SlideShare uma empresa Scribd logo
Relação entre escola e a comunidade

A escola Centro Educacional Nice Lobão, está localizado no centro da cidade. A comunidade em
que a escola está inserida é bastante diversificada cultural e economicamente, pois exitem
desigualdades sociais. Entretanto a comunidade é parte principal para o desenvolvimento do
processo educativo, pois a escola tem que andar lado a lado com a comunidade para assim, gerar
ensino a partir da realidade do aluno e obter uma aprendizagem de qualidade.

Sabendo da importância da participação da comunidade nas decisões da escola, entendemos que só
podemos melhorar o funcionamento se toda a comunidade tiver uma participação ativa, então
procuramos sempre:
– Fazer reuniões participativa com pais e comunidades para esclarecimento sobre o andamento da
   escola e o desempenho da classe estudantil;
–   Discutimos o que está dando certo e o que precisa ser melhorado no processo ensino
   aprendizagem;
– Procuramos envolver e orientar os pais para que eles possam acompanhar a aprendizagem dos
   seus filhos;
– Nas reuniões com pais e mestres contamos com a participação da comunidade e demais
   pessoas que fazem parte dos diversos segmentos da escola, dialogando e ouvindo suas opiniões.
– Realizamos eventos e comemorações, decidido e organizado com a participação de professores,
   alunos, pais, e demais segmentos da escola para promover a auto estima dos educandos.

       A atividade adotada no Centro Educacional Nice Lobão é aquela que visa os valores de
cooperação, solidariedades, respeito mútuo, espírito de equipe e amizade entre os seus diversos
segmentos para que, através desses valores possa possa realmente preparar o seu corpo discente
para viver como cidadãos conscientes de seus deveres e ações.
       Dentro desse bom relacionamento a escola promove uma série de atividades, tais como: o
incentivo à prática de esportes, através dos jogos escolares; o despertamento para a conscientização
ecológica, através de feira e exposição de plantas nas quais são ressaltada a importância das árvores,
dos animais para a preservação e sustentação da vida no planeta; estímulo para a arte através de
cursos de poesias, seminários e desfiles em datas cívicas.

Estrutura da escola

       A estrutura da comunidade escolar é composta por alunos, pais, professores, um Diretora
Rosângela Lopes Campelo da Silva e uma Adjunta Rosélia Cesar de Sousa Flor, duas Orientadoras:
Janete Oliveira do Monte e Iraneide, Agentes Administrativos e Agentes de Serviços Gerais. A
estes menbros cabem participar para que se possa desenvolver um trabalho educativo mais amplo.
Todos os segmentos da escola são envolvidos na elaboração de planos e forma de melhor o
desenvolvimento do processo educativo e alcançar as metas proposta pela escola.
       A Escola C.E. Nice Lobão, conta com a demanda de 407 discentes em três turnos:
Matutino, Vespertino e Noturno. A mesma oferece o Nível de Ensino Regular de 09 Anos. Ensino
Fundamental Menor de 1º ao 5º ano e Ensino Fundamental Maior de 6º ao 9º Ano. Atendemos a
todas as classes sociais, em todas as faixas etárias.

Recursos da Escola

Recursos Humanos: A escola disponibiliza um quadro de professores graduados e qualificados,
sendo 19 efetivados. Não há professores substitutos. Dentre eles, três são professores de
matemática, todos na sua área específica de graduação. Possui o nº de 16 Funcionários e Servidores
Administrativos. Somando o total de 35 Funcionários Públicos Municipais.

Recursos Materiais: A escola oferece classes amplas, com carteiras, quadro negro, giz, livros
didáticos e paradidáticos, uma TV com aparelho de DVD, um laboratório de informática.
Atualmente, a Secretaria de escola está agregada ao laboratório de informática por falta de espaço
físico na escola devido a grande demanda do turno Matutino. Não temos quadra de esportes,
fazemos uso da quadra comunitária da cidade. Não temos biblioteca, etc...

