SlideShare uma empresa Scribd logo
O palanque popular na internet“ Uma coisa é pôr idéias arranjadas, outra é lidar com país de pessoas, de carne e sangue, de mil-e-tantas misérias...” jagunço Riobaldowww.obrasilquequeremosser.net
2Construção coletivaO povo não tem condições e acesso para expressar suas opiniões nos fóruns tradicionais (jornais, rádio, TV) e não participam das Assembléias Legislativas. A proposta da Rede o Brasil Que Queremos Ser é  criar esse espaço na Internet para construção coletiva de um  Governo justo e sustentável.Trata-se de uma WIKI: “um aplicativo colaborativo permite a edição coletiva de documentos usando um sistema que não necessita que o conteúdo tenha que ser revisto antes da sua publicação.” WikipediaNa rede, as pessoas têm a oportunidade de  expressar livremente expressar suas vozes. A comunicação mediada pela informatização tem o potencial de afetar a democratização por meio de disseminação viral rápida , diversificação e expansão dos canais de comunicação, mobilização dos  públicos e ampla interatividade.“É no junto que sabe bem,Que a gente aprende melhor.”
    chegou a hora da participação!O desenvolvimento tem causado nada menos do que uma crise na democracia. O Estado está perdendo a sua soberania. Estamos perdendo as identidades coletivas e o conceito de cidadania.A revitalização da democracia local e digital pode ser parte da solução na reconstrução democrática nos quais o engajamento local  desempenha papel vital para:        a) Criar e desenvolver a democracia no nível local;       b) Utilizar as oportunidades criadas pela democracia digital para comunicar, conscientizar e incentivar a participação política e o envolvimento do cidadão;       c) Propiciar a mobilização política em torno de causas políticas não-partidárias.A rede O Brasil Que Queremos Ser começa com a vitrine de plano de Governo que melhor atende a população durante a eleição de 2010. E continua, após a eleição, na construção do plano coletivo que atende a maioria das aspirações do povo brasileiro.É hora de inverter: “A colheita é comum, mas a capina é sozinho.” A capina e a colheita devem ser de todos! Toda a sociedade participa da  engrenagem da eleição e da construção do Governo e de seus benefícios.cenário político: povo insatisfeito com o modelo atualInúmeros aspectos estão amadurecendo para provocar mudanças profundas no sistema eleitoral e na forma de governar. Presenciamos uma revolução econômica e política com o surgimento da integração e colaboração em massa . Existe uma insatisfação generalizada não apenas com os governos que estão no poder, mas com o modelo de governança. O povo não se sente engajado. Não sente que elege, mas que é induzido e, quando os governantes são empossados do poder,fazem coisas que não são relevantes para ele . Os cidadãos sentem que não têm o poder  e nem a  opção de participar da organização  que legitimamente  elegeram e fazem parte. Não sabem que rumo tomar.Mas têm “querência”“cada um inteiro fazendo comforte gosto seu papel, desempenho.”
    Vivendo a democracia digitalA democracia digital não deve ser reduzida a atos individuais de voto eletrônico ou participações esporádicas na administração Pública, como  audiências públicas e palpites em orçamento participativo. Seus potenciais são muito mais amplos, poderosos e mais determinantes no exercício dos direitos cívicos e na participação da Administração Pública. A legítima democracia digital está intimamente ligada a novos sistemas de comunicações democráticas, a novos mecanismos de mediação e às possibilidades de organização política via Internet, com suas novas tecnologias.Cidadãos que dão as mãos e seguram o mouse para definir seu destino!
