SlideShare uma empresa Scribd logo
CELULAR NA
ESCOLA: INIMIGO
OU ALIADO?
N O M E : M A R I N A H E L E N A A N D R A D E R I B E I R O
PA P E L E S C O L H I D O : T E C N Ó F I LO
O uso do celular pode ser visto como um
recurso tecnológico para que os professores
desenvolvam suas aulas e projetos, e assim,
tornar o processo de ensino e
aprendizagem mais significativo para
crianças e adolescentes.
AULA, CONTEÚDO E CELULAR!
Quer queira ou não, o celular faz parte do seu dia a dia,
como as redes sociais fazem parte do cotidiano de
vários alunos. A dimensão dessa junção “Aula,
Conteúdo e Celular” estimula os alunos a participar
mais das aulas, afinal, muitas crianças dão “show” ao
usar seus celulares.
“TUDO QUE
É PROIBIDO
É MAIS
GOSTOSO”
É importante considerar
que a proibição do uso
de celular em sala de aula
desperta ainda mais o
desejo de usá-lo...
CONTEÚDOS E HABILIDADES PODEM SER
TRABALHADOS E ATÉ OTIMIZADOS COM O USO DO
CELULAR NO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS:
• Projeto em que o objetivo é
explorar a cultura, os
recursos do celular podem
ser úteis para captar
informações nos bairros,
cidade e até mesmo em
várias regiões do Brasil.
Se um projeto tiver a intenção de fazer com que os alunos
conheçam os valores através dos tempos, é possível entrevistar
funcionários da própria escola ou parentes, utilizando recursos
próprios do aparelho como:
FILMAGENS
IMAGENS
ENTREVISTAS
GRAVAÇÕES
COMUNICAÇÃO
Além de envio de
mensagens com
dúvidas, avaliações e
dicas diversas
relacionadas às
disciplinas.
O potencial do celular dentro de uma sala é o estímulo que ele
causa nos alunos e a independência e autonomia que desenvolve,
colocando-os como coautores do próprio conhecimento. Alunos
que se deparam com objetos que já vivenciam fora da escola
sentem-se mais seguros e independentes dentro do ambiente
escolar e na construção do seu conhecimento, devido à facilidade
que têm ao manusear a ferramenta.
A UTILIZAÇÃO DO CELULAR PROMOVE O
DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL, SOCIAL E COGNITIVO
DE MANEIRA CONJUNTA, POIS ELE É UM ESTÍMULO PARA
AUXILIAR NA ASSIMILAÇÃO DOS CONTEÚDOS
PEDAGÓGICOS. QUANDO SÃO PROPOSTOS NOVOS
CAMINHOS PARA APRENDER, O DESENVOLVIMENTO
INTELECTUAL ACONTECE DE FORMA NATURAL, POIS HÁ
EXERCÍCIO DA CAPACIDADE DE PENSAR. A INFORMAÇÃO
SE TRANSFORMA EM CONHECIMENTO.
VOLTANDO A PERGUNTA
INICIAL...
CELULAR NA ESCOLA: INIMIGO OU ALIADO?
ALIADO!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pré projeto TCC: Continuidade Delitiva Aplicabilidade do Sistema de Exasperaç...
Pré projeto TCC: Continuidade Delitiva Aplicabilidade do Sistema de Exasperaç...Pré projeto TCC: Continuidade Delitiva Aplicabilidade do Sistema de Exasperaç...
Pré projeto TCC: Continuidade Delitiva Aplicabilidade do Sistema de Exasperaç...
Roberta Ferreira da Silva
 
Resumo de todos os capítulos do livro.
Resumo de todos os capítulos do livro.Resumo de todos os capítulos do livro.
Resumo de todos os capítulos do livro.
Pablo Chagas
 
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
ANGRAD
 
Slide EJA
Slide EJASlide EJA
Slide EJA
GN2713
 
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
quezinhaneves
 
Análise filme matrix
Análise filme matrixAnálise filme matrix
Análise filme matrix
Claudinéia da Silva
 
Os professores diante do saber
Os professores diante do saberOs professores diante do saber
Os professores diante do saber
CRIS TORRES
 
introdução ao pensamento crítico
 introdução ao pensamento crítico introdução ao pensamento crítico
introdução ao pensamento crítico
Tavares tavares
 
I.E.D - Classificação das Normas Jurídicas: Critérios Distintivos (3)
I.E.D - Classificação das Normas Jurídicas: Critérios Distintivos (3)I.E.D - Classificação das Normas Jurídicas: Critérios Distintivos (3)
I.E.D - Classificação das Normas Jurídicas: Critérios Distintivos (3)
Diego Sampaio
 
Aula 10
Aula 10Aula 10
ReflexõEs Estágio
ReflexõEs EstágioReflexõEs Estágio
ReflexõEs Estágio
Socorro
 
