SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Impostos sobre Vendas na DRE



       Nos tutoriais passados aprendemos a contabilização dos impostos incidentes nas vendas de
mercadorias, no presente tutorial vamos aprender como deve ser apresentada a despesa com impostos
na Demonstração do Resultado do Exercício.




        Com o passar do tempo conforme formos progredindo, veremos que cada tipo de despesa e
receita tem um local certo para ser apresentado na DRE, entender o porque dessa apresentação
permitirá uma analise com maiores detalhes da situação da empresa. Vamos lá?




       Apresentação dos Impostos na Demonstração do Resultado do Exercício:




       Vamos aproveitar os dados do exercício passado para continuar o nosso aprendizado.




       Vamos utilizar para tanto os últimos razonetes que tínhamos preenchido que eram esses:
Inicialmente vamos elaborar o zeramento das contas de resultados e levantarmos o balanço
patrimonial do período.




       Nossos razonetes ficariam da seguinte forma:




      Feito isso temos o processo de zeramento das contas de resultados efetuadas, e sendo assim
podemos elaborar o nosso balanço patrimonial, que ficaria da seguinte forma:
Temos então levantado o nosso balanço patrimonial, pelo zeramento das contas de resultados
que efetuamos acima identificamos claramente que o lucro gerado no período foi no valor de R$ 1.361,30
certo?




        Vamos ver agora essa apuração na DRE.




        Conforme vínhamos fazendo anteriormente ficaria da seguinte forma a nossa DRE:




        Certo?




         Vejam que o valor do lucro líquido é idêntico ao lucro que apuramos nos razonetes, vamos
inicialmente aprender uma nova forma de apresentação da DRE já abordando alguns pontos da
formatação exigida pela legislação, pois na verdade o modelo que estamos aprendendo acima, é um
modelo somente para fins didáticos, existe toda uma “forma correta” de se apresentar tal demonstração.
Vamos começar a vê-la.




       A formatação correta da DRE será vista por completo numa série de tutoriais especificas para tal
por enquanto estaremos somente começando a aprender ok?




        Vamos lá?




        Introdução a Formatação da Demonstração do Resultado do Exercício:
O cabeçalho da declaração, onde consta o nome dela, o período que esta abrangendo, e o nome
da empresa é o primeiro passo, e não tem grandes mistérios. Vamos continuar:




        A partir desse ponto é que vamos começar a ver a nova formatação da demonstração, a primeira
linha que anteriormente estávamos chamando de RECEITA DE VENDAS, agora se chamará de RECEITA
BRUTA DE VENDAS, e apresentará o saldo de toda a receita de vendas que a empresa ganhou no
período. Na verdade estaremos somente mudando o nome, pois a “lógica” será a mesma. Ficará assim:




        Chamamos essa linha de receita bruta de vendas (se a empresa fosse prestadora de serviços,
seria RECEITA BRUTA DE SERVICOS), porque como vimos nos tutoriais que se passaram, não é a
empresa que paga os impostos, e sim que os comprou, pois na verdade o valor do impostos na maioria
das vezes está incluído no preço. Assim esse valor que estamos apresentando contempla tudo o que a
empresa cobrou pelas vendas efetuadas, porem não é todo esse valor que será revertido integralmente a
favor da empresa, então iremos “lapidar“ esse valor para demonstrar quanto que realmente pertence á
empresa, que será a RECEITA LIQUIDA DE VENDAS.




        Para tal, antes temos que diminuir do valor da receita bruta de vendas os valores que não
pertencem a empresa, ou seja, que a empresa não ira efetivamente usufruir, podemos dizer então que
estaremos “ajustando”, no bom sentido, a receita da empresa.




        O primeiro “ajuste” que já sabemos que temos que fazer, e retirar do valor da receita bruta o
valor dos impostos, pois como dito acima estes não pertence á empresa, esta é mera depositária dos
mesmos, cobra dos compradores, e repassa ao governo.




         Então temos que deduzir da receita bruta o valor dos impostos, a fim de chegarmos a receita
liquida que é a que efetivamente será revertida a favor da empresa, ficaria assim:
Vejam que agora demonstramos que apesar da empresa, ter um faturamento (todo valor que
espera receber pelas vendas) na quantia de R$ 2.000,00, o valor que ela usará efetivamente para suprir
os gastos com suas operações será de R$ 1.815,00, os valores dos impostos (PIS e COFINS), foram
deduzidos da receita bruta e chegamos ao valor da receita líquida de vendas.




