Mereça ser feliz!

423 visualizações

Publicada em

Crescimento Interior.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
423
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • SER x TER; Problemas sexuais; Status; Padrão; Trabalho excessivo,
  • 29
  • Mereça ser feliz!

    1. 1. Mereça ser Feliz Livro de Ermance Dufaux, por Wanderley Oliveira.
    2. 2. O Livro Resultado do aprendizado de um Curso de 20 dias realizado no Plano Espiritual, proferido por Eurípedes Barsanulfo, e com a participação de vários espíritos, tais como: • Maria Modesto Cravo • Inácio Ferreira • Ivone do Amaral Pereira • Benedita Fernandes • Francisco de Paula Vitor • Cairbar Shcutel FOCO NO TRABALHADOR ESPÍRITA!
    3. 3. Vivia na França. Aos 12 anos de idade, 1853, lançou uma obra psicografada sobre a vida de Luis IX. E aos 16 anos, 1857, lançou outra obra psicografada sobre a vida de Joanna D´arc. Ajudou como médium na codificação da doutrina Espírita.
    4. 4. Trajetória Milenar de muitos dos atuais Cristãos • Amantes incondicionais dos ensinos e da figura de Jesus; • Conhecedores da mensagem do Cristo, mas sem a prática; • Julgavam-se como representantes divinos; • Fascinados com a hierarquia eclesiástica; • Disputava a qualquer preço a ordenação e o destaque; • Atitude de intolerância em relação ao próximo. Segundo, Cairbar Shcutel.
    5. 5. • Não conseguem ter as suas interpretações pessoais contestadas; • O conhecimento intelectual é a verdade que ainda não aprendeu a sentir; • Encantam-se com ritualizações exteriores; • Adulam guias; • Culpam obsessores; • Amam os cargos; • Amam a idolatria. Segundo, Cairbar Shcutel. O Perfil Psíquico de muitos dos atuais Cristãos
    6. 6. E ainda hoje no Centro Espírita...
    7. 7. ORGULHO PERSONALISMO COMPARAÇÕES PURITANISMO SÍNDROME DO ALÉM TUMULO SIGILO E OMISSÃO AZEDUME CARMAS IMAGINÁRIOS Assim dá para ser FELIZ?
    8. 8. Orgulho Essa inaceitação da realidade individual traz penosa angustia existencial, levando à criação de mecanismos de defesa para amenizar o sofrimento decorrente com o encontro com essa “parte” que não gostaríamos de encontrar. Portanto, para “encobrir” nossa inferioridade criamos o orgulho, que nos leva a pensar que somos aquilo que ainda não somos, reduzindo a nossa angustia.
    9. 9. Personalismo O personalismo é o grande adversário da causa do amor. Consideremo-lo em uma metáfora como a lupa do orgulho voltada na direção do eu, ampliando, exageradamente, o valor pessoal. Um estado no qual a mente está mais voltada para os apelos do ego em negação aos ditames da consciência. Alguns exercícios poderão auxiliar-nos na sua identificação! (Leitura do Livro, p. 103).
    10. 10. Comparações ...As comparações são muito utilizadas pelo orgulhoso com a finalidade de exacerbar seu conceito pessoal e rebaixar a importância do outro. A única comparação útil e proveitosa, sob a ótica do aprendizado espiritual, é aquela que fazemos conosco próprio, procurando sempre aferir se estarmos hoje um pouco melhor em comparação ao ontem.
    11. 11. Puritanismo Necessariamente o puritano não é um hipócrita, pode estar apenas vivendo um estágio de elaboração íntima... Para internalizar o que ainda permanece na órbita de seus pensamentos sem atingir seu modo de sentir. Ser puro é a aspiração evolutiva mais elevada que se pode conceber em nosso estágio de vivências. O puritanismo ao contrário, é algo exterior, uma “fachada” da atitude que não corresponde aos valores autênticos. Ser puritano é “fazer de conta”, e isso é um péssimo caminho para quem deseja ser feliz.
    12. 12. Sigilo e Omissão Tratamos pouco ou nada de nossos conflitos, destinando largo tempo para falar dos outros, detectando problemas fora de nós em razão de ser doloroso o auto- enfrentamento. Reconhecer e dividir as nossas dificuldade íntimas não significa perder autoridade e sim ganhá-la, além de que estaremos nos aliviando de um fardo desnecessário imposto pela vaidade em querer ser o que achamos que devemos ser, mas ainda não damos conta de ser.
    13. 13. Síndrome do Além Tumulo Fuga do mundo! A “síndrome do além túmulo” pode ser classificada como um comportamento neurótico de transferir para um “mundo ideal” as esperanças e expectativas do dia a dia do “mundo real”. Essa “síndrome”, portanto, gerou uma cultura de supervalorização das questões do mundo extrafísico trazendo como consequência a negação da relação com o mundo físico. ...a solução definitiva para essa “síndrome” será aprender a amar a oportunidade do renascimento, por mais escassez e dureza nas provações, fazendo o melhor que pudermos e com muita fé na abundância da misericórdia de Deus.
    14. 14. Azedume Algumas de suas facetas são a auto-piedade, irritação, tendência agressiva, revide, aspereza, amargura, rigidez de caráter, depressões, aversões a locais, assuntos e pessoas, pessimismo, antipatia, perfeccionismo, deficitária auto- estima, bloqueio do afeto, revolta e até ódio. ...a transformação interior, assumida com decisão e comprometimento, costuma levar o espírito a uma espécie de “convalescença moral” ou “tristeza psíquica”, por um período de tempo mais ou menos longo, em razão da abstinência dos interesses pessoais enfermiços e das novas metas que foram recém-aderidas.
