SlideShare uma empresa Scribd logo
Contos Infantis
                                                                   Queti Tonetti




Resumo

Os contos infantis trazem para as crianças um mundo repleto de fantasias,
fazendo com que ela se sinta participante do conto, trazendo para sua
realidade atitudes positivas em relação a sua vivencia diária. Por meio do faz
de conto a criança desenvolve-se como ser pensante, ser este que pode
identificar-se com o príncipe, mas, também pode se identificar com o vilão da
historia, deste modo, já se pode trabalhar questões importantes vinculadas ao
caráter do aluno.

A inserção do aluno no mundo da leitura é primordial, pois através de trabalhos
realizados pelos pais e professores é que se pode desenvolver nas crianças o
verdadeiro gosto pelos livros, sendo uma boa maneira de relacionar a criança
ao gosto pela leitura. Sendo assim é de grande valia o modo com que os
educadores trabalham com os contos infantis.

Os alunos no inicio de sua vida escolar, ao deparar-se com atividades que
envolvam contos, demonstram um fascínio espetacular, passam a interpretar o
personagem da historia, também a recontam inúmeras vezes. Desta forma,
percebe-se que a facilidade apresentada pelas crianças, onde estas adentram
o mundo da imaginação/ do faz de conta/ do interesse pelos contos.

Desta forma podem-se moldar elementos que no futuro estarão mais
engajados no quesito leitura. Para que isso aconteça devemos, nos perante a
educação desenvolver exercícios onde estaremos demonstrando para nossos
alunos necessidade da leitura para nos seres humanos.

Palavras – chave: Contos Infantis, Crianças, Leitura.




Abstrac
The fairy tales, children bring to a world full of fantasy, making her feel a
participant in the tale, bringing to reality his positive feelings about their daily
lives. Through the tale makes the child develops as a thinking being, that which
can be identified with the prince, but can also identify with the villain of the story,
thus, can already be linked to work on issues important to the character the
student.
The inclusion of students in the world of reading is essential, because through
work done by parents and teachers is that they can develop in children a real
taste for books and is a good way to relate the child to the love of reading. So
valuable is the way that educators working with children with tales.
Students at the beginning of their school life, when faced with activities involving
stories, show Awe a spectacular start to play the character of the story, also
recounted the numerous times. Thus, we find that the ease shown by the
children, where it enters the world of imagination / pretend to / interest in the
tales.
Thus it may be elements that shape the future will be more engaged in the
issue reading. For this to happen we must, in the face of education in
developing exercises where we our students need to read for humans.

Key – words: Fairy Tales, Children, Reading.




Desenvolvimento

Os contos infantis na atualidade passam a ater um importante papel na vida do
leitor, sendo este, no entanto uma criança. Deste modo, a moral da historia e a
o desenrolar dos contos passam a envolver o individuo levando-o a um mundo
imaginário, onde não há lugar para que aconteçam finais trágicos, e sim
términos onde ocorra sempre um fim onde prevaleça a harmonia e a felicidade.

Deste modo, há a necessidade da inserção de contos infantis na vida das
crianças, pois deste modo, os mesmos possam refletir a cerca da confiança, da
harmonia, relação de família e amigos, estas lições vem sempre por meio das
morais da historia, ou até mesmo o próprio conto faz com que a criança possa
refletir sobre determinado assunto. A partir de cada conto escolhido, o
educador por sua vez, pode estar trabalhando com as crianças questões como
os valores, que hoje são importantíssimos na nossa sociedade. Sabemos
também que muitos destes valores foram esquecidos e por este motivo que
hoje temos tantos problemas ocasionados pela falta dos mesmos.

Os contos trazem para a criança um mundo repleto de fantasias, fazendo com
que a criança se sinta participante do conto, trazendo para sua realidade
atitudes positivas em relação a sua realidade. Por meio do faz de conto
acriança desenvolve-se como ser pensante, ser este que pode identificar-se
com o príncipe, mas, também pode se identificar com o vilão da historia, deste
modo, já se pode trabalhar questões importantes vinculadas ao caráter do
aluno.

