SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Deus
de cada um de Nós
"Eu e o Pai somos um”, Jesus
(João 10:30)
Palestra de Ken Robinson, TED, As escolas acabam
com a criatividade
O que é Deus ou Quem é Deus?
“… uma menininha que estava numa aula de desenho.
Ela tinha seis anos e estava lá no fundo, desenhando.
A professora disse que essa menininha quase
nunca prestava atenção na aula, e dessa vez ela
prestou.
A professora ficou fascinada, foi até ela e perguntou: "O
que você está desenhando?" E a menina respondeu:
"Estou desenhando Deus." E a professora disse: "Mas
ninguém conhece a aparência de Deus."
E a menina disse: "Vão conhecer num minuto!"
"Desenhando Deus", crianças da evangelização infantil da
Seara A Caminho do Mestre, Birigui-SP
O que é Deus ou Quem é Deus?
"Desenhando Deus", crianças da evangelização infantil da
Seara A Caminho do Mestre, Birigui-SP
O que é Deus ou Quem é Deus?
O que é Deus ou Quem é Deus?
1. O que é Deus?
Deus é a inteligência suprema, causa primária
de todas as coisas.
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
Reflexão sobre a pergunta de Kardec
O pronome QUEM implica em identificação.
O pronome QUE define atividade, condição, qualificação.
Por isso Kardec, sabiamente, não pergunta quem é
Deus. Como identificá-lo? Onde nasceu?
Qual sua origem, idade, natureza íntima?
A pergunta que quase toda criança já fez
Se Deus é o Criador de tudo ...
Quem criou Deus?
Mais uma para
refletirmos ...
O que Deus estava fazendo
antes do Big Bang?
Primitivo
Provas e
Expiações
Regeneração
Feliz
Puro
O Ciclo Evolutivo dos Mundos
Tá vendo você aqui?
Será possível compreender
Deus a partir do nosso atual
estágio evolutivo?
7
O que é Deus?
3. Poder-se-ia dizer que Deus é o infinito?
Definição incompleta. Pobreza da linguagem
humana, insuficiente para definir o que está
acima da linguagem dos homens.
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
10. Pode o homem compreender a natureza
íntima de Deus?
Não; falta-lhe para isso o sentido.
Quais os nomes que damos a Deus!
Pai
Criador
Todo Poderoso
Senhor da Vida
Javé
Jeová
Senhor dos Exércitos
Potencialidade Pura
Divindade
Deus da Glória
Elohim
Ser Supremo
Providência Divina
Razão Universal
Allah
Altíssimo
Grande Arquiteto
O Alfa e o Ômega
Senhor do Universo
Nosso Senhor
Meu Deus do Céu!
Do Deus bárbaro e vingativo, imprevidente e
humanoide, ...
O Senhor dos Exércitos ao Deus de Amor
Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco,
pelo Espírito Joanna de Angelis
... lentamente passou com Jesus Cristo à
condição sublime de Pai, num conceito
afetuoso e ainda humano, porém compatível com
a humana capacidade de vivenciá-lo no seu dia a
dia.
O Senhor dos Exércitos ao Deus de Amor
Livro Entrega-te
a Deus, Divaldo
Franco, pelo
Espírito Joanna
de Angelis
Qual a nossa dificuldade em crer em Deus?
O Orgulho se
preocupa com
quem está certo.
A Humildade se
preocupa com o
que está certo.
(Anônimo)
Como pode existir algo que EU não consigo
compreender?
Como pode existir algo MAIOR do que EU?
O Materialismo combina com Deus?
"Afastar-se da religião é avanço civilizatório"
Richard Dawkins, Autor de Deus Um Delírio,
em entrevista ao Jornal Estado de São Paulo
"Deus sempre leva o crédito pelas coisas boas,
mas nunca a culpa pelas coisas ruins. Ele deixou
que a tragédia acontecesse! É incrível. Não sei se
alguém sobreviveu a esse acidente, mas se for o
caso, seria capaz de apostar que alguém
disse: ''Vejam que maravilhoso, Deus
salvou meu filho, minha filha, ou seja lá
quem for.'' Ninguém parece se dar conta
de que esse mesmo Deus deixou
todas as outras pessoas morrerem"
O Materialismo combina com Deus?
"Cientista brasileiro que mais perto chegou do
Prêmio Nobel"
Artigo: Prêmio Nobel: Foi quase, entrevista com o pesquisador César
Lattes, Revista Superinteressante
Cientistas costumam ter uma relação conturbada
com a religião. Como você lida com a fé?
Não tenho ligação com a religião. Tenho em casa
algumas bíblias que ganhei. São livros bonitos, mas
