SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
ROGÉRIO A. CARDOSO RODRIGUES
         cardoso083@gmail.com
   rogerioftrabalho@hotmail.com
Barramento ISA (Industry Standard Architecture)
O barramento ISA é um padrão não mais utilizado, sendo encontrado
apenas em computadores antigos. Seu aparecimento se deu na época do
IBM PC e essa primeira versão trabalha com transferência de 8 bits por vez
e clock de 8,33 MHz (na verdade, antes do surgimento do IBM PC-XT, essa
valor era de 4,77 MHz).
Barramento ISA (Industry Standard Architecture)
Se você está acostumado com slots mais recentes, certamente percebeu o
quão grandes são os encaixes ISA. O de 16 bits, por exemplo, conta com 98
terminais. Eram placas grandes. Apesar disso, não era difícil encontrar
placas que não utilizavam todos os contatos dos slots ISA, deixando um
espaço de sobra no encaixe.
Com a evolução da informática, o padrão ISA foi aos poucos perdendo
espaço. A versão de 16 bits é capaz de proporcionar transferência de dados
na casa dos 8 MB por segundo, mas dificilmente esse valor é
alcançado, ficando em torno de 5 MB. Como essa taxa de transferência era
suficiente para determinados dispositivos (placas de modem, por
exemplo), por algum tempo foi possível encontrar placas-mãe que
contavam tanto com slots ISA quanto com slots PCI (o padrão sucessor).
Barramento PCI (Peripheral Component Interconnect)

O barramento PCI surgiu no início de 1990 pelas mãos da Intel. Suas principais
características são a capacidade de transferir dados a 32 bits e clock de 33
MHz, especificações estas que tornaram o padrão capaz de transmitir dados a
uma taxa de até 132 MB por segundo. Os slots PCI são menores que os slots
ISA, assim como os seus dispositivos, obviamente.
Mas, há uma outra característica que tornou o padrão PCI atraente: o recurso
Bus Mastering. Em poucas palavras, trata-se de um sistema que permite a
dispositivos que fazem uso do barramento ler e gravar dados direto na
memória RAM, sem que o processador tenha que "parar" e interferir para tornar
isso possível. Note que esse recurso não é exclusivo do barramento PCI.
Barramento PCI (Peripheral Component Interconnect)
Barramento PCI-X (Peripheral Component Interconnect Extended)


