SlideShare uma empresa Scribd logo
Células, Tecidos e Órgãos
Linfóides
Profª Fabíola Cunha
leucócitos
 Os Leucócitos são as células mais
importantes do Sistema Imune;
 Estão normalmente circulando no sangue
e na linfa, nos órgãos linfóides e como
células dispersas em praticamente todos
os tecidos;
Leucócitos
 Os leucócitos localizam e reconhecem antígenos
estranhos e ativam os diversos mecanismos
efetores necessários para eliminação;
 Constantemente, deixam os capilares por
diapedese, para penetrar no T. conjuntivo
quando são invadidos por microorganismos;
Leucócitos
 Após nascimento: 20.000/mm3
 Adulto: 4.000 – 10.000/mm3
 O aumento (leucocitose) ou a diminuição
(leucopenia) no sangue pode dar indícios
de infecções ou alterações sistêmicas;
Leucócitos - categorias
 Polimorfonucleares: basófilo, eosinófilo e
neutrófilo;
 Mononucleres: monócito, macrófago e
linfócito (B, T, NK)
Categorias
Leucócitos - linhagens
 Mielóide: Monócito/macrófago, neutrófilo,
basófilo e eosinófilo;
 Linfóide: Linfócitos T e B e células Natural
Killer
Linfócitos
 Únicas células capazes de reconhecer e
distinguir especificamente diferentes
determinantes antigênicos – especificidade
e memória;
 Linfócitos T: Desenvolvem-se no Timo
 Linfócitos B: Desenvolvem-se no Fígado
Fetal e Medula Óssea no adulto;
Linfócitos
Linfócito
Linfócitos T
 Auxiliares (CD4): Expressam proteínas de
superfície que interagem com ligantes em
outras células; secretam citocinas;
 Citotóxicos (CD8): Desenvolvem grânulos
citoplasmáticos – lise de células infectadas
por vírus e células tumorais;
Linfócitos B
 5-15% da população de linfócitos
circulantes;
 Apresentam Imunoglobulinas na
membrana;
 Diferenciam-se em células de memória e
Plasmócitos;
Plasmócitos
 Basofilicos – grande quantidade de RNA;
 São raramente encontrados na circulação
(0,1% da população total de linfócitos);
 Geralmente restritos aos Tecidos e Órgão
Linfóides Secundários e à Medula Óssea;
Plasmócitos
Plasmócito
Plasmócitos
 Os anticorpos produzidos por um único
plasmócito, possuem uma única
especificidade e pertencem a única classe
de imunoglobulina;
 A meia-vida é curta - apoptose
Linfócitos T e B de memória
 Não se diferenciam em células efetoras;
 Células funcionalmente quiescentes;
 Meia-vida longa;
 Responsáveis pela resposta imune secundária
(rápida e específica);
Linfócitos Natural Killer
 Não expressam receptores de antígenos;
 Habilidade em lisar células tumorais e
células infectadas por vírus, na imunidade
inata;
 São linfócitos maiores e granulares;
Célula Natural Killer
Células Acessórias
 Não expressam receptores clonalmente
distribuídos para antígenos;
 Participam da iniciação da resposta do
linfócito ao antígeno;
 Fagócitos mononucleares e células
dendríticas;
Fagócitos Mononucleares
 Monócitos e Macrófagos;
 Sistema Fagocítico Mononuclear:
fagocitose de microorganismos e
substâncias estranhas;
Fagócitos Mononucleares
Monócito
Macrófago
Macrófago
Sistema Fagocítico Mononuclear
 Macrófagos fagocíticos “profissionais”
 Células Apresentadoras de Antígenos
Sistema Fagocítico Mononuclear
 Os fagócitos são importantes na imunidade inata
e na adquirida:
 Inata: Fagocitar e produzir citocinas inflamatórias
(recrutamento);
 Adquirida: Imunidade celular (são ativados por
Linfócitos T); Imunidade humoral (microorganismos
cobertos por anticorpos são fagocitados);
Sistema Fagocítico Mononuclear
Células Dendríticas
 Indução das respostas dos linfócitos T aos
antígenos protéicos;
 São localizadas nos epitélios (pele,
sistemas gastrintestinal e respiratório;
 Epiderme – células de Langerhans
Células Dendríticas
 Transporte de ags para drenagem nos
linfonodos;
 São células apresentadoras de antígenos;
 São encontradas primariamente na pele,
nos linfonodos, no baço, nas mucosas
epiteliais e no timo;
Células Dendríticas
Granulócitos Polimorfonucleares
 Basófilos, neutrófilos e eosinófilos
Neutrófilos
 Altamente fagocíticos, móveis e ativos nos
estágios iniciais de uma infecção;
 Possuem capacidade de migrar do sangue
para o tecido infectado e destruir
microorganismos;
 São os leucócitos mais abundantes (62%)
Neutrófilos
Basófilos/Mastócitos
 São os leucócitos menos abundantes
(0,2%);
 São encontrados em concentrações muito
pequenas no organismo;
 Liberam histamina e heparina na presença
de alérgenos por meio da degranulação;
Basófilos/Mastócitos
 Participam da destruição de vermes;
 Não são células fagocíticas;
Basófilos/Mastócitos
