SlideShare uma empresa Scribd logo
Cálculo do Imposto de Renda – Pessoa Física
Rodrigo Thiago Passos Silva
rodrigotpsilva@gmail.com
Tabela progressiva de incidência mensal para o ano-calendário 2014
Base de Cálculo (R$) Alíquota (%)
Parcela a deduzir do IR
(R$)
Até 1.787,77 - -
De 1.787,78 até 2.679,29 7,5 134,08
De 2.679,30 até 3.572,43 15 335,03
De 3.572,44 até 4.463,81 22,5 602,96
Acima de 4.463,81 27,5 826,15
Fonte: http://www.receita.fazenda.gov.br/Aliquotas/ContribFont2012a2015.htm
O imposto de renda devido é calculado pela seguinte equação
Exemplos utilizando a equação
1) Base de cálculo: R$ 1.500,00
2) Base de cálculo: R$ 2.500,00
3) Base de cálculo: R$ 3.400,00
4) Base de cálculo: R$ 4.000,00
5) Base de cálculo: R$ 7.500,00
O imposto de renda devido pode ser, entretanto, calculado de forma progressiva, no
qual a base de cálculo é decomposta entre as faixas da tabela supra e para cada
parcela aplica-se a correspondente alíquota.
Exemplos utilizando a progressão da alíquota
1) Base de cálculo: R$ 1.500,00
Neste caso, o imposto de renda é nulo pois R$ 1.500,00 encontra-se completamente
na faixa isenta.
2) Base de cálculo: R$ 2.500,00
Decomposição Alíquota (%) IR (R$)
1.787,77 - -
712,23 7,5 53,42
Imposto total 53,42
3) Base de cálculo: R$ 3.400,00
Decomposição Alíquota (%) IR (R$)
1.787,77 - -
891,52 7,5 66,86
720,71 15 108,11
Imposto total 174,97
4) Base de cálculo: R$ 4.000,00
Decomposição Alíquota (%) IR (R$)
1.787,77 - -
891,52 7,5 66,86
893,14 15 133,97
427,57 22,5 96,20
Imposto total 297,03
5) Base de cálculo: R$ 7.500,00
Decomposição Alíquota (%) IR (R$)
1.787,77 - -
891,52 7,5 66,86
893,14 15 133,97
891,38 22,5 200,56
3.036,19 27,5 834,95
Imposto total 1.236,34
Observada a pequena diferença de 1 centavo em alguns casos, devido ao
arrendondamento utilizado nas operações intermediárias, conclui-se que ambas as
formas de cálculo são equivalentes.
Demonstração de que as formas de cálculo são equivalentes
A demonstração será feita apenas para uma base de cálculo superior a R$ 4.463,81.
Para as demais faixas seria realizada de forma análoga.
Seja x a base de cálculo, onde .
Caso optemos por calcular o imposto de renda por meio da equação obtemos que
Para utilizar o cálculo com a progressão das alíquotas primeiramente decompõe-se o
número x em parcelas inferiores, ou seja:
Observe que , então como
podemos concluir que .
Assim, pode-se montar a tabela:
Decomposição Alíquota (%) IR (R$)
1.787,77 - -
891,52 7,5 66,86
893,14 15 133,97
891,38 22,5 200,56
y 27,5 ( )
Assim, o imposto total devido é igual a somatória do imposto devido por parcela da
base de cálculo. Ou seja,
( )
( )
(A variação de 1 centavo é devida aos métodos de arrendamento utilizados)
Assim, conclui-se que as duas formas de cálculo são equivalentes. Q.E.D.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Lista 3 - Geometria Analítica
Lista 3   - Geometria AnalíticaLista 3   - Geometria Analítica
Lista 3 - Geometria Analítica
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Lista 8 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 8 - Geometria Analítica - ResoluçãoLista 8 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 8 - Geometria Analítica - Resolução
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Limite de função de duas variáveis
Limite de função de duas variáveisLimite de função de duas variáveis
Limite de função de duas variáveis
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Demonstração - Propriedade de módulo
Demonstração - Propriedade de móduloDemonstração - Propriedade de módulo
Demonstração - Propriedade de módulo
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Lista 5 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 5 - Geometria Analítica - ResoluçãoLista 5 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 5 - Geometria Analítica - Resolução
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Seqüência de Fibonacci - Aspectos Matemáticos
Seqüência de Fibonacci - Aspectos MatemáticosSeqüência de Fibonacci - Aspectos Matemáticos
Seqüência de Fibonacci - Aspectos Matemáticos
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Resolução - P1 - Modelo A - Geometria Analítica
Resolução - P1 - Modelo A - Geometria AnalíticaResolução - P1 - Modelo A - Geometria Analítica
Resolução - P1 - Modelo A - Geometria Analítica
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
TCC - Eletrônica
TCC - Eletrônica TCC - Eletrônica
TCC - Eletrônica
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Apresentação - TCC - Eletronica
Apresentação -  TCC - EletronicaApresentação -  TCC - Eletronica
Apresentação - TCC - Eletronica
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Resolução - P1 - Modelo B - Geometria Analítica
Resolução - P1 - Modelo B - Geometria AnalíticaResolução - P1 - Modelo B - Geometria Analítica
Resolução - P1 - Modelo B - Geometria Analítica
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Por que "menos com menos dá mais"?
Por que "menos com menos dá mais"?Por que "menos com menos dá mais"?
Por que "menos com menos dá mais"?
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Redes de Primeira Ordem
Redes de Primeira OrdemRedes de Primeira Ordem
Redes de Primeira Ordem
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Como calcular a média do ENEM para ingresso na UFABC?
Como calcular a média do ENEM para ingresso na UFABC?Como calcular a média do ENEM para ingresso na UFABC?
Como calcular a média do ENEM para ingresso na UFABC?
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Tensão média e tensão eficaz
Tensão média e tensão eficazTensão média e tensão eficaz
Tensão média e tensão eficaz
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Ap geometria analitica resolvidos
Ap geometria analitica resolvidosAp geometria analitica resolvidos
Ap geometria analitica resolvidos
trigono_metrico
 
