SlideShare uma empresa Scribd logo
9ª JORNADA CIENTÍFICA DA UFSCAR




   Oficina de Jogos e
 Brincadeiras Musicais
  Propostas de atividades musicais e jogos
folclóricos para se trabalhar em sala de aula
 Mariana Barbosa Ament – Natália Búrigo Severino – Maria Carolina Leme Joly
                             São Carlos, 2011




                                  ~1~
Índice




Quem somos nós.....................................................................................................3

Apresentação..........................................................................................................4

Atividades...............................................................................................................9

          Dance do ritmo............................................................................................9
          Eu vou pilar café.........................................................................................10
          Quadra........................................................................................................12
          Amassa o pão..............................................................................................13
          Passa Palma ...............................................................................................14
          Monjolo.......................................................................................................15
          Mulher rendeira.........................................................................................16
          Camaleão....................................................................................................17
          Serpente......................................................................................................18
          Mariquinha morreu ontem .......................................................................19
          Da abóbora faz melão................................................................................20
          Yêpo...........................................................................................................21
          5, 4, 3, 2, 1..................................................................................................22
          Nome, palma, pulo.....................................................................................23
          Bate direita, bate esquerda........................................................................24

Bibliografia............................................................................................................25




                                                        ~2~
Quem somos nós?




Mariana Barbosa Ament:                Graduanda em Educação Musical pela
Universidade Federal de São Carlos. No ambiente escolar, atuou como bolsista
de oficinas de música oferecidas pela Universidade e atualmente é professora de
oficinas de “Jogos e Brincadeiras Musicais” no estágio supervisionado da
Universidade. Atua como bolsista do Programa Institucional de Bolsa de
Iniciação à Docência (PIBID) trabalhando com fanfarra escolar e projetos
interdisciplinares.É professora de Musicalização e de instrumento em escolas
particulares de música e de Educação Básica.Atua principalmente nos seguintes
temas: Educação Musical, Música, Formação Musical, Educação Musical escolar
e Educação e Comunidade.




Natália Búrigo Severino:Graduanda               em Música (Licenciatura com
habilitação em Educação Musical) na UFSCar. Tem experiência em Música com
ênfase em Educação Musical. Atuou como professora de Teoria Musical e Piano
em uma escola em Campinas, e como estagiaria no Programa de Musicalização
da UFSCar participando também da Orquestra Experimental da UFSCar.
Trabalha com Educação Musical Escolar através do PIBID (Plano Institucional
de Bolsas de Iniciação a Docência) e do estágio supervisionado da graduação,
atuando principalmente nos seguintes temas: educação musical, educação e
cidadania, práticas sociais, formação de fanfarra e interdisciplinaridade.



Maria Carolina Leme Joly:Possui graduação               em Licenciatura em Ed.
Artística com hab. em Música pela Faculdade Santa Marcelina (FASM),
mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e
especialização em Musicoterapia na Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP).
Atualmente é professora assitente do curso de Licenciatura em Música com hab.
em Educação Musical da UFSCar e do curso de Licenciatura em Música à
Distância da Universidade Aberta do Brasil (UAB - UFSCar). Atua como
professora, regente e violoncelista nos projetos de extensão de Musicalização e
Formação de Orquestras da UFSCar e orienta bolsista do projeto PIBID da área
de Música. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação
Musical, atuando principalmente nos seguintes temas: orquestra comunitária,
música na escola, ensino coletivo de flauta doce, ensino coletivo de cordas,
musicalização, expressão corporal, movimento e dança.

                                    ~3~
Apresentação




      A oficina Jogos e Brincadeiras Musicais tem como objetivo fazer um
resgate da cultura popular brasileira, propondo atividades que gerem aos
participantes a reflexão sobre as potencialidades da utilização de ferramentas
como jogos, brincadeiras, histórias e danças tradicionais, no ensino musical.
Serão demonstradas formas de se trabalhar conceitos básicos, tais como os
elementos da música (ritmo, melodia e harmonia), as propriedades do som
(altura, intensidade, duração e timbre), formas musicais etc. Espera-se que a
partir da vivência com essas atividades, os participantes tenham a oportunidade
de ampliar seu repertório de brincadeiras e jogos musicais e de entrar em
contato com a cultura popular, que é pouco difundida nos dias de hoje, de forma
que possam se apropriar desse recurso e utilizá-lo em suas práticas pedagógicas.

