SlideShare uma empresa Scribd logo
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 2 ]
FINALIDADE DESTA OBRA
Este livro como os demais por mim publicados tem
o intuito de levar os homens a se tornarem melhores, a
amar a Deus acima de tudo e ao próximo com a si mesmo.
Minhas obras não têm a finalidade de entretenimento, mas
de provocar a reflexão sobre a nossa existência. Em Deus
há resposta para tudo, mas a caminhada para o
conhecimento é gradual e não alcançaremos respostas
para tudo, porque nossa mente não tem espaço livre
suficiente para suportar. Mas neste livro você encontrará
algumas respostas para alguns dos dilemas de nossa
existência.
AUTOR: Escriba de Cristo é licenciado em Ciências
Biológicas e História pela Universidade Metropolitana de Santos;
possui curso superior em Gestão de Empresas pela UNIMONTE de
Santos; é Bacharel em Teologia pela Faculdade das Assembléias de
Deus de Santos; tem formação Técnica em Polícia Judiciária pela USP
e dois diplomas de Harvard University dos EUA sobre Epístolas
Paulinas e Manuscritos da Idade Média. Radialista profissional pelo
SENAC de Santos, reconhecido pelo Ministério do Trabalho. Nasceu
em Itabaiana/SE, em 1969. Em 1990 fundou o Centro de Evangelismo
Universal; hoje se dedica a escrever livros e ao ministério de
intercessão. Não tendo interesse em dar palestras ou participar de
eventos, evitando convívio social.
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 3 ]
CONTATO:
Whatsapp Central de Ensinos Bíblicos com áudios,
palestras e textos do Escriba de Cristo
Grupo de estudo no whatsapp
55 13 996220766 com o Escriba de Cristo
https://youtube.com/@escribadecristo
Dados Internacionais da Catalogação na Publicação (CIP)
M543 Escriba de Cristo, Central de Ensinos Bíblicos
1969 –
Didascalia Apostolorum com comentários
Damasco /Síria, Livrorama
UIclap, Amazon.com, 2023, 217 p. ; 21 cm
ISBN: 9798857735275 Edição 1°
1. Teologia 2. Bíblia 3. Igreja primitiva
4. Administração Eclesiástica 5.História da Igreja
CDD 240
CDU 24
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 4 ]
CONTRIBUIÇÃO PARA ESTA MISSÃO
Esta versão do meu livro está disponível gratuitamente na
internet. Se você a leu, gostou e lhe edificou, peço que faça uma
doação ao meu ministério fazendo um pix, nem que seja de
um dólar [ou cinco reais BR],
assim continuaremos produzindo livros que edifiquem:
PIX
Valdemir Mota de Menezes,
Banco do Brasil
CPF 069 925 388 88
Este material literário do autor não tem fins lucrativos, nem
lhe gera quaisquer tipos de receita. Sua satisfação consiste em
contribuir para o bem da educação uma melhor qualidade de vida
para todos os homens e seres vivos, e para glorificar o único Deus
Todo-Poderoso.
OBRIGADO PELA COLABORAÇÃO!
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 5 ]
Sumário
INTRODUÇÃO......................................................................7
PSEUDO-EPÍGRAFO............................................................8
TRADUÇÃO ...........................................................................9
SÍNTESE DO DIDASCALIA............................................... 10
CAPÍTULO I......................................................................... 15
CAPÍTULO II ....................................................................... 18
CAPÍTULO III......................................................................27
CAPÍTULO IV......................................................................32
CAPÍTULO V........................................................................37
CAPÍTULO VI......................................................................42
CAPÍTULO VII.....................................................................52
CAPÍTULO VIII...................................................................66
CAPÍTULO IX......................................................................73
CAPÍTULO X .......................................................................85
CAPÍTULO XI......................................................................92
CAPÍTULO XII .................................................................. 105
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 6 ]
CAPÍTULO XIII..................................................................112
CAPÍTULO XIV ..................................................................116
CAPÍTULO XV....................................................................119
CAPÍTULO XVI ................................................................. 130
CAPÍTULO XVII................................................................ 133
CAPÍTULO XVIII .............................................................. 135
CAPÍTULO XIX ................................................................. 140
CAPÍTULO XX................................................................... 148
CAPÍTULO XXI ................................................................. 155
CAPÍTULO XXII................................................................ 169
CAPÍTULO XXIII .............................................................. 170
CAPÍTULO XXIV............................................................... 178
CAPÍTULO XXV ................................................................ 185
CAPÍTULO XXVI............................................................... 188
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 7 ]
INTRODUÇÃO
Este livro é uma obra antiguíssima, datado de
aproximadamente o ano 300 dC. E provavelmente escrito
na Síria onde o cristianismo crescia de forma pujante nos
primeiros séculos da Era Cristã. O livro também é uma obra
pseudo-epígrafa porque tem a pretensão de ter sido escrita
pelos apóstolos para orientar a igreja na sua
administração. Todavia é um livro que tem grande valor
histórico porque revela como era a igreja nos primeiros
séculos. Vemos que algumas coisas são bem enfática
naqueles dias como o fato que só havia dois cargos na
igreja [bispo ou presbítero e diácono], que uma boa parte
do dinheiro coletado na igreja era usado para sustentar as
viúvas e se pagava salário para os dirigentes das igrejas.
Havia grupos dissidentes com enfoque na guarda da Lei de
Moisés. Outra coisa que vamos percebendo ao ler esta
obra era a preocupação dos cristãos em viverem uma vida
santa e não havia tanta preocupação com a teologia. Ainda
que vemos conceitos teológicos claros como a triunidade
de Deus e o inferno eterno para os condenados. Este livro
Didascalia não deve ser confundido com o DIDAQUÊ, este
último é a mais antiga literatura cristã, sendo datado do ano
100 dC e o Didascalia é do ano 300. O Didascalia contem
muito mais conteúdo do que o Diddaquê. Mas ambos
seguem o mesmo princípio de ideias. As viúvas são
tratadas no Didascalia quase como um cargo eclesiástico.
Vemos em Atos 6 que o cargo de diácono foi criado para
cuidar das viúvas. O cuidado social da igreja primitiva aos
seus membros era patente.
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 8 ]
PSEUDO-EPÍGRAFO
Didascalia apostolorum (ensino dos apóstolos) é
um compilado normativo cristão.
É uma obra pseudoepígrafa, pois se apresenta
como escrita pelos Doze Apóstolos na época do Concílio
de Jerusalém. No entanto, a composição é do século III,
possivelmente da Síria.
O Didascalia foi claramente modelado no Didaquê.
Inspirou outros documentos como as Constituições
Apostólicas, além de suas traduções para o latim e siríaco.
Registra tensões entre cristãos gentios e judeus
cristãos. Aconselha sobre a vida cristã, martírio e cuidado
dos órfãos. Normatiza as funções dos bispos e diáconos —
indicando uma transição hierárquica para as igrejas, mas
sem ainda distinguir claramente entre presbítero e bispo.
Faz a mais antiga menção de edifícios para culto.
Admoesta a educação das crianças e alerta contra
heresias. Doutrinariamente, demanda que os cristãos
sejam trinitarianos, empreguem as Escrituras como
dotadas de autoridade, creiam na ressurreição. Divide
partes da lei a serem observadas (os dez mandamentos).
O autor aparenta desaprovar que as mulheres
tenham liberdade para falar no culto, evangelizar, engajar-
se no ministério e celebrar batismos. Isso permite inferir
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 9 ]
que nessa época tais papéis eram exercidos por mulheres.
[1]
TRADUÇÃO
O texto a seguir é de R. Hugh Connolly, Didascalia
Apostolorum. Oxford: Clarendon Press, 1929.
Embora não tenha incluído a extensa Introdução de
Connolly a esta edição da Didascalia, talvez possa
fazê-lo no futuro.
Vários números de páginas e seções, juntamente
com citações, estão incluídos no texto. Aqui está uma
descrição deles:
Inserido por mim mesmo:
[[123]] colchetes duplos incluem números de página na
edição Connolly
[Gen 1.1] colchetes simples incluem citações bíblicas e
outras
Inserido por Connolly:
[i.1] indica a seção de acordo com a edição Funk
(p. #) indica a página da edição de Lagarde do siríaco
? cerca de erros de tradução do grego original no siríaco
* cerca de correções feitas ao siríaco na tradução para o
inglês
{palavras} provavelmente serão restauradas
[palavras] provavelmente serão omitidas
(palavras) fornecidas para o sentido da tradução
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 10 ]
A DIDASCÁLIA CATÓLICA ISSO É ENSINO DOS
DOZE SANTOS APÓSTOLOS E DISCÍPULOS DO
NOSSO SALVADOR
Didascalia Apostolorum , ou apenas Didascalia , é
um tratado jurídico cristão que pertence ao gênero das
Ordens da Igreja . Apresenta-se como tendo sido escrito
pelos Doze Apóstolos na época do Concílio de Jerusalém
; no entanto, os estudiosos concordam que na verdade era
uma composição do século III , talvez por volta de 230 DC.
[1]
SÍNTESE DO DIDASCALIA
O Didascalia foi claramente modelado no Didache
anterior. O autor é desconhecido, mas provavelmente era
um bispo. A proveniência é geralmente considerada como
o norte da Síria, possivelmente perto de Antioquia.
História
Paul de Lagarde, que primeiro redescobriu a
Didascalia
A Didascalia provavelmente foi composta no
século III na Síria. A menção mais antiga da obra é de
Epifânio de Salamina, que acreditava ser verdadeiramente
apostólica. Ele o encontrou em uso entre os Audiani,
cristãos sírios. Os poucos trechos que Epifânio fornece não
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 11 ]
correspondem exatamente ao nosso texto atual, mas ele é
notoriamente inexato em suas citações. No final do século
IV a Didascalia foi utilizada como base dos primeiros seis
livros das Constituições Apostólicas. No final do século IV,
é citado no Opus Imperfectum in Matthaeum do Pseudo-
Crisóstomo.
A Didascalia passou por várias traduções, inclusive
para o latim e para o siríaco. A data da tradução siríaca é
geralmente colocada entre os séculos IV e VI e
desempenhou algum papel na formação de uma cultura
legal que influenciou vários outros textos do terceiro ao
sétimo séculos e posteriormente, incluindo o Alcorão.
Tradição do Manuscrito
A Didascalia Apostolorum, cujo original perdido
estava em grego, foi publicada pela primeira vez em 1854
em siríaco por Paul de Lagarde. Em 1900, Edmund Hauler
publicou o Palimpsesto de Verona, que inclui uma tradução
latina da Didascalia, talvez do século IV, mais da metade
da qual pereceu. Em 1906, Franz Xaver von Funk publicou
os textos, impressos lado a lado, da Didascalia e da
Constituição Apostólica, para mostrar as semelhanças.
Um pequeno fragmento do capítulo 15 foi encontrado em
grego, e em 1996 outro provável fragmento em copta. [2]
Conteúdo
O título latino Didascalia Apostolorum significa
Ensinamento dos Apóstolos, e o título completo dado em
siríaco é: “Didascalia, isto é, o ensinamento dos doze
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 12 ]
Apóstolos e dos santos discípulos de nosso Senhor”. O
texto nunca toca em dogmas, mas se preocupa
inteiramente com a prática. Em comparação com a
Didache, a Didascalia mudou o foco principal das questões
morais para a prática litúrgica e a organização da igreja.
O conteúdo pode ser assim resumido:
Advertências sobre a vida cristã, oração, órfãos,
martírio (capítulos 1–3, 13, 17, 19–20)
Regras sobre as qualificações, conduta, deveres e
esmolas dos bispos (capítulos 4–11, 18)
Regras sobre diáconos e diaconisas e viúvas
(capítulos 14–16)
Regras litúrgicas sobre o lugar apropriado no
edifício da igreja e sobre o jejum (capítulos 12, 21)
A educação das crianças e a denúncia da heresia
(capítulos 22–23)
A reivindicação da composição do tratado pelos
Doze Apóstolos e uma condenação das práticas rituais
judaicas dirigidas aos cristãos judeus (capítulo 24–26)
Os oficiais da igreja são bispos, diáconos, viúvas;
acrescentam-se também as diaconisas , num só lugar os
reitores e uma vez os subdiáconos (estes últimos podem
ter sido interpolados). O prefácio da tradução para o inglês
afirma: "A característica mais saliente da Didascalia é a
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 13 ]
exaltação da autoridade dos bispos; no entanto, não há
menção dos bispos de Roma como superiores aos outros
bispos". O celibato é preferido para os bispos, mas não
exigido para esse ofício, enquanto até mesmo pentear o
cabelo (assim como o cabelo comprido) é proibido para os
homens em geral, para que não atraiam as mulheres.
Especialmente notável é o tratamento que os bispos são
ordenados a dar aos penitentes. Mesmo os grandes
pecadores, ao se arrependerem, devem ser recebidos com
bondade, sem exceção de pecados. A penitência canônica
será de duas a sete semanas. No entanto, se um homem
convertido "dos judeus ou dos pagãos" retornasse
novamente à seita da qual ele veio, então ele não deveria
ser recebido uma segunda vez na igreja, mas deveria ser
considerado como não convertido. (Didascália 20:16)
As heresias mencionadas são as de Simon Magus
e Cleobius (esse nome é dado também por Hegesipo), com
gnósticos e ebionitas. Contra isso, os cristãos devem
acreditar na Trindade, nas Escrituras e na Ressurreição. A
Lei original de Moisés (especificamente os Dez
Mandamentos) deve ser observada, juntamente com todos
os regulamentos dados antes do incidente do bezerro de
ouro (Êxodo 32). Mas a "Segunda Lei", os regulamentos
dados após o incidente do Bezerro de Ouro, foram dados
aos judeus por causa da dureza de seus corações (Did.
26). Além disso, o descanso sabático recebe um conteúdo
simbólico, e os cristãos são admoestados a tratar todos os
dias como pertencentes ao Senhor, mas não guardar o
descanso literalmente.
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 14 ]
O Antigo Testamento é frequentemente citado, e
muitas vezes em grande extensão. O Evangelho é citado
pelo nome, geralmente o de Mateus, os outros
evangelistas com menos frequência, e o de João menos
ainda. Os Atos dos Apóstolos e quase todas as Epístolas
são empregados livremente, incluindo a Epístola aos
Hebreus. Nenhum deles poderia ser nomeado. Além da
Didache, a Didascalia utiliza outros documentos cristãos
antigos como os Atos de Paulo e o Evangelho de Pedro.
[2]
No que diz respeito ao batismo, é dada particular
ênfase à unção pré-batismal de um convertido. Os
capítulos 9 e 16 fornecem instruções detalhadas para a
unção, incluindo a imposição de mãos por um bispo e a
recitação do Salmo 2:7. Depois de ser batizado com a
devida invocação, o convertido pode participar da santa
ceia.
As mulheres na igreja
Um exemplo notável dessa tensão é a descrição
da Didascalia da condição das mulheres na Igreja primitiva,
especialmente das viúvas. A Didascalia tem uma visão
restritiva da situação das mulheres cristãs: as viúvas não
devem se casar novamente mais de uma vez, não devem
ser falantes ou barulhentas, não devem instruir na doutrina,
devem ficar em casa e não vagar, não podem batizar e não
devem se envolva no ministério a menos que ordenado por
um bispo ou diácono.
Tensões com o cristianismo judaico
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 15 ]
Um tema importante da Didascalia são as tensões
do terceiro século com os cristãos judeus - isto é, os
cristãos que guardavam a lei judaica, como abster-se de
carne de porco, descansar no sábado, circuncidar seus
filhos e assim por diante. Uma grande parte do texto é
dedicada aos ensinamentos de como continuar a guardar
a Lei Judaica não era apenas improdutivo, mas ativamente
imoral. Conforme observado acima, quaisquer leis dadas
após o incidente do bezerro de ouro devem ser entendidas
como punição para o povo judeu; continuar a mantê-los
torna o cristão "culpado da adoração do bezerro" e "afirmar
a maldição contra Nosso Salvador. Você está preso nas
amarras e, portanto, é culpado da desgraça como inimigo
do Senhor Deus". (Didascália 26) Descansar no sábado é
apenas uma prova de que os judeus estão "ociosos". Para
o autor da Didascalia, a morte de Jesus aboliu e revogou a
"legislação secundária" e, portanto, tentar manter essa lei
judaica era negar o poder do sacrifício de Jesus. [2]
CAPÍTULO I
Sobre a Lei simples e natural.
A plantação de DEUS e a vinha santa de Sua Igreja
Católica, os eleitos, que confiam na simplicidade do temor
do Senhor, que por sua fé herdam Seu reino eterno, que
receberam o poder e a comunhão de Seu Espírito Santo
[cf. 2Cor 13.13], e por Ele são armados e firmados no temor
dEle, que se tornaram participantes da aspersão do [1Pt
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 16 ]
1.2] puro e precioso sangue do Grande Deus, Jesus
Cristo [1Pt 1.17], que receberam ousadia para chamar
Deus Pai Todo-Poderoso, como co-herdeiros e
participantes com Seu Filho e Seus amados [cf. Rm
8.17; Ef 3.6] ouçam a Didascalia de Deus, vocês que
esperam e esperam por Suas promessas, que foram
escritas segundo o mandamento de nosso Salvador e
estão de acordo com Suas gloriosas palavras.
[eu. 1] Prestem atenção, filhos de Deus, e façam
tudo para que sejam obedientes a Deus; e em tudo sê
agradável ao Senhor nosso Deus. Pois, se alguém correr
atrás da iniqüidade e for contrário à vontade de Deus, esse
será reputado por Deus como gentio e ímpio. Fuja,
portanto, e afaste-se de toda avareza e maldade. E não
desejarás o que é de qualquer homem, porque está escrito
na Lei: Não desejarás nada do que é do teu próximo : nem
o seu campo, nem a sua mulher, nem o seu servo, nem o
seu serva, nem seu boi, nem seu jumento, nem coisa
alguma de seus bens [Êx 20.17; Dt 5.21] .Pois todos esses
desejos são do Maligno. Pois aquele que deseja a mulher
de sua companheira, ou de seu servo, ou de sua serva, já
é adúltero e ladrão, e é condenado por impureza, como os
que se deitam com varões, por nosso Senhor e Mestre
Jesus Cristo: a quem (é) glória e honra para todo o sempre,
Amém. Como também no Evangelho Ele renova e confirma
e cumpre as Dez Palavras da Lei, (dizendo): Porque está
escrito na Lei: Não cometerás adultério; mas eu vos
digo isto: quem na Lei falou por meio de Moisés, mas agora
eu mesmo (p. 2) vos digo: Qualquer que atentar na mulher
do seu próximo para desejá-la, já em seu coração cometeu
adultério com ela [Mt 5.27-28] .E assim foi aquele que
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 17 ]
desejou condenado como adúltero. Aquele também que
deseja o boi ou o jumento de seu próximo, é para roubar e
levá-lo embora que ele pensa. E aquele que deseja o
campo de seu companheiro, não procura restringi-lo em
seus limites e planeja vendê-lo a ele por nada? Por esta
causa, portanto, vêm assassinatos, mortes e condenações
de Deus sobre essas pessoas.
Mas para os homens que obedecem a Deus há
uma lei, simples, verdadeira e branda - sem dúvida, para
os cristãos - isto, que o que você odeia que seja feito a
você por outro, você não faz a outro [cf. Tob 4.15]. Não
queres que um homem olhe mal para tua esposa para
corrompê-la; nem olhe para a esposa de teu companheiro
com más intenções. Não queres que alguém tire a tua
roupa; nem a de outro. Tu não serias injuriado e insultado,
ou espancado: nem faças a outro qualquer uma dessas 5
coisas. [eu. 2] Mas, se alguém te injuriar, abençoa-o; pois
está escrito no Livro dos Números: Quem abençoa é
abençoado, e quem amaldiçoa é maldito [cf. Num 24.9; Gn
27.29]. E no Evangelho também está escrito: Abençoai os
que vos maldizem [Lc 6.28; Mt 5.44] . E aos que vos fazem
mal, não façais mal; e fazei bem aos que vos odeiam [Lc
6.27], e sede pacientes e perseverantes, pois a Escritura
diz: Não dirás: Darei ao meu inimigo o mal, assim como ele
me fez; o Senhor será o teu ajudador e trará uma
recompensa sobre aquele que te faz mal [Pv 20.22] . E
novamente Ele diz no Evangelho: Amai os que vos odeiam,
e orai pelos que vos amaldiçoam, e não tereis inimigo [Mt
5.44; Lc 6.27; Fez 1.3]. Atentemos, pois, amados nossos,
e entendamos estes mandamentos e os guardemos, para
que sejamos filhos da luz [cf. Jo 12.36; Ef 5.8; 1Th 5.5].
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 18 ]
[Vemos nos primeiros séculos do cristianismo uma
preocupação com o comportamento moral que o cristão
deveria ter e não tinham tanta preocupação com as
definições abstratas da teologia.]
CAPÍTULO II
Ensinar a todo homem que ele deve agradar
apenas a sua esposa ; e que ele não deveria se enfeitar e
se tornar uma causa de tropeço para as mulheres; e que
ele não deveria amar a ociosidade; e que ele deveria
ocupar-se com as Escrituras da vida, e evitar escritos
profanos e os laços da Segunda Legislação ; e que ele não
deve tomar banho com mulheres; e que ele não deveria se
entregar ao vício de prostitutas.
[eu. 3] Suportai-vos uns aos outros [cf. Gal 6.2], ó
servos e filhos de Deus. Que um homem não despreze ou
despreze sua esposa, nem se levante contra ela; mas que
ele seja misericordioso e que sua mão esteja aberta para
dar. (p. 3) E que ele agrade apenas a sua esposa e cuide
dela com honra; e que ele estude para ser amado apenas
por ela, e por mais ninguém. Não te adornes para que uma
mulher estranha te veja e te deseje. E se de fato fores
constrangido por ela e pecares com ela, a morte no fogo
virá sobre ti com certeza de Deus, sim, aquela que
permanece para sempre, que está em fogo ardente e
amargo; e tu saberás e compreenderás quando fores
gravemente atormentado. Mas se não fizeres esta
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 19 ]
impureza, mas a afastares de ti e a negares, só nisto
pecaste, que por teu adorno fizeste com que a mulher
fosse tomada pelo desejo de ti; pois tu fizeste com que ela,
a quem isso aconteceu por causa de ti, cometesse
adultério por seu desejo. Mas tu não estás debaixo do
pecado, porque não a desejaste; mas haverá misericórdia
de ti da parte do Senhor, porque tu não te entregaste a ela
nem consentiste quando ela te enviou, nem [[10]] em
pensamento tu te voltaste para aquela mulher que foi
tomada pelo desejo de ti: mas ela de repente te encontrou,
e foi atingida em seu pensamento e enviada a ti; mas tu,
como homem temente a Deus, a negaste e a evitaste, e
não pecaste com ela; mas ela foi atingida em seu coração,
porque tu és jovem e belo e gracioso, e te adornaste e
fizeste com que ela te desejasse: e tu és considerado
culpado do pecado daquela a quem isso aconteceu por
causa do teu adorno. Mas suplique ao Senhor Deus que o
pecado não seja atribuído a você por causa disso. E se
queres agradar a Deus e não aos homens, e procuras e
esperas a vida e o descanso eterno, não adornes a tua
beleza natural que te foi dada por Deus, mas com
humildade e negligência, torna-a insignificante diante dos
homens. Da mesma maneira também não alimentarás o
cabelo da tua cabeça, mas tosquiá-lo-ás; e não o
pentearás nem o adornarás, nem o ungirás, para que não
tragas sobre ti mulheres que enredem ou sejam enredadas
pela luxúria. Não te vestirás com roupas finas, nem
calçarás os pés com sapatos feitos de acordo com a
concupiscência da loucura; nem porás nos teus dedos
anéis de ouro, porque todas estas coisas são astúcias da
prostituição, e tudo o que tu fazes além da natureza. Pois
a ti, um fiel homem de Deus, não é permitido nutrir o cabelo
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 20 ]
de tua cabeça e penteá-lo e alisá-lo, o que é uma
devassidão da luxúria; nem o arrumarás nem o adornarás,
nem o ajustarás para que fique belo. E não destruirás os
pêlos da tua barba [cf Lv 19.27], (p. 4) nem [[11]] alterarás
a forma natural do teu rosto e o mudará para outro que
Deus o criou, porque queres agradar homens. Mas se você
fizer essas coisas, sua alma será privada da vida e você
será rejeitado diante do Senhor Deus. Portanto, como
homem que deseja agradar a Deus, cuidado para não fazer
tais coisas; e evite todas as coisas que o Senhor
odeia. não é permitido nutrir o cabelo de tua cabeça e
penteá-lo e alisá-lo, o que é uma devassidão da
luxúria; nem o arrumarás nem o adornarás, nem o
ajustarás para que fique belo. E não destruirás os pêlos da
tua barba [cf Lv 19.27], (p. 4) nem [[11]] alterarás a forma
natural do teu rosto e o mudará para outro que Deus o
criou, porque queres agradar homens. Mas se você fizer
essas coisas, sua alma será privada da vida e você será
rejeitado diante do Senhor Deus. Portanto, como homem
que deseja agradar a Deus, cuidado para não fazer tais
coisas; e evite todas as coisas que o Senhor odeia. não é
permitido nutrir o cabelo de tua cabeça e penteá-lo e alisá-
lo, o que é uma devassidão da luxúria; nem o arrumarás
nem o adornarás, nem o ajustarás para que fique belo. E
não destruirás os pêlos da tua barba [cf Lv 19.27], (p. 4)
nem [[11]] alterarás a forma natural do teu rosto e o mudará
para outro que Deus o criou, porque queres agradar
homens. Mas se você fizer essas coisas, sua alma será
privada da vida e você será rejeitado diante do Senhor
Deus. Portanto, como homem que deseja agradar a Deus,
cuidado para não fazer tais coisas; e evite todas as coisas
que o Senhor odeia. 4) nem [[11]] altere a forma natural do
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 21 ]
seu rosto e mude-a para outra que Deus não a criou,
porque você deseja agradar aos homens. Mas se você
fizer essas coisas, sua alma será privada da vida e você
será rejeitado diante do Senhor Deus. Portanto, como
homem que deseja agradar a Deus, cuidado para não fazer
tais coisas; e evite todas as coisas que o Senhor odeia. 4)
nem [[11]] altere a forma natural do seu rosto e mude-a
para outra que Deus não a criou, porque você deseja
agradar aos homens. Mas se você fizer essas coisas, sua
alma será privada da vida e você será rejeitado diante do
Senhor Deus. Portanto, como homem que deseja agradar
a Deus, cuidado para não fazer tais coisas; e evite todas
as coisas que o Senhor odeia.
[eu. 4] E não te desviarás e andarás ociosamente
pelas ruas e verás o vão espetáculo daqueles que se
comportam mal; mas esteja sempre atento ao seu ofício e
ao seu trabalho, e esteja disposto a fazer as coisas que
agradam a Deus; e estarás meditando constantemente nas
palavras do Senhor. [eu. 5] Mas se tu és rico e não tens
necessidade de um ofício para viver, não te desviarás e
andarás vagamente; mas seja sempre constante em
aproximar-se dos fiéis e daqueles que pensam como você,
e medite e aprenda com eles as palavras vivas. E se não,
sente-se em casa e leia a Lei, e o Livro dos Reis e dos
Profetas, [[12]] e o Evangelho o cumprimento
destes. [eu. 6] Mas evite todos os livros pagãos. Pois o que
você tem a ver com ditados estranhos ou leis ou profecias
mentirosas, que também desviam da fé os jovens? Pois o
que está faltando a você na palavra de Deus, para que
você se lance nessas fábulas dos pagãos? Se você quiser
ler narrativas históricas, você tem o Livro dos Reis; mas se
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 22 ]
são sábios e filósofos, tens os Profetas, nos quais
encontrarás sabedoria e entendimento mais do que os
sábios e filósofos; pois são as palavras do único Deus, o
único sábio. E se você deseja canções, você tem os
Salmos de Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo
do mundo, você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis
e mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor
Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são
contrários (a estes), evite totalmente. que você deveria se
lançar sobre essas fábulas dos pagãos? Se você quiser ler
narrativas históricas, você tem o Livro dos Reis; mas se
são sábios e filósofos, tens os Profetas, nos quais
encontrarás sabedoria e entendimento mais do que os
sábios e filósofos; pois são as palavras do único Deus, o
único sábio. E se você deseja canções, você tem os
Salmos de Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo
do mundo, você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis
e mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor
Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são
contrários (a estes), evite totalmente. que você deveria se
lançar sobre essas fábulas dos pagãos? Se você quiser ler
narrativas históricas, você tem o Livro dos Reis; mas se
são sábios e filósofos, tens os Profetas, nos quais
encontrarás sabedoria e entendimento mais do que os
sábios e filósofos; pois são as palavras do único Deus, o
único sábio. E se você deseja canções, você tem os
Salmos de Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo
do mundo, você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis
e mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor
Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são
contrários (a estes), evite totalmente. onde encontrarás
sabedoria e compreensão mais do que a dos sábios e
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 23 ]
filósofos; pois são as palavras do único Deus, o único
sábio. E se você deseja canções, você tem os Salmos de
Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo do mundo,
você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis e
mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor
Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são
contrários (a estes), evite totalmente. onde encontrarás
sabedoria e compreensão mais do que a dos sábios e
filósofos; pois são as palavras do único Deus, o único
sábio. E se você deseja canções, você tem os Salmos de
Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo do mundo,
você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis e
mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor
Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são
contrários (a estes), evite totalmente.
No entanto, quando você lê a Lei, tome cuidado
com a Segunda Legislação, que você apenas a lê; mas os
comandos e advertências que estão neles devem ser
evitados, para que você não se desvie e se prenda com os
laços que não podem ser soltos de fardos pesados. Por
esta razão, portanto, se você ler a Segunda Legislação,
considere apenas isso, que você conheça e glorifique a
Deus que nos livrou de todos esses laços. E tenha isto
diante de seus olhos, para que você possa discernir (p. 5)
e saber o que [na Lei] é a Lei, e quais são os vínculos que
estão na Segunda Legislação, que depois da Lei foram
dados àqueles que, na Lei e na Segunda Legislação, [[14]]
cometeu tantos pecados no deserto. Pois a primeira Lei é
aquela que o Senhor Deus falou antes que o povo fizesse
o bezerro e servisse aos ídolos, que consiste nas Dez
Palavras e nos Julgamentos. Mas depois que eles serviram
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 24 ]
aos ídolos, Ele justamente colocou sobre eles os laços,
pois eram dignos. Mas, portanto, não os coloques sobre
ti; pois nosso Salvador não veio por outra causa senão
cumprir a Lei e nos libertar dos laços da Segunda
Legislação. Pois Ele se soltou daqueles laços e assim
chamou aqueles que Nele creem, e disse:Vinde a mim,
todos os que estais cansados e sobrecarregados de
pesadas cargas, e eu vos aliviarei [Mt 11.28]. Portanto,
sem o peso desses fardos, leia a Lei simples, que está de
acordo com o Evangelho; e, além disso, o próprio
Evangelho e os Profetas; e o Livro dos Reis da mesma
forma, para que saibas que tantos reis quantos foram
justos foram promovidos pelo Senhor Deus neste mundo e
continuaram na promessa de Deus de vida eterna; mas
aqueles reis que se afastaram de Deus e serviram aos
ídolos, com justiça, por um julgamento sumário, pereceram
miseravelmente e foram privados do reino de Deus e, em
vez de (obter) descanso, são punidos. Quando, portanto,
você ler estas coisas, você crescerá mais na fé e será
melhorado.
[Achei interessante que o autor da Didascalia cita
vários livros da Bíblia como recomendação para leitura e o
Novo Testamento. Cita em dado momento o livro de Tobias
e não citou até aqui os livros de Paulo, creio que ainda na
época da escrita do Didascalia não havia se formado o
