SlideShare uma empresa Scribd logo
1. Introdução


        A educação a distância tem uma longa história de sucessos e
fracassos. Sua origem está nas experiências de educação por correspondência
iniciadas no final do século XVIII e com largo desenvolvimento a partir de
meados do século XIX (chegando atualmente a utilizar várias mídias, desde o
material impresso a simuladores online. Com avanço das Tecnologias de
Informação provocou mudanças significativas em fazer Educação à Distância
(EAD), logo foi tomando espaço, estar presente em todos os setores, em
particular, sua presença no sistema educacional faz com que reflitamos sobre
pontos inerentes à educação, como: didática, metodologia, avaliação,
planejamento, dentre outros pontos relevantes com grande interação entre o
aluno e o centro produtor, quer fazendo uso de inteligência artificial, ou mesmo
de comunicação síncrona entre professores e alunos).




                                                                              1
2. Histórico


        Hoje mais de 80 países, nos cinco continentes, adotam a educação à
distância em todos os níveis de ensino, em programas formais e não formais,
atendendo a milhões de estudantes. A educação a distância tem sido usada
para treinamento e aperfeiçoamento de professores em serviço. No momento é
crescente o número de instituições e empresas que desenvolvem programas
de treinamento de recursos humanos através da modalidade da educação à
distância. As Universidades Européias a Distância têm incorporado em seu
desenvolvimento histórico as novas tecnologias de informática e de
telecomunicação. Um exemplo foi o desenvolvimento da Universidade a
Distância de Hagen, que iniciou seu programa com material escrito em 1975.
Hoje, oferece material didático em áudio e videocassetes, videotexto interativo,
e videoconferências. Tendências similares podem ser observadas nas
Universidades Abertas da Inglaterra, da Holanda e na Espanha.
        No Brasil, desde a fundação do Instituto Rádio-Monitor, em 1939, e
depois do Instituto Universal Brasileiro, em 1941, várias experiências foram
iniciadas e levadas a termo com relativo sucesso. As experiências brasileiras,
governamentais e privadas foram muitas e representaram, nas últimas
décadas, a mobilização de grandes contingentes de recursos. Os resultados do
passado não foram suficientes para gerar um processo de aceitação
governamental e social da modalidade de educação à distância no Brasil,
entretanto, a realidade brasileira já mudou e nosso governo criou leis e
estabeleceu normas para a modalidade de educação a distância em nosso
país.


        3. Regulamentação da EaD no Brasil


        A Educação a Distância no Brasil foi normatizada pela Lei de Diretrizes
e Bases da Educação Nacional (Dezembro de 1996), em Fevereiro de 1998.
        De acordo com o Art. 2º do Decreto n.º 2494/98, "os cursos a distância
que conferem certificado ou diploma de conclusão do ensino fundamental para
jovens e adultos, do ensino médio, da educação profissional e de graduação



                                                                              2
serão oferecidos por instituições públicas ou privados especificamente
credenciados para esse fim”.
         Assim,    as   propostas   de   cursos   nestes   níveis    deverão     ser
encaminhadas ao órgão do sistema municipal ou estadual responsável pelo
credenciamento de instituições e autorização de cursos a menos que se trate
de instituição vinculada ao sistema federal de ensino, quando, então, o
credenciamento deverá ser feito pelo Ministério da Educação.
         No caso de cursos de graduação e educação profissional em nível
tecnológico, a instituição interessada deve credenciar-se junto ao MEC,
solicitando, para isto, a autorização para cada curso que pretenda oferecer.
         Os programas de mestrado e doutorado na modalidade à distância, no
Brasil, ainda é objeto de regulamentação específica. Os cursos de pós-
graduação lato sensu, chamados de "especialização", até recentemente eram
considerados livres, ou seja, independentes de autorização para funcionamento
por parte do MEC. Porém, com o Parecer n.º 908/98 (aprovado em 02/12/98) e
a Resolução nº 3 (de 05/10/99) da Câmara de Educação Superior do Conselho
Nacional de Educação que fixam condições de validade dos certificados de
cursos    presenciais    de    especialização,    tornaram-se       necessária    a
regulamentação de tais cursos na modalidade à distância.