      Partindo da premissa de que a cultura de um povo deve ser difundida
como um elemento de equilíbrio entre os recursos tecnológicos e as heranças
culturais populares, a sua inserção no espaço educacional, deve servir como
elemento propulsor da criatividade, do contato humano (que não se encontra
nos recursos tecnológicos, como computadores, televisão, jogos eletrônicos,
etc), da interação e, principalmente, como desenvolvimento da identidade
cultural e musical passada de geração em geração, e que nos identifica como
pertencentes desta cultura.

      As ferramentas utilizadas (jogos, brincadeiras, danças) são pensadas
propositalmente: Além de pertencerem muito fortemente às tradições culturais
populares ligadas à música, são também atividades muito importantes para o
desenvolvimento da criança. É através dessas atividades lúdicas, tão ligadas ao
universo infantil, que vêm as contribuições para o aprendizado musical e

                                    ~4~
humano dos alunos, de modo que eles aprendam, de forma natural, a ouvir, a
esperar, a obedecer regras, a cooperar, etc. É possível também dar ferramentas
para que a criança possa compreender elidar com emoções tais como timidez,
agressividade; e, principalmente, desenvolver o gosto pela música.

       Vale ressaltar que nos jogos e nas brincadeiras propostos, o foco não deve
ser o de gerar competividade, nem ganhadores e perdedores; o foco deverá ser o
de proporcionar um ambiente seguro de tentativa e erro onde as crianças
possam explorar novas possibilidades e enfrentar suas dificuldades, sem se
sentirem inferiorizadas.

       Paralelamente às contribuições que trará aos alunos, essa propostapode
também proporcionar um aprendizado muito significativo aos professores, uma
vez que estes terão de realizar um trabalho de pesquisa musical muito bem
contextualizado, para que possam planejar e reger as aulas, servindo como um
exercício profissional, além de proporcionar uma interação e aproximação de
forma prazerosa com a turma.

                                                  

       Na presente proposta, a ampliação do repertório musical dos alunos se
dará através do resgate da cultura popular, cultura esta que, como sugere
Brandão (2006) “[...] pode intervir como elemento moderador do processo
cultural, pois dispõe de instrumentos próprios para o equilíbrio necessário ao
seu harmônico desenvolvimento” (BRANDÃO, 2006, p. 24). A valorização e o
reconhecimento do folclore, tido também como manifestações populares, são
capazes de auxiliar no desenvolvimento da nação.

       No Brasil, existe um documento chamado “Carta do Folclore” 1 que,
dentre os diversos conceitos, define “folclore”:

                         [...] Constituem o fato folclórico as maneiras de pensar, sentir e
                         agir de um povo, preservadas pela tradição popular e pela
                         imitação, e que não sejam diretamente influenciadas pelos
                         círculos eruditos e instituições.


1
 Carta do Folclore, 1951, conjunto de conceitos e recomendações sobre o Folclore Brasileiro,
elaborada durante o I Congresso Brasileiro do Folclore – Informações retiradas do livro: O que
é folclore, de Carlos Rodrigues Brandão.
                                           ~5~
Referências bibliográficas




SALES, Alexandre Rocha. Brinquedos Cantados. Goiânia, 2009. Acervo pessoal.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é Folclore. Coleção Primeiros Passos – 13ª
Edição – Editora Brasiliense, 2006.

CANÇADO, Tânia Mara Lopes. Projeto Cariúnas – uma proposta de educação
musical numa abordagem holística da educação. Revista da ABEM, Porto
Alegre, V. 14, 17-24, mar. 2006. Disponível em:
<http://www.abemeducacaomusical.org.br/Masters/revista14/revista14_artigo
2.pdf> Acesso em 10 mai, 2011.

PERES, Sandra; TATIT, Paulo. O livro de Brincadeiras Musicais da Palavra
Cantada. Vol. 2. 1ª ed, Editora Melhoramentos, 2010.

KATER, Carlos (org). Livro dos jogos. Projeto Música na Escola, Governo do
Estado de Minas Gerais.

