SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
Reforma íntima sem martírio
Facilitador: Leonardo Pereira
Reforma íntima sem martírio
• “Nossa proposta é apresentar algumas
“ideias-chave” com fins de meditação e
auto aferição, ou ainda para estudos em
grupos que anseiam por buscar respostas
sobre as intrigantes questões da vida
interior.
• Se não entendermos realmente a razão de
nossas atitudes, não reuniremos condições
indispensáveis para o serviço renovador de
nós próprios.”
Reforma Intima em sete perguntas
O que é a
Reforma
Intima?
Reforma Intima em sete perguntas
Por que a
Reforma
Intima?
Reforma Íntima em sete perguntas
Para que a
Reforma
Íntima?
Reforma Íntima em sete perguntas
Onde fazer a
Reforma
Intima?
Reforma Íntima em sete perguntas
Quando fazer
a Reforma
Intima?
Reforma Íntima em sete perguntas
Como fazer a
Reforma
Intima?
Reforma Íntima em sete perguntas
Como fazer a
Reforma
Intima?
O que é a
Reforma íntima
sem martírio ?
Reforma Íntima em sete perguntas
1. O que é a Reforma Intima?
A Reforma Intima é um processo continuo
de autoconhecimento, de conhecimento da
nossa intimidade espiritual, modelando-nos
progressivamente na vivencia evangélica,
em todos os sentidos da nossa existência.
É a transformação do homem velho,
carregado de tendências e erros seculares,
no homem novo, atuante na implantação
dos ensinamentos do Divino Mestre, dentro
e for a de si.
2. Por que a Reforma Intima?
Porque é o meio de nos libertarmos das
imperfeições e de fazermos objetivamente o
trabalho de burilamento dentro de nos,
conduzindo-nos compativelmente com as
aspirações que nos levam ao
aprimoramento do nosso espírito.
3. Para que a Reforma Intima?
Para transformar o homem e a partir dele,
toda a humanidade, ainda tão distante das
vivencias evangélicas. Urge enfileirarmo-
nos ao lado dos batalhadores das ultimas
horas, pelos nossos testemunhos,
respondendo aos apelos do Plano Espiritual
e integrando-nos na preparação cíclica do
Terceiro Milênio.
4. Onde fazer a Reforma Intima?
Primeiramente dentro de nos mesmos, cujas
transformações se refletirão depois em
todos os campos de nossa existência, no
nosso relacionamento com familiares,
colegas de trabalho, amigos e inimigos e,
ainda, nos meios em que colaborarmos
desinteressadamente com serviços ao
próximo.
5. Quando fazer a Reforma Intima?
O momento é agora e já; não há mais o que
esperar. O tempo passa e todos os minutos
são preciosos para as conquistas que
precisamos fazer no nosso intimo.
6. Como fazer a Reforma Intima?
Ao decidirmos iniciar o trabalho de
melhorar a nos mesmos, um dos meios
mais efetivos é o ingresso numa Escola
de Aprendizes do Evangelho, cujo
objetivo central é exatamente esse. Com
a orientação e apoio de amigos do
próprio grupo e pela cobertura do Plano
Espiritual, conseguimos vencer as
naturais dificuldades de tão nobre
empreendimento.
Mas, também, até sozinhos podemos
fazer nossa Reforma Intima, desde que
nos empenhemos com afinco e
denodo, vivendo coerentemente com
os ensinamentos de Jesus
E a Reforma
íntima sem
martírio ?
Dores do martírio
Não consiste a virtude em assumirdes severo e
lúgubre aspecto, em repelirdes os prazeres que
as nossas condições humanas vos permitem.”
• Tens se observado mais e melhor?
• Sabe onde deve começar sua mudança?
• Conhece o meio para executar essas mudanças?
• Reconhece seus enganos, mas, não consegue
evita-los?
• Sofre quando erra e não se perdoa?
Sede, pois, vós
outros, perfeitos,
como perfeito é o
vosso Pai
celestial.
(S. MATEUS, cap. V, vv. 44, 46 a 48.)
Angústia da perfeição:
Pode alguém, por um proceder
impecável na vida atual, transpor todos
os graus da escala do aperfeiçoamento
e tornar-se Espírito puro, sem passar
por outros graus intermediários?