A inserção do aluno no mundo da leitura é primordial, pois através de trabalhos
realizados pelos pais e professores é que se pode desenvolver nas crianças o
verdadeiro gosto pelos livros, sendo uma boa maneira de relacionar a criança
ao gosto pela leitura

Observa-se que as crianças no geral, não apresentam interesse pelos livros,
mas sim nos meios de comunicação, sendo estes muitos, e cada vez mais
modernos. Deste modo, os alunos não passam a não interessar-se pelos livros
infantis. Tendo a escola o papel de intermediar tecnologia e mundo imaginário
dos contos.

Os contos infantis passam a ter um importante papel na vida do leitor, sendo
este, no entanto uma criança. Deste modo, a moral da historia e a o desenrolar
dos contos passam a envolver o individuo levando-o a um mundo imaginário,
onde não há lugar para que aconteçam finais trágicos, e sim términos onde
ocorra sempre um fim onde prevaleça a harmonia e a felicidade. Lembrando
também, que as crianças através dos contos passam a adquirir conhecimento e
desta forma concretizar a interiorização:

De acordo com Piaget (1973)
Uma vez que os símbolos e os sinais se diferenciem de seus
                     significados vão possibilitar a evocação de objetos e situação não
                     percebidos atualmente, constituído o inicio da representação. Dessa
                     forma, a função simbólica permite a interiorização, passam cada vez
                     mais a ser exercitada em pensamento, ou simbolicamente.

Para isso, há a necessidade da inserção de contos infantis na vida das
crianças, só desta forma eles irão apropriar-se de um mundo repleto de
significado. Também possam refletir a cerca da confiança, da harmonia,
relação de família e amigos, estas lições vêm sempre por meio das morais da
historia, ou até mesmo o próprio conto, onde faz com que a criança possa
refletir sobre determinado assunto. A partir de cada conto escolhido, o
educador por sua vez, pode estar trabalhando com as crianças questões como
os valores, que hoje são importantíssimos na nossa sociedade. Sabemos
também que muitos destes valores foram esquecidos e por este motivo que
hoje temos tantos problemas ocasionados pela falta deles.

O aluno é um sujeito repleto de informações, e através destas ele passa a
realizar conclusões e a desenvolver ações, e é por meio dos contos que
podemos reforçar na criança a interiorização de conhecimento, lembrando, que
esta já possui conhecimento prévio. Freire afirma:

                      A grande tarefa do sujeito que pensa certo não é transferir, depositar,
                     oferecer, doar ao outro, tomando como paciente do seu pensar. A
                     inteligibilidade das coisas, dos fatos, dos conceitos. A tarefa coerente
                     do educador que pensa certo é [...] desafiar o educando com quem se
                     comunica e a quem comunica produzir sua compreensão do que vem
                     sendo comunicado.

Quando a criança inicia sua trajetória escolar na educação infantil, onde se da
o momento de instigá-la de cativá-la para a leitura, e a melhor forma possível
de se fazer isto é deixar que esta possa manusear os livros, contar sua historia,
ou seja imaginar, será desta maneira que ela poderá desenvolver o verdadeiro
gosto pela leitura, e ser um amante dos livros.




Considerações Finais
Portanto para que se possa desenvolver nas crianças o verdadeiro gosto pela
leitura, pode-se desfrutar dos contos infantis, pois estes trazem para a criança
o mundo do faz de conta, e através deste ele poderá apreciar a leitura,
desenvolvendo seu cognitivo e interiorização de conteúdos. Tendo em vista
que os contos infantis trazem para a criança o conceito de certo e errado,
também demonstram o bem e o mal. Pois é através destes quesitos que o
aluno passara a concretizar seu caráter, passando a ser uma pessoa mais
solidaria e com caráter.




Referências


FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários a prática
educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.




PALANGANA, Islda Campaner. Desenvolvimento e aprendizagem em Piaget

e Vygotsky: A relevância social. 3.ed. São Paulo:Summus, 2001.




