SlideShare uma empresa Scribd logo
q

adoração
Allan Kardec – O LIVRO DOS ESPÍRITOS.

q
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com
www.luzdoespiritismo.com

649. Em que consiste a
adoração?
“Na elevação do pensamento a
Deus. Deste, pela adoração,
aproxima o homem sua alma.”
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 649.
www.luzdoespiritismo.com

650. Origina-se de um
sentimento inato a
adoração, ou é fruto de
ensino?
“Sentimento inato, como o
da existência de Deus. A
consciência da sua
fraqueza leva o homem a
curvar-se diante daquele
que o pode proteger.”
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 650.
www.luzdoespiritismo.com

651. Terá havido povos
destituídos de todo
sentimento de adoração?
“Não, que nunca houve
povos de ateus. Todos
compreendem que acima de
tudo há um Ente Supremo.”
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 651.
www.luzdoespiritismo.com

652. Poder-se-á considerar
a lei natural como fonte
originária da adoração?
“A adoração está na lei
natural, pois resulta de
um sentimento inato no
homem. Por essa razão é
que existe entre todos os
povos, se bem que sob
formas diferentes.”
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 652.
www.luzdoespiritismo.com

TEXTOS RELACIONADOS:

6. O sentimento íntimo que
temos da existência de
Deus não poderia ser fruto
da educação, resultado de
ideias adquiridas?
"Se assim fosse, por que
existiria nos vossos
selvagens esse sentimento?"
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 6.
www.luzdoespiritismo.com

Se o sentimento da
existência de um ser
supremo fosse tão-somente
produto de um ensino, não
seria universal e não
existiria senão nos que
houvessem podido receber
esse ensino, conforme se dá
com as noções científicas.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 6.
www.luzdoespiritismo.com

653. Precisa de
manifestações exteriores a
adoração?
“A adoração verdadeira é
do coração. Em todas as
vossas ações, lembrai-vos
sempre de que um senhor
tem sobre vós o seu olhar.”
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 653.
www.luzdoespiritismo.com

653. a) Será útil a adoração
exterior?
“Sim, se não consistir num vão
simulacro. É sempre útil dar um
bom exemplo. Mas os que
somente por afetação e amorpróprio o fazem, desmentindo
com a conduta a aparente
piedade, mau exemplo dão e não
imaginam o mal que causam.”
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 653a .
www.luzdoespiritismo.com

654. Tem Deus preferência
pelos que o adoram desta ou
daquela maneira?
Deus prefere os que o adoram
do fundo do coração, com
sinceridade, fazendo o bem e
evitando o mal, aos que julgam
honrá-lo com cerimônias que os
não tornam melhores para com
os seus semelhantes.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
www.luzdoespiritismo.com

Todos os homens são irmãos
e filhos de Deus. Ele atrai a
si todos os que lhe obedecem
às leis, qualquer que seja a
forma sob que as exprimam.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
www.luzdoespiritismo.com

É hipócrita aquele cuja
piedade é apenas aparente.
Mau exemplo dá todo aquele
cuja adoração é afetada e
contradiz a sua conduta.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
www.luzdoespiritismo.com

Declaro-vos que somente
nos lábios e não na alma
tem religião aquele que
professa adorar o Cristo,
mas que é orgulhoso,
invejoso e cioso, duro e
implacável para com
outrem, ou ambicioso dos
bens deste mundo.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
www.luzdoespiritismo.com

Deus, que tudo vê, dirá: o
que conhece a verdade é
cem vezes mais culpado do
mal que faz, do que o
selvagem ignorante que vive
no deserto. E como tal será
tratado no dia da justiça.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
www.luzdoespiritismo.com

Se um cego, ao passar, vos
derruba, perdoá-lo-eis; se
for um homem que enxerga
perfeitamente bem, queixarvos-eis e com razão.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
www.luzdoespiritismo.com

“Não pergunteis, pois, se
alguma forma de adoração há
que mais convenha, porque
equivaleria a perguntardes se
mais agrada a Deus ser
adorado num idioma do que
noutro. Ainda uma vez vos
digo: até ele não chegam os
cânticos, senão quando passam
pela porta do coração.”
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
www.luzdoespiritismo.com

656. À adoração individual
será preferível a adoração
em comum?
Reunidos pela comunhão
dos pensamentos e dos
sentimentos, mais força têm
os homens para atrair a si
os Espíritos bons.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 656 .
www.luzdoespiritismo.com