      A partir desse valor, o que consta na linha de liquida de vendas, vamos deduzir o valor do
CUSTO DA MERCADORIA VENDIDA, assim chegaremos ao LUCRO BRUTO.




        Afinal se você compra um carro por R$ 6.000,00 e o vende por R$ 8.000,00, chegamos ao lucro
nessa operação diminuindo o valor da venda do custo, certo? A mesma coisa faremos na DRE.




       Ficará assim a nossa Demonstração:




         Por último temos a linha de LUCRO LIQUIDO, essa linha é a ultima que deve aparecer na
demonstração, em nosso exemplo, ela vem logo após a linha de LUCRO BRUTO e apresentando o mesmo
valor, por acaso, ela virá sempre ao final da demonstração.




       Analisando a demonstração acima, rapidamente podemos nota que a empresa faturou (tudo o
que cobrou pela venda) a quantia de R$ 2.000,00, porém somente R$ 1.815,00 é que realmente é da
empresa, desses, R$ 453,70, foram relativos ao custo da mercadoria, é o lucro do período foi de R$
1.361,30.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sabe com exatidão qual a margem de lucro do seu negócio?
Sabe com exatidão qual a margem de lucro do seu negócio?Sabe com exatidão qual a margem de lucro do seu negócio?
Sabe com exatidão qual a margem de lucro do seu negócio?UWU Solutions, Lda.
 
policia federal (1)
policia federal (1)policia federal (1)
policia federal (1)Max Patricio
 
O que é mark up e como calcular este índice - artigos - negócios - administr...
O que é mark up e como calcular este índice  - artigos - negócios - administr...O que é mark up e como calcular este índice  - artigos - negócios - administr...
O que é mark up e como calcular este índice - artigos - negócios - administr...Claudia Marinho
 
Treinamento de formação de preço de venda SimTax
Treinamento de formação de preço de venda   SimTaxTreinamento de formação de preço de venda   SimTax
Treinamento de formação de preço de venda SimTaxJiovanni Oliveira Coelho
 
My markup - marcação de preços-v04
My   markup - marcação de preços-v04My   markup - marcação de preços-v04
My markup - marcação de preços-v04IFSC
 

Mais procurados (7)

Ebook icms débito e crédito sim tax
Ebook icms débito e crédito sim taxEbook icms débito e crédito sim tax
Ebook icms débito e crédito sim tax
 
Sabe com exatidão qual a margem de lucro do seu negócio?
Sabe com exatidão qual a margem de lucro do seu negócio?Sabe com exatidão qual a margem de lucro do seu negócio?
Sabe com exatidão qual a margem de lucro do seu negócio?
 
policia federal (1)
policia federal (1)policia federal (1)
policia federal (1)
 
O que é mark up e como calcular este índice - artigos - negócios - administr...
O que é mark up e como calcular este índice  - artigos - negócios - administr...O que é mark up e como calcular este índice  - artigos - negócios - administr...
O que é mark up e como calcular este índice - artigos - negócios - administr...
 
Treinamento de formação de preço de venda SimTax
Treinamento de formação de preço de venda   SimTaxTreinamento de formação de preço de venda   SimTax
Treinamento de formação de preço de venda SimTax
 
Franquias: experiências e estratégias para uma gestão lucrativa
Franquias: experiências e estratégias para uma gestão lucrativaFranquias: experiências e estratégias para uma gestão lucrativa
Franquias: experiências e estratégias para uma gestão lucrativa
 
My markup - marcação de preços-v04
My   markup - marcação de preços-v04My   markup - marcação de preços-v04
My markup - marcação de preços-v04
 

Semelhante a Impostos sobre vendas na dre

Ponto de equilíbrio
Ponto de equilíbrioPonto de equilíbrio
Ponto de equilíbrioritims
 
Facturação Bruta, Lucro Bruto e Análise Swot - Maria.pptx
Facturação Bruta, Lucro Bruto e Análise Swot - Maria.pptxFacturação Bruta, Lucro Bruto e Análise Swot - Maria.pptx
Facturação Bruta, Lucro Bruto e Análise Swot - Maria.pptxadao18
 
