SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 73
Baixar para ler offline
Mercado & Marketing
Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica
INTEC-UEFS
Leandro Nunes de Castro
Lnunes1974@gmail.com
@lndecastro
http://br.linkedin.com/pub/leandro-de-castro/1a/454/967
http://www.slideshare.net/lndecastro
Faculdade de Computação e Informática &
Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e de Computação
Laboratório de Computação Natural (LCoN)
www.mackenzie.br/lcon.html
1
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Apresentar os conceitos básicos e desenvolver a
capacidade de planejar e executar as seguintes
áreas e características de um empreendimento
inovador de base tecnológica:
– Diferenciação
– Mercado
– Marketing
– Vendas
– Negociação
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
2
Objetivo Geral do Curso
CONCEITUAL
• Conceitos diversos
sobre planejamento
estratégico, focando o
mercado, o plano de
marketing e vendas.
PRÁTICO
• Atividades práticas e
comportamentais para
desenvolver a
capacidade de planejar
e executar as áreas de
mercado e marketing
de um
empreendimento
inovador de base
tecnológica.
Formato do Curso
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos
em Empreendedorismo e Inovação
Tecnológica, INTEC-UEFS
3
• Arquivo contendo os seguintes elementos da
empresa EMPREENDE:
– Posicionamento de mercado
– Estratégia de diferenciação
– Segmentos de clientes e proposição de valor
– Pesquisa de mercado
– Análise SWOT
– Mix de Marketing
– Métricas de desempenho
– Elementos do MARCOM
4
Produto Final
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
5
MAPA DO CURSO
Esteja Pronto para o Curso
Tablets, notes, cadernos,
etc., e muita energia!
Image: FreeDigitalPhotos.net
• STARTUPS
– TÓPICO 00: Sob o Ponto de Vista do Mercado
• MERCADO
– TÓPICO 01: A Estratégia do Oceano Azul
– TÓPICO 02: Defina Valor para Seus Clientes
– TÓPICO 03: Desenvolvimento Orientado a
Clientes
– TÓPICO 04: Análise de Mercado
• MARKETING
– TÓPICO 05: Plano de Marketing
– TÓPICO 06: Engenharia de Vendas
– TÓPICO 07: Estratégias de Negociação
7
Sumário
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
TÓPICO 00
-- STARTUPS --
Sob o Ponto de Vista do Mercado
“O objetivo de uma startup é
descobrir o que construir – algo que os
clientes querem e compram – no
menor tempo possível…Lean Startup é
uma nova forma de olhar para o
desenvolvimento de produtos
inovadores que enfatiza iterações
rápidas e o insight dos clientes, uma
ampla visão e grande ambição, tudo
ao mesmo tempo.”
Image: renjith krishnan / FreeDigitalPhotos.net
9
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
E. Ries, “The Lean Startup”, Crown Business, 2011, p. 20.
Mercado
existente
(Sustaining)
Novo mercado
(Disruptivo)
Resegmentação
de mercado em
baixo custo
Resegmentação
de mercado em
novo nicho
10
Categorias de Start-Ups (Mercados)
Novo Produto para ...
Exemplos históricos:
• Smartphones
• Câmeras digitais
• Serviços de recomendação
• Subway
• Hering
• Pão de Açúcar, Extra, Dia
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Mercado Existente
Mercado
Resegmentado
Novo Mercado
Clientes Existentes Existentes Novo/Novos usos
Necessidades dos
Clientes
Desempenho
1. Custo
2. Necessidade
percebida
Simplicidade e
conveniência
Desempenho Melhor/mais rápido Bom o suficiente
Possui poucos
atributos
conhecidos, mas é
melhor sob novas
métricas
Competição Existente Existente Outras start-ups
Riscos Existentes
Falha na estratégia
de resegmentação
Adoção do mercado
11
Considerações sobre os Mercados
e suas Características
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
12
Atividades
Mercado Existente Mercado Resegmentado Novo Mercado
Posicionament
o da Empresa
Diferenciação e
credibilidade
Segmentação e inovação Visão e inovação
Posicionament
o do Produto
Diferenciação de
produto
Redefinição do mercado
e diferenciação do
produto
Definição do novo
mercado, necessidade e
solução
Lançamento da
Empresa
Credibilidade e
entrega
Segmentação, entrega e
inovação
Credibilidade e inovação
Lançamento do
Produto
Existência de
competidores
Nova base de
competição
Educação do mercado,
padrões e early adopters
Criação de
Demanda
Dirigir a demanda
para o canal de
vendas
Eduque os clientes sobre
o que mudou no
mercado, dirija aos
canais de venda
Educação do mercado,
dirija os early adopters
para os canais de venda
Objetivos do
Ano 01
Market share
Reformulação do
mercado e novo market
share
Adoção pelo mercado
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Market Share
Custo de Entrada
(vs. Orçamento
de mkt do líder)
Estratégia de Entrada
Monopólio > 75% 3x Resegmentar/Novo
Duopólio > 75% 3x Resegmentar/Novo
Líder > 41% 3x Resegmentar/Novo
Mercado instável > 26% 1,7x Existente/Resegmentar
Mercado aberto < 26% 1,7x Existente/Resegmentar
13
Custo de Entrada no Mercado
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• EES 01: Posicione a empresa EMPREENDE
quanto ao mercado (Existente, Novo,
Resegmentado Custo, Resegmentado Nicho).
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
14
Bloco de Atividades:
Posicionamento de Mercado
TÓPICO 01
-- MERCADO --
A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL
OBJETIVO: Diferenciação
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos
em Empreendedorismo e Inovação
Tecnológica, INTEC-UEFS
16
Oceano Vermelho Oceano Azul
Competição em espaços
existentes de mercado.
Crie novos e incontestáveis
espaços no mercado.
Vença a concorrência.
Torne a concorrência
irrelevante.
Explore a demanda
existente.
Crie e capture novas
demandas.
Encontre a relação custo-
benefício.
Quebre a relação custo-
benefício.
Alinhe todo o sistema da
empresa à sua estratégia de
preço ou diferenciação.
Alinhe todo o sistema da
empresa à busca por preço
ou diferenciação.
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos
em Empreendedorismo e Inovação
Tecnológica, INTEC-UEFS
17
Uma nova
curva de
Valor
Reduza
Crie
Aumente
Elimine
Quais fatores devem ser
reduzidos abaixo do padrão
de mercado?
Quais fatores nunca
oferecidos pelo mercado
devem ser criados?
Quais fatores devem ser
aumentados acima do
padrão de mercado?
Quais fatores considerados
padrão devem ser eliminados?
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos
em Empreendedorismo e Inovação
Tecnológica, INTEC-UEFS
18
• Diversão e humor
• Emoção e perigoReduza
• Arte e sofisticação
• Temática
• Múltiplas produções
Crie
• Local único
Aumente
• Animais
• Palhaços
• Múltiplas arenas
Elimine
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos
em Empreendedorismo e Inovação
Tecnológica, INTEC-UEFS
19
• Custo
• Percepção de que fast
food tem muita caloria
Reduza
• Customização
• Alimentos frescos e de
baixa caloria
Crie
• Prazer de comer sem
culpa por um preço
acessível
Aumente
• Hambúrguer
• FriturasElimine
• EES 02: Para a sua empresa EMPREENDE
defina sua estratégia do oceano azul:
– Reduza
– Crie
– Aumente
– Elimine
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
20
Bloco de Atividades:
Estratégia do Oceano Azul
TÓPICO 02
-- MERCADO --
DEFINA VALOR PARA SEUS CLIENTES
OBJETIVO: Diferenciação
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
22
O Que é Valor para o Cliente?
http://nsfconsulting.com.au/wp-content/uploads/2014/01/value-for-money-graphic.png
23
1. Segmentos de Clientes
Image: David Castillo Dominici / FreeDigitalPhotos.net
• Mercados de massa
• Mercados de nicho
• Mercados segmentados
• Mercados diversificados
–P. Ex.: Amazon (Cloud Computing +
Varejo)
• Plaformas multilaterais
–P. Ex.: Operadoras de CC (Lojas + clientes
finais)
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Que valores entregamos aos clientes?
Quais problemas de nossos clientes
estamos ajudando a resolver?
Quais necessidades dos clientes
ajudamos a satisfazer?
Quais produtos oferecemos a cada
segmento de cliente?
24
2. Proposições de Valor
Image: David Castillo Dominici / FreeDigitalPhotos.netLeandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• Novidade
• Desempenho
• Customização
• “Faz o trabalho
certo”
• Design
• Marca/status
• Preço
• Redução de custo
• Redução de risco
• Acessibilidade
• Conveniência
• Usabilidade
25
2. Proposições de Valor
Image: David Castillo Dominici / FreeDigitalPhotos.net
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos
em Empreendedorismo e Inovação
Tecnológica, INTEC-UEFS
• EES 03: Defina os segmentos de clientes e as
proposições de valor de sua empresa
EMPREENDE.
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
26
Bloco de Atividades:
Segmentos de Clientes e
Proposição de Valor
TÓPICO 03
-- MERCADO --
DESENVOLVIMENTO ORIENTADO A CLIENTES
OBJETIVO: Envolver os clientes no
desenvolvimento dos produtos
S. G. Blank, “The Four Steps to the Epiphany: Successful Strategies for Products that Win”, Quad Graphics, 2007.