PAREJO, Enny. Introduçãoà prática instrumental Orff. São Paulo, 2011. Acervo
Pessoal.

BEINEKE, Viviane; FREITAS, Sérgio Paulo Ribeiro de. Lenga La lenga: jogos de
mãos e copos. 1ª ed. São Paulo: Ciranda Cultural Editora e Distribuidora ltda.,
2006. Bibliografia: p. 20. ISBN: 85-7520-507-2.

GUIMARÃES, Kelly. Brinquedos cantados. Sorocaba, 2009. Acervo pessoal.



Vídeos retirados do Youtube:

Da abóbora faz melão: <http://www.youtube.com/watch?v=6xUPDt_thdM>

Serpente: <http://www.youtube.com/watch?v=8ifwvJIjHJU>

Pão <http://www.youtube.com/watch?v=-nJzL9hNjoQ>



                                    ~6~

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila de musicalizacao
Apostila de musicalizacao Apostila de musicalizacao
Apostila de musicalizacao
Cristina Zoya
 
Projeto música
Projeto músicaProjeto música
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTILMÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Cmei Cecilia Meireles
 
Projeto musical slide
Projeto musical slideProjeto musical slide
Projeto musical slide
martajeronimo
 
Instrumentos musicais não convencionais
Instrumentos musicais não convencionais Instrumentos musicais não convencionais
Instrumentos musicais não convencionais
Centro de Estudo e Pesquisa Ciranda da Arte
 
Projeto Música na escola
Projeto Música na escolaProjeto Música na escola
Projeto Música na escola
Venicio Borges
 
Musicalização Infantil
Musicalização InfantilMusicalização Infantil
Musicalização Infantil
Karina Silva Dias
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantil
Claudia Ramos
 
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
pibiduergsmontenegro
 
Educação musical, métodos ativos. Dalcroze, Kodaly, Orff, Willems e Suzuki
Educação musical, métodos ativos. Dalcroze, Kodaly, Orff, Willems e SuzukiEducação musical, métodos ativos. Dalcroze, Kodaly, Orff, Willems e Suzuki
Educação musical, métodos ativos. Dalcroze, Kodaly, Orff, Willems e Suzuki
Alexandro Rodrigues
 
Projeto musicalização
Projeto musicalizaçãoProjeto musicalização
Projeto musicalização
Marialuzinetecar
 
A música na educação infantil
A música na educação infantilA música na educação infantil
A música na educação infantil
jaqueegervasio
 
Projeto Música na Escola. Musicart.
Projeto Música na Escola. Musicart. Projeto Música na Escola. Musicart.
Projeto Música na Escola. Musicart.
Seduc MT
 
A Importância da Musica nas Nossas Vidas
A Importância da Musica nas Nossas VidasA Importância da Musica nas Nossas Vidas
A Importância da Musica nas Nossas Vidas
Alexandre Teixeira Lourenço, PMP
 
Plano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º anoPlano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º ano
Nildemar Lago
 
Música na Escola
Música na EscolaMúsica na Escola
Desafios e perspectivas do ensino de música na prática escolar da educação in...
Desafios e perspectivas do ensino de música na prática escolar da educação in...Desafios e perspectivas do ensino de música na prática escolar da educação in...
Desafios e perspectivas do ensino de música na prática escolar da educação in...
Governo do Estado de São Paulo
 
Musicalização apostila de teoria musical
Musicalização apostila de teoria musicalMusicalização apostila de teoria musical
Musicalização apostila de teoria musical
Fernando Santos
 
Projeto música aquarela
Projeto música aquarelaProjeto música aquarela
Projeto música aquarela
Graça Sousa
 
Palavras cruzadas sobre música 7 ano
Palavras cruzadas sobre música 7 anoPalavras cruzadas sobre música 7 ano
Palavras cruzadas sobre música 7 ano
josenmd
 

Mais procurados (20)

Apostila de musicalizacao
Apostila de musicalizacao Apostila de musicalizacao
Apostila de musicalizacao
 
Projeto música
Projeto músicaProjeto música
Projeto música
 
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTILMÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Projeto musical slide
Projeto musical slideProjeto musical slide
Projeto musical slide
 
