SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
Prof: Fábio José: ( Biólogo e Analista Clínico)
Disciplina: Biologia

 Uma das evidências da evolução biológica e da
ancestralidade comum dos seres vivos é que todas
as formas de vidas possuem composição química
semelhante.
 Na composição química das células dos seres vivos,
estudamos dois grandes grupos de substâncias: as
substâncias inorgânicas e as substâncias
orgânicas.
COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA CÉLULA

 São classificados como substância inorgânica a
água e os sais minerais.
 São classificados como substâncias orgânicas os
carboidratos, os lipídios, as proteínas e os acidos
nucleicos.
 As substâncias orgânicas são formadas por cadeias
carbônicas com diferentes funções orgânicas.
COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA CÉLULA

 Dos elementos químicos encontrados na natureza,
quatro são encontrados com maior frequência na
composição química dos seres vivos.
 Esses elementos são o carbono (C), o oxigênio (O),
o nitrogênio (N) e o hidrogênio (H).
 Além desses elementos, outros são biologicamente
como o sódio (Na), o potássio (K), o cálcio (ca), o
fósforo (P), o enxofre (s), entre outros.
COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA CÉLULA

 Para que ocorra a produção de moléculas, muitas
reações químicas devem ocorrer. O metabolismo é o
conjunto de reações químicas que ocorrem em uma
célula, órgão ou organismo.
 O metabolismo está dividido em:
-Anabolismo= Corresponde a síntese de moléculas
- Catabolismo= Corresponde à degradação de
moléculas maiores em moléculas menores.

 Carboidratos são moléculas formadas por átomos de
carbono, hidrogênio e oxigênio.
 Essas moléculas podem ser chamadas de hidratos de
carbono, glucídios, glícidios ou sacarídios.
 Alguns carboidratos podem possuir outros tipos de
átomos em suas moléculas, como é o caso da
quitina, que possui átomos de nitrogênio em sua
fórmula.
CARBOIDRATO

 Estão relacionados com o fornecimento de energia
imediata para a célula e estão presentes em diversos
tipos de alimentos. Os carboidratos são os principais
produtos da fotossíntese.
 Além de função energética, também possuem uma
função estrutural, atuando como o esqueleto de
alguns tipos de células, como por exemplo, a
celulose e a quitina, que fazem parte do esqueleto
vegetal e animal, respectivamente.
CARBOIDRATO

 Os carboidratos participam da estruturas dos ácidos
nucléicos (RNA e DNA), sob a forma de ribose e
desoxirribose, que são monossacarídeos com 5
átomos de carbono em sua fórmula.
 O amido, um tipo de polissacarídeo energético, é a
principal substância de reserva energética em
plantas e fungos.
CARBOIDRATO
 Os seres humanos também possuem uma substância
de reserva energética, que é um polissacarídeo
chamado glicogênio.
 Ele fica armazenado no fígado e nos músculos e
quando o corpo necessita de energia, esse glicogênio é
hidrolisado.
 O glicogênio é hidrolisado em moléculas de glicose,
que são carboidratos mais simples, com apenas 6
átomos de carbono.
 O glicogênio é resultado da união de milhares de
moléculas de glicose, assim como a celulose.
CARBOIDRATO

 Os carboidratos são substâncias extremamente
importantes para a vida, e sua principal fonte são os
vegetais, que os produzem pelo processo da
fotossíntese.
 Os vegetais absorvem a energia solar e a transforma
em energia química, produzindo glicídios. E é desses
glicídios que todos os outros seres vivos dependem
para sobreviver.
CARBOIDRATO
 Essa energia é passada para os níveis tróficos seguintes:
Os herbívoros obtêm essa energia se alimentado de
vegetais. Essa energia é passada para o nível seguinte,
pois os carnívoros se alimentam dos herbívoros e assim
por diante.
 De acordo com a quantidade de com a quantidade de
átomos de carbono em suas moléculas, os carboidratos
podem ser divididos em:
_Monossacarídeos
_Oligossacarídeos
_Polissacarídeos
CARBOIDRATO

 Uma classificação simplificada dos carboidratos, ou
glicídios, consiste em dividi-los e três categorias
principais: monossacarídeos, oligossacarídeos e
polissacarídeos.
CLASSIFICAÇÃO DOS
CARBOIDRATO
Monossacarídeos: os mais simples
 Os monossacarídeos são carboidratos simples, de
formula molecular (CH2O)n, onde n é no mínimo 3 e
no máximo 8.
 São os verdadeiros açucares, solúveis em água e, de
modo geral, de sabor adocicado. Os de menor número
de átomos de carbono são as trioses (contêm três
átomos de carbono).
 Os biologicamente mais conhecidos são os formados
por cinco átomos de carbonos (chamados de pentoses)
e os formados por seis átomos de carbono (hexoses).
CLASSIFICAÇÃO DOS
CARBOIDRATO

