SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Oficina
Habilidades de Comunicação
Disciplina IAPS 2
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Vivemos em uma sociedade da
Comunicação
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
E da Informação
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Como lidar com
o “paciente” do
Século XXI?
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Comunicação efetiva implica
em...
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Capacidade de enxergar o CONTEXTO
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Comunicação é sinônimo de empatia
(mas não somente simpatia)
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
E de empoderamento de ATORES
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Pode-se entender o que a pessoa
pensa? Quais as suas crenças?
• Se habilidade de comunicação é contextual, é
importante entender bem esse contexto.
• Se queremos empoderar o sujeito, é preciso
saber dialogar com ele.
• Ser dialógico e dialético significa se colocar no
lugar do outro e horizontalizar saberes e a
própria comunicação.
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
O método clínico centrado na pessoa
Ramos, 2008
Stewart et al. 2015
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
A doença e o Adoecimento
(experiência de doença)
Roa et al, 2007
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Perspectiva do médico e do paciente
Ramos, 2008
Competências socioculturais
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
A consulta em 7 passos
Ramos, 2008
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Qual relação vocês fazem entre a
consulta médica e a entrevista?
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Desenvolvendo habilidades de
comunicação frente a pessoa
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Entrevistando pessoas
A palavra "diagnóstico" quer dizer
"através do conhecimento" .
O desafio é levantar dados, transformá-los
em informação para produzir conhecimento
que subsidie o planejamento de uma ação.
Atitudes e habilidades:
Uma entrevista semiestruturada é um diálogo orientado e conduzido de maneira
suficientemente informal para que o informante possa introduzir assuntos ou
aspectos que o entrevistador não esperava.
Este tipo de entrevista é extremamente apropriado para uma Estimativa Rápida
porque os assuntos sobre os quais se procura obter dados são geralmente
complexos, exigindo respostas mais qualitativas do que quantitativas.
Campos, Faria, Santos; 2010
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Entrevistando pessoas
Campos, Faria, Santos; 2010
• As perguntas para as entrevistas com informante-chave devem ser previamente
preparadas.
• Em sua maioria, devem ser abertas, que estimulem o entrevistado a responder
de modo livre. “Fechar” se dúvidas ou se necessário dirimir dúvidas;
• cada pergunta deve referir-se a uma única ideia, ser formulada com palavras
simples e claras e ser tão curta quanto possível;
• se for mal compreendida inicialmente, deve-se repeti-la de forma mais clara;
• evitar perguntas que influenciem a resposta (por exemplo: você não acha que
as enfermeiras deveriam visitar as casas dos moradores com mais frequência?);
• evitar perguntas que usam negativas (por exemplo: não é verdade que...), por
estimularem respostas positivas.
Formulação de perguntas:
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Entrevistando pessoas
Campos, Faria, Santos; 2010
• Se apresentar: nome, função (estudante), motivo da entrevista/ visita.
• Clima amistoso e cortês, “boas maneiras”. Deixar o entrevistado à vontade para
parar, ou não responder alguma pergunta.
• Transparecer confidencialidade, e angariar a confiança do informante. Isso
ocorre se você estiver mesmo interessado na tarefa e em aprender com ele.
• Começar com as perguntas menos controvertidas para deixar o informante à
vontade e criar um clima de confiança/ confidencialidade.
• A formulação ou a forma como são feitas não deve subtender crítica ao
informante. Perguntas como por que devem ser usadas com parcimônia.
• Escuta ativa, anotar pontos-chave em local específico do roteiro. Não tentar
anotar tudo o que é dito.
Execução das entrevistas:
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Habilidades de escuta
atenta
Habilidades de
direcionamento e
estruturação da
entrevista
Habilidades empáticas
Perguntas abertas
Perguntas fechadas
Parafraseamento
Sumarização
Signposting (transição)
Reflexão de sentimentos
Observar experiência
Observar comportamento
Legitimação
Eu também ficaria...
Matching
(voz/ postura/ entonação)
Linguagem não verbal
Postura, eye-contact
Facilitadores/ encorajadores
“então”, “e depois?”, “e aí”, “Um-hum”
Calgary Cambridge Guide
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Oficina: Habilidades de comunicação
[Oficina habilidades de comunicação]
Leonardo Cançado Monteiro Savassi
Universidade Federal de Minas Gerais
Obrigado!
Boa semana
Bons estudos e...
Boa intervenção!
DISCIPLINA IAPS II