Instrumentos musicais não convencionais
Instrumentos musicais não convencionais Instrumentos musicais não convencionais
Instrumentos musicais não convencionais
 
Projeto Música na escola
Projeto Música na escolaProjeto Música na escola
Projeto Música na escola
 
Musicalização Infantil
Musicalização InfantilMusicalização Infantil
Musicalização Infantil
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantil
 
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
 
Educação musical, métodos ativos. Dalcroze, Kodaly, Orff, Willems e Suzuki
Educação musical, métodos ativos. Dalcroze, Kodaly, Orff, Willems e SuzukiEducação musical, métodos ativos. Dalcroze, Kodaly, Orff, Willems e Suzuki
Educação musical, métodos ativos. Dalcroze, Kodaly, Orff, Willems e Suzuki
 
Projeto musicalização
Projeto musicalizaçãoProjeto musicalização
Projeto musicalização
 
A música na educação infantil
A música na educação infantilA música na educação infantil
A música na educação infantil
 
Projeto Música na Escola. Musicart.
Projeto Música na Escola. Musicart. Projeto Música na Escola. Musicart.
Projeto Música na Escola. Musicart.
 
A Importância da Musica nas Nossas Vidas
A Importância da Musica nas Nossas VidasA Importância da Musica nas Nossas Vidas
A Importância da Musica nas Nossas Vidas
 
Plano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º anoPlano anual de arte 1º ano
Plano anual de arte 1º ano
 
Música na Escola
Música na EscolaMúsica na Escola
Música na Escola
 
Desafios e perspectivas do ensino de música na prática escolar da educação in...
Desafios e perspectivas do ensino de música na prática escolar da educação in...Desafios e perspectivas do ensino de música na prática escolar da educação in...
Desafios e perspectivas do ensino de música na prática escolar da educação in...
 
Musicalização apostila de teoria musical
Musicalização apostila de teoria musicalMusicalização apostila de teoria musical
Musicalização apostila de teoria musical
 
Projeto música aquarela
Projeto música aquarelaProjeto música aquarela
Projeto música aquarela
 
Palavras cruzadas sobre música 7 ano
Palavras cruzadas sobre música 7 anoPalavras cruzadas sobre música 7 ano
Palavras cruzadas sobre música 7 ano
 

Destaque

MTS Método CCB exercicios preenchidos, corrigido e revisado
MTS Método CCB exercicios preenchidos, corrigido e revisadoMTS Método CCB exercicios preenchidos, corrigido e revisado
MTS Método CCB exercicios preenchidos, corrigido e revisado
creito cezares
 
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino BásicoEducação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Ana Lúcia Francisco
 
Apostila infantil - Teoria Musical
Apostila infantil - Teoria MusicalApostila infantil - Teoria Musical
Apostila infantil - Teoria Musical
ED FOGAÇA
 
Caderno de exercicios mts (2)
Caderno de exercicios mts (2)Caderno de exercicios mts (2)
Caderno de exercicios mts (2)
Eliel Mariano
 
Hinário n 5 ccb [para órgão]
Hinário n 5 ccb [para órgão]Hinário n 5 ccb [para órgão]
Hinário n 5 ccb [para órgão]
Cláudio Ferreira
 
Matéria de Educação Musical 6º ano 2º periodo
Matéria de Educação Musical 6º ano 2º periodoMatéria de Educação Musical 6º ano 2º periodo
Matéria de Educação Musical 6º ano 2º periodo
Daniela Amaro
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
Fátima Simões
 
Ficha pedro e o lobo
Ficha pedro e o loboFicha pedro e o lobo
Ficha pedro e o lobo
Hugo Pereira
 
Apostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musicalApostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musical
jaconiasmusical
 
Apostila Teoria Musical
Apostila Teoria MusicalApostila Teoria Musical
Apostila Teoria Musical
roseandreia
 
5 a importância da água-ar
5 a importância da água-ar5 a importância da água-ar
5 a importância da água-ar
marcommendes
 
Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)
marcommendes
 

Destaque (12)

MTS Método CCB exercicios preenchidos, corrigido e revisado
MTS Método CCB exercicios preenchidos, corrigido e revisadoMTS Método CCB exercicios preenchidos, corrigido e revisado
MTS Método CCB exercicios preenchidos, corrigido e revisado
 
