SlideShare uma empresa Scribd logo
!
!
INOVAÇÃO &
EMPREENDEDORISMO
UMA OPÇÃO DE VIDA E TRANSFORMAÇÃO
!
!
E U
Parte 1:
Antes de mim
Parte 2
Deixa a
vida me levar
Parte 3
Na selva de pedra
Espanha
Maldivas
Índia
SATISFEITO
FELIZ
COMPLETO
?
SATISFEITO
FELIZ
COMPLETO
IN !
trabalhando as 5 da manhã… de sábado
… de sábado
Índia
Parte 4
Deixa eu levar
minha vida
E M P R E E N D E D O R I S M O
http://www.youtube.com/watch?v=9TSgqEqMIBs
G R U P O
I N S T I T U T O I N O V A Ç Ã O
A PONTE
CONECTANDO CIÊNCIA &
MERCADO
O Instituto Inovação surgiu em 2002 inspirado pelo
desafio de aproximar o potencial de geração de
conhecimento da academia das demandas reais e
latentes do mercado
ECOVEC NANUM RIZOFLORA VERTI COMUNIP
ACELERANDO OS NEGÓCIOS DO FUTURO
Baseado num modelo pioneiro de aceleração de empresas de base tecnológica, o Instituto Inovação criou 5 empresas a partir de pesquisas
acadêmicas e desenvolveu expertise em fazer inovação no Brasil
Fundo Criatec
_maior fundo de capital semente do Brasil, o Criatec (R$ 100
milhões)
_7 escritórios regionais em diversas regiões do país
_focado em spin-offs acadêmicas de alta tecnologia
_forte relacionamento com a área de Mercado de Capitais do
BNDES e BNB
_mais de 1.800 oportunidades analisadas
_modelo de valuation próprio inovador aprovado pelo BNDES
!
Resultados
‣42 oportunidades aprovadas pelo comitê de investimento,
em 48 meses
‣1 desinvestimento (Usix/Nasdaq: EBIX) 88% IRR
‣crescimento da carteira acima de 50% a.a.
Fundo de Inovação para o Meio Ambiente (FIMA)
_investimento second-stage em negócios com apelo ambiental
_R$ 165 milhões tendo o BNDES como principal cotista
_em fase de prospecção de oportunidades
O modelo de aceleração de empresas de base tecnológica
evoluiu e atualmente o Grupo conta com 3 grandes áreas de
negócio: consultoria em inovação, gestão de fundos e
aceleração de empresas digitais
InSeed
TroposLab
Inventta
O GRUPO
A I N V E N T T A
Trabalhamos para criar modelos de negócios únicos,
com tudo o que existe dentro deles: serviços,
processos, produtos, marcas, experiências, redes etc.
Ajudamos organizações a criar ou melhorar sua gestão
da inovação tecnológica, estruturamos e executamos
as etapas de estratégia e planejamento tecnológico,
gestão de pesquisa, desenvolvimento e lançamento.
Unidade de negócios responsável pela gestão de
recursos financeiros para inovação tecnológica, que
também faz parte do grupo Braithwaite Global Inc. (BGI).
A Inventta é a empresa de consultoria em inovação do Grupo Instituto Inovação,
pioneiro no Brasil e com outros negócios em educação e cultura, capital de
investimento e aceleração de start-up’s.
c a m p i n a s . b e l o h o r i z o n t e . b o g o t á
C O M Q U E M J Á
T R A B A L H A M O S
A L I M E N T O S
!
N e s t l é
K r a f t F o o d s
P e p s i c o
B u n g e
S a d i a
M A R S
M . D i a s B r a n c o
M a s s a s V i l m a
M o n d e l e z I n t ’ l
A U T O M O T I V O
!
F i a t
S c a n i a
M a g n e t i M a r e l l i
I v e c o
B o s c h
C N H
A e t h r a
S t o l a
T e k s i d
V o l v o
S i a c
U s i m i n a s A u t o m o t i v e
C o m a u
S K F
J o h n s o n C o n t r o l s
P S A P e u g e o t C i t r o ë n
H I G I E N E , S A Ú D E
E B E L E Z A
!
N a t u r a
J o h n s o n & J o h n s o n
F u n d a ç ã o O s w a l d o
C r u z
V a l l é e
R e c k i t t B e n c k i s e r
I T E H P E C
G i v a u d a n
P A P E L E C E L U L O S E
!
S u z a n o
F i b r i a
C e n i b r a
S I D E R U R G I A E
M I N E R A Ç Ã O
!
U s i m i n a s
V o t o r a n t i m S i d e r u r g i a
V o t o r a n t i m M e t a i s
A r c e l o r M i t t a l
V & M T u b e s
C S N
S a m a r c o
M a g n e s i t a
A n g l o G o l d A s h a n t i
E N E R G I A
!
P e t r o b r a s
B G G r o u p
V a l e V S E
C e m i g
C o m g a s
T E L E C O M U N I C A Ç Õ E S
!
A l g a r T e l e c o m
T I M
T e l e f ô n i c a
C i e l o
W a y r a
E L E T R O - E L E T R Ô N I C O
!
P h i l i p s
S i e m e n s
S a m s u m g
W h i r l p o o l
O U T R O S S E T O R E S
R h o d i a
I n h o t i m
V o t o r a n t i m C i m e n t o s
I n t e r c e m e n t
S a i n t - G o b a i n
A c c e n t u r e
M c K i n s e y
G r u p o P r o m o n
B a n c o B M G
B D M G
D a s s
A n d r i t z
T T r a n s
L a b t e s t
P r e c o n
A c q u a M a n a g e r
O u r o f i n o
Parte 5
Sobre
inova
C O N T E X T O
Sociedade e Inovação
As transformações e oportunidades de
um ambiente em plena ebulição.
UM NOVO SENTIDO
PARA O TRABALHO
O novo pensamento da sociedade
não enxerga mais o trabalho como
fonte para o acúmulo de dinheiro ou
status social.
O trabalho é cada vez mais visto
como elemento de realização e
expressão pessoal.
http://www.osonhobrasileiro.com.br/
NOVA RELAÇÃO COM O EMPREGO
Novas profissões, novas maneiras de trabalhar, mais mudanças de emprego.
Em contrapartida, as pessoas estão mais apreensivas e inseguras.
Empregos são temporários: não se sabe quanto tempo irão durar.
Há 30 anos atrás, um indivíduo ficava na mesma empresa por toda a vida.
CARREIRAS “LEGO”
Grande variedade de habilidades e experiências que podem ser
montadas e desmontadas de acordo com a ocasião.
As pessoas estão criando estruturas impermanentes com variações
infinitas de como trabalhar.
“A ideia de ter duas vidas
separadas, uma profissional e
outra pessoal, acabou.”
Leo Apotheke, CEO, Hewlett Packard
NOVA NOÇÃO DE SUCESSO
A nova noção de sucesso compreende estar satisfeito com a
profissão, fazendo o que se gosta sem depender apenas do
retorno financeiro.
http://www.osonhobrasileiro.com.br/
NOVA RELAÇÃO COM O DINHEIRO
O dinheiro deixou de ser algo que deve ser acumulado e passou a ser
um meio de viabilizar iniciativas, criar oportunidades e viver melhor.
"O dinheiro é importante, mas acho que é pra você viver de
uma forma melhor, não em excesso."
“Às vezes as pessoas só pensam no lucro, pensam que tudo se
resume a isso. Não pensam que tem gente aí que está comendo
farinha com água em casa. É complicado isso aí, as pessoas não
podem mais pensar só nelas mesmas."
http://www.osonhobrasileiro.com.br/
OS JOVENS E A QUESTÃO DO
NÃO ACÚMULO
O NOVO CENÁRIO DO
AMADURECIMENTO
GERAÇÃO ‘SYLO’
S T A Y I N G Y O U N G E R L O N G E R
Os idosos não estão mais
aceitando uma vida ociosa.
Eles querem atividades.
http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/expectativa-de-vida-no-brasileiro-cresce-
para-73-17-anos-diz-ibge
E estamos ficando mais velhos em
quantidade e por mais tempo.
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/908895-censo-2010-aponta-
envelhecimento-da-populacao-brasileira.shtml
Não estou pronto para sentar perto
de um rio, com uma cerveja na mão,
pensando no passado”.
“
Clint Eastwood - EUA
81 anos, casado com uma mulher de 45, uma filha de 14 anos,
66 filmes como ator, 35 filmes como diretor.
"Ainda tem muita
coisa pra fazer!"
José Alvaro Dornelas, Muriaé - MG - BRASIL
94 anos, casado com Ana (95 anos),13 filhos, oleiro,
marceneiro, músico, gerente de um asilo.
NOVAS ESTRUTURAS FAMILIARES
Além de casarem mais tarde, grande parte dos casais se
separam depois dos cinco primeiros anos. É
crescente também o número de casais de classe A/B sem
filhos, o que os americanos chamam de DINK's (DOUBLE
INCOME NO KIDS - "dupla renda com nenhum filho").
http://www.fashionbubbles.com/2008/singles-dinks-nano-familias/
A família tradicional não é mais a
mesma. Nos grandes centros a
tendência é encontrar nos lares destas
famílias menos crianças.
Segundo o IBGE, 10% da população do
Brasil é homossexual. Pela visão
corporativa, são 18 milhões de
consumidores.
Vida Freedom é um novo produto da Seguradora American
Life que conta mais de 200 mil clientes e atua somente em
um nicho: VIDA.
http://www.vidafreedom.com.br
“O que para uns é preconceito, para
nos é negócio"
Romeo Deon Busarello, diretor de marketing
O NOVO TER É
USUFRUIR
Rachel Botsman, consultora e autora do livro “What’s Mine is Yours: The
Rise of Collaborative Consumption”, que vem inspirando uma nova
economia do consumo.
“Se o século XX foi definido pela
propriedade individual, o século XXI será
marcado pelo acesso compartilhado”.
ESTAMOS
SAÍNDO DE
PRODUÇÃO E
CONSUMO
PARA
MANUTENÇÃO E
USUFRUTO
O NOVO INDIVIDUAL
É O COLETIVO
…
O MUNDO
ESTÁ
MUDANDO,
RÁPIDO.
COMPLEXIDADE DO CENÁRIO
Facilidade de cópia
Busca por modelos mais sustentáveis
Quantidade e similaridade de ofertas
Facilidade de difusão e busca de informação
Estilo de vida como direcionador de consumo
Busca por propósito na vida pessoal e profissional
Papel das corporações na solução de problemas sociais
O atual cenário permite
que qualquer pessoa
possa se tornar um
grande competidor.
O GRANDE
DESAFIO
Anita Roddick
Fundadora da Body Shop