cânon.]
E depois levanta-te, sai ao mercado e banha-te em
banho de homem, mas não em banho de mulher, para que,
quando te despojares e mostrares a nudez do teu corpo nu,
ser enredado, ou tu constranger outro e ela escorregar e
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 25 ]
ser enredado por ti. Cuidado com essas coisas, portanto, e
viverás para Deus.
[eu. 7] Aprenda, então, o que diz a palavra sagrada
na Sabedoria:? 1 Filho meu, guarda as minhas palavras, e
os meus mandamentos escondidos dentro de ti. Meu filho,
honre o Senhor, e seja fortalecido;? e além dele não
temerás nenhum outro. 2 Guarda os meus mandamentos e
vive bem, e as minhas leis como a menina dos teus
olhos; 3 e ata-os nos teus dedos. e escreve-os nas tábuas
do teu coração. 4 E dize à sabedoria: Tu és minha irmã, e
dá a conhecer à tua alma o entendimento:? 5 para que ela
te guarde de uma mulher estranha e adúltera, cujas
palavras são lisonjeiras. 6 Pois da janela de sua casa e do
alpendre ela olhava para as ruas; 7e todo aquele que ela
viu dos jovens que são simples e faltos de
entendimento, 8 que passam pelas ruas às esquinas dos
caminhos de sua casa, 9 e falam nas trevas, à tarde e na
escuridão do silêncio da noite: ? 10 então a mulher saiu e
encontrou-se com ele (p. 6), no vestido da prostituta que
agita o coração dos jovens.? 11 E ela é devassa, ousada e
dissoluta: e seus pés não podem ficar quietos em sua
casa; 12 mas agora ela vagueia, e agora espreita nas ruas
e nos cantos.? 13 E ela o pegou e o beijou, e fez seu
semblante insolente, e disse a ele: 14Sacrifícios eu tenho,
até ofertas pacíficas, hoje pago meus votos:? 15 por isso
vim ao teu encontro; porque eu era? olhando para te ver, e
eu te encontrei. 16 Estendi o meu leito com uma colcha, e
com tapetes do Egito o cobri:? 17 Espalhei açafrão sobre o
meu leito, e canela na minha casa. 18 Vinde, deliciemo-nos
com amor até pela manhã, e abracemo-nos com
desejo, 19 Para mim? o marido não está em casa: partiu
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 26 ]
para uma longa viagem 20 e trouxe uma bolsa de dinheiro
na mão; e depois de muitos dias ele voltará para sua
casa.? 21E ela o seduziu com suas muitas palavras e com
a lisonja de seus lábios ela o atraiu para ela. 22 E ele foi
atrás dela como um simplório, e como um boi que [[18]] vai
ao matadouro, e como um cão à trela, 23 e como um cervo
atingido por uma flecha; e ele se apressa [ e ] como um
pássaro para a armadilha: e ele não sabia que estava indo
para a morte de sua alma. 24 Agora, pois, ouve-me, meu
filho, e ouve as palavras da minha boca. 25 Não permitas
que teu coração se incline para os caminhos dela, e não te
aproximes da porta de sua casa, e não te desvies em seu
caminho; 26pois muitos mortos ela derrubou, e não há
número para aqueles que são mortos por ela.? 27 Os
caminhos da sua casa são os caminhos do Seol, que
descem às câmaras da morte [Pv 7.1-27] .? 1 Filho meu,
ouve a minha sabedoria, e ao meu entendimento inclina o
teu entendimento:? 2 para que o meu conselho te guarde,
e o conhecimento dos meus lábios que te ordeno. 3 Porque
os lábios da mulher adúltera destilam mel, e com as suas
lisonjas ela adoça o teu paladar:? 4 mas o último deles é
mais amargo do que o absinto, e mais afiado do que uma
espada de dois gumes. 5Porque os pés da insensata
(mulher) conduzem às câmaras do Seol os que a ela se
apegam; 6 porque as suas veredas são enganosas, e não
se conhecem. 7 Agora, pois, meu filho, ouve-me, e não te
desvies das palavras da minha boca. 8 Guarda longe dela
o teu caminho, e não te chegues à porta da sua casa; 9 1Tu
dás a tua vida aos outros, e os teus anos aos que não têm
misericórdia; 10 e para que os estranhos não se fartem da
tua força, e os teus rendimentos não vão para as casas de
outros:? 11 e na tua velhice a tua alma te arrependa,
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 27 ]
quando a carne do teu corpo se consumir, 12e tu
dizes:? Por que então eu odiei a correção, e meu coração
rejeitou a repreensão; 13 e não dei ouvidos à voz dos meus
mestres, e não inclinei os meus ouvidos para os que me
admoestavam? 14 Quase caí em todo mal [Pv 5.1-14] .
[[20]] E que não prolonguemos e estendamos a
admoestação de nosso ensino com muitas (palavras), (p.
7) se deixamos alguma coisa, vocês, como homens sábios,
escolham para si mesmos aquelas coisas que são boas do
santo Escrituras e do Evangelho de Deus, para que sejais
firmados, e possais afastar e lançar de vós todo o mal, e
serdes achados irrepreensíveis na vida eterna com Deus.
CAPÍTULO III
Uma instrução para as mulheres, que elas devem
agradar e honrar apenas seus maridos, cuidando diligente
e sabiamente do trabalho de suas casas com atenção; e
que não deveriam se banhar com homens; e que não se
adornassem e se tornassem motivo de tropeço para os
homens e os enredassem; e que elas devem ser castas e
quietas, e não brigar com seus maridos.
[eu. 8] E a mulher também esteja sujeita a seu
marido; porque a cabeça da mulher é o homem, e a cabeça
do homem [Ef 5.23; 1Cor 11.3] que anda no caminho da
justiça é Cristo. Depois do Senhor Todo-Poderoso, nosso
Deus e o Pai dos mundos, do presente e do que está por
vir, e o Senhor de todo sopro e de todos os poderes, e Seu
Espírito vivo e Santo -- a quem é glória e honra para
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 28 ]
sempre, Amém - mulher, tema [[22]] teu marido e o
reverencie, e agrade somente a ele, e esteja pronta para
ministrar a ele; e que tuas mãos sejam (estenda) para a lã,
e tua mente esteja no fuso, como Ele diz em
Sabedoria:? 10 Uma mulher valente quem achará? Pois ela
vale mais do que belas pedras de grande valor; 11e o
coração de seu marido repousa nela, e a provisão não lhe
falta, 12 Pois ela é uma ajuda para seu marido em todas as
coisas e faz com que nada lhe falte em sua vida. 13 Ela
fazia lã e linho com suas mãos prontas. 14 Ela se tornou
uma boa provedora, como um navio mercante, e ajuntou
todas as suas riquezas de longe. 15 Levantava-se de noite
e dava o sustento à sua casa e o trabalho às suas
servas. 16 Ela olhou para um campo e o comprou; e dos
frutos de suas mãos ela plantou uma possessão.? 17 Ela
cingiu os lombos com força, e firmou os braços, 18e provei
que é bom trabalhar :? e sua lâmpada não foi apagada a
noite toda. 19 Seus braços ela estendeu com diligência, e
suas mãos para o fuso.? 20 Suas mãos ela estendeu aos
pobres, e de seus frutos ela deu aos necessitados. 21 E seu
marido não se preocupa com a casa; pois toda a sua casa
está vestida com roupas duplas. 22 Ela fez para o marido
vestes de linho fino e carmesim:? 23 seu marido é notável
nas portas, quando se assenta na cadeira dos
anciãos. 24 Ela fazia em sua casa panos e cintas de linho,
e vendia aos cananeus. 25 Força e formosura são as suas
vestes:? e ela se alegrará (p. 8)no último dia.? 26 Ela abriu
sua boca com sabedoria e com prudência, e sua língua fala
ordenadamente. 27 Os caminhos de sua casa são
rígidos:? e pão ela não comeu com preguiça. Ela abriu a
boca com sabedoria, com razão:? 28 e a lei da misericórdia
está em sua língua. Seus filhos se levantaram e foram
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 29 ]
enriquecidos, e elogiaram ele:? e ela se regozijará neles
em seus últimos dias. Seu marido também [[23]]
a parabenizou :? 29 e suas muitas filhas adquiriram
riquezas. E muitas grandes coisas ela fez, e ela foi
exaltada acima de todas as mulheres:? 30 porque a mulher
que teme a Deus será abençoada, e o temor do Senhor a
glorificará. 31Dê a ela de seus frutos, que são dignos de
seus lábios, e deixe-a ser louvada nos portões:? e em todo
lugar seja louvado o seu marido [Pv 31.10-31] . E ainda: A
mulher valente é a coroa de seu marido [Pv 12.4] .
Vocês ouviram, então, quão grande é o louvor que
uma mulher casta e que ama seu marido recebe do Senhor
Deus, uma que é considerada fiel e pensa em agradar a
Deus. Tu, portanto, ó mulher, não te enfeitarás para
agradar a outros homens; e não te enfeitarás com as
tranças da prostituição, nem vestirás o vestido da
prostituição, nem calçarás sapatos que te pareçam com os
tais; para que não tragas sobre ti os que são enredados por
estas coisas. E se tu mesmo não pecar nesta obra de
impureza, ainda assim terás pecado, que tens [[25]]
const.choveu e fez aquele (homem) te desejar. Mas se tu
também pecares, tens destruído a tua vida de Deus, e
também te tornaste culpado da alma daquele
(homem). Além disso, quando você pecar com um, você se
tornará imprudente e também irá para os outros; como na
Sabedoria Ele disse: Quando o ímpio chega às
profundezas do mal, ele despreza e se torna
imprudente:? e sobre ele cairá a desonra e o opróbrio [Pv
18.3] . Pois aquele que é tal que ela é totalmente atingida
em sua alma e tomada pelo desejo, leva cativas as almas
daqueles que não têm entendimento. Mas vamos aprender
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 30 ]
sobre estes também, como a palavra sagrada na
Sabedoria os expõe; porque assim se diz: Como anel de
ouro em focinho de porca, assim é a beleza para a mulher
que pratica o mal [Pv 11.22] .E ainda: Como o verme na
madeira, assim a mulher má destrói o homem [Pv 12.4] . E
ainda: 13 A mulher falta de entendimento e presunçosa
passa a querer pão e não conhece a vergonha. 14 Pois ela
está sentada na rua, à porta de sua casa, em uma cadeira
alta, 15 e chama os que passam pelo caminho e os que
andam pelas suas veredas, e diz:? 16 Quem dentre vós for
simplório, aproxime-se de mim; e para aquele que quer
entender eu direi:? 17 Toca com amor o pão escondido, e
as águas furtadas que são doces. 18E ele não sabe que
homens valentes perecem com ela e chegam até as
profundezas do Sheol. Mas foge, e não fiques naquele
lugar; e não levantes os olhos para olhá-la [Pv 9.13-18] . E
ainda: É melhor sentar ? em um canto do telhado do que
morar com uma mulher tagarela e briguenta dentro de
casa [Pv 21.9,19] .
[[26]] Tu, portanto, que és cristão, (p. 9) não imites
tais mulheres; mas se você deseja ser uma mulher fiel,
agrade apenas a seu marido. E quando estiveres andando
na rua, cobre a tua cabeça com o teu manto, para que por
causa do teu véu a tua grande beleza possa ser
escondida. E não adornes tua face natural; mas anda com
olhares cabisbaixos, estando velado.
[eu. 9] E tome cuidado para não se banhar em um
banho com homens. Pois quando há banho de mulheres
na cidade ou na aldeia, uma mulher crente não pode tomar
banho com homens. Pois se você cobre seu rosto de
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 31 ]
estranhos com um véu de modéstia, como então você pode
entrar com estranhos para um banho? Mas se não houver
banho feminino e fores obrigado a banhar-te no banho de
homens e mulheres, o que de fato é impróprio, banha-te
com modéstia e vergonha, e com pudor e moderação; e
nem sempre, nem sempre dia, e não ao meio-dia; mas que
haja uma estação designada para você se banhar, (a
saber) na décima hora. Pois cabe a ti, como uma mulher
crente, por todos os meios fugir do olhar vaidoso e curioso
de muitos que se encontram em um banho.
[eu. 10] E tuas contendas com todos, e
especialmente com teu marido, reprime e restringe como
uma mulher crente; para que seu marido, se ele for pagão,
não se ofenda por causa de você e blasfeme contra Deus,
e você receba um Ai de Deus:? pois, Ai deles, por causa
dos quais o nome de Deus é blasfemado [[28]] entre os
gentios [Is 52.5; Rm 2.24] ; ou (para que) novamente, se
teu marido for um crente, ele seja constrangido, como
alguém que conhece as Escrituras, e te diga a palavra da
Sabedoria: É melhor sentar em um canto do telhado do que
morar com um tagarela mulher briguenta dentro de
casa [Pv 21.9-10] .Pois cabe às mulheres, por um véu de
modéstia e humildade, mostrar (seu) temor a Deus, para a
conversão e o aumento da fé daqueles que estão sem,
(ambos) de homens e mulheres.
Agora, se nós as admoestamos e instruímos
brevemente, nossas irmãs, nossas filhas e nossos
membros, vocês, como mulheres sábias, busquem e
escolham para si mesmas as coisas que são boas e
honrosas e irrepreensíveis nas conversas mundanas; e
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 32 ]
aprenda e saiba aquelas coisas pelas quais você pode
chegar ao reino de nosso Senhor, e pode encontrar
descanso, agradando-o com boas obras.
CAPÍTULO IV
Ensinar que tipo de homem é aquele que é
escolhido para o Bispado e de que tipo deve ser sua
conduta.
[ii. 1] Mas quanto ao bispado, ouçam. Ao pároco
que é constituído bispo e cabeça entre os presbitérios da
Igreja em cada congregação, dele se exige que seja
irrepreensível, em nada reprovável [1Tm 3.2; Tit
1.7] , alguém afastado de todo o mal, um homem de não
menos de cinqüenta anos de idade, que agora está
afastado dos costumes da juventude [2Tm 2.22] e das
concupiscências do Inimigo, e da calúnia e blasfêmia de
falsos irmãos , que eles trazem contra muitos porque eles
não entendem aquela palavra que é dita no
Evangelho: Todo aquele que [30]] disser uma palavra
ociosa, dará uma resposta sobre isso ao Senhor no dia do
julgamento:? porque pelas tuas palavras serás justificado,
e pelas tuas palavras serás condenado[Mt 12.36-37] . Mas,
se possível, seja instruído e apto para ensinar; mas se ele
não souber letras, que seja versado e habilidoso na
palavra, e que seja avançado em anos.
Mas se a congregação for pequena e não for
encontrado um homem de idade avançada de quem eles
deem testemunho de que ele é sábio e adequado para
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 33 ]
ocupar o bispado:? mas ali se encontra um jovem, de quem
os que estão com ele dão testemunho de que é digno de
ocupar o bispado e que, embora seja jovem, mostra
maturidade com mansidão e quietude de conduta:? deixe-
o ser provado se todos dão testemunho dele, e então
deixe-o sentar-se em paz. Pois Salomão também com a
idade de doze anos reinou sobre Israel; e Josias com a
idade de oito anos reinou com justiça; e Joás também
reinou aos sete anos de idade. Portanto, embora seja
jovem, que seja manso, medroso e quieto; pois o Senhor
Deus disse em Isaías: Para quem olharei e me deleitarei
(nele), mas no quieto e manso, que treme com as minhas
palavras? [Is 66.2; cf. Fez 3.8] E no Evangelho também
assim falou: Bem-aventurados os mansos, porque
herdarão a terra [Mt 5.5; cf. Fez 3.7] . E que ele seja
misericordioso; pois Ele disse novamente no Evangelho
assim: Bem-aventurados os misericordiosos, porque sobre
eles haverá misericórdia [Mt 5.7] . E, novamente, que ele
seja um pacificador; porque Ele diz: Bem-aventurados os
pacificadores, porque eles serão chamados filhos de
Deus [Mt 5.9] . E que ele esteja livre de todo [[32]] mal,
injustiça e iniquidade; pois Ele diz novamente: Bem-
aventurados os puros de coração, porque eles verão a
Deus [Mt 5.8] . [ii. 2] E deixe-o servigilante e casto e
sóbrio e ordeiro; e que ele não seja turbulento, e não seja
alguém que exagere no vinho ; e que ele não seja um
caluniador; mas que ele fique quieto e não briguento; e que
ele não (p. 11) seja amante do dinheiro [1 Tim 3.2-3] . E
que ele não seja jovem em mente, para que não seja
exaltado e caia no julgamento de Satanás [1 Tim
3.6] :? porque todo aquele que a si mesmo se exaltar será
humilhado [Lc 14.11; 18.14] . Mas é necessário que o
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 34 ]
bispo seja assim:? um homem que tem uma mulher, que
tem governado bem a sua casa [1 Tim 3.2, 4] .E assim seja
provado quando receber a imposição de mãos para se
sentar no ofício do bispado:? se ele é casto, e se sua
esposa também é crente e casta; e se ele criou seus filhos
no temor de Deus, e os admoestou e ensinou; e se sua
família o teme e o reverencia, e todos eles lhe
obedecem.? Pois, se a sua família na carne lhe resistir e
não lhe obedecer, como os que estão fora da sua casa se
tornarão dele e se sujeitarão a ele? [1Tim 3.4-5]
[ii. 3] E seja provado se ele é imaculado nas coisas
do mundo, e igualmente em seu corpo; pois está
escrito: Veja que não há defeito naquele que se levanta
para ser sacerdote [cf. Lv 14.11] . Mas deixe-o ser também
sem raiva; pois o Senhor diz:? A ira destrói até os
sábios [Pv 15.1] . E que ele seja misericordioso e gracioso
e cheio de amor; pois o Senhor diz: O amor cobre uma
multidão de pecados [cf. 1Pd 4.8; Prov 10.12] .[ii.4] E que
sua mão esteja aberta para dar; e que ame os órfãos com
as viúvas, e seja amigo dos pobres e dos estrangeiros. E
que ele esteja alerta em seu ministério e constante no
ministério; e que aflija a sua alma, e não seja confundido. E
deixe-o saber quem é o mais [[34]] digno de receber; pois
se houver uma viúva que tenha (algo), ou seja capaz de se
alimentar com o que ela precisa para seu sustento
corporal; e há outra que, embora não seja viúva, está em
necessidade, seja por motivo de doença, ou de criação de
filhos, ou de enfermidade corporal: para este (último)
estenda a mão. Mas se houver um homem dissoluto, ou
bêbado, ou preguiçoso, e ele estiver em apuros para se
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 35 ]
alimentar corporalmente, o mesmo não é digno de esmola,
nem da Igreja.
[ii. 5] E que o bispo também não faça acepção de
pessoas, e que ele não se submeta aos ricos nem os
favoreça indevidamente; e que ele não desconsidere ou
negligencie os pobres, nem se levante contra eles. E que
seja escasso e pobre em sua comida e bebida, para que
possa ser vigilante em admoestar e corrigir aqueles que
são indisciplinados. E que ele não seja astuto e
extravagante, nem luxuoso, nem amante dos prazeres,
nem apreciador de carnes saborosas. E que ele não fique
ressentido, mas seja paciente em sua admoestação; e que
ele seja assíduo em seu ensino, (p. 12 )e constante na
leitura das Escrituras divinas com diligência, para que ele
possa interpretar e expor as Escrituras adequadamente. E
compare a Lei e os Profetas com o Evangelho, para que as
palavras da Lei e dos Profetas estejam de acordo com o
Evangelho. Mas, antes de tudo, que ele seja um bom
discriminador entre a Lei e a Segunda Legislação, para que
possa distinguir e mostrar qual é a Lei dos fiéis e quais são
os laços daqueles que não acreditam; para que nenhum
dos que estão sob a tua autoridade tome as amarras da
Lei, e se sobrecarregue com fardos pesados, e se torne um
filho da perdição. Sê diligente [[35]] portanto, e atento à
palavra, ó bispo, para que, se puderes, expliques cada
palavra: que com muita doutrina tu possas alimentar
abundantemente e dar de beber ao teu povo; pois está
escrito na Sabedoria:Toma conta da erva do campo, para
que tosquies as tuas ovelhas; e ajunta a erva do estio, para
que tenhas ovelhas para te vestir. dá atenção e cuidado ao
teu pasto, para que tenhas cordeiros [Pv 27.25-26] . [ii. 6]
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 36 ]
Não seja, portanto, o bispo amante de torpe ganância [1Tm
3.8] ,e especialmente dos pagãos. Que ele esteja sofrendo
um erro e não cometendo um erro; e que não ame as
riquezas.? E que não pense mal de ninguém, nem dê falso
testemunho; e que ele não fique irado, nem briguento; e
que ele não ame a presidência; e que ele não seja de
mente dúbia nem de língua dúbia [cf. 2.4], nem dado a
inclinar seus ouvidos para palavras de calúnia e
murmuração; e que ele não faça acepção de pessoas. E
que ele não ame as festas dos pagãos, nem se ocupe com
erros vãos. E que ele não seja lascivo, nem amante do
dinheiro:? pois todas essas coisas são da
agência ou demônios.
Agora, todas essas coisas que o bispo comande e
ordene a todo o povo. E que ele seja sábio e humilde; e
que ele admoeste e ensine com a doutrina e a disciplina de
Deus. E que ele tenha uma mente nobre e distante de
todos os artifícios malignos deste mundo e de toda a luxúria
maligna dos pagãos. E que sua mente seja perspicaz para
discernir, para que ele possa conhecer de antemão os que
são maus:? e vocês se guardam deles? Mas que seja
amigo de todos, sendo justo juiz. E tudo o que de bom [[36]]
houver que for encontrado nos homens, deixe o mesmo
estar no bispo. Pois quando o pastor estiver afastado de
todo o mal, ele poderá constranger seus discípulos
também e incentivá-los por suas boas maneiras a serem
imitadores de suas boas obras; como (p. 13) o Senhor
disse nos Doze Profetas:O povo será igual ao
sacerdote [Os 4.9] . Pois cabe a você ser um exemplo para
o povo, pois você também tem Cristo por exemplo. Seja
você também um bom exemplo para o seu povo, pois o
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 37 ]
Senhor disse em Ezequiel:? 1 E a palavra do Senhor veio a
mim, dizendo:? 2 Filho do homem, fala aos filhos do teu
povo, e dize-lhes:? Quando eu trouxer a espada sobre uma
terra, que o povo daquela terra tome um homem dentre
eles e o faça seu vigia:? 3 e ele verá a espada vindo sobre
a terra, e tocará a trombeta e avisará o povo , 4e todo
aquele que ouvir o som da trombeta dará ouvidos. E se ele
não der atenção, e a espada vier e levá-lo embora, seu
sangue será sobre sua cabeça. 5 Porquanto ouviu o som
da trombeta e não se deu por avisado, o seu sangue será
sobre a sua cabeça. Mas aquele que recebeu o aviso livrou
sua alma.? 6 Mas se o atalaia vir que vem a espada, e não
tocar a trombeta, e o povo não for avisado, e a espada vier
e tirar uma alma deles:? ele foi levado em seus pecados, e
seu sangue requererei das mãos do vigia [Ezequiel 33.1-
6] .? Agora a espada é o julgamento, e a trombeta é o
Evangelho, mas o vigia é o bispo que está encarregado da
Igreja.
CAPÍTULO V
Um ensinamento sobre o julgamento.
Cabe a ti, portanto, ó bispo, quando pregares,
testemunhar e afirmar a respeito do julgamento de acordo
com o que é (encontrado) no Evangelho. Pois a ti também
o Senhor disse: E a ti, filho do homem, pus como atalaia
para a casa de Israel; para que ouças uma palavra da
minha boca, e a avises e pregues como de mim. E quando
eu disser ao ímpio: O ímpio certamente morrerá, e tu não
pregas e dizes que o ímpio se afaste da sua iniquidade? o
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 38 ]
ímpio morrerá na sua iniquidade, e das tuas mãos
requererei o seu sangue. Mas se tu advertires o ímpio do
seu caminho, e ele não se acatar? o ímpio morrerá na sua
iniquidade, e tu livrarás a tua alma [Ezequiel 33.7-9].
Portanto, você também, visto que em sua conta é lançada
a culpa daqueles que pecam por ignorância, você prega e
testifica; e aqueles que se comportam sem disciplina
admoestam e repreendem abertamente.? Agora, enquanto
falamos e repetimos essas coisas com frequência, não
somos culpados; porque por muito ensinar e ouvir
acontece que um homem é envergonhado, e faz o bem e
evita o mal. Porque o Senhor também disse na Lei: Ouve,
ó Israel [Dt 6.4]; e até (p.; 4) até hoje eles não ouviram. E
no Evangelho da mesma forma Ele frequentemente
proclama e diz; Todo aquele que tem ouvidos para ouvir,
ouça [Mt 11.15; 13.9, etc.]. Mas nem mesmo eles ouviram
quem pensou que ouviu; pois eles se lançaram [[38]]
rapidamente na terrível destruição da heresia: ?sobre
quem a palavra da sentença está prestes a sair.? [ii. 7] Pois
não cremos, irmãos, que quando um homem (uma vez)
desce à água, ele fará novamente as obras abomináveis e
imundas dos pagãos ímpios. Pois isto é manifesto e
conhecido de todos, que todo aquele que fizer o mal depois
do batismo, o mesmo já está condenado à Geena de fogo.
[O batismo não salva, mas ele marca o início da
vida cristã consciente, por isto só deve ser batizado adultos
ou adolescentes que já estejam conscientes da
responsabilidade de servir a Cristo. O inferno de fogo é
citado como recompensa final dos desviados.]
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 39 ]
[ii. 8] E pensamos, de fato, que os pagãos também
blasfemarão por causa disso, que não nos misturamos com
eles nem mantemos comunicação com eles [cf. 1Pd
4.4]. Mas através da falsidade dos pagãos nossos irmãos
alcançaram a verdade; pois no Evangelho Ele diz
assim: Bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem, e
perseguirem, e falarem contra vós toda palavra má por
minha causa, mentindo. Mas vós regozijai-vos e exultai,
porque grande é o vosso galardão nos céus? porque assim
perseguiram seus pais os profetas [Mt 5.11-12; Lc
6.23] . Se, portanto, blasfemarem contra alguém
falsamente, bem-aventurado é ele [cf. 1Pd 3.14], mesmo
porque é tentado; porque a Escritura diz: O homem que
não é tentado, nem aprovado[?; cf. Tg 1.12; Senhor
34.10] . Mas se um homem for condenado por fazer as
obras da iniqüidade, ele não é cristão, mas um mentiroso,
e mantém o temor do Senhor em hipocrisia. Portanto,
essas pessoas, quando foram expostas e condenadas pela
verdade abertamente, evitem o bispo que está sem ofensa
e sem hipocrisia.
[ii. 9] Mas se o próprio bispo não está de
consciência limpa, e aceita pessoas por causa de lucro
imundo, ou por causa dos presentes que ele recebe, e
poupa alguém que peca impiedosamente, e permite que
ele permaneça na Igreja :? [ii. 10] tal bispo poluiu sua
congregação com Deus; sim, e também com homens e
com muitos dos receptores que são jovens em suas
mentes, ou com os ouvintes; e jovens e donzelas [[40]] ao
lado ele destrói com ele. Por causa da lascívia de um
homem ímpio, quando eles o virem no meio deles, eles
também duvidarão em sua alma e o imitarão, e eles
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 40 ]
mesmos tropeçarão e serão apanhados com a mesma
doença, e perecerão. com ele. Mas se aquele que peca vê
que o bispo e os diáconos estão livres de reprovação, e
todo o rebanho (p. 15) puro: ? antes de tudo, ele não
ousará entrar na congregação, porque é repreendido por
sua consciência; mas se acontecer que ele é ousado e vem
à Igreja em sua arrogância, e é reprovado e repreendido
pelo bispo, e olhando para todos (presentes) não encontra
ofensa em nenhum deles, nem no bispo nem em aqueles
que estão com ele:? ele então ficará confuso e sairá
silenciosamente, em grande vergonha, chorando e com
remorso de alma; e assim o rebanho permanecerá
puro. Além disso, quando ele sair, ele se arrependerá de
seu pecado e chorará e suspirará diante de Deus, e haverá
esperança para ele. E também todo o rebanho, vendo o
choro e as lágrimas daquele homem, temerá, sabendo e
compreendendo que todo aquele que peca perece. porque
ele é reprovado por sua consciência; mas se acontecer que
ele é ousado e vem à Igreja em sua arrogância, e é
reprovado e repreendido pelo bispo, e olhando para todos
(presentes) não encontra ofensa em nenhum deles, nem
no bispo nem em aqueles que estão com ele:? ele então
ficará confuso e sairá silenciosamente, em grande
vergonha, chorando e com remorso de alma; e assim o
rebanho permanecerá puro. Além disso, quando ele sair,
ele se arrependerá de seu pecado e chorará e suspirará
diante de Deus, e haverá esperança para ele. E também
todo o rebanho, vendo o choro e as lágrimas daquele
homem, temerá, sabendo e compreendendo que todo
aquele que peca perece. porque ele é reprovado por sua
consciência; mas se acontecer que ele é ousado e vem à
Igreja em sua arrogância, e é reprovado e repreendido pelo
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 41 ]
bispo, e olhando para todos (presentes) não encontra
ofensa em nenhum deles, nem no bispo nem em aqueles
que estão com ele:? ele então ficará confuso e sairá
silenciosamente, em grande vergonha, chorando e com
remorso de alma; e assim o rebanho permanecerá
puro. Além disso, quando ele sair, ele se arrependerá de
seu pecado e chorará e suspirará diante de Deus, e haverá
esperança para ele. E também todo o rebanho, vendo o
choro e as lágrimas daquele homem, temerá, sabendo e
compreendendo que todo aquele que peca perece. e
olhando para todos (presentes) não encontra ofensa em
nenhum deles, nem no bispo nem naqueles que estão com
ele:? ele então ficará confuso e sairá silenciosamente, em
grande vergonha, chorando e com remorso de alma; e
assim o rebanho permanecerá puro. Além disso, quando
ele sair, ele se arrependerá de seu pecado e chorará e
suspirará diante de Deus, e haverá esperança para ele. E
também todo o rebanho, vendo o choro e as lágrimas
daquele homem, temerá, sabendo e compreendendo que
todo aquele que peca perece. e olhando para todos
(presentes) não encontra ofensa em nenhum deles, nem
no bispo nem naqueles que estão com ele:? ele então
ficará confuso e sairá silenciosamente, em grande
vergonha, chorando e com remorso de alma; e assim o
rebanho permanecerá puro. Além disso, quando ele sair,
ele se arrependerá de seu pecado e chorará e suspirará
diante de Deus, e haverá esperança para ele. E também
todo o rebanho, vendo o choro e as lágrimas daquele
homem, temerá, sabendo e compreendendo que todo
aquele que peca perece.
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 42 ]
[ii. 11] Portanto, ó bispo, esforce-se para ser puro
em suas obras. E conhece o teu lugar, que és feito à
semelhança do Deus Todo-Poderoso e ocupas o lugar do
Deus Todo-Poderoso; e então sente-se na Igreja e ensine
como tendo autoridade para julgar aqueles que pecam na
sala do Deus Todo-Poderoso. Pois a vós, bispos, está dito
no Evangelho: O que ligardes na terra, será ligado no
céu [Mt 18.18].
CAPÍTULO VI
Com relação aos transgressores e com relação
aos que se arrependem.
[ii. 12] Julgue, portanto, ó bispo, estritamente como
Deus Todo-Poderoso; e os que se arrependem recebem
com misericórdia como Deus Todo-Poderoso. E
repreenda, exorte e ensine; pois o Senhor Deus também
[[42]] com juramento prometeu perdão aos que pecaram,
como Ele disse em Ezequiel:? E tu, filho do homem, dize à
casa de Israel :? Você disse assim:? Nossos crimes e
nossos pecados estão sobre nós, e neles estamos
perdidos:? como então podemos viver? ? Diga-
lhes:? Como eu vivo, diz o Senhor Adonai, não desejo a
morte do pecador, mas que o ímpio se converta de seu
mau caminho e viva. Voltai, portanto, e convertei-vos dos
vossos maus caminhos, e não morrereis, ó casa de
Israel.[Ezequiel 33.10-11] Aqui, então, Ele deu esperança
àqueles que pecam, quando eles se arrependerem, para
que possam ter salvação por seu arrependimento, e não se
desesperem de si mesmos e continuem em seus pecados
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 43 ]
e acrescentem a eles, mas podem se arrepender, suspirar
e chorar por seus pecados e se converter de todo o
coração. [cf Hermas Mand 12.6-2]
[ii. 13] Mas que aqueles que não pecaram (p. 16)
continuem sem pecado, para que também não venham a
ter necessidade de choro, suspiros, tristeza e perdão. Pois
de onde você sabe, ó homem que peca, quantos são os
dias da sua vida neste mundo, para que você possa se
arrepender? Pois tu não sabes a tua saída deste mundo,
se porventura morrerás em teus pecados e não haverá
mais arrependimento para ti; como é dito em Davi: No
Sheol, quem te confessará? [Sl 6.6] Portanto, fica sem
perigo aquele que poupa a sua alma e permanece sem
pecado:? para que também a justiça praticada por ele no
passado lhe seja preservada.
Portanto, ó bispo, julgue assim:? antes de tudo
estritamente; e depois receba (o pecador) com
misericórdia e [[43]] compaixão, quando ele prometer se
arrepender. E repreendê-lo e afligi-lo, e (depois) ser
suplicado por ele, [ii. 14] por causa da palavra que é dita
em Davi assim: Não entregue a alma que te confessa. [Sl
73 (74).19] E em Jeremias novamente Ele fala assim sobre
o arrependimento daqueles que pecam:? Aquele que está
caído não se levantará ? ou aquele que se desviou não
volta? Por que meu povo se desviou com uma perversão
vergonhosa e está preso em seus próprios artifícios e se
recusou a se arrepender e voltar? [Jr 8.4-5] Por esta causa,
então, receba aquele que se arrepende sem hesitar nem
um pouco; e não seja impedido por aqueles que não têm
misericórdia, que dizem:? 'Não é apropriado que sejamos
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 44 ]
contaminados com estes.'? Pois o Senhor Deus disse:? Os
pais não morrerão pelos filhos, nem os filhos pelos pais. [Dt
24.16] E novamente em Ezequiel Ele fala assim:? E a
palavra do Senhor veio a mim dizendo:? Filho do homem,
se uma terra pecar contra mim, e praticar iniquidade diante
de mim, estenderei a minha mão contra ela, e destruirei
dela o sustento do pão, e enviarei a fome sobre ela, e
destruirei de seus homens e animais. Mas se houver nela
estes três homens, Noé, Daniel e Jó, pela sua justiça
livrarão as suas almas, diz o Senhor Adonai.?[Ezequiel
14.12-14] A Escritura, então, mostra claramente que, se for
achado um justo com um ímpio, não perecerá com ele, mas
todo homem será salvo pela sua justiça; e se for impedido,
é por seus próprios pecados que ele é impedido. E