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino BásicoEducação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
 
Apostila infantil - Teoria Musical
Apostila infantil - Teoria MusicalApostila infantil - Teoria Musical
Apostila infantil - Teoria Musical
 
Caderno de exercicios mts (2)
Caderno de exercicios mts (2)Caderno de exercicios mts (2)
Caderno de exercicios mts (2)
 
Hinário n 5 ccb [para órgão]
Hinário n 5 ccb [para órgão]Hinário n 5 ccb [para órgão]
Hinário n 5 ccb [para órgão]
 
Matéria de Educação Musical 6º ano 2º periodo
Matéria de Educação Musical 6º ano 2º periodoMatéria de Educação Musical 6º ano 2º periodo
Matéria de Educação Musical 6º ano 2º periodo
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
 
Ficha pedro e o lobo
Ficha pedro e o loboFicha pedro e o lobo
Ficha pedro e o lobo
 
Apostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musicalApostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musical
 
Apostila Teoria Musical
Apostila Teoria MusicalApostila Teoria Musical
Apostila Teoria Musical
 
5 a importância da água-ar
5 a importância da água-ar5 a importância da água-ar
5 a importância da água-ar
 
Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)
 

Semelhante a Apostila Jogos e Brincadeiras

Revista arte
Revista arteRevista arte
Revista arte
Armazém Do Educador
 
Revista musica educacao_basica 3
Revista musica educacao_basica 3Revista musica educacao_basica 3
Revista musica educacao_basica 3
Soraia
 
Práticas de Linguagens - Volume 5.pdf
Práticas de Linguagens - Volume 5.pdfPráticas de Linguagens - Volume 5.pdf
Práticas de Linguagens - Volume 5.pdf
AngeloMendesFerreira1
 
Monografia Nubeane Pedagogia 2010
Monografia Nubeane Pedagogia 2010Monografia Nubeane Pedagogia 2010
Monografia Nubeane Pedagogia 2010
Biblioteca Campus VII
 
Artigo ciems. alessandro
Artigo ciems. alessandroArtigo ciems. alessandro
Artigo ciems. alessandro
Alessandro Ribeiro de Brito
 
Artigo ciems. alessandro
Artigo ciems. alessandroArtigo ciems. alessandro
Artigo ciems. alessandro
Alessandro Ribeiro de Brito
 
A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01
Elvis Live
 
FOLIA DE REIS – UM RESGATE DA CULTURA POPULAR
 FOLIA DE REIS – UM RESGATE DA CULTURA POPULAR  FOLIA DE REIS – UM RESGATE DA CULTURA POPULAR
FOLIA DE REIS – UM RESGATE DA CULTURA POPULAR
Vis-UAB
 
Revista musica educacao_basica 1
Revista musica educacao_basica 1Revista musica educacao_basica 1
Revista musica educacao_basica 1
Soraia
 
O PAPEL DA MUSICA NA EDUCACAO INFANTIL.docx
O PAPEL DA MUSICA NA EDUCACAO INFANTIL.docxO PAPEL DA MUSICA NA EDUCACAO INFANTIL.docx
O PAPEL DA MUSICA NA EDUCACAO INFANTIL.docx
HumanizaTeologia
 
Criartescultura!
Criartescultura!Criartescultura!
Criartescultura!
Rafapercussa
 
1.sobre a anacruse
1.sobre a anacruse1.sobre a anacruse
1.sobre a anacruse
Gustavo Serra
 
Dissertação de mestrado os alunos como músicos - jose galvao
Dissertação de mestrado   os alunos como músicos - jose galvaoDissertação de mestrado   os alunos como músicos - jose galvao
Dissertação de mestrado os alunos como músicos - jose galvao
Educacao Musical Jose Galvao
 
Dissertação Emilia Chamone - O gesto musical nos métodos de percussão
Dissertação Emilia Chamone - O gesto musical nos métodos de percussãoDissertação Emilia Chamone - O gesto musical nos métodos de percussão
Dissertação Emilia Chamone - O gesto musical nos métodos de percussão
Leo Costa
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
nunesmaril
 
Apostila iniciação musical
Apostila iniciação musical Apostila iniciação musical
Apostila iniciação musical
Nando Costa
 