Fonte: Secretaria de Educação a Distância “http://portal.mec.gov.br/index.php”

         4. FUNDAMENTOS - A seguir veremos algumas definições de
Educação a Distância (EaD):


              4.1 Dohmem (1967):


         Educação à distância (Ferstudium) é uma forma sistematicamente
organizada de auto estudo onde o aluno se instrui a partir do material de
estudo que Ihe é apresentado, o acompanhamento e a supervisão do sucesso
do estudante são levados a cabo por um grupo de professores. Isto é possível
através da aplicação de meios de comunicação capazes de vencer longas
distâncias.




                                                                                  3
4.2 Peters (1973):


        Educação/ensino a distância (Fernunterricht) é um método racional de
partilhar conhecimento, habilidades e atitudes, através da aplicação da divisão
do trabalho e de princípios organizacionais, tanto quanto pelo uso extensivo de
meios de comunicação, especialmente para o propósito de reproduzir materiais
técnicos de alta qualidade, os quais tornam possível instruir um grande número
de estudantes ao mesmo tempo, enquanto esses materiais durarem. É uma
forma industrializada de ensinar e aprender.


           4.3 Moore (1973):


        Ensino a distância pode ser definido como a família de métodos
instrucionais onde as ações dos professores são executadas a parte das ações
dos alunos, incluindo aquelas situações continuadas que podem ser feitas na
presença dos estudantes. Porém, a comunicação entre o professor e o aluno
deve ser facilitada por meios impressos, eletrônicos, mecânicos ou outros.


           4.4 Holmberg (1977):


        O termo educação à distância esconde-se sob várias formas de
estudo, nos vários níveis que não estão sob a contínua e imediata supervisão
de tutores presentes com seus alunos nas salas de leitura ou no mesmo local.
A educação a distância se beneficia do planejamento, direção e instrução da
organização do ensino.


           4.5 Keegan (1991):


           O autor resume os elementos centrais dos conceitos acima:


           •   Separação física entre professor e aluno, que a distingue do
               ensino presencial;




                                                                             4
•   Influência   da      organização     educacional   (planejamento,
               sistematização, plano, organização dirigida etc.), que a
               diferencia da educação individual;
           •   Utilização de meios técnicos de comunicação para unir o
               professor ao aluno e transmitir os conteúdos educativos;
           •   Previsão de uma comunicação de mão dupla, onde o estudante
               se beneficia de um diálogo e da possibilidade de iniciativas de
               dupla via;
           •   Possibilidade de encontros ocasionais com propósitos didáticos
               e de socialização.


           4.6 Chaves (1999):


        A EaD, no sentido fundamental da expressão, é o ensino que ocorre
quando o ensinante e o aprendente estão separados (no tempo ou no espaço).
No sentido que a expressão assume hoje, enfatiza-se mais a distância no
espaço e se propõe que ela seja contornada através do uso de tecnologias de
telecomunicação e de transmissão de dados, voz e imagens (incluindo
dinâmicas, isto é, televisão ou vídeo). Não é preciso ressaltar que todas essas
tecnologias, hoje, convergem para o computador.




                                                                              5
5. Conclusão




        O presente estudo nos traz uma grande evolução no que diz respeito à
EaD trazendo consigo progresso e inclusão a todos possibilitando e dando
oportunidade para quem quiser usar ferramentas fora do presencial para uma
formação científica ou técnica.




                                                                          6
Referencias bibliográficas


Educação à distância em organizações públicas - Mesa-redonda de pesquisa-
ação; Brasília : ENAP, 2006. 200 p.