PCI Express (também conhecido como PCIe ou PCI-EX) é o
padrão de slots para placas de expansão utilizadas em micros.
criada pela Intel. Introduzido pela Intel em 2004, o PCI Express
foi concebido para substituir os padrões AGP e PCI. Sua
velocidade vai de 1x até 32x (sendo que atualmente só existe
disponível até 16x). Mesmo a versão 1x consegue ser seis vezes
mais rápido que o PCI tradicional.
Barramento PCI-X (Peripheral Component Interconnect Extended)
PCI Express 2.0
Em janeiro de 2007 foi concluído o desenvolvimento do padrão
PCI Express 2.0 (PCIe 2.0) , que oferece o dobro de velocidade do
padrão antigo, ou seja, 500 MB/s (também bidirecional) ao invés
dos 250 MB/s. Um slot PCI Express x16, no padrão 2.0, poderá
transferir até 8 GB/s contra 4 GB/s do padrão anterior
Barramento PCI-X (Peripheral Component Interconnect Extended)
PCI Express 3.0
Em agosto de 2007 PCI-SIG PCI Express 3.0, anunciou que irá exercer uma
taxa de bits de 8 gigatransfers por segundo. A especificação será retro-
compatível com as atuais PCIe e uma especificação final é esperado para 2009.
Novos recursos para a especificação PCIe 3.0, incluem uma série de
otimizações para reforçar o sinal e integridade dos dados, incluindo
equalização na transmissão e recepção, melhorias na PLL, recuperação de
dados do relógio (Clock) e melhorias no canal para topologias atualmente
suportadas.
"As especificações finais do PCIe 3.0, incluindo atualizações no fator de forma
(Form Factor), poderão estar disponíveis até o final de 2009, podendo estar no
mercado no início de 2010."
Barramento AGP (Accelerated Graphics Port)
Se antes os computadores se limitavam a exibir apenas caracteres em
telas escuras, hoje eles são capazes de exibir e criar imagens em
altíssima qualidade. Mas, isso tem um preço: quanto mais evoluída for
uma aplicação gráfica, em geral, mais dados ela consumirá. Para lidar
com o volume crescente de dados gerados pelos processadores
gráficos, a Intel anunciou em meados de 1996 o padrão AGP, cujo slot
serve exclusivamente às placas de vídeo.
A primeira versão do AGP (chamada de AGP 1.0) trabalha a 32 bits e
tem clock de 66 MHz, o que equivale a uma taxa de transferência de
dados de até 266 MB por segundo, mas na verdade, pode chegar ao
valor de 532 MB por segundo. Explica-se: o AGP 1.0 pode funcionar no
modo 1x ou 2x. Com 1x, um dado por pulso de clock é transferido.
Com 2x, são dois dados por pulso de clock.
Em meados de 1998, a Intel lançou o AGP 2.0, cujos diferenciais estão
na possibilidade de trabalhar também com o novo modo de operação
4x (oferecendo uma taxa de transferência de 1.066 MB por segundo) e
alimentação elétrica de 1,5 V (o AGP 1.0 funciona com 3,3 V). Algum
tempo depois surgiu o AGP 3.0, que conta com a capacidade de
trabalhar com alimentação elétrica de 0,8 V e modo de operação de 8x,
correspondendo a uma taxa de transferência de 2.133 MB por segundo.
Barramento AGP (Accelerated Graphics Port)
Barramento AGP (Accelerated Graphics Port)
Barramentos AMR, CNR e ACR
Os padrões AMR (Audio Modem Riser), CNR (Communications
and Network Riser) e ACR (Advanced Communications Riser) são
diferentes entre si, mas compartilham da idéia de permitir a
conexão à placa-mãe de dispositivos Host Signal Processing
(HSP), isto é, dispositivos cujo controle é feito pelo processador
do computador. Para isso, o chipset da placa-mãe precisa ser
compatível. Em geral, esses slots são usados por placas que
exigem pouco processamento, como placas de som, placas de
rede ou placas de modem simples.
O slot AMR foi desenvolvido para ser usado especialmente para
funções de modem e áudio. Seu projeto foi liderado pela Intel.
Para ser usado, o chipset da placa-mãe precisava contar com os
circuitos AC'97 e MC'97 (áudio e modem, respectivamente).
Barramentos AMR, CNR e ACR
Barramentos AMR, CNR e ACR
Barramentos AMR, CNR e ACR

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus JanuáriaLista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus JanuáriaSuzana Viana Mota
 
Arquitetura de computadores Módulo 4
Arquitetura de computadores Módulo 4Arquitetura de computadores Módulo 4
Arquitetura de computadores Módulo 4Luis Ferreira
 
Tipos de Placa-Mãe
Tipos de Placa-MãeTipos de Placa-Mãe
Tipos de Placa-MãeAirin A.
 
Aula 02 importância do chipset na escolha
Aula 02   importância do chipset na escolhaAula 02   importância do chipset na escolha
Aula 02 importância do chipset na escolhaMarcos Basilio
 
Evolução dos processadores
Evolução dos processadoresEvolução dos processadores
Evolução dos processadoresTiago Garcia
 
PESQUISA SOBRE BARRAMENTO
PESQUISA SOBRE BARRAMENTOPESQUISA SOBRE BARRAMENTO
PESQUISA SOBRE BARRAMENTOOtaviano Viana
 
Arquitetura de um computador
Arquitetura de um computadorArquitetura de um computador
Arquitetura de um computadorFilipe Duarte
 
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresJorge Ávila Miranda
 
Barramento do Sistema - Arquitetura e Organização de Computadores
Barramento do Sistema - Arquitetura e Organização de ComputadoresBarramento do Sistema - Arquitetura e Organização de Computadores
Barramento do Sistema - Arquitetura e Organização de ComputadoresWellington Oliveira
 
Aula 06 barramentos e recursos onboard
Aula 06 barramentos e recursos onboardAula 06 barramentos e recursos onboard
Aula 06 barramentos e recursos onboardAlexandrino Sitoe
 
Arquitetura de-computadores
Arquitetura de-computadoresArquitetura de-computadores
Arquitetura de-computadoresPimentel
 
