIGÊNCIA ARTIFICIAEVIDÊNCIAS DO MUNDO REAL - UFPI DEZ, 2022.ppt
.INTELIGÊNCIA ARTIFICIAEVIDÊNCIAS DO MUNDO REAL - UFPI DEZ, 2022.ppt.INTELIGÊNCIA ARTIFICIAEVIDÊNCIAS DO MUNDO REAL - UFPI DEZ, 2022.ppt
.INTELIGÊNCIA ARTIFICIAEVIDÊNCIAS DO MUNDO REAL - UFPI DEZ, 2022.ppt
 
Cap.16: Sociologia da Comunicação
Cap.16: Sociologia da ComunicaçãoCap.16: Sociologia da Comunicação
Cap.16: Sociologia da Comunicação
 
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao finalAula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
Cibercultura
CiberculturaCibercultura
Cibercultura
 

Destaque

Slides construçoes
Slides construçoesSlides construçoes
Slides construçoes
Patricia Costa
 
Cidadao digital estrategias
Cidadao digital estrategiasCidadao digital estrategias
Cidadao digital estrategias
cidadaoemrede
 
Mobilizacao Social na Internet
Mobilizacao Social na InternetMobilizacao Social na Internet
Mobilizacao Social na Internet
Rodrigo Gonçalves
 
Internet e cidadania
 Internet e cidadania Internet e cidadania
Internet e cidadania
wab030
 
Rede e Rua: o Processo da Adoção da Hashtag #VemPraRua nos Protestos Brasilei...
Rede e Rua: o Processo da Adoção da Hashtag #VemPraRua nos Protestos Brasilei...Rede e Rua: o Processo da Adoção da Hashtag #VemPraRua nos Protestos Brasilei...
Rede e Rua: o Processo da Adoção da Hashtag #VemPraRua nos Protestos Brasilei...
Allan Cancian Marquez
 
Internet e Educação
Internet e EducaçãoInternet e Educação
Internet e Educação
wab030
 

Destaque (6)

Slides construçoes
Slides construçoesSlides construçoes
Slides construçoes
 
Cidadao digital estrategias
Cidadao digital estrategiasCidadao digital estrategias
Cidadao digital estrategias
 
Mobilizacao Social na Internet
Mobilizacao Social na InternetMobilizacao Social na Internet
Mobilizacao Social na Internet
 
Internet e cidadania
 Internet e cidadania Internet e cidadania
Internet e cidadania
 
Rede e Rua: o Processo da Adoção da Hashtag #VemPraRua nos Protestos Brasilei...
Rede e Rua: o Processo da Adoção da Hashtag #VemPraRua nos Protestos Brasilei...Rede e Rua: o Processo da Adoção da Hashtag #VemPraRua nos Protestos Brasilei...
Rede e Rua: o Processo da Adoção da Hashtag #VemPraRua nos Protestos Brasilei...
 
Internet e Educação
Internet e EducaçãoInternet e Educação
Internet e Educação
 

Semelhante a Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais

Internet, Cidadania e Educação
Internet, Cidadania e EducaçãoInternet, Cidadania e Educação
Internet, Cidadania e Educação
wab030
 
A sociedade da colaboração um ensaio
A sociedade da colaboração um ensaioA sociedade da colaboração um ensaio
A sociedade da colaboração um ensaio
Eng. Eduardo F. dos Santos
 
Internet e Midias Sociais
Internet e Midias SociaisInternet e Midias Sociais
Internet e Midias Sociais
wab030
 
Cultura participatória
Cultura participatóriaCultura participatória
Cultura participatória
João Pinto
 
Tecnologias e Mídias Sociais para Mudanças Sociais s soci...
Tecnologias e Mídias Sociais para Mudanças Sociais                     s soci...Tecnologias e Mídias Sociais para Mudanças Sociais                     s soci...
Tecnologias e Mídias Sociais para Mudanças Sociais s soci...
Social Good Brasil
 
Brasil participativo
Brasil participativoBrasil participativo
Brasil participativo
minasdecide
 
Palestra: O impacto das midias e redes sociais
Palestra: O impacto das midias e redes sociaisPalestra: O impacto das midias e redes sociais
Palestra: O impacto das midias e redes sociais
Estácio FAP e UFPA
 
Brasil participativo
Brasil participativoBrasil participativo
Brasil participativo
minasdecide
 
Rede cidadao digital
Rede cidadao digitalRede cidadao digital
Rede cidadao digital
cidadaoemrede
 
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais portuguêsTecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Fernanda Bornhausen Sá
 
A cultura da participação
A cultura da participaçãoA cultura da participação
A cultura da participação
Laura Lopes
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
marcoscampos555
 
