SlideShare uma empresa Scribd logo
Circuitos
Simples
Governo do Estado de Rondônia
Secretaria de Estado da Educação – SEDUC
Coordenadoria Regional de Ensino - CRE
E.E.E.F.M. Cel. Aluízio Pinheiro Ferreira
Rolim de Moura – RO
Profª.: Daniela Fontana Almenara
Disciplina: Física
3º ano do Ensino Médio
Pilha seca
 Um campo elétrico pode ser estabelecido no
interior de um fio condutor ligando-se as
extremidades deste fio aos polos de uma
pilha.
 Isto ocorre porque a pilha é um dispositivo
capaz de manter uma diferença de
potencial entre os polos, graças a reações
químicas que se processam em seu interior
 A extremidade A mostrada na figura encontra-
se em um um potencial mais alto do que a
base B. A voltagem entre esses pontos é de
cerca de 1,5 V
Associação de pilhas
 É possível associar várias
pilhas de modo a se
obter uma voltagem
mais elevada.
 Quando várias pilhas são
ligadas dessa maneira
dizemos que elas estão
associadas em série.
Bateria de automóvel
 As baterias de automóvel são associações
semelhantes àquela que acabamos de
analisar.
 Entretanto, as pilhas usadas nesta
associação têm constituição diferente da
pilha seca: Seus polos são placas de Pb
mergulhadas em uma solução de ácido
sulfúrico e a voltagem entre os polos é
aproximadamente igual a 2 V
 Uma bateria é
construída
associando-se, em
série, algumas
dessas pilhas e
colocando-as no
interior de um
invólucro
resistente.
Circuito elétrico simples
 Sempre que ligamos os polos de uma pilha
ou bateria por meio de um condutor, será
estabelecida uma corrente, cujo sentido
(convencional) é do polo positivo para o polo
negativo.
Comentários
 As cargas positivas tendem a se deslocar de
onde o potencial é maior para onde ele é
menor
 A intensidade da corrente tem o mesmo
valor em qualquer seção do circuito.
 Quando uma corrente elétrica passa por um
aparelho, há uma variação de energia desta
corrente, mas sua intensidade não se
modifica.
Atividades do livro
 Realizar os exercícios de fixação do
livro pág. 111, exer. 5 ao 11

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Correção 146 à 148
Correção 146 à 148Correção 146 à 148
Correção 146 à 148
ricardodavidtt
 
Eletrodinamica
EletrodinamicaEletrodinamica
Eletrodinamica
kelymota
 
Resistores parte 6
Resistores parte 6Resistores parte 6
Resistores parte 6
Paulo Victor
 
Aula 01 geração, transmissão e distribuição (1)
Aula 01   geração, transmissão e distribuição (1)Aula 01   geração, transmissão e distribuição (1)
Aula 01 geração, transmissão e distribuição (1)
Andre Miranda
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
Marco Antonio Sanches
 
66919261 analise-de-circuito-i
66919261 analise-de-circuito-i66919261 analise-de-circuito-i
66919261 analise-de-circuito-i
Hernandes Pereira
 
Geradores eletricos
Geradores eletricosGeradores eletricos
Geradores eletricos
Jailson Silva
 
Eletrodinâmica
EletrodinâmicaEletrodinâmica
Eletrodinâmica
Paulo Filho
 
Ava biofisica tema 1 anhanguera
Ava biofisica tema 1 anhangueraAva biofisica tema 1 anhanguera
Ava biofisica tema 1 anhanguera
Guga Silva
 
Ficha de trabalho nº7
Ficha de trabalho nº7Ficha de trabalho nº7
Ficha de trabalho nº7
Paula Noronha
 
Básica circuitos
Básica circuitosBásica circuitos
Básica circuitos
rodrigoateneu
 
Eletricidade e mecânica aula 6
Eletricidade e mecânica aula 6Eletricidade e mecânica aula 6
Eletricidade e mecânica aula 6
Aline Rodrigues
 
Aes br 07_ei
Aes br 07_eiAes br 07_ei
Aes br 07_ei
Muniz Rodrigues
 
Fontes de alimentação - principios
Fontes de alimentação - principiosFontes de alimentação - principios
Fontes de alimentação - principios
Mario Kleber
 
