SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
IMPACTO FEMORO ACETABULAR
Leandro M. C. Freire – MR1
Junho de 2015
Reunião Multidisciplinar
Ortopedia – Radiologia – Fisioterapia
Quadril
• Limites
– Cristas ilíacas
– Fêmur proximal
• Suporta coluna
• Liga esqueleto axial e MMII
• Movimento de locomoção
• Equilibrio
Quadril
• Articulação Coxo-Femoral
– Diartrose esferoidal
– Cabeça do fêmur e acetábulo
– Bola e soquete
Quadril
• Articulação coxofemoral
– 3 eixos
• Sagital
– Flexão
– Extensão
• Coronal
– Abdução
– Adução
• Transversal
– Rotação interna
– Rotação externa
Quadril
• Estabilidade
– Óssea
– Cartilaginosa
– Ligamentar
– Muscular
Instabilidade
Osteoartrose
Contato anormal entre Colo do Fêmur e Acetábulo  Flexão e Rotação Interna
Impacto Femoro Acetabular
“situação mecânica que ocorre quando o
quadril apresenta uma incongruência nos
extremos de suas amplitudes de movimento,
especialmente quando ele dobrado ou rodado
para dentro”
SBOT
Situação
Mecânica
Lesão de
Labrum e
Cartilagem
articular
Osteoartrose
Impacto Femoro Acetabular
1913
• Miculicz
• Alteração na forma da cebeça femoral como causa de
osteoartrose
1965
• Murray
• Relação entre deformidade da cabeça femoral e
coxartrose
1979
• Demaris e Lasquene
• Dores no quadril associado a anormalidades estruturais
no colo do fêmur de atletas
Impacto Femoro Acetabular
• Relativamente recente
• Subdiagnósticada ou não conhecidas no
passado
• Hoje: conhecida causa de coxartrose
2003
• Ganz et al
• Situação mecânica responsável por osteoartrose do quadril
devido deformidades no acetábulo ou fêmur proximal
Impacto Femoro Acetabular
Impacto Femoro Acetabular
• Epidemiologia
– 10-15% da população geral
• 10% sexo masculino
• 2% sexo feminino
– Prevalência em adultos jovens
• 20 – 55 anos
– Maior causa de coxartrose precoce
• <70 anos  60-70% dos casos
Impacto Femoro Acetabular
• Epidemiologia
– Principal causa
• Dor no quadril
• Redução da ADM
• Redução da performance em atletas
– 2 /3 doentes praticam atividade desportiva
– Atletas Grupo de risco
Impacto Femoro Acetabular
• Classificação
– CAM  Fêmur
– PINCER  Acetábulo
– Misto  70 – 86% dos casos
• Predominio do tipo CAM
Impacto Femoro Acetabular
Colo femoral X Borda do acetábulo
Lesão do Labrum, osso condral e cartilagem
articular
Porcesso degenerativo articular
Impacto Femoro Acetabular
• Borda acetabular
anormal
• Mulheres de meia-
idade
• Praticantes ou não de
esporte
• Excesso de cobertura
acetabular(labrum)
Pincer
Impacto Femoro Acetabular
• Esmagamento do labrum
• Lesão condral antero-superior
• Destacamento da cartilagem articular
• Lesão de contra-golpe
Pincer
Impacto femoro acetabular
• Pincer
Impacto femoro acetabular
• Pincer
Impacto Femoro Acetabular
• Cabeca/colo
femoral anormal
• Sexo masculino
• Atletas
• 3ª e 4ª década
de vida
CAM
Impacto Femoro Acetabular
• Porção anesférica com maior diâmetro
• Cisalhamento e destacamento do labrum
• Avulsão condral