com os quais eu não tenho qualquer relação. Não sei
como religião e ciência se aproximam.
Como um Deus onipotente deixa acontecer um
maremoto que mata centenas de milhares de
pessoas?
O que é Deus?
9. Em que é que, na causa primária, se revela
uma inteligência suprema e superior a todas as
inteligências?
Tendes um provérbio que diz: Pela obra se
reconhece o autor. Pois bem! Vede a obra e
procurai o autor. O orgulho é que gera a
incredulidade. O homem orgulhoso nada
admite acima de si. Por isso é que ele se
denomina a si mesmo de espírito forte.
Pobre ser, que um sopro de Deus
pode abater!”
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
Existência de Deus 1/5
Conta-se que um velho
árabe analfabeto orava com
tanto fervor e com tanto
carinho, cada noite,
que, certa vez, o rico chefe
de grande caravana chamou-
o à sua presença e lhe
perguntou:
– Por que oras com tanta fé?
Como sabes que Deus
existe, quando nem ao
menos sabes ler?
Existência de Deus 2/5
– Grande senhor, conheço a
existência de Nosso Pai
Celeste pelos sinais dele.
– Como assim? – indagou o
chefe, admirado.
O servo humilde explicou-se:
– Quando o senhor recebe
uma carta de pessoa
ausente, como reconhece
quem a escreveu?
– Pela letra.
Existência de Deus 3/5
– Quando o senhor recebe
uma jóia, como é que se
informa quanto ao autor
dela?
– Pela marca do ourives.
O empregado sorriu e
acrescentou:
– Quando ouve passos de
animais, ao redor da tenda,
como sabe, depois, se foi um
carneiro, um
cavalo ou um boi?
– Pelos rastos – respondeu
o chefe, surpreendido.
Existência de Deus 4/5
Então, o velho crente
convidou-o para fora da
barraca e, mostrando-lhe o
céu, onde a Lua brilhava,
cercada por multidões de
estrelas, exclamou,
respeitoso:
– Senhor, aqueles
sinais, lá em cima, não
podem ser dos
homens!
Existência de Deus 5/5
- Plano de Aula Módulo 1 - 2o. Ciclo de Infância - Apostila FEB
- XAVIER, Francisco Cândido. Pai Nosso. Pelo Espírito Meimei. 27.
ed. Rio de Janeiro: FEB, 2006. Pg. 12 e 13.
Nesse momento, o
orgulhoso
caravaneiro, de olhos
lacrimosos, ajoelhou-
se na areia e
começou
a orar também.
O que é Deus?
13. Quando dizemos que Deus é eterno, infinito,
imutável, imaterial, único, onipotente,
soberanamente justo e bom, temos ideia
completa de seus atributos?
Do vosso ponto de vista, sim, porque credes
abranger tudo. Sabei, porém, que há coisas
que estão acima da inteligência do homem
mais inteligente, as quais a vossa linguagem,
restrita às vossas ideias e sensações, não
tem meios de exprimir.
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
Atributos da Divindade
Deus é eterno. Se tivesse tido princípio, teria saído
do nada, ou, então, também teria sido criado, por um
ser anterior. É assim que, de degrau em degrau,
remontamos ao infinito e à eternidade.
É imutável. Se estivesse sujeito a mudanças, as leis
que regem o Universo nenhuma estabilidade teriam.
É imaterial. Quer isto dizer que a sua natureza difere
de tudo o que chamamos matéria. De outro modo,
ele não seria imutável, porque estaria sujeito
às transformações da matéria.
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
Atributos da Divindade
É único. Se muitos Deuses houvesse, não haveria unidade
de vistas, nem unidade de poder na ordenação do Universo.
É onipotente. Ele o é, porque é único. Se não dispusesse
do soberano poder, algo haveria mais poderoso ou tão
poderoso quanto ele, que então não teria feito todas as
coisas. As que não houvesse feito seriam obra de outro
Deus.
É soberanamente justo e bom. A sabedoria providencial
das leis divinas se revela, assim nas mais pequeninas
coisas, como nas maiores, e essa sabedoria não
permite se duvide nem da justiça nem da bondade
de Deus.
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
Reflexões sobre Deus
Bençãos de Deus
Narra uma antiga história popular que um
modesto trabalhador braçal encontrava-se no
seu trato de terra lavrando-o, em um amanhecer
de beleza arrebatadora, ...
Bençãos de Deus