Mastócito
Eosinófilo
 Correspondem a 2-5% dos leucócitos
sanguíneos;
 Realizam pouca fagocitose e liberam
produto tóxico dos grânulos
citoplasmáticos;
 Destruição de parasitos helmintos;
Eosinófilo
Órgãos linfóides primários e
secundários
 O tecido linfóide distribui-se pelo
organismo como órgãos discretamente
encapsulados ou como acúmulos de tecido
difuso;
 As células do sistema imune estão
localizados e concentrados em tecidos e
órgãos anatomicamente definidos;
Classificação
 Primários: Onde os linfócitos primeiramente
expressam receptores antigênicos e atingem a
maturidade funcional e fenotípica;
 Secundários: Onde as respostas dos linfócitos
aos antígenos são iniciadas e se desenvolvem
(imunidade humoral e celular);
Órgãos Linfóides Secundários
 Baço: Se encarrega predominantemente
dos antígenos que tem disseminação via
sanguínea;
 Linfonodos: Elaboram respostas imunes
contra antígenos circulantes na linfa;
Órgãos Linfóides Secundários
 Tonsilas, Placas de Peyer e MALT:
Respondem aos antígenos que penetram
as barreiras mucosas;
 Tecido Conjuntivo e outros tecidos do
corpo: Agregados mal definidos de
linfócitos;
Órgãos Linfóides Primários
 Timo e Medula Óssea: Locais de
amadurecimentos dos linfócitos T e B
respectivamente;
 Onde os linfócitos adquirem seu repertório de
receptores antígeno-específicos;
 As células são selecionadas para tolerância aos
auto-antígenos;
Linfonodos
 Sítios onde são iniciadas as respostas imunes
adaptativas;
 Pequenos agregados nodulares de tecido rico
em linfócitos, situados ao longo de canais
linfáticos por todo o corpo;
 Existem agrupamentos de linfonodos
estrategicamente distribuídos: pescoço, axilas,
virilha, mediastino e cavidade abdominal;
Linfonodos
 Córtex: Área de células B;
 Paracórtex: Área de células T e APC;
 Medula: Células T, B, Plasmócitos e
Macrófagos;
Baço
 Principal local das respostas imunes aos
antígenos transportados pelo sangue;
 Situa-se no quadrante superior esquerdo
do abdômen, atrás do estômago, próximo
ao diafragma;
 No adulto, peso médio de 150 – 250g
Baço
 Polpa branca: Tecido linfóide ao redor de
uma arteríola central;
 Bainha periarteriolar contém células T
 Ao redor da arteríola existem células B
 Centro germinativo contém células dendríticas
e macrófagos;
Baço
 Polpa Vermelha: Cordões celulares
contendo macrófagos residentes,
eritrócitos, plaquetas, granulócitos,
linfócitos e plasmócitos;
Timo
 Local de desenvolvimento das células T;
 Localizado na cavidade torácica próximo
ao coração e grandes vasos sanguíneos;
 Nos mamíferos, atrofia com a idade (no
homem inicia-se na puberdade);
Pele
 Possui um sistema imune especializado
(linfócitos e células acessórias);
 Principal barreira física entre o organismo
e o ambiente externo;
 Capaz de gerar e manter a imunidade
local e as reações inflamatórias;
Pele
 Muitas respostas imunes são iniciadas
neste local;
 Populações celulares: queratinócitos;
melanócitos, células de Langerhans,
células T intra-epiteliais, LTCD4+, LTCD8+
e macrófagos;
Agregados de Tecido Linfóide não
encapsulado
 Encontrados na lâmina própria e na
submucosa dos tratos gastrintestinal,
geniturinário e respiratório;
 As células se apresentam como
agregados difusos ou em nódulos
solitários;
Agregados de Tecido Linfóide não
encapsulado
 Tonsilas: palatinas, faríngeas e linguais –
Anel de Waldeyer
 Placas de Peyer: Epitélio intestinal
Tecido Linfóide Oral – Nódulos
Linfáticos Extra-Orais
 Uma rede de capilares linfáticos na
mucosa bucal desembocam no nódulo
linfático submandibular, submental e
retrofaringeiano;
 O antígeno que penetra pelo epitélio pode
ser transportado pelos vasos linfáticos
para o linfonodo correspondente;
Tecidos Linfóides Intra-Orais
 Agregados de tecidos linfóides que
desempenham algum papel na defesa
imunológica dos tecidos orais;
 Tonsilas: Localizadas abaixo e em contato
com o epitélio das porções iniciais do tubo
digestivo; (células T e B)
Tecidos Linfóides Intra-Orais
 Tonsilas: Função de produção de
plasmócitos que secretam IgA;
Tecidos Linfóides Intra-Orais
Tecidos Linfóides Intra-Orais
 De acordo com sua localização na boca e
na faringe, distinguem-se as tonsilas
palatinas, tonsila faringiana e as tonsilas
linguais (Anel de Waldeyer);
Tecidos Linfóides Intra-Orais
CANSEI!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Imunologia microbiologia
Imunologia   microbiologiaImunologia   microbiologia
Imunologia microbiologia
Crismontalvao
 