Apostilha iniciciacao musical
Apostilha iniciciacao musicalApostilha iniciciacao musical
Apostilha iniciciacao musical
Alecitizen
 
Apostilha iniciciacao musical
Apostilha iniciciacao musicalApostilha iniciciacao musical
Apostilha iniciciacao musical
Jorge Nobre
 
Com quantas interrogações se faz um brincante | Por: Marina Abib
Com quantas interrogações se faz um brincante | Por: Marina AbibCom quantas interrogações se faz um brincante | Por: Marina Abib
Com quantas interrogações se faz um brincante | Por: Marina Abib
institutobrincante
 
Reunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalizaçãoReunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalização
LuisCarlosDiasJnior
 

Semelhante a Apostila Jogos e Brincadeiras (20)

Revista arte
Revista arteRevista arte
Revista arte
 
Revista musica educacao_basica 3
Revista musica educacao_basica 3Revista musica educacao_basica 3
Revista musica educacao_basica 3
 
Práticas de Linguagens - Volume 5.pdf
Práticas de Linguagens - Volume 5.pdfPráticas de Linguagens - Volume 5.pdf
Práticas de Linguagens - Volume 5.pdf
 
Monografia Nubeane Pedagogia 2010
Monografia Nubeane Pedagogia 2010Monografia Nubeane Pedagogia 2010
Monografia Nubeane Pedagogia 2010
 
Artigo ciems. alessandro
Artigo ciems. alessandroArtigo ciems. alessandro
Artigo ciems. alessandro
 
Artigo ciems. alessandro
Artigo ciems. alessandroArtigo ciems. alessandro
Artigo ciems. alessandro
 
A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01
 
FOLIA DE REIS – UM RESGATE DA CULTURA POPULAR
 FOLIA DE REIS – UM RESGATE DA CULTURA POPULAR  FOLIA DE REIS – UM RESGATE DA CULTURA POPULAR
FOLIA DE REIS – UM RESGATE DA CULTURA POPULAR
 
Revista musica educacao_basica 1
Revista musica educacao_basica 1Revista musica educacao_basica 1
Revista musica educacao_basica 1
 
O PAPEL DA MUSICA NA EDUCACAO INFANTIL.docx
O PAPEL DA MUSICA NA EDUCACAO INFANTIL.docxO PAPEL DA MUSICA NA EDUCACAO INFANTIL.docx
O PAPEL DA MUSICA NA EDUCACAO INFANTIL.docx
 
Criartescultura!
Criartescultura!Criartescultura!
Criartescultura!
 
1.sobre a anacruse
1.sobre a anacruse1.sobre a anacruse
1.sobre a anacruse
 
Dissertação de mestrado os alunos como músicos - jose galvao
Dissertação de mestrado   os alunos como músicos - jose galvaoDissertação de mestrado   os alunos como músicos - jose galvao
Dissertação de mestrado os alunos como músicos - jose galvao
 
Dissertação Emilia Chamone - O gesto musical nos métodos de percussão
Dissertação Emilia Chamone - O gesto musical nos métodos de percussãoDissertação Emilia Chamone - O gesto musical nos métodos de percussão
Dissertação Emilia Chamone - O gesto musical nos métodos de percussão
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Apostila iniciação musical
Apostila iniciação musical Apostila iniciação musical
Apostila iniciação musical
 
Apostilha iniciciacao musical
Apostilha iniciciacao musicalApostilha iniciciacao musical
Apostilha iniciciacao musical
 
Apostilha iniciciacao musical
Apostilha iniciciacao musicalApostilha iniciciacao musical
Apostilha iniciciacao musical
 
Com quantas interrogações se faz um brincante | Por: Marina Abib
Com quantas interrogações se faz um brincante | Por: Marina AbibCom quantas interrogações se faz um brincante | Por: Marina Abib
Com quantas interrogações se faz um brincante | Por: Marina Abib
 
Reunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalizaçãoReunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalização
 