                                                                        7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O uso das novas tecnologias da informação no ensino a distância
O uso das novas tecnologias da informação no ensino a distância   O uso das novas tecnologias da informação no ensino a distância
O uso das novas tecnologias da informação no ensino a distância
Paullinho Oliveira
 
Modelos de educação a distância
Modelos de educação a distânciaModelos de educação a distância
Modelos de educação a distância
Helena Martins
 
Fundamentos de-educacao-a-distancia
Fundamentos de-educacao-a-distanciaFundamentos de-educacao-a-distancia
Fundamentos de-educacao-a-distancia
Marcelo Henderson Salles
 
EAD - Aula 2
EAD - Aula 2EAD - Aula 2
EAD - Aula 2
referenciais
 
EducaçãO A Distancia (Ead)
EducaçãO A Distancia (Ead)EducaçãO A Distancia (Ead)
EducaçãO A Distancia (Ead)
Tarles Voss
 
O uso das novas tecnologias da informação na
O uso das novas tecnologias da informação naO uso das novas tecnologias da informação na
O uso das novas tecnologias da informação na
Marlene Araujo
 
Gustavsenna
GustavsennaGustavsenna
Gustavsenna
gustavoamaralsenna
 
Educacao A Distancia
Educacao A DistanciaEducacao A Distancia
Educacao A Distancia
Ana Claudia
 
4 an zamklbv08iiefmzcpaucuz6p8wconk8ncneme
4 an zamklbv08iiefmzcpaucuz6p8wconk8ncneme4 an zamklbv08iiefmzcpaucuz6p8wconk8ncneme
4 an zamklbv08iiefmzcpaucuz6p8wconk8ncneme
Reginaldo Nascimento da Silva
 
O e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestãoO e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestão
Josina Calazans
 
Aplicação de modelo de tutoria proativa na modalidade semipresencial de ensin...
Aplicação de modelo de tutoria proativa na modalidade semipresencial de ensin...Aplicação de modelo de tutoria proativa na modalidade semipresencial de ensin...
Aplicação de modelo de tutoria proativa na modalidade semipresencial de ensin...
Juliana Uenf
 
EducaçãO A DistâNcia.Ppt%20
EducaçãO A DistâNcia.Ppt%20EducaçãO A DistâNcia.Ppt%20
EducaçãO A DistâNcia.Ppt%20
paulo23
 
São João do Polêsine - Diana Cervo Cassol
São João do Polêsine - Diana Cervo CassolSão João do Polêsine - Diana Cervo Cassol
São João do Polêsine - Diana Cervo Cassol
CursoTICs
 
O e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestãoO e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestão
Josina Calazans
 
Itamyres
ItamyresItamyres
Itamyres
Juliana Muniz
 
Apresentação CBIE 2013 UNICAMP
Apresentação CBIE 2013  UNICAMPApresentação CBIE 2013  UNICAMP
Apresentação CBIE 2013 UNICAMP
Silvia Fichmann
 
Atividade 4
Atividade 4Atividade 4
Atividade 4
João Neto
 
ApresentaçãO Slides E.A.D.
ApresentaçãO Slides E.A.D.ApresentaçãO Slides E.A.D.
ApresentaçãO Slides E.A.D.
guest6a1495
 
Educação a Distância: Estudo Comparativo entre as modadlidades EaD e Presencial
Educação a Distância: Estudo Comparativo entre as modadlidades EaD e PresencialEducação a Distância: Estudo Comparativo entre as modadlidades EaD e Presencial
Educação a Distância: Estudo Comparativo entre as modadlidades EaD e Presencial
Roberta Tavares
 

Mais procurados (19)

O uso das novas tecnologias da informação no ensino a distância
O uso das novas tecnologias da informação no ensino a distância   O uso das novas tecnologias da informação no ensino a distância
O uso das novas tecnologias da informação no ensino a distância
 