os cidadãos no centro das açõesEles assumem o papel de protagonistas, constroem seus próprios conteúdos e opiniões e fazem a informação e o conhecimento andar em múltiplas direções e gerar o resultado esperado: decidir, com maturidade democrática, o que é melhor para a sociedade brasileira.Trata-se de uma teia de cidadãos conscientes, participativos  e bem organizados na Internet.     “Eu vinha entretido em mim, constante para uma coisa: que ia ser!” A rede o Brasil Que Queremos Ser acredita que os cidadãos é que devem estar no centro das ações e fazer acontecer.“Se se sonha, já se fez!”
de 1+1 para disseminação viral  Com os ingredientes iniciais, a TEIA Vai se articulando, contagiando,  engajando e comprometer outros nessa teia do bem rumo à decisão individual e coletiva.
De um movimento, onda UM + UM, avança, viralmente, para um maremoto que se transforma em um tecido social.
Cada elo da teia vira um rádio, uma TV, um artigo de jornal. Cada casa vira um comitê de divulgação.O conjunto resultante é como uma malha de múltiplos fios, que  se espalha indefinidamente para todos os lados, sem que nenhum dos seus nós possa ser considerado principal ou central, nem representante dos demais.Não há um “chefe”, o que há é uma vontade coletiva de realizar o nosso objetivo: sabermos quem serão nossos governantes e votar com consciência 1998)“Mestre não é quem sempre ensina,Mas quem de repente aprende.”
O púlpito social dos candidatosO uso das redes sociais na Internet é um indicador de como os Administradores políticos pretendem operar o Governo que vão assumir e disposição de adotar um governo participativo.
Marina está presente nas principais mídias sociais:Ou sejam: demonstram a oportunidade que querem dar à população de participar  não só da campanha e da execução  de seu GovernoEntre nas Redes clicando o mouse direito e clicando “abrir hyperlink
O Brasil quer um país:Transparente,Participativo e Colaborativo        GOVERNO  TRANSPARENTE Transparente: prestando  contas e dando informações aos cidadãos sobre o que o Governo está fazendo. As informações e conhecimento criados e mantidos no Governo é um patrimônio do povo. Devem ser disponibilizados de forma rápida, fácil de achar e compreensível pelos cidadãos.        GOVERNO  PARTICIPATIVO Participativo: tornando o Governo efetivo e melhorando a qualidade de suas decisões. O conhecimento está amplamente disperso na sociedade e os servidores públicos podem ser beneficiados ao ter acesso a esse conhecimento  por meio de ferramentas tecnológicas adequadas.        UM GOVERNO  COLABORATIVO Colaborativo:  engajando e motivando os mineiros na elaboração e execução da administração Pública.Cria o primeiro WIKI de Governo Participativo www.obrasilquequeremosser.net
o fórum da sociedade brasileira na Internet   A tecnologia está começando a criar uma nova gama de fóruns que permite o exercício da democracia na sua forma plena. Essa tecnologia extrapola o foro tradicional para a participação dos cidadãos para abordagens novas e inovadoras como o uso das mídias sociais na Internet. O engajamento dos cidadãos na escolha de seus governantes e na execução do governo é uma das tendências chaves que está re-formatando o funcionamento do governo  e como os cidadãos relacionam-se , participam e se encaixam nele!Queremos por um rosto humano no Governo e torná-lo mais aberto, transparente, participativa, animado.“ Somente com a alegria é que a gente realiza bem ...”
    a internet empoderando o povoÉ nesse contexto que se insere a Rede o Brasil Que Queremos Ser, como uma plataforma tecnológica de colaboração entre os cidadãos e o Governo.
Com o surgimento de novas tecnologias, novos meios são acessíveis a todos para promover o engajamento on-line, tanto no sentido individual como no coletivo, e criar novas diálogos entre os candidatos a representá-los no Governo e os cidadãos .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentaçao minas decide
Apresentaçao minas decideApresentaçao minas decide
Apresentaçao minas decide
minasdecide
 
