SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Direito humano a alimentação
adequada (DHAA)
PROF. FRANCIELLY BORDON
Objetivos da aula
2
Objetivos da aula
⬩ Compreender no que consiste os Direitos Humanos (DH) e
DHAA
⬩ Identificar os mecanismos de exigibilidade do DHAA
⬩ Discutir as ações que visam à garantia do DHAA no Brasil
⬩ Conhecer situação de violações do DHAA
⬩ Refletir ATRAVÉS DO DOCUMENTÁRIO sobre direitos
coletivos X direitos individuais
O que são Direitos
⬩ Direitos Humanos são aqueles que os seres humanos possuem, única e
exclusivamente, por terem nascido e serem parte da espécie humana.
⬩ Estes direitos são inalienáveis e independem de legislação nacional,
estadual ou municipal específica.
⬩ São o resultado da luta dos povos contra a opressão, a discriminação e
abusos de poder.
3
Quais são os Direitos Humanos?
ONU – 1945 – Proteção dos Direitos em nível
internacional.
⬩CIVIS
⬩POLÍTICOS
⬩ECONÔMICOS
⬩SOCIAIS
⬩CULTURAIS
Marcos legais internacionais do DHAA
⬩ DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS
Artigo 1º: “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em
dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem
agir uns para com os outros em espírito de fraternidade”.
Artigo 25º: “todo ser humano tem direito a um padrão de vida capaz
de assegurar a si e à sua família saúde e bem-estar, inclusive
alimentação, (…) ”.Um dos primeiros pilares na edificação de um
sistema alimentar mais justo a nível global.
5
Marcos legais internacionais do DHAA
1966 (Assembleia Geral das Nações Unidas) 145 países – 2 TRATADOS
 Pacto Internacional pelos direitos CIVIS E POLÍTICOS – natureza imediata
 Pacto Internacional para os Direitos Econômicos, Sociais e Culturais– garantia
progressiva
Art.11º: “... reconhece o direito de todos a um padrão de vida adequado (…) inclusive
alimentação adequada” e “... o direito fundamental de todos de estar livre da fome…”.“assegurar
uma repartição equitativa dos recursos alimentares mundiais em relação às necessidades, tendo
em conta os problemas que se põem tanto aos países importadores como aos países
exportadores de produtos alimentares”.
6
Marcos legais internacionais do DHAA
⬩ Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação
contra a Mulher de 1979, ratificada pelo Brasil em 1984,que garante à
mulher assistência apropriada e uma nutrição adequada durante a
gravidez e o aleitamento.
⬩ Convenção sobre os Direitos da Criança de 1989, ratificada em
1990Importância do direito à alimentação no combate a doenças e à
desnutrição.
7
Marcos legais internacionais do DHAA
⬩ Cúpula mundial de Alimentação – 1996
“o direito de todos terem acesso a alimentos
seguros e nutritivos, consistente com o direito a
uma alimentação adequada e o direito
fundamental de todos estarem livres da fome”.
8
9
Marcos políticos internacionais do DHAA
Cúpula do Milênio (2000)
Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM)
10
⬩DIRETRIZES VOLUNTÁRIAS – FAO/ proporcionar uma orientação prática aos
Estados na implementação da realização progressiva do direito à alimentação
adequada no contexto da segurança alimentar nacional.
⬩ Conferência de Alto Nível sobre a Segurança alimentar Mundial: os desafios das
mudanças climáticas e da bioenergia (2008)
⬩ Declaração sobre o estado da SAN frente aos desafios da crise dos alimentos,
crise financeira e mudanças climáticas.
⬩ Cúpula Mundial sobre Segurança Alimentar e Nutricional - Roma, 2009
⬩ Erradicação completa da fome até 2025 e que se assegure alimentos suficientes,
inócuos e nutritivos para uma crescente população mundial
Marcos políticos internacionais do DHAA
Marcos políticos internacionais do DHAA
Cúpula das Nações
Unidas para o
Desenvolvimento
Sustentável (2015)
11
12
Marcos políticos internacionais do DHAA
Marco nacional em DHAA
⬩ Fev. / 2010 aprovação do Projeto de Emenda Constitucional N° 047/2003
⬩ Art. 6º - Constituição da República Federativa do Brasil - “São direitos sociais a
educação, a saúde, a ALIMENTAÇÃO, o trabalho, a moradia, o lazer, a
segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a
assistência aos desamparados na forma desta Constituição“.
13
Marco nacional em DHAA
⬩ Lei Orgânica da Saúde (Lei nº 8.080/1990) a alimentação é fator determinante
para a saúde (art. 3º) e ao Sistema Único da Saúde (SUS) compete formular,
avaliar e apoiar políticas de alimentação e nutrição (art. 16).
⬩ Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional - LOSAN (LEI 3.146/2006).
Portador de obrigações X portador de direitos
14
DHAA ?
“Direito humano inerente a todas as pessoas de ter acesso
regular, permanente e irrestrito, quer diretamente ou por
meio de aquisições financeiras, a alimentos seguros e
saudáveis, em quantidade e qualidade adequadas e
suficientes, correspondentes às tradições culturais do seu
povo e que garanta uma vida livre do medo, digna e plena
nas dimensões física e mental, individual e coletiva”.
Relator da ONU, 2002
16
Dimensões do DHAA
17
1
3
2
Direito de estar livre da
fome e da má-nutrição; Segurança alimentar e
nutricional;
Direito à alimentação
adequada;
VIOLAÇÕES DO DHAA
19
Revista Veja. O mundo sem alimentos Edição 323
(13 de novembro de 1974), p. 85
20
VIOLAÇÕES
DO DHAA
21
VIOLAÇÕES DO DHAA
22
VIOLAÇÕES DO DHAA
23
VIOLAÇÕES DO DHAA
Desperdício
 No Brasil R$ 12 bilhões em alimentos jogados no lixo por ano - 1,4%
do PIB;
Uma família de cinco pessoas desperdiça por ano o suficiente para
alimentar a família por 36 dias.
“
Garantir o Direito Humano
à alimentação saudável e
adequada é o nosso desafio!
24
“
⬩ Filme:
O AUTO DA COMPADECIDA
https://www.youtube.com/watch?v=JoO
BXd0BrIk
25