IF YOU THINK THAT
SOMEONE IS TOO SMALL
TO HAVE AN IMPACT,
TRY GOING TO BED
WITH A MOSQUITO IN
THE ROOM.
“
VIVEMOS EM UM
MUNDO LÍQUIDO
COM
ORGANIZAÇÕES
SÓLIDAS.
“
ZYGMUNT BAUMANN
“
!
!
“
EDUARDO GALEANO
“
ESSE MUNDO ESTÁ
GRÁVIDO DE UM
OUTRO MUNDO
O QUE FAZER?
http://www.youtube.com/watch?v=icXyBJT7wow
INOVAÇÃO
O QUE É INOVAÇÃO?
INOVAÇÃO
Exploração com sucesso de novas
ideias e conceitos.
EVOLUTIVA
[ou INCREMENTAL] Acontece em produtos, serviços ou
processos que já existem, endereçando a manutenção
ou melhoria de um posicionamento de mercado.
DISRUPTIVA Muda o mercado ou cria um novo.
INOVAÇÃO EVOLUTIVA VISA MELHORAR O QUE UM SISTEMA|UMA ORGANIZAÇÃO JÁ FAZ.
EMBRAER E2
SOLAR IMPULSE
INOVAÇÃO TRANSFORMADORA BUSCA TRANSFORMAR UM SISTEMA|UMA ORGANIZAÇÃO.
TIPOS DE INOVAÇÃO | Conceito de Inovação
PRODUTO PROCESSO SERVIÇOS
MODELODENEGÓCIOS VALOR MERCADO
MODELO
MODELO DE
NEGÓCIO
MODELO
DE REDE
PROCESSO
PROCESSO DE
CAPACITAÇÃO
PROCESSO
PRINCIPAL
OFERTA
PERFORMANCE
DO PRODUTO
SISTEMA DO
PRODUTO
SERVIÇO
ENTREGA
CANAIS MARCA EXPERIÊNCIA
Volume de Esforços de Inovação
1999 - 2009
Baixo
Alto
Baixo
Alto
Criação de Valor Acumulada
1999 - 2009FONTE: DOBLIN GROUP | MONITOR
Todos são a favor da inovação,
mas quatro problemas
geralmente acompanham esse
discurso.
INOVAR:
VERBO TRANSITIVO;FONTES: AURÉLIO; WIKIPEDIA
PROBLEMA 1:
PROPÓSITO E DIRECIONAMENTO
É MEIO
INOVAÇÃO
1 2
3 4
URGENTE
NÃO
URGENTE
IMPORTANTE
NÃO
IMPORTANTE
PROBLEMA 2:
É IMPORTANTE, MAS NÃO É URGENTE.
Fonte: Fundação Dom Cabral (2010)
Em pesquisa da Fundação Dom Cabral, a maioria dos
CEO’s de empresas instaladas no Brasil concordam
que inovação é estrategicamente importante para seus
negócios. Mas confessam que quando problemas
operacionais acontecem essa agenda é postergada.
São ainda poucas as empresas que possuem a prática
de inovação como uma atividade cotidiana e
relacionada com os processos de negócio da empresa.
A INOVAÇÃO É UM PROCESSO DE NEGÓCIO.
O DILEMA DA INOVAÇÃO
As decisões gerenciais racionais que são críticas
para o sucesso das empresas são também as razões
que explicam a perda da posição de liderança dessas
empresas Clayton M. Christensen!
autor do livro “O dilema da inovação”
Por que as empresas têm dificuldade
de investir projetos de inovação que
questionam o status quo?
‣ Muitas das inovações de impacto não atendem às necessidades dos
clientes atuais da empresa
‣ Os incentivos nas empresas são de curto prazo (metas anuais, por
exemplo) e as inovações de impacto geram resultados no longo
prazo
‣ Não compreendem ou desconhecem o potencial de um novo
mercado que a solução ou tecnologia se insere
‣ Impossibilidade de avaliar o investimento e dimensionar o risco
(ausência de dados e produtos comparáveis)
‣ Potencial de retorno dos projetos irrelevantes frente a outras opções
gerenciais da companhia
‣ O custo de copiar a concorrência é menor do que o de inovar
Alice no País dos Espelhos (Lewis Carroll)
Alice e a Rainha Vermelha estão tentando atravessar o tabuleiro de xadrez, mas
está ventando muito forte. Elas se movem, mas não chegam a lugar algum. Isto
frustra Alice profundamente.
”“Rainha Vermelha, o que é isto? Nossos pés
se movem, mas nós não vamos adiante!
E a Rainha Vermelha impacientemente responde:
“
”
Alice, se você quer chegar a algum outro
lugar, você terá que correr duas vezes mais
rápido do que isso!
PROBLEMA 3:
RITMO DE INOVAÇÃO
No livro que segue “Alice no País das Maravilhas”
Lewis Carroll narra um drama:
No paralelo com Inovação, não conseguiremos
superar a competição mantendo um mesmo ritmo de
sempre. É preciso fazer com que toda a organização
se mova mais rápido que o “vento contrário”.
ENQUANTO UMA EMPRESA ESTÁ COMERCIALIZANDO SEU PRODUTO OU
SERVIÇO, OUTRA EMPRESA ESTÁ OCUPADA EM TORNÁ-LO OBSOLETO.
PROBLEMA 4:
O ADVOGADO DO DIABO
(E A SÍNDROME DO “NÃO DÁ”)
Por trás desse problema está um
importante princípio do comportamento
humano: somos muito influenciados pelas
nossas experiências passadas, pelos
nossos problemas e pelo sucesso
imediato; somos pouquissímos inspirados
pelo que poderá nos acontecer em longo
prazo.
Muitas vezes não é uma questão de
viabilidade técnica ou econômica, mas
sim um quebra de paradigma que é
necessária para que as pessoas se abram
ao novo.
É PRECISO CRIAR UM AMBIENTE
PROPÍCIO E FÉRTIL PARA A NUTRIÇÃO
DE NOVAS IDÉIAS E CONCEITOS.
I N O V A Ç Ã O A B E R T A
INOVAÇÃOFECHADAXABERTA
A Inovação Aberta é um paradigma que
assume que as empresas podem e devem
utilizar idéias externas e idéias geradas
internamente, assim como caminhos
internos e externos para chegar ao
mercado, em seu caminho de
desenvolvimento tecnológico.''
Henry Chesbrough,
cunhou o termo Inovação Aberta
fundador do Center for Open Innovation
professor na Universidade da Califórnia – Berkeley
‘‘
INOVAÇÃO
ABERTA
FUNILDEINOVAÇÃOABERTA
US$30.7
bilhões
US$14.0 bilhões
MARKETCAP
Fonte:Yahoo Finance, 20-maio-14
FUNILDEINOVAÇÃOABERTA
FERRAMENTAS
BENEFÍCIOS DA UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS DE
INOVAÇÃO ABERTA
Abordagens+e+
metodologias+
provadas+e+
consolidadas+
Timing+reduzido+e+
facilidade+na+
operacionalização+
das+inicia9vas+de+
inovação+aberta+
Acesso+a+públicos+
diferenciados+por+
meio+de+redes+já+
estabelecidas+
Nó
Nó
Nó Nó
Tema
Tema
Tema
Tema
Tema
Empresa
FERRAMENTAS
!
!
5
CONTRATAÇÃO)DE)
PROFISSIONAIS)
ON0DEMAND)
4
SISTEMAS)DE)GESTÃO)
DE)IDÉIAS)E)CONCEITOS)
7
TECH)
BROKERS)
8
2
PLATAFORMAS)DE)
DESAFIOS)DE)
CONCEITOS)
1
CAPTAÇÃO)DE)
IDÉIAS)POR)
CROWDSOURCING)
6
AQUISIÇÃO)DE)
SOLUÇÕES)EM)
DESIGN)
PLATAFORMAS)RFP)
EXPERIÊNCIAS)DE)IDEAÇÃO)
E)CO0CRIAÇÃO)
3
CENTROS)DE)INOVAÇÃO)
O QUE COMO
ESPECIALISTASGRANDEPÚBLICO
Induct! Ideawicket!
Ideas!To!Go!
Spigit!
IBM!!
Innova?on!
!Center!
Hyve!
Hype!
Guru!
Gen!3!!
Partners!
Fronteer!(online)!
Favela!Fabric!
Elance!
Crowdspring!
Communispace!
Bright!Idea!
Idea!!
Connec?on!
Exago!
SpecialChem!
Fronteer!!
(coNcrea?on)!
IFT!
eYeka!
Open!IDEO!
Brainrack!
Choosa!
!Design!
Idea!Bounty!
Redesign!Me!
!Connect!
A?zo!
One!Billion!!
Minds!
Innoget!
Cassiber!
Brainfloor!
Brain!Reac?ons!
BIG! BaVle!of!!
Concepts! 99!Designs!
Chaordix!
Eureka!!
Medical!
Your!Encore!
Venture2!yet2.com!
Wilogo!Ideaken!
Verhaert!
Top!Coder!
Redesign!Me!!
Ninesigma!
Kluster!
Innova?on!Exchange!
ITM!
Innocen?ve!
iFreelance!
9
P R O M O V E N D O A
I N O V A Ç Ã O
O líder deve dar uma direção, dizer para onde ir ou
não ir. Um processo de inovação torna-se mais
assertivo e eficiente quando a liderança inspira, dita o
ritmo, dá o exemplo.
DIRECIONAMENTO
A inovação é feita por pessoas. Apesar do “management” ter tentado organizar as
habilidades do inovador em disciplinas, o fator humano é e sempre será essencial para
o processo de inovação.
PESSOAS
Liderança
Motivação &
Reconhecimento
Habilidades &
Competências
Tempo
Gargalos relacionados ao indivíduo
#  Desalinhamento entre propósitos individuais vs.
missão da empresa
#  Postura anti-inovação
#  Processos de avaliação e bonificação
desalinhados com os esforços de inovação
#  Desafios mau comunicados
#  Desconhecimento das competências
necessárias para inovar
#  Falta de tempo vs. atividades do dia-a-dia
PESSOAS
Infra-estrutura, Sistemas,
Pessoas, Processos, etc.
Cultura,
Valores,
Motivações,
Frustrações,
Clima
Organizacional,
Regras não
declaradas do jogo,
Dinâmica entre as
pessoas,
Peer-pressure,
Medo de errar,
Brigas,
etc.
Quando falamos de
ambiente estamos
querendo dizer muito mais
do que o tangível, o
palpável. O que está menos
explícito acaba sendo até
mais importante para se
promover o ambiente
inovador.
AMBIENTE
Visão
Relação entre as
pessoas
Processos &
Sistemas
Espaço Físico &
Recursos
#  Inovação está no discurso, mas não se reflete
na prática da alta gestão
#  Falta de um direcionamento
#  Competição
#  Peer-pressure
#  Aspectos culturais
#  Processos muito rígidos e burocráticos
#  Ambientes que sufocam a criatividade
#  Ausência ou constante contingenciamento de
recursos financeiros
AMBIENTE
Promover uma cultura de inovação é criar um ambiente
propício a inovação. E não há uma cultura única que leva a
inovação. O segredo é respeitar a história e cultura existente
e trabalhar gradualmente nos aspectos que alavancarão a
inovação na organização.
CULTURA ORGANIZACIONAL
colaboraçãotransparência inspiração
criatividadec u r i o s i d a d e
direção desafio
disciplina reconhecimento
apetite ao risco
saber ouvir
diversidade
equilíbrio
tolerância ao erroempreendedorismo
liderança comprometimento
tolerância ao erro
ritmo
celebração
exemplo
TRANSFORMAÇÃO
ORGANIZACIONAL
IMPLICA EM
TRANSFORMAÇÃO
CULTURAL
!
TRANSFORMAÇÃO
CULTURAL
IMPLICA EM
TRANSFORMAÇÃO
PESSOAL
CULTURA ORGANIZACIONAL
Começar, tentar, errar, cair. 