Lei nº 12.850 - lei de combate às organizações criminosas esquematizada
Lei nº 12.850 - lei de combate às organizações criminosas esquematizadaLei nº 12.850 - lei de combate às organizações criminosas esquematizada
Lei nº 12.850 - lei de combate às organizações criminosas esquematizada
Marcos Girão
 
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese) Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Sandra Cristina Santiago Freitas
 
Letramento Digital
Letramento DigitalLetramento Digital
O papel do pedagogo na escola
O papel do pedagogo na escolaO papel do pedagogo na escola
O papel do pedagogo na escola
Cleia Printes
 
Palestra eja aula inicial
Palestra eja  aula inicialPalestra eja  aula inicial
Palestra eja aula inicial
Alekson Morais
 
O uso do celular em sala de aula
O uso do celular em sala de aulaO uso do celular em sala de aula
O uso do celular em sala de aula
João Mendonça
 
1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia
Rita Camilo
 
Lados Negativos da Tecnologia.
Lados Negativos da Tecnologia.Lados Negativos da Tecnologia.
Lados Negativos da Tecnologia.
Nicole Gouveia
 
Apostila sociologia da educação fak
Apostila sociologia da educação   fakApostila sociologia da educação   fak
Apostila sociologia da educação fak
Prof. Antônio Martins de Almeida Filho
 

Mais procurados (20)

Pré projeto TCC: Continuidade Delitiva Aplicabilidade do Sistema de Exasperaç...
Pré projeto TCC: Continuidade Delitiva Aplicabilidade do Sistema de Exasperaç...Pré projeto TCC: Continuidade Delitiva Aplicabilidade do Sistema de Exasperaç...
Pré projeto TCC: Continuidade Delitiva Aplicabilidade do Sistema de Exasperaç...
 
Resumo de todos os capítulos do livro.
Resumo de todos os capítulos do livro.Resumo de todos os capítulos do livro.
Resumo de todos os capítulos do livro.
 
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
Sinaes – INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO NAS MODALIDADES PRES...
 
Slide EJA
Slide EJASlide EJA
Slide EJA
 
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
 
Análise filme matrix
Análise filme matrixAnálise filme matrix
Análise filme matrix
 
Os professores diante do saber
Os professores diante do saberOs professores diante do saber
Os professores diante do saber
 
introdução ao pensamento crítico
 introdução ao pensamento crítico introdução ao pensamento crítico
introdução ao pensamento crítico
 
I.E.D - Classificação das Normas Jurídicas: Critérios Distintivos (3)
I.E.D - Classificação das Normas Jurídicas: Critérios Distintivos (3)I.E.D - Classificação das Normas Jurídicas: Critérios Distintivos (3)
I.E.D - Classificação das Normas Jurídicas: Critérios Distintivos (3)
 
Aula 10
Aula 10Aula 10
Aula 10
 
ReflexõEs Estágio
ReflexõEs EstágioReflexõEs Estágio
ReflexõEs Estágio
 
Lei nº 12.850 - lei de combate às organizações criminosas esquematizada
Lei nº 12.850 - lei de combate às organizações criminosas esquematizadaLei nº 12.850 - lei de combate às organizações criminosas esquematizada
Lei nº 12.850 - lei de combate às organizações criminosas esquematizada
 
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese) Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
Os sete saberes: Edgar Morin (síntese)
 
Letramento Digital
Letramento DigitalLetramento Digital
Letramento Digital
 
O papel do pedagogo na escola
O papel do pedagogo na escolaO papel do pedagogo na escola
O papel do pedagogo na escola
 
Palestra eja aula inicial
Palestra eja  aula inicialPalestra eja  aula inicial
Palestra eja aula inicial
 
O uso do celular em sala de aula
O uso do celular em sala de aulaO uso do celular em sala de aula
O uso do celular em sala de aula
 
1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia
 
Lados Negativos da Tecnologia.
Lados Negativos da Tecnologia.Lados Negativos da Tecnologia.
Lados Negativos da Tecnologia.
 
Apostila sociologia da educação fak
Apostila sociologia da educação   fakApostila sociologia da educação   fak
Apostila sociologia da educação fak
 

Semelhante a Celular na escola: inimigo ou aliado?