Aula 09 - Memórias do Computador
Aula 09 - Memórias do ComputadorAula 09 - Memórias do Computador
Aula 09 - Memórias do ComputadorSuzana Viana Mota
 
Aula 3 barramentos de placa mae
Aula 3 barramentos de placa maeAula 3 barramentos de placa mae
Aula 3 barramentos de placa maeMarcos Basilio
 
425173045-Manual-0770.pdf
425173045-Manual-0770.pdf425173045-Manual-0770.pdf
425173045-Manual-0770.pdfAthena542429
 

Mais procurados (20)

Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus JanuáriaLista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
 
Aula 12 instalação de hardware
Aula 12 instalação de hardwareAula 12 instalação de hardware
Aula 12 instalação de hardware
 
CISC e RISC
CISC e RISCCISC e RISC
CISC e RISC
 
Arquitetura de computadores Módulo 4
Arquitetura de computadores Módulo 4Arquitetura de computadores Módulo 4
Arquitetura de computadores Módulo 4
 
Tipos de Placa-Mãe
Tipos de Placa-MãeTipos de Placa-Mãe
Tipos de Placa-Mãe
 
Aula 02 importância do chipset na escolha
Aula 02   importância do chipset na escolhaAula 02   importância do chipset na escolha
Aula 02 importância do chipset na escolha
 
Evolução dos processadores
Evolução dos processadoresEvolução dos processadores
Evolução dos processadores
 
PESQUISA SOBRE BARRAMENTO
PESQUISA SOBRE BARRAMENTOPESQUISA SOBRE BARRAMENTO
PESQUISA SOBRE BARRAMENTO
 
Arquitetura de um computador
Arquitetura de um computadorArquitetura de um computador
Arquitetura de um computador
 
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de ComputadoresAula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
Aula06 - Arquitetura e Manutenção de Computadores
 
Barramento do Sistema - Arquitetura e Organização de Computadores
Barramento do Sistema - Arquitetura e Organização de ComputadoresBarramento do Sistema - Arquitetura e Organização de Computadores
Barramento do Sistema - Arquitetura e Organização de Computadores
 
Motherboard
MotherboardMotherboard
Motherboard
 
Aula 06 barramentos e recursos onboard
Aula 06 barramentos e recursos onboardAula 06 barramentos e recursos onboard
Aula 06 barramentos e recursos onboard
 
Barramentos
Barramentos Barramentos
Barramentos
 
Arquitetura de-computadores
Arquitetura de-computadoresArquitetura de-computadores
Arquitetura de-computadores
 
Aula 09 - Memórias do Computador
Aula 09 - Memórias do ComputadorAula 09 - Memórias do Computador
Aula 09 - Memórias do Computador
 
Motherboard
MotherboardMotherboard
Motherboard
 
CXL Fabric Management Standards
CXL Fabric Management StandardsCXL Fabric Management Standards
CXL Fabric Management Standards
 
Aula 3 barramentos de placa mae
Aula 3 barramentos de placa maeAula 3 barramentos de placa mae
Aula 3 barramentos de placa mae
 
425173045-Manual-0770.pdf
425173045-Manual-0770.pdf425173045-Manual-0770.pdf
425173045-Manual-0770.pdf
 

Destaque

Destaque (20)

Barramentos
BarramentosBarramentos
Barramentos
 
Barramentos
BarramentosBarramentos
Barramentos
 
Componentes da placa mãe
Componentes da placa mãeComponentes da placa mãe
Componentes da placa mãe
 
3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)
 
Aula 16 memórias
Aula 16 memóriasAula 16 memórias
Aula 16 memórias
 
Modelo de von neumann
Modelo de von neumannModelo de von neumann
Modelo de von neumann
 
Barramento
BarramentoBarramento
Barramento
 
Placas Gráficas e Monitores
Placas Gráficas e MonitoresPlacas Gráficas e Monitores
Placas Gráficas e Monitores
 
Barramentos [modo de compatibilidade]
Barramentos [modo de compatibilidade]Barramentos [modo de compatibilidade]
Barramentos [modo de compatibilidade]
 
Placa de vídeo
Placa de vídeoPlaca de vídeo
Placa de vídeo
 
Sistemas de Microprocessadores 2013/2014
Sistemas de Microprocessadores 2013/2014Sistemas de Microprocessadores 2013/2014
Sistemas de Microprocessadores 2013/2014
 