28
Por que esse produtos falharam?
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• Produtos vencedores: desenvolvidos junto
aos clientes por meio de modelos maduros de
gestão.
• Produtos perdedores: aqueles entregues para
as equipes de marketing e vendas, e que não
tiveram a participação dos clientes em seu
desenvolvimento.
29
Diferença entre Produtos
Vencedores e Perdedores
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Conceito
•Ideia dos fundadores
•Visão da empresa
•Plano de negócios
Desenvolvimento
do Produto
•Projetos
•Especificações
•Execução
•Refinamento do
Marketing, MARCOM,
Posicionamento de
mercado
Teste
•Análise de
especificações
•Conformidades
•Validações
•PR, Marketing
•Contratação das
primeiras equipes de
venda e PR
•Buzz inicial
Lançamento
•Evento de
lançamento
•Branding
•Força de vendas
•Mídia
•Criação de demanda
30
Modelo de Desenvolvimento de Produto
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
O que há de errado nesse modelo?
1. Onde estão os clientes?
2. Foco no lançamento do produto.
3. Ênfase na execução e não na aprendizagem e
descoberta.
4. Ausência de metas claras e significativas sobre
vendas, mercado e desenvolvimento do negócio.
5. Uso da metodologia de desenvolvimento de
produto para medir vendas e marketing.
6. Escalonamento prematuro e expectativas irreais.
31
O que há de errado neste modelo?
Image: FreeDigitalPhotos.netLeandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Descoberta
de Clientes
Validação
de Clientes
Criação de
Clientes
Constituição
da Empresa
Desenvolvimento Orientado a Clientes:
Descoberta de Clientes
Fase 1:
Defina as
Hipóteses
Fase 2: Teste
as Hipóteses
do Problema
Fase 3: Teste
as Hipóteses
do Produto
Fase 4:
Verifique
33
Descoberta de Clientes: Processo
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Hipóteses de problema: Qual
oportunidade de mercado meu produto
ou serviço explora?
Hipótese de produto: Como meu
produto/serviço resolve esse problema?
Crie mecanismos que te permitam validar
essas hipóteses, por exemplo, faça
pesquisas, crie protótipos e apresente ao
mercado. Valide junto aos clientes
potenciais!
Perseverar ou pivotar? O
que deve ser ajustado?
(Ser persistente é diferente
de ser “cabeça dura”!)
Fase 1:
Hipóteses
• Produto
• Clientes e seus
problemas
• Canais e preços
• Criação de
demanda
• Tipo de mercado
• Competidores
Fase 2: Teste
as Hipóteses
do Problema
• Primeiros
contatos com os
clientes
• Apresentação do
“problema”
• Entendimento
dos clientes
• Conhecimento
do mercado
Fase 3: Teste
as Hipóteses
do Produto
• Avaliação da
realidade
• Apresentação do
produto
• Mais visitas a
clientes
• Outra avaliação
da realidade
• Primeiros
conselheiros
Fase 4:
Verificação
• Verifique o
problema
• Verifique o
produto
• Verifique o
modelo de
negócios
• Reinicie ou
conclua o
processo
34
Descoberta de Clientes: Processo
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Escute os potenciais clientes, vá a
campo e investigue as necessidades
dos clientes e do mercado antes de se
comprometer a seguir um caminho
específico e definir as especificações
do produto.
Ênfase na Aprendizagem e Descoberta!
35
Lição
Image: FreeDigitalPhotos.netLeandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• EES 04: Defina as hipóteses de problema
(oportunidade de mercado a ser explorada) e de
produto (como essa oportunidade será
explorada) de sua empresa EMPREENDE.
• EES 05: Teste as hipóteses de problema e
produto. Faça um questionário online (usando o
Google Forms ou o Survey Monkey) ou off-line e
obtenha, ao menos, 5 respostas para seu
questionário. Compile os resultados e avalie suas
hipóteses. Qual a decisão, perseverar ou pivotar?
Se for pivotar, o que será mudado?
Bloco de Atividades:
Desenvolvimento Orientado a Clientes
36
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
TÓPICO 04
-- MERCADO --
ANÁLISE DE MERCADO
OBJETIVO: Entender as características do
empreendimento, clientes, concorrentes e
fornecedores. Fazer a análise SWOT.
• A análise de mercado é fundamental para o
planejamento do negócio.
• Juntamente com o Plano de Marketing, a
Análise de Mercado define o Marketing da
empresa.
• Estudo sobre os potenciais clientes,
concorrentes, fornecedores e a participação
no mercado (projeção de público-alvo).
38
4.1 Análise de Mercado
Image: Danilo Rizzuti / FreeDigitalPhotos.netLeandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos
em Empreendedorismo e Inovação
Tecnológica, INTEC-UEFS
39
Análise
de
Mercado
Clientes
Concorrentes
Fornecedores
Participação
Quem? O quê? Por quê?
Quem? Como? O quanto?
Por quanto? Diferenciais?
Quem? Onde? Credibilidade,
preços, prazos, garantias,
atendimento, assistência, etc.
Identifique a atual e defina a
pretendida.
• A análise SWOT é uma ferramenta de
planejamento estratégico que possibilita ao
empreendedor investigar os Pontos Fortes,
Pontos Fracos, Oportunidades e Ameaças ao seu
negócio ou projeto.
• Envolve especificar o objetivo do negócio ou
projeto e identificar os fatores internos e
externos favoráveis e desfavoráveis à obtenção
destes objetivos.
• Deve permitir que o empreendedor foque sua
atenção nos aspectos cruciais para a obtenção de
sucesso no negócio.
40
4.5 Análise SWOT
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
41
Pontos Fortes Pontos Fracos
Oportunidades Ameaças
Análise
SWOT
Ambiente Interno
Ambiente Externo
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
42http://ambienteexterno.host56.com/SWOT_sowt2.jpg
• EES 06: Faça a análise SWOT de sua empresa
EMPREENDE. Assuma que a empresa será
iniciada com seus sócios e projeto atual.
Bloco de Atividades:
Análise de Mercado
43
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
TÓPICO 05
-- MARKETING --
PLANO DE MARKETING
OBJETIVO: Mix de Marketing, Marketing Digital,
Marketing de Guerrilha, Avaliação de
Resultados
45
O Marketing Tradicional
http://www.saiadolugar.com.br/marketing/definicao-os-4-ps-do-marketing-marketing-mix-composto-de-marketing/
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
46
Exemplos
Preço (modelo de
negócios)
Praça Promoção Produto
Venda de bens
Loja física
(centro da
cidade,
shopping, etc.)
Mídias sociais Software
Taxa por uso
(bilhetagem)
Loja virtual
Mídia (TV, rádio,
etc.)
Apps
Inscrição/mensalidade Links patrocinados Gadgets
Licenciamento Outdoors Hardware
Publicidade Panfletagem
Corretagem Jornais e revistas
47
O Marketing Digital
http://www.risanet.com.br/marketing-no-setor-de-calcados/como-um-bom-planejamento-de-marketing-digital-
pode-incrementar-e-muito-seus-negocios/Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• Terminologia proposta por J. Levinson (1982)
para descrever ações de marketing pouco
convencionais e de mais baixo custo que as
tradicionais.
• Algumas características:
– Ações que não necessariamente parecem propaganda
– "Não compre mídia, crie uma"
– Multidisciplinaridade
• Exemplos em: http://marketingguerrilha.com.br/
48
Marketing de Guerrilha*
* Levinson, J. C. (1982), Guerilla Marketing: Easy and Inexpensive Strategies for Making Big Profits
from Your Small Business, Houghton Mifflin.
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
49
Contabilidade
da Inovação
1. Ativação
2. Aquisição
3. Retenção
4.
Recomendação
5. Receita
Metodologia
AARRR*
* http://bit.ly/aN9FwY
De onde (quais canais) os
usuários veem?
Qual % possui uma
primeira boa
experiência?
Eles voltam
continuamente?
Eles recomendam?
Geram receita?
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• EES 07: Faça o planejamento do Mix de
Marketing de sua empresa EMPREENDE.
• EES 08: Proponha medidas claras e objetivas
(p. ex. quantidade de pessoas que baixam o
app, quantos usam, quantos pagam para ter
mais features, etc.) para avaliar os resultados
de sua empresa EMPREENDE.
Bloco de Atividades:
Mix de Marketing
50
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
TÓPICO 06
-- MARKETING --
ENGENHARIA DE VENDAS*
OBJETIVO: Planejamento de marketing com
foco em vendas
* A. Pereira, Vendendo Software, Ed. Novatec, 2004.
“É a capacitação do técnico ou especialista em
venda.” (p. 21)
• Metodologia que habilita o técnico-vendedor
a mover o cliente mais rapidamente pelo ciclo
de compra e venda.
“Ter funcionários talentosos e treinados não é
suficiente. É preciso desenvolver
metodologias”. (N. Murthy)
6.1 O que é Engenharia de Vendas
52
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Venda
Prospecção
Identificação dos Leads
Preparação para o Contato
Contato
Identificação dos Leads
Formas de Contato
SPIN + Script + MarCom
Contato
Resultados
Ações
53
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
6.2 Metodologia
Pós-Venda
Monitoramento de Vendas
Análise de Falhas
KPIs de Vendas
Pré-Venda
Análise do Mercado
Benchmarking
Pesquisas
Público-Alvo
Posicionamento
Canais de Venda
Planejamento do MarCom




