SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
TRABALHANDO COM FÁBULAS E HISTORIAS INFANTIS
Neli Dornelles de Quadros Petry
Marinez Bastezini Lopes
RESUMO
A leitura tem um papel fundamental no desenvolvimento da capacidade de produzir
textos escritos. Pois por meio dela os (as) educandos (as) entram em contato com toda a
riqueza e a complexidade da linguagem escrita. É também a leitura que contribui para
ampliar a visão de mundo, estimular o desejo de outras leituras, exercitar a fantasia e a
imaginação, compreender o funcionamento comunicativo da escrita, desenvolver
estratégias de leitura, favorecer a aprendizagem das convenções de escrita, além de
ampliar o repertório textual contribuindo para a produção dos próprios textos.
Palavras - Chave:leitura, escrita e linguagem.
ABSTRACT
Reading plays a key role in developing the ability to produce written texts. For through
it the learners come into contact with all the richness and complexity of written
language. It is also the reading that contributes to broadening the world view,
stimulating the desire for other readings, exercising fantasy and imagination,
understanding the communicative functioning of writing, developing reading strategies,
encouraging the learning of writing conventions, The textual repertoire contributing to
the production of the texts themselves.
JUSTIFICATIVA
Ouvir e ler histórias é entrar em um mundo encantador, cheio ou não de mistérios e
surpresas, mas sempre muito interessante, curioso, que diverte e ensina. É na relação
lúdica e prazerosa da criança com a obra literária que formamos o leitor e o escritor. A
criança aprende brincando em um mundo de imaginação, sonhos e fantasias. Desta
forma, é através de experiências felizes com as histórias, os contos clássicos infantis em
sala de aula que a criança tem a possibilidade de interagir com diversos textos
trabalhados, possibilitando o entendimento do mundo em que vivem e possibilitando a
construção de seu próprio conhecimento.
REFERENCIAL TEÓRICO
Desse modo, o presente projeto tem como objetivo principal desenvolver a linguagem
oral e escrita das crianças, utilizando a narrativa como tipologia textual com enfoque
nos contos. É ouvindo e lendo contos que os (as) educando (as) vão desde muito cedo se
apropriando da estrutura da narrativa, das regras que organizam esse tipo particular de
discurso. E é esse conhecimento que lhes possibilita compreender outras narrativas,
recontá-las e reescrevê-las.
Pretende-se com este trabalho desenvolver atividades que possibilite momentos de
interação entre as crianças, estimule a oralidade, desenvolva a capacidade de produção
de textos, a criatividade e a percepção auditiva e desperte nas crianças o gosto pela
leitura e escrita, aproximando-as ao hábito de ler e escrever.
O presente projeto tem como missão a apresentação da Literatura Infantil e a difusão da
contação de histórias junto aos alunos da Educação Infantil, como forma de incentivo à
leitura.
Neste projeto será exposto aos alunos a importância da leitura, por meio da contação de
historias, despertando a imaginação, e o estimulo pela leitura.
Será trabalhado com as variadas formas de se contar uma historia: caracterização de
personagens, uso de objetos sonoros e concretos, apenas o contador
Este projeto tem por finalidade o trabalho de incentivo a leitura, montagem de
livrinhos com os personagens para exposição á toda comunidade escolar na sala de aula,
destacando sua importância como forma de desenvolvimento da imaginação,
criatividade e gosto pela leitura.
Dotado de encanto, a contação de historias tem a capacidade de entreter, ensinar,
despertar o prazer pela leitura, conhecer novos lugares, novas culturas, aguçar o
imaginário. E é com esse intuito que será explanado a leitura para deleite, mas também
para aprendizagem, com a formação de futuros leitores.
Busca-se, que no cotidiano escolar, inserir atividades recreativas e lúdicas, em todas
as ações desenvolvidas com os alunos, desta forma, é essencial que haja a interação dos
conhecimentos, ou seja, que ocorra a interdisciplinaridade no dia-a-dia escolar. Também
é de suma importância à interação aluno/professor, pois, só desta forma que ocorrerá o
verdadeiro aprendizado.
CONCLUSÃO
Ao final deste artigo percebi que durante o desenvolvimento contemplou os objetivos
previstos, levando em consideração que os alunos tiveram uma boa aceitação do tema
desenvolvido, participando e se interessando pelas atividades propostas.
Portanto encerra-se com satisfação, pois os objetivos foram alcançados, e fica em todo
o anseio de desenvolver projetos similares com outros alunos em outra oportunidade.
Ao final observou-se o bom desenvolvimento do projeto, sendo que este pode alcançar
todos os objetivos propostos, juntamente com a interação de todos os alunos envolvidos.
Aumentando o desenvolvimento da criança, na coordenação motora fina e grossa.
A contribuição deste ,objetiva a melhoria do ensino-aprendizagem da criança quanto à
sua linguagem, o pensamento, a socialização, a iniciativa e a autoestima, preparando-se
para ser um cidadão capaz de enfrentar desafios e participar na construção de um mundo
melhor.
BIBLIOGRAFIA
Referências: BETTELHEIM, Bruno. A psicanálise dos contos
de fada. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.
DA RESSURREIÇÃO, Juliana Boeira. A importância dos
contos de fada no desenvolvimento da imaginação. Pós-graduação em Novas
Abordagens em Língua Portuguesa e Literatura da Língua Portuguesa – 2005.
ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. São
Paulo: Scipione, 1993. _____. Por uma arte de contar histórias. Disponível em: <
http://www.docedeletra.com.br/semparar/hspfanny.html>. Acessado em: 6 jan. 2003.
MILLER, Stela e AMARAL, Suely Amaral. O desenvolvimento da
linguagem oral e escrita em crianças de 0 a 5 anos. Curitiba: Pró-Infanti editora, 2008.
RAMOS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A importância do lúdico na alfabetização.
A importância do lúdico na alfabetização.A importância do lúdico na alfabetização.
A importância do lúdico na alfabetização.itiene_moura
 
