SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
CLASSIFICAÇÕES BIOLÓGICAS PROF. CIDÁLIA AGUIAR
Sistemas de classificação Sistemática -  estudo da diversidade biológica num contexto evolutivo Taxonomia –  classificação e nomenclatura das espécies filogenia –  constitui a história evolutiva de uma espécie ou grupo de espécies relacionadas Séc XVIII –  LINEU
RACIONAIS PRÁTICAS HORIZONTAIS VERTICAIS FILOGENÉTICAS Filética cladística ARTIFICIAIS Observação de poucos caracteres Aristóteles, Teofrastos, Lineu NATURAIS (Fenéticas) Observação de muitos caracteres fenotípicos, anatómicos, fisiológicos De Lineu a Darwin Diagrama encaixante e dendogramas/ taxonomia numérica / chaves dicotómicas Não interessa o tempo Não se baseiam em características observadas Ex: ordem alfabética EMPÍRICAS Baseiam-se em características práticas com interesse para o Homem Baseiam-se em características estruturais observadas nos seres vivos Aristóteles, Teofrastos Período pós-Darwiniano Relações evolutivas, o tempo interessa
Sistemas de classificação As classificações fenéticas podem existir actualmente –  não têm em conta as relações evolutivas –  baseiam-se na semelhança entre os organismos Permitem uma classificação rápida dos organismos
Actividade 7 – pag 148 1- com base nos dados, mencione critérios utilizados por Aristóteles e Lineu 2 – Qual das classificações é a mais recente? Porquê? 1. Aristóteles – Essencialmente critérios de reprodução; Lineu – Essencialmente critérios estruturais. 1. A de Lineu, que viveu mais recentemente
Classificações fenéticas ou horizontais Diagrama encaixante e dendogramas Chaves dicotómicas Não interpreta órgãos homólogos /análogos como existência de evolução divergente/convergente Analisa apenas a morfologia destes órgãos dendograma
Classificações fenéticas ou horizontais Diagrama encaixante
Classificação filogenética Dinâmica Vertical Em consideração o factor tempo Determina a história evolutiva dos seres vivos Representa-se por árvores filogenéticas Importância das características filogenéticas As estruturas homólogas são muito utilizadas Dados paleontológicos, embriológicos, bioquímicos e de anatomia comparada
Classificação filogenética Uitiliza cladogramas Carácter primitivo  - compartilhado por todos - Ancestral comum cladograma Dinâmica Vertical Em consideração o factor tempo Característica primitiva Característica derivada Carácter derivado Característica que diverge das restantes - Permite traçar novas linhas evolutivas
Classificação evolutiva clássica examina o maior nº possível de caracteres identifica relações filogenéticas Equilíbrio entre a classificação fenética e filética subjectiva Árvore filogenética
[object Object],[object Object]
Taxonomia e nomenclatura ,[object Object],[object Object],[object Object]
Regras básicas da nomenclatura ,[object Object],[object Object]
Regras básicas da nomenclatura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Actividade 8- categorias taxonómicas – pag 154 1. Na figura, que representam os rectângulos inseridos num maior? Os diferentes taxa que estão contidos num taxon de maior amplitude. 2. Refira os grupos considerados nesta classificação Espécie, género, família, ordem, classe, filo, reino. 3. Qual o grupo que engloba maior diversidade de organismos? Reino .
Actividade 8- categorias taxonómicas – pag 154 4. Mencione o grupo em que é maior o nº de características comuns entre os organismos que a ele pertencem Espécie . 5. Justifique a existência de uma classificação hierárquica em classificação Organização dos seres vivos numa série ascendente de taxa, que são progressivamente de maior amplitude, em que cada taxon contém o que o precede e está contido no que o segue.
Os Reinos e a sistemática… ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Monera Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos MONERA Procariontes Unicelulares ou coloniais Autotróficos, fotossintéticos ou quimiossintéticos, heterotróficos (absorção) Produtores ou microconsumidores Bactérias e cianobactérias
Protista Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos PROTISTA eucariontes Unicelulares ou coloniais ou multicelulares com diferenciação reduzida Autotróficos fotossintéticos heterotróficos (absorção e ingestão) Produtores, macroconsumidores e microconsumidores Protozoários e algas
Fungi Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos FUNGI eucariontes Unicelulares ou multicelulares heterotróficos (absorção) microconsumidores Leveduras, bolores e cogumelos
Plantae Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos PLANTAE  Eucariontes. Multicelulares com diferenciação progressiva Autotróficos fotossintéticos Produtores Musgos, Fetos, plantas com flor
Animalia Necessidade de revisão    duas linhas distintas de Procariontes Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos Animalia  Eucariontes. Multicelulares com diferenciação progressiva Heterotróficos (ingestão) Macroconsumidores Esponjas, corais, insectos, peixes, mamíferos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