Seminário MotherBoard
Seminário MotherBoardSeminário MotherBoard
Seminário MotherBoard
 
Placas de Som - Apresentação 6
Placas de Som - Apresentação 6Placas de Som - Apresentação 6
Placas de Som - Apresentação 6
 
Placas GráFicas 2
Placas GráFicas 2Placas GráFicas 2
Placas GráFicas 2
 
Viabilidade em cluster de alto desempenho
Viabilidade em cluster de alto desempenhoViabilidade em cluster de alto desempenho
Viabilidade em cluster de alto desempenho
 
Placa de som
Placa de somPlaca de som
Placa de som
 
Buses
BusesBuses
Buses
 
Arq orgcomp
Arq orgcompArq orgcomp
Arq orgcomp
 
OrganizaçãO E Arquiteturas De Computadores 2009 Cap 1
OrganizaçãO E Arquiteturas De Computadores 2009 Cap 1OrganizaçãO E Arquiteturas De Computadores 2009 Cap 1
OrganizaçãO E Arquiteturas De Computadores 2009 Cap 1
 
Medios audiovisuales 2.0 Podcast y vídeo
Medios audiovisuales 2.0 Podcast y vídeoMedios audiovisuales 2.0 Podcast y vídeo
Medios audiovisuales 2.0 Podcast y vídeo
 

Semelhante a Barramentos de placas e tipos

Trab. De Tic
Trab. De TicTrab. De Tic
Trab. De Ticmartasara
 
03º aula placa mãe painel frontal
03º aula placa mãe  painel frontal03º aula placa mãe  painel frontal
03º aula placa mãe painel frontalRoney Sousa
 
Aula 04 barramentos de expansão
Aula 04   barramentos de expansãoAula 04   barramentos de expansão
Aula 04 barramentos de expansãoMarcos Basilio
 
As mother boards
As mother boardsAs mother boards
As mother boardscabaldreams
 
As mother boards
As mother boardsAs mother boards
As mother boardsdgtavares
 
Evolucao de alguns componentes
Evolucao de alguns componentesEvolucao de alguns componentes
Evolucao de alguns componentesmicaelsporting11
 
Discos barramentos e portas de comunicação
Discos barramentos e portas de comunicaçãoDiscos barramentos e portas de comunicação
Discos barramentos e portas de comunicaçãosimoesflavio
 
Montagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadoresMontagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadoresSara Nóbrega
 
Montagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadoresMontagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadoresSara Nóbrega
 
Descrição dos componentes
Descrição dos componentesDescrição dos componentes
Descrição dos componentesTiago
 
Hardware
HardwareHardware
HardwareTiago
 
Aula 4 os barramentos
Aula 4   os barramentosAula 4   os barramentos
Aula 4 os barramentosredesinforma
 

Semelhante a Barramentos de placas e tipos (20)

Os Slots
Os SlotsOs Slots
Os Slots
 
Trab. De Tic
Trab. De TicTrab. De Tic
Trab. De Tic
 
03º aula placa mãe painel frontal
03º aula placa mãe  painel frontal03º aula placa mãe  painel frontal
03º aula placa mãe painel frontal
 
Aula 04 barramentos de expansão
Aula 04   barramentos de expansãoAula 04   barramentos de expansão
Aula 04 barramentos de expansão
 
Barramentos de pc
Barramentos de pcBarramentos de pc
Barramentos de pc
 
As mother boards
As mother boardsAs mother boards
As mother boards
 
As mother boards
As mother boardsAs mother boards
As mother boards
 
Imei
ImeiImei
Imei
 
Imc
ImcImc
Imc
 
Aula 08 instalação de hardware
Aula 08 instalação de hardwareAula 08 instalação de hardware
Aula 08 instalação de hardware
 
Evolucao de alguns componentes
Evolucao de alguns componentesEvolucao de alguns componentes
Evolucao de alguns componentes
 
Discos barramentos e portas de comunicação
Discos barramentos e portas de comunicaçãoDiscos barramentos e portas de comunicação
Discos barramentos e portas de comunicação
 
Montagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadoresMontagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadores
 
Montagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadoresMontagem e configuração de computadores
Montagem e configuração de computadores
 
Montagem_Manutenção-Aula1.pdf
Montagem_Manutenção-Aula1.pdfMontagem_Manutenção-Aula1.pdf
Montagem_Manutenção-Aula1.pdf
 