Aula 3 imunidade_inata-_enf-2_2011[1]
Aula 3 imunidade_inata-_enf-2_2011[1]Aula 3 imunidade_inata-_enf-2_2011[1]
Aula 3 imunidade_inata-_enf-2_2011[1]
mfernandamb
 
Anatomia e histologia retina
Anatomia e histologia retinaAnatomia e histologia retina
Anatomia e histologia retina
phlordello
 
ICSA17 - Citocinas da imunidade inata e adquirida
ICSA17 - Citocinas da imunidade inata e adquiridaICSA17 - Citocinas da imunidade inata e adquirida
ICSA17 - Citocinas da imunidade inata e adquirida
Ricardo Portela
 
Tolerância imunológica
Tolerância imunológicaTolerância imunológica
Tolerância imunológica
Mara Farias
 
Medula espinal
Medula espinalMedula espinal
Medula espinal
Natha Fisioterapia
 
Aula 4 imunidade adquirida
Aula 4 imunidade adquiridaAula 4 imunidade adquirida
Aula 4 imunidade adquirida
Adila Trubat
 
Celulas do sistema imunológico[1]
Celulas do sistema imunológico[1]Celulas do sistema imunológico[1]
Celulas do sistema imunológico[1]
Gildo Crispim
 
Tolerância imunológica
Tolerância imunológicaTolerância imunológica
Tolerância imunológica
Larissa Ramalho
 
Resumo robbins vasos
Resumo robbins vasosResumo robbins vasos
Resumo robbins vasos
Mirian Campos
 
Imunologia
ImunologiaImunologia
Imunologia
Janine Rafael
 
Imunologia dos Transplantes
Imunologia dos TransplantesImunologia dos Transplantes
Imunologia dos Transplantes
Jéssica Tamara
 
Doença de hodgkin
Doença de hodgkin Doença de hodgkin
Doença de hodgkin
Jorge Silva
 
Introducao Ao Sistema Imune
Introducao Ao Sistema ImuneIntroducao Ao Sistema Imune
Introducao Ao Sistema Imune
LABIMUNO UFBA
 
Autoimunidade
AutoimunidadeAutoimunidade
Autoimunidade
LABIMUNO UFBA
 
Imunidade Inata Adaptativa
Imunidade Inata AdaptativaImunidade Inata Adaptativa
Imunidade Inata Adaptativa
LABIMUNO UFBA
 
Sistema imunológico
Sistema imunológicoSistema imunológico
Sistema imunológico
URCA
 
Hipersensibilidade II ,III e IV
Hipersensibilidade II ,III e IVHipersensibilidade II ,III e IV
Hipersensibilidade II ,III e IV
LABIMUNO UFBA
 
Sistema Linfático aula 1.ppt
Sistema Linfático aula 1.pptSistema Linfático aula 1.ppt
Sistema Linfático aula 1.ppt
AndriellyFernanda1
 
Linfócitos B
Linfócitos BLinfócitos B
Linfócitos B
LABIMUNO UFBA
 

Mais procurados (20)

Imunologia microbiologia
Imunologia   microbiologiaImunologia   microbiologia
Imunologia microbiologia
 
Aula 3 imunidade_inata-_enf-2_2011[1]
Aula 3 imunidade_inata-_enf-2_2011[1]Aula 3 imunidade_inata-_enf-2_2011[1]
Aula 3 imunidade_inata-_enf-2_2011[1]
 
Anatomia e histologia retina
Anatomia e histologia retinaAnatomia e histologia retina
Anatomia e histologia retina
 
ICSA17 - Citocinas da imunidade inata e adquirida
ICSA17 - Citocinas da imunidade inata e adquiridaICSA17 - Citocinas da imunidade inata e adquirida
ICSA17 - Citocinas da imunidade inata e adquirida
 