3 sistemática
3   sistemática3   sistemática
3 sistemáticaPelo Siro
 
Sistemática Geral e Filogenética - aula 02-04-13
Sistemática Geral e Filogenética - aula 02-04-13Sistemática Geral e Filogenética - aula 02-04-13
Sistemática Geral e Filogenética - aula 02-04-13Ricardo Rodrigues
 
Bases de taxonomia: classificação e nomenclatura de plantas - sistema de clas...
Bases de taxonomia: classificação e nomenclatura de plantas - sistema de clas...Bases de taxonomia: classificação e nomenclatura de plantas - sistema de clas...
Bases de taxonomia: classificação e nomenclatura de plantas - sistema de clas...Gracieli Henicka
 
Biologia 11 sistemas de classificação
Biologia 11   sistemas de classificaçãoBiologia 11   sistemas de classificação
Biologia 11 sistemas de classificaçãoNuno Correia
 
Sistemática e classificação dos seres vivos
Sistemática e classificação  dos seres vivosSistemática e classificação  dos seres vivos
Sistemática e classificação dos seres vivosIkaro Slipk
 
Sistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológicaSistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológicaCarlaensino
 
Classificação Biológica
Classificação BiológicaClassificação Biológica
Classificação BiológicaAndreza Carvalho
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosSimone Miranda
 
B7 classificação dos seres vivos
B7   classificação dos seres vivosB7   classificação dos seres vivos
B7 classificação dos seres vivosNuno Correia
 
1 evolução dos sistemas de classificação
1   evolução dos sistemas de classificação1   evolução dos sistemas de classificação
1 evolução dos sistemas de classificaçãoPelo Siro
 
(5) sistemática dos seres vivos
(5) sistemática dos seres vivos(5) sistemática dos seres vivos
(5) sistemática dos seres vivosHugo Martins
 
Taxonomia Sistemática: classificação biológica
Taxonomia Sistemática: classificação biológicaTaxonomia Sistemática: classificação biológica
Taxonomia Sistemática: classificação biológicaFernando Pinto
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosTânia Reis
 
Taxonomia e sistématica
Taxonomia e sistématicaTaxonomia e sistématica
Taxonomia e sistématicaDaniel Victor
 

Mais procurados (20)

3 sistemática
3   sistemática3   sistemática
3 sistemática
 
Classificação biológica
Classificação biológicaClassificação biológica
Classificação biológica
 
Sistemática Geral e Filogenética - aula 02-04-13
Sistemática Geral e Filogenética - aula 02-04-13Sistemática Geral e Filogenética - aula 02-04-13
Sistemática Geral e Filogenética - aula 02-04-13
 
Bases de taxonomia: classificação e nomenclatura de plantas - sistema de clas...
Bases de taxonomia: classificação e nomenclatura de plantas - sistema de clas...Bases de taxonomia: classificação e nomenclatura de plantas - sistema de clas...
Bases de taxonomia: classificação e nomenclatura de plantas - sistema de clas...
 