• Destacamento da cartilagem acetabular
CAM
Impacto Femoro Acetabular
• CAM
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
– Adultos jovens ativos
– 2/3 dos pacientes praticam esportes
– Flexão mantida (sentado)
Dor na virilha
Limitação da ADM
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
– Dor
• Principal sintoma
• Localização:
– Região inguinal, grande trocanter, nádega
– Sinal em “C”
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
– Dor
• Início associado a estresse mecânico menor
• Intensidade moderada
• Evolução insidiosa
• Agravantes
– Atividade física
– Longos períodos sentado
– Ao andar
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
– Limitação da ADM
• ↓ rendimento nas praticas desportivas
• Impossibidade de correr, saltar, agachar
• Limitaçao das atividades diárias
– Calçar-se
– Entrar/sair do carro
– Ficar de pé ou sentado período prolongado
– Articulação presa
– Falência do membro
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
– Exame físico
• Comparativo
• Padrão da marcha
• Rigidez
• Instabilidade articular
• Amplitude do movimento
– Flexão
– Abdução
– Rotação interna
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
– Exame físico
• Amplitude de movimento
– Flexão  130°
– Extensão  30°
– Abdução  45°
– Adução  30°
– Rotação externa  45°
– Rotação interna  30°
– Exame físico
• Teste do impacto anterior
(FADURI)
– Positivo
» dor
– Diagnóstico
» Indolor após analgesia
– Alta sensibilidade (>95%)
– Sinal de Drehmanns
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
– Exame físico
• Teste de descompressão de Ribas
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
– Exame físico
• Teste de impacto posterior
– Sensibilidade 100%para lesão do labrum
Impacto Femoro Acetabular
• Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
– Exame físico
• Teste de FABER
• Avaliação radiológica
– Radiografia
• AP de Bacia
– Com carga
– Sem e/ou com rotação interna 15º
– Sem e/ou com rotação externa 30º
• Falso perfil do quadril (Laquesne e Sèze)
• Perfil do fêmur proximal (Rippstein-Dunn)
Impacto Femoro Acetabular
Impacto Femoro Acetabular
• Tratamento
– Conservador
– Osteocondroplastia Femoral e acetabular
– Artroscopia
– Osteotomia periacetabular
Impacto Femoro Acetabular
• Tratamento
– Conservador
• Fisioterapia
• Medicamentoso (AINES)
• Mudança de atividade
Impacto Femoro Acetabular
• Tratamento
– Cirurgia aberta
• Mais agressiva
• Envolve luxação do quadril
Impacto Femoro Acetabular
• Tratamento
– Artroscopia
• Menos invasiva
• 2 horas de mesa de tração
Impacto Femoro Acetabular
• Tratamento
Impacto Femoro Acetabular
• Tratamento
Obrigado pela atenção...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do Joelho
Aula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do JoelhoAula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do Joelho
Aula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do JoelhoDavid Sadigursky
 