“Não, pois o que o homem julga perfeito
longe está da perfeição. Há qualidades que
lhe são desconhecidas e incompreensíveis.
Poderá ser tão perfeito quanto o comporte
a sua natureza terrena, mas isso não é a
perfeição absoluta.(...)”192
Dores do martírio?
• A melhoria íntima autêntica ocorre
pelo processo de conscientização e
não pelas dores decorrentes de
cobranças e conflitos interiores, que
instalam “circuitos fechados” e pane
na vida mental.
O que é o Martírio?
• Sem dúvida, todos sofremos para
crescer; martírio no entanto, é o
excesso que nasce da incapacidade
de gerir com equilíbrio o mundo
emotivo, assumindo proporções e
facetas diversificadas conforme o
temperamento e as necessidades de
cada qual.
O que define a condição de Martírio?
• O que define a condição de
martirizar-se é o fato de se crer no
desenvolvimento de qualidades
que, de fato, não estão sendo
trabalhadas na intimidade.
De onde decorrem as dores do
Martírio?
• Decorrem de não querermos
experimentar as dores do
crescimento. Um exemplo típico é
quando somos convocados a
examinar certa imperfeição
apontada por alguém e, entre a dor
da auto avaliação e a dor da
negação, preferimos a segunda.
Formas auto punitivas!
• 1 – a maneira pela qual reagimos a
nossos erros.
• 2 – transformar os erros e as
insatisfações em quedas
lamentáveis.
• 3 – Quando digo: “Não posso mais
falhar” ...gerando o perfeccionismo
e dele a auto inaceitação e
reprovação.
Nos levando...
• 1 – estados íntimos de desconforto
e desassossego .
• 2 – Torturante sensação de perda de
controle sobre a vida.
• 3 – Baixa tolerância a frustação.
• 4 – Ansiedade de origem ignorada.
• 5 – Medos incontroláveis de
situações irreais.
• 6 – Irritações sem motivos claros.
• 7– Angustia perante o porvir com
aflição e sofrimento por
antecipação.
• 8 – excesso de imaginação sobre
fatos corriqueiros da vida.
• 9 – Descrença no esforço de
mudança.
• 10 – Desgaste energético decorrente
de conflitos, desânimo, etc.
Nessa ótica, exaremos alguns conceitos que
merecem ser resgatados no seu melhor
entendimento:
• - uma construção gradativa de valores.
(Solidificação de qualidades eternas)
• - uma proposta de plenitude e não de
derrotismo.
(é fazer mais luz para varrer as sombras. Muitos,
porém, acreditam que a luz se faz extinguindo as
trevas).
• - a formação do homem de bem.
(não se trata de deslocar vícios e colocar
virtudes. É dada muita importância às
imperfeições nos ambientes da doutrina,
quando deveríamos falar mais de virtudes do
homem de bem. )
• - processo libertador da consciência.
(não se trata de vencer o ego, mas conquistá-lo
através do domínio natural da “voz” divina que
ecoa em nossa intimidade).
Alma querida nos ideais renovadores, é
natural que sofras inquietação por nutrires
objetivos transformadores.
Ante a penúria de teus valores, declaras-te sem
mérito para receber a ajuda Divina.
Perante a extensão de suas falhas, açoitas a
consciência com lancinante sentimento de
hipocrisia ao repetirdes os mesmos desvios dos
quais já gostarias de não permitir.
Essa é a estrada perfeição, não te
martirizes!
Reforma íntima não deve ser entendida apenas
como contenção de impulsos inferiores.
Muito além disso, torna-se urgente analisá-la
como o compromisso de trabalhar pelo
desenvolvimento dos lídimos valores humanos
na intimidade.
Circunscrevê-la a regimes de disciplina pela
vigilância e vontade poderá instituir a cultura
do martírio e da tormenta como quesitos
indispensáveis ao seu dinamismo.
Sofrer não é
sinônimo
de crescer!
Primeiro é
preciso
amar a
si mesmo!
Ética da transformação!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As bases do transformar se
As bases do transformar seAs bases do transformar se
As bases do transformar se
paikachambi
 