Biologia 11 sistemas de classificação
Biologia 11   sistemas de classificaçãoBiologia 11   sistemas de classificação
Biologia 11 sistemas de classificação
 
Sistemática e classificação dos seres vivos
Sistemática e classificação  dos seres vivosSistemática e classificação  dos seres vivos
Sistemática e classificação dos seres vivos
 
Sistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológicaSistemática e classificação biológica
Sistemática e classificação biológica
 
Sistemática
SistemáticaSistemática
Sistemática
 
Taxonomia e sistemática
Taxonomia e sistemáticaTaxonomia e sistemática
Taxonomia e sistemática
 
Classificação Biológica
Classificação BiológicaClassificação Biológica
Classificação Biológica
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
B7 classificação dos seres vivos
B7   classificação dos seres vivosB7   classificação dos seres vivos
B7 classificação dos seres vivos
 
Biologia 1 - Classificação Biológica
Biologia 1 - Classificação BiológicaBiologia 1 - Classificação Biológica
Biologia 1 - Classificação Biológica
 
1 evolução dos sistemas de classificação
1   evolução dos sistemas de classificação1   evolução dos sistemas de classificação
1 evolução dos sistemas de classificação
 
(5) sistemática dos seres vivos
(5) sistemática dos seres vivos(5) sistemática dos seres vivos
(5) sistemática dos seres vivos
 
Taxonomia Sistemática: classificação biológica
Taxonomia Sistemática: classificação biológicaTaxonomia Sistemática: classificação biológica
Taxonomia Sistemática: classificação biológica
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
Taxonomia e sistématica
Taxonomia e sistématicaTaxonomia e sistématica
Taxonomia e sistématica
 

Destaque

I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosRebeca Vale
 
Aula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres VivosAula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres VivosPlínio Gonçalves
 
CorrecçãO Ficha 1 De Actividades Da Areal 11º
CorrecçãO Ficha 1 De Actividades Da Areal 11ºCorrecçãO Ficha 1 De Actividades Da Areal 11º
CorrecçãO Ficha 1 De Actividades Da Areal 11ºCidalia Aguiar
 
Trabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarTrabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarCidalia Aguiar
 
DeformaçõEs Falhas E Dobras [Modo De Compatibilidade]
DeformaçõEs Falhas E Dobras [Modo De Compatibilidade]DeformaçõEs Falhas E Dobras [Modo De Compatibilidade]
DeformaçõEs Falhas E Dobras [Modo De Compatibilidade]Cidalia Aguiar
 
Rochas MagmáTicas D [Modo De Compatibilidade]
Rochas MagmáTicas D [Modo De Compatibilidade]Rochas MagmáTicas D [Modo De Compatibilidade]
Rochas MagmáTicas D [Modo De Compatibilidade]Cidalia Aguiar
 
Nomenclatura zoológica Aula 2
Nomenclatura zoológica Aula 2Nomenclatura zoológica Aula 2
Nomenclatura zoológica Aula 2Henrique Zini
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosJuliana Mendes
 
Declinio jornais e revistas hsm management outubro 2012
Declinio jornais e revistas hsm management outubro 2012Declinio jornais e revistas hsm management outubro 2012
Declinio jornais e revistas hsm management outubro 2012Paulo Ratinecas
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosjohnwashingtonc
 
Lista de exercicios_3-casos_particulares_estequiometria_1o_ano[1]
Lista de exercicios_3-casos_particulares_estequiometria_1o_ano[1]Lista de exercicios_3-casos_particulares_estequiometria_1o_ano[1]
Lista de exercicios_3-casos_particulares_estequiometria_1o_ano[1]Gabriela de Lima
 
Biologia8taxonomia (1)
Biologia8taxonomia (1)Biologia8taxonomia (1)
Biologia8taxonomia (1)Vivi Alves
 
Aula teórico pratica les
Aula teórico pratica lesAula teórico pratica les
Aula teórico pratica lesCidalia Aguiar
 
B8 Sistemas Endomembranares
B8    Sistemas EndomembranaresB8    Sistemas Endomembranares
B8 Sistemas EndomembranaresNuno Correia
 
Convívio com o semi árido
Convívio com o semi áridoConvívio com o semi árido
Convívio com o semi áridofotoemacao12
 

Destaque (20)

I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivos
 
Aula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres VivosAula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres Vivos
 
CorrecçãO Ficha 1 De Actividades Da Areal 11º
CorrecçãO Ficha 1 De Actividades Da Areal 11ºCorrecçãO Ficha 1 De Actividades Da Areal 11º
CorrecçãO Ficha 1 De Actividades Da Areal 11º
 
Trabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarTrabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solar
 
