SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Situação de aprendizagem
Crônica :AVESTRUZ
Mário Prata
Avestruz : Situação de aprendizagem
• Objetivos: desenvolver a interpretação textual; desenvolver a escrita de
textos de variados gêneros a partir de um tema;
• Recursos: projeção de slide com imagens de avestruzes e do produtos feitos
a partir de deles; sala de informática ( caso possível);
• Desenvolvimento: Atividades de levantamento de hipóteses (antes da
leitura) e durante a leitura – tomada de notas para posterior pesquisa de
vocabulário e de expressões. Após leitura – pesquisa de outros animais
exóticos de forma interdisciplinar com Ciências, para elaboração da
atividade de avaliação.
• Duração: 6 a 8 aulas.
• Avaliação: elaboração dos gêneros selecionados para cada grupo, de forma a
atender a estrutura de composição.
• Devolutiva:na forma de reescrita coletiva de um dos textos elaborados ( o
que apresentar maior problemas nos aspectos linguístico-discursivos)
Levantamento de hipóteses
Questões:
• Quem já viu um avestruz?
• Onde o viu?
• Descreva-o
• Quem já viu um ovo de avestruz?
Neste momento, após instigar a fala dos alunos seria interessante, caso
se pudesse, mostrar um ovo ou suas fotos, assim como as do animal.
DURANTE A LEITURA
• Leitura silenciosa;
• Exploração de vocabulário : levantamento e
pesquisa em dicionários, em grupos;
• Chamar atenção para expressões, como:
• “ter estômago de avestruz” “ enterrar a cabeça
como avestruz”;
Esta etapa pode ser feita em grupos com 4 alunos ou em duplas e caso
haja a possibilidade também podem pesquisar na internet o porquê
destas expressões.
O avestruz enterra a cabeça quando fica
com muito medo
• A cena é típica de desenho animado, mas não passa de
mito. Quando sente medo, o avestruz normalmente sai
correndo, como a maioria dos animais. Ou ataca, quando
se vê ameaçado e não tem para onde correr. Mas jamais
enterra a cabeça. Essa lenda certamente tem origem no
seu hábito de ficar ciscando em meio à vegetação
rasteira. Extremamente curiosa, essa ave abaixa a cabeça
para vasculhar o terreno e apanhar com o bico tudo
aquilo que achar interessante.
Curiosidades
• Qual a finalidade da criação de avestruzes?
• O que se aproveita dele?
Esta parte também pode ser feita na internet ou de forma interdisciplinar
com Ciências
PÓS LEITURA
Questão:
• Quem tem animal de estimação exótico ou conhece
alguém que tenha?
• Explicar porque é considerado exótico- o que significa.
• Atividade intertextual com Ciências: propor pesquisa de
outros animais exóticos usados como de estimação e
seus nomes científicos e curiosidades.
Esta pesquisa será usada para embasar a próxima atividade que é de
escrita de textos de vários gêneros relacionados aos animais
escolhidos pelos grupos
ATIVIDADE / AVALIAÇÃO
• A partir da pesquisa sobre animais
exóticos, criar textos de diferentes gêneros:
 Crônica;
 H.Q.;
 Notícia;
 Cartaz de utilidade pública;
• Socialização dos textos criados;
• Reescrita de uma produção coletivamente:
observando aspectos linguísticos.
chinchila
furão
Yellow snack
Grupo - 1
Elizandra
Simone
Molini
Cristina
Sandra
Iraídes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sequência didática
Sequência didáticaSequência didática
Sequência didáticaLucianaProf
 
Atividade do curso_de_melhor_gestao_de_ensino_15.05[1]
Atividade do curso_de_melhor_gestao_de_ensino_15.05[1]Atividade do curso_de_melhor_gestao_de_ensino_15.05[1]
Atividade do curso_de_melhor_gestao_de_ensino_15.05[1]ledamaria891952
 
Crônica avestruz
Crônica avestruzCrônica avestruz
Crônica avestruzJane2013
 
Texto avestruz mário prata (1) (2)
Texto avestruz mário prata (1) (2)Texto avestruz mário prata (1) (2)
Texto avestruz mário prata (1) (2)ivanicesarino
 
Análise, leitura e produção de texto plano de aula grupo 4
Análise, leitura e produção de texto plano de aula grupo 4Análise, leitura e produção de texto plano de aula grupo 4
Análise, leitura e produção de texto plano de aula grupo 4Amigas do Saber
 

Mais procurados (10)