SOLÉ, Isabel; Estratégias de Leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Artigo11
Artigo11Artigo11
Artigo11
cefaprodematupa
 
Flavia vanuza monica
Flavia vanuza monicaFlavia vanuza monica
Flavia vanuza monica
Fernando Pissuto
 
A importância da literatura
A importância da literaturaA importância da literatura
A importância da literatura
Thais Bueno
 
[Resenha] Afinal, o que é Literatura Infantil?
[Resenha] Afinal, o que é Literatura Infantil?[Resenha] Afinal, o que é Literatura Infantil?
[Resenha] Afinal, o que é Literatura Infantil?
Universidade Federal de Roraima
 
Literatura infantil e juvenil aula2
Literatura  infantil e juvenil   aula2Literatura  infantil e juvenil   aula2
Literatura infantil e juvenil aula2
Carla Karinne Oliveira
 
Literatura infantil Adriano
Literatura infantil AdrianoLiteratura infantil Adriano
Literatura infantil Adriano
Adriano De Campos
 
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-EscolarA Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
Sonia Pacheco
 
A literatura infantil e seu poder de formar leitores
A literatura infantil e seu poder de formar leitoresA literatura infantil e seu poder de formar leitores
A literatura infantil e seu poder de formar leitores
marcia cristina da silva souza
 
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃOPaper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Polliane Almeida
 
A leitura e sua relação
A leitura e sua relaçãoA leitura e sua relação
A leitura e sua relação
Lilian Miranda
 
Eva edilaine erika
Eva edilaine erikaEva edilaine erika
Eva edilaine erika
Fernando Pissuto
 
LINO_Filosofia para crianças
LINO_Filosofia para criançasLINO_Filosofia para crianças
LINO_Filosofia para crianças
Adriana Melo
 
LITERATURA
LITERATURALITERATURA
Atps -literatura_infantil
Atps  -literatura_infantilAtps  -literatura_infantil
Atps -literatura_infantil
mkbariotto
 
Contos na educação infantil
Contos na educação infantilContos na educação infantil
Contos na educação infantil
Rosângela Gonçalves
 
Literatura na educação infantil
Literatura na educação infantilLiteratura na educação infantil
Literatura na educação infantil
Jacqueline Campos
 
Harry potter
Harry potterHarry potter
Harry potter
Marcela Rosa
 
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leituraProjeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Amanda Freitas
 
Literatura infantil auxilio no processo de alfabetização e letramento
Literatura infantil   auxilio no processo de alfabetização e letramentoLiteratura infantil   auxilio no processo de alfabetização e letramento
Literatura infantil auxilio no processo de alfabetização e letramento
Ana Lúcia Hennemann
 
Especial creche bebeteca
Especial creche bebetecaEspecial creche bebeteca
Especial creche bebeteca
Dirlene Sponchiado
 

Mais procurados (20)

Artigo11
Artigo11Artigo11
Artigo11
 
Flavia vanuza monica
Flavia vanuza monicaFlavia vanuza monica
Flavia vanuza monica
 
A importância da literatura
A importância da literaturaA importância da literatura
A importância da literatura
 
[Resenha] Afinal, o que é Literatura Infantil?
[Resenha] Afinal, o que é Literatura Infantil?[Resenha] Afinal, o que é Literatura Infantil?
[Resenha] Afinal, o que é Literatura Infantil?
 
Literatura infantil e juvenil aula2
Literatura  infantil e juvenil   aula2Literatura  infantil e juvenil   aula2
Literatura infantil e juvenil aula2
 
Literatura infantil Adriano
Literatura infantil AdrianoLiteratura infantil Adriano
Literatura infantil Adriano
 
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-EscolarA Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
A Textualidade e a Emergência da Leitura e da Escrita no Pré-Escolar
 
A literatura infantil e seu poder de formar leitores
A literatura infantil e seu poder de formar leitoresA literatura infantil e seu poder de formar leitores
A literatura infantil e seu poder de formar leitores
 
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃOPaper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
 
A leitura e sua relação
A leitura e sua relaçãoA leitura e sua relação
A leitura e sua relação
 
Eva edilaine erika
Eva edilaine erikaEva edilaine erika
Eva edilaine erika
 
LINO_Filosofia para crianças
LINO_Filosofia para criançasLINO_Filosofia para crianças
LINO_Filosofia para crianças
 
LITERATURA
LITERATURALITERATURA
LITERATURA
 
Atps -literatura_infantil
Atps  -literatura_infantilAtps  -literatura_infantil
Atps -literatura_infantil
 
Contos na educação infantil
Contos na educação infantilContos na educação infantil
Contos na educação infantil
 
Literatura na educação infantil
Literatura na educação infantilLiteratura na educação infantil
Literatura na educação infantil
 
