Atps história e geografia

4.169 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.169
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
66
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atps história e geografia

  1. 1. Polo Uni educação 7109 Pedagogia 5ª Série Literatura Infantil Atividade Prática Supervisionada ACADÊMICOS RA 01. ALESSANDRA CANDIDA DA SILVA 395927 02. WALDIVANIAAPARECIDA DE OLIVEIRA COSTA 363789 03. PAULO WANDERSON NOGUEIRA DA SILVA 352728 04. MARIA APARECIDA DA PENHA 364107 Goiânia junho de 2014
  2. 2. LITERATURA INFANTIL Reconhecer a importância da literatura infantil e incentivar a formação do hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é o que este artigo vem propor. Neste sentido, a literatura infantil é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. O presente estudo inicia com um breve histórico da literatura infantil, apresenta conceitos de linguagem e leitura, enfoca a importância de ouvir histórias e do contato da criança desde cedo com o livro e finalmente esboça algumas estratégias para desenvolver o hábito de ler.
  3. 3. RESUMO Reconhecer a importância da literatura infantil e incentivar a formação do hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é dever de todos, principalmente do professor, pois ela é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. Crianças que têm professores leitores como exemplo e parceiros de leitura, sentem prazer em ler e não consideram a leitura uma obrigação. Portanto, a chave para o sucesso da leitura está na presença dos pais, em desde muito cedo lerem ou contarem histórias para seus filhos, professores que os estimulem desde os primeiros anos da vida escolar, já na educação infantil. Desse modo, a criança pensará na leitura como algo prazeroso a ser cultivado durante toda a vida. Palavras chaves: Contação de histórias, Literatura infantil, Leitura, Desenvolvimento.
  4. 4. “A LITERATURA INFANTIL E SEUS CAMINHOS” A literatura infantil e um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. E importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas e muitas histórias, pois é do livro e contos infantis que a criança enfoca a importância de ouvir, cantar e recontar história. “ Escutá-las é o inicio da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descobertas e de compreensão de mundo” ... Incentivar a formação do hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é muito importante. Neste sentindo a literatura infantil e uma peça fundamental para este desenvolvimento. Diante disto, faz-se necessário analisar o desenvolvimento das práticas de literatura infantil nos alunos das series iniciais, visto que é nesta fase que as crianças apresentam um interesse maior pelo material de leitura. O objetivo deste trabalho será desenvolver os fatores mais relevantes da literatura infantil nas séries iniciais para uma boa formação de leitores críticos e conscientes. Ampliar suas ideias e conhecimentos, desenvolvendo a linguagem e o pensamento. Facilitar a adaptação da criança ao meio em que esta inserida, incorporando o hábito de ler.
  5. 5. REFLEXÃO DOS TEXTOS Estas obras têm por finalidade apresentar a importância da leitura de imagens na literatura infantil que é bastante significativa para o desenvolvimento cognitivo e imaginação da criança, pois possibilita a este tipo de leitor, sua própria viagem, descobrindo, criando, construindo sua história. Tal ação influenciaria de maneira espontânea e divertida a criatividade da sua imaginação, instigando a percepção das ilustrações por diversos ângulos, além de proporcionar uma interpretação que lhe ajudará no crescimento e na transformação de si mesma e do mundo que a cerca. A utilização de livros, de diferentes graus de relação entre as mais variadas imagens contribui para uma melhor compreensão desse território rico e complexo que é o livro ilustrado. O uso das ilustrações dos livros infantis no trabalho educativo pode despertar e promover a aprendizagem, por estar diretamente relacionado ao desenvolvimento da criança, de sua imaginação e criatividade, além da formação do hábito da leitura A literatura infantil alimenta o imaginário, contribui para diversas resoluções afetivas, intelectuais e artísticas essenciais no desenvolvimento harmonioso de todas as crianças, portanto é um ponto de partida na construção da personalidade. Aprender a ver o conteúdo do universo literário nas imagens é algo que se pretende, onde muitas vezes as figuras superam as palavras como meio de comunicação predominante, pelo que se torna urgente perceber a relação entre a imagem e a palavra. Permitindo um efeito estético da Imagem1 e Ilustração2 que introduz dados complementares na apreensão e nas habilidades comportamentais e emocionais, assim para o universo imaginário de cada indivíduo contribuem os fatores mais diversos da leitura. Os livros infantis atuais, cheios de ilustrações, recursos gráficos dos mais variados, materiais diversos e estilos diversificados, portadores de histórias tradicionais ou contos modernos, são capazes de prender a atenção do pequeno leitor e abrir portas para o universo mágico e misterioso da leitura, resultando em inúmeras e importantes aprendizagens, ao passo que ajuda a despertar o gosto pelo ato de ler e consequentemente auxiliam no processo não só de alfabetização, mas letramento do indivíduo.