!
Levantar, revisar, tentar de novo, tropeçar,
ajustar, melhorar, desequilibrar, aprumar,
acertar!

!
Comemorar! 

!
Reconhecer, aprender, compartilhar.

!
Recomeçar.

!
Inovação só se aprende fazendo...
APRENDER FAZENDO
Quem acredita neles?
Vós, anarquistas deveras sinceros
Socialistas a invocar a sua qualidade de trabalhadores
para quererem deixar de trabalhar
Sim, todos vós que representais o mundo
Homens altos
Passai por baixo do meu desprezo
Passai aristocratas de tanga de ouro
Passai Frouxos
Passai radicais do pouco
Mandem tudo isso para casa
descascar batatas simbólicas
Ultimatum a vós que confundis o humano com
o popular, que confundis tudo
...
“
Ultimatum
Sufoco de ter só isso à minha volta
Fechem-me tudo isso a chave
e deitem a chave fora
Deixem-me respirar
Abram todas as janelas
Abram mais janelas
do que todas as janelas que há no mundo
E o mundo quer a inteligência nova
A sensibilidade nova
Nenhuma idéia grande
Nenhuma corrente política
Que soe a uma idéia grão
O mundo tem sede de que se crie
porque aí está apodrecer a vida
Quando muito é estrume para o futuro
O que aí está não pode durar
Porque não é nada
Eu da raça dos descobridores
desprezo o que seja menos
que descobrir um novo mundo
Eu da raça dos navegadores
afirmo que não pode durar
Proclamo isso bem alto
E saudando abstratamente o infinito."
Braços erguidos
Fitando o Atlântico
Álvaro de Campos, 1917
(Fernando Pessoa)
OBRIGADO!
!
!
!
BOA NOITE!
C A M P I N A S
+ 5 5 ( 1 9 ) 3 2 8 9 - 0 3 5 3
B E L O H O R I Z O N T E
+ 5 5 ( 3 1 ) 3 3 3 7 - 7 4 1 8
B O G O T Á
+ 5 7 ( 1 ) 6 9 1 - 5 9 5 6
b r u n o . m o re i r a @ i n v e n t t a . n e t

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 05 empreendedorismo
Aula 05 empreendedorismoAula 05 empreendedorismo
Aula 05 empreendedorismo
NJS Consultoria
 
2013: Empreendedorismo: Slides do Curso
2013: Empreendedorismo: Slides do Curso2013: Empreendedorismo: Slides do Curso
2013: Empreendedorismo: Slides do Curso
Leandro de Castro
 
Introdução à Gestão Empresarial
Introdução à Gestão EmpresarialIntrodução à Gestão Empresarial
Introdução à Gestão Empresarial
Eliseu Fortolan
 
Aula 03 empreendedorismo
Aula 03 empreendedorismoAula 03 empreendedorismo
Aula 03 empreendedorismo
NJS Consultoria
 
Palestra sobre empreendedorismo para professores
Palestra sobre empreendedorismo para professoresPalestra sobre empreendedorismo para professores
Palestra sobre empreendedorismo para professores
Eder Cachoeira
 
Palestra Empreendedorismo 2009
Palestra Empreendedorismo 2009Palestra Empreendedorismo 2009
Palestra Empreendedorismo 2009
SEBRAE MS
 
Aula 3 a boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Aula 3 a   boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidadeAula 3 a   boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Aula 3 a boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Claudio Parra
 
empreendedorismo e inovação em época de crise
empreendedorismo e inovação em época de criseempreendedorismo e inovação em época de crise
empreendedorismo e inovação em época de crise
tdc-globalcode
 
Inovação: por quê, para quê e como
Inovação: por quê, para quê e comoInovação: por quê, para quê e como
Inovação: por quê, para quê e como
Inventta
 
Intraempreendedorismo
IntraempreendedorismoIntraempreendedorismo
Intraempreendedorismo
Conceição Moraes
 
Aula 02 empreendedorismo
Aula 02 empreendedorismoAula 02 empreendedorismo
Aula 02 empreendedorismo
NJS Consultoria
 
Mdi empreendedorismo
Mdi   empreendedorismoMdi   empreendedorismo
Mdi empreendedorismo
Marcelo Fonseca
 
Formacao Empreendedorismo
Formacao EmpreendedorismoFormacao Empreendedorismo
Formacao Empreendedorismo
Cláudia Gomes
 
Aula Metodologia Lean Startup
Aula Metodologia Lean Startup Aula Metodologia Lean Startup
Aula Metodologia Lean Startup
Vítor Andrade
 
Termo de Conclusão de Curso - Empreendedorismo e Plano de Negócios
Termo de Conclusão de Curso - Empreendedorismo e Plano de NegóciosTermo de Conclusão de Curso - Empreendedorismo e Plano de Negócios
Termo de Conclusão de Curso - Empreendedorismo e Plano de Negócios
Carmem Maria Mendes Barros
 
Intra-empreendedorismo na Administração moderna
Intra-empreendedorismo na Administração modernaIntra-empreendedorismo na Administração moderna
Intra-empreendedorismo na Administração moderna
TR Consulting
 
Empreendedorismo e Identificação de Oportunidades
Empreendedorismo e Identificação de OportunidadesEmpreendedorismo e Identificação de Oportunidades
Empreendedorismo e Identificação de Oportunidades
Felipe Pereira
 
Economia criativa e inovação: como criar novos modelos de negócio
Economia criativa e inovação: como criar novos modelos de negócioEconomia criativa e inovação: como criar novos modelos de negócio
Economia criativa e inovação: como criar novos modelos de negócio
Fabio Calzavara
 