novamente em Sabedoria Ele diz: Todo homem está
amarrado com o cordão de seus pecados. [Provérbios
5.22] Cada um, portanto, dos leigos deve prestar contas de
seus próprios pecados; e um homem não é ferido por
causa de? [[44]] os pecados dos outros. Pois Judas
também não nos prejudicou quando estava orando
conosco, mas ele sozinho pereceu. E na arca, Noé e seus
dois filhos que foram salvos com vida, foram
abençoados; mas Cam, seu outro filho, não foi (p. 17)
abençoado, mas sua semente foi amaldiçoada; [Gn 9.25] e
os animais que entravam, animais saíam.
Não cabe a você, portanto, dar ouvidos àqueles
que desejam (matar) e odeiam seus irmãos e amam
acusações, e estão prontos para matar sob qualquer
pretexto:? (porque um não morrerá por outro).? Mas você
ajuda aqueles que estão doentes e expostos ao perigo e
estão pecando, para que você possa livrá-los da morte; e
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 45 ]
(faça) não de acordo com a dureza de coração e a palavra
e pensamento dos homens, (mas de acordo com a vontade
e comando do Senhor nosso Deus). Pois não cabe a ti, ó
bispo, que sendo a cabeça tu deves obedecer à cauda, que
é um leigo, um homem contencioso que deseja a
destruição de outro; mas considera apenas a palavra do
Senhor Deus. E quanto a isso, que (os homens) não
devem supor que perecem ou são contaminados pelos
pecados dos outros, Ele novamente cortou seus maus
pensamentos,1 E a palavra do Senhor veio a mim,
dizendo:? 2 Filho do homem, por que usareis este
provérbio na terra de Israel, e dizeis:? Os pais comem uvas
verdes e os dentes de seus filhos estão no limite? 3 Vivo
eu, diz o Senhor Adonai, não haverá mais ninguém que use
este provérbio em Israel. 4 Porque todas as almas são
minhas:? assim como a alma do pai é minha, também a
alma do filho é minha. A alma que pecar, essa
morrerá.? 5 E um homem, se ele for justo, e fizer juízo e
justiça, 6 e não comer sobre o [[46]]montes, e não levante
os olhos para os ídolos da casa de Israel, e não contamine
a mulher do seu próximo, e não se aproxime de uma
mulher em sua menstruação, 7 e não trate ninguém com
violência, e restitua o penhor de seu devedor que tomou, e
vista o nu com uma roupa, 8 e não dê o seu dinheiro com
usura, e não receba (de volta) com sobretaxa, e afaste a
sua mão da iniqüidade , e julgue o direito entre um homem
e seu próximo, 9 e ande nas minhas leis, e guarde os meus
juízos e os cumpra:? este homem é justo, certamente
viverá, diz o Senhor Adonai, 10 E se ele gerar um filho mau,
que derrame sangue e pratique iniquidade, 11e não anda
no caminho de seu pai justo, e come sobre os montes, e
contamina a mulher do seu próximo, 12 e o mal intenciona
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 46 ]
o pobre e o necessitado, e comete roubos, e não restitui o
penhor que assumiu, e levanta a sua olhos para os ídolos,
e comete iniquidade, 13 e dá o seu dinheiro com usura, e
recebe de volta com sobretaxa:? este homem não
viverá:? porque ele cometeu toda esta iniquidade,
certamente morrerá, e o seu sangue será sobre ele. 14 Mas
se ele gerar um filho e vir aqueles pecados que seu pai
cometeu, e temer e não fizer o mesmo (p, 18), 15e não
comas sobre os montes, e não levantes os olhos para os
ídolos da casa de Israel, e não contamines a mulher do teu
próximo; pão ao faminto, e veste o nu com uma roupa, 17 e
desvia a sua mão da iniquidade, e não aceita usura e
sobretaxa, e pratica a justiça e anda nas minhas leis:? este
homem não morrerá pela iniqüidade de seu pai, mas
certamente viverá. 18 Mas seu pai, porque realmente
cometeu opressão e roubo, e não fez bem ao meu povo,
morrerá por sua iniqüidade. 19E você diz:? Por que o filho
não é recompensado pela iniqüidade de seu pai? Porque o
filho praticou a justiça e a misericórdia, e guardou todos os
meus mandamentos e os fez, certamente viverá:? 20 a
alma que pecar, essa morrerá.? Um filho não será punido
pelos pecados de seu pai; e um pai [[48]] não será
perdoado pelos pecados de seu filho. A justiça do justo
cairá sobre ele; e a iniqüidade do ímpio cairá sobre ele. 21 E
se o ímpio se desviar de toda a sua iniquidade que cometeu
e guardar todos os meus mandamentos e praticar o juízo e
a justiça, certamente viverá e não morrerá ; 22e toda a
iniquidade que cometeu não será lembrada para ele:? pela
justiça que fez, pela mesma viverá. 23 Pois não desejo a
morte do pecador, diz o Senhor Adonai:? mas todo aquele
que se converter do seu mau caminho viverá.? 24 E se o
justo se desviar da sua justiça, e praticar a iniqüidade,
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 47 ]
conforme toda a iniquidade que o ímpio cometeu:? todas
as suas justiças que praticou não lhe serão lembradas,
mas pela iniquidade que cometeu e pelos pecados que
cometeu, pelos mesmos morrerá. 25 E eles disseram: O
caminho do Senhor não é bom. Ouça, casa de Israel:? meu
caminho está bem, mas seus próprios caminhos não estão
bem. 26E se o justo se desviar da sua justiça e praticar a
iniqüidade :? pela iniquidade que cometeu, morrerá. 27 E
se o ímpio se desviar da sua iniquidade que cometeu, e
praticar juízo e justiça:? este homem entregou a sua
alma.? 28 Porque se desviou de toda a iniquidade que
cometeu, certamente viverá e não morrerá. 29 E a casa de
Israel diz:? O caminho do Senhor não é bom. Meu caminho
é bom, ó casa de Israel, mas seus próprios caminhos não
são bons. 30 Portanto, farei isso? julgue cada um de vocês
de acordo com seus caminhos, diz o Senhor Adonai. Volte
e seja convertido de toda a sua iniquidade e maldade, para
que estas coisas não sejam para você um tormento
maligno.31 E lança fora e afaste de vós toda a maldade que
fizestes, e fazei para vós um novo coração e um novo
espírito, e não morrereis, ó casa de Israel: 32 pois não
desejo a morte do pecador, diz o Senhor (p.
19) Adonai : mas voltai e vivei. [Ezequiel 18.1-32]
[ii. 15] Vede, amados e queridos filhos, quão
abundantes são as misericórdias do Senhor nosso Deus e
Sua bondade e benignidade para conosco, e (como) Ele
exorta aqueles que [[50]] pecaram a se arrependerem. E
em muitos lugares Ele fala dessas coisas; e Ele não dá
lugar ao pensamento daqueles que são duros de coração
e desejam julgar severamente e sem misericórdia, e
rejeitar completamente aqueles que pecaram como se não
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 48 ]
houvesse arrependimento para eles. Mas Deus (não é)
assim, mas até os pecadores Ele chama ao
arrependimento e lhes dá esperança; e aqueles que não
pecaram, Ele ensina e diz-lhes que não devem supor que
carregamos ou participamos dos pecados dos
outros. Simplesmente, então, receba aqueles que se
arrependem, regozijando-se. Pois Ele falou novamente no
mesmo profeta a respeito do arrependimento assim:? 12E
tu, filho do homem, dize aos filhos do teu povo:? A justiça
do justo não o livrará no dia em que ele fizer impiedade ; e
a iniquidade do ímpio não o prejudicará no dia em que ele
se converter da sua iniquidade:? e o justo não pode viver
no dia em que pecar. 13 E quando eu disser ao justo que
certamente viverá, e confiará na sua justiça e praticará a
iniquidade :? toda a sua justiça não será lembrada para
ele, mas pela iniquidade que cometeu, pela mesma
morrerá. ? 14 E quando eu disser ao ímpio:? Certamente
morrerás; e ele se converter do seu pecado e praticar o
juízo e a justiça, 15e devolva o penhor que assumiu, e
restitua o que roubou, e ande nos julgamentos e
mandamentos da vida para que não cometa
iniquidade :? ele certamente viverá e não morrerá, 16 e
todos os seus pecados que cometeu não serão lembrados
para ele:? fez juízo e justiça, certamente viverá. 17 E os
filhos do teu povo dizem:? O caminho do Senhor Adonai
não é bom. Diga-lhes:? É seus próprios caminhos não
estão bem :? 18 porque, se o justo se desviar da sua justiça
e praticar a iniquidade, certamente morrerá pela sua
iniquidade; 19 e se o ímpio se converter da sua iniqüidade
e praticar o juízo e a justiça, por ele viverá.[Ez 33.12-19]
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 49 ]
Cabe a vós, então, ó bispos, julgar de acordo com
as [[ 52]] Escrituras aqueles que pecam, com mansidão e
com misericórdia. Pois se, quando um homem está
andando à beira de um rio e está prestes a escorregar, ao
fazê-lo (escorregar) você o empurrou (e) o jogou no rio,
você também cometeu um assassinato. Mas se um homem
escorregasse na beira de um rio e estivesse perto de
perecer, você rapidamente estenderia a mão para ele e o
puxaria para fora, para que não perecesse
completamente. Portanto, faça o mesmo (com o
pecador); para que teu povo aprenda e entenda, e ele
também para que os pecados não pereçam
completamente.
[ii. 16] Mas quando você vir alguém que pecou,
seja severo (p. 20) com ele e ordene que o exponham; e
quando ele sair, que eles sejam severos com ele, e o
responsabilizem, e o mantenham fora da Igreja; e então
deixe-os entrar e implorar por ele. Pois o próprio Salvador
também suplicava a Seu Pai pelos pecadores, como está
escrito no Evangelho: Meu Pai, eles não sabem o que
fazem, nem o que falam:? mas se for possível, perdoa-
lhes. [? (cf Lc 23.34, Mt 26.39, 1Tim 1.7] E então tu, ó
bispo, ordena-lhe que entre e examine-o para ver se ele
está arrependido. E se ele for digno de ser recebido na
Igreja, estabeleça-lhe dias de jejum de acordo com sua
ofensa, duas ou três semanas, ou cinco, ou sete; e então
dispensá-lo para que ele possa partir, dizendo-lhe tudo o
que é certo para admoestação e instrução; e repreenda-o
e diga-lhe que fique sozinho em [[53]] humilhação, e que
implore e rogue durante os dias de seu jejum para que seja
considerado digno do perdão dos pecados:? como está
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 50 ]
escrito em Gênesis:? Você pecou? fique em silencio:? o
teu arrependimento estará contigo, e sobre ele terás
poder.? [Gn 4.7] Também a Maria, irmã de Moisés, quando
ela falou contra Moisés, e depois se arrependeu e foi
considerada digna de perdão, foi dito do Senhor: Se seu
pai tivesse cuspido em seu rosto, seria bom para ela se
envergonhe, e fique separada sete dias fora do arraial, e
depois volte. ?[Nm 12.14] Assim também a vós convém
fazer:? expulsar da Igreja aqueles que prometem se
arrepender de seus pecados (por um espaço)
proporcionalmente às suas ofensas:? e depois você os
recebe como pais misericordiosos.
[ii. 17] Mas se o bispo for em si mesmo uma (causa
de) ofensa, como ele pode se levantar e inquirir os crimes
de qualquer homem, ou repreendê-lo e dar sentença sobre
ele? Pois, por causa da parcialidade, ou dos presentes que
recebem - ou ele ou os diáconos, cuja consciência não é
pura - eles (os diáconos) não podem se esforçar para
ajudar o bispo; pois temem ouvir (do pecador), como de um
homem insolente, aquela palavra que está escrita no
Evangelho:? Por que vês tu o argueiro no olho do teu irmão
e não percebes a trave que está no teu próprio
olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho; e então
perceberás para tirar o argueiro do olho de teu irmão.[Mt
8.3, 5; Lc 6.41-42] A razão, então, que o bispo, com seus
diáconos, temem, (é) para que não ouçam do pecador,
como de um homem insolente, essa [[54]] palavra do
Senhor. Pois ele não sabe que é uma coisa perigosa para
um homem falar contra o bispo, e que ele (o bispo) pode
ser considerado uma ofensa em todo o distrito (p. 21). Pois
aquele que tem pecado carece de entendimento, e não
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 51 ]
mais poupa sua alma. Portanto, seja qual for a causa do
medo do bispo, ele finge não ter conhecimento daquele
que peca, e passa por cima dele, não o repreende e não o
corrige. E, portanto, Satanás, quando ele encontra uma
ocasião para ele por meio de um, obtém poder sobre os
outros também - o que Deus proíbe que aconteça - e assim
acontece que o rebanho se torna tal que não pode mais ser
corrigido. . ? Pois quando há muitos que pecam, o mal se
fortalece; e considerando que aqueles que pecam não são
corrigidos e repreendidos para que se arrependam, isso se
torna para todos um incentivo ao pecado:? e o que é dito é
cumprido:?Minha casa é chamada casa de oração, mas
vocês a transformaram em um covil de ladrões. ? [Mt
21.13; Lc 19.46] Mas se o bispo não se cala para aqueles
que pecam, mas repreende e reprova e corrige e admoesta
e aflige aquele que peca, ele lança pavor e medo sobre os
outros também. Pois cabe ao bispo ser, por sua doutrina,
um repressor de pecados e um exemplo e encorajador da
retidão, e pela admoestação de seu ensino um diretor de
boas obras, e alguém que elogie e engrandeça as coisas
boas que estão por vir e estão acontecendo. prometido por
Deus no lugar da vida eterna:? um proclamador também
da ira vindoura no julgamento de Deus, com a ameaça do
fogo doloroso que é inextinguível e intolerável. E deixe-o
saber o significado da vontade de Deus, que ele não
despreze nenhum homem; porque nosso Salvador
disse:Vede que não desprezeis nenhum destes
pequeninos que crêem em mim. [Mt 18.10; cf. v. 6]
[ii. 18] Que o bispo, portanto, cuide de todos, tanto
[[55]] daqueles que não pecaram, para que possam
continuar como estão sem pecado, quanto daqueles que
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 52 ]
pecaram, para que se arrependam, e que ele possa
concede-lhes o perdão dos pecados, como está escrito em
Isaías que o Senhor diz:? Solte todo laço de iniquidade e
corte todos os laços de violência e extorsão. [Is 58.6]
CAPÍTULO VII
Aos Bispos.
Portanto, ó bispo, ensine e repreenda, e solte pelo
perdão. E conhece o teu lugar, que é o de Deus Todo-
Poderoso, e que recebeste autoridade para perdoar
pecados. Pois a vós, bispos, foi dito: Tudo o que ligardes
na terra, será ligado no céu; e tudo o que desligardes, será
desligado. ?[Mt 18.18] Como, portanto, tu tens autoridade
para perder, conhece a ti mesmo e tuas maneiras e tua
conversa (p. 22) nesta vida, para que sejam dignos de teu
lugar. Mas sem pecado não há nenhum entre os homens,
[cf. 3 Reis 8,46; 2Chr 6.36] pois está escrito: Não há
homem puro de impureza, ainda que sua vida no mundo
dure apenas um dia. [Jó 14.4-5] Portanto, a vida e o modo
de vida dos homens justos e patriarcas foram escritos, para
que se soubesse que em cada um deles havia pelo menos
algum pequeno pecado; para que se entenda que só o
Senhor Deus é sem pecado, como disse em Davi:? Para
que sejas justificado em tuas palavras e prevaleças em
teus julgamentos. ?[Sl 50 (51). 6] Pois a pequena impureza
do justo é para nós um consolo e um encorajamento, e uma
(fonte de) confiança de que também nós, se pecarmos um
pouco, temos esperança de obter perdão .[[56]]
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 53 ]
Não há homem, então, sem pecado. Mas tu te
esforças de acordo com teu poder para não estar em nada
reprovável. [1Tim 3.2] E cuida de todos, para que ninguém
tropece e pereça por causa de ti. Pois um leigo cuida
apenas de si mesmo, mas tu carregas o fardo de todos. E
muito grande é a carga que carregas; pois a quem o
Senhor muito deu, muito também exigirá de suas mãos. [Lc
12.48] Visto que carregas o fardo de todos, sê
vigilante; pois está escrito: O Senhor disse a Moisés:? Tu
e Aarão levarão sobre vós os pecados do
sacerdócio.[Números 18.1] Porque, assim como hás de
prestar contas a muitos, assim cuida de todos; pois
aqueles que são sãos tu preservarás, mas aqueles que
pecaram tu admoestas, repreendes e afliges; e (depois)
aliviá-los com o perdão. E quando aquele que pecou se
arrependeu e chorou, receba-o; e enquanto todo o povo
ora por ele, coloque a mão sobre ele e deixe-o doravante
estar na Igreja. Mas os que estão sonolentos e preguiçosos
tu trazes de volta e despertas e firmas, exortas-os e fazes-
os soar:? pois tu sabes que recompensa tens se assim
fizeres; mas se você o negligenciar, o perigo virá sobre
você; pois o Senhor falou assim em Ezequiel a respeito
daqueles bispos que negligenciam seu povo:? 1 E a palavra
do Senhor veio a mim, dizendo:? 2Filho do homem,
profetiza contra os pastores de Israel, e dize-lhes:? Assim
diz o Senhor Adonai:? Ai dos pastores de Israel, que se
alimentam a si mesmos; e as minhas ovelhas os pastores
não alimentaram.? 3 Do leite [[57]] comeis, e com a lã vos
vestis, e o que é gordo matais e as ovelhas não
apascentais. 4 A que estava enferma não curastes e a que
estava fraca não fortalecestes e a que estava quebrada
não ligastes e a que se extraviou (p. 23 ) não trouxestes de
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 54 ]
volta e a que se havia perdido não procurou; mas com força
e com escárnio os subjugastes. 5 E as minhas ovelhas
andaram dispersas por falta de pastor, e tornaram-se pasto
para todos os animais do campo. 6E minhas ovelhas se
espalharam e se desviaram nas altas montanhas e nas
altas colinas e na face da terra minhas ovelhas se
espalharam e não havia ninguém para exigir e
buscar. ? 7 Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do Senhor
Adonai. 8 Visto que as minhas ovelhas se tornaram
despojo e pasto para todo animal do campo por falta de
pastor, e os pastores não buscaram as minhas ovelhas,
mas os pastores se apascentaram a si mesmos, e as
minhas ovelhas os pastores não
apascentaram:?? 9 portanto, ó pastores, ouvi a palavra do
Senhor. 10 Assim diz o Senhor Adonai: Eis que estou contra
os pastores e buscarei minhas ovelhas em suas mãos; e
eu os farei cessar, para quedoravante eles não
apascentam minhas ovelhas:? e os pastores não mais se
alimentarão; mas livrarei as minhas ovelhas de suas mãos,
e não lhes servirão mais de alimento. 11 Pois assim diz o
Senhor Adonai:? Portanto, eis que buscarei as minhas
ovelhas e as visitarei:? 12 como o pastor visita as suas
ovelhas no dia da tempestade, quando está no meio delas,
assim visitarei as minhas ovelhas. ? [[ 58]] E os
congregarei de todos os lugares para onde foram
espalhados no dia da nuvem e da escuridão , 13 e os tirarei
dentre os povos, e os congregarei das terras, e os trarei às
suas terra ;e as apascentarei nos montes de Israel e em
todos os lugares desertos da terra. 14 E em um pasto bom
e gordo os alimentarei, e nos montes do Altíssimo de Israel
estará a glória de sua formosura. Ali se acamparão em
bom acampamento, e em pastos férteis se apascentarão
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 55 ]
nos montes de Israel. 15 Apascentarei as minhas ovelhas,
e as estabelecerei, diz o Senhor Adonai:? 16 a que se
perdeu buscarei, a que se extraviou trarei de volta, a
quebrada ligarei, a enferma fortalecerei, e a gorda e sã
guardarei; ? e eu os alimentarei em julgamento.? 17E vós,
minhas ovelhas, as ovelhas do meu rebanho, assim diz o
Senhor Adonai:? Eis que julgarei entre ovelha e ovelha, e
entre carneiro e carneiro. 18 É pouco para vós isto, que
devorais um pasto bom e gordo, e o resto do vosso pasto
pisais com os vossos pés, 19 e as minhas ovelhas beberam
o que foi pisado pelos vossos pés . ? 20 Portanto assim diz
o Senhor Adonai:? Eis que julgarei entre ovelha e ovelha,
e entre os que estão doentes:? 21 porque os esmurrastes
com os vossos flancos e com os vossos ombros, e com os
vossos chifres esmurrastes todos os enfermos, até os
terdes espalhado. 22E livrarei as minhas ovelhas, e elas
não serão mais despojadas: (p. 24) e julgarei entre ovelha
e ovelha.? 23 E porei sobre elas um só pastor, e ele as
apascentará e será o seu pastor; 24 e Davi, meu servo, será
seu governante no meio deles:? Eu, o Senhor, falei. 25 E
farei para eles um pacto de paz e farei cessar as feras
malignas da terra; e habitarão seguros no deserto, e
dormirão nos [[60]] bosques. 26 E darei a eles uma bênção
ao redor da minha montanha; e farei descer chuva a seu
tempo, e será chuva de bênção. 27E as árvores do campo
darão os seus frutos, e a terra dará a sua novidade. E eles
habitarão em sua terra com segurança:? e saberão que eu
sou o Senhor, quando eu cortar as correias do seu jugo. E
eu os livrarei da mão daqueles que os subjugaram, 28 e
eles não servirão mais de presa para os povos, e os
animais do campo não os devorarão mais; mas eles se
deitarão seguros e não haverá quem os espante. 29 E
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 56 ]
estabelecerei para eles uma plantação de renome; e eles
não serão mais poucos e desamparados na terra e não
mais levarão sobre si a vergonha dos povos. 30E saberão
que eu sou o Senhor seu Deus com eles, e eles são o meu
povo da casa de Israel, diz o Senhor Adonai.? 31 E vós
minhas ovelhas, as ovelhas do meu rebanho, são homens,
e eu sou vosso Deus, diz o Senhor Adonai. [Ez 34.1-31]
[O autor da Didascalia adverte para que os bispos
conduzam a igreja com firmeza. Bispos e presbíteros eram
funções idênticas, havendo uma pequena distinção para
bispos que supervisionavam algumas congregações, mas
que mantinha sua função pastoral. Bispo ou presbítero é
um oficio, um cargo, mas pastor é uma função.]
[ii. 19.] Ouçam, então, vocês bispos, e ouçam,
vocês leigos, como o Senhor diz: ?? julgarei entre carneiro
e carneiro, e entre ovelha e ovelha ; [Ez 34.17 (cf. 22)] isto
é, entre bispo e bispo, e entre leigo e leigo:? se leigo ama
leigo, [ii. 20] e se novamente o leigo ama o bispo e o honra
e teme como pai e senhor, e (como) Deus depois de Deus
Todo-Poderoso; pois ao bispo foi dito pelos
apóstolos:? Todo aquele que vos ouve, a mim ouve; e todo
aquele que vos rejeita, a mim rejeita, e aquele que me
enviou :? [Lc 10.16] e ainda, se o bispo ama os leigos como
a seus filhos, e os acalenta e os mantém aquecidos com
carinho, como ovos dos quais [[62]] passarinhos estão por
vir; ou cuida deles e os cuida como pássaros jovens, para
a criação de aves aladas. Ensine, então, e admoeste a
todos; e os que merecem repreensão, repreendem e
afligem:? mas para conversão e não para destruição; e
admoesta-os ao arrependimento e corrige-os, para que
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 57 ]
tornes seus caminhos retos e justos e ordenes bem a
conduta de suas vidas no mundo.
O que é inteiro preserva :? [Ezequiel 34.16] isto é,
aquele que está firmado na fé guarda atentamente; e
pastorear todo o povo em paz. (pág. 25)? E o que é fraco
fortalece :? [Ezequiel 34.4] isto é, aquele que é tentado
confirma com admoestação.? E o que está doente
cura :? [Ezequiel 34.4] isto é, aquele que está enfermo por
duvidar de sua fé, cure com doutrina. E o que está
quebrado, ata-o :? [Ezequiel 34.4, 16] isto é, aquele que é
ferido ou esbofeteado ou quebrado por seus pecados, e se
desvia do caminho certo, amarre; isto é, com a exortação
de admoestação, cure-o, ilumine-o de suas transgressões,
console-o e mostre-lhe que há esperança para ele; e
amarrá-lo e curá-lo e trazê-lo para a Igreja.E o que se
extraviou, traga de volta :? [Ez 34.4, 16] isto é, aquele que
foi deixado em pecado e foi apresentado para repreensão,
não o deixes fora, mas ensina-o e admoesta-o, e traze-o
de volta e recebe-o no teu rebanho, isto é, no povo de a
Igreja.? E o que está perdido procure:? [Ezequiel 34.4, 16]
isto é, aquele que por causa da multidão de suas
transgressões se desesperou e se abandonou à
destruição, não permita que pereça completamente, para
que por total negligência e indiferença não adormeça e sob
o peso de seu sono esquece a sua vida, afasta-se e afasta-
se do seu rebanho, que é da Igreja, e cai na perdição. Pois
quando ele estiver fora do rebanho e removido do rebanho,
os lobos [[63]] o devorarão enquanto ele estiver perdido, e
ele perecerá completamente. Mas procure-o, admoeste-o,
ensine-o e traga-o de volta; e visite-o, e encoraje-o a ficar
acordado, e deixe-o saber que há esperança para ele. E
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 58 ]
elimine isso do pensamento dos homens, que eles devem
dizer ou imaginar o que já foi ensaiado:?Nossos crimes e
nossos pecados estão sobre nós, e neles estamos
perdidos:? como então podemos viver? ? [Ezequiel 33.10]
Porque não devem dizer nem imaginar estas coisas; e eles
não devem pensar que sua esperança é cortada por causa
da multidão de seus pecados; mas eles devem saber que
as misericórdias de Deus são muitas, pois com juramento
e com intenção graciosa Ele prometeu perdão àqueles que
pecam.
Mas se um homem pecar e não conhecer as
Escrituras, e não conhecer a paciência e a misericórdia de
Deus, e não conhecer o limite do perdão e do
arrependimento: por isso mesmo, por ser ignorante, ele
perece. Portanto, como um pastor compassivo, cheio de
amor e misericórdia e cuidadoso com seu rebanho, visite e
conte seu rebanho e busque o que se perdeu; como disse
o Senhor Deus, Jesus Cristo, nosso bom Mestre e
Salvador: (p. 26) 'Deixe as noventa e nove nas montanhas
e vá procurar aquela que se extraviou. E quando você o
encontrar, carregue-o sobre seus ombros, regozijando-se
porque você encontrou o que se extraviou; e trazê-lo e
deixá-lo misturar com o rebanho.' [cf. Mt 18.12-14; Lc 15.4-
7]? Portanto, sê obediente também, ó bispo, procura
aquele que se perdeu e procura aquele que se extraviou, e
traga de volta aquele que está mantendo [[64]]
distante. [cf. Ez 34.16] Pois tu tens autoridadeperdoar
pecados ao que ofende; [Lc 4.18; Is 58.6] porque te
revestiste da pessoa de Cristo.? Portanto, nosso Salvador
também disse àquele que havia pecado:? Teus pecados te
são perdoados:? a tua fé te salvou com vida:? vá em
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 59 ]
paz. ? [Mt 9.2 (etc)] Agora, 'paz' é a Igreja de tranquilidade
e descanso, na qual Ele restaurou aqueles a quem Ele
libertou dos pecados, são (e) sem mácula, tendo uma boa
esperança e zelosa nos exercícios de trabalhos e aflições
[ Mc 10.52; Lc 17.19; Mc 5.34; Lc 7.50; 8.48]. Pois, como
um médico sábio e compassivo, Ele estava curando a
todos, especialmente aqueles que estavam perdidos. em
seus pecados; porque os sãos não precisam de médico,
mas sim os doentes.?[Mt 9.12 (etc)] E tu também, ó bispo,
foste feito médico da Igreja:? não retenhas, portanto, a
cura pela qual podes curar aqueles que estão enfermos
com pecados, mas, por todos os meios, cura e cura, e
restaura-os sãos para a Igreja. E não vos censureis com
esta palavra que o Senhor falou: Com força e com escárnio
os subjugastes. [Êx 34.4] [ii. 21.]? Não use então a força,
não seja violento, não pronuncie sentenças severas e não
seja impiedoso; e não zombe do povo que está sob tua
responsabilidade, nem esconda deles a palavra de
arrependimento. Pois isto é que, com força e com escárnio,
você os estava subjugando, se você lidar duramente com
seus leigos e corrigi-los com força,e empurre e expulse e
não receba (de volta) aqueles que pecam, mas duramente
e sem misericórdia esconda deles o arrependimento, e
torne-se um ajudante para o "retorno do mal" e para a
dispersão do rebanho para carne para os animais do
campo, [Ezequiel 34.5] isto é, para os homens maus deste
mundo:? não, na verdade não aos homens, mas aos
animais, aos pagãos e aos hereges. Pois para aquele que
sai da Igreja, eles se unem e, como bestas malignas, o
devoram como carne. E por causa da tua dureza, aquele
que sair da Igreja [[66]] sairá e entrará entre os pagãos, ou
será afundado nas heresias; e ele se tornará um estranho
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 60 ]
completamente, e se afastará (p. 27) da Igreja e da
esperança de Deus, E da perdição daquele (homem) tu
serás culpado, porque estás pronto para expulsar e rejeitar
os que pecam, e quando eles se arrependerem e se
converterem, tu não os receberás novamente. E você caiu
sob a condenação daquela palavra do Senhor que Ele
falou:?Seus pés são rápidos para o mal e eles se apressam
em derramar sangue. Aflição e miséria estão em seus
caminhos; e o caminho da paz não conheceram. ? [Isa
59.7-8] Ora, o caminho da paz é o nosso próprio Salvador,
como disse:? Perdoai os pecados dos que pecam, para
que também a vós sejam perdoados os vossos pecados
:? dai, e ser-vos-á dado ; [Lc 6.37-38] que significa:? Dai o
perdão dos pecados, para que também recebais o
perdão. E novamente Ele nos ensinou que devemos estar
constantemente orando em todos os momentos e
dizendo:? Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como
perdoamos aos nossos devedores. [Mt 6.12] Mas, se não
perdoares aos que pecam, como receberás o perdão? Eis
que não está a tua própria boca contra ti, e não te condenas
a ti mesmo por dizeres: 'Eu perdoei', quando não
perdoaste, mas na verdade mataste? Pois aquele que
expulsa um homem da Igreja sem piedade, o que mais ele
mata cruelmente e derrama sangue sem piedade? Pois, se
por algum justo for injustamente morto à espada, diante de
Deus ele será recebido em descanso; [Sabedoria 4.7] mas
aquele que expulsa um homem da Igreja e não o recebe
mais, cometeu assassinato perpétuo, cruel e cruelmente, e
[Deus] dá por alimento ao fogo doloroso eterno aquele que
é expulso da Igreja, e não considera a misericórdia de
Deus, e não se lembra de Sua bondade para com os
penitentes, [[68]] e não segue o exemplo de Cristo,
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 61 ]
[ii. 22] Cabe a ti, ó bispo, ter diante de teus olhos
as coisas que aconteceram nos tempos antigos, para que
delas possas aprender, por comparação, a cura de almas,
e a admoestação, reprovação e exortação daqueles que se
arrependem e precisam de exortação. E quando tu julgas
qualquer pessoa, tu com diligência e muita investigação
comparas e segues a vontade de Deus:? e como Ele fez,
você também deve fazer em seus julgamentos. Ouçam,
então, ó bispos, a respeito dessas coisas um exemplo
adequado e útil. Está escrito no quarto Livro dos Reinos, e
também no segundo Livro das Crônicas,
assim:? 1 Naqueles dias reinou Manassés, (p. 28) tendo
doze anos; e cinquenta anos reinou em Jerusalém:? e o
nome de sua mãe era Hefzibá.?2 E fez o que era mau
perante o Senhor, segundo a impureza daqueles povos
que o Senhor destruiu de diante dos filhos de Israel. 3 E
voltou-se novamente e edificou os santuários que
Ezequias, seu pai, havia derrubado ; e levantou colunas a
Baal, e fez abominações, como fizera Acabe, rei de
Israel. E ele fez altares para todo o serviço do céu, e
adorou todos os exércitos do céu. 4 E ele construiu altares
aos demônios na casa do Senhor, da qual o Senhor havia
dito: Na casa do Senhor em Jerusalém, ali [[ 70]] porei o
meu nome.? E Manassés serviu os santuários, e
disse:? Meu nome durará para sempre.? 5E ele construiu
altares para todo o serviço do céu nos dois átrios da casa
do Senhor; 6 e ele fez seus filhos passarem pelo fogo no
vale de Bar-Hinnom.? E ele praticou augúrio e usou
magia; ? e ele fez adivinhos, encantadores e adivinhos, e
fez muito mal aos olhos do Senhor para provocá-lo à
ira. 7 E pôs a imagem abominável de fundição e escultura
que ele havia feito, na casa do Senhor, da qual o Senhor
DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS
[ 62 ]
disse a Davi e a Salomão, seu filho:? Nesta casa e em
Jerusalém, que escolhi dentre todas as tribos de Israel,
porei o meu nome para sempre; 8e não mais retirarei os
meus pés da terra de Israel, que dei a seus pais:? contudo,
somente se eles guardarem tudo o que eu lhes ordenei, de
acordo com todos os mandamentos que meu servo Moisés
lhes ordenou. 9 E eles não deram ouvidos:? e Manassés os
seduziu para fazerem o que era mau aos olhos do Senhor,
segundo as obras daqueles povos que o Senhor destruiu
de diante dos filhos de Israel. 10 E o Senhor falou contra
Manassés e contra o seu povo pela mão de seus servos,
os profetas, e disse:? 11 Porque Manassés, rei de Judá, fez
estas abominações perversas, como fizeram os amorreus
que foram antes dele, e fez Judá também pecar com os
seus ídolos:? 12portanto, assim diz o Senhor Deus de
Israel:? Eis que trago tais males sobre Jerusalém e sobre
Judá que todo aquele que ouvir falar deles, ambos os seus
ouvidos zumbirão. 13 E estenderei sobre Jerusalém o
cordel de medir de Samaria e o prumo da casa de
Acabe; .e limparei Jerusalém como se limpa um pote de
água, quando é virado e cai sobre o seu rosto.? 14 E o
restante da minha herança entregarei à espada, e os
entregarei nas mãos de seus inimigos; e servirão de presa
e despojo a todos os que os odeiam, 15 porque fizeram o
mal aos meus olhos:? pois eles são um (povo) provocador,
desde o dia em que [[72]] tirei seus pais de (p. 29)Egito até
hoje.? 16 Além disso, Manassés derramou muito sangue
inocente, até que ele encheu Jerusalém de um extremo ao
outro com mortos:? por causa dos pecados que cometeu,
e fez Judá também pecar, fazendo o que era mau perante
o Senhor [2Rs 21.1-16; cf 2Cr 33.1-13]. ? E o Senhor
trouxe contra eles os maiorais da Assíria; e eles pegaram
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]