Avaliação da coluna lombar
Avaliação da coluna lombarAvaliação da coluna lombar
Avaliação da coluna lombarJunio Alves
 
Fisioterapia na atençao básica de saúde
Fisioterapia na atençao básica de saúdeFisioterapia na atençao básica de saúde
Fisioterapia na atençao básica de saúdeAnaPaulaSousa956336
 
Dor ombro, cotovelo, punho e mã£o
Dor ombro, cotovelo, punho e mã£oDor ombro, cotovelo, punho e mã£o
Dor ombro, cotovelo, punho e mã£opauloalambert
 
Cotovelo e antebraço
Cotovelo e antebraçoCotovelo e antebraço
Cotovelo e antebraçoparaiba1974
 
Cinesiologia e biomecânica do complexo articular do ombro
Cinesiologia e biomecânica do complexo articular do ombroCinesiologia e biomecânica do complexo articular do ombro
Cinesiologia e biomecânica do complexo articular do ombroRaphael Menezes
 
Biomecânica do Joelho
Biomecânica do JoelhoBiomecânica do Joelho
Biomecânica do JoelhoWelisson Porto
 
Testes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
Testes especiais de coluna lombar e pelve em FisioterapiaTestes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
Testes especiais de coluna lombar e pelve em FisioterapiaFisioterapeuta
 

Mais procurados (20)

Ombro, Cotovelo, Punho e Mão
Ombro, Cotovelo, Punho e MãoOmbro, Cotovelo, Punho e Mão
Ombro, Cotovelo, Punho e Mão
 
Modulo 10
Modulo 10Modulo 10
Modulo 10
 
Lesões do Plexo Braquial
Lesões do Plexo BraquialLesões do Plexo Braquial
Lesões do Plexo Braquial
 
Aula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do Joelho
Aula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do JoelhoAula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do Joelho
Aula Rotura do Ligamento Cruzado Posterior do Joelho
 
Luxação da Patela
Luxação da PatelaLuxação da Patela
Luxação da Patela
 
Reflexos
ReflexosReflexos
Reflexos
 
Avaliação da coluna lombar
Avaliação da coluna lombarAvaliação da coluna lombar
Avaliação da coluna lombar
 
Alterações Posturais
Alterações PosturaisAlterações Posturais
Alterações Posturais
 
Complexo articular do ombro
Complexo articular do ombroComplexo articular do ombro
Complexo articular do ombro
 
Fisioterapia na atençao básica de saúde
Fisioterapia na atençao básica de saúdeFisioterapia na atençao básica de saúde
Fisioterapia na atençao básica de saúde
 
Síndrome Femoropatelar
Síndrome FemoropatelarSíndrome Femoropatelar
Síndrome Femoropatelar
 
Marcha normal e_patologica
Marcha normal e_patologicaMarcha normal e_patologica
Marcha normal e_patologica
 
Tornozelo e pe
Tornozelo e peTornozelo e pe
Tornozelo e pe
 
Dor ombro, cotovelo, punho e mã£o
Dor ombro, cotovelo, punho e mã£oDor ombro, cotovelo, punho e mã£o
Dor ombro, cotovelo, punho e mã£o
 
Cotovelo e antebraço
Cotovelo e antebraçoCotovelo e antebraço
Cotovelo e antebraço
 
Cinesiologia e biomecânica do complexo articular do ombro
Cinesiologia e biomecânica do complexo articular do ombroCinesiologia e biomecânica do complexo articular do ombro
Cinesiologia e biomecânica do complexo articular do ombro
 
Biomecânica do Joelho
Biomecânica do JoelhoBiomecânica do Joelho
Biomecânica do Joelho
 
Conceitos Iniciais da Ortopedia
Conceitos Iniciais da OrtopediaConceitos Iniciais da Ortopedia
Conceitos Iniciais da Ortopedia
 
Quadril
QuadrilQuadril
Quadril
 
Testes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
Testes especiais de coluna lombar e pelve em FisioterapiaTestes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
Testes especiais de coluna lombar e pelve em Fisioterapia
 

Destaque

Aula sobre quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
Aula sobre  quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabularAula sobre  quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
Aula sobre quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabularRobson Rocha
 
Anatomia do quadril
Anatomia do quadril Anatomia do quadril
Anatomia do quadril BrunoGhem
 
Lesões ósseas císticas benignas
Lesões ósseas císticas benignasLesões ósseas císticas benignas
Lesões ósseas císticas benignasisadoracordenonsi
 
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de RizartroseAula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de RizartroseRobson Rocha
 
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...Cristina Kari
 
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...Helen Vieira
 
Anatomia do Pescoço
Anatomia do PescoçoAnatomia do Pescoço
Anatomia do PescoçoIgor Tunes
 
Aula 002 ArticulaçõEs
Aula 002   ArticulaçõEsAula 002   ArticulaçõEs
Aula 002 ArticulaçõEsTiago Domingos
 
Pelve Masculina e Feminina
Pelve Masculina e FemininaPelve Masculina e Feminina
Pelve Masculina e FemininaNorberto Werle
 