... quando se lhe acercou um
indivíduo citadino muito bem
vestido, materialista confesso,
que, impossibilitado de conter a
emoção e a arrogância diante
do festival de cor, som e magia
que a natureza lhe apresentava,
perguntou-lhe:
- Camponês, tu crês em Deus?
- Sim, senhor, eu creio em
Deus - respondeu-lhe o
homem simples.
- Então, nesta manhã
maravilhosa, mostra-me um
lugar onde Deus se encontra
e sorriu, sarcástico.
Bençãos de Deus
- O homem humilde olhou em volta, enquanto se apoiava ao
cabo da enxada, e depois, com naturalidade, respondeu:
- Senhor, eu não sou capaz de mostrar um lugar onde Deus
se encontra nesta paisagem iluminada. No entanto, eu peço
ao senhor para mostrar-me um lugar onde Deus não está.
Bençãos de Deus
Tomado de espanto o soberbo afastou-se
desconcertado.
Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis
156) Assim, o espírita está em comunhão mais
íntima com a Natureza?
Livro O Grande Enigma - Deus e o Universo, Léon Denis
Deus é o Concerto Universal
R.: Certamente; aí está a verdadeira comunhão
universal. No meio da Natureza, o espírita nunca
está só. O mundo dos espíritos o cerca; uma
proteção invisível o envolve; por toda a parte, ele
descobre um mistério e ouve vozes.
Sente que um amor imenso reside no fundo de
toda a vida; que cada ser repete um canto do
grande poema, e traz a sua nota particular para o
concerto universal.
Quando alguém perguntou ao eminente cientista
Jung se ele acreditava em Deus ele teria
respondido:
Saber é para sempre...
Livro Entrega-te
a Deus, Divaldo
Franco, pelo
Espírito Joanna
de Angelis
- Eu não acredito, Eu sei...
Sentir a presença de Deus!
"Saber é para sempre
enquanto crer é transitório."
Joanna de Angelis
"Há coisas que de tão
profundas só se sentem, não
se descrevem."
Léon Denis
Deus se encontra em toda a parte, onde quer que se
apresente a sua obra.32
Deus se encontra em toda a parte!
Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis
Desde a sinfonia Galáctica, nos espaços infinitos, até
o acelerado ritmo das micropartículas em suas órbitas.
Estamos todos imersos
no Amor de Deus!
Todos os seres que conhecemos, do verme ao
anjo, são herdeiros da Divindade que nos
confere a existência e todos somos depositários
de faculdades criadoras.
De um modo ou de outro, porém, tudo isto são
sempre as faculdades criadoras, herdadas de
Deus, em jogo permanente nos quadros da vida.
Todo ser é impulsionado a criar, na
organização, conservação e extensão
do Universo!
Livro No Mundo Maior, André Luiz, Psicografia Chico Xavier
34
Somos cocriadores da evolução
Vive de tal forma que te encontres perfeitamente
em sintonia com as bênçãos de Deus onde te
encontres e diante do que faças, até poderes
afirmar um dia, conforme Jesus elucidou:
35
Eu e o Pai somos Um!
Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis
- Eu e o Pai somos um...
Eu e o Pai somos um.
Jesus (João 10:30)
Já não sou eu quem vive.
É o Cristo que vive em mim.
Apóstolo Paulo (Gálatas 2:20)
Entusiasmo significa "Deus dentro de nós"
Como podemos
sentir a presença
Deus em todas as
nossas ações?
A Pergunta que fica...
 O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
 Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis
 Livro Pai Nosso, Chico Xavier, Pelo Espírito Meimei.
 QUE É DEUS? - definição espírita de Deus,
http://grupoallankardec.blogspot.com.br/2010/09/que-e-deus.html
 Richard Dawkins, Autor de Deus Um Delírio, em entrevista ao Jornal
Estado de São Paulo
 Artigo: Prêmio Nobel: Foi quase, entrevista com o pesquisador César
Lattes, Revista Superinteressante
 Palestra de Ken Robinson, TED, As escolas acabam com a criatividade,
https://www.ted.com/talks/ken_robinson_says_schools_kill_creativity/
 Livro No Mundo Maior, André Luiz, Psicografia Chico Xavier
 Livro O Grande Enigma - Deus e o Universo, Léon Denis
Referências Bibliográficas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIODESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
Jorge Luiz dos Santos
 

