SlideShare uma empresa Scribd logo
O Centro Espírita 
E o cristianismo primitivo
1-O que é um centro espírita? 
2-Pra que serve um centro espírita? 
3-Porque os centro s espíritas, em sua 
maioria ,tem poucos frequentadores? 
4-Como funciona a casa espírita no mundo 
espiritual? 
5- Qual a relação entre a casa espírita e a 
Casa do Caminho?
1- O que é um centro espírita? 
O Centro Espírita é muito mais do que a casa 
física que lhe serve de sede. 
Transcende às paredes, aos muros que o 
circundam e ao teto que o cobre. 
È um complexo espiritual em que se labora 
nos dois planos da vida, a física e a 
extrafísica, e com as duas humanidades, a 
dos encarnados e a dos Espíritos 
desencarnados.
Templo 
Casa 
Espírita 
Oficina 
Hospital 
Escola
2-Pra que serve um centro espírita? 
Promover o estudo, a difusão e a 
prática da Doutrina Espírita, 
atendendo as pessoas que 
buscam esclarecimento, 
orientação e amparo para seus 
problemas espirituais e morais.
Os 10 principais 
Recepção 
Palestras públicas 
Atendimento particular 
Livro de preces 
Assistência material 
Serviços do Centro 
Espírita 
Reunião mediúnica 
Passes 
Tratamento espiritual 
Estudo doutrinário 
Divulgação doutrinária
Aprender 
Uma vez que somos 
Espíritos que estamos 
na Terra para 
evoluirmos, é natural 
que o aprendizado 
seja uma das 
fundamentais tarefas 
do verdadeiro 
espírita. E, antes de 
ensinarmos 
Espiritismo a alguém, 
convém que o 
estudemos. Não se 
pode ensinar o que 
não se sabe. 
Ensinar 
O Espiritismo 
tem a função 
primordial de 
educar as 
criaturas, 
conduzindo-as 
ao equilíbrio 
através do 
conhecimento 
Assistir 
A tarefa de 
assistir ao 
próximo se 
divide em 
assistência 
espiritual e 
material.
3-Porque um centro espírita, em sua maioria ,tem poucos 
frequentadores? 
O crescimento que devemos esperar de nossas Casas Espíritas 
é que elas cresçam em valores Espirituais. 
Kardec era mais simpático a existência de um pequeno centro do que 
uma grande casa. 
Os pequenos agrupamentos propiciam uniformidade de sentimentos e 
menor divergência das ideias e das opiniões e menor facilidade de sofrer a 
influencia se espíritos perturbadores semeadores da discórdia. 
Não existe Espiritismo sem estudo
4- Como funciona a casa espírita no mundo 
espiritual?
Segurança 
Espiritual 
Equipe Médica 
Recursos 
Superiores
5- Qual a relação entre a Casa Espírita e a Casa 
do Caminho?
Com a certeza da 
ressurreição de Jesus, 
ressuscitava também o 
sonho daqueles homens 
simples de propagarem a 
mais linda história de amor 
trazida ao planeta Terra. 
Uma força irresistível os impulsionava para a 
formação de uma bonita fraternidade.
A Ascenção de Jesus 
Para se despedir daqueles que durante 
três nos foram seus companheiros de 
jornada, reuniu-os em local tranquilo fora 
dos muros de Jerusalém e diante de 
todos se elevou e desapareceu diante de 
uma nuvem que o ocultou de seus olhos. 
Atos 1:9 
Junto dele dois varões com vestes brancas e 
que disseram: Varões galileus que estais 
olhando para os céus? 
Então voltaram para Jerusalém e 
subiram para o cenáculo. 
Provavelmente esta foi a primeira 
reunião da Casa do Caminho e seu 
primeiro coordenador a figura 
venerável de Simão Pedro.
Reunidos oravam, cantavam, 
viviam e pregavam a Boa Nova. 
Nascia a Casa do Caminho, 
marco primeiro na fase áurea do 
Cristianismo primitivo. 
As orações eram poderosas e 
pregavam com tanto 
entusiasmo que por vezes o 
próprio prédio balançava em 
seus alicerces. 
(Atos 4 :31) 
“A terna recordação de Jesus não 
permitia discussões, a alegria estava em 
todos os corações viva e profunda... A 
recordação desses dois ou três 
primeiros anos ficou sendo como a de 
um paraíso terrestre, que o Cristianismo 
desde então procurava em todos os 
seus sonhos mas que debalde se 
esforçara por voltar.” ( Ernesto Renan)
A casa do caminho então, 
nasceu da irresistível e natural 
vontade que todo 
homem espiritual sente de se 
unir voluntariamente sob a égide 
de Jesus, para formar 
um grupo de pessoas afinizadas 
com a prece, com o estudo, com 
o trabalho e com a vivencia 
evangélica. 
Era a comunhão de pessoas 
simples que se propuseram a 
espalhar a verdade do Evangelho 
e praticá-lo 
Com estes propósitos fizeram 
desta casa uma escola, um 
hospital, uma oficina de trabalho, 
um local de oração e comunhão 
como Cristo.
Aprenderam com Jesus que nada era mais importante do que 
o crescimento espiritual de seus membros . 
Usavam o trabalho assistencial de distribuição de alimentos, 
de remédios, de roupas e até mesmo do dom da cura para 
alcançarem objetivo maior que era a evangelização 
Procuravam transformar o assistido em assistente e foi assim 
que aconteceu com Jeziel (Estevão o primeiro mártir do 
cristianismo primitivo) 
“Estevão cheio de graça e fortaleza, fazia grandes milagres e 
prodígios entre o povo. Mas alguns da sinagoga levantaram-se 
para disputar com ele. Não podiam porém resistir à 
sabedoria e ao Espírito que o inspirava” Atos 6
"poderemos atender a muitos doentes, 
ofertar um leito de repouso aos mais 
infelizes; mas sempre houve e haverá 
corpos enfermos e cansados na Terra. 
Na tarefa cristã, semelhante esforço não 
pode ser esquecido, mas a iluminação 
do espírito deve estar em primeiro lugar. 
Se o homem trouxesse o Cristo no 
íntimo, o quadro das necessidades seria 
completamente modificado".
Após a morte de Estevão, 
Saulo de 
Tarso empreendeu violenta 
perseguição 
`a Casa do Caminho. 
“No âmago das suas 
reflexões. Saulo 
Odiava aquele Cristo porque 
detestava 
A Estevão. Perseguiria 
inflexivelmente 
O Caminho na pessoa de 
quantos lhe estivessem 
associados.”
A conversão de Saulo de Tarso
Um centro espírita é uma 
escola onde podemos 
aprender e ensinar, plantar 
o bem e recolher-lhe as 
graças, aprimorar-nos e 
aperfeiçoar os outros, na 
senda eterna. 
Quando se abrem as portas 
de um templo espírita-cristão 
ou de um santuário 
doméstico, dedicado ao 
culto do Evangelho, uma 
luz divina acende-se nas 
trevas da ignorância 
humana e através dos raios 
benfazejos desse astro de 
fraternidade e 
conhecimento, que brilha 
para o bem da comunidade, 
os homens que dele se 
avizinham, ainda que não 
desejem, caminham, sem 
perceber, para a vida 
melhor. (Emmanuel

