SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
BIOQUÍMICA I
BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA
1
- Os seres vivos são formados por substâncias
inorgânicas e substâncias orgânicas.
- Na matéria que constitui os seres vivos, predominam
certos elementos químicos: carbono (C), hidrogênio
(H), oxigênio (O), nitrogênio (N), fósforo (P) e enxofre (S)
- CHONPS
Bio√est → O carbono é o constituinte essencial de todas as
moléculas orgânicas. É a versatilidade dos átomos de
carbono, que podem ligar-se entre si e com átomos de
diversos elementos químicos, que torna possível a grande
variedade de moléculas orgânicas.
 SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS
 ÁGUA
- É a substância mais abundante em qualquer ser vivo
- É composta por um átomo de oxigênio (O) e dois
átomos de hidrogênio (H), que estão ligados
formando um ângulo de 104,5º.
- È uma molécula polar, apresentando uma região
positiva (hidrogênios) e uma negativa (oxigênio) – por
isso é chamada de bipolo.
- As moléculas de água estão unidas por pontes de
hidrogênio.
▪ Funções da água
- Atua como solvente natural para muitos dos
componentes encontrados nas células.
- Age como meio de dispersão de colóides
citoplasmáticos.
- Participa das reações por desidratação ou por
hidrólise.
- Atua como moderador térmico.
- Atua como lubrificante de partes do organismo.
- Serve como meio de transporte de substâncias pelo
organismo.
Bio√est → Devido à grande capacidade que a água
apresenta de dissolver um número muito alto de substâncias
ela é considerada um solvente praticamente universal.
▪ Variação da taxa de água
- A taxa de água pode variar de acordo com a(o):
▫ Idade – quanto maior a idade, menor a taxa de água.
▫ Metabolismo – quanto maior o metabolismo, maior a
taxa de água.
▫ Espécie – varia de espécie para espécie.
 SAIS MINERAIS
- São substâncias inorgânicas encontradas em
pequena quantidade no organismo dos seres vivos e
que participam da sua constituição e do seu
metabolismo.
- São encontrados no organismo de três formas:
▫ Dissolvidos na forma de íons nos líquidos do corpo.
▫ Cristalizados.
▫ Combinados com moléculas orgânicas.
- Os principais sais minerais são:
▫ Cálcio – componente importante dos ossos e dos dentes.
Essencial à coagulação do sangue; necessário para o
funcionamento normal de nervos e músculos.
▫ Cloro – principal ânion no líquido extracelular.
Importante no balanço de líquidos do corpo; forma o
ácido clorídrico do estômago.
▫ Ferro – componente da hemoglobina, mioglobina e
enzimas respiratórias. Fundamental para a respiração
celular e sua falta provoca um tipo de anemia.
▫ Fósforo – componente importante dos ossos e dos
dentes. Essencial para o armazenamento e a
transferência de energia no interior das células
(componente do ATP); componente do DNA e do RNA.
▫ Magnésio – Forma a molécula de clorofila; componente
de muitas coenzimas. Necessário para o funcionamento
normal de nervos e músculos.
▫ Sódio – Principal cátion no líquido extracelular.
Importante no balanço de líquidos do corpo; essencial
para a condução do impulso nervoso.
▫ Potássio – Principal cátion no interior das células. Age
com o sódio no equilíbrio dos líquidos do corpo e na
BIOQUÍMICA I
BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA
2
condução do impulso nervoso.
▫ Iodo – Componente dos hormônios da tireóide, que
estimula o metabolismo.
▫ Flúor – Componente dos ossos e dos dentes. Protege os
dentes contra as cáries.
 SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS
 GLICÍDIOS
- São conhecidos como carboidratos, hidrato de
carbono e açúcares.
- São moléculas orgânicas constituídas basicamente
por átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio.
- Representam a principal fonte de energia para os
seres vivos e estão presentes em diversos tipos de
alimentos.
- São compostos pouco energéticos, porém de fácil
quebra – A maioria é solúvel em água, pois são
compostos polares.
- Apresentam como forma geral C(H2O)n
▪ Funções dos glicídios
- Principal fonte energética do organismo.
- Constituinte da membrana plasmática.
- Papel estrutural.
- Participa da composição dos ácidos nucléicos (DNA
e RNA) e da molécula de ATP.
▪ Classificação dos glicídios
▫ Monossacarídeos
- São os glicídios mais simples, apresentando entre 3 a
7 carbonos na molécula.
- São conhecidos como oses.
- Por serem os mais simples não podem ser quebrados
pela digestão em carboidratos menores.
- Os nomes dados aos monossacarídeos dizem
respeito ao número de átomos de carbono da molécula
mais a terminação ose.
- Os principais são: glicose, frutose, ribose,
desoxirribose e galactose.
▫ Oligossacarídeos
- São glicídios formados pela união de duas a dez
moléculas de monossacarídeos.
- Os oligossacarídeos mais importantes são os
dissacarídeos.
- Dissacarídeos:
São os glicídios formados pela união de dois
monossacarídeos, e os principais são: sacarose,
lactose e maltose.
São solúveis em água, porém para serem
aproveitados como fonte de energia precisam ser
quebrados por reações de hidrólise e originar
monossacarídeos.
Bio√est → A maltose também é obtida a partir da digestão