AVESTRUZ - MARIO PRATA
AVESTRUZ - MARIO PRATAAVESTRUZ - MARIO PRATA
AVESTRUZ - MARIO PRATA
 
Sequência didática
Sequência didáticaSequência didática
Sequência didática
 
Atividade do curso_de_melhor_gestao_de_ensino_15.05[1]
Atividade do curso_de_melhor_gestao_de_ensino_15.05[1]Atividade do curso_de_melhor_gestao_de_ensino_15.05[1]
Atividade do curso_de_melhor_gestao_de_ensino_15.05[1]
 
Grupo 1 ativ3
Grupo 1 ativ3Grupo 1 ativ3
Grupo 1 ativ3
 
Crônica avestruz
Crônica avestruzCrônica avestruz
Crônica avestruz
 
Projeto a bota do bode
Projeto a bota do bodeProjeto a bota do bode
Projeto a bota do bode
 
Perfil
Perfil Perfil
Perfil
 
PROJETO DE LEITURA - O AVESTRUZ (Mário Prata)
PROJETO DE LEITURA - O AVESTRUZ (Mário Prata)PROJETO DE LEITURA - O AVESTRUZ (Mário Prata)
PROJETO DE LEITURA - O AVESTRUZ (Mário Prata)
 
Texto avestruz mário prata (1) (2)
Texto avestruz mário prata (1) (2)Texto avestruz mário prata (1) (2)
Texto avestruz mário prata (1) (2)
 
Análise, leitura e produção de texto plano de aula grupo 4
Análise, leitura e produção de texto plano de aula grupo 4Análise, leitura e produção de texto plano de aula grupo 4
Análise, leitura e produção de texto plano de aula grupo 4
 

Destaque

Clasificacion de los alimentos
Clasificacion de los alimentosClasificacion de los alimentos
Clasificacion de los alimentosKGEORGE
 
La Infografía como Recurso Educativo para trabajar las Competencias en el aul...
La Infografía como Recurso Educativo para trabajar las Competencias en el aul...La Infografía como Recurso Educativo para trabajar las Competencias en el aul...
La Infografía como Recurso Educativo para trabajar las Competencias en el aul...Rocío González
 
Métodos para determinar la tendencia de la demanda
Métodos para determinar la tendencia de la demandaMétodos para determinar la tendencia de la demanda
Métodos para determinar la tendencia de la demandaSachiko Nakata
 
Actualiteiten ICT Contracten en Partnerships (2012)
Actualiteiten ICT Contracten en Partnerships (2012)Actualiteiten ICT Contracten en Partnerships (2012)
Actualiteiten ICT Contracten en Partnerships (2012)Advocatenkantoor LEGALZ
 
JULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
JULIOPARI - Elaborando un Plan de NegociosJULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
JULIOPARI - Elaborando un Plan de NegociosJulio Pari
 
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demandaGeohistoria23
 
Manual de EpC
Manual de EpCManual de EpC
Manual de EpCGinio
 
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitiefOnderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitiefrloggen
 
Como hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negociosComo hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negociosXPINNERPablo
 
Schrijven voor het web
Schrijven voor het webSchrijven voor het web
Schrijven voor het webSimone Levie
 
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA... ..
 
Estrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicasEstrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicasLarryJimenez
 
Fomento a las iniciativas de participación estudiantil (Propiedad de Educació...
Fomento a las iniciativas de participación estudiantil (Propiedad de Educació...Fomento a las iniciativas de participación estudiantil (Propiedad de Educació...
Fomento a las iniciativas de participación estudiantil (Propiedad de Educació...Marco Alvarado Torres
 
Evidence: Memorable moments.ENGLISH DOT WORKS 2. SENA. semana 2 actividad 2.
Evidence: Memorable moments.ENGLISH DOT WORKS 2. SENA. semana 2 actividad 2.Evidence: Memorable moments.ENGLISH DOT WORKS 2. SENA. semana 2 actividad 2.
Evidence: Memorable moments.ENGLISH DOT WORKS 2. SENA. semana 2 actividad 2... ..
 
oferta y demanda
oferta y demandaoferta y demanda
oferta y demandamario
 

Destaque (20)

Clasificacion de los alimentos
Clasificacion de los alimentosClasificacion de los alimentos
Clasificacion de los alimentos
 
La Infografía como Recurso Educativo para trabajar las Competencias en el aul...
La Infografía como Recurso Educativo para trabajar las Competencias en el aul...La Infografía como Recurso Educativo para trabajar las Competencias en el aul...
La Infografía como Recurso Educativo para trabajar las Competencias en el aul...
 