Modelos de educação a distância
Modelos de educação a distânciaModelos de educação a distância
Modelos de educação a distância
 
Fundamentos de-educacao-a-distancia
Fundamentos de-educacao-a-distanciaFundamentos de-educacao-a-distancia
Fundamentos de-educacao-a-distancia
 
EAD - Aula 2
EAD - Aula 2EAD - Aula 2
EAD - Aula 2
 
EducaçãO A Distancia (Ead)
EducaçãO A Distancia (Ead)EducaçãO A Distancia (Ead)
EducaçãO A Distancia (Ead)
 
O uso das novas tecnologias da informação na
O uso das novas tecnologias da informação naO uso das novas tecnologias da informação na
O uso das novas tecnologias da informação na
 
Gustavsenna
GustavsennaGustavsenna
Gustavsenna
 
Educacao A Distancia
Educacao A DistanciaEducacao A Distancia
Educacao A Distancia
 
4 an zamklbv08iiefmzcpaucuz6p8wconk8ncneme
4 an zamklbv08iiefmzcpaucuz6p8wconk8ncneme4 an zamklbv08iiefmzcpaucuz6p8wconk8ncneme
4 an zamklbv08iiefmzcpaucuz6p8wconk8ncneme
 
O e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestãoO e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestão
 
Aplicação de modelo de tutoria proativa na modalidade semipresencial de ensin...
Aplicação de modelo de tutoria proativa na modalidade semipresencial de ensin...Aplicação de modelo de tutoria proativa na modalidade semipresencial de ensin...
Aplicação de modelo de tutoria proativa na modalidade semipresencial de ensin...
 
EducaçãO A DistâNcia.Ppt%20
EducaçãO A DistâNcia.Ppt%20EducaçãO A DistâNcia.Ppt%20
EducaçãO A DistâNcia.Ppt%20
 
São João do Polêsine - Diana Cervo Cassol
São João do Polêsine - Diana Cervo CassolSão João do Polêsine - Diana Cervo Cassol
São João do Polêsine - Diana Cervo Cassol
 
O e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestãoO e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestão
 
Itamyres
ItamyresItamyres
Itamyres
 
Apresentação CBIE 2013 UNICAMP
Apresentação CBIE 2013  UNICAMPApresentação CBIE 2013  UNICAMP
Apresentação CBIE 2013 UNICAMP
 
Atividade 4
Atividade 4Atividade 4
Atividade 4
 
ApresentaçãO Slides E.A.D.
ApresentaçãO Slides E.A.D.ApresentaçãO Slides E.A.D.
ApresentaçãO Slides E.A.D.
 
Educação a Distância: Estudo Comparativo entre as modadlidades EaD e Presencial
Educação a Distância: Estudo Comparativo entre as modadlidades EaD e PresencialEducação a Distância: Estudo Comparativo entre as modadlidades EaD e Presencial
Educação a Distância: Estudo Comparativo entre as modadlidades EaD e Presencial
 

Semelhante a Ead Praticas Pedagogicas

EaD Conceitos e História, no Brasil e no mundo.
EaD Conceitos e História, no Brasil e no mundo.EaD Conceitos e História, no Brasil e no mundo.
EaD Conceitos e História, no Brasil e no mundo.
Fábio Fernandes
 
Educação a distância: conceitos e história no Brasil e no mundo
Educação a distância: conceitos  e história no Brasil e no mundoEducação a distância: conceitos  e história no Brasil e no mundo
Educação a distância: conceitos e história no Brasil e no mundo
primeiraopcao
 
Ensino a distancia - questões e problemática
Ensino a distancia - questões e problemáticaEnsino a distancia - questões e problemática
Ensino a distancia - questões e problemática
FlviaPedrosaVasconce
 
Ead
EadEad
Carneiro educacaoxcvxfv
Carneiro educacaoxcvxfvCarneiro educacaoxcvxfv
Carneiro educacaoxcvxfv
joaoinacioteste
 
