SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
Projeto: Ampliação Parque Aquático
MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS.
INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
2
MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS.
INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
EMPRESA: GRUPO RIO QUENTE – RIO QUENTE RESORTS – HOT PARK
Empresa de Hotelaria/Hospitalidade (Resort) e Entretenimento (Hot Park), com a missão de Proporcionar
experiências fantásticas aos clientes.
Com um PMO interno, juntamente com área de Inovação, para estudar, planejar e executar Novos Projetos, visando o
Crescimento da Empresa.
Os projetos de ampliação do Parque Aquático (Hot Park), são trabalhados como Novas Atrações, visando sempre a
tendência mundial em Parques Aquáticos, Temáticas e Publico alvo.
Grupo:
Milton José dos Santos Filho
Paulo Oberdã Silva
Thales Müller Franco Rocha
Ana Luiza Gonçalves Bueno
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
3
MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS.
INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
TERMO DE ABERTURA DO PROJETO
OBJETIVOS:
Ampliação do Parque Aquático (Hot Park) do Grupo Rio Quente, com a construção de duas novas piscinas, infantil e
adulto com toboáguas, para integração da família, proporcionando aos visitantes da Parque um maior conforto e
aumentando a capacidade de publico.
JUSTIFICATIVA:
Atender a demanda crescente de visitantes do parque aquático (Hot Park) e revitalização das atrações do Grupo Rio
Quente.
REQUISITOS:
Área disponível para a construção de mais duas piscinas.
Que sejam construídas no máximo em 60 dias.
Capacidade de 200 mil litros de água termal a piscina adulta e 100 mil litros de água termal a piscina infantil.
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
4
MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS.
INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
DESIGNAÇÃO:
Gerente de projetos Milton Filho com grande experiência em projetos de Arquitetura e Engenharia, voltados para
Parque Aquáticos e Entretenimento.
LISTA DE MILESTONES:
01/09/2015 - Reunião de kickoff
03/09/2015 - Apresentação do projeto
15/09/2015 – Inicio das obras
15/11/2015 – Entrega da obra final
ORÇAMENTO:
R$ 1.000.000,00 com recursos próprios.
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
5
MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS.
INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
RISCOS E OPORTUNIDADES:
RISCOS:
Atraso na entrega do material.
Chuvas em excesso.
Greve dos trabalhadores
OPORTUNIDADES:
Entrega antes antecipada.
PREMISSAS:
Executar no prazo estipulado em cronograma, com o parque aquático em funcionamento, sem impactar os clientes.
RESTRIÇÕES:
Entrada e Saída de materiais, apenas antes das 9:00hs e após as 18:00hs.
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
6
WBS - Projeto Ampliação do Parque Aquático – Hot Park
1 Gerenciamento do projeto
1.1 Reunião Kickoff
1.1.1 TAP
1.1.2 Plano do Projeto
1.1.3 Declaração do escopo
1.1.4 WBS
1.1.4.1 Cronograma
1.1.4.2 Orçamento
1.1.5 Controle
1.1.5.1 Relatório de desempenho
1.1.5.2 Acompanhamento
1.2 Planejamento
1.2.1 Reunião com as equipes
1.2.2 Apresentação do projeto
1.3 Projeto de Engenharia
1.3.1 Arquitetônico
1.3.2 Estrutural
1.3.3 Contenção
1.4 Regularização do Projeto
1.4.1 Licenças ambientais
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
7
WBS - Projeto Ampliação do Parque Aquático – Hot Park
1.5 Início da Obra
1.5.1 Serviços Preliminares
1.5.2 Terraplanagem e preparação do terreno
1.5.3 Armação estrutural
1.5.4 Concretagem das piscinas
1.5.5 Instalação da manta impermeabilizante
1.6 Acabamento
1.6.1 Colocação dos azulejos nas piscinas
1.6.2 Instalação hidráulica e elétrica
1.6.3 Instalação dos tobogãs
1.7 Testes de resistência e qualidade
1.8 Publicidade
1.8.1 Plano de Divulgação
1.9 Contratação
1.9.1 Seleção e recrutamento
1.9.2 Treinamentos
1.9.3 Alocação
1.10 Entrega final
1.10.1 Relatório final
1.10.2 Relatório lições aprendidas
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
8
Projeto Ampliação do
Parque Aquático
1 Gerenciamento
do projeto
1.1 Reunião
Kickoff
1.1.1 TAP
1.1.2 Plano do
Projeto
1.1.3 Declaração
do escopo
1.1.4 WBS
1.1.4.1
Cronograma
1.1.4.2
Orçamento
1.1.5 Controle
1.1.5.1 Relatório
de desempenho
1.1.5.2
Acompanhament
o
1.2
Planejamento
1.2.1 Reunião
com as equipes
1.2.2
Apresentação do
projeto
1.3 Projeto de
Engenharia
1.3.1
Arquitetônico
1.3.2 Estrutural
1.3.3 Contenção
1.4 Regularização
do Projeto
1.4.1 Licenças
ambientais
1.5 Início da
Obra
1.5.1 Serviços
Preliminares
1.5.2
Terraplanagem e
preparação do
terreno
1.5.3 Armação
Estrutural
1.5.4
Concretagem das
piscinas
1.5.5 Instalação
da manta
impermeabilizant
e
1.6 Acabamento
1.6.1 Colocação
dos azulejos nas
piscinas
1.6.2 Instalação
hidráulica e
elétrica
1.6.3 Instalação
dos tobogãs
1.7 Testes de
resistência e
qualidade
1.8 Publicidade
1.8.1 Plano de
Divulgação
1.9 Contratação
1.9.1 Seleção e
recrutamento
1.9.2
Treinamentos
1.9.3 Alocação
1.10 Entrega
final
1.10.1 Relatório
final
1.10.2 Relatório
lições aprendidas
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
Dicionário WBS
9
EAP PACOTE DE TRABALHO ESPECIFICAÇÃO CRITÉRIOS DE ACEITAÇÃO
1
1
1.1.1 TAP
Termo de Abertura do Projeto, onde é autorizado
formalmente que o projeto inicie. É preenchido com
as informações disponiveis no momento de abertura
e inicio do projeto
Assinado por Sponsor com autoridade
e autonomia para autorizar o projeto.
1.1.2 PLANO DO PROJETO
Documentos de integração, de planejamento, para
serem a base line do projeto
Documentos aprovados pela equipe do
projeto e alinhado com os
stakeholders, de acordo com o nivel de
importancia de cada um.
1.1.3 DECLARAÇÃO DE ESCOPO
Documento onde é levantado todo o escopo pela
equipe do projeto.
Aprovado pelo GP e Sponsor. Conter
todos os itens, para gerar a WBS.
1.1.4 WBS
ou EAP, Estrutura Analitica do projeto. Documento