do polissacarídeo amido. Isso ocorre no nosso tubo
digestivo, a partir de hidrólise, com a atuação de enzimas.
Bio√est → A ligação entre dois carboidratos é denominada
de ligação glicosídica e ocorre através de uma síntese por
desidratação, liberando uma molécula de água (H2
O).
ligação glicosídica
▫ Polissacarídeos
- São os glicídios formados pela união de mais de dez
monossacarídeos e sendo considerados polímeros –
denominação que se dá a moléculas constituídas pela
repetição de várias unidades idênticas, os monômeros.
- São insolúveis em água e podem ser desdobrados
em açúcares simples por hidrólise.
Bio√est → Sua insolubilidade é vantajosa para os seres
vivos, pois permite que eles funcionem como armazenadores
de energia e que participem como componentes estruturais
da célula.
BIOQUÍMICA I
BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA
3
- Os principais são:
Amido – reserva energética dos vegetais, sendo
encontrado nas raízes, caule e sementes.
Glicogênio – reserva energética dos animais, sendo
encontrado nos músculos e no fígado.
Celulose – é o polissacarídeo estrutural dos vegetais,
compondo a parede celular dos mesmos e de certos
protistas.
Quitina e Ácido Hialurônico – São os polissacarídeos
estruturais dos animais. Apresentam na sua
constituição nitrogênio, por isso são denominados
polissacarídeos nitrogenados.
Bio√est → A parede celular dos fungos é composta por
quitina e a pectina é um polissacarídeo presente na parede
celular dos vegetais.
 LIPÍDIOS
- São compostos orgânicos insolúveis em água - são
compostos apolares, sendo solúveis em solventes
orgânicos como o éter e o álcool.
- São compostos altamente energéticos, porém de
difícil quebra e por isso não são preferidos pelo
organismo.
- São moléculas orgânicas constituídas basicamente
por átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio.
- Os lipídios são armazenados nos animais no tecido
adiposo, formando a tela subcutânea e nos vegetais,
principalmente nas sementes.
- Os lipídios mais conhecidos são as gorduras e os
óleos.
Bio√est → O excesso de glicogênio é transformado em
lipídios no fígado.
▪ Funções dos lipídios
- É a principal reserva energética do organismo dos
seres vivos.
- Constituinte da membrana plasmática.
- Papel estrutural.
- Atuam como isolante térmico.
- Funciona como amortecedor de choques mecânicos.
- Atuam como impermeabilizantes.
- Atuam como mensageiros químicos nos tecidos dos
vertebrados.
▪ Classificação dos lipídios
▫ Glicerídeos
- São formados pela união do glicerol (álcool) + um ou
mais ácidos graxos (ácido cadeia longa).
- Podem ser saturados (possuem apenas ligações simples
entre os átomos de carbono) ou insaturados (além de
ligações simples apresentam duplas e triplas ligações
entre átomos de carbono).
- São representados pelas gorduras e pelos óleos.
Gorduras Óleos
Compostas por ácidos graxos
saturados.
Compostos por ácidos graxos
insaturados.
A temperatura ambiente são
sólidas.
A temperatura ambiente são
líquidos.
A maioria é de origem animal. A maioria é de origem vegetal.
- Representam a principal reserva energética dos seres
vivos.
▫ Cerídeos
- São formados pela união de um álcool de cadeia
longa + ácidos graxos.
- São altamente insolúveis em água, atuando com os
principais lipídios impermeabilizantes.
- Os principais cerídeos são as ceras, como a da
carnaúba, do ouvido humano e do favo da abelha.
▫ Esteróides
- São formados por átomos de carbono interligados
formando quatro anéis carbônicos, aos quais estão
ligados cadeias carbônicas, grupo hidroxila ou
átomos de oxigênio.
- São esteróides os hormônios sexuais, os
corticosteróides, o colesterol, a vitamina D e os sais
biliares.
Bio√est → O colesterol pode ser transportado no sangue
humano associado a lipoproteínas plasmáticas. Essas
lipoproteínas podem ser de baixa densidade, identificadas
pela sigla LDL (Low Density Lipoprotein), ou de alta
densidade, identificadas pela sigla HDL (High Density
Lipoprotein). A lipoproteína LDL-colesterol fornece
colesterol aos tecidos, sendo por isso chamada “mau
colesterol”; já a HDL-colesterol, chamada “bom colesterol”,
remove o excesso de colesterol do sangue, transportando-o
para o fígado – único órgão de nosso corpo capaz de
eliminar colesterol.
BIOQUÍMICA I
BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA
4
▫ Fosfolipídios
- São moléculas compostas de duas cadeias de ácidos
graxos ligadas a uma molécula de glicerol e
associada a um ácido fosfórico e a uma molécula
nitrogenada.
É componente da membrana plasmática.
Apresenta uma região hidrófila (polar) e outra
hidrofóbica (apolar).
▫ Carotenóides
- São pigmentos de cor vermelha, laranja ou amarela.
- São insolúveis em água.
- Estão presentes nas células das plantas atuando com
a molécula de clorofila na fotossíntese.
- Nos animais participam da formação da vitamina A.
▫ Prostaglandinas
- O nome deriva de terem sido descobertas em nas
secreções da próstata.
- São produzidas por quase todas as células do corpo.
- São derivadas do ácido araquidônico.
- Atuam como mensageiros químicos em muitos
tecidos do corpo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