São João do Polêsine - Lisiane Weber
São João do Polêsine - Lisiane WeberSão João do Polêsine - Lisiane Weber
São João do Polêsine - Lisiane Weber
CursoTICs
 
Ead Grupal
Ead GrupalEad Grupal
Ead Grupal
Arzelino Marchese
 
Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2
20405060
 
Um estudo sobre educação à distância, sua regulamentação e tecnologias utiliz...
Um estudo sobre educação à distância, sua regulamentação e tecnologias utiliz...Um estudo sobre educação à distância, sua regulamentação e tecnologias utiliz...
Um estudo sobre educação à distância, sua regulamentação e tecnologias utiliz...
UNIEURO
 
Ea d apresentação
Ea d apresentaçãoEa d apresentação
Ea d apresentação
Andréa Thees
 
EducaçãO à DistâNcia (Ead)
EducaçãO à DistâNcia (Ead)EducaçãO à DistâNcia (Ead)
EducaçãO à DistâNcia (Ead)
guest9ccc6d
 
Atividade 04 Regina
Atividade 04 ReginaAtividade 04 Regina
Atividade 04 Regina
ginatrindade
 
Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2
20405060
 
Michele Trab Ti
Michele Trab TiMichele Trab Ti
Michele Trab Ti
Michele Rezende
 
Seminário de Politicas públicas
Seminário de Politicas públicas Seminário de Politicas públicas
Seminário de Politicas públicas
Pet Mata Atlântica : Conservação e Desenvolvimento
 
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.pptOrientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
WedjaMartins
 
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.pptOrientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
FtimaCortes4
 
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.pptOrientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
FtimaCortes4
 
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.pptOrientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
PedroCosta439110
 
Moodle documento original
Moodle documento originalMoodle documento original
Moodle documento original
adva45
 

Semelhante a Ead Praticas Pedagogicas (20)

EaD Conceitos e História, no Brasil e no mundo.
EaD Conceitos e História, no Brasil e no mundo.EaD Conceitos e História, no Brasil e no mundo.
EaD Conceitos e História, no Brasil e no mundo.
 
Educação a distância: conceitos e história no Brasil e no mundo
Educação a distância: conceitos  e história no Brasil e no mundoEducação a distância: conceitos  e história no Brasil e no mundo
Educação a distância: conceitos e história no Brasil e no mundo
 
Ensino a distancia - questões e problemática
Ensino a distancia - questões e problemáticaEnsino a distancia - questões e problemática
Ensino a distancia - questões e problemática
 
Ead
EadEad
Ead
 
Carneiro educacaoxcvxfv
Carneiro educacaoxcvxfvCarneiro educacaoxcvxfv
Carneiro educacaoxcvxfv
 
São João do Polêsine - Lisiane Weber
São João do Polêsine - Lisiane WeberSão João do Polêsine - Lisiane Weber
São João do Polêsine - Lisiane Weber
 
Ead Grupal
Ead GrupalEad Grupal
Ead Grupal
 
Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2
 
Um estudo sobre educação à distância, sua regulamentação e tecnologias utiliz...
Um estudo sobre educação à distância, sua regulamentação e tecnologias utiliz...Um estudo sobre educação à distância, sua regulamentação e tecnologias utiliz...
Um estudo sobre educação à distância, sua regulamentação e tecnologias utiliz...
 