 As hexoses e pentoses mais conhecidas, seus papeis
biológicos e as fontes de obtenção.
CLASSIFICAÇÃO DOS
CARBOIDRATO

CLASSIFICAÇÃO DOS
CARBOIDRATO
Oligossacarídeos: nem tão simples, nem tão
complexos
 Oligossacarídeos são açucares, formados pela união
de dois a seis monossacarídeos, geralmente hexoses.
O prefixo oligo deriva do grego e quer dizer pouco.
Os oligossacarídeos mais importantes são os
dissacarídeos.
CLASSIFICAÇÃO DOS
CARBOIDRATO

 Açucares formados pela união de duas unidades de
monossacarídeos, como, por exemplo, sacarose,
lactose e maltose.
 São solúveis em água e possuem sabor adocicado.
Para a formação de um dissacarídeo , ocorre reação
entre dois monossacarídeos, havendo liberação de
uma molécula de água.
CLASSIFICAÇÃO DOS
CARBOIDRATO

 É comum utilizar o termo de desidratação
intermolecular para esse tipo de reação, em que
resulta uma molécula de água durante a formação de
um composto originado a partir de dois outros.
 O dissacarídeo sacarose, é o açúcar mais utilizado
para o preparo de doces, sorvetes, para adoçar
refrigerantes não dietéticos e o “cafezinho”.
CLASSIFICAÇÃO DOS
CARBOIDRATO

 Tanto a glicose como a frutose possuem a fórmula
molecular C6H12O6.
 Como ocorre a liberação de uma molécula de água
para a formação de sacarose, a sua fórmula
molecular possui dois hidrogênios e um oxigênio a
menos.
CLASSIFICAÇÃO DOS
CARBOIDRATO

Polissacarídeos: os mais complexos
 Como o nome sugere (poli é um termo derivado do grego
e quer dizer muitos), os polissacarídeos são compostos
macromoleculares (moléculas gigantes), formadas pela
união de muitos (centenas) monossacarídeos. Os três
polissacarídeos mais conhecidos dos seres vivos são
amido, glicogênio e celulose.
 Ao contrário da glicose, os polissacarídeos dela derivados
não possuem sabor doce, nem são solúveis em água.
CLASSIFICAÇÃO DOS
CARBOIDRATO

 Lipídios: Serão eles vilões?
LIPÍDIOS

 As duas substâncias mais conhecidas dessa categoria
orgânica são as gorduras e os óleos.
 Se por um lado, esses dois tipos de lipídios
preocupam muitas pessoas por estarem associadas a
altos índices de colesterol no sangue, por outro, eles
exercem importantes funções no metabolismo e são
fundamentais para a sobrevivência da maioria dos
seres vivos.
LIPÍDIOS

 Um dos papéis dos lipídeos é o de funcionar como
eficiente reserva energética. Ao serem oxidados nas
células, geram praticamente o dobro da quantidade de
calorias liberadas na oxidação de igual quantidade de
carboidratos.
 Outro papel dos lipídios é o de atuar como eficiente
isolante térmico, notadamente nos animais que vivem
em regiões frias. Depósitos de gordura favorecem a
flutuação em meio aquático; os lipídios são menos
densos que a água.
LIPÍDIOS

 Além desses dois tipos fundamentais de lipídios,
existem outros que devem ser lembrados pelas
funções que exercem nos seres vivos. São as ceras, os
fosfolipídios, os esteróides, as prostaglandinas e os
terpenos.
LIPÍDIOS

Como são os lipídios?
 Os lipídios são compostos orgânicos insolúveis em
água. Dissolvem-se bem em solventes orgânicos
como o éter e o álcool. A estrutura química
molecular dos lipídios é muito variável. Vamos dar a
você uma noção da composição química de óleos e
gorduras e alguns dos principais componentes desse
grupo.
LIPÍDIOS

Óleos e gorduras
 pertencem à categoria dos ésteres e são formados por
meio da reação de um álcool, chamado glicerol, com
ácidos orgânicos de cadeia longa, conhecidos como
ácidos graxos.
 A exemplo do que ocorre com os carboidratos, a reação
do glicerol com os ácidos graxos é de condensação,
havendo liberação de moléculas de água.
LIPÍDIOS