Aspectos Pedagógicos: Como o nosso alunado é formado de classes sociais diversas, a escola não
adota somente uma concepção pedagógica, poi isso, faz-se necessário fazer uma mesclarem de
concepções: Liberada Renovada Progressista e Progressista “Crítico Social dos Conteúdos.
Evidentemente tais concepções se manifestam, concretamente, nas prática escolares e no ideário de
muitos professores, ainda que estes não dêem conta dessa influência.

A escola adota as normas legais dos Parâmetros Curriculares Nacionais de acordo com a Lei
Federal 9394/96, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Escolhem os livros que melhor
retratam a vida escolar e social do educando, respeitando os princípios e metas do projeto
educativo pois precisam ser flexíveis às diferentes classes sociais. Afim de que os professores
possam promover discussões e elaborações de acordo com a realidade dos discentes em sala de
aula, pois é quem mais conhece as necessidades dos alunos.

No incio do ano letivo, a Secretaria Municipal de Educação promove aos professores encontros
pedagógicos e seminários. O Governo Federal dispõem aos professores vários cursos no Programa
Plataforma Paulo Freire, em que todos tem uma oportunidade de uma formação continuada pois
sabemos que o professor é um eterno aprendiz.

Aulas expositivas e trabalhos em equipe.
A idéia de aprender fazendo está sempre presente. A escola valoriza as tentativas experimentais , a
pesquisas, o estudo do meio natural e social, o método de soluções de problemas. Ressaltando que
existem diferenças sociais marcantes que determinam diferentes necessidades de aprendizagem.
Embora os métodos variem, eles partem sempre de atividades adequadas a faixa etárias em natureza
do aluno, para assim, garantir a todos o direito de aprender.

O sistema de avaliação adotado na escola é o diagnóstico contínuo somativo e formativo, pois
sabemos que a avaliação não acontece em momentos isolados mas sim num contexto real e global
das vidas do educando.
    •  provas discursivas, objetivas e subjetivas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação das escolas selecionadas no seminário
Apresentação das escolas selecionadas no seminárioApresentação das escolas selecionadas no seminário
Apresentação das escolas selecionadas no seminário
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Wanderlei selo unicef
Wanderlei selo unicefWanderlei selo unicef
Wanderlei selo unicef
Alinebrauna Brauna
 
Avaliação PNAIC
Avaliação PNAICAvaliação PNAIC
Avaliação PNAIC
Lais Renata
 
Calendário Escolar
Calendário EscolarCalendário Escolar
Calendário Escolar
jsaltmann
 
Slaide do projeto formação pela escola
Slaide  do projeto formação pela escolaSlaide  do projeto formação pela escola
Slaide do projeto formação pela escola
terezinhasobrinho
 
Estatuto da apm ana marcia timoti
Estatuto da apm   ana marcia timotiEstatuto da apm   ana marcia timoti
Estatuto da apm ana marcia timoti
Ana Marcia Costa Timoti
 
Descobrir Leituras para ler o Mundo” – Filosofia para Crianças
Descobrir Leituras para ler o Mundo” – Filosofia para CriançasDescobrir Leituras para ler o Mundo” – Filosofia para Crianças
Descobrir Leituras para ler o Mundo” – Filosofia para Crianças
Slamit
 
Reunião sobre Primeira Infância: Asas da Florestania Infantil
Reunião sobre Primeira Infância: Asas da Florestania InfantilReunião sobre Primeira Infância: Asas da Florestania Infantil
Reunião sobre Primeira Infância: Asas da Florestania Infantil
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Sociologi..
Sociologi..Sociologi..
Sociologi..
Eduarda Bonora Kern
 
Apresentação do Profuncionário
Apresentação do Profuncionário Apresentação do Profuncionário
Apresentação do Profuncionário
marcilene1311
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TAIPU
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TAIPURELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TAIPU
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TAIPU
Claudio Pessoa
 