Tolerância imunológica
Tolerância imunológicaTolerância imunológica
Tolerância imunológica
 
Medula espinal
Medula espinalMedula espinal
Medula espinal
 
Aula 4 imunidade adquirida
Aula 4 imunidade adquiridaAula 4 imunidade adquirida
Aula 4 imunidade adquirida
 
Celulas do sistema imunológico[1]
Celulas do sistema imunológico[1]Celulas do sistema imunológico[1]
Celulas do sistema imunológico[1]
 
Tolerância imunológica
Tolerância imunológicaTolerância imunológica
Tolerância imunológica
 
Resumo robbins vasos
Resumo robbins vasosResumo robbins vasos
Resumo robbins vasos
 
Imunologia
ImunologiaImunologia
Imunologia
 
Imunologia dos Transplantes
Imunologia dos TransplantesImunologia dos Transplantes
Imunologia dos Transplantes
 
Doença de hodgkin
Doença de hodgkin Doença de hodgkin
Doença de hodgkin
 
Introducao Ao Sistema Imune
Introducao Ao Sistema ImuneIntroducao Ao Sistema Imune
Introducao Ao Sistema Imune
 
Autoimunidade
AutoimunidadeAutoimunidade
Autoimunidade
 
Imunidade Inata Adaptativa
Imunidade Inata AdaptativaImunidade Inata Adaptativa
Imunidade Inata Adaptativa
 
Sistema imunológico
Sistema imunológicoSistema imunológico
Sistema imunológico
 
Hipersensibilidade II ,III e IV
Hipersensibilidade II ,III e IVHipersensibilidade II ,III e IV
Hipersensibilidade II ,III e IV
 
Sistema Linfático aula 1.ppt
Sistema Linfático aula 1.pptSistema Linfático aula 1.ppt
Sistema Linfático aula 1.ppt
 
Linfócitos B
Linfócitos BLinfócitos B
Linfócitos B
 

Destaque

Aula 1 orgãos linfoides leucocitos1
Aula 1 orgãos linfoides leucocitos1Aula 1 orgãos linfoides leucocitos1
Aula 1 orgãos linfoides leucocitos1
Cristiano Thomaz
 
Mapa conceitual slide
Mapa conceitual slideMapa conceitual slide
Mapa conceitual slide
Patricia Torres
 
Educación 2-0
Educación 2-0Educación 2-0
Respiração e fotossíntese
Respiração e fotossínteseRespiração e fotossíntese
Respiração e fotossíntese
psox
 
31 Sistema ImunitáRio I Ii
31 Sistema ImunitáRio I Ii31 Sistema ImunitáRio I Ii
31 Sistema ImunitáRio I Ii
Leonor Vaz Pereira
 
Rosas tratadas com etileno
Rosas tratadas com etilenoRosas tratadas com etileno
Rosas tratadas com etileno
Larisse Roberto Rufino
 
Leucopoyeis Y Leucocitos
Leucopoyeis Y LeucocitosLeucopoyeis Y Leucocitos
Leucopoyeis Y Leucocitos
janolopez30
 
Mov veg e hormônios 17092012
Mov veg e hormônios  17092012Mov veg e hormônios  17092012
Mov veg e hormônios 17092012
Ionara Urrutia Moura
 
Giberelinas
GiberelinasGiberelinas
Giberelinas
UJAT
 
Frente 3 módulo 12 Hormônios Vegetais Auxinas Tropismos
Frente 3 módulo 12 Hormônios Vegetais Auxinas TropismosFrente 3 módulo 12 Hormônios Vegetais Auxinas Tropismos
Frente 3 módulo 12 Hormônios Vegetais Auxinas Tropismos
Colégio Batista de Mantena
 
Hormônios vegetais
Hormônios vegetaisHormônios vegetais
Hormônios vegetais
Elizabete Costa
 
Giberelinas
GiberelinasGiberelinas
Giberelinas
Ivete Campos
 
Sistema Imunitário
Sistema ImunitárioSistema Imunitário
Sistema Imunitário
José A. Moreno
 
Orgãos Linfóides Primários e Secundários
Orgãos Linfóides Primários e SecundáriosOrgãos Linfóides Primários e Secundários
Orgãos Linfóides Primários e Secundários
LABIMUNO UFBA
 
Sistemática vegetal
Sistemática  vegetal Sistemática  vegetal
Sistemática vegetal
Adrianne Mendonça
 
Aula sistematica vegetal
Aula sistematica vegetalAula sistematica vegetal
Aula sistematica vegetal
Andréa Vasconcelos
 