2â°+serie+ +quimica
2â°+serie+ +quimica2â°+serie+ +quimica
2â°+serie+ +quimica
 
Matéria e energia (Aula 1 e 2)
Matéria e energia (Aula 1 e 2) Matéria e energia (Aula 1 e 2)
Matéria e energia (Aula 1 e 2)
 
1. introdução a química
1. introdução a química1. introdução a química
1. introdução a química
 
Leis ponderais
Leis ponderaisLeis ponderais
Leis ponderais
 
Propriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - QuímicaPropriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - Química
 
Transformações químicas
Transformações químicasTransformações químicas
Transformações químicas
 
Reações Químicas
Reações QuímicasReações Químicas
Reações Químicas
 
Propriedades da matéria
Propriedades da matériaPropriedades da matéria
Propriedades da matéria
 
Máquinas térmicas
Máquinas térmicasMáquinas térmicas
Máquinas térmicas
 
Eletroquimica
EletroquimicaEletroquimica
Eletroquimica
 
Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF)
Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF) Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF)
Aula de Eletricidade 9º Ano (FÍSICA - Ensino Fundamental EF)
 
2. classificação da matéria
2. classificação da matéria2. classificação da matéria
2. classificação da matéria
 
Substâncias e misturas
Substâncias e misturasSubstâncias e misturas
Substâncias e misturas
 
Analise instrumental
Analise instrumentalAnalise instrumental
Analise instrumental
 
Slide tabela periodica
Slide tabela periodicaSlide tabela periodica
Slide tabela periodica
 
Fundamentos quimica analitica
Fundamentos quimica analiticaFundamentos quimica analitica
Fundamentos quimica analitica
 
PH e pOH
  PH  e pOH  PH  e pOH
PH e pOH
 
Lei de hess
Lei de hessLei de hess
Lei de hess
 
Introdução a química
Introdução a químicaIntrodução a química
Introdução a química
 
Atomistica
AtomisticaAtomistica
Atomistica
 

Destaque (20)

Movimento de Rotacao e Translacao
Movimento de Rotacao e TranslacaoMovimento de Rotacao e Translacao
Movimento de Rotacao e Translacao
 