que será base para os outros documentos
(Cronograma, Orçamento, etc).
Contendo estruturação do escopo,
com todas as fases de projeto.
1.1.4.1 CRONOGRAMA
Estimado os prazos, com alguma técnica, (Ex.
PERT), para formar o prazo total de entrega do
projeto.
Conter todo o escopo da WBS
1.1.4.2 ORÇAMENTO Estimar os custos para execução de todos o projeto Conter todo o escopo da WBS
1.1.5.1 RELATÓRIO DE DESEMPENHO
Ter parametros e metricas em relação ao Plano do
Projeto (Base Line)
Parametros para todos os itens da
WBS.
1.1.5.2 ACOMPANHAMENTO
Medir o previsto x realizado, periodicamente durante
toda a execução do projeto.
Estar de acordo com o Plano do
Projeto.
1.2
1.2.1 REUNIÃO COM AS EQUIPES
Reunião periodica, com pautas antecipadas e
registrado em atas.
Atas de Reuniões com assinaturas do
participantes.
1.2.2 APRESENTAÇÃO DO PROJETO
Apresentação formal do Plano de Projeto, ao
Sponsor, equipe, Stakeholders.
Aprovação do projeto pelo Sponsor.
1.3
1.3.1 ARQUITETÔNICO
Desenhos, plantas, cortes, elevações, perspectivas,
memoriais, especificações, nas etapas de projeto
basico, legal, executivo.
Aprovação dos desenhos em cada
uma das etapas. Recebimento
conforme as normas tecnicas.
1.3.2 ESTRUTURAL
Desenhos, plantas, cortes, elevações, perspectivas,
memoriais, nas etapas de projeto basico e
executivo.
Aprovação dos desenhos em cada
uma das etapas. Recebimento
conforme as normas tecnicas.
1.3.3 CONTENÇÃO
Desenhos, plantas, cortes, elevações, perspectivas,
memoriais, nas etapas de projeto basico e
executivo.
Aprovação dos desenhos em cada
uma das etapas. Recebimento
conforme as normas tecnicas.
1.4
1.4.1 LICENÇAS AMBIENTAIS
Requisito previsto em lei, que deve ser atendido
mediante apresentação da documentação relativo ao
empreendimento na agencia ambiental.
Licença expedida pela Prefeitura.
1.5
1.5.1 SERVIÇOS PRELIMINARES
Serviços para iniciar a obra. Canteiro, Instalações
provisórias, equipamentos, etc.
Conforme inspeções em campo por
técnico de qualidade, aferindo de
acordo com os padrões estabelecidos
no plano do gerenciamento da
qualidade.
1.5.2 TERRAPLANAGEM E PREPARAÇÃO DO TERRENO Movimentação de Terra, conforme projeto.
Conforme inspeções em campo por
técnico de qualidade, aferindo de
acordo com os padrões estabelecidos
no plano do gerenciamento da
qualidade.
1.5.3 ARMAÇÃO ESTRUTURAL Corte e dobra de aço, conforme projeto de estrutura
Conforme inspeções em campo por
técnico de qualidade, aferindo de
acordo com os padrões estabelecidos
no plano do gerenciamento da
qualidade.
AMPLIAÇÃO PARQUE AQUATICO
GERENCIAMENTO DO PROJETO
PLANEJAMENTO
PROJETO DE ENGENHARIA
REGULARIZAÇÃO DO PROJETO
INICIO DA OBRA
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
Dicionário WBS
10
EAP PACOTE DE TRABALHO ESPECIFICAÇÃO CRITÉRIOS DE ACEITAÇÃO
1
1
1.5.4 CONCRETAGEM DAS PISCINAS
Bombeamento, Lançamento, Adensamento,
conforme projeto de estrutura.
Conforme inspeções em campo por
técnico de qualidade, aferindo de
acordo com os padrões estabelecidos
no plano do gerenciamento da
qualidade.
1.5.5 INSTALAÇÃO DA MANTA IMPERMEABILIZANTE
Nas áreas molhadas, conforme indicação dos
memoriais dos projetos executivos.
Conforme inspeções em campo por
técnico de qualidade, aferindo de
acordo com os padrões estabelecidos
no plano do gerenciamento da
qualidade.
1.6
1.6.1 COLOCAÇÃO DOS AZULEJOS NAS PISCINAS
Assentamento do material especificado, confome
técnica reconhecida e normas técnicas.
Conforme inspeções em campo por
técnico de qualidade, aferindo de
acordo com os padrões estabelecidos
no plano do gerenciamento da
qualidade.
1.6.2 INSTALAÇÃO HIDRAULICA E ELÉTRICA
Tubulações, Valvulas, registros, conforme projeto
especifico.
Conforme inspeções em campo por
técnico de qualidade, aferindo de
acordo com os padrões estabelecidos
no plano do gerenciamento da
qualidade.
1.6.3 INSTALAÇÃO DA MANTA IMPERMEABILIZANTE
Aplicação de material especificado, conforme
normas, recomendações do fabricante e boas
práticas de engenharia.
Conforme inspeções em campo por
técnico de qualidade, aferindo de
acordo com os padrões estabelecidos
no plano do gerenciamento da
qualidade.
1.7
1.8
1.8.1 PLANO DE DIVULGAÇÃO
Lançar no mercado a Nova Atração, com foco no
publico alvo, para aumentar a penetração dos
clientes em 10%, conforme estudo de viabilidade.
Apresentação e aprovação do Plano de
MKT ao Sponsor.
1.9
1.9.1 SELEÇÃO E RECRUTAMENTO
Recrutar e Selecionar profissionais, com ajuda da
área de Talentos Humanos, para os cargos
indicados no plano de gerenciamento de Recursos
Humanos do projeto.
Plano de Recursos Humanos
aprovado.
1.9.2 TREINAMENTOS
Treinar profissionais, conforme a necessidade do
projeto, apresentado no Plano de Gerenciamento de
recursos humanos.
Plano de Treimanentos aprovado.
1.10
1.10.1 RELATÓRIO FINAL
Relatório emitido com toda documentação do
projeto, para aquivamento do cliente. As builto do
projeto.
Relatório Final e As built verificado
conforme itens contratuais.
1.10.2 RELATÓRIO LIÇÕES APRENDIDAS
Planilha que ao longo do projeto, vai sendo
registrado as lições aprendidas, para consolidação
no final do projeto e ser utilizado por toda empresa.
Consolidação da planilha.
ACABAMENTO
TESTES DE RESISTENCIA E QUALIDADE
PUBLICIDADE
CONTRATAÇÃO
ENTREGA FINAL
AMPLIAÇÃO PARQUE AQUATICO
GERENCIAMENTO DO PROJETO
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
11
MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS.
INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
12
MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS.
INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
13
MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS.
INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS
14
MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS.
INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Alvenaria - Técnica e Arte
Alvenaria - Técnica e ArteAlvenaria - Técnica e Arte
Alvenaria - Técnica e ArteCarlos Cunha
 