Palestra Pricing - Formação do Preço de Venda
Palestra Pricing - Formação do Preço de VendaPalestra Pricing - Formação do Preço de Venda
Palestra Pricing - Formação do Preço de VendaADVB
 
custos
custoscustos
custoscppsp
 
Livro de formacao de preco de venda + tributacao demonstracao
Livro de formacao de preco de venda + tributacao demonstracaoLivro de formacao de preco de venda + tributacao demonstracao
Livro de formacao de preco de venda + tributacao demonstracaoJiovanni Oliveira Coelho
 
Prova 2012 02_tecnico_resolução .:. www.tc58n.wordpress.com
Prova 2012 02_tecnico_resolução  .:. www.tc58n.wordpress.comProva 2012 02_tecnico_resolução  .:. www.tc58n.wordpress.com
Prova 2012 02_tecnico_resolução .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Contabilidade geral exerc 3
Contabilidade geral exerc 3Contabilidade geral exerc 3
Contabilidade geral exerc 3J M
 
empreendedorismo_jovem.pptx
empreendedorismo_jovem.pptxempreendedorismo_jovem.pptx
empreendedorismo_jovem.pptxGiovannaPokorny
 
Contabilidade geral exerc 0
Contabilidade geral exerc 0Contabilidade geral exerc 0
Contabilidade geral exerc 0J M
 
Como montar uma loja virtual de sucesso - Alexandre Soncini (vtex.com.br)
Como montar uma loja virtual de sucesso - Alexandre Soncini (vtex.com.br)Como montar uma loja virtual de sucesso - Alexandre Soncini (vtex.com.br)
Como montar uma loja virtual de sucesso - Alexandre Soncini (vtex.com.br)Alexandre Soncini
 
Custo de Aquisição Cliente.docx
Custo de Aquisição Cliente.docxCusto de Aquisição Cliente.docx
Custo de Aquisição Cliente.docxEnéas Kroll
 
2° análise de balanço
2° análise de balanço2° análise de balanço
2° análise de balançoJeferson Souza
 
Plano de negóciosgrastiscriativo.superdinamico.pdf
Plano de negóciosgrastiscriativo.superdinamico.pdfPlano de negóciosgrastiscriativo.superdinamico.pdf
Plano de negóciosgrastiscriativo.superdinamico.pdfAnderEkauni
 
Contabilidade geral exerc 0
Contabilidade geral exerc 0Contabilidade geral exerc 0
Contabilidade geral exerc 0Ricardo Almeida
 

Semelhante a Impostos sobre vendas na dre (17)

Balancetes
BalancetesBalancetes
Balancetes
 
Ponto de equilíbrio
Ponto de equilíbrioPonto de equilíbrio
Ponto de equilíbrio
 
Facturação Bruta, Lucro Bruto e Análise Swot - Maria.pptx
Facturação Bruta, Lucro Bruto e Análise Swot - Maria.pptxFacturação Bruta, Lucro Bruto e Análise Swot - Maria.pptx
Facturação Bruta, Lucro Bruto e Análise Swot - Maria.pptx
 
Palestra Pricing - Formação do Preço de Venda
Palestra Pricing - Formação do Preço de VendaPalestra Pricing - Formação do Preço de Venda
Palestra Pricing - Formação do Preço de Venda
 
Preço de vendas no excel
Preço de vendas no excelPreço de vendas no excel
Preço de vendas no excel
 
custos
custoscustos
custos
 
Livro de formacao de preco de venda + tributacao demonstracao
Livro de formacao de preco de venda + tributacao demonstracaoLivro de formacao de preco de venda + tributacao demonstracao
Livro de formacao de preco de venda + tributacao demonstracao
 
Prova 2012 02_tecnico_resolução .:. www.tc58n.wordpress.com
Prova 2012 02_tecnico_resolução  .:. www.tc58n.wordpress.comProva 2012 02_tecnico_resolução  .:. www.tc58n.wordpress.com
Prova 2012 02_tecnico_resolução .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Contabilidade geral exerc 3
Contabilidade geral exerc 3Contabilidade geral exerc 3
Contabilidade geral exerc 3
 
empreendedorismo_jovem.pptx
empreendedorismo_jovem.pptxempreendedorismo_jovem.pptx
empreendedorismo_jovem.pptx
 
Contabilidade geral exerc 0
Contabilidade geral exerc 0Contabilidade geral exerc 0
Contabilidade geral exerc 0
 