Empreendedorismo 2015 03 - Inovação
Empreendedorismo 2015 03 - InovaçãoEmpreendedorismo 2015 03 - Inovação
Empreendedorismo 2015 03 - Inovação
Milton Henrique do Couto Neto
 
Palestra O Jovem e o empreendedorismo
Palestra O Jovem e o empreendedorismoPalestra O Jovem e o empreendedorismo
Palestra O Jovem e o empreendedorismo
Click Conhecimento
 

Mais procurados (20)

Aula 05 empreendedorismo
Aula 05 empreendedorismoAula 05 empreendedorismo
Aula 05 empreendedorismo
 
2013: Empreendedorismo: Slides do Curso
2013: Empreendedorismo: Slides do Curso2013: Empreendedorismo: Slides do Curso
2013: Empreendedorismo: Slides do Curso
 
Introdução à Gestão Empresarial
Introdução à Gestão EmpresarialIntrodução à Gestão Empresarial
Introdução à Gestão Empresarial
 
Aula 03 empreendedorismo
Aula 03 empreendedorismoAula 03 empreendedorismo
Aula 03 empreendedorismo
 
Palestra sobre empreendedorismo para professores
Palestra sobre empreendedorismo para professoresPalestra sobre empreendedorismo para professores
Palestra sobre empreendedorismo para professores
 
Palestra Empreendedorismo 2009
Palestra Empreendedorismo 2009Palestra Empreendedorismo 2009
Palestra Empreendedorismo 2009
 
Aula 3 a boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Aula 3 a   boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidadeAula 3 a   boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
Aula 3 a boa - identificando oportunidades.ppt modo de compatibilidade
 
empreendedorismo e inovação em época de crise
empreendedorismo e inovação em época de criseempreendedorismo e inovação em época de crise
empreendedorismo e inovação em época de crise
 
Inovação: por quê, para quê e como
Inovação: por quê, para quê e comoInovação: por quê, para quê e como
Inovação: por quê, para quê e como
 
Intraempreendedorismo
IntraempreendedorismoIntraempreendedorismo
Intraempreendedorismo
 
Aula 02 empreendedorismo
Aula 02 empreendedorismoAula 02 empreendedorismo
Aula 02 empreendedorismo
 
Mdi empreendedorismo
Mdi   empreendedorismoMdi   empreendedorismo
Mdi empreendedorismo
 
Formacao Empreendedorismo
Formacao EmpreendedorismoFormacao Empreendedorismo
Formacao Empreendedorismo
 
Aula Metodologia Lean Startup
Aula Metodologia Lean Startup Aula Metodologia Lean Startup
Aula Metodologia Lean Startup
 
Termo de Conclusão de Curso - Empreendedorismo e Plano de Negócios
Termo de Conclusão de Curso - Empreendedorismo e Plano de NegóciosTermo de Conclusão de Curso - Empreendedorismo e Plano de Negócios
Termo de Conclusão de Curso - Empreendedorismo e Plano de Negócios
 
Intra-empreendedorismo na Administração moderna
Intra-empreendedorismo na Administração modernaIntra-empreendedorismo na Administração moderna
Intra-empreendedorismo na Administração moderna
 
Empreendedorismo e Identificação de Oportunidades
Empreendedorismo e Identificação de OportunidadesEmpreendedorismo e Identificação de Oportunidades
Empreendedorismo e Identificação de Oportunidades
 
Economia criativa e inovação: como criar novos modelos de negócio
Economia criativa e inovação: como criar novos modelos de negócioEconomia criativa e inovação: como criar novos modelos de negócio
Economia criativa e inovação: como criar novos modelos de negócio
 
Empreendedorismo 2015 03 - Inovação
Empreendedorismo 2015 03 - InovaçãoEmpreendedorismo 2015 03 - Inovação
Empreendedorismo 2015 03 - Inovação
 
Palestra O Jovem e o empreendedorismo
Palestra O Jovem e o empreendedorismoPalestra O Jovem e o empreendedorismo
Palestra O Jovem e o empreendedorismo
 

Destaque

Empreendedorismo e inovação
Empreendedorismo e inovaçãoEmpreendedorismo e inovação
Empreendedorismo e inovação
CAOS Focado
 
Gestão Estratégica, Inovação e Empreendedorismo para o Jovem Administrador
Gestão Estratégica, Inovação e Empreendedorismo para o Jovem AdministradorGestão Estratégica, Inovação e Empreendedorismo para o Jovem Administrador
Gestão Estratégica, Inovação e Empreendedorismo para o Jovem Administrador
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
MúltiplaOn Educação Executiva
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Araguaci Andrade
 
empreendedorismo E INOVAÇÃO
empreendedorismo E INOVAÇÃOempreendedorismo E INOVAÇÃO
empreendedorismo E INOVAÇÃO
Marcelo Aparecido Sampaio
 
Exemplos de inovação social e empreendedorismo
Exemplos de inovação social e empreendedorismoExemplos de inovação social e empreendedorismo
Exemplos de inovação social e empreendedorismo
Carla Link Federizzi
 
Seminário sobre Criatividade e Inovação
Seminário sobre Criatividade e InovaçãoSeminário sobre Criatividade e Inovação
Seminário sobre Criatividade e Inovação
Jorge Covacs
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
Lo-Ammi Santos
 
Empreendedorismo - Inovação e Competitividade
Empreendedorismo - Inovação e CompetitividadeEmpreendedorismo - Inovação e Competitividade
Empreendedorismo - Inovação e Competitividade
Daniel Campos
 
Inovação Tecnológica e Empreendedorismo
Inovação Tecnológica e EmpreendedorismoInovação Tecnológica e Empreendedorismo
Inovação Tecnológica e Empreendedorismo
Gustavo Caetano
 
Inovacao e empreendedorismo
Inovacao e empreendedorismoInovacao e empreendedorismo
Inovacao e empreendedorismo
Aecio Junior
 
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da CriatividadeApresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Levi Tancredo
 
Inovação e gestão
Inovação e gestãoInovação e gestão
Inovação e gestão
Graziela Bernardo Mota
 
Aula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoAula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e Inovação
Carlos Alves
 
Aula 04 - Inovação e Criatividade
Aula 04 - Inovação e CriatividadeAula 04 - Inovação e Criatividade
Aula 04 - Inovação e Criatividade
Gustavo Zanotto
 
Inovação e Competitividade
Inovação e CompetitividadeInovação e Competitividade
Inovação e Competitividade
Graziela Bernardo Mota
 
Inovação e Criatividade
Inovação e CriatividadeInovação e Criatividade
Inovação e Criatividade
Andrea Costa
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
Jairo Siqueira
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Graziela Bernardo Mota
 
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e InovaçãoPós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Milton Henrique do Couto Neto
 

Destaque (20)

Empreendedorismo e inovação
Empreendedorismo e inovaçãoEmpreendedorismo e inovação
Empreendedorismo e inovação
 
Gestão Estratégica, Inovação e Empreendedorismo para o Jovem Administrador
Gestão Estratégica, Inovação e Empreendedorismo para o Jovem AdministradorGestão Estratégica, Inovação e Empreendedorismo para o Jovem Administrador
Gestão Estratégica, Inovação e Empreendedorismo para o Jovem Administrador
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
empreendedorismo E INOVAÇÃO
empreendedorismo E INOVAÇÃOempreendedorismo E INOVAÇÃO
empreendedorismo E INOVAÇÃO
 
Exemplos de inovação social e empreendedorismo
Exemplos de inovação social e empreendedorismoExemplos de inovação social e empreendedorismo
Exemplos de inovação social e empreendedorismo
 
Seminário sobre Criatividade e Inovação
Seminário sobre Criatividade e InovaçãoSeminário sobre Criatividade e Inovação
Seminário sobre Criatividade e Inovação
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Empreendedorismo - Inovação e Competitividade
Empreendedorismo - Inovação e CompetitividadeEmpreendedorismo - Inovação e Competitividade
Empreendedorismo - Inovação e Competitividade
 
Inovação Tecnológica e Empreendedorismo
Inovação Tecnológica e EmpreendedorismoInovação Tecnológica e Empreendedorismo
Inovação Tecnológica e Empreendedorismo
 
Inovacao e empreendedorismo
Inovacao e empreendedorismoInovacao e empreendedorismo
Inovacao e empreendedorismo
 
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da CriatividadeApresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
Apresentação sobre Gestão da Inovação e da Criatividade
 
Inovação e gestão
Inovação e gestãoInovação e gestão
Inovação e gestão
 
Aula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e InovaçãoAula 11 Criatividade e Inovação
Aula 11 Criatividade e Inovação
 
Aula 04 - Inovação e Criatividade
Aula 04 - Inovação e CriatividadeAula 04 - Inovação e Criatividade
Aula 04 - Inovação e Criatividade
 
Inovação e Competitividade
Inovação e CompetitividadeInovação e Competitividade
Inovação e Competitividade
 
Inovação e Criatividade
Inovação e CriatividadeInovação e Criatividade
Inovação e Criatividade
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e InovaçãoPós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
Pós Marketing Competitivo, Criatividade e Inovação
 

Semelhante a Empreendedorismo e Inovação

Palestras Shoot The Shit
Palestras Shoot The ShitPalestras Shoot The Shit
Palestras Shoot The Shit
Shoot
 
Relatório Anual da Solidarius
Relatório Anual da SolidariusRelatório Anual da Solidarius
Relatório Anual da Solidarius
MarcusFabricioOlivei
 