Energia geotérmica
Energia geotérmicaEnergia geotérmica
Energia geotérmicaSegurança
 
BioGeo11-aquiferos
BioGeo11-aquiferosBioGeo11-aquiferos
BioGeo11-aquiferosRita Rainho
 
Operações de perfuração de poços de petróleo
Operações de perfuração de poços de petróleoOperações de perfuração de poços de petróleo
Operações de perfuração de poços de petróleoCláudia Melchíades
 
2002 g6 energia maremotriz-1
2002 g6 energia maremotriz-12002 g6 energia maremotriz-1
2002 g6 energia maremotriz-1cristbarb
 
Palestra Biotecnologia e Ambiente - Centro Paula Souza 2010 - Assis
Palestra Biotecnologia e Ambiente - Centro Paula Souza 2010 - AssisPalestra Biotecnologia e Ambiente - Centro Paula Souza 2010 - Assis
Palestra Biotecnologia e Ambiente - Centro Paula Souza 2010 - AssisDarío Palmieri
 
Ppt 9 TectóNica De Placas
Ppt 9   TectóNica De PlacasPpt 9   TectóNica De Placas
Ppt 9 TectóNica De PlacasNuno Correia
 
Geração de Energia Solar Fotovoltaica
Geração de Energia Solar Fotovoltaica Geração de Energia Solar Fotovoltaica
Geração de Energia Solar Fotovoltaica Luryan da Silva F.
 