Aula 4 fermentação
Aula 4 fermentaçãoAula 4 fermentação
Aula 4 fermentação
Elaisa Oliveira Galan Cappi
 
Hormonas Vegetais, Fitormonas, Ácido Abscísico e Etileno
Hormonas Vegetais, Fitormonas, Ácido Abscísico e EtilenoHormonas Vegetais, Fitormonas, Ácido Abscísico e Etileno
Hormonas Vegetais, Fitormonas, Ácido Abscísico e Etileno
Carolina Sobrenome
 
Biotecnologia Fermentação alcoolica
Biotecnologia Fermentação alcoolicaBiotecnologia Fermentação alcoolica
Biotecnologia Fermentação alcoolica
Beatriz Mello
 
Aula fisiologia vegetal
Aula fisiologia vegetal Aula fisiologia vegetal
Aula fisiologia vegetal
merciavaz
 

Destaque (20)

Aula 1 orgãos linfoides leucocitos1
Aula 1 orgãos linfoides leucocitos1Aula 1 orgãos linfoides leucocitos1
Aula 1 orgãos linfoides leucocitos1
 
Mapa conceitual slide
Mapa conceitual slideMapa conceitual slide
Mapa conceitual slide
 
Educación 2-0
Educación 2-0Educación 2-0
Educación 2-0
 
Respiração e fotossíntese
Respiração e fotossínteseRespiração e fotossíntese
Respiração e fotossíntese
 
31 Sistema ImunitáRio I Ii
31 Sistema ImunitáRio I Ii31 Sistema ImunitáRio I Ii
31 Sistema ImunitáRio I Ii
 
Rosas tratadas com etileno
Rosas tratadas com etilenoRosas tratadas com etileno
Rosas tratadas com etileno
 
Leucopoyeis Y Leucocitos
Leucopoyeis Y LeucocitosLeucopoyeis Y Leucocitos
Leucopoyeis Y Leucocitos
 
Mov veg e hormônios 17092012
Mov veg e hormônios  17092012Mov veg e hormônios  17092012
Mov veg e hormônios 17092012
 
Giberelinas
GiberelinasGiberelinas
Giberelinas
 
Frente 3 módulo 12 Hormônios Vegetais Auxinas Tropismos
Frente 3 módulo 12 Hormônios Vegetais Auxinas TropismosFrente 3 módulo 12 Hormônios Vegetais Auxinas Tropismos
Frente 3 módulo 12 Hormônios Vegetais Auxinas Tropismos
 
Hormônios vegetais
Hormônios vegetaisHormônios vegetais
Hormônios vegetais
 
Giberelinas
GiberelinasGiberelinas
Giberelinas
 
Sistema Imunitário
Sistema ImunitárioSistema Imunitário
Sistema Imunitário
 
Orgãos Linfóides Primários e Secundários
Orgãos Linfóides Primários e SecundáriosOrgãos Linfóides Primários e Secundários
Orgãos Linfóides Primários e Secundários
 
Sistemática vegetal
Sistemática  vegetal Sistemática  vegetal
Sistemática vegetal
 
Aula sistematica vegetal
Aula sistematica vegetalAula sistematica vegetal
Aula sistematica vegetal
 
Aula 4 fermentação
Aula 4 fermentaçãoAula 4 fermentação
Aula 4 fermentação
 
Hormonas Vegetais, Fitormonas, Ácido Abscísico e Etileno
Hormonas Vegetais, Fitormonas, Ácido Abscísico e EtilenoHormonas Vegetais, Fitormonas, Ácido Abscísico e Etileno
Hormonas Vegetais, Fitormonas, Ácido Abscísico e Etileno
 
Biotecnologia Fermentação alcoolica
Biotecnologia Fermentação alcoolicaBiotecnologia Fermentação alcoolica
Biotecnologia Fermentação alcoolica
 
Aula fisiologia vegetal
Aula fisiologia vegetal Aula fisiologia vegetal
Aula fisiologia vegetal
 

Semelhante a Células, tecidos e órgãos linfóides aula ii

Células e Tecidos
Células e TecidosCélulas e Tecidos
Células e Tecidos
LABIMUNO UFBA
 
Imunidade 110125170526-phpapp02
Imunidade 110125170526-phpapp02Imunidade 110125170526-phpapp02
Imunidade 110125170526-phpapp02
Pelo Siro
 
1 carcteristicas gerais sist imune 2016_1_prof herminio
1 carcteristicas gerais sist imune   2016_1_prof herminio1 carcteristicas gerais sist imune   2016_1_prof herminio
1 carcteristicas gerais sist imune 2016_1_prof herminio
PriclesFigueiredo
 
T rabalho de anatomia
T rabalho de anatomiaT rabalho de anatomia
T rabalho de anatomia
Esteticista Tati Maia
 
