SlideShare uma empresa Scribd logo
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.Moore Stephens Prisma PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.
PRONUNCIAMENTOS TÉCNICOS
CPC 12 - Ajuste a Valor Presente
05 de Outubro de 2012
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.
AJUSTE A VALOR PRESENTE
CPC -12
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
SUMÁRIO
• INTRODUÇÃO
• OBJETIVO
• ALCANCE
• MENSURAÇÃO
• EXEMPLO RELACIONADO
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
INTRODUÇÃO:
O Pronunciamento foi elaborado para atender às alterações
procedidas na Lei nº. 6404/76 por intermédio da Lei nº.
11.638/07 e da Medida Provisória nº. 449/08, que versam
sobre o tema. Nas normas internacionais de contabilidade
(IFRS), o conceito de Ajuste a Valor Presente está inserido em
inúmeros documentos emitidos pelo IASB.
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
INTRODUÇÃO:
Não obstante, por ter sido o Pronunciamento elaborado em
consonância com as diversas normas do IASB – Internacional
Accounting Standards Boards, no julgamento do Comitê a
aplicação pela entidades do Pronunciamento Técnico CPC 12
ora aprovado, produz reflexos contábeis que estão em
conformidade com as normas editadas pelo IASB-
Internacional Accounting Standards Boards.
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
APROVADO PELO (A):
• - Deliberação CVM nº 564/08;
• - NBC TG 12 – Resolução CFC nº 1.151/09;
• - Despacho nº 4.722/09;
• - Comunicado Sureg nº1/09;
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
APROVADO PELO (A):
• - Instrução Normativa nº 290/12; e
• - Circular nº 430/12.
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
OBJETIVO:
O objetivo deste Pronunciamento é estabelecer os requisitos
básicos a serem observados quando da apuração do Ajuste a
Valor Presente de elementos do ativo e do passivo quando da
elaboração de demonstrações contábeis, dirimindo algumas
questões controversas advindas de tal procedimento, do tipo:
(a) se a adoção do ajuste a valor presente é aplicável tão-somente
a fluxos de caixa contratados ou se porventura seria aplicada
também a fluxos de caixa estimados ou esperados;
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
OBJETIVO:
(b)em que situações é requerida a adoção do ajuste a valor
presente de ativos e passivos, se no momento de registro
inicial de ativos e passivos, se na mudança da base de
avaliação de ativos e passivos , ou se em ambos os momentos;
(c)se passivos não contratuais, como aqueles decorrentes de
obrigações não formalizadas ou legais, são alcançados pelo
ajuste a valor presente;
(d)qual a taxa apropriada de desconto para um ativo ou um
passivo e quais os cuidados necessários para se evitarem
distorções de cômputo e viés;
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
OBJETIVO:
(e) qual o método de alocação de descontos (juros) recomendado;
(f) se o ajuste a valor presente deve ser efetivado líquido de
efeitos fiscais.
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
ALCANCE:
CPC 12 trata essencialmente de questões de mensuração,
não alcançando com detalhes questões de reconhecimento. É
importante esclarecer que a dimensão contábil do
“reconhecimento” envolve a decisão de “por quando
registrar” ao passo que a dimensão contábil da mensuração
envolve a decisão de “por quanto registrar”.
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
A questão mais relevante para a aplicação do conceito de valor
presente, é o estabelecimento de diretrizes gerais e de metas a
serem alcançadas.
 Transação que dá origem a um ativo, a um passivo, a uma
receita ou a uma despesa ou outra mutação do patrimônio
líquido cuja contrapartida é um ativo ou um passivo com
liquidação financeira (recebimento ou pagamento) em data
diferente da data do reconhecimento desses elementos;
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
 Reconhecimento periódico de mudanças de valor, utilidade ou
substância de ativos ou passivos similares emprega métodos
de alocação de descontos;
 Conjunto particular de fluxos de caixa estimados claramente
associado a um ativo ou a um passivo;
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
Meta a ser alcançada
• O valor do dinheiro no tempo;
• Incertezas associadas (Risco).
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
Risco e Incerteza : Taxa de Desconto
Ao se utilizarem para fins contábeis, informações com base no
fluxo de caixa no valor presente, incertezas são
obrigatoriamente levadas em consideração para efeito de
mensuração.
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
Ativos e Passivos com juros implícitos ou explícitos
• Ativos e passivos monetários com juros implícitos ou explícitos
devem ser mensurados pelo AVP – Ajuste a Valor Presente no
reconhecimento inicial
• Ativos e passivos não monetários com juros embutidos, uma
vez ajustados, não devem mais ser submetidos a ajustes
subsequentes.
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
Valor Justo X Valor Presente
• Valor justo e valor presente não são sinônimos.
• A Aplicação do conceito de ajuste a valor presente nem
sempre equipara o ativo ou o passivo a seu valor justo.
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
Valor Justo
É o valor pelo qual um ativo pode ser negociado ou um passivo
liquidado, entre partes interessadas conhecedoras do negócio
e independentes entre si, com a ausência de fatores que
pressionem para a liquidação da transação ou que caracterize
uma transação compulsória.
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
Valor Presente
É a estimativa do valor corrente de um fluxo de caixa futuro,
no curso normal das operações da entidade.
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
Efeitos Fiscais
Para fins de desconto a valor presente de ativos e passivos, a
taxa a ser aplicada não deve ser líquida de efeitos fiscais, e, sim
antes dos impostos.
No tocante às diferenças temporárias observadas entre a base
contábil e fiscal de ativos e passivos ajustados a valor presente,
as diferenças temporárias devem receber o tratamento
requerido pelas regras contábeis vigentes para
reconhecimento e mensuração de imposto de renda e
contribuição social diferidos.
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
Divulgação
• Descrição pormenorizada do item objeto da mensuração a valor
presente, natureza de seus fluxos de caixa (contratuais ou não)
e, se aplicável, o seu valor de entrada cotado a mercado;
• Premissas utilizadas pela administração, taxas de juros
decompostas por prêmios incorporados e por fatores de risco,
montantes dos fluxos de caixa estimados ou séries de
montantes dos fluxos de caixa estimado ou esperado,
expectativas em termos de montante e temporalidade dos
fluxos
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
MENSURAÇÃO:
Divulgação
• Moldes Utilizado para cálculos de riscos e inputs dos modelos
• Breve descrição do método de alocação dos descontos e do
procedimento adotado para acomodar mudanças de premissas
da administração
• Propósito da mensuração a valor presente, se para
reconhecimento inicial
• Nova medição e motivação da administração para levar a efeito
tal procedimento
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
EXEMPLO RELACIONADO
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
COMPANHIA ÁGUA DOCE S.A.
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
EXEMPLO RELACIONADO
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.
CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE
DÚVIDAS SOBRE O TEMA:
PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.
A Moore Stephens é uma das maiores redes de auditoria, consultoria e outsourcing
contábil do mundo. A empresa é formada por aproximadamente 630 escritórios e está
presente em mais de 100 países. Está entre as 12 maiores posições no ranking mundial,
com faturamento anual de mais de US$ 2 bilhões.
A Moore Stephens Auditores e Consultores presta serviços em auditoria, consultoria
tributária e empresarial, tecnologia de informação, outsourcing de serviços contábeis,
tributários e administrativos, e corporate finance. Há ainda determinadas divisões, com
estruturas próprias, criadas para atendimento de interesses específicos, como a Divisão
de Auditoria Interna e a Divisão de Small Business, entre outras.
Fale com a Moore Stephens: mscorp@msbrasil.com.br
Siga-nos na internet e nas redes sociais:
Homepage: www.msbrasil.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/moorestephensbr
Twitter: http://twitter.com/#!/moorestephensbr
Linkedin:http://www.linkedin.com/companies/moore-stephens-brasil
Blog: http://msbrasil.com.br/blog/
SlideShare: http://www.slideshare.net/moorestephensb
Youtube: http://www.youtube.com/moorestephensbr
SOBRE A
MOORE STEPHENS AUDITORES E CONSULTORES