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Linguagem e Comunicação
Linguagem e ComunicaçãoLinguagem e Comunicação
Linguagem e Comunicação7 de Setembro
 
Entre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrãoEntre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrãoThiago Soares
 
O que são memórias literárias
O que são memórias literáriasO que são memórias literárias
O que são memórias literáriasEloy Souza
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaElza Silveira
 
Carreira e profissões introdução
Carreira e profissões introduçãoCarreira e profissões introdução
Carreira e profissões introduçãoSandra Marques
 
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBALCOMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBALJohn Joseph
 
Aula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do EnemAula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do EnemJoão Mendonça
 
Comunicação Não Violenta: Roda de Conversa
Comunicação Não Violenta: Roda de ConversaComunicação Não Violenta: Roda de Conversa
Comunicação Não Violenta: Roda de ConversaAlessandro Almeida
 
3. linguagem verbal e não verbal.pptx
3. linguagem verbal e não verbal.pptx3. linguagem verbal e não verbal.pptx
3. linguagem verbal e não verbal.pptxAmaroTheodoroDamasce
 
Linguagem comunicação e interação
Linguagem comunicação e interaçãoLinguagem comunicação e interação
Linguagem comunicação e interaçãoMargarete Nogueira
 
1) Mediação de Conflito
1) Mediação de Conflito 1) Mediação de Conflito
1) Mediação de Conflito CÉSAR TAVARES
 

Mais procurados (20)

Comunicação Não Violenta
Comunicação Não ViolentaComunicação Não Violenta
Comunicação Não Violenta
 
Linguagem e Comunicação
Linguagem e ComunicaçãoLinguagem e Comunicação
Linguagem e Comunicação
 
Comunicação Não Violenta
Comunicação Não ViolentaComunicação Não Violenta
Comunicação Não Violenta
 
Entre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrãoEntre a norma culta e a norma padrão
Entre a norma culta e a norma padrão
 
O que são memórias literárias
O que são memórias literáriasO que são memórias literárias
O que são memórias literárias
 
Treinamento Comunicação e mentoring grupo i
Treinamento Comunicação e mentoring   grupo iTreinamento Comunicação e mentoring   grupo i
Treinamento Comunicação e mentoring grupo i
 
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVADISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 
Sexo E Sexualidade
Sexo E SexualidadeSexo E Sexualidade
Sexo E Sexualidade
 
Carreira e profissões introdução
Carreira e profissões introduçãoCarreira e profissões introdução
Carreira e profissões introdução
 
Adolescentes e drogas
Adolescentes e drogasAdolescentes e drogas
Adolescentes e drogas
 
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBALCOMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
COMUNICACÃO VERBAL E NÃO VERBAL
 
Aula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do EnemAula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do Enem
 
Comunicação Não Violenta: Roda de Conversa
Comunicação Não Violenta: Roda de ConversaComunicação Não Violenta: Roda de Conversa
Comunicação Não Violenta: Roda de Conversa
 
Sobre apresentação oral
Sobre apresentação oralSobre apresentação oral
Sobre apresentação oral
 
Erros de Português!
Erros de Português!Erros de Português!
Erros de Português!
 
3. linguagem verbal e não verbal.pptx
3. linguagem verbal e não verbal.pptx3. linguagem verbal e não verbal.pptx
3. linguagem verbal e não verbal.pptx
 
Linguagem comunicação e interação
Linguagem comunicação e interaçãoLinguagem comunicação e interação
Linguagem comunicação e interação
 
1) Mediação de Conflito
1) Mediação de Conflito 1) Mediação de Conflito
1) Mediação de Conflito
 
Relações interpessoais
Relações interpessoaisRelações interpessoais
Relações interpessoais
 

Semelhante a Habilidade de comunicação para entrevistas

Iaps 3 UFMG habilidade de comunicação na vd
Iaps 3 UFMG  habilidade de comunicação na vdIaps 3 UFMG  habilidade de comunicação na vd
Iaps 3 UFMG habilidade de comunicação na vdLeonardo Savassi
 
IAPS 3 UFMG Educação em saúde mudança de comportamento e habilidade de comuni...
IAPS 3 UFMG Educação em saúde mudança de comportamento e habilidade de comuni...IAPS 3 UFMG Educação em saúde mudança de comportamento e habilidade de comuni...
IAPS 3 UFMG Educação em saúde mudança de comportamento e habilidade de comuni...Leonardo Savassi
 