Harry potter
Harry potterHarry potter
Harry potter
 
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leituraProjeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
 
Literatura infantil auxilio no processo de alfabetização e letramento
Literatura infantil   auxilio no processo de alfabetização e letramentoLiteratura infantil   auxilio no processo de alfabetização e letramento
Literatura infantil auxilio no processo de alfabetização e letramento
 
Especial creche bebeteca
Especial creche bebetecaEspecial creche bebeteca
Especial creche bebeteca
 

Destaque

O espelho magico historia infantil
O espelho magico historia infantilO espelho magico historia infantil
O espelho magico historia infantil
Gaby Veloso
 
História panela mágica
História panela mágicaHistória panela mágica
História panela mágica
Ana Sofia Antunes Magalhães
 
Conto infantil - A princesa e o príncipe
Conto infantil - A princesa e o príncipeConto infantil - A princesa e o príncipe
Conto infantil - A princesa e o príncipe
niaramayo
 
Chapeuzinho
ChapeuzinhoChapeuzinho
Chapeuzinho
Escolalorenzo
 
Mãe
MãeMãe
A princesa e o espelho
A princesa e o espelhoA princesa e o espelho
A princesa e o espelho
SHIRLEY SCOMPARIN
 
Terra nossa casa!
Terra nossa casa!Terra nossa casa!
Terra nossa casa!
kelly mq
 
História "Será que o lobo é mau?" Amor ao Próximo
História "Será que o lobo é mau?" Amor ao Próximo História "Será que o lobo é mau?" Amor ao Próximo
História "Será que o lobo é mau?" Amor ao Próximo
Carina Mallmann Berg
 
A princesa e o sapo
A princesa e o sapoA princesa e o sapo
A princesa e o sapo
Suzy Santana
 
O Estado Do Planeta Terra
 O  Estado Do  Planeta  Terra O  Estado Do  Planeta  Terra
O Estado Do Planeta Terra
anamelo
 
Vendedora de fósforos
Vendedora de fósforosVendedora de fósforos
Vendedora de fósforos
Rosa Maria Alves
 
1. A Menina Dos Fósforos
1. A Menina Dos Fósforos1. A Menina Dos Fósforos
1. A Menina Dos Fósforos
nostromo1
 
Peça de teatro para o dia dos pais: Lição para um pai.
Peça de teatro para o dia dos pais: Lição para um pai.Peça de teatro para o dia dos pais: Lição para um pai.
Peça de teatro para o dia dos pais: Lição para um pai.
Laís Durães
 
A menina e os fósforos
A menina e os fósforosA menina e os fósforos
A menina e os fósforos
EBSC carmo
 
Atividades sobre o Livro: Até as princesas soltam pum
Atividades sobre o Livro: Até as princesas soltam pumAtividades sobre o Livro: Até as princesas soltam pum
Atividades sobre o Livro: Até as princesas soltam pum
Letras Mágicas
 
Uma Joaninha Diferente - Inclusão
Uma Joaninha Diferente - InclusãoUma Joaninha Diferente - Inclusão
Uma Joaninha Diferente - Inclusão
Gabrielle Camargo
 
Dona Ecologia
Dona EcologiaDona Ecologia
Dona Ecologia
Jussara Oleques
 
Historia infantil - um anel de pérola
Historia infantil  - um anel de pérolaHistoria infantil  - um anel de pérola
Historia infantil - um anel de pérola
Ana Campelos
 
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casaAzul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Elisete Nunes
 
"Carta da Terra para Crianças"
"Carta da Terra para Crianças""Carta da Terra para Crianças"
"Carta da Terra para Crianças"
Uma Lulik
 

Destaque (20)

O espelho magico historia infantil
O espelho magico historia infantilO espelho magico historia infantil
O espelho magico historia infantil
 
História panela mágica
História panela mágicaHistória panela mágica
História panela mágica
 
Conto infantil - A princesa e o príncipe
Conto infantil - A princesa e o príncipeConto infantil - A princesa e o príncipe
Conto infantil - A princesa e o príncipe
 
Chapeuzinho
ChapeuzinhoChapeuzinho
Chapeuzinho
 
Mãe
MãeMãe
Mãe
 
A princesa e o espelho
A princesa e o espelhoA princesa e o espelho
A princesa e o espelho
 
Terra nossa casa!
Terra nossa casa!Terra nossa casa!
Terra nossa casa!
 