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética
Eliane Cristina
 
Power Point Nutrição
Power Point NutriçãoPower Point Nutrição
Power Point Nutrição
alforreca567
 
Alimentação Saudável na Adolescência
Alimentação Saudável na Adolescência  Alimentação Saudável na Adolescência
Alimentação Saudável na Adolescência
Rita Galrito
 
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes  ciclos da vidaNutrientes nos diferentes  ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
Marcelo Silva
 
Apostila de dietoterapia
Apostila de dietoterapiaApostila de dietoterapia
Apostila de dietoterapia
Jefferson Costa
 

Mais procurados (20)

Tipos de dietas
Tipos de dietasTipos de dietas
Tipos de dietas
 
01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética01 noções básicas de nutrição e dietética
01 noções básicas de nutrição e dietética
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutrição
 
Introdução a Nutrição
Introdução a NutriçãoIntrodução a Nutrição
Introdução a Nutrição
 
Nutrição Funcional
Nutrição FuncionalNutrição Funcional
Nutrição Funcional
 
NUTRIÇÃO NO IDOSO
NUTRIÇÃO NO IDOSONUTRIÇÃO NO IDOSO
NUTRIÇÃO NO IDOSO
 
Apresentação dieta e nutrição
Apresentação dieta e nutriçãoApresentação dieta e nutrição
Apresentação dieta e nutrição
 
Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf
Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdfSlide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf
Slide Aula 1 - Noções Básicas de Nutrição e Dietética.pdf
 
Suplementos Alimentares
Suplementos AlimentaresSuplementos Alimentares
Suplementos Alimentares
 
dietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.pptdietas hospitalares.ppt
dietas hospitalares.ppt
 
MAPAS MENTAIS - UAN.pdf
MAPAS MENTAIS - UAN.pdfMAPAS MENTAIS - UAN.pdf
MAPAS MENTAIS - UAN.pdf
 
Apresentação TNE
Apresentação TNEApresentação TNE
Apresentação TNE
 
Nutrição no Ensino da Enfermagem
Nutrição no Ensino da EnfermagemNutrição no Ensino da Enfermagem
Nutrição no Ensino da Enfermagem
 