    15. 15. Carmas Imaginários ...60% dos sofrimentos provem da imprudência e escolhas mal feitas, não sendo real atribuir a “outras existências” esse uso do livre arbítrio. ...O propósito Divino do sofrimento é o crescimento, a libertação e o aprendizado – resignação ativa. Lutemos pela nossa felicidade, eliminando “carmas adicionais”, crendo e vivendo firmemente o seguinte projeto de vida: “eu mereço ser feliz”. Estejamos certos de que esse é o projeto de Deus para todos nós. Aceitemo-lo ainda hoje e cultivemos o sentimento de que merecemos a felicidade.
    16. 16. Precisamos Sentir o Merecimento de SER Feliz!
    17. 17. Mereça SER Feliz ESVAZIAR-SE DO EGO AUTO-AMOR HUMILDADE TRANSFORMAÇÃO ALTERIDADE RESPONSABILIDADE DESEJO DE MELHORA INTERIORIZAÇÃO
    18. 18. Desejo de Melhora Período em que nos ocupamos pelas ações no bem. Etapa marcada pelo conhecimento espiritual criando conflitos íntimos, impulsionando novos posicionamentos. (...) O outro ainda é um incômodo para nós.
    19. 19. Interiorização Período em que há uma dilatação da sensibilidade para com a diferença alheia, seguida da mais intensa aceitação, disposição para o perdão e a concórdia. Compreensão da importância da diversidade. O desigual passa a ser visto como alguém importante para o nosso crescimento pessoal.
    20. 20. Transformação Nessa etapa aprende-se não só a aceitar os diferentes como se consegue aprender com eles, amá-los na sua maneira de ser. É a etapa da felicidade. O outro jamais poderá ser motivo para decepções e mágoas. Aprende-se o auto-amor e por consequência ama-se sem sofrimentos, sem sacrifícios; ama-se porque o amor é preenchedor e isso, definitivamente, basta.
    21. 21. Auto-Amor O amor ao próximo como um sadio programa de vida e equilíbrio, mas não é completo porque não podemos esquecer do amor a Deus e a si mesmo.
    22. 22. Esvaziar-se do Ego A vitória sobre o personalismo, portanto, está em sair de si acolhendo o outro diferente do eu com interesse altruísta e fraterno, aprendendo a “esvaziar-se do ego”, sentindo o outro.
    23. 23. Humildade Humildade é desilusão, reconhecimento de limites e qualidades, é conscientização. O estado de “ausência de orgulho” só pode ser alcançado com o “sentimento de humildade”. Segundo Maria Modesto Cravo.
    24. 24. Alteridade Não esqueçamos, em nosso favor, que em qualquer tempo e lugar, diferenças não são defeitos, os diferentes necessariamente não são oponentes, e a indiferença é o recolhimento egoísta do afeto na escura masmorra do desamor. Nossa harmonia é construída no cultivo das virtudes da indulgencia, da fraternidade e do acolhimento. Ação, reação, transformação: caminhos da alteridade. Em qualquer etapa sempre a alteridade na erradicação do personalismo.
    25. 25. Responsabilidade Sem dúvida os responsáveis são mais felizes, porque descobriram seu papel divino no Universo simplesmente pelo fato de que resolveram experimentar não seguir o rumo da maioria, procurando ouvir a voz da consciência, onde se encontra as Excelsas Mensagens de Deus para cada um de nós.
    26. 26. Vivenciar o Espiritismo por Dentro... Somente quando levamos a tarefa espírita no coração para fora dos seus horários de realização é que abrimos nossas experiências para a criação do bem, candidatando-nos a novas e maiores responsabilidades, que ensejarão clima e ocasião para a conquista definitiva da tão sonhada felicidade. Morte da indiferença, auto-conhecimento, amor: caminhos da felicidade.
    27. 27. Vivenciar o Espiritismo por Dentro... Pensamentos, Sentimentos e Atitudes.
    28. 28. Seja Feliz! Musica Seja Feliz – Marisa Monte https://www.youtube.com/watch?v=h_ZsfeYvkwE
    29. 29. Oficina dos Sentimentos. No Hospital Esperança é utilizada a prática dos grupos de reencontro que aqui foi batizado como oficina do sentimento (outra prática adotada é a tribuna da humildade). O objetivo da oficina do sentimento é oportunizar ao trabalhador espírita o contato consigo mesmo, para que possa se enxergar, se olhar durante a caminhada nessa encarnação, pois o número de espírita que tem chegado no hospital esperança sem “se perceber” é muito grande. O século XXI tem sido divulgado como o século do sentimento (Leia o Livro Atitudes de Amor). Para maiores informações, acessar: www.oficinadossentimento.com.br
    30. 30. Programa de Bezerra de Menezes pelos Valores Humanos no Centro Espírita Posto de Socorro e Alívio Núcleo de Renovação Social e Humana Templo de Crenças Escola capacitadora de virtudes Programa Educacional, focado em: • Valores Humanos • Saber viver e conviver • Desenvolvimento de habilidades e competências do espírito Retirar a casa da feição de uma “ilha paradisíaca” e projetá-la ao meio social para ajudar o ser humano a superar-se sem estabelecer uma realidade fictícia e onerosa, insufladora de conflitos e de medidas impositivas, longe das reais possibilidades de transformação que a criatura pode e precisa efetivar em si mesma.
    31. 31. Elaborado por Arilma Tavares Em 2014 Se tem alguma contribuição para melhorar esse material ou se tem alguma dúvida, não hesite em entrar em contato: arilmatavares@yahoo.com.br Facebook: Arilma Tavares Compartilhando é que crescemos!

    ×