O mesmo se dá quando
se reúnem para adorar a
Deus. Não creias,
todavia, que menos
valiosa seja a adoração
particular, pois que cada
um pode adorar a Deus
pensando Nele.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 656 .
www.luzdoespiritismo.com

657. Os homens que se
consagram à vida
contemplativa, não
fazendo nenhum mal e só
pensando em Deus, têm
perante Ele algum mérito?
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 657. .
www.luzdoespiritismo.com

Não, porquanto se é certo
que não fazem o mal,
também o é que não
fazem o bem e são
inúteis. Ademais, não
fazer o bem já é um mal.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 657. .
www.luzdoespiritismo.com

Deus quer que o homem
pense Nele, mas não quer
que só Nele pense, pois
que lhe impôs deveres a
cumprir na Terra.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 657. .
www.luzdoespiritismo.com

Quem passa todo o tempo
na meditação e na
contemplação nada faz de
meritório aos olhos de
Deus, porque vive uma
vida toda pessoal e inútil à
Humanidade, e Deus lhe
pedirá contas do bem que
não houver feito.
Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 657. .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Orgulho: Pai de todos os vÍcios
Orgulho: Pai de todos os vÍciosOrgulho: Pai de todos os vÍcios
Orgulho: Pai de todos os vÍcios
Graça Maciel
 
Comemoração dos mortos
Comemoração dos mortosComemoração dos mortos
Comemoração dos mortos
Graça Maciel
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
Fernanda Pietra
 
Livro dos Espiritos Q525
Livro dos Espiritos Q525 Livro dos Espiritos Q525
Livro dos Espiritos Q525
Patricia Farias
 
Os minerais as plantas os animais e o homem
Os minerais as plantas os animais e o homemOs minerais as plantas os animais e o homem
Os minerais as plantas os animais e o homem
Graça Maciel
 
Desfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismoDesfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismo
Graça Maciel
 
Ser Espirita 2
Ser Espirita 2Ser Espirita 2
Ser Espirita 2
Izabel Cristina Fonseca
 
Infllência dos espiritos
Infllência dos espiritosInfllência dos espiritos
Infllência dos espiritos
Graça Maciel
 
Refletindo com Kardec 3
Refletindo com Kardec 3Refletindo com Kardec 3
Refletindo com Kardec 3
Graça Maciel
 
LE 475 e ESE cap3 item19
LE 475 e ESE cap3 item19LE 475 e ESE cap3 item19
LE 475 e ESE cap3 item19
Patricia Farias
 
Livro dos espiritos Q.459 e ESE cap3 item6
Livro dos espiritos Q.459 e ESE cap3 item6Livro dos espiritos Q.459 e ESE cap3 item6
Livro dos espiritos Q.459 e ESE cap3 item6
Patricia Farias
 
LE 634 e ESE cap. 5 item27
LE 634 e ESE cap. 5 item27LE 634 e ESE cap. 5 item27
LE 634 e ESE cap. 5 item27
Patricia Farias
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
Graça Maciel
 
Livro dos espíritos Q.465 e ESE cap3 item 8
Livro dos espíritos Q.465 e ESE cap3 item 8 Livro dos espíritos Q.465 e ESE cap3 item 8
Livro dos espíritos Q.465 e ESE cap3 item 8
Patricia Farias
 
50 como e porque acontecem as premonições
50 como e porque acontecem as premonições50 como e porque acontecem as premonições
50 como e porque acontecem as premonições
Antonio SSantos
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a lei
Graça Maciel
 
Livro dos espiritos 551 e Evangelho cap 6 item 6,7,8
Livro dos espiritos 551 e Evangelho cap 6 item 6,7,8Livro dos espiritos 551 e Evangelho cap 6 item 6,7,8
Livro dos espiritos 551 e Evangelho cap 6 item 6,7,8
Patricia Farias
 
Livro dos Espíritos 473 ESE cap3 item16
Livro dos Espíritos 473 ESE cap3 item16Livro dos Espíritos 473 ESE cap3 item16
Livro dos Espíritos 473 ESE cap3 item16
Patricia Farias
 
Simpatia e antipatia
Simpatia e antipatiaSimpatia e antipatia
Simpatia e antipatia
Graça Maciel
 
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
Carlos Alberto Freire De Souza
 