Escola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - EclesiologiaEscola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - Eclesiologia
Alex Camargo
 
escolabblica-eclesiologiaslides-230726114336-bd31763c.pdf
escolabblica-eclesiologiaslides-230726114336-bd31763c.pdfescolabblica-eclesiologiaslides-230726114336-bd31763c.pdf
escolabblica-eclesiologiaslides-230726114336-bd31763c.pdf
vinicius252017
 
CURRICULO DA EBD 2012 - Completo
CURRICULO DA EBD 2012 - CompletoCURRICULO DA EBD 2012 - Completo
CURRICULO DA EBD 2012 - Completo
Sergio Silva
 
EBP 2012 - Currículo da Escola Dominical completo
EBP 2012 - Currículo da Escola Dominical completoEBP 2012 - Currículo da Escola Dominical completo
EBP 2012 - Currículo da Escola Dominical completo
Sergio Silva
 
PATROLOGIA I_ RevisãoModificado.pptx
PATROLOGIA I_ RevisãoModificado.pptxPATROLOGIA I_ RevisãoModificado.pptx
PATROLOGIA I_ RevisãoModificado.pptx
LeonardoQuintanilha4
 
O tabernáculo e a igreja abraão de almeida
O tabernáculo e a igreja   abraão de almeidaO tabernáculo e a igreja   abraão de almeida
O tabernáculo e a igreja abraão de almeida
Rodolfo Nascimento
 
Igreja corpo de_cristo
Igreja corpo de_cristoIgreja corpo de_cristo
Igreja corpo de_cristo
Paulo Dias Nogueira
 
Nossahistoria
NossahistoriaNossahistoria
O catolicismo romano através dos tempos
O catolicismo romano através dos temposO catolicismo romano através dos tempos
O catolicismo romano através dos tempos
REFORMADOR PROTESTANTE
 
1 - O que é o Cristianismo.pptx
1 - O que é o Cristianismo.pptx1 - O que é o Cristianismo.pptx
1 - O que é o Cristianismo.pptx
PIB Penha - SP
 
A doutrina da igreja
A doutrina da igrejaA doutrina da igreja
A doutrina da igreja
Antonio Ferreira
 
A doutrina da igreja
A doutrina da igrejaA doutrina da igreja
A doutrina da igreja
Antonio Ferreira
 
escola bliblica dominical 3 trimestre
escola bliblica dominical 3 trimestreescola bliblica dominical 3 trimestre
escola bliblica dominical 3 trimestre
jeanderson neto
 
lição biblica dominical 3° trimestre 2014
lição biblica dominical 3° trimestre 2014lição biblica dominical 3° trimestre 2014
lição biblica dominical 3° trimestre 2014
jeanderson neto
 
Ebd licao 8-1o semestre2015_Eu Creio na Igreja de Cristo_22/02
Ebd licao 8-1o semestre2015_Eu Creio na Igreja de Cristo_22/02Ebd licao 8-1o semestre2015_Eu Creio na Igreja de Cristo_22/02
Ebd licao 8-1o semestre2015_Eu Creio na Igreja de Cristo_22/02
Frederico Fonseca
 
Igreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedadeIgreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedade
Luis Claudio de Roco
 
Igreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedadeIgreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedade
Luis Claudio de Roco
 
Visão
VisãoVisão
A igreja que deus deseja pedro júnior
A igreja que deus deseja   pedro júniorA igreja que deus deseja   pedro júnior
A igreja que deus deseja pedro júnior
Pedro Júnior
 
A ORIGEM DA Biblia. Um guia para os perplexos.pdf
A ORIGEM DA Biblia. Um guia para os perplexos.pdfA ORIGEM DA Biblia. Um guia para os perplexos.pdf
A ORIGEM DA Biblia. Um guia para os perplexos.pdf
RafaelSerafim14
 

Semelhante a DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO] (20)

Escola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - EclesiologiaEscola Bíblica - Eclesiologia
Escola Bíblica - Eclesiologia
 
escolabblica-eclesiologiaslides-230726114336-bd31763c.pdf
escolabblica-eclesiologiaslides-230726114336-bd31763c.pdfescolabblica-eclesiologiaslides-230726114336-bd31763c.pdf
escolabblica-eclesiologiaslides-230726114336-bd31763c.pdf
 
CURRICULO DA EBD 2012 - Completo
CURRICULO DA EBD 2012 - CompletoCURRICULO DA EBD 2012 - Completo
CURRICULO DA EBD 2012 - Completo
 
EBP 2012 - Currículo da Escola Dominical completo
EBP 2012 - Currículo da Escola Dominical completoEBP 2012 - Currículo da Escola Dominical completo
EBP 2012 - Currículo da Escola Dominical completo
 
PATROLOGIA I_ RevisãoModificado.pptx
PATROLOGIA I_ RevisãoModificado.pptxPATROLOGIA I_ RevisãoModificado.pptx
PATROLOGIA I_ RevisãoModificado.pptx
 
O tabernáculo e a igreja abraão de almeida
O tabernáculo e a igreja   abraão de almeidaO tabernáculo e a igreja   abraão de almeida
O tabernáculo e a igreja abraão de almeida
 
Igreja corpo de_cristo
Igreja corpo de_cristoIgreja corpo de_cristo
Igreja corpo de_cristo
 
Nossahistoria
NossahistoriaNossahistoria
Nossahistoria
 
O catolicismo romano através dos tempos
O catolicismo romano através dos temposO catolicismo romano através dos tempos
O catolicismo romano através dos tempos
 
1 - O que é o Cristianismo.pptx
1 - O que é o Cristianismo.pptx1 - O que é o Cristianismo.pptx
1 - O que é o Cristianismo.pptx
 
A doutrina da igreja
A doutrina da igrejaA doutrina da igreja
A doutrina da igreja
 
A doutrina da igreja
A doutrina da igrejaA doutrina da igreja
A doutrina da igreja
 
escola bliblica dominical 3 trimestre
escola bliblica dominical 3 trimestreescola bliblica dominical 3 trimestre
escola bliblica dominical 3 trimestre
 
lição biblica dominical 3° trimestre 2014
lição biblica dominical 3° trimestre 2014lição biblica dominical 3° trimestre 2014
lição biblica dominical 3° trimestre 2014
 
Ebd licao 8-1o semestre2015_Eu Creio na Igreja de Cristo_22/02
Ebd licao 8-1o semestre2015_Eu Creio na Igreja de Cristo_22/02Ebd licao 8-1o semestre2015_Eu Creio na Igreja de Cristo_22/02
Ebd licao 8-1o semestre2015_Eu Creio na Igreja de Cristo_22/02
 
Igreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedadeIgreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedade
 
Igreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedadeIgreja meio de transformação na sociedade
Igreja meio de transformação na sociedade
 