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Material aula contabilidade de custos
Material aula contabilidade de custosMaterial aula contabilidade de custos
Material aula contabilidade de custos
Rafhael Sena
 
Depreciação e Métodos
Depreciação e Métodos Depreciação e Métodos
Depreciação e Métodos
Ricardo Nóbrega
 
Aula Instituições e mercados financeiros 04.04
Aula   Instituições e mercados financeiros 04.04Aula   Instituições e mercados financeiros 04.04
Aula Instituições e mercados financeiros 04.04
Rafael Gonçalves
 
Custos de produção - microeconomia
Custos de produção - microeconomiaCustos de produção - microeconomia
Custos de produção - microeconomia
Camila Carvalho
 
Aula payback simples e descontado
Aula   payback simples e descontadoAula   payback simples e descontado
Aula payback simples e descontado
Daniel Moura
 
Contabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabaritoContabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabarito
custos contabil
 
Cpc 25 provisões e-contingencias
Cpc 25   provisões e-contingenciasCpc 25   provisões e-contingencias
Cpc 25 provisões e-contingencias
ronaldo dos santos silva
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
PMY TECNOLOGIA LTDA
 
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
Capitulo 2   conceitos básicos de custosCapitulo 2   conceitos básicos de custos
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
Daniel Moura
 
Cap 4 fontes de financiamento
Cap 4   fontes de financiamentoCap 4   fontes de financiamento
Cap 4 fontes de financiamento
FEARP/USP
 
Análise das demonstrações
Análise das demonstraçõesAnálise das demonstrações
Análise das demonstrações
Marcelo Bretas Couto
 
Avaliação de Empresas e Gestão de Investimentos
Avaliação de Empresas e Gestão de InvestimentosAvaliação de Empresas e Gestão de Investimentos
Avaliação de Empresas e Gestão de Investimentos
Milton Henrique do Couto Neto
 
Contabilidade avançada
Contabilidade avançadaContabilidade avançada
Contabilidade avançada
Ellen Cristina de Matos
 
Ativo biológico e Produtos Agrícolas - Notas Explicativas
Ativo biológico e Produtos Agrícolas - Notas Explicativas Ativo biológico e Produtos Agrícolas - Notas Explicativas
Ativo biológico e Produtos Agrícolas - Notas Explicativas
Victor Claudio
 
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontalAula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
Reginaldo Santana
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
Danilo Pereira
 
Contabilidade avançada
Contabilidade avançadaContabilidade avançada
Contabilidade avançada
Ellen Cristina de Matos
 
Orcamento de Tesouraria
Orcamento de TesourariaOrcamento de Tesouraria
Orcamento de Tesouraria
Faudo Mussa
 