Resolução Lista 5 GA - Cecília Chirenti
Resolução Lista 5 GA - Cecília ChirentiResolução Lista 5 GA - Cecília Chirenti
Resolução Lista 5 GA - Cecília ChirentiVinícius de Freitas
 
Resolução Lista 6 GA - Cecília Chirenti
Resolução Lista 6 GA - Cecília ChirentiResolução Lista 6 GA - Cecília Chirenti
Resolução Lista 6 GA - Cecília ChirentiVinícius de Freitas
 
Necessidades de P&D na área industrial de Vinhaça
Necessidades de P&D na área industrial de VinhaçaNecessidades de P&D na área industrial de Vinhaça
Necessidades de P&D na área industrial de Vinhaça
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Lista 0 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 0 - Geometria Analítica - ResoluçãoLista 0 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 0 - Geometria Analítica - Resolução
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Petróleos ultra-pesados
Petróleos ultra-pesadosPetróleos ultra-pesados
Petróleos ultra-pesados
Rodrigo Thiago Passos Silva
 

Destaque (20)

Lista 3 - Geometria Analítica
Lista 3   - Geometria AnalíticaLista 3   - Geometria Analítica
Lista 3 - Geometria Analítica
 
Lista 8 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 8 - Geometria Analítica - ResoluçãoLista 8 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 8 - Geometria Analítica - Resolução
 
Limite de função de duas variáveis
Limite de função de duas variáveisLimite de função de duas variáveis
Limite de função de duas variáveis
 
Demonstração - Propriedade de módulo
Demonstração - Propriedade de móduloDemonstração - Propriedade de módulo
Demonstração - Propriedade de módulo
 
Lista 5 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 5 - Geometria Analítica - ResoluçãoLista 5 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 5 - Geometria Analítica - Resolução
 
Seqüência de Fibonacci - Aspectos Matemáticos
Seqüência de Fibonacci - Aspectos MatemáticosSeqüência de Fibonacci - Aspectos Matemáticos
Seqüência de Fibonacci - Aspectos Matemáticos
 
Resolução - P1 - Modelo A - Geometria Analítica
Resolução - P1 - Modelo A - Geometria AnalíticaResolução - P1 - Modelo A - Geometria Analítica
Resolução - P1 - Modelo A - Geometria Analítica
 
TCC - Eletrônica
TCC - Eletrônica TCC - Eletrônica
TCC - Eletrônica
 
Apresentação - TCC - Eletronica
Apresentação -  TCC - EletronicaApresentação -  TCC - Eletronica
Apresentação - TCC - Eletronica
 
Resolução - P1 - Modelo B - Geometria Analítica
Resolução - P1 - Modelo B - Geometria AnalíticaResolução - P1 - Modelo B - Geometria Analítica
Resolução - P1 - Modelo B - Geometria Analítica
 
Por que "menos com menos dá mais"?
Por que "menos com menos dá mais"?Por que "menos com menos dá mais"?
Por que "menos com menos dá mais"?
 