Mais procurados (18)

Coragem para mudar
Coragem para mudarCoragem para mudar
Coragem para mudar
 
Reforma íntima
Reforma íntimaReforma íntima
Reforma íntima
 
Reforma Íntima
Reforma ÍntimaReforma Íntima
Reforma Íntima
 
Aula 104 regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...
Aula 104   regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...Aula 104   regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...
Aula 104 regras para educação e aperfeiçoamento dos seres ii - escola de ap...
 
PALESTRA - RENOVANDO ATITUDES
PALESTRA - RENOVANDO ATITUDESPALESTRA - RENOVANDO ATITUDES
PALESTRA - RENOVANDO ATITUDES
 
Atitude e fé
Atitude e féAtitude e fé
Atitude e fé
 
O Sucesso Espiritual
O Sucesso EspiritualO Sucesso Espiritual
O Sucesso Espiritual
 
Conhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmoConhece-te a ti mesmo
Conhece-te a ti mesmo
 
Reforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírioReforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírio
 
Reforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírioReforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírio
 
As bases do transformar se
As bases do transformar seAs bases do transformar se
As bases do transformar se
 
Reforma Íntima
Reforma ÍntimaReforma Íntima
Reforma Íntima
 
Reforma intima aula 2
Reforma intima aula 2Reforma intima aula 2
Reforma intima aula 2
 
Reforma Íntima sem Martírio
Reforma Íntima sem MartírioReforma Íntima sem Martírio
Reforma Íntima sem Martírio
 
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMOREFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
 
Palestra reforma íntima
Palestra   reforma íntimaPalestra   reforma íntima
Palestra reforma íntima
 
Coragem para mudar 2019
Coragem para mudar 2019Coragem para mudar 2019
Coragem para mudar 2019
 
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
 

Semelhante a 2ª oficina dos sentimentos

Educação espiritual na sociedade materialista
Educação espiritual na sociedade materialistaEducação espiritual na sociedade materialista
Educação espiritual na sociedade materialista
educacaofederal
 
Luiz antonio gasparetto realização - curso completo
Luiz antonio gasparetto   realização -  curso completoLuiz antonio gasparetto   realização -  curso completo
Luiz antonio gasparetto realização - curso completo
saioborba
 
Auto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpaAuto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpa
Lisete B.
 
9 passos para aprender a se amar
9 passos para aprender a se amar9 passos para aprender a se amar
9 passos para aprender a se amar
Ogum
 

Semelhante a 2ª oficina dos sentimentos (20)

7ª Oficina dos sentimentos
7ª Oficina dos sentimentos 7ª Oficina dos sentimentos
7ª Oficina dos sentimentos
 
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptxPalestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
 
Estudo junho reforma íntima www forumespirita net
Estudo junho  reforma íntima www forumespirita netEstudo junho  reforma íntima www forumespirita net
Estudo junho reforma íntima www forumespirita net
 
Reforma íntima
Reforma íntimaReforma íntima
Reforma íntima
 
Perdão
PerdãoPerdão
Perdão
 
Educação espiritual na sociedade materialista
Educação espiritual na sociedade materialistaEducação espiritual na sociedade materialista
Educação espiritual na sociedade materialista
 
REFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIORREFORMA INTERIOR
REFORMA INTERIOR
 
Luiz antonio gasparetto realização - curso completo
Luiz antonio gasparetto   realização -  curso completoLuiz antonio gasparetto   realização -  curso completo
Luiz antonio gasparetto realização - curso completo
 
Mudar: Caminho para a Reforma Íntima
Mudar: Caminho para a Reforma ÍntimaMudar: Caminho para a Reforma Íntima
Mudar: Caminho para a Reforma Íntima
 
Em Que Estou melhorando
Em Que Estou melhorandoEm Que Estou melhorando
Em Que Estou melhorando
 
janeiro branco.pptx
janeiro branco.pptxjaneiro branco.pptx
janeiro branco.pptx
 
O valor do tempo
O valor do tempoO valor do tempo
O valor do tempo
 
Auto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpaAuto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpa
 
UMA JORNADA PARA DENTRO
UMA JORNADA PARA DENTROUMA JORNADA PARA DENTRO
UMA JORNADA PARA DENTRO
 
Ansiedade e espiritismo
Ansiedade e espiritismoAnsiedade e espiritismo
Ansiedade e espiritismo
 
O perdão
O perdãoO perdão
O perdão
 
Saúde mental e o espírito de profecia
Saúde mental e o espírito de profeciaSaúde mental e o espírito de profecia
Saúde mental e o espírito de profecia
 
10 padrões de comportamento das pessoas de sucesso
10 padrões de comportamento das pessoas de sucesso10 padrões de comportamento das pessoas de sucesso
10 padrões de comportamento das pessoas de sucesso
 
Autoestima
AutoestimaAutoestima
Autoestima
 
9 passos para aprender a se amar
9 passos para aprender a se amar9 passos para aprender a se amar
9 passos para aprender a se amar
 

Mais de Leonardo Pereira

Mais de Leonardo Pereira (20)

Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência" Jesus " psicólogo por excelência"
Jesus " psicólogo por excelência"
 
Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"Jesus "o Cristo de nossos dias"
Jesus "o Cristo de nossos dias"
 