Bioquímica 2
Bioquímica 2Bioquímica 2
Bioquímica 2
 
Membrana Plasmática
Membrana PlasmáticaMembrana Plasmática
Membrana Plasmática
 
Bioquímica 3
Bioquímica 3 Bioquímica 3
Bioquímica 3
 
SEMANA 13
SEMANA 13SEMANA 13
SEMANA 13
 
SEMANA 14
SEMANA 14SEMANA 14
SEMANA 14
 
SEMANA 16
SEMANA 16SEMANA 16
SEMANA 16
 
SEMANA 18
SEMANA 18SEMANA 18
SEMANA 18
 
SEMANA 15
SEMANA 15SEMANA 15
SEMANA 15
 
SEMANA 17
SEMANA 17SEMANA 17
SEMANA 17
 
SEMANA 19
SEMANA 19SEMANA 19
SEMANA 19
 
SEMANA 21
SEMANA 21SEMANA 21
SEMANA 21
 
SEMANA 24
SEMANA 24SEMANA 24
SEMANA 24
 
SEMANA 20
SEMANA 20SEMANA 20
SEMANA 20
 
SEMANA 23
SEMANA 23SEMANA 23
SEMANA 23
 
Resolução da Revisão
Resolução da RevisãoResolução da Revisão
Resolução da Revisão
 
SEMANA 22
SEMANA 22SEMANA 22
SEMANA 22
 
Revisão de Física 1
Revisão de Física 1Revisão de Física 1
Revisão de Física 1
 
SEMANA 25
SEMANA 25SEMANA 25
SEMANA 25
 
Por um olhar sociológico
Por um olhar sociológicoPor um olhar sociológico
Por um olhar sociológico
 

Semelhante a Bioquímica 1

AULA 1 - A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS.ppt
AULA 1 - A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS.pptAULA 1 - A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS.ppt
AULA 1 - A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS.pptMinBrenda
 
Química celular completo
Química celular completoQuímica celular completo
Química celular completoDalu Barreto
 
BIOQUÍMICA - UND 2
BIOQUÍMICA - UND 2BIOQUÍMICA - UND 2
BIOQUÍMICA - UND 2DadBio
 
Composição Química Carboidratos e Lipídios
Composição Química Carboidratos e LipídiosComposição Química Carboidratos e Lipídios
Composição Química Carboidratos e LipídiosLaguat
 
Composição química da célula- Elementos químicos.ppt
Composição química da célula- Elementos químicos.pptComposição química da célula- Elementos químicos.ppt
Composição química da célula- Elementos químicos.pptkassiasilva1571
 
Fundamentos da bioquímica - carboidratos.pdf
Fundamentos da bioquímica - carboidratos.pdfFundamentos da bioquímica - carboidratos.pdf
Fundamentos da bioquímica - carboidratos.pdfJorgepedro38
 
ESPECÍFICA COMP QUIM CEL
ESPECÍFICA COMP QUIM CELESPECÍFICA COMP QUIM CEL
ESPECÍFICA COMP QUIM CELMARCIAMP
 
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).pptAula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).pptHerminioMendes3
 

Semelhante a Bioquímica 1 (20)

3ª aula - bioquimica celular
3ª aula - bioquimica celular3ª aula - bioquimica celular
3ª aula - bioquimica celular
 
3ª Aula de Biologia
3ª Aula de Biologia3ª Aula de Biologia
3ª Aula de Biologia
 
2° etapa biologia
2° etapa  biologia2° etapa  biologia
2° etapa biologia
 
Composicão quimica das células
Composicão quimica das célulasComposicão quimica das células
Composicão quimica das células
 
Bioquimica celular
Bioquimica celularBioquimica celular
Bioquimica celular
 
AULA 1 - A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS.ppt
AULA 1 - A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS.pptAULA 1 - A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS.ppt
AULA 1 - A COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS.ppt
 
Biomoléculas
BiomoléculasBiomoléculas
Biomoléculas
 
Bioquimica
BioquimicaBioquimica
Bioquimica
 
Química celular completo
Química celular completoQuímica celular completo
Química celular completo
 
Biomoléculas
BiomoléculasBiomoléculas
Biomoléculas
 
Biomoléculas
BiomoléculasBiomoléculas
Biomoléculas
 
BIOQUÍMICA - UND 2
BIOQUÍMICA - UND 2BIOQUÍMICA - UND 2
BIOQUÍMICA - UND 2
 
Biomoleculas1
Biomoleculas1Biomoleculas1
Biomoleculas1
 
Composição Química Carboidratos e Lipídios
Composição Química Carboidratos e LipídiosComposição Química Carboidratos e Lipídios
Composição Química Carboidratos e Lipídios
 