Foco do cliente
(Estratégico)
• Vantagem
• Risco
• Retorno
• Mudança
Erro comum do
técnico-vendedor
(Tático)
• Operação
• Funcionalidades
• Aplicações
• Ferramentas
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
54
6.3 Foco da Negociação
Quem é o VITO (Very Important Top Officer)?
A negociação não é mais técnica, é estratégica.
6.4 Canais de Venda
Internet
Call Centers
Revendas
Distribuidores
Parceiros
Equipe de
Vendas
Custo por Transação
ValorAdicionadodaCompra
Canais de
baixo contato
Canais de
alto contato
55
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• A identidade da empresa
• Materiais para leads ou clientes potenciais
(pré-venda)
• Materiais para clientes (pós-venda)
• Materiais para os canais de venda
• Casos de sucesso
• Sites focados em venda
6.6 Material de Apoio: MarCom
56
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Pré-Venda/Venda Pós-Venda Canais
Kits: carta de
apresentação, brochuras,
newsletter, reprints, white
papers, datasheets, demos,
brinde, etc.
Kit do Novo Cliente: carta
de parabéns, manual, CD,
chave de licença, etc.
Kits: identidade
corporativa, logos,
comparações e
especificações, brochuras,
casos de sucesso de canais,
newsletter, reprints, white
papers, datasheets, CDs e
infos sobre direitos e
deveres dos parceiros.
Site: conteúdo, incentivos,
etc.
Site: conteúdo, incentivos,
casos de sucesso, etc.
Área exclusiva para
parceiros no site
E-mails: relacionamento,
benefícios estratégicos,
etc.
E-mails, Broadcasts,
Formulários de pesquisa,
Newsletter, etc.
E-mails
Novas brochuras, reprints,
white papers, etc.
Scripts: garantia de
qualidade e padronização
na venda.
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
57
6.7 Materiais de Apoio: MarCom
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
58
6.8 Sobre a Identidade Visual
CRM
Suporte
Marketing
Vendas
Pedidos
6.9 Gestão de Contas
59
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• EES 09: Desenvolva um dos elementos do
MARCOM para sua empresa EMPREENDE.
Exemplos: logo, folder, cartão de visitas,
Script, White paper, apresentação
institucional, etc.
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
60
Bloco de Atividades:
Engenharia de Vendas
TÓPICO 07
-- MARKETING --
ESTRATÉGIAS DE NEGOCIAÇÃO*
OBJETIVO: Entender os principais elementos
e ferramentas de negociação
* D. Malhotra, M. H. Bazerman, “O Gênio da Negociação”, Ed. Rocco, 2009.
7.1 Um Gênio da Negociação
Image: xedos4 / FreeDigitalPhotos.net
• Em 1912 T. Roosevelt estava em campanha.
• 3 milhões de cópias de uma foto de Roosevelt
tinham sido impressas no folder sem
autorização do fotógrafo.
• O fotógrafo não sabia da impressão.
• A Lei de Direitos Autorais permitia que o
fotógrafo pedisse até US$ 1 por foto.
• Como resolver esse impasse?
62
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
63
7.2 Conceitos Básicos
• O que acontecerá se a negociação falhar?
• Qual a melhor alternativa?
BATNA
• Ponto de abandono da negociação.Valor de Reserva
• Região de acordo possívelZOPA
• Número (proposta) que determina o foco da
atenção e expectativas do outro negociador.
Âncora
(Primeira Oferta)
Avalie o BATNA
Calcule o Valor de Reserva
Avalie o BATNA da outra parte
Calcule o Valor de Reserva da outra parte
Avalie a ZOPA
7.3 Como se Preparar para Negociar
64
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• ZOPA (zone of possible agreement): zona de
possível acordo.
7.4 Avalie a ZOPA
ZOPA
VR do
Vendedor
VR do
Comprador
65
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• Fazer a primeira oferta sem uma posição forte ou
pouco agressiva.
• Falar, mas não ouvir.
• Tentar influenciar a outra parte ao invés de obter
informações.
• Não desafiar suas suposições sobre a outra parte.
• Calcular mal a ZOPA e não a reavaliar durante a
negociação.
• Fazer concessões muito maiores do que a outra
parte.
7.5 Erros Comuns do Negociador
66
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
• Cuidado, uma primeira oferta prematura pode
custar caro:
– Soar agressivo ou injusto demais.
– Perder a chance de obter uma maior fatia da Zopa
(valor proposto bem abaixo do VR da outra parte).
7.6 Quando Fazer a Primeira Oferta?
Image: scottchan / FreeDigitalPhotos.net
Conclusão:
Fazer ou não a primeira oferta depende
das informações que você tem.
67
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Image: twobee / FreeDigitalPhotos.net
Proteções
contra a
Âncora
Ignore a
Âncora
Separe
Informação
de
Influência
Evite
discutir a
Âncora
Contraoferta
ancorada +
Moderação
Dê tempo
para
moderação
68
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
Q1: Você fez uma oferta, a outra parte sorri e
aceita. Qual seu sentimento?
Q2: O outro lado faz uma oferta muito atraente,
como reagir?
9. Resultados e Satisfação
69
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
R-Q1: Provavelmente ruim, pois você conclui
que avaliou mal a ZOPA, resultando numa
oferta baixa e obtenção de pouco valor na
negociação.
Respostas Possíveis
70
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
R-Q2 (Possibilidade 1): Se aceitar rápido,
provavelmente chateará a outra parte, que
ficará com a sensação de que fez um mal
negócio.
Portanto, faça uma contraoferta. Tire mais dele!
Respostas Possíveis
71
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
R-Q2 (Possibilidade 2): Se a proposta foi irreal,
talvez seja melhor trazê-la para realidade.
Aproveitar-se de desequilíbrios de informação ou
despreparo pode implicar rapidamente numa
percepção de má-fé e, possivelmente, quebra
contratual.
Exemplo 1: A proposta de Einstein para a Univ. de
Princeton em 1930 foi de US$ 3 mil/ano,
enquanto o salário da época era de US$ 15
mil/ano.
Exemplo 2: Imigrantes para serviços pesados.
Respostas Possíveis
72
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
R-Q3 (Possibilidade 3): Cuidado! Talvez você
tenha avaliado mal a ZOPA.
“Se você está surpreso com uma oferta,
não comemore, pense!”
Respostas Possíveis
73
Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 0101. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
Debora Miceli
 