Gestão da Inovação: o papel do líder
Gestão da Inovação: o papel do líderGestão da Inovação: o papel do líder
Gestão da Inovação: o papel do líder
Inventta
 
Workshop Baanko e tropos lab - Validando sua ideia
Workshop Baanko e tropos lab - Validando sua ideiaWorkshop Baanko e tropos lab - Validando sua ideia
Workshop Baanko e tropos lab - Validando sua ideia
Troposlab
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
Hector Muniz
 
D I V E R S I D A D E | Publicis Planning Academy 2018
D I V E R S I D A D E | Publicis Planning Academy 2018D I V E R S I D A D E | Publicis Planning Academy 2018
D I V E R S I D A D E | Publicis Planning Academy 2018
Yasmin Suzuki
 
¿Cómo nace una startUp?
¿Cómo nace una startUp?¿Cómo nace una startUp?
¿Cómo nace una startUp?
cecilia rubio
 
Empreendedorismo no mundo da inovação
Empreendedorismo no mundo da inovaçãoEmpreendedorismo no mundo da inovação
Empreendedorismo no mundo da inovação
Inventta
 
Agile fora da TI: levando o pensamento ágil para as áreas de negócios
Agile fora da TI: levando o pensamento ágil para as áreas de negóciosAgile fora da TI: levando o pensamento ágil para as áreas de negócios
Agile fora da TI: levando o pensamento ágil para as áreas de negócios
Aline Roque Klein
 
TDC2016POA | Trilha Agile - Ágil fora da TI: como expandir o Agil para as are...
TDC2016POA | Trilha Agile - Ágil fora da TI: como expandir o Agil para as are...TDC2016POA | Trilha Agile - Ágil fora da TI: como expandir o Agil para as are...
TDC2016POA | Trilha Agile - Ágil fora da TI: como expandir o Agil para as are...
tdc-globalcode
 
TDC2017 | POA Trilha Marketing Digital - MUDANÇA CULTURAL PARA GERAR RESULTADOS
TDC2017 | POA Trilha Marketing Digital - MUDANÇA CULTURAL PARA GERAR RESULTADOSTDC2017 | POA Trilha Marketing Digital - MUDANÇA CULTURAL PARA GERAR RESULTADOS
TDC2017 | POA Trilha Marketing Digital - MUDANÇA CULTURAL PARA GERAR RESULTADOS
tdc-globalcode
 
Expo Matacaxtli, PROYECTO PARA CONOCER LA CULTURA
Expo Matacaxtli, PROYECTO PARA CONOCER LA CULTURAExpo Matacaxtli, PROYECTO PARA CONOCER LA CULTURA
Expo Matacaxtli, PROYECTO PARA CONOCER LA CULTURA
VernicaReyes26
 
Marketing Social na Assessoria de Imprensa
Marketing Social na Assessoria de ImprensaMarketing Social na Assessoria de Imprensa
Marketing Social na Assessoria de Imprensa
Mariana Tiso
 
P4BW - Apresentação Fev. 2015
P4BW - Apresentação Fev. 2015P4BW - Apresentação Fev. 2015
P4BW - Apresentação Fev. 2015
Martin GP Bernard
 
Empreendedorismo Social Digital
Empreendedorismo Social DigitalEmpreendedorismo Social Digital
Empreendedorismo Social Digital
Amanda Riesemberg
 
Overview TI
Overview TIOverview TI
Overview TI
Marcelio Leal
 
Pourquoi créer un blog personnel ou professionnel
Pourquoi créer un blog personnel ou professionnelPourquoi créer un blog personnel ou professionnel
Pourquoi créer un blog personnel ou professionnel
Céline Camoun
 
Culture book
Culture bookCulture book
Culture book
Startup Braga
 
Nestlé | Brand Plan Nestronutri | Publicis
Nestlé | Brand Plan Nestronutri | PublicisNestlé | Brand Plan Nestronutri | Publicis
Nestlé | Brand Plan Nestronutri | Publicis
Jonas Jaeger
 
Newletter - 5 de Junho
Newletter - 5 de JunhoNewletter - 5 de Junho
Newletter - 5 de Junho
aiesecbhmkt
 

Semelhante a Empreendedorismo e Inovação (20)

Palestras Shoot The Shit
Palestras Shoot The ShitPalestras Shoot The Shit
Palestras Shoot The Shit
 
Relatório Anual da Solidarius
Relatório Anual da SolidariusRelatório Anual da Solidarius
Relatório Anual da Solidarius
 
Gestão da Inovação: o papel do líder
Gestão da Inovação: o papel do líderGestão da Inovação: o papel do líder
Gestão da Inovação: o papel do líder
 
Workshop Baanko e tropos lab - Validando sua ideia
Workshop Baanko e tropos lab - Validando sua ideiaWorkshop Baanko e tropos lab - Validando sua ideia
Workshop Baanko e tropos lab - Validando sua ideia
 
Cultura organizacional
Cultura organizacionalCultura organizacional
Cultura organizacional
 
D I V E R S I D A D E | Publicis Planning Academy 2018
D I V E R S I D A D E | Publicis Planning Academy 2018D I V E R S I D A D E | Publicis Planning Academy 2018
D I V E R S I D A D E | Publicis Planning Academy 2018
 
¿Cómo nace una startUp?
¿Cómo nace una startUp?¿Cómo nace una startUp?
¿Cómo nace una startUp?
 
Empreendedorismo no mundo da inovação
Empreendedorismo no mundo da inovaçãoEmpreendedorismo no mundo da inovação
Empreendedorismo no mundo da inovação
 
Agile fora da TI: levando o pensamento ágil para as áreas de negócios
Agile fora da TI: levando o pensamento ágil para as áreas de negóciosAgile fora da TI: levando o pensamento ágil para as áreas de negócios
Agile fora da TI: levando o pensamento ágil para as áreas de negócios
 
TDC2016POA | Trilha Agile - Ágil fora da TI: como expandir o Agil para as are...
TDC2016POA | Trilha Agile - Ágil fora da TI: como expandir o Agil para as are...TDC2016POA | Trilha Agile - Ágil fora da TI: como expandir o Agil para as are...
TDC2016POA | Trilha Agile - Ágil fora da TI: como expandir o Agil para as are...
 
TDC2017 | POA Trilha Marketing Digital - MUDANÇA CULTURAL PARA GERAR RESULTADOS
TDC2017 | POA Trilha Marketing Digital - MUDANÇA CULTURAL PARA GERAR RESULTADOSTDC2017 | POA Trilha Marketing Digital - MUDANÇA CULTURAL PARA GERAR RESULTADOS
TDC2017 | POA Trilha Marketing Digital - MUDANÇA CULTURAL PARA GERAR RESULTADOS
 
Expo Matacaxtli, PROYECTO PARA CONOCER LA CULTURA
Expo Matacaxtli, PROYECTO PARA CONOCER LA CULTURAExpo Matacaxtli, PROYECTO PARA CONOCER LA CULTURA
Expo Matacaxtli, PROYECTO PARA CONOCER LA CULTURA
 
Marketing Social na Assessoria de Imprensa
Marketing Social na Assessoria de ImprensaMarketing Social na Assessoria de Imprensa
Marketing Social na Assessoria de Imprensa
 
P4BW - Apresentação Fev. 2015
P4BW - Apresentação Fev. 2015P4BW - Apresentação Fev. 2015
P4BW - Apresentação Fev. 2015
 
Empreendedorismo Social Digital
Empreendedorismo Social DigitalEmpreendedorismo Social Digital
Empreendedorismo Social Digital
 
Overview TI
Overview TIOverview TI
Overview TI
 
Pourquoi créer un blog personnel ou professionnel
Pourquoi créer un blog personnel ou professionnelPourquoi créer un blog personnel ou professionnel
Pourquoi créer un blog personnel ou professionnel
 
Culture book
Culture bookCulture book
Culture book
 
Nestlé | Brand Plan Nestronutri | Publicis
Nestlé | Brand Plan Nestronutri | PublicisNestlé | Brand Plan Nestronutri | Publicis
Nestlé | Brand Plan Nestronutri | Publicis
 
Newletter - 5 de Junho
Newletter - 5 de JunhoNewletter - 5 de Junho
Newletter - 5 de Junho
 

Mais de Inventta

Escopo possível de uma área de inovação corporativa
Escopo possível de uma área de inovação corporativaEscopo possível de uma área de inovação corporativa
Escopo possível de uma área de inovação corporativa
Inventta
 
Hub Internacional de Desenvolvimento Sustentável
Hub Internacional de Desenvolvimento SustentávelHub Internacional de Desenvolvimento Sustentável
Hub Internacional de Desenvolvimento Sustentável
Inventta
 
Small Data
Small DataSmall Data
Small Data
Inventta
 
Tendências em Neurociência e Neurotecnologia
Tendências em Neurociência e NeurotecnologiaTendências em Neurociência e Neurotecnologia
Tendências em Neurociência e Neurotecnologia
Inventta
 
Vaga para estágio na Inventta
Vaga para estágio na InventtaVaga para estágio na Inventta
Vaga para estágio na Inventta
Inventta
 
Corporate Venture Capital: contexto, conceitos e aplicações
Corporate Venture Capital: contexto, conceitos e aplicaçõesCorporate Venture Capital: contexto, conceitos e aplicações
Corporate Venture Capital: contexto, conceitos e aplicações
Inventta
 
Corporate Venturing
Corporate VenturingCorporate Venturing
Corporate Venturing
Inventta
 