PNAIC - FORMAÇÃO ED. INFANTIL
PNAIC - FORMAÇÃO ED. INFANTILPNAIC - FORMAÇÃO ED. INFANTIL
PNAIC - FORMAÇÃO ED. INFANTILeliasdemoch
 
PNAIC - Ano 02 unidade 4
PNAIC - Ano 02   unidade 4PNAIC - Ano 02   unidade 4
PNAIC - Ano 02 unidade 4ElieneDias
 
Apresentação do projeto ler é um prazer
Apresentação do projeto ler é um prazerApresentação do projeto ler é um prazer
Apresentação do projeto ler é um prazeronisse
 
Ludicidade e alfabetização
Ludicidade e alfabetizaçãoLudicidade e alfabetização
Ludicidade e alfabetizaçãoLuci Panucci
 
O DESENVOLVIMENTO DA LEITURA E ESCRITA NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL GUIBSO...
O DESENVOLVIMENTO DA LEITURA E ESCRITA NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL GUIBSO...O DESENVOLVIMENTO DA LEITURA E ESCRITA NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL GUIBSO...
O DESENVOLVIMENTO DA LEITURA E ESCRITA NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL GUIBSO...Dalva Maria Bento
 
As infinitas linguagens da infância
As infinitas linguagens da infânciaAs infinitas linguagens da infância
As infinitas linguagens da infânciaelienenery
 
A leitura e sua relação
A leitura e sua relaçãoA leitura e sua relação
A leitura e sua relaçãoLilian Miranda
 
O papel social da leitura e da escrita
O papel social da leitura e da escritaO papel social da leitura e da escrita
O papel social da leitura e da escritaMárcia Varolo
 
4º encontro pnaic vânia 2015
4º encontro pnaic  vânia 20154º encontro pnaic  vânia 2015
4º encontro pnaic vânia 2015Wanya Castro
 
Relatório de Alfabetização e Linguistica
Relatório de Alfabetização e LinguisticaRelatório de Alfabetização e Linguistica
Relatório de Alfabetização e LinguisticaAmanda Freitas
 

Mais procurados (20)

A importância do lúdico na alfabetização.
A importância do lúdico na alfabetização.A importância do lúdico na alfabetização.
A importância do lúdico na alfabetização.
 