Empreendedorismo feminino: em busca da independência financeira
Empreendedorismo feminino: em busca da independência financeiraEmpreendedorismo feminino: em busca da independência financeira
Empreendedorismo feminino: em busca da independência financeira
Celia Carvalho
 

Mais procurados (20)

Pesquisa De Mercado
Pesquisa De MercadoPesquisa De Mercado
Pesquisa De Mercado
 
Pesquisa de Marketing
Pesquisa de MarketingPesquisa de Marketing
Pesquisa de Marketing
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Comunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE BásicoComunicação Empresarial CE Básico
Comunicação Empresarial CE Básico
 
Dinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogasDinâmicas para palestras sobre drogas
Dinâmicas para palestras sobre drogas
 
Plano de Marketing
Plano de MarketingPlano de Marketing
Plano de Marketing
 
Comportamento do Consumidor
Comportamento do ConsumidorComportamento do Consumidor
Comportamento do Consumidor
 
Design Thinking -Análise e Síntese
Design Thinking -Análise e SínteseDesign Thinking -Análise e Síntese
Design Thinking -Análise e Síntese
 
aula 01 - pesquisa de mercado
aula 01 - pesquisa de mercadoaula 01 - pesquisa de mercado
aula 01 - pesquisa de mercado
 
Criatividade e Processos Criativos - Aula 01 de 04
Criatividade e Processos Criativos - Aula 01 de 04Criatividade e Processos Criativos - Aula 01 de 04
Criatividade e Processos Criativos - Aula 01 de 04
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da CriatividadeApresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
 
Aula 5 midias sociais
Aula 5   midias sociaisAula 5   midias sociais
Aula 5 midias sociais
 
Fundamentos de Marketing
Fundamentos de MarketingFundamentos de Marketing
Fundamentos de Marketing
 
Apresentação e-commerce
Apresentação   e-commerceApresentação   e-commerce
Apresentação e-commerce
 
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 0101. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
01. Debora Miceli - Marketing Pessoal: Aula 01
 
Empreendedorismo feminino: em busca da independência financeira
Empreendedorismo feminino: em busca da independência financeiraEmpreendedorismo feminino: em busca da independência financeira
Empreendedorismo feminino: em busca da independência financeira
 
Análise de Mercado
Análise de MercadoAnálise de Mercado
Análise de Mercado
 
Marketing Digital
Marketing DigitalMarketing Digital
Marketing Digital
 
Plano de Marketing - passo a passo
Plano de Marketing - passo a passoPlano de Marketing - passo a passo
Plano de Marketing - passo a passo
 

Destaque

1998: Técnicas de Otimização Não-Linear Irrestrita para o Treinamento de Rede...
1998: Técnicas de Otimização Não-Linear Irrestrita para o Treinamento de Rede...1998: Técnicas de Otimização Não-Linear Irrestrita para o Treinamento de Rede...
1998: Técnicas de Otimização Não-Linear Irrestrita para o Treinamento de Rede...
Leandro de Castro
 
2010: Agrupamento Evolutivo de Dados
2010: Agrupamento Evolutivo de Dados2010: Agrupamento Evolutivo de Dados
2010: Agrupamento Evolutivo de Dados
Leandro de Castro
 
2012: LCoN Aplicações em Big Data
2012: LCoN Aplicações em Big Data2012: LCoN Aplicações em Big Data
2012: LCoN Aplicações em Big Data
Leandro de Castro
 

Destaque (20)

2016: Notas sobre Liderança
2016: Notas sobre Liderança2016: Notas sobre Liderança
2016: Notas sobre Liderança
 
2016: A Tríade da Persona Virtual - O Que as Mídias Sociais Podem Revelar sob...
2016: A Tríade da Persona Virtual - O Que as Mídias Sociais Podem Revelar sob...2016: A Tríade da Persona Virtual - O Que as Mídias Sociais Podem Revelar sob...
2016: A Tríade da Persona Virtual - O Que as Mídias Sociais Podem Revelar sob...
 
2016: Applying AI Innovation in Business
2016: Applying AI Innovation in Business2016: Applying AI Innovation in Business
2016: Applying AI Innovation in Business
 
2016 (Updated): Introdução à Mineração de Dados
2016 (Updated): Introdução à Mineração de Dados2016 (Updated): Introdução à Mineração de Dados
2016 (Updated): Introdução à Mineração de Dados
 
2016: Introdução à Mineração de Dados: Conceitos Básicos, Algoritmos e Aplica...
2016: Introdução à Mineração de Dados: Conceitos Básicos, Algoritmos e Aplica...2016: Introdução à Mineração de Dados: Conceitos Básicos, Algoritmos e Aplica...
2016: Introdução à Mineração de Dados: Conceitos Básicos, Algoritmos e Aplica...
 
2016: Metodologia da Pesquisa em Computação
2016: Metodologia da Pesquisa em Computação2016: Metodologia da Pesquisa em Computação
2016: Metodologia da Pesquisa em Computação
 
2015: Fundamentos Teóricos da Computação
2015: Fundamentos Teóricos da Computação2015: Fundamentos Teóricos da Computação
2015: Fundamentos Teóricos da Computação
 
2013: Empreendedorismo: Slides do Curso
2013: Empreendedorismo: Slides do Curso2013: Empreendedorismo: Slides do Curso
2013: Empreendedorismo: Slides do Curso
 
2012: Computação Natural - Slides do Curso
2012: Computação Natural - Slides do Curso2012: Computação Natural - Slides do Curso
2012: Computação Natural - Slides do Curso
 
1998: Técnicas de Otimização Não-Linear Irrestrita para o Treinamento de Rede...
1998: Técnicas de Otimização Não-Linear Irrestrita para o Treinamento de Rede...1998: Técnicas de Otimização Não-Linear Irrestrita para o Treinamento de Rede...
1998: Técnicas de Otimização Não-Linear Irrestrita para o Treinamento de Rede...
 