Power Point Nutrição
Power Point NutriçãoPower Point Nutrição
Power Point Nutrição
 
Alimentação Saudável na Adolescência
Alimentação Saudável na Adolescência  Alimentação Saudável na Adolescência
Alimentação Saudável na Adolescência
 
Alimentos Funcionais
Alimentos FuncionaisAlimentos Funcionais
Alimentos Funcionais
 
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes  ciclos da vidaNutrientes nos diferentes  ciclos da vida
Nutrientes nos diferentes ciclos da vida
 
Rotulagem Nutricional
Rotulagem NutricionalRotulagem Nutricional
Rotulagem Nutricional
 
Aula Guias alimentares população brasileira e idosos.pptx
Aula Guias alimentares população brasileira e idosos.pptxAula Guias alimentares população brasileira e idosos.pptx
Aula Guias alimentares população brasileira e idosos.pptx
 
Apostila de dietoterapia
Apostila de dietoterapiaApostila de dietoterapia
Apostila de dietoterapia
 

Semelhante a DHAA.pptx

Dicionario dos direitos humanos alimentação
Dicionario dos direitos humanos alimentaçãoDicionario dos direitos humanos alimentação
Dicionario dos direitos humanos alimentação
Mariane Lopes
 
Direito ao aborto – uma questão de direitos humanos 22 de setembro de 2001
Direito ao aborto – uma questão de direitos humanos   22 de setembro de 2001Direito ao aborto – uma questão de direitos humanos   22 de setembro de 2001
Direito ao aborto – uma questão de direitos humanos 22 de setembro de 2001
Luana Jacob
 
Cartilha da campanha_do_direito_a_alimentacao cfn
Cartilha da campanha_do_direito_a_alimentacao cfnCartilha da campanha_do_direito_a_alimentacao cfn
Cartilha da campanha_do_direito_a_alimentacao cfn
Daniele Piccoli
 
As crianças no mundo Africano
As crianças no mundo AfricanoAs crianças no mundo Africano
As crianças no mundo Africano
Kevinkr9
 
As crianças no mundo africano
As crianças no mundo africanoAs crianças no mundo africano
As crianças no mundo africano
jovensnaeconomia
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
MINV
 
I encontro regional das pessoas com deficiênciaa
I encontro regional das pessoas com deficiênciaaI encontro regional das pessoas com deficiênciaa
I encontro regional das pessoas com deficiênciaa
Wildete Silva
 

Semelhante a DHAA.pptx (20)

Dicionario dos direitos humanos alimentação
Dicionario dos direitos humanos alimentaçãoDicionario dos direitos humanos alimentação
Dicionario dos direitos humanos alimentação
 
Conceito de Direitos Humanos
Conceito de Direitos Humanos Conceito de Direitos Humanos
Conceito de Direitos Humanos
 
Direitos humanos cidadania-conceito_sistema-internacional (1)
Direitos humanos cidadania-conceito_sistema-internacional (1)Direitos humanos cidadania-conceito_sistema-internacional (1)
Direitos humanos cidadania-conceito_sistema-internacional (1)
 
Cartilha Agroecologia 03
Cartilha Agroecologia 03Cartilha Agroecologia 03
Cartilha Agroecologia 03
 
Direito ao aborto – uma questão de direitos humanos 22 de setembro de 2001
Direito ao aborto – uma questão de direitos humanos   22 de setembro de 2001Direito ao aborto – uma questão de direitos humanos   22 de setembro de 2001
Direito ao aborto – uma questão de direitos humanos 22 de setembro de 2001
 
DIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdfDIREITOS HUMANOS.pdf
DIREITOS HUMANOS.pdf
 
Módulo 1 os direitos humanos, a política nacional de saúde mental e a polít...
Módulo 1   os direitos humanos, a política nacional de saúde mental e a polít...Módulo 1   os direitos humanos, a política nacional de saúde mental e a polít...
Módulo 1 os direitos humanos, a política nacional de saúde mental e a polít...
 