Mais procurados (20)

UM DESAFIO CHAMADO FAMIÍLIA
UM DESAFIO CHAMADO FAMIÍLIAUM DESAFIO CHAMADO FAMIÍLIA
UM DESAFIO CHAMADO FAMIÍLIA
 
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvaçãoCap 15 Fora da caridade não há salvação
Cap 15 Fora da caridade não há salvação
 
Finalidades da reencarnação.pptx2
Finalidades da reencarnação.pptx2Finalidades da reencarnação.pptx2
Finalidades da reencarnação.pptx2
 
O livro dos espíritos !
O  livro dos espíritos !O  livro dos espíritos !
O livro dos espíritos !
 
Fundamentos e Finalidade da Reencarnação.pdf
Fundamentos e Finalidade da Reencarnação.pdfFundamentos e Finalidade da Reencarnação.pdf
Fundamentos e Finalidade da Reencarnação.pdf
 
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
Ensaio teórico das sensações e percepções dos Espíritos.
 
providência divina
providência divinaprovidência divina
providência divina
 
A verdadeira propriedade
A verdadeira propriedadeA verdadeira propriedade
A verdadeira propriedade
 
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novoNinguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
Ninguém pode ver o Reino dos Céus se não nascer de novo
 
Felicidade E Infelicidade Relativa
Felicidade E  Infelicidade  RelativaFelicidade E  Infelicidade  Relativa
Felicidade E Infelicidade Relativa
 
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTEVISÃO ESPÍRITA DA MORTE
VISÃO ESPÍRITA DA MORTE
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
Perispírito
PerispíritoPerispírito
Perispírito
 
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
 
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitosPalestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
Palestra Espírita - Bem aventurados os aflitos
 
Casamento na ótica espirita
Casamento na ótica espiritaCasamento na ótica espirita
Casamento na ótica espirita
 
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIODESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
DESTINO, FATALIDADE E LIVRE-ARBÍTRIO
 
INFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDAS
INFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDASINFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDAS
INFLUENCIA DOS ESPIRITOS EM NOSSAS VIDAS
 
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas   1,5hInfluência dos espíritos em nossas vidas   1,5h
Influência dos espíritos em nossas vidas 1,5h
 

Semelhante a O Deus de cada um de nós

Capitulo I - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
Capitulo I - Deus. Deus e o infinito. PanteísmoCapitulo I - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
Capitulo I - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
Marta Gomes
 
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]gutoFund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Guto Ovsky
 
1.1 - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
1.1 - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo1.1 - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
1.1 - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
Marta Gomes
 
Módulo III - Aula III - Mansão Espírita
Módulo III - Aula III - Mansão EspíritaMódulo III - Aula III - Mansão Espírita
Módulo III - Aula III - Mansão Espírita
brunoquadros
 
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
EWALDO DE SOUZA
 
João nunes maia miramez - filosofia espirita i
João nunes maia   miramez - filosofia espirita iJoão nunes maia   miramez - filosofia espirita i
João nunes maia miramez - filosofia espirita i
havatar
 

Semelhante a O Deus de cada um de nós (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 105 - Observação Primordial
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 105 - Observação PrimordialSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 105 - Observação Primordial
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 105 - Observação Primordial
 
A Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na CodificaçãoA Existência de Deus na Codificação
A Existência de Deus na Codificação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 55 - Coisas Invisíveis
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 55 - Coisas InvisíveisSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 55 - Coisas Invisíveis
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 55 - Coisas Invisíveis
 
