SlideShare uma empresa Scribd logo
Conhecer, Sentir, Viver Kardec

d
Ajuda-te a ti mesmo
que o céu te ajudará

d
www.luzdoespiritismo.com
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Pedi e se vos dará; buscai e
achareis; batei à porta e se vos
abrirá; porquanto, quem pede
recebe e quem procura acha e,
àquele que bata à porta, abrirse-á. (Mateus, cap. 7, vv. 7 a 11.)

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 1 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Qual o homem, dentre vós, que dá
uma pedra ao filho que lhe pede
pão? - Ou, se pedir um peixe, darlhe-á uma serpente? (Mateus, cap.
7, vv. 7 a 11.)

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 1 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

-Ora, se, sendo maus como sois,
sabeis dar boas coisas aos vossos
filhos, não é lógico que, com mais
forte razão, vosso Pai que está
nos céus dê os bens verdadeiros
aos que lhes pedirem? (Mateus,
cap. 7, vv. 7 a 11.)
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 1 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

-Ora, se, sendo maus como sois,
sabeis dar boas coisas aos vossos
filhos, não é lógico que, com mais
forte razão, vosso Pai que está
nos céus dê os bens verdadeiros
aos que lhes pedirem? (Mateus,
cap. 7, vv. 7 a 11.)
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 1 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Do ponto de vista terreno, a
máxima: Buscai e achareis é
análoga a esta outra: Ajuda-te a ti
mesmo, que o céu te ajudará. É o
princípio da lei do trabalho e, por
conseguinte, da lei do progresso,
porquanto o progresso é filho do
trabalho, visto que este põe em
ação as forças da inteligência.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 2.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Se Deus houvesse isentado do
trabalho do corpo o homem, seus
membros se teriam atrofiado; se o
houvesse isentado do trabalho da
inteligência, seu espírito teria
permanecido na infância, no estado
de instinto animal.

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 3.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Por isso é que lhe fez do trabalho
uma necessidade e lhe disse:
Procura e acharás; trabalha e
produzirás. Dessa maneira serás
filho das tuas obras, terás delas o
mérito e serás recompensado de
acordo com o que hajas feito.

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 3.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Em virtude desse princípio é que os
Espíritos não acorrem a poupar o
homem ao trabalho das pesquisas,
trazendo-lhe, já feitas e prontas a
ser utilizadas, descobertas e
invenções, de modo a não ter ele
mais do que tomar o que lhe
ponham nas mãos, sem o incômodo,
sequer, de abaixar-se para apanhar,
nem mesmo o de pensar.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 4.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Se assim fosse, o mais preguiçoso
poderia enriquecer-se e o mais
ignorante tornar-se sábio à custa
de nada e ambos se atribuírem o
mérito do que não fizeram.

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 4.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Não, os Espíritos não vêm isentar o
homem da lei do trabalho: vêm
unicamente mostrar-lhe a meta que
lhe cumpre atingir e o caminho que
a ela conduz, dizendo-lhe: Anda e
chegarás. Toparás com pedras;
olha e afasta-as tu mesmo. Nós te
daremos a força necessária, se a
quiseres empregar.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 4.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Do ponto de vista moral, essas
palavras de Jesus significam: Pedi
a luz que vos clareie o caminho e
ela vos será dada; pedi forças para
resistirdes ao mal e as tereis; pedi a
assistência dos bons Espíritos e eles
virão acompanhar-vos e, como o
anjo de Tobias, vos guiarão;...
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 5.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

...pedi bons conselhos e eles não
vos serão jamais recusados; batei à
nossa porta e ela se vos abrirá;
mas, pedi sinceramente, com fé,
confiança e fervor;...

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 5.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

...apresentai-vos com humildade e
não com arrogância, sem o que
sereis abandonados às vossas
próprias forças e as quedas que
derdes serão o castigo do vosso
orgulho.
Tal o sentido das palavras: buscai e
achareis; batei e abrir-se-vos-á.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 5.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Desta máxima: "Concedido vos será
o que quer que pedirdes pela prece",
fora ilógico deduzir que basta pedir
para obter e fora injusto acusar a
Providência se não acede a toda
súplica que se lhe faça, uma vez que
ela sabe, melhor do que nós, o que é
para nosso bem.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

É como procede um pai criterioso
que recusa ao filho o que seja
contrário aos seus interesses.