Redes de Primeira Ordem
Redes de Primeira OrdemRedes de Primeira Ordem
Redes de Primeira Ordem
 
Como calcular a média do ENEM para ingresso na UFABC?
Como calcular a média do ENEM para ingresso na UFABC?Como calcular a média do ENEM para ingresso na UFABC?
Como calcular a média do ENEM para ingresso na UFABC?
 
Tensão média e tensão eficaz
Tensão média e tensão eficazTensão média e tensão eficaz
Tensão média e tensão eficaz
 
Ap geometria analitica resolvidos
Ap geometria analitica resolvidosAp geometria analitica resolvidos
Ap geometria analitica resolvidos
 
Resolução Lista 5 GA - Cecília Chirenti
Resolução Lista 5 GA - Cecília ChirentiResolução Lista 5 GA - Cecília Chirenti
Resolução Lista 5 GA - Cecília Chirenti
 
Resolução Lista 6 GA - Cecília Chirenti
Resolução Lista 6 GA - Cecília ChirentiResolução Lista 6 GA - Cecília Chirenti
Resolução Lista 6 GA - Cecília Chirenti
 
Necessidades de P&D na área industrial de Vinhaça
Necessidades de P&D na área industrial de VinhaçaNecessidades de P&D na área industrial de Vinhaça
Necessidades de P&D na área industrial de Vinhaça
 
Lista 0 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 0 - Geometria Analítica - ResoluçãoLista 0 - Geometria Analítica - Resolução
Lista 0 - Geometria Analítica - Resolução
 
Petróleos ultra-pesados
Petróleos ultra-pesadosPetróleos ultra-pesados
Petróleos ultra-pesados
 

Semelhante a Cálculo do imposto de renda

Balancete poupanca
Balancete poupancaBalancete poupanca
Balancete poupanca
ANTONIO-CRISTHIANNE
 
Tabela irrf inss sal familia_2015
Tabela irrf inss sal familia_2015Tabela irrf inss sal familia_2015
Tabela irrf inss sal familia_2015
FABRICIO MENEZES
 
Atps cont int final.
Atps cont int final.Atps cont int final.
Atps cont int final.
Bruna Eugênio
 
Juros e taxas com a HP 12C
Juros e taxas com a HP 12CJuros e taxas com a HP 12C
Juros e taxas com a HP 12C
Edno Santos
 
6041812 fb no enem nº 22
6041812   fb no enem nº 226041812   fb no enem nº 22
6041812 fb no enem nº 22
Carol Lima
 
Caderno de exercícios matematica para gestores unidade 2
Caderno de exercícios matematica para gestores unidade 2Caderno de exercícios matematica para gestores unidade 2
Caderno de exercícios matematica para gestores unidade 2
Marcos Aleksander Brandão
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 14
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 14Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 14
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 14
Thiago Chaim
 
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
MestredaContabilidade
 
Sistema Tributário Nacional
Sistema Tributário NacionalSistema Tributário Nacional
Sistema Tributário Nacional
Keila Jeveaux
 
Aula 4 - Financeira - Formas de Tributação
Aula 4 - Financeira - Formas de  TributaçãoAula 4 - Financeira - Formas de  Tributação
Aula 4 - Financeira - Formas de Tributação
MestredaContabilidade
 
Projeto de lei - Alterações do Imposto de Renda - Receita Federal do Brasil (...
Projeto de lei - Alterações do Imposto de Renda - Receita Federal do Brasil (...Projeto de lei - Alterações do Imposto de Renda - Receita Federal do Brasil (...
Projeto de lei - Alterações do Imposto de Renda - Receita Federal do Brasil (...
Ministério da Economia
 
GESTÃO FINANCEIRA.ppt
GESTÃO FINANCEIRA.pptGESTÃO FINANCEIRA.ppt
GESTÃO FINANCEIRA.ppt
brunajacupiranga
 
Juroscompostos
JuroscompostosJuroscompostos
Juroscompostos
EvelyneBorges
 
Apresentação FINANCE - Exemplos de Relatórios
Apresentação FINANCE - Exemplos de RelatóriosApresentação FINANCE - Exemplos de Relatórios
Apresentação FINANCE - Exemplos de Relatórios
souzAraujo Treinamento e Consultoria Empresarial Ltda.
 