  6. 6. SINTESE CRITICA Os contos mexem com o imaginário das crianças e estimulam a curiosidade. O trabalho com contos clássicos torna a aula mais atrativa, dinâmica e mais próxima da realidade dos alunos. Faz as crianças viajarem no mundo imaginário, sonhando com os acontecimentos vividos por cada personagem. Cada conto tem um lição de vida, por isso devemos observa-la com muita atenção quando seriamente exploradas ,a história curta é a mais difícil e mais disciplinada, num romance, pode o escritor ser mais descuidado e deixar escorias e superfluidades, que seriam descartáveis. Ah! Como é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas histórias... “Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, é ter um caminho absolutamente infinito de descobertas e de compreensão de mundo...” Quem já não se imaginou em um sapatinho de cristal ou levando doces para a vovozinha? Quem nunca se sentiu como um patinho feio? Quem nunca quis casar-se com uma princesa ou beijar um príncipe? Os contos sempre estão envolvidos no maravilhoso mundo das crianças. Por meio da linguagem simbólica dos contos, as crianças constroem uma ponte de significação do mundo exterior para o mundo interior, aprendendo valores refletindo sobre suas ações, desenvolvendo seu senso crítico, suas criatividades suas expressões.
  7. 7. O SAPO QUE VIROU REI SAPO VIRA REI NARRADOR: Vinha o sapo pela estrada avançando passo , dando lá os seus pulinhos recitando no compasso: SAPO: Meu pai foi rei ,foi rei não foi... Meu pai foi rei ,foi rei não foi... NARRADOR: Vinha vindo do outro , muito brilho no cabelo a princesa no caminho jogando a bola de ouro PRINCESA: Meu pai é rei, oi oi ... Meu pai é rei oi oi .. NARRADOR :De repente a menina deixa cair sua bola , que desce pelo barraco, que pro riacho logo rola. PRINCESA: Ai, ai, ai! Meu pai vai me matar, e agora o que que eu faço? Quem sera que pode me ajudar
  8. 8. NARRADOR: O sapo vinha chegando ... Olhou para a menina , achou que era jeitosa, achou que era bonitinha... SAPO: Se quizer eu posso pegar... PRINCESA: Puxa vida! Puxa vida! hoje em dia è tão difìcíl encontrar quem faça favores pra gente ! Mais o que você quer em troca? SAPO: Quase nada, linda menina! Quase nada !apenas um beijo PRINCESA: Dar um beijo no sapo eca! Deus me livre ! Num sapão gordo como você ? Nem pensar. SAPO : Ah então arranje quem vá buscar sua bola de graça! NARRADOR:A menina então lembrou de sua bola de ouro , lá no fundo do riacho e que valia um tesouro! PRINCESA :Va lá ! Vá buscar o diacho da quela bola que lhe dou o beijo
  9. 9. NARRADOR: O sapo pulou no rio. Trouxe a bola para perto, mais não deu para a menina , porque era muito esperto! SAPO: Ah, não! quero o beijo primeiro! NARRADOR:A menina, sem saída, lembrou de sua promessa . Fechou com força os olhos, deu-lhe um beijo bem depressa ! Mas então aconteceu coisa que nunca se viu: o sapo foi aumentando e, de repente explodiu! E no meio da fumaça lindo príncipe surgiu . A menina não ficou nem um pouco assustada, porque ela já tinha lido muita historia de fada. Com sapo que vira príncipe já estava acostumada. E como em muitas historias, eles dois logo se gostaram.. E dentro de pouco tempo , os dois se casaram e foram felizes paara sempre.