Apresentaçao portal minas decide
Apresentaçao portal minas decideApresentaçao portal minas decide
Apresentaçao portal minas decide
minasdecide
 
Apresentacao geral minasparticipativa conceituacao
Apresentacao geral minasparticipativa conceituacaoApresentacao geral minasparticipativa conceituacao
Apresentacao geral minasparticipativa conceituacao
minasinvest
 
O Impacto Da CoilaboraçãO Em Massa
O Impacto Da CoilaboraçãO Em MassaO Impacto Da CoilaboraçãO Em Massa
O Impacto Da CoilaboraçãO Em Massa
minasdecide
 
Apresentação democracia digital
Apresentação democracia digitalApresentação democracia digital
Apresentação democracia digital
Mozart Dornelles Claret
 
Conceito de democracia digital
Conceito de democracia digitalConceito de democracia digital
Conceito de democracia digital
Rafael Sampaio
 
Esfera publica digital
Esfera publica digitalEsfera publica digital
Esfera publica digital
Rafael Sampaio
 
Entrevista sobre Internet e Democracia
Entrevista sobre Internet e DemocraciaEntrevista sobre Internet e Democracia
Entrevista sobre Internet e Democracia
Universidade Federal do Paraná
 
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massaApresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
minasinvest
 
Rede cidadao digital
Rede cidadao digitalRede cidadao digital
Rede cidadao digital
cidadaoemrede
 
E-government and social media: The role of social media in government!
E-government and social media: The role of social media in government!E-government and social media: The role of social media in government!
E-government and social media: The role of social media in government!
Rui Miguel
 
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais portuguêsTecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Fernanda Bornhausen Sá
 
Ebook social rede inovar
Ebook  social rede inovarEbook  social rede inovar
Ebook social rede inovar
INOVAR CLUB
 
As TIC’s e o Governo Federal: uma análise do surgimento, da implementação e d...
As TIC’s e o Governo Federal: uma análise do surgimento, da implementação e d...As TIC’s e o Governo Federal: uma análise do surgimento, da implementação e d...
As TIC’s e o Governo Federal: uma análise do surgimento, da implementação e d...
Karina Baco
 
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCICONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
Amarribo
 
Das redes para as ruas, das ruas para as redes: cartografia preliminar das pl...
Das redes para as ruas, das ruas para as redes: cartografia preliminar das pl...Das redes para as ruas, das ruas para as redes: cartografia preliminar das pl...
Das redes para as ruas, das ruas para as redes: cartografia preliminar das pl...
Malu Oliveira
 
Plataformas Colaborativas e Democracia Digital - Um Estudo do Ágora em Rede
Plataformas Colaborativas e Democracia Digital - Um Estudo do Ágora em RedePlataformas Colaborativas e Democracia Digital - Um Estudo do Ágora em Rede
Plataformas Colaborativas e Democracia Digital - Um Estudo do Ágora em Rede
Colaborativismo
 
éTica na-internet
éTica na-internetéTica na-internet
éTica na-internet
Plínio Rafael
 
Princípios e Conceitos para a Comunicação Pública em Mídias Sociais - Conass
Princípios e Conceitos para aComunicação Pública em Mídias Sociais - ConassPrincípios e Conceitos para aComunicação Pública em Mídias Sociais - Conass
Princípios e Conceitos para a Comunicação Pública em Mídias Sociais - Conass
Murilo Pinto
 
O papel dos jornais é perene
O papel dos jornais é perene O papel dos jornais é perene
O papel dos jornais é perene
Luciana Moherdaui
 

Mais procurados (20)

Apresentaçao minas decide
Apresentaçao minas decideApresentaçao minas decide
Apresentaçao minas decide
 
Apresentaçao portal minas decide
Apresentaçao portal minas decideApresentaçao portal minas decide
Apresentaçao portal minas decide
 
Apresentacao geral minasparticipativa conceituacao
Apresentacao geral minasparticipativa conceituacaoApresentacao geral minasparticipativa conceituacao
Apresentacao geral minasparticipativa conceituacao
 
O Impacto Da CoilaboraçãO Em Massa
O Impacto Da CoilaboraçãO Em MassaO Impacto Da CoilaboraçãO Em Massa
O Impacto Da CoilaboraçãO Em Massa
 
Apresentação democracia digital
Apresentação democracia digitalApresentação democracia digital
Apresentação democracia digital
 
Conceito de democracia digital
Conceito de democracia digitalConceito de democracia digital
Conceito de democracia digital
 
Esfera publica digital
Esfera publica digitalEsfera publica digital
Esfera publica digital
 
Entrevista sobre Internet e Democracia
Entrevista sobre Internet e DemocraciaEntrevista sobre Internet e Democracia
Entrevista sobre Internet e Democracia
 
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massaApresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
Apresentacao geral minasparticipativa colaboracao em massa
 
Rede cidadao digital
Rede cidadao digitalRede cidadao digital
Rede cidadao digital
 
E-government and social media: The role of social media in government!
E-government and social media: The role of social media in government!E-government and social media: The role of social media in government!
E-government and social media: The role of social media in government!
 