Apresentação PPS
Apresentação PPSApresentação PPS
Apresentação PPS
negrescow
 
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
Painel 1 slides Alessandra Assis - PIBID UFBA - III Seminário do Programa Ins...
Painel 1 slides Alessandra Assis - PIBID UFBA - III Seminário do Programa Ins...Painel 1 slides Alessandra Assis - PIBID UFBA - III Seminário do Programa Ins...
Painel 1 slides Alessandra Assis - PIBID UFBA - III Seminário do Programa Ins...
pibidalice
 
Apresentação da escola 2011
Apresentação da escola 2011Apresentação da escola 2011
Apresentação da escola 2011
negrescow
 
2012 requer outorga de moção de aplausos à direção do instituto santa rosa,...
2012   requer outorga de moção de aplausos à direção do instituto santa rosa,...2012   requer outorga de moção de aplausos à direção do instituto santa rosa,...
2012 requer outorga de moção de aplausos à direção do instituto santa rosa,...
drtaylorjr
 
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca EscolarRelatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Paa bibliotecas escolares 2016 2017Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Risoleta Montez
 

Mais procurados (20)

Apresentação das escolas selecionadas no seminário
Apresentação das escolas selecionadas no seminárioApresentação das escolas selecionadas no seminário
Apresentação das escolas selecionadas no seminário
 
Wanderlei selo unicef
Wanderlei selo unicefWanderlei selo unicef
Wanderlei selo unicef
 
Avaliação PNAIC
Avaliação PNAICAvaliação PNAIC
Avaliação PNAIC
 
Calendário Escolar
Calendário EscolarCalendário Escolar
Calendário Escolar
 
Slaide do projeto formação pela escola
Slaide  do projeto formação pela escolaSlaide  do projeto formação pela escola
Slaide do projeto formação pela escola
 
Estatuto da apm ana marcia timoti
Estatuto da apm   ana marcia timotiEstatuto da apm   ana marcia timoti
Estatuto da apm ana marcia timoti
 
Descobrir Leituras para ler o Mundo” – Filosofia para Crianças
Descobrir Leituras para ler o Mundo” – Filosofia para CriançasDescobrir Leituras para ler o Mundo” – Filosofia para Crianças
Descobrir Leituras para ler o Mundo” – Filosofia para Crianças
 
Reunião sobre Primeira Infância: Asas da Florestania Infantil
Reunião sobre Primeira Infância: Asas da Florestania InfantilReunião sobre Primeira Infância: Asas da Florestania Infantil
Reunião sobre Primeira Infância: Asas da Florestania Infantil
 
Sociologi..
Sociologi..Sociologi..
Sociologi..
 
Apresentação do Profuncionário
Apresentação do Profuncionário Apresentação do Profuncionário
Apresentação do Profuncionário
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TAIPU
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TAIPURELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TAIPU
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TAIPU
 
Apresentação PPS
Apresentação PPSApresentação PPS
Apresentação PPS
 
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
 
Painel 1 slides Alessandra Assis - PIBID UFBA - III Seminário do Programa Ins...
Painel 1 slides Alessandra Assis - PIBID UFBA - III Seminário do Programa Ins...Painel 1 slides Alessandra Assis - PIBID UFBA - III Seminário do Programa Ins...
Painel 1 slides Alessandra Assis - PIBID UFBA - III Seminário do Programa Ins...
 
Apresentação da escola 2011
Apresentação da escola 2011Apresentação da escola 2011
Apresentação da escola 2011
 
2012 requer outorga de moção de aplausos à direção do instituto santa rosa,...
2012   requer outorga de moção de aplausos à direção do instituto santa rosa,...2012   requer outorga de moção de aplausos à direção do instituto santa rosa,...
2012 requer outorga de moção de aplausos à direção do instituto santa rosa,...
 