Ea d apresentação
Ea d apresentaçãoEa d apresentação
Ea d apresentação
 
EducaçãO à DistâNcia (Ead)
EducaçãO à DistâNcia (Ead)EducaçãO à DistâNcia (Ead)
EducaçãO à DistâNcia (Ead)
 
Atividade 04 Regina
Atividade 04 ReginaAtividade 04 Regina
Atividade 04 Regina
 
Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2Curso ead atividade-4-2
Curso ead atividade-4-2
 
Michele Trab Ti
Michele Trab TiMichele Trab Ti
Michele Trab Ti
 
Seminário de Politicas públicas
Seminário de Politicas públicas Seminário de Politicas públicas
Seminário de Politicas públicas
 
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.pptOrientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
 
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.pptOrientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
 
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.pptOrientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
 
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.pptOrientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
Orientações Pedagógicas - EAD-UAB.ppt
 
Moodle documento original
Moodle documento originalMoodle documento original
Moodle documento original
 

Último

347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 

Último (20)

347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 

Ead Praticas Pedagogicas

  • 1. 1. Introdução A educação a distância tem uma longa história de sucessos e fracassos. Sua origem está nas experiências de educação por correspondência iniciadas no final do século XVIII e com largo desenvolvimento a partir de meados do século XIX (chegando atualmente a utilizar várias mídias, desde o material impresso a simuladores online. Com avanço das Tecnologias de Informação provocou mudanças significativas em fazer Educação à Distância (EAD), logo foi tomando espaço, estar presente em todos os setores, em particular, sua presença no sistema educacional faz com que reflitamos sobre pontos inerentes à educação, como: didática, metodologia, avaliação, planejamento, dentre outros pontos relevantes com grande interação entre o aluno e o centro produtor, quer fazendo uso de inteligência artificial, ou mesmo de comunicação síncrona entre professores e alunos). 1
  • 2. 2. Histórico Hoje mais de 80 países, nos cinco continentes, adotam a educação à distância em todos os níveis de ensino, em programas formais e não formais, atendendo a milhões de estudantes. A educação a distância tem sido usada para treinamento e aperfeiçoamento de professores em serviço. No momento é crescente o número de instituições e empresas que desenvolvem programas de treinamento de recursos humanos através da modalidade da educação à distância. As Universidades Européias a Distância têm incorporado em seu desenvolvimento histórico as novas tecnologias de informática e de telecomunicação. Um exemplo foi o desenvolvimento da Universidade a Distância de Hagen, que iniciou seu programa com material escrito em 1975. Hoje, oferece material didático em áudio e videocassetes, videotexto interativo, e videoconferências. Tendências similares podem ser observadas nas Universidades Abertas da Inglaterra, da Holanda e na Espanha. No Brasil, desde a fundação do Instituto Rádio-Monitor, em 1939, e depois do Instituto Universal Brasileiro, em 1941, várias experiências foram iniciadas e levadas a termo com relativo sucesso. As experiências brasileiras, governamentais e privadas foram muitas e representaram, nas últimas décadas, a mobilização de grandes contingentes de recursos. Os resultados do passado não foram suficientes para gerar um processo de aceitação governamental e social da modalidade de educação à distância no Brasil, entretanto, a realidade brasileira já mudou e nosso governo criou leis e estabeleceu normas para a modalidade de educação a distância em nosso país. 3. Regulamentação da EaD no Brasil A Educação a Distância no Brasil foi normatizada pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Dezembro de 1996), em Fevereiro de 1998. De acordo com o Art. 2º do Decreto n.º 2494/98, "os cursos a distância que conferem certificado ou diploma de conclusão do ensino fundamental para jovens e adultos, do ensino médio, da educação profissional e de graduação 2