Métodos de perfuração aula
Métodos de perfuração aulaMétodos de perfuração aula
Métodos de perfuração aulaPublicaTUDO
 
Geoquímica Distribuição dos elementos químicos
Geoquímica   Distribuição dos elementos químicosGeoquímica   Distribuição dos elementos químicos
Geoquímica Distribuição dos elementos químicosmarciotecsoma
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos MineraisFilipe Leal
 

Mais procurados (20)

Energia geotérmica
Energia geotérmicaEnergia geotérmica
Energia geotérmica
 
Recalque
RecalqueRecalque
Recalque
 
Alvenaria - Técnica e Arte
Alvenaria - Técnica e ArteAlvenaria - Técnica e Arte
Alvenaria - Técnica e Arte
 
Energia geotérmica
Energia geotérmicaEnergia geotérmica
Energia geotérmica
 
Correntes de Turbidez
Correntes de TurbidezCorrentes de Turbidez
Correntes de Turbidez
 
BioGeo11-aquiferos
BioGeo11-aquiferosBioGeo11-aquiferos
BioGeo11-aquiferos
 
Operações de perfuração de poços de petróleo
Operações de perfuração de poços de petróleoOperações de perfuração de poços de petróleo
Operações de perfuração de poços de petróleo
 
2002 g6 energia maremotriz-1
2002 g6 energia maremotriz-12002 g6 energia maremotriz-1
2002 g6 energia maremotriz-1
 
Palestra Biotecnologia e Ambiente - Centro Paula Souza 2010 - Assis
Palestra Biotecnologia e Ambiente - Centro Paula Souza 2010 - AssisPalestra Biotecnologia e Ambiente - Centro Paula Souza 2010 - Assis
Palestra Biotecnologia e Ambiente - Centro Paula Souza 2010 - Assis
 
Ppt 9 TectóNica De Placas
Ppt 9   TectóNica De PlacasPpt 9   TectóNica De Placas
Ppt 9 TectóNica De Placas
 
Geração de Energia Solar Fotovoltaica
Geração de Energia Solar Fotovoltaica Geração de Energia Solar Fotovoltaica
Geração de Energia Solar Fotovoltaica
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Trabalho sobre Energia Solar
 Trabalho sobre Energia Solar Trabalho sobre Energia Solar
Trabalho sobre Energia Solar
 
Abertura de poço
Abertura de poçoAbertura de poço
Abertura de poço
 
Métodos de perfuração aula
Métodos de perfuração aulaMétodos de perfuração aula
Métodos de perfuração aula
 
Geoquímica Distribuição dos elementos químicos
Geoquímica   Distribuição dos elementos químicosGeoquímica   Distribuição dos elementos químicos
Geoquímica Distribuição dos elementos químicos
 
Energia solar
Energia solarEnergia solar
Energia solar
 
Exercício viga gerber
Exercício viga gerberExercício viga gerber
Exercício viga gerber
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos Minerais
 
Geologia ma12ano
Geologia ma12anoGeologia ma12ano
Geologia ma12ano
 

Semelhante a AmpliaçãoParqueAquatico

Contrução de um Galpão
Contrução de um GalpãoContrução de um Galpão
Contrução de um GalpãoMarco Coghi
 
Micro Cervejaria Premium
Micro Cervejaria PremiumMicro Cervejaria Premium
Micro Cervejaria PremiumMarco Coghi
 
APLICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM INCORPORAÇÃO IMOB...
APLICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM INCORPORAÇÃO IMOB...APLICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM INCORPORAÇÃO IMOB...
APLICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM INCORPORAÇÃO IMOB...Marco Coghi
 
SaoPaulo-GEEP23-GerenciamentoAquisicao-GataRubroAmarela
SaoPaulo-GEEP23-GerenciamentoAquisicao-GataRubroAmarelaSaoPaulo-GEEP23-GerenciamentoAquisicao-GataRubroAmarela
SaoPaulo-GEEP23-GerenciamentoAquisicao-GataRubroAmarelaMarco Coghi
 
Trabalho aquisições geep23 gata rubro amarela - versão final
Trabalho aquisições geep23   gata rubro amarela - versão finalTrabalho aquisições geep23   gata rubro amarela - versão final
Trabalho aquisições geep23 gata rubro amarela - versão finalTurma MBA GEEP23
 
Edifício Mar Azul
Edifício Mar AzulEdifício Mar Azul
Edifício Mar AzulMarco Coghi
 
Micro Cervejaria Premium
Micro Cervejaria PremiumMicro Cervejaria Premium
Micro Cervejaria PremiumMarco Coghi
 
Nações Unidas Seca
Nações Unidas SecaNações Unidas Seca
Nações Unidas SecaMarco Coghi
 
Nações Unidas Seca
Nações Unidas SecaNações Unidas Seca
Nações Unidas SecaMarco Coghi
 
Nações Unidas seca
Nações Unidas secaNações Unidas seca
Nações Unidas secaMarco Coghi
 
SP Food Truck Places
SP Food Truck PlacesSP Food Truck Places
SP Food Truck PlacesMarco Coghi
 