Inovação para um mundo em transição: como fazer
Inovação para um mundo em transição: como fazerInovação para um mundo em transição: como fazer
Inovação para um mundo em transição: como fazer
Inventta
 
OneWeekDive
OneWeekDiveOneWeekDive
OneWeekDive
Inventta
 
Workshop Business Design Inventta
Workshop Business Design InventtaWorkshop Business Design Inventta
Workshop Business Design Inventta
Inventta
 
Processo seletivo inventta
Processo seletivo inventtaProcesso seletivo inventta
Processo seletivo inventta
Inventta
 
Inventta+ where innovation lives
Inventta+ where innovation livesInventta+ where innovation lives
Inventta+ where innovation lives
Inventta
 
Ferramentas de inovação aberta
Ferramentas de inovação abertaFerramentas de inovação aberta
Ferramentas de inovação aberta
Inventta
 
Promovendo um ambiente propício a inovação
Promovendo um ambiente propício a inovaçãoPromovendo um ambiente propício a inovação
Promovendo um ambiente propício a inovação
Inventta
 
Palestra do Instituto Inovação no CaribeImpulsa
Palestra do Instituto Inovação no CaribeImpulsaPalestra do Instituto Inovação no CaribeImpulsa
Palestra do Instituto Inovação no CaribeImpulsa
Inventta
 
Worshop Co-criação Educação Corporativa
Worshop Co-criação Educação CorporativaWorshop Co-criação Educação Corporativa
Worshop Co-criação Educação Corporativa
Inventta
 
Inove Em Minas
Inove Em MinasInove Em Minas
Inove Em Minas
Inventta
 
Inventta institucional
Inventta institucionalInventta institucional
Inventta institucional
Inventta
 
Programa Mineiro de Empreendedorismo na Pós-Graduação
Programa Mineiro de Empreendedorismo na Pós-GraduaçãoPrograma Mineiro de Empreendedorismo na Pós-Graduação
Programa Mineiro de Empreendedorismo na Pós-Graduação
Inventta
 
Oportunidade para Empresas Inovadoras
Oportunidade para Empresas InovadorasOportunidade para Empresas Inovadoras
Oportunidade para Empresas Inovadoras
Inventta
 

Mais de Inventta (20)

Escopo possível de uma área de inovação corporativa
Escopo possível de uma área de inovação corporativaEscopo possível de uma área de inovação corporativa
Escopo possível de uma área de inovação corporativa
 
Hub Internacional de Desenvolvimento Sustentável
Hub Internacional de Desenvolvimento SustentávelHub Internacional de Desenvolvimento Sustentável
Hub Internacional de Desenvolvimento Sustentável
 
Small Data
Small DataSmall Data
Small Data
 
Tendências em Neurociência e Neurotecnologia
Tendências em Neurociência e NeurotecnologiaTendências em Neurociência e Neurotecnologia
Tendências em Neurociência e Neurotecnologia
 
Vaga para estágio na Inventta
Vaga para estágio na InventtaVaga para estágio na Inventta
Vaga para estágio na Inventta
 
Corporate Venture Capital: contexto, conceitos e aplicações
Corporate Venture Capital: contexto, conceitos e aplicaçõesCorporate Venture Capital: contexto, conceitos e aplicações
Corporate Venture Capital: contexto, conceitos e aplicações
 
Corporate Venturing
Corporate VenturingCorporate Venturing
Corporate Venturing
 
Inovação para um mundo em transição: como fazer
Inovação para um mundo em transição: como fazerInovação para um mundo em transição: como fazer
Inovação para um mundo em transição: como fazer
 
OneWeekDive
OneWeekDiveOneWeekDive
OneWeekDive
 
Workshop Business Design Inventta
Workshop Business Design InventtaWorkshop Business Design Inventta
Workshop Business Design Inventta
 
Processo seletivo inventta
Processo seletivo inventtaProcesso seletivo inventta
Processo seletivo inventta
 
Inventta+ where innovation lives
Inventta+ where innovation livesInventta+ where innovation lives
Inventta+ where innovation lives
 
Ferramentas de inovação aberta
Ferramentas de inovação abertaFerramentas de inovação aberta
Ferramentas de inovação aberta
 
Promovendo um ambiente propício a inovação
Promovendo um ambiente propício a inovaçãoPromovendo um ambiente propício a inovação
Promovendo um ambiente propício a inovação
 
Palestra do Instituto Inovação no CaribeImpulsa
Palestra do Instituto Inovação no CaribeImpulsaPalestra do Instituto Inovação no CaribeImpulsa
Palestra do Instituto Inovação no CaribeImpulsa
 
Worshop Co-criação Educação Corporativa
Worshop Co-criação Educação CorporativaWorshop Co-criação Educação Corporativa
Worshop Co-criação Educação Corporativa
 
Inove Em Minas
Inove Em MinasInove Em Minas
Inove Em Minas
 
Inventta institucional
Inventta institucionalInventta institucional
Inventta institucional
 
Programa Mineiro de Empreendedorismo na Pós-Graduação
Programa Mineiro de Empreendedorismo na Pós-GraduaçãoPrograma Mineiro de Empreendedorismo na Pós-Graduação
Programa Mineiro de Empreendedorismo na Pós-Graduação
 
Oportunidade para Empresas Inovadoras
Oportunidade para Empresas InovadorasOportunidade para Empresas Inovadoras
Oportunidade para Empresas Inovadoras
 