DeformaçõEs Falhas E Dobras [Modo De Compatibilidade]
DeformaçõEs Falhas E Dobras [Modo De Compatibilidade]DeformaçõEs Falhas E Dobras [Modo De Compatibilidade]
DeformaçõEs Falhas E Dobras [Modo De Compatibilidade]
 
Rochas MagmáTicas D [Modo De Compatibilidade]
Rochas MagmáTicas D [Modo De Compatibilidade]Rochas MagmáTicas D [Modo De Compatibilidade]
Rochas MagmáTicas D [Modo De Compatibilidade]
 
transporte Plantas
transporte Plantastransporte Plantas
transporte Plantas
 
Rochas MetamóRficas
Rochas MetamóRficasRochas MetamóRficas
Rochas MetamóRficas
 
Nomenclatura zoológica Aula 2
Nomenclatura zoológica Aula 2Nomenclatura zoológica Aula 2
Nomenclatura zoológica Aula 2
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 
Nomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomiaNomenclatura taxonomia
Nomenclatura taxonomia
 
Declinio jornais e revistas hsm management outubro 2012
Declinio jornais e revistas hsm management outubro 2012Declinio jornais e revistas hsm management outubro 2012
Declinio jornais e revistas hsm management outubro 2012
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
Lista de exercicios_3-casos_particulares_estequiometria_1o_ano[1]
Lista de exercicios_3-casos_particulares_estequiometria_1o_ano[1]Lista de exercicios_3-casos_particulares_estequiometria_1o_ano[1]
Lista de exercicios_3-casos_particulares_estequiometria_1o_ano[1]
 
Biologia8taxonomia (1)
Biologia8taxonomia (1)Biologia8taxonomia (1)
Biologia8taxonomia (1)
 
Aula1 classificacaodosseresvivos
Aula1 classificacaodosseresvivosAula1 classificacaodosseresvivos
Aula1 classificacaodosseresvivos
 
Aula teórico pratica les
Aula teórico pratica lesAula teórico pratica les
Aula teórico pratica les
 
B8 Sistemas Endomembranares
B8    Sistemas EndomembranaresB8    Sistemas Endomembranares
B8 Sistemas Endomembranares
 
Convívio com o semi árido
Convívio com o semi áridoConvívio com o semi árido
Convívio com o semi árido
 

Semelhante a 2.1.0. Classif.BiolóGicas

odis11_bio_ppt_cap6.pptx
odis11_bio_ppt_cap6.pptxodis11_bio_ppt_cap6.pptx
odis11_bio_ppt_cap6.pptxIsaura Mourão
 
PPT - Biologia Sistemas de Classificação/Nomeculatura
PPT - Biologia Sistemas de Classificação/NomeculaturaPPT - Biologia Sistemas de Classificação/Nomeculatura
PPT - Biologia Sistemas de Classificação/Nomeculaturakuala22kuala
 
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumoclassificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumoBrunaLeal72
 
Taxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivosTaxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivosKatia Valeria
 
1_Classificação Biológica DINÂMICO.pptx
1_Classificação Biológica DINÂMICO.pptx1_Classificação Biológica DINÂMICO.pptx
1_Classificação Biológica DINÂMICO.pptxBreno Moura
 
Sistemática.pptx
Sistemática.pptxSistemática.pptx
Sistemática.pptxguize
 
A classificacao biologica
A classificacao biologicaA classificacao biologica
A classificacao biologicawhybells
 
RESUMO Sistemática.pdf
RESUMO Sistemática.pdfRESUMO Sistemática.pdf
RESUMO Sistemática.pdfguize
 
Classifica seres vivos.ppt
Classifica seres vivos.pptClassifica seres vivos.ppt
Classifica seres vivos.pptRayanneKaroline
 
Sistemática dos seres vivos
Sistemática dos seres vivosSistemática dos seres vivos
Sistemática dos seres vivosluduv
 
A classificação dos seres vivos
A classificação dos seres vivosA classificação dos seres vivos
A classificação dos seres vivosFranck Lobo
 