 Como o glicerol é um triálcool (possui três
terminações OH na molécula), três ácidos graxos a
ele se ligam, formando-se o chamado triglicerídeos.
Nos seres vivos, existem diversos tipos de
triglicerídeos, uma vez que são muitos os tipos de
ácidos graxos deles participantes.
LIPÍDIOS
 Fosfolipídios
 As membranas biológicas são constituídas por fosfolipídios.
Nos fosfolipídios há apenas duas moléculas de ácidos graxos
– de natureza apolar – ligadas ao glicerol.
 O terceiro componente que se liga ao glicerol é um grupo
fosfato (daí a denominação fosfolipídio) que, por sua vez,
pode estar ligado a outras moléculas orgânicas.
 Assim, cada fosfolipídio contém uma porção hidrofóbica –
representada pelos ácidos graxos – e uma porção hidrofílica –
corresponde ao grupo fosfato e às moléculas a ele associadas.
LIPÍDIOS
 Um fato notável é que, ao serem colocadas em água, as
moléculas de fosfolipídios podem assumir o formato de um
esfera, conhecida como micela:
 As porções polares, hidrofílicas, distribuem-se na periferia ,
enquanto as caudas hidrofóbicas ficam no interior da micelas
afastadas da água.
LIPÍDIOS

Prostaglandinas
 essas substâncias atuam como mensageiras químicas
em muitos tecidos humanos. Seu nome deriva do
fato de terem sido descobertas em componentes do
sêmen humano produzidos na glândula próstata.
LIPÍDIOS

Terpenos
 lipídios de cadeia longa, componentes de pigmentos
biologicamente importantes como a clorofila (pigmento
vegetal participante da fotossíntese).
 Uma importante categoria de terpenos é a dos carotenóides
(pigmentos amarelados), dos quais o mais importante é o B-
caroteno (encontrado em muitos alimentos de origem
vegetal, como a cenoura, por exemplo), que é precursor da
vitamina A (retinol).
LIPÍDIOS

Esteróides
 Alguns esteróides são hormônios (por exemplo, a testosterona,
o hormônio sexual masculino) e outros são vitaminas (por
exemplo, a vitamina D).
 O colesterol, que para os químicos é um álcool complexo, é
outro exemplo de esteróide: é importante componente de
membranas celulares, embora hoje seja temido como causador
de obstrução (entupimento) em artérias do coração.
LIPÍDIOS

 O colesterol não “anda” sozinho no sangue. Ele se liga a uma
proteína e, dessa forma, é transportado. Há dois tipos
principais de combinações:
 O HDL, que é o bom colesterol e o LDL que é o mau colesterol.
Essas siglas derivam do inglês e significam lipoproteína de alta
densidade (HDL – High Density Lipoprotein) e lipoproteína de
baixa densidade (LDL – Low Density Lipoprotein).
LIPÍDIOS

 O LDL transporta colesterol para diversos tecidos e também para as
artérias, onde é depositado, formando placas que dificultam a
circulação do sangue, daí a denominação mau colesterol.
 Já o HDL faz exatamente o contrário, isto é, transporta colesterol das
artérias principalmente para o fígado, onde ele é inativado e
excretado como sais biliares, justificando o termo bom colesterol.
 O colesterol não existe em vegetais, o que não significa que devemos
abusar dos óleos vegetais, porque afinal, a partir deles (ácidos
graxos), nosso organismo produz colesterol
LIPÍDIOS

CERAS
 As ceras ou cerídeos são formados por uma mistura de
vários compostos orgânicos, sendo que os principais
são ésteres graxos e álcoois graxos.
 Os ácidos graxos são ácidos carboxílicos que possuem
apenas um grupo – COOH em uma extremidade da cadeia,
que é longa, com um total de 4 a 22 átomos de carbono. Os
que possuem 10 ou mais átomos de carbono são chamados
de ácidos graxos superiores.
LIPÍDIOS