Visão
VisãoVisão
Visão
 
A igreja que deus deseja pedro júnior
A igreja que deus deseja   pedro júniorA igreja que deus deseja   pedro júnior
A igreja que deus deseja pedro júnior
 
A ORIGEM DA Biblia. Um guia para os perplexos.pdf
A ORIGEM DA Biblia. Um guia para os perplexos.pdfA ORIGEM DA Biblia. Um guia para os perplexos.pdf
A ORIGEM DA Biblia. Um guia para os perplexos.pdf
 

Mais de ESCRIBA DE CRISTO

O EXÓTICO MAR MORTO [TERRAS BÍBLICAS]
O EXÓTICO MAR MORTO    [TERRAS BÍBLICAS]O EXÓTICO MAR MORTO    [TERRAS BÍBLICAS]
O EXÓTICO MAR MORTO [TERRAS BÍBLICAS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
JERICÓ, A CIDADE MAIS ANTIGA DO MUNDO [TERRAS BÍBLICAS]
JERICÓ, A CIDADE MAIS ANTIGA DO MUNDO [TERRAS BÍBLICAS]JERICÓ, A CIDADE MAIS ANTIGA DO MUNDO [TERRAS BÍBLICAS]
JERICÓ, A CIDADE MAIS ANTIGA DO MUNDO [TERRAS BÍBLICAS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [TERRAS BÍBLICAS]
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [TERRAS BÍBLICAS]OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [TERRAS BÍBLICAS]
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [TERRAS BÍBLICAS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [ANTROPOLOGIA]
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [ANTROPOLOGIA]OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [ANTROPOLOGIA]
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [ANTROPOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
REFLEXÕES DO ESCRIBA DE CRISTO - VOLUME 2
REFLEXÕES DO ESCRIBA DE CRISTO - VOLUME 2REFLEXÕES DO ESCRIBA DE CRISTO - VOLUME 2
REFLEXÕES DO ESCRIBA DE CRISTO - VOLUME 2
ESCRIBA DE CRISTO
 
ガイドスタディバ 聖書研究ガイド - イブル: 神学とクリスチャン生活
ガイドスタディバ  聖書研究ガイド    -  イブル: 神学とクリスチャン生活ガイドスタディバ  聖書研究ガイド    -  イブル: 神学とクリスチャン生活
ガイドスタディバ 聖書研究ガイド - イブル: 神学とクリスチャン生活
ESCRIBA DE CRISTO
 
CAMELOS E DROMEDÁRIOS, MARAVILHAS DE DEUS
CAMELOS E DROMEDÁRIOS, MARAVILHAS DE DEUSCAMELOS E DROMEDÁRIOS, MARAVILHAS DE DEUS
CAMELOS E DROMEDÁRIOS, MARAVILHAS DE DEUS
ESCRIBA DE CRISTO
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
A ERA DAS FAKE NEWS [COMUNICAÇÃO]
A ERA DAS FAKE NEWS        [COMUNICAÇÃO]A ERA DAS FAKE NEWS        [COMUNICAÇÃO]
A ERA DAS FAKE NEWS [COMUNICAÇÃO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
MÊNFIS NO EGITO [ EGIPTOLOGIA ]
MÊNFIS NO EGITO          [ EGIPTOLOGIA ]MÊNFIS NO EGITO          [ EGIPTOLOGIA ]
MÊNFIS NO EGITO [ EGIPTOLOGIA ]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Οδηγός Μελέτης της Bιβλoy [Θεολογία και χριστιανική ζωή]
Οδηγός Μελέτης της Bιβλoy [Θεολογία και χριστιανική ζωή]Οδηγός Μελέτης της Bιβλoy [Θεολογία και χριστιανική ζωή]
Οδηγός Μελέτης της Bιβλoy [Θεολογία και χριστιανική ζωή]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CREATIONIST BIOLOGY - VOLUME 2 [CREATIONISM]
CREATIONIST BIOLOGY - VOLUME 2 [CREATIONISM]CREATIONIST BIOLOGY - VOLUME 2 [CREATIONISM]
CREATIONIST BIOLOGY - VOLUME 2 [CREATIONISM]
ESCRIBA DE CRISTO
 
A VITÓRIA DO JUDAISMO SOBRE O GERMANISMO
A VITÓRIA DO JUDAISMO SOBRE O GERMANISMOA VITÓRIA DO JUDAISMO SOBRE O GERMANISMO
A VITÓRIA DO JUDAISMO SOBRE O GERMANISMO
ESCRIBA DE CRISTO
 
BELÉM ONDE JESUS NASCEU [TERRAS BÍBLICAS]
BELÉM ONDE JESUS NASCEU [TERRAS BÍBLICAS]BELÉM ONDE JESUS NASCEU [TERRAS BÍBLICAS]
BELÉM ONDE JESUS NASCEU [TERRAS BÍBLICAS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
30 CONSELHOS DO SÁBIO SALOMÃO [BIBLIOLOGIA]
30 CONSELHOS DO SÁBIO SALOMÃO [BIBLIOLOGIA]30 CONSELHOS DO SÁBIO SALOMÃO [BIBLIOLOGIA]
30 CONSELHOS DO SÁBIO SALOMÃO [BIBLIOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
BASÍLICA DA NATIVIDADE EM BELÉM [CRISTIANISMO]
BASÍLICA DA NATIVIDADE EM BELÉM [CRISTIANISMO]BASÍLICA DA NATIVIDADE EM BELÉM [CRISTIANISMO]
BASÍLICA DA NATIVIDADE EM BELÉM [CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 

Mais de ESCRIBA DE CRISTO (20)

O EXÓTICO MAR MORTO [TERRAS BÍBLICAS]
O EXÓTICO MAR MORTO    [TERRAS BÍBLICAS]O EXÓTICO MAR MORTO    [TERRAS BÍBLICAS]
O EXÓTICO MAR MORTO [TERRAS BÍBLICAS]
 
JERICÓ, A CIDADE MAIS ANTIGA DO MUNDO [TERRAS BÍBLICAS]
JERICÓ, A CIDADE MAIS ANTIGA DO MUNDO [TERRAS BÍBLICAS]JERICÓ, A CIDADE MAIS ANTIGA DO MUNDO [TERRAS BÍBLICAS]
JERICÓ, A CIDADE MAIS ANTIGA DO MUNDO [TERRAS BÍBLICAS]
 
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [TERRAS BÍBLICAS]
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [TERRAS BÍBLICAS]OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [TERRAS BÍBLICAS]
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [TERRAS BÍBLICAS]
 
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [ANTROPOLOGIA]
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [ANTROPOLOGIA]OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [ANTROPOLOGIA]
OS BEDUÍNOS NA BÍBLIA E HOJE [ANTROPOLOGIA]
 
REFLEXÕES DO ESCRIBA DE CRISTO - VOLUME 2
REFLEXÕES DO ESCRIBA DE CRISTO - VOLUME 2REFLEXÕES DO ESCRIBA DE CRISTO - VOLUME 2
REFLEXÕES DO ESCRIBA DE CRISTO - VOLUME 2
 
ガイドスタディバ 聖書研究ガイド - イブル: 神学とクリスチャン生活
ガイドスタディバ  聖書研究ガイド    -  イブル: 神学とクリスチャン生活ガイドスタディバ  聖書研究ガイド    -  イブル: 神学とクリスチャン生活
ガイドスタディバ 聖書研究ガイド - イブル: 神学とクリスチャン生活
 
CAMELOS E DROMEDÁRIOS, MARAVILHAS DE DEUS
CAMELOS E DROMEDÁRIOS, MARAVILHAS DE DEUSCAMELOS E DROMEDÁRIOS, MARAVILHAS DE DEUS
CAMELOS E DROMEDÁRIOS, MARAVILHAS DE DEUS
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
A ERA DAS FAKE NEWS [COMUNICAÇÃO]
A ERA DAS FAKE NEWS        [COMUNICAÇÃO]A ERA DAS FAKE NEWS        [COMUNICAÇÃO]
A ERA DAS FAKE NEWS [COMUNICAÇÃO]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
MÊNFIS NO EGITO [ EGIPTOLOGIA ]
MÊNFIS NO EGITO          [ EGIPTOLOGIA ]MÊNFIS NO EGITO          [ EGIPTOLOGIA ]
MÊNFIS NO EGITO [ EGIPTOLOGIA ]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Οδηγός Μελέτης της Bιβλoy [Θεολογία και χριστιανική ζωή]
Οδηγός Μελέτης της Bιβλoy [Θεολογία και χριστιανική ζωή]Οδηγός Μελέτης της Bιβλoy [Θεολογία και χριστιανική ζωή]
Οδηγός Μελέτης της Bιβλoy [Θεολογία και χριστιανική ζωή]
 
CREATIONIST BIOLOGY - VOLUME 2 [CREATIONISM]
CREATIONIST BIOLOGY - VOLUME 2 [CREATIONISM]CREATIONIST BIOLOGY - VOLUME 2 [CREATIONISM]
CREATIONIST BIOLOGY - VOLUME 2 [CREATIONISM]
 
A VITÓRIA DO JUDAISMO SOBRE O GERMANISMO
A VITÓRIA DO JUDAISMO SOBRE O GERMANISMOA VITÓRIA DO JUDAISMO SOBRE O GERMANISMO
A VITÓRIA DO JUDAISMO SOBRE O GERMANISMO
 
BELÉM ONDE JESUS NASCEU [TERRAS BÍBLICAS]
BELÉM ONDE JESUS NASCEU [TERRAS BÍBLICAS]BELÉM ONDE JESUS NASCEU [TERRAS BÍBLICAS]
BELÉM ONDE JESUS NASCEU [TERRAS BÍBLICAS]
 
30 CONSELHOS DO SÁBIO SALOMÃO [BIBLIOLOGIA]
30 CONSELHOS DO SÁBIO SALOMÃO [BIBLIOLOGIA]30 CONSELHOS DO SÁBIO SALOMÃO [BIBLIOLOGIA]
30 CONSELHOS DO SÁBIO SALOMÃO [BIBLIOLOGIA]
 
BASÍLICA DA NATIVIDADE EM BELÉM [CRISTIANISMO]
BASÍLICA DA NATIVIDADE EM BELÉM [CRISTIANISMO]BASÍLICA DA NATIVIDADE EM BELÉM [CRISTIANISMO]
BASÍLICA DA NATIVIDADE EM BELÉM [CRISTIANISMO]
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 

Último

Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 

Último (14)

Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 

DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]