História "Será que o lobo é mau?" Amor ao Próximo
História "Será que o lobo é mau?" Amor ao Próximo História "Será que o lobo é mau?" Amor ao Próximo
História "Será que o lobo é mau?" Amor ao Próximo
 
A princesa e o sapo
A princesa e o sapoA princesa e o sapo
A princesa e o sapo
 
O Estado Do Planeta Terra
 O  Estado Do  Planeta  Terra O  Estado Do  Planeta  Terra
O Estado Do Planeta Terra
 
Vendedora de fósforos
Vendedora de fósforosVendedora de fósforos
Vendedora de fósforos
 
1. A Menina Dos Fósforos
1. A Menina Dos Fósforos1. A Menina Dos Fósforos
1. A Menina Dos Fósforos
 
Peça de teatro para o dia dos pais: Lição para um pai.
Peça de teatro para o dia dos pais: Lição para um pai.Peça de teatro para o dia dos pais: Lição para um pai.
Peça de teatro para o dia dos pais: Lição para um pai.
 
A menina e os fósforos
A menina e os fósforosA menina e os fósforos
A menina e os fósforos
 
Atividades sobre o Livro: Até as princesas soltam pum
Atividades sobre o Livro: Até as princesas soltam pumAtividades sobre o Livro: Até as princesas soltam pum
Atividades sobre o Livro: Até as princesas soltam pum
 
Uma Joaninha Diferente - Inclusão
Uma Joaninha Diferente - InclusãoUma Joaninha Diferente - Inclusão
Uma Joaninha Diferente - Inclusão
 
Dona Ecologia
Dona EcologiaDona Ecologia
Dona Ecologia
 
Historia infantil - um anel de pérola
Historia infantil  - um anel de pérolaHistoria infantil  - um anel de pérola
Historia infantil - um anel de pérola
 
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casaAzul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
Azul e Lindo, Planeta Terra nossa casa
 
"Carta da Terra para Crianças"
"Carta da Terra para Crianças""Carta da Terra para Crianças"
"Carta da Terra para Crianças"
 

Semelhante a Contos infantis

Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
morgana83
 
Leitura visual
Leitura visualLeitura visual
Leitura visual
cefaprodematupa
 
Artigo ana-lucia-sanches
Artigo ana-lucia-sanchesArtigo ana-lucia-sanches
Artigo ana-lucia-sanches
waldilsonBarros1
 
Projeto Contos e Encantos
Projeto Contos e EncantosProjeto Contos e Encantos
Projeto Contos e Encantos
Débora Lambert
 
Projeto literatura infantil
Projeto literatura infantilProjeto literatura infantil
Projeto literatura infantil
Shirley Costa
 
A Formiguinha e a Neve
A Formiguinha e a Neve A Formiguinha e a Neve
A Formiguinha e a Neve
Dinny Rubini
 
Contador de Histórias
Contador de HistóriasContador de Histórias
Contador de Histórias
Ainsf Eder Dalberto
 
projeto; Era uma vez... As creches no mundo da imaginação.pdf
projeto; Era uma vez... As creches no mundo da imaginação.pdfprojeto; Era uma vez... As creches no mundo da imaginação.pdf
projeto; Era uma vez... As creches no mundo da imaginação.pdf
Emiliamarques
 
leitura-e-literatura-na-infancia.ppt
leitura-e-literatura-na-infancia.pptleitura-e-literatura-na-infancia.ppt
leitura-e-literatura-na-infancia.ppt
SoniaMaia18
 
Projeto de contação de histórias
Projeto de contação de históriasProjeto de contação de histórias
Projeto de contação de histórias
Amanda Freitas
 
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveProjeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Escola BN
 
A arte de contar histórias andrea e patricia
A arte de contar histórias  andrea e patriciaA arte de contar histórias  andrea e patricia
A arte de contar histórias andrea e patricia
Luana Maria Ferreira Fernandes
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Marcy Matos
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Marcy Matos
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Marcy Matos
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Marcy Matos
 
trabalho_final_midias_educação_Lagamar_MG
trabalho_final_midias_educação_Lagamar_MGtrabalho_final_midias_educação_Lagamar_MG
trabalho_final_midias_educação_Lagamar_MG
Marcy Matos
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Marcy Matos
 