Empreendedorismo e Inovação

  • 1. ! !
  • 2. INOVAÇÃO & EMPREENDEDORISMO UMA OPÇÃO DE VIDA E TRANSFORMAÇÃO
  • 5.
  • 6.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Parte 3 Na selva de pedra
  • 14. trabalhando as 5 da manhã… de sábado … de sábado Índia
  • 15. Parte 4 Deixa eu levar minha vida
  • 16. E M P R E E N D E D O R I S M O
  • 17.
  • 19. G R U P O I N S T I T U T O I N O V A Ç Ã O
  • 20. A PONTE CONECTANDO CIÊNCIA & MERCADO O Instituto Inovação surgiu em 2002 inspirado pelo desafio de aproximar o potencial de geração de conhecimento da academia das demandas reais e latentes do mercado
  • 21. ECOVEC NANUM RIZOFLORA VERTI COMUNIP ACELERANDO OS NEGÓCIOS DO FUTURO Baseado num modelo pioneiro de aceleração de empresas de base tecnológica, o Instituto Inovação criou 5 empresas a partir de pesquisas acadêmicas e desenvolveu expertise em fazer inovação no Brasil
  • 22. Fundo Criatec _maior fundo de capital semente do Brasil, o Criatec (R$ 100 milhões) _7 escritórios regionais em diversas regiões do país _focado em spin-offs acadêmicas de alta tecnologia _forte relacionamento com a área de Mercado de Capitais do BNDES e BNB _mais de 1.800 oportunidades analisadas _modelo de valuation próprio inovador aprovado pelo BNDES ! Resultados ‣42 oportunidades aprovadas pelo comitê de investimento, em 48 meses ‣1 desinvestimento (Usix/Nasdaq: EBIX) 88% IRR ‣crescimento da carteira acima de 50% a.a. Fundo de Inovação para o Meio Ambiente (FIMA) _investimento second-stage em negócios com apelo ambiental _R$ 165 milhões tendo o BNDES como principal cotista _em fase de prospecção de oportunidades
  • 23. O modelo de aceleração de empresas de base tecnológica evoluiu e atualmente o Grupo conta com 3 grandes áreas de negócio: consultoria em inovação, gestão de fundos e aceleração de empresas digitais InSeed TroposLab Inventta O GRUPO
  • 24. A I N V E N T T A
  • 25. Trabalhamos para criar modelos de negócios únicos, com tudo o que existe dentro deles: serviços, processos, produtos, marcas, experiências, redes etc. Ajudamos organizações a criar ou melhorar sua gestão da inovação tecnológica, estruturamos e executamos as etapas de estratégia e planejamento tecnológico, gestão de pesquisa, desenvolvimento e lançamento. Unidade de negócios responsável pela gestão de recursos financeiros para inovação tecnológica, que também faz parte do grupo Braithwaite Global Inc. (BGI). A Inventta é a empresa de consultoria em inovação do Grupo Instituto Inovação, pioneiro no Brasil e com outros negócios em educação e cultura, capital de investimento e aceleração de start-up’s. c a m p i n a s . b e l o h o r i z o n t e . b o g o t á
  • 26. C O M Q U E M J Á T R A B A L H A M O S A L I M E N T O S ! N e s t l é K r a f t F o o d s P e p s i c o B u n g e S a d i a M A R S M . D i a s B r a n c o M a s s a s V i l m a M o n d e l e z I n t ’ l A U T O M O T I V O ! F i a t S c a n i a M a g n e t i M a r e l l i I v e c o B o s c h C N H A e t h r a S t o l a T e k s i d V o l v o S i a c U s i m i n a s A u t o m o t i v e C o m a u S K F J o h n s o n C o n t r o l s P S A P e u g e o t C i t r o ë n H I G I E N E , S A Ú D E E B E L E Z A ! N a t u r a J o h n s o n & J o h n s o n F u n d a ç ã o O s w a l d o C r u z V a l l é e R e c k i t t B e n c k i s e r I T E H P E C G i v a u d a n P A P E L E C E L U L O S E ! S u z a n o F i b r i a C e n i b r a S I D E R U R G I A E M I N E R A Ç Ã O ! U s i m i n a s V o t o r a n t i m S i d e r u r g i a V o t o r a n t i m M e t a i s A r c e l o r M i t t a l V & M T u b e s C S N S a m a r c o M a g n e s i t a A n g l o G o l d A s h a n t i E N E R G I A ! P e t r o b r a s B G G r o u p V a l e V S E C e m i g C o m g a s T E L E C O M U N I C A Ç Õ E S ! A l g a r T e l e c o m T I M T e l e f ô n i c a C i e l o W a y r a E L E T R O - E L E T R Ô N I C O ! P h i l i p s S i e m e n s S a m s u m g W h i r l p o o l O U T R O S S E T O R E S R h o d i a I n h o t i m V o t o r a n t i m C i m e n t o s I n t e r c e m e n t S a i n t - G o b a i n A c c e n t u r e M c K i n s e y G r u p o P r o m o n B a n c o B M G B D M G D a s s A n d r i t z T T r a n s L a b t e s t P r e c o n A c q u a M a n a g e r O u r o f i n o
  • 28. C O N T E X T O
  • 29. Sociedade e Inovação As transformações e oportunidades de um ambiente em plena ebulição.
  • 30. UM NOVO SENTIDO PARA O TRABALHO O novo pensamento da sociedade não enxerga mais o trabalho como fonte para o acúmulo de dinheiro ou status social. O trabalho é cada vez mais visto como elemento de realização e expressão pessoal. http://www.osonhobrasileiro.com.br/
  • 31. NOVA RELAÇÃO COM O EMPREGO Novas profissões, novas maneiras de trabalhar, mais mudanças de emprego. Em contrapartida, as pessoas estão mais apreensivas e inseguras. Empregos são temporários: não se sabe quanto tempo irão durar. Há 30 anos atrás, um indivíduo ficava na mesma empresa por toda a vida. CARREIRAS “LEGO” Grande variedade de habilidades e experiências que podem ser montadas e desmontadas de acordo com a ocasião. As pessoas estão criando estruturas impermanentes com variações infinitas de como trabalhar.
  • 32. “A ideia de ter duas vidas separadas, uma profissional e outra pessoal, acabou.” Leo Apotheke, CEO, Hewlett Packard NOVA NOÇÃO DE SUCESSO A nova noção de sucesso compreende estar satisfeito com a profissão, fazendo o que se gosta sem depender apenas do retorno financeiro. http://www.osonhobrasileiro.com.br/ NOVA RELAÇÃO COM O DINHEIRO O dinheiro deixou de ser algo que deve ser acumulado e passou a ser um meio de viabilizar iniciativas, criar oportunidades e viver melhor.
  • 33. "O dinheiro é importante, mas acho que é pra você viver de uma forma melhor, não em excesso." “Às vezes as pessoas só pensam no lucro, pensam que tudo se resume a isso. Não pensam que tem gente aí que está comendo farinha com água em casa. É complicado isso aí, as pessoas não podem mais pensar só nelas mesmas." http://www.osonhobrasileiro.com.br/ OS JOVENS E A QUESTÃO DO NÃO ACÚMULO
  • 34. O NOVO CENÁRIO DO AMADURECIMENTO
  • 35. GERAÇÃO ‘SYLO’ S T A Y I N G Y O U N G E R L O N G E R Os idosos não estão mais aceitando uma vida ociosa. Eles querem atividades. http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/expectativa-de-vida-no-brasileiro-cresce- para-73-17-anos-diz-ibge E estamos ficando mais velhos em quantidade e por mais tempo. http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/908895-censo-2010-aponta- envelhecimento-da-populacao-brasileira.shtml
  • 36. Não estou pronto para sentar perto de um rio, com uma cerveja na mão, pensando no passado”. “ Clint Eastwood - EUA 81 anos, casado com uma mulher de 45, uma filha de 14 anos, 66 filmes como ator, 35 filmes como diretor. "Ainda tem muita coisa pra fazer!" José Alvaro Dornelas, Muriaé - MG - BRASIL 94 anos, casado com Ana (95 anos),13 filhos, oleiro, marceneiro, músico, gerente de um asilo.
  • 37. NOVAS ESTRUTURAS FAMILIARES Além de casarem mais tarde, grande parte dos casais se separam depois dos cinco primeiros anos. É crescente também o número de casais de classe A/B sem filhos, o que os americanos chamam de DINK's (DOUBLE INCOME NO KIDS - "dupla renda com nenhum filho"). http://www.fashionbubbles.com/2008/singles-dinks-nano-familias/ A família tradicional não é mais a mesma. Nos grandes centros a tendência é encontrar nos lares destas famílias menos crianças. Segundo o IBGE, 10% da população do Brasil é homossexual. Pela visão corporativa, são 18 milhões de consumidores. Vida Freedom é um novo produto da Seguradora American Life que conta mais de 200 mil clientes e atua somente em um nicho: VIDA. http://www.vidafreedom.com.br “O que para uns é preconceito, para nos é negócio" Romeo Deon Busarello, diretor de marketing
  • 38. O NOVO TER É USUFRUIR Rachel Botsman, consultora e autora do livro “What’s Mine is Yours: The Rise of Collaborative Consumption”, que vem inspirando uma nova economia do consumo. “Se o século XX foi definido pela propriedade individual, o século XXI será marcado pelo acesso compartilhado”. ESTAMOS SAÍNDO DE PRODUÇÃO E CONSUMO PARA MANUTENÇÃO E USUFRUTO
  • 39. O NOVO INDIVIDUAL É O COLETIVO
  • 40.
  • 42. COMPLEXIDADE DO CENÁRIO Facilidade de cópia Busca por modelos mais sustentáveis Quantidade e similaridade de ofertas Facilidade de difusão e busca de informação Estilo de vida como direcionador de consumo Busca por propósito na vida pessoal e profissional Papel das corporações na solução de problemas sociais
  • 43. O atual cenário permite que qualquer pessoa possa se tornar um grande competidor. O GRANDE DESAFIO
  • 44. Anita Roddick Fundadora da Body Shop IF YOU THINK THAT SOMEONE IS TOO SMALL TO HAVE AN IMPACT, TRY GOING TO BED WITH A MOSQUITO IN THE ROOM. “
  • 45. VIVEMOS EM UM MUNDO LÍQUIDO COM ORGANIZAÇÕES SÓLIDAS. “ ZYGMUNT BAUMANN “
  • 46. ! ! “ EDUARDO GALEANO “ ESSE MUNDO ESTÁ GRÁVIDO DE UM OUTRO MUNDO
  • 50. O QUE É INOVAÇÃO?
  • 51. INOVAÇÃO Exploração com sucesso de novas ideias e conceitos. EVOLUTIVA [ou INCREMENTAL] Acontece em produtos, serviços ou processos que já existem, endereçando a manutenção ou melhoria de um posicionamento de mercado. DISRUPTIVA Muda o mercado ou cria um novo.
  • 52. INOVAÇÃO EVOLUTIVA VISA MELHORAR O QUE UM SISTEMA|UMA ORGANIZAÇÃO JÁ FAZ. EMBRAER E2 SOLAR IMPULSE INOVAÇÃO TRANSFORMADORA BUSCA TRANSFORMAR UM SISTEMA|UMA ORGANIZAÇÃO.