Mais procurados (20)

Orgulho: Pai de todos os vÍcios
Orgulho: Pai de todos os vÍciosOrgulho: Pai de todos os vÍcios
Orgulho: Pai de todos os vÍcios
 
Comemoração dos mortos
Comemoração dos mortosComemoração dos mortos
Comemoração dos mortos
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
 
Livro dos Espiritos Q525
Livro dos Espiritos Q525 Livro dos Espiritos Q525
Livro dos Espiritos Q525
 
Os minerais as plantas os animais e o homem
Os minerais as plantas os animais e o homemOs minerais as plantas os animais e o homem
Os minerais as plantas os animais e o homem
 
Desfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismoDesfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismo
 
Ser Espirita 2
Ser Espirita 2Ser Espirita 2
Ser Espirita 2
 
Infllência dos espiritos
Infllência dos espiritosInfllência dos espiritos
Infllência dos espiritos
 
Refletindo com Kardec 3
Refletindo com Kardec 3Refletindo com Kardec 3
Refletindo com Kardec 3
 
LE 475 e ESE cap3 item19
LE 475 e ESE cap3 item19LE 475 e ESE cap3 item19
LE 475 e ESE cap3 item19
 
Livro dos espiritos Q.459 e ESE cap3 item6
Livro dos espiritos Q.459 e ESE cap3 item6Livro dos espiritos Q.459 e ESE cap3 item6
Livro dos espiritos Q.459 e ESE cap3 item6
 
LE 634 e ESE cap. 5 item27
LE 634 e ESE cap. 5 item27LE 634 e ESE cap. 5 item27
LE 634 e ESE cap. 5 item27
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
 
Livro dos espíritos Q.465 e ESE cap3 item 8
Livro dos espíritos Q.465 e ESE cap3 item 8 Livro dos espíritos Q.465 e ESE cap3 item 8
Livro dos espíritos Q.465 e ESE cap3 item 8
 
50 como e porque acontecem as premonições
50 como e porque acontecem as premonições50 como e porque acontecem as premonições
50 como e porque acontecem as premonições
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a lei
 
Livro dos espiritos 551 e Evangelho cap 6 item 6,7,8
Livro dos espiritos 551 e Evangelho cap 6 item 6,7,8Livro dos espiritos 551 e Evangelho cap 6 item 6,7,8
Livro dos espiritos 551 e Evangelho cap 6 item 6,7,8
 
Livro dos Espíritos 473 ESE cap3 item16
Livro dos Espíritos 473 ESE cap3 item16Livro dos Espíritos 473 ESE cap3 item16
Livro dos Espíritos 473 ESE cap3 item16
 
Simpatia e antipatia
Simpatia e antipatiaSimpatia e antipatia
Simpatia e antipatia
 
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
 

Destaque

Lei de adoração
Lei de adoraçãoLei de adoração
Lei de adoração
Candice Gunther
 
Fascinação
FascinaçãoFascinação
Fascinação
Graça Maciel
 
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Qual é a tradução correta de hebreus 9
Qual é a tradução correta de hebreus 9Qual é a tradução correta de hebreus 9
Qual é a tradução correta de hebreus 9
wesley renilson silva
 
Olho que tudo ve na propaganda adventista
Olho que tudo ve na propaganda adventistaOlho que tudo ve na propaganda adventista
Olho que tudo ve na propaganda adventista
Efraim Ben Tzion
 
Babilônia e sua Mentiras
Babilônia e sua MentirasBabilônia e sua Mentiras
Babilônia e sua Mentiras
Web Master
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3
Graça Maciel
 
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismoLivro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Anderson Zilli
 
Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
Graça Maciel
 
Esboço sobre louvor & adoração
Esboço sobre louvor & adoraçãoEsboço sobre louvor & adoração
Esboço sobre louvor & adoração
César Detinha Nunes
 
Lei de adoração
Lei de adoraçãoLei de adoração
Lei de adoração
Carlos José Dalto
 
A verdadeira essência da adoração
A verdadeira essência da adoração A verdadeira essência da adoração
A verdadeira essência da adoração
Espaço Viver com Cristo
 
Lei de adoracao e espiritualide
Lei de adoracao e espiritualideLei de adoracao e espiritualide
Lei de adoracao e espiritualide
Claudio Macedo
 
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporalPrimeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
CeiClarencio
 