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticasA arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
Rossita Figueira
 
Atv4marcia
Atv4marciaAtv4marcia

Semelhante a Contos infantis (20)

Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
 
Leitura visual
Leitura visualLeitura visual
Leitura visual
 
Artigo ana-lucia-sanches
Artigo ana-lucia-sanchesArtigo ana-lucia-sanches
Artigo ana-lucia-sanches
 
Projeto Contos e Encantos
Projeto Contos e EncantosProjeto Contos e Encantos
Projeto Contos e Encantos
 
Projeto literatura infantil
Projeto literatura infantilProjeto literatura infantil
Projeto literatura infantil
 
A Formiguinha e a Neve
A Formiguinha e a Neve A Formiguinha e a Neve
A Formiguinha e a Neve
 
Contador de Histórias
Contador de HistóriasContador de Histórias
Contador de Histórias
 
projeto; Era uma vez... As creches no mundo da imaginação.pdf
projeto; Era uma vez... As creches no mundo da imaginação.pdfprojeto; Era uma vez... As creches no mundo da imaginação.pdf
projeto; Era uma vez... As creches no mundo da imaginação.pdf
 
leitura-e-literatura-na-infancia.ppt
leitura-e-literatura-na-infancia.pptleitura-e-literatura-na-infancia.ppt
leitura-e-literatura-na-infancia.ppt
 
Projeto de contação de histórias
Projeto de contação de históriasProjeto de contação de histórias
Projeto de contação de histórias
 
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De NeveProjeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
Projeto De Literatura Infantil Da Branca De Neve
 
A arte de contar histórias andrea e patricia
A arte de contar histórias  andrea e patriciaA arte de contar histórias  andrea e patricia
A arte de contar histórias andrea e patricia
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
 
trabalho_final_midias_educação_Lagamar_MG
trabalho_final_midias_educação_Lagamar_MGtrabalho_final_midias_educação_Lagamar_MG
trabalho_final_midias_educação_Lagamar_MG
 
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matosTrabalho final midias _em_educação_marcy_matos
Trabalho final midias _em_educação_marcy_matos
 
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticasA arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
 
Atv4marcia
Atv4marciaAtv4marcia
Atv4marcia
 

Mais de cefaprodematupa

Artigo 2f
Artigo 2fArtigo 2f
Artigo 2f
cefaprodematupa
 
Artigo 1
Artigo 1Artigo 1
Artigo 1
cefaprodematupa
 
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOSA IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
cefaprodematupa
 
4
44
3
33
1
11
2
22
Palavrasmagicas
PalavrasmagicasPalavrasmagicas
Palavrasmagicas
cefaprodematupa
 
Prontp
ProntpProntp
Jornal (1)
Jornal (1)Jornal (1)
Jornal (1)
cefaprodematupa
 
La vem leitura
La vem leituraLa vem leitura
La vem leitura
cefaprodematupa
 
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
cefaprodematupa
 
O alfabeto em movimento
O alfabeto em movimentoO alfabeto em movimento
O alfabeto em movimento
cefaprodematupa
 
Adaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidadeAdaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidade
cefaprodematupa
 
Reciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzirReciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzir
cefaprodematupa
 
Ensinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escolaEnsinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escola
cefaprodematupa
 
Contagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantilContagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantil
cefaprodematupa
 
A avaliação docente
A avaliação docenteA avaliação docente
A avaliação docente
cefaprodematupa
 
4 mortalidade das micro
4   mortalidade das micro4   mortalidade das micro
4 mortalidade das micro
cefaprodematupa
 
1 administrador
1   administrador1   administrador
1 administrador
cefaprodematupa
 

Mais de cefaprodematupa (20)

Artigo 2f
Artigo 2fArtigo 2f
Artigo 2f
 
Artigo 1
Artigo 1Artigo 1
Artigo 1
 
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOSA IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
 
4
44
4
 
3
33
3
 
1
11
1
 
2
22
2
 
Palavrasmagicas
PalavrasmagicasPalavrasmagicas
Palavrasmagicas
 
Prontp
ProntpProntp
Prontp
 
Jornal (1)
Jornal (1)Jornal (1)
Jornal (1)
 