Avaliacao de Empresas por Prof. Marcelo Alvim
Avaliacao de Empresas por Prof. Marcelo AlvimAvaliacao de Empresas por Prof. Marcelo Alvim
Avaliacao de Empresas por Prof. Marcelo Alvim
Valor da Empresa
 
Lançamento contabil
Lançamento contabilLançamento contabil
Lançamento contabil
Jesus Bandeira
 

Mais procurados (20)

Material aula contabilidade de custos
Material aula contabilidade de custosMaterial aula contabilidade de custos
Material aula contabilidade de custos
 
Depreciação e Métodos
Depreciação e Métodos Depreciação e Métodos
Depreciação e Métodos
 
Aula Instituições e mercados financeiros 04.04
Aula   Instituições e mercados financeiros 04.04Aula   Instituições e mercados financeiros 04.04
Aula Instituições e mercados financeiros 04.04
 
Custos de produção - microeconomia
Custos de produção - microeconomiaCustos de produção - microeconomia
Custos de produção - microeconomia
 
Aula payback simples e descontado
Aula   payback simples e descontadoAula   payback simples e descontado
Aula payback simples e descontado
 
Contabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabaritoContabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabarito
 
Cpc 25 provisões e-contingencias
Cpc 25   provisões e-contingenciasCpc 25   provisões e-contingencias
Cpc 25 provisões e-contingencias
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
Capitulo 2   conceitos básicos de custosCapitulo 2   conceitos básicos de custos
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
 
Cap 4 fontes de financiamento
Cap 4   fontes de financiamentoCap 4   fontes de financiamento
Cap 4 fontes de financiamento
 
Análise das demonstrações
Análise das demonstraçõesAnálise das demonstrações
Análise das demonstrações
 
Avaliação de Empresas e Gestão de Investimentos
Avaliação de Empresas e Gestão de InvestimentosAvaliação de Empresas e Gestão de Investimentos
Avaliação de Empresas e Gestão de Investimentos
 
Contabilidade avançada
Contabilidade avançadaContabilidade avançada
Contabilidade avançada
 
Ativo biológico e Produtos Agrícolas - Notas Explicativas
Ativo biológico e Produtos Agrícolas - Notas Explicativas Ativo biológico e Produtos Agrícolas - Notas Explicativas
Ativo biológico e Produtos Agrícolas - Notas Explicativas
 
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontalAula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
 
Contabilidade avançada
Contabilidade avançadaContabilidade avançada
Contabilidade avançada
 
Orcamento de Tesouraria
Orcamento de TesourariaOrcamento de Tesouraria
Orcamento de Tesouraria
 
Avaliacao de Empresas por Prof. Marcelo Alvim
Avaliacao de Empresas por Prof. Marcelo AlvimAvaliacao de Empresas por Prof. Marcelo Alvim
Avaliacao de Empresas por Prof. Marcelo Alvim
 
Lançamento contabil
Lançamento contabilLançamento contabil
Lançamento contabil
 

Destaque

Pronunciamentos técnicos cpc’s 12 e 01
Pronunciamentos técnicos   cpc’s 12 e 01Pronunciamentos técnicos   cpc’s 12 e 01
Pronunciamentos técnicos cpc’s 12 e 01
Karla Carioca
 
Provisões e Passivos Contingentes (CPC 25)
Provisões e Passivos Contingentes (CPC 25)Provisões e Passivos Contingentes (CPC 25)
Provisões e Passivos Contingentes (CPC 25)
Estratégia Concursos
 
Atps Processos Administrativos
Atps Processos AdministrativosAtps Processos Administrativos
Atps Processos Administrativos
Adélio Castro
 
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
Moore Stephens Brasil
 
Revista Moore Stephens - Verbos que fazem a qualidade na prática
Revista Moore Stephens - Verbos que fazem a qualidade na práticaRevista Moore Stephens - Verbos que fazem a qualidade na prática
Revista Moore Stephens - Verbos que fazem a qualidade na prática
Moore Stephens Brasil
 
NBC TR 2410 - Revisão de Informações Intermediárias Executada pelo Auditor
NBC TR 2410 - Revisão de Informações Intermediárias Executada pelo AuditorNBC TR 2410 - Revisão de Informações Intermediárias Executada pelo Auditor
NBC TR 2410 - Revisão de Informações Intermediárias Executada pelo Auditor
Moore Stephens Brasil
 
Órgãos Internacionais e Nacionais de Contabilidade
Órgãos Internacionais e Nacionais de ContabilidadeÓrgãos Internacionais e Nacionais de Contabilidade
Órgãos Internacionais e Nacionais de Contabilidade
Higor Guedes
 
CPC 05 (R1) - Divulgação por Partes Relacionadas
CPC 05 (R1) - Divulgação por Partes RelacionadasCPC 05 (R1) - Divulgação por Partes Relacionadas
CPC 05 (R1) - Divulgação por Partes Relacionadas
Moore Stephens Brasil
 
Fichamento do texto
Fichamento do texto Fichamento do texto
Fichamento do texto
pibidsociais
 
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
Profacp
 
Fichamento 4
Fichamento 4Fichamento 4
Fichamento 4
grupoterminalidade2
 
NBC TA 300 - Planejamento da Auditoria das DCs
NBC TA 300 - Planejamento da Auditoria das DCsNBC TA 300 - Planejamento da Auditoria das DCs
NBC TA 300 - Planejamento da Auditoria das DCs
Moore Stephens Brasil
 