2012: O Processo de Checkout em E-commerce
2012: O Processo de Checkout em E-commerce2012: O Processo de Checkout em E-commerce
2012: O Processo de Checkout em E-commerce
 
2010: Agrupamento Evolutivo de Dados
2010: Agrupamento Evolutivo de Dados2010: Agrupamento Evolutivo de Dados
2010: Agrupamento Evolutivo de Dados
 
2012: Natural Computing - The Grand Challenges and Two Case Studies
2012: Natural Computing - The Grand Challenges and Two Case Studies2012: Natural Computing - The Grand Challenges and Two Case Studies
2012: Natural Computing - The Grand Challenges and Two Case Studies
 
2014: Introdução às Redes Neurais Artificiais
2014: Introdução às Redes Neurais Artificiais2014: Introdução às Redes Neurais Artificiais
2014: Introdução às Redes Neurais Artificiais
 
2001: An Introduction to Artificial Immune Systems
2001: An Introduction to Artificial Immune Systems2001: An Introduction to Artificial Immune Systems
2001: An Introduction to Artificial Immune Systems
 
2012: The Grand Challenges in Natural Computing Research
2012: The Grand Challenges in Natural Computing Research2012: The Grand Challenges in Natural Computing Research
2012: The Grand Challenges in Natural Computing Research
 
2012: LCoN Aplicações em Big Data
2012: LCoN Aplicações em Big Data2012: LCoN Aplicações em Big Data
2012: LCoN Aplicações em Big Data
 
2012: Tutorial sobre Sistemas de Recomendação para E-commerce
2012: Tutorial sobre Sistemas de Recomendação para E-commerce2012: Tutorial sobre Sistemas de Recomendação para E-commerce
2012: Tutorial sobre Sistemas de Recomendação para E-commerce
 
2000: Artificial Immune Systems - Theory and Applications
2000: Artificial Immune Systems - Theory and Applications2000: Artificial Immune Systems - Theory and Applications
2000: Artificial Immune Systems - Theory and Applications
 
2016: Fundamentos Matemáticos para Inteligência Artificial
2016: Fundamentos Matemáticos para Inteligência Artificial2016: Fundamentos Matemáticos para Inteligência Artificial
2016: Fundamentos Matemáticos para Inteligência Artificial
 

Semelhante a 2015: Análise de Mercado e Plano de Marketing

Canvas german alfonso
Canvas  german alfonsoCanvas  german alfonso
Canvas german alfonso
FecomercioSP
 
Inovação Tecnologica
Inovação TecnologicaInovação Tecnologica
Inovação Tecnologica
Liana Padilha
 
Fmu cap 4 alunos
Fmu cap 4 alunosFmu cap 4 alunos
Fmu cap 4 alunos
fmuadm
 

Semelhante a 2015: Análise de Mercado e Plano de Marketing (20)

1 Gestao Design Oficial
1  Gestao  Design  Oficial1  Gestao  Design  Oficial
1 Gestao Design Oficial
 
Palestra sobre empreendedorismo tecnológico @ POLI-USP AEP
Palestra sobre empreendedorismo tecnológico @ POLI-USP AEPPalestra sobre empreendedorismo tecnológico @ POLI-USP AEP
Palestra sobre empreendedorismo tecnológico @ POLI-USP AEP
 
Canvas german alfonso
Canvas  german alfonsoCanvas  german alfonso
Canvas german alfonso
 
Palestra sobre empreendedorismo tecnológico
Palestra sobre empreendedorismo tecnológicoPalestra sobre empreendedorismo tecnológico
Palestra sobre empreendedorismo tecnológico
 
Inovação Tecnologica
Inovação TecnologicaInovação Tecnologica
Inovação Tecnologica
 
II Expocietec, 30 e 31/10/13 - Apresentação German Alfonso
II Expocietec, 30 e 31/10/13 - Apresentação German AlfonsoII Expocietec, 30 e 31/10/13 - Apresentação German Alfonso
II Expocietec, 30 e 31/10/13 - Apresentação German Alfonso
 
Criatividade, Inovação e Modelos de Negócios - EACH-USP Marketing 2013
Criatividade, Inovação e Modelos de Negócios - EACH-USP Marketing 2013Criatividade, Inovação e Modelos de Negócios - EACH-USP Marketing 2013
Criatividade, Inovação e Modelos de Negócios - EACH-USP Marketing 2013
 
Fmu cap 4 alunos
Fmu cap 4 alunosFmu cap 4 alunos
Fmu cap 4 alunos
 
Tecnologias Disruptivas - Blending Visions - ESPM
Tecnologias Disruptivas - Blending Visions - ESPMTecnologias Disruptivas - Blending Visions - ESPM
Tecnologias Disruptivas - Blending Visions - ESPM
 
Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016
Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016
Conceito de Inovação_AMCHAM Campinas_PACE_16.03.2016
 
Plano de Negócios, Pitch e MVP
Plano de Negócios, Pitch e MVPPlano de Negócios, Pitch e MVP
Plano de Negócios, Pitch e MVP
 
Estratégias de crescimento
Estratégias de crescimentoEstratégias de crescimento
Estratégias de crescimento
 
Alinhar Ti Ao Negócio
Alinhar Ti Ao NegócioAlinhar Ti Ao Negócio
Alinhar Ti Ao Negócio
 
TDC2018FLN | Trilha Gestao de Produtos - Definindo e desenvolvendo um MVP em ...
TDC2018FLN | Trilha Gestao de Produtos - Definindo e desenvolvendo um MVP em ...TDC2018FLN | Trilha Gestao de Produtos - Definindo e desenvolvendo um MVP em ...
TDC2018FLN | Trilha Gestao de Produtos - Definindo e desenvolvendo um MVP em ...
 
Resumo workshop tendencias_inovacao_red
Resumo workshop tendencias_inovacao_redResumo workshop tendencias_inovacao_red
Resumo workshop tendencias_inovacao_red
 
Workshop de design de produto
Workshop de design de produtoWorkshop de design de produto
Workshop de design de produto
 
Criando uma startup de tecnologia / Workshop
Criando uma startup de tecnologia / WorkshopCriando uma startup de tecnologia / Workshop
Criando uma startup de tecnologia / Workshop
 
Apresentação Game Dev Day :: Desenvolvimento de Negócios em Game
Apresentação Game Dev Day :: Desenvolvimento de Negócios em GameApresentação Game Dev Day :: Desenvolvimento de Negócios em Game
Apresentação Game Dev Day :: Desenvolvimento de Negócios em Game
 
Cultivando a Inovação
Cultivando a InovaçãoCultivando a Inovação
Cultivando a Inovação
 
Marketing atual nas organizacoes 2014
Marketing atual nas organizacoes 2014Marketing atual nas organizacoes 2014
Marketing atual nas organizacoes 2014
 

Mais de Leandro de Castro

2021: An Illustrated Journey into Natural Computing
2021: An Illustrated Journey into Natural Computing2021: An Illustrated Journey into Natural Computing
2021: An Illustrated Journey into Natural Computing
Leandro de Castro
 

Mais de Leandro de Castro (10)

2021: An Illustrated Journey into Natural Computing
2021: An Illustrated Journey into Natural Computing2021: An Illustrated Journey into Natural Computing
2021: An Illustrated Journey into Natural Computing
 
2019: Folder do LCoN
2019: Folder do LCoN2019: Folder do LCoN
2019: Folder do LCoN
 
2019: LCoN - Centro de Excelência em Inteligência Artificial
2019: LCoN - Centro de Excelência em Inteligência Artificial2019: LCoN - Centro de Excelência em Inteligência Artificial
2019: LCoN - Centro de Excelência em Inteligência Artificial
 
2018: What did I learn about Innovation and Entrepreneurship in Israel
2018: What did I learn about Innovation and Entrepreneurship in Israel2018: What did I learn about Innovation and Entrepreneurship in Israel
2018: What did I learn about Innovation and Entrepreneurship in Israel
 
2018 Academic Innovation Opportunities in Brazil
2018 Academic Innovation Opportunities in Brazil2018 Academic Innovation Opportunities in Brazil
2018 Academic Innovation Opportunities in Brazil
 
2017: Tópicos em Educação Financeira
2017: Tópicos em Educação Financeira2017: Tópicos em Educação Financeira
2017: Tópicos em Educação Financeira
 
2017: The Many Faces of Artificial Intelligence: From AI to Big Data - A Hist...
2017: The Many Faces of Artificial Intelligence: From AI to Big Data - A Hist...2017: The Many Faces of Artificial Intelligence: From AI to Big Data - A Hist...
2017: The Many Faces of Artificial Intelligence: From AI to Big Data - A Hist...
 