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Em geral, o homem apenas vê o
presente; ora, se o sofrimento é de
utilidade para a sua felicidade futura,
Deus o deixará sofrer, como o
cirurgião deixa que o doente sofra as
dores de uma operação que lhe trará
a cura.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

O que Deus lhe concederá sempre, se
ele o pedir com confiança, é a
coragem, a paciência, a resignação.
Também lhe concederá os meios de se
tirar por si mesmo das dificuldades,
mediante ideias que fará lhe sugiram
os bons Espíritos, deixando-lhe dessa
forma o mérito da ação.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Ele assiste os que se ajudam a si
mesmos, de conformidade com esta
máxima: "Ajuda-te, que o Céu te
ajudará"; não assiste, porém, os
que tudo esperam de um socorro
estranho, sem fazer uso das
faculdades que possui.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Entretanto, as mais das vezes, o que
o homem quer é ser socorrido por
milagre, sem despender o mínimo
esforço.

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Tomemos um exemplo. Um homem se
acha perdido no deserto. A sede o
martiriza horrivelmente. Desfalecido,
cai por terra. Pede a Deus que o
assista, e espera. Nenhum anjo lhe
virá dar de beber.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Contudo, um bom Espírito lhe sugere
a ideia de levantar-se e tomar um dos
caminhos que tem diante de si. Por
um movimento maquinal, reunindo
todas as forças que lhe restam, ele se
ergue, caminha e descobre ao longe
um regato.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Ao divisá-lo, ganha coragem. Se tem
fé, exclamará: "Obrigado, meu Deus,
pela ideia que me inspiraste e pela
força que me deste."

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Se lhe falta a fé, exclamará: "Que boa
ideia tive! Que sorte a minha de
tomar o caminho da direita, em vez do
da esquerda; o acaso, às vezes, nos
serve admiravelmente! Quanto me
felicito pela minha coragem e por não
me ter deixado abater!"
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Mas, dirão, por que o bom Espírito
não lhe disse claramente: "Segue este
caminho, que encontrarás o de que
necessitas"? Por que não se lhe
mostrou para o guiar e sustentar no
seu desfalecimento? Dessa maneira
tê-lo-ia convencido da intervenção da
Providência.
Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Primeiramente, para lhe ensinar que
cada um deve ajudar-se a si mesmo e
fazer uso das suas forças. Depois,
pela incerteza, Deus põe a prova a
confiança que nele deposita a criatura
e a submissão desta à sua vontade.

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Aquele homem estava na situação de
uma criança que cai e que, dando
com alguém, se põe a gritar e fica à
espera de que a venham levantar; se
não vê pessoa alguma, faz esforços e
se ergue sozinha.

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Se o anjo que acompanhou a Tobias
lhe houvera dito: "Sou enviado por
Deus para te guiar na tua viagem e te
preservar de todo perigo", nenhum
mérito teria tido Tobias.

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Fiando-se no seu companheiro, nem
sequer de pensar teria precisado.
Essa a razão por que o anjo só se deu
a conhecer ao regressarem.

Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Antes de esperar domar o mau
Espírito, é necessário domar a si
mesmo. De todos os meios para
adquirir a força para lá chegar, o
mais eficaz é a vontade secundada
pela prece, entenda-se a prece de
coração, e não de palavras, para as
quais a boca toma mais parte do que
o pensamento.
Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

É necessário rogar seu anjo guardião,
e os bons Espíritos, para nos assistir
na luta; mas não basta lhes pedir
para expulsarem o mau Espírito, é
necessário se lembrar desta máxima:

Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Ajuda-te, e o céu te ajudará, e lhes
pedir, sobretudo, a força que nos falta
para vencermos os nossos maus
pendores, que são para nós piores do
que os maus Espíritos, porque são
essas tendências que os atraem, como
a corrupção atrai as aves de rapina.
Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Pedindo também para o Espírito
obsessor, é restituir-lhe mal com o
bem, e se mostrar melhor do que ele,
o que já é uma superioridade. Com a
perseverança, frequentemente, acabase por conduzi-lo a melhores
sentimentos e de perseguidor se faz
um agradecido.
Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.
Conhecer, Sentir, Viver Kardec
www.luzdoespiritismo.com

Em resumo, a prece fervorosa, e os
esforços sérios para se melhorar, são
os únicos meios para afastar os maus
Espíritos que reconhecem seus
superiores naqueles que praticam o
bem, ao passo que as fórmulas os
fazem rir, a cólera e a impaciência os
excitam. É necessário deixá-los se
mostrando mais pacientes do que eles.
Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fe e caridade gec 05 12-2015
Fe e caridade  gec 05 12-2015Fe e caridade  gec 05 12-2015
Fe e caridade gec 05 12-2015
Izabel Cristina Fonseca
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
Graça Maciel
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
Sergio Menezes
 
AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
AMAI OS VOSSOS INIMIGOSAMAI OS VOSSOS INIMIGOS
AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
Jorge Luiz dos Santos
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Lei de causa e efeito
Lei de causa e efeitoLei de causa e efeito
Lei de causa e efeito
Ronaldo Pereira Rodrigues
 
Capitulo 24 e 25 evangelho segundo o espiritismo
Capitulo 24 e 25  evangelho segundo o espiritismoCapitulo 24 e 25  evangelho segundo o espiritismo
Capitulo 24 e 25 evangelho segundo o espiritismo
Roberta Andrade
 
Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"
Leonardo Pereira
 
O argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olhoO argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olho
home
 
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Euzebio Raimundo da Silva
 
Buscai e achareis 1 a 5
Buscai e achareis 1 a  5Buscai e achareis 1 a  5
Buscai e achareis 1 a 5
Angela Ewerling
 
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIVHonrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Fábio Paiva
 
Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!
Dalila Melo
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
De graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça daiDe graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça dai
Graça Maciel
 
O CONSOLADOR PROMETIDO
O CONSOLADOR PROMETIDOO CONSOLADOR PROMETIDO
O CONSOLADOR PROMETIDO
Jorge Luiz dos Santos
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
Divulgador do Espiritismo
 
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiCapítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Eduardo Ottonelli Pithan
 
O homem no mundo
O homem no mundoO homem no mundo
O homem no mundo
Denise Tofoli
 

Mais procurados (20)

Fe e caridade gec 05 12-2015
Fe e caridade  gec 05 12-2015Fe e caridade  gec 05 12-2015
Fe e caridade gec 05 12-2015
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
AMAI OS VOSSOS INIMIGOSAMAI OS VOSSOS INIMIGOS
AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
 
Bem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiososBem aventurados os que são misericordiosos
Bem aventurados os que são misericordiosos
 
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direitaQue sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
Que sua mão esquerda não saiba o que faz a direita
 
Lei de causa e efeito
Lei de causa e efeitoLei de causa e efeito
Lei de causa e efeito
 
Capitulo 24 e 25 evangelho segundo o espiritismo
Capitulo 24 e 25  evangelho segundo o espiritismoCapitulo 24 e 25  evangelho segundo o espiritismo
Capitulo 24 e 25 evangelho segundo o espiritismo
 
Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"Estudos do evangelho "O egoísmo"
Estudos do evangelho "O egoísmo"
 
O argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olhoO argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olho
 
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
 
Buscai e achareis 1 a 5
Buscai e achareis 1 a  5Buscai e achareis 1 a  5
Buscai e achareis 1 a 5
 
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIVHonrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
Honrai Pai e Mãe - ESE cap XIV
 
Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
De graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça daiDe graça recebeste de graça dai
De graça recebeste de graça dai
 
O CONSOLADOR PROMETIDO
O CONSOLADOR PROMETIDOO CONSOLADOR PROMETIDO
O CONSOLADOR PROMETIDO
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
 