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
paikachambi
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Para os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesusPara os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesus
Tatiana Bonfim
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
grupodepaisceb
 
A lei do trabalho e do progresso!
A lei do trabalho e do progresso!A lei do trabalho e do progresso!
A lei do trabalho e do progresso!
Leonardo Pereira
 
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Denise Aguiar
 
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritasPalestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Divulgador do Espiritismo
 
Evangeliza - O Cristo Consolador
Evangeliza - O Cristo ConsoladorEvangeliza - O Cristo Consolador
Evangeliza - O Cristo Consolador
Antonino Silva
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
Clair Bianchini
 
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o EspiritismoCapítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
grupodepaisceb
 
Marcha do progresso
Marcha do progressoMarcha do progresso
Marcha do progresso
Graça Maciel
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
Fatoze
 
Espírito E Matéria
Espírito E MatériaEspírito E Matéria
Espírito E Matéria
Grupo Espírita Cristão
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Izabel Cristina Fonseca
 
Aula 8 - Médium/Mediunidade
Aula 8 - Médium/MediunidadeAula 8 - Médium/Mediunidade
Aula 8 - Médium/Mediunidade
Sergio Lima Dias Junior
 
Missão do homem inteligente na terra
Missão do homem inteligente na terraMissão do homem inteligente na terra
Missão do homem inteligente na terra
Graça Maciel
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
Ricardo Azevedo
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Ese cap 8 bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Ese cap 8  bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)Ese cap 8  bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Ese cap 8 bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Fernando Pinto
 

Mais procurados (20)

Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
 
Para os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesusPara os espíritas, quem é jesus
Para os espíritas, quem é jesus
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
 
A lei do trabalho e do progresso!
A lei do trabalho e do progresso!A lei do trabalho e do progresso!
A lei do trabalho e do progresso!
 