Desvendando as Redes Sociais
Desvendando as Redes SociaisDesvendando as Redes Sociais
Desvendando as Redes Sociais
Ibrahim Cesar
 
A Internet como ferramenta de garantia de direitos
A Internet como ferramenta de garantia de direitosA Internet como ferramenta de garantia de direitos
A Internet como ferramenta de garantia de direitos
guest26c1d8
 
Ficha tic-dr4
Ficha tic-dr4Ficha tic-dr4
Ficha tic-dr4
karlnf
 
Mobilização nas Redes Sociais - 1º ETC Bahia - Pedro Cordier
Mobilização nas Redes Sociais - 1º ETC Bahia - Pedro CordierMobilização nas Redes Sociais - 1º ETC Bahia - Pedro Cordier
Mobilização nas Redes Sociais - 1º ETC Bahia - Pedro Cordier
Pedro Cordier
 
1/3 - Rede Social e Mídia Social - O que é?
1/3 - Rede Social e Mídia Social - O que é?1/3 - Rede Social e Mídia Social - O que é?
1/3 - Rede Social e Mídia Social - O que é?
Otimização de Site
 
Comunicação Digital: Organizações perdidas em um mundo de nativos digitais
Comunicação Digital:  Organizações perdidas em um mundo de nativos digitaisComunicação Digital:  Organizações perdidas em um mundo de nativos digitais
Comunicação Digital: Organizações perdidas em um mundo de nativos digitais
🎯Renatho Sinuma MBA™®🎓
 
O brasil que queremos ser agora apresentacao
O brasil que queremos ser agora apresentacaoO brasil que queremos ser agora apresentacao
O brasil que queremos ser agora apresentacao
minasdecide
 
O efeito do Comportamento na Comunicação - Aula 01 - Faculdade CCAA
O efeito do Comportamento na Comunicação - Aula 01 - Faculdade CCAAO efeito do Comportamento na Comunicação - Aula 01 - Faculdade CCAA
O efeito do Comportamento na Comunicação - Aula 01 - Faculdade CCAA
🎯Renatho Sinuma MBA™®🎓
 

Semelhante a Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais (20)

Internet, Cidadania e Educação
Internet, Cidadania e EducaçãoInternet, Cidadania e Educação
Internet, Cidadania e Educação
 
A sociedade da colaboração um ensaio
A sociedade da colaboração um ensaioA sociedade da colaboração um ensaio
A sociedade da colaboração um ensaio
 
Internet e Midias Sociais
Internet e Midias SociaisInternet e Midias Sociais
Internet e Midias Sociais
 
Cultura participatória
Cultura participatóriaCultura participatória
Cultura participatória
 
Tecnologias e Mídias Sociais para Mudanças Sociais s soci...
Tecnologias e Mídias Sociais para Mudanças Sociais                     s soci...Tecnologias e Mídias Sociais para Mudanças Sociais                     s soci...
Tecnologias e Mídias Sociais para Mudanças Sociais s soci...
 
Brasil participativo
Brasil participativoBrasil participativo
Brasil participativo
 
Palestra: O impacto das midias e redes sociais
Palestra: O impacto das midias e redes sociaisPalestra: O impacto das midias e redes sociais
Palestra: O impacto das midias e redes sociais
 
Brasil participativo
Brasil participativoBrasil participativo
Brasil participativo
 
Rede cidadao digital
Rede cidadao digitalRede cidadao digital
Rede cidadao digital
 
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais portuguêsTecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
 
A cultura da participação
A cultura da participaçãoA cultura da participação
A cultura da participação
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Desvendando as Redes Sociais
Desvendando as Redes SociaisDesvendando as Redes Sociais
Desvendando as Redes Sociais
 
A Internet como ferramenta de garantia de direitos
A Internet como ferramenta de garantia de direitosA Internet como ferramenta de garantia de direitos
A Internet como ferramenta de garantia de direitos
 
Ficha tic-dr4
Ficha tic-dr4Ficha tic-dr4
Ficha tic-dr4
 
Mobilização nas Redes Sociais - 1º ETC Bahia - Pedro Cordier
Mobilização nas Redes Sociais - 1º ETC Bahia - Pedro CordierMobilização nas Redes Sociais - 1º ETC Bahia - Pedro Cordier
Mobilização nas Redes Sociais - 1º ETC Bahia - Pedro Cordier
 
1/3 - Rede Social e Mídia Social - O que é?
1/3 - Rede Social e Mídia Social - O que é?1/3 - Rede Social e Mídia Social - O que é?
1/3 - Rede Social e Mídia Social - O que é?
 