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
Moore Stephens Brasil
 
NBC TG 26 - APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
NBC TG 26-APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEISNBC TG 26-APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
NBC TG 26 - APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
Karla Carioca
 
Fichamento.pptx
Fichamento.pptxFichamento.pptx
Fichamento.pptx
rverdin3
 
AÇÕES CÍVEIS - FLUXOGRAMA
AÇÕES CÍVEIS - FLUXOGRAMAAÇÕES CÍVEIS - FLUXOGRAMA
AÇÕES CÍVEIS - FLUXOGRAMA
LUZALOPES
 
Aula 17 - 11. Papéis de Trabalho
Aula 17 - 11. Papéis de TrabalhoAula 17 - 11. Papéis de Trabalho
Aula 17 - 11. Papéis de Trabalho
Secretaria de Estado da Tributação do RN
 
Apostila de contabilidade avançada prof. núbia rodrigues
Apostila de contabilidade avançada   prof. núbia rodriguesApostila de contabilidade avançada   prof. núbia rodrigues
Apostila de contabilidade avançada prof. núbia rodrigues
Marcos Vinícius
 
Detonando cp cs(parte_i)_final
Detonando cp cs(parte_i)_finalDetonando cp cs(parte_i)_final
Detonando cp cs(parte_i)_final
gpossati
 
Análise Completa - Edital Contabilidade AFRFB
Análise Completa - Edital Contabilidade AFRFBAnálise Completa - Edital Contabilidade AFRFB
Análise Completa - Edital Contabilidade AFRFB
Gabrielrabelo87
 

Destaque (20)

Pronunciamentos técnicos cpc’s 12 e 01
Pronunciamentos técnicos   cpc’s 12 e 01Pronunciamentos técnicos   cpc’s 12 e 01
Pronunciamentos técnicos cpc’s 12 e 01
 
Provisões e Passivos Contingentes (CPC 25)
Provisões e Passivos Contingentes (CPC 25)Provisões e Passivos Contingentes (CPC 25)
Provisões e Passivos Contingentes (CPC 25)
 
Atps Processos Administrativos
Atps Processos AdministrativosAtps Processos Administrativos
Atps Processos Administrativos
 
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
 
Revista Moore Stephens - Verbos que fazem a qualidade na prática
Revista Moore Stephens - Verbos que fazem a qualidade na práticaRevista Moore Stephens - Verbos que fazem a qualidade na prática
Revista Moore Stephens - Verbos que fazem a qualidade na prática
 
NBC TR 2410 - Revisão de Informações Intermediárias Executada pelo Auditor
NBC TR 2410 - Revisão de Informações Intermediárias Executada pelo AuditorNBC TR 2410 - Revisão de Informações Intermediárias Executada pelo Auditor
NBC TR 2410 - Revisão de Informações Intermediárias Executada pelo Auditor
 
Órgãos Internacionais e Nacionais de Contabilidade
Órgãos Internacionais e Nacionais de ContabilidadeÓrgãos Internacionais e Nacionais de Contabilidade
Órgãos Internacionais e Nacionais de Contabilidade
 
CPC 05 (R1) - Divulgação por Partes Relacionadas
CPC 05 (R1) - Divulgação por Partes RelacionadasCPC 05 (R1) - Divulgação por Partes Relacionadas
CPC 05 (R1) - Divulgação por Partes Relacionadas
 
Fichamento do texto
Fichamento do texto Fichamento do texto
Fichamento do texto
 
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
 
Fichamento 4
Fichamento 4Fichamento 4
Fichamento 4
 
NBC TA 300 - Planejamento da Auditoria das DCs
NBC TA 300 - Planejamento da Auditoria das DCsNBC TA 300 - Planejamento da Auditoria das DCs
NBC TA 300 - Planejamento da Auditoria das DCs
 
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
12 - NBC TA 500 - Evidência de Auditoria
 
NBC TG 26 - APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
NBC TG 26-APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEISNBC TG 26-APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
NBC TG 26 - APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
 
Fichamento.pptx
Fichamento.pptxFichamento.pptx
Fichamento.pptx
 
AÇÕES CÍVEIS - FLUXOGRAMA
AÇÕES CÍVEIS - FLUXOGRAMAAÇÕES CÍVEIS - FLUXOGRAMA
AÇÕES CÍVEIS - FLUXOGRAMA
 
Aula 17 - 11. Papéis de Trabalho
Aula 17 - 11. Papéis de TrabalhoAula 17 - 11. Papéis de Trabalho
Aula 17 - 11. Papéis de Trabalho
 
Apostila de contabilidade avançada prof. núbia rodrigues
Apostila de contabilidade avançada   prof. núbia rodriguesApostila de contabilidade avançada   prof. núbia rodrigues
Apostila de contabilidade avançada prof. núbia rodrigues
 
Detonando cp cs(parte_i)_final
Detonando cp cs(parte_i)_finalDetonando cp cs(parte_i)_final
Detonando cp cs(parte_i)_final
 
Análise Completa - Edital Contabilidade AFRFB
Análise Completa - Edital Contabilidade AFRFBAnálise Completa - Edital Contabilidade AFRFB
Análise Completa - Edital Contabilidade AFRFB
 