  • 53. TIPOS DE INOVAÇÃO | Conceito de Inovação PRODUTO PROCESSO SERVIÇOS MODELODENEGÓCIOS VALOR MERCADO
  • 54. MODELO MODELO DE NEGÓCIO MODELO DE REDE PROCESSO PROCESSO DE CAPACITAÇÃO PROCESSO PRINCIPAL OFERTA PERFORMANCE DO PRODUTO SISTEMA DO PRODUTO SERVIÇO ENTREGA CANAIS MARCA EXPERIÊNCIA Volume de Esforços de Inovação 1999 - 2009 Baixo Alto Baixo Alto Criação de Valor Acumulada 1999 - 2009FONTE: DOBLIN GROUP | MONITOR
  • 55. Todos são a favor da inovação, mas quatro problemas geralmente acompanham esse discurso.
  • 56. INOVAR: VERBO TRANSITIVO;FONTES: AURÉLIO; WIKIPEDIA PROBLEMA 1: PROPÓSITO E DIRECIONAMENTO
  • 58. 1 2 3 4 URGENTE NÃO URGENTE IMPORTANTE NÃO IMPORTANTE PROBLEMA 2: É IMPORTANTE, MAS NÃO É URGENTE. Fonte: Fundação Dom Cabral (2010) Em pesquisa da Fundação Dom Cabral, a maioria dos CEO’s de empresas instaladas no Brasil concordam que inovação é estrategicamente importante para seus negócios. Mas confessam que quando problemas operacionais acontecem essa agenda é postergada. São ainda poucas as empresas que possuem a prática de inovação como uma atividade cotidiana e relacionada com os processos de negócio da empresa. A INOVAÇÃO É UM PROCESSO DE NEGÓCIO.
  • 59. O DILEMA DA INOVAÇÃO As decisões gerenciais racionais que são críticas para o sucesso das empresas são também as razões que explicam a perda da posição de liderança dessas empresas Clayton M. Christensen! autor do livro “O dilema da inovação” Por que as empresas têm dificuldade de investir projetos de inovação que questionam o status quo? ‣ Muitas das inovações de impacto não atendem às necessidades dos clientes atuais da empresa ‣ Os incentivos nas empresas são de curto prazo (metas anuais, por exemplo) e as inovações de impacto geram resultados no longo prazo ‣ Não compreendem ou desconhecem o potencial de um novo mercado que a solução ou tecnologia se insere ‣ Impossibilidade de avaliar o investimento e dimensionar o risco (ausência de dados e produtos comparáveis) ‣ Potencial de retorno dos projetos irrelevantes frente a outras opções gerenciais da companhia ‣ O custo de copiar a concorrência é menor do que o de inovar
  • 60. Alice no País dos Espelhos (Lewis Carroll) Alice e a Rainha Vermelha estão tentando atravessar o tabuleiro de xadrez, mas está ventando muito forte. Elas se movem, mas não chegam a lugar algum. Isto frustra Alice profundamente. ”“Rainha Vermelha, o que é isto? Nossos pés se movem, mas nós não vamos adiante! E a Rainha Vermelha impacientemente responde: “ ” Alice, se você quer chegar a algum outro lugar, você terá que correr duas vezes mais rápido do que isso! PROBLEMA 3: RITMO DE INOVAÇÃO No livro que segue “Alice no País das Maravilhas” Lewis Carroll narra um drama: No paralelo com Inovação, não conseguiremos superar a competição mantendo um mesmo ritmo de sempre. É preciso fazer com que toda a organização se mova mais rápido que o “vento contrário”. ENQUANTO UMA EMPRESA ESTÁ COMERCIALIZANDO SEU PRODUTO OU SERVIÇO, OUTRA EMPRESA ESTÁ OCUPADA EM TORNÁ-LO OBSOLETO.
  • 61. PROBLEMA 4: O ADVOGADO DO DIABO (E A SÍNDROME DO “NÃO DÁ”) Por trás desse problema está um importante princípio do comportamento humano: somos muito influenciados pelas nossas experiências passadas, pelos nossos problemas e pelo sucesso imediato; somos pouquissímos inspirados pelo que poderá nos acontecer em longo prazo. Muitas vezes não é uma questão de viabilidade técnica ou econômica, mas sim um quebra de paradigma que é necessária para que as pessoas se abram ao novo. É PRECISO CRIAR UM AMBIENTE PROPÍCIO E FÉRTIL PARA A NUTRIÇÃO DE NOVAS IDÉIAS E CONCEITOS.
  • 62. I N O V A Ç Ã O A B E R T A
  • 64. A Inovação Aberta é um paradigma que assume que as empresas podem e devem utilizar idéias externas e idéias geradas internamente, assim como caminhos internos e externos para chegar ao mercado, em seu caminho de desenvolvimento tecnológico.'' Henry Chesbrough, cunhou o termo Inovação Aberta fundador do Center for Open Innovation professor na Universidade da Califórnia – Berkeley ‘‘
  • 69.
  • 70.
  • 71.
  • 72. FERRAMENTAS BENEFÍCIOS DA UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS DE INOVAÇÃO ABERTA Abordagens+e+ metodologias+ provadas+e+ consolidadas+ Timing+reduzido+e+ facilidade+na+ operacionalização+ das+inicia9vas+de+ inovação+aberta+ Acesso+a+públicos+ diferenciados+por+ meio+de+redes+já+ estabelecidas+ Nó Nó Nó Nó Tema Tema Tema Tema Tema Empresa
  • 73. FERRAMENTAS ! ! 5 CONTRATAÇÃO)DE) PROFISSIONAIS) ON0DEMAND) 4 SISTEMAS)DE)GESTÃO) DE)IDÉIAS)E)CONCEITOS) 7 TECH) BROKERS) 8 2 PLATAFORMAS)DE) DESAFIOS)DE) CONCEITOS) 1 CAPTAÇÃO)DE) IDÉIAS)POR) CROWDSOURCING) 6 AQUISIÇÃO)DE) SOLUÇÕES)EM) DESIGN) PLATAFORMAS)RFP) EXPERIÊNCIAS)DE)IDEAÇÃO) E)CO0CRIAÇÃO) 3 CENTROS)DE)INOVAÇÃO) O QUE COMO ESPECIALISTASGRANDEPÚBLICO Induct! Ideawicket! Ideas!To!Go! Spigit! IBM!! Innova?on! !Center! Hyve! Hype! Guru! Gen!3!! Partners! Fronteer!(online)! Favela!Fabric! Elance! Crowdspring! Communispace! Bright!Idea! Idea!! Connec?on! Exago! SpecialChem! Fronteer!! (coNcrea?on)! IFT! eYeka! Open!IDEO! Brainrack! Choosa! !Design! Idea!Bounty! Redesign!Me! !Connect! A?zo! One!Billion!! Minds! Innoget! Cassiber! Brainfloor! Brain!Reac?ons! BIG! BaVle!of!! Concepts! 99!Designs! Chaordix! Eureka!! Medical! Your!Encore! Venture2!yet2.com! Wilogo!Ideaken! Verhaert! Top!Coder! Redesign!Me!! Ninesigma! Kluster! Innova?on!Exchange! ITM! Innocen?ve! iFreelance! 9
  • 74. P R O M O V E N D O A I N O V A Ç Ã O
  • 75. O líder deve dar uma direção, dizer para onde ir ou não ir. Um processo de inovação torna-se mais assertivo e eficiente quando a liderança inspira, dita o ritmo, dá o exemplo. DIRECIONAMENTO
  • 76. A inovação é feita por pessoas. Apesar do “management” ter tentado organizar as habilidades do inovador em disciplinas, o fator humano é e sempre será essencial para o processo de inovação. PESSOAS
  • 77. Liderança Motivação & Reconhecimento Habilidades & Competências Tempo Gargalos relacionados ao indivíduo #  Desalinhamento entre propósitos individuais vs. missão da empresa #  Postura anti-inovação #  Processos de avaliação e bonificação desalinhados com os esforços de inovação #  Desafios mau comunicados #  Desconhecimento das competências necessárias para inovar #  Falta de tempo vs. atividades do dia-a-dia PESSOAS
  • 78. Infra-estrutura, Sistemas, Pessoas, Processos, etc. Cultura, Valores, Motivações, Frustrações, Clima Organizacional, Regras não declaradas do jogo, Dinâmica entre as pessoas, Peer-pressure, Medo de errar, Brigas, etc. Quando falamos de ambiente estamos querendo dizer muito mais do que o tangível, o palpável. O que está menos explícito acaba sendo até mais importante para se promover o ambiente inovador. AMBIENTE
  • 79. Visão Relação entre as pessoas Processos & Sistemas Espaço Físico & Recursos #  Inovação está no discurso, mas não se reflete na prática da alta gestão #  Falta de um direcionamento #  Competição #  Peer-pressure #  Aspectos culturais #  Processos muito rígidos e burocráticos #  Ambientes que sufocam a criatividade #  Ausência ou constante contingenciamento de recursos financeiros AMBIENTE
  • 80. Promover uma cultura de inovação é criar um ambiente propício a inovação. E não há uma cultura única que leva a inovação. O segredo é respeitar a história e cultura existente e trabalhar gradualmente nos aspectos que alavancarão a inovação na organização. CULTURA ORGANIZACIONAL colaboraçãotransparência inspiração criatividadec u r i o s i d a d e direção desafio disciplina reconhecimento apetite ao risco saber ouvir diversidade equilíbrio tolerância ao erroempreendedorismo liderança comprometimento tolerância ao erro ritmo celebração exemplo
  • 82. Começar, tentar, errar, cair. ! Levantar, revisar, tentar de novo, tropeçar, ajustar, melhorar, desequilibrar, aprumar, acertar! ! Comemorar! ! Reconhecer, aprender, compartilhar. ! Recomeçar. ! Inovação só se aprende fazendo... APRENDER FAZENDO
  • 83. Quem acredita neles? Vós, anarquistas deveras sinceros Socialistas a invocar a sua qualidade de trabalhadores para quererem deixar de trabalhar Sim, todos vós que representais o mundo Homens altos Passai por baixo do meu desprezo Passai aristocratas de tanga de ouro Passai Frouxos Passai radicais do pouco Mandem tudo isso para casa descascar batatas simbólicas Ultimatum a vós que confundis o humano com o popular, que confundis tudo ... “ Ultimatum
  • 84. Sufoco de ter só isso à minha volta Fechem-me tudo isso a chave e deitem a chave fora Deixem-me respirar Abram todas as janelas Abram mais janelas do que todas as janelas que há no mundo
  • 85. E o mundo quer a inteligência nova A sensibilidade nova Nenhuma idéia grande Nenhuma corrente política Que soe a uma idéia grão
  • 86. O mundo tem sede de que se crie porque aí está apodrecer a vida Quando muito é estrume para o futuro O que aí está não pode durar Porque não é nada
  • 87. Eu da raça dos descobridores desprezo o que seja menos que descobrir um novo mundo Eu da raça dos navegadores afirmo que não pode durar
  • 88. Proclamo isso bem alto E saudando abstratamente o infinito." Braços erguidos Fitando o Atlântico Álvaro de Campos, 1917 (Fernando Pessoa)
  • 90. C A M P I N A S + 5 5 ( 1 9 ) 3 2 8 9 - 0 3 5 3 B E L O H O R I Z O N T E + 5 5 ( 3 1 ) 3 3 3 7 - 7 4 1 8 B O G O T Á + 5 7 ( 1 ) 6 9 1 - 5 9 5 6 b r u n o . m o re i r a @ i n v e n t t a . n e t