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptxapostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptxRobertaFernandes65
 
Perca o Medo de falar em Publico com Oratória
Perca o Medo de falar em Publico com OratóriaPerca o Medo de falar em Publico com Oratória
Perca o Medo de falar em Publico com Oratóriafullarken
 
Vilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publicoVilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publicoMarcos Campanha
 
Vilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publicoVilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publicoNivia Rodrigues
 
Vilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publicoVilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publicoIsabel Moraes
 
Comunicação Corporativa - Caderno do Curso.pdf
Comunicação Corporativa - Caderno do Curso.pdfComunicação Corporativa - Caderno do Curso.pdf
Comunicação Corporativa - Caderno do Curso.pdfAlbertoMaltaJunior
 
comunicação empresarial dentro do ambiente organizacioal
comunicação empresarial dentro do ambiente organizacioalcomunicação empresarial dentro do ambiente organizacioal
comunicação empresarial dentro do ambiente organizacioalVinciusGaldino2
 
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...USP e Plexus
 
Monografia completa - Vitor Costa Neto
Monografia completa - Vitor Costa NetoMonografia completa - Vitor Costa Neto
Monografia completa - Vitor Costa NetoVitor Costa Neto
 
A arte de conversar-Luiz carlos martins
A arte de conversar-Luiz carlos martinsA arte de conversar-Luiz carlos martins
A arte de conversar-Luiz carlos martinsmaguguimaraes
 
O Poder da Preparação: Como se Preparar para uma Apresentação Confidente
O Poder da Preparação: Como se Preparar para uma Apresentação ConfidenteO Poder da Preparação: Como se Preparar para uma Apresentação Confidente
O Poder da Preparação: Como se Preparar para uma Apresentação Confidentematheus0607santos
 
Segredos da Comunicação Persuasiva: Técnicas de Oratória que Transformam Audi...
Segredos da Comunicação Persuasiva: Técnicas de Oratória que Transformam Audi...Segredos da Comunicação Persuasiva: Técnicas de Oratória que Transformam Audi...
Segredos da Comunicação Persuasiva: Técnicas de Oratória que Transformam Audi...VictorRodriguesFonse
 
“Comunicação 360°: Desenvolvendo Habilidades Oratórias para Todos os Aspectos...
“Comunicação 360°: Desenvolvendo Habilidades Oratórias para Todos os Aspectos...“Comunicação 360°: Desenvolvendo Habilidades Oratórias para Todos os Aspectos...
“Comunicação 360°: Desenvolvendo Habilidades Oratórias para Todos os Aspectos...VictorRodriguesFonse
 
Primeira apostila arte e religiao
Primeira apostila arte e religiaoPrimeira apostila arte e religiao
Primeira apostila arte e religiaoArthur Alves
 

Semelhante a Habilidade de comunicação para entrevistas (20)

Iaps 3 UFMG habilidade de comunicação na vd
Iaps 3 UFMG  habilidade de comunicação na vdIaps 3 UFMG  habilidade de comunicação na vd
Iaps 3 UFMG habilidade de comunicação na vd
 
IAPS 3 UFMG Educação em saúde mudança de comportamento e habilidade de comuni...
IAPS 3 UFMG Educação em saúde mudança de comportamento e habilidade de comuni...IAPS 3 UFMG Educação em saúde mudança de comportamento e habilidade de comuni...
IAPS 3 UFMG Educação em saúde mudança de comportamento e habilidade de comuni...
 
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptxapostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
apostila-marketing-pessoal-e-profissional-2016.pptx
 
Perca o Medo de falar em Publico com Oratória
Perca o Medo de falar em Publico com OratóriaPerca o Medo de falar em Publico com Oratória
Perca o Medo de falar em Publico com Oratória
 
Treinamento Comunicação e mentoring grupo ii
Treinamento Comunicação e mentoring   grupo iiTreinamento Comunicação e mentoring   grupo ii
Treinamento Comunicação e mentoring grupo ii
 
Vilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publicoVilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publico
 
Vilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publicoVilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publico
 
Vilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publicoVilson santos-falando-em-publico
Vilson santos-falando-em-publico
 
Marketing Pessoal Para Empresas
Marketing Pessoal Para EmpresasMarketing Pessoal Para Empresas
Marketing Pessoal Para Empresas
 