Lista excel
Lista excelLista excel
Lista excel
Maristela Rodrigues
 
Nt 132 dez 2013 salario minimo2014
Nt 132 dez 2013 salario minimo2014Nt 132 dez 2013 salario minimo2014
Nt 132 dez 2013 salario minimo2014
Conversa Afiada
 
Política remuneratória 2012 - Reunião com a Memória do Calculo
Política remuneratória 2012 - Reunião com a Memória do CalculoPolítica remuneratória 2012 - Reunião com a Memória do Calculo
Política remuneratória 2012 - Reunião com a Memória do Calculo
adunimontes
 
Matemagica
MatemagicaMatemagica
Matemagica
Adriano Bruni
 
Aulas de matematica financeira (sistemas de amortizacao)
Aulas de matematica financeira (sistemas de amortizacao)Aulas de matematica financeira (sistemas de amortizacao)
Aulas de matematica financeira (sistemas de amortizacao)
Adriano Bruni
 
Matematica financeira
Matematica financeiraMatematica financeira
Matematica financeira
Beque233
 

Semelhante a Cálculo do imposto de renda (20)

Balancete poupanca
Balancete poupancaBalancete poupanca
Balancete poupanca
 
Tabela irrf inss sal familia_2015
Tabela irrf inss sal familia_2015Tabela irrf inss sal familia_2015
Tabela irrf inss sal familia_2015
 
Atps cont int final.
Atps cont int final.Atps cont int final.
Atps cont int final.
 
Juros e taxas com a HP 12C
Juros e taxas com a HP 12CJuros e taxas com a HP 12C
Juros e taxas com a HP 12C
 
6041812 fb no enem nº 22
6041812   fb no enem nº 226041812   fb no enem nº 22
6041812 fb no enem nº 22
 
Caderno de exercícios matematica para gestores unidade 2
Caderno de exercícios matematica para gestores unidade 2Caderno de exercícios matematica para gestores unidade 2
Caderno de exercícios matematica para gestores unidade 2
 
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 14
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 14Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 14
Exame Suficiência CFC 2018/1 Prova Branca Questão 14
 
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
Aula 5 - Tributação e Folha de pagamento
 
Sistema Tributário Nacional
Sistema Tributário NacionalSistema Tributário Nacional
Sistema Tributário Nacional
 
Aula 4 - Financeira - Formas de Tributação
Aula 4 - Financeira - Formas de  TributaçãoAula 4 - Financeira - Formas de  Tributação
Aula 4 - Financeira - Formas de Tributação
 
Projeto de lei - Alterações do Imposto de Renda - Receita Federal do Brasil (...
Projeto de lei - Alterações do Imposto de Renda - Receita Federal do Brasil (...Projeto de lei - Alterações do Imposto de Renda - Receita Federal do Brasil (...
Projeto de lei - Alterações do Imposto de Renda - Receita Federal do Brasil (...
 
GESTÃO FINANCEIRA.ppt
GESTÃO FINANCEIRA.pptGESTÃO FINANCEIRA.ppt
GESTÃO FINANCEIRA.ppt
 
Juroscompostos
JuroscompostosJuroscompostos
Juroscompostos
 
Apresentação FINANCE - Exemplos de Relatórios
Apresentação FINANCE - Exemplos de RelatóriosApresentação FINANCE - Exemplos de Relatórios
Apresentação FINANCE - Exemplos de Relatórios
 
Lista excel
Lista excelLista excel
Lista excel
 
Nt 132 dez 2013 salario minimo2014
Nt 132 dez 2013 salario minimo2014Nt 132 dez 2013 salario minimo2014
Nt 132 dez 2013 salario minimo2014
 
Política remuneratória 2012 - Reunião com a Memória do Calculo
Política remuneratória 2012 - Reunião com a Memória do CalculoPolítica remuneratória 2012 - Reunião com a Memória do Calculo
Política remuneratória 2012 - Reunião com a Memória do Calculo
 