53152572 apostila
53152572 apostila53152572 apostila
53152572 apostila
 
Aula 02 ética e legislação
Aula 02   ética e legislaçãoAula 02   ética e legislação
Aula 02 ética e legislação
 
Racismo como determinante social de saúde
Racismo como determinante social de saúdeRacismo como determinante social de saúde
Racismo como determinante social de saúde
 
Área de Integração
Área de Integração Área de Integração
Área de Integração
 
Cartilha da campanha_do_direito_a_alimentacao cfn
Cartilha da campanha_do_direito_a_alimentacao cfnCartilha da campanha_do_direito_a_alimentacao cfn
Cartilha da campanha_do_direito_a_alimentacao cfn
 
Convenção onu sobre os direitos das pessoas com deficiência 2007 resumo
Convenção onu sobre os direitos das pessoas com deficiência 2007   resumoConvenção onu sobre os direitos das pessoas com deficiência 2007   resumo
Convenção onu sobre os direitos das pessoas com deficiência 2007 resumo
 
Apresentação cerest
Apresentação cerestApresentação cerest
Apresentação cerest
 
Teoria Geral Direitos Fundamentais (1).pptx
Teoria Geral  Direitos Fundamentais (1).pptxTeoria Geral  Direitos Fundamentais (1).pptx
Teoria Geral Direitos Fundamentais (1).pptx
 
As crianças no mundo Africano
As crianças no mundo AfricanoAs crianças no mundo Africano
As crianças no mundo Africano
 
As crianças no mundo africano
As crianças no mundo africanoAs crianças no mundo africano
As crianças no mundo africano
 
Direitos Humanos
Direitos HumanosDireitos Humanos
Direitos Humanos
 
I encontro regional das pessoas com deficiênciaa
I encontro regional das pessoas com deficiênciaaI encontro regional das pessoas com deficiênciaa
I encontro regional das pessoas com deficiênciaa
 
Os direitos humanos
Os direitos humanosOs direitos humanos
Os direitos humanos
 

Mais de ssuser51d27c1

Trabalhando em Grupos na AB.pptx
Trabalhando em Grupos na AB.pptxTrabalhando em Grupos na AB.pptx
Trabalhando em Grupos na AB.pptx
ssuser51d27c1
 
slaid educação permanente.pptx
slaid educação permanente.pptxslaid educação permanente.pptx
slaid educação permanente.pptx
ssuser51d27c1
 
VIGIALNICIA EM SAUDE - HISTORIA.pptx
VIGIALNICIA EM SAUDE - HISTORIA.pptxVIGIALNICIA EM SAUDE - HISTORIA.pptx
VIGIALNICIA EM SAUDE - HISTORIA.pptx
ssuser51d27c1
 
atribuição da enfermagem.pptx
atribuição da enfermagem.pptxatribuição da enfermagem.pptx
atribuição da enfermagem.pptx
ssuser51d27c1
 
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptxBiossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
ssuser51d27c1
 

Mais de ssuser51d27c1 (20)

Trabalhando em Grupos na AB.pptx
Trabalhando em Grupos na AB.pptxTrabalhando em Grupos na AB.pptx
Trabalhando em Grupos na AB.pptx
 
SISTEMA CIRCULATÓRIO II novo.pptx
SISTEMA CIRCULATÓRIO II novo.pptxSISTEMA CIRCULATÓRIO II novo.pptx
SISTEMA CIRCULATÓRIO II novo.pptx
 
ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE.pptx
ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE.pptxATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE.pptx
ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE.pptx
 
AS TEORIAS PEDAGÓGICAS.ppt
AS TEORIAS PEDAGÓGICAS.pptAS TEORIAS PEDAGÓGICAS.ppt
AS TEORIAS PEDAGÓGICAS.ppt
 
educaçao em saude aula 01.pptx
educaçao em saude aula 01.pptxeducaçao em saude aula 01.pptx
educaçao em saude aula 01.pptx
 
slaid educação permanente.pptx
slaid educação permanente.pptxslaid educação permanente.pptx
slaid educação permanente.pptx
 