  • 2. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 2 ] FINALIDADE DESTA OBRA Este livro como os demais por mim publicados tem o intuito de levar os homens a se tornarem melhores, a amar a Deus acima de tudo e ao próximo com a si mesmo. Minhas obras não têm a finalidade de entretenimento, mas de provocar a reflexão sobre a nossa existência. Em Deus há resposta para tudo, mas a caminhada para o conhecimento é gradual e não alcançaremos respostas para tudo, porque nossa mente não tem espaço livre suficiente para suportar. Mas neste livro você encontrará algumas respostas para alguns dos dilemas de nossa existência. AUTOR: Escriba de Cristo é licenciado em Ciências Biológicas e História pela Universidade Metropolitana de Santos; possui curso superior em Gestão de Empresas pela UNIMONTE de Santos; é Bacharel em Teologia pela Faculdade das Assembléias de Deus de Santos; tem formação Técnica em Polícia Judiciária pela USP e dois diplomas de Harvard University dos EUA sobre Epístolas Paulinas e Manuscritos da Idade Média. Radialista profissional pelo SENAC de Santos, reconhecido pelo Ministério do Trabalho. Nasceu em Itabaiana/SE, em 1969. Em 1990 fundou o Centro de Evangelismo Universal; hoje se dedica a escrever livros e ao ministério de intercessão. Não tendo interesse em dar palestras ou participar de eventos, evitando convívio social.
  • 3. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 3 ] CONTATO: Whatsapp Central de Ensinos Bíblicos com áudios, palestras e textos do Escriba de Cristo Grupo de estudo no whatsapp 55 13 996220766 com o Escriba de Cristo https://youtube.com/@escribadecristo Dados Internacionais da Catalogação na Publicação (CIP) M543 Escriba de Cristo, Central de Ensinos Bíblicos 1969 – Didascalia Apostolorum com comentários Damasco /Síria, Livrorama UIclap, Amazon.com, 2023, 217 p. ; 21 cm ISBN: 9798857735275 Edição 1° 1. Teologia 2. Bíblia 3. Igreja primitiva 4. Administração Eclesiástica 5.História da Igreja CDD 240 CDU 24
  • 4. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 4 ] CONTRIBUIÇÃO PARA ESTA MISSÃO Esta versão do meu livro está disponível gratuitamente na internet. Se você a leu, gostou e lhe edificou, peço que faça uma doação ao meu ministério fazendo um pix, nem que seja de um dólar [ou cinco reais BR], assim continuaremos produzindo livros que edifiquem: PIX Valdemir Mota de Menezes, Banco do Brasil CPF 069 925 388 88 Este material literário do autor não tem fins lucrativos, nem lhe gera quaisquer tipos de receita. Sua satisfação consiste em contribuir para o bem da educação uma melhor qualidade de vida para todos os homens e seres vivos, e para glorificar o único Deus Todo-Poderoso. OBRIGADO PELA COLABORAÇÃO!
  • 5. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 5 ] Sumário INTRODUÇÃO......................................................................7 PSEUDO-EPÍGRAFO............................................................8 TRADUÇÃO ...........................................................................9 SÍNTESE DO DIDASCALIA............................................... 10 CAPÍTULO I......................................................................... 15 CAPÍTULO II ....................................................................... 18 CAPÍTULO III......................................................................27 CAPÍTULO IV......................................................................32 CAPÍTULO V........................................................................37 CAPÍTULO VI......................................................................42 CAPÍTULO VII.....................................................................52 CAPÍTULO VIII...................................................................66 CAPÍTULO IX......................................................................73 CAPÍTULO X .......................................................................85 CAPÍTULO XI......................................................................92 CAPÍTULO XII .................................................................. 105
  • 6. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 6 ] CAPÍTULO XIII..................................................................112 CAPÍTULO XIV ..................................................................116 CAPÍTULO XV....................................................................119 CAPÍTULO XVI ................................................................. 130 CAPÍTULO XVII................................................................ 133 CAPÍTULO XVIII .............................................................. 135 CAPÍTULO XIX ................................................................. 140 CAPÍTULO XX................................................................... 148 CAPÍTULO XXI ................................................................. 155 CAPÍTULO XXII................................................................ 169 CAPÍTULO XXIII .............................................................. 170 CAPÍTULO XXIV............................................................... 178 CAPÍTULO XXV ................................................................ 185 CAPÍTULO XXVI............................................................... 188
  • 7. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 7 ] INTRODUÇÃO Este livro é uma obra antiguíssima, datado de aproximadamente o ano 300 dC. E provavelmente escrito na Síria onde o cristianismo crescia de forma pujante nos primeiros séculos da Era Cristã. O livro também é uma obra pseudo-epígrafa porque tem a pretensão de ter sido escrita pelos apóstolos para orientar a igreja na sua administração. Todavia é um livro que tem grande valor histórico porque revela como era a igreja nos primeiros séculos. Vemos que algumas coisas são bem enfática naqueles dias como o fato que só havia dois cargos na igreja [bispo ou presbítero e diácono], que uma boa parte do dinheiro coletado na igreja era usado para sustentar as viúvas e se pagava salário para os dirigentes das igrejas. Havia grupos dissidentes com enfoque na guarda da Lei de Moisés. Outra coisa que vamos percebendo ao ler esta obra era a preocupação dos cristãos em viverem uma vida santa e não havia tanta preocupação com a teologia. Ainda que vemos conceitos teológicos claros como a triunidade de Deus e o inferno eterno para os condenados. Este livro Didascalia não deve ser confundido com o DIDAQUÊ, este último é a mais antiga literatura cristã, sendo datado do ano 100 dC e o Didascalia é do ano 300. O Didascalia contem muito mais conteúdo do que o Diddaquê. Mas ambos seguem o mesmo princípio de ideias. As viúvas são tratadas no Didascalia quase como um cargo eclesiástico. Vemos em Atos 6 que o cargo de diácono foi criado para cuidar das viúvas. O cuidado social da igreja primitiva aos seus membros era patente.
  • 8. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 8 ] PSEUDO-EPÍGRAFO Didascalia apostolorum (ensino dos apóstolos) é um compilado normativo cristão. É uma obra pseudoepígrafa, pois se apresenta como escrita pelos Doze Apóstolos na época do Concílio de Jerusalém. No entanto, a composição é do século III, possivelmente da Síria. O Didascalia foi claramente modelado no Didaquê. Inspirou outros documentos como as Constituições Apostólicas, além de suas traduções para o latim e siríaco. Registra tensões entre cristãos gentios e judeus cristãos. Aconselha sobre a vida cristã, martírio e cuidado dos órfãos. Normatiza as funções dos bispos e diáconos — indicando uma transição hierárquica para as igrejas, mas sem ainda distinguir claramente entre presbítero e bispo. Faz a mais antiga menção de edifícios para culto. Admoesta a educação das crianças e alerta contra heresias. Doutrinariamente, demanda que os cristãos sejam trinitarianos, empreguem as Escrituras como dotadas de autoridade, creiam na ressurreição. Divide partes da lei a serem observadas (os dez mandamentos). O autor aparenta desaprovar que as mulheres tenham liberdade para falar no culto, evangelizar, engajar- se no ministério e celebrar batismos. Isso permite inferir
  • 9. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 9 ] que nessa época tais papéis eram exercidos por mulheres. [1] TRADUÇÃO O texto a seguir é de R. Hugh Connolly, Didascalia Apostolorum. Oxford: Clarendon Press, 1929. Embora não tenha incluído a extensa Introdução de Connolly a esta edição da Didascalia, talvez possa fazê-lo no futuro. Vários números de páginas e seções, juntamente com citações, estão incluídos no texto. Aqui está uma descrição deles: Inserido por mim mesmo: [[123]] colchetes duplos incluem números de página na edição Connolly [Gen 1.1] colchetes simples incluem citações bíblicas e outras Inserido por Connolly: [i.1] indica a seção de acordo com a edição Funk (p. #) indica a página da edição de Lagarde do siríaco ? cerca de erros de tradução do grego original no siríaco * cerca de correções feitas ao siríaco na tradução para o inglês {palavras} provavelmente serão restauradas [palavras] provavelmente serão omitidas (palavras) fornecidas para o sentido da tradução
  • 10. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 10 ] A DIDASCÁLIA CATÓLICA ISSO É ENSINO DOS DOZE SANTOS APÓSTOLOS E DISCÍPULOS DO NOSSO SALVADOR Didascalia Apostolorum , ou apenas Didascalia , é um tratado jurídico cristão que pertence ao gênero das Ordens da Igreja . Apresenta-se como tendo sido escrito pelos Doze Apóstolos na época do Concílio de Jerusalém ; no entanto, os estudiosos concordam que na verdade era uma composição do século III , talvez por volta de 230 DC. [1] SÍNTESE DO DIDASCALIA O Didascalia foi claramente modelado no Didache anterior. O autor é desconhecido, mas provavelmente era um bispo. A proveniência é geralmente considerada como o norte da Síria, possivelmente perto de Antioquia. História Paul de Lagarde, que primeiro redescobriu a Didascalia A Didascalia provavelmente foi composta no século III na Síria. A menção mais antiga da obra é de Epifânio de Salamina, que acreditava ser verdadeiramente apostólica. Ele o encontrou em uso entre os Audiani, cristãos sírios. Os poucos trechos que Epifânio fornece não
  • 11. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 11 ] correspondem exatamente ao nosso texto atual, mas ele é notoriamente inexato em suas citações. No final do século IV a Didascalia foi utilizada como base dos primeiros seis livros das Constituições Apostólicas. No final do século IV, é citado no Opus Imperfectum in Matthaeum do Pseudo- Crisóstomo. A Didascalia passou por várias traduções, inclusive para o latim e para o siríaco. A data da tradução siríaca é geralmente colocada entre os séculos IV e VI e desempenhou algum papel na formação de uma cultura legal que influenciou vários outros textos do terceiro ao sétimo séculos e posteriormente, incluindo o Alcorão. Tradição do Manuscrito A Didascalia Apostolorum, cujo original perdido estava em grego, foi publicada pela primeira vez em 1854 em siríaco por Paul de Lagarde. Em 1900, Edmund Hauler publicou o Palimpsesto de Verona, que inclui uma tradução latina da Didascalia, talvez do século IV, mais da metade da qual pereceu. Em 1906, Franz Xaver von Funk publicou os textos, impressos lado a lado, da Didascalia e da Constituição Apostólica, para mostrar as semelhanças. Um pequeno fragmento do capítulo 15 foi encontrado em grego, e em 1996 outro provável fragmento em copta. [2] Conteúdo O título latino Didascalia Apostolorum significa Ensinamento dos Apóstolos, e o título completo dado em siríaco é: “Didascalia, isto é, o ensinamento dos doze
  • 12. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 12 ] Apóstolos e dos santos discípulos de nosso Senhor”. O texto nunca toca em dogmas, mas se preocupa inteiramente com a prática. Em comparação com a Didache, a Didascalia mudou o foco principal das questões morais para a prática litúrgica e a organização da igreja. O conteúdo pode ser assim resumido: Advertências sobre a vida cristã, oração, órfãos, martírio (capítulos 1–3, 13, 17, 19–20) Regras sobre as qualificações, conduta, deveres e esmolas dos bispos (capítulos 4–11, 18) Regras sobre diáconos e diaconisas e viúvas (capítulos 14–16) Regras litúrgicas sobre o lugar apropriado no edifício da igreja e sobre o jejum (capítulos 12, 21) A educação das crianças e a denúncia da heresia (capítulos 22–23) A reivindicação da composição do tratado pelos Doze Apóstolos e uma condenação das práticas rituais judaicas dirigidas aos cristãos judeus (capítulo 24–26) Os oficiais da igreja são bispos, diáconos, viúvas; acrescentam-se também as diaconisas , num só lugar os reitores e uma vez os subdiáconos (estes últimos podem ter sido interpolados). O prefácio da tradução para o inglês afirma: "A característica mais saliente da Didascalia é a
  • 13. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 13 ] exaltação da autoridade dos bispos; no entanto, não há menção dos bispos de Roma como superiores aos outros bispos". O celibato é preferido para os bispos, mas não exigido para esse ofício, enquanto até mesmo pentear o cabelo (assim como o cabelo comprido) é proibido para os homens em geral, para que não atraiam as mulheres. Especialmente notável é o tratamento que os bispos são ordenados a dar aos penitentes. Mesmo os grandes pecadores, ao se arrependerem, devem ser recebidos com bondade, sem exceção de pecados. A penitência canônica será de duas a sete semanas. No entanto, se um homem convertido "dos judeus ou dos pagãos" retornasse novamente à seita da qual ele veio, então ele não deveria ser recebido uma segunda vez na igreja, mas deveria ser considerado como não convertido. (Didascália 20:16) As heresias mencionadas são as de Simon Magus e Cleobius (esse nome é dado também por Hegesipo), com gnósticos e ebionitas. Contra isso, os cristãos devem acreditar na Trindade, nas Escrituras e na Ressurreição. A Lei original de Moisés (especificamente os Dez Mandamentos) deve ser observada, juntamente com todos os regulamentos dados antes do incidente do bezerro de ouro (Êxodo 32). Mas a "Segunda Lei", os regulamentos dados após o incidente do Bezerro de Ouro, foram dados aos judeus por causa da dureza de seus corações (Did. 26). Além disso, o descanso sabático recebe um conteúdo simbólico, e os cristãos são admoestados a tratar todos os dias como pertencentes ao Senhor, mas não guardar o descanso literalmente.
  • 14. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 14 ] O Antigo Testamento é frequentemente citado, e muitas vezes em grande extensão. O Evangelho é citado pelo nome, geralmente o de Mateus, os outros evangelistas com menos frequência, e o de João menos ainda. Os Atos dos Apóstolos e quase todas as Epístolas são empregados livremente, incluindo a Epístola aos Hebreus. Nenhum deles poderia ser nomeado. Além da Didache, a Didascalia utiliza outros documentos cristãos antigos como os Atos de Paulo e o Evangelho de Pedro. [2] No que diz respeito ao batismo, é dada particular ênfase à unção pré-batismal de um convertido. Os capítulos 9 e 16 fornecem instruções detalhadas para a unção, incluindo a imposição de mãos por um bispo e a recitação do Salmo 2:7. Depois de ser batizado com a devida invocação, o convertido pode participar da santa ceia. As mulheres na igreja Um exemplo notável dessa tensão é a descrição da Didascalia da condição das mulheres na Igreja primitiva, especialmente das viúvas. A Didascalia tem uma visão restritiva da situação das mulheres cristãs: as viúvas não devem se casar novamente mais de uma vez, não devem ser falantes ou barulhentas, não devem instruir na doutrina, devem ficar em casa e não vagar, não podem batizar e não devem se envolva no ministério a menos que ordenado por um bispo ou diácono. Tensões com o cristianismo judaico
  • 15. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 15 ] Um tema importante da Didascalia são as tensões do terceiro século com os cristãos judeus - isto é, os cristãos que guardavam a lei judaica, como abster-se de carne de porco, descansar no sábado, circuncidar seus filhos e assim por diante. Uma grande parte do texto é dedicada aos ensinamentos de como continuar a guardar a Lei Judaica não era apenas improdutivo, mas ativamente imoral. Conforme observado acima, quaisquer leis dadas após o incidente do bezerro de ouro devem ser entendidas como punição para o povo judeu; continuar a mantê-los torna o cristão "culpado da adoração do bezerro" e "afirmar a maldição contra Nosso Salvador. Você está preso nas amarras e, portanto, é culpado da desgraça como inimigo do Senhor Deus". (Didascália 26) Descansar no sábado é apenas uma prova de que os judeus estão "ociosos". Para o autor da Didascalia, a morte de Jesus aboliu e revogou a "legislação secundária" e, portanto, tentar manter essa lei judaica era negar o poder do sacrifício de Jesus. [2] CAPÍTULO I Sobre a Lei simples e natural. A plantação de DEUS e a vinha santa de Sua Igreja Católica, os eleitos, que confiam na simplicidade do temor do Senhor, que por sua fé herdam Seu reino eterno, que receberam o poder e a comunhão de Seu Espírito Santo [cf. 2Cor 13.13], e por Ele são armados e firmados no temor dEle, que se tornaram participantes da aspersão do [1Pt
  • 16. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 16 ] 1.2] puro e precioso sangue do Grande Deus, Jesus Cristo [1Pt 1.17], que receberam ousadia para chamar Deus Pai Todo-Poderoso, como co-herdeiros e participantes com Seu Filho e Seus amados [cf. Rm 8.17; Ef 3.6] ouçam a Didascalia de Deus, vocês que esperam e esperam por Suas promessas, que foram escritas segundo o mandamento de nosso Salvador e estão de acordo com Suas gloriosas palavras. [eu. 1] Prestem atenção, filhos de Deus, e façam tudo para que sejam obedientes a Deus; e em tudo sê agradável ao Senhor nosso Deus. Pois, se alguém correr atrás da iniqüidade e for contrário à vontade de Deus, esse será reputado por Deus como gentio e ímpio. Fuja, portanto, e afaste-se de toda avareza e maldade. E não desejarás o que é de qualquer homem, porque está escrito na Lei: Não desejarás nada do que é do teu próximo : nem o seu campo, nem a sua mulher, nem o seu servo, nem o seu serva, nem seu boi, nem seu jumento, nem coisa alguma de seus bens [Êx 20.17; Dt 5.21] .Pois todos esses desejos são do Maligno. Pois aquele que deseja a mulher de sua companheira, ou de seu servo, ou de sua serva, já é adúltero e ladrão, e é condenado por impureza, como os que se deitam com varões, por nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo: a quem (é) glória e honra para todo o sempre, Amém. Como também no Evangelho Ele renova e confirma e cumpre as Dez Palavras da Lei, (dizendo): Porque está escrito na Lei: Não cometerás adultério; mas eu vos digo isto: quem na Lei falou por meio de Moisés, mas agora eu mesmo (p. 2) vos digo: Qualquer que atentar na mulher do seu próximo para desejá-la, já em seu coração cometeu adultério com ela [Mt 5.27-28] .E assim foi aquele que
  • 17. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 17 ] desejou condenado como adúltero. Aquele também que deseja o boi ou o jumento de seu próximo, é para roubar e levá-lo embora que ele pensa. E aquele que deseja o campo de seu companheiro, não procura restringi-lo em seus limites e planeja vendê-lo a ele por nada? Por esta causa, portanto, vêm assassinatos, mortes e condenações de Deus sobre essas pessoas. Mas para os homens que obedecem a Deus há uma lei, simples, verdadeira e branda - sem dúvida, para os cristãos - isto, que o que você odeia que seja feito a você por outro, você não faz a outro [cf. Tob 4.15]. Não queres que um homem olhe mal para tua esposa para corrompê-la; nem olhe para a esposa de teu companheiro com más intenções. Não queres que alguém tire a tua roupa; nem a de outro. Tu não serias injuriado e insultado, ou espancado: nem faças a outro qualquer uma dessas 5 coisas. [eu. 2] Mas, se alguém te injuriar, abençoa-o; pois está escrito no Livro dos Números: Quem abençoa é abençoado, e quem amaldiçoa é maldito [cf. Num 24.9; Gn 27.29]. E no Evangelho também está escrito: Abençoai os que vos maldizem [Lc 6.28; Mt 5.44] . E aos que vos fazem mal, não façais mal; e fazei bem aos que vos odeiam [Lc 6.27], e sede pacientes e perseverantes, pois a Escritura diz: Não dirás: Darei ao meu inimigo o mal, assim como ele me fez; o Senhor será o teu ajudador e trará uma recompensa sobre aquele que te faz mal [Pv 20.22] . E novamente Ele diz no Evangelho: Amai os que vos odeiam, e orai pelos que vos amaldiçoam, e não tereis inimigo [Mt 5.44; Lc 6.27; Fez 1.3]. Atentemos, pois, amados nossos, e entendamos estes mandamentos e os guardemos, para que sejamos filhos da luz [cf. Jo 12.36; Ef 5.8; 1Th 5.5].
  • 18. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 18 ] [Vemos nos primeiros séculos do cristianismo uma preocupação com o comportamento moral que o cristão deveria ter e não tinham tanta preocupação com as definições abstratas da teologia.] CAPÍTULO II Ensinar a todo homem que ele deve agradar apenas a sua esposa ; e que ele não deveria se enfeitar e se tornar uma causa de tropeço para as mulheres; e que ele não deveria amar a ociosidade; e que ele deveria ocupar-se com as Escrituras da vida, e evitar escritos profanos e os laços da Segunda Legislação ; e que ele não deve tomar banho com mulheres; e que ele não deveria se entregar ao vício de prostitutas. [eu. 3] Suportai-vos uns aos outros [cf. Gal 6.2], ó servos e filhos de Deus. Que um homem não despreze ou despreze sua esposa, nem se levante contra ela; mas que ele seja misericordioso e que sua mão esteja aberta para dar. (p. 3) E que ele agrade apenas a sua esposa e cuide dela com honra; e que ele estude para ser amado apenas por ela, e por mais ninguém. Não te adornes para que uma mulher estranha te veja e te deseje. E se de fato fores constrangido por ela e pecares com ela, a morte no fogo virá sobre ti com certeza de Deus, sim, aquela que permanece para sempre, que está em fogo ardente e amargo; e tu saberás e compreenderás quando fores gravemente atormentado. Mas se não fizeres esta
  • 19. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 19 ] impureza, mas a afastares de ti e a negares, só nisto pecaste, que por teu adorno fizeste com que a mulher fosse tomada pelo desejo de ti; pois tu fizeste com que ela, a quem isso aconteceu por causa de ti, cometesse adultério por seu desejo. Mas tu não estás debaixo do pecado, porque não a desejaste; mas haverá misericórdia de ti da parte do Senhor, porque tu não te entregaste a ela nem consentiste quando ela te enviou, nem [[10]] em pensamento tu te voltaste para aquela mulher que foi tomada pelo desejo de ti: mas ela de repente te encontrou, e foi atingida em seu pensamento e enviada a ti; mas tu, como homem temente a Deus, a negaste e a evitaste, e não pecaste com ela; mas ela foi atingida em seu coração, porque tu és jovem e belo e gracioso, e te adornaste e fizeste com que ela te desejasse: e tu és considerado culpado do pecado daquela a quem isso aconteceu por causa do teu adorno. Mas suplique ao Senhor Deus que o pecado não seja atribuído a você por causa disso. E se queres agradar a Deus e não aos homens, e procuras e esperas a vida e o descanso eterno, não adornes a tua beleza natural que te foi dada por Deus, mas com humildade e negligência, torna-a insignificante diante dos homens. Da mesma maneira também não alimentarás o cabelo da tua cabeça, mas tosquiá-lo-ás; e não o pentearás nem o adornarás, nem o ungirás, para que não tragas sobre ti mulheres que enredem ou sejam enredadas pela luxúria. Não te vestirás com roupas finas, nem calçarás os pés com sapatos feitos de acordo com a concupiscência da loucura; nem porás nos teus dedos anéis de ouro, porque todas estas coisas são astúcias da prostituição, e tudo o que tu fazes além da natureza. Pois a ti, um fiel homem de Deus, não é permitido nutrir o cabelo
  • 20. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 20 ] de tua cabeça e penteá-lo e alisá-lo, o que é uma devassidão da luxúria; nem o arrumarás nem o adornarás, nem o ajustarás para que fique belo. E não destruirás os pêlos da tua barba [cf Lv 19.27], (p. 4) nem [[11]] alterarás a forma natural do teu rosto e o mudará para outro que Deus o criou, porque queres agradar homens. Mas se você fizer essas coisas, sua alma será privada da vida e você será rejeitado diante do Senhor Deus. Portanto, como homem que deseja agradar a Deus, cuidado para não fazer tais coisas; e evite todas as coisas que o Senhor odeia. não é permitido nutrir o cabelo de tua cabeça e penteá-lo e alisá-lo, o que é uma devassidão da luxúria; nem o arrumarás nem o adornarás, nem o ajustarás para que fique belo. E não destruirás os pêlos da tua barba [cf Lv 19.27], (p. 4) nem [[11]] alterarás a forma natural do teu rosto e o mudará para outro que Deus o criou, porque queres agradar homens. Mas se você fizer essas coisas, sua alma será privada da vida e você será rejeitado diante do Senhor Deus. Portanto, como homem que deseja agradar a Deus, cuidado para não fazer tais coisas; e evite todas as coisas que o Senhor odeia. não é permitido nutrir o cabelo de tua cabeça e penteá-lo e alisá- lo, o que é uma devassidão da luxúria; nem o arrumarás nem o adornarás, nem o ajustarás para que fique belo. E não destruirás os pêlos da tua barba [cf Lv 19.27], (p. 4) nem [[11]] alterarás a forma natural do teu rosto e o mudará para outro que Deus o criou, porque queres agradar homens. Mas se você fizer essas coisas, sua alma será privada da vida e você será rejeitado diante do Senhor Deus. Portanto, como homem que deseja agradar a Deus, cuidado para não fazer tais coisas; e evite todas as coisas que o Senhor odeia. 4) nem [[11]] altere a forma natural do
  • 21. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 21 ] seu rosto e mude-a para outra que Deus não a criou, porque você deseja agradar aos homens. Mas se você fizer essas coisas, sua alma será privada da vida e você será rejeitado diante do Senhor Deus. Portanto, como homem que deseja agradar a Deus, cuidado para não fazer tais coisas; e evite todas as coisas que o Senhor odeia. 4) nem [[11]] altere a forma natural do seu rosto e mude-a para outra que Deus não a criou, porque você deseja agradar aos homens. Mas se você fizer essas coisas, sua alma será privada da vida e você será rejeitado diante do Senhor Deus. Portanto, como homem que deseja agradar a Deus, cuidado para não fazer tais coisas; e evite todas as coisas que o Senhor odeia. [eu. 4] E não te desviarás e andarás ociosamente pelas ruas e verás o vão espetáculo daqueles que se comportam mal; mas esteja sempre atento ao seu ofício e ao seu trabalho, e esteja disposto a fazer as coisas que agradam a Deus; e estarás meditando constantemente nas palavras do Senhor. [eu. 5] Mas se tu és rico e não tens necessidade de um ofício para viver, não te desviarás e andarás vagamente; mas seja sempre constante em aproximar-se dos fiéis e daqueles que pensam como você, e medite e aprenda com eles as palavras vivas. E se não, sente-se em casa e leia a Lei, e o Livro dos Reis e dos Profetas, [[12]] e o Evangelho o cumprimento destes. [eu. 6] Mas evite todos os livros pagãos. Pois o que você tem a ver com ditados estranhos ou leis ou profecias mentirosas, que também desviam da fé os jovens? Pois o que está faltando a você na palavra de Deus, para que você se lance nessas fábulas dos pagãos? Se você quiser ler narrativas históricas, você tem o Livro dos Reis; mas se
  • 22. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 22 ] são sábios e filósofos, tens os Profetas, nos quais encontrarás sabedoria e entendimento mais do que os sábios e filósofos; pois são as palavras do único Deus, o único sábio. E se você deseja canções, você tem os Salmos de Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo do mundo, você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis e mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são contrários (a estes), evite totalmente. que você deveria se lançar sobre essas fábulas dos pagãos? Se você quiser ler narrativas históricas, você tem o Livro dos Reis; mas se são sábios e filósofos, tens os Profetas, nos quais encontrarás sabedoria e entendimento mais do que os sábios e filósofos; pois são as palavras do único Deus, o único sábio. E se você deseja canções, você tem os Salmos de Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo do mundo, você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis e mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são contrários (a estes), evite totalmente. que você deveria se lançar sobre essas fábulas dos pagãos? Se você quiser ler narrativas históricas, você tem o Livro dos Reis; mas se são sábios e filósofos, tens os Profetas, nos quais encontrarás sabedoria e entendimento mais do que os sábios e filósofos; pois são as palavras do único Deus, o único sábio. E se você deseja canções, você tem os Salmos de Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo do mundo, você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis e mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são contrários (a estes), evite totalmente. onde encontrarás sabedoria e compreensão mais do que a dos sábios e
  • 23. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 23 ] filósofos; pois são as palavras do único Deus, o único sábio. E se você deseja canções, você tem os Salmos de Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo do mundo, você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis e mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são contrários (a estes), evite totalmente. onde encontrarás sabedoria e compreensão mais do que a dos sábios e filósofos; pois são as palavras do único Deus, o único sábio. E se você deseja canções, você tem os Salmos de Davi; mas se (você quiser ler sobre) o começo do mundo, você tem o Gênesis do grande Moisés; e se leis e mandamentos, tu tens a gloriosa Lei do Senhor Deus. Todos os (escritos) estranhos, portanto, que são contrários (a estes), evite totalmente. No entanto, quando você lê a Lei, tome cuidado com a Segunda Legislação, que você apenas a lê; mas os comandos e advertências que estão neles devem ser evitados, para que você não se desvie e se prenda com os laços que não podem ser soltos de fardos pesados. Por esta razão, portanto, se você ler a Segunda Legislação, considere apenas isso, que você conheça e glorifique a Deus que nos livrou de todos esses laços. E tenha isto diante de seus olhos, para que você possa discernir (p. 5) e saber o que [na Lei] é a Lei, e quais são os vínculos que estão na Segunda Legislação, que depois da Lei foram dados àqueles que, na Lei e na Segunda Legislação, [[14]] cometeu tantos pecados no deserto. Pois a primeira Lei é aquela que o Senhor Deus falou antes que o povo fizesse o bezerro e servisse aos ídolos, que consiste nas Dez Palavras e nos Julgamentos. Mas depois que eles serviram
  • 24. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 24 ] aos ídolos, Ele justamente colocou sobre eles os laços, pois eram dignos. Mas, portanto, não os coloques sobre ti; pois nosso Salvador não veio por outra causa senão cumprir a Lei e nos libertar dos laços da Segunda Legislação. Pois Ele se soltou daqueles laços e assim chamou aqueles que Nele creem, e disse:Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados de pesadas cargas, e eu vos aliviarei [Mt 11.28]. Portanto, sem o peso desses fardos, leia a Lei simples, que está de acordo com o Evangelho; e, além disso, o próprio Evangelho e os Profetas; e o Livro dos Reis da mesma forma, para que saibas que tantos reis quantos foram justos foram promovidos pelo Senhor Deus neste mundo e continuaram na promessa de Deus de vida eterna; mas aqueles reis que se afastaram de Deus e serviram aos ídolos, com justiça, por um julgamento sumário, pereceram miseravelmente e foram privados do reino de Deus e, em vez de (obter) descanso, são punidos. Quando, portanto, você ler estas coisas, você crescerá mais na fé e será melhorado. [Achei interessante que o autor da Didascalia cita vários livros da Bíblia como recomendação para leitura e o Novo Testamento. Cita em dado momento o livro de Tobias e não citou até aqui os livros de Paulo, creio que ainda na época da escrita do Didascalia não havia se formado o cânon.] E depois levanta-te, sai ao mercado e banha-te em banho de homem, mas não em banho de mulher, para que, quando te despojares e mostrares a nudez do teu corpo nu, ser enredado, ou tu constranger outro e ela escorregar e