Métodos para determinar la tendencia de la demanda
Métodos para determinar la tendencia de la demandaMétodos para determinar la tendencia de la demanda
Métodos para determinar la tendencia de la demanda
 
Actualiteiten ICT Contracten en Partnerships (2012)
Actualiteiten ICT Contracten en Partnerships (2012)Actualiteiten ICT Contracten en Partnerships (2012)
Actualiteiten ICT Contracten en Partnerships (2012)
 
Geheugen verbeteren
Geheugen verbeterenGeheugen verbeteren
Geheugen verbeteren
 
JULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
JULIOPARI - Elaborando un Plan de NegociosJULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
JULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
 
Salud
SaludSalud
Salud
 
De impact van adhd
De impact van adhdDe impact van adhd
De impact van adhd
 
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
 
Manual de EpC
Manual de EpCManual de EpC
Manual de EpC
 
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitiefOnderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
 
Como hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negociosComo hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negocios
 
Schrijven voor het web
Schrijven voor het webSchrijven voor het web
Schrijven voor het web
 
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
 
Estrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicasEstrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicas
 
Cápsula 1. estudios de mercado
Cápsula 1. estudios de mercadoCápsula 1. estudios de mercado
Cápsula 1. estudios de mercado
 
Rodriguez alvarez
Rodriguez alvarezRodriguez alvarez
Rodriguez alvarez
 
Fomento a las iniciativas de participación estudiantil (Propiedad de Educació...
Fomento a las iniciativas de participación estudiantil (Propiedad de Educació...Fomento a las iniciativas de participación estudiantil (Propiedad de Educació...
Fomento a las iniciativas de participación estudiantil (Propiedad de Educació...
 
Evidence: Memorable moments.ENGLISH DOT WORKS 2. SENA. semana 2 actividad 2.
Evidence: Memorable moments.ENGLISH DOT WORKS 2. SENA. semana 2 actividad 2.Evidence: Memorable moments.ENGLISH DOT WORKS 2. SENA. semana 2 actividad 2.
Evidence: Memorable moments.ENGLISH DOT WORKS 2. SENA. semana 2 actividad 2.
 
oferta y demanda
oferta y demandaoferta y demanda
oferta y demanda
 

Semelhante a Sequência Didática - Avestruz

Estratégias de leitura sequência didática - texto avestruz- ok
Estratégias de leitura   sequência didática - texto avestruz- okEstratégias de leitura   sequência didática - texto avestruz- ok
Estratégias de leitura sequência didática - texto avestruz- okgruposete
 
Sequência didática mário
Sequência didática márioSequência didática mário
Sequência didática máriotcpthais
 
Sequência didática curso n line 2013
Sequência didática   curso n line 2013Sequência didática   curso n line 2013
Sequência didática curso n line 2013Cintia Sitta
 
Sequência didática curso n line 2013
Sequência didática   curso n line 2013Sequência didática   curso n line 2013
Sequência didática curso n line 2013Cintia Sitta
 
Sequãšncia didãtica curso n line 2013
Sequãšncia didãtica   curso n line 2013Sequãšncia didãtica   curso n line 2013
Sequãšncia didãtica curso n line 2013gis22
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioMocinha05
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioMocinha05
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioMocinha05
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima
Mgme    língua portuguesa mª de fatimaMgme    língua portuguesa mª de fatima
Mgme língua portuguesa mª de fatimasoniaecompanhia5
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)soniaecompanhia5
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)soniaecompanhia5
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima
Mgme    língua portuguesa mª de fatimaMgme    língua portuguesa mª de fatima
Mgme língua portuguesa mª de fatimasoniaecompanhia5
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)soniaecompanhia5
 
01 ler, compreender e interpretar final (1)
01 ler, compreender e interpretar final (1)01 ler, compreender e interpretar final (1)
01 ler, compreender e interpretar final (1)Ramacciotti
 

Semelhante a Sequência Didática - Avestruz (20)

Estratégias de leitura sequência didática - texto avestruz- ok
Estratégias de leitura   sequência didática - texto avestruz- okEstratégias de leitura   sequência didática - texto avestruz- ok
Estratégias de leitura sequência didática - texto avestruz- ok
 
Apresentação avestruz2
Apresentação avestruz2Apresentação avestruz2
Apresentação avestruz2
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
 
Avestruz
AvestruzAvestruz
Avestruz
 
Sequência didática mário
Sequência didática márioSequência didática mário
Sequência didática mário
 
Sequência didática curso n line 2013
Sequência didática   curso n line 2013Sequência didática   curso n line 2013
Sequência didática curso n line 2013
 
Sequência didática curso n line 2013
Sequência didática   curso n line 2013Sequência didática   curso n line 2013
Sequência didática curso n line 2013
 
Sequãšncia didãtica curso n line 2013
Sequãšncia didãtica   curso n line 2013Sequãšncia didãtica   curso n line 2013
Sequãšncia didãtica curso n line 2013
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de mário
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de mário
 
Sequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de márioSequência didática com base no texto de mário
Sequência didática com base no texto de mário
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima
Mgme    língua portuguesa mª de fatimaMgme    língua portuguesa mª de fatima
Mgme língua portuguesa mª de fatima
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima
Mgme    língua portuguesa mª de fatimaMgme    língua portuguesa mª de fatima
Mgme língua portuguesa mª de fatima
 
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)Mgme    língua portuguesa mª de fatima (1)
Mgme língua portuguesa mª de fatima (1)
 
Texto avestruz priscila
Texto avestruz priscilaTexto avestruz priscila
Texto avestruz priscila
 
Reptil
ReptilReptil
Reptil
 
Aves
AvesAves
Aves
 
01 ler, compreender e interpretar final (1)
01 ler, compreender e interpretar final (1)01 ler, compreender e interpretar final (1)
01 ler, compreender e interpretar final (1)
 

Mais de Simone1970

Mais de Simone1970 (6)

Avestruz ii
Avestruz iiAvestruz ii
Avestruz ii
 
Avestruz ii
Avestruz iiAvestruz ii
Avestruz ii
 
Avestruz ii
Avestruz iiAvestruz ii
Avestruz ii
 
Avestruz
Avestruz Avestruz
Avestruz
 
Avestruz ii
Avestruz iiAvestruz ii
Avestruz ii
 
Avestruz ii
Avestruz iiAvestruz ii
Avestruz ii
 

Último

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdfAntonio Barros
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxpatriciapedroso82
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 

Último (20)

Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 

Sequência Didática - Avestruz

  • 1. Situação de aprendizagem Crônica :AVESTRUZ Mário Prata
  • 2. Avestruz : Situação de aprendizagem • Objetivos: desenvolver a interpretação textual; desenvolver a escrita de textos de variados gêneros a partir de um tema; • Recursos: projeção de slide com imagens de avestruzes e do produtos feitos a partir de deles; sala de informática ( caso possível); • Desenvolvimento: Atividades de levantamento de hipóteses (antes da leitura) e durante a leitura – tomada de notas para posterior pesquisa de vocabulário e de expressões. Após leitura – pesquisa de outros animais exóticos de forma interdisciplinar com Ciências, para elaboração da atividade de avaliação. • Duração: 6 a 8 aulas. • Avaliação: elaboração dos gêneros selecionados para cada grupo, de forma a atender a estrutura de composição. • Devolutiva:na forma de reescrita coletiva de um dos textos elaborados ( o que apresentar maior problemas nos aspectos linguístico-discursivos)
  • 3. Levantamento de hipóteses Questões: • Quem já viu um avestruz? • Onde o viu? • Descreva-o • Quem já viu um ovo de avestruz? Neste momento, após instigar a fala dos alunos seria interessante, caso se pudesse, mostrar um ovo ou suas fotos, assim como as do animal.
  • 4.
  • 5. DURANTE A LEITURA • Leitura silenciosa; • Exploração de vocabulário : levantamento e pesquisa em dicionários, em grupos; • Chamar atenção para expressões, como: • “ter estômago de avestruz” “ enterrar a cabeça como avestruz”; Esta etapa pode ser feita em grupos com 4 alunos ou em duplas e caso haja a possibilidade também podem pesquisar na internet o porquê destas expressões.
  • 6.
  • 7. O avestruz enterra a cabeça quando fica com muito medo • A cena é típica de desenho animado, mas não passa de mito. Quando sente medo, o avestruz normalmente sai correndo, como a maioria dos animais. Ou ataca, quando se vê ameaçado e não tem para onde correr. Mas jamais enterra a cabeça. Essa lenda certamente tem origem no seu hábito de ficar ciscando em meio à vegetação rasteira. Extremamente curiosa, essa ave abaixa a cabeça para vasculhar o terreno e apanhar com o bico tudo aquilo que achar interessante.
  • 8. Curiosidades • Qual a finalidade da criação de avestruzes? • O que se aproveita dele? Esta parte também pode ser feita na internet ou de forma interdisciplinar com Ciências
  • 9.
  • 10. PÓS LEITURA Questão: • Quem tem animal de estimação exótico ou conhece alguém que tenha? • Explicar porque é considerado exótico- o que significa. • Atividade intertextual com Ciências: propor pesquisa de outros animais exóticos usados como de estimação e seus nomes científicos e curiosidades. Esta pesquisa será usada para embasar a próxima atividade que é de escrita de textos de vários gêneros relacionados aos animais escolhidos pelos grupos
  • 11. ATIVIDADE / AVALIAÇÃO • A partir da pesquisa sobre animais exóticos, criar textos de diferentes gêneros:  Crônica;  H.Q.;  Notícia;  Cartaz de utilidade pública; • Socialização dos textos criados; • Reescrita de uma produção coletivamente: observando aspectos linguísticos.