Comunicação Digital: Organizações perdidas em um mundo de nativos digitais
Comunicação Digital:  Organizações perdidas em um mundo de nativos digitaisComunicação Digital:  Organizações perdidas em um mundo de nativos digitais
Comunicação Digital: Organizações perdidas em um mundo de nativos digitais
 
O brasil que queremos ser agora apresentacao
O brasil que queremos ser agora apresentacaoO brasil que queremos ser agora apresentacao
O brasil que queremos ser agora apresentacao
 
O efeito do Comportamento na Comunicação - Aula 01 - Faculdade CCAA
O efeito do Comportamento na Comunicação - Aula 01 - Faculdade CCAAO efeito do Comportamento na Comunicação - Aula 01 - Faculdade CCAA
O efeito do Comportamento na Comunicação - Aula 01 - Faculdade CCAA
 

Mais de wab030

Programe ou seja programado
Programe ou seja programadoPrograme ou seja programado
Programe ou seja programado
wab030
 
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
wab030
 
Hp0061
Hp0061Hp0061
Hp0061
wab030
 
Internet e educação
Internet e educaçãoInternet e educação
Internet e educação
wab030
 
Alimentos Orgânicos - Melhor para sua saúde
Alimentos Orgânicos - Melhor para sua saúdeAlimentos Orgânicos - Melhor para sua saúde
Alimentos Orgânicos - Melhor para sua saúde
wab030
 
Notas b2redes
Notas b2redesNotas b2redes
Notas b2redes
wab030
 
Notas info+banco
Notas info+bancoNotas info+banco
Notas info+banco
wab030
 
Aula 10 camada de rede
Aula 10   camada de redeAula 10   camada de rede
Aula 10 camada de rede
wab030
 
Aula 12 revisãodos exercícios
Aula 12   revisãodos exercíciosAula 12   revisãodos exercícios
Aula 12 revisãodos exercícios
wab030
 
Aula 10 maquinade turing
Aula 10   maquinade turingAula 10   maquinade turing
Aula 10 maquinade turing
wab030
 
Wireshark ip sept_15_2009
Wireshark ip sept_15_2009Wireshark ip sept_15_2009
Wireshark ip sept_15_2009
wab030
 
Aula 10 camada de rede
Aula 10   camada de redeAula 10   camada de rede
Aula 10 camada de rede
wab030
 
Aula 9 conceitos gerais de Rede
Aula 9   conceitos gerais de RedeAula 9   conceitos gerais de Rede
Aula 9 conceitos gerais de Rede
wab030
 
Wireshark UDP
Wireshark UDPWireshark UDP
Wireshark UDP
wab030
 
Notas b1 redes
Notas b1 redesNotas b1 redes
Notas b1 redes
wab030
 
Notas b1 info+banco
Notas b1 info+bancoNotas b1 info+banco
Notas b1 info+banco
wab030
 
Aula 9 camada de rede
Aula 9   camada de redeAula 9   camada de rede
Aula 9 camada de rede
wab030
 
Aula 8 camada de transporte ii
Aula 8   camada de transporte iiAula 8   camada de transporte ii
Aula 8 camada de transporte ii
wab030
 
Aula 11 automato finitocomsaida
Aula 11   automato finitocomsaidaAula 11   automato finitocomsaida
Aula 11 automato finitocomsaida
wab030
 
Aula 10 minimizaçãode automato
Aula 10   minimizaçãode automatoAula 10   minimizaçãode automato
Aula 10 minimizaçãode automato
wab030
 

Mais de wab030 (20)

Programe ou seja programado
Programe ou seja programadoPrograme ou seja programado
Programe ou seja programado
 
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
A internet como espaço de mobilidade social: democratização e regulamentação ...
 
Hp0061
Hp0061Hp0061
Hp0061
 
Internet e educação
Internet e educaçãoInternet e educação
Internet e educação
 
Alimentos Orgânicos - Melhor para sua saúde
Alimentos Orgânicos - Melhor para sua saúdeAlimentos Orgânicos - Melhor para sua saúde
Alimentos Orgânicos - Melhor para sua saúde
 
Notas b2redes
Notas b2redesNotas b2redes
Notas b2redes
 
Notas info+banco
Notas info+bancoNotas info+banco
Notas info+banco
 
Aula 10 camada de rede
Aula 10   camada de redeAula 10   camada de rede
Aula 10 camada de rede
 
Aula 12 revisãodos exercícios
Aula 12   revisãodos exercíciosAula 12   revisãodos exercícios
Aula 12 revisãodos exercícios
 