080806 le-parte i-cap.1
080806 le-parte i-cap.1080806 le-parte i-cap.1
080806 le-parte i-cap.1
 
080806 le-parte i-cap.1-de deus
080806 le-parte i-cap.1-de deus080806 le-parte i-cap.1-de deus
080806 le-parte i-cap.1-de deus
 
Capitulo I - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
Capitulo I - Deus. Deus e o infinito. PanteísmoCapitulo I - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
Capitulo I - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
 
Livro dos Espiritos - PARTE 1 - DAS CAUSAS PRIMÁRIAS
Livro dos Espiritos - PARTE 1 - DAS CAUSAS PRIMÁRIASLivro dos Espiritos - PARTE 1 - DAS CAUSAS PRIMÁRIAS
Livro dos Espiritos - PARTE 1 - DAS CAUSAS PRIMÁRIAS
 
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]gutoFund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
Fund1Mod03Rot3e4-[2012]guto
 
A Existência de Deus na Codificação.pdf
A Existência de Deus na Codificação.pdfA Existência de Deus na Codificação.pdf
A Existência de Deus na Codificação.pdf
 
Parte 1 - Das Causa Primarias
Parte 1 - Das Causa PrimariasParte 1 - Das Causa Primarias
Parte 1 - Das Causa Primarias
 
Filosofia espirita volume i (psicografia joao nunes maia - espirito miramez)
Filosofia espirita   volume i (psicografia joao nunes maia - espirito miramez)Filosofia espirita   volume i (psicografia joao nunes maia - espirito miramez)
Filosofia espirita volume i (psicografia joao nunes maia - espirito miramez)
 
1.1 - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
1.1 - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo1.1 - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
1.1 - Deus. Deus e o infinito. Panteísmo
 
Evangeliza - Deus Sempre
Evangeliza - Deus SempreEvangeliza - Deus Sempre
Evangeliza - Deus Sempre
 
Fund I Mód III Rot 3
Fund I Mód III  Rot 3Fund I Mód III  Rot 3
Fund I Mód III Rot 3
 
Módulo III - Aula III - Mansão Espírita
Módulo III - Aula III - Mansão EspíritaMódulo III - Aula III - Mansão Espírita
Módulo III - Aula III - Mansão Espírita
 
D 01 Deus
D 01   DeusD 01   Deus
D 01 Deus
 
Revista conhecendo Deus
Revista   conhecendo DeusRevista   conhecendo Deus
Revista conhecendo Deus
 
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
6772159 joao-nunes-maia-espirito-miramez-filosofia-espirita-i
 
João nunes maia miramez - filosofia espirita i
João nunes maia   miramez - filosofia espirita iJoão nunes maia   miramez - filosofia espirita i
João nunes maia miramez - filosofia espirita i
 
Deus_As_Leis_De_Deus-Revisado_2023_kardec
Deus_As_Leis_De_Deus-Revisado_2023_kardecDeus_As_Leis_De_Deus-Revisado_2023_kardec
Deus_As_Leis_De_Deus-Revisado_2023_kardec
 

Mais de Ricardo Azevedo

Mais de Ricardo Azevedo (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição EspiritualSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 134 - Nutrição Espiritual
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 132 - Em tudo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a CrençaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 131 - O Mundo e a Crença
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - ConciliaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempreEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para istoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
 
O Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa EspíritaO Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa Espírita
 

Último (7)

Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
 
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
Boletim Espiral número 74, de abril de 2024
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 