  • 3. serão oferecidos por instituições públicas ou privados especificamente credenciados para esse fim”. Assim, as propostas de cursos nestes níveis deverão ser encaminhadas ao órgão do sistema municipal ou estadual responsável pelo credenciamento de instituições e autorização de cursos a menos que se trate de instituição vinculada ao sistema federal de ensino, quando, então, o credenciamento deverá ser feito pelo Ministério da Educação. No caso de cursos de graduação e educação profissional em nível tecnológico, a instituição interessada deve credenciar-se junto ao MEC, solicitando, para isto, a autorização para cada curso que pretenda oferecer. Os programas de mestrado e doutorado na modalidade à distância, no Brasil, ainda é objeto de regulamentação específica. Os cursos de pós- graduação lato sensu, chamados de "especialização", até recentemente eram considerados livres, ou seja, independentes de autorização para funcionamento por parte do MEC. Porém, com o Parecer n.º 908/98 (aprovado em 02/12/98) e a Resolução nº 3 (de 05/10/99) da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação que fixam condições de validade dos certificados de cursos presenciais de especialização, tornaram-se necessária a regulamentação de tais cursos na modalidade à distância. Fonte: Secretaria de Educação a Distância “http://portal.mec.gov.br/index.php” 4. FUNDAMENTOS - A seguir veremos algumas definições de Educação a Distância (EaD): 4.1 Dohmem (1967): Educação à distância (Ferstudium) é uma forma sistematicamente organizada de auto estudo onde o aluno se instrui a partir do material de estudo que Ihe é apresentado, o acompanhamento e a supervisão do sucesso do estudante são levados a cabo por um grupo de professores. Isto é possível através da aplicação de meios de comunicação capazes de vencer longas distâncias. 3
  • 4. 4.2 Peters (1973): Educação/ensino a distância (Fernunterricht) é um método racional de partilhar conhecimento, habilidades e atitudes, através da aplicação da divisão do trabalho e de princípios organizacionais, tanto quanto pelo uso extensivo de meios de comunicação, especialmente para o propósito de reproduzir materiais técnicos de alta qualidade, os quais tornam possível instruir um grande número de estudantes ao mesmo tempo, enquanto esses materiais durarem. É uma forma industrializada de ensinar e aprender. 4.3 Moore (1973): Ensino a distância pode ser definido como a família de métodos instrucionais onde as ações dos professores são executadas a parte das ações dos alunos, incluindo aquelas situações continuadas que podem ser feitas na presença dos estudantes. Porém, a comunicação entre o professor e o aluno deve ser facilitada por meios impressos, eletrônicos, mecânicos ou outros. 4.4 Holmberg (1977): O termo educação à distância esconde-se sob várias formas de estudo, nos vários níveis que não estão sob a contínua e imediata supervisão de tutores presentes com seus alunos nas salas de leitura ou no mesmo local. A educação a distância se beneficia do planejamento, direção e instrução da organização do ensino. 4.5 Keegan (1991): O autor resume os elementos centrais dos conceitos acima: • Separação física entre professor e aluno, que a distingue do ensino presencial; 4
  • 5. Influência da organização educacional (planejamento, sistematização, plano, organização dirigida etc.), que a diferencia da educação individual; • Utilização de meios técnicos de comunicação para unir o professor ao aluno e transmitir os conteúdos educativos; • Previsão de uma comunicação de mão dupla, onde o estudante se beneficia de um diálogo e da possibilidade de iniciativas de dupla via; • Possibilidade de encontros ocasionais com propósitos didáticos e de socialização. 4.6 Chaves (1999): A EaD, no sentido fundamental da expressão, é o ensino que ocorre quando o ensinante e o aprendente estão separados (no tempo ou no espaço). No sentido que a expressão assume hoje, enfatiza-se mais a distância no espaço e se propõe que ela seja contornada através do uso de tecnologias de telecomunicação e de transmissão de dados, voz e imagens (incluindo dinâmicas, isto é, televisão ou vídeo). Não é preciso ressaltar que todas essas tecnologias, hoje, convergem para o computador. 5
  • 6. 5. Conclusão O presente estudo nos traz uma grande evolução no que diz respeito à EaD trazendo consigo progresso e inclusão a todos possibilitando e dando oportunidade para quem quiser usar ferramentas fora do presencial para uma formação científica ou técnica. 6
  • 7. Referencias bibliográficas Educação à distância em organizações públicas - Mesa-redonda de pesquisa- ação; Brasília : ENAP, 2006. 200 p. 7