Destaque (20)

Aula sobre quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
Aula sobre  quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabularAula sobre  quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
Aula sobre quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
 
Quadril - Exame Físico
Quadril - Exame FísicoQuadril - Exame Físico
Quadril - Exame Físico
 
Lequesne e ducroquet
Lequesne e ducroquetLequesne e ducroquet
Lequesne e ducroquet
 
Anatomia do quadril
Anatomia do quadril Anatomia do quadril
Anatomia do quadril
 
artrologia
 artrologia artrologia
artrologia
 
Femoroacetabular Impingement Basic Concepts
Femoroacetabular Impingement Basic ConceptsFemoroacetabular Impingement Basic Concepts
Femoroacetabular Impingement Basic Concepts
 
Lesões ósseas císticas benignas
Lesões ósseas císticas benignasLesões ósseas císticas benignas
Lesões ósseas císticas benignas
 
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de RizartroseAula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
 
Questoes anatomia pelve
Questoes anatomia pelveQuestoes anatomia pelve
Questoes anatomia pelve
 
Aplicação da medida de independência funcional mif
Aplicação da medida de independência funcional   mifAplicação da medida de independência funcional   mif
Aplicação da medida de independência funcional mif
 
Pelve, quadril e joelho
Pelve, quadril e joelhoPelve, quadril e joelho
Pelve, quadril e joelho
 
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3   55 questões específic...
[Inforad] apostila de concurso para radiologia vol. 3 55 questões específic...
 
Prova técnico radiologia
Prova técnico radiologiaProva técnico radiologia
Prova técnico radiologia
 
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
Fisioterapia aplicada a traumato ortopedia e desporto i cap 8 patologias da c...
 
Anatomia da pelve
Anatomia da pelveAnatomia da pelve
Anatomia da pelve
 
Trauma dos Membros Superiores
Trauma dos Membros SuperioresTrauma dos Membros Superiores
Trauma dos Membros Superiores
 
Cinésiologia parte 1
Cinésiologia parte 1Cinésiologia parte 1
Cinésiologia parte 1
 
Anatomia do Pescoço
Anatomia do PescoçoAnatomia do Pescoço
Anatomia do Pescoço
 
Aula 002 ArticulaçõEs
Aula 002   ArticulaçõEsAula 002   ArticulaçõEs
Aula 002 ArticulaçõEs
 
Pelve Masculina e Feminina
Pelve Masculina e FemininaPelve Masculina e Feminina
Pelve Masculina e Feminina
 

Semelhante a Impacto femoro acetabular - Dr Leandro Freire

Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia  patelo-femoral ?Como tratar a condropatia  patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?Fernando Farias
 
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?Lizandra Nunnes
 
Exame físico membros superiores
Exame físico membros superiores Exame físico membros superiores
Exame físico membros superiores Paulo Alambert
 
aula coluna lombar e cervical 2015 (1).pptx
aula coluna lombar e cervical 2015 (1).pptxaula coluna lombar e cervical 2015 (1).pptx
aula coluna lombar e cervical 2015 (1).pptxMiltonRicardodeMedei
 
Exame físico membros inferiores
Exame físico membros inferiores Exame físico membros inferiores
Exame físico membros inferiores Paulo Alambert
 
aulasindromeimpactoemr-150727185401-lva1-app6892.pdf
aulasindromeimpactoemr-150727185401-lva1-app6892.pdfaulasindromeimpactoemr-150727185401-lva1-app6892.pdf
aulasindromeimpactoemr-150727185401-lva1-app6892.pdfssuser1c7b51
 
Aula sindrome impacto e lesão manguito rotador
Aula sindrome impacto e lesão manguito rotadorAula sindrome impacto e lesão manguito rotador
Aula sindrome impacto e lesão manguito rotadorMauricio Fabiani
 
01 monitoria da cintura escapular
01   monitoria da cintura escapular01   monitoria da cintura escapular
01 monitoria da cintura escapularRafael Rezende
 