2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica
2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica
2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica
 
2002: Comparing Immune and Neural Networks
2002: Comparing Immune and Neural Networks2002: Comparing Immune and Neural Networks
2002: Comparing Immune and Neural Networks
 
2011: Empreendedorismo Digital - Como Dados Viram Negócios
2011: Empreendedorismo Digital - Como Dados Viram Negócios2011: Empreendedorismo Digital - Como Dados Viram Negócios
2011: Empreendedorismo Digital - Como Dados Viram Negócios
 

2015: Análise de Mercado e Plano de Marketing

  • 1. Mercado & Marketing Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica INTEC-UEFS Leandro Nunes de Castro Lnunes1974@gmail.com @lndecastro http://br.linkedin.com/pub/leandro-de-castro/1a/454/967 http://www.slideshare.net/lndecastro Faculdade de Computação e Informática & Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e de Computação Laboratório de Computação Natural (LCoN) www.mackenzie.br/lcon.html 1 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 2. Apresentar os conceitos básicos e desenvolver a capacidade de planejar e executar as seguintes áreas e características de um empreendimento inovador de base tecnológica: – Diferenciação – Mercado – Marketing – Vendas – Negociação Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 2 Objetivo Geral do Curso
  • 3. CONCEITUAL • Conceitos diversos sobre planejamento estratégico, focando o mercado, o plano de marketing e vendas. PRÁTICO • Atividades práticas e comportamentais para desenvolver a capacidade de planejar e executar as áreas de mercado e marketing de um empreendimento inovador de base tecnológica. Formato do Curso Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 3
  • 4. • Arquivo contendo os seguintes elementos da empresa EMPREENDE: – Posicionamento de mercado – Estratégia de diferenciação – Segmentos de clientes e proposição de valor – Pesquisa de mercado – Análise SWOT – Mix de Marketing – Métricas de desempenho – Elementos do MARCOM 4 Produto Final Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 5. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 5 MAPA DO CURSO
  • 6. Esteja Pronto para o Curso Tablets, notes, cadernos, etc., e muita energia! Image: FreeDigitalPhotos.net
  • 7. • STARTUPS – TÓPICO 00: Sob o Ponto de Vista do Mercado • MERCADO – TÓPICO 01: A Estratégia do Oceano Azul – TÓPICO 02: Defina Valor para Seus Clientes – TÓPICO 03: Desenvolvimento Orientado a Clientes – TÓPICO 04: Análise de Mercado • MARKETING – TÓPICO 05: Plano de Marketing – TÓPICO 06: Engenharia de Vendas – TÓPICO 07: Estratégias de Negociação 7 Sumário Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 8. TÓPICO 00 -- STARTUPS -- Sob o Ponto de Vista do Mercado
  • 9. “O objetivo de uma startup é descobrir o que construir – algo que os clientes querem e compram – no menor tempo possível…Lean Startup é uma nova forma de olhar para o desenvolvimento de produtos inovadores que enfatiza iterações rápidas e o insight dos clientes, uma ampla visão e grande ambição, tudo ao mesmo tempo.” Image: renjith krishnan / FreeDigitalPhotos.net 9 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS E. Ries, “The Lean Startup”, Crown Business, 2011, p. 20.
  • 10. Mercado existente (Sustaining) Novo mercado (Disruptivo) Resegmentação de mercado em baixo custo Resegmentação de mercado em novo nicho 10 Categorias de Start-Ups (Mercados) Novo Produto para ... Exemplos históricos: • Smartphones • Câmeras digitais • Serviços de recomendação • Subway • Hering • Pão de Açúcar, Extra, Dia Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 11. Mercado Existente Mercado Resegmentado Novo Mercado Clientes Existentes Existentes Novo/Novos usos Necessidades dos Clientes Desempenho 1. Custo 2. Necessidade percebida Simplicidade e conveniência Desempenho Melhor/mais rápido Bom o suficiente Possui poucos atributos conhecidos, mas é melhor sob novas métricas Competição Existente Existente Outras start-ups Riscos Existentes Falha na estratégia de resegmentação Adoção do mercado 11 Considerações sobre os Mercados e suas Características Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 12. 12 Atividades Mercado Existente Mercado Resegmentado Novo Mercado Posicionament o da Empresa Diferenciação e credibilidade Segmentação e inovação Visão e inovação Posicionament o do Produto Diferenciação de produto Redefinição do mercado e diferenciação do produto Definição do novo mercado, necessidade e solução Lançamento da Empresa Credibilidade e entrega Segmentação, entrega e inovação Credibilidade e inovação Lançamento do Produto Existência de competidores Nova base de competição Educação do mercado, padrões e early adopters Criação de Demanda Dirigir a demanda para o canal de vendas Eduque os clientes sobre o que mudou no mercado, dirija aos canais de venda Educação do mercado, dirija os early adopters para os canais de venda Objetivos do Ano 01 Market share Reformulação do mercado e novo market share Adoção pelo mercado Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 13. Market Share Custo de Entrada (vs. Orçamento de mkt do líder) Estratégia de Entrada Monopólio > 75% 3x Resegmentar/Novo Duopólio > 75% 3x Resegmentar/Novo Líder > 41% 3x Resegmentar/Novo Mercado instável > 26% 1,7x Existente/Resegmentar Mercado aberto < 26% 1,7x Existente/Resegmentar 13 Custo de Entrada no Mercado Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 14. • EES 01: Posicione a empresa EMPREENDE quanto ao mercado (Existente, Novo, Resegmentado Custo, Resegmentado Nicho). Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 14 Bloco de Atividades: Posicionamento de Mercado
  • 15. TÓPICO 01 -- MERCADO -- A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL OBJETIVO: Diferenciação
  • 16. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 16 Oceano Vermelho Oceano Azul Competição em espaços existentes de mercado. Crie novos e incontestáveis espaços no mercado. Vença a concorrência. Torne a concorrência irrelevante. Explore a demanda existente. Crie e capture novas demandas. Encontre a relação custo- benefício. Quebre a relação custo- benefício. Alinhe todo o sistema da empresa à sua estratégia de preço ou diferenciação. Alinhe todo o sistema da empresa à busca por preço ou diferenciação.
  • 17. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 17 Uma nova curva de Valor Reduza Crie Aumente Elimine Quais fatores devem ser reduzidos abaixo do padrão de mercado? Quais fatores nunca oferecidos pelo mercado devem ser criados? Quais fatores devem ser aumentados acima do padrão de mercado? Quais fatores considerados padrão devem ser eliminados?
  • 18. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 18 • Diversão e humor • Emoção e perigoReduza • Arte e sofisticação • Temática • Múltiplas produções Crie • Local único Aumente • Animais • Palhaços • Múltiplas arenas Elimine
  • 19. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 19 • Custo • Percepção de que fast food tem muita caloria Reduza • Customização • Alimentos frescos e de baixa caloria Crie • Prazer de comer sem culpa por um preço acessível Aumente • Hambúrguer • FriturasElimine
  • 20. • EES 02: Para a sua empresa EMPREENDE defina sua estratégia do oceano azul: – Reduza – Crie – Aumente – Elimine Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 20 Bloco de Atividades: Estratégia do Oceano Azul
  • 21. TÓPICO 02 -- MERCADO -- DEFINA VALOR PARA SEUS CLIENTES OBJETIVO: Diferenciação
  • 22. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 22 O Que é Valor para o Cliente? http://nsfconsulting.com.au/wp-content/uploads/2014/01/value-for-money-graphic.png