O Deus de cada um de nós

  • 1. Deus de cada um de Nós "Eu e o Pai somos um”, Jesus (João 10:30)
  • 2. Palestra de Ken Robinson, TED, As escolas acabam com a criatividade O que é Deus ou Quem é Deus? “… uma menininha que estava numa aula de desenho. Ela tinha seis anos e estava lá no fundo, desenhando. A professora disse que essa menininha quase nunca prestava atenção na aula, e dessa vez ela prestou. A professora ficou fascinada, foi até ela e perguntou: "O que você está desenhando?" E a menina respondeu: "Estou desenhando Deus." E a professora disse: "Mas ninguém conhece a aparência de Deus." E a menina disse: "Vão conhecer num minuto!"
  • 3. "Desenhando Deus", crianças da evangelização infantil da Seara A Caminho do Mestre, Birigui-SP O que é Deus ou Quem é Deus?
  • 4. "Desenhando Deus", crianças da evangelização infantil da Seara A Caminho do Mestre, Birigui-SP O que é Deus ou Quem é Deus?
  • 5. O que é Deus ou Quem é Deus? 1. O que é Deus? Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas. O Livro dos Espíritos, Allan Kardec Reflexão sobre a pergunta de Kardec O pronome QUEM implica em identificação. O pronome QUE define atividade, condição, qualificação. Por isso Kardec, sabiamente, não pergunta quem é Deus. Como identificá-lo? Onde nasceu? Qual sua origem, idade, natureza íntima?
  • 6. A pergunta que quase toda criança já fez Se Deus é o Criador de tudo ... Quem criou Deus? Mais uma para refletirmos ... O que Deus estava fazendo antes do Big Bang?
  • 7. Primitivo Provas e Expiações Regeneração Feliz Puro O Ciclo Evolutivo dos Mundos Tá vendo você aqui? Será possível compreender Deus a partir do nosso atual estágio evolutivo? 7
  • 8. O que é Deus? 3. Poder-se-ia dizer que Deus é o infinito? Definição incompleta. Pobreza da linguagem humana, insuficiente para definir o que está acima da linguagem dos homens. O Livro dos Espíritos, Allan Kardec 10. Pode o homem compreender a natureza íntima de Deus? Não; falta-lhe para isso o sentido.
  • 9. Quais os nomes que damos a Deus! Pai Criador Todo Poderoso Senhor da Vida Javé Jeová Senhor dos Exércitos Potencialidade Pura Divindade Deus da Glória Elohim Ser Supremo Providência Divina Razão Universal Allah Altíssimo Grande Arquiteto O Alfa e o Ômega Senhor do Universo Nosso Senhor Meu Deus do Céu!
  • 10. Do Deus bárbaro e vingativo, imprevidente e humanoide, ... O Senhor dos Exércitos ao Deus de Amor Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis
  • 11. ... lentamente passou com Jesus Cristo à condição sublime de Pai, num conceito afetuoso e ainda humano, porém compatível com a humana capacidade de vivenciá-lo no seu dia a dia. O Senhor dos Exércitos ao Deus de Amor Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis
  • 12. Qual a nossa dificuldade em crer em Deus? O Orgulho se preocupa com quem está certo. A Humildade se preocupa com o que está certo. (Anônimo) Como pode existir algo que EU não consigo compreender? Como pode existir algo MAIOR do que EU?
  • 13. O Materialismo combina com Deus? "Afastar-se da religião é avanço civilizatório" Richard Dawkins, Autor de Deus Um Delírio, em entrevista ao Jornal Estado de São Paulo "Deus sempre leva o crédito pelas coisas boas, mas nunca a culpa pelas coisas ruins. Ele deixou que a tragédia acontecesse! É incrível. Não sei se alguém sobreviveu a esse acidente, mas se for o caso, seria capaz de apostar que alguém disse: ''Vejam que maravilhoso, Deus salvou meu filho, minha filha, ou seja lá quem for.'' Ninguém parece se dar conta de que esse mesmo Deus deixou todas as outras pessoas morrerem"
  • 14. O Materialismo combina com Deus? "Cientista brasileiro que mais perto chegou do Prêmio Nobel" Artigo: Prêmio Nobel: Foi quase, entrevista com o pesquisador César Lattes, Revista Superinteressante Cientistas costumam ter uma relação conturbada com a religião. Como você lida com a fé? Não tenho ligação com a religião. Tenho em casa algumas bíblias que ganhei. São livros bonitos, mas com os quais eu não tenho qualquer relação. Não sei como religião e ciência se aproximam. Como um Deus onipotente deixa acontecer um maremoto que mata centenas de milhares de pessoas?