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
 
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritasPalestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
 
Evangeliza - O Cristo Consolador
Evangeliza - O Cristo ConsoladorEvangeliza - O Cristo Consolador
Evangeliza - O Cristo Consolador
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
 
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o EspiritismoCapítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
Capítulo XVI - Evangelho Segundo o Espiritismo
 
Marcha do progresso
Marcha do progressoMarcha do progresso
Marcha do progresso
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
 
Espírito E Matéria
Espírito E MatériaEspírito E Matéria
Espírito E Matéria
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
 
Aula 8 - Médium/Mediunidade
Aula 8 - Médium/MediunidadeAula 8 - Médium/Mediunidade
Aula 8 - Médium/Mediunidade
 
Missão do homem inteligente na terra
Missão do homem inteligente na terraMissão do homem inteligente na terra
Missão do homem inteligente na terra
 
Alegria de Viver
Alegria de Viver Alegria de Viver
Alegria de Viver
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
Ese cap 8 bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Ese cap 8  bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)Ese cap 8  bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
Ese cap 8 bem aventurados os que tem puro o coracao final (1)
 

Destaque

O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDECO CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
Jorge Luiz dos Santos
 
Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!
Leonardo Pereira
 
O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!
Leonardo Pereira
 
A casa espírita
A casa espírita A casa espírita
A casa espírita
telmacorte
 
O centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneraçãoO centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneração
umecamaqua
 
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITAO PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
Fatima Carvalho
 
O Centro Espírita - ESDE
O Centro Espírita - ESDEO Centro Espírita - ESDE
A palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espiritaA palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espirita
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Trabalhador espírita
Trabalhador espíritaTrabalhador espírita
Trabalhador espírita
Norberto Tomasini Jr
 
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existênciaA importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
Atendimento_CEACE
 
Saberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à EvangelizaçãoSaberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à Evangelização
igmateus
 
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
igmateus
 
Cristianismo e-espiritismo1
Cristianismo e-espiritismo1Cristianismo e-espiritismo1
Cristianismo e-espiritismo1
Emmanuel Sales
 
14 atividade espiritual no centro espírita
14   atividade espiritual no centro espírita14   atividade espiritual no centro espírita
14 atividade espiritual no centro espírita
jcevadro
 
Espiritismo Redivivo
Espiritismo RedivivoEspiritismo Redivivo
Espiritismo Redivivo
ield
 
O EVANGELHO E O FUTURO
O EVANGELHO E O FUTUROO EVANGELHO E O FUTURO
O EVANGELHO E O FUTURO
Jorge Luiz dos Santos
 
Mansão
MansãoMansão
Mansão
guest1719d2
 
Homenagem re spee
Homenagem re speeHomenagem re spee
Homenagem re spee
luizpuccini
 
O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!
Leonardo Pereira
 
OS MÉDIUNS
OS MÉDIUNSOS MÉDIUNS

Destaque (20)

O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDECO CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
O CENTRO ESPÍRITA SEGUNDO ALLAN KARDEC
 
Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!Dimensões espirituais do centro espírita!
Dimensões espirituais do centro espírita!
 
O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!
 
A casa espírita
A casa espírita A casa espírita
A casa espírita
 
O centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneraçãoO centro espírita na era de regeneração
O centro espírita na era de regeneração
 
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITAO PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
O PAPEL SOCIAL DA CASA ESPÍRITA
 
O Centro Espírita - ESDE
O Centro Espírita - ESDEO Centro Espírita - ESDE
O Centro Espírita - ESDE
 
A palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espiritaA palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espirita
 
Trabalhador espírita
Trabalhador espíritaTrabalhador espírita
Trabalhador espírita
 
A importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existênciaA importância do centro espírita na nossa atual existência
A importância do centro espírita na nossa atual existência
 
Saberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à EvangelizaçãoSaberes Necessários à Evangelização
Saberes Necessários à Evangelização
 
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
Trabalhador Espírita, vamos Trabalhar?
 