  • 23. 23 1. Segmentos de Clientes Image: David Castillo Dominici / FreeDigitalPhotos.net • Mercados de massa • Mercados de nicho • Mercados segmentados • Mercados diversificados –P. Ex.: Amazon (Cloud Computing + Varejo) • Plaformas multilaterais –P. Ex.: Operadoras de CC (Lojas + clientes finais) Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 24. Que valores entregamos aos clientes? Quais problemas de nossos clientes estamos ajudando a resolver? Quais necessidades dos clientes ajudamos a satisfazer? Quais produtos oferecemos a cada segmento de cliente? 24 2. Proposições de Valor Image: David Castillo Dominici / FreeDigitalPhotos.netLeandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 25. • Novidade • Desempenho • Customização • “Faz o trabalho certo” • Design • Marca/status • Preço • Redução de custo • Redução de risco • Acessibilidade • Conveniência • Usabilidade 25 2. Proposições de Valor Image: David Castillo Dominici / FreeDigitalPhotos.net Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 26. • EES 03: Defina os segmentos de clientes e as proposições de valor de sua empresa EMPREENDE. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 26 Bloco de Atividades: Segmentos de Clientes e Proposição de Valor
  • 27. TÓPICO 03 -- MERCADO -- DESENVOLVIMENTO ORIENTADO A CLIENTES OBJETIVO: Envolver os clientes no desenvolvimento dos produtos S. G. Blank, “The Four Steps to the Epiphany: Successful Strategies for Products that Win”, Quad Graphics, 2007.
  • 28. 28 Por que esse produtos falharam? Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 29. • Produtos vencedores: desenvolvidos junto aos clientes por meio de modelos maduros de gestão. • Produtos perdedores: aqueles entregues para as equipes de marketing e vendas, e que não tiveram a participação dos clientes em seu desenvolvimento. 29 Diferença entre Produtos Vencedores e Perdedores Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 30. Conceito •Ideia dos fundadores •Visão da empresa •Plano de negócios Desenvolvimento do Produto •Projetos •Especificações •Execução •Refinamento do Marketing, MARCOM, Posicionamento de mercado Teste •Análise de especificações •Conformidades •Validações •PR, Marketing •Contratação das primeiras equipes de venda e PR •Buzz inicial Lançamento •Evento de lançamento •Branding •Força de vendas •Mídia •Criação de demanda 30 Modelo de Desenvolvimento de Produto Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS O que há de errado nesse modelo?
  • 31. 1. Onde estão os clientes? 2. Foco no lançamento do produto. 3. Ênfase na execução e não na aprendizagem e descoberta. 4. Ausência de metas claras e significativas sobre vendas, mercado e desenvolvimento do negócio. 5. Uso da metodologia de desenvolvimento de produto para medir vendas e marketing. 6. Escalonamento prematuro e expectativas irreais. 31 O que há de errado neste modelo? Image: FreeDigitalPhotos.netLeandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 32. Descoberta de Clientes Validação de Clientes Criação de Clientes Constituição da Empresa Desenvolvimento Orientado a Clientes: Descoberta de Clientes
  • 33. Fase 1: Defina as Hipóteses Fase 2: Teste as Hipóteses do Problema Fase 3: Teste as Hipóteses do Produto Fase 4: Verifique 33 Descoberta de Clientes: Processo Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS Hipóteses de problema: Qual oportunidade de mercado meu produto ou serviço explora? Hipótese de produto: Como meu produto/serviço resolve esse problema? Crie mecanismos que te permitam validar essas hipóteses, por exemplo, faça pesquisas, crie protótipos e apresente ao mercado. Valide junto aos clientes potenciais! Perseverar ou pivotar? O que deve ser ajustado? (Ser persistente é diferente de ser “cabeça dura”!)
  • 34. Fase 1: Hipóteses • Produto • Clientes e seus problemas • Canais e preços • Criação de demanda • Tipo de mercado • Competidores Fase 2: Teste as Hipóteses do Problema • Primeiros contatos com os clientes • Apresentação do “problema” • Entendimento dos clientes • Conhecimento do mercado Fase 3: Teste as Hipóteses do Produto • Avaliação da realidade • Apresentação do produto • Mais visitas a clientes • Outra avaliação da realidade • Primeiros conselheiros Fase 4: Verificação • Verifique o problema • Verifique o produto • Verifique o modelo de negócios • Reinicie ou conclua o processo 34 Descoberta de Clientes: Processo Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 35. Escute os potenciais clientes, vá a campo e investigue as necessidades dos clientes e do mercado antes de se comprometer a seguir um caminho específico e definir as especificações do produto. Ênfase na Aprendizagem e Descoberta! 35 Lição Image: FreeDigitalPhotos.netLeandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 36. • EES 04: Defina as hipóteses de problema (oportunidade de mercado a ser explorada) e de produto (como essa oportunidade será explorada) de sua empresa EMPREENDE. • EES 05: Teste as hipóteses de problema e produto. Faça um questionário online (usando o Google Forms ou o Survey Monkey) ou off-line e obtenha, ao menos, 5 respostas para seu questionário. Compile os resultados e avalie suas hipóteses. Qual a decisão, perseverar ou pivotar? Se for pivotar, o que será mudado? Bloco de Atividades: Desenvolvimento Orientado a Clientes 36 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 37. TÓPICO 04 -- MERCADO -- ANÁLISE DE MERCADO OBJETIVO: Entender as características do empreendimento, clientes, concorrentes e fornecedores. Fazer a análise SWOT.
  • 38. • A análise de mercado é fundamental para o planejamento do negócio. • Juntamente com o Plano de Marketing, a Análise de Mercado define o Marketing da empresa. • Estudo sobre os potenciais clientes, concorrentes, fornecedores e a participação no mercado (projeção de público-alvo). 38 4.1 Análise de Mercado Image: Danilo Rizzuti / FreeDigitalPhotos.netLeandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 39. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 39 Análise de Mercado Clientes Concorrentes Fornecedores Participação Quem? O quê? Por quê? Quem? Como? O quanto? Por quanto? Diferenciais? Quem? Onde? Credibilidade, preços, prazos, garantias, atendimento, assistência, etc. Identifique a atual e defina a pretendida.
  • 40. • A análise SWOT é uma ferramenta de planejamento estratégico que possibilita ao empreendedor investigar os Pontos Fortes, Pontos Fracos, Oportunidades e Ameaças ao seu negócio ou projeto. • Envolve especificar o objetivo do negócio ou projeto e identificar os fatores internos e externos favoráveis e desfavoráveis à obtenção destes objetivos. • Deve permitir que o empreendedor foque sua atenção nos aspectos cruciais para a obtenção de sucesso no negócio. 40 4.5 Análise SWOT Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 41. 41 Pontos Fortes Pontos Fracos Oportunidades Ameaças Análise SWOT Ambiente Interno Ambiente Externo Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 42. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 42http://ambienteexterno.host56.com/SWOT_sowt2.jpg
  • 43. • EES 06: Faça a análise SWOT de sua empresa EMPREENDE. Assuma que a empresa será iniciada com seus sócios e projeto atual. Bloco de Atividades: Análise de Mercado 43 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 44. TÓPICO 05 -- MARKETING -- PLANO DE MARKETING OBJETIVO: Mix de Marketing, Marketing Digital, Marketing de Guerrilha, Avaliação de Resultados
  • 45. 45 O Marketing Tradicional http://www.saiadolugar.com.br/marketing/definicao-os-4-ps-do-marketing-marketing-mix-composto-de-marketing/ Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 46. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 46 Exemplos Preço (modelo de negócios) Praça Promoção Produto Venda de bens Loja física (centro da cidade, shopping, etc.) Mídias sociais Software Taxa por uso (bilhetagem) Loja virtual Mídia (TV, rádio, etc.) Apps Inscrição/mensalidade Links patrocinados Gadgets Licenciamento Outdoors Hardware Publicidade Panfletagem Corretagem Jornais e revistas