Semelhante a CPC 12 - Ajuste a Valor Presente

13 - CPC 25 - Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes
13 - CPC 25 - Provisões, Passivos Contingentes e  Ativos  Contingentes13 - CPC 25 - Provisões, Passivos Contingentes e  Ativos  Contingentes
13 - CPC 25 - Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes
Moore Stephens Brasil
 
Cban dt 01 laudo de avaliação - dcf
Cban dt 01   laudo de avaliação - dcfCban dt 01   laudo de avaliação - dcf
Cban dt 01 laudo de avaliação - dcf
Giana Araujo
 
Avaliacao do investimento
Avaliacao do investimentoAvaliacao do investimento
Avaliacao do investimento
zeramento contabil
 
Novidades Gestão Financeira 11.40
Novidades Gestão Financeira 11.40Novidades Gestão Financeira 11.40
Novidades Gestão Financeira 11.40
TOTVS Connect
 
Projetos de avaliação de empresas
Projetos de avaliação de empresasProjetos de avaliação de empresas
Projetos de avaliação de empresas
Carvalhosa & Consultores Associados
 
Apostila mqaa
Apostila mqaaApostila mqaa
Valor Recuperável de Ativos
Valor Recuperável de Ativos  Valor Recuperável de Ativos
Valor Recuperável de Ativos
Moore Stephens Brasil
 
Jornada Administrativa - Mês do Administrador: Finanças com Administradores
Jornada Administrativa - Mês do Administrador: Finanças com AdministradoresJornada Administrativa - Mês do Administrador: Finanças com Administradores
Jornada Administrativa - Mês do Administrador: Finanças com Administradores
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Aula de Hoje 13-03-2020.ppt
Aula de Hoje 13-03-2020.pptAula de Hoje 13-03-2020.ppt
Aula de Hoje 13-03-2020.ppt
Pedro Luis Moraes
 
Calculo financeiro
Calculo financeiroCalculo financeiro
Calculo financeiro
cARLOS CAMPOS
 
Cpc 03n
Cpc 03nCpc 03n
Cpc 03n
nilde
 
Pronunciamentos técnicos cpc 03, 23 e 25
Pronunciamentos técnicos   cpc 03, 23 e 25Pronunciamentos técnicos   cpc 03, 23 e 25
Pronunciamentos técnicos cpc 03, 23 e 25
Karla Carioca
 
Receitas ifrs 15 ifrs em-destaque-02-14-first-impressions kpmg
Receitas ifrs 15 ifrs em-destaque-02-14-first-impressions kpmgReceitas ifrs 15 ifrs em-destaque-02-14-first-impressions kpmg
Receitas ifrs 15 ifrs em-destaque-02-14-first-impressions kpmg
avieiracpa
 
Analise de investimento
Analise de investimentoAnalise de investimento
Analise de investimento
Adriano Evaristo
 
Contabilidadegeral
ContabilidadegeralContabilidadegeral
Contabilidadegeral
zeramento contabil
 
Contabilidadegeral
ContabilidadegeralContabilidadegeral
Contabilidadegeral
zeramento contabil
 
Auxiliar administrativo
Auxiliar administrativoAuxiliar administrativo
Auxiliar administrativo
Francisco Bezerra
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001
albumina
 
Análise_do_investimento_indicadores_diversos
Análise_do_investimento_indicadores_diversosAnálise_do_investimento_indicadores_diversos
Análise_do_investimento_indicadores_diversos
Jordanio Silva Santos
 
Aula 01 auxiliar de contabilidade
Aula 01 auxiliar de contabilidadeAula 01 auxiliar de contabilidade
Aula 01 auxiliar de contabilidade
Homero Alves de Lima
 

Semelhante a CPC 12 - Ajuste a Valor Presente (20)

13 - CPC 25 - Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes
13 - CPC 25 - Provisões, Passivos Contingentes e  Ativos  Contingentes13 - CPC 25 - Provisões, Passivos Contingentes e  Ativos  Contingentes
13 - CPC 25 - Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes
 
Cban dt 01 laudo de avaliação - dcf
Cban dt 01   laudo de avaliação - dcfCban dt 01   laudo de avaliação - dcf
Cban dt 01 laudo de avaliação - dcf
 
Avaliacao do investimento
Avaliacao do investimentoAvaliacao do investimento
Avaliacao do investimento
 
Novidades Gestão Financeira 11.40
Novidades Gestão Financeira 11.40Novidades Gestão Financeira 11.40
Novidades Gestão Financeira 11.40
 
Projetos de avaliação de empresas
Projetos de avaliação de empresasProjetos de avaliação de empresas
Projetos de avaliação de empresas
 
Apostila mqaa
Apostila mqaaApostila mqaa
Apostila mqaa
 
Valor Recuperável de Ativos
Valor Recuperável de Ativos  Valor Recuperável de Ativos
Valor Recuperável de Ativos
 
Jornada Administrativa - Mês do Administrador: Finanças com Administradores
Jornada Administrativa - Mês do Administrador: Finanças com AdministradoresJornada Administrativa - Mês do Administrador: Finanças com Administradores
Jornada Administrativa - Mês do Administrador: Finanças com Administradores
 
Aula de Hoje 13-03-2020.ppt
Aula de Hoje 13-03-2020.pptAula de Hoje 13-03-2020.ppt
Aula de Hoje 13-03-2020.ppt
 