PNAIC - FORMAÇÃO ED. INFANTIL
PNAIC - FORMAÇÃO ED. INFANTILPNAIC - FORMAÇÃO ED. INFANTIL
PNAIC - FORMAÇÃO ED. INFANTIL
 
PNAIC - Ano 02 unidade 4
PNAIC - Ano 02   unidade 4PNAIC - Ano 02   unidade 4
PNAIC - Ano 02 unidade 4
 
Andressa jessica erika
Andressa jessica erikaAndressa jessica erika
Andressa jessica erika
 
Eixo linguagem oral e escrita
Eixo linguagem oral e escritaEixo linguagem oral e escrita
Eixo linguagem oral e escrita
 
Apresentação do projeto ler é um prazer
Apresentação do projeto ler é um prazerApresentação do projeto ler é um prazer
Apresentação do projeto ler é um prazer
 
Ludicidade e alfabetização
Ludicidade e alfabetizaçãoLudicidade e alfabetização
Ludicidade e alfabetização
 
O DESENVOLVIMENTO DA LEITURA E ESCRITA NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL GUIBSO...
O DESENVOLVIMENTO DA LEITURA E ESCRITA NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL GUIBSO...O DESENVOLVIMENTO DA LEITURA E ESCRITA NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL GUIBSO...
O DESENVOLVIMENTO DA LEITURA E ESCRITA NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL GUIBSO...
 
As infinitas linguagens da infância
As infinitas linguagens da infânciaAs infinitas linguagens da infância
As infinitas linguagens da infância
 
Função social da escrita eliane poster
Função social da escrita eliane  posterFunção social da escrita eliane  poster
Função social da escrita eliane poster
 
Slides 04-05
Slides  04-05Slides  04-05
Slides 04-05
 
Pnaic ludicidade
Pnaic ludicidadePnaic ludicidade
Pnaic ludicidade
 
Pnaic ludicidade
Pnaic ludicidadePnaic ludicidade
Pnaic ludicidade
 
A leitura e sua relação
A leitura e sua relaçãoA leitura e sua relação
A leitura e sua relação
 
Aline ana suelen_viviany
Aline ana suelen_vivianyAline ana suelen_viviany
Aline ana suelen_viviany
 
O papel social da leitura e da escrita
O papel social da leitura e da escritaO papel social da leitura e da escrita
O papel social da leitura e da escrita
 
4º encontro pnaic vânia 2015
4º encontro pnaic  vânia 20154º encontro pnaic  vânia 2015
4º encontro pnaic vânia 2015
 
Kelly
KellyKelly
Kelly
 
Relatório de Alfabetização e Linguistica
Relatório de Alfabetização e LinguisticaRelatório de Alfabetização e Linguistica
Relatório de Alfabetização e Linguistica
 
Artigo11
Artigo11Artigo11
Artigo11
 

Semelhante a Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017

Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02morgana83
 
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012Ðouglas Rocha
 
Projeto sala de leitura 2014 eliane aparecida geraldo
Projeto sala de leitura 2014 eliane aparecida geraldoProjeto sala de leitura 2014 eliane aparecida geraldo
Projeto sala de leitura 2014 eliane aparecida geraldoelianegeraldo
 
Projeto de leitura Semeando Leitura Colhendo Sonhos
 Projeto de leitura Semeando Leitura Colhendo Sonhos Projeto de leitura Semeando Leitura Colhendo Sonhos
Projeto de leitura Semeando Leitura Colhendo SonhosEnnySantos1
 
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxEscolaMunicipalMaria16
 
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxEscolaMunicipalMaria16
 
Projeto de leitura. 1º ao 9º ano
Projeto de leitura. 1º ao 9º anoProjeto de leitura. 1º ao 9º ano
Projeto de leitura. 1º ao 9º anojose ebner
 
Projeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantilProjeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantilCecília Alcântara
 
PROJETO DE LEITURA.docx
PROJETO DE LEITURA.docxPROJETO DE LEITURA.docx
PROJETO DE LEITURA.docxPaulaAraujo83
 
Artigo christiane jarosky
Artigo christiane jaroskyArtigo christiane jarosky
Artigo christiane jaroskyPedro da Silva
 
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticasA arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticasRossita Figueira
 
Projeto mar de histórias
Projeto mar de históriasProjeto mar de histórias
Projeto mar de históriascaic-2
 
Apresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um contoApresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um contomarcia cristina
 
Apresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um contoApresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um contomarcia cristina
 
Apresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um contoApresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um contomarcia cristina
 
Linguagem oral e escrita
Linguagem oral e escrita Linguagem oral e escrita
Linguagem oral e escrita Luiza Souza
 

Semelhante a Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017 (20)

Contação de histórias
Contação de históriasContação de histórias
Contação de histórias
 
A arvore generosa
A arvore generosaA arvore generosa
A arvore generosa
 
Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
Recreação jogos e brincadeiras webfólio trabalho em grupo02
 