Comunicação Corporativa - Caderno do Curso.pdf
Comunicação Corporativa - Caderno do Curso.pdfComunicação Corporativa - Caderno do Curso.pdf
Comunicação Corporativa - Caderno do Curso.pdf
 
comunicação empresarial dentro do ambiente organizacioal
comunicação empresarial dentro do ambiente organizacioalcomunicação empresarial dentro do ambiente organizacioal
comunicação empresarial dentro do ambiente organizacioal
 
Gestão da comunicação
Gestão da comunicaçãoGestão da comunicação
Gestão da comunicação
 
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
Tratamento de assuntos reservados e seguranca da informacao na Industria Farm...
 
Empreendedorismo e Comunicação Corporativa: As Atividades do Profissional de ...
Empreendedorismo e Comunicação Corporativa: As Atividades do Profissional de ...Empreendedorismo e Comunicação Corporativa: As Atividades do Profissional de ...
Empreendedorismo e Comunicação Corporativa: As Atividades do Profissional de ...
 
Monografia completa - Vitor Costa Neto
Monografia completa - Vitor Costa NetoMonografia completa - Vitor Costa Neto
Monografia completa - Vitor Costa Neto
 
A arte de conversar-Luiz carlos martins
A arte de conversar-Luiz carlos martinsA arte de conversar-Luiz carlos martins
A arte de conversar-Luiz carlos martins
 
O Poder da Preparação: Como se Preparar para uma Apresentação Confidente
O Poder da Preparação: Como se Preparar para uma Apresentação ConfidenteO Poder da Preparação: Como se Preparar para uma Apresentação Confidente
O Poder da Preparação: Como se Preparar para uma Apresentação Confidente
 
Segredos da Comunicação Persuasiva: Técnicas de Oratória que Transformam Audi...
Segredos da Comunicação Persuasiva: Técnicas de Oratória que Transformam Audi...Segredos da Comunicação Persuasiva: Técnicas de Oratória que Transformam Audi...
Segredos da Comunicação Persuasiva: Técnicas de Oratória que Transformam Audi...
 
“Comunicação 360°: Desenvolvendo Habilidades Oratórias para Todos os Aspectos...
“Comunicação 360°: Desenvolvendo Habilidades Oratórias para Todos os Aspectos...“Comunicação 360°: Desenvolvendo Habilidades Oratórias para Todos os Aspectos...
“Comunicação 360°: Desenvolvendo Habilidades Oratórias para Todos os Aspectos...
 
Primeira apostila arte e religiao
Primeira apostila arte e religiaoPrimeira apostila arte e religiao
Primeira apostila arte e religiao
 

Mais de Leonardo Savassi

Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)Leonardo Savassi
 
2021 "A importância da MFC para a Saúde Pública do país". UBUNTU Liga acadêmi...
2021 "A importância da MFC para a Saúde Pública do país". UBUNTU Liga acadêmi...2021 "A importância da MFC para a Saúde Pública do país". UBUNTU Liga acadêmi...
2021 "A importância da MFC para a Saúde Pública do país". UBUNTU Liga acadêmi...Leonardo Savassi
 
2021 Medicina e Arte Liga Saude Espiritualidade.pptx
2021 Medicina e Arte Liga Saude Espiritualidade.pptx2021 Medicina e Arte Liga Saude Espiritualidade.pptx
2021 Medicina e Arte Liga Saude Espiritualidade.pptxLeonardo Savassi
 
Ventilacao Mecanica Domiciliar - Especificidades da Criança
Ventilacao Mecanica Domiciliar - Especificidades da CriançaVentilacao Mecanica Domiciliar - Especificidades da Criança
Ventilacao Mecanica Domiciliar - Especificidades da CriançaLeonardo Savassi
 
Atencao Domiciliar e Vulnerabilidade - III Congresso MT de MFC
Atencao Domiciliar e Vulnerabilidade - III Congresso MT de MFCAtencao Domiciliar e Vulnerabilidade - III Congresso MT de MFC
Atencao Domiciliar e Vulnerabilidade - III Congresso MT de MFCLeonardo Savassi
 
Aula Prevenção Quaternária - UFOP - Disciplina Medicina de Família e Comunidade
Aula Prevenção Quaternária - UFOP - Disciplina Medicina de Família e ComunidadeAula Prevenção Quaternária - UFOP - Disciplina Medicina de Família e Comunidade
Aula Prevenção Quaternária - UFOP - Disciplina Medicina de Família e ComunidadeLeonardo Savassi
 