Bioquimica celular
Bioquimica celularBioquimica celular
Bioquimica celular
 
Bioquímica celular
Bioquímica celularBioquímica celular
Bioquímica celular
 
Composição química da célula- Elementos químicos.ppt
Composição química da célula- Elementos químicos.pptComposição química da célula- Elementos químicos.ppt
Composição química da célula- Elementos químicos.ppt
 
Fundamentos da bioquímica - carboidratos.pdf
Fundamentos da bioquímica - carboidratos.pdfFundamentos da bioquímica - carboidratos.pdf
Fundamentos da bioquímica - carboidratos.pdf
 
ESPECÍFICA COMP QUIM CEL
ESPECÍFICA COMP QUIM CELESPECÍFICA COMP QUIM CEL
ESPECÍFICA COMP QUIM CEL
 
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).pptAula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
Aula_5 Genetica e Embriologia (2020_03_19 15_11_22 UTC).ppt
 

Mais de Evandro Batista

Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasEvandro Batista
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosEvandro Batista
 
POLÍTICA DE ARISTÓTELES
POLÍTICA DE ARISTÓTELESPOLÍTICA DE ARISTÓTELES
POLÍTICA DE ARISTÓTELESEvandro Batista
 
A POLÍTICA - ARISTÓTELES
A POLÍTICA - ARISTÓTELESA POLÍTICA - ARISTÓTELES
A POLÍTICA - ARISTÓTELESEvandro Batista
 
Estrutura Geológica do Planeta
Estrutura Geológica do Planeta Estrutura Geológica do Planeta
Estrutura Geológica do Planeta Evandro Batista
 
Linguagens, códigos e suas tecnologias
Linguagens, códigos e suas tecnologiasLinguagens, códigos e suas tecnologias
Linguagens, códigos e suas tecnologiasEvandro Batista
 

Mais de Evandro Batista (11)

Relações Ecológicas
Relações EcológicasRelações Ecológicas
Relações Ecológicas
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elas
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
Mitose e Meiose
Mitose e MeioseMitose e Meiose
Mitose e Meiose
 
POLÍTICA DE ARISTÓTELES
POLÍTICA DE ARISTÓTELESPOLÍTICA DE ARISTÓTELES
POLÍTICA DE ARISTÓTELES
 
A POLÍTICA - ARISTÓTELES
A POLÍTICA - ARISTÓTELESA POLÍTICA - ARISTÓTELES
A POLÍTICA - ARISTÓTELES
 
Estrutura Geológica do Planeta
Estrutura Geológica do Planeta Estrutura Geológica do Planeta
Estrutura Geológica do Planeta
 
Modelo de Fichamento
Modelo de FichamentoModelo de Fichamento
Modelo de Fichamento
 
Linguagens, códigos e suas tecnologias
Linguagens, códigos e suas tecnologiasLinguagens, códigos e suas tecnologias
Linguagens, códigos e suas tecnologias
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 

Último (20)