Tecnologia dentro da escola. Escola dentro da tecnologia.
Tecnologia dentro da escola. Escola dentro da tecnologia. Tecnologia dentro da escola. Escola dentro da tecnologia.
Tecnologia dentro da escola. Escola dentro da tecnologia.
LeandroMartins229
 
Smart Aprendizado
Smart AprendizadoSmart Aprendizado
Smart Aprendizado
Jussara Gomes
 
O Celular como aliado na sala de aula
O Celular como aliado na sala de aulaO Celular como aliado na sala de aula
O Celular como aliado na sala de aula
jussaracosta12
 
TECNÓFILO/ CLÁUDIA ALVES
TECNÓFILO/ CLÁUDIA ALVESTECNÓFILO/ CLÁUDIA ALVES
TECNÓFILO/ CLÁUDIA ALVES
Cláudia Alves
 
Atividade2karissagomes
Atividade2karissagomesAtividade2karissagomes
Atividade2karissagomes
Karissa Gomes
 
Tecnófilo
TecnófiloTecnófilo
Tecnófilo
Camila Corrêa
 
Quer queira ou não, ele vai estar em sala de aula
Quer queira ou não, ele vai estar em sala de aulaQuer queira ou não, ele vai estar em sala de aula
Quer queira ou não, ele vai estar em sala de aula
deborahsouza34
 
7 motivos para permitir o uso de celular em sala
7 motivos para permitir o uso de celular em sala7 motivos para permitir o uso de celular em sala
7 motivos para permitir o uso de celular em sala
LucieneQuirino
 
Escola conectada
Escola conectadaEscola conectada
Escola conectada
PricilaMota1
 
Atividade2priscillaantunes.pptx
Atividade2priscillaantunes.pptxAtividade2priscillaantunes.pptx
Atividade2priscillaantunes.pptx
Priscilla806617
 
Atividade 2 lavinia .pptx
Atividade 2 lavinia .pptxAtividade 2 lavinia .pptx
Atividade 2 lavinia .pptx
LaviniaDoche
 
atividade2luceliacarolinapereiradasilva
atividade2luceliacarolinapereiradasilvaatividade2luceliacarolinapereiradasilva
atividade2luceliacarolinapereiradasilva
Lucelia Carolina
 
Atividade Andrey Rabelo
Atividade Andrey RabeloAtividade Andrey Rabelo
Atividade Andrey Rabelo
AndreyRabelodoValle
 
Celular em sala de aula
Celular em sala de aulaCelular em sala de aula
Celular em sala de aula
ElieneLisboa2
 
Atividade 2 Joanna Leite
Atividade 2 Joanna LeiteAtividade 2 Joanna Leite
Atividade 2 Joanna Leite
JoannaLeite1
 
Tecnologia nas escolas? O futuro é o agora!
Tecnologia nas escolas? O futuro é o agora!Tecnologia nas escolas? O futuro é o agora!
Tecnologia nas escolas? O futuro é o agora!
GabrielleAlves55
 
Tecnófilo.pptx
Tecnófilo.pptxTecnófilo.pptx
Tecnófilo.pptx
LuizZacour
 
USO DE CELULARES NA ESCOLA.pptx
USO DE CELULARES NA ESCOLA.pptxUSO DE CELULARES NA ESCOLA.pptx
USO DE CELULARES NA ESCOLA.pptx
SarahMeireles2
 
Tecnologias em sala de aula
Tecnologias em sala de aulaTecnologias em sala de aula
Tecnologias em sala de aula
AndrezzaRealCamara
 
O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA É BENÉFICO.pptx
O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA É BENÉFICO.pptxO USO DO CELULAR EM SALA DE AULA É BENÉFICO.pptx
O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA É BENÉFICO.pptx
DanielFerreira728260
 

Semelhante a Celular na escola: inimigo ou aliado? (20)

Tecnologia dentro da escola. Escola dentro da tecnologia.
Tecnologia dentro da escola. Escola dentro da tecnologia. Tecnologia dentro da escola. Escola dentro da tecnologia.
Tecnologia dentro da escola. Escola dentro da tecnologia.
 
Smart Aprendizado
Smart AprendizadoSmart Aprendizado
Smart Aprendizado
 
O Celular como aliado na sala de aula
O Celular como aliado na sala de aulaO Celular como aliado na sala de aula
O Celular como aliado na sala de aula
 
TECNÓFILO/ CLÁUDIA ALVES
TECNÓFILO/ CLÁUDIA ALVESTECNÓFILO/ CLÁUDIA ALVES
TECNÓFILO/ CLÁUDIA ALVES
 
Atividade2karissagomes
Atividade2karissagomesAtividade2karissagomes
Atividade2karissagomes
 
Tecnófilo
TecnófiloTecnófilo
Tecnófilo
 
Quer queira ou não, ele vai estar em sala de aula
Quer queira ou não, ele vai estar em sala de aulaQuer queira ou não, ele vai estar em sala de aula
Quer queira ou não, ele vai estar em sala de aula
 
7 motivos para permitir o uso de celular em sala
7 motivos para permitir o uso de celular em sala7 motivos para permitir o uso de celular em sala
7 motivos para permitir o uso de celular em sala
 
Escola conectada
Escola conectadaEscola conectada
Escola conectada
 
Atividade2priscillaantunes.pptx
Atividade2priscillaantunes.pptxAtividade2priscillaantunes.pptx
Atividade2priscillaantunes.pptx
 