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)Leonardo Savassi
 
Facebook: estratégia pedagógica sobre evidências na disciplina “Medicina de F...
Facebook: estratégia pedagógica sobre evidências na disciplina “Medicina de F...Facebook: estratégia pedagógica sobre evidências na disciplina “Medicina de F...
Facebook: estratégia pedagógica sobre evidências na disciplina “Medicina de F...Leonardo Savassi
 
Avaliação clínico-assistencial das Visitas Domiciliares por Profissionais da ...
Avaliação clínico-assistencial das Visitas Domiciliares por Profissionais da ...Avaliação clínico-assistencial das Visitas Domiciliares por Profissionais da ...
Avaliação clínico-assistencial das Visitas Domiciliares por Profissionais da ...Leonardo Savassi
 
Análise das práticas de Acolhimento entre profissionais da Atenção Primária a...
Análise das práticas de Acolhimento entre profissionais da Atenção Primária a...Análise das práticas de Acolhimento entre profissionais da Atenção Primária a...
Análise das práticas de Acolhimento entre profissionais da Atenção Primária a...Leonardo Savassi
 
2017 2 vd aula disciplina mfc ufop
2017   2 vd aula disciplina mfc ufop2017   2 vd aula disciplina mfc ufop
2017 2 vd aula disciplina mfc ufopLeonardo Savassi
 
2017 2 ab fam 2 disciplina mfc ufop
2017   2 ab fam 2 disciplina mfc ufop2017   2 ab fam 2 disciplina mfc ufop
2017 2 ab fam 2 disciplina mfc ufopLeonardo Savassi
 
14o CBMFC Curitiba-PR - Mesa AD na APS - Desafios
14o CBMFC Curitiba-PR - Mesa AD na APS - Desafios14o CBMFC Curitiba-PR - Mesa AD na APS - Desafios
14o CBMFC Curitiba-PR - Mesa AD na APS - DesafiosLeonardo Savassi
 
Princípios da aps slides selecionados
Princípios da aps slides selecionadosPrincípios da aps slides selecionados
Princípios da aps slides selecionadosLeonardo Savassi
 
Medicina Baseada em Evidências - Oficina UFOP buscando evidencias para subturmas
Medicina Baseada em Evidências - Oficina UFOP buscando evidencias para subturmasMedicina Baseada em Evidências - Oficina UFOP buscando evidencias para subturmas
Medicina Baseada em Evidências - Oficina UFOP buscando evidencias para subturmasLeonardo Savassi
 
2016 wonca final pastor savassi rural
2016 wonca final pastor savassi rural2016 wonca final pastor savassi rural
2016 wonca final pastor savassi ruralLeonardo Savassi
 
2016 cover page wonca normatizado
2016 cover page wonca normatizado2016 cover page wonca normatizado
2016 cover page wonca normatizadoLeonardo Savassi
 

Mais de Leonardo Savassi (20)

Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
Savassi LCM. Cuidados Paliativos e Atenção Domiciliar (LACP e Ubuntu 2023)
 
2021 "A importância da MFC para a Saúde Pública do país". UBUNTU Liga acadêmi...
2021 "A importância da MFC para a Saúde Pública do país". UBUNTU Liga acadêmi...2021 "A importância da MFC para a Saúde Pública do país". UBUNTU Liga acadêmi...
2021 "A importância da MFC para a Saúde Pública do país". UBUNTU Liga acadêmi...
 
2021 Medicina e Arte Liga Saude Espiritualidade.pptx
2021 Medicina e Arte Liga Saude Espiritualidade.pptx2021 Medicina e Arte Liga Saude Espiritualidade.pptx
2021 Medicina e Arte Liga Saude Espiritualidade.pptx
 
Ventilacao Mecanica Domiciliar - Especificidades da Criança
Ventilacao Mecanica Domiciliar - Especificidades da CriançaVentilacao Mecanica Domiciliar - Especificidades da Criança
Ventilacao Mecanica Domiciliar - Especificidades da Criança
 
Atencao Domiciliar e Vulnerabilidade - III Congresso MT de MFC
Atencao Domiciliar e Vulnerabilidade - III Congresso MT de MFCAtencao Domiciliar e Vulnerabilidade - III Congresso MT de MFC
Atencao Domiciliar e Vulnerabilidade - III Congresso MT de MFC
 