Cap1 imunologia
Cap1 imunologiaCap1 imunologia
Cap1 imunologia
philhote
 
Sistema imunitario
Sistema imunitarioSistema imunitario
Sistema imunitario
bridges
 
Imunidade
ImunidadeImunidade
Celulas do sistema imunológico[1]
Celulas do sistema imunológico[1]Celulas do sistema imunológico[1]
Celulas do sistema imunológico[1]
Gildo Crispim
 
Sistema imune
Sistema imuneSistema imune
Sistema imune
Sistema imuneSistema imune
Imunologia fiocruz
Imunologia fiocruzImunologia fiocruz
Imunologia fiocruz
Viviane Karolina Vivi
 
O que é imunologia
O que é imunologiaO que é imunologia
O que é imunologia
Roberta Irvolino
 
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
LABIMUNO UFBA
 
Células do Sistema Imune
Células do Sistema ImuneCélulas do Sistema Imune
Células do Sistema Imune
Lys Duarte
 
Células do Sistema Imune 2
Células do Sistema Imune 2Células do Sistema Imune 2
Células do Sistema Imune 2
Lys Duarte
 
Sistema imunologico
Sistema imunologicoSistema imunologico
Sistema imunologico
Israel Lima
 
15 Imun NãO Esp
15 Imun NãO Esp15 Imun NãO Esp
15 Imun NãO Esp
guest08fb138a
 
4. Imunidade.pdf
4. Imunidade.pdf4. Imunidade.pdf
4. Imunidade.pdf
CarinaAmorim10
 
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
LABIMUNO UFBA
 
ICSA17 - Células e Tecidos do Sistema Imune
ICSA17 - Células e Tecidos do Sistema ImuneICSA17 - Células e Tecidos do Sistema Imune
ICSA17 - Células e Tecidos do Sistema Imune
Ricardo Portela
 

Semelhante a Células, tecidos e órgãos linfóides aula ii (20)

Células e Tecidos
Células e TecidosCélulas e Tecidos
Células e Tecidos
 
Imunidade 110125170526-phpapp02
Imunidade 110125170526-phpapp02Imunidade 110125170526-phpapp02
Imunidade 110125170526-phpapp02
 
1 carcteristicas gerais sist imune 2016_1_prof herminio
1 carcteristicas gerais sist imune   2016_1_prof herminio1 carcteristicas gerais sist imune   2016_1_prof herminio
1 carcteristicas gerais sist imune 2016_1_prof herminio
 
T rabalho de anatomia
T rabalho de anatomiaT rabalho de anatomia
T rabalho de anatomia
 
Cap1 imunologia
Cap1 imunologiaCap1 imunologia
Cap1 imunologia
 
Sistema imunitario
Sistema imunitarioSistema imunitario
Sistema imunitario
 
Imunidade
ImunidadeImunidade
Imunidade
 
Celulas do sistema imunológico[1]
Celulas do sistema imunológico[1]Celulas do sistema imunológico[1]
Celulas do sistema imunológico[1]
 
Sistema imune
Sistema imuneSistema imune
Sistema imune
 
Sistema imune
Sistema imuneSistema imune
Sistema imune
 
Imunologia fiocruz
Imunologia fiocruzImunologia fiocruz
Imunologia fiocruz
 
O que é imunologia
O que é imunologiaO que é imunologia
O que é imunologia
 
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
 
Células do Sistema Imune
Células do Sistema ImuneCélulas do Sistema Imune
Células do Sistema Imune
 
Células do Sistema Imune 2
Células do Sistema Imune 2Células do Sistema Imune 2
Células do Sistema Imune 2
 
Sistema imunologico
Sistema imunologicoSistema imunologico
Sistema imunologico
 
15 Imun NãO Esp
15 Imun NãO Esp15 Imun NãO Esp
15 Imun NãO Esp
 
4. Imunidade.pdf
4. Imunidade.pdf4. Imunidade.pdf
4. Imunidade.pdf
 
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
ICS – A46 Imunologia Básica - 2010-1
 
ICSA17 - Células e Tecidos do Sistema Imune
ICSA17 - Células e Tecidos do Sistema ImuneICSA17 - Células e Tecidos do Sistema Imune
ICSA17 - Células e Tecidos do Sistema Imune
 