Exame físico esqueleto axial
Exame físico esqueleto axialExame físico esqueleto axial
Exame físico esqueleto axialpauloalambert
 
Aula 10_Biomecanica e Cinesiologia ombro, cotovelo, punho e dedos - 3 horas.pdf
Aula 10_Biomecanica e Cinesiologia ombro, cotovelo, punho e dedos - 3 horas.pdfAula 10_Biomecanica e Cinesiologia ombro, cotovelo, punho e dedos - 3 horas.pdf
Aula 10_Biomecanica e Cinesiologia ombro, cotovelo, punho e dedos - 3 horas.pdfssuser7da808
 
drcaiotraumamembrosuperior-140922142752-phpapp02.pptx
drcaiotraumamembrosuperior-140922142752-phpapp02.pptxdrcaiotraumamembrosuperior-140922142752-phpapp02.pptx
drcaiotraumamembrosuperior-140922142752-phpapp02.pptxGustavoArouche1
 
Anatomia e Patologias do Coluna Vertebral.ppt
Anatomia e Patologias do Coluna Vertebral.pptAnatomia e Patologias do Coluna Vertebral.ppt
Anatomia e Patologias do Coluna Vertebral.pptDanilloAguiar6
 
Avaliação Fisioterapêutica do Joelho - 2015.pdf
Avaliação Fisioterapêutica do Joelho - 2015.pdfAvaliação Fisioterapêutica do Joelho - 2015.pdf
Avaliação Fisioterapêutica do Joelho - 2015.pdfGustavoArouche1
 
Enfermidades específicas do joelho
Enfermidades específicas do joelhoEnfermidades específicas do joelho
Enfermidades específicas do joelhoThais Benicio
 

Semelhante a Impacto femoro acetabular - Dr Leandro Freire (20)

Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia  patelo-femoral ?Como tratar a condropatia  patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
 
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
Como tratar a condropatia patelo-femoral ?
 
Exame físico membros superiores
Exame físico membros superiores Exame físico membros superiores
Exame físico membros superiores
 
Traumas dos Membros Inferiores
Traumas dos Membros InferioresTraumas dos Membros Inferiores
Traumas dos Membros Inferiores
 
Sistema muscular Parte 1
Sistema muscular Parte 1Sistema muscular Parte 1
Sistema muscular Parte 1
 
aula coluna lombar e cervical 2015 (1).pptx
aula coluna lombar e cervical 2015 (1).pptxaula coluna lombar e cervical 2015 (1).pptx
aula coluna lombar e cervical 2015 (1).pptx
 
Exame físico membros inferiores
Exame físico membros inferiores Exame físico membros inferiores
Exame físico membros inferiores
 
aulasindromeimpactoemr-150727185401-lva1-app6892.pdf
aulasindromeimpactoemr-150727185401-lva1-app6892.pdfaulasindromeimpactoemr-150727185401-lva1-app6892.pdf
aulasindromeimpactoemr-150727185401-lva1-app6892.pdf
 
Aula sindrome impacto e lesão manguito rotador
Aula sindrome impacto e lesão manguito rotadorAula sindrome impacto e lesão manguito rotador
Aula sindrome impacto e lesão manguito rotador
 
Escoliose
EscolioseEscoliose
Escoliose
 
Lesao manguito e impacto
Lesao manguito e impactoLesao manguito e impacto
Lesao manguito e impacto
 
01 monitoria da cintura escapular
01   monitoria da cintura escapular01   monitoria da cintura escapular
01 monitoria da cintura escapular
 
Slides Curso Quadril.pptx
Slides Curso Quadril.pptxSlides Curso Quadril.pptx
Slides Curso Quadril.pptx
 
Exame físico esqueleto axial
Exame físico esqueleto axialExame físico esqueleto axial
Exame físico esqueleto axial
 