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 

Bioquímica 1

  • 1. BIOQUÍMICA I BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA 1 - Os seres vivos são formados por substâncias inorgânicas e substâncias orgânicas. - Na matéria que constitui os seres vivos, predominam certos elementos químicos: carbono (C), hidrogênio (H), oxigênio (O), nitrogênio (N), fósforo (P) e enxofre (S) - CHONPS Bio√est → O carbono é o constituinte essencial de todas as moléculas orgânicas. É a versatilidade dos átomos de carbono, que podem ligar-se entre si e com átomos de diversos elementos químicos, que torna possível a grande variedade de moléculas orgânicas.  SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS  ÁGUA - É a substância mais abundante em qualquer ser vivo - É composta por um átomo de oxigênio (O) e dois átomos de hidrogênio (H), que estão ligados formando um ângulo de 104,5º. - È uma molécula polar, apresentando uma região positiva (hidrogênios) e uma negativa (oxigênio) – por isso é chamada de bipolo. - As moléculas de água estão unidas por pontes de hidrogênio. ▪ Funções da água - Atua como solvente natural para muitos dos componentes encontrados nas células. - Age como meio de dispersão de colóides citoplasmáticos. - Participa das reações por desidratação ou por hidrólise. - Atua como moderador térmico. - Atua como lubrificante de partes do organismo. - Serve como meio de transporte de substâncias pelo organismo. Bio√est → Devido à grande capacidade que a água apresenta de dissolver um número muito alto de substâncias ela é considerada um solvente praticamente universal. ▪ Variação da taxa de água - A taxa de água pode variar de acordo com a(o): ▫ Idade – quanto maior a idade, menor a taxa de água. ▫ Metabolismo – quanto maior o metabolismo, maior a taxa de água. ▫ Espécie – varia de espécie para espécie.  SAIS MINERAIS - São substâncias inorgânicas encontradas em pequena quantidade no organismo dos seres vivos e que participam da sua constituição e do seu metabolismo. - São encontrados no organismo de três formas: ▫ Dissolvidos na forma de íons nos líquidos do corpo. ▫ Cristalizados. ▫ Combinados com moléculas orgânicas. - Os principais sais minerais são: ▫ Cálcio – componente importante dos ossos e dos dentes. Essencial à coagulação do sangue; necessário para o funcionamento normal de nervos e músculos. ▫ Cloro – principal ânion no líquido extracelular. Importante no balanço de líquidos do corpo; forma o ácido clorídrico do estômago. ▫ Ferro – componente da hemoglobina, mioglobina e enzimas respiratórias. Fundamental para a respiração celular e sua falta provoca um tipo de anemia. ▫ Fósforo – componente importante dos ossos e dos dentes. Essencial para o armazenamento e a transferência de energia no interior das células (componente do ATP); componente do DNA e do RNA. ▫ Magnésio – Forma a molécula de clorofila; componente de muitas coenzimas. Necessário para o funcionamento normal de nervos e músculos. ▫ Sódio – Principal cátion no líquido extracelular. Importante no balanço de líquidos do corpo; essencial para a condução do impulso nervoso. ▫ Potássio – Principal cátion no interior das células. Age com o sódio no equilíbrio dos líquidos do corpo e na
  • 2. BIOQUÍMICA I BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA 2 condução do impulso nervoso. ▫ Iodo – Componente dos hormônios da tireóide, que estimula o metabolismo. ▫ Flúor – Componente dos ossos e dos dentes. Protege os dentes contra as cáries.  SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS  GLICÍDIOS - São conhecidos como carboidratos, hidrato de carbono e açúcares. - São moléculas orgânicas constituídas basicamente por átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio. - Representam a principal fonte de energia para os seres vivos e estão presentes em diversos tipos de alimentos. - São compostos pouco energéticos, porém de fácil quebra – A maioria é solúvel em água, pois são compostos polares. - Apresentam como forma geral C(H2O)n ▪ Funções dos glicídios - Principal fonte energética do organismo. - Constituinte da membrana plasmática. - Papel estrutural. - Participa da composição dos ácidos nucléicos (DNA e RNA) e da molécula de ATP. ▪ Classificação dos glicídios ▫ Monossacarídeos - São os glicídios mais simples, apresentando entre 3 a 7 carbonos na molécula. - São conhecidos como oses. - Por serem os mais simples não podem ser quebrados pela digestão em carboidratos menores. - Os nomes dados aos monossacarídeos dizem respeito ao número de átomos de carbono da molécula mais a terminação ose. - Os principais são: glicose, frutose, ribose, desoxirribose e galactose. ▫ Oligossacarídeos - São glicídios formados pela união de duas a dez moléculas de monossacarídeos. - Os oligossacarídeos mais importantes são os dissacarídeos. - Dissacarídeos: São os glicídios formados pela união de dois monossacarídeos, e os principais são: sacarose, lactose e maltose. São solúveis em água, porém para serem aproveitados como fonte de energia precisam ser quebrados por reações de hidrólise e originar monossacarídeos. Bio√est → A maltose