Be pa luisa_fadista
Be pa luisa_fadistaBe pa luisa_fadista
Be pa luisa_fadista
 
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca EscolarRelatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
 
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
 
Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Paa bibliotecas escolares 2016 2017Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Paa bibliotecas escolares 2016 2017
 

Destaque

Grupos sociales jc
Grupos sociales jcGrupos sociales jc
Grupos sociales jc
Garcia_juanc
 
Unidade 3 atividade 3
Unidade 3 atividade 3Unidade 3 atividade 3
Unidade 3 atividade 3
Jackeline Vieira
 
ConstruçãO Ppp[1]
ConstruçãO Ppp[1]ConstruçãO Ppp[1]
ConstruçãO Ppp[1]
guestaa7fd
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
wil
 
Atividade 3.2 A relação escola comunidade Janete Lopes
Atividade 3.2  A relação escola comunidade Janete LopesAtividade 3.2  A relação escola comunidade Janete Lopes
Atividade 3.2 A relação escola comunidade Janete Lopes
petitalopes
 
Atps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidadeAtps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidade
mkbariotto
 
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogicomodelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
José Antonio Ferreira da Silva
 
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICOPROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
Cursos Profissionalizantes
 

Destaque (8)

Grupos sociales jc
Grupos sociales jcGrupos sociales jc
Grupos sociales jc
 
Unidade 3 atividade 3
Unidade 3 atividade 3Unidade 3 atividade 3
Unidade 3 atividade 3
 
ConstruçãO Ppp[1]
ConstruçãO Ppp[1]ConstruçãO Ppp[1]
ConstruçãO Ppp[1]
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
 
Atividade 3.2 A relação escola comunidade Janete Lopes
Atividade 3.2  A relação escola comunidade Janete LopesAtividade 3.2  A relação escola comunidade Janete Lopes
Atividade 3.2 A relação escola comunidade Janete Lopes
 
Atps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidadeAtps projeto de extensao_a_comunidade
Atps projeto de extensao_a_comunidade
 
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogicomodelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
 
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICOPROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
 

Semelhante a Histórico do CENL

Projeto político pedagógico
Projeto político pedagógicoProjeto político pedagógico
Projeto político pedagógico
mauriliojr
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogico
Evelise de Araújo
 
Modelo do dossiê 2014 - prêmio escola de qualidade
Modelo do dossiê  2014 - prêmio escola de qualidadeModelo do dossiê  2014 - prêmio escola de qualidade
Modelo do dossiê 2014 - prêmio escola de qualidade
em_raimundofernandes
 
Atps projeto de extensão a comunidade
Atps projeto de extensão a comunidadeAtps projeto de extensão a comunidade
Atps projeto de extensão a comunidade
Klebiana Correia
 
o espaço escolar na atualidade
o espaço escolar na atualidadeo espaço escolar na atualidade
o espaço escolar na atualidade
Rhaykaisa
 
PTE_Apresentacao_final_para_ler_o_mundo.pdf
PTE_Apresentacao_final_para_ler_o_mundo.pdfPTE_Apresentacao_final_para_ler_o_mundo.pdf
PTE_Apresentacao_final_para_ler_o_mundo.pdf
danielle50811770
 
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
Adilson P Motta Motta
 
Adoleta professor
Adoleta professorAdoleta professor
Adoleta professor
Elaine Chica
 
Mipa - Dom Bosco Maringá
Mipa - Dom Bosco MaringáMipa - Dom Bosco Maringá
Mipa - Dom Bosco Maringá
Liniker Santos
 
Modelo do dossiê 2013
Modelo do dossiê 2013Modelo do dossiê 2013
Modelo do dossiê 2013
em_raimundofernandes
 
Ppp 2012 3ª versão com assinaturas
Ppp 2012   3ª versão com assinaturasPpp 2012   3ª versão com assinaturas
Ppp 2012 3ª versão com assinaturas
Marcos Lima
 