Ceras
 As ceras ou cerídeos são formados por uma mistura de
vários compostos orgânicos, sendo que os principais
são ésteres graxos e álcoois graxos.
 Os ácidos graxos são ácidos carboxílicos que possuem
apenas um grupo – COOH em uma extremidade da cadeia,
que é longa, com um total de 4 a 22 átomos de carbono. Os
que possuem 10 ou mais átomos de carbono são chamados
de ácidos graxos superiores.
LIPÍDIOS
 Já os álcoois graxos são álcoois primários (o grupo OH está
ligado a um carbono, que, por sua vez, está ligado somente a
mais um átomo de carbono) com mais de 8 carbonos na cadeia.
 Os que possuem mais de 16 átomos de carbonos são chamados
de álcoois graxos superiores.
 As ceras podem ser de origem vegetal ou animal. A função das
ceras que recobrem os vegetais, como as folhas, é de diminuir a
velocidade de evaporação da água.
LIPÍDIOS
 A principal característica das ceras é a sua total insolubilidade
em água e isso faz com que elas sejam muito úteis a plantas e
animais.
 O corpo de certos animais também é revestido por ceras, como
é o caso das aves aquáticas, que têm suas penas recobertas de
ceras produzidas pelas glândulas uropigianas utilizadas,
sobretudo, para facilitar a sua flutuação.
 No ouvido humano, as ceras (ou cerume) são produzidas e
expelidas pelas glândulas sebáceas e desempenham a função
de proteger a estrutura contra infecções por microrganismos.
LIPÍDIOS


Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Proteínas
ProteínasProteínas
Proteínas
emanuel
 
Aula sistema digestivo e nutrição
Aula sistema digestivo e nutriçãoAula sistema digestivo e nutrição
Aula sistema digestivo e nutrição
Dejair Monacelli
 
1º ano- Lipídios
1º ano- Lipídios1º ano- Lipídios
1º ano- Lipídios
Aline Tonin
 
Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )
Bio
 
água e biomoléculas
água e biomoléculaságua e biomoléculas
água e biomoléculas
Victor Maciel
 

Mais procurados (20)

Introdução à bioquímica
Introdução à bioquímicaIntrodução à bioquímica
Introdução à bioquímica
 
Aula lipidios
Aula lipidiosAula lipidios
Aula lipidios
 
Lipídios
Lipídios Lipídios
Lipídios
 
Aminoacidos
AminoacidosAminoacidos
Aminoacidos
 
Proteínas
ProteínasProteínas
Proteínas
 
Aula sistema digestivo e nutrição
Aula sistema digestivo e nutriçãoAula sistema digestivo e nutrição
Aula sistema digestivo e nutrição
 
1º ano- Lipídios
1º ano- Lipídios1º ano- Lipídios
1º ano- Lipídios
 
Aminoácidos e proteínas
Aminoácidos e proteínasAminoácidos e proteínas
Aminoácidos e proteínas
 
Introdução à bioquímica
Introdução à bioquímicaIntrodução à bioquímica
Introdução à bioquímica
 
Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )
 
Lipidios
LipidiosLipidios
Lipidios
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
II. 1 Água, sais minerais e vitaminas
II. 1 Água, sais minerais e vitaminasII. 1 Água, sais minerais e vitaminas
II. 1 Água, sais minerais e vitaminas
 
Lipidios
LipidiosLipidios
Lipidios
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
BIOQUIMICA
BIOQUIMICABIOQUIMICA
BIOQUIMICA
 
Bioquimica das proteínas
Bioquimica das proteínasBioquimica das proteínas
Bioquimica das proteínas
 
Proteinas
ProteinasProteinas
Proteinas
 
água e biomoléculas
água e biomoléculaságua e biomoléculas
água e biomoléculas
 
Lipídeos
LipídeosLipídeos
Lipídeos
 

Destaque

Bioquímica Celular
Bioquímica CelularBioquímica Celular
Bioquímica Celular
Bio
 
Aula de bioquímica celular
Aula de bioquímica celularAula de bioquímica celular
Aula de bioquímica celular
luam1969
 
1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular
Flávio Silva
 
Carboidratos slideshare
Carboidratos   slideshareCarboidratos   slideshare
Carboidratos slideshare
Sid Siqueira
 

Destaque (20)

Bioquímica Celular
Bioquímica CelularBioquímica Celular
Bioquímica Celular
 
Aula de bioquímica celular
Aula de bioquímica celularAula de bioquímica celular
Aula de bioquímica celular
 
Bioquimica celular
Bioquimica celularBioquimica celular
Bioquimica celular
 
3ª aula - bioquimica celular
3ª aula - bioquimica celular3ª aula - bioquimica celular
3ª aula - bioquimica celular
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular1ª aula biologia celular
1ª aula biologia celular
 
Carboidratos slideshare
Carboidratos   slideshareCarboidratos   slideshare
Carboidratos slideshare
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Carboidratos e lipídios
Carboidratos e lipídiosCarboidratos e lipídios
Carboidratos e lipídios
 
Glicídios.
Glicídios.Glicídios.
Glicídios.
 