PowerPoint sobre a sistemática de seres vivos - 11 ano
PowerPoint sobre a sistemática de seres vivos - 11 anoPowerPoint sobre a sistemática de seres vivos - 11 ano
PowerPoint sobre a sistemática de seres vivos - 11 anoanacarol88454
 
Introdução a sistemática vegetal
Introdução a sistemática vegetalIntrodução a sistemática vegetal
Introdução a sistemática vegetalJoseanny Pereira
 
Coleguiumclassificacao2012
Coleguiumclassificacao2012Coleguiumclassificacao2012
Coleguiumclassificacao2012rnogueira
 

Semelhante a 2.1.0. Classif.BiolóGicas (20)

odis11_bio_ppt_cap6.pptx
odis11_bio_ppt_cap6.pptxodis11_bio_ppt_cap6.pptx
odis11_bio_ppt_cap6.pptx
 
PPT - Biologia Sistemas de Classificação/Nomeculatura
PPT - Biologia Sistemas de Classificação/NomeculaturaPPT - Biologia Sistemas de Classificação/Nomeculatura
PPT - Biologia Sistemas de Classificação/Nomeculatura
 
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumoclassificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
classificaobiolgica-170222084845.pdf resumo
 
Taxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivosTaxonomia dos seres vivos
Taxonomia dos seres vivos
 
1_Classificação Biológica DINÂMICO.pptx
1_Classificação Biológica DINÂMICO.pptx1_Classificação Biológica DINÂMICO.pptx
1_Classificação Biológica DINÂMICO.pptx
 
Sistemática.pptx
Sistemática.pptxSistemática.pptx
Sistemática.pptx
 
A classificacao biologica
A classificacao biologicaA classificacao biologica
A classificacao biologica
 
Aula sistematica vegetal
Aula sistematica vegetalAula sistematica vegetal
Aula sistematica vegetal
 
Aula sistematica vegetallll
Aula sistematica vegetallllAula sistematica vegetallll
Aula sistematica vegetallll
 
RESUMO Sistemática.pdf
RESUMO Sistemática.pdfRESUMO Sistemática.pdf
RESUMO Sistemática.pdf
 
Classifica seres vivos.ppt
Classifica seres vivos.pptClassifica seres vivos.ppt
Classifica seres vivos.ppt
 
Biologia 1-aula-1-classificao-biologica
Biologia 1-aula-1-classificao-biologicaBiologia 1-aula-1-classificao-biologica
Biologia 1-aula-1-classificao-biologica
 
Sistemática dos seres vivos
Sistemática dos seres vivosSistemática dos seres vivos
Sistemática dos seres vivos
 
A classificação dos seres vivos
A classificação dos seres vivosA classificação dos seres vivos
A classificação dos seres vivos
 
taxon.pdf
taxon.pdftaxon.pdf
taxon.pdf
 
PowerPoint sobre a sistemática de seres vivos - 11 ano
PowerPoint sobre a sistemática de seres vivos - 11 anoPowerPoint sobre a sistemática de seres vivos - 11 ano
PowerPoint sobre a sistemática de seres vivos - 11 ano
 
Introdução a sistemática vegetal
Introdução a sistemática vegetalIntrodução a sistemática vegetal
Introdução a sistemática vegetal
 
Resumo biologia (3)
Resumo biologia (3)Resumo biologia (3)
Resumo biologia (3)
 
Coleguiumclassificacao2012
Coleguiumclassificacao2012Coleguiumclassificacao2012
Coleguiumclassificacao2012
 
Classificação dos seres vivos_CEEP
Classificação dos seres vivos_CEEPClassificação dos seres vivos_CEEP
Classificação dos seres vivos_CEEP
 

Mais de Cidalia Aguiar

Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistemaQual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistemaCidalia Aguiar
 
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manualEx biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manualCidalia Aguiar
 
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...Cidalia Aguiar
 
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]Cidalia Aguiar
 
.Apresentação 12º sistema imunitário
.Apresentação 12º sistema imunitário.Apresentação 12º sistema imunitário
.Apresentação 12º sistema imunitárioCidalia Aguiar
 
Trabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarTrabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarCidalia Aguiar
 
Correcção de fichas da aula sobre regulação genica
Correcção de fichas da aula sobre regulação genicaCorrecção de fichas da aula sobre regulação genica
Correcção de fichas da aula sobre regulação genicaCidalia Aguiar
 