PPP 2015 EC 29 DE TAGUATINGA
PPP 2015 EC 29 DE TAGUATINGAPPP 2015 EC 29 DE TAGUATINGA
PPP 2015 EC 29 DE TAGUATINGA
Ana Silva
 
Projeto interdisciplinar fundamentos da ed. infantil
Projeto interdisciplinar   fundamentos da ed. infantilProjeto interdisciplinar   fundamentos da ed. infantil
Projeto interdisciplinar fundamentos da ed. infantil
Valewska
 
P.P.P.- Projeto Político Pedagógico da EM Professora Rosa Maria Martins dos S...
P.P.P.- Projeto Político Pedagógico da EM Professora Rosa Maria Martins dos S...P.P.P.- Projeto Político Pedagógico da EM Professora Rosa Maria Martins dos S...
P.P.P.- Projeto Político Pedagógico da EM Professora Rosa Maria Martins dos S...
Rosana Maciel
 
Ativ 2b luana
Ativ 2b luanaAtiv 2b luana
Ativ 2b luana
Luanadias
 
Avaliação no espaço escolar
Avaliação no espaço escolarAvaliação no espaço escolar
Avaliação no espaço escolar
Maria Izabel Chaves
 
PPP 2014 - EC 29 de Taguatinga
PPP 2014 - EC 29 de TaguatingaPPP 2014 - EC 29 de Taguatinga
PPP 2014 - EC 29 de Taguatinga
Ana Silva
 
PLANO DE AÇÃO NA GESTÃO ESCOLAR 2016 a 2018 MARCIO.pdf
PLANO DE AÇÃO NA GESTÃO ESCOLAR 2016 a 2018 MARCIO.pdfPLANO DE AÇÃO NA GESTÃO ESCOLAR 2016 a 2018 MARCIO.pdf
PLANO DE AÇÃO NA GESTÃO ESCOLAR 2016 a 2018 MARCIO.pdf
ElissandraCabral2
 
interdisciplinaridade
interdisciplinaridadeinterdisciplinaridade
interdisciplinaridade
Rhaykaisa
 
PPP - e.e. Adolfo
PPP - e.e. AdolfoPPP - e.e. Adolfo
PPP - e.e. Adolfo
heder oliveira silva
 

Semelhante a Histórico do CENL (20)

Projeto político pedagógico
Projeto político pedagógicoProjeto político pedagógico
Projeto político pedagógico
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogico
 
Modelo do dossiê 2014 - prêmio escola de qualidade
Modelo do dossiê  2014 - prêmio escola de qualidadeModelo do dossiê  2014 - prêmio escola de qualidade
Modelo do dossiê 2014 - prêmio escola de qualidade
 
Atps projeto de extensão a comunidade
Atps projeto de extensão a comunidadeAtps projeto de extensão a comunidade
Atps projeto de extensão a comunidade
 
o espaço escolar na atualidade
o espaço escolar na atualidadeo espaço escolar na atualidade
o espaço escolar na atualidade
 
PTE_Apresentacao_final_para_ler_o_mundo.pdf
PTE_Apresentacao_final_para_ler_o_mundo.pdfPTE_Apresentacao_final_para_ler_o_mundo.pdf
PTE_Apresentacao_final_para_ler_o_mundo.pdf
 
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
Projeto Político Pedagógico Escola Ney Braga 2014
 
Adoleta professor
Adoleta professorAdoleta professor
Adoleta professor
 
Mipa - Dom Bosco Maringá
Mipa - Dom Bosco MaringáMipa - Dom Bosco Maringá
Mipa - Dom Bosco Maringá
 
Modelo do dossiê 2013
Modelo do dossiê 2013Modelo do dossiê 2013
Modelo do dossiê 2013
 
Ppp 2012 3ª versão com assinaturas
Ppp 2012   3ª versão com assinaturasPpp 2012   3ª versão com assinaturas
Ppp 2012 3ª versão com assinaturas
 