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiCapítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
 
O homem no mundo
O homem no mundoO homem no mundo
O homem no mundo
 

Destaque

Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Fábio Paiva
 
Buscai e Achareis
Buscai e AchareisBuscai e Achareis
Buscai e Achareis
virginiacarisioscalia
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
Pedi e obtereis - O poder transformador da prece
Pedi e obtereis  - O poder transformador da prece Pedi e obtereis  - O poder transformador da prece
Pedi e obtereis - O poder transformador da prece
grupodepaisceb
 
Pedi e obtereis item 18 e 19
Pedi e obtereis item 18 e 19Pedi e obtereis item 18 e 19
Pedi e obtereis item 18 e 19
virginiacarisioscalia
 
Olhai as aves do céu - Palestrante Professor Danilo Galvão - SAJ/BA
Olhai as aves do céu - Palestrante Professor Danilo Galvão - SAJ/BAOlhai as aves do céu - Palestrante Professor Danilo Galvão - SAJ/BA
Olhai as aves do céu - Palestrante Professor Danilo Galvão - SAJ/BA
Danilo Galvão
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
Leonardo Pereira
 
Observai os Pássaros
Observai os PássarosObservai os Pássaros
Observai os Pássaros
igmateus
 
Olhai os lirios do campo
Olhai os lirios do campoOlhai os lirios do campo
Olhai os lirios do campo
Fer Nanda
 
A prece
A prece A prece
A prece
Graça Maciel
 
O Poder da Prece
O Poder da PreceO Poder da Prece
O Poder da Prece
Izabel Cristina Fonseca
 
2011-1-7-Palestra-Reflexões de Ano Novo-Rosana De Rosa
2011-1-7-Palestra-Reflexões de Ano Novo-Rosana De Rosa2011-1-7-Palestra-Reflexões de Ano Novo-Rosana De Rosa
2011-1-7-Palestra-Reflexões de Ano Novo-Rosana De Rosa
Rosana De Rosa
 
O poder da Prece
O poder da PreceO poder da Prece
O poder da Prece
Cleuta Fraga
 
A prece
A preceA prece
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
Lar Irmã Zarabatana
 
26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz
26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz
26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz
Lar Irmã Zarabatana
 
O evangelho no lar
O evangelho no larO evangelho no lar
O evangelho no lar
carlos freire
 
Culto do evangelho no lar
Culto do evangelho no larCulto do evangelho no lar
Culto do evangelho no lar
flaviodutra
 
Eficácia da prece
Eficácia da prece Eficácia da prece
Eficácia da prece
grupodepaisceb
 
Alcoolismo
AlcoolismoAlcoolismo
Alcoolismo
grupodepaisceb
 

Destaque (20)

Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25Buscai e Achareis - ESE Cap 25
Buscai e Achareis - ESE Cap 25
 
Buscai e Achareis
Buscai e AchareisBuscai e Achareis
Buscai e Achareis
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
Pedi e obtereis - O poder transformador da prece
Pedi e obtereis  - O poder transformador da prece Pedi e obtereis  - O poder transformador da prece
Pedi e obtereis - O poder transformador da prece
 
Pedi e obtereis item 18 e 19
Pedi e obtereis item 18 e 19Pedi e obtereis item 18 e 19
Pedi e obtereis item 18 e 19
 
Olhai as aves do céu - Palestrante Professor Danilo Galvão - SAJ/BA
Olhai as aves do céu - Palestrante Professor Danilo Galvão - SAJ/BAOlhai as aves do céu - Palestrante Professor Danilo Galvão - SAJ/BA
Olhai as aves do céu - Palestrante Professor Danilo Galvão - SAJ/BA
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
 
Observai os Pássaros
Observai os PássarosObservai os Pássaros
Observai os Pássaros
 
Olhai os lirios do campo
Olhai os lirios do campoOlhai os lirios do campo
Olhai os lirios do campo
 