Células, tecidos e órgãos linfóides aula ii

  • 1. Células, Tecidos e Órgãos Linfóides Profª Fabíola Cunha
  • 2. leucócitos  Os Leucócitos são as células mais importantes do Sistema Imune;  Estão normalmente circulando no sangue e na linfa, nos órgãos linfóides e como células dispersas em praticamente todos os tecidos;
  • 3. Leucócitos  Os leucócitos localizam e reconhecem antígenos estranhos e ativam os diversos mecanismos efetores necessários para eliminação;  Constantemente, deixam os capilares por diapedese, para penetrar no T. conjuntivo quando são invadidos por microorganismos;
  • 4. Leucócitos  Após nascimento: 20.000/mm3  Adulto: 4.000 – 10.000/mm3  O aumento (leucocitose) ou a diminuição (leucopenia) no sangue pode dar indícios de infecções ou alterações sistêmicas;
  • 5. Leucócitos - categorias  Polimorfonucleares: basófilo, eosinófilo e neutrófilo;  Mononucleres: monócito, macrófago e linfócito (B, T, NK)
  • 7. Leucócitos - linhagens  Mielóide: Monócito/macrófago, neutrófilo, basófilo e eosinófilo;  Linfóide: Linfócitos T e B e células Natural Killer
  • 8.
  • 9. Linfócitos  Únicas células capazes de reconhecer e distinguir especificamente diferentes determinantes antigênicos – especificidade e memória;  Linfócitos T: Desenvolvem-se no Timo  Linfócitos B: Desenvolvem-se no Fígado Fetal e Medula Óssea no adulto;
  • 12.
  • 13. Linfócitos T  Auxiliares (CD4): Expressam proteínas de superfície que interagem com ligantes em outras células; secretam citocinas;  Citotóxicos (CD8): Desenvolvem grânulos citoplasmáticos – lise de células infectadas por vírus e células tumorais;
  • 14. Linfócitos B  5-15% da população de linfócitos circulantes;  Apresentam Imunoglobulinas na membrana;  Diferenciam-se em células de memória e Plasmócitos;
  • 15. Plasmócitos  Basofilicos – grande quantidade de RNA;  São raramente encontrados na circulação (0,1% da população total de linfócitos);  Geralmente restritos aos Tecidos e Órgão Linfóides Secundários e à Medula Óssea;
  • 18. Plasmócitos  Os anticorpos produzidos por um único plasmócito, possuem uma única especificidade e pertencem a única classe de imunoglobulina;  A meia-vida é curta - apoptose
  • 19. Linfócitos T e B de memória  Não se diferenciam em células efetoras;  Células funcionalmente quiescentes;  Meia-vida longa;  Responsáveis pela resposta imune secundária (rápida e específica);
  • 20. Linfócitos Natural Killer  Não expressam receptores de antígenos;  Habilidade em lisar células tumorais e células infectadas por vírus, na imunidade inata;  São linfócitos maiores e granulares;
  • 22. Células Acessórias  Não expressam receptores clonalmente distribuídos para antígenos;  Participam da iniciação da resposta do linfócito ao antígeno;  Fagócitos mononucleares e células dendríticas;
  • 23. Fagócitos Mononucleares  Monócitos e Macrófagos;  Sistema Fagocítico Mononuclear: fagocitose de microorganismos e substâncias estranhas;
  • 28. Sistema Fagocítico Mononuclear  Macrófagos fagocíticos “profissionais”  Células Apresentadoras de Antígenos
  • 29. Sistema Fagocítico Mononuclear  Os fagócitos são importantes na imunidade inata e na adquirida:  Inata: Fagocitar e produzir citocinas inflamatórias (recrutamento);  Adquirida: Imunidade celular (são ativados por Linfócitos T); Imunidade humoral (microorganismos cobertos por anticorpos são fagocitados);
  • 31. Células Dendríticas  Indução das respostas dos linfócitos T aos antígenos protéicos;  São localizadas nos epitélios (pele, sistemas gastrintestinal e respiratório;  Epiderme – células de Langerhans
  • 32. Células Dendríticas  Transporte de ags para drenagem nos linfonodos;  São células apresentadoras de antígenos;  São encontradas primariamente na pele, nos linfonodos, no baço, nas mucosas epiteliais e no timo;
  • 35. Neutrófilos  Altamente fagocíticos, móveis e ativos nos estágios iniciais de uma infecção;  Possuem capacidade de migrar do sangue para o tecido infectado e destruir microorganismos;  São os leucócitos mais abundantes (62%)
  • 37. Basófilos/Mastócitos  São os leucócitos menos abundantes (0,2%);  São encontrados em concentrações muito pequenas no organismo;  Liberam histamina e heparina na presença de alérgenos por meio da degranulação;
  • 38. Basófilos/Mastócitos  Participam da destruição de vermes;  Não são células fagocíticas;