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais portuguêsTecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
Tecnologia e Mídias Sociais para Mudanças sociais português
 
Ebook social rede inovar
Ebook  social rede inovarEbook  social rede inovar
Ebook social rede inovar
 
As TIC’s e o Governo Federal: uma análise do surgimento, da implementação e d...
As TIC’s e o Governo Federal: uma análise do surgimento, da implementação e d...As TIC’s e o Governo Federal: uma análise do surgimento, da implementação e d...
As TIC’s e o Governo Federal: uma análise do surgimento, da implementação e d...
 
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCICONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
CONSOCIAL - Conferência Livre ABRACCI
 
Das redes para as ruas, das ruas para as redes: cartografia preliminar das pl...
Das redes para as ruas, das ruas para as redes: cartografia preliminar das pl...Das redes para as ruas, das ruas para as redes: cartografia preliminar das pl...
Das redes para as ruas, das ruas para as redes: cartografia preliminar das pl...
 
Plataformas Colaborativas e Democracia Digital - Um Estudo do Ágora em Rede
Plataformas Colaborativas e Democracia Digital - Um Estudo do Ágora em RedePlataformas Colaborativas e Democracia Digital - Um Estudo do Ágora em Rede
Plataformas Colaborativas e Democracia Digital - Um Estudo do Ágora em Rede
 
éTica na-internet
éTica na-internetéTica na-internet
éTica na-internet
 
Princípios e Conceitos para a Comunicação Pública em Mídias Sociais - Conass
Princípios e Conceitos para aComunicação Pública em Mídias Sociais - ConassPrincípios e Conceitos para aComunicação Pública em Mídias Sociais - Conass
Princípios e Conceitos para a Comunicação Pública em Mídias Sociais - Conass
 
O papel dos jornais é perene
O papel dos jornais é perene O papel dos jornais é perene
O papel dos jornais é perene
 

Semelhante a O brasil que queremos ser agora apresentacao

O impacto da coilaboração em massa
O impacto da coilaboração em massaO impacto da coilaboração em massa
O impacto da coilaboração em massa
minasdecide
 
A Importância da Nova Governança para Construir uma Outra Cultura Política no...
A Importância da Nova Governança para Construir uma Outra Cultura Política no...A Importância da Nova Governança para Construir uma Outra Cultura Política no...
A Importância da Nova Governança para Construir uma Outra Cultura Política no...
IADH - Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano
 
Apresentação democracia digital
Apresentação democracia digitalApresentação democracia digital
Apresentação democracia digital
Mozart Dornelles Claret
 
Outra campanha texto corrido
Outra campanha texto corridoOutra campanha texto corrido
Outra campanha texto corrido
Outra Campanha Brasil
 
Projeto Portal
Projeto PortalProjeto Portal
Projeto Portal
AgexCOM
 
A sociedade da colaboração um ensaio
A sociedade da colaboração um ensaioA sociedade da colaboração um ensaio
A sociedade da colaboração um ensaio
Eng. Eduardo F. dos Santos
 
Uso da tecnologia web nas eleições
Uso da tecnologia web nas eleiçõesUso da tecnologia web nas eleições
Uso da tecnologia web nas eleições
Oceano Azul Social Research
 
Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
wab030
 
Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia
jornalismounipampaoficial
 
Governo Eletrônico
Governo EletrônicoGoverno Eletrônico
Governo Eletrônico
PaperCliQ Comunicação
 
Sobre Democracia Direta
Sobre Democracia DiretaSobre Democracia Direta
Sobre Democracia Direta
Adam Esteves Debiasi
 
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
Daniel Caldas
 
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
Marcelo Pilon
 
Dados Abertos e Novas Formas de Governar
Dados Abertos e Novas Formas de GovernarDados Abertos e Novas Formas de Governar
Dados Abertos e Novas Formas de Governar
nitaibezerra
 