Substituição de um Misturador de Rações
Substituição de um Misturador de RaçõesSubstituição de um Misturador de Rações
Substituição de um Misturador de RaçõesMarco Coghi
 
COMPLEXO PARA TERCEIRA IDADE CAIXEIROS VIAJANTES
COMPLEXO PARA TERCEIRA IDADE CAIXEIROS VIAJANTESCOMPLEXO PARA TERCEIRA IDADE CAIXEIROS VIAJANTES
COMPLEXO PARA TERCEIRA IDADE CAIXEIROS VIAJANTESMarco Coghi
 
Implantação de Unidade Industrial de Alimentos
Implantação de Unidade Industrial de AlimentosImplantação de Unidade Industrial de Alimentos
Implantação de Unidade Industrial de AlimentosMarco Coghi
 
Bh gp36-int-spci
Bh gp36-int-spciBh gp36-int-spci
Bh gp36-int-spciMarco Coghi
 
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MADUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MAMarco Coghi
 
Sto Andre-GP26ABC-Ger Escopo-Complexo aguas do mundo
Sto Andre-GP26ABC-Ger Escopo-Complexo aguas do mundo   Sto Andre-GP26ABC-Ger Escopo-Complexo aguas do mundo
Sto Andre-GP26ABC-Ger Escopo-Complexo aguas do mundo Marco Coghi
 
Projeto Poço Minha Casa Minha Vida
Projeto Poço Minha Casa Minha VidaProjeto Poço Minha Casa Minha Vida
Projeto Poço Minha Casa Minha VidaMarco Coghi
 

Semelhante a AmpliaçãoParqueAquatico (20)

Contrução de um Galpão
Contrução de um GalpãoContrução de um Galpão
Contrução de um Galpão
 
Micro Cervejaria Premium
Micro Cervejaria PremiumMicro Cervejaria Premium
Micro Cervejaria Premium
 
APLICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM INCORPORAÇÃO IMOB...
APLICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM INCORPORAÇÃO IMOB...APLICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM INCORPORAÇÃO IMOB...
APLICAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM INCORPORAÇÃO IMOB...
 
ACADEMIA SUL
ACADEMIA SULACADEMIA SUL
ACADEMIA SUL
 
SaoPaulo-GEEP23-GerenciamentoAquisicao-GataRubroAmarela
SaoPaulo-GEEP23-GerenciamentoAquisicao-GataRubroAmarelaSaoPaulo-GEEP23-GerenciamentoAquisicao-GataRubroAmarela
SaoPaulo-GEEP23-GerenciamentoAquisicao-GataRubroAmarela
 
Trabalho aquisições geep23 gata rubro amarela - versão final
Trabalho aquisições geep23   gata rubro amarela - versão finalTrabalho aquisições geep23   gata rubro amarela - versão final
Trabalho aquisições geep23 gata rubro amarela - versão final
 
Edifício Mar Azul
Edifício Mar AzulEdifício Mar Azul
Edifício Mar Azul
 
Micro Cervejaria Premium
Micro Cervejaria PremiumMicro Cervejaria Premium
Micro Cervejaria Premium
 
Nações Unidas Seca
Nações Unidas SecaNações Unidas Seca
Nações Unidas Seca
 
Nações Unidas Seca
Nações Unidas SecaNações Unidas Seca
Nações Unidas Seca
 
Nações Unidas seca
Nações Unidas secaNações Unidas seca
Nações Unidas seca
 
SP Food Truck Places
SP Food Truck PlacesSP Food Truck Places
SP Food Truck Places
 
Substituição de um Misturador de Rações
Substituição de um Misturador de RaçõesSubstituição de um Misturador de Rações
Substituição de um Misturador de Rações
 
COMPLEXO PARA TERCEIRA IDADE CAIXEIROS VIAJANTES
COMPLEXO PARA TERCEIRA IDADE CAIXEIROS VIAJANTESCOMPLEXO PARA TERCEIRA IDADE CAIXEIROS VIAJANTES
COMPLEXO PARA TERCEIRA IDADE CAIXEIROS VIAJANTES
 
Implantação de Unidade Industrial de Alimentos
Implantação de Unidade Industrial de AlimentosImplantação de Unidade Industrial de Alimentos
Implantação de Unidade Industrial de Alimentos
 
Bh gp36-int-spci
Bh gp36-int-spciBh gp36-int-spci
Bh gp36-int-spci
 
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MADUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
 
Sto Andre-GP26ABC-Ger Escopo-Complexo aguas do mundo
Sto Andre-GP26ABC-Ger Escopo-Complexo aguas do mundo   Sto Andre-GP26ABC-Ger Escopo-Complexo aguas do mundo
Sto Andre-GP26ABC-Ger Escopo-Complexo aguas do mundo
 
Viva 3 Idade
Viva 3 IdadeViva 3 Idade
Viva 3 Idade
 
Projeto Poço Minha Casa Minha Vida
Projeto Poço Minha Casa Minha VidaProjeto Poço Minha Casa Minha Vida
Projeto Poço Minha Casa Minha Vida
 