La vem leitura
La vem leituraLa vem leitura
La vem leitura
 
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
 
O alfabeto em movimento
O alfabeto em movimentoO alfabeto em movimento
O alfabeto em movimento
 
Adaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidadeAdaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidade
 
Reciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzirReciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzir
 
Ensinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escolaEnsinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escola
 
Contagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantilContagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantil
 
A avaliação docente
A avaliação docenteA avaliação docente
A avaliação docente
 
4 mortalidade das micro
4   mortalidade das micro4   mortalidade das micro
4 mortalidade das micro
 
1 administrador
1   administrador1   administrador
1 administrador
 

Último

Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 

Contos infantis

  • 1. Contos Infantis Queti Tonetti Resumo Os contos infantis trazem para as crianças um mundo repleto de fantasias, fazendo com que ela se sinta participante do conto, trazendo para sua realidade atitudes positivas em relação a sua vivencia diária. Por meio do faz de conto a criança desenvolve-se como ser pensante, ser este que pode identificar-se com o príncipe, mas, também pode se identificar com o vilão da historia, deste modo, já se pode trabalhar questões importantes vinculadas ao caráter do aluno. A inserção do aluno no mundo da leitura é primordial, pois através de trabalhos realizados pelos pais e professores é que se pode desenvolver nas crianças o verdadeiro gosto pelos livros, sendo uma boa maneira de relacionar a criança ao gosto pela leitura. Sendo assim é de grande valia o modo com que os educadores trabalham com os contos infantis. Os alunos no inicio de sua vida escolar, ao deparar-se com atividades que envolvam contos, demonstram um fascínio espetacular, passam a interpretar o personagem da historia, também a recontam inúmeras vezes. Desta forma, percebe-se que a facilidade apresentada pelas crianças, onde estas adentram o mundo da imaginação/ do faz de conta/ do interesse pelos contos. Desta forma podem-se moldar elementos que no futuro estarão mais engajados no quesito leitura. Para que isso aconteça devemos, nos perante a educação desenvolver exercícios onde estaremos demonstrando para nossos alunos necessidade da leitura para nos seres humanos. Palavras – chave: Contos Infantis, Crianças, Leitura. Abstrac
  • 2. The fairy tales, children bring to a world full of fantasy, making her feel a participant in the tale, bringing to reality his positive feelings about their daily lives. Through the tale makes the child develops as a thinking being, that which can be identified with the prince, but can also identify with the villain of the story, thus, can already be linked to work on issues important to the character the student. The inclusion of students in the world of reading is essential, because through work done by parents and teachers is that they can develop in children a real taste for books and is a good way to relate the child to the love of reading. So valuable is the way that educators working with children with tales. Students at the beginning of their school life, when faced with activities involving stories, show Awe a spectacular start to play the character of the story, also recounted the numerous times. Thus, we find that the ease shown by the children, where it enters the world of imagination / pretend to / interest in the tales. Thus it may be elements that shape the future will be more engaged in the issue reading. For this to happen we must, in the face of education in developing exercises where we our students need to read for humans. Key – words: Fairy Tales, Children, Reading. Desenvolvimento Os contos infantis na atualidade passam a ater um importante papel na vida do leitor, sendo este, no entanto uma criança. Deste modo, a moral da historia e a o desenrolar dos contos passam a envolver o individuo levando-o a um mundo imaginário, onde não há lugar para que aconteçam finais trágicos, e sim términos onde ocorra sempre um fim onde prevaleça a harmonia e a felicidade. Deste modo, há a necessidade da inserção de contos infantis na vida das crianças, pois deste modo, os mesmos possam refletir a cerca da confiança, da harmonia, relação de família e amigos, estas lições vem sempre por meio das