A prece
A prece A prece
A prece
 
O Poder da Prece
O Poder da PreceO Poder da Prece
O Poder da Prece
 
2011-1-7-Palestra-Reflexões de Ano Novo-Rosana De Rosa
2011-1-7-Palestra-Reflexões de Ano Novo-Rosana De Rosa2011-1-7-Palestra-Reflexões de Ano Novo-Rosana De Rosa
2011-1-7-Palestra-Reflexões de Ano Novo-Rosana De Rosa
 
O poder da Prece
O poder da PreceO poder da Prece
O poder da Prece
 
A prece
A preceA prece
A prece
 
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
26/03/2014 Cap 6 Livro Missionários da Luz
 
26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz
26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz
26/02/14 Cap 4 Parte 2 Livro Missionários da Luz
 
O evangelho no lar
O evangelho no larO evangelho no lar
O evangelho no lar
 
Culto do evangelho no lar
Culto do evangelho no larCulto do evangelho no lar
Culto do evangelho no lar
 
Eficácia da prece
Eficácia da prece Eficácia da prece
Eficácia da prece
 
Alcoolismo
AlcoolismoAlcoolismo
Alcoolismo
 

Semelhante a Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará

Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
Graça Maciel
 
Anjos guardiães
Anjos guardiãesAnjos guardiães
Anjos guardiães
Graça Maciel
 
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituaisConversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
Fatoze
 
Reencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade DivinaReencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade Divina
Izabel Cristina Fonseca
 
Reencarnação oportunidade divina
Reencarnação oportunidade divinaReencarnação oportunidade divina
Reencarnação oportunidade divina
marcionora
 
Pressentimentos
PressentimentosPressentimentos
Pressentimentos
Graça Maciel
 
Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos
Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentosComo os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos
Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos
Graça Maciel
 
17 Buscai e Achareis
17  Buscai e Achareis17  Buscai e Achareis
17 Buscai e Achareis
JPS Junior
 
Palestra Espirita De Onde Vem as Tentacoes - KSSF
Palestra Espirita De Onde Vem as  Tentacoes - KSSFPalestra Espirita De Onde Vem as  Tentacoes - KSSF
Palestra Espirita De Onde Vem as Tentacoes - KSSF
Clea Alves
 
Espiritismo valorosa semente
Espiritismo valorosa sementeEspiritismo valorosa semente
Espiritismo valorosa semente
Graça Maciel
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 66 e 67 - Boa Vontade e Má Vontade
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 66 e 67 - Boa Vontade e Má VontadeSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 66 e 67 - Boa Vontade e Má Vontade
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 66 e 67 - Boa Vontade e Má Vontade
Ricardo Azevedo
 
Desfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismoDesfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismo
Graça Maciel
 
A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
Eduardo Manoel Araujo
 
Livro dos Espíritos Q.335 Evangelho cap.28 item 3
Livro dos Espíritos Q.335 Evangelho cap.28 item 3Livro dos Espíritos Q.335 Evangelho cap.28 item 3
Livro dos Espíritos Q.335 Evangelho cap.28 item 3
Patricia Farias
 
Afastamento dos maus espíritos
Afastamento dos maus espíritosAfastamento dos maus espíritos
Afastamento dos maus espíritos
Graça Maciel
 
Resumo dos pontos principais da doutrina espirita
Resumo dos pontos principais da doutrina espiritaResumo dos pontos principais da doutrina espirita
Resumo dos pontos principais da doutrina espirita
Carlos Alberto Freire De Souza
 
LE Q629 e ESE cap.5 item26
LE Q629 e ESE cap.5 item26LE Q629 e ESE cap.5 item26
LE Q629 e ESE cap.5 item26
Patricia Farias
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - AnsiedadesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Ricardo Azevedo
 
Consolação e Codificação
Consolação e CodificaçãoConsolação e Codificação
Consolação e Codificação
Ricardo Azevedo
 
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
Patricia Farias
 

Semelhante a Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará (20)

Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.Questões de o livro dos espíritos que  abordam lições referentes à obsessão.
Questões de o livro dos espíritos que abordam lições referentes à obsessão.
 