Mais de Marco Coghi (20)

Projeto Caixa Forte
Projeto Caixa ForteProjeto Caixa Forte
Projeto Caixa Forte
 
EZ Pass
EZ PassEZ Pass
EZ Pass
 
Sai Zika
Sai ZikaSai Zika
Sai Zika
 
Acertando suas Contas
Acertando suas ContasAcertando suas Contas
Acertando suas Contas
 
EcoTelhado
EcoTelhadoEcoTelhado
EcoTelhado
 
Volume Morto Nunca Mais
Volume Morto Nunca MaisVolume Morto Nunca Mais
Volume Morto Nunca Mais
 
Projeto Iemanjá
Projeto IemanjáProjeto Iemanjá
Projeto Iemanjá
 
Viva Mariana
Viva MarianaViva Mariana
Viva Mariana
 
Projeto Help
Projeto HelpProjeto Help
Projeto Help
 
Princes Forever
Princes ForeverPrinces Forever
Princes Forever
 
Aquaman
AquamanAquaman
Aquaman
 
Projeto +Cana
Projeto +CanaProjeto +Cana
Projeto +Cana
 
Princess Forever
Princess ForeverPrincess Forever
Princess Forever
 
Ecobuilding
EcobuildingEcobuilding
Ecobuilding
 
Sanca GreenHouse
Sanca GreenHouseSanca GreenHouse
Sanca GreenHouse
 
Teto Amigo
Teto AmigoTeto Amigo
Teto Amigo
 
Projeto Lampião
Projeto LampiãoProjeto Lampião
Projeto Lampião
 
CONSEGS
CONSEGSCONSEGS
CONSEGS
 
Projeto Gestar
Projeto GestarProjeto Gestar
Projeto Gestar
 
Zika
ZikaZika
Zika
 

AmpliaçãoParqueAquatico

  • 1. Projeto: Ampliação Parque Aquático MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS. INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
  • 2. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 2 MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS. INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27 EMPRESA: GRUPO RIO QUENTE – RIO QUENTE RESORTS – HOT PARK Empresa de Hotelaria/Hospitalidade (Resort) e Entretenimento (Hot Park), com a missão de Proporcionar experiências fantásticas aos clientes. Com um PMO interno, juntamente com área de Inovação, para estudar, planejar e executar Novos Projetos, visando o Crescimento da Empresa. Os projetos de ampliação do Parque Aquático (Hot Park), são trabalhados como Novas Atrações, visando sempre a tendência mundial em Parques Aquáticos, Temáticas e Publico alvo. Grupo: Milton José dos Santos Filho Paulo Oberdã Silva Thales Müller Franco Rocha Ana Luiza Gonçalves Bueno
  • 3. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 3 MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS. INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27 TERMO DE ABERTURA DO PROJETO OBJETIVOS: Ampliação do Parque Aquático (Hot Park) do Grupo Rio Quente, com a construção de duas novas piscinas, infantil e adulto com toboáguas, para integração da família, proporcionando aos visitantes da Parque um maior conforto e aumentando a capacidade de publico. JUSTIFICATIVA: Atender a demanda crescente de visitantes do parque aquático (Hot Park) e revitalização das atrações do Grupo Rio Quente. REQUISITOS: Área disponível para a construção de mais duas piscinas. Que sejam construídas no máximo em 60 dias. Capacidade de 200 mil litros de água termal a piscina adulta e 100 mil litros de água termal a piscina infantil.
  • 4. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 4 MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS. INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27 DESIGNAÇÃO: Gerente de projetos Milton Filho com grande experiência em projetos de Arquitetura e Engenharia, voltados para Parque Aquáticos e Entretenimento. LISTA DE MILESTONES: 01/09/2015 - Reunião de kickoff 03/09/2015 - Apresentação do projeto 15/09/2015 – Inicio das obras 15/11/2015 – Entrega da obra final ORÇAMENTO: R$ 1.000.000,00 com recursos próprios.
  • 5. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 5 MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS. INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27 RISCOS E OPORTUNIDADES: RISCOS: Atraso na entrega do material. Chuvas em excesso. Greve dos trabalhadores OPORTUNIDADES: Entrega antes antecipada. PREMISSAS: Executar no prazo estipulado em cronograma, com o parque aquático em funcionamento, sem impactar os clientes. RESTRIÇÕES: Entrada e Saída de materiais, apenas antes das 9:00hs e após as 18:00hs.
  • 6. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 6 WBS - Projeto Ampliação do Parque Aquático – Hot Park 1 Gerenciamento do projeto 1.1 Reunião Kickoff 1.1.1 TAP 1.1.2 Plano do Projeto 1.1.3 Declaração do escopo 1.1.4 WBS 1.1.4.1 Cronograma 1.1.4.2 Orçamento 1.1.5 Controle 1.1.5.1 Relatório de desempenho 1.1.5.2 Acompanhamento 1.2 Planejamento 1.2.1 Reunião com as equipes 1.2.2 Apresentação do projeto 1.3 Projeto de Engenharia 1.3.1 Arquitetônico 1.3.2 Estrutural 1.3.3 Contenção 1.4 Regularização do Projeto 1.4.1 Licenças ambientais