A midia como um bem popular
A midia como um bem popularA midia como um bem popular
A midia como um bem popular
Luiza Erundina
 
Artigo magalhães open government revista gestão pública julho 2011
Artigo magalhães open government revista gestão pública julho 2011Artigo magalhães open government revista gestão pública julho 2011
Artigo magalhães open government revista gestão pública julho 2011
João Bezerra Magalhães Neto
 
Brasil Nao Tem Jeito Campanha
Brasil Nao Tem Jeito CampanhaBrasil Nao Tem Jeito Campanha
Brasil Nao Tem Jeito Campanha
taniamaciel
 

Semelhante a O brasil que queremos ser agora apresentacao (17)

O impacto da coilaboração em massa
O impacto da coilaboração em massaO impacto da coilaboração em massa
O impacto da coilaboração em massa
 
A Importância da Nova Governança para Construir uma Outra Cultura Política no...
A Importância da Nova Governança para Construir uma Outra Cultura Política no...A Importância da Nova Governança para Construir uma Outra Cultura Política no...
A Importância da Nova Governança para Construir uma Outra Cultura Política no...
 
Apresentação democracia digital
Apresentação democracia digitalApresentação democracia digital
Apresentação democracia digital
 
Outra campanha texto corrido
Outra campanha texto corridoOutra campanha texto corrido
Outra campanha texto corrido
 
Projeto Portal
Projeto PortalProjeto Portal
Projeto Portal
 
A sociedade da colaboração um ensaio
A sociedade da colaboração um ensaioA sociedade da colaboração um ensaio
A sociedade da colaboração um ensaio
 
Uso da tecnologia web nas eleições
Uso da tecnologia web nas eleiçõesUso da tecnologia web nas eleições
Uso da tecnologia web nas eleições
 
Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
Internet e redes sociais digitais como instrumento para os movimentos sociais
 
Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia Pela ciberdemocracia
Pela ciberdemocracia
 
Governo Eletrônico
Governo EletrônicoGoverno Eletrônico
Governo Eletrônico
 
Sobre Democracia Direta
Sobre Democracia DiretaSobre Democracia Direta
Sobre Democracia Direta
 
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
As Redes Sociais e Ação Política Partidária no Brasil: Propaganda ou Notícia ...
 
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...Quem é o seu líder e com quem eu negocio?  Dilemas do defasado sistema políti...
Quem é o seu líder e com quem eu negocio? Dilemas do defasado sistema políti...
 
Dados Abertos e Novas Formas de Governar
Dados Abertos e Novas Formas de GovernarDados Abertos e Novas Formas de Governar
Dados Abertos e Novas Formas de Governar
 
A midia como um bem popular
A midia como um bem popularA midia como um bem popular
A midia como um bem popular
 
Artigo magalhães open government revista gestão pública julho 2011
Artigo magalhães open government revista gestão pública julho 2011Artigo magalhães open government revista gestão pública julho 2011
Artigo magalhães open government revista gestão pública julho 2011
 
Brasil Nao Tem Jeito Campanha
Brasil Nao Tem Jeito CampanhaBrasil Nao Tem Jeito Campanha
Brasil Nao Tem Jeito Campanha
 

Mais de minasdecide

Inhotim: Lavanderia de Minas!
Inhotim: Lavanderia de Minas!Inhotim: Lavanderia de Minas!
Inhotim: Lavanderia de Minas!
minasdecide
 
Espaco inovarte1
Espaco inovarte1Espaco inovarte1
Espaco inovarte1
minasdecide
 
Espaco inovarte wizard
Espaco inovarte wizardEspaco inovarte wizard
Espaco inovarte wizard
minasdecide
 
Unique house in bh
Unique house in bhUnique house in bh
Unique house in bh
minasdecide
 
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãOEstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
minasdecide
 
Minas Decide Estratégias
Minas Decide EstratégiasMinas Decide Estratégias
Minas Decide Estratégias
minasdecide
 
Observatorio do desenvolvimento
Observatorio do desenvolvimentoObservatorio do desenvolvimento
Observatorio do desenvolvimento
minasdecide
 
Observatorio do desenvolvimento
Observatorio do desenvolvimentoObservatorio do desenvolvimento
Observatorio do desenvolvimento
minasdecide
 