Cristianismo e-espiritismo1
Cristianismo e-espiritismo1Cristianismo e-espiritismo1
Cristianismo e-espiritismo1
 
14 atividade espiritual no centro espírita
14   atividade espiritual no centro espírita14   atividade espiritual no centro espírita
14 atividade espiritual no centro espírita
 
Espiritismo Redivivo
Espiritismo RedivivoEspiritismo Redivivo
Espiritismo Redivivo
 
O EVANGELHO E O FUTURO
O EVANGELHO E O FUTUROO EVANGELHO E O FUTURO
O EVANGELHO E O FUTURO
 
Mansão
MansãoMansão
Mansão
 
Homenagem re spee
Homenagem re speeHomenagem re spee
Homenagem re spee
 
O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!O centro espírita e nós!
O centro espírita e nós!
 
OS MÉDIUNS
OS MÉDIUNSOS MÉDIUNS
OS MÉDIUNS
 

Semelhante a O centro espírita

Dimensao espiritual do centro esprita
Dimensao  espiritual do centro espritaDimensao  espiritual do centro esprita
Dimensao espiritual do centro esprita
Claudio Macedo
 
Aconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espíritaAconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espírita
Tatiana Lucas
 
Aconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espíritaAconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espírita
Sonia Ishibashi
 
Aconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espíritaAconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espírita
Júlio César Soares
 
Boletim o pae setembro 2018
Boletim o pae   setembro 2018Boletim o pae   setembro 2018
Boletim o pae setembro 2018
O PAE PAE
 
Emanuel cristiano nora - aconteceu na casa espírita
Emanuel cristiano  nora  - aconteceu na casa espíritaEmanuel cristiano  nora  - aconteceu na casa espírita
Emanuel cristiano nora - aconteceu na casa espírita
Patrick François Jarwoski
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Alessandru2
 
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina EspíritaTríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Antonino Silva
 
Boletim OPAE maio 1 2019
Boletim OPAE  maio 1 2019 Boletim OPAE  maio 1 2019
Boletim OPAE maio 1 2019
O PAE PAE
 
Evang Lar
Evang LarEvang Lar
Evang Lar
cab3032
 
Evang Lar
Evang LarEvang Lar
Evang Lar
cab3032
 
Evang Lar
Evang LarEvang Lar
Evang Lar
cab3032
 
Culto do evangelho no lar
Culto do evangelho no larCulto do evangelho no lar
Culto do evangelho no lar
PAULA MODESTO
 
Licoesdosantuario pg
Licoesdosantuario pgLicoesdosantuario pg
Licoesdosantuario pg
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
O Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa EspíritaO Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa Espírita
Ricardo Azevedo
 
Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22
Candice Gunther
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismoO que é o espiritismo
O que é o espiritismo
André Gonçalves
 
Apresentação hospital APA
Apresentação hospital APAApresentação hospital APA
Apresentação hospital APA
Victor Passos
 
Espiritismo x evangelho
Espiritismo x evangelhoEspiritismo x evangelho
Espiritismo x evangelho
João Eduardo
 
Os dragões (apresentação Power Point)
Os dragões (apresentação Power Point)Os dragões (apresentação Power Point)
Os dragões (apresentação Power Point)
Silvânio Barcelos
 

Semelhante a O centro espírita (20)

Dimensao espiritual do centro esprita
Dimensao  espiritual do centro espritaDimensao  espiritual do centro esprita
Dimensao espiritual do centro esprita
 
Aconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espíritaAconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espírita
 
Aconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espíritaAconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espírita
 
Aconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espíritaAconteceu na casa espírita
Aconteceu na casa espírita
 
Boletim o pae setembro 2018
Boletim o pae   setembro 2018Boletim o pae   setembro 2018
Boletim o pae setembro 2018
 
Emanuel cristiano nora - aconteceu na casa espírita
Emanuel cristiano  nora  - aconteceu na casa espíritaEmanuel cristiano  nora  - aconteceu na casa espírita
Emanuel cristiano nora - aconteceu na casa espírita
 