  • 3. morais da historia, ou até mesmo o próprio conto faz com que a criança possa refletir sobre determinado assunto. A partir de cada conto escolhido, o educador por sua vez, pode estar trabalhando com as crianças questões como os valores, que hoje são importantíssimos na nossa sociedade. Sabemos também que muitos destes valores foram esquecidos e por este motivo que hoje temos tantos problemas ocasionados pela falta dos mesmos. Os contos trazem para a criança um mundo repleto de fantasias, fazendo com que a criança se sinta participante do conto, trazendo para sua realidade atitudes positivas em relação a sua realidade. Por meio do faz de conto acriança desenvolve-se como ser pensante, ser este que pode identificar-se com o príncipe, mas, também pode se identificar com o vilão da historia, deste modo, já se pode trabalhar questões importantes vinculadas ao caráter do aluno. A inserção do aluno no mundo da leitura é primordial, pois através de trabalhos realizados pelos pais e professores é que se pode desenvolver nas crianças o verdadeiro gosto pelos livros, sendo uma boa maneira de relacionar a criança ao gosto pela leitura Observa-se que as crianças no geral, não apresentam interesse pelos livros, mas sim nos meios de comunicação, sendo estes muitos, e cada vez mais modernos. Deste modo, os alunos não passam a não interessar-se pelos livros infantis. Tendo a escola o papel de intermediar tecnologia e mundo imaginário dos contos. Os contos infantis passam a ter um importante papel na vida do leitor, sendo este, no entanto uma criança. Deste modo, a moral da historia e a o desenrolar dos contos passam a envolver o individuo levando-o a um mundo imaginário, onde não há lugar para que aconteçam finais trágicos, e sim términos onde ocorra sempre um fim onde prevaleça a harmonia e a felicidade. Lembrando também, que as crianças através dos contos passam a adquirir conhecimento e desta forma concretizar a interiorização: De acordo com Piaget (1973)
  • 4. Uma vez que os símbolos e os sinais se diferenciem de seus significados vão possibilitar a evocação de objetos e situação não percebidos atualmente, constituído o inicio da representação. Dessa forma, a função simbólica permite a interiorização, passam cada vez mais a ser exercitada em pensamento, ou simbolicamente. Para isso, há a necessidade da inserção de contos infantis na vida das crianças, só desta forma eles irão apropriar-se de um mundo repleto de significado. Também possam refletir a cerca da confiança, da harmonia, relação de família e amigos, estas lições vêm sempre por meio das morais da historia, ou até mesmo o próprio conto, onde faz com que a criança possa refletir sobre determinado assunto. A partir de cada conto escolhido, o educador por sua vez, pode estar trabalhando com as crianças questões como os valores, que hoje são importantíssimos na nossa sociedade. Sabemos também que muitos destes valores foram esquecidos e por este motivo que hoje temos tantos problemas ocasionados pela falta deles. O aluno é um sujeito repleto de informações, e através destas ele passa a realizar conclusões e a desenvolver ações, e é por meio dos contos que podemos reforçar na criança a interiorização de conhecimento, lembrando, que esta já possui conhecimento prévio. Freire afirma: A grande tarefa do sujeito que pensa certo não é transferir, depositar, oferecer, doar ao outro, tomando como paciente do seu pensar. A inteligibilidade das coisas, dos fatos, dos conceitos. A tarefa coerente do educador que pensa certo é [...] desafiar o educando com quem se comunica e a quem comunica produzir sua compreensão do que vem sendo comunicado. Quando a criança inicia sua trajetória escolar na educação infantil, onde se da o momento de instigá-la de cativá-la para a leitura, e a melhor forma possível de se fazer isto é deixar que esta possa manusear os livros, contar sua historia, ou seja imaginar, será desta maneira que ela poderá desenvolver o verdadeiro gosto pela leitura, e ser um amante dos livros. Considerações Finais
  • 5. Portanto para que se possa desenvolver nas crianças o verdadeiro gosto pela leitura, pode-se desfrutar dos contos infantis, pois estes trazem para a criança o mundo do faz de conta, e através deste ele poderá apreciar a leitura, desenvolvendo seu cognitivo e interiorização de conteúdos. Tendo em vista que os contos infantis trazem para a criança o conceito de certo e errado, também demonstram o bem e o mal. Pois é através destes quesitos que o aluno passara a concretizar seu caráter, passando a ser uma pessoa mais solidaria e com caráter. Referências FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários a prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. PALANGANA, Islda Campaner. Desenvolvimento e aprendizagem em Piaget e Vygotsky: A relevância social. 3.ed. São Paulo:Summus, 2001. SOLÉ, Isabel; Estratégias de Leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.