Pães (carboidratos) e verduras e legumes
Pães (carboidratos) e verduras e legumesPães (carboidratos) e verduras e legumes
Pães (carboidratos) e verduras e legumes
 
Biomoleculas mapas
Biomoleculas mapasBiomoleculas mapas
Biomoleculas mapas
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
Biomoléculas carb, lip. prot, ac nuc
Biomoléculas carb, lip. prot, ac nucBiomoléculas carb, lip. prot, ac nuc
Biomoléculas carb, lip. prot, ac nuc
 
Base da vida
Base da vidaBase da vida
Base da vida
 
Carboidratos(2)
Carboidratos(2)Carboidratos(2)
Carboidratos(2)
 
Citologia bioquímica celular
Citologia   bioquímica celularCitologia   bioquímica celular
Citologia bioquímica celular
 
Citoquímica
CitoquímicaCitoquímica
Citoquímica
 
A química que nos alimenta.
A química que nos alimenta.A química que nos alimenta.
A química que nos alimenta.
 
Glicidios
GlicidiosGlicidios
Glicidios
 

Semelhante a Bioquímica celular

Bioquimica i 02 carboidratos
Bioquimica i 02   carboidratosBioquimica i 02   carboidratos
Bioquimica i 02 carboidratos
Jucie Vasconcelos
 
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docxTrabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
FidelMarciano
 
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docxTrabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
FidelMarciano
 
Quimica da-vida-carlinhos
Quimica da-vida-carlinhosQuimica da-vida-carlinhos
Quimica da-vida-carlinhos
Joao Victor
 
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).pptAula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
HerminioMendes3
 
UFCD 6565 - Células, imunidade, tecidos e órgãos - 1 parte (1).pdf.pptx
UFCD 6565 - Células, imunidade, tecidos e órgãos - 1 parte (1).pdf.pptxUFCD 6565 - Células, imunidade, tecidos e órgãos - 1 parte (1).pdf.pptx
UFCD 6565 - Células, imunidade, tecidos e órgãos - 1 parte (1).pdf.pptx
Nome Sobrenome
 
Bioquímica dos alimentos.pptx
Bioquímica dos alimentos.pptxBioquímica dos alimentos.pptx
Bioquímica dos alimentos.pptx
SamanthaBatistaMeles
 

Semelhante a Bioquímica celular (20)

Bioquimica i 02 carboidratos
Bioquimica i 02   carboidratosBioquimica i 02   carboidratos
Bioquimica i 02 carboidratos
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docxTrabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
 
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docxTrabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
Trabalho II de Bioquímica Ema Francisco Marciano.docx
 
BIOQUÍMICA - UND 2
BIOQUÍMICA - UND 2BIOQUÍMICA - UND 2
BIOQUÍMICA - UND 2
 
Quimica da-vida-carlinhos
Quimica da-vida-carlinhosQuimica da-vida-carlinhos
Quimica da-vida-carlinhos
 
Bioquímica 1
Bioquímica 1Bioquímica 1
Bioquímica 1
 
42951 carboidratos --introdução.2012
42951 carboidratos --introdução.201242951 carboidratos --introdução.2012
42951 carboidratos --introdução.2012
 
Lipídeos
LipídeosLipídeos
Lipídeos
 
Bioquimica
BioquimicaBioquimica
Bioquimica
 
3ª Aula de Biologia
3ª Aula de Biologia3ª Aula de Biologia
3ª Aula de Biologia
 
Bioquimica celular
Bioquimica celularBioquimica celular
Bioquimica celular
 
Bioquimica celular
Bioquimica celularBioquimica celular
Bioquimica celular
 
Resumo de carboidratos
Resumo de carboidratosResumo de carboidratos
Resumo de carboidratos
 
Carboidratos2
Carboidratos2Carboidratos2
Carboidratos2
 
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).pptAula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
 
2° etapa biologia
2° etapa  biologia2° etapa  biologia
2° etapa biologia
 
Biologia os carboidratos
Biologia   os carboidratosBiologia   os carboidratos
Biologia os carboidratos
 
UFCD 6565 - Células, imunidade, tecidos e órgãos - 1 parte (1).pdf.pptx
UFCD 6565 - Células, imunidade, tecidos e órgãos - 1 parte (1).pdf.pptxUFCD 6565 - Células, imunidade, tecidos e órgãos - 1 parte (1).pdf.pptx
UFCD 6565 - Células, imunidade, tecidos e órgãos - 1 parte (1).pdf.pptx
 
Bioquímica dos alimentos.pptx
Bioquímica dos alimentos.pptxBioquímica dos alimentos.pptx
Bioquímica dos alimentos.pptx
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
anapsuls
 

Último (20)