Como montar uma loja virtual de sucesso - Alexandre Soncini (vtex.com.br)
Como montar uma loja virtual de sucesso - Alexandre Soncini (vtex.com.br)Como montar uma loja virtual de sucesso - Alexandre Soncini (vtex.com.br)
Como montar uma loja virtual de sucesso - Alexandre Soncini (vtex.com.br)
 
Custo de Aquisição Cliente.docx
Custo de Aquisição Cliente.docxCusto de Aquisição Cliente.docx
Custo de Aquisição Cliente.docx
 
2° análise de balanço
2° análise de balanço2° análise de balanço
2° análise de balanço
 
Plano de negóciosgrastiscriativo.superdinamico.pdf
Plano de negóciosgrastiscriativo.superdinamico.pdfPlano de negóciosgrastiscriativo.superdinamico.pdf
Plano de negóciosgrastiscriativo.superdinamico.pdf
 
Métodos de formação de preços
Métodos de formação de preçosMétodos de formação de preços
Métodos de formação de preços
 
Contabilidade geral exerc 0
Contabilidade geral exerc 0Contabilidade geral exerc 0
Contabilidade geral exerc 0
 

Mais de albumina

Princípios contábeis
Princípios contábeisPrincípios contábeis
Princípios contábeisalbumina
 
Ajustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeisAjustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeisalbumina
 
Conceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeisConceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeisalbumina
 
D f c 0001
D f c 0001D f c 0001
D f c 0001albumina
 
D f c 0000
D f c 0000D f c 0000
D f c 0000albumina
 
Origens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeirasOrigens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeirasalbumina
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001albumina
 
Analise de balancos resumo
Analise de balancos resumoAnalise de balancos resumo
Analise de balancos resumoalbumina
 
Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000albumina
 
Teoria concursos
Teoria concursosTeoria concursos
Teoria concursosalbumina
 
Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000albumina
 
Aula 001 finanças
Aula 001 finançasAula 001 finanças
Aula 001 finançasalbumina
 
Contabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosContabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosalbumina
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidadealbumina
 
Estudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passarEstudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passaralbumina
 

Mais de albumina (20)

Princípios contábeis
Princípios contábeisPrincípios contábeis
Princípios contábeis
 
Ajustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeisAjustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeis
 
Conceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeisConceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeis
 
D f c 0001
D f c 0001D f c 0001
D f c 0001
 
D f c 0000
D f c 0000D f c 0000
D f c 0000
 
Origens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeirasOrigens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeiras
 
Auditoria
AuditoriaAuditoria
Auditoria
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001
 
Analise de balancos resumo
Analise de balancos resumoAnalise de balancos resumo
Analise de balancos resumo
 
Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000
 
Teoria concursos
Teoria concursosTeoria concursos
Teoria concursos
 
Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000
 
Teoria
TeoriaTeoria
Teoria
 
Custos
CustosCustos
Custos
 
Doar 0000
Doar 0000Doar 0000
Doar 0000
 
Aula 001 finanças
Aula 001 finançasAula 001 finanças
Aula 001 finanças
 
Exel
ExelExel
Exel
 
Contabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosContabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentos
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Estudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passarEstudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passar
 

Último

Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfGisellySobral
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )MayaraDaSilvaAssis
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 

Último (20)

Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 

Impostos sobre vendas na dre

  • 1. Impostos sobre Vendas na DRE Nos tutoriais passados aprendemos a contabilização dos impostos incidentes nas vendas de mercadorias, no presente tutorial vamos aprender como deve ser apresentada a despesa com impostos na Demonstração do Resultado do Exercício. Com o passar do tempo conforme formos progredindo, veremos que cada tipo de despesa e receita tem um local certo para ser apresentado na DRE, entender o porque dessa apresentação permitirá uma analise com maiores detalhes da situação da empresa. Vamos lá? Apresentação dos Impostos na Demonstração do Resultado do Exercício: Vamos aproveitar os dados do exercício passado para continuar o nosso aprendizado. Vamos utilizar para tanto os últimos razonetes que tínhamos preenchido que eram esses:
  • 2. Inicialmente vamos elaborar o zeramento das contas de resultados e levantarmos o balanço patrimonial do período. Nossos razonetes ficariam da seguinte forma: Feito isso temos o processo de zeramento das contas de resultados efetuadas, e sendo assim podemos elaborar o nosso balanço patrimonial, que ficaria da seguinte forma:
  • 3. Temos então levantado o nosso balanço patrimonial, pelo zeramento das contas de resultados que efetuamos acima identificamos claramente que o lucro gerado no período foi no valor de R$ 1.361,30 certo? Vamos ver agora essa apuração na DRE. Conforme vínhamos fazendo anteriormente ficaria da seguinte forma a nossa DRE: Certo? Vejam que o valor do lucro líquido é idêntico ao lucro que apuramos nos razonetes, vamos inicialmente aprender uma nova forma de apresentação da DRE já abordando alguns pontos da formatação exigida pela legislação, pois na verdade o modelo que estamos aprendendo acima, é um modelo somente para fins didáticos, existe toda uma “forma correta” de se apresentar tal demonstração. Vamos começar a vê-la. A formatação correta da DRE será vista por completo numa série de tutoriais especificas para tal por enquanto estaremos somente começando a aprender ok? Vamos lá? Introdução a Formatação da Demonstração do Resultado do Exercício:
  • 4. O cabeçalho da declaração, onde consta o nome dela, o período que esta abrangendo, e o nome da empresa é o primeiro passo, e não tem grandes mistérios. Vamos continuar: A partir desse ponto é que vamos começar a ver a nova formatação da demonstração, a primeira linha que anteriormente estávamos chamando de RECEITA DE VENDAS, agora se chamará de RECEITA BRUTA DE VENDAS, e apresentará o saldo de toda a receita de vendas que a empresa ganhou no período. Na verdade estaremos somente mudando o nome, pois a “lógica” será a mesma. Ficará assim: Chamamos essa linha de receita bruta de vendas (se a empresa fosse prestadora de serviços, seria RECEITA BRUTA DE SERVICOS), porque como vimos nos tutoriais que se passaram, não é a empresa que paga os impostos, e sim que os comprou, pois na verdade o valor do impostos na maioria das vezes está incluído no preço. Assim esse valor que estamos apresentando contempla tudo o que a empresa cobrou pelas vendas efetuadas, porem não é todo esse valor que será revertido integralmente a favor da empresa, então iremos “lapidar“ esse valor para demonstrar quanto que realmente pertence á empresa, que será a RECEITA LIQUIDA DE VENDAS. Para tal, antes temos que diminuir do valor da receita bruta de vendas os valores que não pertencem a empresa, ou seja, que a empresa não ira efetivamente usufruir, podemos dizer então que estaremos “ajustando”, no bom sentido, a receita da empresa. O primeiro “ajuste” que já sabemos que temos que fazer, e retirar do valor da receita bruta o valor dos impostos, pois como dito acima estes não pertence á empresa, esta é mera depositária dos mesmos, cobra dos compradores, e repassa ao governo. Então temos que deduzir da receita bruta o valor dos impostos, a fim de chegarmos a receita liquida que é a que efetivamente será revertida a favor da empresa, ficaria assim:
  • 5. Vejam que agora demonstramos que apesar da empresa, ter um faturamento (todo valor que espera receber pelas vendas) na quantia de R$ 2.000,00, o valor que ela usará efetivamente para suprir os gastos com suas operações será de R$ 1.815,00, os valores dos impostos (PIS e COFINS), foram deduzidos da receita bruta e chegamos ao valor da receita líquida de vendas. A partir desse valor, o que consta na linha de liquida de vendas, vamos deduzir o valor do CUSTO DA MERCADORIA VENDIDA, assim chegaremos ao LUCRO BRUTO. Afinal se você compra um carro por R$ 6.000,00 e o vende por R$ 8.000,00, chegamos ao lucro nessa operação diminuindo o valor da venda do custo, certo? A mesma coisa faremos na DRE. Ficará assim a nossa Demonstração: Por último temos a linha de LUCRO LIQUIDO, essa linha é a ultima que deve aparecer na demonstração, em nosso exemplo, ela vem logo após a linha de LUCRO BRUTO e apresentando o mesmo valor, por acaso, ela virá sempre ao final da demonstração. Analisando a demonstração acima, rapidamente podemos nota que a empresa faturou (tudo o que cobrou pela venda) a quantia de R$ 2.000,00, porém somente R$ 1.815,00 é que realmente é da empresa, desses, R$ 453,70, foram relativos ao custo da mercadoria, é o lucro do período foi de R$ 1.361,30.