Calculo financeiro
Calculo financeiroCalculo financeiro
Calculo financeiro
 
Cpc 03n
Cpc 03nCpc 03n
Cpc 03n
 
Pronunciamentos técnicos cpc 03, 23 e 25
Pronunciamentos técnicos   cpc 03, 23 e 25Pronunciamentos técnicos   cpc 03, 23 e 25
Pronunciamentos técnicos cpc 03, 23 e 25
 
Receitas ifrs 15 ifrs em-destaque-02-14-first-impressions kpmg
Receitas ifrs 15 ifrs em-destaque-02-14-first-impressions kpmgReceitas ifrs 15 ifrs em-destaque-02-14-first-impressions kpmg
Receitas ifrs 15 ifrs em-destaque-02-14-first-impressions kpmg
 
Analise de investimento
Analise de investimentoAnalise de investimento
Analise de investimento
 
Contabilidadegeral
ContabilidadegeralContabilidadegeral
Contabilidadegeral
 
Contabilidadegeral
ContabilidadegeralContabilidadegeral
Contabilidadegeral
 
Auxiliar administrativo
Auxiliar administrativoAuxiliar administrativo
Auxiliar administrativo
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001
 
Análise_do_investimento_indicadores_diversos
Análise_do_investimento_indicadores_diversosAnálise_do_investimento_indicadores_diversos
Análise_do_investimento_indicadores_diversos
 
Aula 01 auxiliar de contabilidade
Aula 01 auxiliar de contabilidadeAula 01 auxiliar de contabilidade
Aula 01 auxiliar de contabilidade
 

Mais de Moore Stephens Brasil

NBC TR 2400 - Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
NBC TR 2400 - Trabalhos de Revisão de Demonstrações ContábeisNBC TR 2400 - Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
NBC TR 2400 - Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
Moore Stephens Brasil
 
NBC TA 320 - Materialidade no Planejamento e na Execução de Auditoria
NBC TA 320 - Materialidade no Planejamento e na Execução de AuditoriaNBC TA 320 - Materialidade no Planejamento e na Execução de Auditoria
NBC TA 320 - Materialidade no Planejamento e na Execução de Auditoria
Moore Stephens Brasil
 
18 - NBC TA 240 – Fraudes
18 - NBC TA 240 – Fraudes18 - NBC TA 240 – Fraudes
18 - NBC TA 240 – Fraudes
Moore Stephens Brasil
 
17 cpc 09 - demonstração do valor adicionado (dva)
17   cpc 09 - demonstração do valor adicionado (dva)17   cpc 09 - demonstração do valor adicionado (dva)
17 cpc 09 - demonstração do valor adicionado (dva)
Moore Stephens Brasil
 
14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria
14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria
14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria
Moore Stephens Brasil
 
11 - CPC 04 (R1) - Ativo Intangível
11 - CPC 04 (R1) - Ativo Intangível11 - CPC 04 (R1) - Ativo Intangível
11 - CPC 04 (R1) - Ativo Intangível
Moore Stephens Brasil
 
10 - NBC TA 510 – Trabalhos Iniciais – Saldos Iniciais
10 - NBC TA 510 – Trabalhos Iniciais – Saldos Iniciais10 - NBC TA 510 – Trabalhos Iniciais – Saldos Iniciais
10 - NBC TA 510 – Trabalhos Iniciais – Saldos Iniciais
Moore Stephens Brasil
 
8 - NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor
8 - NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor8 - NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor
8 - NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor
Moore Stephens Brasil
 
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
Moore Stephens Brasil
 
Revista Moore Stephens - MS News - 12 anos de informação no Brasil
Revista Moore Stephens -  MS News - 12 anos de informação no BrasilRevista Moore Stephens -  MS News - 12 anos de informação no Brasil
Revista Moore Stephens - MS News - 12 anos de informação no Brasil
Moore Stephens Brasil
 
Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
Trabalhos de Revisão de Demonstrações ContábeisTrabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
Moore Stephens Brasil
 
Palestra atlantica hotels
Palestra atlantica hotelsPalestra atlantica hotels
Palestra atlantica hotels
Moore Stephens Brasil
 
Adequação dos ativos - Moore Stephens Brasil
Adequação dos ativos - Moore Stephens BrasilAdequação dos ativos - Moore Stephens Brasil
Adequação dos ativos - Moore Stephens Brasil
Moore Stephens Brasil
 
Moore Stephens Brasil - Cultura e negócio
 Moore Stephens Brasil - Cultura e negócio  Moore Stephens Brasil - Cultura e negócio
Moore Stephens Brasil - Cultura e negócio
Moore Stephens Brasil
 
Carreira de Auditoria - Moore Stephens Brasil
Carreira de Auditoria - Moore Stephens BrasilCarreira de Auditoria - Moore Stephens Brasil
Carreira de Auditoria - Moore Stephens Brasil
Moore Stephens Brasil
 

Mais de Moore Stephens Brasil (15)

NBC TR 2400 - Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
NBC TR 2400 - Trabalhos de Revisão de Demonstrações ContábeisNBC TR 2400 - Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
NBC TR 2400 - Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
 