Aula 10 maquinade turing
Aula 10   maquinade turingAula 10   maquinade turing
Aula 10 maquinade turing
 
Wireshark ip sept_15_2009
Wireshark ip sept_15_2009Wireshark ip sept_15_2009
Wireshark ip sept_15_2009
 
Aula 10 camada de rede
Aula 10   camada de redeAula 10   camada de rede
Aula 10 camada de rede
 
Aula 9 conceitos gerais de Rede
Aula 9   conceitos gerais de RedeAula 9   conceitos gerais de Rede
Aula 9 conceitos gerais de Rede
 
Wireshark UDP
Wireshark UDPWireshark UDP
Wireshark UDP
 
Notas b1 redes
Notas b1 redesNotas b1 redes
Notas b1 redes
 
Notas b1 info+banco
Notas b1 info+bancoNotas b1 info+banco
Notas b1 info+banco
 
Aula 9 camada de rede
Aula 9   camada de redeAula 9   camada de rede
Aula 9 camada de rede
 
Aula 8 camada de transporte ii
Aula 8   camada de transporte iiAula 8   camada de transporte ii
Aula 8 camada de transporte ii
 
Aula 11 automato finitocomsaida
Aula 11   automato finitocomsaidaAula 11   automato finitocomsaida
Aula 11 automato finitocomsaida
 
Aula 10 minimizaçãode automato
Aula 10   minimizaçãode automatoAula 10   minimizaçãode automato
Aula 10 minimizaçãode automato
 

Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais

  • 1. Internet e Redes Sociais Digitais como Instrumento para os Movimentos Sociais. Data: 10-Jan-2013 CESEP
  • 2. André Luís Bordignon albordignon@gmail.com www.twiter.com/andrebordignon ● Facebook: Andre Bordignon albordignon@gmail.com @andrebordignon
  • 3. Poder ● “O poder real não é o poder da polícia ou do Manuel Castells é um exército: estes só são utilizados em último caso, sociólogo espanhol. Entre 1967 e 1979 quando as coisas estão muito mal para o lecionou na Universidade de Paris, interesse dos poderosos. O mais importante, se primeiro no campus de você quiser ter poder sobre mim, é conseguir que Nanterre e, em 1970, na "École des Hautes eu pense de uma forma que favoreça o que você Études en Sciences Sociales" quer, ou que se resigne. Aí está o poder! Portanto, o essencial é o poder que está na mente, e a mente se organiza em função de redes de comunicação, redes neurológicas no nosso cérebro, que estão em contato com as redes de comunicação em nosso entorno. Quem controla a comunicação controla o cérebro e dessa forma controla o poder.”
  • 4. O que é a Internet albordignon@gmail.com 4 @andrebordignon
  • 5. INTERNET Linguagem é o TCP (Aberta, livre, pública) albordignon@gmail.com Transmission5 @andrebordignon Control Protocol
  • 6. “...a Internet nasceu da improvável interseção da big science, da pesquisa militar e da cultura libertária.” Manuel Castells. “Os sistemas tecnológicos são socialmente produzidos. A produção social é estruturada culturalmente. A cultura dos produtores da Internet moldou o meio.” Manuel Castells albordignon@gmail.com 6 @andrebordignon
  • 7. Internet é ● Democracia ● Denúncia ● Qualquer pessoa pode adicionar informações na rede e disponibilizar para ● Posso denunciar injustiças, bilhões de pessoas. irregularidades, abusos de ● Colaboração poder. E o melhor, posso fazer isso anonimamente. ● Posso aprender, posso ensinar na rede. ● Interação ● Radicalizar a democracia ● Amigos, conversas, tristezas, alegrias ● Poderíamos ter através da compartilhadas através das redes sociais. Internet uma democracia muito ● Cidadania mais participativa do que a ● Eu tenho o mesmo direito que os outros representativa milhões de brasileiros e brasileiras que acessam. ● Acompanhamento ● Posso acompanhar o trabalho daqueles que comandam o país de maneira muito mais fácil e simples. albordignon@gmail.com @andrebordignon
  • 8. Veículo mais Democrático Invetado pelo Ser Humano albordignon@gmail.com @andrebordignon
  • 9. Benkler nos diz ● A economia de informação em rede melhora a Yochai Benkler capacidade prática de indivíduos em três é um professor da escola de dimensões: direito na Universidade 1. ela melhora a capacidade dos indivíduos de Harvard, fazer mais para e por eles próprios; que escreve sobre a 2. ela aumenta a sua capacidade de fazer Internet e o surgimento da mais coletivamente, sem ser limitado a economia da organizar a sua relação por um sistema sociedade em rede, bem de preços ou por sistemas tradicionais como sobre a hierárquicos tradicionais de organização da infra- organizações sociais e econômicas; estrutura, por exemplo, a 3. ela melhora a capacidade de indivíduos comunicação fazerem mais em organizações formais sem fios. que operam fora da esfera do mercado.
  • 10. Fazer mais para e por nós mesmos
  • 11. Organizações formais que operam fora da esfera do mercado.
  • 12. Fazer mais pelo bem bem comum
  • 13. Trecho do Filme Turning Information into Action ● 2:30 à 8:30
  • 14. O poder da Internet Fonte: http://www.alexa.com/topsites
  • 16. Variação do IBOPE Audiência TV Aberta 19 17 15 13 2011 2012 11 9 7 5 3 1 Globo Record SBT Band Cultura Globo tem o pior desempenho da história
  • 17. E para onde estão indo esses pontos de audiência?
  • 18. O que precisamos fazer? ● Precisamos aumentar o número de emissores de notícias e análises. ● Precisamos nos informar através de maior diversificação de emissores.
  • 19. Redes Sociais O que estão fazendo com elas?
  • 38. David Ugarte, em seu texto: O Poder da Redes, considera que as tentativas de controle são ineficazes uma vez que em uma rede distribuída, "por definição, ninguém depende exclusivamente de ninguém para poder levar a qualquer outro sua mensagem. Não há filtros únicos" (2008: 26).
  • 40. @samadeu "todo ator individual decide sobre si mesmo, mas carece da capacidade e da oportunidade para decidir sobre qualquer dos demais atores". (Alexander Bard e Jan Söderqvist)
  • 44. Em 2010 a ONU declarou que o acesso a Internet é um direito humano. Acesso a Internet como um Direito Humano
  • 57. Algumas Ferramentas ● Paper.li – crie seu próprio jornal baseado nos seus contatos do Facebook e Twitter. ● Google Reader – adicione os seus blogs em um único local para fazer sua leitura diária. ● Google Alert
  • 58. O Poder das Redes Sociais ● Reclame Aqui - http://www.reclameaqui.com.br/ ● Adote um Vereador - http://vereadores.wikia.com/wiki/P%C3%A1gina_principal ● Google Alert - http://www.google.com/alerts ● Bibliotecas - http://www.bvce.org/LivrosBrasileiros.asp ● Donos da Mídia - http://donosdamidia.com.br/inicial ● Músicas Livres e Gratuitas - http://www.jamendo.com/br/ ● Global Voices - http://pt.globalvoicesonline.org/ ● Coleta de lixo eletrônico e pilhas - http://www.e-lixo.org/ ● Blog Dados e Fatos - http://fatosedados.blogspetrobras.com.br/ albordignon@gmail.com @andrebordignon
  • 59. Obrigado !!! André Luís Bordignon albordignon@gmail.com @andrebordignon Andre.l.bordignon
  • 60. Referências 1. Castells quer tecer alternativas: http://www.outraspalavras.net/2012/08/03/castells-quer-tecer-alternativas/ 2.Conjunto de slides apresentados na 1ª Semana de Cultura Digital de Campinas por Sérgio Amadeu. 3. Livro A Galáxia da Internet de Manuel Castells. 4. Site Alexa.
  • 61. E como nós em Campinas fazemos isso?
  • 62. nossa missão Promover a inclusão social utilizando as tecnologias de informação e comunicação como um instrumento para a construção e o exercício da cidadania. nossos valores solidariedade - o que nos move cooperação - como trabalhamos organização - para ser eficiente transparente - para ter credibilidade não assistencialista - para transformar vidas não partidário - para influir em políticas públicas sem vínculos religiosos - para engajar a todos
  • 63. Qualidade de acesso Segundo Manuel Castells: “Na sociedade da Internet, o complicado não é saber navegar, mas saber onde ir, onde buscar o que se quer encontrar e o que fazer com o que se encontra. Isso requer educação. Na realidade, a Internet amplifica a velha exclusão social da história, que é o nível de educação. O mais importante segue sendo o acesso ao trabalho e à carreira profissional e, ainda anteriormente, ao nível educativo, porque sem educação, a tecnologia não serve para nada.“ 63
  • 64. Falha de São Paulo albordignon@gmail.com @andrebordignon

Notas do Editor

  1. André Luís Bordignon Diretor do C.D.I. Campinas – Comitê para Democratização da Informática Mestre em Engenharia da Computação pela UNICAMP Graduado em Matemática Aplicada e Computacional pela UNICAMP e-mail: andre_bordignon@yahoo.com.br Twiter: www.twiter.com/andrebordignon
  2. Liberdade Democrática Colaborativa