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010Espiritismo e a casa esp+ìrita ii  agosto 2010
Espiritismo e a casa esp+ìrita ii agosto 2010
 
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina EspíritaTríplice Aspecto da Doutrina Espírita
Tríplice Aspecto da Doutrina Espírita
 
Boletim OPAE maio 1 2019
Boletim OPAE  maio 1 2019 Boletim OPAE  maio 1 2019
Boletim OPAE maio 1 2019
 
Evang Lar
Evang LarEvang Lar
Evang Lar
 
Evang Lar
Evang LarEvang Lar
Evang Lar
 
Evang Lar
Evang LarEvang Lar
Evang Lar
 
Culto do evangelho no lar
Culto do evangelho no larCulto do evangelho no lar
Culto do evangelho no lar
 
Licoesdosantuario pg
Licoesdosantuario pgLicoesdosantuario pg
Licoesdosantuario pg
 
O Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa EspíritaO Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa Espírita
 
Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismoO que é o espiritismo
O que é o espiritismo
 
Apresentação hospital APA
Apresentação hospital APAApresentação hospital APA
Apresentação hospital APA
 
Espiritismo x evangelho
Espiritismo x evangelhoEspiritismo x evangelho
Espiritismo x evangelho
 
Os dragões (apresentação Power Point)
Os dragões (apresentação Power Point)Os dragões (apresentação Power Point)
Os dragões (apresentação Power Point)
 

Mais de nelmarvoc

Palestra Espírita- Sua casa Mental "Casa adornada"
 Palestra Espírita- Sua casa Mental "Casa adornada" Palestra Espírita- Sua casa Mental "Casa adornada"
Palestra Espírita- Sua casa Mental "Casa adornada"
nelmarvoc
 
Palestra Pública - A verdadeira cura
Palestra Pública - A verdadeira curaPalestra Pública - A verdadeira cura
Palestra Pública - A verdadeira cura
nelmarvoc
 
Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas
 Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas
Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas
nelmarvoc
 
A cura de um lunático
A cura de um lunáticoA cura de um lunático
A cura de um lunático
nelmarvoc
 
Salvos pela fé
Salvos pela féSalvos pela fé
Salvos pela fé
nelmarvoc
 
Os sãos não precisam de médico
Os sãos não precisam de médicoOs sãos não precisam de médico
Os sãos não precisam de médico
nelmarvoc
 
As curas efetuadas por Jesus - Tanque de Betesda
 As curas efetuadas por Jesus  - Tanque de Betesda As curas efetuadas por Jesus  - Tanque de Betesda
As curas efetuadas por Jesus - Tanque de Betesda
nelmarvoc
 
O mordomo infiel
O mordomo infielO mordomo infiel
O mordomo infiel
nelmarvoc
 
Brilhe a vossa Luz.
Brilhe a vossa Luz.Brilhe a vossa Luz.
Brilhe a vossa Luz.
nelmarvoc
 
Palestra Pública Doutrina Espírita Tema Casa adornada
 Palestra Pública Doutrina Espírita Tema Casa adornada Palestra Pública Doutrina Espírita Tema Casa adornada
Palestra Pública Doutrina Espírita Tema Casa adornada
nelmarvoc
 
Nem Ouro Nem Prata
Nem Ouro Nem PrataNem Ouro Nem Prata
Nem Ouro Nem Prata
nelmarvoc
 
A Rediviva de Magdala
A Rediviva de MagdalaA Rediviva de Magdala
A Rediviva de Magdala
nelmarvoc
 
Direito a vida
Direito a vidaDireito a vida
Direito a vida
nelmarvoc
 
A FUGA PARA O EGITO
A FUGA PARA O EGITOA FUGA PARA O EGITO
A FUGA PARA O EGITO
nelmarvoc
 
Afonso revista espiritas 1858_1859_1
Afonso revista espiritas 1858_1859_1Afonso revista espiritas 1858_1859_1
Afonso revista espiritas 1858_1859_1
nelmarvoc
 

Mais de nelmarvoc (15)

Palestra Espírita- Sua casa Mental "Casa adornada"
 Palestra Espírita- Sua casa Mental "Casa adornada" Palestra Espírita- Sua casa Mental "Casa adornada"
Palestra Espírita- Sua casa Mental "Casa adornada"
 