DOENÇA CORONARIANA.pptx
DOENÇA CORONARIANA.pptxDOENÇA CORONARIANA.pptx
DOENÇA CORONARIANA.pptx
 
AULA DIA 27.04.2021.pptx
AULA DIA 27.04.2021.pptxAULA DIA 27.04.2021.pptx
AULA DIA 27.04.2021.pptx
 
VIGIALNICIA EM SAUDE - HISTORIA.pptx
VIGIALNICIA EM SAUDE - HISTORIA.pptxVIGIALNICIA EM SAUDE - HISTORIA.pptx
VIGIALNICIA EM SAUDE - HISTORIA.pptx
 
atribuição da enfermagem.pptx
atribuição da enfermagem.pptxatribuição da enfermagem.pptx
atribuição da enfermagem.pptx
 
08 abdome.pptx
08 abdome.pptx08 abdome.pptx
08 abdome.pptx
 
DANT DCNT.pptx
DANT DCNT.pptxDANT DCNT.pptx
DANT DCNT.pptx
 
Aula_4_-modelos_de_atenção.pdf
Aula_4_-modelos_de_atenção.pdfAula_4_-modelos_de_atenção.pdf
Aula_4_-modelos_de_atenção.pdf
 
aula 02 politicas publicas.pptx
aula 02 politicas publicas.pptxaula 02 politicas publicas.pptx
aula 02 politicas publicas.pptx
 
impactos ambientais.pptx
 impactos ambientais.pptx impactos ambientais.pptx
impactos ambientais.pptx
 
DEGRADAÇÃO DO SOLO.pptx
DEGRADAÇÃO DO SOLO.pptxDEGRADAÇÃO DO SOLO.pptx
DEGRADAÇÃO DO SOLO.pptx
 
TERRITORIALIZAÇÃO.pptx
TERRITORIALIZAÇÃO.pptxTERRITORIALIZAÇÃO.pptx
TERRITORIALIZAÇÃO.pptx
 
indicadores de saude.pptx
indicadores de saude.pptxindicadores de saude.pptx
indicadores de saude.pptx
 
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptxBiossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
Biossegurança e resíduos de serviços de saúde (1).pptx
 
CIDADES SAUDÁVEIS aula 05.pptx
CIDADES SAUDÁVEIS aula 05.pptxCIDADES SAUDÁVEIS aula 05.pptx
CIDADES SAUDÁVEIS aula 05.pptx
 