Anjos guardiães
Anjos guardiãesAnjos guardiães
Anjos guardiães
 
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituaisConversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
Conversando o Evangelho - Verdades e dádivas espirituais
 
Reencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade DivinaReencarnação Oportunidade Divina
Reencarnação Oportunidade Divina
 
Reencarnação oportunidade divina
Reencarnação oportunidade divinaReencarnação oportunidade divina
Reencarnação oportunidade divina
 
Pressentimentos
PressentimentosPressentimentos
Pressentimentos
 
Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos
Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentosComo os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos
Como os espíritos podem penetrar os nossos pensamentos
 
17 Buscai e Achareis
17  Buscai e Achareis17  Buscai e Achareis
17 Buscai e Achareis
 
Palestra Espirita De Onde Vem as Tentacoes - KSSF
Palestra Espirita De Onde Vem as  Tentacoes - KSSFPalestra Espirita De Onde Vem as  Tentacoes - KSSF
Palestra Espirita De Onde Vem as Tentacoes - KSSF
 
Espiritismo valorosa semente
Espiritismo valorosa sementeEspiritismo valorosa semente
Espiritismo valorosa semente
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 66 e 67 - Boa Vontade e Má Vontade
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 66 e 67 - Boa Vontade e Má VontadeSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 66 e 67 - Boa Vontade e Má Vontade
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 66 e 67 - Boa Vontade e Má Vontade
 
Desfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismoDesfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismo
 
A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
 
Livro dos Espíritos Q.335 Evangelho cap.28 item 3
Livro dos Espíritos Q.335 Evangelho cap.28 item 3Livro dos Espíritos Q.335 Evangelho cap.28 item 3
Livro dos Espíritos Q.335 Evangelho cap.28 item 3
 
Afastamento dos maus espíritos
Afastamento dos maus espíritosAfastamento dos maus espíritos
Afastamento dos maus espíritos
 
Resumo dos pontos principais da doutrina espirita
Resumo dos pontos principais da doutrina espiritaResumo dos pontos principais da doutrina espirita
Resumo dos pontos principais da doutrina espirita
 
LE Q629 e ESE cap.5 item26
LE Q629 e ESE cap.5 item26LE Q629 e ESE cap.5 item26
LE Q629 e ESE cap.5 item26
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - AnsiedadesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 8 - Ansiedades
 
Consolação e Codificação
Consolação e CodificaçãoConsolação e Codificação
Consolação e Codificação
 
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
 

Mais de Graça Maciel

Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos Espiritas
Graça Maciel
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1
Graça Maciel
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritas
Graça Maciel
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a lei
Graça Maciel
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamento
Graça Maciel
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
Graça Maciel
 
Ação da prece
Ação da preceAção da prece
Ação da prece
Graça Maciel
 
Adoração
AdoraçãoAdoração
Adoração
Graça Maciel
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévolo
Graça Maciel
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
Graça Maciel
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritas
Graça Maciel
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
Graça Maciel
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconhece
Graça Maciel
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Graça Maciel
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte
Graça Maciel
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
Graça Maciel
 

Mais de Graça Maciel (20)

Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos Espiritas
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritas
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a lei
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamento
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
 
Ação da prece
Ação da preceAção da prece
Ação da prece
 
Adoração
AdoraçãoAdoração
Adoração
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévolo
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritas
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconhece
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
 

Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará

  • 1. Conhecer, Sentir, Viver Kardec d Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará d www.luzdoespiritismo.com
  • 2. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Pedi e se vos dará; buscai e achareis; batei à porta e se vos abrirá; porquanto, quem pede recebe e quem procura acha e, àquele que bata à porta, abrirse-á. (Mateus, cap. 7, vv. 7 a 11.) Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 1 .
  • 3. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Qual o homem, dentre vós, que dá uma pedra ao filho que lhe pede pão? - Ou, se pedir um peixe, darlhe-á uma serpente? (Mateus, cap. 7, vv. 7 a 11.) Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 1 .
  • 4. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com -Ora, se, sendo maus como sois, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, não é lógico que, com mais forte razão, vosso Pai que está nos céus dê os bens verdadeiros aos que lhes pedirem? (Mateus, cap. 7, vv. 7 a 11.) Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 1 .
  • 5. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com -Ora, se, sendo maus como sois, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, não é lógico que, com mais forte razão, vosso Pai que está nos céus dê os bens verdadeiros aos que lhes pedirem? (Mateus, cap. 7, vv. 7 a 11.) Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 1 .
  • 6. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Do ponto de vista terreno, a máxima: Buscai e achareis é análoga a esta outra: Ajuda-te a ti mesmo, que o céu te ajudará. É o princípio da lei do trabalho e, por conseguinte, da lei do progresso, porquanto o progresso é filho do trabalho, visto que este põe em ação as forças da inteligência. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 2.
  • 7. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Se Deus houvesse isentado do trabalho do corpo o homem, seus membros se teriam atrofiado; se o houvesse isentado do trabalho da inteligência, seu espírito teria permanecido na infância, no estado de instinto animal. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 3.
  • 8. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Por isso é que lhe fez do trabalho uma necessidade e lhe disse: Procura e acharás; trabalha e produzirás. Dessa maneira serás filho das tuas obras, terás delas o mérito e serás recompensado de acordo com o que hajas feito. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 3.
  • 9. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Em virtude desse princípio é que os Espíritos não acorrem a poupar o homem ao trabalho das pesquisas, trazendo-lhe, já feitas e prontas a ser utilizadas, descobertas e invenções, de modo a não ter ele mais do que tomar o que lhe ponham nas mãos, sem o incômodo, sequer, de abaixar-se para apanhar, nem mesmo o de pensar. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 4.
  • 10. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Se assim fosse, o mais preguiçoso poderia enriquecer-se e o mais ignorante tornar-se sábio à custa de nada e ambos se atribuírem o mérito do que não fizeram. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 4.
  • 11. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Não, os Espíritos não vêm isentar o homem da lei do trabalho: vêm unicamente mostrar-lhe a meta que lhe cumpre atingir e o caminho que a ela conduz, dizendo-lhe: Anda e chegarás. Toparás com pedras; olha e afasta-as tu mesmo. Nós te daremos a força necessária, se a quiseres empregar. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 4.
  • 12. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Do ponto de vista moral, essas palavras de Jesus significam: Pedi a luz que vos clareie o caminho e ela vos será dada; pedi forças para resistirdes ao mal e as tereis; pedi a assistência dos bons Espíritos e eles virão acompanhar-vos e, como o anjo de Tobias, vos guiarão;... Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 5.
  • 13. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com ...pedi bons conselhos e eles não vos serão jamais recusados; batei à nossa porta e ela se vos abrirá; mas, pedi sinceramente, com fé, confiança e fervor;... Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 5.
  • 14. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com ...apresentai-vos com humildade e não com arrogância, sem o que sereis abandonados às vossas próprias forças e as quedas que derdes serão o castigo do vosso orgulho. Tal o sentido das palavras: buscai e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 25 – item 5.
  • 15. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Desta máxima: "Concedido vos será o que quer que pedirdes pela prece", fora ilógico deduzir que basta pedir para obter e fora injusto acusar a Providência se não acede a toda súplica que se lhe faça, uma vez que ela sabe, melhor do que nós, o que é para nosso bem. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
  • 16. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com É como procede um pai criterioso que recusa ao filho o que seja contrário aos seus interesses. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
  • 17. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Em geral, o homem apenas vê o presente; ora, se o sofrimento é de utilidade para a sua felicidade futura, Deus o deixará sofrer, como o cirurgião deixa que o doente sofra as dores de uma operação que lhe trará a cura. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