Quebrangulo enchente junho de 2010 - reconstrução do sistema elétrico de al...
Quebrangulo   enchente junho de 2010 - reconstrução do sistema elétrico de al...Quebrangulo   enchente junho de 2010 - reconstrução do sistema elétrico de al...
Quebrangulo enchente junho de 2010 - reconstrução do sistema elétrico de al...
Quebrangulo
 
Frente 3 cad.01-módulo 02
Frente 3  cad.01-módulo 02Frente 3  cad.01-módulo 02
Frente 3 cad.01-módulo 02
Rildo Borges
 
Associação de resistores.ppt
Associação de resistores.pptAssociação de resistores.ppt
Associação de resistores.ppt
Emerson Assis
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
Certificarte Lda
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
Marco Antonio Sanches
 
Influências do campo eletromagnético em um transformador
Influências do campo eletromagnético em um transformadorInfluências do campo eletromagnético em um transformador
Influências do campo eletromagnético em um transformador
PabloHCC
 

Mais procurados (20)

Correção 146 à 148
Correção 146 à 148Correção 146 à 148
Correção 146 à 148
 
Eletrodinamica
EletrodinamicaEletrodinamica
Eletrodinamica
 
Resistores parte 6
Resistores parte 6Resistores parte 6
Resistores parte 6
 
Aula 01 geração, transmissão e distribuição (1)
Aula 01   geração, transmissão e distribuição (1)Aula 01   geração, transmissão e distribuição (1)
Aula 01 geração, transmissão e distribuição (1)
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
 
66919261 analise-de-circuito-i
66919261 analise-de-circuito-i66919261 analise-de-circuito-i
66919261 analise-de-circuito-i
 
Geradores eletricos
Geradores eletricosGeradores eletricos
Geradores eletricos
 
Eletrodinâmica
EletrodinâmicaEletrodinâmica
Eletrodinâmica
 
Ava biofisica tema 1 anhanguera
Ava biofisica tema 1 anhangueraAva biofisica tema 1 anhanguera
Ava biofisica tema 1 anhanguera
 
Ficha de trabalho nº7
Ficha de trabalho nº7Ficha de trabalho nº7
Ficha de trabalho nº7
 
Básica circuitos
Básica circuitosBásica circuitos
Básica circuitos
 
Eletricidade e mecânica aula 6
Eletricidade e mecânica aula 6Eletricidade e mecânica aula 6
Eletricidade e mecânica aula 6
 
Aes br 07_ei
Aes br 07_eiAes br 07_ei
Aes br 07_ei
 
Fontes de alimentação - principios
Fontes de alimentação - principiosFontes de alimentação - principios
Fontes de alimentação - principios
 
Quebrangulo enchente junho de 2010 - reconstrução do sistema elétrico de al...
Quebrangulo   enchente junho de 2010 - reconstrução do sistema elétrico de al...Quebrangulo   enchente junho de 2010 - reconstrução do sistema elétrico de al...
Quebrangulo enchente junho de 2010 - reconstrução do sistema elétrico de al...
 
Frente 3 cad.01-módulo 02
Frente 3  cad.01-módulo 02Frente 3  cad.01-módulo 02
Frente 3 cad.01-módulo 02
 
Associação de resistores.ppt
Associação de resistores.pptAssociação de resistores.ppt
Associação de resistores.ppt
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
 
Influências do campo eletromagnético em um transformador
Influências do campo eletromagnético em um transformadorInfluências do campo eletromagnético em um transformador
Influências do campo eletromagnético em um transformador
 

Semelhante a Circuitos simples

Diferença de potencial.ppt
Diferença de potencial.pptDiferença de potencial.ppt
Diferença de potencial.ppt
JoabeClaudio2
 
Física 3º ano ensino médio diferença de potencial
Física 3º ano ensino médio   diferença de potencialFísica 3º ano ensino médio   diferença de potencial
Física 3º ano ensino médio diferença de potencial
Tiago Gomes da Silva
 
Electroforese_.pdf
Electroforese_.pdfElectroforese_.pdf
Electroforese_.pdf
jorgevenancioramosHe
 
Relatório de Física - Atuação Eletrostática
Relatório de Física - Atuação EletrostáticaRelatório de Física - Atuação Eletrostática
Relatório de Física - Atuação Eletrostática
Victor Said
 
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_3aserie_gabarito
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_3aserie_gabarito2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_3aserie_gabarito
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_3aserie_gabarito
profzwipp
 
Aula 2 - Eletricidade e Eletrônica - Eletrização e Cargas elétricas
Aula 2 - Eletricidade e Eletrônica - Eletrização e Cargas elétricasAula 2 - Eletricidade e Eletrônica - Eletrização e Cargas elétricas
Aula 2 - Eletricidade e Eletrônica - Eletrização e Cargas elétricas
Guilherme Nonino Rosa
 
Capacitor
CapacitorCapacitor
Capacitor
Moises Silva Jr.
 