Matemagica
MatemagicaMatemagica
Matemagica
 
Aulas de matematica financeira (sistemas de amortizacao)
Aulas de matematica financeira (sistemas de amortizacao)Aulas de matematica financeira (sistemas de amortizacao)
Aulas de matematica financeira (sistemas de amortizacao)
 
Matematica financeira
Matematica financeiraMatematica financeira
Matematica financeira
 

Mais de Rodrigo Thiago Passos Silva

Recompra de Energia - Demonstração
Recompra de Energia - DemonstraçãoRecompra de Energia - Demonstração
Recompra de Energia - Demonstração
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Exercício sobre Pré-Imagem
Exercício sobre Pré-ImagemExercício sobre Pré-Imagem
Exercício sobre Pré-Imagem
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Newton e Leibniz
Newton e LeibnizNewton e Leibniz
Newton e Leibniz
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Petróleos ultra-pesados - Apresentação
Petróleos ultra-pesados - ApresentaçãoPetróleos ultra-pesados - Apresentação
Petróleos ultra-pesados - Apresentação
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Exercício - Torre de Resfriamento - Termodinâmica
Exercício - Torre de Resfriamento - TermodinâmicaExercício - Torre de Resfriamento - Termodinâmica
Exercício - Torre de Resfriamento - Termodinâmica
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Demonstração do binômio de Newton
Demonstração do binômio de NewtonDemonstração do binômio de Newton
Demonstração do binômio de Newton
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Formulário - Estatística
Formulário - EstatísticaFormulário - Estatística
Formulário - Estatística
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Resumo - Álgebra Linear
Resumo - Álgebra LinearResumo - Álgebra Linear
Resumo - Álgebra Linear
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Sensor de Campo Magnético
Sensor de Campo MagnéticoSensor de Campo Magnético
Sensor de Campo Magnético
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Esboço - Gráfico de Função
Esboço - Gráfico de FunçãoEsboço - Gráfico de Função
Esboço - Gráfico de Função
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
1+1=2
1+1=21+1=2
Matriz inversa
Matriz inversaMatriz inversa
Lista 3 - Bases Matemáticas - Indução
Lista 3  - Bases Matemáticas - InduçãoLista 3  - Bases Matemáticas - Indução
Lista 3 - Bases Matemáticas - Indução
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Apresentação - Desenho e Projeto
Apresentação - Desenho e ProjetoApresentação - Desenho e Projeto
Apresentação - Desenho e Projeto
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
Relatório - Desenho e Projeto
Relatório - Desenho e ProjetoRelatório - Desenho e Projeto
Relatório - Desenho e Projeto
Rodrigo Thiago Passos Silva
 

Mais de Rodrigo Thiago Passos Silva (15)

Recompra de Energia - Demonstração
Recompra de Energia - DemonstraçãoRecompra de Energia - Demonstração
Recompra de Energia - Demonstração
 
Exercício sobre Pré-Imagem
Exercício sobre Pré-ImagemExercício sobre Pré-Imagem
Exercício sobre Pré-Imagem
 
Newton e Leibniz
Newton e LeibnizNewton e Leibniz
Newton e Leibniz
 
Petróleos ultra-pesados - Apresentação
Petróleos ultra-pesados - ApresentaçãoPetróleos ultra-pesados - Apresentação
Petróleos ultra-pesados - Apresentação
 
Exercício - Torre de Resfriamento - Termodinâmica
Exercício - Torre de Resfriamento - TermodinâmicaExercício - Torre de Resfriamento - Termodinâmica
Exercício - Torre de Resfriamento - Termodinâmica
 
Demonstração do binômio de Newton
Demonstração do binômio de NewtonDemonstração do binômio de Newton
Demonstração do binômio de Newton
 
Formulário - Estatística
Formulário - EstatísticaFormulário - Estatística
Formulário - Estatística
 
Resumo - Álgebra Linear
Resumo - Álgebra LinearResumo - Álgebra Linear
Resumo - Álgebra Linear
 
Sensor de Campo Magnético
Sensor de Campo MagnéticoSensor de Campo Magnético
Sensor de Campo Magnético
 