também é obtida a partir da digestão do polissacarídeo amido. Isso ocorre no nosso tubo digestivo, a partir de hidrólise, com a atuação de enzimas. Bio√est → A ligação entre dois carboidratos é denominada de ligação glicosídica e ocorre através de uma síntese por desidratação, liberando uma molécula de água (H2 O). ligação glicosídica ▫ Polissacarídeos - São os glicídios formados pela união de mais de dez monossacarídeos e sendo considerados polímeros – denominação que se dá a moléculas constituídas pela repetição de várias unidades idênticas, os monômeros. - São insolúveis em água e podem ser desdobrados em açúcares simples por hidrólise. Bio√est → Sua insolubilidade é vantajosa para os seres vivos, pois permite que eles funcionem como armazenadores de energia e que participem como componentes estruturais da célula.
  • 3. BIOQUÍMICA I BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA 3 - Os principais são: Amido – reserva energética dos vegetais, sendo encontrado nas raízes, caule e sementes. Glicogênio – reserva energética dos animais, sendo encontrado nos músculos e no fígado. Celulose – é o polissacarídeo estrutural dos vegetais, compondo a parede celular dos mesmos e de certos protistas. Quitina e Ácido Hialurônico – São os polissacarídeos estruturais dos animais. Apresentam na sua constituição nitrogênio, por isso são denominados polissacarídeos nitrogenados. Bio√est → A parede celular dos fungos é composta por quitina e a pectina é um polissacarídeo presente na parede celular dos vegetais.  LIPÍDIOS - São compostos orgânicos insolúveis em água - são compostos apolares, sendo solúveis em solventes orgânicos como o éter e o álcool. - São compostos altamente energéticos, porém de difícil quebra e por isso não são preferidos pelo organismo. - São moléculas orgânicas constituídas basicamente por átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio. - Os lipídios são armazenados nos animais no tecido adiposo, formando a tela subcutânea e nos vegetais, principalmente nas sementes. - Os lipídios mais conhecidos são as gorduras e os óleos. Bio√est → O excesso de glicogênio é transformado em lipídios no fígado. ▪ Funções dos lipídios - É a principal reserva energética do organismo dos seres vivos. - Constituinte da membrana plasmática. - Papel estrutural. - Atuam como isolante térmico. - Funciona como amortecedor de choques mecânicos. - Atuam como impermeabilizantes. - Atuam como mensageiros químicos nos tecidos dos vertebrados. ▪ Classificação dos lipídios ▫ Glicerídeos - São formados pela união do glicerol (álcool) + um ou mais ácidos graxos (ácido cadeia longa). - Podem ser saturados (possuem apenas ligações simples entre os átomos de carbono) ou insaturados (além de ligações simples apresentam duplas e triplas ligações entre átomos de carbono). - São representados pelas gorduras e pelos óleos. Gorduras Óleos Compostas por ácidos graxos saturados. Compostos por ácidos graxos insaturados. A temperatura ambiente são sólidas. A temperatura ambiente são líquidos. A maioria é de origem animal. A maioria é de origem vegetal. - Representam a principal reserva energética dos seres vivos. ▫ Cerídeos - São formados pela união de um álcool de cadeia longa + ácidos graxos. - São altamente insolúveis em água, atuando com os principais lipídios impermeabilizantes. - Os principais cerídeos são as ceras, como a da carnaúba, do ouvido humano e do favo da abelha. ▫ Esteróides - São formados por átomos de carbono interligados formando quatro anéis carbônicos, aos quais estão ligados cadeias carbônicas, grupo hidroxila ou átomos de oxigênio. - São esteróides os hormônios sexuais, os corticosteróides, o colesterol, a vitamina D e os sais biliares. Bio√est → O colesterol pode ser transportado no sangue humano associado a lipoproteínas plasmáticas. Essas lipoproteínas podem ser de baixa densidade, identificadas pela sigla LDL (Low Density Lipoprotein), ou de alta densidade, identificadas pela sigla HDL (High Density Lipoprotein). A lipoproteína LDL-colesterol fornece colesterol aos tecidos, sendo por isso chamada “mau colesterol”; já a HDL-colesterol, chamada “bom colesterol”, remove o excesso de colesterol do sangue, transportando-o para o fígado – único órgão de nosso corpo capaz de eliminar colesterol.
  • 4. BIOQUÍMICA I BIOVEST10.BLOGSPOT.COM – O BLOG DA BIOLOGIA 4 ▫ Fosfolipídios - São moléculas compostas de duas cadeias de ácidos graxos ligadas a uma molécula de glicerol e associada a um ácido fosfórico e a uma molécula nitrogenada. É componente da membrana plasmática. Apresenta uma região hidrófila (polar) e outra hidrofóbica (apolar). ▫ Carotenóides - São pigmentos de cor vermelha, laranja ou amarela. - São insolúveis em água. - Estão presentes nas células das plantas atuando com a molécula de clorofila na fotossíntese. - Nos animais participam da formação da vitamina A. ▫ Prostaglandinas - O nome deriva de terem sido descobertas em nas secreções da próstata. - São produzidas por quase todas as células do corpo. - São derivadas do ácido araquidônico. - Atuam como mensageiros químicos em muitos tecidos do corpo.