Inovacao
InovacaoInovacao
Inovacao
minasdecide
 
Inovacao
InovacaoInovacao
Inovacao
minasdecide
 
Conquistas do povo mineiro nos últimos 7 anos do governo atual
Conquistas do povo mineiro nos últimos 7 anos do governo atualConquistas do povo mineiro nos últimos 7 anos do governo atual
Conquistas do povo mineiro nos últimos 7 anos do governo atual
minasdecide
 
Emprenova
EmprenovaEmprenova
Emprenova
minasdecide
 
Minas decide estratégias
Minas decide estratégiasMinas decide estratégias
Minas decide estratégias
minasdecide
 
Projeto de reforma eleitoral
Projeto de reforma eleitoralProjeto de reforma eleitoral
Projeto de reforma eleitoral
minasdecide
 

Mais de minasdecide (14)

Inhotim: Lavanderia de Minas!
Inhotim: Lavanderia de Minas!Inhotim: Lavanderia de Minas!
Inhotim: Lavanderia de Minas!
 
Espaco inovarte1
Espaco inovarte1Espaco inovarte1
Espaco inovarte1
 
Espaco inovarte wizard
Espaco inovarte wizardEspaco inovarte wizard
Espaco inovarte wizard
 
Unique house in bh
Unique house in bhUnique house in bh
Unique house in bh
 
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãOEstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
 
Minas Decide Estratégias
Minas Decide EstratégiasMinas Decide Estratégias
Minas Decide Estratégias
 
Observatorio do desenvolvimento
Observatorio do desenvolvimentoObservatorio do desenvolvimento
Observatorio do desenvolvimento
 
Observatorio do desenvolvimento
Observatorio do desenvolvimentoObservatorio do desenvolvimento
Observatorio do desenvolvimento
 
Inovacao
InovacaoInovacao
Inovacao
 
Inovacao
InovacaoInovacao
Inovacao
 
Conquistas do povo mineiro nos últimos 7 anos do governo atual
Conquistas do povo mineiro nos últimos 7 anos do governo atualConquistas do povo mineiro nos últimos 7 anos do governo atual
Conquistas do povo mineiro nos últimos 7 anos do governo atual
 
Emprenova
EmprenovaEmprenova
Emprenova
 
Minas decide estratégias
Minas decide estratégiasMinas decide estratégias
Minas decide estratégias
 
Projeto de reforma eleitoral
Projeto de reforma eleitoralProjeto de reforma eleitoral
Projeto de reforma eleitoral
 