Aula Prevenção Quaternária - UFOP - Disciplina Medicina de Família e Comunidade
Aula Prevenção Quaternária - UFOP - Disciplina Medicina de Família e ComunidadeAula Prevenção Quaternária - UFOP - Disciplina Medicina de Família e Comunidade
Aula Prevenção Quaternária - UFOP - Disciplina Medicina de Família e Comunidade
 
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
 
Facebook: estratégia pedagógica sobre evidências na disciplina “Medicina de F...
Facebook: estratégia pedagógica sobre evidências na disciplina “Medicina de F...Facebook: estratégia pedagógica sobre evidências na disciplina “Medicina de F...
Facebook: estratégia pedagógica sobre evidências na disciplina “Medicina de F...
 
Avaliação clínico-assistencial das Visitas Domiciliares por Profissionais da ...
Avaliação clínico-assistencial das Visitas Domiciliares por Profissionais da ...Avaliação clínico-assistencial das Visitas Domiciliares por Profissionais da ...
Avaliação clínico-assistencial das Visitas Domiciliares por Profissionais da ...
 
Análise das práticas de Acolhimento entre profissionais da Atenção Primária a...
Análise das práticas de Acolhimento entre profissionais da Atenção Primária a...Análise das práticas de Acolhimento entre profissionais da Atenção Primária a...
Análise das práticas de Acolhimento entre profissionais da Atenção Primária a...
 
2017 ufop rastreamento
2017 ufop rastreamento2017 ufop rastreamento
2017 ufop rastreamento
 
2017 2 aula tabagismo
2017 2 aula tabagismo2017 2 aula tabagismo
2017 2 aula tabagismo
 
2017 2 vd aula disciplina mfc ufop
2017   2 vd aula disciplina mfc ufop2017   2 vd aula disciplina mfc ufop
2017 2 vd aula disciplina mfc ufop
 
2017 2 ab fam 2 disciplina mfc ufop
2017   2 ab fam 2 disciplina mfc ufop2017   2 ab fam 2 disciplina mfc ufop
2017 2 ab fam 2 disciplina mfc ufop
 
14o CBMFC Curitiba-PR - Mesa AD na APS - Desafios
14o CBMFC Curitiba-PR - Mesa AD na APS - Desafios14o CBMFC Curitiba-PR - Mesa AD na APS - Desafios
14o CBMFC Curitiba-PR - Mesa AD na APS - Desafios
 
Princípios da aps slides selecionados
Princípios da aps slides selecionadosPrincípios da aps slides selecionados
Princípios da aps slides selecionados
 
Medicina Baseada em Evidências - Oficina UFOP buscando evidencias para subturmas
Medicina Baseada em Evidências - Oficina UFOP buscando evidencias para subturmasMedicina Baseada em Evidências - Oficina UFOP buscando evidencias para subturmas
Medicina Baseada em Evidências - Oficina UFOP buscando evidencias para subturmas
 
UFMG IAPS
UFMG IAPSUFMG IAPS
UFMG IAPS
 
2016 wonca final pastor savassi rural
2016 wonca final pastor savassi rural2016 wonca final pastor savassi rural
2016 wonca final pastor savassi rural
 
2016 cover page wonca normatizado
2016 cover page wonca normatizado2016 cover page wonca normatizado
2016 cover page wonca normatizado
 

Último

Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.FabioCorreia46
 
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfWendelldaLuz
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfboxac76813
 
FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- PREVENÇÃO E CONTR...
FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- PREVENÇÃO E CONTR...FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- PREVENÇÃO E CONTR...
FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- PREVENÇÃO E CONTR...kassiasilva1571
 
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.pptTreinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.pptFabioSouza270
 
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?carloslins20
 

Último (6)

Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
Anatomia do Sistema Respiratorio função e movimentos musculares.
 
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
 
FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- PREVENÇÃO E CONTR...
FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- PREVENÇÃO E CONTR...FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- PREVENÇÃO E CONTR...
FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM II- PREVENÇÃO E CONTR...
 
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.pptTreinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
Treinamento Básico em Primeiros Socorros.ppt
 
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
Humanização na Enfermagem: o que é e qual a importância?
 