  10. 10. IMPORTÂNCIA DAS ILUSTRAÇÕES NOS LIVROS INFANTIS PARA O DESENVOLVIMENTO COGNITIVO E ESTÉTICO PERCEPTIVO DA CRIANÇA. A ilustração passou a ganhar maior importância recentemente devido às transformações midiáticas que têm colocado a imagem em situação de paridade ao texto. Essas mudanças ocorreram devido às novas configurações na comunicação visual, por sua vez decorrentes dos meios informáticos existentes, das possibilidades de criação e da transformação de imagens, que são cada vez mais complexas e elaboradas. No que diz respeito ao âmbito literário, em especial aquele do universo infanto-juvenil, as ilustrações passaram do patamar de importância ao da quase necessidade. Podem apoiar (afirmar e condizer) o texto verbal (função utilitária), mas possuem função predominantemente estética. Desta forma, o ilustrador possui o valioso papel de tornar o texto “mais agradável” do ponto de vista estético, “entrando” na mente de um leitor-receptor potencial. Este ato problematiza a tarefa do ilustrador, pois ele precisa encontrar uma linguagem gráfica compatível com aquela desse receptor potencial. Tal fazer é bastante complicado, já que as crianças, por exemplo, utilizam muito mais da fantasia do que os adultos e não veem suas criações artísticas da mesma maneira que os adultos as veem. Por tal motivo, observa-se a importância do ilustrador em conhecer os processos mentais infantis para que ele possa, além de tornar a ilustração atraente a seus receptores, também agir no desenvolvimento cognitivo e estético perceptivo de seus receptores.
  11. 11. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS http://image.slidesharecdn.com/minhamonografia-110322194929-phpapp01/95/slide-17-728.jpg?1300842270 COLOMBO, Fabiano José. A importância do trabalho educativo com ilustrações de livros de literatura infantil. Marília: UNESP, 2011. Disponível em: <https://docs.google.com/a/aedu.com/document/d/1- ik3ipilJOafGTy9k1Ldv0lNOaVeF4NJYsN2xAxDyb0/edit?hl=pt_BR#>. Acesso em: 29 maio 2014. http://pt.shvoong.com/social-sciences/education/1819524-leitura-literatura-infantil-ilustra%C3%A7%C3%A3o/ (acessado em 29 de maio de 2014) MORTATTI, Maria do Rosário Longo. Leitura Crítica da Literatura Infantil. RevistaItinerários. Araraquara, 2001. Disponível em: <https://docs.google.com/a/aedu.com/document/d/1DV0TSoBuLPqgdy7Krckq MKQsOQMqH3BOe_LsQoNpsic/edit?hl=pt_BR#>. Acesso em: 01 06 2014 A garota da capa vermelha. Direção de Catherine Hardwike. EUA, 2011. Sinopsedisponível em: <http://www.adorocinema.com/filmes/filme- 170918/>. Acessoem: 01 06. 2014. Deu a Louca na Chapeuzinho. Direção de Cory Edwards. EUA, 2005. Sinopse disponível em: <http://www.adorocinema.com/filmes/filme- 58225/>. Acesso em:28 06 2014. A Cigarra e a formiga. Walt Disney Studios, 1960. Disponível em: <https://docs.google.com/file/d/0B8qKHuHMENvNzZHLS1YNVJUd28/edit?usp=sharing >. Acesso em: 21 set. 2012. ESOPO; LA FONTAINE. A Cigarra e a formiga. Disponível em: < https://docs.google.com/a/aesapar.com/file/d/0B8qKHuHMENvdlFjMWNhaUdzMVU/ edit?usp=sharing >. Acesso em: 03 junhp 2014.

×