E a morte o fim da vida
E a morte o fim da vidaE a morte o fim da vida
E a morte o fim da vida
 
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
 
Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10Escutando sentimentos cap 09e 10
Escutando sentimentos cap 09e 10
 
Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08Escutando sentimentos cap 07e 08
Escutando sentimentos cap 07e 08
 
Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
 
Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03Escutando sentimentos cap 03
Escutando sentimentos cap 03
 
Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02Escutando sentimentos cap 02
Escutando sentimentos cap 02
 
Escutando sentimentos cap 1
Escutando sentimentos  cap 1Escutando sentimentos  cap 1
Escutando sentimentos cap 1
 
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortalO apego e suas consequencias para o espirito imortal
O apego e suas consequencias para o espirito imortal
 
Consciência e evolução
Consciência e evolução Consciência e evolução
Consciência e evolução
 
Prisões mentais
Prisões mentaisPrisões mentais
Prisões mentais
 
Seminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediadosSeminário Médiuns obsediados
Seminário Médiuns obsediados
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 

Último

Último (7)

Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 

2ª oficina dos sentimentos

  • 1. Reforma íntima sem martírio Facilitador: Leonardo Pereira
  • 2. Reforma íntima sem martírio • “Nossa proposta é apresentar algumas “ideias-chave” com fins de meditação e auto aferição, ou ainda para estudos em grupos que anseiam por buscar respostas sobre as intrigantes questões da vida interior. • Se não entendermos realmente a razão de nossas atitudes, não reuniremos condições indispensáveis para o serviço renovador de nós próprios.”
  • 3. Reforma Intima em sete perguntas O que é a Reforma Intima?
  • 4. Reforma Intima em sete perguntas Por que a Reforma Intima?
  • 5. Reforma Íntima em sete perguntas Para que a Reforma Íntima?
  • 6. Reforma Íntima em sete perguntas Onde fazer a Reforma Intima?
  • 7. Reforma Íntima em sete perguntas Quando fazer a Reforma Intima?
  • 8. Reforma Íntima em sete perguntas Como fazer a Reforma Intima?
  • 9. Reforma Íntima em sete perguntas Como fazer a Reforma Intima?
  • 10. O que é a Reforma íntima sem martírio ? Reforma Íntima em sete perguntas
  • 11. 1. O que é a Reforma Intima? A Reforma Intima é um processo continuo de autoconhecimento, de conhecimento da nossa intimidade espiritual, modelando-nos progressivamente na vivencia evangélica, em todos os sentidos da nossa existência. É a transformação do homem velho, carregado de tendências e erros seculares, no homem novo, atuante na implantação dos ensinamentos do Divino Mestre, dentro e for a de si.
  • 12. 2. Por que a Reforma Intima? Porque é o meio de nos libertarmos das imperfeições e de fazermos objetivamente o trabalho de burilamento dentro de nos, conduzindo-nos compativelmente com as aspirações que nos levam ao aprimoramento do nosso espírito.
  • 13. 3. Para que a Reforma Intima? Para transformar o homem e a partir dele, toda a humanidade, ainda tão distante das vivencias evangélicas. Urge enfileirarmo- nos ao lado dos batalhadores das ultimas horas, pelos nossos testemunhos, respondendo aos apelos do Plano Espiritual e integrando-nos na preparação cíclica do Terceiro Milênio.
  • 14. 4. Onde fazer a Reforma Intima? Primeiramente dentro de nos mesmos, cujas transformações se refletirão depois em todos os campos de nossa existência, no nosso relacionamento com familiares, colegas de trabalho, amigos e inimigos e, ainda, nos meios em que colaborarmos desinteressadamente com serviços ao próximo.
  • 15. 5. Quando fazer a Reforma Intima? O momento é agora e já; não há mais o que esperar. O tempo passa e todos os minutos são preciosos para as conquistas que precisamos fazer no nosso intimo.
  • 16. 6. Como fazer a Reforma Intima? Ao decidirmos iniciar o trabalho de melhorar a nos mesmos, um dos meios mais efetivos é o ingresso numa Escola de Aprendizes do Evangelho, cujo objetivo central é exatamente esse. Com a orientação e apoio de amigos do próprio grupo e pela cobertura do Plano Espiritual, conseguimos vencer as naturais dificuldades de tão nobre empreendimento.