Esboço - Gráfico de Função
Esboço - Gráfico de FunçãoEsboço - Gráfico de Função
Esboço - Gráfico de Função
 
1+1=2
1+1=21+1=2
1+1=2
 
Matriz inversa
Matriz inversaMatriz inversa
Matriz inversa
 
Lista 3 - Bases Matemáticas - Indução
Lista 3  - Bases Matemáticas - InduçãoLista 3  - Bases Matemáticas - Indução
Lista 3 - Bases Matemáticas - Indução
 
Apresentação - Desenho e Projeto
Apresentação - Desenho e ProjetoApresentação - Desenho e Projeto
Apresentação - Desenho e Projeto
 
Relatório - Desenho e Projeto
Relatório - Desenho e ProjetoRelatório - Desenho e Projeto
Relatório - Desenho e Projeto
 

Último

ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
JohnnyLima16
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 

Último (20)

ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 

Cálculo do imposto de renda

  • 1. Cálculo do Imposto de Renda – Pessoa Física Rodrigo Thiago Passos Silva rodrigotpsilva@gmail.com Tabela progressiva de incidência mensal para o ano-calendário 2014 Base de Cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IR (R$) Até 1.787,77 - - De 1.787,78 até 2.679,29 7,5 134,08 De 2.679,30 até 3.572,43 15 335,03 De 3.572,44 até 4.463,81 22,5 602,96 Acima de 4.463,81 27,5 826,15 Fonte: http://www.receita.fazenda.gov.br/Aliquotas/ContribFont2012a2015.htm O imposto de renda devido é calculado pela seguinte equação Exemplos utilizando a equação 1) Base de cálculo: R$ 1.500,00 2) Base de cálculo: R$ 2.500,00 3) Base de cálculo: R$ 3.400,00 4) Base de cálculo: R$ 4.000,00 5) Base de cálculo: R$ 7.500,00
  • 2. O imposto de renda devido pode ser, entretanto, calculado de forma progressiva, no qual a base de cálculo é decomposta entre as faixas da tabela supra e para cada parcela aplica-se a correspondente alíquota. Exemplos utilizando a progressão da alíquota 1) Base de cálculo: R$ 1.500,00 Neste caso, o imposto de renda é nulo pois R$ 1.500,00 encontra-se completamente na faixa isenta. 2) Base de cálculo: R$ 2.500,00 Decomposição Alíquota (%) IR (R$) 1.787,77 - - 712,23 7,5 53,42 Imposto total 53,42 3) Base de cálculo: R$ 3.400,00 Decomposição Alíquota (%) IR (R$) 1.787,77 - - 891,52 7,5 66,86 720,71 15 108,11 Imposto total 174,97 4) Base de cálculo: R$ 4.000,00 Decomposição Alíquota (%) IR (R$) 1.787,77 - - 891,52 7,5 66,86 893,14 15 133,97 427,57 22,5 96,20 Imposto total 297,03
  • 3. 5) Base de cálculo: R$ 7.500,00 Decomposição Alíquota (%) IR (R$) 1.787,77 - - 891,52 7,5 66,86 893,14 15 133,97 891,38 22,5 200,56 3.036,19 27,5 834,95 Imposto total 1.236,34 Observada a pequena diferença de 1 centavo em alguns casos, devido ao arrendondamento utilizado nas operações intermediárias, conclui-se que ambas as formas de cálculo são equivalentes. Demonstração de que as formas de cálculo são equivalentes A demonstração será feita apenas para uma base de cálculo superior a R$ 4.463,81. Para as demais faixas seria realizada de forma análoga. Seja x a base de cálculo, onde . Caso optemos por calcular o imposto de renda por meio da equação obtemos que Para utilizar o cálculo com a progressão das alíquotas primeiramente decompõe-se o número x em parcelas inferiores, ou seja: Observe que , então como podemos concluir que .
  • 4. Assim, pode-se montar a tabela: Decomposição Alíquota (%) IR (R$) 1.787,77 - - 891,52 7,5 66,86 893,14 15 133,97 891,38 22,5 200,56 y 27,5 ( ) Assim, o imposto total devido é igual a somatória do imposto devido por parcela da base de cálculo. Ou seja, ( ) ( ) (A variação de 1 centavo é devida aos métodos de arrendamento utilizados) Assim, conclui-se que as duas formas de cálculo são equivalentes. Q.E.D.