Tensao alternada (1)
Tensao alternada (1)Tensao alternada (1)
Tensao alternada (1)
admilson bezerra
 
Tensaoeletricaleideohm
TensaoeletricaleideohmTensaoeletricaleideohm
Tensaoeletricaleideohm
Manoel Neto
 
Relatorio de Quimica
Relatorio de QuimicaRelatorio de Quimica
Relatorio de Quimica
Rodrigowv
 
Apostila de eletricidade básica para alunos fatec
Apostila de eletricidade básica para alunos fatecApostila de eletricidade básica para alunos fatec
Apostila de eletricidade básica para alunos fatec
redesinforma
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
estead2011
 
apostila de eletricidade básica Werther serralheiro
apostila de eletricidade básica Werther serralheiroapostila de eletricidade básica Werther serralheiro
apostila de eletricidade básica Werther serralheiro
ssuserd390f8
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
Jorge Alex Rodrigues
 
Aula i fbaiano_ligações químicas
Aula i fbaiano_ligações químicasAula i fbaiano_ligações químicas
Aula i fbaiano_ligações químicas
Saulo Luis Capim
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
professorvaldirperini
 
Circuitos eletricos 1
Circuitos eletricos 1 Circuitos eletricos 1
Circuitos eletricos 1
José Albuquerque
 
Circuitos eletricos 1 - Circuitos Elétricos em Corrente Contínua
Circuitos eletricos 1 - Circuitos Elétricos em Corrente ContínuaCircuitos eletricos 1 - Circuitos Elétricos em Corrente Contínua
Circuitos eletricos 1 - Circuitos Elétricos em Corrente Contínua
José Albuquerque
 
Biomoléculas parte 2
Biomoléculas parte 2Biomoléculas parte 2
Biomoléculas parte 2
Luis Ribeiro
 
Dipolo
DipoloDipolo
Dipolo
Euler Bentes
 

Semelhante a Circuitos simples (20)

Diferença de potencial.ppt
Diferença de potencial.pptDiferença de potencial.ppt
Diferença de potencial.ppt
 
Física 3º ano ensino médio diferença de potencial
Física 3º ano ensino médio   diferença de potencialFísica 3º ano ensino médio   diferença de potencial
Física 3º ano ensino médio diferença de potencial
 
Electroforese_.pdf
Electroforese_.pdfElectroforese_.pdf
Electroforese_.pdf
 
Relatório de Física - Atuação Eletrostática
Relatório de Física - Atuação EletrostáticaRelatório de Física - Atuação Eletrostática
Relatório de Física - Atuação Eletrostática
 
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_3aserie_gabarito
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_3aserie_gabarito2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_3aserie_gabarito
2010 volume1 cadernodoaluno_fisica_ensinomedio_3aserie_gabarito
 
Aula 2 - Eletricidade e Eletrônica - Eletrização e Cargas elétricas
Aula 2 - Eletricidade e Eletrônica - Eletrização e Cargas elétricasAula 2 - Eletricidade e Eletrônica - Eletrização e Cargas elétricas
Aula 2 - Eletricidade e Eletrônica - Eletrização e Cargas elétricas
 
Capacitor
CapacitorCapacitor
Capacitor
 
Tensao alternada (1)
Tensao alternada (1)Tensao alternada (1)
Tensao alternada (1)
 
Tensaoeletricaleideohm
TensaoeletricaleideohmTensaoeletricaleideohm
Tensaoeletricaleideohm
 
Relatorio de Quimica
Relatorio de QuimicaRelatorio de Quimica
Relatorio de Quimica
 
Apostila de eletricidade básica para alunos fatec
Apostila de eletricidade básica para alunos fatecApostila de eletricidade básica para alunos fatec
Apostila de eletricidade básica para alunos fatec
 