Atividade 2 lavinia .pptx
Atividade 2 lavinia .pptxAtividade 2 lavinia .pptx
Atividade 2 lavinia .pptx
 
atividade2luceliacarolinapereiradasilva
atividade2luceliacarolinapereiradasilvaatividade2luceliacarolinapereiradasilva
atividade2luceliacarolinapereiradasilva
 
Atividade Andrey Rabelo
Atividade Andrey RabeloAtividade Andrey Rabelo
Atividade Andrey Rabelo
 
Celular em sala de aula
Celular em sala de aulaCelular em sala de aula
Celular em sala de aula
 
Atividade 2 Joanna Leite
Atividade 2 Joanna LeiteAtividade 2 Joanna Leite
Atividade 2 Joanna Leite
 
Tecnologia nas escolas? O futuro é o agora!
Tecnologia nas escolas? O futuro é o agora!Tecnologia nas escolas? O futuro é o agora!
Tecnologia nas escolas? O futuro é o agora!
 
Tecnófilo.pptx
Tecnófilo.pptxTecnófilo.pptx
Tecnófilo.pptx
 
USO DE CELULARES NA ESCOLA.pptx
USO DE CELULARES NA ESCOLA.pptxUSO DE CELULARES NA ESCOLA.pptx
USO DE CELULARES NA ESCOLA.pptx
 
Tecnologias em sala de aula
Tecnologias em sala de aulaTecnologias em sala de aula
Tecnologias em sala de aula
 
O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA É BENÉFICO.pptx
O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA É BENÉFICO.pptxO USO DO CELULAR EM SALA DE AULA É BENÉFICO.pptx
O USO DO CELULAR EM SALA DE AULA É BENÉFICO.pptx
 

Celular na escola: inimigo ou aliado?

  • 1. CELULAR NA ESCOLA: INIMIGO OU ALIADO? N O M E : M A R I N A H E L E N A A N D R A D E R I B E I R O PA P E L E S C O L H I D O : T E C N Ó F I LO
  • 2. O uso do celular pode ser visto como um recurso tecnológico para que os professores desenvolvam suas aulas e projetos, e assim, tornar o processo de ensino e aprendizagem mais significativo para crianças e adolescentes.
  • 3. AULA, CONTEÚDO E CELULAR! Quer queira ou não, o celular faz parte do seu dia a dia, como as redes sociais fazem parte do cotidiano de vários alunos. A dimensão dessa junção “Aula, Conteúdo e Celular” estimula os alunos a participar mais das aulas, afinal, muitas crianças dão “show” ao usar seus celulares.
  • 4. “TUDO QUE É PROIBIDO É MAIS GOSTOSO” É importante considerar que a proibição do uso de celular em sala de aula desperta ainda mais o desejo de usá-lo...
  • 5. CONTEÚDOS E HABILIDADES PODEM SER TRABALHADOS E ATÉ OTIMIZADOS COM O USO DO CELULAR NO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS: • Projeto em que o objetivo é explorar a cultura, os recursos do celular podem ser úteis para captar informações nos bairros, cidade e até mesmo em várias regiões do Brasil.
  • 6. Se um projeto tiver a intenção de fazer com que os alunos conheçam os valores através dos tempos, é possível entrevistar funcionários da própria escola ou parentes, utilizando recursos próprios do aparelho como: FILMAGENS IMAGENS ENTREVISTAS GRAVAÇÕES COMUNICAÇÃO Além de envio de mensagens com dúvidas, avaliações e dicas diversas relacionadas às disciplinas.
  • 7. O potencial do celular dentro de uma sala é o estímulo que ele causa nos alunos e a independência e autonomia que desenvolve, colocando-os como coautores do próprio conhecimento. Alunos que se deparam com objetos que já vivenciam fora da escola sentem-se mais seguros e independentes dentro do ambiente escolar e na construção do seu conhecimento, devido à facilidade que têm ao manusear a ferramenta.
  • 8. A UTILIZAÇÃO DO CELULAR PROMOVE O DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL, SOCIAL E COGNITIVO DE MANEIRA CONJUNTA, POIS ELE É UM ESTÍMULO PARA AUXILIAR NA ASSIMILAÇÃO DOS CONTEÚDOS PEDAGÓGICOS. QUANDO SÃO PROPOSTOS NOVOS CAMINHOS PARA APRENDER, O DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL ACONTECE DE FORMA NATURAL, POIS HÁ EXERCÍCIO DA CAPACIDADE DE PENSAR. A INFORMAÇÃO SE TRANSFORMA EM CONHECIMENTO.
  • 9. VOLTANDO A PERGUNTA INICIAL... CELULAR NA ESCOLA: INIMIGO OU ALIADO?