O brasil que queremos ser agora apresentacao

  • 1. O palanque popular na internet“ Uma coisa é pôr idéias arranjadas, outra é lidar com país de pessoas, de carne e sangue, de mil-e-tantas misérias...” jagunço Riobaldowww.obrasilquequeremosser.net
  • 2. 2Construção coletivaO povo não tem condições e acesso para expressar suas opiniões nos fóruns tradicionais (jornais, rádio, TV) e não participam das Assembléias Legislativas. A proposta da Rede o Brasil Que Queremos Ser é criar esse espaço na Internet para construção coletiva de um Governo justo e sustentável.Trata-se de uma WIKI: “um aplicativo colaborativo permite a edição coletiva de documentos usando um sistema que não necessita que o conteúdo tenha que ser revisto antes da sua publicação.” WikipediaNa rede, as pessoas têm a oportunidade de  expressar livremente expressar suas vozes. A comunicação mediada pela informatização tem o potencial de afetar a democratização por meio de disseminação viral rápida , diversificação e expansão dos canais de comunicação, mobilização dos públicos e ampla interatividade.“É no junto que sabe bem,Que a gente aprende melhor.”
  • 3. chegou a hora da participação!O desenvolvimento tem causado nada menos do que uma crise na democracia. O Estado está perdendo a sua soberania. Estamos perdendo as identidades coletivas e o conceito de cidadania.A revitalização da democracia local e digital pode ser parte da solução na reconstrução democrática nos quais o engajamento local  desempenha papel vital para:  a) Criar e desenvolver a democracia no nível local; b) Utilizar as oportunidades criadas pela democracia digital para comunicar, conscientizar e incentivar a participação política e o envolvimento do cidadão; c) Propiciar a mobilização política em torno de causas políticas não-partidárias.A rede O Brasil Que Queremos Ser começa com a vitrine de plano de Governo que melhor atende a população durante a eleição de 2010. E continua, após a eleição, na construção do plano coletivo que atende a maioria das aspirações do povo brasileiro.É hora de inverter: “A colheita é comum, mas a capina é sozinho.” A capina e a colheita devem ser de todos! Toda a sociedade participa da engrenagem da eleição e da construção do Governo e de seus benefícios.cenário político: povo insatisfeito com o modelo atualInúmeros aspectos estão amadurecendo para provocar mudanças profundas no sistema eleitoral e na forma de governar. Presenciamos uma revolução econômica e política com o surgimento da integração e colaboração em massa . Existe uma insatisfação generalizada não apenas com os governos que estão no poder, mas com o modelo de governança. O povo não se sente engajado. Não sente que elege, mas que é induzido e, quando os governantes são empossados do poder,fazem coisas que não são relevantes para ele . Os cidadãos sentem que não têm o poder e nem a opção de participar da organização que legitimamente elegeram e fazem parte. Não sabem que rumo tomar.Mas têm “querência”“cada um inteiro fazendo comforte gosto seu papel, desempenho.”
  • 4. Vivendo a democracia digitalA democracia digital não deve ser reduzida a atos individuais de voto eletrônico ou participações esporádicas na administração Pública, como audiências públicas e palpites em orçamento participativo. Seus potenciais são muito mais amplos, poderosos e mais determinantes no exercício dos direitos cívicos e na participação da Administração Pública. A legítima democracia digital está intimamente ligada a novos sistemas de comunicações democráticas, a novos mecanismos de mediação e às possibilidades de organização política via Internet, com suas novas tecnologias.Cidadãos que dão as mãos e seguram o mouse para definir seu destino!
  • 5. os cidadãos no centro das açõesEles assumem o papel de protagonistas, constroem seus próprios conteúdos e opiniões e fazem a informação e o conhecimento andar em múltiplas direções e gerar o resultado esperado: decidir, com maturidade democrática, o que é melhor para a sociedade brasileira.Trata-se de uma teia de cidadãos conscientes, participativos e bem organizados na Internet. “Eu vinha entretido em mim, constante para uma coisa: que ia ser!” A rede o Brasil Que Queremos Ser acredita que os cidadãos é que devem estar no centro das ações e fazer acontecer.“Se se sonha, já se fez!”
  • 6. de 1+1 para disseminação viral  Com os ingredientes iniciais, a TEIA Vai se articulando, contagiando, engajando e comprometer outros nessa teia do bem rumo à decisão individual e coletiva.
  • 7. De um movimento, onda UM + UM, avança, viralmente, para um maremoto que se transforma em um tecido social.
  • 8. Cada elo da teia vira um rádio, uma TV, um artigo de jornal. Cada casa vira um comitê de divulgação.O conjunto resultante é como uma malha de múltiplos fios, que se espalha indefinidamente para todos os lados, sem que nenhum dos seus nós possa ser considerado principal ou central, nem representante dos demais.Não há um “chefe”, o que há é uma vontade coletiva de realizar o nosso objetivo: sabermos quem serão nossos governantes e votar com consciência 1998)“Mestre não é quem sempre ensina,Mas quem de repente aprende.”