PPP 2015 EC 29 DE TAGUATINGA
PPP 2015 EC 29 DE TAGUATINGAPPP 2015 EC 29 DE TAGUATINGA
PPP 2015 EC 29 DE TAGUATINGA
 
Projeto interdisciplinar fundamentos da ed. infantil
Projeto interdisciplinar   fundamentos da ed. infantilProjeto interdisciplinar   fundamentos da ed. infantil
Projeto interdisciplinar fundamentos da ed. infantil
 
P.P.P.- Projeto Político Pedagógico da EM Professora Rosa Maria Martins dos S...
P.P.P.- Projeto Político Pedagógico da EM Professora Rosa Maria Martins dos S...P.P.P.- Projeto Político Pedagógico da EM Professora Rosa Maria Martins dos S...
P.P.P.- Projeto Político Pedagógico da EM Professora Rosa Maria Martins dos S...
 
Ativ 2b luana
Ativ 2b luanaAtiv 2b luana
Ativ 2b luana
 
Avaliação no espaço escolar
Avaliação no espaço escolarAvaliação no espaço escolar
Avaliação no espaço escolar
 
PPP 2014 - EC 29 de Taguatinga
PPP 2014 - EC 29 de TaguatingaPPP 2014 - EC 29 de Taguatinga
PPP 2014 - EC 29 de Taguatinga
 
PLANO DE AÇÃO NA GESTÃO ESCOLAR 2016 a 2018 MARCIO.pdf
PLANO DE AÇÃO NA GESTÃO ESCOLAR 2016 a 2018 MARCIO.pdfPLANO DE AÇÃO NA GESTÃO ESCOLAR 2016 a 2018 MARCIO.pdf
PLANO DE AÇÃO NA GESTÃO ESCOLAR 2016 a 2018 MARCIO.pdf
 
interdisciplinaridade
interdisciplinaridadeinterdisciplinaridade
interdisciplinaridade
 
PPP - e.e. Adolfo
PPP - e.e. AdolfoPPP - e.e. Adolfo
PPP - e.e. Adolfo
 

Último

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 

Último (20)