Obsessão - problema ou oportunidade de renovação?
Obsessão - problema ou oportunidade de renovação?Obsessão - problema ou oportunidade de renovação?
Obsessão - problema ou oportunidade de renovação?
Ricardo Azevedo
 
Lei de justiça
Lei de justiça Lei de justiça
Lei de justiça
grupodepaisceb
 
Lei de adoração palestra 2015
Lei de adoração palestra 2015Lei de adoração palestra 2015
Lei de adoração palestra 2015
Euzebio Raimundo da Silva
 
206 evento de lançamento de produto ou serviço case samsung s5
206 evento de lançamento de produto ou serviço case samsung s5206 evento de lançamento de produto ou serviço case samsung s5
206 evento de lançamento de produto ou serviço case samsung s5
alynecunha10
 
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
contatodoutrina2013
 
Da Lei de Adoração
Da Lei de AdoraçãoDa Lei de Adoração
Da Lei de Adoração
AlvoradaDaPaz
 

Destaque (20)

Lei de adoração
Lei de adoraçãoLei de adoração
Lei de adoração
 
Fascinação
FascinaçãoFascinação
Fascinação
 
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
081008 le–livro ii-cap.9–pactos-poder oculto-talismãs
 
Qual é a tradução correta de hebreus 9
Qual é a tradução correta de hebreus 9Qual é a tradução correta de hebreus 9
Qual é a tradução correta de hebreus 9
 
Olho que tudo ve na propaganda adventista
Olho que tudo ve na propaganda adventistaOlho que tudo ve na propaganda adventista
Olho que tudo ve na propaganda adventista
 
Babilônia e sua Mentiras
Babilônia e sua MentirasBabilônia e sua Mentiras
Babilônia e sua Mentiras
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3
 
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismoLivro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
Livro dos Espíritos - Introdução ao estudo do espiritismo
 
Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
 
Esboço sobre louvor & adoração
Esboço sobre louvor & adoraçãoEsboço sobre louvor & adoração
Esboço sobre louvor & adoração
 
Lei de adoração
Lei de adoraçãoLei de adoração
Lei de adoração
 
A verdadeira essência da adoração
A verdadeira essência da adoração A verdadeira essência da adoração
A verdadeira essência da adoração
 
Lei de adoracao e espiritualide
Lei de adoracao e espiritualideLei de adoracao e espiritualide
Lei de adoracao e espiritualide
 
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporalPrimeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
Primeiro Módulo - Aula 16 - Intervenção dos espiritos no mundo corporal
 
Obsessão - problema ou oportunidade de renovação?
Obsessão - problema ou oportunidade de renovação?Obsessão - problema ou oportunidade de renovação?
Obsessão - problema ou oportunidade de renovação?
 
Lei de justiça
Lei de justiça Lei de justiça
Lei de justiça
 
Lei de adoração palestra 2015
Lei de adoração palestra 2015Lei de adoração palestra 2015
Lei de adoração palestra 2015
 
206 evento de lançamento de produto ou serviço case samsung s5
206 evento de lançamento de produto ou serviço case samsung s5206 evento de lançamento de produto ou serviço case samsung s5
206 evento de lançamento de produto ou serviço case samsung s5
 
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
Aula sobre Livro dos Espíritos - Segunda parte - Cap. 9
 
Da Lei de Adoração
Da Lei de AdoraçãoDa Lei de Adoração
Da Lei de Adoração
 

Semelhante a Adoração

3.2 - Lei de Adoracao.pptx
3.2 - Lei de Adoracao.pptx3.2 - Lei de Adoracao.pptx
3.2 - Lei de Adoracao.pptx
Marta Gomes
 
Livro dos Espíritos 653 e ESE Cap.6
Livro dos Espíritos 653 e ESE Cap.6Livro dos Espíritos 653 e ESE Cap.6
Livro dos Espíritos 653 e ESE Cap.6
Patricia Farias
 
Da Lei de Adoração
Da Lei de AdoraçãoDa Lei de Adoração
Da Lei de Adoração
home
 
081203 le–livro iii, cap.2-objetivo da adoração-vida contemplativa
081203 le–livro iii, cap.2-objetivo da adoração-vida contemplativa081203 le–livro iii, cap.2-objetivo da adoração-vida contemplativa
081203 le–livro iii, cap.2-objetivo da adoração-vida contemplativa
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Roteiro 1 adoração = significado e objetivo
Roteiro 1   adoração = significado e objetivoRoteiro 1   adoração = significado e objetivo
Roteiro 1 adoração = significado e objetivo
Bruno Cechinel Filho
 