  • 48. • Terminologia proposta por J. Levinson (1982) para descrever ações de marketing pouco convencionais e de mais baixo custo que as tradicionais. • Algumas características: – Ações que não necessariamente parecem propaganda – "Não compre mídia, crie uma" – Multidisciplinaridade • Exemplos em: http://marketingguerrilha.com.br/ 48 Marketing de Guerrilha* * Levinson, J. C. (1982), Guerilla Marketing: Easy and Inexpensive Strategies for Making Big Profits from Your Small Business, Houghton Mifflin. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 49. 49 Contabilidade da Inovação 1. Ativação 2. Aquisição 3. Retenção 4. Recomendação 5. Receita Metodologia AARRR* * http://bit.ly/aN9FwY De onde (quais canais) os usuários veem? Qual % possui uma primeira boa experiência? Eles voltam continuamente? Eles recomendam? Geram receita? Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 50. • EES 07: Faça o planejamento do Mix de Marketing de sua empresa EMPREENDE. • EES 08: Proponha medidas claras e objetivas (p. ex. quantidade de pessoas que baixam o app, quantos usam, quantos pagam para ter mais features, etc.) para avaliar os resultados de sua empresa EMPREENDE. Bloco de Atividades: Mix de Marketing 50 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 51. TÓPICO 06 -- MARKETING -- ENGENHARIA DE VENDAS* OBJETIVO: Planejamento de marketing com foco em vendas * A. Pereira, Vendendo Software, Ed. Novatec, 2004.
  • 52. “É a capacitação do técnico ou especialista em venda.” (p. 21) • Metodologia que habilita o técnico-vendedor a mover o cliente mais rapidamente pelo ciclo de compra e venda. “Ter funcionários talentosos e treinados não é suficiente. É preciso desenvolver metodologias”. (N. Murthy) 6.1 O que é Engenharia de Vendas 52 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 53. Venda Prospecção Identificação dos Leads Preparação para o Contato Contato Identificação dos Leads Formas de Contato SPIN + Script + MarCom Contato Resultados Ações 53 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 6.2 Metodologia Pós-Venda Monitoramento de Vendas Análise de Falhas KPIs de Vendas Pré-Venda Análise do Mercado Benchmarking Pesquisas Público-Alvo Posicionamento Canais de Venda Planejamento do MarCom    
  • 54. Foco do cliente (Estratégico) • Vantagem • Risco • Retorno • Mudança Erro comum do técnico-vendedor (Tático) • Operação • Funcionalidades • Aplicações • Ferramentas Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 54 6.3 Foco da Negociação Quem é o VITO (Very Important Top Officer)? A negociação não é mais técnica, é estratégica.
  • 55. 6.4 Canais de Venda Internet Call Centers Revendas Distribuidores Parceiros Equipe de Vendas Custo por Transação ValorAdicionadodaCompra Canais de baixo contato Canais de alto contato 55 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 56. • A identidade da empresa • Materiais para leads ou clientes potenciais (pré-venda) • Materiais para clientes (pós-venda) • Materiais para os canais de venda • Casos de sucesso • Sites focados em venda 6.6 Material de Apoio: MarCom 56 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 57. Pré-Venda/Venda Pós-Venda Canais Kits: carta de apresentação, brochuras, newsletter, reprints, white papers, datasheets, demos, brinde, etc. Kit do Novo Cliente: carta de parabéns, manual, CD, chave de licença, etc. Kits: identidade corporativa, logos, comparações e especificações, brochuras, casos de sucesso de canais, newsletter, reprints, white papers, datasheets, CDs e infos sobre direitos e deveres dos parceiros. Site: conteúdo, incentivos, etc. Site: conteúdo, incentivos, casos de sucesso, etc. Área exclusiva para parceiros no site E-mails: relacionamento, benefícios estratégicos, etc. E-mails, Broadcasts, Formulários de pesquisa, Newsletter, etc. E-mails Novas brochuras, reprints, white papers, etc. Scripts: garantia de qualidade e padronização na venda. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 57 6.7 Materiais de Apoio: MarCom
  • 58. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 58 6.8 Sobre a Identidade Visual
  • 59. CRM Suporte Marketing Vendas Pedidos 6.9 Gestão de Contas 59 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 60. • EES 09: Desenvolva um dos elementos do MARCOM para sua empresa EMPREENDE. Exemplos: logo, folder, cartão de visitas, Script, White paper, apresentação institucional, etc. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 60 Bloco de Atividades: Engenharia de Vendas
  • 61. TÓPICO 07 -- MARKETING -- ESTRATÉGIAS DE NEGOCIAÇÃO* OBJETIVO: Entender os principais elementos e ferramentas de negociação * D. Malhotra, M. H. Bazerman, “O Gênio da Negociação”, Ed. Rocco, 2009.
  • 62. 7.1 Um Gênio da Negociação Image: xedos4 / FreeDigitalPhotos.net • Em 1912 T. Roosevelt estava em campanha. • 3 milhões de cópias de uma foto de Roosevelt tinham sido impressas no folder sem autorização do fotógrafo. • O fotógrafo não sabia da impressão. • A Lei de Direitos Autorais permitia que o fotógrafo pedisse até US$ 1 por foto. • Como resolver esse impasse? 62 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 63. Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS 63 7.2 Conceitos Básicos • O que acontecerá se a negociação falhar? • Qual a melhor alternativa? BATNA • Ponto de abandono da negociação.Valor de Reserva • Região de acordo possívelZOPA • Número (proposta) que determina o foco da atenção e expectativas do outro negociador. Âncora (Primeira Oferta)
  • 64. Avalie o BATNA Calcule o Valor de Reserva Avalie o BATNA da outra parte Calcule o Valor de Reserva da outra parte Avalie a ZOPA 7.3 Como se Preparar para Negociar 64 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 65. • ZOPA (zone of possible agreement): zona de possível acordo. 7.4 Avalie a ZOPA ZOPA VR do Vendedor VR do Comprador 65 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 66. • Fazer a primeira oferta sem uma posição forte ou pouco agressiva. • Falar, mas não ouvir. • Tentar influenciar a outra parte ao invés de obter informações. • Não desafiar suas suposições sobre a outra parte. • Calcular mal a ZOPA e não a reavaliar durante a negociação. • Fazer concessões muito maiores do que a outra parte. 7.5 Erros Comuns do Negociador 66 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 67. • Cuidado, uma primeira oferta prematura pode custar caro: – Soar agressivo ou injusto demais. – Perder a chance de obter uma maior fatia da Zopa (valor proposto bem abaixo do VR da outra parte). 7.6 Quando Fazer a Primeira Oferta? Image: scottchan / FreeDigitalPhotos.net Conclusão: Fazer ou não a primeira oferta depende das informações que você tem. 67 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 68. Image: twobee / FreeDigitalPhotos.net Proteções contra a Âncora Ignore a Âncora Separe Informação de Influência Evite discutir a Âncora Contraoferta ancorada + Moderação Dê tempo para moderação 68 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 69. Q1: Você fez uma oferta, a outra parte sorri e aceita. Qual seu sentimento? Q2: O outro lado faz uma oferta muito atraente, como reagir? 9. Resultados e Satisfação 69 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 70. R-Q1: Provavelmente ruim, pois você conclui que avaliou mal a ZOPA, resultando numa oferta baixa e obtenção de pouco valor na negociação. Respostas Possíveis 70 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 71. R-Q2 (Possibilidade 1): Se aceitar rápido, provavelmente chateará a outra parte, que ficará com a sensação de que fez um mal negócio. Portanto, faça uma contraoferta. Tire mais dele! Respostas Possíveis 71 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 72. R-Q2 (Possibilidade 2): Se a proposta foi irreal, talvez seja melhor trazê-la para realidade. Aproveitar-se de desequilíbrios de informação ou despreparo pode implicar rapidamente numa percepção de má-fé e, possivelmente, quebra contratual. Exemplo 1: A proposta de Einstein para a Univ. de Princeton em 1930 foi de US$ 3 mil/ano, enquanto o salário da época era de US$ 15 mil/ano. Exemplo 2: Imigrantes para serviços pesados. Respostas Possíveis 72 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS
  • 73. R-Q3 (Possibilidade 3): Cuidado! Talvez você tenha avaliado mal a ZOPA. “Se você está surpreso com uma oferta, não comemore, pense!” Respostas Possíveis 73 Leandro Nunes de Castro - Primeiros Passos em Empreendedorismo e Inovação Tecnológica, INTEC-UEFS