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 

Bioquímica celular

  • 1. Prof: Fábio José: ( Biólogo e Analista Clínico) Disciplina: Biologia
  • 2.   Uma das evidências da evolução biológica e da ancestralidade comum dos seres vivos é que todas as formas de vidas possuem composição química semelhante.  Na composição química das células dos seres vivos, estudamos dois grandes grupos de substâncias: as substâncias inorgânicas e as substâncias orgânicas. COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA CÉLULA
  • 3.   São classificados como substância inorgânica a água e os sais minerais.  São classificados como substâncias orgânicas os carboidratos, os lipídios, as proteínas e os acidos nucleicos.  As substâncias orgânicas são formadas por cadeias carbônicas com diferentes funções orgânicas. COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA CÉLULA
  • 4.   Dos elementos químicos encontrados na natureza, quatro são encontrados com maior frequência na composição química dos seres vivos.  Esses elementos são o carbono (C), o oxigênio (O), o nitrogênio (N) e o hidrogênio (H).  Além desses elementos, outros são biologicamente como o sódio (Na), o potássio (K), o cálcio (ca), o fósforo (P), o enxofre (s), entre outros. COMPOSIÇÃO QUÍMICA DA CÉLULA
  • 5.   Para que ocorra a produção de moléculas, muitas reações químicas devem ocorrer. O metabolismo é o conjunto de reações químicas que ocorrem em uma célula, órgão ou organismo.  O metabolismo está dividido em: -Anabolismo= Corresponde a síntese de moléculas - Catabolismo= Corresponde à degradação de moléculas maiores em moléculas menores.
  • 6.   Carboidratos são moléculas formadas por átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio.  Essas moléculas podem ser chamadas de hidratos de carbono, glucídios, glícidios ou sacarídios.  Alguns carboidratos podem possuir outros tipos de átomos em suas moléculas, como é o caso da quitina, que possui átomos de nitrogênio em sua fórmula. CARBOIDRATO
  • 7.   Estão relacionados com o fornecimento de energia imediata para a célula e estão presentes em diversos tipos de alimentos. Os carboidratos são os principais produtos da fotossíntese.  Além de função energética, também possuem uma função estrutural, atuando como o esqueleto de alguns tipos de células, como por exemplo, a celulose e a quitina, que fazem parte do esqueleto vegetal e animal, respectivamente. CARBOIDRATO
  • 8.   Os carboidratos participam da estruturas dos ácidos nucléicos (RNA e DNA), sob a forma de ribose e desoxirribose, que são monossacarídeos com 5 átomos de carbono em sua fórmula.  O amido, um tipo de polissacarídeo energético, é a principal substância de reserva energética em plantas e fungos. CARBOIDRATO
  • 9.  Os seres humanos também possuem uma substância de reserva energética, que é um polissacarídeo chamado glicogênio.  Ele fica armazenado no fígado e nos músculos e quando o corpo necessita de energia, esse glicogênio é hidrolisado.  O glicogênio é hidrolisado em moléculas de glicose, que são carboidratos mais simples, com apenas 6 átomos de carbono.  O glicogênio é resultado da união de milhares de moléculas de glicose, assim como a celulose. CARBOIDRATO
  • 10.   Os carboidratos são substâncias extremamente importantes para a vida, e sua principal fonte são os vegetais, que os produzem pelo processo da fotossíntese.  Os vegetais absorvem a energia solar e a transforma em energia química, produzindo glicídios. E é desses glicídios que todos os outros seres vivos dependem para sobreviver. CARBOIDRATO
  • 11.  Essa energia é passada para os níveis tróficos seguintes: Os herbívoros obtêm essa energia se alimentado de vegetais. Essa energia é passada para o nível seguinte, pois os carnívoros se alimentam dos herbívoros e assim por diante.  De acordo com a quantidade de com a quantidade de átomos de carbono em suas moléculas, os carboidratos podem ser divididos em: _Monossacarídeos _Oligossacarídeos _Polissacarídeos CARBOIDRATO
  • 12.   Uma classificação simplificada dos carboidratos, ou glicídios, consiste em dividi-los e três categorias principais: monossacarídeos, oligossacarídeos e polissacarídeos. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATO
  • 13. Monossacarídeos: os mais simples  Os monossacarídeos são carboidratos simples, de formula molecular (CH2O)n, onde n é no mínimo 3 e no máximo 8.  São os verdadeiros açucares, solúveis em água e, de modo geral, de sabor adocicado. Os de menor número de átomos de carbono são as trioses (contêm três átomos de carbono).  Os biologicamente mais conhecidos são os formados por cinco átomos de carbonos (chamados de pentoses) e os formados por seis átomos de carbono (hexoses). CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATO
  • 14.   As hexoses e pentoses mais conhecidas, seus papeis biológicos e as fontes de obtenção. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATO
  • 16. Oligossacarídeos: nem tão simples, nem tão complexos  Oligossacarídeos são açucares, formados pela união de dois a seis monossacarídeos, geralmente hexoses. O prefixo oligo deriva do grego e quer dizer pouco. Os oligossacarídeos mais importantes são os dissacarídeos. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATO
  • 17.   Açucares formados pela união de duas unidades de monossacarídeos, como, por exemplo, sacarose, lactose e maltose.  São solúveis em água e possuem sabor adocicado. Para a formação de um dissacarídeo , ocorre reação entre dois monossacarídeos, havendo liberação de uma molécula de água. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATO
  • 18.   É comum utilizar o termo de desidratação intermolecular para esse tipo de reação, em que resulta uma molécula de água durante a formação de um composto originado a partir de dois outros.  O dissacarídeo sacarose, é o açúcar mais utilizado para o preparo de doces, sorvetes, para adoçar refrigerantes não dietéticos e o “cafezinho”. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATO
  • 19.   Tanto a glicose como a frutose possuem a fórmula molecular C6H12O6.  Como ocorre a liberação de uma molécula de água para a formação de sacarose, a sua fórmula molecular possui dois hidrogênios e um oxigênio a menos. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATO
  • 20.  Polissacarídeos: os mais complexos  Como o nome sugere (poli é um termo derivado do grego e quer dizer muitos), os polissacarídeos são compostos macromoleculares (moléculas gigantes), formadas pela união de muitos (centenas) monossacarídeos. Os três polissacarídeos mais conhecidos dos seres vivos são amido, glicogênio e celulose.  Ao contrário da glicose, os polissacarídeos dela derivados não possuem sabor doce, nem são solúveis em água. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATO
  • 21.   Lipídios: Serão eles vilões? LIPÍDIOS
  • 22.   As duas substâncias mais conhecidas dessa categoria orgânica são as gorduras e os óleos.  Se por um lado, esses dois tipos de lipídios preocupam muitas pessoas por estarem associadas a altos índices de colesterol no sangue, por outro, eles exercem importantes funções no metabolismo e são fundamentais para a sobrevivência da maioria dos seres vivos. LIPÍDIOS
  • 23.   Um dos papéis dos lipídeos é o de funcionar como eficiente reserva energética. Ao serem oxidados nas células, geram praticamente o dobro da quantidade de calorias liberadas na oxidação de igual quantidade de carboidratos.  Outro papel dos lipídios é o de atuar como eficiente isolante térmico, notadamente nos animais que vivem em regiões frias. Depósitos de gordura favorecem a flutuação em meio aquático; os lipídios são menos densos que a água. LIPÍDIOS
  • 24.   Além desses dois tipos fundamentais de lipídios, existem outros que devem ser lembrados pelas funções que exercem nos seres vivos. São as ceras, os fosfolipídios, os esteróides, as prostaglandinas e os terpenos. LIPÍDIOS
  • 25.  Como são os lipídios?  Os lipídios são compostos orgânicos insolúveis em água. Dissolvem-se bem em solventes orgânicos como o éter e o álcool. A estrutura química molecular dos lipídios é muito variável. Vamos dar a você uma noção da composição química de óleos e gorduras e alguns dos principais componentes desse grupo. LIPÍDIOS
  • 26.  Óleos e gorduras  pertencem à categoria dos ésteres e são formados por meio da reação de um álcool, chamado glicerol, com ácidos orgânicos de cadeia longa, conhecidos como ácidos graxos.  A exemplo do que ocorre com os carboidratos, a reação do glicerol com os ácidos graxos é de condensação, havendo liberação de moléculas de água. LIPÍDIOS
  • 27.   Como o glicerol é um triálcool (possui três terminações OH na molécula), três ácidos graxos a ele se ligam, formando-se o chamado triglicerídeos. Nos seres vivos, existem diversos tipos de triglicerídeos, uma vez que são muitos os tipos de ácidos graxos deles participantes. LIPÍDIOS