A Prece é agradável a Deus?
A Prece é agradável a Deus?A Prece é agradável a Deus?
A Prece é agradável a Deus?
Graça Maciel
 
Cultura x fe (encontro 1 de 8)
Cultura x fe (encontro 1 de 8)Cultura x fe (encontro 1 de 8)
Cultura x fe (encontro 1 de 8)
Pedro Siena
 
A prece é agradável a Deus?
A prece é agradável a Deus?A prece é agradável a Deus?
A prece é agradável a Deus?
Patrícia Ribeiro
 
Capítulo II - Lei de Adoração.docx
Capítulo II - Lei de Adoração.docxCapítulo II - Lei de Adoração.docx
Capítulo II - Lei de Adoração.docx
Marta Gomes
 
Reflexões awmergin o bardo
Reflexões   awmergin o bardoReflexões   awmergin o bardo
Reflexões awmergin o bardo
Awmergin O Bardo
 
Evangeliza - Lei do Progresso
Evangeliza - Lei do ProgressoEvangeliza - Lei do Progresso
Evangeliza - Lei do Progresso
Antonino Silva
 
Anjos guardiães
Anjos guardiãesAnjos guardiães
Anjos guardiães
Graça Maciel
 
A soberana graça de deus e a responsabilidade do homem (charles haddon spurgeon)
A soberana graça de deus e a responsabilidade do homem (charles haddon spurgeon)A soberana graça de deus e a responsabilidade do homem (charles haddon spurgeon)
A soberana graça de deus e a responsabilidade do homem (charles haddon spurgeon)
Deusdete Soares
 
Evangeliza - Lei de adoração
Evangeliza - Lei de adoraçãoEvangeliza - Lei de adoração
Evangeliza - Lei de adoração
Antonino Silva
 
OS FREIOS DA ALMA
OS FREIOS DA ALMAOS FREIOS DA ALMA
OS FREIOS DA ALMA
Vinicius Oliveira
 
Oração na ótica espírita - Baseada nos obras básicas do espiritismo
Oração na ótica espírita - Baseada nos obras básicas do espiritismoOração na ótica espírita - Baseada nos obras básicas do espiritismo
Oração na ótica espírita - Baseada nos obras básicas do espiritismo
Eduardo Ottonelli Pithan
 
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
carlos freire
 
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-1708300034092016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
carlos freire
 
Evangelho no lar
Evangelho no larEvangelho no lar
Evangelho no lar
Eduardo Ottonelli Pithan
 
aula 7 - evangelho no lar.pdf - esde - G6
aula 7 - evangelho no lar.pdf - esde - G6aula 7 - evangelho no lar.pdf - esde - G6
aula 7 - evangelho no lar.pdf - esde - G6
FilipeDuartedeBem
 

Semelhante a Adoração (20)

3.2 - Lei de Adoracao.pptx
3.2 - Lei de Adoracao.pptx3.2 - Lei de Adoracao.pptx
3.2 - Lei de Adoracao.pptx
 
Livro dos Espíritos 653 e ESE Cap.6
Livro dos Espíritos 653 e ESE Cap.6Livro dos Espíritos 653 e ESE Cap.6
Livro dos Espíritos 653 e ESE Cap.6
 
Da Lei de Adoração
Da Lei de AdoraçãoDa Lei de Adoração
Da Lei de Adoração
 
081203 le–livro iii, cap.2-objetivo da adoração-vida contemplativa
081203 le–livro iii, cap.2-objetivo da adoração-vida contemplativa081203 le–livro iii, cap.2-objetivo da adoração-vida contemplativa
081203 le–livro iii, cap.2-objetivo da adoração-vida contemplativa
 
Roteiro 1 adoração = significado e objetivo
Roteiro 1   adoração = significado e objetivoRoteiro 1   adoração = significado e objetivo
Roteiro 1 adoração = significado e objetivo
 
A Prece é agradável a Deus?
A Prece é agradável a Deus?A Prece é agradável a Deus?
A Prece é agradável a Deus?
 