Habilidade de comunicação para entrevistas

  • 2. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais
  • 3. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Vivemos em uma sociedade da Comunicação
  • 4. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais E da Informação
  • 5. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Como lidar com o “paciente” do Século XXI?
  • 6. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Comunicação efetiva implica em...
  • 7. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Capacidade de enxergar o CONTEXTO
  • 8. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Comunicação é sinônimo de empatia (mas não somente simpatia)
  • 9. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais E de empoderamento de ATORES
  • 10. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Pode-se entender o que a pessoa pensa? Quais as suas crenças? • Se habilidade de comunicação é contextual, é importante entender bem esse contexto. • Se queremos empoderar o sujeito, é preciso saber dialogar com ele. • Ser dialógico e dialético significa se colocar no lugar do outro e horizontalizar saberes e a própria comunicação.
  • 11. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais
  • 12. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais O método clínico centrado na pessoa Ramos, 2008 Stewart et al. 2015
  • 13. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais A doença e o Adoecimento (experiência de doença) Roa et al, 2007
  • 14. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Perspectiva do médico e do paciente Ramos, 2008 Competências socioculturais
  • 15. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais A consulta em 7 passos Ramos, 2008
  • 16. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Qual relação vocês fazem entre a consulta médica e a entrevista?
  • 17. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Desenvolvendo habilidades de comunicação frente a pessoa
  • 18. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Entrevistando pessoas A palavra "diagnóstico" quer dizer "através do conhecimento" . O desafio é levantar dados, transformá-los em informação para produzir conhecimento que subsidie o planejamento de uma ação. Atitudes e habilidades: Uma entrevista semiestruturada é um diálogo orientado e conduzido de maneira suficientemente informal para que o informante possa introduzir assuntos ou aspectos que o entrevistador não esperava. Este tipo de entrevista é extremamente apropriado para uma Estimativa Rápida porque os assuntos sobre os quais se procura obter dados são geralmente complexos, exigindo respostas mais qualitativas do que quantitativas. Campos, Faria, Santos; 2010
  • 19. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Entrevistando pessoas Campos, Faria, Santos; 2010 • As perguntas para as entrevistas com informante-chave devem ser previamente preparadas. • Em sua maioria, devem ser abertas, que estimulem o entrevistado a responder de modo livre. “Fechar” se dúvidas ou se necessário dirimir dúvidas; • cada pergunta deve referir-se a uma única ideia, ser formulada com palavras simples e claras e ser tão curta quanto possível; • se for mal compreendida inicialmente, deve-se repeti-la de forma mais clara; • evitar perguntas que influenciem a resposta (por exemplo: você não acha que as enfermeiras deveriam visitar as casas dos moradores com mais frequência?); • evitar perguntas que usam negativas (por exemplo: não é verdade que...), por estimularem respostas positivas. Formulação de perguntas:
  • 20. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Entrevistando pessoas Campos, Faria, Santos; 2010 • Se apresentar: nome, função (estudante), motivo da entrevista/ visita. • Clima amistoso e cortês, “boas maneiras”. Deixar o entrevistado à vontade para parar, ou não responder alguma pergunta. • Transparecer confidencialidade, e angariar a confiança do informante. Isso ocorre se você estiver mesmo interessado na tarefa e em aprender com ele. • Começar com as perguntas menos controvertidas para deixar o informante à vontade e criar um clima de confiança/ confidencialidade. • A formulação ou a forma como são feitas não deve subtender crítica ao informante. Perguntas como por que devem ser usadas com parcimônia. • Escuta ativa, anotar pontos-chave em local específico do roteiro. Não tentar anotar tudo o que é dito. Execução das entrevistas:
  • 21. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Habilidades de escuta atenta Habilidades de direcionamento e estruturação da entrevista Habilidades empáticas Perguntas abertas Perguntas fechadas Parafraseamento Sumarização Signposting (transição) Reflexão de sentimentos Observar experiência Observar comportamento Legitimação Eu também ficaria... Matching (voz/ postura/ entonação) Linguagem não verbal Postura, eye-contact Facilitadores/ encorajadores “então”, “e depois?”, “e aí”, “Um-hum” Calgary Cambridge Guide
  • 22. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais
  • 23. Oficina: Habilidades de comunicação [Oficina habilidades de comunicação] Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Minas Gerais Obrigado! Boa semana Bons estudos e... Boa intervenção! DISCIPLINA IAPS II