As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 

Histórico do CENL

  • 1. Relação entre escola e a comunidade A escola Centro Educacional Nice Lobão, está localizado no centro da cidade. A comunidade em que a escola está inserida é bastante diversificada cultural e economicamente, pois exitem desigualdades sociais. Entretanto a comunidade é parte principal para o desenvolvimento do processo educativo, pois a escola tem que andar lado a lado com a comunidade para assim, gerar ensino a partir da realidade do aluno e obter uma aprendizagem de qualidade. Sabendo da importância da participação da comunidade nas decisões da escola, entendemos que só podemos melhorar o funcionamento se toda a comunidade tiver uma participação ativa, então procuramos sempre: – Fazer reuniões participativa com pais e comunidades para esclarecimento sobre o andamento da escola e o desempenho da classe estudantil; – Discutimos o que está dando certo e o que precisa ser melhorado no processo ensino aprendizagem; – Procuramos envolver e orientar os pais para que eles possam acompanhar a aprendizagem dos seus filhos; – Nas reuniões com pais e mestres contamos com a participação da comunidade e demais pessoas que fazem parte dos diversos segmentos da escola, dialogando e ouvindo suas opiniões. – Realizamos eventos e comemorações, decidido e organizado com a participação de professores, alunos, pais, e demais segmentos da escola para promover a auto estima dos educandos. A atividade adotada no Centro Educacional Nice Lobão é aquela que visa os valores de cooperação, solidariedades, respeito mútuo, espírito de equipe e amizade entre os seus diversos segmentos para que, através desses valores possa possa realmente preparar o seu corpo discente para viver como cidadãos conscientes de seus deveres e ações. Dentro desse bom relacionamento a escola promove uma série de atividades, tais como: o incentivo à prática de esportes, através dos jogos escolares; o despertamento para a conscientização ecológica, através de feira e exposição de plantas nas quais são ressaltada a importância das árvores, dos animais para a preservação e sustentação da vida no planeta; estímulo para a arte através de cursos de poesias, seminários e desfiles em datas cívicas. Estrutura da escola A estrutura da comunidade escolar é composta por alunos, pais, professores, um Diretora Rosângela Lopes Campelo da Silva e uma Adjunta Rosélia Cesar de Sousa Flor, duas Orientadoras: Janete Oliveira do Monte e Iraneide, Agentes Administrativos e Agentes de Serviços Gerais. A estes menbros cabem participar para que se possa desenvolver um trabalho educativo mais amplo. Todos os segmentos da escola são envolvidos na elaboração de planos e forma de melhor o desenvolvimento do processo educativo e alcançar as metas proposta pela escola. A Escola C.E. Nice Lobão, conta com a demanda de 407 discentes em três turnos: Matutino, Vespertino e Noturno. A mesma oferece o Nível de Ensino Regular de 09 Anos. Ensino Fundamental Menor de 1º ao 5º ano e Ensino Fundamental Maior de 6º ao 9º Ano. Atendemos a todas as classes sociais, em todas as faixas etárias. Recursos da Escola Recursos Humanos: A escola disponibiliza um quadro de professores graduados e qualificados, sendo 19 efetivados. Não há professores substitutos. Dentre eles, três são professores de matemática, todos na sua área específica de graduação. Possui o nº de 16 Funcionários e Servidores Administrativos. Somando o total de 35 Funcionários Públicos Municipais. Recursos Materiais: A escola oferece classes amplas, com carteiras, quadro negro, giz, livros didáticos e paradidáticos, uma TV com aparelho de DVD, um laboratório de informática.
  • 2. Atualmente, a Secretaria de escola está agregada ao laboratório de informática por falta de espaço físico na escola devido a grande demanda do turno Matutino. Não temos quadra de esportes, fazemos uso da quadra comunitária da cidade. Não temos biblioteca, etc... Aspectos Pedagógicos: Como o nosso alunado é formado de classes sociais diversas, a escola não adota somente uma concepção pedagógica, poi isso, faz-se necessário fazer uma mesclarem de concepções: Liberada Renovada Progressista e Progressista “Crítico Social dos Conteúdos. Evidentemente tais concepções se manifestam, concretamente, nas prática escolares e no ideário de muitos professores, ainda que estes não dêem conta dessa influência. A escola adota as normas legais dos Parâmetros Curriculares Nacionais de acordo com a Lei Federal 9394/96, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Escolhem os livros que melhor retratam a vida escolar e social do educando, respeitando os princípios e metas do projeto educativo pois precisam ser flexíveis às diferentes classes sociais. Afim de que os professores possam promover discussões e elaborações de acordo com a realidade dos discentes em sala de aula, pois é quem mais conhece as necessidades dos alunos. No incio do ano letivo, a Secretaria Municipal de Educação promove aos professores encontros pedagógicos e seminários. O Governo Federal dispõem aos professores vários cursos no Programa Plataforma Paulo Freire, em que todos tem uma oportunidade de uma formação continuada pois sabemos que o professor é um eterno aprendiz. Aulas expositivas e trabalhos em equipe. A idéia de aprender fazendo está sempre presente. A escola valoriza as tentativas experimentais , a pesquisas, o estudo do meio natural e social, o método de soluções de problemas. Ressaltando que existem diferenças sociais marcantes que determinam diferentes necessidades de aprendizagem. Embora os métodos variem, eles partem sempre de atividades adequadas a faixa etárias em natureza do aluno, para assim, garantir a todos o direito de aprender. O sistema de avaliação adotado na escola é o diagnóstico contínuo somativo e formativo, pois sabemos que a avaliação não acontece em momentos isolados mas sim num contexto real e global das vidas do educando. • provas discursivas, objetivas e subjetivas.