  • 40. Eosinófilo  Correspondem a 2-5% dos leucócitos sanguíneos;  Realizam pouca fagocitose e liberam produto tóxico dos grânulos citoplasmáticos;  Destruição de parasitos helmintos;
  • 42. Órgãos linfóides primários e secundários  O tecido linfóide distribui-se pelo organismo como órgãos discretamente encapsulados ou como acúmulos de tecido difuso;  As células do sistema imune estão localizados e concentrados em tecidos e órgãos anatomicamente definidos;
  • 43.
  • 44. Classificação  Primários: Onde os linfócitos primeiramente expressam receptores antigênicos e atingem a maturidade funcional e fenotípica;  Secundários: Onde as respostas dos linfócitos aos antígenos são iniciadas e se desenvolvem (imunidade humoral e celular);
  • 45. Órgãos Linfóides Secundários  Baço: Se encarrega predominantemente dos antígenos que tem disseminação via sanguínea;  Linfonodos: Elaboram respostas imunes contra antígenos circulantes na linfa;
  • 46. Órgãos Linfóides Secundários  Tonsilas, Placas de Peyer e MALT: Respondem aos antígenos que penetram as barreiras mucosas;  Tecido Conjuntivo e outros tecidos do corpo: Agregados mal definidos de linfócitos;
  • 47. Órgãos Linfóides Primários  Timo e Medula Óssea: Locais de amadurecimentos dos linfócitos T e B respectivamente;  Onde os linfócitos adquirem seu repertório de receptores antígeno-específicos;  As células são selecionadas para tolerância aos auto-antígenos;
  • 48. Linfonodos  Sítios onde são iniciadas as respostas imunes adaptativas;  Pequenos agregados nodulares de tecido rico em linfócitos, situados ao longo de canais linfáticos por todo o corpo;  Existem agrupamentos de linfonodos estrategicamente distribuídos: pescoço, axilas, virilha, mediastino e cavidade abdominal;
  • 49. Linfonodos  Córtex: Área de células B;  Paracórtex: Área de células T e APC;  Medula: Células T, B, Plasmócitos e Macrófagos;
  • 50.
  • 51. Baço  Principal local das respostas imunes aos antígenos transportados pelo sangue;  Situa-se no quadrante superior esquerdo do abdômen, atrás do estômago, próximo ao diafragma;  No adulto, peso médio de 150 – 250g
  • 52. Baço  Polpa branca: Tecido linfóide ao redor de uma arteríola central;  Bainha periarteriolar contém células T  Ao redor da arteríola existem células B  Centro germinativo contém células dendríticas e macrófagos;
  • 53. Baço  Polpa Vermelha: Cordões celulares contendo macrófagos residentes, eritrócitos, plaquetas, granulócitos, linfócitos e plasmócitos;
  • 54.
  • 55. Timo  Local de desenvolvimento das células T;  Localizado na cavidade torácica próximo ao coração e grandes vasos sanguíneos;  Nos mamíferos, atrofia com a idade (no homem inicia-se na puberdade);
  • 56.
  • 57. Pele  Possui um sistema imune especializado (linfócitos e células acessórias);  Principal barreira física entre o organismo e o ambiente externo;  Capaz de gerar e manter a imunidade local e as reações inflamatórias;
  • 58. Pele  Muitas respostas imunes são iniciadas neste local;  Populações celulares: queratinócitos; melanócitos, células de Langerhans, células T intra-epiteliais, LTCD4+, LTCD8+ e macrófagos;
  • 59.
  • 60. Agregados de Tecido Linfóide não encapsulado  Encontrados na lâmina própria e na submucosa dos tratos gastrintestinal, geniturinário e respiratório;  As células se apresentam como agregados difusos ou em nódulos solitários;
  • 61. Agregados de Tecido Linfóide não encapsulado  Tonsilas: palatinas, faríngeas e linguais – Anel de Waldeyer  Placas de Peyer: Epitélio intestinal
  • 62. Tecido Linfóide Oral – Nódulos Linfáticos Extra-Orais  Uma rede de capilares linfáticos na mucosa bucal desembocam no nódulo linfático submandibular, submental e retrofaringeiano;  O antígeno que penetra pelo epitélio pode ser transportado pelos vasos linfáticos para o linfonodo correspondente;
  • 63. Tecidos Linfóides Intra-Orais  Agregados de tecidos linfóides que desempenham algum papel na defesa imunológica dos tecidos orais;  Tonsilas: Localizadas abaixo e em contato com o epitélio das porções iniciais do tubo digestivo; (células T e B)
  • 64. Tecidos Linfóides Intra-Orais  Tonsilas: Função de produção de plasmócitos que secretam IgA;
  • 66. Tecidos Linfóides Intra-Orais  De acordo com sua localização na boca e na faringe, distinguem-se as tonsilas palatinas, tonsila faringiana e as tonsilas linguais (Anel de Waldeyer);