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2Tópico 5   ligacoes quimicas parte 2
Tópico 5 ligacoes quimicas parte 2
 
apostila de eletricidade básica Werther serralheiro
apostila de eletricidade básica Werther serralheiroapostila de eletricidade básica Werther serralheiro
apostila de eletricidade básica Werther serralheiro
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
Aula i fbaiano_ligações químicas
Aula i fbaiano_ligações químicasAula i fbaiano_ligações químicas
Aula i fbaiano_ligações químicas
 
Eletricidade
EletricidadeEletricidade
Eletricidade
 
Circuitos eletricos 1
Circuitos eletricos 1 Circuitos eletricos 1
Circuitos eletricos 1
 
Circuitos eletricos 1 - Circuitos Elétricos em Corrente Contínua
Circuitos eletricos 1 - Circuitos Elétricos em Corrente ContínuaCircuitos eletricos 1 - Circuitos Elétricos em Corrente Contínua
Circuitos eletricos 1 - Circuitos Elétricos em Corrente Contínua
 
Biomoléculas parte 2
Biomoléculas parte 2Biomoléculas parte 2
Biomoléculas parte 2
 
Dipolo
DipoloDipolo
Dipolo
 

Mais de Daniela F Almenara

Trabalho mandalas
Trabalho mandalasTrabalho mandalas
Trabalho mandalas
Daniela F Almenara
 
Aec 9º-ano-1º-bim
Aec 9º-ano-1º-bimAec 9º-ano-1º-bim
Aec 9º-ano-1º-bim
Daniela F Almenara
 
Atividade em classe 1º bim 6º ano
Atividade em classe 1º bim 6º anoAtividade em classe 1º bim 6º ano
Atividade em classe 1º bim 6º ano
Daniela F Almenara
 
Atividade extraclasse 1º ano
Atividade extraclasse 1º anoAtividade extraclasse 1º ano
Atividade extraclasse 1º ano
Daniela F Almenara
 
Mandalas
MandalasMandalas
Mandalas
MandalasMandalas
Pg
PgPg
Função horária das posições
Função horária das posiçõesFunção horária das posições
Função horária das posições
Daniela F Almenara
 
Atividade de reforço algarismos romanos
Atividade de reforço algarismos romanosAtividade de reforço algarismos romanos
Atividade de reforço algarismos romanos
Daniela F Almenara
 
Dilatação térmica
Dilatação térmicaDilatação térmica
Dilatação térmica
Daniela F Almenara
 
6º ano-avaliação-diagnótica-2016
6º ano-avaliação-diagnótica-20166º ano-avaliação-diagnótica-2016
6º ano-avaliação-diagnótica-2016
Daniela F Almenara
 
Avaliação de diagnóstica 8º ano
Avaliação de diagnóstica 8º ano Avaliação de diagnóstica 8º ano
Avaliação de diagnóstica 8º ano
Daniela F Almenara
 
As formas geométricas espaciais
As formas geométricas espaciaisAs formas geométricas espaciais
As formas geométricas espaciais
Daniela F Almenara
 
2º atv em classe 2º bim 2014
2º atv em classe  2º bim 20142º atv em classe  2º bim 2014
2º atv em classe 2º bim 2014
Daniela F Almenara
 
Álbum 7º C
Álbum 7º CÁlbum 7º C
Álbum 7º C
Daniela F Almenara
 
Álbum 7º B
Álbum  7º BÁlbum  7º B
Álbum 7º B
Daniela F Almenara
 
Álbum 7º A
Álbum 7º  AÁlbum 7º  A
Álbum 7º A
Daniela F Almenara
 
Dilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidosDilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidos
Daniela F Almenara
 
Atividade extraclasse 2º ano
Atividade extraclasse 2º anoAtividade extraclasse 2º ano
Atividade extraclasse 2º ano
Daniela F Almenara
 
Aula 1 temperatura
Aula 1   temperaturaAula 1   temperatura
Aula 1 temperatura
Daniela F Almenara
 

Mais de Daniela F Almenara (20)

Trabalho mandalas
Trabalho mandalasTrabalho mandalas
Trabalho mandalas
 
Aec 9º-ano-1º-bim
Aec 9º-ano-1º-bimAec 9º-ano-1º-bim
Aec 9º-ano-1º-bim
 
Atividade em classe 1º bim 6º ano
Atividade em classe 1º bim 6º anoAtividade em classe 1º bim 6º ano
Atividade em classe 1º bim 6º ano
 