  • 25. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 25 ] ser enredado por ti. Cuidado com essas coisas, portanto, e viverás para Deus. [eu. 7] Aprenda, então, o que diz a palavra sagrada na Sabedoria:? 1 Filho meu, guarda as minhas palavras, e os meus mandamentos escondidos dentro de ti. Meu filho, honre o Senhor, e seja fortalecido;? e além dele não temerás nenhum outro. 2 Guarda os meus mandamentos e vive bem, e as minhas leis como a menina dos teus olhos; 3 e ata-os nos teus dedos. e escreve-os nas tábuas do teu coração. 4 E dize à sabedoria: Tu és minha irmã, e dá a conhecer à tua alma o entendimento:? 5 para que ela te guarde de uma mulher estranha e adúltera, cujas palavras são lisonjeiras. 6 Pois da janela de sua casa e do alpendre ela olhava para as ruas; 7e todo aquele que ela viu dos jovens que são simples e faltos de entendimento, 8 que passam pelas ruas às esquinas dos caminhos de sua casa, 9 e falam nas trevas, à tarde e na escuridão do silêncio da noite: ? 10 então a mulher saiu e encontrou-se com ele (p. 6), no vestido da prostituta que agita o coração dos jovens.? 11 E ela é devassa, ousada e dissoluta: e seus pés não podem ficar quietos em sua casa; 12 mas agora ela vagueia, e agora espreita nas ruas e nos cantos.? 13 E ela o pegou e o beijou, e fez seu semblante insolente, e disse a ele: 14Sacrifícios eu tenho, até ofertas pacíficas, hoje pago meus votos:? 15 por isso vim ao teu encontro; porque eu era? olhando para te ver, e eu te encontrei. 16 Estendi o meu leito com uma colcha, e com tapetes do Egito o cobri:? 17 Espalhei açafrão sobre o meu leito, e canela na minha casa. 18 Vinde, deliciemo-nos com amor até pela manhã, e abracemo-nos com desejo, 19 Para mim? o marido não está em casa: partiu
  • 26. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 26 ] para uma longa viagem 20 e trouxe uma bolsa de dinheiro na mão; e depois de muitos dias ele voltará para sua casa.? 21E ela o seduziu com suas muitas palavras e com a lisonja de seus lábios ela o atraiu para ela. 22 E ele foi atrás dela como um simplório, e como um boi que [[18]] vai ao matadouro, e como um cão à trela, 23 e como um cervo atingido por uma flecha; e ele se apressa [ e ] como um pássaro para a armadilha: e ele não sabia que estava indo para a morte de sua alma. 24 Agora, pois, ouve-me, meu filho, e ouve as palavras da minha boca. 25 Não permitas que teu coração se incline para os caminhos dela, e não te aproximes da porta de sua casa, e não te desvies em seu caminho; 26pois muitos mortos ela derrubou, e não há número para aqueles que são mortos por ela.? 27 Os caminhos da sua casa são os caminhos do Seol, que descem às câmaras da morte [Pv 7.1-27] .? 1 Filho meu, ouve a minha sabedoria, e ao meu entendimento inclina o teu entendimento:? 2 para que o meu conselho te guarde, e o conhecimento dos meus lábios que te ordeno. 3 Porque os lábios da mulher adúltera destilam mel, e com as suas lisonjas ela adoça o teu paladar:? 4 mas o último deles é mais amargo do que o absinto, e mais afiado do que uma espada de dois gumes. 5Porque os pés da insensata (mulher) conduzem às câmaras do Seol os que a ela se apegam; 6 porque as suas veredas são enganosas, e não se conhecem. 7 Agora, pois, meu filho, ouve-me, e não te desvies das palavras da minha boca. 8 Guarda longe dela o teu caminho, e não te chegues à porta da sua casa; 9 1Tu dás a tua vida aos outros, e os teus anos aos que não têm misericórdia; 10 e para que os estranhos não se fartem da tua força, e os teus rendimentos não vão para as casas de outros:? 11 e na tua velhice a tua alma te arrependa,
  • 27. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 27 ] quando a carne do teu corpo se consumir, 12e tu dizes:? Por que então eu odiei a correção, e meu coração rejeitou a repreensão; 13 e não dei ouvidos à voz dos meus mestres, e não inclinei os meus ouvidos para os que me admoestavam? 14 Quase caí em todo mal [Pv 5.1-14] . [[20]] E que não prolonguemos e estendamos a admoestação de nosso ensino com muitas (palavras), (p. 7) se deixamos alguma coisa, vocês, como homens sábios, escolham para si mesmos aquelas coisas que são boas do santo Escrituras e do Evangelho de Deus, para que sejais firmados, e possais afastar e lançar de vós todo o mal, e serdes achados irrepreensíveis na vida eterna com Deus. CAPÍTULO III Uma instrução para as mulheres, que elas devem agradar e honrar apenas seus maridos, cuidando diligente e sabiamente do trabalho de suas casas com atenção; e que não deveriam se banhar com homens; e que não se adornassem e se tornassem motivo de tropeço para os homens e os enredassem; e que elas devem ser castas e quietas, e não brigar com seus maridos. [eu. 8] E a mulher também esteja sujeita a seu marido; porque a cabeça da mulher é o homem, e a cabeça do homem [Ef 5.23; 1Cor 11.3] que anda no caminho da justiça é Cristo. Depois do Senhor Todo-Poderoso, nosso Deus e o Pai dos mundos, do presente e do que está por vir, e o Senhor de todo sopro e de todos os poderes, e Seu Espírito vivo e Santo -- a quem é glória e honra para
  • 28. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 28 ] sempre, Amém - mulher, tema [[22]] teu marido e o reverencie, e agrade somente a ele, e esteja pronta para ministrar a ele; e que tuas mãos sejam (estenda) para a lã, e tua mente esteja no fuso, como Ele diz em Sabedoria:? 10 Uma mulher valente quem achará? Pois ela vale mais do que belas pedras de grande valor; 11e o coração de seu marido repousa nela, e a provisão não lhe falta, 12 Pois ela é uma ajuda para seu marido em todas as coisas e faz com que nada lhe falte em sua vida. 13 Ela fazia lã e linho com suas mãos prontas. 14 Ela se tornou uma boa provedora, como um navio mercante, e ajuntou todas as suas riquezas de longe. 15 Levantava-se de noite e dava o sustento à sua casa e o trabalho às suas servas. 16 Ela olhou para um campo e o comprou; e dos frutos de suas mãos ela plantou uma possessão.? 17 Ela cingiu os lombos com força, e firmou os braços, 18e provei que é bom trabalhar :? e sua lâmpada não foi apagada a noite toda. 19 Seus braços ela estendeu com diligência, e suas mãos para o fuso.? 20 Suas mãos ela estendeu aos pobres, e de seus frutos ela deu aos necessitados. 21 E seu marido não se preocupa com a casa; pois toda a sua casa está vestida com roupas duplas. 22 Ela fez para o marido vestes de linho fino e carmesim:? 23 seu marido é notável nas portas, quando se assenta na cadeira dos anciãos. 24 Ela fazia em sua casa panos e cintas de linho, e vendia aos cananeus. 25 Força e formosura são as suas vestes:? e ela se alegrará (p. 8)no último dia.? 26 Ela abriu sua boca com sabedoria e com prudência, e sua língua fala ordenadamente. 27 Os caminhos de sua casa são rígidos:? e pão ela não comeu com preguiça. Ela abriu a boca com sabedoria, com razão:? 28 e a lei da misericórdia está em sua língua. Seus filhos se levantaram e foram
  • 29. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 29 ] enriquecidos, e elogiaram ele:? e ela se regozijará neles em seus últimos dias. Seu marido também [[23]] a parabenizou :? 29 e suas muitas filhas adquiriram riquezas. E muitas grandes coisas ela fez, e ela foi exaltada acima de todas as mulheres:? 30 porque a mulher que teme a Deus será abençoada, e o temor do Senhor a glorificará. 31Dê a ela de seus frutos, que são dignos de seus lábios, e deixe-a ser louvada nos portões:? e em todo lugar seja louvado o seu marido [Pv 31.10-31] . E ainda: A mulher valente é a coroa de seu marido [Pv 12.4] . Vocês ouviram, então, quão grande é o louvor que uma mulher casta e que ama seu marido recebe do Senhor Deus, uma que é considerada fiel e pensa em agradar a Deus. Tu, portanto, ó mulher, não te enfeitarás para agradar a outros homens; e não te enfeitarás com as tranças da prostituição, nem vestirás o vestido da prostituição, nem calçarás sapatos que te pareçam com os tais; para que não tragas sobre ti os que são enredados por estas coisas. E se tu mesmo não pecar nesta obra de impureza, ainda assim terás pecado, que tens [[25]] const.choveu e fez aquele (homem) te desejar. Mas se tu também pecares, tens destruído a tua vida de Deus, e também te tornaste culpado da alma daquele (homem). Além disso, quando você pecar com um, você se tornará imprudente e também irá para os outros; como na Sabedoria Ele disse: Quando o ímpio chega às profundezas do mal, ele despreza e se torna imprudente:? e sobre ele cairá a desonra e o opróbrio [Pv 18.3] . Pois aquele que é tal que ela é totalmente atingida em sua alma e tomada pelo desejo, leva cativas as almas daqueles que não têm entendimento. Mas vamos aprender
  • 30. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 30 ] sobre estes também, como a palavra sagrada na Sabedoria os expõe; porque assim se diz: Como anel de ouro em focinho de porca, assim é a beleza para a mulher que pratica o mal [Pv 11.22] .E ainda: Como o verme na madeira, assim a mulher má destrói o homem [Pv 12.4] . E ainda: 13 A mulher falta de entendimento e presunçosa passa a querer pão e não conhece a vergonha. 14 Pois ela está sentada na rua, à porta de sua casa, em uma cadeira alta, 15 e chama os que passam pelo caminho e os que andam pelas suas veredas, e diz:? 16 Quem dentre vós for simplório, aproxime-se de mim; e para aquele que quer entender eu direi:? 17 Toca com amor o pão escondido, e as águas furtadas que são doces. 18E ele não sabe que homens valentes perecem com ela e chegam até as profundezas do Sheol. Mas foge, e não fiques naquele lugar; e não levantes os olhos para olhá-la [Pv 9.13-18] . E ainda: É melhor sentar ? em um canto do telhado do que morar com uma mulher tagarela e briguenta dentro de casa [Pv 21.9,19] . [[26]] Tu, portanto, que és cristão, (p. 9) não imites tais mulheres; mas se você deseja ser uma mulher fiel, agrade apenas a seu marido. E quando estiveres andando na rua, cobre a tua cabeça com o teu manto, para que por causa do teu véu a tua grande beleza possa ser escondida. E não adornes tua face natural; mas anda com olhares cabisbaixos, estando velado. [eu. 9] E tome cuidado para não se banhar em um banho com homens. Pois quando há banho de mulheres na cidade ou na aldeia, uma mulher crente não pode tomar banho com homens. Pois se você cobre seu rosto de
  • 31. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 31 ] estranhos com um véu de modéstia, como então você pode entrar com estranhos para um banho? Mas se não houver banho feminino e fores obrigado a banhar-te no banho de homens e mulheres, o que de fato é impróprio, banha-te com modéstia e vergonha, e com pudor e moderação; e nem sempre, nem sempre dia, e não ao meio-dia; mas que haja uma estação designada para você se banhar, (a saber) na décima hora. Pois cabe a ti, como uma mulher crente, por todos os meios fugir do olhar vaidoso e curioso de muitos que se encontram em um banho. [eu. 10] E tuas contendas com todos, e especialmente com teu marido, reprime e restringe como uma mulher crente; para que seu marido, se ele for pagão, não se ofenda por causa de você e blasfeme contra Deus, e você receba um Ai de Deus:? pois, Ai deles, por causa dos quais o nome de Deus é blasfemado [[28]] entre os gentios [Is 52.5; Rm 2.24] ; ou (para que) novamente, se teu marido for um crente, ele seja constrangido, como alguém que conhece as Escrituras, e te diga a palavra da Sabedoria: É melhor sentar em um canto do telhado do que morar com um tagarela mulher briguenta dentro de casa [Pv 21.9-10] .Pois cabe às mulheres, por um véu de modéstia e humildade, mostrar (seu) temor a Deus, para a conversão e o aumento da fé daqueles que estão sem, (ambos) de homens e mulheres. Agora, se nós as admoestamos e instruímos brevemente, nossas irmãs, nossas filhas e nossos membros, vocês, como mulheres sábias, busquem e escolham para si mesmas as coisas que são boas e honrosas e irrepreensíveis nas conversas mundanas; e
  • 32. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 32 ] aprenda e saiba aquelas coisas pelas quais você pode chegar ao reino de nosso Senhor, e pode encontrar descanso, agradando-o com boas obras. CAPÍTULO IV Ensinar que tipo de homem é aquele que é escolhido para o Bispado e de que tipo deve ser sua conduta. [ii. 1] Mas quanto ao bispado, ouçam. Ao pároco que é constituído bispo e cabeça entre os presbitérios da Igreja em cada congregação, dele se exige que seja irrepreensível, em nada reprovável [1Tm 3.2; Tit 1.7] , alguém afastado de todo o mal, um homem de não menos de cinqüenta anos de idade, que agora está afastado dos costumes da juventude [2Tm 2.22] e das concupiscências do Inimigo, e da calúnia e blasfêmia de falsos irmãos , que eles trazem contra muitos porque eles não entendem aquela palavra que é dita no Evangelho: Todo aquele que [30]] disser uma palavra ociosa, dará uma resposta sobre isso ao Senhor no dia do julgamento:? porque pelas tuas palavras serás justificado, e pelas tuas palavras serás condenado[Mt 12.36-37] . Mas, se possível, seja instruído e apto para ensinar; mas se ele não souber letras, que seja versado e habilidoso na palavra, e que seja avançado em anos. Mas se a congregação for pequena e não for encontrado um homem de idade avançada de quem eles deem testemunho de que ele é sábio e adequado para
  • 33. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 33 ] ocupar o bispado:? mas ali se encontra um jovem, de quem os que estão com ele dão testemunho de que é digno de ocupar o bispado e que, embora seja jovem, mostra maturidade com mansidão e quietude de conduta:? deixe- o ser provado se todos dão testemunho dele, e então deixe-o sentar-se em paz. Pois Salomão também com a idade de doze anos reinou sobre Israel; e Josias com a idade de oito anos reinou com justiça; e Joás também reinou aos sete anos de idade. Portanto, embora seja jovem, que seja manso, medroso e quieto; pois o Senhor Deus disse em Isaías: Para quem olharei e me deleitarei (nele), mas no quieto e manso, que treme com as minhas palavras? [Is 66.2; cf. Fez 3.8] E no Evangelho também assim falou: Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra [Mt 5.5; cf. Fez 3.7] . E que ele seja misericordioso; pois Ele disse novamente no Evangelho assim: Bem-aventurados os misericordiosos, porque sobre eles haverá misericórdia [Mt 5.7] . E, novamente, que ele seja um pacificador; porque Ele diz: Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus [Mt 5.9] . E que ele esteja livre de todo [[32]] mal, injustiça e iniquidade; pois Ele diz novamente: Bem- aventurados os puros de coração, porque eles verão a Deus [Mt 5.8] . [ii. 2] E deixe-o servigilante e casto e sóbrio e ordeiro; e que ele não seja turbulento, e não seja alguém que exagere no vinho ; e que ele não seja um caluniador; mas que ele fique quieto e não briguento; e que ele não (p. 11) seja amante do dinheiro [1 Tim 3.2-3] . E que ele não seja jovem em mente, para que não seja exaltado e caia no julgamento de Satanás [1 Tim 3.6] :? porque todo aquele que a si mesmo se exaltar será humilhado [Lc 14.11; 18.14] . Mas é necessário que o
  • 34. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 34 ] bispo seja assim:? um homem que tem uma mulher, que tem governado bem a sua casa [1 Tim 3.2, 4] .E assim seja provado quando receber a imposição de mãos para se sentar no ofício do bispado:? se ele é casto, e se sua esposa também é crente e casta; e se ele criou seus filhos no temor de Deus, e os admoestou e ensinou; e se sua família o teme e o reverencia, e todos eles lhe obedecem.? Pois, se a sua família na carne lhe resistir e não lhe obedecer, como os que estão fora da sua casa se tornarão dele e se sujeitarão a ele? [1Tim 3.4-5] [ii. 3] E seja provado se ele é imaculado nas coisas do mundo, e igualmente em seu corpo; pois está escrito: Veja que não há defeito naquele que se levanta para ser sacerdote [cf. Lv 14.11] . Mas deixe-o ser também sem raiva; pois o Senhor diz:? A ira destrói até os sábios [Pv 15.1] . E que ele seja misericordioso e gracioso e cheio de amor; pois o Senhor diz: O amor cobre uma multidão de pecados [cf. 1Pd 4.8; Prov 10.12] .[ii.4] E que sua mão esteja aberta para dar; e que ame os órfãos com as viúvas, e seja amigo dos pobres e dos estrangeiros. E que ele esteja alerta em seu ministério e constante no ministério; e que aflija a sua alma, e não seja confundido. E deixe-o saber quem é o mais [[34]] digno de receber; pois se houver uma viúva que tenha (algo), ou seja capaz de se alimentar com o que ela precisa para seu sustento corporal; e há outra que, embora não seja viúva, está em necessidade, seja por motivo de doença, ou de criação de filhos, ou de enfermidade corporal: para este (último) estenda a mão. Mas se houver um homem dissoluto, ou bêbado, ou preguiçoso, e ele estiver em apuros para se
  • 35. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 35 ] alimentar corporalmente, o mesmo não é digno de esmola, nem da Igreja. [ii. 5] E que o bispo também não faça acepção de pessoas, e que ele não se submeta aos ricos nem os favoreça indevidamente; e que ele não desconsidere ou negligencie os pobres, nem se levante contra eles. E que seja escasso e pobre em sua comida e bebida, para que possa ser vigilante em admoestar e corrigir aqueles que são indisciplinados. E que ele não seja astuto e extravagante, nem luxuoso, nem amante dos prazeres, nem apreciador de carnes saborosas. E que ele não fique ressentido, mas seja paciente em sua admoestação; e que ele seja assíduo em seu ensino, (p. 12 )e constante na leitura das Escrituras divinas com diligência, para que ele possa interpretar e expor as Escrituras adequadamente. E compare a Lei e os Profetas com o Evangelho, para que as palavras da Lei e dos Profetas estejam de acordo com o Evangelho. Mas, antes de tudo, que ele seja um bom discriminador entre a Lei e a Segunda Legislação, para que possa distinguir e mostrar qual é a Lei dos fiéis e quais são os laços daqueles que não acreditam; para que nenhum dos que estão sob a tua autoridade tome as amarras da Lei, e se sobrecarregue com fardos pesados, e se torne um filho da perdição. Sê diligente [[35]] portanto, e atento à palavra, ó bispo, para que, se puderes, expliques cada palavra: que com muita doutrina tu possas alimentar abundantemente e dar de beber ao teu povo; pois está escrito na Sabedoria:Toma conta da erva do campo, para que tosquies as tuas ovelhas; e ajunta a erva do estio, para que tenhas ovelhas para te vestir. dá atenção e cuidado ao teu pasto, para que tenhas cordeiros [Pv 27.25-26] . [ii. 6]
  • 36. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 36 ] Não seja, portanto, o bispo amante de torpe ganância [1Tm 3.8] ,e especialmente dos pagãos. Que ele esteja sofrendo um erro e não cometendo um erro; e que não ame as riquezas.? E que não pense mal de ninguém, nem dê falso testemunho; e que ele não fique irado, nem briguento; e que ele não ame a presidência; e que ele não seja de mente dúbia nem de língua dúbia [cf. 2.4], nem dado a inclinar seus ouvidos para palavras de calúnia e murmuração; e que ele não faça acepção de pessoas. E que ele não ame as festas dos pagãos, nem se ocupe com erros vãos. E que ele não seja lascivo, nem amante do dinheiro:? pois todas essas coisas são da agência ou demônios. Agora, todas essas coisas que o bispo comande e ordene a todo o povo. E que ele seja sábio e humilde; e que ele admoeste e ensine com a doutrina e a disciplina de Deus. E que ele tenha uma mente nobre e distante de todos os artifícios malignos deste mundo e de toda a luxúria maligna dos pagãos. E que sua mente seja perspicaz para discernir, para que ele possa conhecer de antemão os que são maus:? e vocês se guardam deles? Mas que seja amigo de todos, sendo justo juiz. E tudo o que de bom [[36]] houver que for encontrado nos homens, deixe o mesmo estar no bispo. Pois quando o pastor estiver afastado de todo o mal, ele poderá constranger seus discípulos também e incentivá-los por suas boas maneiras a serem imitadores de suas boas obras; como (p. 13) o Senhor disse nos Doze Profetas:O povo será igual ao sacerdote [Os 4.9] . Pois cabe a você ser um exemplo para o povo, pois você também tem Cristo por exemplo. Seja você também um bom exemplo para o seu povo, pois o
  • 37. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 37 ] Senhor disse em Ezequiel:? 1 E a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:? 2 Filho do homem, fala aos filhos do teu povo, e dize-lhes:? Quando eu trouxer a espada sobre uma terra, que o povo daquela terra tome um homem dentre eles e o faça seu vigia:? 3 e ele verá a espada vindo sobre a terra, e tocará a trombeta e avisará o povo , 4e todo aquele que ouvir o som da trombeta dará ouvidos. E se ele não der atenção, e a espada vier e levá-lo embora, seu sangue será sobre sua cabeça. 5 Porquanto ouviu o som da trombeta e não se deu por avisado, o seu sangue será sobre a sua cabeça. Mas aquele que recebeu o aviso livrou sua alma.? 6 Mas se o atalaia vir que vem a espada, e não tocar a trombeta, e o povo não for avisado, e a espada vier e tirar uma alma deles:? ele foi levado em seus pecados, e seu sangue requererei das mãos do vigia [Ezequiel 33.1- 6] .? Agora a espada é o julgamento, e a trombeta é o Evangelho, mas o vigia é o bispo que está encarregado da Igreja. CAPÍTULO V Um ensinamento sobre o julgamento. Cabe a ti, portanto, ó bispo, quando pregares, testemunhar e afirmar a respeito do julgamento de acordo com o que é (encontrado) no Evangelho. Pois a ti também o Senhor disse: E a ti, filho do homem, pus como atalaia para a casa de Israel; para que ouças uma palavra da minha boca, e a avises e pregues como de mim. E quando eu disser ao ímpio: O ímpio certamente morrerá, e tu não pregas e dizes que o ímpio se afaste da sua iniquidade? o
  • 38. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 38 ] ímpio morrerá na sua iniquidade, e das tuas mãos requererei o seu sangue. Mas se tu advertires o ímpio do seu caminho, e ele não se acatar? o ímpio morrerá na sua iniquidade, e tu livrarás a tua alma [Ezequiel 33.7-9]. Portanto, você também, visto que em sua conta é lançada a culpa daqueles que pecam por ignorância, você prega e testifica; e aqueles que se comportam sem disciplina admoestam e repreendem abertamente.? Agora, enquanto falamos e repetimos essas coisas com frequência, não somos culpados; porque por muito ensinar e ouvir acontece que um homem é envergonhado, e faz o bem e evita o mal. Porque o Senhor também disse na Lei: Ouve, ó Israel [Dt 6.4]; e até (p.; 4) até hoje eles não ouviram. E no Evangelho da mesma forma Ele frequentemente proclama e diz; Todo aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça [Mt 11.15; 13.9, etc.]. Mas nem mesmo eles ouviram quem pensou que ouviu; pois eles se lançaram [[38]] rapidamente na terrível destruição da heresia: ?sobre quem a palavra da sentença está prestes a sair.? [ii. 7] Pois não cremos, irmãos, que quando um homem (uma vez) desce à água, ele fará novamente as obras abomináveis e imundas dos pagãos ímpios. Pois isto é manifesto e conhecido de todos, que todo aquele que fizer o mal depois do batismo, o mesmo já está condenado à Geena de fogo. [O batismo não salva, mas ele marca o início da vida cristã consciente, por isto só deve ser batizado adultos ou adolescentes que já estejam conscientes da responsabilidade de servir a Cristo. O inferno de fogo é citado como recompensa final dos desviados.]
  • 39. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 39 ] [ii. 8] E pensamos, de fato, que os pagãos também blasfemarão por causa disso, que não nos misturamos com eles nem mantemos comunicação com eles [cf. 1Pd 4.4]. Mas através da falsidade dos pagãos nossos irmãos alcançaram a verdade; pois no Evangelho Ele diz assim: Bem-aventurados sois vós quando vos injuriarem, e perseguirem, e falarem contra vós toda palavra má por minha causa, mentindo. Mas vós regozijai-vos e exultai, porque grande é o vosso galardão nos céus? porque assim perseguiram seus pais os profetas [Mt 5.11-12; Lc 6.23] . Se, portanto, blasfemarem contra alguém falsamente, bem-aventurado é ele [cf. 1Pd 3.14], mesmo porque é tentado; porque a Escritura diz: O homem que não é tentado, nem aprovado[?; cf. Tg 1.12; Senhor 34.10] . Mas se um homem for condenado por fazer as obras da iniqüidade, ele não é cristão, mas um mentiroso, e mantém o temor do Senhor em hipocrisia. Portanto, essas pessoas, quando foram expostas e condenadas pela verdade abertamente, evitem o bispo que está sem ofensa e sem hipocrisia. [ii. 9] Mas se o próprio bispo não está de consciência limpa, e aceita pessoas por causa de lucro imundo, ou por causa dos presentes que ele recebe, e poupa alguém que peca impiedosamente, e permite que ele permaneça na Igreja :? [ii. 10] tal bispo poluiu sua congregação com Deus; sim, e também com homens e com muitos dos receptores que são jovens em suas mentes, ou com os ouvintes; e jovens e donzelas [[40]] ao lado ele destrói com ele. Por causa da lascívia de um homem ímpio, quando eles o virem no meio deles, eles também duvidarão em sua alma e o imitarão, e eles
  • 40. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 40 ] mesmos tropeçarão e serão apanhados com a mesma doença, e perecerão. com ele. Mas se aquele que peca vê que o bispo e os diáconos estão livres de reprovação, e todo o rebanho (p. 15) puro: ? antes de tudo, ele não ousará entrar na congregação, porque é repreendido por sua consciência; mas se acontecer que ele é ousado e vem à Igreja em sua arrogância, e é reprovado e repreendido pelo bispo, e olhando para todos (presentes) não encontra ofensa em nenhum deles, nem no bispo nem em aqueles que estão com ele:? ele então ficará confuso e sairá silenciosamente, em grande vergonha, chorando e com remorso de alma; e assim o rebanho permanecerá puro. Além disso, quando ele sair, ele se arrependerá de seu pecado e chorará e suspirará diante de Deus, e haverá esperança para ele. E também todo o rebanho, vendo o choro e as lágrimas daquele homem, temerá, sabendo e compreendendo que todo aquele que peca perece. porque ele é reprovado por sua consciência; mas se acontecer que ele é ousado e vem à Igreja em sua arrogância, e é reprovado e repreendido pelo bispo, e olhando para todos (presentes) não encontra ofensa em nenhum deles, nem no bispo nem em aqueles que estão com ele:? ele então ficará confuso e sairá silenciosamente, em grande vergonha, chorando e com remorso de alma; e assim o rebanho permanecerá puro. Além disso, quando ele sair, ele se arrependerá de seu pecado e chorará e suspirará diante de Deus, e haverá esperança para ele. E também todo o rebanho, vendo o choro e as lágrimas daquele homem, temerá, sabendo e compreendendo que todo aquele que peca perece. porque ele é reprovado por sua consciência; mas se acontecer que ele é ousado e vem à Igreja em sua arrogância, e é reprovado e repreendido pelo
  • 41. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 41 ] bispo, e olhando para todos (presentes) não encontra ofensa em nenhum deles, nem no bispo nem em aqueles que estão com ele:? ele então ficará confuso e sairá silenciosamente, em grande vergonha, chorando e com remorso de alma; e assim o rebanho permanecerá puro. Além disso, quando ele sair, ele se arrependerá de seu pecado e chorará e suspirará diante de Deus, e haverá esperança para ele. E também todo o rebanho, vendo o choro e as lágrimas daquele homem, temerá, sabendo e compreendendo que todo aquele que peca perece. e olhando para todos (presentes) não encontra ofensa em nenhum deles, nem no bispo nem naqueles que estão com ele:? ele então ficará confuso e sairá silenciosamente, em grande vergonha, chorando e com remorso de alma; e assim o rebanho permanecerá puro. Além disso, quando ele sair, ele se arrependerá de seu pecado e chorará e suspirará diante de Deus, e haverá esperança para ele. E também todo o rebanho, vendo o choro e as lágrimas daquele homem, temerá, sabendo e compreendendo que todo aquele que peca perece. e olhando para todos (presentes) não encontra ofensa em nenhum deles, nem no bispo nem naqueles que estão com ele:? ele então ficará confuso e sairá silenciosamente, em grande vergonha, chorando e com remorso de alma; e assim o rebanho permanecerá puro. Além disso, quando ele sair, ele se arrependerá de seu pecado e chorará e suspirará diante de Deus, e haverá esperança para ele. E também todo o rebanho, vendo o choro e as lágrimas daquele homem, temerá, sabendo e compreendendo que todo aquele que peca perece.
  • 42. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 42 ] [ii. 11] Portanto, ó bispo, esforce-se para ser puro em suas obras. E conhece o teu lugar, que és feito à semelhança do Deus Todo-Poderoso e ocupas o lugar do Deus Todo-Poderoso; e então sente-se na Igreja e ensine como tendo autoridade para julgar aqueles que pecam na sala do Deus Todo-Poderoso. Pois a vós, bispos, está dito no Evangelho: O que ligardes na terra, será ligado no céu [Mt 18.18]. CAPÍTULO VI Com relação aos transgressores e com relação aos que se arrependem. [ii. 12] Julgue, portanto, ó bispo, estritamente como Deus Todo-Poderoso; e os que se arrependem recebem com misericórdia como Deus Todo-Poderoso. E repreenda, exorte e ensine; pois o Senhor Deus também [[42]] com juramento prometeu perdão aos que pecaram, como Ele disse em Ezequiel:? E tu, filho do homem, dize à casa de Israel :? Você disse assim:? Nossos crimes e nossos pecados estão sobre nós, e neles estamos perdidos:? como então podemos viver? ? Diga- lhes:? Como eu vivo, diz o Senhor Adonai, não desejo a morte do pecador, mas que o ímpio se converta de seu mau caminho e viva. Voltai, portanto, e convertei-vos dos vossos maus caminhos, e não morrereis, ó casa de Israel.[Ezequiel 33.10-11] Aqui, então, Ele deu esperança àqueles que pecam, quando eles se arrependerem, para que possam ter salvação por seu arrependimento, e não se desesperem de si mesmos e continuem em seus pecados
  • 43. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 43 ] e acrescentem a eles, mas podem se arrepender, suspirar e chorar por seus pecados e se converter de todo o coração. [cf Hermas Mand 12.6-2] [ii. 13] Mas que aqueles que não pecaram (p. 16) continuem sem pecado, para que também não venham a ter necessidade de choro, suspiros, tristeza e perdão. Pois de onde você sabe, ó homem que peca, quantos são os dias da sua vida neste mundo, para que você possa se arrepender? Pois tu não sabes a tua saída deste mundo, se porventura morrerás em teus pecados e não haverá mais arrependimento para ti; como é dito em Davi: No Sheol, quem te confessará? [Sl 6.6] Portanto, fica sem perigo aquele que poupa a sua alma e permanece sem pecado:? para que também a justiça praticada por ele no passado lhe seja preservada. Portanto, ó bispo, julgue assim:? antes de tudo estritamente; e depois receba (o pecador) com misericórdia e [[43]] compaixão, quando ele prometer se arrepender. E repreendê-lo e afligi-lo, e (depois) ser suplicado por ele, [ii. 14] por causa da palavra que é dita em Davi assim: Não entregue a alma que te confessa. [Sl 73 (74).19] E em Jeremias novamente Ele fala assim sobre o arrependimento daqueles que pecam:? Aquele que está caído não se levantará ? ou aquele que se desviou não volta? Por que meu povo se desviou com uma perversão vergonhosa e está preso em seus próprios artifícios e se recusou a se arrepender e voltar? [Jr 8.4-5] Por esta causa, então, receba aquele que se arrepende sem hesitar nem um pouco; e não seja impedido por aqueles que não têm misericórdia, que dizem:? 'Não é apropriado que sejamos
  • 44. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 44 ] contaminados com estes.'? Pois o Senhor Deus disse:? Os pais não morrerão pelos filhos, nem os filhos pelos pais. [Dt 24.16] E novamente em Ezequiel Ele fala assim:? E a palavra do Senhor veio a mim dizendo:? Filho do homem, se uma terra pecar contra mim, e praticar iniquidade diante de mim, estenderei a minha mão contra ela, e destruirei dela o sustento do pão, e enviarei a fome sobre ela, e destruirei de seus homens e animais. Mas se houver nela estes três homens, Noé, Daniel e Jó, pela sua justiça livrarão as suas almas, diz o Senhor Adonai.?[Ezequiel 14.12-14] A Escritura, então, mostra claramente que, se for achado um justo com um ímpio, não perecerá com ele, mas todo homem será salvo pela sua justiça; e se for impedido, é por seus próprios pecados que ele é impedido. E novamente em Sabedoria Ele diz: Todo homem está amarrado com o cordão de seus pecados. [Provérbios 5.22] Cada um, portanto, dos leigos deve prestar contas de seus próprios pecados; e um homem não é ferido por causa de? [[44]] os pecados dos outros. Pois Judas também não nos prejudicou quando estava orando conosco, mas ele sozinho pereceu. E na arca, Noé e seus dois filhos que foram salvos com vida, foram abençoados; mas Cam, seu outro filho, não foi (p. 17) abençoado, mas sua semente foi amaldiçoada; [Gn 9.25] e os animais que entravam, animais saíam. Não cabe a você, portanto, dar ouvidos àqueles que desejam (matar) e odeiam seus irmãos e amam acusações, e estão prontos para matar sob qualquer pretexto:? (porque um não morrerá por outro).? Mas você ajuda aqueles que estão doentes e expostos ao perigo e estão pecando, para que você possa livrá-los da morte; e