Palestra Pública - A verdadeira cura
Palestra Pública - A verdadeira curaPalestra Pública - A verdadeira cura
Palestra Pública - A verdadeira cura
 
Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas
 Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas
Palestra Pública - Estudo do Evangelho - Sobre as águas
 
A cura de um lunático
A cura de um lunáticoA cura de um lunático
A cura de um lunático
 
Salvos pela fé
Salvos pela féSalvos pela fé
Salvos pela fé
 
Os sãos não precisam de médico
Os sãos não precisam de médicoOs sãos não precisam de médico
Os sãos não precisam de médico
 
As curas efetuadas por Jesus - Tanque de Betesda
 As curas efetuadas por Jesus  - Tanque de Betesda As curas efetuadas por Jesus  - Tanque de Betesda
As curas efetuadas por Jesus - Tanque de Betesda
 
O mordomo infiel
O mordomo infielO mordomo infiel
O mordomo infiel
 
Brilhe a vossa Luz.
Brilhe a vossa Luz.Brilhe a vossa Luz.
Brilhe a vossa Luz.
 
Palestra Pública Doutrina Espírita Tema Casa adornada
 Palestra Pública Doutrina Espírita Tema Casa adornada Palestra Pública Doutrina Espírita Tema Casa adornada
Palestra Pública Doutrina Espírita Tema Casa adornada
 
Nem Ouro Nem Prata
Nem Ouro Nem PrataNem Ouro Nem Prata
Nem Ouro Nem Prata
 
A Rediviva de Magdala
A Rediviva de MagdalaA Rediviva de Magdala
A Rediviva de Magdala
 
Direito a vida
Direito a vidaDireito a vida
Direito a vida
 
A FUGA PARA O EGITO
A FUGA PARA O EGITOA FUGA PARA O EGITO
A FUGA PARA O EGITO
 
Afonso revista espiritas 1858_1859_1
Afonso revista espiritas 1858_1859_1Afonso revista espiritas 1858_1859_1
Afonso revista espiritas 1858_1859_1
 

Último

Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 

Último (18)

Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 

O centro espírita

  • 1. O Centro Espírita E o cristianismo primitivo
  • 2. 1-O que é um centro espírita? 2-Pra que serve um centro espírita? 3-Porque os centro s espíritas, em sua maioria ,tem poucos frequentadores? 4-Como funciona a casa espírita no mundo espiritual? 5- Qual a relação entre a casa espírita e a Casa do Caminho?
  • 3. 1- O que é um centro espírita? O Centro Espírita é muito mais do que a casa física que lhe serve de sede. Transcende às paredes, aos muros que o circundam e ao teto que o cobre. È um complexo espiritual em que se labora nos dois planos da vida, a física e a extrafísica, e com as duas humanidades, a dos encarnados e a dos Espíritos desencarnados.
  • 4. Templo Casa Espírita Oficina Hospital Escola
  • 5. 2-Pra que serve um centro espírita? Promover o estudo, a difusão e a prática da Doutrina Espírita, atendendo as pessoas que buscam esclarecimento, orientação e amparo para seus problemas espirituais e morais.
  • 6. Os 10 principais Recepção Palestras públicas Atendimento particular Livro de preces Assistência material Serviços do Centro Espírita Reunião mediúnica Passes Tratamento espiritual Estudo doutrinário Divulgação doutrinária
  • 7. Aprender Uma vez que somos Espíritos que estamos na Terra para evoluirmos, é natural que o aprendizado seja uma das fundamentais tarefas do verdadeiro espírita. E, antes de ensinarmos Espiritismo a alguém, convém que o estudemos. Não se pode ensinar o que não se sabe. Ensinar O Espiritismo tem a função primordial de educar as criaturas, conduzindo-as ao equilíbrio através do conhecimento Assistir A tarefa de assistir ao próximo se divide em assistência espiritual e material.
  • 8. 3-Porque um centro espírita, em sua maioria ,tem poucos frequentadores? O crescimento que devemos esperar de nossas Casas Espíritas é que elas cresçam em valores Espirituais. Kardec era mais simpático a existência de um pequeno centro do que uma grande casa. Os pequenos agrupamentos propiciam uniformidade de sentimentos e menor divergência das ideias e das opiniões e menor facilidade de sofrer a influencia se espíritos perturbadores semeadores da discórdia. Não existe Espiritismo sem estudo
  • 9. 4- Como funciona a casa espírita no mundo espiritual?
  • 10. Segurança Espiritual Equipe Médica Recursos Superiores
  • 11. 5- Qual a relação entre a Casa Espírita e a Casa do Caminho?
  • 12. Com a certeza da ressurreição de Jesus, ressuscitava também o sonho daqueles homens simples de propagarem a mais linda história de amor trazida ao planeta Terra. Uma força irresistível os impulsionava para a formação de uma bonita fraternidade.
  • 13. A Ascenção de Jesus Para se despedir daqueles que durante três nos foram seus companheiros de jornada, reuniu-os em local tranquilo fora dos muros de Jerusalém e diante de todos se elevou e desapareceu diante de uma nuvem que o ocultou de seus olhos. Atos 1:9 Junto dele dois varões com vestes brancas e que disseram: Varões galileus que estais olhando para os céus? Então voltaram para Jerusalém e subiram para o cenáculo. Provavelmente esta foi a primeira reunião da Casa do Caminho e seu primeiro coordenador a figura venerável de Simão Pedro.
  • 14. Reunidos oravam, cantavam, viviam e pregavam a Boa Nova. Nascia a Casa do Caminho, marco primeiro na fase áurea do Cristianismo primitivo. As orações eram poderosas e pregavam com tanto entusiasmo que por vezes o próprio prédio balançava em seus alicerces. (Atos 4 :31) “A terna recordação de Jesus não permitia discussões, a alegria estava em todos os corações viva e profunda... A recordação desses dois ou três primeiros anos ficou sendo como a de um paraíso terrestre, que o Cristianismo desde então procurava em todos os seus sonhos mas que debalde se esforçara por voltar.” ( Ernesto Renan)
  • 15. A casa do caminho então, nasceu da irresistível e natural vontade que todo homem espiritual sente de se unir voluntariamente sob a égide de Jesus, para formar um grupo de pessoas afinizadas com a prece, com o estudo, com o trabalho e com a vivencia evangélica. Era a comunhão de pessoas simples que se propuseram a espalhar a verdade do Evangelho e praticá-lo Com estes propósitos fizeram desta casa uma escola, um hospital, uma oficina de trabalho, um local de oração e comunhão como Cristo.
  • 16. Aprenderam com Jesus que nada era mais importante do que o crescimento espiritual de seus membros . Usavam o trabalho assistencial de distribuição de alimentos, de remédios, de roupas e até mesmo do dom da cura para alcançarem objetivo maior que era a evangelização Procuravam transformar o assistido em assistente e foi assim que aconteceu com Jeziel (Estevão o primeiro mártir do cristianismo primitivo) “Estevão cheio de graça e fortaleza, fazia grandes milagres e prodígios entre o povo. Mas alguns da sinagoga levantaram-se para disputar com ele. Não podiam porém resistir à sabedoria e ao Espírito que o inspirava” Atos 6
  • 17. "poderemos atender a muitos doentes, ofertar um leito de repouso aos mais infelizes; mas sempre houve e haverá corpos enfermos e cansados na Terra. Na tarefa cristã, semelhante esforço não pode ser esquecido, mas a iluminação do espírito deve estar em primeiro lugar. Se o homem trouxesse o Cristo no íntimo, o quadro das necessidades seria completamente modificado".
  • 18. Após a morte de Estevão, Saulo de Tarso empreendeu violenta perseguição `a Casa do Caminho. “No âmago das suas reflexões. Saulo Odiava aquele Cristo porque detestava A Estevão. Perseguiria inflexivelmente O Caminho na pessoa de quantos lhe estivessem associados.”
  • 19. A conversão de Saulo de Tarso
  • 20. Um centro espírita é uma escola onde podemos aprender e ensinar, plantar o bem e recolher-lhe as graças, aprimorar-nos e aperfeiçoar os outros, na senda eterna. Quando se abrem as portas de um templo espírita-cristão ou de um santuário doméstico, dedicado ao culto do Evangelho, uma luz divina acende-se nas trevas da ignorância humana e através dos raios benfazejos desse astro de fraternidade e conhecimento, que brilha para o bem da comunidade, os homens que dele se avizinham, ainda que não desejem, caminham, sem perceber, para a vida melhor. (Emmanuel