Aula 10_Biomecanica e Cinesiologia ombro, cotovelo, punho e dedos - 3 horas.pdf
Aula 10_Biomecanica e Cinesiologia ombro, cotovelo, punho e dedos - 3 horas.pdfAula 10_Biomecanica e Cinesiologia ombro, cotovelo, punho e dedos - 3 horas.pdf
Aula 10_Biomecanica e Cinesiologia ombro, cotovelo, punho e dedos - 3 horas.pdf
 
drcaiotraumamembrosuperior-140922142752-phpapp02.pptx
drcaiotraumamembrosuperior-140922142752-phpapp02.pptxdrcaiotraumamembrosuperior-140922142752-phpapp02.pptx
drcaiotraumamembrosuperior-140922142752-phpapp02.pptx
 
Anatomia e Patologias do Coluna Vertebral.ppt
Anatomia e Patologias do Coluna Vertebral.pptAnatomia e Patologias do Coluna Vertebral.ppt
Anatomia e Patologias do Coluna Vertebral.ppt
 
Síndrome do Manguito Rotador
Síndrome do Manguito RotadorSíndrome do Manguito Rotador
Síndrome do Manguito Rotador
 
Avaliação Fisioterapêutica do Joelho - 2015.pdf
Avaliação Fisioterapêutica do Joelho - 2015.pdfAvaliação Fisioterapêutica do Joelho - 2015.pdf
Avaliação Fisioterapêutica do Joelho - 2015.pdf
 
Enfermidades específicas do joelho
Enfermidades específicas do joelhoEnfermidades específicas do joelho
Enfermidades específicas do joelho
 

Último

relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdfHELLEN CRISTINA
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdfIANAHAAS
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosThaiseGerber2
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisbertoadelinofelisberto3
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfDanieldaSade
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfDanieldaSade
 

Último (9)

relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
 

Impacto femoro acetabular - Dr Leandro Freire

  • 1. IMPACTO FEMORO ACETABULAR Leandro M. C. Freire – MR1 Junho de 2015 Reunião Multidisciplinar Ortopedia – Radiologia – Fisioterapia
  • 2. Quadril • Limites – Cristas ilíacas – Fêmur proximal • Suporta coluna • Liga esqueleto axial e MMII • Movimento de locomoção • Equilibrio
  • 3. Quadril • Articulação Coxo-Femoral – Diartrose esferoidal – Cabeça do fêmur e acetábulo – Bola e soquete
  • 4. Quadril • Articulação coxofemoral – 3 eixos • Sagital – Flexão – Extensão • Coronal – Abdução – Adução • Transversal – Rotação interna – Rotação externa
  • 5. Quadril • Estabilidade – Óssea – Cartilaginosa – Ligamentar – Muscular Instabilidade Osteoartrose
  • 6. Contato anormal entre Colo do Fêmur e Acetábulo  Flexão e Rotação Interna Impacto Femoro Acetabular “situação mecânica que ocorre quando o quadril apresenta uma incongruência nos extremos de suas amplitudes de movimento, especialmente quando ele dobrado ou rodado para dentro” SBOT Situação Mecânica Lesão de Labrum e Cartilagem articular Osteoartrose
  • 7. Impacto Femoro Acetabular 1913 • Miculicz • Alteração na forma da cebeça femoral como causa de osteoartrose 1965 • Murray • Relação entre deformidade da cabeça femoral e coxartrose 1979 • Demaris e Lasquene • Dores no quadril associado a anormalidades estruturais no colo do fêmur de atletas
  • 8. Impacto Femoro Acetabular • Relativamente recente • Subdiagnósticada ou não conhecidas no passado • Hoje: conhecida causa de coxartrose 2003 • Ganz et al • Situação mecânica responsável por osteoartrose do quadril devido deformidades no acetábulo ou fêmur proximal
  • 10. Impacto Femoro Acetabular • Epidemiologia – 10-15% da população geral • 10% sexo masculino • 2% sexo feminino – Prevalência em adultos jovens • 20 – 55 anos – Maior causa de coxartrose precoce • <70 anos  60-70% dos casos
  • 11. Impacto Femoro Acetabular • Epidemiologia – Principal causa • Dor no quadril • Redução da ADM • Redução da performance em atletas – 2 /3 doentes praticam atividade desportiva – Atletas Grupo de risco
  • 12. Impacto Femoro Acetabular • Classificação – CAM  Fêmur – PINCER  Acetábulo – Misto  70 – 86% dos casos • Predominio do tipo CAM
  • 13. Impacto Femoro Acetabular Colo femoral X Borda do acetábulo Lesão do Labrum, osso condral e cartilagem articular Porcesso degenerativo articular
  • 14. Impacto Femoro Acetabular • Borda acetabular anormal • Mulheres de meia- idade • Praticantes ou não de esporte • Excesso de cobertura acetabular(labrum) Pincer
  • 15. Impacto Femoro Acetabular • Esmagamento do labrum • Lesão condral antero-superior • Destacamento da cartilagem articular • Lesão de contra-golpe Pincer
  • 18. Impacto Femoro Acetabular • Cabeca/colo femoral anormal • Sexo masculino • Atletas • 3ª e 4ª década de vida CAM
  • 19. Impacto Femoro Acetabular • Porção anesférica com maior diâmetro • Cisalhamento e destacamento do labrum • Avulsão condral • Destacamento da cartilagem acetabular CAM
  • 21. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Adultos jovens ativos – 2/3 dos pacientes praticam esportes – Flexão mantida (sentado) Dor na virilha Limitação da ADM
  • 22. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Dor • Principal sintoma • Localização: – Região inguinal, grande trocanter, nádega – Sinal em “C”
  • 23. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Dor • Início associado a estresse mecânico menor • Intensidade moderada • Evolução insidiosa • Agravantes – Atividade física – Longos períodos sentado – Ao andar
  • 24. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Limitação da ADM • ↓ rendimento nas praticas desportivas • Impossibidade de correr, saltar, agachar • Limitaçao das atividades diárias – Calçar-se – Entrar/sair do carro – Ficar de pé ou sentado período prolongado – Articulação presa – Falência do membro
  • 25. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Comparativo • Padrão da marcha • Rigidez • Instabilidade articular • Amplitude do movimento – Flexão – Abdução – Rotação interna
  • 26. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Amplitude de movimento – Flexão  130° – Extensão  30° – Abdução  45° – Adução  30° – Rotação externa  45° – Rotação interna  30°
  • 27. – Exame físico • Teste do impacto anterior (FADURI) – Positivo » dor – Diagnóstico » Indolor após analgesia – Alta sensibilidade (>95%) – Sinal de Drehmanns Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular
  • 28. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Teste de descompressão de Ribas
  • 29. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Teste de impacto posterior – Sensibilidade 100%para lesão do labrum
  • 30. Impacto Femoro Acetabular • Sídrome do Impacto Femoro Acetabular – Exame físico • Teste de FABER
  • 31. • Avaliação radiológica – Radiografia • AP de Bacia – Com carga – Sem e/ou com rotação interna 15º – Sem e/ou com rotação externa 30º • Falso perfil do quadril (Laquesne e Sèze) • Perfil do fêmur proximal (Rippstein-Dunn) Impacto Femoro Acetabular
  • 32. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento – Conservador – Osteocondroplastia Femoral e acetabular – Artroscopia – Osteotomia periacetabular
  • 33. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento – Conservador • Fisioterapia • Medicamentoso (AINES) • Mudança de atividade
  • 34. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento – Cirurgia aberta • Mais agressiva • Envolve luxação do quadril
  • 35. Impacto Femoro Acetabular • Tratamento – Artroscopia • Menos invasiva • 2 horas de mesa de tração