Placa mãe
Placa mãePlaca mãe
Placa mãe
 
Imc
ImcImc
Imc
 
Descrição dos componentes
Descrição dos componentesDescrição dos componentes
Descrição dos componentes
 
Hardware
HardwareHardware
Hardware
 
Aula 4 os barramentos
Aula 4   os barramentosAula 4   os barramentos
Aula 4 os barramentos
 

Mais de Rogério Cardoso

Processadores tipos e modelos amd intel e cpuz
Processadores tipos e modelos amd intel e cpuzProcessadores tipos e modelos amd intel e cpuz
Processadores tipos e modelos amd intel e cpuzRogério Cardoso
 
Memorias edo ddr 1,2 e 3 e dual channel
Memorias edo ddr 1,2 e 3 e dual channelMemorias edo ddr 1,2 e 3 e dual channel
Memorias edo ddr 1,2 e 3 e dual channelRogério Cardoso
 
Aula 4 Mini Curso de Linux
Aula 4 Mini Curso de LinuxAula 4 Mini Curso de Linux
Aula 4 Mini Curso de LinuxRogério Cardoso
 
Aula 2 Mini Curso de Linux
Aula 2 Mini Curso de LinuxAula 2 Mini Curso de Linux
Aula 2 Mini Curso de LinuxRogério Cardoso
 
Aula 1 Mini Curso de Linux
Aula 1 Mini Curso de LinuxAula 1 Mini Curso de Linux
Aula 1 Mini Curso de LinuxRogério Cardoso
 
lista de exercícios de estrutura de dados Básico primeira prova
lista de exercícios de estrutura de dados Básico primeira prova lista de exercícios de estrutura de dados Básico primeira prova
lista de exercícios de estrutura de dados Básico primeira prova Rogério Cardoso
 
Prova de gestao de projetos turma manha pronta
Prova de gestao de projetos turma manha prontaProva de gestao de projetos turma manha pronta
Prova de gestao de projetos turma manha prontaRogério Cardoso
 
Memorias edo ddr 1 2 e 3 e dual channel
Memorias edo ddr 1 2 e 3 e dual channelMemorias edo ddr 1 2 e 3 e dual channel
Memorias edo ddr 1 2 e 3 e dual channelRogério Cardoso
 
Sistemas distribuídos e de tempo real
Sistemas distribuídos e de tempo realSistemas distribuídos e de tempo real
Sistemas distribuídos e de tempo realRogério Cardoso
 
Aplicações de redes neurais 2010
Aplicações de redes neurais 2010Aplicações de redes neurais 2010
Aplicações de redes neurais 2010Rogério Cardoso
 
Apostila cemig instalacoes_residenciais
Apostila cemig instalacoes_residenciaisApostila cemig instalacoes_residenciais
Apostila cemig instalacoes_residenciaisRogério Cardoso
 
Aplicações de algoritimos geneticos 2010
Aplicações de algoritimos geneticos 2010Aplicações de algoritimos geneticos 2010
Aplicações de algoritimos geneticos 2010Rogério Cardoso
 
Aula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linuxAula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linuxRogério Cardoso
 

Mais de Rogério Cardoso (20)

Processadores tipos e modelos amd intel e cpuz
Processadores tipos e modelos amd intel e cpuzProcessadores tipos e modelos amd intel e cpuz
Processadores tipos e modelos amd intel e cpuz
 
Memorias edo ddr 1,2 e 3 e dual channel
Memorias edo ddr 1,2 e 3 e dual channelMemorias edo ddr 1,2 e 3 e dual channel
Memorias edo ddr 1,2 e 3 e dual channel
 
Aula 4 Mini Curso de Linux
Aula 4 Mini Curso de LinuxAula 4 Mini Curso de Linux
Aula 4 Mini Curso de Linux
 
Aula 2 Mini Curso de Linux
Aula 2 Mini Curso de LinuxAula 2 Mini Curso de Linux
Aula 2 Mini Curso de Linux
 
Aula 1 Mini Curso de Linux
Aula 1 Mini Curso de LinuxAula 1 Mini Curso de Linux
Aula 1 Mini Curso de Linux
 