  • 18. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com O que Deus lhe concederá sempre, se ele o pedir com confiança, é a coragem, a paciência, a resignação. Também lhe concederá os meios de se tirar por si mesmo das dificuldades, mediante ideias que fará lhe sugiram os bons Espíritos, deixando-lhe dessa forma o mérito da ação. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
  • 19. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Ele assiste os que se ajudam a si mesmos, de conformidade com esta máxima: "Ajuda-te, que o Céu te ajudará"; não assiste, porém, os que tudo esperam de um socorro estranho, sem fazer uso das faculdades que possui. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
  • 20. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Entretanto, as mais das vezes, o que o homem quer é ser socorrido por milagre, sem despender o mínimo esforço. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 7 .
  • 21. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Tomemos um exemplo. Um homem se acha perdido no deserto. A sede o martiriza horrivelmente. Desfalecido, cai por terra. Pede a Deus que o assista, e espera. Nenhum anjo lhe virá dar de beber. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
  • 22. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Contudo, um bom Espírito lhe sugere a ideia de levantar-se e tomar um dos caminhos que tem diante de si. Por um movimento maquinal, reunindo todas as forças que lhe restam, ele se ergue, caminha e descobre ao longe um regato. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
  • 23. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Ao divisá-lo, ganha coragem. Se tem fé, exclamará: "Obrigado, meu Deus, pela ideia que me inspiraste e pela força que me deste." Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
  • 24. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Se lhe falta a fé, exclamará: "Que boa ideia tive! Que sorte a minha de tomar o caminho da direita, em vez do da esquerda; o acaso, às vezes, nos serve admiravelmente! Quanto me felicito pela minha coragem e por não me ter deixado abater!" Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
  • 25. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Mas, dirão, por que o bom Espírito não lhe disse claramente: "Segue este caminho, que encontrarás o de que necessitas"? Por que não se lhe mostrou para o guiar e sustentar no seu desfalecimento? Dessa maneira tê-lo-ia convencido da intervenção da Providência. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
  • 26. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Primeiramente, para lhe ensinar que cada um deve ajudar-se a si mesmo e fazer uso das suas forças. Depois, pela incerteza, Deus põe a prova a confiança que nele deposita a criatura e a submissão desta à sua vontade. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
  • 27. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Aquele homem estava na situação de uma criança que cai e que, dando com alguém, se põe a gritar e fica à espera de que a venham levantar; se não vê pessoa alguma, faz esforços e se ergue sozinha. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
  • 28. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Se o anjo que acompanhou a Tobias lhe houvera dito: "Sou enviado por Deus para te guiar na tua viagem e te preservar de todo perigo", nenhum mérito teria tido Tobias. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
  • 29. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Fiando-se no seu companheiro, nem sequer de pensar teria precisado. Essa a razão por que o anjo só se deu a conhecer ao regressarem. Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. 27 – itens 8 .
  • 30. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Antes de esperar domar o mau Espírito, é necessário domar a si mesmo. De todos os meios para adquirir a força para lá chegar, o mais eficaz é a vontade secundada pela prece, entenda-se a prece de coração, e não de palavras, para as quais a boca toma mais parte do que o pensamento. Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.
  • 31. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com É necessário rogar seu anjo guardião, e os bons Espíritos, para nos assistir na luta; mas não basta lhes pedir para expulsarem o mau Espírito, é necessário se lembrar desta máxima: Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.
  • 32. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Ajuda-te, e o céu te ajudará, e lhes pedir, sobretudo, a força que nos falta para vencermos os nossos maus pendores, que são para nós piores do que os maus Espíritos, porque são essas tendências que os atraem, como a corrupção atrai as aves de rapina. Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.
  • 33. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Pedindo também para o Espírito obsessor, é restituir-lhe mal com o bem, e se mostrar melhor do que ele, o que já é uma superioridade. Com a perseverança, frequentemente, acabase por conduzi-lo a melhores sentimentos e de perseguidor se faz um agradecido. Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.
  • 34. Conhecer, Sentir, Viver Kardec www.luzdoespiritismo.com Em resumo, a prece fervorosa, e os esforços sérios para se melhorar, são os únicos meios para afastar os maus Espíritos que reconhecem seus superiores naqueles que praticam o bem, ao passo que as fórmulas os fazem rir, a cólera e a impaciência os excitam. É necessário deixá-los se mostrando mais pacientes do que eles. Allan Kardec – Obras Póstumas, Da obsessão e da possessão, 56.