Cultura x fe (encontro 1 de 8)
Cultura x fe (encontro 1 de 8)Cultura x fe (encontro 1 de 8)
Cultura x fe (encontro 1 de 8)
 
A prece é agradável a Deus?
A prece é agradável a Deus?A prece é agradável a Deus?
A prece é agradável a Deus?
 
Capítulo II - Lei de Adoração.docx
Capítulo II - Lei de Adoração.docxCapítulo II - Lei de Adoração.docx
Capítulo II - Lei de Adoração.docx
 
Reflexões awmergin o bardo
Reflexões   awmergin o bardoReflexões   awmergin o bardo
Reflexões awmergin o bardo
 
Evangeliza - Lei do Progresso
Evangeliza - Lei do ProgressoEvangeliza - Lei do Progresso
Evangeliza - Lei do Progresso
 
Anjos guardiães
Anjos guardiãesAnjos guardiães
Anjos guardiães
 
A soberana graça de deus e a responsabilidade do homem (charles haddon spurgeon)
A soberana graça de deus e a responsabilidade do homem (charles haddon spurgeon)A soberana graça de deus e a responsabilidade do homem (charles haddon spurgeon)
A soberana graça de deus e a responsabilidade do homem (charles haddon spurgeon)
 
Evangeliza - Lei de adoração
Evangeliza - Lei de adoraçãoEvangeliza - Lei de adoração
Evangeliza - Lei de adoração
 
OS FREIOS DA ALMA
OS FREIOS DA ALMAOS FREIOS DA ALMA
OS FREIOS DA ALMA
 
Oração na ótica espírita - Baseada nos obras básicas do espiritismo
Oração na ótica espírita - Baseada nos obras básicas do espiritismoOração na ótica espírita - Baseada nos obras básicas do espiritismo
Oração na ótica espírita - Baseada nos obras básicas do espiritismo
 
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
 
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-1708300034092016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
 
Evangelho no lar
Evangelho no larEvangelho no lar
Evangelho no lar
 
aula 7 - evangelho no lar.pdf - esde - G6
aula 7 - evangelho no lar.pdf - esde - G6aula 7 - evangelho no lar.pdf - esde - G6
aula 7 - evangelho no lar.pdf - esde - G6
 

Mais de Graça Maciel

Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos Espiritas
Graça Maciel
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1
Graça Maciel
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritas
Graça Maciel
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamento
Graça Maciel
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
Graça Maciel
 
Ação da prece
Ação da preceAção da prece
Ação da prece
Graça Maciel
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Graça Maciel
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévolo
Graça Maciel
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
Graça Maciel
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritas
Graça Maciel
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
Graça Maciel
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconhece
Graça Maciel
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Graça Maciel
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte
Graça Maciel
 
Hipocrisia na bíblia
Hipocrisia na bíblia Hipocrisia na bíblia
Hipocrisia na bíblia
Graça Maciel
 
A prece
A prece A prece
A prece
Graça Maciel
 

Mais de Graça Maciel (20)

Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos Espiritas
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritas
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamento
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
 
Ação da prece
Ação da preceAção da prece
Ação da prece
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévolo
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritas
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconhece
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte
 
Hipocrisia na bíblia
Hipocrisia na bíblia Hipocrisia na bíblia
Hipocrisia na bíblia
 
A prece
A prece A prece
A prece
 

Último

Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 

Último (12)

Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 

Adoração

  • 1. q adoração Allan Kardec – O LIVRO DOS ESPÍRITOS. q Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com
  • 2. www.luzdoespiritismo.com 649. Em que consiste a adoração? “Na elevação do pensamento a Deus. Deste, pela adoração, aproxima o homem sua alma.” Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 649.
  • 3. www.luzdoespiritismo.com 650. Origina-se de um sentimento inato a adoração, ou é fruto de ensino? “Sentimento inato, como o da existência de Deus. A consciência da sua fraqueza leva o homem a curvar-se diante daquele que o pode proteger.” Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 650.
  • 4. www.luzdoespiritismo.com 651. Terá havido povos destituídos de todo sentimento de adoração? “Não, que nunca houve povos de ateus. Todos compreendem que acima de tudo há um Ente Supremo.” Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 651.
  • 5. www.luzdoespiritismo.com 652. Poder-se-á considerar a lei natural como fonte originária da adoração? “A adoração está na lei natural, pois resulta de um sentimento inato no homem. Por essa razão é que existe entre todos os povos, se bem que sob formas diferentes.” Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 652.
  • 6. www.luzdoespiritismo.com TEXTOS RELACIONADOS: 6. O sentimento íntimo que temos da existência de Deus não poderia ser fruto da educação, resultado de ideias adquiridas? "Se assim fosse, por que existiria nos vossos selvagens esse sentimento?" Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 6.
  • 7. www.luzdoespiritismo.com Se o sentimento da existência de um ser supremo fosse tão-somente produto de um ensino, não seria universal e não existiria senão nos que houvessem podido receber esse ensino, conforme se dá com as noções científicas. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 6.
  • 8. www.luzdoespiritismo.com 653. Precisa de manifestações exteriores a adoração? “A adoração verdadeira é do coração. Em todas as vossas ações, lembrai-vos sempre de que um senhor tem sobre vós o seu olhar.” Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 653.
  • 9. www.luzdoespiritismo.com 653. a) Será útil a adoração exterior? “Sim, se não consistir num vão simulacro. É sempre útil dar um bom exemplo. Mas os que somente por afetação e amorpróprio o fazem, desmentindo com a conduta a aparente piedade, mau exemplo dão e não imaginam o mal que causam.” Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 653a .
  • 10. www.luzdoespiritismo.com 654. Tem Deus preferência pelos que o adoram desta ou daquela maneira? Deus prefere os que o adoram do fundo do coração, com sinceridade, fazendo o bem e evitando o mal, aos que julgam honrá-lo com cerimônias que os não tornam melhores para com os seus semelhantes. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
  • 11. www.luzdoespiritismo.com Todos os homens são irmãos e filhos de Deus. Ele atrai a si todos os que lhe obedecem às leis, qualquer que seja a forma sob que as exprimam. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
  • 12. www.luzdoespiritismo.com É hipócrita aquele cuja piedade é apenas aparente. Mau exemplo dá todo aquele cuja adoração é afetada e contradiz a sua conduta. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
  • 13. www.luzdoespiritismo.com Declaro-vos que somente nos lábios e não na alma tem religião aquele que professa adorar o Cristo, mas que é orgulhoso, invejoso e cioso, duro e implacável para com outrem, ou ambicioso dos bens deste mundo. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
  • 14. www.luzdoespiritismo.com Deus, que tudo vê, dirá: o que conhece a verdade é cem vezes mais culpado do mal que faz, do que o selvagem ignorante que vive no deserto. E como tal será tratado no dia da justiça. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
  • 15. www.luzdoespiritismo.com Se um cego, ao passar, vos derruba, perdoá-lo-eis; se for um homem que enxerga perfeitamente bem, queixarvos-eis e com razão. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
  • 16. www.luzdoespiritismo.com “Não pergunteis, pois, se alguma forma de adoração há que mais convenha, porque equivaleria a perguntardes se mais agrada a Deus ser adorado num idioma do que noutro. Ainda uma vez vos digo: até ele não chegam os cânticos, senão quando passam pela porta do coração.” Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 654 .
  • 17. www.luzdoespiritismo.com 656. À adoração individual será preferível a adoração em comum? Reunidos pela comunhão dos pensamentos e dos sentimentos, mais força têm os homens para atrair a si os Espíritos bons. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 656 .
  • 18. www.luzdoespiritismo.com O mesmo se dá quando se reúnem para adorar a Deus. Não creias, todavia, que menos valiosa seja a adoração particular, pois que cada um pode adorar a Deus pensando Nele. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 656 .
  • 19. www.luzdoespiritismo.com 657. Os homens que se consagram à vida contemplativa, não fazendo nenhum mal e só pensando em Deus, têm perante Ele algum mérito? Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 657. .
  • 20. www.luzdoespiritismo.com Não, porquanto se é certo que não fazem o mal, também o é que não fazem o bem e são inúteis. Ademais, não fazer o bem já é um mal. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 657. .
  • 21. www.luzdoespiritismo.com Deus quer que o homem pense Nele, mas não quer que só Nele pense, pois que lhe impôs deveres a cumprir na Terra. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 657. .
  • 22. www.luzdoespiritismo.com Quem passa todo o tempo na meditação e na contemplação nada faz de meritório aos olhos de Deus, porque vive uma vida toda pessoal e inútil à Humanidade, e Deus lhe pedirá contas do bem que não houver feito. Allan Kardec » O Livro dos Espíritos » questão, 657. .