Último

Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 

Apostila Jogos e Brincadeiras

  • 1. 9ª JORNADA CIENTÍFICA DA UFSCAR Oficina de Jogos e Brincadeiras Musicais Propostas de atividades musicais e jogos folclóricos para se trabalhar em sala de aula Mariana Barbosa Ament – Natália Búrigo Severino – Maria Carolina Leme Joly São Carlos, 2011 ~1~
  • 2. Índice Quem somos nós.....................................................................................................3 Apresentação..........................................................................................................4 Atividades...............................................................................................................9 Dance do ritmo............................................................................................9 Eu vou pilar café.........................................................................................10 Quadra........................................................................................................12 Amassa o pão..............................................................................................13 Passa Palma ...............................................................................................14 Monjolo.......................................................................................................15 Mulher rendeira.........................................................................................16 Camaleão....................................................................................................17 Serpente......................................................................................................18 Mariquinha morreu ontem .......................................................................19 Da abóbora faz melão................................................................................20 Yêpo...........................................................................................................21 5, 4, 3, 2, 1..................................................................................................22 Nome, palma, pulo.....................................................................................23 Bate direita, bate esquerda........................................................................24 Bibliografia............................................................................................................25 ~2~
  • 3. Quem somos nós? Mariana Barbosa Ament: Graduanda em Educação Musical pela Universidade Federal de São Carlos. No ambiente escolar, atuou como bolsista de oficinas de música oferecidas pela Universidade e atualmente é professora de oficinas de “Jogos e Brincadeiras Musicais” no estágio supervisionado da Universidade. Atua como bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) trabalhando com fanfarra escolar e projetos interdisciplinares.É professora de Musicalização e de instrumento em escolas particulares de música e de Educação Básica.Atua principalmente nos seguintes temas: Educação Musical, Música, Formação Musical, Educação Musical escolar e Educação e Comunidade. Natália Búrigo Severino:Graduanda em Música (Licenciatura com habilitação em Educação Musical) na UFSCar. Tem experiência em Música com ênfase em Educação Musical. Atuou como professora de Teoria Musical e Piano em uma escola em Campinas, e como estagiaria no Programa de Musicalização da UFSCar participando também da Orquestra Experimental da UFSCar. Trabalha com Educação Musical Escolar através do PIBID (Plano Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência) e do estágio supervisionado da graduação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação musical, educação e cidadania, práticas sociais, formação de fanfarra e interdisciplinaridade. Maria Carolina Leme Joly:Possui graduação em Licenciatura em Ed. Artística com hab. em Música pela Faculdade Santa Marcelina (FASM), mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e especialização em Musicoterapia na Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Atualmente é professora assitente do curso de Licenciatura em Música com hab. em Educação Musical da UFSCar e do curso de Licenciatura em Música à Distância da Universidade Aberta do Brasil (UAB - UFSCar). Atua como professora, regente e violoncelista nos projetos de extensão de Musicalização e Formação de Orquestras da UFSCar e orienta bolsista do projeto PIBID da área de Música. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Musical, atuando principalmente nos seguintes temas: orquestra comunitária, música na escola, ensino coletivo de flauta doce, ensino coletivo de cordas, musicalização, expressão corporal, movimento e dança. ~3~