Correcção dos exercícios de hereditariedade
Correcção dos exercícios de hereditariedadeCorrecção dos exercícios de hereditariedade
Correcção dos exercícios de hereditariedadeCidalia Aguiar
 
Doador receptor-quadro
Doador receptor-quadroDoador receptor-quadro
Doador receptor-quadroCidalia Aguiar
 
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação dCidalia Aguiar
 
Acetato mét. contraceptivos
Acetato mét. contraceptivosAcetato mét. contraceptivos
Acetato mét. contraceptivosCidalia Aguiar
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidadeCausas de infertilidade
Causas de infertilidadeCidalia Aguiar
 
Acetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistidaAcetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistidaCidalia Aguiar
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidadeCausas de infertilidade
Causas de infertilidadeCidalia Aguiar
 
Acetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistidaAcetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistidaCidalia Aguiar
 
Diferenças entre espermatogénese e oogénese
Diferenças entre espermatogénese e oogéneseDiferenças entre espermatogénese e oogénese
Diferenças entre espermatogénese e oogéneseCidalia Aguiar
 

Mais de Cidalia Aguiar (20)

Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistemaQual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
Qual a relação entre grupos sanguíneos do sistema
 
Grupo sanguíneo abo
Grupo sanguíneo aboGrupo sanguíneo abo
Grupo sanguíneo abo
 
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manualEx biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
Ex biotecnologia no diagnóstico e terapêutica de doenças-actividades manual
 
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
1 power-point 12º sistema imunitário-doenças e desequilíbrios [modo de compat...
 
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
1.1. reacção alérgicas hipersensibilidade [modo de compatibilidade]
 
.Apresentação 12º sistema imunitário
.Apresentação 12º sistema imunitário.Apresentação 12º sistema imunitário
.Apresentação 12º sistema imunitário
 
Trabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solarTrabalho de grupo sistema solar
Trabalho de grupo sistema solar
 
Hiv
HivHiv
Hiv
 
Hiv
HivHiv
Hiv
 
Hiv
HivHiv
Hiv
 
Correcção de fichas da aula sobre regulação genica
Correcção de fichas da aula sobre regulação genicaCorrecção de fichas da aula sobre regulação genica
Correcção de fichas da aula sobre regulação genica
 
Correcção dos exercícios de hereditariedade
Correcção dos exercícios de hereditariedadeCorrecção dos exercícios de hereditariedade
Correcção dos exercícios de hereditariedade
 
Doador receptor-quadro
Doador receptor-quadroDoador receptor-quadro
Doador receptor-quadro
 
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
2.5.1. d mecanismos do parto e lactação d
 
Acetato mét. contraceptivos
Acetato mét. contraceptivosAcetato mét. contraceptivos
Acetato mét. contraceptivos
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidadeCausas de infertilidade
Causas de infertilidade
 
Acetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistidaAcetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistida
 
Causas de infertilidade
Causas de infertilidadeCausas de infertilidade
Causas de infertilidade
 
Acetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistidaAcetato reprodução assistida
Acetato reprodução assistida
 
Diferenças entre espermatogénese e oogénese
Diferenças entre espermatogénese e oogéneseDiferenças entre espermatogénese e oogénese
Diferenças entre espermatogénese e oogénese
 

Último

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxMartin M Flynn
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptxSanta Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
Santa Gemma Galgani, Flor de Lucca, mística italiana 1887-1903 (Portugués).pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 