  • 15. O que é Deus? 9. Em que é que, na causa primária, se revela uma inteligência suprema e superior a todas as inteligências? Tendes um provérbio que diz: Pela obra se reconhece o autor. Pois bem! Vede a obra e procurai o autor. O orgulho é que gera a incredulidade. O homem orgulhoso nada admite acima de si. Por isso é que ele se denomina a si mesmo de espírito forte. Pobre ser, que um sopro de Deus pode abater!” O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
  • 16. Existência de Deus 1/5 Conta-se que um velho árabe analfabeto orava com tanto fervor e com tanto carinho, cada noite, que, certa vez, o rico chefe de grande caravana chamou- o à sua presença e lhe perguntou: – Por que oras com tanta fé? Como sabes que Deus existe, quando nem ao menos sabes ler?
  • 17. Existência de Deus 2/5 – Grande senhor, conheço a existência de Nosso Pai Celeste pelos sinais dele. – Como assim? – indagou o chefe, admirado. O servo humilde explicou-se: – Quando o senhor recebe uma carta de pessoa ausente, como reconhece quem a escreveu? – Pela letra.
  • 18. Existência de Deus 3/5 – Quando o senhor recebe uma jóia, como é que se informa quanto ao autor dela? – Pela marca do ourives. O empregado sorriu e acrescentou: – Quando ouve passos de animais, ao redor da tenda, como sabe, depois, se foi um carneiro, um cavalo ou um boi? – Pelos rastos – respondeu o chefe, surpreendido.
  • 19. Existência de Deus 4/5 Então, o velho crente convidou-o para fora da barraca e, mostrando-lhe o céu, onde a Lua brilhava, cercada por multidões de estrelas, exclamou, respeitoso: – Senhor, aqueles sinais, lá em cima, não podem ser dos homens!
  • 20. Existência de Deus 5/5 - Plano de Aula Módulo 1 - 2o. Ciclo de Infância - Apostila FEB - XAVIER, Francisco Cândido. Pai Nosso. Pelo Espírito Meimei. 27. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2006. Pg. 12 e 13. Nesse momento, o orgulhoso caravaneiro, de olhos lacrimosos, ajoelhou- se na areia e começou a orar também.
  • 21. O que é Deus? 13. Quando dizemos que Deus é eterno, infinito, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom, temos ideia completa de seus atributos? Do vosso ponto de vista, sim, porque credes abranger tudo. Sabei, porém, que há coisas que estão acima da inteligência do homem mais inteligente, as quais a vossa linguagem, restrita às vossas ideias e sensações, não tem meios de exprimir. O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
  • 22. Atributos da Divindade Deus é eterno. Se tivesse tido princípio, teria saído do nada, ou, então, também teria sido criado, por um ser anterior. É assim que, de degrau em degrau, remontamos ao infinito e à eternidade. É imutável. Se estivesse sujeito a mudanças, as leis que regem o Universo nenhuma estabilidade teriam. É imaterial. Quer isto dizer que a sua natureza difere de tudo o que chamamos matéria. De outro modo, ele não seria imutável, porque estaria sujeito às transformações da matéria. O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
  • 23. Atributos da Divindade É único. Se muitos Deuses houvesse, não haveria unidade de vistas, nem unidade de poder na ordenação do Universo. É onipotente. Ele o é, porque é único. Se não dispusesse do soberano poder, algo haveria mais poderoso ou tão poderoso quanto ele, que então não teria feito todas as coisas. As que não houvesse feito seriam obra de outro Deus. É soberanamente justo e bom. A sabedoria providencial das leis divinas se revela, assim nas mais pequeninas coisas, como nas maiores, e essa sabedoria não permite se duvide nem da justiça nem da bondade de Deus. O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
  • 25. Bençãos de Deus Narra uma antiga história popular que um modesto trabalhador braçal encontrava-se no seu trato de terra lavrando-o, em um amanhecer de beleza arrebatadora, ...
  • 26. Bençãos de Deus ... quando se lhe acercou um indivíduo citadino muito bem vestido, materialista confesso, que, impossibilitado de conter a emoção e a arrogância diante do festival de cor, som e magia que a natureza lhe apresentava, perguntou-lhe: - Camponês, tu crês em Deus? - Sim, senhor, eu creio em Deus - respondeu-lhe o homem simples. - Então, nesta manhã maravilhosa, mostra-me um lugar onde Deus se encontra e sorriu, sarcástico.