  • 7. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 7 WBS - Projeto Ampliação do Parque Aquático – Hot Park 1.5 Início da Obra 1.5.1 Serviços Preliminares 1.5.2 Terraplanagem e preparação do terreno 1.5.3 Armação estrutural 1.5.4 Concretagem das piscinas 1.5.5 Instalação da manta impermeabilizante 1.6 Acabamento 1.6.1 Colocação dos azulejos nas piscinas 1.6.2 Instalação hidráulica e elétrica 1.6.3 Instalação dos tobogãs 1.7 Testes de resistência e qualidade 1.8 Publicidade 1.8.1 Plano de Divulgação 1.9 Contratação 1.9.1 Seleção e recrutamento 1.9.2 Treinamentos 1.9.3 Alocação 1.10 Entrega final 1.10.1 Relatório final 1.10.2 Relatório lições aprendidas
  • 8. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 8 Projeto Ampliação do Parque Aquático 1 Gerenciamento do projeto 1.1 Reunião Kickoff 1.1.1 TAP 1.1.2 Plano do Projeto 1.1.3 Declaração do escopo 1.1.4 WBS 1.1.4.1 Cronograma 1.1.4.2 Orçamento 1.1.5 Controle 1.1.5.1 Relatório de desempenho 1.1.5.2 Acompanhament o 1.2 Planejamento 1.2.1 Reunião com as equipes 1.2.2 Apresentação do projeto 1.3 Projeto de Engenharia 1.3.1 Arquitetônico 1.3.2 Estrutural 1.3.3 Contenção 1.4 Regularização do Projeto 1.4.1 Licenças ambientais 1.5 Início da Obra 1.5.1 Serviços Preliminares 1.5.2 Terraplanagem e preparação do terreno 1.5.3 Armação Estrutural 1.5.4 Concretagem das piscinas 1.5.5 Instalação da manta impermeabilizant e 1.6 Acabamento 1.6.1 Colocação dos azulejos nas piscinas 1.6.2 Instalação hidráulica e elétrica 1.6.3 Instalação dos tobogãs 1.7 Testes de resistência e qualidade 1.8 Publicidade 1.8.1 Plano de Divulgação 1.9 Contratação 1.9.1 Seleção e recrutamento 1.9.2 Treinamentos 1.9.3 Alocação 1.10 Entrega final 1.10.1 Relatório final 1.10.2 Relatório lições aprendidas
  • 9. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS Dicionário WBS 9 EAP PACOTE DE TRABALHO ESPECIFICAÇÃO CRITÉRIOS DE ACEITAÇÃO 1 1 1.1.1 TAP Termo de Abertura do Projeto, onde é autorizado formalmente que o projeto inicie. É preenchido com as informações disponiveis no momento de abertura e inicio do projeto Assinado por Sponsor com autoridade e autonomia para autorizar o projeto. 1.1.2 PLANO DO PROJETO Documentos de integração, de planejamento, para serem a base line do projeto Documentos aprovados pela equipe do projeto e alinhado com os stakeholders, de acordo com o nivel de importancia de cada um. 1.1.3 DECLARAÇÃO DE ESCOPO Documento onde é levantado todo o escopo pela equipe do projeto. Aprovado pelo GP e Sponsor. Conter todos os itens, para gerar a WBS. 1.1.4 WBS ou EAP, Estrutura Analitica do projeto. Documento que será base para os outros documentos (Cronograma, Orçamento, etc). Contendo estruturação do escopo, com todas as fases de projeto. 1.1.4.1 CRONOGRAMA Estimado os prazos, com alguma técnica, (Ex. PERT), para formar o prazo total de entrega do projeto. Conter todo o escopo da WBS 1.1.4.2 ORÇAMENTO Estimar os custos para execução de todos o projeto Conter todo o escopo da WBS 1.1.5.1 RELATÓRIO DE DESEMPENHO Ter parametros e metricas em relação ao Plano do Projeto (Base Line) Parametros para todos os itens da WBS. 1.1.5.2 ACOMPANHAMENTO Medir o previsto x realizado, periodicamente durante toda a execução do projeto. Estar de acordo com o Plano do Projeto. 1.2 1.2.1 REUNIÃO COM AS EQUIPES Reunião periodica, com pautas antecipadas e registrado em atas. Atas de Reuniões com assinaturas do participantes. 1.2.2 APRESENTAÇÃO DO PROJETO Apresentação formal do Plano de Projeto, ao Sponsor, equipe, Stakeholders. Aprovação do projeto pelo Sponsor. 1.3 1.3.1 ARQUITETÔNICO Desenhos, plantas, cortes, elevações, perspectivas, memoriais, especificações, nas etapas de projeto basico, legal, executivo. Aprovação dos desenhos em cada uma das etapas. Recebimento conforme as normas tecnicas. 1.3.2 ESTRUTURAL Desenhos, plantas, cortes, elevações, perspectivas, memoriais, nas etapas de projeto basico e executivo. Aprovação dos desenhos em cada uma das etapas. Recebimento conforme as normas tecnicas. 1.3.3 CONTENÇÃO Desenhos, plantas, cortes, elevações, perspectivas, memoriais, nas etapas de projeto basico e executivo. Aprovação dos desenhos em cada uma das etapas. Recebimento conforme as normas tecnicas. 