  • 9. O púlpito social dos candidatosO uso das redes sociais na Internet é um indicador de como os Administradores políticos pretendem operar o Governo que vão assumir e disposição de adotar um governo participativo.
  • 10. Marina está presente nas principais mídias sociais:Ou sejam: demonstram a oportunidade que querem dar à população de participar não só da campanha e da execução de seu GovernoEntre nas Redes clicando o mouse direito e clicando “abrir hyperlink
  • 11. O Brasil quer um país:Transparente,Participativo e Colaborativo   GOVERNO TRANSPARENTE Transparente: prestando  contas e dando informações aos cidadãos sobre o que o Governo está fazendo. As informações e conhecimento criados e mantidos no Governo é um patrimônio do povo. Devem ser disponibilizados de forma rápida, fácil de achar e compreensível pelos cidadãos.   GOVERNO PARTICIPATIVO Participativo: tornando o Governo efetivo e melhorando a qualidade de suas decisões. O conhecimento está amplamente disperso na sociedade e os servidores públicos podem ser beneficiados ao ter acesso a esse conhecimento por meio de ferramentas tecnológicas adequadas.   UM GOVERNO COLABORATIVO Colaborativo:  engajando e motivando os mineiros na elaboração e execução da administração Pública.Cria o primeiro WIKI de Governo Participativo www.obrasilquequeremosser.net
  • 12. o fórum da sociedade brasileira na Internet   A tecnologia está começando a criar uma nova gama de fóruns que permite o exercício da democracia na sua forma plena. Essa tecnologia extrapola o foro tradicional para a participação dos cidadãos para abordagens novas e inovadoras como o uso das mídias sociais na Internet. O engajamento dos cidadãos na escolha de seus governantes e na execução do governo é uma das tendências chaves que está re-formatando o funcionamento do governo e como os cidadãos relacionam-se , participam e se encaixam nele!Queremos por um rosto humano no Governo e torná-lo mais aberto, transparente, participativa, animado.“ Somente com a alegria é que a gente realiza bem ...”
  • 13. a internet empoderando o povoÉ nesse contexto que se insere a Rede o Brasil Que Queremos Ser, como uma plataforma tecnológica de colaboração entre os cidadãos e o Governo.
  • 14. Com o surgimento de novas tecnologias, novos meios são acessíveis a todos para promover o engajamento on-line, tanto no sentido individual como no coletivo, e criar novas diálogos entre os candidatos a representá-los no Governo e os cidadãos .
  • 15. Quando entramos nesse mundo digital na internet, não precisamos mais deixar nossas casas para exercermos nossas liberdades cívicas e participar de uma mudança radical na política.“O que ninguém ainda não tinha feito, a gente sesentia no poder de fazer.”
  • 16. ganhando credibilidade Assim, a rede vai firmando sua credibilidade e confiança até atingir a sua maturidade e plena eficácia para alcançar seus resultados esperados, quer seja: Ensejar condições e conhecimento para que os cidadãos brasileiros se integrem, colaborem e construam, juntos, o Brasil Que Queremos Ser A ideia é principiar um novo modelo de governança. Ademais,deixemos que a vida invente, remexa e tempere!! “A vida inventa! A gente principia as coisas, no não saber por que, e desde aí perde o poder de continuação - porque a vida é mutirão de todos, por todos remexida e temperada." Riobaldo,Guimarães Rosa “ Nada no universo resiste ao impulso convergente de um número bem grande de inteligências ordenadas e agrupadas.” Padre TeillardChardin
  • 17. O Brasil cansou de esperar!O Brasil cansou de ficar deitadoem berço esplêndido...“Abriu-se em mim um susto: porquepassarinho que se debruça: o vôoJá está pronto.” (G. rosa)O Brasil está pronto para o salto!

Notas do Editor

  1. On November 6, launched Change.gov, a Web site. Gave people an opportunity to share their thoughts on important issues. More than two million people visited the site in the first month. More than 5,000 people commented on a Change.gov video featuring then HHS nominee Tom Daschle, who called on visitors to submit their ideas about healthcare reform. Balancing crowdbuilding vs. crowdsourcing. Administrations come to office with an agenda, but the Obama administration is reaching out to the public both to build crowds of people in support of a program (crowdbuilding) and to generate ideas about how to solve the nation’s problems (crowdsourcing). Supporters can help to demonstrate a social majority on issues. YouTube Weekly Address - November 15, embedded, shared and commented on easily. It worked. viewed by more than a million people. House parties - second week of December, thousands of Obama for America volunteers held house parties to discuss legislative agenda. But you still need boots on the ground. 13 million people on the campaign list that Gov. Tim Kaine at Democratic National Committee (DNC), will use social media for grassroots. Obama also has said he will institute a five-day public comment period before signing any non-emergency legislation.