  • 27. Bençãos de Deus - O homem humilde olhou em volta, enquanto se apoiava ao cabo da enxada, e depois, com naturalidade, respondeu: - Senhor, eu não sou capaz de mostrar um lugar onde Deus se encontra nesta paisagem iluminada. No entanto, eu peço ao senhor para mostrar-me um lugar onde Deus não está.
  • 28. Bençãos de Deus Tomado de espanto o soberbo afastou-se desconcertado. Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis
  • 29. 156) Assim, o espírita está em comunhão mais íntima com a Natureza? Livro O Grande Enigma - Deus e o Universo, Léon Denis Deus é o Concerto Universal R.: Certamente; aí está a verdadeira comunhão universal. No meio da Natureza, o espírita nunca está só. O mundo dos espíritos o cerca; uma proteção invisível o envolve; por toda a parte, ele descobre um mistério e ouve vozes. Sente que um amor imenso reside no fundo de toda a vida; que cada ser repete um canto do grande poema, e traz a sua nota particular para o concerto universal.
  • 30. Quando alguém perguntou ao eminente cientista Jung se ele acreditava em Deus ele teria respondido: Saber é para sempre... Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis - Eu não acredito, Eu sei...
  • 31. Sentir a presença de Deus! "Saber é para sempre enquanto crer é transitório." Joanna de Angelis "Há coisas que de tão profundas só se sentem, não se descrevem." Léon Denis
  • 32. Deus se encontra em toda a parte, onde quer que se apresente a sua obra.32 Deus se encontra em toda a parte! Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis Desde a sinfonia Galáctica, nos espaços infinitos, até o acelerado ritmo das micropartículas em suas órbitas.
  • 33. Estamos todos imersos no Amor de Deus!
  • 34. Todos os seres que conhecemos, do verme ao anjo, são herdeiros da Divindade que nos confere a existência e todos somos depositários de faculdades criadoras. De um modo ou de outro, porém, tudo isto são sempre as faculdades criadoras, herdadas de Deus, em jogo permanente nos quadros da vida. Todo ser é impulsionado a criar, na organização, conservação e extensão do Universo! Livro No Mundo Maior, André Luiz, Psicografia Chico Xavier 34 Somos cocriadores da evolução
  • 35. Vive de tal forma que te encontres perfeitamente em sintonia com as bênçãos de Deus onde te encontres e diante do que faças, até poderes afirmar um dia, conforme Jesus elucidou: 35 Eu e o Pai somos Um! Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis - Eu e o Pai somos um...
  • 36. Eu e o Pai somos um. Jesus (João 10:30) Já não sou eu quem vive. É o Cristo que vive em mim. Apóstolo Paulo (Gálatas 2:20) Entusiasmo significa "Deus dentro de nós"
  • 37. Como podemos sentir a presença Deus em todas as nossas ações? A Pergunta que fica...
  • 38.  O Livro dos Espíritos, Allan Kardec  Livro Entrega-te a Deus, Divaldo Franco, pelo Espírito Joanna de Angelis  Livro Pai Nosso, Chico Xavier, Pelo Espírito Meimei.  QUE É DEUS? - definição espírita de Deus, http://grupoallankardec.blogspot.com.br/2010/09/que-e-deus.html  Richard Dawkins, Autor de Deus Um Delírio, em entrevista ao Jornal Estado de São Paulo  Artigo: Prêmio Nobel: Foi quase, entrevista com o pesquisador César Lattes, Revista Superinteressante  Palestra de Ken Robinson, TED, As escolas acabam com a criatividade, https://www.ted.com/talks/ken_robinson_says_schools_kill_creativity/  Livro No Mundo Maior, André Luiz, Psicografia Chico Xavier  Livro O Grande Enigma - Deus e o Universo, Léon Denis Referências Bibliográficas

Notas do Editor

  1. Artigo QUE É DEUS? - definição espírita de Deus
  2. Orgulho é o filho primeiro do Egoísmo!
  3. Richard Dawkins é um zoólogo e etólogo evolucionista. Foi eleito em 2007 uma das cem pessoas mais influentes do mundo.
  4. Somos cocriadores da nossa própria evolução e cocriadores da Grande Obra da Regeneração.
  5. É o estímulo jubiloso para a criatura encontrar-se em perfeita sintonia com a Essência Divina. Livro Entrega-te a Deus, Joanna de Angelis, psicografia Divaldo Franco
  6. Para continuarmos neste fluxo e reflexão, a Pergunta que fica…