  • 28.  Fosfolipídios  As membranas biológicas são constituídas por fosfolipídios. Nos fosfolipídios há apenas duas moléculas de ácidos graxos – de natureza apolar – ligadas ao glicerol.  O terceiro componente que se liga ao glicerol é um grupo fosfato (daí a denominação fosfolipídio) que, por sua vez, pode estar ligado a outras moléculas orgânicas.  Assim, cada fosfolipídio contém uma porção hidrofóbica – representada pelos ácidos graxos – e uma porção hidrofílica – corresponde ao grupo fosfato e às moléculas a ele associadas. LIPÍDIOS
  • 29.  Um fato notável é que, ao serem colocadas em água, as moléculas de fosfolipídios podem assumir o formato de um esfera, conhecida como micela:  As porções polares, hidrofílicas, distribuem-se na periferia , enquanto as caudas hidrofóbicas ficam no interior da micelas afastadas da água. LIPÍDIOS
  • 30.  Prostaglandinas  essas substâncias atuam como mensageiras químicas em muitos tecidos humanos. Seu nome deriva do fato de terem sido descobertas em componentes do sêmen humano produzidos na glândula próstata. LIPÍDIOS
  • 31.  Terpenos  lipídios de cadeia longa, componentes de pigmentos biologicamente importantes como a clorofila (pigmento vegetal participante da fotossíntese).  Uma importante categoria de terpenos é a dos carotenóides (pigmentos amarelados), dos quais o mais importante é o B- caroteno (encontrado em muitos alimentos de origem vegetal, como a cenoura, por exemplo), que é precursor da vitamina A (retinol). LIPÍDIOS
  • 32.  Esteróides  Alguns esteróides são hormônios (por exemplo, a testosterona, o hormônio sexual masculino) e outros são vitaminas (por exemplo, a vitamina D).  O colesterol, que para os químicos é um álcool complexo, é outro exemplo de esteróide: é importante componente de membranas celulares, embora hoje seja temido como causador de obstrução (entupimento) em artérias do coração. LIPÍDIOS
  • 33.   O colesterol não “anda” sozinho no sangue. Ele se liga a uma proteína e, dessa forma, é transportado. Há dois tipos principais de combinações:  O HDL, que é o bom colesterol e o LDL que é o mau colesterol. Essas siglas derivam do inglês e significam lipoproteína de alta densidade (HDL – High Density Lipoprotein) e lipoproteína de baixa densidade (LDL – Low Density Lipoprotein). LIPÍDIOS
  • 34.   O LDL transporta colesterol para diversos tecidos e também para as artérias, onde é depositado, formando placas que dificultam a circulação do sangue, daí a denominação mau colesterol.  Já o HDL faz exatamente o contrário, isto é, transporta colesterol das artérias principalmente para o fígado, onde ele é inativado e excretado como sais biliares, justificando o termo bom colesterol.  O colesterol não existe em vegetais, o que não significa que devemos abusar dos óleos vegetais, porque afinal, a partir deles (ácidos graxos), nosso organismo produz colesterol LIPÍDIOS
  • 35.  CERAS  As ceras ou cerídeos são formados por uma mistura de vários compostos orgânicos, sendo que os principais são ésteres graxos e álcoois graxos.  Os ácidos graxos são ácidos carboxílicos que possuem apenas um grupo – COOH em uma extremidade da cadeia, que é longa, com um total de 4 a 22 átomos de carbono. Os que possuem 10 ou mais átomos de carbono são chamados de ácidos graxos superiores. LIPÍDIOS
  • 36.  Ceras  As ceras ou cerídeos são formados por uma mistura de vários compostos orgânicos, sendo que os principais são ésteres graxos e álcoois graxos.  Os ácidos graxos são ácidos carboxílicos que possuem apenas um grupo – COOH em uma extremidade da cadeia, que é longa, com um total de 4 a 22 átomos de carbono. Os que possuem 10 ou mais átomos de carbono são chamados de ácidos graxos superiores. LIPÍDIOS
  • 37.  Já os álcoois graxos são álcoois primários (o grupo OH está ligado a um carbono, que, por sua vez, está ligado somente a mais um átomo de carbono) com mais de 8 carbonos na cadeia.  Os que possuem mais de 16 átomos de carbonos são chamados de álcoois graxos superiores.  As ceras podem ser de origem vegetal ou animal. A função das ceras que recobrem os vegetais, como as folhas, é de diminuir a velocidade de evaporação da água. LIPÍDIOS
  • 38.  A principal característica das ceras é a sua total insolubilidade em água e isso faz com que elas sejam muito úteis a plantas e animais.  O corpo de certos animais também é revestido por ceras, como é o caso das aves aquáticas, que têm suas penas recobertas de ceras produzidas pelas glândulas uropigianas utilizadas, sobretudo, para facilitar a sua flutuação.  No ouvido humano, as ceras (ou cerume) são produzidas e expelidas pelas glândulas sebáceas e desempenham a função de proteger a estrutura contra infecções por microrganismos. LIPÍDIOS
  • 39.