NBC TA 320 - Materialidade no Planejamento e na Execução de Auditoria
NBC TA 320 - Materialidade no Planejamento e na Execução de AuditoriaNBC TA 320 - Materialidade no Planejamento e na Execução de Auditoria
NBC TA 320 - Materialidade no Planejamento e na Execução de Auditoria
 
18 - NBC TA 240 – Fraudes
18 - NBC TA 240 – Fraudes18 - NBC TA 240 – Fraudes
18 - NBC TA 240 – Fraudes
 
17 cpc 09 - demonstração do valor adicionado (dva)
17   cpc 09 - demonstração do valor adicionado (dva)17   cpc 09 - demonstração do valor adicionado (dva)
17 cpc 09 - demonstração do valor adicionado (dva)
 
14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria
14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria
14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria
 
11 - CPC 04 (R1) - Ativo Intangível
11 - CPC 04 (R1) - Ativo Intangível11 - CPC 04 (R1) - Ativo Intangível
11 - CPC 04 (R1) - Ativo Intangível
 
10 - NBC TA 510 – Trabalhos Iniciais – Saldos Iniciais
10 - NBC TA 510 – Trabalhos Iniciais – Saldos Iniciais10 - NBC TA 510 – Trabalhos Iniciais – Saldos Iniciais
10 - NBC TA 510 – Trabalhos Iniciais – Saldos Iniciais
 
8 - NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor
8 - NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor8 - NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor
8 - NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor
 
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
7 - CPC 18 (R2) Investimentos em coligadas e em controladas
 
Revista Moore Stephens - MS News - 12 anos de informação no Brasil
Revista Moore Stephens -  MS News - 12 anos de informação no BrasilRevista Moore Stephens -  MS News - 12 anos de informação no Brasil
Revista Moore Stephens - MS News - 12 anos de informação no Brasil
 
Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
Trabalhos de Revisão de Demonstrações ContábeisTrabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
Trabalhos de Revisão de Demonstrações Contábeis
 
Palestra atlantica hotels
Palestra atlantica hotelsPalestra atlantica hotels
Palestra atlantica hotels
 
Adequação dos ativos - Moore Stephens Brasil
Adequação dos ativos - Moore Stephens BrasilAdequação dos ativos - Moore Stephens Brasil
Adequação dos ativos - Moore Stephens Brasil
 
Moore Stephens Brasil - Cultura e negócio
 Moore Stephens Brasil - Cultura e negócio  Moore Stephens Brasil - Cultura e negócio
Moore Stephens Brasil - Cultura e negócio
 
Carreira de Auditoria - Moore Stephens Brasil
Carreira de Auditoria - Moore Stephens BrasilCarreira de Auditoria - Moore Stephens Brasil
Carreira de Auditoria - Moore Stephens Brasil
 