  • 45. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 45 ] (faça) não de acordo com a dureza de coração e a palavra e pensamento dos homens, (mas de acordo com a vontade e comando do Senhor nosso Deus). Pois não cabe a ti, ó bispo, que sendo a cabeça tu deves obedecer à cauda, que é um leigo, um homem contencioso que deseja a destruição de outro; mas considera apenas a palavra do Senhor Deus. E quanto a isso, que (os homens) não devem supor que perecem ou são contaminados pelos pecados dos outros, Ele novamente cortou seus maus pensamentos,1 E a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:? 2 Filho do homem, por que usareis este provérbio na terra de Israel, e dizeis:? Os pais comem uvas verdes e os dentes de seus filhos estão no limite? 3 Vivo eu, diz o Senhor Adonai, não haverá mais ninguém que use este provérbio em Israel. 4 Porque todas as almas são minhas:? assim como a alma do pai é minha, também a alma do filho é minha. A alma que pecar, essa morrerá.? 5 E um homem, se ele for justo, e fizer juízo e justiça, 6 e não comer sobre o [[46]]montes, e não levante os olhos para os ídolos da casa de Israel, e não contamine a mulher do seu próximo, e não se aproxime de uma mulher em sua menstruação, 7 e não trate ninguém com violência, e restitua o penhor de seu devedor que tomou, e vista o nu com uma roupa, 8 e não dê o seu dinheiro com usura, e não receba (de volta) com sobretaxa, e afaste a sua mão da iniqüidade , e julgue o direito entre um homem e seu próximo, 9 e ande nas minhas leis, e guarde os meus juízos e os cumpra:? este homem é justo, certamente viverá, diz o Senhor Adonai, 10 E se ele gerar um filho mau, que derrame sangue e pratique iniquidade, 11e não anda no caminho de seu pai justo, e come sobre os montes, e contamina a mulher do seu próximo, 12 e o mal intenciona
  • 46. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 46 ] o pobre e o necessitado, e comete roubos, e não restitui o penhor que assumiu, e levanta a sua olhos para os ídolos, e comete iniquidade, 13 e dá o seu dinheiro com usura, e recebe de volta com sobretaxa:? este homem não viverá:? porque ele cometeu toda esta iniquidade, certamente morrerá, e o seu sangue será sobre ele. 14 Mas se ele gerar um filho e vir aqueles pecados que seu pai cometeu, e temer e não fizer o mesmo (p, 18), 15e não comas sobre os montes, e não levantes os olhos para os ídolos da casa de Israel, e não contamines a mulher do teu próximo; pão ao faminto, e veste o nu com uma roupa, 17 e desvia a sua mão da iniquidade, e não aceita usura e sobretaxa, e pratica a justiça e anda nas minhas leis:? este homem não morrerá pela iniqüidade de seu pai, mas certamente viverá. 18 Mas seu pai, porque realmente cometeu opressão e roubo, e não fez bem ao meu povo, morrerá por sua iniqüidade. 19E você diz:? Por que o filho não é recompensado pela iniqüidade de seu pai? Porque o filho praticou a justiça e a misericórdia, e guardou todos os meus mandamentos e os fez, certamente viverá:? 20 a alma que pecar, essa morrerá.? Um filho não será punido pelos pecados de seu pai; e um pai [[48]] não será perdoado pelos pecados de seu filho. A justiça do justo cairá sobre ele; e a iniqüidade do ímpio cairá sobre ele. 21 E se o ímpio se desviar de toda a sua iniquidade que cometeu e guardar todos os meus mandamentos e praticar o juízo e a justiça, certamente viverá e não morrerá ; 22e toda a iniquidade que cometeu não será lembrada para ele:? pela justiça que fez, pela mesma viverá. 23 Pois não desejo a morte do pecador, diz o Senhor Adonai:? mas todo aquele que se converter do seu mau caminho viverá.? 24 E se o justo se desviar da sua justiça, e praticar a iniqüidade,
  • 47. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 47 ] conforme toda a iniquidade que o ímpio cometeu:? todas as suas justiças que praticou não lhe serão lembradas, mas pela iniquidade que cometeu e pelos pecados que cometeu, pelos mesmos morrerá. 25 E eles disseram: O caminho do Senhor não é bom. Ouça, casa de Israel:? meu caminho está bem, mas seus próprios caminhos não estão bem. 26E se o justo se desviar da sua justiça e praticar a iniqüidade :? pela iniquidade que cometeu, morrerá. 27 E se o ímpio se desviar da sua iniquidade que cometeu, e praticar juízo e justiça:? este homem entregou a sua alma.? 28 Porque se desviou de toda a iniquidade que cometeu, certamente viverá e não morrerá. 29 E a casa de Israel diz:? O caminho do Senhor não é bom. Meu caminho é bom, ó casa de Israel, mas seus próprios caminhos não são bons. 30 Portanto, farei isso? julgue cada um de vocês de acordo com seus caminhos, diz o Senhor Adonai. Volte e seja convertido de toda a sua iniquidade e maldade, para que estas coisas não sejam para você um tormento maligno.31 E lança fora e afaste de vós toda a maldade que fizestes, e fazei para vós um novo coração e um novo espírito, e não morrereis, ó casa de Israel: 32 pois não desejo a morte do pecador, diz o Senhor (p. 19) Adonai : mas voltai e vivei. [Ezequiel 18.1-32] [ii. 15] Vede, amados e queridos filhos, quão abundantes são as misericórdias do Senhor nosso Deus e Sua bondade e benignidade para conosco, e (como) Ele exorta aqueles que [[50]] pecaram a se arrependerem. E em muitos lugares Ele fala dessas coisas; e Ele não dá lugar ao pensamento daqueles que são duros de coração e desejam julgar severamente e sem misericórdia, e rejeitar completamente aqueles que pecaram como se não
  • 48. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 48 ] houvesse arrependimento para eles. Mas Deus (não é) assim, mas até os pecadores Ele chama ao arrependimento e lhes dá esperança; e aqueles que não pecaram, Ele ensina e diz-lhes que não devem supor que carregamos ou participamos dos pecados dos outros. Simplesmente, então, receba aqueles que se arrependem, regozijando-se. Pois Ele falou novamente no mesmo profeta a respeito do arrependimento assim:? 12E tu, filho do homem, dize aos filhos do teu povo:? A justiça do justo não o livrará no dia em que ele fizer impiedade ; e a iniquidade do ímpio não o prejudicará no dia em que ele se converter da sua iniquidade:? e o justo não pode viver no dia em que pecar. 13 E quando eu disser ao justo que certamente viverá, e confiará na sua justiça e praticará a iniquidade :? toda a sua justiça não será lembrada para ele, mas pela iniquidade que cometeu, pela mesma morrerá. ? 14 E quando eu disser ao ímpio:? Certamente morrerás; e ele se converter do seu pecado e praticar o juízo e a justiça, 15e devolva o penhor que assumiu, e restitua o que roubou, e ande nos julgamentos e mandamentos da vida para que não cometa iniquidade :? ele certamente viverá e não morrerá, 16 e todos os seus pecados que cometeu não serão lembrados para ele:? fez juízo e justiça, certamente viverá. 17 E os filhos do teu povo dizem:? O caminho do Senhor Adonai não é bom. Diga-lhes:? É seus próprios caminhos não estão bem :? 18 porque, se o justo se desviar da sua justiça e praticar a iniquidade, certamente morrerá pela sua iniquidade; 19 e se o ímpio se converter da sua iniqüidade e praticar o juízo e a justiça, por ele viverá.[Ez 33.12-19]
  • 49. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 49 ] Cabe a vós, então, ó bispos, julgar de acordo com as [[ 52]] Escrituras aqueles que pecam, com mansidão e com misericórdia. Pois se, quando um homem está andando à beira de um rio e está prestes a escorregar, ao fazê-lo (escorregar) você o empurrou (e) o jogou no rio, você também cometeu um assassinato. Mas se um homem escorregasse na beira de um rio e estivesse perto de perecer, você rapidamente estenderia a mão para ele e o puxaria para fora, para que não perecesse completamente. Portanto, faça o mesmo (com o pecador); para que teu povo aprenda e entenda, e ele também para que os pecados não pereçam completamente. [ii. 16] Mas quando você vir alguém que pecou, seja severo (p. 20) com ele e ordene que o exponham; e quando ele sair, que eles sejam severos com ele, e o responsabilizem, e o mantenham fora da Igreja; e então deixe-os entrar e implorar por ele. Pois o próprio Salvador também suplicava a Seu Pai pelos pecadores, como está escrito no Evangelho: Meu Pai, eles não sabem o que fazem, nem o que falam:? mas se for possível, perdoa- lhes. [? (cf Lc 23.34, Mt 26.39, 1Tim 1.7] E então tu, ó bispo, ordena-lhe que entre e examine-o para ver se ele está arrependido. E se ele for digno de ser recebido na Igreja, estabeleça-lhe dias de jejum de acordo com sua ofensa, duas ou três semanas, ou cinco, ou sete; e então dispensá-lo para que ele possa partir, dizendo-lhe tudo o que é certo para admoestação e instrução; e repreenda-o e diga-lhe que fique sozinho em [[53]] humilhação, e que implore e rogue durante os dias de seu jejum para que seja considerado digno do perdão dos pecados:? como está
  • 50. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 50 ] escrito em Gênesis:? Você pecou? fique em silencio:? o teu arrependimento estará contigo, e sobre ele terás poder.? [Gn 4.7] Também a Maria, irmã de Moisés, quando ela falou contra Moisés, e depois se arrependeu e foi considerada digna de perdão, foi dito do Senhor: Se seu pai tivesse cuspido em seu rosto, seria bom para ela se envergonhe, e fique separada sete dias fora do arraial, e depois volte. ?[Nm 12.14] Assim também a vós convém fazer:? expulsar da Igreja aqueles que prometem se arrepender de seus pecados (por um espaço) proporcionalmente às suas ofensas:? e depois você os recebe como pais misericordiosos. [ii. 17] Mas se o bispo for em si mesmo uma (causa de) ofensa, como ele pode se levantar e inquirir os crimes de qualquer homem, ou repreendê-lo e dar sentença sobre ele? Pois, por causa da parcialidade, ou dos presentes que recebem - ou ele ou os diáconos, cuja consciência não é pura - eles (os diáconos) não podem se esforçar para ajudar o bispo; pois temem ouvir (do pecador), como de um homem insolente, aquela palavra que está escrita no Evangelho:? Por que vês tu o argueiro no olho do teu irmão e não percebes a trave que está no teu próprio olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho; e então perceberás para tirar o argueiro do olho de teu irmão.[Mt 8.3, 5; Lc 6.41-42] A razão, então, que o bispo, com seus diáconos, temem, (é) para que não ouçam do pecador, como de um homem insolente, essa [[54]] palavra do Senhor. Pois ele não sabe que é uma coisa perigosa para um homem falar contra o bispo, e que ele (o bispo) pode ser considerado uma ofensa em todo o distrito (p. 21). Pois aquele que tem pecado carece de entendimento, e não
  • 51. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 51 ] mais poupa sua alma. Portanto, seja qual for a causa do medo do bispo, ele finge não ter conhecimento daquele que peca, e passa por cima dele, não o repreende e não o corrige. E, portanto, Satanás, quando ele encontra uma ocasião para ele por meio de um, obtém poder sobre os outros também - o que Deus proíbe que aconteça - e assim acontece que o rebanho se torna tal que não pode mais ser corrigido. . ? Pois quando há muitos que pecam, o mal se fortalece; e considerando que aqueles que pecam não são corrigidos e repreendidos para que se arrependam, isso se torna para todos um incentivo ao pecado:? e o que é dito é cumprido:?Minha casa é chamada casa de oração, mas vocês a transformaram em um covil de ladrões. ? [Mt 21.13; Lc 19.46] Mas se o bispo não se cala para aqueles que pecam, mas repreende e reprova e corrige e admoesta e aflige aquele que peca, ele lança pavor e medo sobre os outros também. Pois cabe ao bispo ser, por sua doutrina, um repressor de pecados e um exemplo e encorajador da retidão, e pela admoestação de seu ensino um diretor de boas obras, e alguém que elogie e engrandeça as coisas boas que estão por vir e estão acontecendo. prometido por Deus no lugar da vida eterna:? um proclamador também da ira vindoura no julgamento de Deus, com a ameaça do fogo doloroso que é inextinguível e intolerável. E deixe-o saber o significado da vontade de Deus, que ele não despreze nenhum homem; porque nosso Salvador disse:Vede que não desprezeis nenhum destes pequeninos que crêem em mim. [Mt 18.10; cf. v. 6] [ii. 18] Que o bispo, portanto, cuide de todos, tanto [[55]] daqueles que não pecaram, para que possam continuar como estão sem pecado, quanto daqueles que
  • 52. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 52 ] pecaram, para que se arrependam, e que ele possa concede-lhes o perdão dos pecados, como está escrito em Isaías que o Senhor diz:? Solte todo laço de iniquidade e corte todos os laços de violência e extorsão. [Is 58.6] CAPÍTULO VII Aos Bispos. Portanto, ó bispo, ensine e repreenda, e solte pelo perdão. E conhece o teu lugar, que é o de Deus Todo- Poderoso, e que recebeste autoridade para perdoar pecados. Pois a vós, bispos, foi dito: Tudo o que ligardes na terra, será ligado no céu; e tudo o que desligardes, será desligado. ?[Mt 18.18] Como, portanto, tu tens autoridade para perder, conhece a ti mesmo e tuas maneiras e tua conversa (p. 22) nesta vida, para que sejam dignos de teu lugar. Mas sem pecado não há nenhum entre os homens, [cf. 3 Reis 8,46; 2Chr 6.36] pois está escrito: Não há homem puro de impureza, ainda que sua vida no mundo dure apenas um dia. [Jó 14.4-5] Portanto, a vida e o modo de vida dos homens justos e patriarcas foram escritos, para que se soubesse que em cada um deles havia pelo menos algum pequeno pecado; para que se entenda que só o Senhor Deus é sem pecado, como disse em Davi:? Para que sejas justificado em tuas palavras e prevaleças em teus julgamentos. ?[Sl 50 (51). 6] Pois a pequena impureza do justo é para nós um consolo e um encorajamento, e uma (fonte de) confiança de que também nós, se pecarmos um pouco, temos esperança de obter perdão .[[56]]
  • 53. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 53 ] Não há homem, então, sem pecado. Mas tu te esforças de acordo com teu poder para não estar em nada reprovável. [1Tim 3.2] E cuida de todos, para que ninguém tropece e pereça por causa de ti. Pois um leigo cuida apenas de si mesmo, mas tu carregas o fardo de todos. E muito grande é a carga que carregas; pois a quem o Senhor muito deu, muito também exigirá de suas mãos. [Lc 12.48] Visto que carregas o fardo de todos, sê vigilante; pois está escrito: O Senhor disse a Moisés:? Tu e Aarão levarão sobre vós os pecados do sacerdócio.[Números 18.1] Porque, assim como hás de prestar contas a muitos, assim cuida de todos; pois aqueles que são sãos tu preservarás, mas aqueles que pecaram tu admoestas, repreendes e afliges; e (depois) aliviá-los com o perdão. E quando aquele que pecou se arrependeu e chorou, receba-o; e enquanto todo o povo ora por ele, coloque a mão sobre ele e deixe-o doravante estar na Igreja. Mas os que estão sonolentos e preguiçosos tu trazes de volta e despertas e firmas, exortas-os e fazes- os soar:? pois tu sabes que recompensa tens se assim fizeres; mas se você o negligenciar, o perigo virá sobre você; pois o Senhor falou assim em Ezequiel a respeito daqueles bispos que negligenciam seu povo:? 1 E a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:? 2Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel, e dize-lhes:? Assim diz o Senhor Adonai:? Ai dos pastores de Israel, que se alimentam a si mesmos; e as minhas ovelhas os pastores não alimentaram.? 3 Do leite [[57]] comeis, e com a lã vos vestis, e o que é gordo matais e as ovelhas não apascentais. 4 A que estava enferma não curastes e a que estava fraca não fortalecestes e a que estava quebrada não ligastes e a que se extraviou (p. 23 ) não trouxestes de
  • 54. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 54 ] volta e a que se havia perdido não procurou; mas com força e com escárnio os subjugastes. 5 E as minhas ovelhas andaram dispersas por falta de pastor, e tornaram-se pasto para todos os animais do campo. 6E minhas ovelhas se espalharam e se desviaram nas altas montanhas e nas altas colinas e na face da terra minhas ovelhas se espalharam e não havia ninguém para exigir e buscar. ? 7 Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do Senhor Adonai. 8 Visto que as minhas ovelhas se tornaram despojo e pasto para todo animal do campo por falta de pastor, e os pastores não buscaram as minhas ovelhas, mas os pastores se apascentaram a si mesmos, e as minhas ovelhas os pastores não apascentaram:?? 9 portanto, ó pastores, ouvi a palavra do Senhor. 10 Assim diz o Senhor Adonai: Eis que estou contra os pastores e buscarei minhas ovelhas em suas mãos; e eu os farei cessar, para quedoravante eles não apascentam minhas ovelhas:? e os pastores não mais se alimentarão; mas livrarei as minhas ovelhas de suas mãos, e não lhes servirão mais de alimento. 11 Pois assim diz o Senhor Adonai:? Portanto, eis que buscarei as minhas ovelhas e as visitarei:? 12 como o pastor visita as suas ovelhas no dia da tempestade, quando está no meio delas, assim visitarei as minhas ovelhas. ? [[ 58]] E os congregarei de todos os lugares para onde foram espalhados no dia da nuvem e da escuridão , 13 e os tirarei dentre os povos, e os congregarei das terras, e os trarei às suas terra ;e as apascentarei nos montes de Israel e em todos os lugares desertos da terra. 14 E em um pasto bom e gordo os alimentarei, e nos montes do Altíssimo de Israel estará a glória de sua formosura. Ali se acamparão em bom acampamento, e em pastos férteis se apascentarão
  • 55. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 55 ] nos montes de Israel. 15 Apascentarei as minhas ovelhas, e as estabelecerei, diz o Senhor Adonai:? 16 a que se perdeu buscarei, a que se extraviou trarei de volta, a quebrada ligarei, a enferma fortalecerei, e a gorda e sã guardarei; ? e eu os alimentarei em julgamento.? 17E vós, minhas ovelhas, as ovelhas do meu rebanho, assim diz o Senhor Adonai:? Eis que julgarei entre ovelha e ovelha, e entre carneiro e carneiro. 18 É pouco para vós isto, que devorais um pasto bom e gordo, e o resto do vosso pasto pisais com os vossos pés, 19 e as minhas ovelhas beberam o que foi pisado pelos vossos pés . ? 20 Portanto assim diz o Senhor Adonai:? Eis que julgarei entre ovelha e ovelha, e entre os que estão doentes:? 21 porque os esmurrastes com os vossos flancos e com os vossos ombros, e com os vossos chifres esmurrastes todos os enfermos, até os terdes espalhado. 22E livrarei as minhas ovelhas, e elas não serão mais despojadas: (p. 24) e julgarei entre ovelha e ovelha.? 23 E porei sobre elas um só pastor, e ele as apascentará e será o seu pastor; 24 e Davi, meu servo, será seu governante no meio deles:? Eu, o Senhor, falei. 25 E farei para eles um pacto de paz e farei cessar as feras malignas da terra; e habitarão seguros no deserto, e dormirão nos [[60]] bosques. 26 E darei a eles uma bênção ao redor da minha montanha; e farei descer chuva a seu tempo, e será chuva de bênção. 27E as árvores do campo darão os seus frutos, e a terra dará a sua novidade. E eles habitarão em sua terra com segurança:? e saberão que eu sou o Senhor, quando eu cortar as correias do seu jugo. E eu os livrarei da mão daqueles que os subjugaram, 28 e eles não servirão mais de presa para os povos, e os animais do campo não os devorarão mais; mas eles se deitarão seguros e não haverá quem os espante. 29 E
  • 56. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 56 ] estabelecerei para eles uma plantação de renome; e eles não serão mais poucos e desamparados na terra e não mais levarão sobre si a vergonha dos povos. 30E saberão que eu sou o Senhor seu Deus com eles, e eles são o meu povo da casa de Israel, diz o Senhor Adonai.? 31 E vós minhas ovelhas, as ovelhas do meu rebanho, são homens, e eu sou vosso Deus, diz o Senhor Adonai. [Ez 34.1-31] [O autor da Didascalia adverte para que os bispos conduzam a igreja com firmeza. Bispos e presbíteros eram funções idênticas, havendo uma pequena distinção para bispos que supervisionavam algumas congregações, mas que mantinha sua função pastoral. Bispo ou presbítero é um oficio, um cargo, mas pastor é uma função.] [ii. 19.] Ouçam, então, vocês bispos, e ouçam, vocês leigos, como o Senhor diz: ?? julgarei entre carneiro e carneiro, e entre ovelha e ovelha ; [Ez 34.17 (cf. 22)] isto é, entre bispo e bispo, e entre leigo e leigo:? se leigo ama leigo, [ii. 20] e se novamente o leigo ama o bispo e o honra e teme como pai e senhor, e (como) Deus depois de Deus Todo-Poderoso; pois ao bispo foi dito pelos apóstolos:? Todo aquele que vos ouve, a mim ouve; e todo aquele que vos rejeita, a mim rejeita, e aquele que me enviou :? [Lc 10.16] e ainda, se o bispo ama os leigos como a seus filhos, e os acalenta e os mantém aquecidos com carinho, como ovos dos quais [[62]] passarinhos estão por vir; ou cuida deles e os cuida como pássaros jovens, para a criação de aves aladas. Ensine, então, e admoeste a todos; e os que merecem repreensão, repreendem e afligem:? mas para conversão e não para destruição; e admoesta-os ao arrependimento e corrige-os, para que
  • 57. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 57 ] tornes seus caminhos retos e justos e ordenes bem a conduta de suas vidas no mundo. O que é inteiro preserva :? [Ezequiel 34.16] isto é, aquele que está firmado na fé guarda atentamente; e pastorear todo o povo em paz. (pág. 25)? E o que é fraco fortalece :? [Ezequiel 34.4] isto é, aquele que é tentado confirma com admoestação.? E o que está doente cura :? [Ezequiel 34.4] isto é, aquele que está enfermo por duvidar de sua fé, cure com doutrina. E o que está quebrado, ata-o :? [Ezequiel 34.4, 16] isto é, aquele que é ferido ou esbofeteado ou quebrado por seus pecados, e se desvia do caminho certo, amarre; isto é, com a exortação de admoestação, cure-o, ilumine-o de suas transgressões, console-o e mostre-lhe que há esperança para ele; e amarrá-lo e curá-lo e trazê-lo para a Igreja.E o que se extraviou, traga de volta :? [Ez 34.4, 16] isto é, aquele que foi deixado em pecado e foi apresentado para repreensão, não o deixes fora, mas ensina-o e admoesta-o, e traze-o de volta e recebe-o no teu rebanho, isto é, no povo de a Igreja.? E o que está perdido procure:? [Ezequiel 34.4, 16] isto é, aquele que por causa da multidão de suas transgressões se desesperou e se abandonou à destruição, não permita que pereça completamente, para que por total negligência e indiferença não adormeça e sob o peso de seu sono esquece a sua vida, afasta-se e afasta- se do seu rebanho, que é da Igreja, e cai na perdição. Pois quando ele estiver fora do rebanho e removido do rebanho, os lobos [[63]] o devorarão enquanto ele estiver perdido, e ele perecerá completamente. Mas procure-o, admoeste-o, ensine-o e traga-o de volta; e visite-o, e encoraje-o a ficar acordado, e deixe-o saber que há esperança para ele. E
  • 58. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 58 ] elimine isso do pensamento dos homens, que eles devem dizer ou imaginar o que já foi ensaiado:?Nossos crimes e nossos pecados estão sobre nós, e neles estamos perdidos:? como então podemos viver? ? [Ezequiel 33.10] Porque não devem dizer nem imaginar estas coisas; e eles não devem pensar que sua esperança é cortada por causa da multidão de seus pecados; mas eles devem saber que as misericórdias de Deus são muitas, pois com juramento e com intenção graciosa Ele prometeu perdão àqueles que pecam. Mas se um homem pecar e não conhecer as Escrituras, e não conhecer a paciência e a misericórdia de Deus, e não conhecer o limite do perdão e do arrependimento: por isso mesmo, por ser ignorante, ele perece. Portanto, como um pastor compassivo, cheio de amor e misericórdia e cuidadoso com seu rebanho, visite e conte seu rebanho e busque o que se perdeu; como disse o Senhor Deus, Jesus Cristo, nosso bom Mestre e Salvador: (p. 26) 'Deixe as noventa e nove nas montanhas e vá procurar aquela que se extraviou. E quando você o encontrar, carregue-o sobre seus ombros, regozijando-se porque você encontrou o que se extraviou; e trazê-lo e deixá-lo misturar com o rebanho.' [cf. Mt 18.12-14; Lc 15.4- 7]? Portanto, sê obediente também, ó bispo, procura aquele que se perdeu e procura aquele que se extraviou, e traga de volta aquele que está mantendo [[64]] distante. [cf. Ez 34.16] Pois tu tens autoridadeperdoar pecados ao que ofende; [Lc 4.18; Is 58.6] porque te revestiste da pessoa de Cristo.? Portanto, nosso Salvador também disse àquele que havia pecado:? Teus pecados te são perdoados:? a tua fé te salvou com vida:? vá em
  • 59. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 59 ] paz. ? [Mt 9.2 (etc)] Agora, 'paz' é a Igreja de tranquilidade e descanso, na qual Ele restaurou aqueles a quem Ele libertou dos pecados, são (e) sem mácula, tendo uma boa esperança e zelosa nos exercícios de trabalhos e aflições [ Mc 10.52; Lc 17.19; Mc 5.34; Lc 7.50; 8.48]. Pois, como um médico sábio e compassivo, Ele estava curando a todos, especialmente aqueles que estavam perdidos. em seus pecados; porque os sãos não precisam de médico, mas sim os doentes.?[Mt 9.12 (etc)] E tu também, ó bispo, foste feito médico da Igreja:? não retenhas, portanto, a cura pela qual podes curar aqueles que estão enfermos com pecados, mas, por todos os meios, cura e cura, e restaura-os sãos para a Igreja. E não vos censureis com esta palavra que o Senhor falou: Com força e com escárnio os subjugastes. [Êx 34.4] [ii. 21.]? Não use então a força, não seja violento, não pronuncie sentenças severas e não seja impiedoso; e não zombe do povo que está sob tua responsabilidade, nem esconda deles a palavra de arrependimento. Pois isto é que, com força e com escárnio, você os estava subjugando, se você lidar duramente com seus leigos e corrigi-los com força,e empurre e expulse e não receba (de volta) aqueles que pecam, mas duramente e sem misericórdia esconda deles o arrependimento, e torne-se um ajudante para o "retorno do mal" e para a dispersão do rebanho para carne para os animais do campo, [Ezequiel 34.5] isto é, para os homens maus deste mundo:? não, na verdade não aos homens, mas aos animais, aos pagãos e aos hereges. Pois para aquele que sai da Igreja, eles se unem e, como bestas malignas, o devoram como carne. E por causa da tua dureza, aquele que sair da Igreja [[66]] sairá e entrará entre os pagãos, ou será afundado nas heresias; e ele se tornará um estranho
  • 60. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 60 ] completamente, e se afastará (p. 27) da Igreja e da esperança de Deus, E da perdição daquele (homem) tu serás culpado, porque estás pronto para expulsar e rejeitar os que pecam, e quando eles se arrependerem e se converterem, tu não os receberás novamente. E você caiu sob a condenação daquela palavra do Senhor que Ele falou:?Seus pés são rápidos para o mal e eles se apressam em derramar sangue. Aflição e miséria estão em seus caminhos; e o caminho da paz não conheceram. ? [Isa 59.7-8] Ora, o caminho da paz é o nosso próprio Salvador, como disse:? Perdoai os pecados dos que pecam, para que também a vós sejam perdoados os vossos pecados :? dai, e ser-vos-á dado ; [Lc 6.37-38] que significa:? Dai o perdão dos pecados, para que também recebais o perdão. E novamente Ele nos ensinou que devemos estar constantemente orando em todos os momentos e dizendo:? Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. [Mt 6.12] Mas, se não perdoares aos que pecam, como receberás o perdão? Eis que não está a tua própria boca contra ti, e não te condenas a ti mesmo por dizeres: 'Eu perdoei', quando não perdoaste, mas na verdade mataste? Pois aquele que expulsa um homem da Igreja sem piedade, o que mais ele mata cruelmente e derrama sangue sem piedade? Pois, se por algum justo for injustamente morto à espada, diante de Deus ele será recebido em descanso; [Sabedoria 4.7] mas aquele que expulsa um homem da Igreja e não o recebe mais, cometeu assassinato perpétuo, cruel e cruelmente, e [Deus] dá por alimento ao fogo doloroso eterno aquele que é expulso da Igreja, e não considera a misericórdia de Deus, e não se lembra de Sua bondade para com os penitentes, [[68]] e não segue o exemplo de Cristo,
  • 61. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 61 ] [ii. 22] Cabe a ti, ó bispo, ter diante de teus olhos as coisas que aconteceram nos tempos antigos, para que delas possas aprender, por comparação, a cura de almas, e a admoestação, reprovação e exortação daqueles que se arrependem e precisam de exortação. E quando tu julgas qualquer pessoa, tu com diligência e muita investigação comparas e segues a vontade de Deus:? e como Ele fez, você também deve fazer em seus julgamentos. Ouçam, então, ó bispos, a respeito dessas coisas um exemplo adequado e útil. Está escrito no quarto Livro dos Reinos, e também no segundo Livro das Crônicas, assim:? 1 Naqueles dias reinou Manassés, (p. 28) tendo doze anos; e cinquenta anos reinou em Jerusalém:? e o nome de sua mãe era Hefzibá.?2 E fez o que era mau perante o Senhor, segundo a impureza daqueles povos que o Senhor destruiu de diante dos filhos de Israel. 3 E voltou-se novamente e edificou os santuários que Ezequias, seu pai, havia derrubado ; e levantou colunas a Baal, e fez abominações, como fizera Acabe, rei de Israel. E ele fez altares para todo o serviço do céu, e adorou todos os exércitos do céu. 4 E ele construiu altares aos demônios na casa do Senhor, da qual o Senhor havia dito: Na casa do Senhor em Jerusalém, ali [[ 70]] porei o meu nome.? E Manassés serviu os santuários, e disse:? Meu nome durará para sempre.? 5E ele construiu altares para todo o serviço do céu nos dois átrios da casa do Senhor; 6 e ele fez seus filhos passarem pelo fogo no vale de Bar-Hinnom.? E ele praticou augúrio e usou magia; ? e ele fez adivinhos, encantadores e adivinhos, e fez muito mal aos olhos do Senhor para provocá-lo à ira. 7 E pôs a imagem abominável de fundição e escultura que ele havia feito, na casa do Senhor, da qual o Senhor
  • 62. DIDASCALIA APOSTOLORUM COM COMENTÁRIOS [ 62 ] disse a Davi e a Salomão, seu filho:? Nesta casa e em Jerusalém, que escolhi dentre todas as tribos de Israel, porei o meu nome para sempre; 8e não mais retirarei os meus pés da terra de Israel, que dei a seus pais:? contudo, somente se eles guardarem tudo o que eu lhes ordenei, de acordo com todos os mandamentos que meu servo Moisés lhes ordenou. 9 E eles não deram ouvidos:? e Manassés os seduziu para fazerem o que era mau aos olhos do Senhor, segundo as obras daqueles povos que o Senhor destruiu de diante dos filhos de Israel. 10 E o Senhor falou contra Manassés e contra o seu povo pela mão de seus servos, os profetas, e disse:? 11 Porque Manassés, rei de Judá, fez estas abominações perversas, como fizeram os amorreus que foram antes dele, e fez Judá também pecar com os seus ídolos:? 12portanto, assim diz o Senhor Deus de Israel:? Eis que trago tais males sobre Jerusalém e sobre Judá que todo aquele que ouvir falar deles, ambos os seus ouvidos zumbirão. 13 E estenderei sobre Jerusalém o cordel de medir de Samaria e o prumo da casa de Acabe; .e limparei Jerusalém como se limpa um pote de água, quando é virado e cai sobre o seu rosto.? 14 E o restante da minha herança entregarei à espada, e os entregarei nas mãos de seus inimigos; e servirão de presa e despojo a todos os que os odeiam, 15 porque fizeram o mal aos meus olhos:? pois eles são um (povo) provocador, desde o dia em que [[72]] tirei seus pais de (p. 29)Egito até hoje.? 16 Além disso, Manassés derramou muito sangue inocente, até que ele encheu Jerusalém de um extremo ao outro com mortos:? por causa dos pecados que cometeu, e fez Judá também pecar, fazendo o que era mau perante o Senhor [2Rs 21.1-16; cf 2Cr 33.1-13]. ? E o Senhor trouxe contra eles os maiorais da Assíria; e eles pegaram