  • 17. Mas, também, até sozinhos podemos fazer nossa Reforma Intima, desde que nos empenhemos com afinco e denodo, vivendo coerentemente com os ensinamentos de Jesus
  • 18. E a Reforma íntima sem martírio ?
  • 19. Dores do martírio Não consiste a virtude em assumirdes severo e lúgubre aspecto, em repelirdes os prazeres que as nossas condições humanas vos permitem.”
  • 20. • Tens se observado mais e melhor? • Sabe onde deve começar sua mudança? • Conhece o meio para executar essas mudanças? • Reconhece seus enganos, mas, não consegue evita-los? • Sofre quando erra e não se perdoa?
  • 21. Sede, pois, vós outros, perfeitos, como perfeito é o vosso Pai celestial. (S. MATEUS, cap. V, vv. 44, 46 a 48.)
  • 22. Angústia da perfeição: Pode alguém, por um proceder impecável na vida atual, transpor todos os graus da escala do aperfeiçoamento e tornar-se Espírito puro, sem passar por outros graus intermediários? “Não, pois o que o homem julga perfeito longe está da perfeição. Há qualidades que lhe são desconhecidas e incompreensíveis. Poderá ser tão perfeito quanto o comporte a sua natureza terrena, mas isso não é a perfeição absoluta.(...)”192
  • 23. Dores do martírio? • A melhoria íntima autêntica ocorre pelo processo de conscientização e não pelas dores decorrentes de cobranças e conflitos interiores, que instalam “circuitos fechados” e pane na vida mental.
  • 24. O que é o Martírio? • Sem dúvida, todos sofremos para crescer; martírio no entanto, é o excesso que nasce da incapacidade de gerir com equilíbrio o mundo emotivo, assumindo proporções e facetas diversificadas conforme o temperamento e as necessidades de cada qual.
  • 25. O que define a condição de Martírio? • O que define a condição de martirizar-se é o fato de se crer no desenvolvimento de qualidades que, de fato, não estão sendo trabalhadas na intimidade.
  • 26. De onde decorrem as dores do Martírio? • Decorrem de não querermos experimentar as dores do crescimento. Um exemplo típico é quando somos convocados a examinar certa imperfeição apontada por alguém e, entre a dor da auto avaliação e a dor da negação, preferimos a segunda.
  • 27. Formas auto punitivas! • 1 – a maneira pela qual reagimos a nossos erros. • 2 – transformar os erros e as insatisfações em quedas lamentáveis. • 3 – Quando digo: “Não posso mais falhar” ...gerando o perfeccionismo e dele a auto inaceitação e reprovação.
  • 28. Nos levando... • 1 – estados íntimos de desconforto e desassossego . • 2 – Torturante sensação de perda de controle sobre a vida. • 3 – Baixa tolerância a frustação. • 4 – Ansiedade de origem ignorada. • 5 – Medos incontroláveis de situações irreais.
  • 29. • 6 – Irritações sem motivos claros. • 7– Angustia perante o porvir com aflição e sofrimento por antecipação. • 8 – excesso de imaginação sobre fatos corriqueiros da vida. • 9 – Descrença no esforço de mudança. • 10 – Desgaste energético decorrente de conflitos, desânimo, etc.
  • 30. Nessa ótica, exaremos alguns conceitos que merecem ser resgatados no seu melhor entendimento: • - uma construção gradativa de valores. (Solidificação de qualidades eternas) • - uma proposta de plenitude e não de derrotismo. (é fazer mais luz para varrer as sombras. Muitos, porém, acreditam que a luz se faz extinguindo as trevas).
  • 31. • - a formação do homem de bem. (não se trata de deslocar vícios e colocar virtudes. É dada muita importância às imperfeições nos ambientes da doutrina, quando deveríamos falar mais de virtudes do homem de bem. ) • - processo libertador da consciência. (não se trata de vencer o ego, mas conquistá-lo através do domínio natural da “voz” divina que ecoa em nossa intimidade).
  • 32. Alma querida nos ideais renovadores, é natural que sofras inquietação por nutrires objetivos transformadores. Ante a penúria de teus valores, declaras-te sem mérito para receber a ajuda Divina. Perante a extensão de suas falhas, açoitas a consciência com lancinante sentimento de hipocrisia ao repetirdes os mesmos desvios dos quais já gostarias de não permitir. Essa é a estrada perfeição, não te martirizes!
  • 33. Reforma íntima não deve ser entendida apenas como contenção de impulsos inferiores. Muito além disso, torna-se urgente analisá-la como o compromisso de trabalhar pelo desenvolvimento dos lídimos valores humanos na intimidade. Circunscrevê-la a regimes de disciplina pela vigilância e vontade poderá instituir a cultura do martírio e da tormenta como quesitos indispensáveis ao seu dinamismo.