2.1.0. Classif.BiolóGicas

  • 2. Sistemas de classificação Sistemática - estudo da diversidade biológica num contexto evolutivo Taxonomia – classificação e nomenclatura das espécies filogenia – constitui a história evolutiva de uma espécie ou grupo de espécies relacionadas Séc XVIII – LINEU
  • 3. RACIONAIS PRÁTICAS HORIZONTAIS VERTICAIS FILOGENÉTICAS Filética cladística ARTIFICIAIS Observação de poucos caracteres Aristóteles, Teofrastos, Lineu NATURAIS (Fenéticas) Observação de muitos caracteres fenotípicos, anatómicos, fisiológicos De Lineu a Darwin Diagrama encaixante e dendogramas/ taxonomia numérica / chaves dicotómicas Não interessa o tempo Não se baseiam em características observadas Ex: ordem alfabética EMPÍRICAS Baseiam-se em características práticas com interesse para o Homem Baseiam-se em características estruturais observadas nos seres vivos Aristóteles, Teofrastos Período pós-Darwiniano Relações evolutivas, o tempo interessa
  • 4. Sistemas de classificação As classificações fenéticas podem existir actualmente – não têm em conta as relações evolutivas – baseiam-se na semelhança entre os organismos Permitem uma classificação rápida dos organismos
  • 5. Actividade 7 – pag 148 1- com base nos dados, mencione critérios utilizados por Aristóteles e Lineu 2 – Qual das classificações é a mais recente? Porquê? 1. Aristóteles – Essencialmente critérios de reprodução; Lineu – Essencialmente critérios estruturais. 1. A de Lineu, que viveu mais recentemente
  • 6. Classificações fenéticas ou horizontais Diagrama encaixante e dendogramas Chaves dicotómicas Não interpreta órgãos homólogos /análogos como existência de evolução divergente/convergente Analisa apenas a morfologia destes órgãos dendograma
  • 7. Classificações fenéticas ou horizontais Diagrama encaixante
  • 8. Classificação filogenética Dinâmica Vertical Em consideração o factor tempo Determina a história evolutiva dos seres vivos Representa-se por árvores filogenéticas Importância das características filogenéticas As estruturas homólogas são muito utilizadas Dados paleontológicos, embriológicos, bioquímicos e de anatomia comparada
  • 9. Classificação filogenética Uitiliza cladogramas Carácter primitivo - compartilhado por todos - Ancestral comum cladograma Dinâmica Vertical Em consideração o factor tempo Característica primitiva Característica derivada Carácter derivado Característica que diverge das restantes - Permite traçar novas linhas evolutivas
  • 10. Classificação evolutiva clássica examina o maior nº possível de caracteres identifica relações filogenéticas Equilíbrio entre a classificação fenética e filética subjectiva Árvore filogenética
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15. Actividade 8- categorias taxonómicas – pag 154 1. Na figura, que representam os rectângulos inseridos num maior? Os diferentes taxa que estão contidos num taxon de maior amplitude. 2. Refira os grupos considerados nesta classificação Espécie, género, família, ordem, classe, filo, reino. 3. Qual o grupo que engloba maior diversidade de organismos? Reino .
  • 16. Actividade 8- categorias taxonómicas – pag 154 4. Mencione o grupo em que é maior o nº de características comuns entre os organismos que a ele pertencem Espécie . 5. Justifique a existência de uma classificação hierárquica em classificação Organização dos seres vivos numa série ascendente de taxa, que são progressivamente de maior amplitude, em que cada taxon contém o que o precede e está contido no que o segue.
  • 17.
  • 18.
  • 19. Monera Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos MONERA Procariontes Unicelulares ou coloniais Autotróficos, fotossintéticos ou quimiossintéticos, heterotróficos (absorção) Produtores ou microconsumidores Bactérias e cianobactérias
  • 20. Protista Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos PROTISTA eucariontes Unicelulares ou coloniais ou multicelulares com diferenciação reduzida Autotróficos fotossintéticos heterotróficos (absorção e ingestão) Produtores, macroconsumidores e microconsumidores Protozoários e algas
  • 21. Fungi Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos FUNGI eucariontes Unicelulares ou multicelulares heterotróficos (absorção) microconsumidores Leveduras, bolores e cogumelos
  • 22. Plantae Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos PLANTAE Eucariontes. Multicelulares com diferenciação progressiva Autotróficos fotossintéticos Produtores Musgos, Fetos, plantas com flor
  • 23. Animalia Necessidade de revisão  duas linhas distintas de Procariontes Critérios Reino Organização celular Tipo de nutrição Interacção nos ecossistemas exemplos Animalia Eucariontes. Multicelulares com diferenciação progressiva Heterotróficos (ingestão) Macroconsumidores Esponjas, corais, insectos, peixes, mamíferos