CPC 12 - Ajuste a Valor Presente

  • 1. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.Moore Stephens Prisma PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE. PRONUNCIAMENTOS TÉCNICOS CPC 12 - Ajuste a Valor Presente 05 de Outubro de 2012
  • 2. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE. AJUSTE A VALOR PRESENTE CPC -12
  • 3. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE SUMÁRIO • INTRODUÇÃO • OBJETIVO • ALCANCE • MENSURAÇÃO • EXEMPLO RELACIONADO PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 4. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE INTRODUÇÃO: O Pronunciamento foi elaborado para atender às alterações procedidas na Lei nº. 6404/76 por intermédio da Lei nº. 11.638/07 e da Medida Provisória nº. 449/08, que versam sobre o tema. Nas normas internacionais de contabilidade (IFRS), o conceito de Ajuste a Valor Presente está inserido em inúmeros documentos emitidos pelo IASB. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 5. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE INTRODUÇÃO: Não obstante, por ter sido o Pronunciamento elaborado em consonância com as diversas normas do IASB – Internacional Accounting Standards Boards, no julgamento do Comitê a aplicação pela entidades do Pronunciamento Técnico CPC 12 ora aprovado, produz reflexos contábeis que estão em conformidade com as normas editadas pelo IASB- Internacional Accounting Standards Boards.
  • 6. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE APROVADO PELO (A): • - Deliberação CVM nº 564/08; • - NBC TG 12 – Resolução CFC nº 1.151/09; • - Despacho nº 4.722/09; • - Comunicado Sureg nº1/09;
  • 7. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE APROVADO PELO (A): • - Instrução Normativa nº 290/12; e • - Circular nº 430/12.
  • 8. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE OBJETIVO: O objetivo deste Pronunciamento é estabelecer os requisitos básicos a serem observados quando da apuração do Ajuste a Valor Presente de elementos do ativo e do passivo quando da elaboração de demonstrações contábeis, dirimindo algumas questões controversas advindas de tal procedimento, do tipo: (a) se a adoção do ajuste a valor presente é aplicável tão-somente a fluxos de caixa contratados ou se porventura seria aplicada também a fluxos de caixa estimados ou esperados; PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 9. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE OBJETIVO: (b)em que situações é requerida a adoção do ajuste a valor presente de ativos e passivos, se no momento de registro inicial de ativos e passivos, se na mudança da base de avaliação de ativos e passivos , ou se em ambos os momentos; (c)se passivos não contratuais, como aqueles decorrentes de obrigações não formalizadas ou legais, são alcançados pelo ajuste a valor presente; (d)qual a taxa apropriada de desconto para um ativo ou um passivo e quais os cuidados necessários para se evitarem distorções de cômputo e viés; PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 10. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE OBJETIVO: (e) qual o método de alocação de descontos (juros) recomendado; (f) se o ajuste a valor presente deve ser efetivado líquido de efeitos fiscais. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 11. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE ALCANCE: CPC 12 trata essencialmente de questões de mensuração, não alcançando com detalhes questões de reconhecimento. É importante esclarecer que a dimensão contábil do “reconhecimento” envolve a decisão de “por quando registrar” ao passo que a dimensão contábil da mensuração envolve a decisão de “por quanto registrar”. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 12. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: A questão mais relevante para a aplicação do conceito de valor presente, é o estabelecimento de diretrizes gerais e de metas a serem alcançadas.  Transação que dá origem a um ativo, a um passivo, a uma receita ou a uma despesa ou outra mutação do patrimônio líquido cuja contrapartida é um ativo ou um passivo com liquidação financeira (recebimento ou pagamento) em data diferente da data do reconhecimento desses elementos; PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 13. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO:  Reconhecimento periódico de mudanças de valor, utilidade ou substância de ativos ou passivos similares emprega métodos de alocação de descontos;  Conjunto particular de fluxos de caixa estimados claramente associado a um ativo ou a um passivo; PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 14. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: Meta a ser alcançada • O valor do dinheiro no tempo; • Incertezas associadas (Risco). PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 15. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: Risco e Incerteza : Taxa de Desconto Ao se utilizarem para fins contábeis, informações com base no fluxo de caixa no valor presente, incertezas são obrigatoriamente levadas em consideração para efeito de mensuração. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 16. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: Ativos e Passivos com juros implícitos ou explícitos • Ativos e passivos monetários com juros implícitos ou explícitos devem ser mensurados pelo AVP – Ajuste a Valor Presente no reconhecimento inicial • Ativos e passivos não monetários com juros embutidos, uma vez ajustados, não devem mais ser submetidos a ajustes subsequentes. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 17. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: Valor Justo X Valor Presente • Valor justo e valor presente não são sinônimos. • A Aplicação do conceito de ajuste a valor presente nem sempre equipara o ativo ou o passivo a seu valor justo. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 18. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: Valor Justo É o valor pelo qual um ativo pode ser negociado ou um passivo liquidado, entre partes interessadas conhecedoras do negócio e independentes entre si, com a ausência de fatores que pressionem para a liquidação da transação ou que caracterize uma transação compulsória. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 19. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: Valor Presente É a estimativa do valor corrente de um fluxo de caixa futuro, no curso normal das operações da entidade. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 20. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: Efeitos Fiscais Para fins de desconto a valor presente de ativos e passivos, a taxa a ser aplicada não deve ser líquida de efeitos fiscais, e, sim antes dos impostos. No tocante às diferenças temporárias observadas entre a base contábil e fiscal de ativos e passivos ajustados a valor presente, as diferenças temporárias devem receber o tratamento requerido pelas regras contábeis vigentes para reconhecimento e mensuração de imposto de renda e contribuição social diferidos. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 21. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: Divulgação • Descrição pormenorizada do item objeto da mensuração a valor presente, natureza de seus fluxos de caixa (contratuais ou não) e, se aplicável, o seu valor de entrada cotado a mercado; • Premissas utilizadas pela administração, taxas de juros decompostas por prêmios incorporados e por fatores de risco, montantes dos fluxos de caixa estimados ou séries de montantes dos fluxos de caixa estimado ou esperado, expectativas em termos de montante e temporalidade dos fluxos PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 22. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE MENSURAÇÃO: Divulgação • Moldes Utilizado para cálculos de riscos e inputs dos modelos • Breve descrição do método de alocação dos descontos e do procedimento adotado para acomodar mudanças de premissas da administração • Propósito da mensuração a valor presente, se para reconhecimento inicial • Nova medição e motivação da administração para levar a efeito tal procedimento PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 23. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE EXEMPLO RELACIONADO PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE COMPANHIA ÁGUA DOCE S.A.
  • 24. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE EXEMPLO RELACIONADO PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  • 25. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE. CPC 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE DÚVIDAS SOBRE O TEMA:
  • 26. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE. A Moore Stephens é uma das maiores redes de auditoria, consultoria e outsourcing contábil do mundo. A empresa é formada por aproximadamente 630 escritórios e está presente em mais de 100 países. Está entre as 12 maiores posições no ranking mundial, com faturamento anual de mais de US$ 2 bilhões. A Moore Stephens Auditores e Consultores presta serviços em auditoria, consultoria tributária e empresarial, tecnologia de informação, outsourcing de serviços contábeis, tributários e administrativos, e corporate finance. Há ainda determinadas divisões, com estruturas próprias, criadas para atendimento de interesses específicos, como a Divisão de Auditoria Interna e a Divisão de Small Business, entre outras. Fale com a Moore Stephens: mscorp@msbrasil.com.br Siga-nos na internet e nas redes sociais: Homepage: www.msbrasil.com.br Facebook: http://www.facebook.com/moorestephensbr Twitter: http://twitter.com/#!/moorestephensbr Linkedin:http://www.linkedin.com/companies/moore-stephens-brasil Blog: http://msbrasil.com.br/blog/ SlideShare: http://www.slideshare.net/moorestephensb Youtube: http://www.youtube.com/moorestephensbr SOBRE A MOORE STEPHENS AUDITORES E CONSULTORES