  • 4. Apresentação A oficina Jogos e Brincadeiras Musicais tem como objetivo fazer um resgate da cultura popular brasileira, propondo atividades que gerem aos participantes a reflexão sobre as potencialidades da utilização de ferramentas como jogos, brincadeiras, histórias e danças tradicionais, no ensino musical. Serão demonstradas formas de se trabalhar conceitos básicos, tais como os elementos da música (ritmo, melodia e harmonia), as propriedades do som (altura, intensidade, duração e timbre), formas musicais etc. Espera-se que a partir da vivência com essas atividades, os participantes tenham a oportunidade de ampliar seu repertório de brincadeiras e jogos musicais e de entrar em contato com a cultura popular, que é pouco difundida nos dias de hoje, de forma que possam se apropriar desse recurso e utilizá-lo em suas práticas pedagógicas. Partindo da premissa de que a cultura de um povo deve ser difundida como um elemento de equilíbrio entre os recursos tecnológicos e as heranças culturais populares, a sua inserção no espaço educacional, deve servir como elemento propulsor da criatividade, do contato humano (que não se encontra nos recursos tecnológicos, como computadores, televisão, jogos eletrônicos, etc), da interação e, principalmente, como desenvolvimento da identidade cultural e musical passada de geração em geração, e que nos identifica como pertencentes desta cultura. As ferramentas utilizadas (jogos, brincadeiras, danças) são pensadas propositalmente: Além de pertencerem muito fortemente às tradições culturais populares ligadas à música, são também atividades muito importantes para o desenvolvimento da criança. É através dessas atividades lúdicas, tão ligadas ao universo infantil, que vêm as contribuições para o aprendizado musical e ~4~
  • 5. humano dos alunos, de modo que eles aprendam, de forma natural, a ouvir, a esperar, a obedecer regras, a cooperar, etc. É possível também dar ferramentas para que a criança possa compreender elidar com emoções tais como timidez, agressividade; e, principalmente, desenvolver o gosto pela música. Vale ressaltar que nos jogos e nas brincadeiras propostos, o foco não deve ser o de gerar competividade, nem ganhadores e perdedores; o foco deverá ser o de proporcionar um ambiente seguro de tentativa e erro onde as crianças possam explorar novas possibilidades e enfrentar suas dificuldades, sem se sentirem inferiorizadas. Paralelamente às contribuições que trará aos alunos, essa propostapode também proporcionar um aprendizado muito significativo aos professores, uma vez que estes terão de realizar um trabalho de pesquisa musical muito bem contextualizado, para que possam planejar e reger as aulas, servindo como um exercício profissional, além de proporcionar uma interação e aproximação de forma prazerosa com a turma.  Na presente proposta, a ampliação do repertório musical dos alunos se dará através do resgate da cultura popular, cultura esta que, como sugere Brandão (2006) “[...] pode intervir como elemento moderador do processo cultural, pois dispõe de instrumentos próprios para o equilíbrio necessário ao seu harmônico desenvolvimento” (BRANDÃO, 2006, p. 24). A valorização e o reconhecimento do folclore, tido também como manifestações populares, são capazes de auxiliar no desenvolvimento da nação. No Brasil, existe um documento chamado “Carta do Folclore” 1 que, dentre os diversos conceitos, define “folclore”: [...] Constituem o fato folclórico as maneiras de pensar, sentir e agir de um povo, preservadas pela tradição popular e pela imitação, e que não sejam diretamente influenciadas pelos círculos eruditos e instituições. 1 Carta do Folclore, 1951, conjunto de conceitos e recomendações sobre o Folclore Brasileiro, elaborada durante o I Congresso Brasileiro do Folclore – Informações retiradas do livro: O que é folclore, de Carlos Rodrigues Brandão. ~5~
  • 6. Referências bibliográficas SALES, Alexandre Rocha. Brinquedos Cantados. Goiânia, 2009. Acervo pessoal. BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é Folclore. Coleção Primeiros Passos – 13ª Edição – Editora Brasiliense, 2006. CANÇADO, Tânia Mara Lopes. Projeto Cariúnas – uma proposta de educação musical numa abordagem holística da educação. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 14, 17-24, mar. 2006. Disponível em: <http://www.abemeducacaomusical.org.br/Masters/revista14/revista14_artigo 2.pdf> Acesso em 10 mai, 2011. PERES, Sandra; TATIT, Paulo. O livro de Brincadeiras Musicais da Palavra Cantada. Vol. 2. 1ª ed, Editora Melhoramentos, 2010. KATER, Carlos (org). Livro dos jogos. Projeto Música na Escola, Governo do Estado de Minas Gerais. PAREJO, Enny. Introduçãoà prática instrumental Orff. São Paulo, 2011. Acervo Pessoal. BEINEKE, Viviane; FREITAS, Sérgio Paulo Ribeiro de. Lenga La lenga: jogos de mãos e copos. 1ª ed. São Paulo: Ciranda Cultural Editora e Distribuidora ltda., 2006. Bibliografia: p. 20. ISBN: 85-7520-507-2. GUIMARÃES, Kelly. Brinquedos cantados. Sorocaba, 2009. Acervo pessoal. Vídeos retirados do Youtube: Da abóbora faz melão: <http://www.youtube.com/watch?v=6xUPDt_thdM> Serpente: <http://www.youtube.com/watch?v=8ifwvJIjHJU> Pão <http://www.youtube.com/watch?v=-nJzL9hNjoQ> ~6~