DHAA.pptx

  • 1. Direito humano a alimentação adequada (DHAA) PROF. FRANCIELLY BORDON
  • 2. Objetivos da aula 2 Objetivos da aula ⬩ Compreender no que consiste os Direitos Humanos (DH) e DHAA ⬩ Identificar os mecanismos de exigibilidade do DHAA ⬩ Discutir as ações que visam à garantia do DHAA no Brasil ⬩ Conhecer situação de violações do DHAA ⬩ Refletir ATRAVÉS DO DOCUMENTÁRIO sobre direitos coletivos X direitos individuais
  • 3. O que são Direitos ⬩ Direitos Humanos são aqueles que os seres humanos possuem, única e exclusivamente, por terem nascido e serem parte da espécie humana. ⬩ Estes direitos são inalienáveis e independem de legislação nacional, estadual ou municipal específica. ⬩ São o resultado da luta dos povos contra a opressão, a discriminação e abusos de poder. 3
  • 4. Quais são os Direitos Humanos? ONU – 1945 – Proteção dos Direitos em nível internacional. ⬩CIVIS ⬩POLÍTICOS ⬩ECONÔMICOS ⬩SOCIAIS ⬩CULTURAIS
  • 5. Marcos legais internacionais do DHAA ⬩ DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS Artigo 1º: “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade”. Artigo 25º: “todo ser humano tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si e à sua família saúde e bem-estar, inclusive alimentação, (…) ”.Um dos primeiros pilares na edificação de um sistema alimentar mais justo a nível global. 5
  • 6. Marcos legais internacionais do DHAA 1966 (Assembleia Geral das Nações Unidas) 145 países – 2 TRATADOS  Pacto Internacional pelos direitos CIVIS E POLÍTICOS – natureza imediata  Pacto Internacional para os Direitos Econômicos, Sociais e Culturais– garantia progressiva Art.11º: “... reconhece o direito de todos a um padrão de vida adequado (…) inclusive alimentação adequada” e “... o direito fundamental de todos de estar livre da fome…”.“assegurar uma repartição equitativa dos recursos alimentares mundiais em relação às necessidades, tendo em conta os problemas que se põem tanto aos países importadores como aos países exportadores de produtos alimentares”. 6
  • 7. Marcos legais internacionais do DHAA ⬩ Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher de 1979, ratificada pelo Brasil em 1984,que garante à mulher assistência apropriada e uma nutrição adequada durante a gravidez e o aleitamento. ⬩ Convenção sobre os Direitos da Criança de 1989, ratificada em 1990Importância do direito à alimentação no combate a doenças e à desnutrição. 7
  • 8. Marcos legais internacionais do DHAA ⬩ Cúpula mundial de Alimentação – 1996 “o direito de todos terem acesso a alimentos seguros e nutritivos, consistente com o direito a uma alimentação adequada e o direito fundamental de todos estarem livres da fome”. 8
  • 9. 9 Marcos políticos internacionais do DHAA Cúpula do Milênio (2000) Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM)
  • 10. 10 ⬩DIRETRIZES VOLUNTÁRIAS – FAO/ proporcionar uma orientação prática aos Estados na implementação da realização progressiva do direito à alimentação adequada no contexto da segurança alimentar nacional. ⬩ Conferência de Alto Nível sobre a Segurança alimentar Mundial: os desafios das mudanças climáticas e da bioenergia (2008) ⬩ Declaração sobre o estado da SAN frente aos desafios da crise dos alimentos, crise financeira e mudanças climáticas. ⬩ Cúpula Mundial sobre Segurança Alimentar e Nutricional - Roma, 2009 ⬩ Erradicação completa da fome até 2025 e que se assegure alimentos suficientes, inócuos e nutritivos para uma crescente população mundial Marcos políticos internacionais do DHAA
  • 11. Marcos políticos internacionais do DHAA Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (2015) 11
  • 13. Marco nacional em DHAA ⬩ Fev. / 2010 aprovação do Projeto de Emenda Constitucional N° 047/2003 ⬩ Art. 6º - Constituição da República Federativa do Brasil - “São direitos sociais a educação, a saúde, a ALIMENTAÇÃO, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados na forma desta Constituição“. 13
  • 14. Marco nacional em DHAA ⬩ Lei Orgânica da Saúde (Lei nº 8.080/1990) a alimentação é fator determinante para a saúde (art. 3º) e ao Sistema Único da Saúde (SUS) compete formular, avaliar e apoiar políticas de alimentação e nutrição (art. 16). ⬩ Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional - LOSAN (LEI 3.146/2006). Portador de obrigações X portador de direitos 14
  • 16. “Direito humano inerente a todas as pessoas de ter acesso regular, permanente e irrestrito, quer diretamente ou por meio de aquisições financeiras, a alimentos seguros e saudáveis, em quantidade e qualidade adequadas e suficientes, correspondentes às tradições culturais do seu povo e que garanta uma vida livre do medo, digna e plena nas dimensões física e mental, individual e coletiva”. Relator da ONU, 2002 16
  • 17. Dimensões do DHAA 17 1 3 2 Direito de estar livre da fome e da má-nutrição; Segurança alimentar e nutricional; Direito à alimentação adequada;
  • 18.
  • 19. VIOLAÇÕES DO DHAA 19 Revista Veja. O mundo sem alimentos Edição 323 (13 de novembro de 1974), p. 85
  • 23. 23 VIOLAÇÕES DO DHAA Desperdício  No Brasil R$ 12 bilhões em alimentos jogados no lixo por ano - 1,4% do PIB; Uma família de cinco pessoas desperdiça por ano o suficiente para alimentar a família por 36 dias.
  • 24. “ Garantir o Direito Humano à alimentação saudável e adequada é o nosso desafio! 24
  • 25. “ ⬩ Filme: O AUTO DA COMPADECIDA https://www.youtube.com/watch?v=JoO BXd0BrIk 25