Modelo de prova
Modelo de prova Modelo de prova
Modelo de prova
 
Prova Mysql
Prova MysqlProva Mysql
Prova Mysql
 
lista de exercícios de estrutura de dados Básico primeira prova
lista de exercícios de estrutura de dados Básico primeira prova lista de exercícios de estrutura de dados Básico primeira prova
lista de exercícios de estrutura de dados Básico primeira prova
 
Prova de gestao de projetos turma manha pronta
Prova de gestao de projetos turma manha prontaProva de gestao de projetos turma manha pronta
Prova de gestao de projetos turma manha pronta
 
Multimídia para PC's
Multimídia para PC'sMultimídia para PC's
Multimídia para PC's
 
Memorias edo ddr 1 2 e 3 e dual channel
Memorias edo ddr 1 2 e 3 e dual channelMemorias edo ddr 1 2 e 3 e dual channel
Memorias edo ddr 1 2 e 3 e dual channel
 
Sistemas distribuídos e de tempo real
Sistemas distribuídos e de tempo realSistemas distribuídos e de tempo real
Sistemas distribuídos e de tempo real
 
Aplicações de redes neurais 2010
Aplicações de redes neurais 2010Aplicações de redes neurais 2010
Aplicações de redes neurais 2010
 
Apostila cemig instalacoes_residenciais
Apostila cemig instalacoes_residenciaisApostila cemig instalacoes_residenciais
Apostila cemig instalacoes_residenciais
 
Utilizando o open ssh
Utilizando o open   sshUtilizando o open   ssh
Utilizando o open ssh
 
Introdução a psk e qam
Introdução  a   psk  e  qamIntrodução  a   psk  e  qam
Introdução a psk e qam
 
Introdução ao pipeline
Introdução  ao  pipelineIntrodução  ao  pipeline
Introdução ao pipeline
 
Aplicações de algoritimos geneticos 2010
Aplicações de algoritimos geneticos 2010Aplicações de algoritimos geneticos 2010
Aplicações de algoritimos geneticos 2010
 
Boinc
Boinc Boinc
Boinc
 
Aula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linuxAula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linux
 

Último

COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASMarcio Venturelli
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx2m Assessoria
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx2m Assessoria
 

Último (8)

COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 

Barramentos de placas e tipos

  • 1. ROGÉRIO A. CARDOSO RODRIGUES cardoso083@gmail.com rogerioftrabalho@hotmail.com
  • 2. Barramento ISA (Industry Standard Architecture) O barramento ISA é um padrão não mais utilizado, sendo encontrado apenas em computadores antigos. Seu aparecimento se deu na época do IBM PC e essa primeira versão trabalha com transferência de 8 bits por vez e clock de 8,33 MHz (na verdade, antes do surgimento do IBM PC-XT, essa valor era de 4,77 MHz).
  • 3. Barramento ISA (Industry Standard Architecture) Se você está acostumado com slots mais recentes, certamente percebeu o quão grandes são os encaixes ISA. O de 16 bits, por exemplo, conta com 98 terminais. Eram placas grandes. Apesar disso, não era difícil encontrar placas que não utilizavam todos os contatos dos slots ISA, deixando um espaço de sobra no encaixe. Com a evolução da informática, o padrão ISA foi aos poucos perdendo espaço. A versão de 16 bits é capaz de proporcionar transferência de dados na casa dos 8 MB por segundo, mas dificilmente esse valor é alcançado, ficando em torno de 5 MB. Como essa taxa de transferência era suficiente para determinados dispositivos (placas de modem, por exemplo), por algum tempo foi possível encontrar placas-mãe que contavam tanto com slots ISA quanto com slots PCI (o padrão sucessor).
  • 4. Barramento PCI (Peripheral Component Interconnect) O barramento PCI surgiu no início de 1990 pelas mãos da Intel. Suas principais características são a capacidade de transferir dados a 32 bits e clock de 33 MHz, especificações estas que tornaram o padrão capaz de transmitir dados a uma taxa de até 132 MB por segundo. Os slots PCI são menores que os slots ISA, assim como os seus dispositivos, obviamente. Mas, há uma outra característica que tornou o padrão PCI atraente: o recurso Bus Mastering. Em poucas palavras, trata-se de um sistema que permite a dispositivos que fazem uso do barramento ler e gravar dados direto na memória RAM, sem que o processador tenha que "parar" e interferir para tornar isso possível. Note que esse recurso não é exclusivo do barramento PCI.
  • 5. Barramento PCI (Peripheral Component Interconnect)
  • 6. Barramento PCI-X (Peripheral Component Interconnect Extended) PCI Express (também conhecido como PCIe ou PCI-EX) é o padrão de slots para placas de expansão utilizadas em micros. criada pela Intel. Introduzido pela Intel em 2004, o PCI Express foi concebido para substituir os padrões AGP e PCI. Sua velocidade vai de 1x até 32x (sendo que atualmente só existe disponível até 16x). Mesmo a versão 1x consegue ser seis vezes mais rápido que o PCI tradicional.
  • 7. Barramento PCI-X (Peripheral Component Interconnect Extended) PCI Express 2.0 Em janeiro de 2007 foi concluído o desenvolvimento do padrão PCI Express 2.0 (PCIe 2.0) , que oferece o dobro de velocidade do padrão antigo, ou seja, 500 MB/s (também bidirecional) ao invés dos 250 MB/s. Um slot PCI Express x16, no padrão 2.0, poderá transferir até 8 GB/s contra 4 GB/s do padrão anterior
  • 8. Barramento PCI-X (Peripheral Component Interconnect Extended) PCI Express 3.0 Em agosto de 2007 PCI-SIG PCI Express 3.0, anunciou que irá exercer uma taxa de bits de 8 gigatransfers por segundo. A especificação será retro- compatível com as atuais PCIe e uma especificação final é esperado para 2009. Novos recursos para a especificação PCIe 3.0, incluem uma série de otimizações para reforçar o sinal e integridade dos dados, incluindo equalização na transmissão e recepção, melhorias na PLL, recuperação de dados do relógio (Clock) e melhorias no canal para topologias atualmente suportadas. "As especificações finais do PCIe 3.0, incluindo atualizações no fator de forma (Form Factor), poderão estar disponíveis até o final de 2009, podendo estar no mercado no início de 2010."
  • 9. Barramento AGP (Accelerated Graphics Port) Se antes os computadores se limitavam a exibir apenas caracteres em telas escuras, hoje eles são capazes de exibir e criar imagens em altíssima qualidade. Mas, isso tem um preço: quanto mais evoluída for uma aplicação gráfica, em geral, mais dados ela consumirá. Para lidar com o volume crescente de dados gerados pelos processadores gráficos, a Intel anunciou em meados de 1996 o padrão AGP, cujo slot serve exclusivamente às placas de vídeo. A primeira versão do AGP (chamada de AGP 1.0) trabalha a 32 bits e tem clock de 66 MHz, o que equivale a uma taxa de transferência de dados de até 266 MB por segundo, mas na verdade, pode chegar ao valor de 532 MB por segundo. Explica-se: o AGP 1.0 pode funcionar no modo 1x ou 2x. Com 1x, um dado por pulso de clock é transferido. Com 2x, são dois dados por pulso de clock. Em meados de 1998, a Intel lançou o AGP 2.0, cujos diferenciais estão na possibilidade de trabalhar também com o novo modo de operação 4x (oferecendo uma taxa de transferência de 1.066 MB por segundo) e alimentação elétrica de 1,5 V (o AGP 1.0 funciona com 3,3 V). Algum tempo depois surgiu o AGP 3.0, que conta com a capacidade de trabalhar com alimentação elétrica de 0,8 V e modo de operação de 8x, correspondendo a uma taxa de transferência de 2.133 MB por segundo.
  • 12. Barramentos AMR, CNR e ACR Os padrões AMR (Audio Modem Riser), CNR (Communications and Network Riser) e ACR (Advanced Communications Riser) são diferentes entre si, mas compartilham da idéia de permitir a conexão à placa-mãe de dispositivos Host Signal Processing (HSP), isto é, dispositivos cujo controle é feito pelo processador do computador. Para isso, o chipset da placa-mãe precisa ser compatível. Em geral, esses slots são usados por placas que exigem pouco processamento, como placas de som, placas de rede ou placas de modem simples. O slot AMR foi desenvolvido para ser usado especialmente para funções de modem e áudio. Seu projeto foi liderado pela Intel. Para ser usado, o chipset da placa-mãe precisava contar com os circuitos AC'97 e MC'97 (áudio e modem, respectivamente).