Atividade extraclasse 1º ano
Atividade extraclasse 1º anoAtividade extraclasse 1º ano
Atividade extraclasse 1º ano
 
Mandalas
MandalasMandalas
Mandalas
 
Mandalas
MandalasMandalas
Mandalas
 
Pg
PgPg
Pg
 
Função horária das posições
Função horária das posiçõesFunção horária das posições
Função horária das posições
 
Atividade de reforço algarismos romanos
Atividade de reforço algarismos romanosAtividade de reforço algarismos romanos
Atividade de reforço algarismos romanos
 
Dilatação térmica
Dilatação térmicaDilatação térmica
Dilatação térmica
 
6º ano-avaliação-diagnótica-2016
6º ano-avaliação-diagnótica-20166º ano-avaliação-diagnótica-2016
6º ano-avaliação-diagnótica-2016
 
Avaliação de diagnóstica 8º ano
Avaliação de diagnóstica 8º ano Avaliação de diagnóstica 8º ano
Avaliação de diagnóstica 8º ano
 
As formas geométricas espaciais
As formas geométricas espaciaisAs formas geométricas espaciais
As formas geométricas espaciais
 
2º atv em classe 2º bim 2014
2º atv em classe  2º bim 20142º atv em classe  2º bim 2014
2º atv em classe 2º bim 2014
 
Álbum 7º C
Álbum 7º CÁlbum 7º C
Álbum 7º C
 
Álbum 7º B
Álbum  7º BÁlbum  7º B
Álbum 7º B
 
Álbum 7º A
Álbum 7º  AÁlbum 7º  A
Álbum 7º A
 
Dilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidosDilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidos
 
Atividade extraclasse 2º ano
Atividade extraclasse 2º anoAtividade extraclasse 2º ano
Atividade extraclasse 2º ano
 
Aula 1 temperatura
Aula 1   temperaturaAula 1   temperatura
Aula 1 temperatura
 

Último

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 

Último (20)

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 

Circuitos simples

  • 1. Circuitos Simples Governo do Estado de Rondônia Secretaria de Estado da Educação – SEDUC Coordenadoria Regional de Ensino - CRE E.E.E.F.M. Cel. Aluízio Pinheiro Ferreira Rolim de Moura – RO Profª.: Daniela Fontana Almenara Disciplina: Física 3º ano do Ensino Médio
  • 2. Pilha seca  Um campo elétrico pode ser estabelecido no interior de um fio condutor ligando-se as extremidades deste fio aos polos de uma pilha.  Isto ocorre porque a pilha é um dispositivo capaz de manter uma diferença de potencial entre os polos, graças a reações químicas que se processam em seu interior
  • 3.  A extremidade A mostrada na figura encontra- se em um um potencial mais alto do que a base B. A voltagem entre esses pontos é de cerca de 1,5 V
  • 4. Associação de pilhas  É possível associar várias pilhas de modo a se obter uma voltagem mais elevada.  Quando várias pilhas são ligadas dessa maneira dizemos que elas estão associadas em série.
  • 5. Bateria de automóvel  As baterias de automóvel são associações semelhantes àquela que acabamos de analisar.  Entretanto, as pilhas usadas nesta associação têm constituição diferente da pilha seca: Seus polos são placas de Pb mergulhadas em uma solução de ácido sulfúrico e a voltagem entre os polos é aproximadamente igual a 2 V
  • 6.  Uma bateria é construída associando-se, em série, algumas dessas pilhas e colocando-as no interior de um invólucro resistente.
  • 7. Circuito elétrico simples  Sempre que ligamos os polos de uma pilha ou bateria por meio de um condutor, será estabelecida uma corrente, cujo sentido (convencional) é do polo positivo para o polo negativo.
  • 8. Comentários  As cargas positivas tendem a se deslocar de onde o potencial é maior para onde ele é menor  A intensidade da corrente tem o mesmo valor em qualquer seção do circuito.  Quando uma corrente elétrica passa por um aparelho, há uma variação de energia desta corrente, mas sua intensidade não se modifica.
  • 9. Atividades do livro  Realizar os exercícios de fixação do livro pág. 111, exer. 5 ao 11