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
 
Projeto sala de leitura 2014 eliane aparecida geraldo
Projeto sala de leitura 2014 eliane aparecida geraldoProjeto sala de leitura 2014 eliane aparecida geraldo
Projeto sala de leitura 2014 eliane aparecida geraldo
 
Projeto de leitura Semeando Leitura Colhendo Sonhos
 Projeto de leitura Semeando Leitura Colhendo Sonhos Projeto de leitura Semeando Leitura Colhendo Sonhos
Projeto de leitura Semeando Leitura Colhendo Sonhos
 
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
 
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
 
Projeto de leitura. 1º ao 9º ano
Projeto de leitura. 1º ao 9º anoProjeto de leitura. 1º ao 9º ano
Projeto de leitura. 1º ao 9º ano
 
Projeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantilProjeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantil
 
PROJETO DE LEITURA.docx
PROJETO DE LEITURA.docxPROJETO DE LEITURA.docx
PROJETO DE LEITURA.docx
 
Artigo christiane jarosky
Artigo christiane jaroskyArtigo christiane jarosky
Artigo christiane jarosky
 
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticasA arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
A arte de contar histórias: perspectivas teóricas e práticas
 
Projeto mar de histórias
Projeto mar de históriasProjeto mar de histórias
Projeto mar de histórias
 
Apresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um contoApresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um conto
 
Apresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um contoApresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um conto
 
Apresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um contoApresentação do projeto quem conta um conto
Apresentação do projeto quem conta um conto
 
Power ação
Power açãoPower ação
Power ação
 
Alto Rio Possmozer
Alto Rio PossmozerAlto Rio Possmozer
Alto Rio Possmozer
 
Linguagem oral e escrita
Linguagem oral e escrita Linguagem oral e escrita
Linguagem oral e escrita
 

Mais de cefaprodematupa (20)

Artigo 2f
Artigo 2fArtigo 2f
Artigo 2f
 
Artigo 1
Artigo 1Artigo 1
Artigo 1
 
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOSA IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
 
4
44
4
 
3
33
3
 
1
11
1
 
2
22
2
 
Palavrasmagicas
PalavrasmagicasPalavrasmagicas
Palavrasmagicas
 
Prontp
ProntpProntp
Prontp
 
Jornal (1)
Jornal (1)Jornal (1)
Jornal (1)
 
La vem leitura
La vem leituraLa vem leitura
La vem leitura
 
Reciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzirReciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzir
 
Ensinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escolaEnsinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escola
 
Contagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantilContagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantil
 
A avaliação docente
A avaliação docenteA avaliação docente
A avaliação docente
 
4 mortalidade das micro
4   mortalidade das micro4   mortalidade das micro
4 mortalidade das micro
 
1 administrador
1   administrador1   administrador
1 administrador
 
3 marketing nas redes sociais
3   marketing nas redes sociais3   marketing nas redes sociais
3 marketing nas redes sociais
 
2 gestao de pessoas
2   gestao de pessoas2   gestao de pessoas
2 gestao de pessoas
 
5 sistema de informacao
5   sistema de informacao5   sistema de informacao
5 sistema de informacao
 

Último

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 

Último (20)

EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 

Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017

  • 1. TRABALHANDO COM FÁBULAS E HISTORIAS INFANTIS Neli Dornelles de Quadros Petry Marinez Bastezini Lopes RESUMO A leitura tem um papel fundamental no desenvolvimento da capacidade de produzir textos escritos. Pois por meio dela os (as) educandos (as) entram em contato com toda a riqueza e a complexidade da linguagem escrita. É também a leitura que contribui para ampliar a visão de mundo, estimular o desejo de outras leituras, exercitar a fantasia e a imaginação, compreender o funcionamento comunicativo da escrita, desenvolver estratégias de leitura, favorecer a aprendizagem das convenções de escrita, além de ampliar o repertório textual contribuindo para a produção dos próprios textos. Palavras - Chave:leitura, escrita e linguagem. ABSTRACT Reading plays a key role in developing the ability to produce written texts. For through it the learners come into contact with all the richness and complexity of written language. It is also the reading that contributes to broadening the world view, stimulating the desire for other readings, exercising fantasy and imagination, understanding the communicative functioning of writing, developing reading strategies, encouraging the learning of writing conventions, The textual repertoire contributing to the production of the texts themselves.
  • 2. JUSTIFICATIVA Ouvir e ler histórias é entrar em um mundo encantador, cheio ou não de mistérios e surpresas, mas sempre muito interessante, curioso, que diverte e ensina. É na relação lúdica e prazerosa da criança com a obra literária que formamos o leitor e o escritor. A criança aprende brincando em um mundo de imaginação, sonhos e fantasias. Desta forma, é através de experiências felizes com as histórias, os contos clássicos infantis em sala de aula que a criança tem a possibilidade de interagir com diversos textos trabalhados, possibilitando o entendimento do mundo em que vivem e possibilitando a construção de seu próprio conhecimento. REFERENCIAL TEÓRICO Desse modo, o presente projeto tem como objetivo principal desenvolver a linguagem oral e escrita das crianças, utilizando a narrativa como tipologia textual com enfoque nos contos. É ouvindo e lendo contos que os (as) educando (as) vão desde muito cedo se apropriando da estrutura da narrativa, das regras que organizam esse tipo particular de discurso. E é esse conhecimento que lhes possibilita compreender outras narrativas, recontá-las e reescrevê-las. Pretende-se com este trabalho desenvolver atividades que possibilite momentos de interação entre as crianças, estimule a oralidade, desenvolva a capacidade de produção de textos, a criatividade e a percepção auditiva e desperte nas crianças o gosto pela leitura e escrita, aproximando-as ao hábito de ler e escrever. O presente projeto tem como missão a apresentação da Literatura Infantil e a difusão da contação de histórias junto aos alunos da Educação Infantil, como forma de incentivo à leitura.
  • 3. Neste projeto será exposto aos alunos a importância da leitura, por meio da contação de historias, despertando a imaginação, e o estimulo pela leitura. Será trabalhado com as variadas formas de se contar uma historia: caracterização de personagens, uso de objetos sonoros e concretos, apenas o contador Este projeto tem por finalidade o trabalho de incentivo a leitura, montagem de livrinhos com os personagens para exposição á toda comunidade escolar na sala de aula, destacando sua importância como forma de desenvolvimento da imaginação, criatividade e gosto pela leitura. Dotado de encanto, a contação de historias tem a capacidade de entreter, ensinar, despertar o prazer pela leitura, conhecer novos lugares, novas culturas, aguçar o imaginário. E é com esse intuito que será explanado a leitura para deleite, mas também para aprendizagem, com a formação de futuros leitores. Busca-se, que no cotidiano escolar, inserir atividades recreativas e lúdicas, em todas as ações desenvolvidas com os alunos, desta forma, é essencial que haja a interação dos conhecimentos, ou seja, que ocorra a interdisciplinaridade no dia-a-dia escolar. Também é de suma importância à interação aluno/professor, pois, só desta forma que ocorrerá o verdadeiro aprendizado. CONCLUSÃO Ao final deste artigo percebi que durante o desenvolvimento contemplou os objetivos previstos, levando em consideração que os alunos tiveram uma boa aceitação do tema desenvolvido, participando e se interessando pelas atividades propostas. Portanto encerra-se com satisfação, pois os objetivos foram alcançados, e fica em todo o anseio de desenvolver projetos similares com outros alunos em outra oportunidade. Ao final observou-se o bom desenvolvimento do projeto, sendo que este pode alcançar todos os objetivos propostos, juntamente com a interação de todos os alunos envolvidos. Aumentando o desenvolvimento da criança, na coordenação motora fina e grossa. A contribuição deste ,objetiva a melhoria do ensino-aprendizagem da criança quanto à sua linguagem, o pensamento, a socialização, a iniciativa e a autoestima, preparando-se para ser um cidadão capaz de enfrentar desafios e participar na construção de um mundo melhor.
  • 4. BIBLIOGRAFIA Referências: BETTELHEIM, Bruno. A psicanálise dos contos de fada. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979. DA RESSURREIÇÃO, Juliana Boeira. A importância dos contos de fada no desenvolvimento da imaginação. Pós-graduação em Novas Abordagens em Língua Portuguesa e Literatura da Língua Portuguesa – 2005. ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. São Paulo: Scipione, 1993. _____. Por uma arte de contar histórias. Disponível em: < http://www.docedeletra.com.br/semparar/hspfanny.html>. Acessado em: 6 jan. 2003. MILLER, Stela e AMARAL, Suely Amaral. O desenvolvimento da linguagem oral e escrita em crianças de 0 a 5 anos. Curitiba: Pró-Infanti editora, 2008. RAMOS