1.4 1.4.1 LICENÇAS AMBIENTAIS Requisito previsto em lei, que deve ser atendido mediante apresentação da documentação relativo ao empreendimento na agencia ambiental. Licença expedida pela Prefeitura. 1.5 1.5.1 SERVIÇOS PRELIMINARES Serviços para iniciar a obra. Canteiro, Instalações provisórias, equipamentos, etc. Conforme inspeções em campo por técnico de qualidade, aferindo de acordo com os padrões estabelecidos no plano do gerenciamento da qualidade. 1.5.2 TERRAPLANAGEM E PREPARAÇÃO DO TERRENO Movimentação de Terra, conforme projeto. Conforme inspeções em campo por técnico de qualidade, aferindo de acordo com os padrões estabelecidos no plano do gerenciamento da qualidade. 1.5.3 ARMAÇÃO ESTRUTURAL Corte e dobra de aço, conforme projeto de estrutura Conforme inspeções em campo por técnico de qualidade, aferindo de acordo com os padrões estabelecidos no plano do gerenciamento da qualidade. AMPLIAÇÃO PARQUE AQUATICO GERENCIAMENTO DO PROJETO PLANEJAMENTO PROJETO DE ENGENHARIA REGULARIZAÇÃO DO PROJETO INICIO DA OBRA
  • 10. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS Dicionário WBS 10 EAP PACOTE DE TRABALHO ESPECIFICAÇÃO CRITÉRIOS DE ACEITAÇÃO 1 1 1.5.4 CONCRETAGEM DAS PISCINAS Bombeamento, Lançamento, Adensamento, conforme projeto de estrutura. Conforme inspeções em campo por técnico de qualidade, aferindo de acordo com os padrões estabelecidos no plano do gerenciamento da qualidade. 1.5.5 INSTALAÇÃO DA MANTA IMPERMEABILIZANTE Nas áreas molhadas, conforme indicação dos memoriais dos projetos executivos. Conforme inspeções em campo por técnico de qualidade, aferindo de acordo com os padrões estabelecidos no plano do gerenciamento da qualidade. 1.6 1.6.1 COLOCAÇÃO DOS AZULEJOS NAS PISCINAS Assentamento do material especificado, confome técnica reconhecida e normas técnicas. Conforme inspeções em campo por técnico de qualidade, aferindo de acordo com os padrões estabelecidos no plano do gerenciamento da qualidade. 1.6.2 INSTALAÇÃO HIDRAULICA E ELÉTRICA Tubulações, Valvulas, registros, conforme projeto especifico. Conforme inspeções em campo por técnico de qualidade, aferindo de acordo com os padrões estabelecidos no plano do gerenciamento da qualidade. 1.6.3 INSTALAÇÃO DA MANTA IMPERMEABILIZANTE Aplicação de material especificado, conforme normas, recomendações do fabricante e boas práticas de engenharia. Conforme inspeções em campo por técnico de qualidade, aferindo de acordo com os padrões estabelecidos no plano do gerenciamento da qualidade. 1.7 1.8 1.8.1 PLANO DE DIVULGAÇÃO Lançar no mercado a Nova Atração, com foco no publico alvo, para aumentar a penetração dos clientes em 10%, conforme estudo de viabilidade. Apresentação e aprovação do Plano de MKT ao Sponsor. 1.9 1.9.1 SELEÇÃO E RECRUTAMENTO Recrutar e Selecionar profissionais, com ajuda da área de Talentos Humanos, para os cargos indicados no plano de gerenciamento de Recursos Humanos do projeto. Plano de Recursos Humanos aprovado. 1.9.2 TREINAMENTOS Treinar profissionais, conforme a necessidade do projeto, apresentado no Plano de Gerenciamento de recursos humanos. Plano de Treimanentos aprovado. 1.10 1.10.1 RELATÓRIO FINAL Relatório emitido com toda documentação do projeto, para aquivamento do cliente. As builto do projeto. Relatório Final e As built verificado conforme itens contratuais. 1.10.2 RELATÓRIO LIÇÕES APRENDIDAS Planilha que ao longo do projeto, vai sendo registrado as lições aprendidas, para consolidação no final do projeto e ser utilizado por toda empresa. Consolidação da planilha. ACABAMENTO TESTES DE RESISTENCIA E QUALIDADE PUBLICIDADE CONTRATAÇÃO ENTREGA FINAL AMPLIAÇÃO PARQUE AQUATICO GERENCIAMENTO DO PROJETO
  • 11. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 11 MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS. INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
  • 12. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 12 MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS. INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
  • 13. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 13 MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS. INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27
  • 14. PARQUE AQUÁTICO – RIO QUENTE RESORTS 14 MBA FGV – GERENCIAMENTO DE PROJETOS. INTEGRAÇÃO, GOIÂNIA, GP27